NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 18 de Maio de 2010
RIO MAIOR - Isaura Morais e Marcolino Duarte inauguram Casa Mortuária de Alcobertas

No passado dia 16 de Maio, pelas 14h em Alcobertas, estiveram presentes a Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais, a Vereadora Sara Fragoso, o Presidente da Junta de Freguesia de Alcobertas, Marcolino Duarte, e o Padre da paróquia de Alcobertas, João Ferreira.

 

 A Presidente de Câmara de Rio Maior felicitou a Freguesia pela valência que estavam a inaugurar, saudando também os muitos populares que assistiram ao acto.

O Padre João Ferreira não deixou de assinalar que Alcobertas já possuía um espaço digno para acolher as últimas homenagens a falecidos familiares e amigos.

Marcolino Duarte manifestou a muita honra com que inaugurou esta obra, pois já era esperada há muitos anos pela população de Alcobertas. O autarca relembrou que já no final da década de 1980 se falava deste evento.

A nova Casa Mortuária dispõe de Centro de Interpretação do Divino, copa, um quarto e uma área administrativa.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:55
link do post | comentar | favorito
|

TORRES NOVAS -Cluster Agro-Industrial do Ribatejo integra comitiva a convite do Primeiro-Ministro

Para participar em seminário sobre Políticas de Competitividade e Inovação.

 

Cluster Agro-Industrial do Ribatejo integra comitiva a convite do Primeiro-Ministro.

 

O cluster Agro-Industrial do Ribatejo foi convidado pelo Primeiro-Ministro, José Sócrates, para integrar a sua comitiva numa viagem a França, no sentido de participar no seminário sobre Políticas de Competitividade e Inovação, organizado pelos dois Governos.

 

 O seminário realizou-se no passado dia 07 de Maio e incluiu três mesas de debate: energias renováveis, mobilidade eléctrica e, por último, a mesa onde marcou presença o Cluster Agro-Industrial do Ribatejo, Inovação Agro-industrial.

 

A realização deste seminário inseriu-se no Encontro de Alto Nível entre os Governos de Portugal e da República Francesa e teve como objectivo a apresentação das políticas francesas e portuguesas em matéria de competitividade e inovação, mas também a troca de experiências nos sectores específicos já referidos.

 

 O Cluster Agro-Industrial do Ribatejo teve ocasião de expor as suas linhas estratégicas na vertente Inovação e divulgar exemplos de referência do trabalho das suas empresas nesse domínio.

 

 O seminário decorreu no Centro de Conferências “Pierre Mendès France”, em Paris e foi presidido pelo Ministro da Indústria Francês Christian Estrosi e o Ministro da Economia Inovação e Desenvolvimento Vieira da Silva pelo lado Português. O Cluster participou igualmente no Fórum dos Empresários e Dirigentes Portugueses e Luso-Descendentes em França presidido pelo Primeiro-Ministro de Portugal.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:51
link do post | comentar | favorito
|

Entregue Troféu Disciplina GCS

A Governadora Civil de Santarém, Sónia Sanfona, e o Presidente da Associação de Futebol de Santarém, Rui Manhoso, participaram na cerimónia de entrega do Troféu Disciplina do Governo Civil de Santarém, relativo ao bom desempenho disciplinar na época 2008/09.

 A cerimónia realizou-se na 2ªf dia 17-05-10, pelas 21h, na sede da AFS em Santarém, no Auditório Rui Manhoso, com a presença de dirigentes desportivos.

 Para além da entrega do troféu e diploma alusivo, foi ainda distribuído equipamento desportivo para treinos e bolas de futebol. Segundo a Governadora Civil, o objectivo passa por reforçar no futuro a importância e a visibilidade deste troféu, onde contrariamente ao mérito competitivo, que é obtido pelo maior número de pontos na classificação, nesta vertente destacam-se as esquipas com menos pontos, a quem equivale a atribuição de menos sanções disciplinares e maior desportivismo.

O troféu instituído pelo anterior governador vai continuar a ser atribuído, na certeza de que o aspecto pedagógico será ainda mais aprofundado nas próximas edições.

Sónia Sanfona voltou a elogiar o papel formativo do desporto e do futebol distrital, e o trabalho desempenhado por clubes e dirigentes da região. São estes os grandes vencedores:

Divisão de Honra

União Futebol Comércio e Indústria de Tomar

1ª Divisão

 Clube Desportivo Vilarense.

2ª Divisão Grupo Desportivo de Marinhais

 1ª Divisão Seniores

 Futsal Masculino

 Associação Cultural e Desp. Novas Oportunidades de Vila Nova Barquinha

1ª Divisão Seniores

Futsal Feminino Centro de Estudos de Fátima

2ª Divisão Seniores

 Futsal Feminino Casa do Povo de Mouriscas

GI/GCS



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:24
link do post | comentar | favorito
|

Governadora em Fátima
A Governadora Civil de Santarém, Sónia Sanfona, acompanhou na cidade de Fátima, entre 12 e 14 de Maio de 2010, a visita do PAPA Bento XVI ao Santuário, durante a peregrinação internacional do 13 de Maio. Após a recepção de Boas Vindas no dia 12 à tarde, a Governadora acompanhou as principais celebrações presididas por Sua Santidade, integrando o Protocolo de Estado, que em conjunto com os restantes convidados, foram instalados na chamada Colunata Sul do Santuário. Nessa noite, assistiu ao Rosário e Bênção das Velas, depois à Missa presidida pelo Secretário de Estado do Vaticano, o Cardeal Tarcisio Bertone, e já no dia 13, a Eucaristia que encerra com o Adeus à Virgem. No dia 14, pela manhã, a representante do Distrito de Santarém despediu-se do PAPA, novamente na presença do Bispo de Leiria Fátima, D. António Marto, dos autarcas locais e autoridades militares. Durante esta permanência em Fátima, Sónia Sanfona, e o seu Chefe de Gabinete, Carlos Catalão, acompanharam o trabalho do Dispositivo de Segurança e de Protecção Civil, que ali foi desenvolvido, tendo, por diversas ocasiões, elogiado a actuação de todos os intervenientes, e sublinhado o excelente resultado obtido, perante esta acção de grande dimensão, envolvendo um conjunto considerável de meios humanos e materiais. Segundo o Santuário, estima-se que na missa de 13 de Maio possam ter estado entre 350 a 400 mil peregrinos. Link da visita do PAPA = http://www.bentoxviportugal.pt/documentos.asp
</ GI/GCS


publicado por Noticias do Ribatejo às 08:21
link do post | comentar | favorito
|

Pobreza
Dia 18 de Maio (3ª feira) 15h30 - Entrada em Abrantes (Bandeiras e Transição PIEF Rio Maior/PIEF Abrantes) junto à Escola Solano de Abreu. Entrega do testemunho junto à sede da Junta de S. Vicente ao Sr. Presidente Sr. Aníbal Melo. Nos Bombeiros (Bandeiras) o Sr. Comandante recebe o testemunho que por sua vez passa à Sra. Governadora Civil que irá transportá-lo até à chegada na Praça Barão da Batalha(Bandeiras), passará a uns idosos da Associação Cres.Ser que por sua vez entregam à Sra. Presidente da Câmara que foi convidada a receber o testemunho na sua cidade. COMUNICAÇÃO SOCIAL: Antena Livre, Jornal 1ª Linha, Rádio Tágide, Jornal A Barca, Jornal Mirante e Jornal O Ribatejo. Dia 19 de Maio (4ªfeira) 9h15 – Saída da Escola Sec. Manuel Fernandes em Abrantes (Bandeiras), partida dada pela Sra. Vereadora Celeste Simão. Passagem pelos agrupamentos, Solano de Abreu (Bandeiras) e D. Miguel de Almeida (Bandeiras)(alunos, professores e direcção), que se irão juntar à estafeta. 9h45 - Mega concentração na Ponte do Rossio (Bandeiras), onde estarão também alunos do CRIA e idosos da Santa Casa. 10h45 – Passagem pelo Tramagal (Bandeiras e Transição PIEF Abrantes/Comunidade Local e Agrupamento Escolar) no Jardim principal. 14h30 – Passagem pela Chamusca (Bandeiras e Transição PIEF Abrantes/PIEF Chamusca), onde estarão o Presidente da Câmara Municipal da Chamusca (Drº Sérgio Carrinho),Vereador da Educação (Drº João Lourenço), Directora da CPCJ (Drª Manuela Marques) e técnicas, Presidente da Junta de Freguesia da Chamusca (Drª Aurelina Maria Rufino), Técnicas da RSI, Agrupamento da EB 2,3/ S da Chamusca, Bombeiros e GNR. A passagem do testemunho terá lugar no Largo 25 de Abril junto à Câmara Municipal da Chamusca. Para além das presenças já confirmadas, para fazer passar o testemunho (às 14h 30m), haverá no largo uma concentração de alunos do agrupamento (das 14h às 15h). Para animar a passagem do testemunho estará presente a banda dos bombeiros e serão realizados jogos populares para animar todos os presentes. - O Desporto Escolar da escola irá acompanhar a passagem da estafeta na vila, uma instituição de recuperação de toxicodependentes, “Nova Fronteira” e um grupo de campinos. 15h30 – Passagem por Alpiarça – Junto à Câmara Municipal de Alpiarça (Bandeiras e Transição PIEF Chamusca/Comunidade Local e Agrupamento Escolar) Recepção do testemunho por parte do Presidente da Câmara. 16h30 – Chegada a Almeirim – Parque das Laranjeiras, (Bandeiras) onde irá estar a decorrer uma animação que terá início às 14h30. Foram convidadas instituições para nos acompanhar, nomeadamente clube de atletismo, escola para crianças portadoras de deficiências e escolas de 1º, 2º, 3ºCiclos e Secundárias do Concelho. COMUNICAÇÃO SOCIAL: Jornal o Mirante, Jornal o Ribatejo, Jornal Almeirinense, RCA Almeirim, TV4 semanas, TV Tejo e Rádio Pernes. Dia 20 de Maio (5ª feira) 10h00 – Partida da Escola Sec. Marquesa de Alorna, dada pela Directora da Escola (Bandeiras). Presença dos membros autárquicos. 10h45 – Passagem por Santarém (Bandeiras – Escola Sec. Sá da Bandeira. Passagem Junto à Escola Prática de Cavalaria (Bandeiras) 11h30 – Passagem pelo Vale de Santarém (Bandeiras no Portão da APPACDM do Vale de Santarém - Transição PIEF Almeirim/APPACDM) e (Bandeiras no jardim do Vale - Transição APPACDM/PIEF do Cartaxo). COMUNICAÇÃO SOCIAL: Jornal o Mirante, Jornal O Correio do Ribatejo, Jornal o Ribatejo, Jornal Almeirinense, RCA Almeirim, TV4 semanas, TV Tejo e Rádio Pernes. COMUNICAÇÃO SOCIAL REGIONAL: Jornal O Mirante e Jornal Ribatejo.

tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 08:20
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 17 de Maio de 2010
Deputado do PCP em Santarém
António Filipe, deputado do PCP na Assembleia da República eleito por Santarém, visita amanhã, dia 18 de Maio pelas 10H00 os Bombeiros Voluntários de Santarém para tomar conhecimento da difícil situação que esta Instituição atravessa.


publicado por Noticias do Ribatejo às 20:57
link do post | comentar | favorito
|

Cartaxo na rota da digressão de Sean Riley & The Slowriders
Banda de Coimbra vem ao Centro Cultural apresentar o seu último álbum no dia 22 de Maio. O Centro Cultural do Cartaxo está no roteiro da extensa digressão que a banda Sean Riley & The Slowriders está a fazer por auditórios e teatros de norte a sul do país. A banda de Coimbra, que no ano passado lançou Only Time Will Tell – um dos grandes álbuns de produção nacional –, vem ao Cartaxo no dia 22 de Maio, às 22h30. Contando com a participação de The Legendary Tigerman, o sucessor de Farewell (2007), este último trabalho obteve rasgados elogios de toda a imprensa especializada. Recentemente o disco teve novas edições em CD/DVD e em vinil. Sean Riley & The Slowriders é considerada “uma das bandas nacionais mais interessantes do momento”, que continua, a par de outros projectos, a dar um importante contributo para elevar Coimbra ao estatuto de berço do melhor rock feito em Portugal.


publicado por Noticias do Ribatejo às 20:55
link do post | comentar | favorito
|

SANTAREM-TROFÉU DISCIPLINA GOVERNO CIVIL SANTAREM

A Governadora Civil de Santarém, Sónia Sanfona, vai estar hoje, segunda-feira, às 21 horas no Auditório Rui Manhoso da Associação de Futebol de Santarém, na entrega do Troféu 2008/2009 a 6 equipas da região,3 de Futebol 11 e 3 de Futsal/masculino e feminino: União Tomar, Vilarense, Marinhais, Associação da Barquinha, CE Fátima e Mouriscas.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:21
link do post | comentar | favorito
|

GNR leva a efeito várias detenções
A GNR levou a efeito várias detenções para cumprimento de mandados judiciais. O relatório semanal (de 10 a 16 de Maio/2010) do Comando Territorial de Santarém da GNR dá-nos ainda conta de outras ocorrências no distrito. Detenções: 26 Indivíduos detidos pelos seguintes motivos: Nove detidos em cumprimento de mandados judiciais; Seis detidos por crime de condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool; Três detidos por crime de agressões a agente de autoridade; Três detidos por crime de condução de veículo automóvel sem habilitação legal; Dois detidos por furto de cobre; Dois detidos por crime de furto em interior de estabelecimento comercial; Um detido por crime de condução ilegal de veículo automóvel. Abrantes: Um detido em cumprimento de mandado judicial. Sardoal: Um detido por agressões a agente de autoridade. Coruche: Dois detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool; Um detido em cumprimento de mandado judicial. Benavente: Dois detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool; Um detido por condução ilegal de veículo automóvel; Um detido por agressões a agente de autoridade. Santarém: Dois detidos em cumprimento de mandados judiciais. Almeirim: Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool. Alpiarça: Um detido em cumprimento de mandado judicial. Rio Maior: Dois detidos por condução de veículo automóvel sem habilitação legal; Dois detidos por furto de cobre. Cartaxo: Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal; Um detido em cumprimento de mandado judicial. Tomar: Dois detidos por furto em interior de estabelecimento comercial. Torres Novas: Um detido por agressões a agente de autoridade. Golegã: Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool; Um detido em cumprimento de mandado judicial. Vila Nova de Barquinha: Dois detidos em cumprimento de mandados judiciais.

tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 17:35
link do post | comentar | favorito
|

TORRES NOVAS - Aprovado plano de formação para entidades da Economia Social

A Nersant tem aprovado o plano de formação financiado para activos das entidades da economia social.

Animação em lares e centros de dia, Crianças com necessidades específicas de educação, Primeiros Socorros – Tipos de acidentes e formas de actuação, Folha de Cálculo, Acompanhamento em creches e jardins de infância – Técnicas pedagógicas, Planeamento e Desenvolvimento de actividades de tempos livres, Acolhimento e encaminhamento, Higiene e Segurança Alimentar, Plano de Emergência – Definição, Gestão da Qualidade – Evolução e Normas do sistema, Plano de Emergência – Implementação, são os cursos aprovados. A frequência destas acções permite o cumprimento do novo Código do Trabalho relativamente à obrigatoriedade da Entidade Patronal proporcionar ao trabalhador acções de formação profissional, num mínimo 35 horas anuais certificadas.

Para mais informações e inscrições, deve contactar aceder ao sítio da Nersant em www.nersant.pt. De referir que estas acções se realizam não só na sede Nersant em Torres Novas, mas também nos núcleos Nersant de Ourém (nucleo.ourem@nersant.pt), Abrantes (nucleo.abrantes@nersant.pt), Santarém (nucleo.santarem@nersant.pt), Cartaxo (nucleo.cartaxo@nersant.pt) e Sorraia (nucleo.sorraia@nersant.pt).

 Formação financiada

 Com o objectivo de optimizar o desempenho dos Recursos Humanos e a competitividade de empresas e instituições da região, a Nersant está a realizar o Plano de Formação para activos das empresas.

 Este plano contempla um número alargado de cursos financiados com aplicação directa à realidade organizacional, divididos por 11áreas de formação, no âmbito das formações modulares certificadas.

 Em Torres Novas, a Nersant tem disponíveis os seguintes cursos, a iniciar ainda em Maio:

Introdução ao CAD – Construção Civil; Comunicação Interpessoal – Comunicação Assertiva; Primeiros Socorros – Termalismo; Segurança no Trabalho – Avaliação e Controlo de Riscos; e Operação / Utilização de Empilhadores.

Em Ourém, está prevista a realização dos seguintes cursos:

Língua inglesa – Documentação Comercial; Primeiros Socorros – termalismo: Preparação e Planeamento de Obra; e Folha de Cálculo – Operação e Programação.

A frequência destas acções permite ainda à empresa cumprir o novo código do trabalho relativamente à obrigatoriedade da Entidade Patronal proporcionar ao trabalhador acções de formação profissional, num mínimo 35 horas anuais certificadas.

Para além de Torres Novas e Ourém, estas acções de formação estão também a ser realizadas nos restantes núcleos Nersant em Abrantes, Santarém, Cartaxo e Sorraia.

Para conhecer os programas, datas de realização, requisitos de participação e realizar a inscrição deverá aceder a www.nersant.pt



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:52
link do post | comentar | favorito
|

ALMEIRIM - UNIDADE DE ATENDIMENTO DE ALMEIRIM FUNCIONA NO NOVO ESPAÇO
A nova Unidade de Atendimento Comercial de Almeirim abriu ao público esta segunda-feira, 17 de Maio, às 09h00. O Conselho de Administração da empresa procedeu a uma inauguração simbólica do espaço com a presença de um conjunto de entidades do município de Almeirim e da região. A nova unidade situada na Rua 5 de Outubro (rua do edifício da câmara), nº 78-A, apresenta uma imagem moderna, mas simples, e proporciona melhores condições aos colaboradores e aos utentes da ÁGUAS DO RIBATEJO no município de Almeirim. José de Sousa Gomes, presidente do conselho de administração da empresa e do Município de Almeirim explicou que a ÁGUAS DO RIBATEJO ganha ainda mais autonomia com a abertura das novas unidades de atendimento e a saída das instalações municipais que ocupou no período de transição. Dionísio Mendes, vogal da administração realçou o investimento de 80 milhões de euros, que a empresa está a fazer na região para dotar os utentes dos seis municípios de melhores condições no abastecimento de água e saneamento. A unidade de atendimento de Almeirim é a segunda a ser inaugurada, depois de Benavente e num plano que prevê a abertura de novas lojas em Alpiarça, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Samora Correia. A próxima unidade de atendimento a abrir é a de Salvaterra de Magos que está instalada na sede da empresa que será inaugurada no dia 31 de Maio às 09h30. Entretanto o nosso balcão virtual está disponível 24 horas por dia no sítio da empresa:www.aguasdoribatejo.com , proporcionando a realização de vários procedimentos duma forma simples e evitando deslocações. Os nossos utentes podem ainda utilizar o número azul 808202011 (custo duma chamada local) para esclarecer dúvidas e apresentar sugestões para a melhoria do serviço prestado.


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:51
link do post | comentar | favorito
|

SANTAREM - Semana Africana em Santarém
A cultura africana vai estar em destaque durante o mês de Maio, no Bar Galeria do Teatro Sá da Bandeira, em Santarém. De 25 a 29 vão decorrer várias actividades culturais numa organização da disciplina de Literatura Africana dos Países de Expressão Portuguesa da Universidade da Terceira Idade de Santarém (UTIS) com o apoio da Câmara Municipal de Santarém e Círculo Cultural Scalabitano. O evento abre as portas no dia 25, às 17 horas, com a inauguração de uma exposição de artesanato e pintura sobre África, dos alunos da UTIS. O sabor a África continua pela noite dentro. A partir das 21 horas, o Coro do Círculo Cultural Scalabitano, junta-se a esta iniciativa com a mais recente e descontraída apresentação de partes do seu repertório, com incidência na música africana, evocando o dia em que se assinala o Dia de África. O dia 26, é dedicado aos contos africanos. Entre as 10 e as 14 horas, serão dramatizados contos africanos para as crianças dos Jardins de Infância e escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do Concelho. A festa prossegue no dia 27, com uma noite de poesia e projecção de slides comentados sobre África, às 21 horas. A Semana de África termina no dia 29, às 21h30, com um espectáculo com o Grupo Charruas, onde os sons africanos não vão faltar. Duração 90’ | Classificação M3 | Preço: 2€


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:50
link do post | comentar | favorito
|

SANTAREM - Festival PANOS de Santarém
O Festival PANOS de Santarém realiza-se sábado, dia 22 de Maio, e vai permitir que vários jovens voltem a "pisar um palco", "vestindo a pele" de uma ou mais personagens. O evento “PANOS - Palcos Novos Palavras Novas”, um projecto da Culturgest que alia o teatro escolar/juvenil às novas dramaturgias é organizado pela Câmara de Santarém e Grupo An!mal. Este ano, as peças em cena são “Cenofobia” de André Teodósio (Teatro Praga), “Belavista” de Lisa McGee e “Apanha-Bolas” de Rui Cardoso Martins. O programa arranca às 11 horas com um workshop de expressão dramática com o actor Miguel Telmo (inscrições prévias), no Teatro Sá da Bandeira. No mesmo local, tem lugar a abertura oficial de PANOS, às 14h30, seguindo-se às 15 horas, o espectáculo “ Apanha-Bolas” e às 16 horas, “Conversas em cena” com Rui Cardoso Martins. O Círculo Cultural Scalabitano recebe depois o espectáculo “Belavista”, às 16h45, pelo grupo de teatro AN!MAL e o Teatro Sá da Bandeira, “Cenofobia” - C.Carvalhos (Teatro Praga), às 18h15. As “Conversas em Cena” voltam às 19h15, no Teatro Sá da Bandeira com André Teodósio. O festival culmina com a peça “Cenofobia” - Rio de Mouro, às 21h45, no Sá da Bandeira. Teatro | Duração 60’ | Classificação M12 | Preço 2,5€ Os bilhetes para as peças que têm lugar no Círculo Cultural Scalabitano são vendidos no Teatro Sá da Bandeira.


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:48
link do post | comentar | favorito
|

RIO MAIOR - ESDRM organizou espectáculo de dança “ESDRM – FIT”
O Curso de Condição Física e Saúde no Desporto da Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM) organizou, no dia 12 de Maio, um Campeonato de Hip-Hop no Cineteatro. Este evento juntou grupos de competição e de exibição que actuaram perante uma sala esgotada que vibrou do início ao fim do espectáculo, onde esteve presente Isaura Morais, Presidente da Câmara de Rio Maior, acompanhada de membros do seu Gabinete e dirigentes da autarquia, destacando-se João Lopes Candoso, Jorge Colaço e Maria Helena Lopes. Abel Santos, Director da ESDRM, esteve igualmente presente neste concorrido evento. Destaque ainda para a presença e exibição, no intervalo do evento, de Marco Sousa, Campeão Regional de Culturismo. Esta competição contou com um júri formado por professores daquele estabelecimento de ensino. No final da prova, os jurados avaliaram a prestação dos grupos de competições e entregaram os troféus aos vencedores.


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:46
link do post | comentar | favorito
|

RIO MAIOR - Reunião da Comissão Municipal de Trânsito
No dia 6 de Maio decorreu, nos Paços do Concelho, a segunda reunião de 2010 da Comissão Municipal de Trânsito. A sessão contou com as presenças de Carlos Frazão, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Arlindo Lopes, Antigo Comandante do Posto da GNR de Rio Maior, Carlos Abreu, representante da Associação Empresarial do Concelho de Rio Maior, Paulo Belchior, Comandante do Posto da GNR de Rio Maior, Joaquim Inácio, Carlos Ascenso, representante da Escola de Condução Riomaiorense, Maria Cristina Rebelo, representante da Escola de Condução Via Maior, Carlos Casinhas, representante da Escola de Condução Nova Asseiceira, Filipe Santana Dias, Presidente da Junta de Freguesia de Rio Maior, Jorge Gonçalves e Victor Martins, quadros e funcionários da Câmara Municipal de Rio Maior. A Comissão Municipal de Trânsito aprovou, nesta sessão, o Projecto do Regulamento Municipal das Operações de Cargas e Descargas na Cidade de Rio Maior.


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:44
link do post | comentar | favorito
|

NOTA DE IMPRENSA
A Direcção Nacional da Juventude Comunista Portuguesa, reunida nos dias 15 e 16 de Maio, procedeu a um primeiro balanço da fase de preparação do 9º Congresso sob o lema “Com a luta da Juventude, construir o Futuro”, avaliando o contexto social e político em que decorre este momento maior da vida da organização, e lançando algumas linhas de trabalho imediato. O 9º Congresso da JCP decorrerá no Pavilhão do Casal Vistoso, em Lisboa, nos próximos dias 22 e 23 de Maio. A DN da JCP faz um balanço extremamente positivo da fase preparatória deste que é o órgão máximo da nossa organização. Iniciada em Outubro, esta fase foi marcada por um amplo envolvimento da juventude portuguesa, em diversas iniciativas, tendo-se verificando um importante reforço da organização nas escolas e locais de trabalho. As iniciativas realizadas, quer no âmbito da discussão ampla e colectiva do projecto de resolução política, quer no plano da afirmação do Congresso, caracterizaram-se pela massiva participação da juventude, diversidade, e combatividade, tendo tido lugar ínumeros debates sobre diversos temas, concertos, uma grande campanha de pintura de murais por todo o país, assim como a dinamização de 3 (três) concursos que ainda decorrem, a saber: concurso literário, concurso de música e concurso de Artes visuais, cujos regulamentos podem ser consultados em www.jcp-pt.org. Foi ainda organizada mais uma edição do Torneio AGIT, envolvendo largas centenas de atletas, sob o lema: “Com a luta da juventude, dá um chuto nestas políticas!”, cuja final nacional terá lugar em Arraiolos a 5 e 6 de Junho. Esta fase preparatória decorreu num contexto em que os ataques do Governo PS sobre os direitos da juventude portuguesa e o povo português se intensificaram, tendo-se ampliado também a sua resposta, feita de resistência e luta. No ensino secundário e no ensino superior, na luta contra o caminho de privatização e elitização da educação, este ano lectivo já saíram à rua mais de 30,000 estudantes e cerca 10,000 estudantes, respectivamente. No plano da juventude trabalhadora, entre as muitas lutas e greves sectoriais que têm tido lugar, também no dia 26 de Março, muitos milhares de jovens trabalhadores saíram à rua na grande manifestação convocada pela CGTP – IN, na luta pelo direito ao emprego com direitos, contra a precariedade. Este contexto de luta e exigência de ruptura com as políticas levadas a cabo contra os direitos da juventude, vêm concretizar o lema do nosso 9º Congresso e reafirmar a JCP como a organização revolucionária da juventude portuguesa. Por tudo isto, sabemos que o 9º Congresso da JCP se realizará num ambiente de franca e aberta discussão, de fraternidade, alegria e entusiasmo para a luta. Contaremos com a presença de centenas de delegados vindos de todo o país, assim como de dezenas de organizações internacionais convidadas, vindas de todo o mundo. No quadro do Congresso, decorrerá um Seminário Internacional da Federação Mundial da Juventude Democrática (organização presidida pela JCP), no Convento dos Capuchos, dia 21 de Maio, pelas 14H30. No dia 22 de Maio à noite, terá lugar um grande desfile às 21H30, da Assembleia da República até ao Largo Camões, onde se realizará um concerto, a partir das 22H30, com a actuação dos Peste e Sida e dos Eina (ex-Inadaptats). O Congresso contará ainda com a presença do Secretário-Geral do PCP, Jerónimo de Sousa, que intervirá na Sessão de encerramento, no dia 23 de Maio, a ter início pelas 15h00 e decorrerá até às 17H30. (Os órgãos de Comunicação Social poderão estar presentes nesta sessão, assim como na Sessão de abertura, no dia 22 de Maio, pelas 10H30.) A DN da JCP apontou ainda a necessidade de reforçar a luta no seguimento do Congresso, numa grande resposta da juventude portuguesa contra as inaceitáveis propostas do Governo PS, para ultrapassar a crise: privatização dos serviços públicos que nos restam, cortar nos orçamentos da Educação e da Saúde, baixar os salários dos trabalhadores a ponto de pretender acabar com o subsídio de férias, aumentar a precariedade e diminuir em número e valor o subsídio de desemprego e aumentar outra vez o IVA. Perante tudo isto, gritamos e gritaremos bem alto: Avante com a luta! Pelos direitos da juventude, o PEC não passará!”. Para mais informações contactar Cátia Lapeiro, através do endereço mail@jcp-pt.org, ou através do telefone 217930973. Lisboa, 16 de Maio de 2010 Direcção Nacional da Juventude Comunista Portuguesa

tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 12:41
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 16 de Maio de 2010
ALPIARÇA - UMA CAÇA ÀS BRUXAS NA POLÍTICA ALPIARCENSE

 

 

 

Tentei fazer uma caldeirada com os temperos escalabitanos trazidos pelas várias personagens ao piquenique de Alpiarça. Numa sopa de pedra oferecida a um político local, um leitor que reconhece a antisimpatia que nutre pelo outro usa o rosto encoberto (fará parte de alguma sociedade secreta? Olhe que já nem esses reúnem de face tapada!). Num português perspicaz e contundente, diz que não lhe acompanha o rumo do pensamento, por falta de inteligência. Confundirá inteligência com coerência (porque às vezes ser incoerente pode ser um sinal superior de inteligência). Não andar aos zig zages pode até significar tensão alta ou baixa, problemas de miopia, cardíacos e por aí fora, e nada ter a ver com coerência. Num exercício fustigador a lembrar a penitência, o leitor não se julga mais inteligente que ninguém. Desata a exemplificar com a Roma Antiga e a Grécia Filosófica, em que a ética foi tema predilecto de discussão, e lamenta que, por cá, não se pense nisso. Um mero olhar sintético e rápido bastar-lhe-ia para ver o sem número de comités, comissões e altas autoridades, compostos, claro está, por gente que tem ética aos molhes. Remete para o botar faladura que pulula por esta terreola, das greves às paralisações, nas casas, nos cafés, em tertúlias, tudo para voltar ao princípio que é dizer que quando qualquer cidadão comum desempenha um cargo público exige-se-lhe que honre a sua ideologia e sua vertente de pensamento, para provar que os seus comparsas são definitiva e indubitavelmente melhores que os outros, e, que, portanto, escusado é procurar alternativa. Fico mais incomodada ainda quando o leitor se cita “a melhor forma de fazermos oposição é através da elaboração e apresentação de propostas construtivas e capazes de demonstrar de que “casta” somos nós feitos. “Casta”?!, mas qual “casta”: o sistema de castas (Varna) indiano, ou as castas dos belíssimos vinhos ribatejanos (?!). “Todos os homens nascem livres”, acontece é que uns se tornam mais livres que os outros. Ultrapassando vitupérios demasiado violentos sobre os comportamentos seguidamente referidos, resta-me acreditar que estamos mais ou menos assim como perante, com o devido respeito aos próprios que o digo como graçola, o “último dos moicanos”. Não me sinto suficientemente lúcida nem conheço suficientemente os problemas dessa terra, e seguramente muito menos os escárnios e mal-dizeres, para apontar o dedo a quem quer que seja e dizer: Faltam-te princípios políticos e fidelidade partidária; Não deves apoiar a CDU; Arranja ideias próprias e apresenta propostas para sair deste status quo; Deixa de ser militante do PSD; passa a ser simpatizante da CDU. Para o cadafalso: Sai da Assembleia Municipal, dá o lugar outro candidato para ver se o PSD de Alpiarça consegue fazer alguma coisa para o bem de Alpiarça. Estás no lugar errado. É o PS que propõe que o Ministério Público investigue processos da gestão socialista em Alpiarça. É o PSD que se junta-se à CDU para afrontar os eleitos do PS. Lançou-se uma caça às bruxas, onde todos são caça e todos são bruxas. Já se sabe que “casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão”. Mas a discussão em política pressupõe a ética. E o que se passa em Alpiarça, malgré tout, há muito que perdeu esse tom mínimo de elegância, cavalheirismo e parcimónia.


publicado por Noticias do Ribatejo às 16:39
link do post | comentar | favorito
|

ALCANENA-Câmara de Alcanena preocupada com aumento do desemprego
A presidente da câmara municipal de Alcanena disse esta sexta-feira que o desemprego é, nesta altura, a principal prioridade e preocupação do trabalho social da autarquia. Na abertura do I Fórum dos Recursos Sociais do concelho, Fernanda Asseiceira referiu que existiam em Março cerca de 500 desempregados no concelho e que têm chegado à câmara “muitos pedidos de emprego e de apoio para alimentos”. “Estamos a fazer um levantamento regular do número de desempregados e uma caracterização do tipo de apoios necessários”, referiu ainda Fernanda Asseiceira. A autarquia de Alcanena está também a distribuir alimentos a famílias carenciadas do concelho, através das instituições da rede social, e com o apoio de uma grande superfície comercial. Além disso, uma vez por semana, técnicos da acção social da câmara deslocam-se às freguesias para prestar apoio e registar situações de agregados familiares com carências. “Este fórum serve também para juntar as instituições da rede social do concelho e permitir-lhes um trabalho de articulação mais eficaz, uma situação que estava sinalizada por nós como um problema”, referiu à Lusa a autarca durante o Fórum. A primeira edição do Fórum dos Recursos Sociais do Concelho de Alcanena junta cerca de duas dezenas de instituições sociais do concelho, entre as quais, centros de bem estar social, lares de idosos, instituições particulares de solidariedade social, escolas, entre outras. Neste fórum foi também lançado o Guia dos Recursos Sociais de Alcanena, um repositório das instituições da área social do concelho. http://www.radiopernes.pt/


publicado por Noticias do Ribatejo às 11:08
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 15 de Maio de 2010
SANTAREM - Fim do mandato da MCSP: o Apagão!

É de estupefacção, o sentimento da maioria dos responsáveis da administração da saúde e dos profissionais que, no terreno, dão corpo à reforma em curso nos centros de saúde, face ao modo como foi extinta a Missão para os Cuidados de Saúde Primários (MCSP), cujo mandato terminou no passado dia 14 de Abril. Sem qualquer explicação ou alternativa, Ana Jorge aceitou das mãos de Luís Pisco, no passado dia 30 de Abril, as chaves do nº 5, da Rua Gomes Freire, em Lisboa, onde nos últimos quatro anos e meio funcionou a estrutura responsável pela implementação no terreno da mais emblemática proposta política para o sector da Saúde apresentada pelo Governo de José Sócrates. Não houve período de transição, nem passagem de testemunho, nem a transferência, ainda que provisória, para uma qualquer estrutura do ministério, das competências até agora assumidas pela entidade extinta. A reforma parou! Ninguém faz a mais pálida ideia do que aí vem...

 

Apenas uma nota breve, na página na Internet da Missão, dá conta do sucedido, avisando que "as candidaturas a USF poderão continuar a ser apresentadas através do formulário constante da página da MCSP, sendo redireccionadas para a Administração Central do Sistema de Saúde" (ACSS), entidade que, de acordo com fonte próxima do processo, foi chamada de urgência por Manuel Pizarro, para evitar o vazio total em que caiu a governação da reforma dos CSP.

 

 Ao que o nosso jornal conseguiu apurar, não houve qualquer reunião entre responsáveis da ACSS e da extinta Missão para a transferência do conhecimento necessário à assumpção, pela ACSS, das competências até aqui assumidas pela equipa liderada por Luís Pisco. Contactado pelo nosso jornal, o ex-coordenador da MCSP escusou-se a prestar quaisquer declarações, endereçando para a tutela todos os esclarecimentos.

 

"Tudo o que tinha a dizer, disse-o, em entrevista que concedi ao Médico de Família em Março e na semana passada ao Tempo Medicina. Não tenho mais nada a dizer", afirmou. Equipas Regionais de Apoio passam a ser coordenadas pela ACSS Questionado, por escrito, pelo nosso jornal, sobre quem assegura neste momento e enquanto não for determinado o modelo de governação da reforma, as funções da MCSP, Manuel Pizarro respondeu - também por escrito - que "durante o período de transição da actual estrutura de Missão para a(s) nova(s) estrutura(s) de governação, as funções essenciais da MCSP serão asseguradas pela ACSS, nomeadamente no que diz respeito à recepção das candidaturas para novas USF e à coordenação do trabalho das ERA e da actividade no domínio da contratualização", acrescentando que "não pode deixar de se notar que se trata de uma situação transitória, sendo que o Ministério da Saúde espera, a curto prazo, tornar público o modelo de governação adoptado para a nova fase da reforma".

 

 Ou seja, a ACSS passará, apenas, a recepcionar as candidaturas que lhe chegarem, redireccionadas automaticamente pelo servidor da página da MCSP. Da resposta do secretário de Estado, salienta-se a transferência, para a ACSS, da coordenação das Equipas Regionais de Apoio, competência que até aqui competia às administrações regionais de saúde. Contactado pelo Médico de Família, o coordenador da Unidade Operacional de Financiamento e Contratualização (UOFC) da ACSS, Alexandre Lourenço, confirmou as declarações de Manuel Pizarro: "no âmbito do término da MCSP, as questões administrativas transitam para a ACSS e passam a ser da responsabilidade da UOFC. À UOFC caberá a recepção dos formulários e articulação com as administrações regionais de saúde (ARS) para a respectiva avaliação e homologação das candidaturas".

 

 Alexandre Lourenço não revelou, todavia, quantas candidaturas a USF terão chegado, nos últimos dias, à ACSS. Por responder, fica também a questão por quem (UOFC, ARS ou ambas), como e quando serão avaliadas as candidaturas que entretanto derem entrada no ACSS. Da revolução... À intentona Com o fim deste derradeiro mandato, termina também o que alguns responsáveis ligados ao processo classificam como o "estertor prolongado" de uma missão que, com a saída de Correia de Campos, perdeu toda a agilidade que lhe conferia a circunstância de depender directamente do ministro da Saúde.

 

De facto, apontam as mesmas fontes contactadas pelo nosso jornal, a transferência da unidade de missão da tutela directa do ministro da Saúde para uma secretaria de Estado sem qualquer peso político ou capacidade decisória, retirou à equipa responsável pela reforma dos CSP o principal argumento para impor no terreno a agilização dos processos necessários ao sucesso da sua missão. "Correia de Campos (CC) era homem para partir a mobília, se alguma coisa corresse mal. As estruturas intermédias da administração da saúde, à cabeça das quais surgiam as ARS, sabiam disso e não arriscavam boicotar a reforma. E esta avançava, mesmo sem suporte jurídico específico. Veja-se o caso das USF: CC não hesitou em repristinar a legislação dos CS de terceira geração para espaldar a criação das USF", aponta o responsável por uma das USF pioneiras. "Com esta manobra, calou até os gritos de um dos sindicatos, que desde o início se manifestou contra o processo, intimidando os profissionais envolvidos com alegadas ilegalidades do processo".

 

Com a saída de CC, "o fim da MCSP era inevitável" garante a mesma fonte, para logo acrescentar: "Ana Jorge ou o seu secretário de Estado - ainda não se conseguiu perceber bem qual dos dois ou, mesmo, se agiram em sintonia - entregou a cabeça de Luís Pisco, de bandeja, aos responsáveis da intentona de 2008, que conduziu ao afastamento da maioria dos missionários escolhidos por Luís Pisco para integrar a equipa inicial da MCSP". A vitória do ruído... Contra o trabalho! A despromoção tutelar da estrutura responsável pela implementação, no terreno, da reforma dos CSP foi o primeiro sinal de que as prioridades haviam mudado com a entrada em cena de Ana Jorge. Ao contrário do que acontecia até então, Luís Pisco passou a reportar a Manuel Pizarro, secretário de Estado Adjunto e da Saúde, um político determinado em evitar ruídos. Um apaziguador.

 

"O tipo ideal para ter à mesa de um jantar que se deseje divertido... Sem assuntos de trabalho. Mas só isso. À simples suspeita de que pode haver problemas... Desaparece", descreveu um dos tutelados ao Médico de Família. Com o mesmo registo, Ana Jorge manteve-se ao largo da reforma, aparecendo apenas nos tradicionais cortar-de-fitas e para receber, amiúde e sem a presença do coordenador da MCSP - o que seria impensável com Correia de Campos - os parceiros sociais (a maioria dos quais, desde o início, críticos da reforma) e os dirigentes da recém-criada USF-AN, que integrou no seu seio mais activo muitos dos ex-missionários que em 2008 abandonaram a Missão incompatibilizados com Luís Pisco. "Onde antes víamos determinação e rumo estratégico, apoiados em assessoria técnica capaz, passámos a ver uma gestão política vazia de conteúdo, apenas sensível ao ruído", explica a mesma fonte.

 

Desgastar... Gota a gota.. A criação, no final de Julho de 2008, de um Grupo Consultivo para a Reforma dos Cuidados de Saúde Primários (GCRCSP), liderado por Constantino Sakellarides, veio aumentar o mau estar que já se fazia sentir na condução da reforma. Criado poucos meses após a saída conturbada da maioria dos elementos que integravam a primeira equipa da Missão, à nova estrutura foi dada a tarefa de "desempenhar o papel de consultor dos decisores da reforma dos CSP" e "acompanhar e analisar a evolução da reforma (...)". Foi-lhe ainda encomendada uma proposta para a definição de um novo modelo de governação da reforma dos CSP, que deveria ser apresentada até ao término do mandato (Janeiro de 2010), o que acabaria por nunca acontecer.

 

Muito embora não integrassem oficialmente o "Grupo", a verdade é que muitos dos mais acérrimos detractores do trabalho desenvolvido por Luís Pisco à frente da Missão, entre os quais alguns ex-missionários, passaram à categoria de "associados" da nova estrutura. O médico Henrique Botelho, por exemplo, que de ex-missionário transitou para a direcção executiva de um ACES assumiu, ainda que informalmente, o papel de "porta-voz" do Grupo liderado por Sakellarides. Entre outras intervenções, foi ele quem disponibilizou aos profissionais das USF, em primeira mão, o relatório Tempos Decisivos, do GCRCSP... Antes mesmo da própria ministra da Saúde ter tido acesso ao documento. Uma no cravo... Outra na ferradura! Neste relatório, num registo "redondo", propício às mais diversas - mesmo antagónicas - interpretações, aponta-se o bom trabalho da Missão: "pode dizer-se que só critérios excessivamente exigentes podem levar a considerar insuficientes os progressos realizados na reforma dos cuidados de saúde primários no decurso de 2009, tomando não só em consideração tudo o que se fez, mas também, as circunstâncias, frequentemente pouco favoráveis, em que isso foi feito".

 

Ao mesmo tempo que se avança com críticas, ainda que indirectas: "não é aceitável que se seja exigente para as primeiras USF, menos exigentes para as seguintes e menos ainda para as outras unidades funcionais, desistindo-se, por último, de qualquer exigência nas condições de implementação dos Agrupamentos de Centros de Saúde e pressupondo que isto tudo pode ser conduzido com o voluntarismo habitual, sem um modelo avançado de governança". Uma boa - ainda que informal - assessoria de imprensa, fez o resto. A mensagem que passou, na comunicação social, foi a de que a MCSP e o seu coordenador já não cumpriam a missão. "O documento arrasa a Missão"... Lia-se num comentário, apenso a uma notícia sobre o tema, publicada na versão on-line de um diário nacional. "Pisco vai ser substituído"... Lia-se noutro. "É muito crítico..." garantiam quase todos. Ao desgaste provocado pela injecção, muito frequente, de notícias negativas nos órgãos de comunicação social, veio juntar-se o constante "atropelamento" do coordenador da Missão, protagonizado, quer por Ana Jorge, quer pelo seu secretário de Estado, Manuel Pizarro.

 

 De facto, ao mesmo tempo que revelavam uma total incapacidade de decisão em matérias fulcrais para a boa condução da reforma - veja-se o caso da legislação de enquadramento das unidades de cuidados de saúde personalizados, que aguarda há meses a assinatura de Manuel Pizarro - os dois governantes não têm poupado esforços para agradar às personagens e grupos mais críticos do trabalho desenvolvido por Luís Pisco. "O papel a que se prestaram, por exemplo, no Encontro da USF-AN foi bastante elucidativo. Na cerimónia de encerramento, só faltou mesmo que Bernardo Vilas Boas instigasse a assistência a atirar com ovos podres para cima do secretário de Estado. Até de má-fé o acusou. E a ministra ali ao lado, impávida e serena. E no final ainda aplaudiram", relatou ao nosso jornal um responsável da ARS Norte.

 

 O terreno da reforma foi minado pelos principais detractores da Missão. Ana Jorge e o seu SEAS ajudaram, activamente, na colocação das "minas"... "A ideia que tem passado é a de que o Pisco é o responsável pelo alegado abrandamento que se tem verificado na reforma no último ano. Ora isso não é de todo verdade. Bem pelo contrário. 2009 foi o ano em que mais USF abriram portas", explicou ao nosso jornal a mesma fonte, para logo concluir: "o problema é que tudo o resto abrandou. E tudo o resto é quase tudo: o desenvolvimento dos ACES, a agilização de procedimentos, a implementação de UCSP, a transparência dos processos de contratualização, a resolução dos problemas informáticos.

 

E isso não é da responsabilidade da Missão. É das administrações que fazem ronha, do SEAS que não despacha, da ACSS que não anda nem desanda, da ministra que não manda... É claro que a mensagem que passa é a de que a culpa é toda do Pisco. Tem as costas largas, o homem. Lá isso tem"... Nota do Director: Completar-se-iam, no passado dia 27 de Abril, 5 anos do início formal da reforma dos cuidados de saúde primários, se assumíssemos como marco fundador do movimento, a resolução do Conselho de Ministros que, em 2005, criou o Grupo Técnico para a Reforma dos CSP.

 

Não foi, porém, nesse momento, que o Jornal Médico de Família (JMF) começou a tratar o tema. De facto, a necessidade de uma reforma profunda dos centros de saúde, consubstanciada na criação de unidades de saúde familiares, auto-organizadas, com autonomia gestionária, assentes numa base capitacional começou a ser tratada pelo nosso jornal, muito antes de José Sócrates tomar posse e nomear Correia de Campos para a pasta da Saúde.

 

Ainda assim, e por razões de ordem prática, fixamos nesta nota, como ponto de partida da maratona noticiosa sobre o tema que tem marcado a vida do nosso jornal nos últimos anos, a carta aberta que a Direcção da APMCG enviou ao então futuro primeiro-ministro de Portugal, exigindo a sempre adiada mudança e a nomeação de um "verdadeiro ministro da saúde", para a conduzir. Estávamos em Março de 2005. O JMF assumia-se como voz de um movimento que há décadas vinha a ser desenhado no seio da Associação.

 

De lá para cá, publicámos 6557 notícias sobre o assunto, apontando as experiências, os ganhos, os erros e os perigos que foram surgindo ao longo da caminhada. Assumimos que têm a razão os que nos acusam de termos "levado ao colo" a reforma. Pagámos caro este apoio. Aceitamos o custo da decisão. É por isso que temos hoje, porventura mais do que a maioria, toda a legitimidade para denunciarmos aquele que é, sem dúvida, o maior revés que a reforma sofreu desde o seu início: a extinção da estrutura que a conduzia sem a colocação, no terreno, de uma qualquer alternativa que a substituísse, ainda que interinamente. Criou-se um vazio inaceitável, que coloca em risco a obra já edificada. Há que o denunciar.

 

Assumimos a denúncia!

 

Miguel Múrias Mauritti (documento retirado do Jornal Médico de Família on-line, 15.5.2010)


tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 19:16
link do post | comentar | favorito
|

ALPIARÇA - Carta Aberta a João Brito
Carta aberta Excelentíssimo Senhor João de Brito – Membro da Assembleia Municipal de Alpiarça pelo Partido Social Democrata (ou não!!!!). Sei que o Excelentíssimo Senhor não nutre grande simpatia por mim, no entanto para mim isso é menos o importante, pois eu ao contrário do que muitos julgam defenderei sempre os interesses da população Alpiarcense acima de tudo e todos, pois acredito piamente que a nossa terra merece mais e melhor do que tem tido ultimamente. Nunca entendi muito bem o rumo do seu pensamento, pois a minha inteligência não consegue alcançar tal feito, pois como deverá imaginar e como todos os meus amigos sabem, nunca andei aos zig zages e quando tenho alguma coisa a dizer contra certo e determinado assunto digo e sigo sempre a minha coerência de pensamento, ou seja não me deixo levar só e simplesmente porque quero ser do contra. Partindo do principio que não sou mais inteligente que ninguém, muito pelo contrário gosto de estar sempre a aprender, pois a aprendizagem faz parte da construção do homem como ser humano de uma sociedade livre e mais justa em todas as suas vertentes, onde a ética deverá ser uma constante das nossas vidas. Tanto na Roma Antiga como na Grécia Filosófica, a ética foi sempre um tema preponderante e que foi alvo de diversas discussões, no entanto e como já não estamos na Antiguidade, sou da opinião de que deveria aprofundar os seus conhecimentos sobre a ética na Administração Publica e no Estado, como tal experimente dar uma vista de olhos sobre os livros de um antigo professor meu, o Professor Doutor José Manuel Moreira, que é um dos maiores entendidos no assunto em questão. Toda esta conversa acima transcrita, ao contrário do que possam julgar os leitores menos atentos não é apenas e só direccionada ao Excelentíssimo Senhor, é direccionada a todos aqueles que muitas das vezes não têm uma opinião própria e vão ao indo na sua insignificante vida activa como cidadãos de uma sociedade cada vez menos justa e mais periclitante, onde o cidadão comum é assaltado e nada faz na altura que devia, ou seja no dia em que coloca o seu voto na urna. Agora todos falam e exprimem os seus sentimentos emaçando com greves e paralisações, pois, como disse à pouco, agora, tarde e mal, pois neste momento já não podemos evitar este estado de calamidade económico – financeira a que chegou este nosso país. Muitas das vezes todos nós falávamos em nossas casas, nos cafés, em tertúlias com os nossos amigos que a Doutora Manuela Ferreira Leite era céptica demais na forma como falava sobre Estado e as Finanças Públicas, no entanto e por ironia do destino a situação estava de facto como ela tanto dizia. Agora voltando ao tema central desta humilde carta, creio que quando qualquer cidadão comum que desempenha um Cargo Público deve honrar sempre a sua ideologia e sua vertente de pensamento, de modo a justificar as suas acções e a mostra que somos de facto melhores e uma alternativa aos que lá estão. Se bem me lembro no meu primeiro post eu escrevi que a melhor forma de fazermos oposição é através da elaboração e apresentação de propostas construtivas e capazes de demonstrar de que “casta” somos nós feitos, como tal devemos ser coerentes e devemos aceitar com a justiça devida as opiniões dos outros, sendo que neste caso, nunca um Deputado Municipal se pode colar a um executivo em tudo o que ele diz. Este caso já não é o primeiro, pois se bem me lembro, aquando do Executivo liderado pela Drª Vanda Nunes, só o que faltou foi rastejar aos pés da Sr. Presidente da Autarquia, pois ela era de facto que Alpiarça necessitava. Agora pergunto-me a mim próprio, como pode ser tão pouco coerente a opinião deste Deputado Municipal? Tanto vai para a frente como vai para trás. Não se percebe…. Já agora e para finalizar gostaria de satisfazer a minha curiosidade, ao ponto de saber o que se passa com a Auditoria feita pela IGAL, pois ao que me constou a oposição não está a querer aceitar os resultados da mesma e já há ameaças com processos crime. E agora o que fazer? Atenciosamente, Por: Adam


publicado por Noticias do Ribatejo às 14:41
link do post | comentar | favorito
|

SANTAREM-Portugueses estão a ser atacados com um bombardeamento fiscal
“O governo foge como o diabo da cruz quando se pede uma redução da despesa do Estado, mas não poupou os portugueses àquilo que se pode chamar um verdadeiro bombardeamento fiscal”, afirmou o líder parlamentar do CDS/PP, Pedro Mota Soares, durante a tomada de posse da nova comissão política concelhia do partido em Santarém. Numa intervenção que teve como tema central o aumento dos impostos para cumprir a meta de redução do défice público, o deputado centrista confessou-se “chocado” por “pela primeira vez, assistirmos a uma subida do escalão mais baixo do IVA, onde estão os medicamentos, os bens e os serviços essenciais”. Na sua opinião, “esta subida cega penaliza os que menos têm”. Os “sacrifícios continuam a ser exigidos à classe média, a quem trabalha, sem se mexer na despesa supérflua do Estado”, acrescentou o líder parlamentar popular, dando como exemplo o aumento de 10% orçamentado para este ano na despesa corrente do Estado ou os 600 milhões de euros previstos para o Rendimento Social de Inserção (RSI), “que, como todos sabemos, beneficia muita gente que não quer trabalhar”. “Isto não é justiça social”, alertou Mota Soares que fez questão de lembrar que “este é o segundo aumento de impostos do actual governo, o primeiro estava já consagrado no PEC através da redução das comparticipações nas despesas de saúde e educação”. António Lopes tomou posse como o novo presidente da comissão política concelhia de Santarém do CDS/PP. Jorge Costa Rosa é o vice-presidente Pedro Mota Soares esteve na sede do partido em Santarém na sexta-feira, 14 de Maio, para a tomada de posse da nova comissão política concelhia do CDS/PP, liderada pelo empresário António Lopes. Jorge Costa Rosa é o vice-presidente, Bruno Santos o secretário, ao passo que António Borba, João Sá Nogueira e Armindo Morais são os vogais. Aires Lopes, um dos históricos do partido, é o novo presidente da mesa da assembleia concelhia, onde surgem João Castro de Carvalho e Lúcia Morais como vice-presidentes. Como grandes linhas de acção para o próximo biénio, António Lopes quer estender o partido a todo o concelho e dar continuidade ao progressivo aumento de militantes. “Queremos criar núcleos locais de militantes em todas as freguesias, até porque há algumas onde não temos filiados”, explicou o novo presidente desta estrutura. Apesar de só ter um eleito nos órgãos autárquicos (Aires Lopes, na Assembleia Municipal), a nova direcção quer que o partido seja mais interventivo a nível local, “mostrando, com o nosso trabalho, o respeito pelas 1204 pessoas que votaram no CDS para a Câmara, e às 1616 para a Assembleia Municipal”, disse ainda António Lopes, explicando que a nova comissão política vai acompanhar de perto a actividade da autarquia, e reunir com Juntas de Freguesia e empresas do concelho. http://www.oribatejo.pt/


publicado por Noticias do Ribatejo às 10:59
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 14 de Maio de 2010
SANTAREM - Câmara de Santarém apoia Projecto “Rodoconsciência”
A Câmara de Santarém está a apoiar o Projecto Rodo consciência, desenvolvido por uma turma do 12º ano da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, realizado no âmbito da área curricular não disciplinar de Área de Projecto, sob a orientação da Professora Esmeralda Mineiro. O projecto, relacionado com o Consumo de Substâncias Psicoactivas e a Segurança Rodoviária, é subordinado ao tema aglutinador da “Promoção da Saúde”. O Projecto “Rodoconsciência” contempla uma grande exposição junto ao Largo Cândido dos Reis, na Rotunda junto ao W-Shopping, nos dias 20, 21 e 22 de Maio, que conta com a participação das seguintes entidades: PSP – Polícia de Segurança Pública, GNR – Guarda Nacional Republicana, ANSR – Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica, IDT – Instituto da Droga e da Toxicodependência, Cruz Vermelha Portuguesa, Brisa, Bombeiros Voluntários de Santarém, Hospital Distrital de Santarém, W-Shopping, Escola de Condução Tomé, Unidade de Cuidados na Comunidade e Estradas do Litoral Oeste, Sucateira Rectapeças. Às entidades já mencionadas, junta-se o Governo Civil de Santarém, que manifestou interesse em convidar o Ministério da Administração Interna e o Ministério da Educação, a visitar a exposição. As actividades decorrem das 09h30 às 19h00 e contemplam uma acção de promoção no Bar da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, acções de sensibilização para a Segurança Rodoviária na mesma Escola Secundária e uma Exposição das diversas entidades envolvidas, já referidas, junto ao W-Shopping. O principal objectivo destas actividades é o de sensibilizar a população em geral para esta problemática, principalmente ao nível da comunidade escolar, tendo em conta que a consciencialização, intervenção e participação de cada um de nós é indispensável para minimizar comportamentos de risco. Os jovens são um público-alvo de elevada prioridade, sendo muito importante sensibilizá-los para esta questão, não apenas com o objectivo do conhecimento bem como para a adopção de comportamentos seguros no presente e no futuro, mas também para que possam, eles próprios, ser portadores da mensagem correcta aos mais velhos, igualmente utilizadores do cenário rodoviário. A Educação Rodoviária, associada ao alerta para os efeitos do consumo de substâncias psicoactivas, deverá ser entendida como uma vertente da formação do cidadão. Por essa razão, a escola, como espaço de acção educativa, deverá assumir um papel activo junto dos jovens e da sociedade, no que toca a contribuir para a sua formação integral. Nos dias de hoje, o processo educativo caracteriza-se por ter uma acção de influência recíproca entre a Escola e a Comunidade, pelo que também a Educação Rodoviária deve ser perspectivada e concretizada segundo esta linha de orientação, sendo por isso importante envolver outros parceiros, cujos conhecimentos, área de intervenção e experiência podem contribuir grandemente para o desenvolvimento de aprendizagens significativas.


publicado por Noticias do Ribatejo às 18:22
link do post | comentar | favorito
|

Ourém-Papa: 91 toneladas de lixo recolhidas em Fátima
Noventa e uma toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) foram recolhidas nos dias 12 e 13 de Maio em Fátima, mais 33 toneladas que na mesma data de 2007, anunciou esta sexta-feira a Câmara Municipal de Ourém. Os dados provisórios sobre os trabalhos de limpeza e manutenção na peregrinação presidida pelo Papa Bento XVI indicam que foram recolhidas 91,46 toneladas de RSU. Três anos antes, na peregrinação de Maio comemorativa do 90.º aniversário das aparições da Cova da Iria reconhecidas pela Igreja Católica, a empresa responsável por este trabalho contabilizou 58,66 toneladas de RSU. Já na recolha selectiva de resíduos, quarta e quinta-feira foram depositadas dez toneladas de papel, plástico e vidro nos ecopontos. A peregrinação de 12 e 13 de Maio determinou uma recolha suplementar de RSU, além da lavagem e odorização das ruas - que decorreu durante uma semana, adiantou a autarquia, referindo que as cerimónias religiosas obrigaram ainda à existência de «um piquete permanente de identificação e manutenção dos pontos mais críticos» no âmbito da limpeza urbana. O vereador da Câmara Municipal de Ourém, Nazareno do Carmo, fez à agência Lusa um balanço «muito positivo» da peregrinação, salientando que ao nível dos serviços públicos não houve falhas. «Conseguimos ter as condições necessárias para uma grande peregrinação», disse Nazareno do Carmo, responsável pelo pelouro Fátima no município, realçando que «todos os serviços corresponderam às solicitações». O responsável admitiu que existiu algum «desconforto» para residentes, comerciantes e peregrinos face aos «constrangimentos» motivados pela segurança que a presença do Papa obrigou, sublinhando, contudo, que «foram absolutamente necessários» face à «grande concentração de pessoas». Nazareno do Carmo reafirmou que a preparação da cidade de Fátima para a peregrinação custou cerca de meio milhão de euros, frisando que se tratou, igualmente, da preparação para o centenário dos acontecimentos de Fátima, em 2017. Até esse ano, o autarca prometeu o esforço da Câmara Municipal para que Fátima seja uma «cidade diferente», numa data em que deseja que aconteça uma nova visita papal. http://diario.iol.pt


publicado por Noticias do Ribatejo às 15:27
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 13 de Maio de 2010
Fernando Nobre defende cortes de 10 % em ordenados superiores a 10 mil euros
De Ana Rute Peixinho (LUSA). Lisboa, 13 mai (Lusa) - O candidato presidencial Fernando Nobre defendeu hoje que os portugueses que ganhem menos de 700 euros não devem sofrer qualquer penalização em matéria de IRS, propondo ainda um corte de 10 por cento nos salários superiores a 10 mil euros. "Está assumido que vamos ter todos de fazer ainda mais sacrifícios do que os que estavam incluídos no PEC (Programa de Estabilidade e Crescimento). Apelo e espero que as novas medidas venham a contemplar uma discriminação positiva no que respeita aos mais desfavorecidos", afirmou Fernando Nobre à agência Lusa, ressalvando desconhecer ainda as medidas concretas que serão anunciadas pelo Governo. Como exemplo de discriminação positiva, o candidato presidencial apontou a ausência de penalizações para salários até aos 700 euros.

tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 21:02
link do post | comentar | favorito
|

MINISTÉRIO DA SAÚDE
Decreto-Lei n.º 48-A/2010 de 13 de Maio. Aprova o regime geral das comparticipações do Estado no preço dos medicamentos, altera as regras a que obedece a avaliação prévia de medicamentos para aquisição pelos hospitais do Serviço Nacional de Saúde, procedendo à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 195/2006, de 3 de Outubro, e modifica o regime de formação do preço dos medicamentos sujeitos a receita médica e dos medicamentos não sujeitos a receita médica comparticipados, procedendo à segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 65/2007, de 14 de Março

tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 20:59
link do post | comentar | favorito
|

A Europa que temos, por Clara Ferreira Alves
Joaquim José Duarte Garrido- Editor
Clara Ferreira Alves - Jornalista

Os homens europeus descem sobre Marrocos com a missão de recrutar mulheres. Nas cidades, vilas e aldeias é afixado o convite e as mulheres apresentam-se no local da selecção. Inscrevem-se, são chamadas e inspeccionadas como cavalos ou gado nas feiras. Peso, altura, medidas, dentes e cabelo, e qualidades genéricas como força, balanço, resistência. São escolhidas a dedo, porque são muitas concorrentes para poucas vagas. Mais ou menos cinco mil são apuradas em vinte e cinco mil. A selecção é impiedosa e enquanto as escolhidas respiram de alívio, as recusadas choram e arrepelam-se e queixam-se da vida. Uma foi recusada porque era muito alta e muito larga. São todas jovens, com menos de 40 anos e com filhos pequenos. Se tiverem mais de 50 anos são demasiado velhas e se não tiverem filhos são demasiado perigosas. As mulheres escolhidas são embarcadas e descem por sua vez sobre o Sul de Espanha, para a apanha de morangos. É uma actividade pesada, muitas horas de labuta para um salário diário de 35 euros. As mulheres têm casa e comida, e trabalham de sol a sol. É assim durante meses, seis meses máximo, ao abrigo do que a Europa farta e saciada que vimos reunida em Lisboa chama Programa de Trabalhadores Convidados. São convidadas apenas as mulheres novas com filhos pequenos, porque essas, por causa dos filhos, não fugirão nem tentarão ficar na Europa. As estufas de morangos de Huelva e Almería, em Espanha, escolheram-nas porque elas são prisioneiras e reféns da família que deixaram para trás. Na Espanha socialista, este programa de recrutamento tão imaginativo, que faz lembrar as pesagens e apreciações a olho dos atributos físicos dos escravos africanos no tempo da escravatura, olhos, cabelos, dentes, unhas, toca a trabalhar, quem dá mais, é considerado pioneiro e chamam-lhe programa de "emigração ética". Os nomes que os europeus arranjam para as suas patifarias e para sossegar as consciências são um modelo. Emigração ética, dizem eles.

 

Os homens são os empregadores. Dantes, os homens eram contratados para este trabalho. Eram tão poucos os que regressavam a África e tantos os que ficavam sem papéis na Europa que alguém se lembrou deste truque de recrutar mulheres para a apanha do morango. Com menos de 40 anos e filhos pequenos. As que partem ficam tristes de deixar o marido e os filhos, as que ficam tristes ficam por terem sido recusadas. A culpa de não poderem ganhar o sustento pesa-lhes sobre a cabeça. Nas famílias alargadas dos marroquinos, a sogra e a mãe e as irmãs substituem a mãe mas, para os filhos, a separação constitui uma crueldade. E para as mães também. O recrutamento fez deslizar a responsabilidade de ganhar a vida e o pão dos ombros dos homens, desempregados perenes, para os das mulheres, impondo-lhes uma humilhação e uma privação. Para os marroquinos, árabes ou berberes, a selecção e a separação são ofensivas, e engolem a raiva em silêncio. Da Europa, e de Espanha, nem bom vento nem bom casamento. A separação faz com que muitas mulheres encontrem no regresso uma rival nos amores do marido.

 

Que esta história se passe no século XXI e que achemos isto normal, nós europeus, é que parece pouco saudável. A Europa, ou os burocratas europeus que vimos nos Jerónimos tratados como animais de luxo, com os seus carrões de vidros fumados, os seus motoristas, as suas secretárias, os seus conselheiros e assessores, as suas legiões de servos, mais os banquetes e concertos, interlúdios e viagens, cartões de crédito e milhas de passageiros frequentes, perdeu, perderam, a vergonha e a ética. Quem trata assim as mulheres dos outros jamais trataria assim as suas. Os construtores da Europa, com as canetas de prata que assinam tratados e declarações em cenários de ouro, com a prosápia de vencedores, chamam à nova escravatura das mulheres do Magreb "emigração ética". Damos às mulheres "uma oportunidade", dizem eles. E quem se preocupa com os filhos? Gostariam os europeus de separar os filhos deles das mães durante seis meses? Recrutariam os europeus mães dinamarquesas ou suecas, alemãs ou inglesas, portuguesas ou espanholas, para irem durante seis meses apanhar morango? Não. O método de recrutamento seria considerado vil, uma infâmia social. Psicólogos e institutos, organizações e ministérios levantar-se-iam contra a prática desumana e vozes e comunicados levantariam a questão da separação das mães dos filhos numa fase crucial da infância. Blá, blá, blá. O processo de selecção seria considerado indigno de uma democracia ocidental. O pior é que as democracias ocidentais tratam muito bem de si mesmas e muito mal dos outros, apesar de querem exportar o modelo e estarem muito preocupadas com os direitos humanos. Como é possível fazermos isto às mulheres? Como é possível instituir uma separação entre trabalhadoras válidas, olhos, dentes, unhas, cabelo, e inválidas? Alguns dos filhos destas mulheres lembrar-se-ão. Alguns dos filhos destas mulheres serão recrutados pelo Islão. Esta Europa que presume de humana e humanista com o sr. Barroso à frente, às vezes mete nojo

 

Foto da Esquerda: Joaquim José Duarte Garrido-Editor;

Foto da Direita: Clara Ferreira Alves - Escritora



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:27
link do post | comentar | favorito
|

ALPIARÇA - Há PALPITAÇÕES “das boas” em ALPIARÇA
Numa situação que as evidências apresentadas no RELATÓRIO DA AUDITORIA FINANCEIRA, efectuado à Câmara Municipal de Alpiarça, de Abril/10, no capítulo relativo à IDENTIFICAÇÃO E REGULARIZAÇÃO DA SITUAÇÃO ECONÓMICA E FINANCEIRA, que aferiu que “A primeira apreciação que se impõe consiste em referir que, apesar das contas de 2007 e 2008 já evidenciarem um forte desequilíbrio e ultrapassagem dos níveis de endividamento (1.231.795,40 € em 2007 e 1.687029,55 € em 2008), certo é que este era, de facto, significativamente superior, na medida em que ocultava um elevado valor de dívida que se encontrava por lançar.”, concluindo por um nível de endividamento líquido de 11.780.239,52 €, conhecendo-se que a DGAL afirmou, de imediato, a sua intenção de proceder, em 2010, a uma retenção de 455.234,15€, sendo espectável em 2011, que essa retenção atinja 1,788 milhões de € (mais de 100,5% do FEF corrente recebido pelo município em 2010), o sector empresarial demonstra uma capacidade de emergência digna de registo. Por um lado, o sector público, pela mão das Águas do Ribatejo, acaba de contratualizar um investimento de € 3 milhões em Almeirim e Alpiarça, para a construção da Estação Elevatória de Alpiarça e Emissário e Sistema Elevatório de Casal dos Gagos, da Estação Elevatória de Fazendas de Almeirim e da Estação Elevatória de Frade de Cima e Frade de Baixo, da Estação Elevatória de Frade de Baixo, da Estação de Tratamento de Águas Residuais de Almeirim e Alpiarça e Emissários e Sistema Elevatório da Zona Industrial de Alpiarça. Por outro, o sector privado, com a Monliz a investir € 15 milhões para duplicar a produção nas suas instalações situadas na zona industrial daquela vila ribatejana. No primeiro caso, a melhoria clara da qualidade de vida das populações provinda da ETAR de Almeirim e Alpiarça, que serve estas duas sedes de concelho e ainda os aglomerados de fazendas de Almeirim, Frade de Cima e Frade de Baixo. No segundo, os acordos com agricultores da região e a perspectiva da criação de uma cooperativa de produtores (será a Alpitejo), cuja missão principal será a de auxiliar os agricultores a redinamizar o sector em que investiram, na maior parte dos casos e até agora, ingloriamente sonhos geracionais. Ah, povo da nossa terra. Este sim é o espelho em que me revejo. Esta é a genica de que fala o João Villaret, na Sinfonia do Ribatejo! Uma gente capaz de “bater com o pé”! Por: Anabela Melão


publicado por Noticias do Ribatejo às 17:55
link do post | comentar | favorito
|

PSD de Alpiarça junta-se à CDU para afrontar os eleitos do PS
A «capacidade de endividamento excedida, facto confirmado pela própria DGAL (Direcção Geral das Autarquias Locais). Importa lembrar que, já em 2006, a CDU tinha alertado para esta situação na Assembleia Municipal tendo o então presidente da CM tentado iludir o problema»; os «processos judiciais não contestados pela Câmara Municipal, em que a autarquia foi agora condenada a pagar mais de 600 000, 00 Euros (obras do Complexo dos Patudos, na Nave Desportiva, na ampliação do edifício da Câmara Municipal); os processos judiciais ainda a decorrer por falta de pagamento relativo a obras no Centro Cívico e nas Piscinas Municipais, que ultrapassam os 389.000,00o Euros e ainda a divida ao Tribunal de Contas no valor de mais de 27.000,00 Euros, foram razões para o PSD de Alpiarça se juntar À CDU na votação das contas da Câmara.


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:49
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 12 de Maio de 2010
TORRES NOVAS - Sobre a gestão e a situação finanaceira do CHMT

PREJUÍZOS EM UNIDADES DE SAÚDE NÃO SÃO PROBLEMA!

 

GRAVES SÃO AS POLÍTICAS E AS PRÁTICAS DE GESTÃO QUE DIFICULTAM O ACESSO A CUIDADOS DE SAÚDE A CUSMT ALERTA PARA A NECESSIDADE DE DEFENDER UM CHMT PÚBLICO,

 

Com todos os serviços, instalações e equipamentos ao serviço das populações, mesmo que isso implique a exigência de mais financiamento aplicado com eficiência e eficácia.

 

Alguns órgãos da comunicação social dão hoje destaque à informação sobre os resultados financeiros no CHMT (Centro Hospitalar do Médio Tejo) e sobre algumas medidas de gestão do actual Conselho de Administração.

 

 Este viu o número de elementos passar de cinco para seis e recebeu o apoio do governo, dos seus representantes regionais e dos apoiantes locais.

 

Na acção regular desta Comissão de Utentes temos publicamente procurado junto das entidades responsáveis a solução dos problemas existentes. Dizemos bem, quando achamos correctas as decisões e a sua aplicação.

 

 Criticamos, quando os dados disponíveis implicam o prejuízo da saúde das populações.

 

Propomos alternativas ou sugerimos o seu estudo, quando verificamos que assim os serviços de saúde se podem tornar mais eficientes e eficazes.

 

Já em Novembro de 2009, escrevemos em documento para a Comunicação Social: “De diversas fontes vão chegando informações (que esperemos que não correspondam à verdade) sobre a deterioração das condições financeiras do CHMT e das possíveis consequências negativas ao nível da prestação de cuidados de saúde às populações do Médio Tejo.”

 

 E, em 15 de Março de 2010:

 

“Infelizmente, com o “aperto de cinto” anunciado receia-se a concentração de algumas valências e a desactivação ou desactivação progressiva de outras. Na opinião da CUSMT, urge a instalação do Conselho Consultivo e a elaboração participada de um plano estratégico que programe a utilização de todas as potencialidades do CHMT, e a necessária articulação com outros níveis de cuidados de saúde.”

 

 As dificuldades por que passa o CHMT, embora ainda não tenham reflexo directo na qualidade dos serviços prestados, têm impedido o acesso a consultas, cirurgias e tratamentos em algumas patologias. Os utentes esperam, esperam... e acabam por ser “empurrados” para outras unidades de saúde (públicas, privadas ou sociais).

 

Mas as dificuldades sentidas pelos utentes têm causas nas políticas seguidas pelo Ministério da Saúde, agravadas pontualmente pelo Conselho de Administração do CHMT.

 

São disso exemplo: os ineficientes cuidados de saúde primários (dezenas de milhar sem médico de família e dificuldades em aceder a consultas de recurso) que leva os utentes directamente aos serviços de urgência hospitalar; a incompreensível política de recursos humanos, que tem como consequência o abuso do recurso a prestadores de serviços médicos; o crónico subfinanciamento do CHMT, o que impede o desenvolvimento e a abertura de alguns serviços;... A

 

o mesmo tempo que recusamos a amplificação das dificuldades existentes, para não dar “ânimo” aos que defendem a privatização de unidades ou serviços do CHMT, reafirmamos algumas das nossas propostas: O CHMT deve ser uma unidade de referência e de excelência para toda a região e para as zonas limítrofes; todos os serviços, instalações e equipamentos devem ser colocados ao serviço das populações; melhorar a informação e o contacto com as comunidades locais e os seus representantes; a necessidade de coordenação com os outros níveis de cuidados de saúde (nomeadamente os recém criados ACES), para aproveitamento de sinergias; a implementação de ferramentas de gestão que permitam mais eficiência e eficácia com vista à obtenção de recursos que possam levar a valorização e dinamização das valências existentes e a criar no CHMT; a urgência de um plano estratégico, instrumento fundamental para o relançar do Centro Hospitalar do Médio Tejo; a importância da motivação e envolvimento dos profissionais do Centro; a instalação do Conselho Consultivo; a criação de uma unidade de cuidados continuados, que se prevê na Unidade de Abrantes; o funcionamento do serviço de anatomia patológica, muita embora tenha sido dito que há contactos adiantados com dois profissionais da área, não ficando esclarecido se se trata de uma parceria; colocar ao serviço da população a valência de medicina física e de reabilitação – em Tomar; manter abertos e dinamizar os canais de diálogo e informação entre as diversas entidades e comunidades do Médio Tejo; valorizar as iniciativas que permitam a dinamização das valências do CHMT, com a melhoria de acesso a cuidados de saúde; abertura para a possível e desejada instalação no Centro Hospitalar de uma escola de medicina.

 

Continuaremos os nossos esforços para sensibilizar os autarcas e solicitar aos deputados eleitos pelo distrito de Santarém para que tenham uma acção pro-activa na apresentação de propostas para resolver os problemas e para definir uma estratégia dos serviços públicos de saúde, para que este sector se afirme, como factor de desenvolvimento social e económico.

 

A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:28
link do post | comentar | favorito
|

ENTRONCAMENTO-Grupo Mateus compra fábrica no Brasil

Por Vítor Norinha em Natal, Brasil/OJE.-

 

O grupo Mateus, sedeado no Entroncamento, vai avançar para a internacionalização no Brasil através da aquisição de uma unidade fabril para a produção de papel tissue.

O objectivo, afirmou ao OJE o administrador Pedro Mateus no Nordeste Invest, em Natal, é aproveitar o crescimento do consumo no país. O grupo concretizou um investimento de 50 milhões de euros em Agosto último, em Vila Velha de Rodão, com a instalação de uma unidade fabril para produzir o mesmo tipo de papel.

O grupo construiu uma ligação directa por pipeline com a Celtejo, onde compra a pasta de papel. A unidade transforma a pasta em papel em bobine, enquanto outra parte da pasta é integrada em produto final ao nível do papel tissue. O projecto para o Brasil passa por importar da fábrica de Vila Velha de Rodão o papel em bobine e fazer a transformação local.

 Natal, no Nordeste, é a cidade escolhida, mas Pedro Mateus está aberto a outras localizações. A internacionalização deste grupo vai, no entanto, arrancar em Angola, onde Pedro Mateus fechou a negociação com um parceiro local para a instalação de uma fábrica de raiz na zona de Viana, Luanda.

O objectivo é transformar bobines de papel importadas de Portugal em produtos finais de papel.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:40
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14


24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

GELO DESTRÓI MAIS DE 700 ...

Nova\Velha Dança em Santa...

“Café Cultural” - Entre o...

MINISTRO DA EDUCAÇÃO VISI...

35º Concurso de Vinhos do...

"Conhecer"

PERDIDOS E ACHADOS

A Promessa

POESIA: "Viagem"

NERSANT promove visite à ...

arquivos

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

VISITANTES ONLINE (Colocado em 10-11-2015

contador de visitas para blog
VISITANTES (Colocado em 16.01.2017)
counter
subscrever feeds