NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 20 de Novembro de 2011
SANTAREM - Apontamento


Cautelas e precauções no IRS

 


Este é último ano em que as deduções valem alguma coisa. No próximo mês, reúna faturas para abater o máximo à coleta. Este ano quase não há limites nas deduções face ao cenário antecipado pela proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2012. Está à vista o fim da possibilidade de abater despesas no IRS. Os cortes começaram já em 2011, com a introdução de tetos máximos fixados às deduções à coleta e aos benefícios fiscais. Os agregados com um rendimento bruto superior a €66.045 não podem apresentar despesas acima de €1100 (há majorações tendo em conta o número de dependentes). Este ano também ainda não há limites nas faturas de saúde. Pode abater 30% das despesas, desde que sujeitas a uma taxa de IVA de 6%. Em 2012, a redução de 30% vai para 10% do valor das deduções das despesas de saúde, limitadas a €838,44. Os pais divorciados que pagam pensões de alimentos ainda podem apresentar um custo de €1048,05 por mês com este encargo na declaração modelo 3, mas no próximo ano este valor cai para menos de metade. Se tem filhos em idade escolar, com as despesas a crescer com o novo ano escolar ou com a formação que cada vez mais se justifica dar-lhes e ainda não tem despesas de educação no montante que lhe permite abater o máximo permitido por lei (€2.533,33) aproveite para fazer esses gastos até ao final do ano. É que em 2012 há imposição de limites para as deduções globais a partir do terceiro escalão e apenas uma das despesas dedutíveis, como os juros do crédito à habitação, pode esgotar logo o plafond disponível. Os limites vão dos €1250 aos €1100 e os dois últimos escalões do IRS deixam de poder abater qualquer despesa no IRS. Ou seja, a declaração de 2011 pode ser uma oportunidade para muitas famílias recuperarem despesa, sem as condicionantes a que vão estar sujeitas em 2012.
O que vai acontecer este ano com o subsídio de Natal? Foi fixada uma sobretaxa extraordinária de 3,5% que abrange todos os contribuintes. A forma como o Estado vai cobrar este imposto aos trabalhadores dependentes e aos pensionistas será através de uma retenção na fonte que é calculada da seguinte forma: corresponde a 50% da prestação, depois de deduzidas as retenções na fonte normais, as contribuições para a segurança social e para subsistemas de saúde. Esta taxa de 50% é aplicada ao valor que exceda o salário mínimo (€485). Ou seja, quanto mais afastada estiver a sua remuneração mensal deste valor, maior o impacto no recibo de vencimento onde consta o subsídio. O acerto de contas com as Finanças é feito quando for entregue a declaração de impostos. É também nessa altura que os trabalhadores independentes são chamados a pagar os 3,5% extraordinários.
Alerta para quem tem dinheiro aplicado em planos de poupança reforma (PPR).Permitem deduzir o investimento no IRS, já que os benefícios fiscais mantêm-se inalterados. Porém, a proposta de OE para 2012 reintroduz a penalização dos contribuintes, decorrente das mobilizações antecipadas dos PPR, ou seja, caso pretenda retirar dinheiro desta poupança fora das condições previstas. A penalização corresponde às importâncias deduzidas em sede de IRS, majoradas em 10%, por cada ano ou fração decorrido desde a altura em que esse benefício fiscal foi inscrito na declaração de impostos. Ou seja, além de ser tributado pelo benefícios fiscais que gozou entretanto tem ainda que pagar uma espécie de 'coima' (há exceções em caso de morte, doença grave ou desemprego prolongado). Se quer fazer um resgate de capital não espere pelo próximo ano.
Estas são as recomendações do Expresso que aqui deixo, já com cheirinho a Natal

Por: Anabela Melão



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:38
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

21

23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

TEMAS DE SAÚDE: O médico ...

A tempo de não cair no c...

Opcional

Quando a doença vence...

Ato de Instalação da Asse...

NERSANT apoia empreendedo...

ATENEU ARTÍSTICO CARTAXEN...

XXII FESTIVAL DE FOLCLORE...

15.º FESTIVAL DE FOLCLORE...

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds