NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011
SANTARÉM - Plano Anual das Feiras e Mercados no Campo Emílio Infante da Câmara

A Câmara Municipal de Santarém torna público, por deliberação do Executivo Municipal de 16/12/2011, o Plano Anual das Feiras e Mercados no Campo Emílio Infante da Câmara em Santarém: - Mercados Quinzenais: segundos e quartos domingos de cada mês;- Feira do Milagre: segundo domingo de Abril – duração 15 dias;- Feira da Piedade: segundo domingo de Outubro – duração 15 dias, podendo o período ser adaptável ao Festival de Gastronomia.

Fonte: Câmara de Santarém



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:20
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Ministro da Saúde confirma: Conselho de Ministros aprova norma que garante prorrogação de Contratos a Termo Resolutivo

Segundo noticia a Ordem dos Enfermeiros: o  "Ministro da Saúde, Dr. Paulo Macedo, informou  a Ordem dos Enfermeiros acerca da aprovação, na reunião do Conselho de Ministros de hoje, de uma norma no quadro da execução orçamental que garante:

1 - A prorrogação dos Contratos a Termo Resolutivo para os Cuidados de Saúde Primários enquanto vigorar o Programa de Estabilidade Financeira.

2 – Esta prorrogação incide sobre os vários profissionais de saúde (enfermeiros, médicos, técnicos superiores, técnicos de diagnóstico e terapêutica), assim como sobre administrativos e auxiliares.

Foi ainda reafirmado que no que se refere aos hospitais, todos os contratos que as instituições fundamentem como necessários ao normal funcionamento dos serviços serão positivamente despachados.

A Ordem dos Enfermeiros reitera o que no contacto realizado manifestou ao Sr. Ministro da Saúde:

- Esta é uma medida positiva para dar resposta à emergência das situações de ruptura com que muitas unidades de saúde se veriam confrontadas, as quais teriam efectivas implicações nos cuidados de saúde prestados aos cidadãos e na segurança da prestação de cuidados para os profissionais em geral – e para os enfermeiros em particular.

- É necessário criar urgentemente um quadro jurídico que solucione a contratação e gestão de Recursos Humanos na Saúde. Esse quadro deverá reforçar a capacidade de resposta das unidades de saúde, evitando entrar numa nova espiral de soluções que não são compagináveis com as respostas a necessidades permanentes das quais dependem a qualidade e segurança dos cuidados".

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:36
link do post | comentar | favorito
|

FERREIRA DO ZÊZERE -

 

 

Encontro de Grupos de Reis celebra tradição de forma Solidária Ferreira do Zêzere será palco, no próximo dia 6 de Janeiro às 21 horas, do tradicional Encontro de Grupos dos Reis, promovido pela Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere que terá lugar no Centro Cultural.  O Encontro contará com a participação de grupos provenientes das diversas associações, Ranchos Folclóricos, Bandas Filarmónicas e também grupos informais que nesta altura do ano se costumam juntar para cantar os reis por todo o Concelho. Este ano o evento conta com uma vertente solidária. A Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere decidiu que em alguns dos eventos organizados pela Autarquia, não exista cobrança de bilhetes, mas sim pagamento em géneros alimentares (custo do bilhete = oferta de bens alimentares). Todos os produtos obtidos serão canalizados para o Banco Alimentar Contra a Fome de Ferreira do Zêzere.
 Até ao momento e tendo em consideração que se realizaram apenas quatro eventos com esta vertente, foram já angariados 525 bens alimentares. Nestes bens alimentares destacaram-se em maior número o leite, o arroz, as massas e os enlatados considerados bens de primeira necessidade.
Posteriormente, esses produtos angariados serão distribuídos aos munícipes carenciados. Esta iniciativa terá continuidade até porque com a atual conjuntura, este tipo de ajuda será cada vez mais necessária. Um pequeno gesto faz a diferença para quem mais precisa.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:08
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2011
CORUCHE - CAMPANHA DA BÚZIOS RECOLHE 1 TONELADA DE ROUPA. MATERIAL ESCOLAR E BRINQUEDOS

 

 

No dia 10 de Dezembro de 2011, entre as 09h e as 19h, a BÚZIOS realizou a sua tradicional recolha de roupa, brinquedos e material escolar, com vista ao apoio de missões humanitárias em Timor Leste. Os pontos de recolha foram a sala BÚZIOS das Piscinas Municipais de Coruche e a Viatura da BÚZIOS, junto ao antigo quiosque da Rua de Santarém em Coruche. Esta campanha realizou-se pela primeira vez em 2002, sendo já uma tradição no concelho de Coruche. Este ano estiveram envolvidos 33 voluntários, entre nadadores salvadores e outros cidadãos que se juntaram à causa, dando apoio na área logística, no dia da recolha. Este ano conseguiu-se recolher 1 tonelada de material (roupa, material escolar e brinquedos), considerada um enorme sucesso, devido à crise financeira portuguesa.

 

A BÚZIOS teve o apoio da AMI e da Câmara Municipal de Coruche, neste evento.

 

Com os melhores cumprimentos, nos despedimos, agradecendo desde já a sua atenção e permanecendo disponíveis para qualquer esclarecimento através do 919638575.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:58
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - 2012 - A cumprir Portugal!

Por:

Anabela Melão

 

No ano que fecha e no ano que abre pediu-se e pedem-se aos portugueses sacrifícios e paciência. A bem de patrioticamente contribuirem para o "desígnio" nacional! Que desígnio?! Somos um país geograficamente pequeno, mas que escreveu, a pulso, a sua própria história. Abrimos caminho à Europa antes de esta o ser. E, a partir da observação dos fenómenos naturais realizados por essa costa de África fora, fomos pais de muita da ciência que se fez pela Europa. Demos visibilidade ao invisível. Contrariámos o paradigma aristotélico em que jazia o conhecimento antigo (0 "vi claramente visto" de Camões). E, no entanto, teimamos em deixar por "cumprir Portugal"!. Perdemo-nos, exangues, entre os contrários de esquerda ou de direita! Impulsionamos o sistema para uma lógica especulativa, amoral e completamente desprovida de ética. E, voluntariamente, morremos.
Altura pois para aqui deixar a ideia e o espírito das Pompas Fúnebres do Rito Adonhiramita em citação de Job: 'Nós ouvimos, sombra cara, as tuas queixas e teus suspiros, dirigimos-te estas palavras ternas e consoladoras. Está escrito que seremos revestidos de uma carne incorruptível no seio da glória, que então veremos no Pai, o criador de tudo que respira; nós o contemplaremos com os nossos olhos despidos de qualquer emblema."
No ano que vem tem de haver ainda espaço para o Sonho, cientes que este "é a pior das cocaínas, porque é a mais natural de todas". E cumpre lembrar Pessoa "Fazer qualquer coisa ao contrário do que todos fazem é quase tão mau como fazer qualquer coisa porque todos a fazem. Mostra uma igual preocupação com os outros, uma igual consulta da opinião deles - característica certa da inferioridade absoluta. Abomino por isso a gente como Oscar Wilde e outros que se preocupam com seres imorais ou infames, e com o impingir paradoxos e opiniões delirantes. Nenhum homem superior desce até dar à opinião alheia tal importância que se preocupe em contradizê-la.
Para o homem superior não há outros. Ele é o outro de si próprio. Se quer imitar alguém, é a si próprio que procura imitar. Se quer contradizer alguém, é a si mesmo que busca contradizer. Procura ferir-se, a si próprio, no que de mais íntimo tem... faz partidas às suas próprias opiniões, tem longas conversas cheias de desprezo e com as sensações que sente. Todo o homem que há sou Eu. Toda a sociedade está dentro de mim. Eu sou os meus melhores amigos e os meus verdadeiros inimigos. O resto - o que está lá fora - desde as planícies e os montes até às gentes - tudo isso não é senão paisagem... "
"Falta cumprir-se Portugal." Talvez pudéssemos começar já a cumpri-Lo para o ano.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:55
link do post | comentar | favorito
|

CARTAXO - V Maratona BTT Cidade do Cartaxo
 
 
V Maratona BTT Cidade do Cartaxo
 

Total de ascenção 40km: 000m - Total de ascenção 80km: 0000m
Nivel de dificuldade fisico e técnico: médio/ facil

 Data: 26 de Fevereiro de 2012
Inicio do secretariado: 8:00h
Fecho do secretariado: 09:20h
Inicio do controlo para grelha de partida: 09:30h
Partida para a maratona: 10:00h
Entrega de prémios: 14:00h

 

CATEGORIAS ONDE OS PARTICIPANTES SE PODEM INSCREVER:

Atletas federados em competição na FPC:

- Sub23/Elites - +19 anos (percurso Maratona) – de 1983 a 1993
- Veteranos A - Dos 30 aos 39 anos (percurso Maratona) – de 1973 a 1982
- Veteranos B - Dos 40 aos 49 anos (percurso Maratona) – de 1963 a 1972
- Veteranos C - +50 anos (percurso Meia-Maratona) – menos de 1962
- Femininas - +19 anos (percurso Meia-Maratona) – menos de 1993

Não-federados
Categorias Passeio/Maratona (80km):
- Sub23/Elites - Dos 18 aos 29 anos – de 1983 a 1993
- Veteranos A - Dos 30 aos 39 anos – de 1973 a 1982
- Veteranos B - Dos 40 aos 49 anos – de 1963 a 1972
Categorias Passeio/Meia-Maratona (40km):
- Sub23/Elites – Dos 18 aos 29 anos – de 1983 a 1993
- Veteranos A - Dos 30 aos 39 anos – de 1973 a 1982
- Veteranos B - Dos 40 aos 49 anos – de 1963 a 1972
- Veteranos C - +50 anos – menos de 1962
- Femininas - +18 anos – menos de 1994

Nas categorias acima mencionadas só podem participar atletas com idade igual ou superior a 18 anos.

Os atletas portadores de licença de “betetista” ou “cicloturista” da UVP-FPC serão inscritos nas categorias de Passeio/Maratona ou Passeio/Meia-Maratona.

Os atletas com licença desportiva de competição da UVP-FPC devem participar nas provas com a placa frontal (dorsal) fornecido pela UVP-FPC


MODO DE INSCRIÇÃO:
Enviar e-mail para geral@trilhoperdido.com Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar com os seguintes dados obrigatórios:
– Nome
– Equipa
– Data de nascimento
– Nº de Bilhete de identidade
– Indicação de qual a categoria e distância que se pretende inscrever
– Nº de licença da FPC e número de dorsal da FPC de 2011
– Comprovativo de transferência bancária para o nib 001000004746946000119

No e-mail deve constar também os seguintes dados de facturação:
– Nome
– Morada
– Cód. Postal e localidade
– Contribuinte


PREÇOS:
Inscrição sem almoço: 12€
Inscrição com almoço: 17€
Acompanhantes: 6,5 €

Local Almoço: Grupo Columbófilo do Cartaxo

No valor está incluído:
- Seguro
- Banhos
- Lavagem de bicicletas
- Abastecimentos líquidos e sólidos
- Lembranças para todos os participantes
- Garrafa vinho, Caneca Barril

Abertura das inscrições: IMEDIATA
Limite de Incrições: Não há
Data Limite para inscrição – 22 de Fevereiro de 2012
 
CONTACTOS:
Informações: www.trilhoperdido.com 934568787 / 967409151 ou geral@trilhoperdido.com

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:36
link do post | comentar | favorito
|

ALMEIRIM - II Encontro dos Reis do Footkart - Sub8, Sub9 e Sub10

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:31
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011
CARTAXO - PORTUGAL DAKAR ARRANCA NO CARTAXO

O Cartaxo vai receber mais uma vez a partida da expedição Portugal Dakar. No próximo dia 30 de Dezembro, às 10h00, a Capital do Vinho será ponto de partida daquela que é considerada a “maior aventura” de 2011 – a prova Portugal Dakar Challenge 2011, sob o lema “A  Aventura Mítica Continua Viva”.  No recinto do Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo, situado no Complexo Desportivo e Cultural da Quinta das Pratas, vão concentrar-se as mais de três dezenas de equipas, que durante 15 dias vão percorrer mais de 5 mil quilómetros, atravessando cinco países em dois continentes diferentes.   O Espectáculo dos Paddocks começa pelas 9h00, com a chegada das primeiras viaturas ao parque fechado para as verificações técnicas. Pelas 10h00, o Embaixador Oficial da Prova, o ex-jogador de futebol Paulo Futre, dará inicio à chamada das equipas para a linha de meta, onde a equipa Nº 1 arranca rumo ao primeiro Checkpoint intercalar em Alenquer. A partida será um dos momentos altos desta iniciativa, onde para além da concentração das mais diversas viaturas de todo país, os espectadores terão ainda oportunidade de assistir a um espectáculo de acrobacias aéreas



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:57
link do post | comentar | favorito
|

AZAMBUJA - Assembleia Municipal de Azambuja aprovou Plano de Actividade​s e Orçamento para 201

A Assembleia Municipal de Azambuja reuniu ontem, dia 27 de Dezembro, em sessão ordinária, para discutir os documentos relativos à gestão do município, nomeadamente, em 2012. Quer o “Plano de Actividades Municipais e o Orçamento para 2012”, quer o “Plano Plurianual de Investimentos para 2012/2015”, foram aprovados pela Assembleia. O orçamento do município para o próximo ano ascende a cerca de 19,5 milhões de euros (valor exacto de € 19.616.904,00). No que concerne às prioridades de investimento do Município de Azambuja para o ano 2012, assumem maior peso a Educação, o Ambiente e o Saneamento, a Qualificação Urbana, a Intervenção Social e o Desenvolvimento Económico e Social. Terão, igualmente, atenção especial o Emprego e o Planeamento e Organização do Território. Refira-se que o cuidado na elaboração dos documentos de gestão aprovados, teve em conta dois factores; por um lado, a redução em cerca de 21% da receita efectiva face à prevista, para o ano que agora termina; e, por outro, as previsões de que em 2012 não se verificará um abrandamento da situação de crise em que o país se encontra, antes pelo contrário, é mesmo expectável um agravamento no caso específico das Autarquias Locais.  

Jorge Blanco



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:11
link do post | comentar | favorito
|

FERREIRA DO ZÊZERE - Novo Festival Gastronómi​co

Ferreira do Zêzere será palco de mais um Festival Gastronómico original, desta vez o ingrediente principal é a Abóbora. A decorrer de 6 a 29 de Janeiro, em oito restaurantes aderentes (todas as sextas ao jantar, sábados e domingos), este festival pretende dar continuidade à peculiaridade dos anteriores mostrando produtos comuns confecionados de forma inovadora. A abóbora foi o ponto de partida para mais uma aventura gastronómica à descoberta dos maiores tesouros da gastronomia do Ribatejo Norte cheios de aroma e sabor da Beira Baixa.Segundo o Presidente da Autarquia, Dr. Jacinto Lopes: “Com o passar dos tempos e a aposta neste tipo de eventos, Ferreira do Zêzere começa já a ser conhecida como um local onde a gastronomia local é realçada, onde os pratos são emblemáticos e existe uma exploração das tradições da sua cozinha tradicional”. A organização e promoção de festivais gastronómicos têm sido e vão continuar a ser uma aposta por parte da autarquia, pois Portugal é um dos países onde melhor se come e porque Ferreira do Zêzere tem o privilégio de dispor de produtos que, embora comuns, são sempre confecionados de forma criativa, como é o caso, deste legume, a abóbora.Restaurantes aderentes: Quinta do Adro (Ferreira do Zêzere); Manjar de São Miguel (Ferreira do Zêzere); Fonte de Cima (Dornes); O Cantinho da Ana (Águas Belas); Casa dos Leitões (Águas Belas); A Grelha (Ferreira do Zêzere); Pizzaria Toscana (Ferreira do Zêzere) e Churrasqueira do Penin (Ferreira do Zêzere).



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:09
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Pavilhão Gimno Desportivo de Santarém recebe Estágio de Trampolins

Vários Clubes a nível nacional encontram-se em estágio de trampolins com vista à preparação das Seleções Nacionais de Juniores dessa modalidade no Pavilhão Gimnodesportivo de Santarém. O Estágio, organizado pelo Gimno Clube de Santarém em parceria com Câmara Municipal de Santarém e com a Empresa Municipal Scalabisport, recebe vários clubes de todo o país, desde o Algarve a Coimbra, que se juntaram para preparar os ginastas para os apuramentos das Seleções Nacionais que irão competir no próximo ano em São Petersburgo. O Vereador do Desporto, Dr. João Teixeira Leite, acompanhado do Adjunto do Senhor Presidente, Dr. Vitor Varejão, agradeceu aos treinadores dos vários clubes que aceitaram o desafio de estarem presentes no Gimno Clube de Santarém e incentivou os jovens a alcançar excelentes resultados.  João Leite referiu que “Santarém estará sempre de portas abertas para receber nestas excelentes condições para práticas desportivas este tipo de iniciativas, agradecendo a presença do Presidente da Federação de Ginástica de Santarém”. 

Fonte: «CMS»



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:07
link do post | comentar | favorito
|

GOLEGÃ: O PSD/Golegã quase "arrasa" a gestão de José Maltez, presidente da autarquia socialista

O PSD da Golegã vem publicamente expressar o seu profundo repúdio pela posição assumida pelo executivo socialista liderado pelo Dr. José Maltez, naquilo que esta revela de insensibilidade social, monolitismo de opinião e incapacidade de diálogo com as forças políticas de oposição no Concelho, particularmente o PSD, que, no caso concreto, foi o único grupo com assento na Assembleia Municipal a fazer chegar um conjunto de propostas de alteração ao Orçamento proposto para 2012.

Essas propostas foram enviadas ao Executivo Municipal, no âmbito da consulta que obrigatoriamente este deve levar a cabo, tal como estabelecido no Estatuto de Oposição.

A resposta dada pelo executivo camarário às únicas propostas apresentadas pela oposição, as do PSD da Golegã, foi, e citamos: “A Câmara tomou conhecimento das propostas apresentadas pelo PSD, mas não as equacionou, por não as considerar relevantes” (in Acta da reunião extraordinária de Câmara do dia 14 de Dezembro de 2011).

De onde se conclui entre outras coisas que o executivo monocolor, agora liberto da presença de qualquer elemento estranho à sua vontade, faz apenas o que quer e deseja, fazendo ouvidos moucos a toda e qualquer proposta que emane da oposição e em particular do PSD da Golegã, por achar que todas as respostas e resoluções para os problemas e necessidades do Concelho podem ser encontradas dentro dos gabinetes do Sr. Presidente da Câmara e do Presidente do PS da Golegã.

O executivo socialista “não equacionou”… e isso não nos surpreende: à escala local, não é mais do que o comportamento do PS nacional, que também ele não equaciona, não faz contas, e quando as faz é à sua conveniência, o que levou o País ao estado em que se encontra.

Também na Golegã encontramos essa atitude e falta de humildade. E também a Golegã, como o PSD local tem vindo a advertir há anos bastantes, há‐de vir a sofrer as consequências de, por um lado, investimentos inconsequentes e geradores de enorme despesa pública e, por outro, a assustadora falta de visão estratégica que potencie outros factores de desenvolvimento económico local que gerem riqueza e receita.

Em anos que se adivinham de recessão extrema e falta de financiamento disponível para a economia, sabemos que não é fácil encontrar as estratégias de maior retorno. Mas em anos passados, em que tal era ainda possível e expectável, da mesma forma, a inépcia imperou e assistimos incrédulos ao desfazer do tecido económico local sem que nada de objectivo fosse feito.

O que assistimos foi a momentos tragicómicos como a da localização proposta para o novo Centro de Saúde da Golegã, encavalitado entre o quartel dos Bombeiros e o Parque de Campismo, roubando um espaço de estacionamento vital para a economia do centro da Vila; o que assistimos foi a momentos de duvidosa e irrelevante importância cultural, como o anúncio da instalação do “Museu das Máquinas de Escrever”; o que assistimos foi a momentos de completa inépcia na condução da resposta aos continuados ataques ao património natural do Concelho, como as descargas criminosas que afectam o Rio Almonda e o Paúl do Boquilobo.

Tudo se resume a “protocolos” de boas‐intenções e cerimónias de assinaturas, a intervenções tecnicamente desastrosas por não endereçarem o principal problema, como é caso da Vala das Braquenizes.

E quando alguém vem sugerir, como foi o caso do PSD da Golegã, intervenções com pés e cabeça, com objectivos muito concretos e com resultados facilmente quantificáveis a curto‐médio prazo, estas são consideradas irrelevantes.

Em anexo a esta declaração, encontra‐se a cópia do ofício enviado à CMG no dia 12 de Dezembro, onde estão elencadas as propostas de alteração ao Orçamento e GOP para 2012, um documento que diga‐se em abono da verdade mais não faz que reflectir as diminuições de receita por efeito da redução das transferências do Orçamento de Estado (algo que em 2009 o candidato José Maltez dizia não o preocupar, quando confrontado pelo candidato do PSD com essa já mais que previsível então, redução), e por outro lado a diminuição da despesa com pessoal (bem sabemos porquê). Em tudo o mais, não se encontra a marca diferenciadora, que fizesse deste Orçamento um realmente apontado às necessidades do Concelho, nomeadamente em termos de procura do desenvolvimento económico local, protecção da empregabilidade apesar de tudo ainda existente, e muito menos o reflexo do que últimos censos nos dizem sobre o Concelho em particular, e a região em geral.

Encontramos até pormenores difíceis de explicar como este de se afirmar na introdução ao Orçamento de 2012, e citamos “a politica de austeridade anunciada, levará à natural contenção nas despesas dos particulares e empresas, à diminuição do consumo e ao não aparecimento de novos investimentos e, naturalmente, à diminuição de receitas diretas e indiretas da autarquia” e mais à frente se reclama que a receita obtida com a Taxa de Derrama em 2012 será de 44 mil euros, diz o executivo, quando para 2011 foram previstos 25 mil e em 2010 foram EFECTIVAMENTE recebidos 25.307 euros.

Onde se vão buscar estes 17.000 euros adicionais é coisa que nos intriga ‐ e nos preocupa ‐ porque parece evidenciar um possível empolamento da receita, também noutras rubricas desta, com o fim de cobrir despesa que existe, e que não é passível de diminuição, por força das opções do executivo.

O facto incontornável e já reconhecido até pela própria Câmara é que a receita do Município é constituída em cerca de 70% por transferências e subsídios, com os proveitos de vendas e serviços + impostos e taxas a representarem 26% da receita. Esta dependência de fontes de financiamentos externos, passíveis de reestruturações decorrentes da situação financeira do País e da Comunidade Europeia, preocupa‐nos e leva‐nos a dificilmente acreditar na sustentabilidade apregoada pelo executivo camarário em relação à sua estratégia de investimento no Concelho.

Voltando à apreciação das propostas apresentadas pelo PSD e para finalizar: Em traços gerais o PSD da Golegã propôs a eliminação das despesas com rubricas como o Boletim Municipal ‐ a revista “Caras” do Concelho, fértil em eventos e fotos, material de propaganda da mais elevada qualidade, publicada em nome de um imperativo legal que poderia ser assegurado por muitas outras (e mais baratas) formas ‐ ou da rubrica “Artigos, Objectos de Decoração, Conforto e outros” e a alocação dos cerca de 21.000 euros em projectos directamente apontados ao desenvolvimento económico‐social do Concelho e à protecção do Ambiente.

Vejamos o que o executivo socialista e o Dr. José Maltez não equacionaram:

1. A criação de um Portal Empresarial do Concelho da Golegã, plataforma de divulgação de todas as actividades empresariais concelhias, catalogadas e classificadas por ramo de actividade;

2. A criação de um Portal do Emprego do Concelho da Golegã, onde os empregadores locais possam publicar as suas necessidades de emprego, e com ligação também ao portal de emprego do IEFP para integração das ofertas de emprego na Região, no mesmo espaço;

3. A criação de um Portal do Arrendamento Urbano Concelhio, para publicitação das ofertas de imóveis de arrendamento, quer por parte das imobiliárias activas no Concelho, quer por parte de particulares;

4. A criação do Programa de Prevenção e Combate à Toxicodependência e Comportamentos Aditivos na Idade Adulta: o alcoolismo é talvez um dos factores causadores de maior ruptura familiar e de situação de exclusão profissional de média e longa duração;

5. A promoção, em parceria com outras Instituições, de uma "Feira da Saúde", numa promoção para a saúde, com sessões de esclarecimento para seniores e familiares a serem desenvolvidas com o objectivo de proporcionar o bemestar dos munícipes mais idosos, em termos até de segurança;

6. A inclusão de um programa de fundo de reabilitação das Alvercas de Azinhaga, um "Plano Integrado de Recuperação e Preservação";

7. A criação de uma equipa “Câmara Solidária”, com os serviços da autarquia e recurso aos funcionários desta, que proceda a pequenas reparações eléctricas, de carpintaria, canalizador, e pequenas obras de reparação, manutenção e substituição, comparticipadas pelos requerentes, que não possuam, por motivo de idade ou incapacidade física, possibilidade de as realizar por si próprios;

8. A reactivação imediata da Comissão GRUDAL, eventualmente como subcomissão permanente da proposta “Comissão Municipal do Ambiente”, tendo em atenção os recentes e gravíssimos eventos envolvendo o Rio Almonda.

Tudo isto foi considerado “irrelevante” pelo executivo socialista. Considerou assim irrelevante a vontade e esforço de dezenas de Azinhaguenses que em Julho e Agosto de 2011 se uniram e voluntariaram para tentarem devolver à sua terra e aos seus filhos as Alvercas que tiveram, fonte de lazer e que poderiam ser um dos mais importantes elementos do património natural do Concelho.

Considerou assim irrelevante a experiência de outros Munícipios que preocupados com os seus munícipes fazem dos seus websites institucionais verdadeiras ferramentas informativas, interactivas e potenciadoras da coesão e desenvolvimento social.

Pedimos que visitem os websites:  http://www.empregocascais.com/  ou http://abeneficente.pt/portalemprego/  ou http://emprego.aeca.pt/ no que diz respeito ao Emprego;

Visitem por exemplo http://negocios.maiadigital.pt/  ou http://www.bragadigital.pt/projectos.php?id=13

 ouhttp://www.valesousa.net/index.php  no que diz respeito a portais Empresariais.

Visitem por favorhttp://www.casasdesintra.com/apresentacao.asp ou http://www.lxcasa.com/index.php como exemplos de portais imobiliários.

Os custos de desenvolvimento associados a estas plataformas estão agora substancialmente reduzidos e até os consideramos exequíveis pelos serviços da Câmara Municipal. Assim o quisesse o executivo socialista. Mas não. Este Partido Socialista da Golegã, que diz “puxar” pelo Concelho, fá‐lo cego e surdo, seguindo por onde quer e não ouvindo nada nem ninguém.

Em jeito de comentário, é curioso que noutros Municípios onde não é Poder, o PS faça da extinção dos “Boletins Municipais” uma bandeira de economia e poupança! Foi o caso de Tomar e do Entroncamento, onde se mostraram muito preocupados com o “custo” dos ditos! Mas quando estão sentados no Poder tal preocupação desvanece‐se, sendo bem mais importante então a manutenção de mecanismos de propaganda que assegure a ofuscação dos eleitores e o “culto do líder”. Incoerências e fait‐divers políticos que já não nos surpreendem no Partido Socialista, aqui e noutros lados.

Quanto ao Programa de Prevenção e Combate à Toxicodependência e Comportamentos Aditivos na Idade Adulta proposto pelo PSD, relembramos só a importância dada a tal temática até pelo Parlamento, tal que a Associação dos Comerciantes e Industriais de Bebidas Espirituosas e Vinhos apresentou no dia 15 de Dezembro, no auditório da Assembleia da República, a campanha “Vinho com Moderação 2011” que promove o consumo responsável como uma norma cultural e social, de modo a prevenir e reduzir o abuso e os malefícios relacionados com o excesso de álcool (ver p.f. http://youtu.be/gnyVeapPbH4 ou http://youtu.be/TWUesWv6D5Q ). Na cerimónia de apresentação desta campanha estiveram a Vice‐presidente da Assembleia da República, Teresa Caeiro, o Presidente da Comissão Parlamentar de Agricultura, Vasco Cunha, o Presidente do IDT, o Director Geral dos Impostos Especiais sobre o Consumo, a Vice‐presidente do IVV, o Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, o Presidente da Prevenção Rodoviária Portuguesa além de outras individualidades ligadas ao sector. Para o Dr. José Maltez e o seu executivo socialista, esta é matéria irrelevante…

Para finalizar, a proposta “Câmara Solidária”. A preocupação de Municípios como o de Alvaiázere, Sintra (http://www.cm‐sintra.pt/Artigo.aspx?ID=4165), Vale de Cambra (http://www.cm‐valedecambra.pt/index.php/accao‐social/apoio‐ao‐idoso/camara‐amiga

) ou Trofa (http://www.mun‐trofa.pt/Site/Frontoffice/default.aspx?module=Article/Article&ID=75 não encontra correspondência na Câmara Municipal da Golegã, que considera tal preocupação do PSD… irrelevante.

Para finalizar, é claro que a análise feita aos documentos do Orçamento e GOP de 2012, da autoria do Partido Socialista da Golegã, revela que estes em momento algum apresentam qualquer preocupação com a situação actual do Município e dos seus habitantes em termos de economia e empregabilidade local, continua a copiar e colar rubricas velhas de anos sem qualquer desenvolvimento tangível, não encara o futuro do Concelho como uma preocupação crítica à luz de futuras e necessárias reformas administrativas, e hipoteca o futuro do mesmo pela sua política de investimentos elevado potencial deficitário, assente numa receita maioritariamente constituída por transferências e subsídios de expectável redução futura.

Por este motivos, consideramos a proposta socialista para o Orçamento de 2012 como irrelevante e dificilmente equacionável por quem realmente se preocupa com o futuro do Concelho e dos seus habitantes, e o nosso voto é, obviamente, contra.

Golegã, 27 de Dezembro de 2011

A Comissão Política do PSD da Golegã

 

Leia as propostas em:

https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=gmail&attid=0.2&thid=13484e5891026082&mt=application/pdf&url=https://mail.google.com/mail/?ui%3D2%26ik%3D46a43b74e3%26view%3Datt%26th%3D13484e5891026082%26attid%3D0.2%26disp%3Dsafe%26realattid%3Df_gwp93kg92%26zw&sig=AHIEtbQ0h6wP-XihZ9VwqFZP9MlmO4WC6A



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:43
link do post | comentar | favorito
|

CORUCHE - NATAÇÃO PURA

 

 

GRANDE DESEMPENHO NÃO SALVOU DA DESCIDA DE DIVISÃO

 

 

 

Decorreu nos passados dias 10 e 11 de Dezembro em Cantanhede o Campeonato Nacional da 3ª Divisão de Clubes. Esta foi a prova mais importante da breve história da classe de Natação Pura da Búzios.

 

 A performance de toda a equipa foi fenomenal, tendo melhorado as melhores marcas pessoais em todas as provas, mas o nível da competição era muito alto e não conseguimos fugir à descida de divisão.

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:07
link do post | comentar | favorito
|

ALMEIRIM - Projecto "Objectivo​: Poupar"
 
 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:45
link do post | comentar | favorito
|

TOMAR - POR CUIDADOS DE SAÚDE DE PROXIMIDADE

Não ao encerramento de Extensões de Saúde!
Não ao esvaziamento  das unidades hospitalares do CHMT!
 
DIFICULTAR O ACESSO A CUIDADOS DE SAÚDE VAI PROVOCAR SOFRIMENTO ÀS PESSOAS
E AUMENTAR A DESPESA DO SNS
 


É um dos objectivos da Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo contribuir para melhorar a eficácia e a eficiência na prestação de Cuidados de Saúde na base dos princípios constitucionais que regem o Serviço Nacional de Saúde. Este propósito é comum aos utentes que subscreveram um abaixo-assinado com mais de 16600 assinaturas, “por cuidados de saúde de proximidade”.
As dificuldades financeiras do País, não podem ser ultrapassadas à custa de menos cuidados de saúde da população
Consideramos a saúde o bem mais importante do ser humano. Por isso somos a favor de cuidados de saúde de proximidade e de qualidade. Todas as medidas que dificultem o acesso aos cuidados de saúde (subfinanciamento e atrasos nos pagamentos do Estado às unidades de saúde; pagamento de taxas  moderadoras; redução nas comparticipações nos medicamentos; encerramento de unidades de saúde ou de serviços, sem alternativas; corte no apoio ao transporte de doentes ... e, redução global de salários e prestações sociais; aumento de bens essenciais) merecem a nossa oposição. As decisões que visem a eficiência e eficácia dos serviços e ganhos em saúde (informatização, horários alargados, redução de custos; aproveitamento de toda a capacidade instalada;...) terão o nosso aplauso.Como diversas vezes a CUSMT tem afirmado, há que corrigir o que está mal e multiplicar o que está bem.
Há quem defenda o encerramento de unidades de saúde ou de serviços como medida fundamental para a melhoria da qualidade dos cuidados de saúde. Não concordamos pois as unidades onde os serviços serão centralizados em alguns casos nem instalações adequadas têm. Não existe uma eficiente rede de transportes, transportes, havendo locais onde nem existe, sendo a mobilidade das populações, cada vez mais afectada pelo preço dos combustíveis e pela introdução de portagens. Aumentam os tempos de espera o que incide directamente na produtividade dos cidadãos activos que precisam de cuidados ou acompanham familiares. Há casos de doença simples de resolver, que seriam tratados nas unidades de proximidade e passam a casos críticos que só poderão ser ultrapassados com o recurso a transporte urgente, urgência hospitalar, internamento, mais medicamentos.
CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS / CENTROS DE SAÚDE
Os Cuidados de Saúde Primários têm sido alvo, nos últimos anos, de um conjunto de medidas que alteraram profundamente a sua organização. Tal facto não resolveu alguns dos seus principais problemas como a falta de recursos humanos (médicos, técnicos de saúde, enfermeiros e administrativos), sem os quais não é possível a prestação de cuidados de saúde de proximidade.
É com séria apreensão que a CUSMT constata que existe o perigo de muitas Extensões de Saúde da Região do Médio Tejo encerrarem. Os concelhos mais afectados serão Abrantes, Ourém, Torres Novas e Alcanena.
Há problemas com as frotas automóveis dos ACES e não há indicação quando chegarão as 8 carrinhas para a implantação das UNIDADES MÓVEIS, ao mesmo tempo que volta a estar na ordem do dia o ENCERRAMENTO de todas as Extensões de Saúde com menos de 1500 utentes.
Defendemos, com urgência, medidas extraordinárias que resolvam a situação dramática, de falta de recursos humanos.
Defendemos, também, o reforço dos planos de vacinação e de rastreio nos CSP. É mais barato prevenir do que tratar a doença.
CENTRO HOSPITALAR DO MÉDIO TEJO
A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo analisando a situação presente constata: tem-se verificado um agravamento crónico das condições financeiras; algumas especialidades vão perdendo capacidade de prestação de serviços face às sucessivas saídas de profissionais; há capacidade instalada (edifícios e equipamentos) que não é utilizada; há descoordenação com os cuidados de saúde primários e continuados; o CHMT continua a ser, pelo seu valor socio-económico, a maior instituição da Região do Médio Tejo.
A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo para ultrapassar os actuais constrangimentos propõe: diálogo regular entre o novo Conselho de Administração e a comunidade envolvente; a instalação do Conselho Consultivo; a elaboração de um Plano Estratégico, que em coordenação com os outros níveis de cuidados de saúde defina o aproveitamento integral das instalações e equipamentos, o equilíbrio regional na distribuição das diversas valências e o desenvolvimento das mesmas, a instalação de novos serviços (p.e. Cuidados continuados), a informatização de todos os serviços em rede com outras unidades do SNS...
Toda e qualquer centralização, transferência ou encerramento de serviço deverá ser explicada e fundamentada técnica, financeira e socialmente. Só assim se poderá avaliar das verdadeiras intenções dessas medidas.
O Ministério da Saúde aumenta as taxas moderadoras dizendo, entre outros argumentos, que é para moderar o acesso às urgências hospitalares, como não soubesse que não há cuidados de saúde de proximidade suficientes. A situação tende a piorar a breve prazo, com a impossibilidade de manter abertas dezenas de Extensões de Saúde por falta de recursos humanos e, eventualmente, com o levantamento de obstáculos no acesso às urgências hospitalares do CHMT, cuja reorganização foi anunciada e com a qual não concordamos se afectar a qualidade e proximidade.
Não podemos aceitar que, no Médio Tejo haja excesso de capacidade instalada. A existência de listas de espera para consultas e cirurgia na Região e no País, e as experiências em algumas valências (p.e. Urologia) demonstram que não há capacidades instaladas em demasia, mas sim défice de organização para a produção de mais cuidados de saúde.
É necessária flexibilidade organizativa para reorientar a oferta, por exemplo, ao nível de Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica e dos Cuidados Continuados.
CUIDADOS CONTINUADOS
Na nossa região estamos muito mal no que respeita a Equipas de Cuidados Continuados Integrados ao nível do domicilio (ECCI).  Torres Novas, Tomar, Alcanena, Constância, Abrantes, Sardoal, não têm equipas…. Existem propostas, mas nada há a funcionar.
No que respeita a unidades de internamento a situação é semelhante, com excepção do Entroncamento (unidade de convalescença, que tem tempos de espera superiores a 1 mês. Como o próprio nome indica “a convalescença deve ocorrer a seguir a um acontecimento de saúde com internamento em hospital de agudos”). Estas unidades dão respostas a nível nacional,  sendo  aí colocados doentes de qualquer  região do país.
Actualmente temos tempos de espera de 3 meses para unidades de média duração  superiores a 5 meses para longa duração .
A nível das unidades de cuidados paliativos há apenas uma com 10 camas no CHMT, em Tomar, integrada na RNCCI, com tempos de espera para entrada de 1 a 2 meses, verificando-se que a maior parte morre antes de conseguir admissão nesta unidade.
Foi programada para o CHMT, no piso 10º do hospital de Abrantes, a abertura de uma unidade de convalescença. O projecto foi aprovado e o programa de obras negociado, no mesmo pacote em que decorreram as obras de requalificação da farmácia, que já se encontra em novas instalações, deixando assim completamente livre o 10º piso, não se sabendo o que aconteceu a este projecto, que é uma necessidade, para dar resposta aos doentes a nível local e regional.
Sem alargar a Rede de Cuidados Continuados e com ela articular a gestão de altas, não se pode pensar em diminuir os prazos de internamento no CHMT.
FARMÁCIAS/MEDICAMENTOS
A progressiva concentração de farmácias nas zonas urbanas, e o consequente encerramento nas zonas rurais, que salvaguarda os interesses económicos próprios em detrimento da boa prestação de serviço de medicamentos às comunidades, vem dificultar o acesso a medicamentos a dezenas de milhares de habitantes das zonas rurais.
Com a anunciada redução das comparticipações (os utentes já pagaram mais 4,50 % no primeiro semestre de 2011), existem sinceros motivos de preocupação.
Como solução defendemos: a concretização da prescrição por DCI; reforço da prescrição de genéricos; a abolição do preço de referência; a venda por unidoses e a oferta/dispensa nas unidades de saúde dos medicamentos mais utilizados, o que seria mais económico tanto para o utente como para o SNS.
AGIR PARA SALVAGUARDAR O FUTURO
Apoiaremos, estudaremos e promoveremos, dentro das nossas possibilidades, todas as acções de reivindicação, denúncia e propostas de solução da parte das populações. UMA CONCLUSÃO FINAL
Se não forem alteradas as actuais orientações políticas de prestação de cuidados de saúde, veremos, nos próximos anos, aumentar o sofrimento físico, crescer as despesas do SNS e  diminuir  a esperança média de vida da população portuguesa.
 
                                                       A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo
Médio Tejo, 27 de Dezembro de 2011



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:42
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 27 de Dezembro de 2011
ENTRONCAMENTO -Baile de Aniversári​o e de Passagem de Ano

 

 Fundado a 31 de Dezembro de 1928 o União Futebol Entroncamento  comemora no último dia deste ano o seu 83º Aniversário. Para comemorar  a data o União organiza o Baile de Aniversário e de Passagem de Ano.

O evento que marca o regresso dos bailes de Passagem de Ano ao União  realiza-se no Ginásio da sede e será abrilhantado pelo grupo  ?Klassikus?. A banda de João Carocho volta assim a animar a última  noite do ano no nosso clube depois de participar em diversas Passagens  de ano no União.

As marcações podem ser feitas na secretaria do clube (todos os dias  das 18h às 21h) ou pelo telefone 963937453.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:05
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Requalificação da Avenida 31 de Janeiro com Visto favorável do Tribunal de Contas

 A Câmara Municipal de Santarém obteve visto favorável por parte do Tribunal de Contas para avançar com a requalificação da Avenida 31 de Janeiro. A empreitada tem como objectivo a requalificação da Avenida 31 de Janeiro, Avenida Gago Coutinho, Sacadura Cabral e execução de um troço de ciclovia entre o Mercado Municipal até ao Liceu Sá da Bandeira.  Esta empreitada visa contribuir para a valorização dos espaços públicos de Santarém, através da valorização do ambiente urbano e qualificação dos espaços exteriores da Rua 31 de Janeiro e Av. Gago Coutinho e Sacadura Cabral e Praça Egas Moniz, promovendo e fomentando a vivência urbana com a qualificação do espaço público.  Para João Leite, Vereador da Obras Municipais “este é um passo fundamental e essencial para a autarquia iniciar esta importante requalificação, no último ano e meio fizeram-se os vários projectos e conseguimos Fundos Comunitários para esta obra com financiamento a 80%, foi um trabalho duro, com muita dedicação e empenho.”  O vereador explicou ainda que “trata-se de um eixo estruturante do nosso Concelho que necessita de uma intervenção que contribua para a dignificação da nossa cidade. Na recta final desta empreitada iremos avançar para a requalificação da estrada da Estação, outro eixo que está bastante degradado e que é uma das portas de entrada do nosso Concelho. Em ambas as empreitadas vamos privilegiar a mobilidade sustentável construindo mais troços de ciclovia”. 

Fonte: Câmara Municipal de Santarém



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:21
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Financiamento para PME's com 75% a Fundo Perdido

Nersant apoia empresas na apresentação de candidaturas no âmbito do programa Vale Inovação.

 
Até ao próximo dia 3 de Fevereiro, a Nersant está a apoiar as empresas da Região a prepararem candidaturas ao Programa Vale Inovação, financiado pelo QREN. Este programa destina-se a apoiar as empresas na aquisição de serviços de consultoria e de inovação prestados por uma entidade qualificada, entre as quais a NERSANT, nas áreas da Qualidade; Internacionalização; Organização e gestão de tecnologias de informação e comunicação; Propriedade Industrial; Economia Digital; Diversificação e Eficiência Energética.
 
Este serviço de consultoria e de apoio à inovação tem um financiamento a 75% a fundo perdido e um limite máximo de 25 mil euros. O objectivo é ajudar as empresas na procura de respostas a necessidades muito específicas, com o intuito de aumentar a sua competitividade.
 
A Nersant está a apoiar as empresas na elaboração das candidaturas a este programa. A aprovação da NERSANT como entidade qualificada no âmbito do Vale Inovação é uma mais-valia para as empresas da região que podem agora aceder a serviços imprescindíveis para o seu desenvolvimento económico e incremento da competitividade, de uma forma muito mais vantajosa e com um custo bastante reduzido.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:19
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Para Reflexão

 Por:

Anabela Melão

 

Artigo interessante que aqui deixo para reflexão.



A Islândia é a utopia moderna, por Miguel Ángel Sanz Loroño, Presseurope
"Desde Óscar Wilde que é sabido que um mapa sem a ilha da Utopia é um mapa que não presta. No entanto, que a Islândia tenha passado de menina bonita do capitalismo tardio a projeto de democracia real, sugere-nos que um mapa sem Utopia não só é indigno que o olhemos, como também um engano de uma cartografia defeituosa. O farol de Utopia, quer os mercados queiram quer não, começou a emitir ténues sinais de aviso ao resto da Europa.
A Islândia não é a Utopia. É conhecido que não pode haver reinos de liberdade no império da necessidade do capitalismo tardio. Mas é sim o reconhecimento de uma ausência dramática. A Islândia é a prova de que o capital não detém toda a verdade sobre o mundo, mesmo quando aspira a controlar todos os mapas de que dele dispomos.
Com a sua decisão de travar a marcha trágica dos mercados, a Islândia abriu um precedente que pode ameaçar partir a espinha dorsal do capitalismo tardio. Por agora, esta pequena ilha, que está aquilo que se dizia ser impossível por ser irreal, não parece desaparecer no caos, apesar de estar desaparecida no silêncio noticioso. Quanta informação temos sobre a Islândia e quanta temos sobre a Grécia? Porque é que a Islândia está fora dos meios que nos deviam contar o que acontece no mundo?
Uma Constituição redigida por assembleias de cidadãos - Até agora, tem sido património do poder definir o que é real e o que não é, o que pode pensar-se e fazer-se e o que não pode. Os mapas cognitivos usados para conhecer o nosso mundo sempre tiveram espaços ocultos onde reside a barbárie que sustenta o domínio das elites. Esses pontos obscuros do mundo costumam acompanhar a eliminação do seu oposto, a ilha da Utopia. Como escreveu Walter Benjamin: qualquer documento de cultura é, ao mesmo tempo, um documento de barbárie.
Estas elites, ajudadas por teólogos e economistas, têm vindo a definir o que é real e o que não é. O que é realista, de acordo com esta definição da realidade, e o que não o é e, portanto, é uma aberração do pensamento que não deve ser tida em consideração. Ou seja, o que se deve fazer e pensar e o que não se deve. Mas fizeram-no de acordo com o fundamento do poder e da sua violência: o terrível conceito da necessidade. É preciso fazer sacrifícios, dizem com ar compungido. Ou o ajuste, ou a catástrofe inimaginável. O capitalismo tardio expôs a sua lógica de um modo perversamente hegeliano: todo o real é necessariamente racional e vice-versa.
Em janeiro de 2009, o povo islandês revoltou-se contra a arbitrariedade desta lógica. As manifestações pacíficas das multidões provocaram a queda do executivo conservador de Geir Haarde. O governo coube então a uma esquerda em minoria no Parlamento que convocou eleições para abril de 2009. A Aliança Social-democrata da primeira-ministra, Jóhanna Sigurðardóttir, e o Movimento Esquerda Verde renovaram a sua coligação governamental com maioria absoluta.
No outono de 2009, por iniciativa popular, começou a redação de uma nova Constituição através de um processo de assembleias de cidadãos. Em 2010, o governo propôs a criação de um conselho nacional constituinte com membros eleitos ao acaso. Dois referendos (o segundo em abril de 2011) negaram o resgata aos bancos e o pagamento da dívida externa. E, em setembro de 2011, o antigo primeiro-ministro, Geeir Haarde, foi julgado pela sua responsabilidade na crise.
Qualquer mapa da Europa devia ter o ponto de fuga na Islândia - Esquecer que o mundo não é uma tragédia grega, em que a roda do destino ou do capital gira sem prestar atenção a razões humanas, é negar a realidade. É óbvio que essa roda é movida por seres humanos. Tudo aquilo que pudermos imaginar como possível é tão real como aquilo que os mercados nos dizem ser a realidade. A possibilidade e a imaginação, recuperadas na Islândia, mostram-nos que são tão certas como a necessidade pantagruélica do capitalismo. Só temos de responder a esse chamamento para descobrir o logro em que nos pretendem fazer acreditar. Não há outra alternativa, clamam. Por acaso, algum dos que nos anunciam sacrifícios se deu ao trabalho de rever o seu mapa do mundo?
A Islândia demonstrou que a nossa cartografia tem mais coisas do que aquelas que nos dizem. Que é possível dominar, e aí reside o princípio da liberdade, a necessidade. A Islândia, no entanto, não é um modelo. É uma das possibilidades do diferente. A tentativa da multidão islandesa de construir o futuro com as suas decisões e com a sua imaginação mostra-nos a realidade de uma alternativa.
Porque a possibilidade da diferença proclamada pela multidão é tão real como a necessidade do mesmo que o capital exige. Na Islândia decidiram não deixar que o amanhã seja ditado pela roda trágica da necessidade. Continuaremos nós a deixar que o real seja definido pelo capital? Continuaremos a entregar o futuro, a possibilidade e a imaginação aos bancos, às empresas e aos governos que dizem fazer tudo aquilo que realmente pode ser feito?
Todos os mapas da Europa deviam ter a Islândia como sua saída de emergência. Esse mapa deve construir-se com a certeza de que o possível estão tão dentro do real como o necessário. A necessidade é apenas mais uma possibilidade do real. Há alternativa. A Islândia recordo-no-lo ao proclamar que a imaginação é parte da razão. É a multidão que definirá o que é o real e o realista usando a possibilidade da diferença. Deste modo, não acalentaremos consolo de sonhadores, mas baseemo-nos sim numa parte da realidade que o mapa do capital quer apagar completamente. A existência de Utopia daí depende. E com ela, o próprio conceito de uma vida digna de ser vivida. "



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:16
link do post | comentar | favorito
|

ALMEIRIM- "Almeirim Solidária"

“A Câmara Municipal de Almeirim, através do seu pelouro da Acção Social e em colaboração com as Juntas de Freguesia e os Agrupamentos de Escuteiros de Fazendas de Almeirim e de Almeirim, entregou, durante a semana de 20 a 24 de Dezembro, em todo o concelho, 240 cabazes de Natal. Esta é uma forma de atenuarmos as dificuldades de famílias mais carenciadas, nesta época natalícia. Cada cabaz deste ano contou com o tradicional bacalhau e bolo-rei, mas também com bens como óleo, azeite, açúcar, farinha, leite, fruta etc. sendo as quantidades proporcionais ao agregado a que se destinaram. Sabemos que apesar desta e de outras iniciativas continuará a existir uma necessidade cada vez maior de ajuda, tal é a situação do País. No entanto a solidariedade, tão necessária não só no Natal, mas durante todo o ano, é algo que a autarquia continuará a promover. Por fim um agradecimento a todos aqueles que com a sua ajuda, trabalho e empenho tornaram possível que esta quadra de paz e amor fosse mais justa e solidária para aqueles a quem tão pouco, significa muito.”



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:29
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2011
ALMEIRIM - 2ª Expedição Solidária Lezíria do Tejo - Deserto do Sahara


publicado por Noticias do Ribatejo às 23:22
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Apontamento

Por:

Anabela Melão

 

Subscrevo este artido do Leonel Moura.
Estado de sítio, por Leonel Moura, JNegócios
"Nunca se deve encurralar uma fera. Mesmo os portugueses, que são mansos, não gostam de ser encurralados. Mas é isso que está a suceder. Todos os dias o governo aperta ainda mais o cerco, retirando meios de subsistência, paralisando a economia, não apresentando qualquer saída positiva. Tanto ministro e secretário de estado e ninguém é capaz de proferir uma única palavra de esperança ou anunciar uma medida estimulante. Estiveram um dia inteiro fechados num forte e a única coisa que saiu foi maior facilidade em despedir. Como dizia o meu amigo Ernesto, esta gente tem pelos no coração.
Perante isto, os primeiros sinais de agitação da fera mansa começam a surgir. São os pórticos das autoestradas destruídos a tiro; o vandalismo crescente; os ataques no ciberespaço; o ódio à polícia cada vez mais descarado; a criminalidade que aumenta em quantidade e brutalidade.
Aliás, os brandos são os piores. É dos telejornais que os maiores assassinos, aqueles que saem à rua com uma arma e desatam a matar pessoas, são invariavelmente descritos pelos vizinhos como excelentes pessoas. Sempre pensei o mesmo da brandura dos portugueses. Ela esconde uma raiva funda que a qualquer momento pode rebentar. E, em boa verdade, desde o 25 de Abril nunca estiveram reunidas tantas condições, sociais, económicas, políticas e psicológicas, para que "salte a tampa" a alguns portugueses.
A primeira vez que Passos Coelho falou em tumultos achei que estava a exagerar. Ele tentava refrear os ímpetos do sindicalismo e do PC, mas conhecendo o "modus operandi" destes, sempre formalista, pareceu-me que estava mais a pedir agitação do que a preveni-la.
Umas quantas semanas depois, muitos cortes, subidas de impostos e um declarado desdém pela sorte dos portugueses e já acho que o medo dos tumultos faz mesmo sentido. Não tanto na versão camarada da "agit-prop", mas em atos de sabotagem, violência gratuita e mesmo naquilo que por estes dias se apelida de terrorismo.
Acresce um outro fator de caráter sociológico que pode vir a tornar-se determinante para o aumento da violência social. A situação da juventude. Após o Maio de 68, a Europa conseguiu refrear o radicalismo dos jovens metendo-lhes dinheiro no bolso e dando-lhes coisas para comprar. A juventude tornou-se consumidora e, nessa condição, conservadora. A austeridade imposta por troikas e governo afeta sobretudo os jovens e estes não têm mais dinheiro, nem futuro. A tal ponto que o próprio primeiro-ministro, mostrando muita falta de sensibilidade humana e política, diz que o melhor é irem-se embora porque o país não tem nada para lhes oferecer. Em resultado, uma nova geração de jovens está em vias de se radicalizar e agir em conformidade. Os epítetos de anarquistas, agitadores, vândalos e outros de ocasião, podem sossegar jornalistas e políticos mas não bastam para iludir o desassossego crescente. A juventude portuguesa não está numa situação muito diferente dos jovens árabes que incendiaram vários países. E vão provavelmente começar a fazer estragos.
Como se não bastasse, a oposição política é um deserto de ideias. Não existem alternativas no campo partidário e nem sequer temos intelectuais ou figuras com reconhecimento cultural e público com capacidade e crédito para mobilizar o descontentamento. Os portugueses que sofrem a investida de uma governação que só pensa como lhes extorquir ainda mais do parco rendimento, estão totalmente abandonados à sua sorte. Ou seja, e como disse no início, estão encurralados numa curva da história.
Antigamente estas situações resolviam-se com guerras ou em alternativa com revoluções. A guerra, embora seja constante, é surda, distante e subterrânea. Não é previsível que possa eclodir nas ruas da Europa. Pelo menos no médio prazo. Quanto a revoluções, elas passaram para o campo do tecnológico e muito dificilmente surgirão, à antiga, com barricadas e movimentos de massas enfurecidas.
É por tudo isto que, do caldo de frustração e beco sem saída em que nos encontramos, antevejo um tempo de pequenos e medianos atos subversivos que irão desestabilizar a nossa sociedade. Mas claro, isto sou eu a pensar neste fim de ano nada entusiasmante. Boas festas. "



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:42
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 24 de Dezembro de 2011
OURÉM - Assinado protocolo para construção do muro junto à Capela das Louças

 O Município de Ourém, assinou com a Fábrica da Igreja da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, um contrato programa com o objectivo de apoiar financeiramente a construção de um muro de suporte das terras junto à Capela das Louças.

As terras que se situam entre o arruamento e o largo da capela, encontram-se sem qualquer suporte, sendo urgente executar um muro que garanta adequada segurança a quem transita no referido local. A assinatura deste Contrato-Programa contempla um apoio financeiro, até ao montante de 24.318,61€.

Por:

Paulo Fonseca



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:43
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2011
SANTARÉM - Apontamento

 

Por:

Anabela Melão

 

Dedico a todos os amigos o "Poema de Natal", de Vinicius de Moraes
"Para isso fomos feitos: Para lembrar e ser lembrados Para chorar e fazer chorar Para enterrar os nossos mortos — Por isso temos braços longos para os adeuses Mãos para colher o que foi dado Dedos para cavar a terra.
Assim será nossa vida: Uma tarde sempre a esquecer Uma estrela a se apagar na treva Um caminho entre dois túmulos — Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver A noite dormir em silêncio.
Não há muito o que dizer: Uma canção sobre um berço Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai — Mas que essa hora não esqueça E por ela os nossos corações Se deixem, graves e simples.
Pois para isso fomos feitos: Para a esperança no milagre Para a participação da poesia Para ver a face da morte — De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas Nascemos, imensamente."
Saravá!



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:16
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Gare da Liberdade recolheu 5 toneladas de alimentos

A campanha de recolha de géneros alimentares promovida pela Câmara Municipal de Santarém, na Gare da Liberdade, terminou no dia 21 de Dezembro. Esta campanha, dinamizada anualmente pela Divisão de Ação Social e Saúde da autarquia, conseguiu este ano recolher mais de 5 toneladas de alimentos. Para além de vários anónimos que fizeram questão de contribuir para esta campanha, associaram-se também algumas empresas da região, nomeadamente, a Águas de Santarém, a Aquapor – Serviços S.A., a Central de Cervejas, do Jardim de Infância do Choupal (doação dos pais), a J.J.Louro, a Residencial Beirante, a STR-Urbhis e a Sumol-Compal. A “Gare da Liberdade” foi assegurada, diariamente, por voluntários do Banco Local de Voluntariado de Santarém e por alunos da Escola Profissional do Vale do Tejo que permitiram que a campanha fosse feita diariamente de forma ininterrupta, das 10h00 às 19h00, desde o dia 28 de Novembro. Como em anos transatos, os géneros alimentares recolhidos nesta campanha vão agora ser entregues ao Banco Alimentar Contra a Fome.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:36
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - A importância do design para a competitividade das empresas

A importância do design como estratégia para a competitividade e crescimento das empresas foi o tema de um workshop promovido pela Nersant, em Abrantes. O workshop, que se insere no projecto Dester - Design e Território: mobiliário e rochas ornamentais, pretendeu ainda fomentar a ligação entre instituições de ensino e empresas do sector.
 
Com o apoio dos empresários da região, cerca de vinte estudantes de design industrial e de arquitectura, de diferentes estabelecimentos de ensino e com diferentes graus de formação, bem como alguns profissionais desta área, foram desafiados a desenvolverem produtos com design inovador para dois sectores de actividade do mobiliário doméstico e mobiliário urbano. A principal matéria-prima utilizada foi as rochas ornamentais da Região do Ribatejo.
 
Com base nesta troca de ideias entre alunos, profissionais e empresários do sector, identificaram-se problemas e soluções, e surgiram projectos inovadores que serão apresentados e discutidos no dia 27 de Janeiro, na sede da Nersant, em Torres Novas.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:34
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Projecto NERSANT - Certificado de qualidade para as IPSS do Ribatejo

A NERSANT está a dinamizar um projecto que permite às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) da Região do Ribatejo implementarem o sistema de gestão da qualidade. O principal objectivo é dotar as instituições com os níveis de qualificação da Segurança Social, melhorando a gestão organizacional e rentabilizando os tempos de resposta.
 
Neste momento, a associação está a acompanhar e a monitorizar a implementação do sistema de gestão da qualidade em diversas instituições, entre as quais: Fundação José Relvas, Santa Casa da Misericórdia de Sardoal, Santa Casa da Misericórdia de Mação, CRIB - Centro de Recuperação Infantil de Benavente, Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida, Centro Dia - Casa Idosos S. José das Matas, Centro Educativo e de Solidariedade Social EZN da Fonte Boa, Santa Casa da Misericórdia de Tomar, Centro Solidariedade Social Nª Sra. das Dores de Ortiga, Centro de Bem Estar Social de Glória do Ribatejo, Fundação Antero Gonçalves - Lar Margarida Gonçalves, em Lisboa e Lar 3ª Idade Envendos, em Envendos.
 
As instituições interessadas em aderir ao projecto da NERSANT devem contactar a associação para o número 249 839 500 ou através do e-mail dfp@nersant.pt.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:32
link do post | comentar | favorito
|

VILA FRANCA DE XIRA - Município investe cerca de meio milhão de euros na manutenção das Piscinas Municipais

No âmbito do funcionamento das piscinas municipais, a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira vai investir cerca de meio milhão de euros na manutenção destes equipamentos.

Limpeza; análises físico-químicas e bacteriológicas; manutenção de infra-estruturas e assistência técnica são as áreas abrangidas pelo investimento, com o objectivo de assegurar os melhores standards de qualidade aos utentes destes espaços.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:34
link do post | comentar | favorito
|

VILA FRANCA DE XIRA - Câmara estabelece protocolo com Hospital para Programa de Reabilitação Cardíaca

No âmbito do Programa Municipal de Reabilitação Cardíaca, a Câmara Municipal estabeleceu um protocolo de cooperação com o Hospital de Vila Franca e a sua entidade gestora, a Sociedade “Escala Vila Franca”.

O Protocolo prevê, por parte do Hospital, a disponibilização de uma equipa técnica para consultas no âmbito do Programa e a aceitação de um candidato proposto pelo Município por cada acção de formação realizada pelo Hospital na área da reabilitação cardíaca.

O Município compromete-se a disponibilizar espaços, técnicos especializados e apoio logístico para as iniciativas que o hospital venha a necessitar, no âmbito das suas acções integradas do projecto.

O Programa visa restabelecer e manter um estado óptimo a nível físico, psicológico, social e profissional a doentes coronários de risco baixo a elevado, através de um conjunto de integrado de actividades (do exercício físico à alimentação) asseguradas por uma equipa multidisciplinar.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:33
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM - Exposição “Braamcamp Freire. Um homem, um sonho, uma obra” inaugurada hoje na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire

A Câmara Municipal de Santarém inaugura, hoje dia 23 de Dezembro, às 18h00, a Exposição “Braamcamp Freire. Um homem, um sonho, uma obra”, na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire.

 

No dia em que se se assinalam os 90 anos da morte de Anselmo Braamcamp Freire, o Museu Municipal de Santarém e a Biblioteca Municipal de Santarém apresentam uma exposição temporária sobre a vida e a obra deste ilustre político, historiador e colecionador. A iniciativa pretende ilustrar o carácter universalista e enciclopédico de Anselmo Braamcamp Freire fazendo um percurso pelas suas filiações ideológicas, pelos seus interesses científicos e pela sua herança patrimonial.

 

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, entre as 9h00 e as 12h30 e das 14h00 às 17h30, até dia 1 de Fevereiro de 2012.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:31
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13


23
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Mais de 500 reuniões de n...

ESCOLA SECUNDÁRIA DO ENTR...

Espaço AZB - Pavilhão de ...

Mercado Oitocentista 2017...

“Toponímia no Feminino em...

54ª Feira Nacional de Agr...

FESTAS DE ABRANTES - FEST...

A VERDADE SOBRE AS DROGAS

Mies van der Rohe e Victo...

Secretário de Estado do A...

arquivos

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds