NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quinta-feira, 22 de Junho de 2017
PEDRO MESQUITA LOPES É O CANDIDATO A PRESIDENTE DA UNIÃO DE FREGUESIAS DO CARTAXO E VALE DA PINTA DA COLIGAÇÃO JUNTOS PELA MUDANÇA

 

 

O cabeça de lista à União de Freguesias é independente e não tem atividade politica anterior mas entende ser este o momento em que “não nos podemos mais conformar com o estado em que se encontram o Cartaxo e Vale da Pinta e quase todos os lugares e núcleos habitacionais no território da união de freguesias e, assim, temos o dever e o direito de contribuir com a nossa disponibilidade e empenho para uma efetiva mudança, que nos devolva o orgulho de aqui viver e de aqui criar os nossos filhos.

 

Para o candidato “As Juntas de Freguesia têm atribuições e competências legais que, reforçadas pela legitimidade politica própria dos seus órgãos, designadamente, do seu Presidente, têm de ser postas ao serviço dos seus habitantes e usadas intransigentemente na defesa e representação de todos, a título individual, associativo ou nas suas actividades, inclusivamente perante os outros órgãos autárquicos. As Juntas de Freguesia devem ainda apoiar de forma activa e concreta as instituições e associações que tenham sede no seu território e devem cuidar e zelar dos espaços públicos que sejam da sua competência legal ao mesmo tempo que não podem permitir que os espaços, locais, vias e instituições do seu território sejam deixados ao abandono ou em completo desleixo por quem tem a obrigação legal de os tratar, cuidar ou apoiar. A minha candidatura quer e fará da Junta de Freguesia a primeira entidade na defesa e garantia dos direitos e interesses dos nossos fregueses e das nossas instituições e associações.

 

Pedro Mesquita Lopes tem 47 anos, é casado e tem dois filhos. É advogado, foi presidente da Delegação da Ordem dos Advogados da Comarca do Cartaxo no triénio 2014/2016, é actualmente vice-presidente do Conselho de Disciplina da Associação de Futebol de Santarém, órgão a que pertence desde 2006, e é membro da Direcção do Jardim de Infância do Cartaxo desde 2009.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:14
link do post | comentar | favorito
|

Loja do Cidadão de Santarém passa a ter caixa multibanco a partir do dia 27

 

 

 

A Loja do Cidadão de Santarém, que celebra 6 meses de funcionamento, passa a disponibilizar uma caixa multibanco (ATM) no interior da Loja, a partir do dia 27, após contrato de cedência firmado com a Agência de Santarém da Caixa de Crédito Agrícola, com base numa estratégia de melhoria contínua, de modo a beneficiar os utilizadores deste espaço de serviços.

 

A implementação desta valência a partir do dia 27 de junho vai, não só beneficiar os utilizadores da Loja, mas também aqueles que trabalham e residem na sua área de influência, e que passam a usufruir deste serviço, que melhora a qualidade de vida da população.

 

Esta medida está enquadrada na estratégia de melhoria contínua que o Município adotou para a gestão da Loja do Cidadão de Santarém, espaço que serve, não só a população do Concelho, mas também a de todo o distrito de Santarém.

 

Os cidadãos passam assim a dispor de caixa multibanco, nesta zona da Cidade, de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 18h00.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:12
link do post | comentar | favorito
|

Grande Prémio José Maduro, em Aveiras de Cima

unnamed (1)

 

A localidade de Aveiras de Cima prepara-se para receber o Grande Prémio de Atletismo José Maduro. A prova terá lugar no dia 01 de julho, com partida às 19h00, com um percurso de 10 km de corrida em estrada e, para os amantes do pedestrianismo, uma caminhada de 5 kms. A organização está a cargo da Casa do Povo de Aveiras de Cima e da Câmara Municipal de Azambuja e conta com o apoio da Junta de Freguesia de Aveiras de Cima.

 

O percurso será feito na Rua 25 de Abril (Casa do Povo), Rua da Arameira, Rua da Ameixoeira, Rua da Quinta do Mor, Estrada da Caneira, Travessa Gonçalves Teixeira, Estrada da Ameixoeira, Rua da Boavista, Rua da Corriola de Baixo, Rua da Fonte Santa, Rua dos Almargens, Rua António Amaro dos Santos e Rua 25 de Abril. Podem correr estes 10 kms atletas de ambos os sexos e maiores de idade, que serão integrados como seniores (dos 18 aos 34 anos), e ainda em cinco escalões de veteranos (a partir dos 35 anos de idade). A organização anuncia troféus para os três primeiros classificados de cada escalão e também para os que chegarem ao pódio na classificação geral feminina e masculina.

A caminhada, de 5km, por seu lado, não tem qualquer caráter competitivo e está aberta a todos os interessados. O percurso será na Rua 25 de Abril, Rua das Salgadas, Rua da Capela, Travessa 1.º de Abril, Rua das Salgadas e Rua 25 de Abril.

 

A inscrição é obrigatória. Para a corrida terá de ser feita no site www.trilhoperdido.com, e para a caminhada será na secretaria da Junta de Freguesia de Aveiras de Cima. O valor de inscrição é de 13,00 euros na corrida e de 5,00 euros na caminhada, incluindo o seguro, o kit de participação e o acesso, no final, ao jantar convívio.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:10
link do post | comentar | favorito
|

Jovens millennials preferem alimentos mais frescos e naturais, com menos sal e açúcares
A geração dos jovens millennials vai ter um impacto cada vez maior na indústria do consumo e nos padrões alimentares. Esta geração privilegia o consumo de produtos alimentares mais frescos, naturais e orgânicos, estando mais atenta à composição dos alimentos. Esta é uma das conclusões do estudo "Tendências de Consumo: Geração Y- Millennials", elaborado pelo Agrocluster Ribatejo e que teve por base 5.000 entrevistas a jovens millennials de cinco países diferentes: Portugal; Espanha; França; Inglaterra e Estados Unidos.

Principais resultados do estudo:

  • A saúde e o bem-estar são fatores valorizados pelos jovens millennials. As marcas terão de adequar os seus produtos a este estilo de vida, oferecendo produtos com menos sal, menos açúcar e menos carnes processadas;
  • 58% dos millennials portugueses estão a consumir menos carne do que há três anos;
  • 78% dos millennials portugueses fizeram compras na internet nos últimos três meses e 54% admitem a possibilidade de comprar produtos alimentares online;
  • 84% dos millennials portugueses estão a consumir mais produtos alimentares de frescos;
  • Os millennials portugueses são sensíveis às promoções e descontos: 85% dos jovens portugueses quando vão às compras de supermercado vão à procura de artigos que estão no folheto ou em promoção;
  • Os produtos tradicionais que invoquem o saudosismo, a confiança podem sair beneficiados com a emergência da Geração Y, uma vez que conferem um sentimento de conforto, num mundo que é cada vez mais incerto e composto de constantes mudanças;
  • A facilidade e a comodidade fornecida pelas novas tecnologias (quer na experiência, quer na entrega dos produtos) sustentará uma maior interação dos millennials com ‘apps’ de retalhistas e marcas;
  • A falta de tempo e a desestruturação do mercado de trabalho e da vida familiar vão levar a geração Y a valorizar a o fator "conveniência" nas suas decisões de consumo. É de esperar que surjam supermercados, lojas de conveniência e ‘take-aways’ mais próximos das casas dos consumidores. Da mesma forma, é previsível o alimento de refeições pré-preparadas;
  • Os millennials valorizam as "experiências". Isso irá refletir-se no campo alimentar com o previsível aumento do consumo de comidas do mundo e da procura por ingredientes exóticos.

Recorde-se que a Geração Y é a primeira geração verdadeiramente digital: os millennials são os primeiros "digitais nativos" da história e têm tendências de consumo muito específicas.

Em Portugal estima-se que 19,2% da população portuguesa seja composta por millennials, o que representa um universo de 2 milhões de consumidores. Em termos globais, 25% da população mundial é já composta pela chamada Geração Y e as previsões apontam para que os millennials representem, em 2025, cerca de 75% da força de trabalho a nível mundial.

Por isso mesmo, nos próximos anos, esta geração será a principal responsável pelas mudanças-chave nas preferências e escolhas das marcas e produtos. Tendo esta realidade como pano de fundo, a Agrocluster elaborou o estudo "Tendências de Consumo: Geração Y- Millennials" com o objetivo de conhecer as grandes tendências que vão emergir nos próximos cinco a 10 anos, relacionadas com as vivências dos millennials.

No estudo foram identificadas 10 grandes tendências de consumo. A saber:

  • Natura Viva
  • Equilíbrio Zen
  • Frugalidade APP-dependente
  • Luxo Experiência
  • Segurança Plena
  • Conveniência sem fronteiras
  • Virtual mundo novo
  • Afeto Efémero
  • O mundo em casa
  • Saúde pela boca

Um grupo de trabalho estudou e aprofundou as dimensões e sub-dimensões associadas a estas 10 grandes tendências de consumo identificadas e, numa fase seguinte, foi elaborado um questionário realizado a 5.000 millennials (1.000 indivíduos pertencentes a cada um dos países estudados – Portugal; Espanha; França; Inglaterra e EUA).

"Os resultados deste estudo são uma prova de como os padrões de consumo estão a mudar. Os millennials já estão a alterar a economia e a forma como vendemos e compramos. Por isso mesmo, é fundamental para as empresas que operam no setor agroalimentar redefinirem os seus negócios e direcionarem os seus produtos e estratégias para irem de encontro a esta nova geração de consumidores", disse Carlos Lopes de Sousa, presidente do Agrocluster Ribatejo.

Recorde-se ainda que este estudo está inserido no âmbito do projeto AGROCAPACITA – Capacitação do setor agroalimentar no Horizonte 2020, apoiado pelo Programa Operacional Alentejo 2020.

 

 Agrocluster Ribatejo propõe criar valor em vez de desperdício

Foi no passado dia 16 de junho, no CNEMA em Santarém, que o Agrocluster Ribatejo reuniu em seminário um conjunto de empresas agroindustriais, para falar sobre a Economia Circular. A sessão, realizada ao abrigo do projeto Natureef, teve como objetivo alertar os presentes para as vantagens da Economia Circular.

Criar valor em vez de criar desperdício. Foi desta forma que o Presidente do Agrocluster Ribatejo, Carlos Lopes de Sousa, resumiu o conceito de Economia Circular. O dirigente do cluster alertou as empresas para a necessidade de se adaptarem a esta nova tendência, uma vez que a implementação dos princípios que regem a mesma, tem inúmeras mais-valias para as empresas.

Para este seminário, o Agrocluster Ribatejo convidou três oradores, que deram o seu testemunho quanto à temática. António Vasconcelos, da empresa The Natural Step, uma ONG que tem como missão alertar a sociedade para as questões da Economia Circular, fez uma apresentação sobre "As tendências inovadoras na economia circular do setor agroindustrial", deixando diversas sugestões de adaptação do conceito ao negócio das empresas presentes.

Seguiu-se a intervenção de duas empresas, que explicaram a adaptação do seu negócio à Economia Circular. Nuno Oliveira, da Esporão S.A., falou sobre a economia circular na perspetiva da gestão dos ecossistemas e João Silva, da Cooperfrutas explicou de que forma a sua empresa está a aplicar este conceito, com enfoque nas diversas vantagens que isso acarreta.

Este seminário realizou-se no âmbito do projeto Natureef, consórcio internacional que o Agrocluster Ribatejo integra e que tem como objetivo a transferência de tecnologia para as empresas da região. Teve lugar no CNEMA, em Santarém, no âmbito da realização da FERSANT e Feira Nacional da Agricultura.

De referir que a Economia Circular é um conceito estratégico que assenta na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia, substituindo o conceito de fim-de-vida da economia linear, por novos fluxos circulares de reutilização, restauração e renovação. A Economia Circular ultrapassa assim o âmbito e foco estrito das ações de gestão de resíduos e de reciclagem, visando uma ação mais ampla, desde o redesenho de processos, produtos e novos modelos de negócio até à otimização da utilização de recursos ("circulando" o mais eficientemente possível produtos, componentes e materiais nos ciclos técnicos e/ou biológicos). Visa assim o desenvolvimento de novos produtos e serviços economicamente viáveis e ecologicamente eficientes, materializando-se na minimização da extração de recursos, maximização da reutilização, aumento da eficiência e desenvolvimento de novos modelos de negócios.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:08
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Junho de 2017
Latitude Quatro no Cineteatro da Chamusca

unnamed (1)

 

Em 2012, no porto de Lisboa, entre fantásticos relatos de marinheiros e aventuras no cais, nasceu Latitude Quatro, uma experiente tripulação internacional que une as suas origens e universos musicais numa ecléctica e sólida proposta artística.
Estes artistas de grande percurso individual e nomes de referência no panorama musical Português, partilham este projecto que é caracterizado pela grande riqueza da mistura cultural, a amizade e a qualidade do seu reportório que de porto em porto leva-nos a navegar por muitos ritmos do mundo. Tango, fado, milongas, candombe, boleros e novas composições.
 
 


publicado por Noticias do Ribatejo às 19:18
link do post | comentar | favorito
|

WORKSHOP FANTOCHES/ MARIONETAS

unnamed

 

 

A Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos recebe no próximo sábado, 24 de junho, pelas 15h30, um workshop de Marionetas/ Fantoches dinamizado pelo Grupo de Marionetas Subúrbio de Glória do Ribatejo.

 

Neste workshop, os participantes vão poder construir o seu próprio fantoche/ marioneta, tomando contacto com as técnicas de criação deste tipo de objeto animado.

 

A iniciativa insere-se no âmbito da Exposição de Marionetas que se encontra patente na Biblioteca Municipal até ao dia 30 de junho.

 

A mostra apresenta uma coleção do Museu da Marioneta e pode ser visitada de segunda a sexta entre as 9h e as 18h.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:16
link do post | comentar | favorito
|

Câmara de Azambuja apoia bombeiros do concelho no valor de cerca de 12 mil euros Deliberações da reunião de 20.junho.2017

 

 

O Executivo Municipal de Azambuja aprovou, na reunião ordinária realizada ontem, um conjunto de apoios às corporações de Bombeiros Voluntários de Alcoentre e de Azambuja, num valor global próximo dos 12 mil euros. Cada instituição irá receber a verba de 1.908,00 euros para aquisição de 40 máscaras de proteção individual para combate a fogos. A Associação Humanitária dos Bombeiros de Azambuja terá, ainda, um apoio extraordinário de 7.500,00 euros para obras de reabilitação das fachadas do edifício onde funcionam o quartel e a sede. Por sua vez, a Associação de Bombeiros de Alcoentre receberá outra transferência de 341,94 euros para custear a reparação de dois rádios portáteis indispensáveis ao sistema de comunicações utilizado nas operações de socorro desta corporação.

 

No âmbito do apoio às atividades económicas, e ao abrigo do Regulamento e Tabela de Taxas e Licenças em vigor no município, foi aprovada a redução em 50% nas taxas de emissão de alvarás relativos a pedidos apresentados por duas empresas. À Sociedade Agrícola J.B.Gaga, são reduzidas para 8.448,22 euros as taxas de legalização de edifício de armazém agrícola e telheiro na Quinta das Quebradas em Azambuja; e à empresa Superazam – Supermercados, Lda. são reduzidas para 7.194,46 euros as taxas relativas à 1ª fase do projeto de um posto de combustíveis com área de lavagem automática a construir na Quinta da Marquesa em Azambuja. Ambos os pedidos cumpriam os requisitos legais necessários para o efeito.

 

Foi aprovada uma proposta relativa a habitação social, composta pelas minutas de quatro contratos de “Confissão de Dívida e Acordo de Pagamento”. Com estes acordos, quatro inquilinos de habitações sociais municipais com rendas em atraso reconhecem a situação de incumprimento – com períodos entre 2 e 5 anos – e manifestam a vontade de a regularizar. A autarquia atendeu à realidade de cada um dos casos e aceitou planos voluntários de pagamento com mensalidades entre os 5,00 e os 41,00 euros e prazos entre 26 e 211 prestações.

 

Tendo em vista a promoção do concelho através do sucesso de eventos socioculturais, foi deliberado aprovar três parcerias, através de protocolos de colaboração com coletividades. A Casa do Povo de Aveiras de Cima receberá um apoio de 9.000,00 euros destinado à organização da eleição final da Rainha das Vindimas do Concelho de Azambuja (dia 24 de junho); bem como uma transferência de 1.000,00 euros como apoio à realização do “Grande Prémio de Atletismo José Maduro” (dia 01 de julho). O terceiro protocolo é estabelecido com o Centro Cultural Azambujense e será acompanhado pela verba de 1.750,00 euros para apoio à organização de um concerto musical com a prestigiada Banda da Armada (dia 01 de julho).

 

Foi aprovado um conjunto de propostas de apoio logístico no sentido de colaborar com entidades organizadoras de diversas iniciativas através do empréstimo de materiais ou da cedência de transportes. Apoio a prestar à Junta de Freguesia de Aveiras de Cima – Festa Campestre das Malhadinhas; à Casa do Povo de Alcoentre – 30º Festival de Folclore; ao Rancho F. Danças e Cantares de Vale do Paraíso – 34º Festival de Folclore; à Junta de Freguesia de Pontével – Artével e Feira da Caspiada; aos municípios de Benavente, Almeirim e Vila Franca de Xira – Festa da Amizade; Festas da Cidade e Colete Encarnado. Foi, igualmente, ratificado um despacho de idêntica cedência de apoio ao Município de Salvaterra de Magos – Dia do Campino.

 

Rancho de Vale do Paraíso (Azambuja) organiza 34º Festival Nacional de Folclore



No próximo dia 1 de julho, sábado, o folclore será o rei da animação popular na freguesia de Vale do Paraíso, Concelho de Azambuja, a partir das 21h00, com a realização do 34º Festival Nacional organizado pelo Rancho Folclórico Danças e Cantares de Vale do Paraíso.

Participarão no evento quatro grupos convidados, além do rancho “da casa” em representação do Ribatejo. na defesa e promoção das suas regiões, participarão o Rancho Folclórico Vale de Lis – de Leiria; o Rancho Folclórico Paço de Sousa – de Penafiel; o Grupo Folclórico de Barcelinhos – do Minho; e o Grupo Folclórico e Etnográfico de Albergaria-a-Velha – do Baixo Vouga.
Esta iniciativa, que promove as tradições do último século, vem dinamizar uma pequena e simpática aldeia muito marcada pelo encontro secreto de D.João II com o navegador Cristóvão Colombo. Refira-se que esse momento da história de Portugal está devidamente retratado no centro de interpretação instalado no mesmo edifício que acolhe a sede do rancho folclórico – a “Casa Colombo”.

Este festival têm o apoio da Junta de Freguesia de Vale do Paraíso e da Câmara Municipal de Azambuja.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:12
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Junho de 2017
ABSTENÇÃO ZERO NO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO ESCOLAR DO CARTAXO

 

ABSTENÇÃO ZERO NO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO ESCOLAR DO CARTAXO

  • O projeto piloto do Orçamento Participativo Escolar decorreu durante o mês de maio e junho em todas as escolas do 1.º Ciclo do concelho e envolveu cerca de oito centenas de crianças do 1.º ao 4.º ano de escolaridade.
  • O projeto piloto do OPE tem uma dotação orçamental de 5 mil euros, dos quais serão atribuídos 2.500 euros a cada agrupamento de escolas do concelho, para a execução do projeto vencedor.
  • Sala Digital foi o projeto apresentado pelos alunos da Escola Básica N.º 2 do Cartaxo ao qual os alunos do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo atribuíram 45 dos 156 votos possíveis.
  • O projeto dos alunos da Escola Básica de Vale da Pinta venceu no Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével com o projeto Reabilitação do Parque Infantil e da vedação rústica dos espaços ajardinados, ao conquistar 21 dos 89 votos possíveis.
  • Para Pedro Magalhães Ribeiro, o sucesso do projeto piloto que a área de Educação e Juventude do Município testou em parceria com os agrupamentos de escolas “deveu-se essencialmente ao empenho dos professores e ao entusiasmo das crianças”.

 

 

Depois das sessões de apresentação do projeto piloto do Orçamento Participativo Escolar (OPE), que decorreram em todos os estabelecimentos de ensino do 1.º ciclo durante o mês de maio, e de as escolas terem enviado as propostas à equipa técnica do OPE, foi a vez dos alunos apresentarem as suas ideias e mostrarem porque deviam ganhar a maioria dos votos dos seus colegas – foram as assembleias participativas dos agrupamentos de escolas Marcelino Mesquita e D. Sancho I, que decorreram no Cartaxo e em Pontével no dia 16 de junho. 

 

O entusiasmo das mais de cento e cinquenta crianças que chegaram bem cedinho ao Centro Cultural do Cartaxo para a primeira assembleia participativa, “o nervoso miudinho” que um dos alunos partilhou com a pequena colega de bancada antes de subir ao palco para defender a proposta da sua escola ou a grande atenção com que todos assistiram às apresentações “dos outros meninos”, repetiu-se à tarde na assembleia participativa que levou noventa crianças ao Auditório Eugénio Filipe, em Pontével.

 

Entre os aplausos dos seus colegas de escola e a atenção dos que ainda não conheciam os projetos – “temos de perceber porque vamos votar no fim”, explicava uma menina muito séria ao companheiro da fila da frente –, as crianças subiram dez vezes ao palco. Cantaram, apresentaram vídeos, mostraram fotografias das suas escolas, apelaram ao voto e explicaram sempre muito bem explicadinho porque precisam de campos de jogos e balizas ou de vedações novas para o recreio, porque é que é tão importante brincar, como é que os computadores os podem ajudar a aprender melhor ou que importância têm a música e as artes nas suas vidas e na vida de todos os meninos e meninas.

 

As assembleias de voto abriram logo no final das apresentações registando “abstenção zero”, conforme explicou o presidente da Assembleia Municipal do Cartaxo, Gentil Duarte, que esteve presente na abertura dos trabalhos. Para Fernando Amorim, vice-presidente da Câmara Municipal que também esteve nas duas assembleias participativas para, ao lado de cada um dos diretores de agrupamento – Jorge Tavares do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo e de Luís Bruno, do Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével –, anunciar “os resultados eleitorais, que são excelentes para todos porque o trabalho que fizeram para aqui chegar, o facto de estarem a representar todos os meninos e meninas da vossa escola e de terem pensado no melhor para todos, para o bem comum e de terem sido vocês a escolher o melhor projeto, foi muito, muito importante”.

 

Orçamento Participativo Escolar vai arrancar logo no início do próximo ano letivo

A equipa técnica constituída por elementos da área de Educação e Juventude do Município do Cartaxo, representantes da direção dos dois agrupamentos de escolas e das associações de pais, vão agora avaliar o projeto piloto. “Este foi sempre o objetivo de iniciarmos o trabalho já este ano letivo”, afirmou Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal. “de modo a garantir que todo o processo foi testado, avaliado e se necessário corrigido antes de ser aplicado”.

 

Para o autarca “o sucesso deste projeto piloto foi enorme – todas as escolas apresentaram propostas. As crianças, os professores, os pais, e todos os técnicos que trabalham nas escolas do 1.º ciclo se envolveram. Os jovens tiveram a possibilidade de participar de modo livre e transparente, de debater, de argumentar e de encontrar consensos, na procura do que é melhor para a comunidade em que se inserem”.

 

O presidente da Câmara assegurou ainda que os projetos vencedores vão ver as suas propostas executadas logo a partir do “início do ano letivo de 2017/2018, e o Orçamento Participativo Escolar arrancará bem cedo nas escolas, já com as adaptações que sejam entendidas como necessárias ae os ajustamentos decorrentes do ensaio geral que todos fizemos este ano” e que para o autarca “foi uma estreia de sucesso para as crianças, da qual os decisores adultos se poderão inspirar pela sua capacidade de pensar nos outros, de os vencedores encerrarem os trabalhos dizendo sempre que todos os outros meninos seriam bem vindos à sua escola para usufruir do que acabavam de conquistar”.

 

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARCELINO MESQUITA DO CARTAXO

 

ESCOLA BÁSICA N.º 1 JOSÉ TAGARRO

EM 2017/2018 EM CADA SALA, POR FAVOR…UM COMPUTADOR! E, MAIS…

 

Proponentes

Francisca de Sousa Pato Mota

Sílvia Pereira de Oliveira

Madalena Martins Mamisashvili

Maria Teresa de Sousa Simão Teixeira Alves

Maria Clara Santos

Docente Orientador

Maria de São José Devesa

Elisabete Marques Pereira

Apoiantes

Alícia Santos

Marta Sério

Rodrigo Pastilha

Maria Leonor Santos

Rafael Garradas

Raquel Cardoso

João Mateus Rosa

Catarina Pareike

 

 

 

 

 

ESCOLA BÁSICA N.º 2 DO CARTAXO

SALA DIGITAL

 

Proponentes

Maria Miguel Simões Ferreira

Rodrigo Roque de Aguiar Hilário

Carolina Gurgel Melo

José Pedro Leandro de Oliveira

Matilde Ferreira

Docente Orientador

Isabel de Castro e Sousa

Rui Pedroso

Apoiantes

Madalena Roque de Aguiar Hilário

Rafael Filipe Galvão Carvalho

Afonso Pereira Firmino Faia

Diana Filipe de Andrade

Carlota Ribeiro Alves

Rúben Baltazar

António Salvador Pinha Gomes de Figueiredo

Miguel Silva Garcia

 

 

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. SANCHO I DE PONTÉVEL

 

ESCOLA BÁSICA N.º 1 DA EREIRA

FÁBRICA DA IMAGINAÇÃO

 

Proponentes

Maria Eduarda Azenha Lino

Inês Amorim Carvalho

Jéssica Sofia Sousa Moreira

Dinis Clemente Ferreira

Duarte Miguel Clemente e Clemente

Docente Orientador

Cláudia Gonçalves

Sofia Sousa

Apoiantes

Mafalda Martins

Margarida Martins

Joana Mourão

Filipa Amaral

Helena Mendes

Rita Simões

Gustavo Santos

Matilde Lino

 

 

ESCOLA BÁSICA DA LAPA

LAPINHAS VIRTUAIS

 

Proponentes

Afonso Filipe Soares

Santiago Pintor Garrido

Mafalda dos Santos Garrido

Rafaela Carapinha Simões

Tomás Alexandre de Andrade Silva

Docente Orientador

Luísa Isabel Rocha          

Apoiantes

Afonso José Silva

Isaac Santos

Isabel Salgueiro

Michael Silva

Miriam Alenquer

Tomás Felício

Carolina Mata

Diana Guerreiro

Rita Silvestre

Dinis Gomes

Helena Rodrigues

Mateus Paulo

Lara Silva

 

 

ESCOLA BÁSICA DE VALE DA PINTA

REABILITAÇÃO DO PARQUE INFANTIL E DA VEDAÇÃO RÚSTICA DOS ESPAÇOS AJARDINADOS

 

Proponentes

Mariana Subtil Rodrigues

Carlota Silva Crena

Santiago Maria Paulos Vargas

Rita Ramos Almeida

Miguel Maria Ribeiro Carias

Docente Orientador

Carlos Soares

Maria de Lurdes Ferreira

Mário Júlio Reis (coordenação)

Assistentes Operacionais

Dora Devesa

Isabel Caria

Apoiantes

Maria Flor Parente

Maria Gomes Clemente

Joana Isidoro Carvalho

Diogo Colaço Correia

Inês Olaio Gomes

Leonardo Nunes

Rodrigo Portela

Tomás Macmanus

 

 

ESCOLA BÁSICA DE PONTÉVEL

OPErAr-te

 

Proponentes

Ema Seabra Lérias

Lara Quintino

Gaspar Graça Pita Groz

Isabel Maria Abreu

Tomás Casaca

Docente Orientador

Ana Isabel Graça

Magda Ascenso

Apoiantes

Diogo Sobreira

Susana Antunes

Hugo Sobreira

Constança Marques

Simão Santos

Ana Sofia Dias

Bernardo Rodrigues

Guilherme Barrela

Carolina Cordeiro

Simão Barrela

 

 

ESCOLA BÁSICA DE VALE DA PEDRA

UMA ESCOLA PARA TODOS

 

Proponentes

Diana Sofia Candeias Cruz

Maria Beatriz dos Santos Moreira

José Bernardo Dias

Filipa Alexandre André Catarino

Docente Orientador

Eduíno Fonseca

Antonieta Ouro

Ana Patrícia Francisco

Patrícia Santos

Apoiantes

Camila Pereira

Daniel João

Rita Carvalho

Tomás Carvalho

Tiago Maltez

Beatriz Cordeiro

Cristina Cunha

Divo Campino

 

ESCOLA BÁSICA DOS CASAIS PENEDOS

ALEGRIA NO CAMPO – “VIVA O DESPORTO”

 

Proponentes

Fernando Osório Batista

Francisco Hassam

Francisco Reis

Marcos Fernandes

Rodrigo Tristão

Docente Orientador

Mafalda Penedos

Mónica Franco          

Apoiantes

Lara Dias

Beatriz Guerra

Lucas Ferreira

Sara Prudêncio

Daina Cesteiro

Leonor Rodrigues

Mariana Serôdio

Leonor Rocha

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:15
link do post | comentar | favorito
|

Associação de Pais de Azambuja dinamiza Banco de Manuais Escolares Usados

 

 

A Associação de Pais e Encarregados de Educação de Azambuja está a dinamizar um Banco de Manuais Escolares Usados, com o apoio do Agrupamento de Escolas de Azambuja e do Município.

 

A iniciativa destina-se a todos os interessados em beneficiar do empréstimo de livros já utilizados e também de quem quiser colaborar através da entrega de manuais de que já não necessite. A receção dos manuais oferecidos decorre até ao dia 30 de junho, na Escola Secundária (sede do agrupamento) todos os dias úteis entre as 08h00 e as 20h00 e também na Biblioteca Municipal de Azambuja, de 3ªfeira a sábado no horário da biblioteca. Não são aceites livros de fichas ou cadernos pessoais e os livros doados devem estar limpos e sem rasuras, e ser de edições posteriores a 2013.

 

Os encarregados de educação que pretendam solicitar manuais usados, para o ano letivo 2017/2017, deverão preencher e entregar o seu pedido nos mesmos locais.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:14
link do post | comentar | favorito
|

CAMINHADA SOLIDÁRIA "ROTA DO VERÃO"

No próximo domingo, 25 de junho, pelas 9horas, decorre, em Glória do Ribatejo, mais uma caminhada no âmbito do programa Magos Natureza dinamizado pela Câmara Municipal de Salvaterra de Magos.

“Rota do Verão” é o mote para esta iniciativa que assume um cariz solidário, uma vez que o valor das inscrições reverte na totalidade para a Associação “Amigas do Peito”. A atividade é gratuita para portadores do Cartão Magos Sénior e para crianças até aos 10 anos de idade.

A concentração é às 8:30h no jardim junto à Casa do Povo de Glória do Ribatejo. As inscrições estão abertas até 22 de junho nas Piscinas Municipais, Juntas de Freguesia e Delegações Municipais nas freguesias. A inscrição só se efetiva após o pagamento.

Todos os inscritos na Caminhada estão cobertos por seguro de acidentes pessoais.

Folheto de inscrição em www.cm-salvaterrademagos.pt

 

Associação “Amigas do Peito”

Trata-se de uma entidade de solidariedade social, de carácter humanitário, sem fins lucrativos e tem como missão proporcionar um espaço de partilha de experiências, suporte informativo e acompanhamento personalizado às mulheres com Cancro da Mama, utentes dos serviços da especialidade do Hospital de Santa Maria de Lisboa, agora Centro Hospitalar de Lisboa Norte.

O objeto da Associação é a defesa e apoio aos doentes com cancro da mama em todas as fases da doença, nomeadamente, pré e pós cirurgia, internamento e ambulatório num esforço para uma melhor qualidade de vida, e também conceder apoio aos familiares e amigos.


Existe desde Abril de 2008, fruto da vontade de um grupo de mulheres “vencedoras” e de um grupo de profissionais de saúde que desde há muito lidam com esta patologia.

Principais atividades e apoios que prestam:

-Comparticipação na aquisição de sutiãs e próteses mamárias;

-Organização de convívios para troca de experiências;

-Acompanhamento das doentes e prestação de esclarecimentos;

-Organização de palestras de esclarecimento e informação;

-Apoio às doentes e familiares;

-Promoção e organização de ações de rastreio e ensino do auto exame.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:10
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 19 de Junho de 2017
Município de Azambuja vai eleger a Rainha das Vindimas 2017

unnamed (2)

 

 

Numa organização conjunta, o Município de Azambuja e a Casa do Povo de Aveiras de Cima vão levar a cabo a final do concurso Rainha das Vindimas do Concelho de Azambuja. O evento decorrerá no próximo dia 24 de Junho, a partir das 21h30, no Largo da República, em Aveiras de Cima.

Após serem apuradas as candidatas de cada freguesia, entre os meses de Novembro 2016 e Maio de 2017, o Município elege agora a sua candidata ao Concurso Rainha das Vindimas de Portugal, promovido pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV). Esse espetáculo terá lugar no próximo dia 09 de Setembro, na cidade de Águeda.

 

Durante o mês de Maio, as sete candidatas tiveram oportunidade de conhecer melhor o concelho onde residem, explorando os usos e costumes, a gastronomia, o património e a oferta turística existente, com grande destaque para a produção vitivinícola que tanto prestigia o Concelho de Azambuja. Desde o passeio de barco pelo Tejo, até à experiência de vinhas e adegas, passando por passeios de moto-quatro, visitas a coudelarias e parques temáticos, as candidatas tiraram o máximo partido destes momentos para estabelecer laços de amizade entre si e acumular conhecimento que possa permitir à vencedora representar bem e defender o seu concelho na eleição nacional.

 

A final concelhia contará com os habituais desfiles em traje regional, casual e de noite, e ainda com apontamentos culturais. Um deles, representado pelo Rancho Folclórico da Casa do Povo de Aveiras de Cima, será um quadro etnográfico que nos transporta numa viagem no tempo às origens dos trabalhos e relações sociais ligadas aos quotidianos vitivinícolas. Assistir-se-á, ainda, à atuação das vozes de Yolanda Soares e convidados – que apresentam dois projetos surpreendentes e inovadores; do grupo Gerações Dançantes; e do Grupo de Teatro Contra-Regra.

O Júri será composto por Catarina Rito (jornalista de moda), Óscar dos Reis (ex-manequim e scouter da Elite Models) Evandro Gomes (manequim e ator que atualmente desempenha o papel de Lázaro na telenovela “A Impostora” da TVI), Sérgio Oliveira (Enólogo / AMPV), e Marisa Ferreira (Rainha das Vindimas do Concelho de Azambuja e atual Rainha das Vindimas de Portugal.

 

As candidatas ao título Rainha das Vindimas do Concelho de Azambuja 2017 são:

Alcoentre

Marina Ferreira, 19 anos, atualmente frequenta o curso de Gestão de Turismo, na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste em Caldas da Rainha.

Aveiras de Baixo

Maria Estudante, 22 anos, atualmente frequenta o curso de Costura / Modista, no Centro de Formação do IEFP de Santarém.

Aveiras de Cima

Mariana Reis, 19 anos, atualmente trabalha na área da restauração.

Azambuja

Susana Correia, 15 anos, atualmente frequenta o 9.º ano, na Escola Secundária de Azambuja.

União de Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de São Pedro e Maçussa

Miriam Mendes, 17 anos, atualmente frequenta o curso profissional de Turismo na Escola Profissional do Vale do Tejo, em Santarém.

Vale do Paraíso

Andreia Gonçalves, 16 anos, atualmente frequenta o curso de Línguas e Humanidades na Escola Secundária de Azambuja.

Vila Nova da Rainha

Tatiana Fonseca, 18 anos, atualmente frequenta o Curso de Ciências e Tecnologias na Escola Secundária de Azambuja.

 

Porque esta é uma iniciativa que pretende promover a coesão e o convívio entre todo o concelho, e para que as candidatas possam ter o maior apoio possível, o Município de Azambuja disponibilizará transporte para o espetáculo em todas as Freguesias. As inscrições são limitadas e deverão ser feitas na Junta de Freguesia da residência.

Está lançada a proposta para uma noite diferente, no dia 24 de Junho, pelas 21h30, no Largo da República em Aveiras de Cima



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:02
link do post | comentar | favorito
|

Congresso Nacional de Suinicultura apresenta projeto porco

A Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) promove no Cartaxo nos dias 22 e 23 de junho a oitava edição do Congresso Nacional de Suinicultura.

 

O evento conta com a presença do Ministro da Agricultura, Dr. Luís Capoulas Santos, que irá presidir às cerimónias de abertura e encerramento do Congresso, e também, da apresentação oficial da marca de certificação porco.pt, a distinção que vai identificar o novo produto certificado lançado pelos suinicultores portugueses.

 

O projeto porco.pt, da iniciativa da FPAS, tem como objetivo Diferenciar para Valorizar e surge como resposta do setor à crise vivida nos últimos dois anos. O produto criado e comercializado sob a nova insígnia implica o cumprimento de um rigoroso caderno de especificações, homologado pelo Ministério da Agricultura,Florestas e Desenvolvimento Rural e que regula todo o processo de produção, abate, transformação, comercialização e promoção de uma carne de qualidade superior. Todo o processo é certificado por uma entidade independente de controlo e certificação, a CERTIS.

 

Durante dois dias, mais de 400 profissionais do setor entre produtores suinícolas, profissionais de saúde veterinária, farmacêuticos, representantes dos Industriais de Alimentos Compostos para Animais, assim como responsáveis oficais das entidades regulamentares do setor, vão reunir-se para debater os temas mais pertinentes da suinicultura nacional.

 

Estratégias de desenvolvimento e internacionalização, promoção de raças autóctones, melhoria das práticas de produção e a criação de metodologias dediferenciação da carne de porco pela qualidade, com uma clara valorização doproduto nacional são alguns dos temas em destaque.

 

O final do Congresso será marcado pelo lançamento oficial da identidade gráfica da chancela porco.pt, que atesta a qualidade desta carne integralmente produzida em Portugal, estando todos os presentes e demais população do Cartaxo, convidados para um momento de degustação deste novo produto nacional que acontecerá na Praça 15 de dezembro desta cidade.

 

O setor suinícola tem um impacto relevante a nível social e económico em Portugal, contribuindo com cerca de 560 milhões de euros para o PIB nacional e empregando, direta e indiretamente, vários milhares de famílias portuguesas.

 

A propósito do Congresso, Vitor Menino, Presidente da FPAS afirma “Estamos a deixar um marco muito positivo na história da suinicultura nacional. A nossa proposta de valor acrescentado é muito elevada. Oferecemos ao mercado uma carne de porco de qualidade superior, controlada e única em termos de sabor. Além disto, este projeto significa um motor de desenvolvimento de um setor produtivo que ainda tem muitas coisas boas para apresentar ao país.”

 

Segundo Pedro Miguel Magalhães Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo "Para o Município do Cartaxo é uma honra poder estar associado a um projeto com a importância e relevância que este tem. A organização do Congresso Nacional de Suinicultura no Cartaxo representa um passo significativo na promoção da Portugalidade e de produtos de elevada qualidade que nos distinguem tanto cá dentro como em mercados externos”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:01
link do post | comentar | favorito
|

Pontével recebe XXV Artével X Feira da Caspiada e IV Tasquinhas

unnamed (1)

 

 

Nos dias 23, 24 e 25 de junho, Pontével convida a população para um fim de semana de festa – três eventos vão decorrer em simultâneo no Largo do Rio da Fonte.

 

 

O Largo do Rio da Fonte, em Pontével, vai ser o palco da XXV edição da Artével, a Feira de Artesanato e Artes Plásticas que é já uma referência no concelho e na região. À Artével, vão juntar-se a X edição da Feira da Caspiada e a IV edição das Tasquinhas.

 

A partir de dia 23, sexta-feira, a animação musical, os petiscos tradicionais, as atividades desportivas e 39º Festival de Folclore são apenas algumas das muitas razões para visitar Pontével e passar por lá o fim de semana com a família e os amigos. A juntar ao variado e extenso programa de atividades e de animação, fica ainda a sugestão para aproveitar as águas límpidas do Rio da Fonte, em cujas margens a Artével vai decorrer.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:57
link do post | comentar | favorito
|

Semana Aberta da Universidade Sénior de Salvaterra de Magos

unnamed

 

 

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos organiza de 19 a 23 de junho a Semana Aberta da Universidade Sénior.

A iniciativa marca o fim do ano letivo 2016/ 2017 e integra várias iniciativas, nomeadamente um passeio dos alunos à Ericeira e Convento de Mafra (dia 19), uma aula de yoga, aberta à comunidade, no jardim do Cais da Vala (dia 20) e um convívio/piquenique na Praia Doce (dia 21), para alunos e familiares.

A iniciativa termina com a cerimónia de encerramento do ano letivo, no dia 23, pelas 15horas, no Celeiro da Vala, contando com a atuação do Coro e do grupo de dança da Universidade Sénior, a entrega de diplomas e o discurso do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Eng. Hélder Manuel Esménio.

A Universidade Sénior de Salvaterra de Magos conta com cerca de 150 alunos e quase duas dezenas de formadores. No ano letivo que agora termina foram lecionadas 22 disciplinas, desde inglês, informática e biologia, passando pela História Local e Património Cultural Concelhio, Direito, yoga Aguarela ou Desporto, entre muitas outras áreas.

De acordo com a vice-presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Helena Neves, “a Universidade Sénior é um projeto de grande importância, no sentido em que é mais uma ferramenta que o Município dispõe para proporcionar um envelhecimento ativo à nossa população. Funciona numa perspetiva não formal, mas mais do que a aprendizagem, importa a promoção da saúde e do bem-estar social. Há mesmo estudos que dão conta que o aparecimento das Universidades Seniores está associado ao decréscimo do uso de antidepressivos por parte da população sénior”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:09
link do post | comentar | favorito
|

Apelo á População

 

A Liga de Amigos da Secção de Bombeiros de Freixianda juntou-se á onda de solidariedade em torno dos Incêndios Florestais que assolam a região de Pedrogão Grande e Concelhos limítrofes.
Nesse sentido e em colaboração com a União de Freguesias de Freixianda , Ribeira do Fárrio e Formigais que disponibiliza o transporte estamos a recolher mantimentos , barras energéticas, águas , sumos e fruta .
Além dos alimentos referidos acima,pedimos também soro fisiológico, água oxigenada, compressas e ligaduras.
Também recebemos SACOS CAMA ; PRODUTOS DE HIGIENE ;
ROUPA ADULTO ; ROUPA CRIANÇA ; ROUPA CAMA

Estes bem serão depois encaminhados para os locais mais necessitados.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:09
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 18 de Junho de 2017
TEMAS DE SAÚDE. A Verdade tem de ser transmitida aos doentes

ANTONIETA

 

Por: Antonieta Dias (*)

 

A Verdade tem de ser transmitida aos doentes
 
Através das várias gerações Humanas muitos conceitos mudaram, porém a Verdade é apenas uma só e jamais mudará ao longo dos séculos, fazendo do Dever uma obrigação própria das pessoas livres, iguais e puras.
Jacques de Molay foi morto, como um santo, pela Verdade martirizado. Mas a palavra Verdade não desapareceu.
O Homem de bons costumes deve manter sempre como pilar da sua missão a força suficiente para obter a Vitoria da Verdade no comando da sua vida.
Sem dúvida que a Verdade e  a Justiça representam valores que a Humanidade tem de manter e defender para conseguir obter a permanente integridade que se exige numa sociedade de Direito.
Não há fracos, nem humildes, não há fortes nem vitoriosos que impeçam  que o triunfo da Verdade impere sobre a mentira.
O poder que é transmitido ao Homem vincula-o a uma obrigação que por maiores que sejam os obstáculos, os sacrifício, as dificuldades, as barreiras politicas, religiosas, morais ou sociais não conseguiram abater a Moral e a Virtude que leva a enterrar os Vícios.
É através do caráter, da serenidade e do saber  que o médico suportado pelo conhecimento da ciência, pela justiça e pela inflexibilidade cumprirá os seus deveres, agindo sempre  com  bondade e inteligência na  transmissão da  Verdade aos seus doentes.
O ideal profissional do médico terá de ser sempre verdadeiro, baseado no sigilo, na lei e no cumprimento das boas práticas  cuja experiencia e arte de bem fazer terá de respeitar sempre a intimidade e a personalidade da natureza humana.
É com base no sentimento profundo da Vida Humana, no verdadeiro lugar que o Homem ocupa no Universo, na suprema interiorização dos problemas mais sérios vivenciados pelos doentes  que a nobre missão do médico se diferencia e o vincula a transmitir uma mensagem inesperada, cujo impacto negativo gerado no paciente não pode ser previamente avaliado, nem muito menos previsto, pelo que o profissional médico tem o dever de revelar o diagnóstico de uma doença grave de forma suave, com carinho, respeito e de forma entendível e perfeita.
Todas  as justificações são possíveis e permitidas para minimizar o desgosto, a tristeza e o desejo de viver sem oprimir a esperança e sem gerar revolta, levando o paciente a aceitar e a resignar-se sem ficar desorientado abrindo-lhe uma porta que seja suficientemente clara e precisa cujo princípio não é apenas o fim, mas a continuidade justificada de um limite para a nossa passagem efémere no mundo terrestre, cuja continuidade não acaba mas se transforma noutra vivencia complementar em que a missão não termina, apenas muda.
O ato médico de transmissão da mensagem  não pode ser impessoal, mas solidário cuja arte de bem compreender o doente e a doença o farão adaptar as exigências às coisas e às circunstancias de acordo com as necessidades do momento,  fazendo a comunicação das suas decisões clinicas de forma a   imprimir o cunho da proteção, da fraternidade sem descurar a razão e a moral prestando um serviço precioso proclamado no respeito dos Direitos Humanos e nos Direitos do Doente que tem de ser esclarecido de forma precisa, livre e completa, cuja  particularidade será baseada nos fatos verdadeiros sem comprometer  a devida recompensa em outro mundo para além deste.
Em suma, a Verdade é só uma, todavia a forma como a transmitimos deve ser feita com arte,  com rigor, com positividade e sem falhas de ciência ou humanidade.

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:45
link do post | comentar | favorito
|

"Eu, Placidina"....., as minhas memorias de menina

FLORBELA

Por: Florbela Gil

 

 

"Eu, Placidina....., as minhas memorias de menina.

 
Fui criada com muito mimo, mas muito pobre. Mas meu querido pai dava-me muito carinho.
Ia muito para casa dos meus avós paternos, gostava muito deles.
Eu morava na Cabeça Gorda, e depois vim morar para Vaqueiros, para uma casa que lhe deu meu avô, pai da minha mãe. Tinha quatro anos.
 
Meu pai não tinha trabalho, depois quando se fez á estrada que vai de Pernes a Santarém, meu pai foi britar pedra, e só vinha de oito em oito dias a casa. Recebia a féria de 15 em 15 dias. Com a minha mãe estava tudo bem, mas houve uma data, em que o capataz, não lhe deu o cheque a tempo. De maneira que os empregados, recebiam 22 mil réis, naquele tempo era assim que se dizia o ordenado. Ora isto foi em fevereiro de 1917.
 
A minha mãe, pedia dinheiro ao meu pai, ele deu 20 mil réis, disse a minha mãe,":só isso?" respondeu meu pai,: "sim" . Não chega para nada, andas para lá tanto tempo para depois me dares só isto? Responde ela.
 
Revoltada porque para dar de comer aos filhos todos, o dinheiro, não chegava, respondeu": meto já o dinheiro debaixo da trempe.!
Responde meu pai": queima lá o dinheiro que te escavaco.
 
Irritada, a minha mãe arranjou a trouxa e abalou. Perguntei-lhe onde ía. Respondeu": vou-me à casa da Maria." que era a minha mana mais velha. Respondi, ": também quero ir."
 
Minha mãe disse, ":fica ao pé teu pai que, eu já venho".
Fiquei a chorar. Meu querido pai disse assim": cala-te, a mãe já vem."
Eu tinha fome, chorava com fome, meu pai continuava a dizer que a mãe e o mano já vinham.....
 
 
( Minha avó nasceu em 23 setembro de 1913, quando escreveu estas memórias, já tinha setenta e muitos anos. Eu sua neta, herdei o seu livro quando ela faleceu a 13 janeiro de 2002, fui criada por ela desde os meus 4 anos até casar, tinha 22 anos. Mas todos os dias até sua morte com 89 anos, a minha presença era diária, almoçava com ela, ia às compras, ao cabeleireiro, levava-a a passear. Ainda me ajudou a criar o meu filho, seu bisneto ate aos 3 anos, enfim era a "filha" quase.Não neta.)
 
Bem meus amigos, muito mais há para vos contar, sim, porque vão ter a continuação, destas memórias.
Um bem haja para todos.


publicado por Noticias do Ribatejo às 11:00
link do post | comentar | favorito
|

Cansaço!

ANAGRACIOSA

 

Por: Ana Graciosa

 


Um dia, cresces... Percebes que a vida é muito mais madrasta que te possam ter dito ou contado, e que, na sua maioria, não é só sorrisos e bons momentos. Que o "amor" é muito menos que as histórias que já ouviste. Que a paixão e dedicação, é muito mais que beijos e amassos. Que príncipes não existem e, muito menos vêm montados em cavalos brancos. Tudo o que se vai embora, nem sempre volta como dizem. Que toda a gente tem defeitos e, é raro encontrar alguém que os veja e que os diga. Que palavras, não são só meramente palavras. Que às vezes, uma lágrima vale mais que um sorriso e, um sorriso por vezes, vale mais que mil palavras Que uma história pode começar com um simples olhar e, quase se pode dizer, vale quase tanto como o conteúdo de um livro. Que existem pessoas que jamais te darão o direito de te "defenderes" do que te acusam ou falam de ti. Que uma música traduz e significa mais, do que tu própria consegues explicar. Que tens que lutar pelas pessoas que amas e fazem toda a diferença. Que imensa gente te vai desiludir, assim como tu,  provavelmente também o farás. Que um beijo, jamais será só um beijo. Que uma atitude pode mudar o teu destino. Que as coisas não se resolvem se não tiveres a coragem, humildade e frontalidade de as encarares e nunca se resolvem só com um "desculpa". Que uma brincadeira pode conter mais seriedade do que se possa pensar. Que o amanhã pode ser tarde. Aprenderás que haverá sempre um "e" ou um "mas" no final de cada frase. Passeio, vou ao cinema, Janto fora, passo fins-de-semana com amigos, dou-me a pequenos luxos aqui e ali. Não sou rica, mas sou uma rica pessoa, faço as minhas contas, controlo o meu orçamento, não faço tudo o que quero e sempre fui educada a poupar. Que só quando desistires, existirá finalmente um ponto final…



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

O SILÊNCIO É DE OURO

MARINAMALTEZ

 

Por: Marina Maltez

 

 

 

 

 

“O lado psicológico de uma criança é muito frágil. As certezas que ela formar permanecerão. As suas palavras moldarão o destino dela”.

Autor Anónimo

 

Não teria mais de 8 anos quando em casa fiz um pedido que a Mãe estranhou e o Pai nem tanto (típica proximidade entre filha e pai). Estava fascinada com uma colecção de contos infantis. Dezenas de livros de capa brilhante e cores vivas desafiavam qualquer orçamento familiar à época. Mas a vontade de os ter era tanta que assumi abdicar de doces, brinquedos e tudo o mais que à data fascinava uma criança.  A verdade é que nunca fui uma criança igual e creio (ou melhor tenho a certeza) que isso inquietou bastante a Mãe (para ser sincera ainda hoje e eu perto dos 40 e ela ainda se questiona com esta fome e sede de livros!). Em plena praia as outras crianças corriam na areia, pulavam na rebentação da sondas, faziam castelos e outras figuras e eu… eu lia!

E aquela colecção, cujo título jamais esquecerei- As Histórias do Avozinho- fascinava-me. E como ela fez as minhas delícias durante tanto tempo. Lia e voltava a ler e lia uma vez mais.

Passaram 30 anos. O meu gosto pela leitura mantém-se. Para ser correcta teve um agravamento acentuado que me satisfaz por completo! O livro é a minha fiel companhia!

Da colecção tão desejada gravei as imagens que me levaram a mundos de sonho e uma frase que me marcou, marca e à qual recorro com frequência: se a palavra é de ouro, certamente o silêncio será de prata.

Anatomicamente comprova-se esta frase: se temos 2 ouvidos e 1 só boca será indício de que devemos ouvir mais e falar menos.

Sem Título

Não. Não defendo a falta de diálogo. Pelo contrário. A comunicação interpessoal é-me preciosa, pois é nela que fundamentamos a nossa essência de ser pensante e social.

Quer queiramos quer não, vivemos na era do poder da palavra! Nunca ela terá tido tanto impacto (ou talvez o tivesse no momento em que o Homem enquanto espécie a desenvolve): televisão, rádio, internet, jornais, revistas… seja falada ou escrita a palavra impera. Acompanha ou contradiz comportamentos. Gera reacções, leva a atitudes e dita consequências.

Lamentavelmente, imperam as que rotulei como “palavras tóxicas”. São aquelas que resultam de conflitos, desentendimentos, exigências e que diariamente moldam os pensamentos. Quer de quem as diz…quer de quem as ouve.

“Não vales nada. Só fazes mesmo peso ao chão. Morre tanta gente que até fazia falta e tu aqui diante de mim. Não tens coragem para te matar? Fraca. Não mereces o ar que respiras.”



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:50
link do post | comentar | favorito
|

Insensatez

ANAFONSECA

Por: Ana Fonseca da Luz

 

Há dias em que tenho medo de mim. Hoje, tenho medo de mim!
É como uma loucura que só eu enxergo e que me inunda todos os dias mais um bocadinho, e eu soubesse que, a qualquer momento, tudo ruísse aos meus pés.
Agarro-me nem sei a quê para me salvar, sabendo à partida que estou condenada.
Se eu ao menos soubesse chorar por mim. Mas estou seca!
E mais uma vez, a rede que me separa do chão, do fim, me segura e me embala, me adormece e me entorpece os movimentos sempre estudados e ensaiados mil vezes.
Como posso eu voltar a ser eu? Como posso eu desistir da minha rede, sabendo que a qualquer momento me posso estatelar no chão?
Rodopiam todos os meus sentidos e todas as minhas forças me abandonam no momento da verdade. E como a verdade pode ser cruel, brutal, impossível de alcançar.
É por isso que me fazes falta, me fazes mal e bem, tanto bem!
Lanço-me uma última vez neste trapézio, agora já sem rede. Preparo-me para a queda que me parece agora inevitável e surpreendo-me, porque caio e não me dói.
Algo me agarra no ar, enquanto pairo no vazio. Reparo que é a vida que me agarra e eu que me agarro ao tempo. Lá ao longe, encontro o brilho dos meus olhos que nunca perdi, que me guia e me cega, no momento em tudo parece consumado.
Não fosse o bem e o mal que me fazes, jamais teria coragem para te dizer:
- Fazes-me falta.



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:45
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 17 de Junho de 2017
Município de Vila Franca de Xira promove 1.º Triatlo Vila Franca de Xira - Alhandra

Este domingo, 18 de junho, a partir das 11h00, na zona ribeirinha de Alhandra, tem lugar a 1.ª edição do Triatlo Vila Franca de Xira – Alhandra, promovido pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, numa prova que contará para a Taça de Portugal.

Pela tradição e implementação da modalidade no Concelho de Vila Franca de Xira, esta 1.ª edição tem por objetivo permitir que os melhores atletas nacionais de Triatlo possam competir nas excelentes condições naturais que o Município proporciona.

A prova desenrola-se entre o Rio Tejo, a EN 10 e o Passeio Ribeirinho das duas localidades, reunindo cerca de 300 atletas.

O percurso pode ser consultado aqui. A prova tem inerente um condicionamento de trânsito que inclui corte entre a saída de Vila Franca de Xira e a entrada de Alverca do Ribatejo, cujo detalhe pode ser conhecido aqui.

O apoio técnico é da Federação de Triatlo de Portugal, em parceria com o Alhandra Sporting Club.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:46
link do post | comentar | favorito
|

Feira Nacional de Agricultura promove o debate do sector e é palco das Entregas de Prémios dos Concursos Nacionais de Mel e Azeite

 

No dia dedicado ao Município de Coruche, a 54ª feira Nacional de Agricultura, evento que decorre no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, e que termina no próximo domingo, 18 de junho, continua a ser o principal local da discussão dos temas agrícolas nacionais e internacionais com  a realização de 10 ações e foi também palco das Entregas de Prémios dos Concursos Nacionais de Azeite e Mel.

 

Na área do azeite, a entrega de prémios do Concurso Nacional  realçou alguns dos melhores azeites de Portugal que estiveram em prova nos dias 18, 19 e 22 de Maio. A primeira competição nacional a ser reconhecida pelo Conselho Oleícola Internacional teve o  contributo de  provadores nacionais e estrangeiros efoi organizada pelo Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo e pelo Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em Santarém.

 

No final do seminário Apicultura, Agricultura e Biodiversidade organizado pela FNAP  decorreu a Entrega de Prémios do Concurso Nacional de Mel com natural destaque para o “Mel de Urzes” da Capolib que foi considerado o Mel do Ano e para a a Apisland, Lda. que arrecadou a Medalha de Ouro no Concurso Nacional de Embalagens de Mel.

Conversas de Agricultura

 

As Consequências do Brexit no Orçamento da União Europeia foi o tema em destaque no dia de hoje. Esta conferência, organizada pela CAP, teve como  objectivo abordar a saída do Reino Unido da União Europeia erealçou o “Impacto do Brexit na Política Agrícola Comum  e no  Orçamento da União Europeia”, além das “Consequências para os agricultores ingleses”.

No entanto, os efeitos do Brexit não podem ainda ser integralmente conhecidas, até porque o processo de saída só foi iniciado em abril por parte do Reino Unido com o envio da notificação à União Europeia. Permanecem dúvidas relativamente ao orçamento da União Europeia, da P.A.C. e relações comerciais entre Reino Unido e outros estados membros, por exemplo.

 

Como melhorar o posicionamento dos agricultores na cadeia alimentar”, foi outro dos colóquios organizado pela CAP e que contou com a presença do Ministro da Agricultura que afirmou: “é necessário revisitar as regras de mercado e da politica de concorrência a nível europeu”.

A necessidade de fomentar hábitos de cooperação entre produtores e a grande distribuição, assim como garantir a distribuição do valor justo a quem produz foram assuntos em discussão durante o debate, posição que é comum à opinião do próprio Comissário Europeu, Phil Hogan.

 

Organizada pela DRAPLVT , a conferência Seguros Agrícolas teve como objetivo explicar a produtores, empresários e associações as vantagens de ter uma garantia desta natureza e os apoios que existem para a sua realização. “A Agricultura, os Seguros e o Financiamento” , “O Sistema de Seguros Agrícolas” e “Os Seguros na Ótica do Setor” estiveram em debate, cuja iniciativa contou com a participação de Institutos Público, associações do sector e companhias de seguros.

 

A Associação Portuguesa de Enologia escolheu uma vez mais a Feira Nacional de Agricultura para a realização das suas Jornadas Técnicas que têm como intuito debater assuntos de interesse para a fileira e para interessados como produtores, empresários, gestores, marketeers, entre outros.

Com a participação de especialistas do sector abordaram-se temas como  a “Protecção Sustentável da Vinha”, a “Produção de Vinho Biológico e suas Especificidades” e a  “Importância da Comunicação no Vinho”.

 

O Seminário Agrocluster do Ribatejo dinamizado pelo Nersant colocou em destaque a “Economia Circular no Setor Agroalimentar: Tendências inovadoras e casos de sucesso”,  tema que teve como intuito a sensibilização de empresas para a reutilização dos seus recursos e optimizar resultados.

De seguida, fez-se a “Apresentação do Estudo de Tendências de Consumo: Geração Y Millennials”. Os resultados revelam que este target consome de uma maneira mais informada e que tem uma grande preocupação com as questões ambientais e com a segurança alimentar. Esta geração não se importa de pagar mais por produtos de qualidade e não tem receio das “compras online”.

 

O BPI promoveu o debate “Inovação na Agricultura - Apoios à Inovação, Perspectivas Comunitárias, Tendências de Inovação”, atividade que se realizou no âmbito do “Prémio Nacional de Agricultura”, uma iniciativa do BPI e do Grupo COFINA e que tem como objetivo incentivar e premiar os casos de sucesso da Agricultura, Agro-indústria, Florestas e Pecuária. 


Os “Instrumentos Financeiros para o Setor Primário”, “O PDR 2020 – Apoios ao Investimento” as “Tendências na Região e no Setor” e a “Competitividade e Crescimento no Setor Produtivo” foram os temas em destaque do seminário “Financiamento e Apoio ao Investimento no Setor Primário – Competitividade e Crescimento”, organizado pela Agrogarante.

 

Discutir o desenvolvimento da atividade agricola e apícola de uma forma harmoniosa, sustentável e sem conflitos  foi o objetivo do colóquio “Apicultura, Agricultura e Biodiversidade” organizado pela FNAP  e que contou com a participação de Associações, Universidades e Institutos Superiores.


Nesta área o dia finalizou com uma iniciativa da CAP em colaboração com a Autoridade para as Condições de Trabalho que promoveram  uma Ação de Sensibilização sobre Prevenção de Acidentes de Trabalho com Tractores e outras Máquinas Agrícolas. Esta atividade realizou-se no âmbito da campanha ibérica de prevenção de acidentes de trabalho.

 

Animação

 

A animação é parte integrante da Feira Nacional de Agricultura e esta sexta-feira não foi excepção. Escolas de Toureio, Treinos de Forcados, Música Popular, Bailes Tradicionais e  Largadas de Toiros fizeram as delicias dos visitantes. Já Ana Moura actuou no palco principal pelas 00h00 e o DJ Putzgrilla esteve na discoteca à 01h00.

 

17 de Junho

 

Amanhã, Dia do Município do Cartaxo,  e penúltimo dia da Feira Nacional de Agricultura, o programa édiversificado, com atividades e animação para os muitos visitantes que se esperam amanhã.

 

Os Mercados Tradicionais marcam a manhã, e da parte da tarde, a Feira Nacional de Agricultura  recebe as visitas da Coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, e do Secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Ferreira.

Ao longo do dia Ranchos Folclóricos e Música Tradicional e Popular animam o recinto e

o espaço exterior da Feira será palco da Demonstração de Volteio Artístico.

 

No espaço interior, o Auditório recebe a gala de entrega de prémios do "Concurso de Acordeão e Guitarra Portuguesa de Santarém", organizado pelo Conservatório de Música de Santarém.

 

Ao longo do dia Ranchos Folclóricos e Música Tradicional e Popular animam o recinto. Já quase a terminar o dia, o Palco do Grande Ringue irá receber o concerto de Ana Carolina, que será acompanhado de um espetáculo de fogo de artificio.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:46
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 16 de Junho de 2017
ARTES E SONS – Glória do Ribatejo “Várias Artes, uma só terra”

unnamed

 

A freguesia de Glória do Ribatejo recebe de 23 de junho a 1 de julho a 4ª edição do “Artes e Sons 2017”.

 

A organização é da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos juntamente com a União de Freguesias de Glória do Ribatejo e Granho, a Comissão de Festas 2017 em Honra de Nossa Senhora da Glória, a Associação Febre Amarela, O Grupo de Marionetas Subúrbio e a Associação de Teatro Paulo Claro – Rapazes d’Aldeia com o apoio do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Glória do Ribatejo e do Rancho Folclórico “As Janeiras” de Glória do Ribatejo.

 

Sob o lema “Várias artes. Uma só terra”, a iniciativa pretende juntar múltiplas artes e sons, através da música, dança, teatro, fotografia, desporto, etnografia, entre outros. O conceito passa por juntar estas atividades às já existentes na freguesia de Glória do Ribatejo, dando ênfase ao festival “Glória ao Rock” e aos festivais de Folclore dos Ranchos “As Janeiras” e da “Casa do Povo”.

 

The Poppers, Galgo, TU – The Unlimited e Moonshiners são algumas das bandas que vão atuar no evento, que se realiza no jardim do ringue polidesportivo e na Casa do Povo de Glória do Ribatejo.

 

Aos concertos somam-se o espaço artesanato, demonstrações de stencil com João Domingos, as meias finais e final do Torneio de Futebol Salão, jogos radicais e tradicionais, workshops e espetáculos de Marionetas, caminhada solidária Rota do Verão, entre outros.

 

A Casa do Povo de Glória do Ribatejo vai receber a exposição “Glória, vivências e singularidades” e a projeção do documentário “Filhos do Tédio” (26 junho - 21h30).

 

No dia 24 de junho, sábado, realiza-se a 35ª edição do Festival do Rancho Folclórico “As Janeiras” de Glória do Ribatejo, com desfile pelas ruas da vila (19h) e atuação dos grupos no barracão das Janeiras (22h).

 

Já no dia 1 de julho, decorre a 42ª edição do Festival Folclórico da Casa do Povo de Glória do Ribatejo também com desfile (20h) e atuação dos ranchos folclóricos no ringue desportivo (22h).

 

No âmbito da XVIII edição do Glória do Rock, que decorre nos dias 30 de junho e 1 de julho, organizado pela Associação Febre Amarela, vão também subir ao palco, neste caso do parque de merendas do Montóia, Los Camaias, FitaCola e Lotus Fever, entre muitas outras bandas.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:44
link do post | comentar | favorito
|

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

unnamed (1)

 

sexta-feira:

 

Esta sexta-feira, dia 16 de junho, às 21h30, integrado no Projeto Nova-Velha Dança, estreia no Teatro Sá da Bandeira, a Performance Colecção DELIRAR A ANATOMIA de Ana Rita Teodoro.

 

Ana Rita Teodoro trabalha desde 2012 numa colecção de peças coreográficas dedicadas a um orifício do corpo. Delirar a Anatomia baseia-se no estudo da anatomia, da fisiologia e da paleontologia para, com a distância crítica necessária, rebeliar o corpo das funções ditadas. Fazem parte da colecção: Sonho D’Intestino, dedicado ao ânus e órgão conexo; Orifice Paradis, dedicado à boca-vagina; e duas novas peças, Palco, uma homenagem ao joelho e Pavilhão, ao ouvido, que terão estreia absoluta em Santarém. Em estreia estará também a nova peça de Carlos Manuel Oliveira, do desconcerto, por um lado / da aventura, por outro. Não se focando em nenhuma parte do corpo em especial, explora-o enquanto campo de conhecimentos, da mais simples organização do toque à problemática negociação do comum. O trabalho será desenvolvido e apresentado na (sua) antiga escola primária de São Salvador, agora INcubadora D’Artes, propondo reflectir sobre aprendizagem e transmissão dos saberes. Para concluir e encerrar o ciclo contaremos com uma derradeira estreia, o lançamento de um novo disco do pianista Simão Costa, que aceita aqui o desafio de preparar o piano Steinway do Teatro Sá da Bandeira para um concerto tecno acústico sem lugares sentados.

 

“No Mestrado em Dança (2011/2013) no CNDC de Angers, iniciei uma pesquisa em torno do corpo nomeado pela disciplina de Anatomia. A pesquisa resulta na criação de uma Coleção de peças de dança, a que chamo de homenagens-dançantes, dedicadas aos orifícios do corpo. Trata-se de uma coleção de estudos febris, desenvolvidos em camadas de leitura, observação, experiência empírica, escrita e composição coreográfica que procuram desvendar os segredos escondidos na constituição física e assim rever funções destinadas e relações pré-estabelecidas. A Anatomia é a disciplina que nomeia as partes do todo, segmenta e estabiliza. O delírio acontece nas ações de isolar, sobrepor ou multiplicar as funções de uma parte nomeada. Esta entra em crise, revela a sua autonomia e renova relações. Deste modo, compõem-se coreografias do sensível onde a palavra e a dança são a entrada privilegiada para uma outra-anatomia.” - Ana Rita Teodoro.

 

Palco | Pavilhão (2017) Conceito Ana Rita Teodoro | Interpretação e criação Ana Rita Teodoro e Bernardo Chatillon | Produção Associação Parasita | Residências artísticas CN D, Pólo Cultural das Gaivotas, Espaço do Tempo, Teatro Sá da Bandeira/Parasita, Mala Voadora. Porto | Coprodução Parasita, Teatro Rivoli, CN D, Fundação Geral das Artes Apoio GDA Sonho d’intestino | Orifice Paradis (2012|13) Criação e performance Ana Rita Teodoro | Produção CNDC Angers, Associação Parasita

 

Mestre em “Dança, Criação e Performance” pelo CNDC de Angers e a Universidade Paris 8 (2011/2013), Ana Rita Teodoro desenvolveu como pesquisa a criação de uma “Anatomia Delirante”. Em 2002 foi aluna do Curso de Pesquisa e Criação Coreográfica do Fórum Dança e em 2015 do curso de Coreografia organizado pela Fundação Calouste Gulbenkian. Participa ativamente nos exercícios do c.e.m., onde desencadeia o estudo do corpo via a anatomia experiencial, a filosofia e o cruzamento pluridisciplinar, com Sofia Neuparth em particular, entre outros. Em 2007/2010 fez o Curso de Instrutores de Chi Kung, da Escola de Medicina Tradicional Chinesa de Lisboa. O butoh de Tatsumi Hijikata tem sido uma das suas áreas de maior investimento artístico. Desde 2007 que participa em diferentes workshops liderados por artistas e pesquisadores como Tadashi Endo, Sankai Juko, Torifune, Akira Kasai, Min Tanaka, Yoshito Ohno, Patrick De Vos e Christine Greiner. Recentemente (2015) recebeu a Bolsa de Aperfeiçoamento Artístico da Fundação Calouste Gulbenkian para voltar ao Japão e estudar com Yoshito Ohno e para o ano de 2016 desenvolve uma pesquisa em torno da prática do Butoh com o apoio do CN D (Pantin), Aide à la recherche et au patrimoine en danse, a ser exposta no início de 2017. Desde 2009, Ana Rita Teodoro criou as seguintes coreografias a solo: MelTe (2009), Curva (2010), Orifice Paradis (2012), Sonho d’Intestino (2013) e ASSOMBRO (2014-15). Trabalha em diversos projectos pontuais com artistas como Sofia Neuparth, Márcia Lança, Laurent Pichaud, João dos Santos Martins e Marcela Santander Corvalàn.

 

Hoje prossegue a 54ª Feira Nacional de Agricultura / 64ª Feira do Ribatejo, no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas – CNEMA, com Dia dedicado ao Município de Coruche. Para hoje, para além das Escolas de Toureio, há Treinos de Forcados, Música Popular, Bailes Tradicionais e Largadas de Toiros. Às 00h00, Ana Moura atua no palco principal. A música segue noite dentro, com o DJ Putzgrilla, na discoteca do recinto da FNA.

 

A feira contempla as habituais áreas de referência ao mundo rural e agrícola, com especial destaque para a zona de maquinaria agrícola, a mostra de agropecuária, artesanato e gastronomia, o mundo do espetáculo e da promoção dos valores tradicionais, com as típicas largadas de toiros, desfiles e provas de campinos, actividades equestres, música popular e tradicional. Com uma ampla participação dos agentes do sector, os seminários e colóquios que decorrem nos dias úteis constituirão um importante polo de debate e discussão dos principais temas agrícolas. Paralelamente, decorre a Fersant – Feira Empresarial da Região de Santarém, promovida pelo Nersant.

Até dia 18 de junho, o Centro Nacional de Exposições, em Santarém, é palco da 54ª Feira Nacional de Agricultura / 64ª Feira do Ribatejo, cuja temática este ano vai incidir nos “Cereais de Portugal”. A feira contempla ainda as habituais áreas de referência ao mundo rural e agrícola, com especial destaque para a zona de maquinaria agrícola, a mostra de agropecuária, artesanato e gastronomia, o mundo do espetáculo e da promoção dos valores tradicionais, com as típicas largadas de toiros, desfiles e provas de campinos, actividades equestres, música popular e tradicional. Com uma ampla participação dos agentes do sector, os seminários e colóquios que decorrem nos dias úteis constituirão um importante polo de debate e discussão dos principais temas agrícolas. Paralelamente, decorre a Fersant – Feira Empresarial da Região de Santarém, promovida pelo Nersant.

A 54ª Feira Nacional de Agricultura/ 64ª Feira do Ribatejo, apresenta-se, assim, como  a oportunidade ideal para o lançamento e divulgação de novos produtos, para a promoção de novos serviços e ainda para a partilha de conhecimentos.

Mais informações e programa em www.feiranacionalagricultura.pt , www.cnema.pt  e  em www.facebook.com/FeiraNacionaldeAgricultura.FeiradoRibatejo

 

sábado:

 

Este sábado, dia 17 de junho, às 10h00, é inaugurada a Exposição “Santos e outros tantos“, de Eurico Ribeiro, na Sala de Leitura Bernardo Santareno. A Exposição fica patente até dia 30 de junho, e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

 

Autodidata por natureza, Eurico Ribeiro leva-nos numa viagem através da Arte Sacra, pela qual se apaixonou desde muito jovem. Desde cedo, que Eurico Ribeiro se iniciou na arte de modelar o barro, fazendo figuras para o seu próprio presépio, ao qual, através dos tempos tem dado uma maior dimensão, apresentando todos os anos no seu” Presépio de Garagem”, uma versão diferente das cenas do quotidiano por ele modeladas. O artesão utiliza a modelagem manual do barro para nos apresentar um conjunto de figuras religiosas, não só de cariz regional, mas também de âmbito universal, conferindo a cada uma o seu cunho pessoal, sempre inspirado no período Barroco.

Sob o tema Santos…e outros tantos, o artesão apresenta-nos uma galeria das principais imagens padroeiras da nossa região e não só, deixando, contudo, espaço em aberto para outras exposições em preparação.

 

Às 10h30 há Oficina de Dança com a Professora Sofia de Almeida, na Livraria Aqui Há Gato. Sujeito a marcação prévia.

"Descobrir o meu corpo, a minha relação com o outro, explorar o espaço, os objetos...entre danças de roda, ou até mesmo individualmente. Tudo isto entrando no mundo da nossa imaginação que é absolutamente mágica!!! Porque é assim que gostamos... Aprendendo, brincando."

Com a

(Duração) aprox. 30’ (Classificação) 3 aos 5 anos (Preço) 7

 

Às 11h00, a Igreja da Piedade acolhe a Missa Cantada com Órgão – Missa Beata Maria Virgine de Filipe de Magalhães (1571-1672). Renascimento e Maneirismo, pela Schola Cantorum da Catedral de Santarém (Capela do Divino Salvador), com Daniel Oliveira no órgão e com direção de Pedro Rollin Rodrigues, integrada no 3º Ciclo de Órgão de Santarém – O canto gregoriano e o órgão em Portugal, promovido em parceria, pela Câmara de Santarém, pela Diocese de Santarém e pela Santa Casa da Misericórdia de Santarém.

 

Às 11h30 e às 16h00 há Hora do Conto, na Livraria Aqui Há Gato.    Entrada livre.

Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80!

 

Às 11h30, há Teatro de Fantoches, na Livraria Aqui há Gato. Entrada livre.

Uma história que vai encantar crianças e adultos! Formas animadas que nos trazem a beleza da conjugação das artes plásticas com o teatro e a literatura para a infância.

(Duração) 30’ (Classificação) para toda a família

 

Às 12h00 e às 16h30, há Oficinas de Expressão Plástica - Oficinas de Arte – Mês do Tecido- vamos fazer uma Sacola, na Livraria Aqui Há gato.

Este Mês a nossa base de trabalho é o Tecido. Vamos pintar, recortar, forrar, colar... tudo com tecido!! Letras para pendurar, sacos para ir às compras, e até marcadores de livros para saberes sempre onde vai a tua leitura!!!

 

Neste saco de pano vais poder pintar o que te apetecer, depois podes ir às compras e fazer um sucesso com o teu saco original! Vai ser divertido ir às compras com a mãe ou com o pai um com quem te apetecer!! Também podes usar o teu saco novo para levar o lanche para a escola!

 

Às 16h00, o Auditório da Casa do Brasil acolhe a 3ª Palestra “Como foram andando o tempo e os mundos?” do Ciclo de Conferências: “Crescer ao Shabbat”, a cargo de Nuno Peixinho.

 

Nesta conversa falaremos da evolução da astronomia pela sua importância na medição do tempo e como foi evoluindo a conceção do nosso mundo e dos outros mundos e seus movimentos no espaço até aos dias de hoje.

 

Veremos a beleza e engenho dos antigos modelos para o movimento dos planetas e de como se chegou à conceção dos dias de hoje.

 

A Conversa não termina, sem uma breve abordagem à própria conceção do tempo e à aparente inseparabilidade do filosófico com o científico.

 

Nuno Peixinho é astrónomo no Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra, no Centro de Investigação da Terra e do Espaço da Universidade de Coimbra e é colaborador na Unidad de Astronomía, Facultad de Ciencias Básicas, Universidad de Antofagasta, no Chile.

 

Duração) aprox. 60’ (Classificação) M/4 (Preço) 7€

 

Às 17h00, integrado no Projeto Nova-Velha Dança, a Incubadora de Artes acolhe a Peça “Do Desconcerto, por um lado / Da Aventura, por outro” – Estreia, de Carlos Manuel Oliveira.

 

“do desconcerto, por um lado / da aventura, por outro” é a primeira de uma série de incursões à relação entre ato e conhecimento, com que se pretende aferir as dependências entre um e outro em corpos que aprendem e desaprendem, e contrapor a capacidade destes à regulação dos saberes.

Perante tal horizonte, cabe-nos a arqueologia de um passado tão próprio quanto comum, pelo qual viemos a incorporar o paradoxo de uma época: acumular sem fim, para uso de uma vida sobre a qual pouco podemos. Interessa-nos, por exemplo, a formação do conhecimento no ato da sua enunciação; de como corpo e contexto, potencia e possibilidade, se entrecruzam para situar o que acontece; ou de como, do desconcerto entre memória e ação, o que é sabido perde sentido. Também há a confusão entre o que se sabe de uma maneira, o que se sabe de outra, e o que não se sabe porque se esqueceu. Coisas da razão, da intuição, e de tantas outras faculdades, entrelaçadas entre si em sinestesias várias. Interessa-nos o desnorte como requisito da aprendizagem, o acaso e a vontade como meios do saber por vir; de como se aprende na ausência de pedagogias, e de como com isso se criam singularidades. Há o inconsciente, do qual pouco se sabe, e há também o outro, com O grande ou nem tanto. Encontros fartos de estranheza e amplitude, quase além do reconhecimento senão mesmo.

Este é, enfim, um estudo sobre a própria condição do estudo.

 

Uma peça de Carlos Manuel Oliveira, cocriada com Daniel Pizamiglio, e atuada pelos dois. Com cenografia de Tiago Gandra, e alguma colaboração de Ana Trincão. Uma produção Mundos sem Fundos, em coprodução com Associação Parasita. Criada em residência n’O Espaço do Tempo em Montemor-o-Novo, no Musibéria em Serpa, na Incubadora d’Artes em Santarém, na Subud em Bucelas, no Centro Ciência Viva do Alviela pela Materiais Diversos, e no 23 Milhas em Ílhavo.

 

Carlos Manuel Oliveira é Doutorado pelo Programa UT Austin | Portugal com a tese “Objetos Coreográficos: Abstrações, Transduções, Expressões”; é Bacharel em “Dança Contemporânea: Coreografia e Contexto” pela Universidade de Artes de Berlim; e é Mestre em Estudos do Ambiente pela Universidade Nova de Lisboa (poe esta ordem). Frequentou o curso de “Artes Performativas Interdisciplinares e Tecnológicas” do Programa Criatividade e Criação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian e o curso de “Criatividade Científica e Investigação Artística” do Laboratório de Antropologia e Dança (AND_Lab). É investigador associado do Centro Inter-Universitário de Dança de Berlim e do Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa. Foi professor associado de estudos dos media no Instituto Superior de Tecnologias Avançadas, director artístico do “Novo Circo do Ribatejo” e coordenador nacional do sector de teatro no INATEL. Entre outros, trabalhou e estudou com Kattrin Deufert, Thomas Plischke, Boris Charmatz, Gill Clark, Franz Anton-Cramer, Hanna Hegenscheidt, Susan Klein, Wojtek Ziemilski, Alex Baczynski-Jenkins, Litó Walkey, Jonathan Burrows, Marcelo Evelin,  Fernando Romão, João Fiadeiro, André Lepecki, Bruno Pernadas e Urândia Aragão. Atualmente desenvolve o seu trabalho coreográfico entre a performance, a instalação e a escrita.

 

Às 21h30, o Teatro Sá da Bandeira acolhe Orifice Paradis (2012), Sonho D’Intestino (2013) - Coleção Delirar a Anatomia, de Ana Rita Teodoro, integrado no Projeto Nova-Velha Dança.

(Duração) 60’ (Classificação) M16 (Preço) 5€

 

Às 22h30 Estreia Beat Without Byte, de Simão Costa - Concerto/Festa de encerramento do Projeto Nova-Velha Dança, lançamento nacional de disco.

 

Beat without byte “Um concerto com o público em pé, mesmo em lógica de danceteria ou rave, ou o que seja, com o intuito de fazer o público dançar.

Em palco

1 piano, 1 pianista, 1 pista de dança, vários públicos e vários dispositivos eletromagnéticos.

Zero computadores igual a zero bytes.” - Simão Costa

 

Simão Costa nasceu em 1979. Vive e trabalha em Lisboa. É compositor, pianista e criador de instrumentos/objetos/códigos informáticos. Dos trabalhos mais recentes destacam-se o π_ANO PRE·CAU·TION PER·CU·SSION ON SHORT CIRCUIT para piano solo e as esculturas sonoras interativas C_vib. Tem colaborado com artistas de diversas áreas e práticas. O seu trabalho foi apresentado em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Polónia, Holanda, Reino Unido, Grécia, Itália e Brasil.

 

Nova-Velha Dança: Curadoria e direção: João dos Santos Martins | Produção executiva e assessoria de imprensa: Patrícia Azevedo da Silva | Coordenação do projeto “Para uma Timeline a Haver”: Ana Bigotte Vieira | Design gráfico: Ana Schefer, Teo Furtado | Produção: Associação Parasita | Coapresentação: Teatro Sá da Bandeira | Equipa Teatro Sá da Bandeira: Coordenação e Programação Pedro Barreiro | Produção Rodrigo Melo | Equipa Técnica Tiago Correia, Ricardo B. Marques | Frente de casa Fernando Romão, José Maria Moreira | Apoios Institucionais: TSB, Incubadora D’Artes, Câmara Municipal de Santarém | Apoio ao projeto “Para uma Timeline a Haver”: Fundação Calouste Gulbenkian, Instituto de História Contemporânea, Centro de Estudos de Teatro | Escolas associadas: Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, Escola E.B, 2 e 3 D. João II | Parcerias: O Espaço do Tempo, Musibérica, Materiais Diversos, Circular Associação Cultural | Projeto subsidiado pela REPÚBLICA PORTUGUESA / DIRECÇÃO GERAL DAS ARTES.

Local: Teatro Sá da Bandeira/ Incubadora D’artes

 

Às 22h00, tem início o XXXIII Festival de Folclore Bairro, organizado pelo Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontaínhas, no Centro Cultural de Fontaínhas.

O Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontaínhas realiza o seu XXXIII Festival de Folclore Bairro, com o Centro Cultural de Fontaínhas, com a participação do Grupo Folclórico de Cantas e Cramóis de Pias (Cinfões – Tâmega), Rancho Folclórico de Vinhó (Gouveia – Serra da Estrela), Rancho Regional da Casa do Povo de Ílhavo (Baixo Vouga), Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas (Alentejo Central) e Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontaínhas (Santarém)

 

domingo:

 

No domingo, dia 18 de junho, às 16h00, junte-se a nós e veja o Jogo Portugal/México, no Ecrã Gigante montado no Jardim da Liberdade, em zona de sombra. Venha apoiar a Nossa Seleção!

 

Em permanência:

 

Até dia 17 de junho, o Bar-Galeria do Teatro Sá da Bandeira acolhe a Exposição/Instalação/Investigação | Para uma Timeline a Haver - genealogias da dança enquanto prática artística em Portugal, de Ana Bigotte Vieira, João dos Santos Martins. A Exposição pode ser visitada de quarta-feira a sábado, das 16h00 às 19h00. Em noites de espetáculo abre uma hora antes do mesmo.

“Construindo na galeria do Teatro Sá da Bandeira uma cronologia para a dança em Portugal, “Para uma Timeline a Haver” é um exercício coletivo de investigação e de sinalização de marcos relativos ao desenvolvimento e disseminação da dança como prática artística em Portugal nos séculos XX e XXI, com especial incidência na segunda metade do século XX”.

 

O Piano-Bar do Teatro Sá da Bandeira acolhe, até dia 17 de junho, a Exposição Dança do Existir - Retrospetiva em imagens do trabalho coreográfico de Vera Mantero. A Exposição pode ser visitada de quarta-feira a sábado, das 16h00 às 19h00. Em noites de espetáculo abre uma hora antes do mesmo.

“Cerca de 30 fotografias traçando o percurso da coreógrafa, das suas primeiras criações às mais recentes. A exposição integra ainda a consulta de registos videográficos de alguns dos trabalhos da coreógrafa. Fotos de lcino Gonçalves, Dirk Rose, Henrique Delgado, José Fabião, Jorge Gonçalves, João Tuna, Laurent Philippe”.

 

Até dia 30 de junho, visite a Exposição de Pintura e Escultura “Encontros no Tempo II”, de Gil Teixeira Lopes e Matilde Marçal, patente no Palácio Landal e no Fórum Actor Mário Viegas - Centro Cultural Regional de Santarém.

 

Nome incontornável no panorama artístico nacional e internacional, Gil Teixeira Lopes, é professor jubilado da Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa.

Pintor, escultor e gravador e realizou mais de 80 exposições individuais, no País e no estrangeiro. Já expôs e foi premiado em países de todo o mundo: França, Itália, Espanha, Alemanha, Áustria, Polónia, Bulgária, Inglaterra, Irlanda, Noruega e Suécia, Estados Unidos da América, Brasil e México, Iraque, Índia e Egipto, Japão e China.

O artista mantém-se fiel à grande tradição do figurativo, que expressa quer na pintura quer na escultura, numa estética que privilegia o envolvimento amoroso e o erotismo.

Condecorado com a Ordem do Infante D. Henrique (1998), recebeu variadíssimos prémios nacionais e internacionais. Em 2002, apresentou uma grande exposição no Palácio Galveias, em Lisboa, e em abril de 2004, no Museu do Chiado, em Coimbra.

 

Matilde Marçal, professora na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, é um nome inconfundível da Pintura Contemporânea Portuguesa, com trabalho desenvolvido ao nível da Pintura, Gravura e Desenho.

Já realizou mais de cinquenta exposições individuais, em Portugal, Espanha, França, Polónia, Itália, Jugoslávia, Noruega, Inglaterra, Alemanha, Suíça e Irlanda, e mais de trezentas exposições coletivas, em Portugal e no estrangeiro. Em 1988 foi eleita Membro da Academia Nacional de Belas-Artes.

 

A sua obra pretende revelar-nos um novo universo, entre a poesia e o silêncio, o passado e o presente, o presente e o futuro. Com uma paleta de grande riqueza cromática, apresenta matizes de cores: dos brancos aos castanhos e destes aos violetas.

 

A exposição, organizada pela Câmara Municipal de Santarém e pelo Centro Cultural Regional de Santarém, pode ser visitada, no Palácio Landal, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12h30 e das 15h30 às 17h00 e aos sábados, das 10h00 às 13h00, enquanto que no Centro Cultural Regional de Santarém - Fórum Actor Mário Viegas, as visitas podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 15h30 às 19h00 e aos sábados, das 10h00 às 13h00.

 

Até dia 30 de junho, visite o Arquivo Histórico Municipal-Mostra Documental

“Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

Pormenor do documento que identifica as receitas realizadas pelas promessas dos cidadãos da Vila de Santarém. De notar que  para a obra de S. Sebastião estas  foram registadas e recebidas pelo tesoureiro da câmara, Capitão, Francisco Gomes Botto.

As doações estão identificadas pelos seus autores e   o  Livro está assinado e rubricado por Francisco Soares de Aragão.

 

Até dia 30 de junho, visite a Exposição - Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, com destaque trimestral para uma obra da autoria da pintora Vieira da Silva: Primavera, serigrafia s/ papel, datada do século XX. A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

 

Até dia 30 de junho, visite a Exposição - Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’- destaque trimestral para uma obra da autoria da pintora Vieira da Silva: Primavera, serigrafia s/ papel, datada do século XX. A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire.

“Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais”.

 

Até dia 30 de junho, visite a Exposição Bibliográfica “Vamos ler… Ana de Castro Osório”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00, e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

O mês de junho é dedicado a Ana Castro Osório, pela comemoração do 145º aniversário de nascimento

Escritora portuguesa especialista na literatura infantil, Ana de Castro Osório nasceu a 18 de junho de 1872 e faleceu a 23 de Março de 1935. Foi considerada a criadora da literatura infantil em Portugal e pioneira na luta pela igualdade de direitos entre homem e mulher.

 

Até dia 30 de junho, visite a Mostra Bibliográfica “150 anos da abolição da Pena de morte em Portugal (1867 - 2017)”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

Portugal deu o exemplo à Europa e ao mundo quando em julho de 1867 assumiu uma posição de vanguarda como pioneiro da Abolição da Pena de Morte em Portugal. Esta proposta foi na época avançada pelo Ministro Manuel Baptista tendo sido aprovada durante o reinado de D. Luís.

A consagração da Lei da Abolição da Pena de Morte contribuiu para a promoção dos valores da cidadania com enfoque nos Direitos Humanos e respeito pela Vida Humana. A reforma de 1867 alargou-se a todos os crimes civis tendo sido exceção a justiça militar que só com a implantação da República (1910) foi alargada a todos os crimes inclusive os militares.

Atualmente ainda assistimos em vários países do mundo às mais trágicas e notórias situações humanitárias dos direitos humanos com a prática da pena de morte. Relembramos e comemoramos tão notável efeméride com uma exposição bibliográfica sobre a temática em questão.

 

Até dia 12 de julho, visite a Exposição “Uma andorinha em três actos”, dinamizada pelo Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital Distrital de Santarém, no âmbito do Projeto "INcluir - OficINas para todos e para cada um", projeto cofinanciado pela Fundação EDP, através do programa EDP Solidária- Inclusão Social 2016, patente no Convento de S. Francisco.

A Exposição pode ser visitada de quarta a domingo, das 09h00 às 12h30. e das 14h00 às 17h30. O Convento de S. Francisco Encerra às segundas e terças-feiras e feriados.

 

São três momentos, em três espaços distintos. Como tal, só faria sentido se cada um deles fosse encarado como uma parte de um todo. Esse todo é o projeto “INcluir” em que se reuniu um grupo de pessoas que munidos de tintas, pincéis, lápis e sobretudo de uma tenaz vontade se lançaram sobre o branco da tela e do papel. O fundamento desta iniciativa é precisamente o de fomentar a capacidade da inclusão, entre o grupo e toda e qualquer pessoa que queira participar, eliminando estigmas e preconceitos, mostrando ao mesmo tempo que a tal “Arte” pode ser esse elemento unificador, o tal que quebra barreiras e muda o mundo.

 

Até dia 7 de fevereiro de 2018, visite a Exposição “Santarém Cidade em Crescente”, na Casa do Brasil, em Santarém. Esta Mostra, que vai estar patente durante 9 meses, distribui-se por 10 espaços de Exposição, e apresenta 70 Peças, pertencentes ao espólio do Museu Municipal de Santarém, do Museu Etnográfico da Ribeira de Santarém, do Museu Municipal Carlos Reis de Torres Novas, do Museu Nacional de Arte Antiga e do Museu Geológico de Lisboa. Patente de terça-feira a sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

A Exposição apresenta-se como uma proposta de leitura do espírito do lugar (Genius loci), de modo a consubstanciar-se numa logomarca agregadora das estratégias culturais, sociais e económicas, do município.

Esta leitura parte de uma matriz identitária de base geográfica - mediterrâneo oriental – ‘crescente fértil, sublinhando a dimensão da memória da sua paisagem cultural (fertilidade - ‘paisagem da abundância’).

A exposição aborda temáticas diversificadas, muito ligadas com o fundo cultural da região, com destaque para a importância da agricultura: vinho, azeite e cereais, do touro e do cavalo, do rio e da lezíria. Explora, paralelamente, as vertentes simbólico-religiosas, particularmente as ligadas à fertilidade - ‘paisagem da abundância’, e interpreta a importância local, o simbolismo e a religiosidade das águas, presentes no mito de Santa Iria."

“Santarém Cidade em Crescente” combina objetos museológicos: Harpócrates, capitel árabe, pithoi fenícios, lucernas islâmicas, ânforas, talhas, arreios e selas, estelas medievais, etc, com imagens iconográficas e fotográficas e conta com três instalações de arte contemporânea de Carlos Amado, sobre O Sagrado e o Azeite, Fernanda Narciso, sobre o Rio e de João Maria, sobre Mãe Terra. Origem da Terra – Cromlek.

Esta iniciativa aposta fortemente na componente sensorial, experiencial e multimédia, em que se destacam três Projetos Multimédia: dois do Realizador Jorge Sá: “Tons da Terra” – Génese e simbolismos ancestrais da Humanidade e “Não se Es gota”- sobre a Água e o terceiro, “Aqui se ara”, de Diana Amado, que vão estar patentes e podem ser vistos, durante os 9 meses da exposição.

Carlos Amado e Luís Mata, técnicos da Câmara de Santarém, foram os autores deste projeto, a partir da investigação sobre a história de Santarém, realizada por Luís Mata. A coordenação desta exposição está a cargo de Carlos Amado.

À semelhança da exposição anterior – “Modos, Medos e Mitos”, esta exposição tem como objetivos gerais: assinalar o papel histórico das civilizações do mediterrâneo oriental (fenícios, sírios, árabes, judeus) na paisagem e na estrutura urbanística da Cidade; realçar a característica urbana da topografia de Santarém: Cidade de planalto (Móron = monte); sublinhar a importância da agricultura na economia regional, nomeadamente do vinho, do azeite, dos cereais e dos legumes, muitos deles introduzidos pelos povos do levante; acentuar o papel dos conhecimentos tecnológicos e da ação humana dos muçulmanos na criação de uma paisagem aluvionar (a lezíria de Santarém como o resultado de uma transferência tecnológica de uma agricultura característica das civilizações do crescente fértil e sua adaptação às características naturais locais: campos de lezíria antigos e modernos; consolidação dos mouchões, colmatagem contínua das terras sujeitas ao regime de cheias, fixação nos terraços fluviais embutidos desde o Paleolítico Inferior); reproduzir a dimensão cultural e mental do Tejo, com paralelos no mar Mediterrâneo, no Médio Oriente e no Norte de África; assinalar o convívio entre o Homem e o elemento água, num equilíbrio representativo de uma paisagem cultural (tal como Veneza ou o Nilo); a religiosidade e o simbolismo das águas: Santa Iria, fertilidade, etc (tal como o Nilo, o Tejo tem um regime hídrico de cheias regulares – ‘crescidas’ – que vão garantindo a reposição da fertilidade do solo e o consequente sucesso da instalação das populações, bem como destacar a importância cultural e simbólica do cavalo e do touro (cornos=crescente).

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, com destaque para o Relógio Solar da Torre, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Segmento de fuste de coluna com altos-relevos nas duas faces opostas. Numa encontra-se o brasão oitocentista das armas da Vila de Santarém e na outra em quadrante solar, vertical e retangular sem estilete, com orientação a meridional (quadrante meridiano). O relógio de sol encontra-se datado e a numeração das partes do dia (horas) foram insculpidas em capitais romanos, pelo processo de sulco, na sequência das linhas divisórias.

O brasão de Santarém, documentado na sigilografia desde 1246, encontra-se presente em vários testemunhos da arquitetura civil, como a ponte de Alcorce, o Chafariz de Palhais ou das Figueiras, o padrão de Santa Iria ou a Fonte da Junqueira. Testemunhando o domínio da propriedade municipal, a partilha de despesas entre o município e a coroa, a ostentação ou a comemoração dos seus emblemas (o castelo e o rio e escudetes régios), ele constitui uma fonte essencial para a história concelhia e para a identidade das suas populações no tempo e no espaço”.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

“Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

 

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:32
link do post | comentar | favorito
|

Passerelle d’Ouro – o charme dos maiores de 60 desfila pela 22.ª edição

unnamed

 

Esta sexta-feira, 16 de junho, pelas 21h30, a Praça de Toiros “Palha Blanco” é novamente o cenário de mais uma edição da “Passerelle d’Ouro” – uma iniciativa pioneira no País que faz jus ao ditado popular que diz que “velhos são os trapos”.

Os Top Models do desfile mais original do País são maiores de 60, vindos, maioritariamente, das IPSS’s e Comissões de Idosos das freguesias do Concelho de Vila Franca de Xira, a quem se juntam manequins mais jovens. Ao charme dos mais velhos adiciona-se a irreverência dos mais novos, com um resultado surpreendente para o público.

O objetivo é valorizar quem já ultrapassou os 60 anos, promovendo contacto com gerações mais novas e a vivência de experiências diferentes, em nome da integração social e de um envelhecimento ativo.

Com a direção artística de Joaquim Salvador, o evento inclui momentos de animação, destacando-se, na componente musical a fadista Raquel Tavares, David Antunes,  Andrea Verdugo (cantora do Concelho que se destacou no programa de TV “The Voice Portugal”) e Margarida Arcanjo.

O comércio de vestuário, cabeleireiros e maquilhagem do Concelho associam-se generosamente à iniciativa, com o empréstimo dos seus serviços e produtos.

A iniciativa é organizada pelo Pelouro de Desenvolvimento Social da Câmara Municipal de Vila Franca Xira e tem entrada gratuita ao público.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:30
link do post | comentar | favorito
|

Rancho da Casa do Povo de Aveiras de Cima promove festival de folclore

 

O Rancho Folclórico da Casa do Povo de Aveiras de Cima realiza, no próximo dia 17 de junho, a edição 2017 do seu festival anual de folclore.

 

A iniciativa irá preencher o serão de sábado, com a demonstração das danças e cantigas típicas de várias regiões de Portugal. A apresentação de abertura será do rancho infantil e a de encerramento ficará a cargo do grupo adulto, ambos da coletividade anfitriã, o Rancho da Casa do Povo de Aveiras de Cima. Pelo meio, o público assistirá às exibições do Rancho Folclórico da Candosa (Tábua), do Rancho Folclórico de S. Tiago (Mirandela), do Rancho Folclórico da Ereira (Montemor-o-Velho) e do Rancho Folclórico da Casa dos Arcos de Valdevez (Lisboa). O festival terá lugar no Largo da República, a partir das 21h00.

 

O evento conta, nomeadamente, com o apoio da Junta de Freguesia de Aveiras de Cima e da Câmara Municipal de Azambuja.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:16
link do post | comentar | favorito
|

Secretário de Estado da Indústria apresenta programa Capitalizar em Torres Novas

NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, recebe no próximo dia 4 de julho, pelas 10h00, o Secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, para apresentar às empresas da região o programa Capitalizar.

O programa Capitaliza-se é um programa do lançado pelo Governo de apoio à capitalização das empresas e à retoma do investimento, com o objetivo de promover estruturas financeiras mais equilibradas, reduzindo os passivos das empresas economicamente viáveis, bem como de melhorar as condições de acesso ao financiamento das micro, pequenas e médias empresas. Foi criado em agosto de 2016, com um total de 66 medidas propostas pela Estrutura de Missão para a Capitalização das Empresas.

É este programa do Governo que vai ser apresentado no dia 4 de julho, pelas 10h00, na sede da NERSANT em Torres Novas, num evento onde estará presente o Secretário de Estado da Indústria e a Presidente da Direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael. A apresentação técnica do programa, bem como o estado de execução das medidas, vai ser feita pelo Presidente da Estrutura de Missão para a Capitalização das Empresas, José António Barros.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:15
link do post | comentar | favorito
|

“Café Cultural” - Entre o Sabor e a Arte

unnamed (3)

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:03
link do post | comentar | favorito
|

CONTRA OS MAUS TRATOS A IDOSOS - PREVENIR E SENSIBILIZAR

A Equipa de Proteção ao Idoso, projeto pioneiro criado pela Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, acompanhou cerca de três dezenas de idosos em situação de risco em menos de dois anos de existência.

Assinalou-se quinta-feira, 15 de junho, o Dia Internacional de Sensibilização sobre a Prevenção da Violência contra as Pessoas Idosas. A EPI foi criada precisamente para prevenir e responder às situações suscetíveis de afetar a segurança, saúde e bem-estar dos idosos.

 "Havendo, nem que seja um só idoso em situação vulnerável ou em risco já é motivo de preocupação para nós, a sociedade tem o dever de estar atenta e denunciar todas estas situações", explica Helena Neves, vice-presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos.

A EPI destina-se a todos os idosos, com mais de 60 anos, que sejam residentes no concelho de Salvaterra de Magos e que se encontrem em situação de risco, nomeadamente isolamento social, solidão, marginalização, negligência e/ ou maus tratos.

 "Sentimos necessidade de criar este projeto, e fomos pioneiros no país, porque temos consciência que o envelhecimento da população é uma realidade da nossa sociedade atual e há necessidade de proteger os nossos idosos que possam estar em risco", acrescentou Helena Neves.

A maior parte dos casos sinalizados e acompanhados têm a ver com solidão, isolamento e negligência.

Sensibilizar a comunidade local e a rede de vizinhança para a necessidade de proteger os idosos, consciencializar a população e as famílias para o envelhecimento com qualidade e para os direitos dos idosos e protege-los de situações de negligência e maus tratos são alguns dos objetivos deste projeto.

A EPI é composta por uma equipa técnica de vários parceiros da rede local de ação social e é coordenada pela Câmara Municipal.

Além deste projeto, a Câmara Municipal tem promovido, com o objetivo de combater o isolamento e exclusão social da população sénior, o desenvolvimento de projetos através do CLDS 3G - Salvaterra de Magos, coordenado pelo Centro de Bem Estar Social de Marinhais, como é o caso dos encontros desportivos intergeracionais em várias localidades do concelho (que junta crianças e seniores em momentos de convívio e de atividade física) e o "Aproximar", um programa que pretende apoiar as pessoas em situação de isolamento geográfico através do seu transporte a serviços de utilidade pública.

Ao mesmo tempo, está no terreno a Rede Local de Intervenção Social (RLIS), um serviço que assegura o atendimento e acompanhamento social de proximidade a pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade, exclusão e emergência sociais, dinamizada pelo Centro de Bem Estar Social de Foros de Salvaterra.

"Temos tido um aumento de recursos técnicos afetos ao trabalho no âmbito dos social no concelho trazidos por candidaturas a projetos, nos quais a Câmara Municipal esta envolvida: CLDS 3G: 5 técnicos; RLIS - 3 técnicos; e um psicólogo para o Centro de Saúde de Salvaterra de Magos, este colocado pelo Ministério da Saúde", adianta Helena Neves.

A autarca concluiu "a área do social, e nomeadamente o apoio aos idosos, tem sido uma das grandes preocupações da Câmara Municipal, daí termos apostado na EPI, na dinamização da Universidade Sénior, no apoio às IPSS's com essa valência, nos projetos Sénior Ativo e Desporto Sénior, nos passeios e convívios, procurando melhorar a qualidade de vida dos nossos idosos e combatendo situações de isolamento, exclusão social e/ ou violência e maus tratos".



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:03
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 15 de Junho de 2017
Feira Nacional de Agricultura palco da assinatura de constituição da Irrigants d’Europe

 

 

A 54ª Feira Nacional de Agricultura / 64ª Feira do Ribatejo, evento que decorre até 18 de junho de 2017, no Centro Nacional de Exposiçõe em Santarém, e que tem os “Cereais de Portugal” como tema central, foi  palco da assinatura  de constituição da IRRIGANTS d’EUROPE.

 

A IRRIGANTS d’EUROPE é a primeira associação na Europa que tem como objetivo defender o sector da agricultura de regadio e resulta da união das maiores Associações Gestoras de Água para a Agricultura dos Estados Membros da União Europeia onde o regadio é mais expressivo, nomeadamente:


ANBI - Associazione Nazionale Consorzi di Gestione e Tutela del Territorio e Acque Irriga (Itália)
FENACORE - Federación Nacional de las Comunidades de Regantes de España (Espanha)
Irrigants d’France  (França)
FENAREG - Federação Nacional de Regantes de Portugal (Portugal)
IRRIGANTS d'EUROPE tem como objetivos:

 

  1. a) reunir o setor de agricultura de regadio ao nível europeu,
  2. b) dar uma única voz à agricultura de regadio junto das instituições europeias.
  3. c) manter atividades destinadas a promover e representar a agricultura de regadio e a gestão da água no setor agrícola a nível europeu e internacional,
  4. d) promover e realizar a cooperação no regadio e na utilização e gestão da água no sector agrícola
  5. e) Promover atividades para destacar os benefícios e as externalidades positivas produzidas pelo regadio para o meio ambiente e para toda a sociedade
  6. f) Incentivar e permitir a comunicação a todos os níveis acerca da importância da agricultura de regadio

 

Nesta cerimónia de constituição foi apresentada e entregue a “Declaração de Santarém” ao Sr. Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Dr. Luís Capoulas Santos, na presença do Eng. Eduardo Oliveira e Sousa, Presidente da CAP e anfitrião da iniciativa.

 

Conferências e Seminários na FNA 17

 

No dia dedicado ao estudante e ao Município da Golegã, as Conversas de Agricultura estiveram uma vez mais na ordem do dia.

 

Com o Auditório do CNEMA repleto, debater os “Subsídios e Outros Apoios das Entidades Públicas” ao nível da contabilidade e fiscalidade e a sua operacionalização, foi o mote do  Congresso “Contabilidade e Gestão na Atividade Agrícola”, uma organização da CAP – Agricultores de Portugal e a Ordem dos Contabilistas Certificados que também contou com a participação de vários especialistas da área.

 

No âmbito 6º Seminário dos Jovens Agricultores dedicado à Inovação Tecnológica na Agricultura discutiu-se a situação actual, as perspectivas futuras dos Jovens Agricultores e foram dados exemplos de agricultura digital.

Paralelamente foi entregue o prémio de “Melhor Jovem Agricultor 2017” a Miguel Martinho, Idanha-a-Nova, que apresentou o seu projecto “Sementes Vivas”. Esta iniciativa que tem como objectivo valorizar e premiar os novos projectos na área agrícola, e cujo vencedor vai representar Portugal no Concurso Europeu em Bruxelas, a realizar em 2018.

A Importância da Produção Nacional de Cereais foi o tema escolhido por entidades como ANPROMIS, ANPOC, AOP e INIAV para discutir os problemas desta área. “O potencial da produção de cereais em Portugal”, o “Projecto Pão de Cereais do Alentejo”, a “valorização do milho grão nacional” e a “valorização do arroz Carolino” estiveram em discussão.

 

“Novos Desafios Para a Produção Animal - Biossegurança e Resistência Antimicrobiana” foi outros dos seminários organizado pela CAP que abordou neste evento, com a colaboração de especialistas e criadores, a análise e quantificação do uso de antibióticos, na saúde animal e humana, assim como a aplicação de medidas de biossegurança nas explorações pecuárias.

As explorações deverão implementar cada vez mais medidas de biossegurança e trabalhar em conjunto com os médicos veterinários, identificando as melhores formas de prevenir ou tratar a doença nos seus animais.
 

As dificuldades com que os operadores se defrontam e as suas aspirações tendo em vista simplificar e melhorar a legislação em vigor, estiveram em debate no colóquio referente às Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas e as Exigências de reconhecimento e acesso ao mercado , organizado pela CAP.

 

A redução dos custos com a electricidade foi o tema central do seminário organizado pela ANPOC/ANPROMIS e FENAREG subordinado à “Electicidade na Agricultura – Como Reduzir a Factura” durante o qual se debateram  quais as “prioridades de actuação”, “om sistema fotovoltaico” e o “ponto de vista dos  agricultores”.

 

A Câmara Agrícola Lusófona colocou em destaque as oportunidades no sector agroalimentar na CPLP e especialmente a forma de alavancar as exportações nesta área. Os “produtos, quotas de mercado e concorrentes entre Portugal e os países da CPLP”, o “potencial das fileiras agro-alimentares portuguesas no contexto da CPLP”  e apresentação de alguns “case studies” complementaram a discussão.

 

Por último, a Plurivet, em colaboração com a Associação dos Produtores de Leite de Portugal  e a Associação dos Criadores de Bovinos da Raça Alentejana organizaram um colóquio que se centrou nas “Células Somáticas – Impacto económico na exploração leiteira” e na “Avaliação Genética - Como selecionar reprodutores em vacadas de carne”.

 

Concurso Morfológico do Porco da Raça Alentejana

 

No âmbito da pecuária, o destaque do dia vai para o Concurso Morfológico do Porco da Raça Alentejana, que decorreu hoje e que teve como objetivo destacar a excelência dos exemplares a concurso e que estão em exposição na Feira Nacional de Agricultura.

 

15 de Junho

 

Amanhã, 15 de junho, Dia do Município de Rio Maior, o sector equino volta a estar em evidência, com a realização do Circuito de Ensino do Ribatejo, Concurso de Saltos Regional e Concurso Nacional de Oficial de Modelo e Andamentos do Cavalo de Raça Sorraia.

 

Em dia feriado, a animação tradicional não podia faltar. Ranchos Folclóricos, Bandas de Música Popular e Bailes Populares animam o espaço da Feira.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:27
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

PEDRO MESQUITA LOPES É O ...

Loja do Cidadão de Santar...

Grande Prémio José Maduro...

Jovens millennials prefer...

Latitude Quatro no Cinete...

WORKSHOP FANTOCHES/ MARIO...

Câmara de Azambuja apoia ...

ABSTENÇÃO ZERO NO ORÇAMEN...

Associação de Pais de Aza...

CAMINHADA SOLIDÁRIA "ROTA...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds