NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 31 de Maio de 2015
TEMAS DE SAÚDE: Contextualização teórica sobre a Saúde em Portugal

ANTONIETA.jpg

Por: Antonieta Dias (*)

O pensamento científico vai para além da escrita e da comunicação teórica, sendo que o brilhantismo numa apresentação oral resulta de uma aprendizagem e experiência baseada na evidência.

Um orador só pode ser bom se for assertivo na mensagem, quer seja em termos de qualidade ou de quantidade.

Quando assistimos a comunicações escassas, pobres de conteúdo e providas de recomendações miserabilísticas, ficamos feridos, magoados, traumatizados e injustiçados.

Se nos recordarmos das recomendações emitidas pela Direção Geral de Saúde, que promovem as medidas de vigilância necessárias para a prevenção das doenças e analisarmos o que na realidade se faz, temos que descrevê-las como um pesadelo que estamos a viver neste momento, porque não conseguimos concretizá-las.

Ao analisar se é oportuno fazer os rastreios, se vale a pena conhecer os hábitos dos pacientes, os seus antecedentes ou o dos seus familiares, para os podermos cuidar adequadamente, ficamos de certeza parados no tempo passado bem distante do presente e sem direção para o futuro.

Será que teremos a curto prazo indicadores que permitam construir um índice global de acesso aos cuidados de saúde? Sinceramente não acredito que isso seja possível neste momento.

Possivelmente a estratégia que está a ser montada, não irá contemplar a prevenção, o tratamento adequado e muito menos a salvaguarda da vida humana.

Quando somos confrontados com a opulência da classe politica e a degradação e miséria vivenciada nos tempos de espera nos corredores das urgências dos serviços públicos hospitalares e comtemplamos o sofrimento dos doentes que deveriam ser internados e permanecem nas macas dos hospitais onde até se fazem transfusões sanguíneas aos doentes sentados nas cadeiras e aí permanecem durante horas pois não existem vagas nas salas de observação para condignamente efetuarem os tratamentos num ambiente adequado. Como profissionais responsáveis não podemos ficar indiferentes e repudiamos esta vivência que tem de deixar de ser um pesadelo vivenciado e carregado de desumanidade que não cabe num contexto real de uma sociedade civilizada e livre que preconiza uma cidadania onde aplicação da igualdade dos direitos humanos é uma realidade e não uma quimera.

Porém ao constatar que mesmo depois de longas horas de espera, o doente regressa a casa com uma receita na mão e quando chega à farmácia verifica que a verba que tem disponível não chega para a aquisição dos medicamentos, sofre e chora e até se questiona se de fato teria valido a pena o sacrifício do tempo da espera, a permanência num ambiente inóspito e desolador, o investimentos técnico cientifico dos médicos para cuidar do seu bem esta se no fim de toda esta cadeia é confrontado com a impossibilidade económica de dispor da verba necessária para a compra dos medicamentos prescritos no receituário?

Segundo o estudo da Universidade Nova, divulgado a semana passada 16% dos portugueses deixaram de avir uma receita por causa do custo dos medicamentos.

Assim ao refletir sobre a mensagem de Sua Excelência o Sr. Ministro da Saúde onde diz que “há portugueses sem dinheiro para comprar todos os medicamentos, mas a situação seria “muitíssimo pior” sem as medidas que foram tomadas pelo Governo”, fico perplexa, desolada e profundamente triste.

Será que ainda não se tornou evidente que a saída em massa de cerca de 3000 médicos da função publica por aposentação teve por base as condições de inoperabilidade do Sistema Nacional de Saúde, vivenciado pelo drama sofrido pelos médicos aos quais não lhe são vetadas condições técnicas e humanas para cuidar dos seus doentes e eles não conseguem aguentar mais a angustia desta frustração e a única saída que encontram para esta frustração é o abandono do nobre trabalho que desempenham.

Sim porque a exigência e responsabilidade que lhes é imputada não é compatível com a forma como estão a ser tratados.

São estes eventos que nos fazem sentir que a saúde está em perigo e que a continuar assim não suportaremos muito mais medidas de austeridade cruéis que colocam vida dos doentes em risco.

A historiografia das ideias politica sobre a metodologia adequada aos programas de saúde está obscurecida pelo mito economicista, mergulhada nas trevas da ignorância e da barbárie.

As teses são demasiado falsas e as ideias de progresso desacreditadas, arriscando-nos a sofrer a amarga experiencia da morte antecipada pela carência de cuidados.

Este drama social, vivenciado pela sociedade civil, deixa a descoberto multifuncionalidades assistenciais fundamentais ao tratamento e ao controlo das doenças.

Os efeitos produzidos por decisões desprovidas do conhecimento científico das “legres artes” ficam mergulhados nas trevas da superstição onde o efeito da ausência da ciência e do conhecimento real é inexorável e desprovido da razão.

A amarga experiencia das decisões desenvolvidas pelo poder político, que controlam e vitimizam de forma nefasta e desumana os nossos doentes e os profissionais que os cuidam não se enquadram no contexto de uma sociedade livre e de progresso.

É legitimo questionarmo-nos se estas decisões sustentadas por carências económicas, cujos reservatórios cognitivos dos poderes públicos se encontram no limiar da legalidade e já começam a enveredar por uma organização ilícita, cujo impacto irá fragilizar ainda mais a sociedade civil vitimando-a e penalizando seres humanos indefesos, impreparados, desprotegidos e sem capacidade de se defenderem.

Nesta panorâmica desenvolvida no seculo das luzes, onde tudo se ultrapassa e se desrespeita para atingir uma única e exclusiva determinação fatalista e determinada por pensadores que vêm uma razão com olhos diferentes para uma realidade fatual desoladora.

Se por um dos olhos não sei se é o direito ou o esquerdo, colocam o enriquecimento ilícito como uma prioridade pessoal pelo outro determinam que a pobreza irá ser cada vez maior na sociedade civil, onde morrer ou viver pouco importa pois as pessoas nada vale.

Será que no passado onde o crime era entendido como uma falta grave, susceptível de aplicação de penas cuja eficácia era reconhecida como a forma assertiva de combater a criminalidade deixou de ter importância no Seculo XXI?

Será que a realidade histórica atual em que vivemos, terá deixado ficar uma outra interpretação do conceito de delito e o terá excluído do pilar do retrocesso da humanidade e o transformou num progresso?

Em suma, é um caso paradigmático para reflexão.

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:33
link do post | comentar | favorito
|

CONTO DA SEMANA: "Memórias"

CATARINABETES.png

Por: Catarina Betes

 

Adorava chegar a casa dos meus avós maternos e encontrar a minha avó, sentada no quintal, num banquinho baixo de madeira, daqueles que só encontramos nas casas antigas, com o seu cabelo solto após o banho, que aos oitenta e muitos anos era ainda farto, comprido e encaracolado.

Uma ondulação que resistiu a uma vida inteira de repuxamentos, a dias passados sem tempo para tratar do corpo nem da alma, em que o trabalho não dava tréguas nem descanso.

Os seus caracóis eram agora grisalhos e enquanto a minha avó puxava com esforço, o braço já de si fraco e cansado, ia penteando os cabelos, num movimento descendente.

Eu observava, encantada, os pequenos caracóis que se formavam junto ao pescoço, que não se resignavam ao poder da travessa.

Pedia-lhe então se a podia pentear.

Ela passava-me a pequena travessa para as mãos, e eu, do alto dos meus nove ou dez anos, puxava uma cadeira, sentava-me atrás da sua cabeleira e iniciava, fascinada, a minha tarefa. Enquanto a penteava sem pressas, porque naquele tempo, o tempo não contava, ela ia-me dizendo, com orgulho, que o meu cabelo era como o dela, que se o deixasse crescer logo via.

Ninguém mais, na família, o tinha herdado. Apenas eu, a neta mais nova, que nasceu tardiamente. Sentia-me rejubilar interiormente. Especial.

Eu olhava para as pontas escuras e desgrenhadas do meu cabelo curto e cheio de caracóis e por dentro regozijava com a perspectiva de o deixar crescer.

Pensar na luta que a minha mãe e eu travávamos, sempre que depois do banho, se impunha passar um pente ou uma escova, que nem o shampoo comprado especificamente para o meu tipo de cabelo, na farmácia, conseguia domar, era um pensamento que me fazia arrepiar e ficar com pele de galinha. Não, admitia interiormente, quanto mais curto melhor.

Mas os da minha avó…eram sem dúvida o fruto do meu encantamento.

Após penteado o cabelo, era chegada a hora de fazer a trança. Escusado será dizer que foi esta avó quem me ensinou a fazer tranças.

Sem Título.png

Com a sua voz calma e doce, dizia-me para passar à frente, ora uma, ora outra mecha de cabelo, até a trança se ir formando, qual truque de magia.

Atava-a então e depois prendia-a ela, com os seus dedos trémulos, atrás da cabeça. Normalmente, eu colaborava no fim, colocando um ou outro gancho.

Durante os longos minutos que todo este processo demorava, conversávamos.

Falava-me da sua terra, porque apesar de se ter vindo embora aos dezoito anos, era ainda a sua terra.

Percebo agora que pertencemos sempre ao lugar onde nascemos. Por mais estradas que percorramos, não há nenhuma que não nos conduza ao início do caminho.

Falava-me da sua infância. Da casa onde vivia com os irmãos e os pais, de outros familiares com quem cresceu e se relacionou, pessoas que na sua maioria já não existiam.

Existiram numa outra vida, num outro tempo.

Mas ao ouvir as suas palavras, eu sentia como se todos os nomes que ela pronunciava, fossem ainda reais, fizessem ainda parte das nossas vidas.

O amor e o carinho com que os recordava, dava-lhes existência novamente, fazia-me imaginar como seriam, criava na minha mente cenas das histórias que ouvia, atribuía às personagens rostos, expressões, e ouvia admirada, mergulhada numa nuvem de encantamento, da qual nunca me apetecia descer.

E creio que foi então que o meu amor pelas histórias aconteceu.

Recordo outras tardes em que sentada no mesmo banco, a minha avó remendava uma roupa ou um pano qualquer. Sim, um pano. Porque todos os panos da cozinha eram aproveitamentos de um tecido e todos eram impecavelmente cozidos.

Às vezes sentia-me com sorte e pedia-lhe para passar a ferro. Quando ela estava prestes a terminar, desligava o ferro da corrente eléctrica e colocava os tais panos da cozinha para que eu passasse, enquanto o ferro ainda estava quente.

 E eu passava, claro. Passava e dobrava, meticulosamente.

Enquanto a minha avó costurava, sentava-me ao seu lado. Quando ela tinha tempo, talhava roupas para as minhas bonecas, que eu depois cozia, maravilhada com a experiência de fazer a agulha entrar e sair do tecido.

Talvez por isso, ainda hoje eu goste de me entreter com os trapos e dê por mim tantas vezes de agulha e linha em punho, horas a fio, em que tudo à minha volta parece deixar de existir, o meu pensamento aparta-se do mundo e centra-se unicamente na tarefa empreendida.

Temos mais dos nossos em nós do que supúnhamos, quando mais novos.

Vamo-lo percebendo, com o passar dos anos, com o passar da vida em frente aos nossos olhos, tantas vezes fechados.

Com esta avó aprendi o poder da entrega, a importância do reconhecimento das nossas raízes, o dever de as manter vivas e bem presas à terra, porque são elas que nos mostram que não provimos do vazio, que determinam até onde podemos ir.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Cultura Avieira - Mulheres Avieiras porta-vozes da memória de um povo

LURDES01.jpg

Por: Lurdes Véstia

(continuação)

Identificaram-se como público-alvo todos os elementos constituintes da comunidade Avieira da Borda-d’água tagana, tendo-se, no entanto, restringido o estudo a duas mulheres, idosas, pescadoras Avieiras.

Para chegar às duas participantes deste estudo, percorreram-se vários caminhos. Na preparação, durante o mês de Junho de 2012 do 3º Congresso Nacional da Cultura Avieira, o Instituto Politécnico de Santarém e o Gabinete da Cultura Avieira, segundo proposta por nós apresentada, decidiram ser aquele o momento certo para homenagear pescadores Avieiros que, durante o seu percurso de vida, tivessem sido promotores de ensinamentos das aptidões e técnicas que dominam e que são consideradas de valor histórico e cultural para a comunidade Avieira, com o objetivo de divulgar e preservar esse património.

Nesse dia 12, foram promovidos a Porta-vozes da memória Avieira, três homens e três mulheres, que foram criteriosamente escolhidos pela Associação para a Promoção da Cultura Avieira – APCA, baseando a escolha no perfil, percurso de vida dentro da comunidade Avieira, espalhada pela Borda-d’água tagana, e domiciliados em aldeias distintas. Todos eles apresentavam traços comuns, mesmo não tendo convivência conjunta.

Sem Título.png

 Casal Avieiro a tratar das redes na Aldeia Avieira de Caneiras, Santarém

Dentre estes, uns mostraram indisponibilidade para serem entrevistados para a elaboração deste estudo e outros não se encontravam em condições físicas para o fazer. Dessa amostra, Isabel e Elizabete mostraram disponibilidade e até algum orgulho pelo facto de alguém se mostrar interessado em conhecer e partilhar as suas memórias e “heranças”.

Os indivíduos, considerados beneficiários do resultado do trabalho, foram tratados enquanto pessoas com sentimentos e necessidades específicas e não como objetos passivos e recetores da intencionalidade externa. Levou-se sempre em conta a participação ativa da comunidade Avieira, de acordo com o contexto e a visão da realidade social como um todo. É forçoso dar prioridade á visão e ao ponto de vista do indivíduo a partir da sua vivência quotidiana e não da necessidade do trabalho em curso, de modo a evitar a segmentação da realidade, geralmente provocada quando os trabalhos não levam em consideração o público-alvo.

História de vida

A recolha de dados é uma das etapas que nos permite preparar e aplicar um instrumento, tendo como intenção obter esses dados através de métodos específicos, que têm em conta as características do público-alvo e os objetivos desejados. Tendo em vista as especificidades do objeto de estudo optou-se por uma abordagem qualitativa, uma vez que o propósito é produzir sentidos caracterizadores que surjam da interação entre a entrevistadora e as informantes.

Geertz (1983) destaca que, nos escritos etnográficos, o que chamamos de “nossos dados” são efetivamente a nossa própria construção das construções de outras pessoas, do que elas e os seus conterrâneos se propõem “mostrar”. Este facto não está claro na medida em que a maior parte do que precisamos para compreender um acontecimento, uma cerimónia, um hábito, ou o que seja, está sugestionado á partida pela informação generalizada da “coisa em si” antes de ser examinada diretamente. Assim pode inferir-se que a análise antropológica é uma escolha entre as estruturas de significação e determinar a sua base social e a sua importância.

 

O realce do autor está na etnografia como uma descrição densa, isto é, “uma multiplicidade de estruturas conceptuais complexas, muitas delas sobrepostas ou amarradas umas às outras, que são simultaneamente estranhas, irregulares e inexplícitas, e que ele tem que, de alguma forma, primeiro apreender e depois apresentar” (p.20), e que se pode observar em todos os níveis de atividade do trabalho de campo: entrevistar informantes, observar rituais, escrever diário de bordo, entre outros. Neste sentido fazer uma monografia descritivo-interpretativa sobre as formas de vida de povos, dos seus usos, costumes, valores e lendas é como tentar ler um documento cheio de incongruências, emendas e comentários, escrito não com os sinais convencionais do som, mas como modelos temporários de um comportamento regulado.

Os métodos qualitativos em ciências sociais são compostos, essencialmente, pelas técnicas da entrevista e da observação participante, ou seja, são direcionados para procedimentos centrados na investigação em profundidade, conduzida de acordo com procedimentos regulares, repetidos e levados a cabo, sobretudo, em períodos mais centrados no médio e longo prazos. O objetivo destes métodos é o de permitir que a investigação possa recolher e refletir principalmente aspetos enraizados, menos imediatos, dos hábitos dos sujeitos, grupos ou comunidades em análise e, simultaneamente, possa sustentar, de modo fundamentado na observação, a respetiva inferência ou interpretação dos seus hábitos. Segundo Moreira (1994) “(…) os dois grandes métodos de obtenção de dados qualitativos são a observação participante ou etnografia, como é hoje cada vez mais designada, e a entrevista qualitativa, em profundidade ou não estruturada” (p.31).

Dentro da metodologia qualitativa, as abordagens biográficas caracterizam-se por um processo de reviver episódios e por um revisitar da própria vida. A memória é algo presente na existência do Homem, sendo de relevante importância que a sua recuperação seja feita de modo cuidadoso e ético e pode ser constituída por lembranças vividas a diferentes níveis: da história colhida como memória ensinada (educação escolar); da história recebida oralmente (tradições) e da história como vivência pessoal. É a vivência pessoal que se deve utilizar como fonte de esclarecimento do passado (Vidigal, 1996).

O conceito de história de vida, conforme Bertaux (1980) é o relato da vida ou de episódios da vida, contados tal como o indivíduo os vivenciou. Por sua vez, Haguette (1992) sugere que o método de história de vida confronta duas óticas metodológicas, podendo ser aproveitado como documento ou como técnica de captação de dados.

Ao utilizar o método da história de vida o pesquisador não confirma a autenticidade dos factos, pois o importante é o ponto de vista de quem os relata. Este método é um trabalho de pesquisa, que se constrói, basicamente, com uma recolha de dados de carácter biográfico, sobre um ou mais indivíduos, sendo que a principal fonte de informação, mas não necessariamente a única, são os próprios.

O conceito história de vida encerra metodologias e métodos muito distintos, quer pelo carácter da presença do pesquisador na recolha de dados, pela análise dos materiais recolhidos ou pelas hipóteses que avalia.

Este método permite recolher informações do percurso de vida de um determinado indivíduo, ou indivíduos, assim como conhecer a sua experiência, prática e ótica, e não há melhor forma do que obter estas informações através da voz do próprio, ou próprios. O processo serve-se da trajetória individual, procurando divisar as informações contidas na vida pessoal de um ou de mais informantes, proporcionando uma quantidade de pormenores sobre o objetivo da investigação. Deve-se portanto dar ao indivíduo liberdade para conversar livremente sobre a sua experiência pessoal em relação ao que é perguntado.

O Homem é, por excelência, um contador de histórias e essa possibilidade fascina-o desde tempos muito remotos, talvez desde a aquisição da linguagem, pois de todos são conhecidos os vestígios deixados quer do ponto de vista da linguagem, visual, ou oral, expressos em hieróglifos, ícones e fábulas.

Apesar de compreender algumas limitações, a história de vida deve ser entendida como um método capaz de produzir interpretações sobre os processos históricos que reportam a um passado recente, o qual, muitas vezes, só é transmitido por indivíduos que participaram ou testemunharam algum tipo de ocorrência. Quando um indivíduo relata as suas memórias, transmite emoções e vivências que podem e devem ser compartilhadas, convertendo-as em saber, fazer e saber-fazer, de modo a fugirem do esquecimento.

O método história de vida dá oportunidade de aprender a ouvir aquele, ou aqueles, que vivenciaram a situação que se quer estudar, o que implica considerá-lo como par, alguém que é ativo no estudo e que reproduz a sua própria vida; para tanto, deve-se promover uma aproximação com o sujeito, ou sujeitos, do estudo, praticando uma escuta ativa e não apenas tratá-los como simples objeto de investigação, numa relação impessoal e distante.

No presente trabalho de pesquisa o ponto de partida da entrevistadora foi a história oral de vida das informantes, que tal como refere Vidigal (1996) pode contribuir para ampliar os estudos da história local, dar um sentido à própria identidade, contribuir para o reforço do sentimento de pertença a uma comunidade e para a interiorização de valores. Com este método de trabalho procura-se sempre a trajetória de vida desde a sua origem até à sua chegada ao lugar de destino e, sobretudo, as inúmeras dificuldades e peripécias encontradas para se estabelecerem no novo território (inclusão social).

Durante as entrevistas (com perguntas de onde veio, porque veio e quais foram as dificuldades encontradas no novo lugar) a entrevistadora regista as suas experiências de vida, no que seriam em parte, as suas histórias orais de vida.

(continua)

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 30 de Maio de 2015
Abrantes: Ação de promoção do novo Mercado Diário

unnamed.jpg

A Presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque e o Vereador Manuel Valamatos estiveram esta manhã no Mercado Diário e no centro histórico numa ação de promoção ao novo Mercado Diário e de estímulo aos cidadãos para que façam as suas compras no comércio tradicional. Os autarcas entregaram a edição nº 98 do boletim municipal - acompanhado de saco para as compras -, subordinado à temática “Mais Comércio| Mais Mercado” e a agenda cultural com informação sobre as atividades a decorrerem até final do ano.

Maria do Céu Albuquerque explicou que a ação pretendeu estimular os cidadãos a frequentarem o comercio tradicional, apelando a que: “as pessoas venham e voltem porque ao faze-lo estão a apoiar a economia local”. A autarca quis ainda sensibilizar os vendedores das feiras francas para a nova legislação nacional que regula os mercados locais de produtores.

A Câmara vai aprovar na próxima reunião do executivo uma nova hasta pública para a concessão de ocupação de locais de venda (lojas e bancas) no mercado diário que estão por ocupar.

Quanto ao procedimento para venda, brevemente vai promover uma sessão de esclarecimento para ajudar os interessados a elaborarem o processo e criarem condições de segurança para executarem a sua atividade, cumprindo com as regras que são impostas.

unnamed (1).jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:21
link do post | comentar | favorito
|

III Cruzeiro Religioso e Cultural do Tejo

unnamed (1).jpg

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:56
link do post | comentar | favorito
|

Abrantes: Concurso de Projetos Empresariais premeia novas ideias de negócio

unnamed.jpg

No dia 28 de maio de 2015 foram anunciados e entregues, no Tecnopolo do Vale do Tejo, os prémios aos três primeiros classificados da 3ª edição do Concurso Projetos Empresariais INOV.POINT, destinado a ideias de negócios nos setores Agroalimentar, da Metalomecânica, Energia e Tecnologias de Informação e Comunicação.

Na 1ª fase, apresentaram-se a concurso 27 projetos, através de 34 promotores de todo o país.

Os prémios atribuídos traduzem-se em serviços prestados pelo Tecnopolo ao nível do apoio no desenvolvimento da ideia apresentada a concurso, na realização de um plano de negócios e no acesso a redes de apoio à internacionalização/expansão do negócio.

A presidente da Câmara de Abrantes, que também preside à direção do Tagus Valley, Maria do Céu Albuquerque, referiu que “é necessário continuar a estimular a curiosidade, o aparecimento de mais projetos inovadores e com isso criar valor para Abrantes e para o nosso país”.

 

E os vencedores são:

3º Classificado – Projeto “Biocélio” de Rodolfo Delgado, de Abrantes. Trata-se de uma ideia a desenvolver na área do agroalimentar que em concreto visa o desenvolvimento de laboratório especializado na manutenção e propagação de estirpes de cogumelos que não existem nas superfícies comerciais

2º Classificado – Projeto “Eco Hostel Tubucci”, apresentado por Daniela Santos e Nuno Cunga Alho, de Abrantes. Pretende o desenvolvimento de um estabelecimento turístico de acolhimento local com especificidades ambientais;

1º Classificado – Projeto “Carnes do Monte”, de André Raposo, de Torres Novas, vocacionado para a comercialização de carnes de caça.



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:48
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 29 de Maio de 2015
NERSANT aprovou contas em Assembleia Geral

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, convocou todos os seus associados para a Assembleia Geral, que se realizou no dia 28 de maio, pelas 17h30.

Na reunião da Assembleia Geral, que iniciou pelas 17h30, a Presidente da Direção da NERSANT começou por dar a conhecer o Relatório e Contas da associação, onde se encontra espelhada a intensa atividade da mesma em 2014. Assim, e de forma muito sintética, Maria Salomé Rafael relatou o dinamismo da associação empresarial que conseguiu, de novo, reforçar a sua base associativa. Em 2014, a cooperação empresarial teve bastante relevância na atividade da associação, dando como exemplo o trabalho desenvolvido pelo Agrocluster e pelo TBCC - ACE na área da Construção civil, que têm cada vez mais empresas associadas. Os projetos de apoio à internacionalização, com a realização de missões empresariais , participação em feiras e o NERSANT Business, que cada vez conquista uma maior participação de empresários estrangeiros,  superaram as expetativas iniciais e contribuíram decisivamente para o aumento das exportações que se têm registado no distrito. Os projetos de apoio ao empreendedorismo tiveram igualmente grande destaque na atividade da associação, sendo de realçar que foram criadas 108 novas empresas ao abrigo do programa ApoiarMicro, programa concebido e gerido pela NERSANT. Também ao nível da qualificação dos recursos humanos, a NERSANT realizou um conjunto significativo de formações que envolverem 5 667 formandos, incluindo 117 empresários.

Para 2015, Maria Salomé Rafael referiu que a cooperação e a inovação serão dois eixos prioritários, indo assim ao encontro das orientações do Portugal 2020 e do Programa Horizonte 2020, que valorizam precisamente a aposta na inovação e na especialização inteligente. Nesse sentido, a NERSANT irá  apresentar algumas candidaturas, em parcerias, em setores importantes para a região.  A Presidente da NERSANT  referiu ainda alguns projetos que vão materializar-se em 2015, com o Centro de Inovação Empresarial de Santarém, o  Centro de Excelência para a Agricultura e Agroindústria e o Cluster para a Regeneração Urbana, que será formalizado no dia 2 de junho.  

Respeitando a ordem de trabalhos da convocatória da Assembleia Geral, o Relatório e Contas referente ao ano de 2014 foi aprovado por unanimidade, assim como foi também aprovada a proposta da direção para a aplicação de resultado



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:49
link do post | comentar | favorito
|

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

131523364401CastelodeSantarem.jpg

sexta-feira

 

Esta sexta-feira, dia 29 de maio, decorre desde as 09h00 e até cerca das 18h30, na Quinta da Tufeira, em Pernes, o Seminário “Boas Práticas em Gerontologia!”, organizado pela Santa Casa da Misericórdia de Pernes, no âmbito das comemorações do seu 428º aniversário.

 

A Misericórdia de Pernes convidou outras Santas Casas do distrito de Santarém e Portalegre a participar neste seminário como um momento de partilha das estratégias adotadas nas Santas Casas de Pernes, Santarém, Montemor-o-Novo, Torres Novas, Abrantes, Golegã e Ponte de Sor, no que diz respeito ao cuidado aos idosos.

 

Entre os convidados a participar está Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, Susana Pita Soares, Vereadora da Câmara de Santarém, o diretor do Centro Distrital da Segurança Social de Santarém, Tiago Leite, o presidente da UMP – União das Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos e o provedor da Misericórdia de Lisboa, Pedro Santana Lopes.

 

Hoje prossegue o Campeonato Europeu de Karate IKU, no Complexo Desportivo Municipal, em que veteranos e crianças realizam diversas provas, em vários escalões de competição.

Às 20h00, tem lugar a cerimónia de abertura e o desfile inaugural para a Cidade, no Complexo Desportivo Municipal, a par da demonstração de actividades várias, que contam com a participação do Grupo Académico de Danças Ribatejanas, do Rancho da Casa do Povo de Almeirim, danças de salão com os New Star Dance, demonstrações de karate e karaté ballet.

 

A partir das 20h00, o Grupo Etnográfico da Portela das Padeiras organiza o XXXII Festival Folclore da Portela 2015, a partir das 20h00, na Urbanização da Quinta das Trigosas, com tasquinhas e artesanato. Às 21h00 há baile com o grupo “Grão D’Ouro”. Às 23h00, a música prossegue com Nuno Rainha, finalista do programa Facto X.

 

Às 21h30, o CCRS – Centro Cultural Regional de Santarém, em parceria com o Teatrinho de Santarém, apresenta mais uma Cesta d’Artes, evento que, desta vez, divulga o Grupo de Teatro da UTIS – Universidade da Terceira Idade de Santarém, seguida duma conferência sobre o Ribatejo, com projeção de imagens comentadas por Ludgero Mendes, no Fórum Actor Mário Viegas.

“A Utis é teatralizada, de modo alegre e cómico, em algumas das suas disciplinas, enquanto o assunto “Ribatejo” irá por certo cativar o interesse de todos.

Cada vez mais deveremos olhar para o Ribatejo cultural como uma manta de retalhos, em que cada um dos seus retalhos corresponda a um espaço distinto, mas complementar, dos restantes. Com as suas especificidades geológicas, geográficas, económicas e, claro socioculturais.”

 

Também esta sexta-feira têm início as Festas da Várzea, que decorrem até domingo, com entrada livre.

 

Sábado

 

Este sábado, dia 30 de maio, às 11h00, a APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, convida a “Dançar Contra a Violência”, na Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário).

Esta iniciativa decorre no âmbito da celebração dos 25 Anos e pretende homenagear todas as vítimas de crime e violência, para além de ser uma forma de protesto contra qualquer crime.

Diana Chaves é a apresentadora deste evento comemorativo dos 25 anos da APAV, em que todos os participantes são convidados a dançar as coreografias apresentadas, que são dedicadas a grupos específicos de vítimas: crianças abusadas sexualmente, mulheres vítimas de violência doméstica, vítimas de homicídio, pessoas idosas vítimas de crime e de violência, vítimas de discriminação racial e étnica, entre outros.

Os participantes são convidados a levar uma t-shirt branca vestida, como símbolo da paz e podem adquirir uma fita encarnada para o pulso, como símbolo de protesto contra o crime, pelo preço de 1 euro, à venda no evento ou antecipadamente, na APAV - Gabinete de Apoio à Vítima de Santarém e no Ginásio Scape.

Todos os participantes são convidados a dançar as coreografias dinamizadas pela professora “pro bono” Mara Almeida, do ginásio Scape.

A canção-hino da APAV, pelas vítimas de violência doméstica (letra e música de Rodrigo Guedes de Carvalho), vai ser cantada por Maria Teresa Azoia.

No final será dançada uma coreografia da canção “Cansada”, pelos dançarinos Vasco e Carla Serranho da Escola Jardim de Tango, que homenageia todas as vítimas.

Venha dançar por esta causa!

 

Às 11h30 e às 16h00 há Hora do Conto, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80!

 

Às 11h30 há Teatro de Fantoches, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Uma história que vai encantar crianças e adultos! Formas animadas que nos trazem a beleza da conjugação das artes plásticas com o teatro e a literatura para a infância.

(Duração) 30

 

Às 12h00 e 16h30 há Oficinas de Arte, na Livraria Aqui Há Gato.

“Com muita arte e imaginação vamos por as mãos à arte, e sentir que todos nós somos artistas!” (Oficinas de Expressão Plástica, ver programa especifico em www.aquihagato.org)

(Duração) 60’ (Classificação) M/4 (Preço) 6€

 

O Campo Chá das Padeiras acolhe a partir deste sábado, o III Torneio do Dia Mundial da Criança, organizado pelo Departamento de Futebol de Formação do União Desportiva de Santarém, que conta com a participação de de 26 clubes, entre os quais SLB – Sport Lisboa e Benfica e SCP – Sporting Clube de Portugal, 54 equipas, 700 atletas e 16 horas de competição. Crescer, Vencer!

Esta iniciativa é organizada pela União Desportiva de Santarém - Futebol de Formação e decorre até domingo.

A partir das 09h30, tem início a jornada desportiva do Atlético Clube de Pernes com um jogo de Benjamins e de Traquinas. Às 10h30 há jogo de Infantis.

A Jornada prossegue no domingo, às 17h00, com transmissão do jogo da Taça de Portugal, entre o Sporting Clube de Portugal e o Sporting Clube de Braga e vários petiscos a acompanhar, no Athletic Bar.

 

A partir das 14h30 tem início a 10ª edição dos PANOS - Palcos Novos, Palavras Novas, no Teatro Sá da Bandeira. As sessões prosseguem às 16h30, 18h30 e 21h30.

 

Esta décima edição dos PANOS, junta a nova escrita para teatro ao teatro que é feito por adolescentes. Mais de trinta grupos escolares e juvenis do País inteiro escolheram encenar uma das três peças propostas, e neste festival da Culturgest e também em Santarém, em quatro sessões mostram-se apresentações de cada texto. Este ano são três originais, escritos de propósito para os PANOS.

  • Diálogos de Miguel Castro Caldas

O diálogo é um monólogo disfarçado ou é o contrário que é verdade? Miguel Castro Caldas (um repetente nos PANOS, depois de nós numa corda para a edição de 2009) escreveu Diálogos para olhar o diálogo de frente, falar com ele, perguntar-lhe para que serve. E assim estudar a questão do Outro, da dificuldade do Outro: aquele que vem lá ao fundo e se aproxima, estrangeiro, terrorista, mas que num instante deixa de ser um ele e passa a ser um tu, e de repente fala a nossa língua, é nosso irmão ou primo, e estamos de novo enrodilhados de família. E eu, sou o que fala ou o que escreve?

  • Ponto da Situação de Tim Etchells

Ponto da Situação de Tim Etchells é uma co-encomenda do projeto Connections do National Theatre de Londres, em que os PANOS se inspiram, e resulta ainda da bienal Artista na Cidade 2014. Um coro de jovens performers enfrenta o público e percorre um conjunto de afirmações sobre aquilo que sabem, o que lhes deixa dúvidas, o que não sabem e o que acham que nunca saberão de todo. Entre os confins da infância e as trajetórias, decisões e experiências da vida adulta, o panorama dá continuidade à obsessão de Etchells com listas (prolongando por exemplo That Night Follows Day, que a Culturgest apresentou em 2008) e permite aos adolescentes questionar, celebrar e fazer troça do seu lugar no mundo.

  • Só há uma vida e nela quero ter tempo de construir-me e destruir-me de Pablo Fidalgo Lareo

O autor galego Pablo Fidalgo Lareo criou uma espécie de assembleia íntima com Só há uma vida e nela quero ter tempo de construir-me e destruir-me. A peça é uma paisagem que qualquer um pode reconhecer. Palavras que convidam a estar calmo, a sussurrar, a falar olhando nos olhos, a dançar suavemente. Palavras que questionam a educação, o presente. Palavras que podem purificar os corpos e devolver-lhes a sua pureza e o seu pecado original. Um manual de instruções para ser credível e para mudar o sistema a partir de dentro.

(Teatro) (Duração) 60’ cada apresentação (Classificação) M/12 (Preço) 2 €

 

Às 16h00, o Salão Nobre dos Paços do Concelho acolhe a comemoração do III Aniversário do CIJVS - Centro de Investigação Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão comemora, a par da 55ª Assembleia de Investigadores, que conta com a comunicação “As Personagens Femininas na Ópera – Uma Perspetiva”, proferida por Maria Gabriela da Silveira Ferreira Canavilhas.

A Sessão Solene conta com a participação do Conservatório de Música de Santarém, com a apresentação do n.º4 da Revista Mátria XXI, entrega dos Prémios de Investigação: Francisco Viegas / Ortigão Costa e com a atribuição da “Medalha do Centro de Investigação” a um Membro Honorário pela ação de Mecenato.

 

O Grupo Etnográfico da Portela das Padeiras organiza o XXXII Festival Folclore da Portela 2015, às 21h30, tem início o Festival de Folclore, na Urbanização da Quinta das Trigosas, que conta com a atuação dos grupos Associação Cultural Rancho Etnográfico de Mogadouro, de Trás os Montes, o Rancho Folclórico as Lavradeiras de Vila Franca do Lima, do Minho, o Rancho Folclórico Etnográfico Cova Ouro Serra da Rocha/Coimbra – Beira Litoral e o Grupo Etnográfico da Portela das Padeiras – Santarém.

 

Às 21h30, o Convento de S. Francisco é palco do Concerto “Cânticos da tarde e da Manhã”, com Teresa Salgueiro na voz, acompanhada com Marlon Valente ao acordeão de concerto e Óscar Torres, no contrabaixo.

Esta iniciativa é organizada pela Real Irmandade de Nossa Senhora da Piedade de Santarém, no âmbito das Festas de Nossa Senhora da Piedade. Bilhetes à venda na Igreja da Piedade (tel. 243 324 534).

 

Às 22h00, há Música ao Vivo – Alive – Tributo a Pearl Jam, na Música Velha de Pernes.

 

Domingo

No domingo, dia 31 de maio, às 09h30, tem início a Fase Final do Torneio do Futebol 7 Veteranos, nos Campos de futebol da Escola Superior Agrária, que conta com a participação das equipas representantes dos 11 municípios da CIMLT no âmbito do programa Mais Lezíria. Esta iniciativa é organizada pela CIMLT e pela Câmara Municipal de Santarém.

 

Às 09h30 tem lugar a concentração X RAID BTT - ROTA DAS FONTES 2015, na praça Glauco de Oliveira, em Alcanhões, realizado pela Associação Popular de Alcanhões.

Passeio de 25 km e Raid de 45 km que aposta na qualidade de trilhos e percurso.

O Passeio de 25 km é dirigido para quem já tem alguma experiência na prática do BTT e/ou ciclismo, para quem gosta de fazer passeios em terra batida, essencialmente para quem gosta de pedalar em sintonia com a natureza envolvente. Apresenta dificuldade técnica e física média/alta com vertente competitiva.

Quanto ao Raid de 45 km, com características de uma maratona, apresenta uma dificuldade técnica e física alta, sendo requerida uma preparação de nível elevado para que possa terminar em boas condições físicas e mentais.

Ambos os percursos são realizados em ambiente agradável, essencialmente em estradas de terra batida e single track's, cruzando em alguns momentos estradas principais e secundárias. Inscrições e todas as informações em: http://rotadasfontes2015.blogspot.pt

 

Às 10h00 tem início a Caminhada do Dia Olímpico de 5 km, com início no Jardim da Liberdade.

Aberta a toda a comunidade e vai ter a presença de Susana Feitor, marchadora portuguesa, a primeira atleta medalhada numa grande prova internacional de marcha atlética por Portugal, tendo conquistado a medalha de bronze tanto nos Mundiais de Helsínquia como nos Europeus de Budapeste, e Joaquim Videira, atleta de alto rendimento de esgrima e vice-campeão mundial de espada, que em 2006 recebeu a Medalha Olímpica Nobre Guedes.

Oferta de t-shirts e bonés do COP aos 100 primeiros participantes.

 

Das 15h30 às 19h30, o Jardim da Liberdade acolhe actividades de promoção de modalidades Olímpicas, acessíveis a todos os munícipes que queiram participar. Vai ser possível experimentar atletismo, ginástica, golfe, judo, rugby, tiro com arco e voleibol, bem como jogos tradicionais e slackline.

 

Às 10h30 tem início o 1º Encontro Ribatejo Sketchers, com início no Convento de S. Francisco e visita ao interior do monumento.

 

Vamos desenhar a capital do Gótico?

A participação é livre, para todos os que gostam de desenhar, não sendo necessário conhecimentos prévios de desenho ou pintura.

Para melhor organização do encontro inscreva-‐se (basta nome e contacto) para o email:ribatejo.sketchers@gmail.com

Cada um deve levar: um caderno/bloco; algo com que desenhar (ex: lápis de grafite, marcador ou esferográfica) e algo para colorir (ex: aguarela, lápis de cor, pastel, marcadores, etc..)

 

Programa:

10h30 | Encontro no Convento de S. Francisco

Visita ao interior do Convento

11h00 | Percurso a pé pelo centro histórico de Santarém

12h30 | Almoço livre

14h00 | Ponto de encontro: Largo do Seminário

Desenhar o centro histórico de Santarém

17h30 | Partilha de trabalhos nos Claustros do Convento de S. Francisco

Contactos: ribatejo.sketchers@gmail.com  | http://ribatejosketchers.blogspot.pt

 

Às 14h00 tem início o Campeonato Nacional MX 2015 – Moçarria, numa organização doMoçarria Aventura Clube. Esta prova do Campeonato Nacional Motocross MX2015 decorre na Pista da Carneira, Moçarria, e conta com cerca de 100 participantes.

 

Para mais informações, consulte http://mocarriaventuraclube.com  e https://www.facebook.com/maclube.org .

 

Às 16h00, há Teatro para Crianças - “O Pantufa vai à Feira do Ribatejo!”, pelo Veto Teatro Oficina, no Teatro Taborda - Círculo Cultural Scalabitano.

 

O Pantufa quer ir à Feira do Ribatejo, ver os animais, aprender a andar a cavalo, conhecer as máquinas, sentar-se do relvado e respirar o ar da Feira. Mas o Branquinho, todo mandão está sempre a querer trabalhar, trabalhar, trabalhar… O Pantufa diz que sim, mas continua a falar da Feira, dos petiscos, dos patinhos no lago do jardim, das naves cheias de coisas bonitas para ver.

O Cabeça de Nabo, por ser nabo tem medo de ir à Feira… Mas se querem saber o que vai acontecer, o melhor é ir ao Círculo ver este espetáculo. Uma proposta que atravessa gerações e é uma marca do Veto.

Direção: António Júlio Santos | Atores: António Júlio Santos, Francisco Selqueira, Mário Marcos | Técnico: José Carlos Jordão

(Duração) 60’ (Classificação) para Todos

Para mais informações, contacte o Círculo Cultural Scalabitano|, através do e-mail:circuloscalabitano@gmail.com ou do telefone – 243 321 150, das 14h00 às 20h00.

 

 

À mesma hora há Teatro de Bolso – “Viagem ao Espaço”, na Livraria Aqui Há Gato.

 

No último Domingo de cada mês, o Aqui Há Gato abrirá as suas portas para o Teatro de Luz Negra! Faremos da nossa casa uma verdadeira Sala de Teatro! Um Teatro de Bolso onde tudo poderá acontecer!

(Duração) 30’ (Classificação) M/3 (Preço) 3€

 

Em permanência:

 

Até dia 30 de maio, visite a Exposição de Fotografia e Poesia - “O Tejo e o Mar”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados das 09h30 às 12h30.

 

“Conde Falcão, coronel reformado, começou a partir de 1971 em Moçambique a fotografar com uma certa objetividade, interessando-se sobretudo em desvendar os segredos da câmara escura. Considera-se um fotógrafo de câmara escura e um amante quase fiel do preto e branco. É um autodidata, cujos trabalhos foram publicados em revistas nacionais e estrangeiras. As suas fotografias foram expostas em cerca de 15 países na sequência de concursos e exposições individuais. Fez parte do Júri de inúmeros concursos de fotografia, com destaque do Concurso Internacional de Fotografia do Algarve.

José Geraldo, licenciado em Ciências Militares (infantaria) pela Academia Militar, em parceria com a Universidade dos Açores, é Doutorado em Defesa, História e relações Internacionais na mesma Academia e no ISCTE.

Coronel de Infantaria do Exército Português desempenha desde maio de 2007 as funções de Diretor do Jornal do Exército. É autor de diversos livros e de diversos artigos publicados em Jornais e revistas.”

Conde Falcão _ Fotografia | José Geraldo _ Poesia”

 

Até dia 31 de maio, visite a Exposição Bibliográfica – “Dia Mundial da Comunicação Social” (que se comemora no dia 22 de maio), na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

Comemoramos a efeméride do Dia Mundial das Comunicações Sociais com uma exposição bibliográfica que reúne uma parte do vasto acervo bibliográfica existente na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. Numa era em que cada vez mais a comunicação social tem o poder de promover a felicidade e realização humana no respeito pelo bem comum de todos, apelamos para o bem e o mal que provêm do uso que as pessoas fazem dos meios de comunicação.

São as pessoas que escolhem usar os mass media para finalidades positivas, negativas, de modo correto ou incorreto. Os meios de comunicação são sempre instrumentos e ferramentas disponíveis mas requerem a aplicação de princípios consolidados às novas circunstâncias.

 

Até dia 31 de maio, visite a Exposição - Coleção de arte contemporânea “Manuela de Azevedo”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico de Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais. Até ao final de Junho, poderá disfrutar do seu XX Destaque trimestral: Serigrafia policromada s/ papel, 1976, Intersepções, da autoria de Emília Nadal.

 

A Exposição Bibliográfica – “Vamos Ler… Herberto Helder” está patente até dia 31 de maio, de segunda a sexta-feira das 09h30 às 18h00 e sábados das 09h30 às 12h30, na Sala de Leitura Bernardo Santareno.

 

Considerado um dos mais originais poetas de língua portuguesa e a voz mais fulgurante da poesia, Herberto Helder, que faleceu no passado dia 23 de março de 2015, recusou homenagens, prémios ou condecorações. Destacamos o Prémio Pessoa de que foi vencedor em 1994 e ao qual recusou. Na sua vasta obra literária com predominância para a poesia, Herberto Helder escrevia em 1990 o seguinte: “(…) o poema é um objecto carregado de poderes magníficos, terríveis: posto no sítio certo, no instante certo, segundo a regra certa, promove uma desordem e uma ordem que situam o mundo num ponto extremo: o mundo acaba e começa”.

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo -Torre das Cabaças, até dia 31 de maio, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00h às 17h30 (sob marcação, através do telefone - 912 578 970.

 

A Torre das Cabaças, ou Cabaceiro – como o vulgo a denomina -, é na realidade uma Torre Relógio, género arquitetónico introduzido em Portugal desde os primórdios do século XV.

A designação popular fixou-se nos finais do século XVIII, derivada das sete ou oito cabaças de barro colocadas na estrutura de ferro que suporta o enorme sino de bronze datado de 1604.

As cabaças – identificadas pelo povo como sendo as cabeças ocas dos vereadores municipais, numa tradição anedótica reportada ao tempo de D. Manuel I – servem de ressonância no tanger das horas, espalhando o som em várias direções.

Do conjunto de cabaças primitivas apenas subsistem quatro, vidradas a amarelo e verde. As restantes quatro são mais recentes, sendo três delas vidradas a castanho e colocadas em 1933, por altura do restauro da DGEMN. A sua forma e configuração são distintas. As mais antigas têm o colo praticamente fechado e os buracos de ressonância mais abertos; as do restauro de 1933 têm o colo aberto e os buracos de ressonância mais espaçados. A abertura inferior servia para as enfiar na estrutura de ferro forjado superior, sobre espigão.

 

Até dia 5 de junho, o Fórum Actor Mário Viegas acolhe a exposição de Fotografia de Diniz Ferreira "o olhar e a obra", numa organização do CCRS - Centro Cultural Regional de Santarém. A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 15h00 às 18h30 e ao sábado, entre as 10h00 e as 18h30.

 

“Esta Exposição de Fotografia, do fotógrafo Diniz Ferreira, serve de mote para uma justa e merecida homenagem ao Homem que fotografou Santarém, os Scalabitanos e acima de tudo a Feira Nacional de Agricultura, cujas fotografias serviram de fundo a inúmeros cartazes deste certame.”

 

Aproveite para visitar o Centro de Interpretação - Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.  A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que permite, à distância de um toque digital identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem. Para mais informações, contacte, através do telefone - 243 357 288.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:46
link do post | comentar | favorito
|

NOVOS REGULAMENTOS DE SERVIÇOS NA ÁGUAS DO RIBATEJO

unnamed (3).jpg

A ÁGUAS DO RIBATEJO atenta à necessidade de atualização dos regulamento de serviço de águas e saneamento atualmente em vigor e em cumprimento com a exigência do artigo 62.º do Decreto-Lei n.º 194/2009, de 20 de agosto, da Portaria n.º 34/2011, de 13 de janeiro (que estipula o conteúdo mínimo dos regulamentos de serviço), elaborou as propostas de regulamento de serviço de águas e saneamento que agora submete à consulta pública até 30 de junho de 2015.

Os documentos podem ser consultados nos sete municípios que integram a empresa municipal: Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas, na sede da AR em Salvaterra de Magos. 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:40
link do post | comentar | favorito
|

ABRANTES: Junta Regional de Portalegre e Castelo Branco do CNE tomou posse

unnamed (2).jpg

A nova Junta Regional da Região de Portalegre e Castelo Branco do Corpo Nacional de Escutas (CNE), que tem sede em Abrantes, tomou posse no dia 27 de maio, dia em que o CNE celebrou o 92º aniversário. A cerimónia decorreu na Igreja de S. Vicente, após a realização de uma eucaristia presidida pelo Bispo de Portalegre-Castelo Branco, D. Antonino Dias.

O Chefe Regional, Paulo Silva, empossado para o triénio 2015-2018, agradeceu a confiança para a missão. Reafirmando a necessidade do envolvimento de todos para “ajudar na caminhada”, Paulo Silva agradeceu à Câmara o apoio e o estimulo à atividade escutista.

A Presidente da Câmara referiu o facto da Junta Regional ser constituída exclusivamente por abrantinos e dirigiu palavras de encorajamento ao desenvolvimento do escutismo como verdadeira escola de valores.

Maria do Céu Albuquerque sublinhou a vitalidade dos agrupamentos de escuteiros no concelho de Abrantes e o contributo do projeto educativo junto de centenas de jovens. Terminou referindo: “O vosso lema é o meu: Sempre alerta para servir.”

Composição da nova Junta Regional:

Chefe Regional- Paulo Silva; Chefe Regional Adjunto e Secretário Regional para a Comunicação - António Janeiro; Secretário Regional Administrativo e Financeiro - João Pombo - Secretário Regional de Adultos - Ana Rita Soares;  Secretário Regional Pedagógico - André Silva; Secretário Regional de Apoio e Planeamento - José Eduardo Pereira;  Assistente Regional - Padre Nuno Folgado.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:38
link do post | comentar | favorito
|

Vila Franca de Xira: Castelos Encantados no Parque Urbano da Quinta da Piedade para comemorar o Dia da Criança

unnamed.jpg

A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira comemora mais uma vez o Dia da Criança, no dia 31 de maio, entre as 9h30 e as 19h30 (com pausa entre as 12h30 e as 14h30), na Quinta Municipal da Piedade, na Póvoa de Santa Iria.

A iniciativa tem como tema “Os Castelos Encantados”  e pretende proporcionar a todas as crianças, jovens e famílias um dia inesquecível repleto de diversões variadas, aliadas à possibilidade de exploração do espaço envolvente que contempla, para além de uma vasta área verde, uma quinta pedagógica.

Muitas surpresas serão apresentadas na “Tenda Encantada”, para além de todas as outras previstas no programa, como a atividade física e motora, a música, o teatro, as artes plásticas ou as experiências sensoriais na área do ambiente.

O Presidente da Câmara Municipal, Alberto Mesquita, visitará a iniciativa pelas 11h00

 

 

Vila Franca de Xira na Volta a Portugal

unnamed (1).jpg 

Três anos consecutivos de festa

 

A Volta a Portugal em Bicicleta está de regresso à Lezíria! Durante três anos, Vila Franca de Xira volta a ser uma das cidades anfitriãs do ciclismo nacional.

O protocolo assinado esta sexta-feira, 29 maio, entre a autarquia e a organização da prova torna possível o regresso da “caravana” a Vila Franca de Xira, já este ano, na partida da última etapa da 77ª Volta Portugal Liberty Seguros. O compromisso entre o município e a Podium Events estende-se até 2017.

 

Para além da partida da última etapa da Volta a Portugal de 2015, Vila Franca de Xira será palco, no próximo ano, do contrarrelógio final que vai encerrar a competição e, em 2017, acolhe a saída da primeira etapa em linha.

 

 

20.ª Exposição Canina Internacional em Vila Franca de Xira dias 30 e 31 de maio

unnamed.png

No fim-de-semana de 30 e 31 de maio o Pavilhão Multiusos e o Parque Urbano do Cevadeiro recebem a 20.ª Exposição Canina Internacional  (22.ª Nacional), em Vila Franca de Xira.

 

Os mais belos exemplares do animal conhecido como “o melhor amigo do homem” marcarão presença e desfilarão perante um júri exigente que avaliará as sua performances. Ao todo são oito juízes, quatro dos quais provenientes da Dinamarca, Polónia, Croácia e Eslováquia. A entrega para os prémios de “Best in Show” de domingo, pelas 18h00 (da exposição internacional), contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Alberto Mesquita.

 

O evento conta ainda com atividades diversas entre as quais duas demonstrações de treino canino, domingo, pelas 11h00 e pelas 15h00.

O Canil Municipal também estará presente, com cachorros para adoção.

 

Programa:

Sábado, 30 maio (exposição nacional)

10h00 - Início dos julgamentos

15h30 - Grandes Prémios

18h00 - BEST IN SHOW

 

Domingo, 31 de maio (exposição internacional

10h00 - Início dos julgamentos

15h30 - Grandes Prémios

18h00 - BEST IN SHOW

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:33
link do post | comentar | favorito
|

AVARIA INTERROMPE ABASTECIMENTO NO CHOUTO E GAVIÃOZINHO

Uma avaria no Sistema de Abastecimento do Chouto/Gaviãozinho está a privar as duas localidades de abastecimento de água.

A avaria foi reparada mas necessitamos de tempo para encher o Reservatório do Gaviãoznho de modo a retomar gradualmente o abastecimento às duas populações. 

Foi colocada uma viatura dos Bombeiros Voluntários da Chamusca, Junto ao Centro de Dia do Chouto, em colaboração com a Câmara Municipal da Chamusca, para garantir abastecimentos prioritários a instituições, comércio e populações do Chouto onde a água chegará mais tarde.

 A AR apela aos consumidores para evitarem regas e lavagens de pavimentos, e restringirem os consumos ao mínimo essencial até às 22h00, afim de possibilitar a normalização do níveis no Reservatório do Gaviãozinho que abastece ambas as localidades.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:41
link do post | comentar | favorito
|

NERSANT parte com empresas para missão empresarial a Marrocos no próximo domingo

Uma delegação de seis empresas da região do Ribatejo parte para Marrocos numa missão empresarial liderada pela NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém. A viagem acontece já no próximo domingo, dia 31 de maio.

Com o objetivo de apoiar a internacionalização das empresas da região, a NERSANT vai viajar esta semana para Marrocos com um conjunto de empresários que pretendem estreitar laços comerciais com este mercado. Para garantir o sucesso da prospeção de negócios a que as empresas se propõe através da participação nesta missão empresarial, a NERSANT agendou para cada uma das empresas participantes, diversas reuniões com empresas locais e entidades, de acordo com os objetivos pré-definidos pelas empresas antes da realização da viagem de negócios. Refira-se que, antes de qualquer missão empresarial, a NERSANT trabalha individualmente com cada uma das empresas, percebendo as suas necessidades e tomando nota dos objetivos específicos de cada participante, para que, através dos seus parceiros no terreno, possa agendar os contactos corretos e necessários.

Desta forma, durante toda a missão empresarial, cada empresa vai reunir com diversas congéneres e entidades locais, de acordo com o plano de agendamentos facultado pela NERSANT para cada um dos dias. No final do dia 01 de junho, o primeiro dia da missão, realizar-se ainda uma sessão onde será apresentado o mercado de Marrocos, por Rui Cordovil, Diretor da AICEP neste país, que será uma mais-valia, uma vez que permitirá conhecer a realidade político-económica e as oportunidades de negócios marroquinas.

A missão empresarial termina no dia 04 de junho, esperando a NERSANT que a mesma seja profícua para as empresas participantes na mesma.

 

 Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza debate regeneração urbana no Ribatejo

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, vai realizar no próximo dia 02 de junho, pelas 15h30, em Torres Novas, uma sessão-debate sobre o futuro da regeneração urbana no Ribatejo e onde vai ser formalizada a criação de um cluster nesta área. A sessão conta com a presença de Miguel de Castro Neto, Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza.

Na sessão de abertura, estará presente a Presidente da Direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael, Maria do Céu Albuquerque, Presidente da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, e Pedro Ribeiro, Presidente da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo. "As oportunidades da regeneração urbana no Médio Tejo - o caso de Tomar", pela Presidente desta Câmara Municipal, Anabela Freitas, e "As oportunidades da regeneração urbana na Lezíria do Tejo - o caso de Santarém", por Ricardo Gonçalves, Presidente deste município, "Mecanismos de Financiamento da Reabilitação Urbana", pelo Montepio Geral, bem como a apresentação do Fundo para Financiamento da Reabilitação Urbana no Ribatejo, pela voz de Almeida Guerra da empresa Manual/Rockbuilding, serão as intervenções a ouvir na tarde de 02 de junho.

O momento alto do dia acontece com a formalização da adesão das empresas à rede /cluster para a regeneração urbana, iniciativa inserida no âmbito do RegeneraPolis, dinamizado pela NERSANT, que surge como um desafio, quer no trabalho de levantamento de oportunidades, quer na pesquisa da melhor forma de financiá-las, numa perspetiva de criação de sinergias e de valor para as empresas da fileira da construção civil.

Serão ainda assinados dois protocolos: um entre a NERSANT, a Câmara Municipal de Santarém, a Santa Casa da Misericórdia de Santarém e o Montepio Geral e outro entre a NERSANT, a Câmara Municipal de Tomar, a Santa Casa da Misericórdia de Tomar e o Montepio Geral.

O encerramento do seminário estará ao cargo de Miguel de Castro Neto, Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:11
link do post | comentar | favorito
|

CARTAXO AVENTURA PROGRAMA DE ATIVIDADE DESPORTIVA

O Programa Cartaxo Aventura está de regresso, oferecendo a toda a população, de forma gratuita, um conjunto de atividades desportivas de natureza e ar livre.

unnamed.jpg

Organizado pela Câmara Municipal, o Cartaxo Aventura tem como principais objetivos aliar a prática desportiva a novas experiências, enquanto promove o contacto com a natureza, o convívio entre os participantes e hábitos de vida saudáveis.

 

Rapel (6 de junho), escala (20 de junho), BTT (4 de julho) e canoagem (11 e 25 de julho) são a atividades programadas pela área de Desporto do município para a edição de 2015 do programa que já conta com participantes assíduos. As atividades são planeadas para poderem ser frequentadas por pessoas de diferentes idades, promovendo a igualdade de acesso à prática desportiva a diferentes faixas etárias, mesmo que com pouca preparação física.

 

A participação é gratuita, mas está sujeita a inscrição prévia – até à 5.ª feira anterior à atividade – e inclui enquadramento técnico e seguro de acidentes pessoais.

 

PROGRAMA

6 junho – Porto de Muge – nível I

Rapel

20 junho – Serra de Montejunto – nível I

Escalada

4 julho – Quinta das Pratas – nível II

BTT

11 de julho – Valada – nível II

Canoagem

25 de julho – Valada – nível II

Canoagem

 

Nível I – Acessível a todos

Nível II – Exige razoável condição física

 

HORÁRIO

Sábados – das 10h00 às 12h30

 

EQUIPAMENTO A UTILIZAR

RAPEL: Calçado e roupa confortáveis e adaptados às condições meteorológicas da época, água e merenda.

 

CANOAGEM: Fato de banho ou roupa desportiva, chinelos, toalha, água e merenda. Éobrigatório saber nadar.

 

PASSEI0 DE BTT – Bicicleta, capacete, calçado e roupa confortáveis, leves e adaptados às condições meteorológicas da época, água e merenda.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:09
link do post | comentar | favorito
|

Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo promove exposição de pintura onde o cavalo e o campo se destacam

Os visitantes da Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo, a decorrer de 6 a 14 de Junho, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém poderá visitar a exposição de pintura Temáticas VII, do pintor César Pires.

A obra de César Pires é influenciada por uma sensibilidade artística muito própria, tal como pela observação constante do mundo que o rodeia. São estas talvez as linhas-mestras que originam uma obra de temáticas tão diversificadas: sagrado e profano, concreto e abstracto, tangível e intangível. A Mulher e o seu corpo, o Povo e as suas tradições, trabalhos e costumes, o Campo e os seus aromas, cores, sons e movimentos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:09
link do post | comentar | favorito
|

Deputados do PSD de Santarém questionam regulador energético

Falhas no fornecimento eléctrico preocupam deputados do PSD

Os deputados social-democratas do distrito de Santarém estão preocupados com a segurança, a regularidade e a qualidade do serviço prestado pelo Sistema Elétrico Nacional, e querem que a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) se pronuncie sobre a falta de qualidade energética que, mais do que o preço, está a provocar graves prejuízos às empresas que utilizam alta tecnologia no distrito de Santarém.

Na sequência da visita que os deputados do PSD de Santarém fizeram ao concelho de Benavente e depois das queixas que ouviram de alguns empresários, com particular ênfase na empresa Silvex, os deputados Nuno Serra, Duarte Marques, Carina João, Isilda Aguincha e Vasco Cunha questionam a entidade que regula o sector sobre “o controlo da disponibilização de energia elétrica em termos adequados às necessidades dos consumidores, quer qualitativa quer quantitativamente”.

No documento apresentado pelos parlamentares do PSD do distrito de Santarém é referido que “a energia elétrica é um bem essencial e está sujeita a obrigações de serviço público” que são da “responsabilidade de todos os intervenientes do setor elétrico, de entre as quais se destaca a segurança, a regularidade e a qualidade do seu abastecimento”.

Os deputados revelam ainda que, mais do que o preço da energia, a maior preocupação das empresas do distrito de Santarém é a qualidade e estabilidade do fornecimento elétrico. Assim, após a visita que os deputados fizeram a algumas empresas de grandes recursos eletrónicos, que trabalham com maquinaria de grande sensibilidade, e de lhes ter sido relatado que as constantes quebras no fornecimento de energia elétrica provocam enormes prejuízos, querem agora saber porque é que continuam a existir estas oscilações no fornecimento de eletricidade.

“Sabendo que noutras áreas do País, onde existe semelhante grau de desenvolvimento tecnológico mas tal instabilidade energética não se verifica e, por conseguinte, os prejuízos não se registam, facilmente se conclui que o problema é local e provavelmente da responsabilidade da rede elétrica da área ou do operador que a explora”, como referem os deputados no requerimento enviado à ERSE.

Assim, tendo em conta as competências da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) e a necessidade de garantir a “segurança, a regularidade e qualidade do abastecimento”, os deputados colocam as seguintes questões:

 

  1. Tem a ERSE conhecimento das oscilações da qualidade da energia fornecida no concelho de Benavente?

 

  1. Que medidas desenvolveu a ERSE para garantir a qualidade e estabilidade do fornecimento de energia no distrito de Santarém?

  

  1. Em casos de prejuízo na produção das empresas afetadas pela instabilidade do fornecimento de energia, que medidas ou instrumentos podem as empresas beneficiar para compensar esses mesmos prejuízos?
  2. Neste contexto requeremos à entidade reguladora do sector um relatório de avaliação das condições de fornecimento de energia às empresas do distrito de Santarém, concelho a concelho, se tecnicamente possível.


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:08
link do post | comentar | favorito
|

A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo preocupada com a prestação de cuidados de saúde na Região

A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo (e outras estruturas de utentes), preocupada com a prestação de cuidados de saúde na Região, reuniu com Conselho de Administração do CHMT e Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

 

         Na sequência da recolha de mais de 20000 (vinte mil) assinaturas de cidadãos do Médio Tejo solicitou-se uma reunião ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

 

            Na opinião da Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo e das outras estruturas de utentes estão criadas as condições para que se possam dar passos seguros para a concretização dos objectivos reivindicados pelas populações: melhor funcionamento da urgência e a existência da medicina interna, pediatria e cirurgia nas três unidades do CHMT e o desenvolvimento das especialidades já existentes em articulação com os cuidados de saúde primários/centros de saúde.

 

            Embora continuemos a considerar que estas questões deveriam ser debatidas em sede de Conselho Consultivo (que não existe) propusemos ao CA a organização de um fórum onde estivessem representadas as diversas entidades interessadas na prestação de cuidados de saúde (unidades de saúde, autarquias, profissionais, ordens e sindicatos, ligas amigos, utentes, bombeiros,…) com o objectivo de definir as linhas gerais de organização dos cuidados de saúde, permitindo que de forma multilateral se esclarecessem muitas informações contraditórias e se pudesse reconquistar a “simpatia” das populações com medidas claras e viáveis.

 

            Aproveitamos a oportunidade para referir algumas questões preocupantes, como o atraso na contratação de médicos que poderá inviabilizar a melhoria e a continuação de alguns serviços,

a deslocação de serviços entre unidades hospitalares, o aumento da lista de espera cirúrgica, a incidência das infecções hospitalares e a perspectiva de aplicação da Portaria 82/2014, assim como, a criação do agrupamento hospitalar no distrito.

 

            Na Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo transmitimos a nossa preocupação com a falta de médicos de família em alguns concelhos, situação que se poderá agravar com as férias de verão, sugerindo que as autarquias reforcem a pressão junto do Ministério para que sejam tomadas algumas medidas de carácter excepcional para resolver o assunto.

 

            Relatamos as nossas propostas, feitas anteriormente ao CA do CHMT, sobre a organização dos cuidados hospitalares e a organização de um fórum, assim como referimos mais uma vez a nossa preocupação com a falta de trabalhadores nos serviços de saúde, especialmente médicos. Sem profissionais de saúde não se pode garantir a proximidade de cuidados. As populações ficam mais desprotegidas.

 

            Manifestámos a nossa disponibilidade para colaborar na elaboração da “Carta de Saúde da Região do Médio Tejo”, iniciativa da CIMT.                                                                  

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:06
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Maio de 2015
NERSANT levou empresários da região ao Estado da Bahia

A NERSANT participou esta semana numa Missão Empresarial ao Brasil, mais concretamente ao Estado da Bahia. Do programa fizerem parte vários encontros de negócios bilaterais, visitas a empresas, Centros Tecnológicos e uma reunião de trabalho com o Vice-Governador do Estado da Bahia. A comitiva da NERSANT integrou várias empresas da região, algumas já com investimentos em curso no Estado da Bahia.

Maria Salomé Rafael, presidente da Direção da NERSANT, considerou a missão um êxito destacando que existem excelentes oportunidades para as empresas portuguesas, mediante o estabelecimento de parcerias com empresas brasileiras em setores que vão desde a agroindústria, energias renováveis, construção civil e regeneração urbana, telecomunicações e turismo.

Em simultâneo, a NERSANT participou ainda no VI Encontro de Negócios Bahia Portugal, que se realizou em Salvador, capital do Estado da Bahia. O Presidente da AICEP, Miguel Frasquilho foi um dos participantes neste Encontro, organizado pela Câmara Portuguesa de Comércio Luso-Brasileira – Bahia, presidida por António Coradinho, com o apoio da NERSANT. A sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia foi o local escolhido para os dois dias de trabalho. Neste Encontro de Negócios, a presidente da direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael aproveitou uma vez mais para dar a conhecer as potencialidades da região e alguns dos projetos que têm vindo a ser desenvolvidos pela NERSANT.

O Vice-governador do Estado da Bahia, João Leão, apelou a um maior investimento dos portugueses no estado da Bahia, afirmando que existem muitos hectares disponíveis e financiamento bancário para apoiar novos investimentos. António Coradinho, presidente da Câmara de Comércio Luso-brasileira na Bahia considerou que o evento de negócios foi um sucesso. "Conseguimos abrir muitas portas, estabelecer as pontes para novas parcerias, e esperamos que as empresas portuguesas venham em força para a Bahia, onde há muitas oportunidades".

NERSANT assina protocolo de cooperação com Federação das Indústrias da Bahia

Com vista a estreitar o relacionamento entre o Ribatejo e o Estado da Bahia, a NERSANT assinou um protocolo de colaboração com a Federação das Indústrias do Estado do Brasil (FIEB). A presidente da NERSANT e o presidente da FIEB formalizaram este acordo de colaboração, que prevê a realização de algumas iniciativas com vista ao desenvolvimento de parcerias empresariais em setores estratégicos para ambas as regiões e ainda a transferência de conhecimento e tecnologia. Uma destas iniciativas será a visita de uma delegação de empresários baianos e representantes institucionais ao Ribatejo ainda este ano.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:32
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Maio de 2015
Vila Franca de Xira:Câmara Municipal organiza seminário para debater a Educação e o sucesso escolar

No dia 28 de maio, quinta-feira, a partir das 10h00 tem lugar o seminário “A educação como agente de mudança pessoal e social: pensar o sucesso escolar”, na Fábrica das Palavras, em Vila Franca de Xira. A iniciativa é organizada pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e pelo Conselho Municipal de Educação.

 

Dirigido a toda a comunidade educativa, o seminário pretende abordar temáticas relacionadas com a garantia do acesso à educação para todos, analisando os dados vigentes sobre as desigualdades na educação e os apoios concedidos, com vista a delineação de soluções possíveis e eficazes.

 

A importância do sucesso escolar, a influência da família na valorização da escola, o investimento que é feito naquelas instituições, a importância dos projetos extracurriculares na motivação do aluno, nomeadamente em prol da aprendizagem e da assiduidade, serão outras das questões a ser debatidas neste encontro.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:25
link do post | comentar | favorito
|

CÂMARA DO CARTAXO ORGANIZA FÉRIAS DE VERÃO

unnamed.jpg

As Férias de Verão, organizadas pela Câmara Municipal do Cartaxo, para crianças dos 6 aos 14 anos, vão começar no próximo dia 22 de junho e decorrem até 17 de julho. As inscrições vão estar disponíveis online em www.cm-cartaxo.pt e presencialmente, na Casa Municipal da Juventude de 4 a 9 de junho (das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30).

 

INSCRIÇÕES

4 a 9 de junho

Casa Municipal da Juventude e em www.cartaxo.pt

 

DURAÇÃO

22 a 26 junho

29 junho a 3 julho

6 a 10 julho

13 a 17 julho

 

HORÁRIO DAS ATIVIDADES

Dias úteis das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00

 

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

Casa Municipal da Juventude

Av. 25 de Abril

Quinta das Pratas

Telefone 243 701 250



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:23
link do post | comentar | favorito
|

Pavilhão de Artesanato dinamizado com provas eno-gastronómicas Feira de Maio de Azambuja

O Pavilhão do Artesanato e das Atividades Económicas, na Feira de Maio de Azambuja, irá ser dinamizado com um conjunto de propostas das quais se destacam, entre outras, várias provas de vinhos do concelho. Estas ações de promoção irão decorrer no espaço central do pavilhão, ao longo dos dias da feira, e serão abertas a todo o público visitante.

 

O primeiro momento, dia  28, na sequência da inauguração oficial da feira, será destinado ao lançamento do livro “A Gula”, inspirado na semana gastronómica com o mesmo nome organizada pelo município, e à entrega dos diplomas aos restaurantes participantes na última edição do evento.

 

Dia 29, sexta-feira, às 18h00 prova de vinhos da SIVAC-Sociedade Ideal de Vinhos de Aveiras de Cima; uma hora depois, lugar à cerveja, com a apresentação do evento “AZBEER”, que irá decorrer em Azambuja nos dias 3, 4 e 5 de julho próximo; e, por fim, às 20h00, oportunidade para degustar os vinhos Agro-Batoréu, do respetivo produtor sedeado em Aveiras de Cima.

 

Sábado, 30, a partir das 21h00, numa parceria dos Vinhos Casal da Fonte (Vale do Paraíso) e do produtor biológico “Granja dos Moinhos” (Maçussa), haverá uma prova do resultado da harmonização eno-gastronómica com iguarias como trança de pão de vinho tinto com ervas aromáticas, ou túlipas de gelado de vinho rosé com fruta fresca, entre outras. Às 22h00, o espaço será tomado pela doçaria com a prova de bolos da padaria Tradifana (Arrifana – Manique do intendente).

 

Domingo, 31, às 4 da tarde estará disponível uma prova de vinhos do projeto municipal “Vila Museu do Vinho”. Uma hora depois, segue-se o contacto com os vinhos do produtor de Alcoentre “Cabeço da Caldeira”. Às 18h00, a animação muda de registo para um  ateliê de reciclagem de frascos de vidro com a artesã Maria Papoila.

 

O último dia da feira, e porque 1 de junho é Dia Mundial da Criança, prioridade aos mais pequenos pelas 5 da tarde com pinturas faciais pela mão da animadora sociocultural Sara Batalha.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:23
link do post | comentar | favorito
|

Comunicado da Concelhia do PS de Tomar

Brasão de Tomar.jpg

 As freguesias são estruturantes no poder local como forma de um “governo” de proximidade. O Partido Socialista (PS) sempre reconheceu o empenho das mulheres e dos homens que se dedicam ao trabalho cívico nas freguesias nunca entrando, como outros, no ataque gratuito aos presidentes de junta de freguesia, nem nunca concordou com a agregação feita, pelo atual governo, sem que previamente fossem ouvidas as populações.

 

O PS, em Tomar, sempre defendeu uma política transparente de apoio às freguesias, baseada na delegação de competências, onde o interesse público estivesse sempre em primeiro lugar, contrariando os tempos em que as verbas eram repartidas sem qualquer critério, dependendo do capricho “momentâneo” de um ou outro presidente. Por tal razão o PS regozija-se que no presente ano as verbas aprovadas para as freguesias tenham aumentado, alicerçando essa medida no paradigma de uma efetiva delegação de competências, que a todos os autarcas confere outras responsabilidades.

 

É caso ainda para nos congratularmos que o executivo da Câmara Municipal, nomeadamente através dos autarcas eleitos pelo PS, tenha tido capacidade para protocolar um conjunto de obras a realizar em todas as freguesias do concelho, que numa primeira fase decorrerão nas de Além da Ribeira – Pedreira, Asseiceira, Casais-Alviobeira, Madalena-Beselga e Olalhas.

 

Muito se estranha que a aprovação destes protocolos tenha contado com o voto contra dos vereadores do PSD, parecendo que o interesse partidário foi colocado à frente do superior interesse do concelho. Foi aliás, a primeira vez que algum partido na oposição se mostrou contra a realização de obras no concelho de Tomar, mesmo em freguesias governadas por autarcas eleitos nas suas listas.

 

Acreditamos, pois, que o desenvolvimento do concelho está no trabalho diário das, e com as, juntas de freguesia, pelo que defenderemos sempre este caminho e não o da demagogia que, infelizmente, tivemos de ouvir na última reunião da assembleia municipal sobre tão importante assunto.

 

PS Tomar



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:22
link do post | comentar | favorito
|

Tomar vai ser tomada pelos Templários amanhã

35672.JPG

É já amanhã que Tomar vai ser tomada pelos cavaleiros templários. Uma tomada pacifica e natural, uma vez que foram eles que, guiados pelo mestre D. Gualdim Pais, fundaram em 1160 o castelo em cujo sopé cresceria a vila, hoje cidade, que se alimentou na fecundidade do rio Nabão.
Agora, para mostrar ao mundo todo o seu riquíssimo legado histórico, Tomar recebe até domingo mais uma edição da Festa Templária, com o castelo e o Convento de Cristo, as ruas antigas, a zona ribeirinha, a vestirem-se com o colorido da recriação medieval.
Numa parceria entre o Município, a ADIRN, o Instituto Politécnico e a DGPC (Convento de Cristo), a Tomar Templária abre-se aos visitantes às 18h00, uma abertura simbólica, que acontecerá na Praça da República, uma vez que a generalidade dos eventos da Festa terá circulação livre e gratuita.
Uma feira medieval, festival de cozinha da época, jantares temáticos, visitas guiadas, um seminário sobre a temática templária e o imponente cortejo noturno são algumas das iniciativas com que os visitantes poderão contar, para além de muita animação, incluindo aquela que é dirigida especificamente às crianças.
Na primeira noite destaca-se o jantar real, a partir das 20h30, no Convento de Cristo, com ementa da nobreza e animação medieval.
Também nessa noite começa o festival de cozinha medieval, que decorre durante os cinco dias da Festa, nos restaurantes aderentes da cidade, que irão criar ementas com métodos, técnicas e receitas da época, servidas num ambiente que proporcionará uma viagem no tempo.
Será igualmente o dia de abertura da feira medieval, com exposição de produtos artesanais, venda de produtos tradicionais, tasquinhas e demonstração de ofícios tradicionais, que estarão no Mouchão, Praça da República, Corredoura, Rua de Silva Magalhães e Rua de S. João.

Mais informação em www.festatemplaria.com/

Desdobrável com programa completo da Festa aqui:

http://nabao.ipt.pt/marco.f/mapa-festemp-prod.zip



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:20
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM: Rosa Mota e Nuno Delgado embaixadores das celebrações do Dia Olímpico em Santarém

unnamed (2).jpg

 Realizou-se ontem, dia 25 de maio, a apresentação das celebrações do Dia Olímpico que vão decorrer em Santarém, capital das comemorações do Dia Olímpico, por parte do Comité Olímpico de Portugal (COP), que decorrem de 25 de maio e 23 de junho.

 

A apresentação teve lugar no W Shopping de Santarém e contou com a presença da vereadora com o pelouro do Desporto, Inês Barroso, presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, diretor do W Shopping, Rui Rosa, e com os atletas Olímpicos, Rosa Mota e Nuno Delgado, embaixadores destas celebrações em Santarém.

 

No dia 31 de maio, o dia começa com a Caminhada Olímpico (5 km), às 10h00, no Jardim da Liberdade, e é aberta a toda a comunidade -            oferta de t-shirts e bonés do COP aos 100 primeiros participantes. Vai ter a presença de Susana Feitor, marchadora portuguesa, a primeira atleta  medalhada numa grande prova internacional de marcha atlética por Portugal, tendo conquistado a medalha de bronze tanto nos Mundiais de Helsínquia como nos Europeus de Budapeste, e Joaquim Videira, atleta de alto rendimento de esgrima e vice-campeão mundial de espada, que em 2006 recebeu a Medalha Olímpica Nobre Guedes.

Entre as 15h30 e 19h30, também no Jardim da Liberdade vão ter lugar várias atividades de promoção de modalidades Olímpicas, acessíveis a todos os munícipes que queiram participar. Vai ser possível experimentar atletismo, ginástica, golfe, judo, rugby, tiro com arco e voleibol, bem como jogos tradicionais e slackline.

 

No dia 1 de junho, Dia Mundial da Criança, as atividades têm lugar no Jardim da Liberdade, entre as 09h30 e as 13h00 e das 14h00 às 18h00. Os alunos do 1º ciclo das escolas locais vão poder experimentar todas as atividades desportivas propostas, com a presença do judoca Nuno Delgado.

 

Celebrada oficialmente desde 23 de junho de 1948, esta é uma das mais importantes datas do Movimento Olímpico, que comemora o nascimento dos Jogos Olímpicos da Era Moderna. Para assinalar esta data, no próximo dia 23 de junho, a Casa do Brasil acolhe a Conferência Olímpica, alusiva às celebrações desta importante data.

 

Posteriormente foi apresentada a “Exposição Olímpica”, por José Serrador e Rita Nunes, do COP. A mostra, patente no 1º andar do W Shopping até dia 1 de junho, contempla parte do espólio do COP, onde os munícipes podem ver as várias Tochas e mascotes Olímpicas.

 

Para o COP “O Dia Olímpico é muito mais que um evento desportivo. É um dia para te tornares ativo, aprenderes sobre os valores Olímpicos e descobrires novos desportos. Comités Olímpicos Nacionais de todo o mundo organizam atividades desportivas, culturais e educativas, tendo por base os três pilares do Dia Olímpico – Mexe-te, Aprende e Descobre.”

unnamed (3).jpg

unnamed (4).jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:17
link do post | comentar | favorito
|

CARTAXO: CÂMARA E ATENEU PARCEIROS EM PROJETO DE NATAÇÃO ADAPTADA

unnamed (1).jpg

Projeto permite às crianças e aos pais usufruírem de atividades em meio aquático, com acompanhamento de profissionais qualificados.

 

O Ateneu Artístico Cartaxense (AAC), é a entidade promotora do Projeto Natação Adaptada que se iniciou em abril e irá decorrer até junho, nas Piscinas Municipais do Cartaxo. O Projeto está integrado no Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI) e é desenvolvido em parceria com a Câmara Municipal e a Equipa Local de Intervenção Cartaxo/Azambuja do SNIPI.

 

O Projeto destina-se a crianças até aos seis anos de idade e conta com um professor dedicado a cada quatro alunos, os pais podem acompanhar as crianças, participando nas atividades. Até ao momento são oito as crianças que frequentam as aulas de natação adaptada.

 

O AAC é o promotor do projeto, sendo responsável pelo desenvolvimento das atividades e dos professores afetos às aulas, a Câmara Municipal do Cartaxo cedeu o espaço nas piscinas municipais, a Equipa Local de Intervenção Cartaxo/Azambuja, do SNIPI, sinaliza as crianças que têm indicação para frequentar as aulas, sensibilizando as respetivas famílias para o benefício das atividades em meio aquático, no desenvolvimento das crianças.

 

A natação como potenciadora do desenvolvimento de competências psicomotoras

A natação pode ser praticada sem contraindicações em todas as idades, contribui para melhorar as funções respiratórias e fisiológicas do organismo, aumenta a coordenação motora e o tónus muscular, promovendo um trabalho corporal completo, oferecendo possibilidades de estímulos e desenvolvimento necessários à pessoa com necessidades educativas especiais.

 

O projeto tem entre os principais objetivos, usar a natação para proporcionar às crianças competências psicomotoras, de comunicação e de linguagem, assim como, a capacidade de se deslocarem com autonomia no meio aquático, melhorarem o tempo de atenção partilhada e interação social ou o tempo de concentração e o interesse pelas atividades.

 

Destinado a crianças que apresentam alterações nas funções ou estruturas do corpo sem causa específica – atraso no desenvolvimento, abrangendo uma ou várias áreas, como motora, cognitiva, de linguagem e comunicação, emocional, social ou adaptativa, ou por condições específicas, como trissomia 21, paralisia cerebral, surdez ou perturbação do espectro do autismo, ou risco grave de atraso no desenvolvimento, como é o caso de crianças expostas a fatores de risco biológico ou ambiental.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:16
link do post | comentar | favorito
|

MENSAGEM DO PRESIDENTE DO CENTRO CULTURAL AZAMBUJENSE, PELA PASSAGEM DO 114˚ANIVERSÁRIO

Caros Sócios, Amigos e "Familia" do Centro Cultural Azambujense,

 

Assinalamos hoje os 114 anos de vida do Centro Cultural Azambujense ao serviço da nossa Cultura e Sociedade Civil. Como Presidente desta Casa Centenária orgunho me imenso de ter os Sócios e Amigos que o CCA tem, sempre preocupados com a sua atividade e prontos para ajudar a nossa Coletividade.

 

Foi mais um ano com bastante atividade Cultural, batalha duradoura que ultrapassámos com grande sucesso e que iremos encontrar uma longa caminhada pela frente.

 

Ao longo deste ano fui acompanhando as atividades culturais da nossa casa, sempre com a máxima atenção e responsabilidade, pelo que tenho a dar os Parabéns a todos vós, pela vossa dedicação, empenho, amizade, colaboração e contributo prestado ao Centro Cultural Azambujense.

 

Todos sabeis que estes anos têm sido difíceis para todos nós, coletividades e associações não fogem à regra, e só com o vosso esforço e vontade é que conseguimos levar o nome da nossa coletividade centenária ao mais alto nível.

 

Fazemos um balanço muito possitivo, por onde passámos o nosso nome ficou bem marcado, realizámos várias atividades socioculturais, entre elas, Jantares dançantes, Teatros, Animação Musical, Peditórios, Fados, Festas das escolas do CCA, festival da canção infantil, Concerto com Coros, Masterclasses, Intercâmbio de Escolas de Música e ainda iremos ter muitas surpresas até ao fim do ano 2015.

 

Contámos ao longo do ano com alguns Protocolos e Parcerias, nomeadamente com o Grupo de Teatro Amador Juvenil da Ereira e obtivemos apoios diretos da Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Azambuja e Junta de Freguesia de Aveiras de Baixo, das Empresas Arga Tintas de Leiria, Sugal, Toul de Azambuja, Delta Cafés, CLC - Combustíveis de Aveiras de Cima, Jular Madeiras de Azambuja, Pastelaria Favorita de Azambuja, Correios de Portugal e a Robbialac, a estas entidades e empresas, uma palavra de carinho e amizade pelo vosso caridoso e digno apoio ao Centro Cultural Azambujense.

 

Uma palavra também de apreço às rádios, site das Bandas Filarmónicas, jornais da região e correio da manha, que ao longo deste ano foram ajudando na publicidade das atividades culturais desta coletividade, um grande obrigado.

 

Caros Sócios e Amigos, foi de facto um ano louvável pelo trabalho que realizámos em prol da nossa Cultura. Aproveito também este momento para dar uma palavra de carinho e amizade aos Corpos Sociais do Centro Cultural Azambujense, pelas suas responsabilidades e trabalhos que têm vindo assumir desde do primeiro dia da sua tomada de posse.

 

Para terminar informo oficialmente todos os Sócios, que o Centro Cultural Azambujense irá para eleições dos novos Corpos Sociais, para o biénio 2016/2017, já no próximo dia 25 de Setembro, pelo que haverá a necessidade de dar continuidade ao meritório trabalho que o Centro Cultural Azambujense tem vindo a desenvolver ao longo dos seus 114 anos de vida.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:15
link do post | comentar | favorito
|

Feira de Maio de Azambuja: a mais castiça do Ribatejo!

De 28 de Maio a 01 de Junho de 2015

 

unnamed.jpg

A Centenária FEIRA DE MAIO – a mais castiça das Festas Ribatejanas – está de regresso à Vila de Azambuja, entre 28 de Maio e 01 de Junho.

O Ribatejo no seu melhor, em cinco dias de muito convívio, festa brava e afición!

 

A festa arranca em força na quinta-feira (28), dia dedicado às Tertúlias. Depois de uma animada vacada, pelas 10h30, à uma da tarde o Jardim Urbano da vila enche-se de juventude e alegria com o almoço convívio das Tertúlias. Às quatro da tarde, as já ornamentadas ruas de Azambuja ganham ainda mais cor e vida com o desfile das tertúlias, envergando as suas  camisolas e lenços bem garridos.

 

A inauguração oficial da feira está marcada para as 17 horas, na Praça do Município. À cerimónia, juntam-se campinos, a fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Azambuja e os elementos das tertúlias. Segue-se a abertura, no Campo da Feira, do pavilhão do Artesanato e das Atividades Económicas e da “Praça das Freguesias” que volta a concentrar atenções ao longo dos 5 dias da Feira de Maio. Esta praça assume-se como o grande palco da ótima gastronomia regional e da animação, com toda a riqueza cultural de cada uma das sete Freguesias do Concelho de Azambuja. As tasquinhas estarão a cargo de diversas associações e instituições de solidariedade, e de sexta-feira a segunda-feira estarão abertas entre o meio-dia e as 24 horas. As coletividades desportivas e recreativas garantem a animação das noites com as suas manifestações artísticas.

A primeira entrada de toiros pelas ruas da vila acontece às 19h00. À meia-noite, os caminhos vão dar ao Páteo Valverde, para um espetáculo com o trio Fado Marialva. Este dia encerra com a Mesa da Tortura, prova de resistência e bravura na Praça de Toiros Dr. Ortigão Costa.

 

A sexta-feira continua a constituir um dos maiores cartazes da Feira de Maio, com a Noite da Sardinha Assada. Tudo começa às 21h00, com o cortejo de campinos com o gado pelas ruas da Vila à luz de archotes, seguido da habitual largada de toiros. A partir da meia-noite acontece a distribuição gratuita de sardinhas, pão e vinho nos Largos do Rossio, da Fonte de Santo António, de Palmela, dos Pescadores e também na Praça do Município. Na noite mais animada não faltarão o fado vadio, a música itinerante e vários arraiais até ao romper do dia. Às três da madrugada, animação popular ao rubro com a cantora Rebeca na Praça do Município.

 

Sábado é o Dia do Cavalo. Encontro marcado na Várzea do Valverde, onde a partir das 15 horas os campinos mostram todas as suas capacidades nas provas de campo, com a condução de Jogos de Cabrestos, Condução de Cabresto e Prova de Perícia. A animação da noite terá uma romaria a cavalo pelas tertúlias da vila, às 21h30, e a Mesa da Tortura, na Praça de Toiros, às duas da madrugada. A atração musical será o grupo HMB que atuará no Páteo Valverde, quando for meia noite.

 

Na manhã de domingo, Dia do Campino, vive-se o momento mais solene, a tradicionalHomenagem ao Campino, na Praça do Município, pelas 09h30. Todos os campinos veem o seu valor reconhecido na figura de um dos campinos que dedica a sua vida aos cavalos e aos toiros e há mais anos colabora na Feira de Maio. Este ano, o homenageado será o Campino Carlos Alves da Silva. Às 11h00, terá lugar na várzea uma prova regional de equitação de trabalho para cavaleiros iniciados. Destaque, igualmente no domingo, para a tradicionalCorrida de Toiros à Portuguesa, pelas 17h00, na Praça de Toiros Dr. Ortigão Costa. Atuarão os cavaleiros Joaquim Bastinhas, Tito Semedo e Sónia Matias, e os forcados amadores de Cascais, do Ribatejo e de Azambuja.

 

Na última manhã da feira, segunda 01 de junho, o Dia da Criança comemora-se com “Feira na Vila”. As crianças do 1º ciclo do Ensino Básico visitam tertúlias e participam em variadas atividades culturais e recreativas. Às cinco da tarde, antes da última “espera”, procede-se à entrega de prémios às melhores ornamentações de largos, janelas ou fachadas, e montras, na Praça do Município.

 

Por fim, destaque para as largadas de toiros, diárias, que constituem um dos principais ingredientes da festa: quinta-feira, às 19h00; sexta-feira, a grande noturna, às 22h00; sábado, às 18h30; domingo, às 10h30; e a última, segunda-feira, às 18h30.

 

De 28 de Maio a 01 de Junho de 2015, FEIRA DE MAIO DE AZAMBUJA, a Feira Mais Castiça do Ribatejo!



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:04
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 26 de Maio de 2015
Dia Mundial da Criança assinalado no Cartaxo

unnamed.jpg

 No próximo dia 30 de maio, o centro da cidade do Cartaxo vai transformar-se num lugar mágico, repleto de atividades para os mais pequenos.

As crianças e jovens vão poder experimentar profissões como polícia, bombeiro ou jornalista, descobrir o que é um apicultor, um óptico, um socorrista ou um modelo profissional. As meninas e os meninos mais atrevidos, podem experimentar ser dentista, cavaleiro ou cabeleireiro e não há que ter pressa, as atividades começam às 10h00 e só terminam às 19h00.

Para os desportistas e atletas, também não faltarão o futebol, a ginástica, o atletismo ou a alegria de marcar uns pontos no cesto de basquetebol.

 

Durante a tarde, das 15h00 às 18h00, decorrerá um concurso de desenho cujo primeiro prémio será feito pelo próprio vencedor. Sob o tema Hora de Brincar, o concurso, patrocinado pela Ourivesaria Monteiro, sediada na cidade, vai premiar o desenho mais criativo com um relógio de pulso – o mostrador, será o desenho do menino ou menina que vencer.

Enfim, um dia inteirinho de diversão e muita aventura, que pode terminar com um balão em forma girafa, malmequer ou coração, tudo depois de muitos saltos e piruetas nos coloridos insufláveis e uma cara bem pintada de tigre, batman ou borboleta.

Atividades e atuações junto a Coreto

10H00

Abertura

 

10H30

Classe de Ballet do Ateneu Artístico

Cartaxense

 

11H00

Classe de Dança Moderna do Ateneu

Artístico Cartaxense

 

11H30

Sofia Cruz - Zumba Kids + Fitness

 

12H00

Miguel Ribeiro - Demonstração de

veículo aéreo não tripulado - Drone (espaço

relvado)

 

15H00

Tuna da Universidade Sénior

 

15H30

Classe de Guitarra da AKADEMIX

 

16H00

Os Besoiros - Sociedade Filarmónica

Incrível Pontevelense

 

16H30

Classe de Dança de Salão do Ateneu

Artístico Cartaxense

 

17H00

Associação Académica Orquestra de

Acordeões do Cartaxo

 

17H00

Miguel Ribeiro - Demonstração de

veículo aéreo não tripulado - Drone (espaço

relvado)

 

17H30

Classe de Dança de Salão da

Sociedade Filarmónica Cartaxense

 

18H00

Desfile de Moda (Palco próprio)

Participação: Casa das Peles, CTX , Dina

Sport, Loja Humanitária Coração Vermelho,

Mimosos Retalhos, Mini Ás de Paus, Noca

Desporto, O Ninho, O Sonho, Verde Lima

Atividades ao longo do dia

Equitação / Insufláveis / Pinturas Faciais / Moldagem de Balões / Moda

/ Ateliers de Expressão / Desporto / Segurança / Solidariedade /

Saúde / Dança / Música / Teatro / Fantoches / Animação de Rua

 

Entidades presentes

Associação de Pais do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita | Associação

de Pais do Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével | Comissão de Proteção de Crianças e Jovens

do Cartaxo | Associação Cultural Rancho Folclórico de Vale da Pinta | Rancho Folclórico e Regional de Vale

da Pedra | Rancho Folclórico da Casa do Povo da Ereira | Rancho Folclórico do Cartaxo | Corpo Nacional de

Escutas - Agrupamento 1120 | AEP Associação dos Escoteiros de Portugal – Grupo 72 | Associação Académica

Orquestra de Acordeões do Cartaxo | Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense | Associação Filarmónica

União Lapense ( AFUL) | Sociedade Filarmónica Ereirense | Akademix | Cordas d’Aço | Universidade Sénior

do Cartaxo | Ateneu Artístico Cartaxense | Escola de Atletismo-Rui Silva | Sport Lisboa e Cartaxo | Clube de

Natação do Cartaxo | Ginásio Sem Kalorias | MY CAMP | PSP | Bombeiros Municipais do Cartaxo | GNR |

CVP-Centro Humanitário – Santarém/Cartaxo | Unidades de Saúde do Centro de Saúde do Cartaxo | Clínica

GreatCare | VETDOM - Veterinários | Vale Madeiro Apicultura | Multiópticas Cartaxo (Brancóptica, Lda)

| Revista DADA | Tejo Rádio Jornal | TRIFOTO | CECS - Centro de Ensino de Cabeleireiro de Santarém |

Miguelribeiro.eu - Consultadoria Informática | Área de Serviço–Projeto de Criação Teatral | Casa das Peles

do Cartaxo | Grupo de Teatro Juvenil da Ereira –TAJE | Expressão Plástica – Inês Xavier | Academia Mentes

em Forma | Academia Laranjinha | Academia Lápis Mágico | Escola de Línguas - Centro de Estudos Grau de

Prova | Centro de Estudos Professor Mocho | Centro de Estudos Alumni | Jardim de Infância do Cartaxo |

REFOOD | Escola Superior de Educação de Santarém | Mini Ás de Paus | O Ninho | CTX | Noca Desporto

| Mimosos Retalhos | Dina Sport | O Sonho | Verde Lima | Sociedade Filarmónica Cartaxense | Academia

Os Fantásticos | Associação Cultural e Recreativa Gentes do Cartaxo | João Aguadeiro | Quinta do Falcão

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:45
link do post | comentar | favorito
|

Formação de Formadores arranca dia 01 de junho

NOTICIASDORIBATEJO.jpg

 A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, vai levar a cabo em Torres Novas, mais uma edição do curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores em horário pós laboral. Os desempregados interessados em participar também poderão participar na formação e beneficiar de um desconto de 25%.

Ainda estão abertas inscrições para o curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, ação da NERSANT que se vai realizar a partir do dia 01 de junho, nas instalações da associação, em Torres Novas.

Os interessados em frequentar este curso ainda o podem fazer, bastando para tal efetuar a sua inscrição presencial na NERSANT em Torres Novas, devendo entregar simultaneamente alguma documentação, nomeadamente, cópia do BI ou cartão do cidadão, cópia do cartão de contribuinte e de Segurança Social (nos casos em que entrega cópia do BI), curriculum vitae e ainda cópia do certificado de habilitações. Os desempregados que se inscrevam nesta ação usufruem de um desconto de 25%.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:13
link do post | comentar | favorito
|

Estudo da Águas do Ribatejo publicado no website da Organização Mundial de Saúde

OMS  divulga Manual dos Planos de Segurança de Saneamento com contributos da investigação realizada em Benavente

5.jpg

O  manual dos Planos de Segurança de Saneamento (PSS) foi publicado na passada sexta-feira, 22 de maio, no website da Organização Mundial de Saúde (OMS). O documento de 156 páginas reúne os contributos da investigação realizada pela Consultora Acquawise no Sistema de Saneamento de Benavente com a coordenação e acompanhamento do Gabinete de Qualidade da Águas do Ribatejo e o patrocínio da empresa municipal e do Município de Benavente.

O projeto patrocinado pela OMS aplica dados recolhidos em experiências desenvolvidas em nove países: Índia, Vietname, Uganda, Ghana, Perú, entre outros, sendo Benavente o único sistema da Europa presente no estudo.

O manual que pode ser visto em: http://www.who.int/entity/water_sanitation_health/wastewater/ssp/en/index.html, contém as regras e procedimentos para garantir a segurança de todas as pessoas envolvidas no processo de recolha, encaminhamento e tratamento de águas residuais e encaminhamento das águas tratadas e das lamas. A investigação fez o levantamento de dezenas de riscos para a saúde pública e apresenta soluções para minimizar cada um dos riscos, junto dos operadores, técnicos e restantes utilizadores dos sistemas.

O Plano de Segurança de Saneamento aplicado em Benavente será adaptado para todos os outros sistemas de saneamento existentes nos sete concelhos onde a Águas do Ribatejo assegura o tratamento dos “esgotos” domésticos de mais de 150 mil pessoas e de dezenas de unidades industriais devidamente autorizadas.

A investigação realizada realça também as oportunidades existentes com o aproveitamento das lamas para valorização ambiental ou agrícola e o aproveitamento das águas tratadas, enriquecidas com Azoto total, fósforo ou potássio, para rega das culturas. 

 

As principais ameaças são as descargas ilegais de efluentes perigosos, o transporte e deposição de lamas sem cumprir as regras de segurança e as obstruções nas redes de drenagens.

Esta foi uma das conclusões do debate sobre “Planos de Segurança de Saneamento” que decorreu a 27 de junho em Benavente com 130 especialistas de todo o país e a representante da OMS, Kate Medicott. O encontro serviu para apresentar este projecto piloto em Portugal e sensibilizar para a importância dos Planos de Segurança de Saneamento.

A investigadora da OMS realçou a necessidade de apostar na prevenção para evitar as consequências das más práticas para a saúde.

O Presidente da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), Jaime Mello Baptista, enalteceu o fato de Benavente ter aceite este desafio e considerou que é urgente aprovar planos de segurança e aplica-los. “Temos de olhar para o perigo, antes da desgraça acontecer. O processo de tratamento de águas residuais (esgotos) é um filme que nunca sabemos como acaba”, referiu.

 

No processo de tratamento das águas residuais, a prevenção deve ser palavra de ordem. O presidente da ERSAR defendeu que este projeto piloto de Benavente deve ser replicado noutros pontos do país onde se produzem 600 milhões de m3 de “esgotos” e 500 mil toneladas de lamas por ano.

Na Região, a Águas do Ribatejo já tem em conta um conjunto de procedimentos para minimizar os riscos, mas Margarida Sousa, responsável pelo Gabinete de Qualidade da empresa, e coordenadora do Plano de Segurança, reconheceu que “há ainda muito por fazer”. Em relação ao aproveitamento das lamas para valorização, a AR já incutiu esta prática trabalhando com prestadores de serviços que lhe dão garantias de um processo seguro e cumpridor da legislação.

Carlos Coutinho, Presidente da Câmara Municipal de Benavente congratulou-se com a escolha da vila benaventense e referiu que este estudo já está a ter consequências porque permitiu realçar algumas das fragilidades do sistema de tratamento que começou a ser construído há 40 anos, com a boa vontade das comissões de moradores, mas sem acompanhamento técnico. “Aceitámos este desafio desde o primeiro momento porque acreditamos que a investigação é um investimento para o futuro e queremos aprofundar o conhecimento que temos sobre o nosso processo de tratamento de esgotos”, disse.

 

O Presidente da Águas do Ribatejo, Francisco Oliveira frisou a aposta que a empresa está a fazer na inovação e na investigação, sendo uma referência internacional. “Esta empresa tem uma vertente inovadora em vários planos e acreditamos que só conhecendo a realidade dos setores onde operamos, podemos encontrar as melhores soluções para resolver os problemas que todos os dias se colocam”.

Francisco Oliveira foi convidado a integrar os órgãos sociais da Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas integrando uma equipa que vai apostar na inovação e no estudo dos sistemas de modo a melhorar a qualidade e a segurança dos serviços prestados no abastecimento de água e tratamento de águas residuais.

A Águas do Ribatejo integra também o departamento de investigação e inovação da APDA e o projeto Watersense, constituído poer 10 entidades internacionais, envolvidas num estudo sobre  águas subterrâneas que já mereceu o reconhecimento e certificação da Acqueau-Eureka.

6.jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:08
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


21

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

...

NERSANT em Marrocos a pro...

MASTODONTE no Teatro Sá d...

ATLETISMO DE PONTÉVEL REC...

FADO SOLIDÁRIO COM A CRUZ...

XXVIII TRAVESSIA DOS TEMP...

Quinta do Bill comemora 3...

Inscrições para a Univers...

CARTAXO ELEGEU REI E RAIN...

Festival Bike: A grande f...

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds