NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 30 de Junho de 2015
XX Feira do Arroz Doce em Vale Figueira ainda mais solidária

11.jpg

O Centro de Bem Estar Social de Vale de Figueira vai promover, nos próximos dias 3, 10 e 11 de julho, a XX Feira do Arroz Doce que vai ter como tema “Olhares sobre a Imigração: Oportunidades e Desafios”.

 

Em conferência de imprensa, no W Shopping, no passado dia 26 de junho, estiveram presentes Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém, José Alexandre Silva, presidente da direção do Centro Bem Estar Social de Vale Figueira (CBESVF) e Fabrícia Pereira, responsável do Centro de Informação Europe Direct de Santarém.

 

Ricardo Gonçalves elogiou o facto de esta Feira se realizar há já 20 anos, “uma festa que entrou no nosso panorama concelhio relativamente a estas festividades, não só pelo ponto de vista de toda a temática social mas também do ponto de vista de um doce tradicional que é o arroz doce”. E também apelou para que nestes dias visitem Vale Figueira e o CBESVF para provar o arroz doce que se faz em Vale Figueira.

 

José Alexandre Silva agradeceu todo o apoio dado pelo Município de Santarém e enalteceu que o sucesso desta iniciativa “se deve a todos os parceiros do CBESVF”.

 

Esta feira, que assinala o seu XX aniversário, tem como objetivo a angariação de fundos, a inserção da comunidade imigrante, a dinamização interna e externa do CBESVF, nomeadamente o trabalho em parceria das IPSS´s do concelho, o trabalho de proximidade com os habitantes, os colaboradores, os utentes e as famílias, parceiros e voluntários.

 

Como motor do desenvolvimento local e de coesão social promove o convívio e a solidariedade entre as gerações e dinamiza as instituições culturais e de lazer da União de Freguesias. Através da sua participação em rede, mantém e reanima as tradições locais, transmitindo conhecimentos entre as gerações, fomenta a participação das comunidades estrangeiras num trabalho que se pretende de inserção social, envolvendo toda a comunidade em especial a Romena.

 

No dia 3 de julho, pelas 14 horas, realiza-se o Seminário sob o tema “Olhares sobre a Imigração: Oportunidades e Desafios”, no CBESVF. A sessão de abertura conta com a presença de José Alexandre Silva, presidente da direção do CBESVF, Hélder Pereira, do Centro de Informação Europe Direct de Santarém, Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém, Tiago Leite, diretor distrital da Segurança Social de Santarém e tem como moderador Ramiro Matos, presidente da Assembleia Geral do CBESVF. Os trabalhos prosseguem com a intervenção da Deputada ao Parlamento Europeu, Ana Gomes, que vai abordar o tema “Imigração na EU: desafios da integração”. Pelas 15h30, Pedro Calado, Alto-comissário para as Migrações vai falar acerca da “Imigração em Portugal: um retrato”. Às 17 horas, Susana Pita Soares, vereadora com o pelouro da ação social da Câmara Municipal de Santarém, apresenta o tema “Impactos locais da imigração”. E a terminar este seminário, pelas 18 horas, vão ser ouvidos testemunhos e exemplos de “Ser imigrante em Portugal: oportunidades e desafios”.

 

A XX Feira do Arroz Doce continua e no dia 10 de julho onde vai estar exposta uma mostra de fotografias “As cores da Lezíria” da autoria de Ramiro Matos e José Freitas. Ainda neste dia vai decorrer o X Concurso do Arroz Doce inter-IPSS’s do concelho seguido de um desfile de Trajes de Papel.

 

O dia 11 de julho inicia-se com uma largada de pombos e logo de seguida uma caminhada de aproximadamente 8 km realizada pelos parceiros do CBESVF pace.makers, um grupo de amigos que tem uma paixão em comum: praticar desporto. Neste dia realiza-se também um mercado solidário, o XX Concurso do Arroz Doce e as atuações do Rancho Folclórico de Vale Figueira e da Escola de Música “Sons do Alviela”.

 

12.jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:04
link do post | comentar | favorito
|

Biosfera 153 Rio Almonda

Há vinte anos o rio Almonda era um dos principais contribuintes para a poluição do rio Tejo, mas ainda hoje continua com vários focos de contaminação que prejudicam a qualidade da água. A origem da poluição provém de descargas ilegais, excesso de nutrientes e de uma mal dimensionada ETAR em Riachos, entre outros problemas. O Biosfera foi à procura de respostas para este problema que afecta a Reserva Ornitológica Paúl do Boquilobo um importante ecossistema que pertence à Rede Natura.

De: Carlos Simões

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:51
link do post | comentar | favorito
|

FESTIVAL DE GASTRONOMIA DA LEZÍRIA RIBATEJANA DECORRE DE 3 A 12 DE JULHO

7.jpg

A Praça da República em Samora Correia é ponto de encontro dos amantes da gastronomia ribatejana de 3 a 12 de julho.
O 27º Festival de Gastronomia da Lezíria Ribatejana proporciona a demonstração ao vivo da confeção dos mais típicos pratos com relevo para o torricado com bacalhau assado, as enguias fritas com arroz de feijoca, a sopa de corno ou as carnes bravas de Samora Correia.
Não faltam os petiscos como a ameijoa do rio, o camarão do rio, os caracóis, moelas, pataniscas, torresmos e couratos.
O Arroz Doce é rei nas sobremesas e o vinho é da Companhia das Lezírias, produzido na freguesia de Samora Correia.
As entradas são livres e todas as noites há animação com música, dança e outras artes no placo montado num cenário tipicamente ribatejano entre a Igreja Matriz e o Palácio do Infantado, dois ex-libris da cidade de Samora Correia.
A organização é da ARCAS com a colaboração das associações locais, Município de Benavente e Junta de Freguesia de Samora Correia. 

8.jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:45
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM: Susana Pita Soares vê a arqueologia como um domínio de conhecimento científico fundamental para preparar o futuro

5.jpg

Susana Pita Soares, Vereadora da Câmara de Santarém com o pelouro do Património Cultural, recebeu ontem, dia 29 de junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, os alunos da Simon Fraser University que estão em Santarém no âmbito dum projeto-piloto que tem como objetivo criar na Cidade a segunda “escola de campo” desta universidade canadiana na Europa, juntamente com Luisa Cotrim, Coordenadora do Serviço Municipal de Biblioteca e Património Cultural, António Matias, coordenador do Projeto e Hugo Cardoso, professor da Simon Fraser University.

Este projeto-piloto decorre até dia 11 de julho e tem como objetivo preparar a “escola de campo” que a Simon Fraser University pretende instalar em Santarém a partir de 2016, juntando-se às que já existem na Grécia, na Austrália, nas ilhas Fidji, no Pacífico Sul e no próprio Canadá.

A maioria dos estudantes, que vão estar duas semanas em Santarém para um primeiro contacto com restos humanos em contexto arqueológico, frequentam licenciaturas em áreas que vão da arqueologia à biologia humana ou à genética, havendo ainda dois mestrandos e um doutorando.

A Vereadora do Património Cultural afirmou ser “uma honra recebê-los na nossa Cidade para trabalhar, estudar e enriquecer o conhecimento”, acrescentando que este Executivo “vê a arqueologia como um domínio de conhecimento científico fundamental, que nos permite conhecer o passado, o presente e preparar o futuro”.

Susana Pita Soares referiu que “em Santarém somos fiéis à nossa história, ao nosso passado, o que nos ajuda a percebermos quem somos.” e desejou “muito sucesso no trabalho que vão desenvolver”.

Hugo Cardoso referiu ser “com muito gosto que volto a Santarém, onde vivi e ter criado a oportunidade de trazer a Santarém os canadianos da minha universidade e não só. Trazer a Santarém alunos que tragam fluir de cultura”, afirmando que espera que “ Santarém ganhe alguma coisa com esta visita”.

A riqueza arqueológica da cidade de Santarém e os inúmeros trabalhos de investigação que os achados, em particular de ossadas humanas, têm originado, fazem dela um lugar privilegiado para os investigadores de vários ramos das ciências, o que explica o interesse desta universidade de Vancouver, visto que a legislação canadiana não permite a investigação em restos humanos em contexto arqueológico, e Santarém é um local privilegiado, tendo em conta o legado de milhares de anos de ocupação humana que fazem deste município aquele que possui o número mais elevado de séries de enterramentos individualizados e devidamente conhecidos” em Portugal.

Esta ligação à Simon Fraser University deve-se à colaboração que António Matias mantém com Hugo Cardoso, e que os levou a realizar um estudo de avaliação nutricional da população medieval, a partir do conjunto de esqueletos encontrados num pequeno cemitério muçulmano descoberto durante as obras de renovação de um edifício no Centro Histórico de Santarém.

6.jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:42
link do post | comentar | favorito
|

SANTARÉM: Casa do Brasil regressa à sua génese com Exposição “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral”

unnamed.jpg

 No ano em que se comemoram os 600 anos da Tomada de Ceuta, génese da expansão portuguesa, a Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil apresenta a Exposição “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral”, que vai estar patente a partir do dia10 de julho.

A inauguração está marcada para as 18h00 e tem início na Igreja da Graça, na data em que se assinala o regresso da armada de Vasco da Gama a Portugal, com o fundear da nau Bérrio no Tejo, a 10 de julho de 1499.

Este local é o ponto de encontro da cerimónia de inauguração e conta com um apontamento musical, a cargo de Tiago da Neta, do Conservatório de Música de Santarém, que vai interpretar músicas dos séculos XVI e XVII, assim como com uma animação histórica pelo grupo Scalabitanus e apontamento teatral, pelo Veto Teatro-Oficina, do Círculo Cultural Scalabitano.

A mostra de caráter multissensorial e experiencial vai ocupar os átrios do piso térreo, as salas de exposição, bar, biblioteca e varanda interior, bem como o auditório e jardim.

Apoiada pelo Montepio Geral – Associação Mutualista e do W Shopping, tem como objetivo fazer regressar a Casa do Brasil à sua génese, com a programação de iniciativas ligadas à temática Portugal/Brasil.

 

A organização está a cargo da Câmara Municipal de Santarém, e conta com objetos da reserva municipal, tais como pinturas, esculturas e livros, da Diocese de Santarém, que também cedeu alguns objetos, do espólio museológico municipal, cedências do Museu Diocesano e dos joalheiros Leitão e Irmão (réplica em prata do Nónio). Foram cedidos direitos de reprodução de imagem do Museu Nacional de Arte Antiga, Museu de S. Roque e Santa Casa da Misericórdia do Porto.

 

Para aproveitar o potencial desta exposição, estão a ser programadas visitas guiadas, no âmbito do projeto educativo, para o público escolar, do ensino pré-primário ao superior, ateliers pedagógicos com crianças, para o público infantil: ateliers de cheiros/paladar, medos e escrita, para o público em geral, para o público juvenil, tais como: oficinas pedagógicas de relojoaria, matemática ou gastronomia.

 

As gentes de outras terras tanto podiam ser o “bom selvagem” como o “inimigo da Fé” a quem se combatia e escravizava.

 

Na sinopse de “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral” pode ler-se que «“O admirável mundo novo” superava os mitos medievais insuflando novas formas de imaginário. Tempo do humanismo e tempo da inquisição, tempo de ciência e tempo da superstição entre mitos, medos e modos».

 

Esta iniciativa enquadra o navegador na sua época, ao mesmo tempo que explora os aspetos: económico-social, geopolítico, cultural, artístico e mental, de transformação do mundo, nos séculos XV e XVI, através de um conjunto de objetos de inegável valor histórico, patrimonial e artístico.´

 

Há espaços temáticos mais específicos, como o Bar, que nos convida a explorar as transformações na alimentação. Na biblioteca é abordada a “revolução tipográfica” com a invenção e divulgação da imprensa no mundo de então.

 

No âmbito desta Exposição, que vai estar patente durante 9 meses – até 30 de abril de 2016, há lugar para apontamentos teatrais com uma sazonalidade própria. O auditório vai receber recitais de poesia que vão abordar autores da época, bem como a continuidade do Ciclo “Conversas no Brasil”, com palestras de temática cultural diversa, relacionada com o Brasil, com temas associados à exposição: economia dos descobrimentos; a magia e a bruxaria na época moderna, entre outros, a anunciar.

 

Até final de 2015, já estão agendadas várias “Conversas”.

Já no dia 21 de julho (terça-feira), efeméride do regresso da armada de Pedro Álvares Cabral, pelas 21h00, o historiador José Manuel Garcia propõe o tema “De Ceuta ao Brasil: a propósito de dois homens sepultados na Igreja da Graça”.

 

As restantes “Conversas programadas” têm lugar ao sábado, às 16h00.

No dia 26 de setembro, Pedro Nunes, sociólogo e produtor cultural, apresenta Bossa Nova e a Transformação da Música Brasileira.

No dia 24 de outubro, o historiador Jorge Custódio, apresenta A ferraria da Foz do Alge (fins do século XVII-1834) e a fundição de ferro nos primeiros altos-fornos do Brasil.

A 21 de novembro, a “Conversa ” está a cargo de Teresa Cláudia Tavares, professora de literatura, alusiva à temática, Os almanaques luso-brasileiros no século XIX (título provisório).

José Miguel Noras, economista e historiador, é o palestrante da “Conversa” de dia 12 de dezembro, sobre as Cidades com o nome Santarém na Europa e na América .

 

A programação conta também com um Ciclo de Cinema Brasileiro, em parceria com a Embaixada do Brasil e o Cineclube de Santarém e propostas musicais adequadas ao espaço.

 

Ao longo dos meses, a programação conta com diversas iniciativas, no bar e no jardim, que vão acolher mostras gastronómicas brasileiras, em parceria com a EPVT - Escola Profissional de Vale do Tejo e a Associação Internacional Luso-Brasileira de Arte Cultura e Integração, demonstrações de dança e folclore, danças tradicionais brasileiras, tais como, capoeira e música ao ar livre.

 

“Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral” pretende relançar a problemática dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa, com especial relevo para a passagem do cabo da Boa Esperança (1487), a chegada à Índia (1498) e a descoberta do Brasil (1500), bem como contextualizar a figura de Cabral no Portugal e no Mundo dos séculos XV e XVI e refletir sobre as repercussões que os Descobrimentos tiveram na história da Humanidade, a nível económico-social, geopolítico, cultural e mental.

Pretende-se ainda incentivar o conhecimento, a descoberta, o diálogo e a participação da comunidade na história local.

 

A Exposição está dividida por salas e por temas, o que reflete o título da exposição.

Quando falamos de “Modos”, referimos modos de comer (alimentação), de escrever (Escrita/Imprensa), de lutar (guerra), de navegar (técnicas, instrumentos, embarcações), de representar (desenho/cartografia), de medir (pesos e medidas, relógio mecânico), de criar (arte: continuidades e ruturas; Renascença artística), de planear (banca, seguros, contabilidade), de poder (mudança de paradigma da ação do Rei), de Crer (Reforma, Contacto com novas Religiões).

 

Os “Medos”, refletem o medo do outro (o ameríndio, o judeu, o árabe, o hindu), da mulher (a bruxa), de Satanás, seus habitats e seus agentes (Inferno, Demónios), de superstições (pactos, possessões, magia negra), de seres marítimos mitológicos (Adamastor; a Sereia), de Heresias (Inquisição/Reforma). O Europeu como outro (na perspetiva das civilizações americanas e asiáticas).

 

Os “Mitos” referem-se ao Novo Mundo, à Antropofagia, ao Reino do Prestes João/Cristandades perdidas, à Demanda do Graal, do Paraíso terrestre, do Fogo de Sant’elmo, do Cruzeiro do Sul, da Tromba marítima e à Queda dos mitos – monstros mitológicos.

 

Visite a Casa do Brasil e descubra que na época de Pedro Álvares Cabral inventou-se a imprensa, atingiu-se por mar a Índia e encontraram-se povos diversos e um continente inteiro.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 29 de Junho de 2015
INAUGURAÇÃO OBRAS DA IGREJA DE SAMORA

unnamed.jpg

A população de Samora Correia inaugura na quarta-feira, 1 de julho, às 21h00, a primeira fase das obras de requalificação da Igreja Matriz, património considerado de interesse municipal. A festa inclui uma celebração religiosa e momentos pagãos com um ribatejo de honra e um concerto com a banda da cidade.
O templo construído em 1721, resistiu ao violento terramoto de 1909, mas apresentava graves danos na estrutura, no seu interior e na fachada. As obras agora concretizadas permitiram dotar o edifício de segurança e contemplaram a recuperação do telhado, da fachada e dos alçados laterais, pintura exterior, iluminação e reposição dos painéis de valiosos azulejos existentes no interior.
Com um custo superior a um milhão de euros, as obras foram financiadas pela União Europeia, Município de Benavente e por dádivas de beneméritos e paroquianos. 
Neste momento está em preparação a segunda fase dos trabalhos que visa a recuperação dos altares em talha dourada e do espaço interior do monumento que é considerado o ex-libris da Cidade de Samora Correia e onde persiste uma oliveira e uma figueira que crescem na fachada da imponente igreja desde a sua construção em 1721.
 
 
INAUGURAÇÃO DAS OBRAS DA IGREJA DE SAMORA
QUARTA FEIRA 1 JULHO 2015 - 21 HORAS
21h00m- Celebração de acção de gracas pela conclusão da primeira fasedas obras de reabilitação da igreja Matriz.
21h20m - Projecção de inagens correspondentes á obra realizada.
21h30m - Intervenções e Descerramento da Placa Comemorativa.
22h00m - Ribatejo de Honra
22h30m - Concerto pela Banda da Sociedade Filarmonica União Samorense



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:56
link do post | comentar | favorito
|

Sobre a Comemoração dos 500 anos do Almoxarifado de Antão Fernandes & o S. João na Ribeira de Muge

unnamed.jpg

 Evocação de Antão Fernandes, por Cristiana Amaral

Realizou-se no passado sábado, dia 27, no Paço Real da Ribeira de Muge (Paço dos Negros – Almeirim) as comemorações do S. João e os 500 anos da nomeação de Antão Fernandes como almoxarife do Paço Real da Ribeira de Muge. Esta iniciativa, promovida pela Academia Itinerarium XIV, contou com, além da evocação das datas em questão, com o lançamento de uma monografia de Manuel Evangelista (sobre a Capela de S. João Baptista) e um “Festival do Rei Preto”, mítica figura de Paço dos Negros, que aqui foi celebrada com quadras teatrais e momentos musicais.

 

De destacar a presença de Deana Barroqueiro, escritora nacionalmente reconhecida, autora de alguns romances históricos, entre os quais “D. Sebastião e o Vidente”, em que algumas passagens têm lugar precisamente no Paço Real da Ribeira de Muge. Deana Barroqueiro brindou-nos com uma brilhante intervenção sobre a criação deste seu romance, no que a este espaço diz respeito, assim como à leitura de um excerto do mesmo. A Academia Itinerarium XIV deixa-lhe aqui publicamente o seu mais profundo agradecimento pela sua presença nesta iniciativa. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:26
link do post | comentar | favorito
|

JS DEBATE EDUCAÇÃO E EMPREGO – PERSPETIVAS DE FUTURO

unnamed.jpg

No passado sábado, decorreu um grande momento de debate e confraternização promovido pela Juventude Socialista de Tomar! Na nossa tertúlia "Conversas com Café", debatemos o tema "Educação e Emprego - Perspetivas de Futuro", um painel com convidados de excelência!

Hugo Costa, presidente do PS Tomar traçou fortes elogios à JS Tomar e relembrou com apreço, “o carinho sentido por esta estrutura, e que hoje, já como líder do partido sente diariamente o seu apoio. Referiu ainda que considera a educação e Emprego como prioridade para Tomar”.

Mário Balsa professor e membro do secretariado da federação do PS destacou a “aposta no ensino profissional como factor de empregabilidade, assim como, um ensino universal e de qualidade para todos os cidadãos”.

Tiago Preguiça presidente da federação da JS refere “a importância das novas gerações terem mais poder de decisão na política, renovando os seus quadros. Aponta ainda uma maior aposta em políticas de juventude bem vincadas nos orçamentos de estado”.

Hugo Cristóvão professor, vereador com o pelouro da Educação, reflete “sobre os vários modelos de educação implementados na Europa, e relaciona-os com o estado do país nesta matéria, considera necessário a evolução de mentalidades e a necessidade de reformas profundas no sentido dos bons exemplos internacionais, nomeadamente na definição mais clara dos objetivos da escola que entende serem essencialmente o formar cidadãos e profissionais, e a mudança de alguns paradigmas ultrapassados como o enfoque errado nos exames e no aproveitamento ou retenção de ano letivo.

Anabela Freitas presidente da Câmara Municipal de Tomar, dirigiu fortes críticas à municipalização da educação que este governo pretende implementar, pois “considera não garantir a igualdade de oportunidades nem a qualidade do ensino prestado. Identifica ainda, a necessidade de se adaptar o ensino profissional às necessidades de mercado.”

Por último gostaríamos de agradecer a todos os camaradas e amigos, que de diversos pontos do distrito e do país, tiveram a simpatia de se deslocarem para participar ativamente neste debate profícuo e profundo sobre o estado do país! Assim como, agradecimento à D. Carminda, pela amabilidade e carinho, em disponibilizar o maravilho espaço <o Claustro>, para realização desta iniciativa!



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:07
link do post | comentar | favorito
|

Obras no Mouchão de Pernes e de estabilização das barreiras de Santarém tal como a abertura da EN114 continuam a ser uma miragem

transferir.png

O Partido Socialista de Santarém vem, mais uma vez, demonstrar a sua preocupação com a demora nos investimentos tão necessários de serem efetuados no Mouchão de Pernes e nas Encostas de Santarém. Decorreu mais um mês e nem as obras do Mouchão de Pernes avançaram, nem tão pouco foi lançado o concurso no PO SEUR para a candidatura à intervenção nas encostas da cidade.

 

Contrariamente ao anunciado em março pelo Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e da Energia, Jorge Moreira da Silva, o concurso não foi aberto e, que se saiba, o protocolo que envolverá a Câmara Municipal de Santarém e as entidades que se vão ser co-responsáveis nos investimentos também não se realizou. E não se percebe a passividade e o silêncio que voltam a ser demonstrados pela autarquia.

 

“Desejamos que esta demora não tenha em vista a celebração do Protocolo em plena campanha eleitoral para a Assembleia da República. Esperamos que esta matéria não esteja a ser tratada dessa forma. Seria mau se tal viesse a ocorrer, mas é ainda pior que nada aconteça e que quase um ano depois do encerramento da EN114 continuemos a assistir a uma ausência de medidas e a um total silêncio por parte de quem tem a obrigação de defender os interesses da população”, afirma Rui Pedro Barreiro, Presidente da Concelhia do PS Santarém.

 

Entretanto, a Estrada Nacional 114 continua encerrada, para prejuízo de todos, não se vislumbrando a sua abertura.

 

Quanto ao Mouchão de Pernes a demora no arranque das obras começa a colocar em causa a sua execução, considerando que as mesmas têm de estar executadas até ao final do ano. As hesitações do executivo PSD, liderado por Ricardo Gonçalves, podem colocar em causa esta obra, tão importante para a freguesia de Pernes.

 

“Gostávamos que a Autarquia Escalabitana tivesse tido a mesma capacidade que foi demonstrada pela congénere de Alcanena”, refere o Presidente do PS Santarém.

 

O PS de Santarém continuará atento às situações que prejudicam, e muito, o nosso Concelho e manifesta, uma vez mais, toda a disponibilidade para ajudar, dentro das suas possibilidades, o executivo municipal a tornar real as obras que fazem falta a Santarém.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:04
link do post | comentar | favorito
|

Constrangimentos e cortes no abastecimento de água em Marinhais

5.jpg

 Comunica-se às populações, comerciantes e instituições de Marinhais que devido a intervenção no sistema de abastecimento de Marinhais, prevemos constrangimentos e cortes, no abastecimento de água, na terça-feira, 30 de junho de 2015, entre as 14h00 e as 18h00, nos seguintes locais e zonas envolventes:

 EN118, troço norte da EN118 desde o VASIL até à Quinta da Cantoneira

 Rua Fábrica do Óleo

 Rua Quinta da Cantoneira

 Beco do Novo



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:26
link do post | comentar | favorito
|

AZBEER – Festival de Cerveja Artesanal em Azambuja

unnamed.png

É já nos próximos dias 3, 4 e 5 de julho que a Vila de Azambuja vai ser palco do “AZBEER – Festival de Cerveja Artesanal”. A edição de estreia deste evento irá realizar-se no complexo do Centro Cultural Páteo Valverde, e promete refrescar todos os visitantes apreciadores de cerveja artesanal bem como aqueles que aceitem o convite para descobrir uma bebida que tem cada vez mais fans em todo o mundo.

A iniciativa tem entrada livre no recinto e é uma organização de um grupo de cervejeiros em parceria com a Câmara Municipal de Azambuja. No pátio exterior, estarão vários stands e esplanadas onde perto de duas dezenas de mestres cervejeiros propõem ao público mais de 70 diferentes tipos de cerveja, fruto das suas experiências, da sua criatividade e da sua arte caseira que, refira-se, é uma atividade extra-profissional, apenas um hobbie pessoal. A diversidade está prometida em aromas e sabores, em intensidade, e num conjunto de critérios que os criadores terão todo o gosto em dar a conhecer a quantos tiverem essa curiosidade. Pode dizer-se que haverá cervejas para todos os gostos…

Para acompanhar todo esse “mar” de cerveja artesanal, anuncia-se também boa gastronomia – certamente, com idêntico “toque caseiro” – bem como momentos de degustação e até a possibilidade de aprender a fazer a sua própria cerveja em casa. Ali mesmo ao lado, no auditório municipal, no sábado pelas 16h00, haverá um workshop gratuito para os interessados em dar os primeiros passos nessa aventura.

No AZBEER também não faltará a boa música. Ao longo dos três dias, o espaço estará animado ao som dos “Hollow Page”, “Orquestra Improvável”, Rock’n’Roll Station”, “Vaga Lume”, “Maracooljah” e “Mundo Mandioca”.

O convite fica no ar, de 3 a 5 de julho de 2015 todos os caminhos vão dar ao AZBEER, no Páteo Valverde em Azambuja!



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:24
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 28 de Junho de 2015
TEMAS DE SAÚDE: Genética Forense

ANTONIETA.jpg

 Por: Antonieta Dias (*)

 

A Genética Forense é uma especialidade médica- legal onde se aplica a investigação genética na resolução de questões judiciais.

A Genética e Biologia Forense têm a seu cargo a investigação e competência para a realização de perícias e exames laboratoriais, de hematologia forense e dos demais vestígios orgânicos, designadamente os exames de investigação biológica de filiação, de criminalística biológica ou outros.

A solicitação para a realização destes exames periciais é da responsabilidade na maior parte dos casos dos Tribunais, da Policia Judiciaria, da Guarda Nacional Republicana da respetiva área territorial e da Policia de Segurança Pública.

Algumas entidades privadas podem beneficiar também destes serviços.

Inicialmente este Departamento Forense realizava uma investigação mais restrita, tendo sido por isso muito menos abrangente que na era atual.

A título de mera curiosidade passo a referir as etapas no desenvolvimento da sua atividade pericial.

Assim o passado estava confinado às seguintes técnicas: entre 1900-1950: grupos sanguíneos e antigénios eritrocitários reações antigénio/anticorpo ou inibição da aglutinação;

Em 1947-1963: sistemas séricos e plasmáticos;

1965-1980: polimorfismos enzimáticos (isoeletrofocalização, gradiente de pH e sistemas de revelação;

Em 1985: polimorfismos de ADN. Jeffreys descreveu um método de identificação baseado nas características genéticas que denominou “ADN fingerpriting”.

Foi neste ano que se aceitou a prova pericial com base em polimorfismos de ADN num caso de investigação de paternidade e se aceitou a prova pericial com base em polimorfismos de ADN num processo penal.

Nos processos de investigação de paternidade as possibilidades de investigação podem ser realizadas num pretenso pai já falecido (nos restos cadavéricos), num pretenso pai ausente (amostras sanguíneas de familiares), em casos de violação (amostras intrauterinas).

Os requisitos para a investigação da paternidade incluem o uso de marcadores genéticos convencionais ou polimorfismos de DNA, sendo necessário que os serviços têm que se sujeitar periodicamente a controlos de qualidade; as frequências genéticas têm que estar determinadas na população onde se aplicam; essas frequências deverão ter sido publicadas em revistas nacionais ou internacionais; devem ser analisadas noutro centro para permitirem a contraprova e deve ser garantida a identificação dos interessados e respetivas amostras.

De acordo com o Código Civil. Artigo 1801 (Exames de sangue e outros métodos científicos), nas ações relativas à filiação, são admitidos como meio de prova os exames de sangue e quaisquer outros meios cientificamente comprovados.

“A procedência das ações de investigação de paternidade, com base em provas diretas ou laboratoriais, depende do elevadíssimo grau de probabilidade obtido e de um quadro de relações sexuais em tempo concetivo e sem dados fortemente excludotórios.”

“A força provatória do exame hematológico é apreciada livremente pelas instâncias, nos termos dos artigos 389º do Código Civil e 655º do Código de Processo Civil.”

Acórdão do S.T.J. de 26.06.91, B.M.J. 408, pg 503.

A inclusão das análises dos polimorfismos do ácido desoxirribonucleico (ADN), na Medicina Legal determinou um marco histórico no avanço na identificação criminal no âmbito das Ciências Forenses, sendo o seu contributo inquestionável na investigação biológica da paternidade, e ainda na identificação de indícios criminais.

O papel relevante e a aplicação investigacional da genética forense têm sido um excelente contributo nos conflitos armados onde a identificação de certos cadáveres não seria possível, sem a utilização destas técnicas.

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:23
link do post | comentar | favorito
|

CONTO DA SEMANA: "Marta"

CATARINABETES.png

 Por: Catarina Betes

 

Marta

Olho-me ao espelho como faço todas as manhãs e fico na dúvida entre parti-lo ou rir de mim mesma. Opto pela segunda.

De que me adianta a rebeldia nesta altura da minha vida?

Aos oitenta e quatro anos, resta pouco de mim neste espelho. Mas o espelho da alma…Ai, esse, guarda imagens de uma Marta jovem, de olhos enormes, cabelos negros ondulados e rosto sem marcas do tempo.

Cada um dos caminhos traçados no meu rosto, representam um pedaço de mim.

Um caminho, uma escolha, um momento, uma perda.

É por isso que apesar da saudade que sinto da Marta que um dia fui, não trocaria o que vivi, o que senti, o que deixei para trás, por nada deste mundo.

Mesmo os momentos mais difíceis, as mágoas, as perdas, que já formam tantas, nada poderia ter sido de outra maneira, ou hoje eu não seria a pessoa que sou.

E não me refiro à Marta que este espelho reflecte.

Porque a Marta por detrás deste rosto vincado pelo tempo mantém-se sonhadora, rebelde, impaciente. Essa é uma das coisas piores que vem com a velhice.

É que os anos não moldam a nossa mente, como moldam o nosso corpo.

Os outros olham para nós e agem como se o nosso espírito também andasse apoiado numa bengala, na ignorância de que a personalidade não muda com a idade.

Tudo o que vivi foi uma constante aprendizagem, trouxe-me maturidade, fez-me aprender sempre algo novo sobre tudo e sobre nada, fez-me crescer.

E que outra coisa andamos nós a fazer neste mundo senão a aprender a viver?

A aprender a aceitar as consequências dos nossos atos, a aceitar o que não podemos mudar, a agradecer o que nos é dado e que nem sempre merecemos.

A idade traz-nos algo mais que experiência ou sabedoria.

A mim, trouxe-me gratidão. E quando me sento na sala, neste sofá velho e desgastado pelo tempo, como todos os dias faço, nesta vida em que já pouco me resta fazer, fecho os olhos e agradeço.

Quantas e quantas coisas devia ter agradecido no passado e nunca o fiz.

Porque quando somos jovens, o muito é sempre pouco e estamos irremediavelmente ocupados e insatisfeitos com tudo e com coisa nenhuma. Porque a maior parte do que nos ocupa são coisas.

Mas hoje, quando penso na minha vida, não são as coisas que tive que recordo, não são os vestidos, as jóias nem os presentes que recebi que me alimentam a alma e preenchem o vazio dos dias.

Não…São as lembranças das pessoas que amei, dos abraços e sorrisos que partilhei, dos filhos e netos que embalei, dos presentes que dei, dos homens que beijei…

Esses sãos os momentos que recordo e revivo todos os dias, um a um, como se diariamente lesse as mesmas páginas, do livro da minha vida.

Também recordo os erros, as palavras mal escolhidas, as mágoas, as frases perdidas … E se sofro, é porque assim tem de ser, porque o caminho de cada um, ninguém mais o pode percorrer.

É a rotina que me mantém presa ainda a este mundo, e enquanto espero o passar das horas, vou folheando lenta e pausadamente as páginas desta vida, fecho os olhos e sim…sinto-me agradecida.



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:05
link do post | comentar | favorito
|

Cultura Avieira – Mulheres Avieiras porta-vozes da memória de um povo

Cultura Avieira – Mulheres Avieiras porta-vozes da memória de um povo

Cerzindo as duas narrações

LURDES01.jpg

 Por: Lurdes Véstia

 

Tivemos oportunidade de expor e de estudar as histórias de vida das duas mulheres Avieiras que se dispuseram a participar deste trabalho.

Estas histórias estão ligadas ao tempo e ao espaço. A passagem pelos lugares e as ligações interpessoais são um demorado pontear de histórias em que se combinam “cores e imagens” como num colorido tapete feito à mão.

Em seguida iremos apresentar o resultado do cerzido dos vários temas que encontrámos mais preponderantes e mais cheios de significações na análise de cada entrevista e que são manifestamente marcas da identidade Avieira.  

 Sem Título.png

Família Avieira da Barreira da Bica

a)Trabalho no feminino: Os jovens Avieiros começavam a trabalhar muito novos. Era, no entanto, estabelecida pelas famílias uma diferenciação muito evidente entre rapazes e raparigas, sendo estas as mais sacrificadas. Sempre que a família crescia as raparigas, que estivessem a frequentar a escola, deveriam abandonar os estudos para cuidar dos irmãos mais novos e fazer a lida doméstica. Se era considerado oficialmente pouco valorizado o acesso à instrução, para a generalidade dos jovens Avieiros, para as raparigas não era de todo relevante.

As mulheres Avieiras desde muito jovens tinham que tomar conta dos irmãos mais novos, da lide doméstica e ir exercer trabalhos agrícolas, onde trabalhavam de sol a sol e produziam quase tanto como os homens sendo todavia menos remuneradas.

Maria narra assim esta situação:

M: A nossa escola foi trabalhar. Eu à idade de 11 anos já tinha trabalhado, ferrei a trabalhar e nunca mais deixei, no campo, com enxadas.

LV: Com 11 anos a cavar?

M: A cavar e apanhar vides. Nessa altura não tinha força para atar um molhe de vides. Mas tinha que poder!!!

Gertrudes, por seu turno, comenta a situação com estas palavras:

G: Olhe lá! Nós éramos muitos irmãos e só um é que sabia ler! Eu tinha 11 anos e já andava com uma quarta de água à cabeça no meio das mulheres...era trabalho e do “gordo”…

“Os filhos não eram tratados como pessoas nem criados para alegria dos pais. (...). Não era uma questão de falta de amor, mas os progenitores estavam mais interessados na contribuição que os filhos podiam dar para o rendimento familiar (…)”. Esta opinião de Giddens (2001, p. 60) possibilita, talvez, ter uma ideia da realidade vivida pelas crianças Avieiras e perceber que as adversidades inerentes à instituição familiar terão certamente tido influência na qualidade das relações de vinculação estabelecidas e feito surgir vivências e sensações que terão influenciado a forma resignada com que posteriormente se modelaram as identidades.

A mulher, desde muito jovem, sempre desempenhou um papel muito importante na comunidade Avieira pois, para além do seu papel como filha, esposa, mãe, camarada do pescador, durante a faina e no concerto e fabrico das redes de pesca, era a gestora da economia doméstica, controlando o dinheiro proveniente da venda do peixe, nos mercados urbanos ribeirinhos, e era trabalhadora rural durante os meses de verão quando a faina estava mais fraca.

Nas comunidades piscatórias Avieiras são de facto as mulheres quem assume a condução da família, a resolução dos seus problemas, quer se trate de questões legais ou patrimoniais ou tão simplesmente questões tradicionalmente atribuídas às mulheres, como o tratar da casa e dos filhos. A mulher era a trave mestra da família. A literatura de Redol já apontava para que o facto do homem avieiro mandar na mulher mas que sem ela não tinha capacidade de se realizar.

Para identificar este tipo de organização familiar, em que a mulher assume um papel predominante, reapropriar-nos-emos do conceito de “matrifocalidade” ou sociedades “matricentricas”, conceito que qualifica um grupo doméstico centrado na mãe, estando o pai ausente ou detendo apenas um papel secundário.

À medida que as crianças crescem a mulher vai sendo gradualmente libertada do trabalho de cuidar delas com maior permanência, e quando as crianças começam a auferir alguns ganhos passam a contribuir para as despesas diárias do agregado familiar. É nesta fase que se começa a notar com maior clareza o padrão subjacente das relações dentro do grupo doméstico; a mulher passa do centro em redor do qual se desenvolvem os laços afectivos, para se tornar agora, em conjunto com os seus filhos, no centro de uma coligação económica e de tomada de decisões. Este crescimento da qualidade matrifocal ocorre, quer o esposo-pai esteja presente ou não (Smith 1996, p.42).

A multiplicidade de tarefas sempre fez parte da identificação da mulher Avieira e elas próprias se apodam, brincando, como “pau para toda a obra”.

M: A nha mãe ia fazer a venda dela e eu fazia tudo em casa. Eu e outra irmã minha.

Mais adiante:

LV: E na pesca como é que era?

M: Era muito bom … de noite pescávamos juntos, a mulher é a camarada do hóme, …depois da faina lá íamos vender o peixe…e eles ficavam a dormir na praia…boa vida, boa vida!!! Os hómes só pescavam e tratavam das redes… e nós éramos pau para toda a obra.

Até ao final do século passado era comum verem-se, logo de manhã após a pescaria, as mulheres Avieiras, normalmente descalças com a cesta à cabeça e muitas vezes os filhos pela mão ou à ilharga, fazer grandes caminhadas para vender o peixe, a granel, nos mercados das cidades ou vilas mais próximas da sua aldeia.

(continua…)



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 27 de Junho de 2015
TOMAR: Assembleia Municipal viabiliza reabilitação de casas para dez famílias

NOTICIASDORIBATEJO.jpg

 Foi ontem aprovada pela Assembleia Municipal a autorização para que o Município de Tomar celebre contrato de financiamento sob a forma de abertura de crédito com o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), através do qual vai ser possível reabilitar oito habitações destinadas a arrendamento social.

Dá-se assim continuidade ao processo que já tivera a aprovação do IHRU, na sequência da candidatura do Município à 3ª fase do programa Reabilitar para Arrendar e que se insere na sua estratégia em matéria de habitação social, constituindo um importante investimento da edilidade em prol dos cidadãos, em especial dos mais carenciados.
A aprovação agora obtida permite à autarquia celebrar a concessão de um empréstimo por parte do IHRU, pelo prazo de trinta anos, num montante até aos 150.588 €, que permitirá realizar intervenções nos seguintes edifícios:
- Reabilitação de edifício bifamiliar sito na Rua do Pé da Costa de Cima, n°56/58
- Reabilitação de edifício bifamiliar sito na Rua Gil Avo, n°s 23, 25 e 27.
- Reabilitação de 6 edifícios unifamiliares sitos no Bairro 1º de Maio.
O Município pretende iniciar ainda em 2015 os procedimentos com vista à recuperação destas habitações, as quais serão depois colocadas a concurso, conforme regulamento que foi o ano passado aprovado e que garante a transparência e as condições em que a habitação social se processa.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:35
link do post | comentar | favorito
|

Abrantes: XIV Feira Gastronómica e Cultural de Alvega

unnamed.jpg

A Presidente da Câmara e o Presidente da União de Freguesias de Alvega e Concavada inauguraram ontem, dia 25 de junho, a XIV Feira Gastronómica e Cultural de Alvega, a decorrer até domingo, dia 28 de junho.

O certame realiza-se na Praça da República e caracteriza-se pela apresentação diária de pratos gastronómicos e petiscos tradicionais, confecionados por seis associações da freguesia, associado a um programa de animação musical.

Maria do Céu Albuquerque explicou que o apoio concedido pela Câmara ao evento confirma a sua importância uma vez que “promove um produto endógeno, que é o rio Tejo” e por ser uma iniciativa desenvolvida pela comunidade local, com “a sua” Junta de Freguesia, para poder mostrar aos visitantes os produtos locais com origem em atividades como a caça, a pesca mas também algum artesanato.

“Estas associações estão a dar prova da sua vitalidade e daquilo que são capazes de fazer para promover os nossos produtos locais”, frisou a Presidente

Maria do Céu Albuquerque anunciou estar para breve a inauguração da Estação de Canoagem de Alvega, espaço de convívio e de lazer que será devolvido à comunidade numa perspetiva mais alargada para a dinâmica da economia local. O novo equipamento estará disponível para apoio à promoção de passeios pedestres - no âmbito dos Caminhos do Tejo -, ou de bicicleta de todo-o-terreno e descidas do Tejo, em canoa



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:34
link do post | comentar | favorito
|

TORRES NOVAS: COMISSÃO DE UTENTES DA SAÚDE do MÉDIO TEJO

M O Ç Ã O

2.jpg

Considerando que a vida provou que as sucessivas “reorganizações” do Centro Hospitalar do Médio Tejo e do ACES Médio Tejo, nos últimos anos trouxeram mais sofrimento e ansiedade a cada vez mais pessoas na Região.

Considerando que piorou o acesso aos cuidados de saúde, a concentração de serviços não correspondeu a mais qualidade, as distâncias que doentes e familiares têm de percorrer implicam mais sofrimento físico e mais despesas.

Considerando que cada vez há mais utentes sem médico de família (mais 5 500 nos últimos seis meses) e que faltam recursos humanos, equipamentos e outro material nas unidades de saúde.

Considerando que a tentativa de criar um Grupo Hospitalar do Ribatejo (que inclua os 4 hospitais do distrito de Santarém) é um processo com que o Governo, antes das eleições, quer empurrar para os utentes os problemas que criou com as “reorganizações” dos cuidados hospitalares e nos Centros de Saúde.

Os cidadãos do Médio Tejo reunidos na VIGILIA POPULAR, no dia 26 de Junho de 2015, em TORRES NOVAS decidem:

Reafirmar que o Centro Hospitalar do Médio Tejo deve estar ao serviço da população numa lógica de complementaridade e equilíbrio regional, sendo para isso fundamental um programa excepcional de contratação de pessoal e a revisão das condições de financiamento.

Reivindicar nos hospitais de Torres Novas, Tomar e Abrantes: Melhor serviço de urgência! Medicina Interna, Cirurgia e Pediatria! Valorização das valências existentes!

Afirmar a necessidade da melhoria dos serviços nos Centros e Extensões de Saúde, nomeadamente com a contratação de mais profissionais, e a sua articulação com os Cuidados Hospitalares e Cuidados Continuados.

Recusar a criação de um Grupo Hospitalar do Ribatejo que mais não visa que o encerramento de especialidades (p.e. maternidade, ortopedia), resultando daí a dispensa de trabalhadores e cuidados de saúde mais longe, mais caros e com menos qualidade.

Manifestar a sua disponibilidade para, em conjunto com todos os cidadãos e entidades interessadas, continuar a luta por cuidados de saúde de proximidade e qualidade.

1.jpg

Aprovada na Vigília de 26.6.2015, em Torres Novas



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:51
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 26 de Junho de 2015
Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

7cca9fb3-8f63-47d5-bb3b-387509c0c722.jpg 

sexta-feira

 

Esta sexta-feira, dia 26 de junho, a partir das 18h00, há Arraial dos Santos Populares, no Círculo Cultural Scalabitano.

Há música, quermesse, sardinha assada, caldo verde e muita animação.

 

A partir das 19h00, há Arraial dos Santos Populares, no Pátio do Centro Cultural Regional de Santarém (entrada pelo Beco do Feleijo - ao lado da antiga Livraria Escolar, com acesso direto ao Terraço.

Para além de belíssimos petiscos há música, animação e alegria.

 

À mesma hora tem lugar o Torneio Social Noturno do CTS Night Open para vários níveis de jogadores, singulares e pares, no Clube de Ténis de Santarém.

Para mais informações, consulte: http://www.ctsantarem.com www.facebook.com/people/Clube-Tenis-Santarem/ ehttp://www.tenis.pt/ .

 

Às 21h30, o Centro Dramático Bernardo Santareno apresenta a peça de teatro “Toque de Feriado” com os alunos do Curso de Formação Teatral Viver o Teatro, no Teatro Sá da Bandeira, que conta com o apoio: Câmara Municipal de Santarém

(Duração) 45’ (Classificação) M/12 (Preço) 3€

 

Esta sexta-feira, a partir das 20h00, têm início as Festas na Portela das Padeiras, na Cruz de Cristo Futebol Clube, com abertura do arraial.

A Festa prossegue com baile com Madeira Show, a partir das 21h30.

 

O Rancho Folclórico do Vale de Santarém realiza, a partir das 20h30 de hoje e até domingo, a 9ª edição do seu Festival do Caracol.

Além dos muitos petiscos no bar do recinto, onde não vão faltar os deliciosos caracóis, há atuação de artistas de renome regional e nacional.

A partir das 21h30 o Duo Novo Ritmo abrilhanta o baile pela noite dentro, apenas interrompido das 23h30 às 01h00 para atuação do cantor Sérgio Rossi.

 

O Jardim de S. Vicente do Paúl é palco a partir desta sexta-feira e até domingo, das

Tasquinhas do Alviela.

Às 20h00 tem lugar a receção às entidades oficiais e convidados, seguindo-se a abertura das tasquinhas ao público, com a animação da banda “Charanga Amigos da Rambóia, desfile de campinos, atuação do Ranchos Folclórico de Vale de Figueira e Camponeses de S. Vicente do Paúl. A festa prossegue com baile com a banda “Bico d’Obra”.

A entrada é livre e decorre no Jardim, que conta com 12 tasquinhas – 7 de petiscos e 5 de doces e café, a cargo das associações culturais da União de Freguesias de S. Vicente do Paúl e de Vale de Figueira.

 

Às 21h00, 22h00 e 23h00, tem lugar o 6º Torneio de Futebol 7, no Campo do Livramento, organizado pelo Atlético Clube de Pernes.

Os jogos decorrem até dia 25 de julho e as inscrições podem ser feitas no Athletic Bar ou através dos telemóveis: 913 660 505 ou 913 690 706.

 

Sábado

 

Este sábado, dia 27 de junho há Hora do Conto, a partir das 09h00, prosseguem as Festas na Portela das Padeiras, na Cruz de Cristo Futebol Clube, com um Rally Mistério.

Às 16h00 há jogos tradicionais e a partir das 22h00, concerto com As Band.

 

Às 11h30 e às 16h00, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80! (entrada livre)

 

Às 11h30 há Teatro de Fantoches, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Uma história que vai encantar crianças e adultos! Formas animadas que nos trazem a beleza da conjugação das artes plásticas com o teatro e a literatura para a infância.

(Duração) 30’ (Classificação) para todos (entrada livre)

 

Às 12h00 e às 16h30 há Oficinas de Arte, na Livraria Aqui Há Gato.

Com muita arte e imaginação vamos por as mãos à obra, e sentir que todos nós somos artistas! (Ver programa específico em www.aquihagato.org)

(Duração) 60’ (Classificação) M/4 (Preço) 6€

 

As Tasquinhas do Alviela prosseguem este sábado, a partir das 12h30. Às 17h00 há jogos tradicionais e animação com o grupo “Folearte.

A partir das 19h00, tem lugar a atuação das danças de salão do Clube de Andebol S. Vicentense. Às 20h30, decorre uma homenagem aos dançarinos campeões nacionais e regionais da Escola de Dança do Clube de Andebol S. Vicentense e atuação musical “As Latinas. Às 22h30 há baile com a banda “Chaparral Band” e a partir das 2h00 animação musical na tasquinha dos Bispos do Asfalto.

 

Às 14h00 há Torneiro de Pólo Aquático - Torneio Verão da Escola Municipal de Natação de Santarém, no Complexo Aquático de Santarém.

Este torneio de pólo aquático é realizado por equipas não federadas. Os jogos deste torneio têm a duração de duas partes de 10’ de tempo corrido, com intervalo de 2’. Cada vitória soma 3 pontos e em caso de empate tem lugar à marcação de uma serie de 3 penaltis

 

Das 14h00 às 20h00 a Nave Desportiva Municipal acolhe a Comemoração dos 20 anos do Vitória Clube de Santarém, com a iniciativa “O Dia da Vitória”, a par da tradicional Gala de final de época.

O estreitamento dos laços de camaradagem entre os atletas dos vários escalões é, assim, um dos objetivos de um dos momentos altos de todas as temporadas desportivas do Vitória Clube de Santarém: o carismático "Dia do Vitória".

Esta data promove um torneio desenhado num formato pioneiro, em que cada equipa em prova é composta por um atleta de cada escalão de futsal do clube (traquinas, benjamins, infantis, iniciados, juvenis, juniores masculinos, juniores femininos, seniores masculinos, seniores femininos e veteranos), uma mescla só possível em instituições que possibilitam a prática desportiva a todas as faixas etárias.

O certame congrega, todos os anos, mais de 100 participantes, distribuídos por 8 equipas, podendo os mais pequenos, desta forma, privar dentro das quatro linhas com alguns dos seus ídolos dos escalões mais velhos… e vice-versa. Nesta edição especial, comemorativa das primeiras duas décadas de existência da instituição, vai existir lugar para várias surpresas, incluindo desafios entre equipas míticas do passado do clube.

Para mais informações, consulte: www.vitoriacs.pt e www.facebook.com/vitoria.clubedesantarem

 

Às 18h30, a Casa Museu Passos Canavarro acolhe Uma tarde de Palestra, Piano e Escultura. Entrada livre.

A palestra intitulada “De Casa de Família a Casa-Museu: história, cultura e perenidade, é proferida por Augusto Moutinho. A partir das 19h15, o pianista Alexandre Teixeira interpreta Beethoven e Chopin e às 19h45, é inaugurada uma escultura de Erika Braz, no Jardim da Casa-Museu. Entrada-livre

 

Às 21h00, 22h00 e 23h00, prossegue 6º Torneio de Futebol 7, no Campo do Livramento, organizado pelo Atlético Clube de Pernes.

Os jogos decorrem até dia 25 de julho e as inscrições podem ser feitas no Athletic Bar ou através dos telemóveis: 913 660 505 ou 913 690 706.

 

A 9ª edição do Festival do Caracol, organizado pelo Rancho Folclórico do Vale de Santarém, prossegue com muitos petiscos no bar do recinto. Destaque para a atuação de David Antunes & Midnight Band, a partir das 22h00.

domingo:

 

Este domingo, dia 28 de junho, a partir das 16h00, o Mosteiro de S. Francisco acolhe o IV Encontro de Coros Infanto-Juvenis, numa organização dos Coros Infantil e Juvenil do Círculo Cultural Scalabitano. Entrada livre.

Este ano o Encontro conta com a presença de dois coros convidados oriundos de Santarém: Schola Cantorum da Catedral de Santarém e Coro do Curso Profissional de Artes do Espetáculo da Escola Ginestal Machado.

 

Este concerto tem como principais objetivos o estímulo, desenvolvimento e aprimoramento da prática do canto coral e, ainda, a consciencialização de toda a comunidade sobre a importância social, educativa e cultural da música coral infanto-juvenil.

 

A organização está a cargo dos Coros Infantil e Juvenil do Círculo Cultural Scalabitano, e que conta com o apoio da Câmara de Santarém, convida todas as famílias para este encontro de coros, garantindo uma tarde cultural fantástica num ambiente inesquecível, contagiado pela colorida energia de algumas dezenas de jovens cantores.

 

À mesma hora há Teatro de Bolso – Viagem ao Espaço, na Livraria Aqui Há Gato.

Nesta nova aventura o nosso menino vai numa fantástica Viagem ao Espaço!

Passando para lá das Nuvens em direção à Lua, o aventureiro encontra muitos desafios... Vamos descobrir com ele esta viagem pelo universo!

(Duração) 30’ (Classificação) para todos (Preço) 3€ (grátis até aos 12 meses)

As Festas na Portela das Padeiras, na Cruz de Cristo Futebol Clube, prosseguem às 13h00 com serviço de almoços.

Às 17h30 há aula aberta de Zumba, sevilhanas e karaoke. Às 18h00 há sardinhada. As festam encerram às 21h00.

A 9ª edição do Festival do Caracol, organizado pelo Rancho Folclórico do Vale de Santarém, prossegue este domingo e tem como ponto alto uma mega aula de zumba, às 21h30.

 

As Tasquinhas do Alviela prosseguem este domingo, com Missa, na Igreja Matriz, às 10h30.

A abertura das tasquinhas ao público tem lugar às 12h30. Às 15h00 há jogos tradicionais e às 16h00 a atuação da banda “Os Carambolas.

Às 19h00 tem lugar a atuação da escola de Zumba de S. Vicente. À noite há baile com “Madeira Show e suas bailarinas”. À meia noite decorre o encerramento solene das tasquinhas com a entrega de diplomas de participação às associações. O encerramento conta com fogo de artifício, seguido de um convívio entre as associações presentes.

 

Em permanência:

 

Até dia 27 de junho visite a Exposição “Atelier do Massimo”, no Teatro Sá da Bandeira.

O "atelier do Massimo" é um projeto de quase 20 anos, do pintor Massimo Esposito, que se desenvolve em 4 laboratórios em 4 cidades diferentes. A exposição do fim do ano letivo 2015 dos alunos de Santarém tem como objetivo mostrar aos Scalabitanos o trabalho desenvolvido na área do desenho e pintura. Depois de um programa básico de aprendizagem, cada um dos alunos procura a sua própria maneira de expressão e técnica peculiar.

Nesta exposição vamos ver obras a óleo sobre tela, acrílico, pastel seco, carvão e sanguínea e mais ainda e sobretudo de vários gostos, retrato, paisagens, cópias, figura humana e muito mais.

 

Até dia 27 de junho está patente a Exposição de Pintura de Ceregeiro e Tércio - "Campo e Contracampo", no Fórum Actor Mário Viegas – CCRS – Centro Cultural Regional de Santarém.

“Campo e Contracampo: o diálogo cinematográfico entre duas personagens, entre duas imagens, no mesmo espaço mas com diferentes pontos de vista”. A Exposição pode ser visitada de de segunda a sexta-feira, das 16h00 às 18h30 e aos sábados, das 10h00 às 13h00.

 

Até dia 30 de junho, a “Agricultura portuguesa” vai estar em exposição na Biblioteca Municipal de Santarém, como forma de associação ao maior certame agrícola nacional - a 52ª Feira Nacional da Agricultura/ 62ª Feira do Ribatejo, que decorre de 6 a 14 de junho, com uma exposição bibliográfica sobre a temática da agricultura.

Considerada ainda uma das principais bases da economia do país, a agricultura portuguesa continua a ter um papel fundamental através da sua contribuição, para o crescimento da produção de bens transacionáveis com uma elevada taxa de incorporação nacional, de forma ambientalmente sustentável e territorialmente equilibrada.

Esta exposição poder ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

A Biblioteca Municipal de Santarém tem patente a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, até dia 30 de junho, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

Em exposição vai estar a “Ata da Vereação do Senado da Câmara, de 7 de dezembro de 1815”, na qual o Tesoureiro comunica a distribuição do rendimento obtido na campanha dos Fenos e a sua distribuição pelos Vereadores, Juízes, Procurador, Misteres, Corregedor, Prelador, Tesoureiro, escrivão e criados. Assinam o escrivão, Simão Furtado de Mendonça Montalvão, vereadores e mais oficiais.” (Conforme documento original)

 

A Sala de Leitura Bernardo Santareno tem patente até dia 30 de junho, a Exposição Bibliográfica “Vamos Ler… José Jorge Letria”.

 

Jornalista, político, poeta e escritor, José Jorge Letria distinguiu-se na poesia, no conto, no teatro e sobretudo na literatura para a infância e juventude. A sua vasta obra literária foi distinguida com inúmeros prémios. Com quase duas centenas de títulos publicados e com muitas traduções em língua estrangeira, metade da sua produção literária versa a área da literatura infanto-juvenil. Um colaborador ativo em vários jornais como redator e editor, o seu nome está ligado à canção de intervenção, tendo estado envolvido por essa via, ao lado de José Afonso e Ary dos Santos, no processo revolucionário que conduziu ao 25 de abril.

A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30

 

Até dia 30 de junho, visite a Exposição da Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire. De segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

Em exposição está parte do espólio artístico de Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais. Até ao final de junho, pode disfrutar do XX Destaque trimestral: Serigrafia policromada s/ papel, 1976, Intersepções, da autoria de Emília Nadal.

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo -Torre das Cabaças, até dia 30 de junho, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00h às 17h30 (sob marcação, através do telefone - 912 578 970. 

A Torre das Cabaças, ou Cabaceiro – como o vulgo a denomina -, é na realidade uma Torre Relógio, género arquitetónico introduzido em Portugal desde os primórdios do século XV.

A designação popular fixou-se nos finais do século XVIII, derivada das sete ou oito cabaças de barro colocadas na estrutura de ferro que suporta o enorme sino de bronze datado de 1604.

As cabaças – identificadas pelo povo como sendo as cabeças ocas dos vereadores municipais, numa tradição anedótica reportada ao tempo de D. Manuel I – servem de ressonância no tanger das horas, espalhando o som em várias direções.

Do conjunto de cabaças primitivas apenas subsistem quatro, vidradas a amarelo e verde. As restantes quatro são mais recentes, sendo três delas vidradas a castanho e colocadas em 1933, por altura do restauro da DGEMN. A sua forma e configuração são distintas. As mais antigas têm o colo praticamente fechado e os buracos de ressonância mais abertos; as do restauro de 1933 têm o colo aberto e os buracos de ressonância mais espaçados. A abertura inferior servia para as enfiar na estrutura de ferro forjado superior, sobre espigão

 

Até dia 4 de julho, visite a Exposição “60 anos, 60 imagens (1955 | 2015), no Convento de S. Francisco, no âmbito dos 60 anos da fundação do Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Fontaínhas e Graínho. A exposição pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. O monumento encerra aos feriados. Na eventualidade da existência de eventos, pode estar encerrado ao público.

 

Esta exposição pretende retratar a vida e evolução do grupo desde 1955 até aos dias de hoje. Mais do que uma exposição de fotografia, é uma compilação de momentos, pessoas, emoções marcantes do grupo de folclore, símbolo incontornável da cultura etnográfica Scalabitana.

 

Até dia 15 de julho, está em Exposição na Sala de Leitura Bernardo Santareno “O Mundo Agrícola em Miniaturas”. A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

Rui Silva, eletromecânico de profissão, aos 14 anos deixou a sua terra, indo para Alcanena em busca de outro modo de vida. Aos 48 anos, sentiu novamente o apelo da terra, das suas raízes e das tradições que foi vendo perder o significado. Nos seus tempos livres, foi descobrindo o gosto e aptidão pela realização de miniaturas de ferramentas e utensílios que via utilizar na sua infância, utilizando como matéria-prima a madeira, ferro e pedra.

Através das exposições que tem vindo a realizar em diversas localidades, as suas miniaturas têm como objetivo relembrar que o passado não foi esquecido e mostrar aos homens de amanhã que esse passado não está perdido. “Cabe a cada um de nós fazer a sua parte para a sua conservação e preservação.“

 

Aproveite para visitar o Centro de Interpretação - Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.  A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que permite, à distância de um toque digital identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem. Para mais informações, contacte, através do telefone - 243 357 288.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:21
link do post | comentar | favorito
|

2º Núcleo de produtores PROVE do Ribatejo Interior assinala o seu segundo aniversário

unnamed.jpg

No próximo dia 11 de julho, o 2º núcleo de produtores PROVE do Ribatejo Interior vai abrir as portas da sua exploração agrícola aos seus consumidores como forma de assinalar o segundo ano de existência.

 

Para sensibilizar os consumidores dos cabazes hortofrutícolas para os ciclos das culturas agrícolas, a família Brazão, produtora deste núcleo PROVE, irá fazer uma visita à sua horta, às 10h de sábado. Seguida por uma pequena oficina temática que explicará aos participantes de como poderá semear coentros. A comemoração dos produtores, que entregam os seus produtos às quintas-feiras, no Centro Comercial Millenium (Abrantes), terminará com uma pequena degustação.    

 

Este núcleo de produtores resulta da aplicação da metodologia PROVE – Promover e Vender, que junta pequenos produtores hortofrutícolas para prepararem cabazes de produtos que são vendidos directamente aos consumidores inscritos. As frutas e legumes que compõem os cabazes variam semanalmente e consoante a época do ano.

 

No Ribatejo Interior, este projeto, apoiado pela abordagem LEADER, do Programa de Desenvolvimento Rural (ProDeR), existe há quase cinco anos, implementado pela TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, com a criação do 1º núcleo em 2010.


Em 2013, surgiu este 2º núcleo de produtores no território de intervenção da TAGUS (Abrantes, Constância e Sardoal), que ainda aceita novos consumidores. Para receber semanal ou quinzenalmente o cabaz hortofrutícola PROVE pode inscrever-se, enviando um email para encomendas.abrantes2@prove.com.pt ou telefonando para o telemóvel 963 917 021.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

GNR (SEPNA) DE TORRES NOVAS PERSISTE NA FISCALIZAÇÃO DO RIO ALMONDA

unnamed.png

A Guarda Nacional Republicana de Torres Novas, através do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA), para preservar o ambiente e a qualidade dos rios, intensificou a fiscalização de descargas de águas degradadas para os afluentes do Rio Almonda.

 

No dia 26 de Junho de 2015, foi detetada no Concelho de Torres Novas, uma descarga de águas degradadas para um afluente do Rio Almonda, que resultou na elaboração de um Auto de notícia por contraordenação ambiental muito grave, que será remetido à entidade administrativa competente, Agência Portuguesa do Ambiente - ARH Tejo (APA/ARH Tejo).

 

Esta ação contou com a colaboração de elementos da ARH Tejo, que se deslocaram ao local da ocorrência.

 

De realçar que desde o início do ano de 2015, já foram levantados três (3) Autos de Notícia por contraordenação, referente a descargas de águas degradadas para afluentes do Rio Almonda, sendo todos remetidos para a respetiva entidade competente.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:15
link do post | comentar | favorito
|

Hospital Vila Franca de Xira

SINAS reconhece nível máximo de excelência clínica a Cirurgia de Ambulatório, Cuidados Intensivos, Ginecologia e Ortopedia do Hospital Vila Franca de Xira Vila

 

unnamed (4).jpg

 

O Hospital Vila Franca de Xira (HVFX) acaba de receber a classificação máxima a nível de excelência clínica, III, em Cirurgia de Ambulatório, Cuidados Intensivos, Ginecologia, Ortopedia e, ainda, a nível de Segurança do Doente, de acordo com os resultados publicados pelo SINAS - Sistema Nacional de Avaliação em Saúde, da Entidade Reguladora de Saúde. As especialidades Neurologia, Obstetrícia e Pediatria obtiveram o nível II de excelência clínica. O HVFX reconhece a pertinência desta avaliação e pretende alargar a sua participação a todas as áreas avaliadas pelo programa SINAS. O SINAS visa avaliar, de forma objetiva e consistente, a qualidade dos cuidados de saúde em Protugal, com base em indicadores de avaliação que permitam obter um rating dos prestadores. A publicação deste rating garante o acesso dos utentes a informação adequada e inteligível acerca da qualidade dos cuidados de saúde nos diversos prestadores, promovendo a tomada de decisões mais informadas e a melhoria contínua dos cuidados prestados.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:08
link do post | comentar | favorito
|

Festivais de folclore em Vale do Paraíso e Alcoentre (Azambuja)

unnamed (3).jpg

No próximo dia 4 de julho, sábado, o folclore é o rei da animação popular no Concelho de Azambuja com a realização de dois festivais, um na freguesia de Vale do Paraíso e outro na freguesia de Alcoentre.

 

Em Vale do Paraíso, pelas 21h00, vai ter lugar o 32º Festival Nacional organizado pelo Rancho Folclórico Danças e Cantares de Vale do Paraíso. Participarão no evento quatro grupos convidados, além do rancho “da casa” em representação do Ribatejo. São eles o Rancho Folclórico de Baião (Baixo Tâmega), o Rancho Folclórico Regional Recordar é Viver de Paramos (Espinho), o Rancho Folclórico e Etnográfico Reguengo da Parada (Caldas da Rainha) e Rancho Folclórico do Calvário (Algarve).

 

Por sua vez, o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Alcoentre leva a efeito, também a 4 de Julho, o seu 28º Festival Nacional de Folclore.

A iniciativa terá início pelas 17h30, com a concentração e a receção de boas vindas aos grupos participantes, junto à sede da Casa do Povo de Alcoentre, seguidas de jantar-convívio entre todos. Pelas 20h30, os participantes farão um desfile por algumas ruas que dará sequência ao festival. Além do rancho anfitrião, participam também o Rancho Folclórico “As Salineiras de Lavos” (Figueira da Foz), o Rancho Folclórico “Macanitas de Tercena” (Oeiras), o Grupo Folclórico do Centro Cénico da Cela (Alcobaça) e o Rancho Folclórico da Lapa (Cartaxo).

 

Estes festivais têm o apoio das Juntas de Freguesia de Vale do Paraíso e de Alcoentre, bem como da Câmara Municipal de Azambuja.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:07
link do post | comentar | favorito
|

IV encontro de pequenos Judocas - Fácil contactp e Associação de Judo do Dostrito de Santarém

unnamed (1).jpg

Foi realizado no passado dia 20 de junho, o IV encontro de pequenos judocas, no Palácio dos Desportos, em Torres Novas.

A atividade, desenvolvida pela empresa Fácil Contacto em parceria com a Associação de Judo do Distrito de Santarém, contou com a presença das crianças que praticaram a modalidade de judo durante este ano letivo, cerca de 300, nos concelhos da Golegã, Torres Novas, Fátima, Santarém e Abrantes.

unnamed (2).jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:06
link do post | comentar | favorito
|

TORRES NOVAS: Vigilia Popular

18496391_H2n4F.jpeg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:04
link do post | comentar | favorito
|

Rail Model no Museu Nacional Ferroviário

O Museu Nacional Ferroviário acolhe dias 27 e 28 de junho mais um encontro de ferromodelismo, a ter lugar nas antigas Oficinas do Vapor.

unnamed.jpg

Desenvolvendo-se desde o advento da ferrovia até aos nossos dias, o ferromodelismo cobre hoje um largo espectro com inúmeras variantes e abordagens possíveis,movendo legiões de entusiastas que a ele se dedicam e onde Portugal não é exceção. 

 

Durante o encontro de módulos serão clarificados conceitos, meios e processos fundamentais ao ferromodelismo operando as composições, manuseando os módulos, algum material que envolve a sua construção e aprendendo sobre o seu funcionamento.

 

O encontro traz-nos algumas das mais emblemáticas composições que circularam nos caminhos de ferro portugueses e vai proporcionar a oportunidade de quem nos visitar, construir o seu próprio módulo.

 

A iniciativa conta com o apoio do Grupo de Módulos do Norte.

 

Nota: A iniciativa decorre durante o horário normal de visitas ao Museu Nacional Ferroviário. Consulte aqui horários http://www.fmnf.pt/info_horarios e o preçáriohttp://www.fmnf.pt/info_precario.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:03
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 25 de Junho de 2015
Abrantes: Protocolo permite reinstalar o núcleo da Liga Portuguesa Contra o Cancro

unnamed (1).jpg

A Presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque e o Presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Francisco Cavaleiro Ferreira assinaram na tarde de 23 de junho, um protocolo de colaboração, através do qual a Câmara cede as instalações dos antigos talhos, na Rua Luís de Camões, junto ao novo Mercado Diário, para reinstalação do grupo de apoio de Abrantes da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Já em 2013, a Câmara de Abrantes havia cedido ao núcleo uma sala situada na Rua D. Afonso Henriques.

A Câmara de Abrantes pretende assim continuar a apoiar o desenvolvimento das atividades do grupo de apoio de Abrantes, em benefício da população do concelho, que ficará agora instalado em espaço mais amplo e mais central, uma vez que as novas instalações se localizam em pleno Centro Histórico.

Esse foi o compromisso deixado por Maria do Céu Albuquerque, sublinhando tratar-se de “um momento importante para a comunidade local” e não um “ gesto de propaganda”. O núcleo de Abrantes fica assim com melhores condições para o desenvolvimento das suas atividades – rastreios, prevenção e divulgação -, e pode alargar o âmbito desse trabalho voluntário que faz pela causa, no apoio aos doentes oncológicos e às suas famílias.

 

Autarca de Abrantes foi oradora no debate BusinessConnect 2015 - Agora é o Momento!

unnamed (2).jpg

A Presidente da Câmara de Abrantes foi a única autarca do país a integrar o conjunto de oradores participantes no debate BusinessConnect 2015 - Agora é o Momento!

Organizado anualmente pela IBM Portugal, em parceria com o Jornal “Expresso”,  o debate decorreu ontem, dia 23 de junho, no Parque das Nações e centrou-se nas Grandes Tendências Tecnológicas para Acelerar a Transformação Digital das Empresas.

Maria do Céu Albuquerque foi oradora no painel “Acelerar | Como tomar decisões em tempo real”, conjuntamente com José Alexandre Cunha, Presidente da Idealmed e Gonçalo Costa Andrade, Diretor de Cloud,  da IBM Portugal.

Numa sessão dirigida a cerca de 250 participantes com perfil de decisão e papel ativo na transformação e inovação dos modelos de negócio e das tecnologias de informação, a Presidente da Câmara falou sobre a importância da informação como novo recurso transformada em conhecimento, por via da revolução digital, e  da relevância dessa informação na tomada de decisão.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:21
link do post | comentar | favorito
|

Criação do Grupo Hospitalar do Ribatejo: GOVERNO CONTINUA A DIZER UMA COISA E FAZER OUTRA

A Federação de Santarém do Partido Socialista manifesta total perplexidade com a decisão anunciada pelo Governo de criar o Grupo Hospitalar do Ribatejo, uma decisão que contraria as posições assumidas pelos autarcas da região, publicamente expressas.

A falta de resposta do Governo à questão da organização dos serviços de urgências dos hospitais da região, bem como à questão da distribuição das valências/especialidades médicas, foi analisada pelos autarcas socialistas que concluíram que o Governo poderá vir a colocar em causa a prestação de cuidados de saúde urgentes a muitos milhares de cidadãos, que vivem em zonas periféricas.

Tendo tido conhecimento da resistência dos autarcas de toda a região a este modelo, o Governo garantiu que não tomaria qualquer decisão sobre a matéria, razão pela qual este anúncio surge agora completamente desenquadrado não só das expectativas das populações, mas também do compromisso assumido.

Esta decisão, reforçada pela recondução do atual Conselho de Administração do Hospital Distrital de Santarém (ao qual foi adicionado um elemento com a responsabilidade exclusiva de acompanhar o processo de criação do novo Grupo Hospitalar do Ribatejo), suscita a leitura política de que, mais uma vez, o Executivo preparou nomeações à pressa, em fim de legislatura, com critérios e propósitos pouco transparentes, permitindo a leitura de que se trata de mais uma manobra eleitoralista, promovida à revelia da vontade das populações.

A Federação Distrital do PS de Santarém lamenta que, mesmo em fim de ciclo, este Governo continue a provocar danos irreparáveis ao Distrito, pondo em causa, desta vez, a prestação de cuidados de saúde aos mais de 400 mil cidadãos que constituem a população da região.

A Federação Distrital do PS de Santarém volta a sublinhar que, nesta região, continuam a faltar médicos, cuja contratação é uma prioridade absoluta sobre qualquer reestruturação que resulte na criação de uma unidade centralizada e de difícil acesso para os utentes, nomeadamente para os que estiverem em situação de emergência médica.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:20
link do post | comentar | favorito
|

TOMAR: Festa dos Tabuleiros inspira Terra Lusa

unnamed.jpg

 Festa dos Tabuleiros inspira Terra Lusa

A criação deste relógio representa uma homenagem da Terra Lusa à Festa dos Tabuleiros, evento realizado em Tomar já considerado como património da identidade portuguesa.

 

No início do próximo mês de Julho, em Tomar, realiza-se a tradicional e tão aguardada Festa dos Tabuleiros. As flores inspiraram a Terra Lusa para a criação de mais um relógio que vai ao encontro da história e tradição portuguesas.

Decorados com flores de papel, espigas de trigo, 30 pães de 400g enfiados em canas que saem de um cesto de vime decorado com um pano branco bordado, os tabuleiros tradicionais da Festa dos Tabuleiros deverão ter a altura das raparigas que os levam e são rematados ao alto por coroas encimadas pela Pomba do Espírito Santo ou pela Cruz de Cristo.

Durante mais de um ano, milhares de flores têm sido elaboradas para compor, juntamente com o pão e as espigas, os majestosos tabuleiros para a Festa dos Tabuleiros e as suas famosas procissões.

 

Sobre Terra Lusa:

A marca Terra Lusa apresenta várias coleções de produtos onde cada referência é um tributo ao Património Cultural de Portugal: relógios, leques, eco sacos, caixas de óculos, panos microfibra, lenços e mini guarda-chuvas, todos divididos em temáticas com raízes em elementos tipicamente portugueses.

800 Anos de História, Cultura e Tradição que inspiraram a conceção das várias peças em que a tecnologia de qualidade se alia ao design contemporâneo. As peças deste projeto 100% português encontram-se à venda em estações dos CTT a nível nacional, em Museus, Lojas de Artesanato e Aeroportos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:19
link do post | comentar | favorito
|

TOMAR:

unnamed.jpg

 Festa dos Tabuleiros inspira Terra Lusa

A criação deste relógio representa uma homenagem da Terra Lusa à Festa dos Tabuleiros, evento realizado em Tomar já considerado como património da identidade portuguesa.

 

No início do próximo mês de Julho, em Tomar, realiza-se a tradicional e tão aguardada Festa dos Tabuleiros. As flores inspiraram a Terra Lusa para a criação de mais um relógio que vai ao encontro da história e tradição portuguesas.

Decorados com flores de papel, espigas de trigo, 30 pães de 400g enfiados em canas que saem de um cesto de vime decorado com um pano branco bordado, os tabuleiros tradicionais da Festa dos Tabuleiros deverão ter a altura das raparigas que os levam e são rematados ao alto por coroas encimadas pela Pomba do Espírito Santo ou pela Cruz de Cristo.

Durante mais de um ano, milhares de flores têm sido elaboradas para compor, juntamente com o pão e as espigas, os majestosos tabuleiros para a Festa dos Tabuleiros e as suas famosas procissões.

 

Sobre Terra Lusa:

A marca Terra Lusa apresenta várias coleções de produtos onde cada referência é um tributo ao Património Cultural de Portugal: relógios, leques, eco sacos, caixas de óculos, panos microfibra, lenços e mini guarda-chuvas, todos divididos em temáticas com raízes em elementos tipicamente portugueses.

800 Anos de História, Cultura e Tradição que inspiraram a conceção das várias peças em que a tecnologia de qualidade se alia ao design contemporâneo. As peças deste projeto 100% português encontram-se à venda em estações dos CTT a nível nacional, em Museus, Lojas de Artesanato e Aeroportos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:17
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 24 de Junho de 2015
ABRANTES: Novas instalações do Núcleo Local da Liga Portuguesa Contra o Cancro

1.jpg

A Presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque e o Presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Francisco Cavaleiro Ferreira assinaram na tarde de 23 de junho, um protocolo de colaboração, através do qual a Câmara cede as instalações dos antigos talhos, na Rua Luís de Camões, junto ao novo Mercado Diário, para reinstalação do grupo de apoio de Abrantes da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Já em 2013, a Câmara de Abrantes havia cedido ao núcleo uma sala situada na Rua D. Afonso Henriques.

A Câmara de Abrantes pretende assim continuar a apoiar o desenvolvimento das atividades do grupo de apoio de Abrantes, em benefício da população do concelho, que ficará agora instalado em espaço mais amplo e mais central, uma vez que as novas instalações se localizam em pleno Centro Histórico.

2.jpg

3.jpg

«MA»



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:01
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15


25
26
27
28
29

30


posts recentes

Lista de cidadania candid...

25 de abril – Programa do...

SALVATERRA DE MAGOS HOMEN...

APRESENTADA A 2ª EDIÇÃO D...

Santarém evoca noite em q...

Apresentação da Fotobiogr...

Mel e Azeite a Concurso e...

A Confraria Ibérica do Te...

TEMAS DE SAÚDE: Vacinas ...

Surda-Muda

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds