NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sábado, 31 de Agosto de 2013
ALPIARÇA: Inaugurada a estátua de homenagem ‘Ao Povo de Alpiarça’

Muito público, emoção e alegria marcaram   a inauguração da estátua de homenagem ‘Ao Povo de Alpiarça’

 

 

Centenas de pessoas fizeram questão de marcar presença ontem na inauguração da nova ‘Praça do Município’ e da estátua de homenagem ‘AO POVO DE ALPIARÇA’ uma praça que orgulha o concelho como uma estátua que simboliza muito  da história alpiarcense

O acto da cerimónia contou com a presença do secretário de Estado da Administração Local, Dr. António Leitão Amaro.

Depois do descerramento da bandeira da placa que regista a inauguração do acontecimento e da bandeira que encerrava  a estátua o evento começou com o discurso do escultor Armando Ferreira que deu a conhecer à enorme multidão presente o sentido da estátua e tudo o que ela simboliza como a ligação que tem para com Alpiarça.

De seguida discursou o presidente da Câmara Mário Pereira que deu a conhecer o desenrolar do projecto que envolveu a construção da nova praça para acabar a cerimónia com um pequeno discurso do ‘convidado de honra’ o Secretário de Estado António Leitão Amaro.

De seguida actuou o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Alpiarça para a cerimónia acabar com a oferta de um beberete a todos os presentes no futuro ‘Bar’ da Praça do Município.



Os arranjos deste espaço faziam parte do projecto de ‘Requalificação do Espaço Exterior dos Paços do Concelho’

Entre outras personalidades destacamos a presença de Sérgio Carrinho, presidente da Câmara da Chamusca, das Vereadoras Sónia Sanfona e Regina Ferreira (PS) de Pedro Gaspar, candidato à presidência da Câmara de Alpiarça pelo Partido Socialista, Francisco Cunha, candidato à presidência da Câmara pelo PSD/MPT/TPA, Octávio Augusto do PCP, Armindo Pinhão, ex-presidente da Cãmara, Raúl Figueiredo, ex-presidente da Câmara, entre outros.

Os arranjos deste espaço faziam parte do projecto de ‘Requalificação do Espaço Exterior dos Paços do Concelho’

Por: António Centeio

Fotos: Foto Nogueira



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:50
link do post | comentar | favorito
|

SALVATERRA DE MAGOS: Pavimentações e Repavimentações em curso por todo o concelho

No seguimento das candidaturas apresentadas pela Câmara Municipal a programas de financiamento (apenas possíveis nesta fase por se tratarem de fundos não utilizados por outras entidades públicas, que não puderam assegurar estes financiamentos devido às suas dificuldades financeiras) e das obras totalmente suportadas pela Câmara Municipal, encontram-se a decorrer no concelho várias empreitadas de pavimentação e de repavimentação da nossa rede viária, um pouco por todas as freguesias:

.:Marinhais:.

 

Rua de Macau

Encontram-se já em fase de conclusão os trabalhos de repavimentação desta via, que entre muitas outras valências, dá acesso ao Jardim de Infância e Centro de Dia de Marinhais e também ao Centro Escolar de Marinhais que está em construção.

Nesta empreitada encontra-se em fase de construção as passadeiras elevadas na via, que permitirão também o controlo e regulação da velocidade na via.

Empreitada a cargo da empresa: Constradas, SA

Valor: 45.572,82€

 

Estrada do Furo

A empreitada contempla a repavimentação da Estrada do Furo desde o cruzamento com a Estrada Nacional 118, até ao cruzamento com a Rua do Mercado, incluindo também a correcção dos abatimentos existentes no troço desta estrada já pavimentada (após o cruzamento com a Rua do Mercado). 

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, SA

Valor: 102.035,15€

 

Rua do Cartaxeiro

Repavimentação do troço entre a Rua Joao Pinto Figueiredo e o entroncamento com a Rua dos Grilos, com os trabalho a iniciarem-se muito em breve, num troço importante na vila, que dá acesso também ao Posto da GNR.

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, S.A.

Valor: 13.552,62€

 

Rua dos Grilos

Repavimentação total desta via que liga a Rua do Cartaxeiro à Estrada Nacional 367, no âmbito de uma empreitada já adjudicada e a iniciar muito em breve no terreno.

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, S.A.

Valor: 11.698,96€

 

.:Foros de Salvaterra:.

 

Estrada das Malhadinhas

Uma vez concluída a instalação da rede de esgotos pela empresa Águas do Ribatejo, a Câmara Municipal tem já a decorrer no terreno a repavimentação desta importante via da freguesia.

O ínicio dos trabalhos esteve condicionado à conclusão daquela empreitada, estando a empresa contratada através de concurso público, já no terreno a iniciar a obra.

Empreitada a cargo da empresa: Pragosa, SA

Valor: 349.455,88€

 

Estrada da Barragem

Está adjudicada pela Câmara Municipal a empreitada de repavimentação total desta estrada, importante na interligação das freguesias de Foros de Salvaterra e de Marinhais.

Empreitada a cargo da empresa: Constradas, SA

Valor: 91.234,45€

 

Largo 25 de Abril

Encontra-se adjudicada a empreitada de repavimentação deste importante largo que serve a Junta de Freguesia, Centro de Dia, Jardim de Infância e o Parque de Jogos e Lazer da freguesia, muito utilizado diáriamente pela população.

Obra que será iniciada no terreno nos próximos dias pela empresa contratada.

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, SA

Valor: 11.282,99€

 

.:Salvaterra de Magos:.

 

Repavimentação de Arruamentos - Fase 2

Encontra-se já na fase final, o procedimento concursal para adjudicação da empreitada de repavimentação de vários arruamentos na vila de Salvaterra de Magos, através do qual será nos próximos dias efectuada a adjudicação da empreitada, seguindo-se o início dos trabalhos.

Arruamentos contemplados:

ZONA 1 (Bairro):

- Rua Capitão Salgueiro Maia

- Rua Tenente Coronel Melo Antunes

- Rua Padre Cruz

- Rua Gaspar Costa Ramalho

- Rua B (ligação entre a Rua Centro Paroquial e a Rua Tenente Coronel Melo Antunes)

- Rua A - Bairro Nossa Senhora da Assunção

 

ZONA 2 (Vila):

- Rua Dr. Miguel Bombarda

- Rua António João Ramalho Almeida

- Travessa João Gomes

- Rua da Peteja

 

ZONA 3 (Bairro da Chesal):

- Rua C

- Rua D

- Rua E

- Rua F

 

Empreitada a cargo da empresa: (em fase de adjudicação)

Valor base do concurso: 111.535,78€

 

Estrada do Convento

Encontram-se já bastante adiantados os trabalhos relativos à empreitada de pavimentação desta via, que se constitui numa alternativa a grande parte da Estrada Nacional 118, na ligação entre o nosso concelho e o concelho de Benavente.

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, SA

Valor: 116.946,21€

  

.:Glória do Ribatejo:.

 

Estrada do Cocharro/Rua da Escola

Encontram-se em fase de conclusão os trabalhos desta empreitada que liga as freguesias de Glória do Ribatejo e Granho, numa obra que contemplou igualmente a Rua da Escola, na Glória do Ribatejo e a Rua Luís de Camões Rua Alexandre Herculano, no Granho.

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, SA

Valor: 200.491,64€

 

Travessa da Liberdade

A Câmara Municipal vai muito em breve proceder à repavimentação integral desta travessa, iniciando-se nos próximos dias os trabalhos no terreno pela empresa contratada.

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, SA

Valor: 9.050,55€

 

Rua das Faias

Terão início muito em breve os trabalhos de repavimentação integral da Rua das Faias, no âmbito da empreitada lançada pela Câmara Municipal.

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, SA

Valor: 6.825,41€

 

 .:Muge:.

 

Avenida Dom Dinis

Encontram-se já em fase final os trabalhos de repavimentação desta importante avenida na vila de Muge. A empreitada de repavimentação foi antecedida de uma empreitada de reforço da rede pluvial desta avenida, executada préviamente pela empresa Constradas, SA, no valor de 4.854,50€.

Empreitada a cargo da empresa: Constradas, SA 

Valor: 27.908,92€

 

.:Granho:.

 

Estrada do Cocharro/Rua Luís de Camões e Rua Alexandre Herculano

Encontra-se em fase de conclusão esta empreitada de repavimentação, que veio melhorar a ligação entre as freguesias do Granho e de Glória do Ribatejo, bem como no acesso da população a importantes serviços e espaços da freguesia como a Junta de Freguesia e a Associação Humanitária.

Empreitada a cargo da empresa: Protecnil, SA

Valor: 200.491,64€

  

A Câmara Municipal solicita a melhor colaboração e cooperação dos nossos munícipes, nos locais onde se encontram ou irão encontrar a decorrer os trabalhos mencionados.



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:45
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM: Vera Oliveira é a candidata à Freguesia que Ricardo Gonçalves já presidiu

 

Vera Oliveira apresentará a sua candidatura à União das Freguesias de Achete, Azoia de Baixo e Póvoa de Santarém  no próximo dia 1 de Setembro, Domingo, às 18h30, no Jardim da sede da Junta de Freguesia de Achete.

 

O evento contará ainda com a participação do candidato à Câmara Municipal e atual Presidente, Ricardo Gonçalves, que já presidiu a Junta de Freguesia de Azoia de Baixo, bem como de outros elementos da lista:  Joaquim Saramago, Edmundo Lima, Noélia Vieira, António Veneno, Nélson Temudo, Valentina Cardoso, Filipe Henriques e Paulo Durão.

 

  • ·         Apresentação de candidatura de Vera Oliveira
  • ·         1 de Setembro, 18h30
  • ·         Jardim da sede da Junta de Freguesia de Achet


publicado por Noticias do Ribatejo às 09:44
link do post | comentar | favorito
|

AZAMBUJA: Festa anual em Alcoentre_Azambuja

 

 A Vila de Alcoentre, no Concelho de Azambuja, vai cumprir a tradição com quatro dias de festejos em honra do Senhor Jesus dos Aflitos.

A festa vai decorrer entre os dias 5 e 8 de Setembro com diversas atividades.

 

O programa deste ano abre, dia 5 quinta-feira, com uma “Festa dos anos 80” animada pelo Dj Rui Leiria, a partir das 22h00.

No dia 6, o arraial arranca logo às 18h00. Pelas 21h30, o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Alcoentre faz a sua participação no evento com um desfile e atuação, a que se segue o baile com a música da banda “Xeque Mate”. Já à 01h30 da madrugada, haverá uma largada mista e a animação do Dj Hunter Groove.

No sábado, a tarde será preenchida com atividades infantis, antes do tradicional jogo de futebol “Solteiros x Casados”, às 18h00. A partir das 22h00, terá lugar a atuação da banda “Kumplicidade”, e para fechar a noite mais uma largada mista e o Dj Rider. Neste dia haverá também porco no espeto.

O último dia de festejos, domingo 8, começa com um peditório pelas ruas da vila, a partir das 09h00, acompanhado pela banda de música dos Bombeiros Voluntários de Alcoentre. A missa seguida de procissão em honra do padroeiro – Senhor Jesus dos Aflitos – está marcada para as 16h00. As últimas propostas musicais são a banda “Klimax” (22h00) e um final de festa com o Dj Luciano D´Bahia.

No recinto da festa, haverá serviço de bar e restaurante, todos os dias a partir das 16h00.


 

Deliberações da Reunião de Câmara de 30 de Agosto de 2013

 

 

 

Na reunião extraordinária de 30 de Agosto, o Executivo Municipal de Azambuja deliberou atribuir a declaração de interesse público a duas empresas em atividade no Concelho.

 

Uma destina-se à empresa “Batistas, Reciclagem de Sucatas, S.A.” que necessita desse documento para obter da Administração Central a renovação da licença ambiental que caducará dentro de poucos meses. A atividade está devidamente licenciada, contudo, os atuais dispositivos e suportes informáticos revelaram alguma área – nomeadamente, as lagoas de tratamento de efluentes – em espaço da Reserva Agrícola Nacional que o suporte em papel e a escala de trabalho utilizados à data dos licenciamentos iniciais não permitiam identificar. Recorde-se que esta unidade, localizada na freguesia de Vila Nova da Rainha, emprega cerca de 90 pessoas.

 

 

 

Outra declaração de interesse público refere-se à “Gepack – Empresa Transformadora de Plástico, S.A.”, que pretende expandir a sua atividade para o que necessita de construir uma nova área de produção e um novo armazém, numa área total de 2.700 m2, no seu complexo situado em Aveiras de Cima. Esta declaração foi solicitada com caráter de urgência, uma vez que o projeto de ampliação da empresa está candidatado a fundos comunitários cujo processo tem trâmites e prazos relativamente apertados. Refira-se que este crescimento proporcionará a criação de cerca de uma dezena de postos de trabalho. Ambas as declarações de interesse público serão submetidas à apreciação da Assembleia Municipal.

 

 

 

Foi aprovado o contrato de comodato a assinar pelo Município e pelo Grupo Desportivo de Azambuja relativo às instalações de um dos pavilhões do edifício EPAC. O referido pavilhão já está em utilização por esta coletividade, que ali proporciona a prática desportiva com destaque para a ginástica infantil e juvenil, e o cardiofitness, a musculação e as aulas de grupo para adultos. A cedência de utilização é gratuita e tem um prazo de 4 anos, cabendo àquela associação o pagamento dos diversos consumos energéticos da utilização destas instalações.

 

 

 

Foi, igualmente, aprovado o protocolo que a autarquia estabelecerá com a Junta de Freguesia de Aveiras de Baixo e a Associação de Moradores e Naturais de Casais da Lagoa com vista ao aproveitamento do espaço da antiga escola primária da localidade de Casais da Lagoa. O imóvel, que se manterá como propriedade do município, está atualmente sem utilização e tem as condições pretendidas quer pela Associação local de moradores, para constituição da sua sede social, quer pela Junta de Freguesia de Aveiras de Baixo, para instalação de um parque de viaturas.

 

 

 

O Executivo Municipal deliberou, ainda, conceder dois apoios.

 

O Centro de Cultura e Desporto da Câmara Municipal irá receber uma verba de € 17.500,00 (dezassete mil e quinhentos euros), considerando o importante papel de âmbito social deste organismo junto dos seus sócios, nomeadamente na comparticipação de cuidados médicos e de livros escolares dos agregados familiares de rendimentos mais baixos.

 

A Casa do Povo de Manique do Intendente irá receber o apoio em mão de obra e cedência do equipamento necessário à realização de algumas obras no pavilhão polidesportivo, ficando responsável pela aquisição dos materiais. A intervenção consiste na ligação do pavilhão à rede pública de saneamento, na construção de uma zona de estacionamento e na criação de um acesso pedonal mais direto e seguro aos alunos da Escola Básica 2,3 que ali têm as suas aulas de Educação Física.


 



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:41
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 30 de Agosto de 2013
SANTARÉM: Carlos Santos apresenta candidatura

Será no Recinto de Festas das Abitureiras, no dia 31 de Agosto, às 18h00, no que Carlos Santos apresentará a sua candidatura à Assembleia de Freguesia de Abitureiras.

 

O evento contará ainda com a participação do candidato à Câmara Municipal e atual Presidente, Ricardo Gonçalves, bem como de outros elementos da lista,  Jorge Balau, Inês Domingos, Elisabete Branco, Paulo Duarte, Rui Roberto e Cristina Venâncio.

 

  • ·         Apresentação de candidatura de Carlos Santos
  • ·         31 de Agosto, 18h00
  • ·         Recinto de Festas de Abitureiras.


publicado por Noticias do Ribatejo às 10:10
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013
AZAMBUJA: Atividade desportiva em Setembro, em Manique do Intendente

 O pavilhão polidesportivo de Manique do Intendente vai iniciar o novo ano letivo com atividades desportivas variadas.

Algumas das modalidades a praticar serão o futsal (escolinha dos 8 aos 14 anos), o BTT juvenil (também dos 8 aos 14 anos), a dança Hip Hop (dos 8 aos 16 anos). Refira-se que estas atividades têm o custo mensal de € 15,00 por participante e só terão início com um mínimo de 10 praticantes.

 

Haverá, também, ginástica para adultos, a partir dos 16 e sem limite de idade. As aulas têm o início programado para o dia 3 de Setembro, realizando-se às terças e sextas-feiras das 20h00 às 20h45. A mensalidade é, igualmente, de € 15,00 euros e o seguro é opcional. Serão responsáveis pelas aulas os professores Patrícia Casaleiro, Ricardo Monteiro e Carina Santos.

Para os interessados em artes marciais, está disponível o Karaté Shotokan. As inscrições estão abertas a praticantes a partir dos 5 anos.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

RIO MAIOR: Inês Aguiar é a mandatária do Movimento Projeto de Cidadania (apoiado pelo Bloco de Esquerda)



Inês Aguiar (foto), de 21 anos, é a mandatária do Movimento Projeto de Cidadania apoiado pelo Bloco de Esquerda e, desta forma, pertence também à lista de Assembleia de Freguesia de Rio Maior.


Inês é, como muitos dos jovens que integram este Movimento, uma jovem preocupada com as necessidades e problemas que a sua faixa etária atravessa de momento, mas principalmente com as outras faixas trabalhadoras que estão a perder oportunidades de conseguir melhorar a sua qualidade de vida no concelho.


Terminou em 2012 a Licenciatura em Turismo no IPL em Peniche e atualmente trabalha como Operadora de Loja num supermercado local. Como necessidade pessoal, acabou por integrar um grupo de rock/alternativo Riomaiorense como vocalista, onde lhes é permitido exprimir as suas preocupações e sentimentos atuais.


Integrar o Movimento Projeto de Cidadania tornou-se algo óbvio para a Inês, uma vez que o Projeto tem como principal preocupação o desenvolvimento e recuperação do património que tem estado em decadência, património este onde se encontra inserido a Mina de Rio Maior, as Escadinhas de Rio Maior, património inserido nas Alcobertas (como o forno medieval) e outros recursos (construídos pelo Homem ou não). Ainda assim, é um ponto central no Projeto, a defesa do ambiente, com a particularidade do rio Maior que banha a cidade e dá o nome ao concelho, rio este que atualmente serve, em vários pontos do seu curso, como um contentor de lixo indesejado. A simples preocupação em solucionar alguns dos problemas encontrados, permitiria, em muito, a melhoria da qualidade de vida da população Riomaiorense, e impulsionaria, assim, mais atratividade para o concelho a nível nacional e internacional.


Desta forma, para Inês Aguiar, este Movimento torna-se fulcral uma vez que é composto por um grupo de cidadãos distintos, entre ativos, reformados, estudantes (entre outros), que procura ouvir cada integrante e cada cidadão do concelho. É um Projeto que promove a democracia participativa, em que cada ideia deve ser ouvida, cada recurso é potencialmente passível de explorar. É um Movimento feito de pessoas e em conjunto com as pessoas, em que o objetivo principal é tornar Rio Maior uma localidade continuamente habitável, com capacidade de dar resposta à crescente taxa de desemprego e evolução das necessidades concelhias.


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:35
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM: Torneio de Golfe NERSANT acontece dia 28 de setembro em Benavente

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, em conjunto com o Santo Estêvão Golfe, vai realizar, no dia 28 de setembro, um torneio de golfe empresarial. As empresas interessadas já se podem inscrever na iniciativa.

Numa organização conjunta com o Santo Estêvão Golfe, vai realizar-se, no dia 28 de setembro, o Open de Golfe NERSANT. A iniciativa vai realizar-se em Benavente e pretende reunir, num ambiente descontraído, empresários, gestores e colaboradores de empresas, organizações e associações que exerçam a sua atividade em Portugal.

O torneio será disputado por equipas de 2 jogadores, na modalidade de "Texas Scramble Stableford", embora cada empresa possa inscrever mais do que uma equipa. A associadas da NERSANT beneficiam de condições especiais de participação, uma vez que têm um custo reduzido em relação às empresas não associadas. O valor da inscrição é por jogador, sendo que os jogadores das empresas associadas pagam 40 euros e os jogadores das empresas não associadas da NERSANT pagam 50 euros (valores incluem o torneio e o almoço).

Com esta iniciativa, a NERSANT prossegue com o objetivo de promover a prática de modalidades de desportivas com características outdoor, estimulando o convívio e confraternização entre empresas/ entidades da região.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:34
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 28 de Agosto de 2013
SANTARÉM: LNEC vai retomar estabilização das encostas de Santarém e obra pode avançar em 2014 depois da candidatura a fundos comunitários

 

Sérgio Silva Monteiro, Secretário de Estado das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações, garantiu hoje, dia 27 de agosto, em Santarém, que o LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil, vai retomar as operações de monitorização das barreiras, que estavam interrompidas há seis anos.

O alargamento da monitorização vai permitir identificar as prioridades das intervenções a candidatar a fundos comunitários, pelas várias entidades envolvidas: Câmara de Santarém, LNEC e REFER – Rede Ferroviária Nacional.

O aumento da monitorização vai também “garantir informação de curto prazo para tentar mitigar eventuais possíveis acidentes, e depois acompanhar a execução das obras que for necessário fazer no prazo e com os meios financeiros que for possível encontrar”, afirmou o Presidente do LNEC, Carlos Pina.

O Secretário de Estado das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações, prometeu ainda que a obra pode avançar em 2014, através de candidatura da estabilização das encostas de Santarém ao próximo quadro comunitário, prevendo que entre 2014 e 2019 a intervenção possa ser concluída.

Sérgio Monteiro referiu que o Governo está “na disponibilidade de fazer a candidatura e dessa forma o esforço orçamental do Estado é reduzido e a capacidade de execução do investimento que está previsto no relatório do LNEC, que se cifra entre os 18,5 e os 19 milhões, é uma realidade possível”, no final de uma visita às encostas de Santarém.

O governante garantiu também que a preparação do dossier vai avançar de imediato para que a obra possa ser das primeiras a ser co-financiada no próximo quadro comunitário de apoio, tendo em conta que a instabilidade das encostas é reconhecida há décadas, tendo-se agravado em 2001, na sequência da ruína de parte das muralhas da antiga Alcáçova, devido a uma intempérie.

Após reunião nos Paços do Concelho, entre Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, Sérgio Monteiro, Secretário de Estado das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações, os Vereadores da autarquia Scalabitana, Catarina Maia, António Valente, Luísa Féria, João Lucas, Ludgero Mendes e Carlos Pina, Presidente do LNEC, para apresentação do dossier, a Comitiva realizou uma visita às encostas de Santarém, juntamente com os deputados da Assembleia da República, eleitos pelo círculo de Santarém, Carina João, Isilda Aguincha e Vasco Cunha e dos membros da Assembleia Municipal de Santarém, Francisco Madeira Lopes, José Luís Cabrita, Bruno Góis e Aires Lopes.

Ricardo Gonçalves demonstrou a sua satisfação por ser possível, já em 2014, avançar com as obras há muito aguardadas, sendo que a estabilização das encostas vai ser feita tendo como base um projeto concluído pela Câmara de Santarém em 2010 e que define as obras necessárias para garantir a segurança das populações e a salvaguarda do património, que até então, estão em causa.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:16
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 27 de Agosto de 2013
AZAMBUJA: Recolha de sangue e dadores de medula, em Azambuja

 

O Grupo de Dadores de Sangue de Azambuja vai realizar mais uma recolha de sangue. A iniciativa vai decorrer no domingo, dia 01 de Setembro, entre as 09h00 e as 13h00 e terá lugar nas instalações da Associação Cultural “A Poisada do Campino”, no Campo da Feira, em Azambuja. Esta ação conta, como habitualmente, com a colaboração e supervisão do Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

 

Em simultâneo, o grupo vai realizar uma campanha de angariação de potenciais dadores de medula óssea. O primeiro passo desse processo consiste numa pequena colheita, destinada à análise das características do sangue, e no registo dessas características e da identificação do dador na base de dados nacional. A partir desse registo, o dador poderá ser convidado a efetuar uma dádiva destinada a uma pessoa que precise e com a qual seja compatível.

 

O grupo apela à participação de todos os associados e sensibiliza a população, em geral, para a necessidade de haver mais dadores e para o slogan do movimento, “dar sangue é dar vida”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:35
link do post | comentar | favorito
|

SALVATERRA DE MAGOS:Decorre o Passeio de Verão com 1.375 Seniores e Reformados

Iniciado a 13 de Agosto e com a última viagem agendada para 30 de Setembro, o Passeio de Verão para Seniores e Reformadosdo nosso concelho, organizado pela Câmara Municipal, está a levar todos os nossos seniores e reformados a visitar o Alentejo.

Com um calendário de viagens que se estende até final de Setembro, os nossos seniores estão a visitar na presente edição deste passeio já tradicional passeio de Verão, a Barragem do Alqueva, a Igreja Matriz de Portel e o respectivo Parque da Matriz, acabando a viagem com a visita à fábrica de bolos regionais de Maria de Lurdes Esturra.

 Este passeio que a Câmara Municipal organiza anualmente, envolvendo também os seniores que se encontram ao cuidado dos centros de dia e lares do concelho, conta na presente edição com 1.375 inscritos nas viagens calendarizadas até ao termo da actividade.

  

Tem sido notória a satisfação de todos os seniores que já realizaram este passeio, que se traduz a cada viagem sempre num momento de saudável e salutar convívio entre os participantes. Viagens sempre acompanhadas pelos nossos técnicos de turismo e de animação social.

 


publicado por Noticias do Ribatejo às 20:32
link do post | comentar | favorito
|

AZAMBUJA: Deliberações da Reunião de Câmara de 26 de Agosto

Na reunião ordinária de 26 de Agosto, o Executivo Municipal de Azambuja deliberou isentar a Santa Casa da Misericórdia de Azambuja do pagamento das taxas devidas pela emissão de um alvará de construção. Esta instituição particular de solidariedade social pretende lançar, o mais rapidamente possível, o concurso para a empreitada de ampliação do seu lar de idosos e de construção de uma nova unidade funcional, projetos para os quais tem um pedido de financiamento à Segurança Social, bem encaminhado, segundo os seus responsáveis. As taxas em causa, de que o município prescinde como forma de apoio indireto, totalizam o montante de € 20.652,36.

 

Nesta sessão foi deliberado atribuir um apoio no valor de € 5.500,00 (cinco mil e quinhentos euros) ao Aveiras de Cima Sport Clube. A decisão da autarquia vai ao encontro da solicitação dos novos órgãos diretivos que reativaram, em Maio último, a prática desportiva nesta coletividade, com destaque para várias equipas de futebol nas camadas mais jovens. Por outro lado, trata-se de criar todas as condições necessárias ao aproveitamento e rentabilização de um investimento municipal na área sociocultural superior a 400 mil euros: o campo relvado sintético de Aveiras de Cima. O apoio agora atribuído destina-se, nomeadamente, a obras de melhoramento dos balneários.

 

Foi aprovada uma proposta relativa ao processo de legalização da AUGI – Quinta do Mor, em Aveiras de Cima, que permite aos proprietários interessados o pagamento das taxas devidas pela emissão de alvará apenas no momento em que estes apresentem o requerimento da respetiva licença (de construção, de utilização, ou outra). O valor a pagar por cada um será variável, em função da área dos respetivos imóveis. Recorde-se que o licenciamento daquela área urbana está praticamente concluído, e que as referidas taxas foram reduzidas a 10% do valor total por deliberações da Câmara e da Assembleia municipais, em Novembro de 2012. Esta proposta será agora submetida à Assembleia Municipal

 

O Executivo Municipal aprovou o resultado do concurso público para concessão do direito de ocupação e exploração do espaço público para a atividade de exposição e comercialização de automóveis. O espaço em causa é a zona de estacionamento da entrada nascente da Vila de Azambuja (junto ao pavilhão EPAC) – que registava uma utilização praticamente nula –adjudicado ao comerciante de automóveis José Augusto Soares de Oliveira. Em troca de uma renda mensal de € 1.410,00 (mil quatrocentos e dez euros), o município cede aquele direito por um prazo inicial de seis meses, renovável automaticamente por iguais períodos.

 

Foi aprovada a celebração de um protocolo a estabelecer entre o Município de Azambuja e a Escola Superior de Educação de Santarém com vista à realização de estágios curriculares por alunos desta instituição em integração na estrutura municipal. O acordo prevê duas vagas anuais para estágios do Curso de Especialização Tecnológica – nível V – na área de “Animação Turística: Património, Natureza e Aventura”.

 

Por último, foi deliberado adquirir oito cadeiras, no valor aproximado de € 200,00 (duzentos euros), a entregar ao Centro Cultural Azambujense. Trata-se de repor o número de cadeiras desaparecidas aquando do empréstimo de várias dezenas por parte daquela coletividade, por ocasião da Feira de Maio de 2013.

 

* Nota – foram retiradas as seguintes propostas: contrato de comodato com o Grupo Desportivo de Azambuja; declarações de interesse público relativas às empresas Batistas, Gepack e Digone, e ao projeto do Lar Vila Mendes; protocolo com a Junta de Freguesia de Aveiras de Baixo e moradores de Casais da Lagoa; atribuição de apoios ao Centro de Cultura e Desporto da Câmara Municipal, Associação Recreativa e Cultural de Quebradas e Casa do Povo de Manique do Intendente



 

“Aveiras de Cima: Vila Museu do Vinho” convida para a Vindima

 

21 de Setembro de 2013

 

 

 

Sábado, 21 de Setembro é dia de Vindimas na “Vila Museu do Vinho”, em Aveiras de Cima, Município de Azambuja.

 

Em pleno coração do Ribatejo – tão conhecido pelos seus excelentes vinhos – os vitivinicultores de Aveiras de Cima recebem os visitantes nas suas vinhas e adegas para um conjunto de atividades que vão desde a vindima até à pisa no lagar, passando pela preparação do próprio almoço – o tradicional “torricado” com  bacalhau assado, típico deste concelho – sem esquecer uma prova de vinho conduzida por um enólogo.

 

 

 

Este programa das vindimas foi criado com vários objetivos. Desde logo, trata-se de celebrar o momento mais alto de qualquer ciclo agrícola – a colheita – e, de facto, toda a azáfama da vindima tem muito trabalho mas também um ambiente de festa. Por outro lado, esta atividade pretende ser um complemento prático à informação e às visitas que a Vila Museu proporciona aos visitantes, ao longo de todo o ano. Por fim, é sem dúvida um grande e divertido desafio para os que querem passar um dia diferente em pleno contacto com a natureza.

 

 

 

A proposta é, então, viver um dia cheio de emoções e boa disposição, entre as nove e picos da manhã e as quatro da tarde, aproximadamente. Desde logo, experimentar vindimar e pisar a uva no lagar, mas também preparar o almoço, com um kit ''Torricado'' entregue a cada participante. Além de o saborear, aprende-se a fazer este prato típico na vinha, tal como antigamente… Por fim, na adega, a prova de vinho conduzida por um enólogo. Oportunidade para aprender todos os truques de como provar um vinho, e descobrir os odores e sabores que nele se encontram.

 

 

 

É, sem dúvida, um programa turístico diferente, com muita interação com o universo da produção de vinho e também com a população local. Um dia que – com toda a certeza – ficará gravado na memória de quem visita o Concelho de Azambuja e, em particular, as vindimas de Aveiras de Cima.

 

Recorde-se que o projeto “Aveiras de Cima – Vila Museu do Vinho” integra uma dezena e meia de adegas integradas na malha urbana da vila e visitáveis ao longo de todo o ano

 

 

 

Descubra como nasce um grande vinho… Entre nesta aventura!... Seja bem-vindo(a) ao Ribatejo!

 

O custo é de € 30,00 (por pessoa) e inclui: chapéu + tesoura de vindimar + águas + almoço completo + prova de vinho conduzida + 1 garrafa de vinho VMV




publicado por Noticias do Ribatejo às 14:09
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM: 150 pessoas na apresentação de Orlando Félix

 

Ricardo Gonçalves apoia o candidato à Gançaria

 

 

 

Foi com a casa cheia que decorreu a apresentação da candidatura de Orlando Félix à Assembleia de Freguesia da Gançaria. Mais de 150 pessoas se reuniram ontem, na sede de campanha (antigo minimercado da Gançaria) para apoiar o candidato.

 

O evento contou com a participação do atual Presidente de Junta de Freguesia, Joaquim Aniceto, que dirigiu breves palavras de apoio a Orlando Félix e sublinhou que “se estamos aqui hoje, se esta freguesia continua, muito se deve ao Ricardo Gonçalves, a quem agradeço o apoio constante.”

 

O candidato e atual Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Ricardo Gonçalves, relembrou algumas das obras feitas pelo executivo da Freguesia nos últimos anos, designadamente a estrada que liga a Gançaria a Rio Maior, bem como o Jardim temático, elemento diferenciador do Concelho de Santarém. Sobre a equipa que agora apresenta a candidatura, realçou que é uma equipa de “gente boa, gente trabalhadora e gente competente” que “muito se debateu para que a Gançaria continuasse a ser uma Freguesia.”

Em jeito de apelo, Ricardo Gonçalves pediu “Não digam mal das outras candidaturas. Digam apenas que vamos fazer melhor.”

 

O candidato à Assembleia de Freguesia da Gançaria, Orlando Félix (e atual Presidente da Assembleia de freguesia), emocionado perante a plateia, afirmou “Não sou político, sou apenas um cidadão da Gançaria. Posso dizer com orgulho: Eu quero ser Presidente da Junta de Freguesia da Gançaria.” Relembrando algumas das iniciativas levadas a cabo pela em que participou, salientou “Com estas duas mãos projetei, desenhei, pavimentei e ajudei na construção do Jardim Temático.”



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:15
link do post | comentar | favorito
|

BENAVENTE: Almoço Convívio Sénior

Almoço Convívio Sénior do concelho de Benavente, que vai decorrer no dia 29 de Agosto, no Vale da Asseiceira - Barrosa.

 

Este promete ser um dia de festa para os cerca de 1000  reformados e pensionistas do concelho, que todos os anos participam nesta iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Benavente, em colaboração com as Juntas de Freguesia e Instituições Particulares de Solidariedade Social do município.

Aos participantes basta trazerem boa disposição, condição indispensável ao salutar convívio.

O Encontro irá realizar-se no Vale da Asseiceira, na Barrosa, um espaço esplêndido, repleto de árvores que vão proporcionar sombras agradáveis. A animação musical será uma constante, para alegrar ainda mais o dia.

 

O almoço será composto por: sardinhas ou carapaus assados, febras/entremeadas grelhadas com salada, fruta e gelado.

 

Os participantes inscreveram-se nas Juntas de Freguesia das respectivas áreas de residência. Para esta tarefa muito contribuíram as Associações e Lares de Idosos do concelho



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:14
link do post | comentar | favorito
|

CARTAXO: FESTAS ANIMAM A FREGUESIA DE VALE DA PINTA



Junta de Freguesia iniciou o trabalho de organização das festas, que foram concretizadas pela Sociedade Cultural e Recreativa

 

 

Os Festejos em Honra de Nossa Senhora da Graça estão a animar a freguesia de Vale da Pinta. A festa começou na passada sexta-feira, 23 de agosto, oferecendo um programa de atividades diversificado, que se estende por cinco dias.

 

O trabalho de preparação destes tradicionais festejos foi iniciado pela Junta de Freguesia e finalizado pela Sociedade Cultural e Recreativa (SCR) de Vale da Pinta. Os novos órgãos sociais da coletividade foram eleitos em finais de julho e aceitaram desde logo abraçar este projeto.

 

No momento de abertura das festas, o presidente da Câmara Municipal do Cataxo, Paulo Varanda, enalteceu a disponibilidade dos elementos da SCR, “que demonstraram, com força e firmeza, que são pessoas prontas para o trabalho, ao aceitarem organizar as festas desta grande terra que é Vale da Pinta”.

 

Paulo Varanda reconheceu igualmente o empenho da Junta de Freguesia em manter viva esta tradição e afirmou que está convicto de que “é com pessoas assim, trabalhando unidas e em prol da valorização da terra, enfrentando as dificuldades do presente, que se contrói um futuro confiante e melhor. O movimento associativo é um exemplo da excelente dinâmica que se cria no concelho e acredito que, em Vale da Pinta, continuaremos a ter a festa no próximo ano”, acrescentou.

 

Para o presidente da Junta de Freguesia, Fernando Ramos, é uma grande satisfação continuar a ver a sua terra a ser dinamizada por estes festejos. “Eu, os restantes elementos do executivo e os colaboradores da Junta, desenvolvemos um enorme esforço para a realização da festa. Para os mais pessimistas que diziam que Vale da Pinta não iria ter festa, aqui está ela, concretizada pela SCR”, referiu, dirigindo palavras de apreço e gratidão aos elementos da coletividade, assim como à população e tecido empresarial, cuja colaboração contribuiu para que “num tão curto espaço de tempo, fosse possível reslizar esta festa”.

 

Grupo unido e com espírito positivo

 

Eugénia Louro, presidente da SCR de Vale da Pinta, é uma mulher otimista, que acredita que “se estivermos unidos e puxarmos para o mesmo lado, temos força suficiente para alcançar aquilo que queremos”.

 

Os onze elementos que compõem os órgãos sociais assumiram a responsabilidade de concretizar a festa e partilham do mesmo espírito. “Sabemos que estamos a viver um período em que nada nos cai de bandeja e que a própria situação financeira da coletividade não é animadora, mas estamos confiantes e otimistas que, com a ajuda de todos, conseguimos fazer a festa e erguer a coletividade”, acrescentou Eugénia Louro.

 

Música popular, folclore, quermesse e serviço de almoços e jantares tem vindo a animar o arraial das festas.  No domingo, realizou-se a missa e procissão em Honra de Nossa Senhora da Graça e hoje, segunda-feira, a tradição dita que o palco é da banda Ferro & Fogo – desde há muito que o grupo é presença assídua nas festas de Vale da Pinta, atuando sempre na noite de segunda-feira.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:11
link do post | comentar | favorito
|

SALVATERRA DE MAGOS: Campanha de Troca de Manuais Escolares

Câmara Municipal de Salvaterra de Magos está a promover uma campanha de troca de manuais escolares, com vista à promoção da sua reutilização neste novo ano lectivo que se aproxima.



 

Esta campanha que procura apoiar as famílias neste encargo anual sobre os seus orçamentos, tem também associados objectivos de natureza ecológicos e ambientais, dado promover a reutilização de manuais em bom estado, em detrimento da compra de novos.

 

Destinada a todos os cidadãos que necessitem de manuais e que queiram partilhar os seus de anos lectivos anteriores, a iniciativa está a ser desenvolvida na Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos, local onde poderá efectuar a entrega e o levantamento de manuais.

 

Quão mais manuais doados tivermos, maior será naturalmente a abrangência de disciplinas e de anos escolares pela campanha, que terá por consequência directa mais famílias apoiadas e um contributo pertinente ao nível também ecológico.

 

Se possui em sua casa manuais em bom estado e possiveis de serem reutilizados num novo ano lectivo, não hesite e junte-se a nós nesta campanha Trocar para Educar.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:09
link do post | comentar | favorito
|

VILA FRANCA DE XIRA: 12 habitações sociais municipais atribuídas esta terça-feira pelo Município

O Município de Vila Franca de Xira atribui, esta terça-feira, 27 de agosto, pelas 16h00, 12 habitações sociais municipais, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. O ato insere-se no âmbito do “Programa de concurso para a atribuição, na modalidade de licença de utilização do fogo, de frações municipais de habitação social no Concelho de Vila Franca de Xira”.

As habitações a atribuir situam-se nas freguesias de Alhandra, Castanheira do Ribatejo, Póvoa de Santa Iria, Sobralinho, Vialonga e Vila Franca de Xira.

No ano em curso é a segunda vez que a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira atribui fogos municipais. A primeira vez foi a 10 de julho, num total de 7 casas.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:08
link do post | comentar | favorito
|

ABRANTES: Delegação de Abrantes da Cruz Vermelha Portuguesa

 


Os interessados devem entrar em contacto através do telefone 241 372 910 e/ou email actividades@cvp-abrantes.net. Podem também dirigir-se às nossas instalações situadas na Rua D. Afonso Henriques, nº 8, 2200-404 Abrantes. Esta informação encontra-se presente no cartaz.

O vosso espaço é um dos meios privilegiados para fazer chegar a informação às pessoas da região e, como tal, ficaríamos gratos se pudessem partilhar o material que vos enviamos, na vossa página web ou nas redes sociais.

Se acharem por bem complementar a imagem com texto, podem usar a frase:

"Porque os nossos hábitos contam!

Cuide de si, a sua saúde agradece o equilíbrio completo do bem-estar físico, mental e social."

Se for necessário qualquer informação extra, fiquem à vontade para solicitar.

A Delegação de Abrantes da Cruz Vermelha Portuguesa encontra-se em clara expansão e pretendemos, cada vez mais, proporcionar distintos serviços para a população que servimos, sendo estas sessões mais uma resposta nesse sentido.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:05
link do post | comentar | favorito
|

CHAMUSCA: Biblioteca Vai Ao Museu Do Fado

Appio Cláudio é uma voz ativa no panorama cultural chamusquense. Poesia, ficção e pintura são modos de expressão que utiliza habitualmente. Representou Portugal em 2001, no Workshoping Criativo - Hungria.

Propõe-nos neste ano de 2013, canções para o tempo que passa, uma coleção de 18 obras em técnica mista que estará acessível ao público, na sala polivalente da Biblioteca Municipal da Chamusca entre 14 de setembro e 2 de outubro.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:04
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 25 de Agosto de 2013
TEMAS DE SAÚDE: Cólon irritável

Por: Antonieta Dias (*)

 

O síndrome de cólon irritável, muitas vezes denominado como um distúrbio nervoso, sem causa orgânica, está por vezes associado a um intestino espástico.

Trata-se de um cólon caracterizado por um conjunto de sintomas por vezes inexplicado, em que a exuberância sintomatológica implica observação médica e instituição terapêutica, por incapacidade de controlo do quadro clínico.

Manifesta-se por dor, alterações do trânsito intestinal (obstipação /diarreia), flatulência e distensão abdominal, muitas vezes acompanhado de abdominalgia / cólica abdominal.

Porém, este síndrome afecta uma percentagem relativamente significativa da população em geral

Apesar de ser benigno é perturbador pelo desconforto que origina.

Afecta 30% da população ocidental em alguma fase da sua vida. É três vezes maior nas mulheres, e sobretudo surge nas adultas jovens.

A prevalência nos Estados Unidos da América é elevada, representa 15%.

Não temos dados explicativos para a ocorrência de uma maior incidência nas mulheres, o que nos faz pensar que pelo facto de o sexo feminino, ter mais visitas medicas registadas, embora sem carácter científico esta pode ser uma razão bastante plausível e que não nos custa aceitar como verdadeira.

Em Portugal é  a patologia mais procurada e diagnosticada nas consultas de gastroenterologia.

A sua evolução é  benigna, mas recorrente, não predispõe ao aparecimento de cancro, doença inflamatória intestinal e muito menos hemorragias.

Com o decorrer do tempo pode dar origem a diverticulose com presença de divertículos ( dilatações saculares de dimensões muito pequenas), cuja benignidade, também não nos obriga a incluí-la como uma doença grave e muito menos incapacitante.

Importa, contudo referir que é frequente a existência de um quadro clinico mais grave (diverticulite), cujo tratamento pode passar por uma intervenção cirúrgica se a situação não curar com tratamento conservador.

Era comum pensar-se que a origem desta doença estava relacionada com distúrbios de índole alimentar e /ou situações de stress, contudo isto não foi comprovado.

O aparecimento de sintomas com a ingestão de certos alimentos fez com que alguns doentes pensassem que a sua origem estava relacionada com determinados alimentos.

Importa, contudo referir que certas alergias alimentares apesar de raras, podem justificar os sintomas associados ao síndrome de cólon irritável.

Apesar de o síndrome do cólon irritável estar associado a uma hipersensibilidade do cólon com determinados alimentos, apenas podemos concluir como uma probabilidade, sendo uma situação muito excepcional, que leva a alterações mecânicas de contracção e relaxamento dos músculos da parede intestinal, alterando  a progressão normal do conteúdo alimentar ao longo do tubo digestivo.

Este facto pode aumentar ou diminuir a frequência dos ritmos de contracção e relaxamento muscular intestinal, aumentando ou diminuído a frequência das fezes e a sua consistência.

A sintomatologia do cólon irritável caracteriza-se pelo aparecimento de abdominalgia mais ou menos acentuada, distensão abdominal, enfartamento pós-prandial, eructações, alterações do trânsito intestinal (obstipação e/ou diarreia, ou mesmo as duas associadas em alternância).

Por vezes as fezes podem ser raiadas de muco, porém este sindrome nunca está associado a hemorragia ano-rectal, sendo assim, necessário fazer o diagnóstico diferencial com outras patologias.

O diagnóstico do sindrome do cólon irritável fundamenta-se sobretudo na história clínica, na especificidade da sua sintomatologia e no exame objectivo detalhado do paciente.

Todavia, este facto não exclui a necessidade de por vezes submeter os doentes a exames complementares de diagnóstico para garantir que a sintomatologia apresentada, não tem origem noutro tipo de problemas, pelo que não é rara a realização de colonoscopias, endoscopias digestivas altas, ou outros exames radiológicos, para esclarecimento do problema, podendo até nalguns casos solicitar uma avaliação psicológica do paciente.

Esta investigação clinica permite-nos excluir outros diagnósticos como por exemplo neoplasias, doença de crohn, diverticulite ou mesmo depressão.

A base do tratamento desta doença incluiu medidas conservadoras (tratamento médico), associado ao controlo do stress e a padrões alimentares que se coadunem com este tipo de patologia.

São sempre de aconselhar medidas dietéticas onde se excluem alimentos não digeríveis ou de difícil digestão.

Se conseguirmos que os pacientes tenham fezes mais moldadas e moles, estamos a contribuir para uma melhoria da progressão dos alimentos no intestino e muitas vezes corrigimos o desconforto da sintomatologia apresentada por estes doentes.

Tendo em conta estes aspectos, sempre que o doente manifesta diarreia deve ser estimulado a comer alimentos fibrosos ingeridos com pequenas quantidades de líquidos, contudo se pelo contrário surge obstipação, as fibras devem ser ingeridas com muitos líquidos, para tornarem as fezes mais moles e facilitar a sua expulsão.

Certos pacientes têm agravamento da sua doença com a ingestão de café, chá, chocolate, queijo, manteiga, leite, álcool, produtos lácteos ou nicotina, podendo mesmo alterar o próprio trânsito intestinal, pelo que estes alimentos devem ser evitados e excluídos da dieta diária.

Certo é que alguns alimentos podem ser causadores de maior desconforto, importa porém identifica-los o que nem sempre é fácil, tendo em conta as características individuais de cada pessoa que por ser única e ser possuidora de especificidades próprias não permite a modalidade de uma dieta padrão para aliviar a doença.

Nem sempre a correcção alimentar é suficiente para suprir o sofrimento do doente, sendo então complementadas as medidas dietéticas com a prescrição de fármacos destinados a corrigir e controlar os sintomas.

Sempre que constatamos com situações de elevado stress é aconselhável recorrer ao apoio de um psicólogo que ensine o paciente a usar técnicas de relaxamento, destinadas a melhorar a gestão dos fenómenos de elevada ansiedade e a melhorar a performance dos recursos disponíveis.

Os fumadores devem ser incentivados a deixar de fumar.

Em suma, apesar do processo de resolução do controlo do alívio da sintomatologia do cólon irritável ser por vezes lento, podendo levar seis meses ou mais à estabilização completa dos sintomas, os profissionais envolvidos na proposta de tratamento, devem munir-se de muita paciência tanto para prestar o apoio inicial, como nas agudizações e devem ser persistentes e assertivos na educação dos factores de agravamento.

No caso em apreço uma dieta individualizada, correta, com identificação dos alimentos que possam despoletar a sintomatologia é uma tarefa diária exigida à terapia comportamental alimentar destes pacientes.

Resta apenas acrescentar que alimentos ricos em gorduras, leguminosas, picantes, certos legumes (couve flor, bróculos, ervilhas), chá, café, bebidas alcoólicas devem ser excluídas da dieta destes doentes.

Recomendamos a necessidade de fazer 5 a 6 refeições diárias, comer devagar( saboreando os alimentos e mastigando-os com calma), evitar refeições tardias à noite e promover um exercício físico regular são aspectos do quotidiano que podem melhorar a qualidade de vida dos pacientes que sofrem de cólon irritável.”

“Comer é uma necessidade, mas comer com inteligência é uma arte”. La Rochefouucauld”

(*Doutorada em medicina)



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 23 de Agosto de 2013
BENAVENTE: Deliberações e outros assuntos que passaram pela reunião pública da Câmara Municipal do dia 20/08/2013:

INSTALAÇÃO TEMPORÁRIA DE EQUIPAMENTO DE CONTAGEM E CLASSIFICAÇÃO DE TRÁFEGO NA CIRCULAR URBANA DE SAMORA CORREIA:

 

O executivo camarário tomou conhecimento da seguinte comunicação por parte da “Estradas de Portugal”: “na sequência de contactos havidos entre a EP e essa Autarquia com vista à celebração de um protocolo de permuta do troço da Circular Urbana a Samora Correia pelo troço da EN118, entre o entroncamento com a EN10 e a rotunda do Pinheiro, foi integrado no projeto em curso da “EN118 – Requalificação entre Alcochete (Km 10+950) e Samora Correia (Km 38+050)” o estudo da referida circular a Samora Correia.

No âmbito desse estudo, é necessário obter estimativas de tráfego, pelo que teremos de proceder à realização de contagens e classificação do tráfego na Circular Urbana de Samora Correia.

Assim, informam do agendamento dessas contagens, que serão feitas com o recurso a equipamento portátil a instalar no pavimento em 4 locais, em ambos os sentidos, e em dias diferentes, sendo que para a instalação e remoção desse equipamento nos dias e horas indicados será necessário proceder ao corte temporário de uma via de trânsito. Durante a execução desses trabalhos asseguramos a respetiva sinalização.”

 

PROPOSTA DE NORMAS DE FUNCIONAMENTO DAS ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO E APOIO À FAMÍLIA NOS ESTABELECIMENTOS DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

 

O executivo camarário deliberou, por unanimidade, aprovar a proposta de normas de funcionamento das atividades de animação e de apoio à família nos estabelecimentos de educação pré-escolar.

 

Introdução

 

O Programa de Expansão e Desenvolvimento da Educação Pré-escolar reúne as Componentes Educativa e Socioeducativa ou de Apoio à  Família, entendendo que a sua frequência por parte de todas as crianças é fundamental no combate à exclusão e ao abandono escolar precoce, na responsabilização e sucesso na vida ativa e ainda na medida em que promove o envolvimento das famílias.

 

A Educação Pré-Escolar, de acordo com o Despacho n.º 9265-B/2013, de 15 de julho, integra as atividades de animação e de apoio à família (AAAF) que se destinam a assegurar o acompanhamento das crianças antes e ou depois do período diário das atividades educativas e durante os períodos de interrupção destas atividades.

As AAAF são planificadas pelos órgãos competentes dos agrupamentos de escolas, tendo em conta as necessidades dos alunos e das famílias, articulando com os municípios da respetiva área a sua realização de acordo com o protocolo de cooperação, de 28 de julho de 1998, celebrado entre o Ministério da Educação, o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social e a Associação Nacional de Municípios Portugueses, no âmbito do Programa de Expansão e Desenvolvimento da Educação Pré-Escolar.

 

Em conformidade, o Decreto-Lei n.º 147/97, de 11 de julho vem regulamentar a flexibilidade do horário dos estabelecimentos de educação pré-escolar, e no art. 1.º do Despacho conjunto n.º 300/97 (2.ª Série) de 9 de setembro, encontra-se definido o seguinte enquadramento para as componentes educativa e socioeducativa na Educação Pré-Escolar:

 

• A componente da educação pré-escolar é gratuita;

• As restantes componentes são comparticipadas pelo Estado de acordo com as condições socioeconómicas das famílias, com o objetivo de promover a igualdade de oportunidades, em termos a regulamentar pelo Governo;

• Os pais e encarregados de educação comparticipam no custo dos serviços de apoio à família que integram as componentes não pedagógicas dos estabelecimentos de educação pré-escolar.

 

As atividades de animação e de apoio à família são constituídas pelo fornecimento de almoço e serviço de prolongamento de horário, procurando contribuir para o desenvolvimento integral de todas as crianças com idades compreendidas entre os 3 e os 6 anos de idade, que frequentam os estabelecimentos de Educação Pré-Escolar, procurando dar resposta aos agregados familiares que, por razões de ordem profissional ou outra, não possam acompanhar os seus educandos.

 

Sendo da competência do Município o planeamento, organização e gestão das Atividades de animação e de apoio à família, importa definir as Normas de Funcionamento dos Jardins de Infância.

 

(…)

Artigo 2.º

Inscrição

1. A inscrição dos alunos nas atividades de animação e de apoio à família deverá ser formalizada no ato da matrícula no Jardim de Infância;

2. O Agrupamento de Escolas deverá entregar no Setor de Educação da Câmara Municipal de Benavente a relação dos alunos inscritos nas atividades de animação e de apoio à família;

3. Sem prejuízo do n.º 1, a inscrição nas AAAF pode ocorrer em qualquer momento do ano letivo por necessidades de ordem familiar ou de adaptação devendo, no entanto, formalizar a intenção de frequência com uma antecedência mínima de 8 dias.

 

Artigo 3.º

Comparticipação dos encarregados de educação

1. A Câmara Municipal de Benavente considerando a importância da universalidade da Educação Pré-escolar, entende que a mesma apenas deverá ser comparticipada nos seguintes moldes:

a) o valor da refeição, tal como definido anualmente pelo Ministério da Educação;

b) o serviço de prolongamento de horário deverá ser comparticipado mensalmente pelos encarregados de educação, de acordo com um valor a ser definido no início de cada ano letivo;

c) a comparticipação referida no ponto anterior deverá ser gerida pelo Agrupamento de Escolas em que se integra o respetivo Jardim de Infância, tendo em vista as melhores condições de funcionamento do mesmo, garantindo a aquisição de materiais de desgaste e a qualificação dos materiais lúdico-didáticos.

 

Artigo 4.º

Prazo de Pagamento do Serviço de Prolongamento de Horário

1. O pagamento deverá ser efetuado até ao dia 8 de cada mês, no local definido pela Direção de cada Agrupamento de Escolas;

1. o pagamento relativo ao mês de setembro será efetuado na íntegra e, consequentemente, não haverá lugar a pagamento no mês de julho;

2. sempre que o aluno, por razões de ordem médica ou outras, desde que justificadas, não frequentar a Componente socioeducativa por um período de 30 dias, não haverá lugar a pagamento de mensalidade;

3. O Agrupamento de Escolas deverá enviar mensalmente os mapas de presenças e de pagamentos da Componente Socioeducativa;

4. O Agrupamento de Escolas deverá enviar anualmente os mapas relativos à comparticipação das famílias, referindo os investimentos realizados.

 

Artigo 5.º

Pagamento das refeições

1. A inscrição no serviço de refeições é obrigatória independentemente do escalão de ação social escolar em que o aluno se posiciona;

2. O pagamento do serviço será em regime de pré-pagamento, devendo ser efetuado mensalmente (de preferência,) nos últimos oito dias do mês corrente;

3. As faltas e desistências deverão ser comunicadas até às 12 horas do dia anterior, caso assim não se proceda, a refeição será cobrada, de acordo com o valor legal em vigor para o ano letivo, independentemente do escalão social em que está inserido;

4. Em situações em que a falta é previamente comunicada ou quando devidamente justificada pelo encarregado de educação (alguns exemplos: doença, visitas de estudo, falta do professor ou greve), o valor da refeição será creditada no mês seguinte.

 

Artigo 6.º

Apoio no âmbito da Ação Social Escolar

1. Sempre que se verifique a necessidade de apoio no âmbito da Ação Social Escolar, deverá a mesma ser requerida no ato da inscrição no Jardim de Infância, através do preenchimento do respetivo Boletim de apoio e respetiva documentação.

2. A isenção será de acordo com o posicionamento de escalão da Segurança Social, correspondendo à totalidade da isenção para os alunos posicionados no escalão A e de 50% para os alunos posicionados no escalão B;

3. Quando a situação do agregado familiar do aluno se alterar no decurso do ano letivo, o encarregado de educação poderá proceder à entrega de documentos necessários;

4. O Agrupamento de Escolas deverá enviar para o Setor de Educação da Câmara Municipal de Benavente os boletins de pedido de Ação Social Escolar;

5. Durante o período em que decorre a avaliação do processo de apoio, não haverá lugar ao pagamento.

 

Artigo 7.º

Frequência

Qualquer aluno pode beneficiar da frequência das atividades de animação e de apoio à família desde que:

1. esteja a frequentar a componente educativa do Jardim de Infância e inscrito na Componente socioeducativa;

2. Efetue os pagamentos relativos à Comparticipação dos encarregados de Educação para o prolongamento de horário, a menos que se encontre com apoio do mesmo;

 

Artigo 8.º

Horário de Funcionamento

1. Considerando que o calendário escolar é definido em portaria, no início do ano letivo, a componente socioeducativa adotará o mesmo calendário, respeitando os mesmos períodos de interrupção letiva.

2. O horário de funcionamento da AAAF será fixado no início do ano letivo, em reunião de pais, salvaguardando os interesses e bem-estar dos alunos, respondendo às necessidades reais das famílias e atendendo aos meios disponíveis.

3. O horário para o serviço de refeição será definido por cada Agrupamento de Escolas de acordo com a legislação em vigor;

4. O serviço de prolongamento de horário funcionará fora do período em que decorrem as atividades educativas, mantendo-se em funcionamento obrigatoriamente até às 17 horas e 30 minutos.

5. Sempre que o pessoal afeto ao Jardim de Infância, por motivo de falta, seja considerado insuficiente pelo responsável/coordenador e após se verificar a impossibilidade de substituição por parte do Município e do Agrupamento de Escolas, a componente socioeducativa não poderá funcionar.

 

PROPOSTA DE PROTOCOLO RELATIVA ÀS EXTENSÕES DE HORÁRIO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, REFLETINDO AS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELO DESPACHO N.º 9265-B/2013, DE 15 DE JULHO – PROPOSTA DE ACORDO DE COLABORAÇÃO:

 

O executivo camarário deliberou, por unanimidade, aprovar a proposta de protocolo relativa às Extensões de Horário na Educação Pré-Escolar, e autorizar o senhor presidente da Câmara Municipal a outorgar no mesmo.

 

Proposta de Acordo de Colaboração

 

Extensão de horário das atividades de animação e de apoio à família na educação pré-escolar nos Jardins do Agrupamento de Escolas de Samora Correia

 

Considerando que:

 

A Educação Pré-escolar, de acordo com o Despacho n.º 9265-B/2013, de 15 de julho, integra as atividades de animação e de apoio à família (AAAF) que se destinam a assegurar o acompanhamento das crianças antes e ou depois do período diário das atividades educativas e durante os períodos de interrupção destas atividades.

 

A Lei n.º 5/97, de 10 de fevereiro, Lei-quadro da Educação Pré-Escolar, no n.º 1 do artigo 12.º, vinha já determinar que os estabelecimentos de educação pré-escolar devem adotar um horário adequado para o desenvolvimento das atividades pedagógicas, no qual se prevejam períodos específicos para atividades educativas, de animação e de apoio às famílias, tendo em conta as necessidades destas.

 

O Decreto-Lei n.º 147/97, de 11 de julho, vem regulamentar a flexibilidade do horário dos estabelecimentos de educação pré-escolar, e no art. 1.º do Despacho conjunto n.º 300/97 (2.ª Série), de 9 de setembro, encontra-se definido o seguinte enquadramento para as componentes educativa e socioeducativa na Educação pré-escolar:

• A componente pedagógica da educação pré-escolar é gratuita;

• As restantes componentes são comparticipadas pelo Estado de acordo com as condições socioeconómicas das famílias, com o objetivo de promover a igualdade de oportunidades, em termos a regulamentar pelo Governo;

• Os pais e encarregados de educação comparticipam no custo dos serviços de apoio à família que integram as componentes não pedagógicas dos estabelecimentos de educação pré-escolar;

 

As atividades de animação e de apoio à família (AAAF) são implementadas, preferencialmente, pelos municípios no âmbito do protocolo de cooperação, de 28 de julho de 1998, celebrado entre o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social e a Associação Nacional de Municípios Portugueses, no âmbito do Programa de Expansão e Desenvolvimento da Educação Pré-escolar, sem prejuízo de virem a ser desenvolvidas por associações de pais, instituições particulares de solidariedade social ou outras entidades que promovam este tipo de resposta social.

 

As AAAF são constituídas pelo fornecimento de almoço e serviço de prolongamento de horário, procurando contribuir para o desenvolvimento integral de todas as crianças com idades compreendidas entre os 3 e os 6 anos de idade, que frequentam os estabelecimentos de Educação Pré-escolar, procurando dar resposta aos agregados familiares que, por razões de ordem profissional ou outra, não possam acompanhar os seus educandos;

 

No Município de Benavente a rede pública de educação pré-escolar funciona, no período do almoço das 12.00 às 13.00 horas e do prolongamento das 15.00 às 17.30 horas, de acordo com o calendário escolar estipulado pelo Ministério da Educação. Estas atividades têm carácter gratuito, sendo que a comparticipação dos pais no valor de € 10 mensais é administrado pelo Agrupamento de Escolas, destinando-se à qualificação dos Jardins de Infância;

 

O serviço de prolongamento tal como funciona não responde de forma eficaz às necessidades de algumas famílias define-se o presente acordo de colaboração com vista à implementação de extensões de horário, entre:

 

O Município de Benavente, pessoa coletiva n.º 506676056, com sede na Praça do Município, 2130-038, Benavente, representado por António José Ganhão, presidente da Câmara Municipal;

 

E

 

O Agrupamento de Escolas de Samora Correia, Pessoa Coletiva n.º 600072967, com sede no Bairro das Acácias, 2135-236 Samora Correia, representado por Carlos Amaro, diretor do Agrupamento de Escolas

 

E

 

A Associação de Pais de Porto Alto, Pessoa Coletiva n.º 504835173, com sede Rua Vasco da Gama, Porto Alto, 2135-142 Samora Correia, representada por João Rodrigues, presidente da Direção;

 

E

 

A Associação para o Desenvolvimento Integrado da Criança, Pessoa Coletiva n.º 505335689, com sede na Rua Operários Agrícolas, 2135-322 Samora Correia, representada por Isabel Alexandra Pinto, presidente da Direção

 

Celebram o seguinte acordo de colaboração, que se rege pelas seguintes cláusulas:

 

CLÁUSULA PRIMEIRA

(Objetivo)

O presente Acordo de Colaboração visa a implementação da extensão de horário das atividades de animação e de apoio à família na Educação Pré-escolar nos jardins-de-infância do Agrupamento de Escolas de Samora Correia, prioritariamente, aos alunos que frequentam os Jardins de Infância n.º 1 de Porto Alto e Jardim de Infância do Centro Escolar do Porto Alto, destinando-se a servir as crianças cujo agregado familiar, devido a compromissos profissionais ou outros, não tenha possibilidade de acompanhar os seus educandos, no período de início e de termo, designadamente antes das 9.00 horas e após as 17.30 horas.

 

CLÁUSULA SEGUNDA

(Objeto)

O presente Acordo de Colaboração define os termos e as condições em que se vai desenvolver a presente parceria.

 

CLÁUSULA TERCEIRA

(Âmbito da parceria)

O Município de Benavente, o Agrupamento de Escolas de Samora Correia, a Associação de Pais e Encarregados de Educação de Porto Alto e a Associação para o Desenvolvimento Integrado da Criança, adiante designado por ADIC, irão trabalhar em parceria garantindo a concretização da extensão de horário das atividades de animação e de apoio à família na educação pré-escolar.

 

CLÁUSULA QUARTA

(Regime aplicável)

O presente Acordo de Colaboração é feito ao abrigo do Decreto-Lei n.º 147/97, de 11 de junho, do Despacho Conjunto n.º 300/97, de 9 de setembro e do Despacho n.º 9265-B/2013, de 15 de julho.

 

CLÁUSULA QUINTA

(Obrigações da Câmara Municipal de Benavente)

No âmbito do presente Acordo de Colaboração a Câmara Municipal de Benavente compromete-se a:

 

1. Colaborar com os parceiros na coordenação do projeto;

2. Garantir a cedência do espaço do Jardins de Infância n-º 1 e Jardim de Infância do Centro Escolar do Porto Alto, nomeadamente a sala polivalente e zonas exteriores, para a realização das extensões de horário;

3. Assegurar os custos inerentes à utilização do espaço nos períodos em causa;

4. Suportar os encargos relativos à comparticipação mensal das crianças que já se encontrem isentas do pagamento das atividades de animação e de apoio à família na educação pré-escolar.

 

CLÁUSULA SEXTA

(Obrigações do Agrupamento de Escolas de Samora Correia)

No âmbito do presente Acordo de Colaboração, o Agrupamento de Escolas de Samora Correia compromete-se a:

 

1. Colaborar com os parceiros na coordenação do Projeto;

2. Assegurar o enquadramento do projeto do ponto de vista pedagógico, nomeadamente através de parecer sobre as planificações propostas;

3. Acionar o Seguro Escolar caso ocorra algum acidente que seja considerado no âmbito das normas do seguro escolar.

 

CLÁUSULA SÉTIMA

(Obrigações da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Porto Alto)

 

No âmbito do presente Acordo de Colaboração, a Associação de Pais e Encarregados de Educação do Porto Alto, compromete-se a:

 

1. Garantir a coordenação do projeto;

2. Garantir o cumprimento do presente acordo junto dos pais e encarregados de educação;

3. Assegurar a contratação da entidade que presta o serviço, especificamente a Associação para o Desenvolvimento Integrado da Criança.

4. Garantir a gestão do projeto, nomeadamente:

a. Controlo do número de inscrições e respetivo número de registo de entrada

b. Controlo da comparticipação mensal dos pais e encarregados de educação;

c. Pagamento mensal à entidade prestadora do serviço, ADIC.

 

CLÁUSULA OITAVA

(Obrigações da Associação para o Desenvolvimento Integrado da Criança)

No âmbito do presente Acordo de Colaboração, a Associação para o Desenvolvimento Integrado da Criança, compromete-se a:

 

1. Elaborar com a periodicidade fixada a planificação da extensão de horário segundo critérios de natureza pedagógica;

2. Garantir a contratação de técnicos que assegurem a realização da extensão de horário de acordo com a planificação definida;

3. Assegurar a conservação e limpeza das instalações e equipamentos, após o final das atividades;

4. Garantir a aquisição do material necessário para a realização das atividades a desenvolver na extensão de horário.

 

CLÁUSULA NONA

(Horário de Funcionamento e Acesso aos Jardins de Infância)

1. A extensão do horário das atividades de animação e de apoio à família funcionará no período da manhã das 7.00 às 9.00 horas e no período da tarde das 17.30 às 19.00 horas.

2. A extensão de horário poderá vir a ser implementada durante as interrupções letivas mediante acordo entre os parceiros.

3.  O acesso aos Jardins de Infância nos períodos de abertura deverá ser garantido pela entidade parceira, ADIC, assim:

a) O Agrupamento de Escolas de Samora Correia compromete-se a entregar à Presidente da ADIC as chaves de acesso aos Jardins de Infância;

b) A ADIC, na pessoa da sua Presidente, responsabiliza-se pelas chaves de acesso aos jardins-de-infância.

 

CLÁUSULA DÉCIMA

(N.º limite de crianças)

A extensão de horário terá lugar no polivalente dos Jardins de Infância pelo que será fixado o limite máximo de 30 crianças por jardim-de-infância.

 

CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA

(Local de Funcionamento)

A extensão de horário das atividades de animação e de apoio à família será desenvolvida no polivalente do respetivo Jardim de Infância e, sempre que se justificar, no espaço exterior do estabelecimento de educação pré-escolar.

 

CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA

(Planificação)

As atividades a desenvolver com as crianças que frequentam a extensão de horário das atividades de animação e de apoio à família deverão obedecer a uma planificação prévia respeitando princípios de natureza pedagógica.

 

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA

(Comprovativo da necessidade do serviço)

As famílias obrigam-se a demonstrar e justificar mediante declaração comprovativa emitida pela respetiva entidade patronal, a necessidades dos serviços da extensão de horário das atividades de animação e de apoio à família, constituindo fundamento:

- A inadequação do horário de funcionamento do estabelecimento de educação pré-escolar às necessidades comprovadas dos horários profissionais dos pais/ encarregados de educação;

- A distância entre o local de trabalho dos pais/encarregados de educação e o estabelecimento de educação pré-escolar;

- A inexistência de familiares disponíveis para o acolhimento da criança após o encerramento do estabelecimento de educação pré-escolar.

 

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA

(Comparticipação dos Pais)

Apenas poderão usufruir da extensão de horário das atividades de animação e de apoio à família os pais ou encarregados de educação que assegurem mensalmente o pagamento da comparticipação fixada.

 

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA

(Casos omissos)

Os casos omissos no presente Acordo de Colaboração serão analisados e decididos pelos parceiros.

 

CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA

(Vigência)

O presente Acordo de Colaboração, entra em vigor na data da sua assinatura sendo válido até ao final do ano letivo 2013/2014 devendo proceder-se à avaliação da sua execução antes do termo da sua vigência.

 

FELICITAÇÕES À ARCAS POR MAIS UMA BOA FESTA EM HONRA DE NOSSA SRA. DA OLIVEIRA E DE NOSSA SRA. DE GUADALUPE:

 

O vereador José da Avó felicitou a ARCAS por mais uma organização das festas de Samora Correia que mantém o espírito e a nossa cultura que sempre esteve ligada às gentes da nossa terra. “O ponto alto, penso, terá culminado com a homenagem ao campino Maximiano de Jesus Moreira, porque são estes homens do campo que continuam a manter as nossas tradições e a fazer da festa aquilo que ela, continuando a fazer lembrar às gerações vindouras que foi com base na agricultura, no gado bravo, que as pessoas foram tirando o seu sustento e nasceu a cultura taurina que é importante manter”.

 

O vereador José da Avó lembrou a importância de continuarmos a recordar de onde viemos e como chegámos aqui, fazendo uso dos canais ligados à educação, considerando uma mais valia podermos apreciar essas diferenças desde esses anos até hoje na exposição que a Câmara Municipal inaugurou por altura das festas no Palácio do Infantado, intitulada: A minha turma”.

 

Sobre este assunto o Presidente referiu que esteve, com muito prazer, no momento de homenagem ao campino e de estar também na altura nas festas em Samora Correia, que foi acompanhando até à sua concretização.

O Presidente falou na tradição ligada à tauromaquia e começou por citar o proverbio popular: “Cada terra com seu uso e cada roca com seu fuso”, e assim é. Numa alusão a quem critica de forma tão negativa a festa brava, o Presidente disse: “Apetece-me convidar as pessoas à leitura do livro de atas da Câmara do século XVI, anos 1550, onde aparece uma decisão do executivo da altura que, após uma inspecção realizada pela diocese de Évora, na altura a entidade tutelar e a propósito dos gastos com as festas do Espírito Santo, de ter proibido o executivo da Câmara de comprar o touro que teria que passar no curro que existia na vila. É engraçado que os senhores vereadores de então, isto há mais de 500 anos, questionavam-se sobre a forma de resolver o problema porque não poderia haver festa sem a existência do touro para o povo se divertir e tomaram a decisão de, imediatamente irem comprar três bezerros, que foram alimentados no que era público e devem ter negociado o touro com os bezerros. E assim houve touro na festa. Há gente que não entende”, lamentou, acrescentando: “Embora compreendendo o papel da Associação Animal, considera tratar-se de pessoas que ignoram a história e não percebem que o touro bravo carece dum estatuto especial e é um animal selvagem que exige em espaço grande para se poder movimentar, condições de paisagem e enquadramento natural que permita aos touro ser criado para a sua finalidade, que é a de ser lidado, envolvendo, para tal, o trabalho de muita gente”.

O Presidente mencionou a existência da pequena propriedade no norte do País, com os lameiros em que é criado o gado que serve de sustentação da família, sendo que o destino imediato dos vitelos que crescem e já não cabem no espaço é o açougue.

Afirmou que os fundamentalismos não conduzem a nada que não seja olhar para os ratos da Serra dos Candeeiros, que supostamente estão em extinção, e, com tal, impedir a realização de obras que por vezes são importantíssimas para o País.

Observou que alguns concidadãos, com todo o respeito que lhe merecem pela luta que travam em defesa dos animais, que também apoia, deveriam conhecer melhor a história, as tradições populares e as suas raízes, para perceberem as razões da identidade do povo e não o tratarem como bárbaro, considerando a lide do touro um espetáculo cruel e que os espetadores dessa selvajaria não têm formação, cultura e respeito pelos animais, comparando-os com os espetadores de Roma que iam assistir à utilização dos escravos para brigarem com leões e às lutas dos gladiadores.

Considerou que quem não respeita os outros nas suas tradições, não merece ser respeitado, e fez referência às palavras proferidas pela presidente da Associação Animal em plena televisão, manifestando-se contra uma corrida de touros em Viana do Castelo e gostaria de ver os que se manifestaram à porta da Praça de Touros de Viana do castelo preocupados com os milhares de crianças que todos os dias morrem à fome por todo o mundo em consequência da ganância dos homens e do desrespeito pelo Ser Humano”.

 

Concluiu, dizendo que “para além de se preocuparem com a extinção do rato da Serra dos Candeeiros e do lince da Malcata, entre outros, devem preocupar-se também com a extinção do touro bravo, porque tal ocorrerá se a sua criação deixar de ser viável”.

 

REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA “ÁGUAS DO RIBATEJO”:

 

O Presidente informou o restante executivo que reuniu o Conselho de Administração da “Águas do Ribatejo” e onde expôs com clareza e objectividade a sua opinião sore o que foram posições tomadas pela Câmara a propósito do mau funcionamento da estação de Vale Tripeiro no fim- de- semana anterior, bem como a situação da vala que tem serviço algumas vezes de “by pass” à estação elevatória da Carregueira. O Presidente disse já ter procurado por diversas vezes que as suas intervenções não sirvam apenas para transcrever em ata, mas muito mais, que venham a ter consequências se possível imediatas e, no que diz respeito à avaria verificada naquele fim-de-semana, exigiu esclarecimentos que permitissem perceber o que se passou já que a estação funciona em regime de telegestão, isto é, há um responsável a quem é reportada qualquer avaria, já que é accionado o alerta no seu telefone. “O alerta foi dado as 13 horas e a atuação só se veio a verificar a partir do contacto de munícipes com um canalizador de serviço. Uma situação que o Presidente considerou inaceitável e irresponsável. Na opinião da empresa é uma situação que não pode voltar a acontecer, mas parece-me pouco. Quem não está disponível para cumprir as suas obrigações não deve merecer a nossa confiança. Custo a quem custar, doa a quem doer, não pode ser uma população prejudicada por este tipo de situações. Ao que parece não irá haver processo disciplinar ou de inquérito, mas se calhar teria que ter existido outro tipo de comportamento frente ao que se passou, tendo em conta que isto são questões muito sérias e com as quais não podemos compactuar”.

Quanto à situação do “by pass” na estação da Carregueira, foi confirmado que houve uma descarga em “by pass” no mês de Julho, havia cheiros que saiam daquela vala devido a estagnação de águas e resíduos que demonstravam que havia esgoto doméstico. Após aferição no local, o Diretor geral da empresa informou que há um esgoto pluvial que é da responsabilidade da Câmara onde estão feitas algumas ligações erradas, isto é, há esgoto domestico ligado ao pluvial. O Presidente disse que isso não pode ser o essencial porque os níveis freáticos em Samora são elevados e há sempre escorrimento de águas dos níveis freáticos para o colector, há sempre entradas, pode haver um esgoto doméstico ou outro que esteja a descarregar mas isso não é essencial nem o que motivou o problema. Pedi que fossem feitas descargas de água na zona, foi solicitada a colaboração da Câmara já que a empresa não tem viaturas com dimensão para este tipo de descargas. A Câmara realizou 5 descargas na zona para evitar a estagnação e proliferação de mosquitos. Demos o nosso contributo para resolver a questão imediata, mas sabemos que está prevista a remodelação total daquela estação elevatória na obra que foi própria a concurso mas que infelizmente o empreiteiro que ganhou a obra não está em condições agora de a assumir. Esta a ser lançado outro concurso não apenas para a estação d Carregueira mas também para a remodelação de 30 quilómetros de esgoto doméstico por todo o Município.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:26
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM: Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

Esta sexta-feira, dia 23 de agosto, prossegue a Festa em Honra de Nossa Senhora Mãe da Igreja, em Alcanede.

Às 22h30, há Baile com JC Power, JLouro e Dj Kaya

 

No sábado, dia 24, às 8h30, há Concentração da Sociedade Filarmónica Alcanedense na A.R.C.A e às 9h00, tem início o peditório na Vila de Alcanede. A partir das 17h00, há Arraial com quermesse e atuação da Bandinha da Moca e às 22h30, há Baile com a Banda Selexção e DJ Taminta.

 

No dia 25, domingo, às 15h00, há Missa seguida de Procissão acompanhada pela Sociedade Filarmónica Alcanedense e às 17h00, tem início o Arraial com quermesse e concerto da Sociedade Filarmónica Alcanedense, seguido de Baile com a Banda Krizz e DJ TC, às 22h30.

 

No dia 26, segunda-feira, às 16h00, há Missa na Igreja Matriz e às 17h00, tem lugar a abertura do Arraial com quermesse e jogos. Às 22h30, há Baile com David C.

  

Também esta sexta-feira, tem início a III Festa do Caracol, na Sede do Rancho Folclórico de Vale de Figueira, que se prolonga até sábado, dia 24.

 

Às 20h00, tem lugar a abertura do recinto, com Petiscos e serviço de jantares. A partir das 22h00, há Baile com o Grupo «Adamastor», Dança com crianças da freguesia, a que se segue a continuação do baile, pela noite dentro.

 

No sábado, dia 24, a partir das 11h00, decorre a 1ª CÃOMINHADA de Vale de Figueira, com partida do Alvitejo, pelas ruas de Vale de Figueira, de animais acompanhados pelos seus donos.

A ASPA - Associação Scalabitana de Proteção dos Animais associou-se a esta iniciativa, promovida pela Comissão de Festas, fazendo-se representar na cãominhada, com alguns animais que se encontram na Associação. As inscrições para o passeio revertem a favor desta Associação.

Às12h00 abre o recinto, com Petiscos e serviço de almoço e a partir das 15h00, há Futebol Masculino, no Parque Desportivo do Alvitejo.

Às 18h00, tem lugar um Workshop «Bolos duma catano de borla!» com Ana Rita Sousa e às 19h00, decorre o III Concurso da melhor receita de caracol, para além de haver Petiscos e serviço de jantares.

A partir das 22h00 há Baile com «Nelson Pisco», Dança com crianças da freguesia», prolongando-se o baile. Os lucros revertem para o Rancho Folclórico de Vale de Figueira.

 

 

Também no sábado, dia 24, a Ribeira de Santarém acolhe o Festival de Folclore do Rio Tejo 2013, junto ao Museu Etnográfico.

 

Às 18h00 tem lugar uma visita ao Museu Etnográfico da Ribeira de Santarém e às 21h00, uma Receção aos Grupos participantes. O início do Festival tem lugar às 21h30 e conta com a participação dos seguintes grupos: Rancho Folclórico de Alenquer (Saloia - Estremadura Centro, Grupo Folclórico das Lavradeiras de S. Pedro de Merufe - Monção - Alto Minho, Rancho Folclórico de Acipreste - Alcobaça - Alta Estremadura, Grupo Etnográfico de Danças e Cantares “O Cantaréu”, de Vila Real - Trás-os-Montes, Rancho Folclórico da Ribeira de Santarém – Ribatejo, Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão - Cortelha – Loulé – Algarve.

 

 

Ainda no sábado, a Livraria Aqui Há Gato organiza várias iniciativas: às 11h30, há Hora do Conto. “Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto.” Entrada Livre.

 

Às 12h00 há Oficinas de Arte. “Com muita arte e imaginação vamos por as mãos à arte, e sentir que todos nós somos artistas!” (Oficinas de Expressão Plástica, ver programa especifico em www.aquihagato.org)Preço – 6 euros

 

No domingo, dia 25, as Vespas das Comeiras participam pela primeira vez numa Recolha de Sangue, organizada pelo Grupo de Dadores de Sangue de Pernes.

A concentração tem lugar às 10h00 na sede das Vespas, na antiga Escola Primária em Fonte da Pedra). Esta recolha decorre das 9h00 às 13h00, na Escola EB 2/3 D. Manuel I, em Pernes.

 

Aproveite ainda para inscrever o/a seu/sua filho/a, nos Campos de Férias, promovidos pela Câmara de Santarém, em colaboração com a Viver Santarém, a Trupe da Brincadeira e a Terras do Tejo, que disponibilizam estes Campos de Férias, até dia 6 de setembro.

Esta iniciativa tem como principais destinatários, crianças e jovens de famílias carenciadas e referenciadas pelos parceiros do Conselho Local de Ação Social de Santarém, residentes no Concelho.

As atividades previstas vão dos trampolins, ao andebol, ao ténis, à natação, futsal, rugby, futebol, hóquei e patinagem, basquetebol, equitação, jogos de orientação e aquáticos, atividades sobre rodas, badminton, cinema, ténis de mesa e à expressão plástica e dramática, e prometem muita diversão.

Com este Campo de Férias pretende-se facultar a crianças e jovens do Concelho uma oferta de valor acrescentado para ocupação de tempos livres e proporcionar o contacto com algumas das atividades que se praticam no Concelho bem como potenciar a criação de novas amizades e fomentar espírito de grupo.

Para mais informações, os interessados podem dirigir-se à Divisão de Ação Social e Saúde da Câmara Municipal de Santarém (nas instalações da antiga Escola Prática de Cavalaria) onde podem também formalizar a inscrição.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:58
link do post | comentar | favorito
|

AZAMBUJA: XII Festival de Folclore Infantil e Juvenil de Quebradas

 

O Rancho Folclórico Infantil e Juvenil “Os Traquinas” de Quebradas vai organizar o seu XII Festival de Folclore. O evento decorrerá no próximo sábado, dia 31 de Agosto, na localidade de Quebradas, freguesia de Alcoentre, no Concelho de Azambuja.

 

O encontro começa pelas 16h30, com a receção dos grupos convidados, a que se seguirá um jantar-convívio de confraternização, que terá lugar na sede da coletividade. Às 20h30, tem lugar o desfile dos grupos participantes e a cerimónia de entrega de lembranças. Meia hora mais tarde, terá inicio o festival.

Os grupos que participam neste festival de folclore infantil e juvenil são – além do rancho organizador, “Os Traquinas” de Quebradas – o Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de Associação Desportiva Cultural e Recreativa de Touguinha (Vila do Conde), a Escola Infantil do Rancho Folclórico “Os Fazendeiros” de Lagameças (Poceirão) e o Rancho Folclórico Infantil de Vila Nova da Rainha (Azambuja).



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:57
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 22 de Agosto de 2013
AZAMBUJA:“Aveiras de Cima: Vila Museu do Vinho” convida para a Vindima

Sábado, 21 de Setembro é dia de Vindimas na “Vila Museu do Vinho”, em Aveiras de Cima, Município de Azambuja.



Em pleno coração do Ribatejo – tão conhecido pelos seus excelentes vinhos – os vitivinicultores de Aveiras de Cima recebem os visitantes nas suas vinhas e adegas para um conjunto de atividades que vão desde a vindima até à pisa no lagar, passando pela preparação do próprio almoço – o tradicional “torricado” com  bacalhau assado, típico deste concelho – sem esquecer uma prova de vinho conduzida por um enólogo.

 

Este programa das vindimas foi criado com vários objetivos. Desde logo, trata-se de celebrar o momento mais alto de qualquer ciclo agrícola – a colheita – e, de facto, toda a azáfama da vindima tem muito trabalho mas também um ambiente de festa. Por outro lado, esta atividade pretende ser um complemento prático à informação e às visitas que a Vila Museu proporciona aos visitantes, ao longo de todo o ano. Por fim, é sem dúvida um grande e divertido desafio para os que querem passar um dia diferente em pleno contacto com a natureza.

 

A proposta é, então, viver um dia cheio de emoções e boa disposição, entre as nove e picos da manhã e as quatro da tarde, aproximadamente. Desde logo, experimentar vindimar e pisar a uva no lagar, mas também preparar o almoço, com um kit ''Torricado'' entregue a cada participante. Além de o saborear, aprende-se a fazer este prato típico na vinha, tal como antigamente… Por fim, na adega, a prova de vinho conduzida por um enólogo. Oportunidade para aprender todos os truques de como provar um vinho, e descobrir os odores e sabores que nele se encontram.

 

É, sem dúvida, um programa turístico diferente, com muita interação com o universo da produção de vinho e também com a população local. Um dia que – com toda a certeza – ficará gravado na memória de quem visita o Concelho de Azambuja e, em particular, as vindimas de Aveiras de Cima.

Recorde-se que o projeto “Aveiras de Cima – Vila Museu do Vinho” integra uma dezena e meia de adegas integradas na malha urbana da vila e visitáveis ao longo de todo o ano

 

Descubra como nasce um grande vinho… Entre nesta aventura!... Seja bem-vindo(a) ao Ribatejo!

O custo é de € 30,00 (por pessoa) e inclui: chapéu + tesoura de vindimar + águas + almoço completo + prova de vinho conduzida + 1 garrafa de vinho VMV

Reservas através do Posto Turismo: telefone 263 400 476, e-mail: turismo@cm-azambuja.pt



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:04
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Agosto de 2013
ABRANTES: Gastronomia tradicional e muita animação são o cardápio do Mercado Ribeirinho de Abrantes

Entre os dias 30 de Agosto e 1 de Setembro, o Aquapolis vai ser palco do Mercado Ribeirinho de Abrantes, sob o tema gastronomia tradicional. O certame, que dinamiza as margens do rio Tejo, inclui cinema ao ar livre, música, folclore, animação infantil, mercado de produtos locais e artesanato, corrida de jangadas, canoagem, pesca e BTT, onde não vão faltar tasquinhas com petiscos e pratos típicos da região.

Neste evento, as iguarias gastronómicas vão abundar. Confirmada está o Segredo das Tasquinhas, resultado de uma parceria da Junta de Freguesia de Aldeia do Mato com o Hotel Segredos de Vale de Manso. Sob a identidade das freguesias Norte do concelho, esta tasquinha vai apresentar carne de porco no tacho, bacalhau lascado com migas carvoeiras, peixe frito à antiga, enchidos regionais e bolo da Aldeia.  

Já  a Associação de Melhoramentos de Tubaral, em representação de Alvega, traz serrabulho, sopas de “verde”, couves com feijão e bacalhau assado, migas de batata com entrecosto frito, também enchidos, semineta, fritos regionais e o delicioso arroz doce.

Do concelho vizinho Constância, mais precisamente de Montalvo chegam-nos as migas de couve, arroz de feijoca, peixe do rio frito, entrecosto grelhado, bucho e outros enchidos, sopa de couve e tigeladas pelas mãos da associação JICA - Juventude Inovadora Com Atitude. Em representação da freguesia anfitriã estará o Café “O Manel”, com iguarias tradicionais do Rossio ao Sul do Tejo.

As tasquinhas funcionarão todos os dias do evento, na margem Sul do Aquapolis, entre as 12h e às 15h e no período do jantar das 18h às 24h.

Para animar as refeições, haverá na sexta-feira, dia 30 de Agosto, uma actuação da Banda Filarmónica da Sociedade de Instrução Musical Rossiense. Mais tarde, cinema ao ar livre com curtas e longas-metragens alusivas à gastronomia, que acontecerá também nas restantes noites do certame. E a terminar o primeiro dia do Mercado Ribeirinho de Abrantes realizar-se-á um live act do Dj Jimmy Switch acompanhado de Vj.

No sábado, as tasquinhas irão dinamizar uma sessão de cozinha ao vivo em que mostrarão alguns dos segredos dos vários lugares de Abrantes na confecção das iguarias tradicionais. Em simultâneo, o Agrupamento de Escuteiros 697 de Rossio ao Sul do Tejo estará a preparar as jangadas para de seguida fazer uma corrida no Tejo. Os mais pequenos poderão contar com um espaço no recinto da festa, onde terão à sua disposição balões e pinturas faciais, que se repete também na tarde de 1 de Setembro. A noite de sábado terminará com o Marco Morgado a interpretar os hits deste Verão.

O domingo vai ser marcado pelas actuações do Rancho Folclórico e Etnográfico de Casais de Revelhos, do Grupo Modinhas, Jogos e Brincadeiras de Casais de Revelhos e d’Os Amiguinhos da Sociedade Recreativa Pró-Casais de Revelhos. No final da tarde, o Dj Tomezine, de Torres Novas, fará um sunset.

Nos três dias do evento acontecerá também o mercado de produtos locais e artesanato. Os 20 stands serão ocupados por cerca de 25 expositores com vinho, mel, azeite, doçaria tradicional, móveis antigos, retalhos, bijutaria, artigos em origami, pinturas, bolsas em tecidos, entre outras peças.

No panorama desportivo, destaque para a canoagem com a rota das pesqueiras em canoa que ligará Alvega ao Pego, no dia 31 de Agosto. Esta actividade é organizada pela TAGUS e pela Casa do Povo de Alvega. Mais cedo irá iniciar o convívio de pesca, com a colaboração do APA – Amadores de Pesca de Abrantes. E no domingo, a Associação de Cicloturismo e BTT do Fôjo guiará a rota do azeite e do vinho que conta com o apoio dos produtores da região destes dois sectores. As inscrições para as actividades desportivas podem ser efectuadas através do site www.tagus-ri.pt, com excepção da iniciativa em BTT que já esgotou.

Resultantes da candidatura à Estratégia de Eficiência Colectiva PROVERE - Mercados do Tejo - Rede para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Tejo" e Co-financiados pelo QREN, Mais Centro - Programa Operacional Regional do Centro e União Europeia e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, os Mercados Ribeirinhos passaram pelos concelhos de Constância, Vila Nova da Barquinha e agora Abrantes. Com o objectivo de valorizar a identidade cultural das comunidades que vivem em torno do Tejo, o rio e as suas potencialidades económicas e turísticas, dinamizando as zonas ribeirinhas, estes eventos temáticos voltarão no próximo ano.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:39
link do post | comentar | favorito
|

AZAMBUJA: Festejos de Verão 2013 em Tagarro_Concelho de Azambuja

 A localidade de Tagarro, Freguesia de Alcoentre, no Concelho de Azambuja, vai estar em festa entre os dias 23 e 25 de Agosto. Neste ano 2013, a festa terá outro brilho, com a inauguração do restauro da capela de S.Pedro.

 

As festividades têm início na sexta-feira, dia 23, pelas 18h00. A animação do recinto estará a cargo da banda “Loeband”, a partir das 22h00.

No sábado, as atividades de chinquilho e tiro ao alvo têm início às 15h00. O serão terá a música da banda “Ritmo Caliente”, depois das 22h00, e de um DJ, a partir das 02h00 da manhã.

O domingo é dedicado às cerimónias religiosas, com a missa solene marcada para as 16h00, seguindo-se a procissão que conta com a participação da Banda de Musica do Regimento Sapadores Bombeiros de Lisboa. Musicalmente, a última noite contará com a atuação da Acordeonista Gian Reis, pelas 22h00. A festa encerra às 02h00.

 

A iniciativa é organizada pela Associação Desportiva e Cultural de Tagarro e conta com o apoio da Câmara Municipal de Azambuja e com a Junta de Freguesia de Alcoentre.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:37
link do post | comentar | favorito
|

RIO MAIOR: Projeto de Cidadania questiona C. M. de Rio Maior sobre ameaça de despedimentos sem justa causa de funcionários da autarquia e outros trabalhadores

A deputada municipal Carla Rodrigues, representante do Movimento Projeto de Cidadania (apoiado pelo Bloco de Esquerda), apresentou na Assembleia Municipal de Rio Maior um requerimento questionando a Câmara sobre uma proposta de lei do PSD e do CDS que abre a possibilidade de despedimento sem justa causa de funcionários da autarquia e de outros trabalhadores: 


«A Proposta de Lei n.º 154/XII/2.ª, aprovada no dia 6 de Junho pelo Conselho de Ministros do governo do PSD e do CDS/PP, e já aprovada na generalidade pela Assembleia da República, no dia 10 de Julho, com os votos favoráveis do PSD e do CDS/PP, pretende, como explicita o seu artigo 18.º, possibilitar o despedimento sem justa causa de trabalhadores da administração pública e autárquica, ao fim de um prazo de 12 meses dito de “requalificação”.

Segundo o artigo 19.º, nesse prazo de “requalificação” será retirado aos trabalhadores um terço do ordenado, durante o primeiro semestre, e depois metade do ordenado, no segundo semestre. 

Para além de aplicar-se “aos serviços da administração autárquica”, conforme define o seu artigo 3.º, esta proposta de lei afirma também, no 21.º parágrafo da sua“exposição de motivos”, uma alteração do regime das autarquias locais, com o objectivo de lhes remeter “as atribuições e competências de entidade gestora do sistema de requalificação para os respetivos serviços e trabalhadores”. Ou seja, pretende transformar as câmaras municipais em executores do despedimento de seus funcionários. 

A Associação Nacional de Municípios Portugueses assinala, num parecer com data de 2 de Julho de 2013, que se correm“sérios riscos de, a cada Autarquia Local lhe ser imposto, lhe ser exigido” proceder a despedimentos por via de uma “mera redução de transferências financeiras do Orçamento de Estado”. 

Com efeito, o Artigo 4º da Proposta de Lei apresenta a redução de orçamento de uma autarquia “decorrente da diminuição das transferências do Orçamento do Estado ou de receitas próprias” como um motivo para despedimentos. 

A ANMP alerta também que “será o Município que suportará todas as despesas associadas ao processo, incluindo as indemnizações” por cessação de contratos.“Esta imposição tenderá a agravar a situação financeira do Município”. 

Na sua página 24, o relatório do Fundo Monetário Internacional intitulado PORTUGAL: RETHINKING THE STATE—SELECTED EXPENDITURE REFORM OPTIONS, com data de Janeiro de 2013 e elaborado com a colaboração do governo do PSD e do CDS/PP, sugere como meta despedir entre 60 mil a 120 mil funcionários públicos em Portugal. A mesma proporção aplicada ao Município de Rio Maior representará o despedimento entre cerca de 35 a 70 trabalhadores, ao qual deverá somar-se um número semelhante de trabalhadores despedidos noutros serviços públicos existentes no concelho, para além dos riomaiorenses que trabalham para o Estado fora do concelho. 

Como afirma a Associação Nacional de Municípios Portugueses, no supracitado parecer, a Proposta de Lei n.º 154/XII/2.ª terá “efeitos práticos que podem revelar-se desastrosos”. 

Ao abrigo das normas regimentais em vigor, venho por este meio requerer ao Senhor Presidente da Assembleia Municipal de Rio Maior que diligencie junto da Câmara Municipal de Rio Maior para que me responda às seguintes questões: 

1 - Qual a posição do Executivo relativamente à Proposta de Lei n.º 154/XII/2.ª? 

2 - Caso a lei seja aprovada, quantos funcionários do municipio de Rio Maior serão sujeitos a “ processo de requalificação”? 

3 - Considera que , caso a Proposta de Lei n.º 154/XII/2.ª se venha a concretizar, a Câmara Municipal poderá garantir que o processo não será usado para despedimentos com base em critérios políticos?»
 
 

Para ler na íntegra a Proposta de Lei n.º 154/XII/2.ª e acompanhar a sua discussão na Assembleia da República, clique aqui.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:55
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 19 de Agosto de 2013
SANTARÉM: NERSANT promove Ribatejo na FACIM em Moçambique

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, vai viajar para Maputo, Moçambique, para promover o Ribatejo no maior certame empresarial moçambicano. No evento, a NERSANT pretende despertar o interesse das empresas moçambicanas para o dinamismo da economia ribatejana, apresentando-lhe, ao mesmo tempo, as atividades que está a organizar para apoiar a internacionalização das empresas do Ribatejo.

É já no próximo dia 24 que a NERSANT parte do aeroporto de Lisboa rumo à capital moçambicana, a fim de marcar presença na 49.ª edição da FACIM – Feira Agro-Pecuária, Comercial e Industrial de Moçambique, maior certame internacional deste país.

Nesta feira, que contará com a presença de mais de 150 empresas portuguesas, a NERSANT vai promover a região do Ribatejo, bem como representar institucionalmente todas as suas empresas associadas. Para tal, a associação dispõe de um stand onde fará a promoção da região, dos seus produtos e serviços, divulgando as potencialidades desta região central de Portugal junto de todos os expositores e visitantes da feira.

Sendo o apoio à internacionalização das empresas da região do Ribatejo, uma das prioridades da NERSANT, a associação empresarial não se fica só por divulgar a região ribatejana e o seu dinamismo económico. A NERSANT vai criar condições para que a prospeção de negócios e o interesse comercial mútuo entre os dois países se mantenha. Na feira, a NERSANT vai divulgar de forma intensiva o I Encontro de Negócios da Beira, que a associação está a organizar em conjunto com a Associação Comercial desta cidade (ACB). Este evento vai acontecer de 08 a 15 de outubro, e conta já com a inscrição de diversas empresas ribatejanas, que estarão neste encontro para encontrar oportunidades de negócio com empresas moçambicanas. Por outro lado, a NERSANT vai também divulgar o NERSANT Business 2013, Encontro Internacional de Negócios que a associação vai realizar em novembro, e que na sua edição passada contou com delegações de 6 países de África e América do Sul e que possibilitou a realização de centenas de reuniões de negócios entre empresários portugueses e empresários estrangeiros.

De referir que a 49.ª Edição da Feira Internacional de Maputo vai abrir oficialmente as portas no dia 26 de agosto e termina no dia até 01 de setembro de 2013. Este ano, o certame tem como lema “Expandindo o horizonte dos seus negócios, optimizando sinergias” e tem como novidade a organização dos expositores por setor de atividade.


NERSANT visita empresas de sucesso do Ribatejo


Na sequência do trabalho realizado no Estudo de Caracterização e de Diagnóstico de Identificação e Apresentação de Casos de Sucesso da Região, a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, vai dinamizar diversas visitas a empresas do Ribatejo retratadas neste estudo. Bindopor, MomSTEEL e Rações Zêzere serão as empresas a visitar já em setembro.

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, com o objetivo e a missão de promover o desenvolvimento da economia regional, tem desenvolvido na região do Ribatejo, diversas atividades de fomento à competitividade desta região do país, sendo uma delas a elaboração de um “Estudo de caracterização da região e de diagnóstico de identificação e apresentação de casos de sucesso na região”, no âmbito do projeto Médio Tejo Empreendedor, apoiado pelo FEDER no âmbito do SIAC – Programa Operacional Mais Centro.

Para além do enquadramento regional do Médio Tejo em diversos domínios (económico, social, geográfico, científico e tecnológico) e da caracterização da estrutura empresarial do Médio Tejo e sua dinâmica empresarial, o documento apresenta ainda 12 casos de sucesso empresarial da região, que a NERSANT pretende agora dar a conhecer a toda a comunidade.

Neste sentido, a associação vai realizar já no próximo mês de setembro, três visitas a casos de sucesso da região do Médio Tejo, começando, no dia 19, por visitar a empresa Bindopor, situada em Ourém. Nos dias 24 e 27 de setembro, respetivamente, a NERSANT vai visitar as empresas MomSteel (Abrantes), e Rações Zêzere (Ferreira do Zêzere).

Estas visitas aos casos de sucesso empresarial iniciam todas pelas 10h00, com a apresentação de cada empresa, seguindo-se a visita às instalações. Nas iniciativas irão estar presentes, entre os diversos membros da direção da NERSANT, diversas entidades institucionais convidadas pela associação, bem como outras empresas e comunicação social.

Sendo do maior interesse divulgar os casos de sucesso empresarial da região a toda a comunidade, a NERSANT encontra-se a receber inscrições de todas as empresas associadas interessadas em estar presentes nestas visitas. O Departamento de Associativismo, Marketing e Eventos da NERSANT encontra-se ao dispor para inscrições ou mais informações, através dos contactos 249 839 500 ou dame@nersant.pt.




publicado por Noticias do Ribatejo às 14:31
link do post | comentar | favorito
|

CARTAXO: PROVA DE PALCO DO CONCURSO DA RAINHA DAS VINDIMAS


Capacidades de comunicação e expressão das oito candidatas foram avaliadas pelo júri do concurso, no passado dia 17 de agosto

 

O auditório da Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense, em Pontével, recebeu na noite de 17 de agosto a Prova de Palco – Comunicação e Expressão do concurso da Rainha das Vindimas do Concelho do Cartaxo 2013.

 

Este ano, a prova teve tema livre, pelo que a criatividade das jovens candidatas foi demonstrada em áreas tão distintas como a história das freguesias, o desemprego, a homossexualidade, a solidão, o futuro dos jovens ou os 25 anos do concurso da Rainha das Vindimas.   

 

Este foi um evento que contou com a presença do vereador da Câmara Municipal, Fernando Martins, de autarcas das oito juntas de freguesia do concelho e de familiares e amigos das candidatas, que encheram o auditório da Sociedade Filarmónica.

 

PROVAS DAS CANDIDATAS

 

LAPA – Patrícia Germano

A representação da jovem Patrícia Germano foi apresentada em dois atos. Com a imagem da Boca da Lapa a decorar uma parte do cenário, a candidata representou a donzela que terá sido raptada e aprisionada na gruta, tendo as suas lágrimas alimentado a fonte que hoje continua a haver no local.

 

No segundo ato, a candidata trouxe ao palco o ambiente da taberna do Zé e da São, demonstrando a rigidez de um pai que não permitia que os filhos escrevessem poesia e tocassem viola. Mas, a conjugação das letras e da música acabou por amolecer o coração do homem e a história teve um final feliz.

 

VILA CHÃ DE OURIQUE – Catarina Piriquito

Inspirada nos 25 anos do concurso da Rainha das Vindimas, a candidata escolheu para o cenário da sua apresentação a Tasca do Sr. Casimiro. Foi com ele que travou uma longa conversa, centrada nas diferenças entre o passado e o presente.

 

O nascimento dos primeiros bebés proveta em Portugal, a vitória de Rosa Mota nos Jogos Olímpicos e o incêndio no Chiado foram acontecimentos que marcaram o ano de 1988 – data em que foi lançado o concurso da Rainha das Vindimas – e que foram lembrados por Catarina Piriquito.

 

VALE DA PINTA – Mariana Heitor

Com o título “O melhor caminho”, a apresentação de Mariana Heitor centrou-se nos desafios que se colocam aos jovens, na procura das melhores soluções para o seu futuro.

 

Tratou-se de uma reflexão pessoal da candidata, que apontou caminhos para a descoberta das melhores opções para os jovens e de como podem ser ultrapassados os obstáculos. “É-nos dado um livro em branco, a tinta, as ideias, as personagens e o enredo somos nós que criamos”, foi a mensagem deixada no final pela jovem Mariana Heitor.

 

PONTÉVEL – Tatiana Costa

A candidata de Pontével escolheu o tema da homossexualidade para a sua apresentação em palco. Tendo como cenário uma sala de restaurante, Tatiana Costa foi desenvolvendo uma conversa à mesa com o seu parceiro, falando do estado do país, da crise e do governo, mas também do casamento e co-adoção de casais do mesmo sexo.

 

Tatiana Costa quis assim demonstrar a sua revolta contra a discriminação em função da orientação sexual, afirmando que “todos são pessoas”, livres e iguais.

 

CARTAXO – Marta Melo

Marta Melo preparou uma apresentação que teve por base a solidão e a solidariedade. A candidata apresentou-se sozinha em palco, tendo como cenário as imagens de um vídeo.

 

No meio do reboliço da cidade, um homem parado, encostado a uma parede, com uma criança nos braços e um olhar que transmite sofrimento e solidão, inquieta a jovem Marta Melo, que vê nessa figura a imagem do pai. Quando ganha coragem para ir ao seu encontro, o homem tinha desaparecido.

 

EREIRA – Andreia Saraiva

O gosto pelo teatro levou Andreia Saraiva a interpretar o papel de um jovem formado que, perante a falta de oportunidades de emprego, decidiu ser arrumador de carros.

 

O desemprego foi abordado pela jovem candidata com muito humor à mistura. “Mais para a direita, mais para a esquerda e nunca nos deixam ir em frente. Não somos arrumadores, arrumaram-nos. Portugal nasceu mesmo à beira-mar e mete água por todo o lado” – foram apenas algumas das expressões transmitidas por Andreia Saraiva.

 

VALE DA PEDRA – Tatiana Alexandre

A jovem candidata trouxe à memória uma história que tem como protagonista D. Horta, mulher da noite, que, ao que consta, teve um conceituado cabaret no Cartaxo, frequentado por generais e altos dignitários franceses, aquando da invasão do Exército de Napoleão.

 

Conta-se que os homens recebidos por D. Horta apareciam mortos na Ribeira do Cartaxo, com uma marca no peito que evidenciava um coice de mula. A história terá inspirado o nome do bar que nos anos 80 tanta fama ganhou no Cartaxo – o Bar Coice da Mula.

 

VALADA – Bruna Morgadinho

O rio Tejo foi levado ao palco pela candidata de Valada, que representou a vida dos avieiros da aldeia da Palhota e o trabalho do escritor Alves Redol.

 

A bateira, as redes, o peixe e o salgueiro fizeram parte do cenário que contextualizou uma conversa animada de duas pescadoras avieiras e um pescador, tipicamente trajados e com o sotaque característico. Além da dura vida de pescador, o tema da conversa foi a chegada de “um tal Redol” à Palhota, para escrever um livro.

 

Antes do espetáculo final, as candidatas vão ainda ter de apresentar a sua freguesia às outras participantes, na prova Visita Guiada, que decorrerá no próximo dia 7 de setembro.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:29
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 18 de Agosto de 2013
ALPIARÇA: A VERDADE SÓ PODE SER UMA!

Foi esta a pesada herança que a CDU deixou ao PS



A dívida herdada da CDU ainda foi em contos. Era uma pequena dívida contraída ao Fundo de Fomento da Habitação (FFH) para construir habitação social (sim a CDU construiu habitação social em Alpiarça) essa dívida era de cerca de 100.000 contos (1/2 milhão de euros) quando o FFH foi extinto e a dívida passou a ser gerida pela Caixa Geral de Depósitos. Entretanto essa dívida nas mãos da CGD cresceu exponencialmente e chegou a 790.000 contos (cerca de 4 milhões de euros). Com a entrada em cena do Dr. Rosa do Céu a dívida que já estava em negociação com o derrotado presidente Figueiredo passou para menos de metade ou seja 290.000 contos 1 1/2 milhões de euros.

Lembro-me bem que o ex-presidente Figueiredo estava a negociar o perdão total da dívida, o que aconteceu com alguns municípios, como por exemplo o de Braga (da cor do governo, obviamente)e Rosa do Céu também poderia ter reduzido a dívida a zero ou quase zero, mesmo assim foi uma boa operação.
Aliás se quisermos ir um bocadinho ao baú das recordações teremos de reconhecer que o 1.º mandato do PS/MAR constituído por pessoas de valor que integravam o executivo e independentes que reuniam e aconselhavam o executivo nas reuniões de bastidores (exemplo de Valdemar Cinturão Ferreira) não só souberam aproveitar os projectos lançados por Raul Figueiredo, como ainda ir mais além e fizeram um obra notável e louvável, de onde apenas destoa um caríssimo e pouco funcional Parque de Estacionamento Subterrâneo e elevadores de um prédio construído em espaço público.

Não tenho acesso às contas de gerência da câmara mas seria BOM ver a dívida da câmara no final do 1.º mandato PS e o péssimo trabalho que fizeram nos 8 anos subsequentes, com a saída mais ou menos forçada de Marques País e prof. Gabriela Pinhão no final do 1.º mandato.
Sou dos que tenho a certeza quase absoluta que se estes dois vereadores tivessem continuado, Alpiarça hoje estaria com menos de metade da dívida e políticamente estaria não estaria nesta autentica guerrilha política.
Infelizmente alguém por interesses mais do que conhecidos fomentou a divisão do PS/MAR, o resto é a história que se conhece.
Pode ser que um dia, quando a poeira assentar, alguém imparcial pegue na documentação desde 1999 e escreva a verdadeira história de Alpiarça.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:16
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
19

24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

QUINTA DAS PRATAS RENOVAD...

FERREIRA DO ZÊZERE IMPLEM...

USF Vale de Sorraia, em C...

CANDIDATOS A REI E RAINHA...

Presidente da Câmara abre...

JOVENS OCUPAM FÉRIAS DE V...

Sorrir com o olhar

Medicinas Alternativas: e...

Cansada de tudo

Sem amarras

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds