NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sábado, 30 de Abril de 2016
Festa do Vinho do Cartaxo abre portas com mais produtores e casas agrícolas
  • Tasquinhas regionais e produtores de vinho, vão receber os muitos visitantes que o Cartaxo espera acolher ao longo do fim de semana – a Festa decorre até ao próximo domingo, dia 1 de maio, e conta com recorde de casas agrícolas e produtores da região.
  • Pedro Magalhães Ribeiro faz balanço da situação financeira do município e afirma carácter rural do concelho como fator diferenciador de desenvolvimento.
  • O Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação aponta o “percurso notável do sector vitivinícola nos últimos 15 anos”, que considera dever ser atribuído, quer ao esforço dos agricultores, quer às opções das políticas públicas para o sector.

 

O Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, o presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, Frederico Falcão e a diretora regional da DRAP-LVT [Direção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo], Maria Elisete Jardim, e Ceia da Silva, presidente da Entidade de Turismo do Alentejo e Ribatejo, foram recebidos no Pavilhão Municipal de Exposições, pelo Grupo de Cavaquinhos e Cantares da Universidade Sénior de Vila Chã de Ourique, para a inauguração oficial da Festa do Vinho do Cartaxo, que abriu aos visitantes no dia 27 de abril.

 

O presidente ­­ da Assembleia Municipal, Gentil Duarte e membros daquele órgão municipal, vereadores, presidentes de junta de freguesia, representantes das forças de segurança do concelho, confrarias enófilas e gastronómicas, dirigentes do movimento associativo, representantes de casas agrícolas do concelho e muitos profissionais ligados ao setor, acompanharam a inauguração do certame.

 

Pedro Magalhães Ribeiro, deu as boas vindas a todos os que participam na Festa do Vinho “que é testemunho de um casamento de sucesso, que já dura há 28 anos, entre o vinho e a gastronomia”, lembrando o papel de Renato Campos e de Maria José Campos, na “promoção e dinamização da Festa do Vinho, que é ainda hoje, um dos maiores eventos do Cartaxo”.

 

Para o autarca, o certame deve às associações e às coletividades do concelho, muito do seu sucesso, afirmando que “são as associações e as freguesias, as responsáveis pelas tasquinhas, trazendo à Festa, o que de melhor a nossa região tem para oferecer na área da gastronomia, com pratos típicos  diferenciadores de cada freguesia”. Aos produtores e casas agrícolas agradeceu a “presença, em especial quando temos presente o maior número de expositores do sector vitivinícola, dos últimos 10 anos, mostrando a dinâmica crescente e a qualidade do vinho produzido no concelho e na região”.

 

Presidente da Câmara lembra os tempos difíceis que as famílias do concelho vivem com a suspensão do trabalho na Impormol

Recorrendo a presença “de um elemento do Governo de Portugal, que é também conhecer profundo da nossa região, não posso deixar de apelar à sua ajuda na defesa dos postos de trabalho de quase duas centenas de pessoas –  entre elas 111 trabalhadores do nosso concelho”, afirmou.

 

Pedro Magalhães Ribeiro referiu a presença, na inauguração, de Luís de Sousa, presidente da Câmara Municipal de Azambuja, “ as duas autarquias têm estado juntas o apoio aos trabalhadores e na procura de soluções para a empresa”, embora “receemos o pior cenário para as famílias. São quase duzentas famílias, que vêm o seu posto de trabalho em risco com a suspensão da produção”. O presidente reiterou que “somos testemunhas do empenho do Governo, na pessoa do Ministro da Economia e do chefe de gabinete do Ministro do Trabalho, com quem reunimos. Pedimos apenas que reforce, junto do Governo, a preocupação que estas pessoas sentem, que todos nós partilhamos, com o futuro da empresa”.

 

Autarca apresenta contas de 2015 com indicadores positivos

“Quando se completa o primeiro terço deste mandato, é também tempo de dar conta do trabalho que fizemos”, afirmou Pedro Magalhães Ribeiro. “Todos devem saber que continuamos a viver tempos muito difíceis, basta passarmos nas ruas do Cartaxo, vermos o estado de degradação das nossas estradas, olharmos para os espaços verdes, para os equipamentos municipais e será fácil adivinhar que não pode ser apenas por falta de atenção, ou de trabalho – é mesmo por falta de recursos”.

 

Explicando que “apresentámos na semana passada o relatório de gestão de 2015, com indicadores positivos que nos dão alento para continuar o árduo esforço de repor as contas do Cartaxo no rumo certo, que é o rumo da sustentabilidade”.

 

Para o autarca as contas da Câmara são muito simples – “quando tomámos posse, já no final de 2013, entre dívida contabilizada e dívida comprometida, tínhamos para pagar 63 milhões de euros. No máximo a Câmara tem por ano uma receita de 14 milhões, para pagar obrigatoriamente 8 milhões de custos com pessoal, 4,3 milhões de juros da dívida e fica com 2 milhões para o mínimo necessário e urgente para servir os cidadãos, e assim esgotamos a receita disponível”, explicou. “Não temos qualquer obsessão com números, mas os números que herdámos são estes – sem os custos da dívida, podíamos alcatroar todo o concelho, duas vezes por ano”.

 

Apesar das dificuldades “quero deixar-vos não só uma palavra de esperança, mas as contas reais, os resultados que começamos a ter e que nos animam”, referindo que o passivo total da Câmara reduziu 720 mil euros, a dívida a terceiros de curto prazo reduziu 20%, os pagamentos em atraso com mais de 90 dias reduziram 70%, o prazo médio de pagamentos reduziu em 148 dias, a dívida transitada de um ano para o outro, reduziu 45% em relação ao início do mandato, “isto a par  de termos obtido o melhor resultado líquido desde 2011 e termos conseguido cumprir a melhor taxa de execução orçamental desde 2008. Encontrámos a Câmara com a pior taxa de execução do país, não mais de 20%, e hoje temos 50% de taxa de execução orçamental”.

 

Para além dos resultados positivos “com a tendência de crescimento da dívida a inverter pela primeira vez desde há dez anos”, o presidente da Câmara lembrou ainda que “o Cartaxo conseguiu este ano algo que o colocou entre os melhores do país – de facto, fomos o município que mais subiu no ranking nacional de transparência municipal”. Referindo-se aos 175 lugares que subiu neste índice em apenas dois anos, “esta subida deveu-se a uma mudança radical na gestão da Câmara, este resultado não depende de dinheiro, depende de prestarmos contas a todos os munícipes, a todo o momento, e de falarmos sempre verdade, mesmo quando a verdade não é a que nós gostaríamos de dizer e a que as pessoas gostariam de ouvir, mas pensamos que só falando verdade poderemos dar um futuro sustentável ao Cartaxo”.

 

Os indicadores que o autarca descreveu, “permitem-nos agora disponibilizar financiamento para a recuperação do espaço público, depois de termos garantido que obras como a Estrada do Setil, as obras na Rua Prioste e Moinho Saloio, a Estrada de Santana e as infraestruturas do Valleypark-Parque de Negócios do Cartaxo, estão concluídas – depois de terem estado paradas durante anos, e de termos tomado posse sob o risco de o Cartaxo ter de devolver os fundos comunitários atribuídos a estas obras, com graves penalizações, se não estivessem concretizadas até ao dia 31 de dezembro de 2015. Foi uma luta, mas conseguimos”.

 

Com o Plano de Recuperação da Rede Viária a executar até 2020, “construído e decidido em parceria com todas as juntas de freguesia”, a prever 400 mil euros de investimento já contemplados no orçamento de 2016 e verbas entre 300 e 400 mil euros para cada ano seguinte, “penso que podemos, sem prometer o que ainda não conseguimos fazer, garantir que o Cartaxo começa a sair da asfixia total em que se encontrava no início do mandato, quando até os salários dos trabalhadores se encontravam em risco, e que com passos curtos, mas rigorosos, o Cartaxo pode recuperar o lugar que lhe cabe na região e no país”.

 

O futuro do concelho, resolvidas as grandes dificuldades “que ainda existem”, deve assentar no desenvolvimento sustentado “potenciando o seu carácter marcadamente agrícola e rural - que é uma mais valia diferenciadora e promotora da afirmação do nosso território na região e no país”, pelo que, para o presidente da Câmara, “este certame que hoje inauguramos, é também um lugar de reencontro com as nossas raízes rurais que queremos afirmar e desenvolver, a partir de critérios de modernidade e qualidade”.

 

Luís Medeiros Vieira considera vinho como sector de excelência

O Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação esteve presente na inauguração da Festa do Vinho, afirmando o “percurso notável do sector vitivinícola nos últimos 15 anos”, que considera dever ser atribuído, quer ao esforço dos agricultores, quer às opções das políticas públicas para o sector.

 

Lembrando que em 2015, as exportações de vinho “atingiram os 736 milhões de euros, com presença em 176 mercados”, destacou o “profissionalismo, inovação e orientação para o mercado, por parte dos produtores”, como as principais razões para “se ter conseguido atingir este resultado”.

 

A reestruturação da vinha “quase um terço do património vitivinícola nacional, a ser reestruturado neste 15 anos”, foi “certamente fator determinante” - na região Tejo foram concedidos 31 milhões de euros para a reestruturação de 4 mil ha, de um total de 13 mil e 500 ha existentes.

 

Para além da reestruturação da vinha, o Governo vai continuar o investimento na promoção dos vinhos no exterior – valor que ronda os 10 milhões de euros por ano -, a par do incentivo a uma “agricultura cada vez mais moderna e competitiva”, mas sem descurar a promoção e a valorização do mundo rural, com apoios direcionados para pequenos e médios agricultores.

 

No primeiro dia do certame, a zona das tasquinhas contou com a animação do Grupo de Cantigas da Terra do Rancho Folclórico do Cartaxo e o dia seguinte, dia 29 de abril, foi marcado pelo Seminário Cortiça e Vinho – Uma União Natural, direcionado para profissionais do sector. O seminário foi antecedido pela cerimónia de entrega dos prémios do Concurso de Vinhos da Campanha 2015/2016 – melhor Vinho na Produção do Concelho do Cartaxo e da Região Tejo.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:18
link do post | comentar | favorito
|

Almeirim - Recuperação de material furtado

 

b1aa0e91-a11e-42b6-9ddc-32e6394d8228.png

 Militares do Comando Territorial de Santarém detiveram ontem, dia 29 de abril, na cidade de Almeirim, dois homens com 28 e 30 anos, na posse de material furtado em vários estabelecimentos do concelho de Almeirim e Alpiarça.

Durante esta ação, foram recuperadas ainda duas viaturas furtadas e usadas pelos mesmos indivíduos na prática dos referidos ilícitos.

Durante as diligências e após reconhecimento de parte do material recuperado, existem fortes suspeitas que estes indivíduos estejam envolvidos noutros furtos no distrito.

O detido foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.

 

.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:37
link do post | comentar | favorito
|

Samora atrai milhares de aficionados das largadas de touros
 

1.jpg

Mais de um milhar de aficionados assistiram à largada de touros na tarde de sexta-feira, 29 de abril, em Samora Correia. Foi animado o segundo de 11 dias consecutivos com a Festa Brava nas ruas da cidade ribatejana por ocasião da Feira Anual e Semana Taurina. Não houve colhidas, nem sustos, mas sentiu-se a emoção dentro e fora do recinto. "Adoro este ambiente tipicamente ribatejano. Vim de Leiria para assistir às largadas e vou ficar durante o fim de semana." conta Ilda Jesus, uma alentejana que aprecia a coragem dos jovens que desafiam os touros. "Estes jovens têm muito sangue frio. Sofro muito quando são apanhados e já vi aqui colhidas valentes", explica a aficionada. 
No Largo do Calvário dezenas de jovens desafiam o touro em pontas com cerca de 400 kg de peso. Passam na sua frente alternadamente e em roda. Alguns tem direito a palmas e olés quando o recorte é mais vistoso como o do rapaz que salta na frente do touro com uma vara. "És grande André" grita um aficionado após mais um recorte do jovem de Azambuja que é um dos muitos artistas com presença assegurada nas largadas de Samora Correia.
A Festa continua até 8 de maio com largadas de touros todos os dias e com dose dupla na sexta-feira, 6 e sábado, 7 de maio. Para além das largadas da tarde haverá as nocturnas a partir da 01h00 da madrugada.
A feira franca decorre até segunda -feira com diversões, gastronomia, artesanato e animação no recinto junto ao Centro Cultural. Segue-se a XI  Semana Taurina que para além das atividades taurinas inclui também espectáculos no Centro Cultural de Samora Correia e nas ruas, um passeio a cavalo, uma Gala Taurina e o tradicional encontro de bandas. 
A organização é da Junta de Freguesia de Samora Correia que já tem no seu logótipo um touro bravo e a frase "Puro Ribatejo".
 
PROGRAMA DA FEIRA ANUAL E SEMANA TAURINA DE SAMORA CORREIA 2016



SÁBADO, 30.04.2016
LARGO DO MERCADO
14:30 ABERTURA DA TENDA DE EXPOSIÇÕES
LARGO DO CALVÁRIO
18:00 LARGADA DE TOIROS
DOMINGO, 01.05.2016 
LARGO DO CALVÁRIO
10:30 LARGADA DE TOIROS
LARGO DO MERCADO
14:30 ABERTURA DA TENDA DE EXPOSIÇÕES
SEGUNDA-FEIRA, 02.05.2016
LARGO DO MERCADO
18:00 ABERTURA DA TENDA DE EXPOSIÇÕES
23:30 ENCERRAMENTO DA FEIRA ANUAL 2016
LARGO DO CALVÁRIO
19:00 LARGADA DE TOIROS
XI SEMANA TAURINA DE SAMORA CORREIA
TERÇA-FEIRA, 03.05.2016
LARGO DO CALVÁRIO
19:00 Largada de Toiros
CENTRO CULTURAL DE SAMORA CORREIA
21:00 Inauguração da Exposição de Fotografia PORTA GRANDE 
(promovida pela Câmara Municipal de Benavente) 
21:30 FADO MARIALVA com FRANCISCO MARTINS, RODRIGO PEREIRA e MANUEL DA CÂMARA, acompanhados à guitarra por LUÍS PETISCA e à viola por ARMANDO FIGUEIREDO.
22:00 Colóquio “Vamos aos Toiros”. 
CARTEL FABULOSO 
• LUÍS MIGUEL DA VEIGA (Cavaleiro Tauromáquico – 50 anos de Alternativa)
• ANA BATISTA (Cavaleira Tauromáquica – 15 anos de Alternativa)
• RICARDO CHIBANGA (Matador de Toiros – 45 anos de Alternativa)
• VÍCTOR MENDES (Matador de Toiros - 35 anos de Alternativa)
• DIOGO SEPÚLVEDA (Cabo do Grupo de Forcados Amadores de Santarém – 100 anos de Fundação)
• MIGUEL ALVARENGA (40 anos de jornalismo taurino)
• JOAQUIM TAPADA (30 anos do livro “Vamos aos Toiros”)
• RICARDO SÁ PINTO (20 anos de Aficionado)
MODERADOR: MAURÍCIO DO VALE (50 anos de Comunicação Taurina).
QUARTA-FEIRA, 04.05.2016
LARGO DO CALVÁRIO
19:00 Largada de Toiros
PÁTEO DA JUNTA
21:30 FADOS E GUITARRADAS com CARLOS OLIVEIRA, SUSANA BOAVIDA, HUMBERTO MARTINS, GENA, JORGE NETO, CATARINA FOGUETE, MANUEL CONCEIÇÃO, MANUELA CARVALHO, JOÃO BORGES, PIEDADE SALVADOR (POESIA), CAROLINA BORGES e MAURÍCIO DO VALE.
Guitarra Portuguesa: ARMÉNIO DE MELO/ Viola: JOSÉ CLEMENTE
QUINTA-FEIRA(Feriado Municipal), 05.05.2016 
08:30 Concentração de Cavaleiros em Vale de Cabras
09:00 Início do Passeio a Cavalo
13:00 Almoço convívio
15:30 Maneio de Gado Bravo no terreno frente ao Pavilhão da Arcas
• Animação com Bruno China
ORGANIZAÇÃO: ARCAS
16:00 WORKSHOP DE BAILE FLAMENCO COM MALENA ALBA E JOÃO LARA PEREIRA
LARGO DO CALVÁRIO
18:00 Largada de Toiros
CENTRO CULTURAL DE SAMORA CORREIA
21:45 Espectáculo de Flamenco “RAICES”. 
Com o GRUPO DE FLAMENCO DE JOÃO LARA PEREIRA (SEVILHA - ESPANHA)
SEXTA-FEIRA, 06.05.2016
LARGO DO CALVÁRIO
19:00 Largada de Toiros
22:30 Animação Musical com PÃO COM MANTEIGA
01:00 Largada de Toiros
CENTRO CULTURAL DE SAMORA CORREIA
21:30 IX ENCONTRO TAURINO DE BANDAS DE MÚSICA
- BANDA MUNICIPAL DE MÚSICA DE ALBURQUERQUE (ESPANHA)
- BANDA DA SOCIEDADE FILARMÓNICA UNIÃO SAMORENSE
(Entrega do Prémio Sérgio Perilhão 2016)
SÁBADO, 07.05.2016
LARGO DO CALVÁRIO
16:00 ENCONTRO DE FOLCLORE
RANCHO FOLCLÓRICO CEIFEIRAS E CAMPINOS DA SFUS
RANCHO FOLCLÓRICO INFANTIL E ADULTO DA AREPA
RANCHO FOLCLÓRICO DA UNIVERSIDADE SENIOR DO CONCELHO DE BENAVENTE
GRUPO ETNOGRÁFICO SAMORA E O PASSADO
18:30 Largada de Toiros
22:00 NOITE DE SEVILHANAS
- GRUPO DE SEVILHANAS SABOR FLAMENCO - AGISC
- GRUPO DE SEVILHANAS ALMA FLAMENCA – CF PORTO ALTO
23:00 Animação Musical com BRUNO CHINA 
01:00 Largada de Toiros
CENTRO CULTURAL DE SAMORA CORREIA
21:30 V GALA TAURINA ÍRIS FM E PROGRAMA SOMBRA SOL
Produção e apresentação: MAURÍCIO DO VALE 
Organização: ÍRIS FM e JUNTA DE FREGUESIA DE SAMORA CORREIA
DOMINGO, 08.05.2016
LARGO DO CALVÁRIO
16:00 Demonstração de Toureio, com os alunos da ESCOLA DE TOUREIO JOSÉ FALCÃO DE VILA FRANCA DE XIRA e da ESCOLA DE TOUREIO DA AZAMBUJA 
Participação do Cavalinho Musical da SFUS
17:00 Largadas para crianças / mulheres
17:30 Vacada Popular
18:30 Largada de Toiros


publicado por Noticias do Ribatejo às 09:33
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 29 de Abril de 2016
VILA FRANCA DE XIRA: Cem mil euros para famílias carenciadas em protocolo entre Município de Vila F. Xira e Central de Cervejas

Cem mil euros para famílias carenciadas em protocolo entre Município de Vila F. Xira e Central de Cervejas

Segunda-feira, dia 2 de maio, pelas 16h00, é assinado, entre a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira (CM VFX) e a SCC - Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, SA (SCC), o protocolo relativo a 2016 para apoio a famílias carenciadas do Concelho de Vila Franca de Xira, no montante de 100 mil euros.

O documento insere-se nas políticas de proximidade e colaboração levadas a cabo pelo Município com os parceiros sociais e agentes económicos do concelho.

Este ato estabelece-se no âmbito das preocupações sociais de ambas as entidades, numa parceria que visa continuar a dar resposta a alguns dos problemas com que muitas famílias do Concelho se deparam ao nível socioeconómico.

A  cerimónia  conta  com a presença do Presidente da CM VFX, Alberto Mesquita, e dos Administradores da empresa, François-Xavier Mahot e José Luís Torres, e terá lugar nas instalações SCC (Estrada da Alfarrobeira, Vialonga).

 

Centro Municipal de Marcha e Corrida inaugura este sábado para valorizar prática desportiva do Concelho

No próximo sábado, dia 30, pelas 10h00, no âmbito das “Comemorações de Abril” do Município, é inaugurado o primeiro Centro Municipal de Marcha e Corrida do Concelho, no Jardim Municipal Constantino Palha, em Vila Franca de Xira.

Com este Centro, integrado no Programa Nacional de Marcha e Corrida, pretende-se acrescentar valor às condições naturais do espaço e à atividade física que centenas de pessoas ali realizam diariamente, através da possibilidade de receberem orientação à sua prática desportiva, ainda que continuando a realizá-la de forma autónoma. O espaço tem prevista a realização de três percursos, que diferem entre si no grau de dificuldade e distância.

A criação do Centro surge no âmbito da política municipal de promoção da atividade física, saúde e bem-estar dos munícipes do Concelho e tendo em conta a crescente adesão à prática de atletismo.

O espaço, que integrará uma rede de cerca de 60 existentes no País, resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, o Instituto Português do Desporto e Juventude e a Federação Portuguesa de Atletismo, tendo ainda o contributo do Grupo dos Amigos do Atletismo de Vila Franca de Xira.

 

Assembleia Municipal Jovem aborda o Associativismo e o Voluntariado Jovem

Este sábado, dia 30, pelas 15h00, no âmbito das “Comemorações de Abril” do Município, tem lugar mais una edição da Assembleia Municipal Jovem, no Pavilhão Multiusos do Parque Urbano de Vila Franca de Xira, numa organização da Assembleia Municipal e da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Cerca de 70 alunos de Escolas Básicas e Secundárias do Município debatem o tema “Eu ajudo, nós construímos”- O Associativismo e o Voluntariado Jovem”. O momento tem como objetivo central permitir aos jovens uma abordagem acerca do poder local e da educação para a cidadania de uma forma interativa. É facultado aos mais jovens a oportunidade de debaterem algumas temáticas e problemas que afetam a sua vida quotidiana, vestindo o papel de “deputados por um dia”.

 

 

Passeio pelo Concelho das décadas de 40 e 50 do séc. XX no Museu Municipal

6d67f2f9-3a60-4523-bd75-b8a0e4ab24fc.jpg

O Museu Municipal de Vila Franca de Xira apresenta, a partir de amanhã, 30 de abril, pelas 16h00, uma exposição fotográfica que vai permitir ao visitante tomar contacto comimagens únicas e inéditas que retratam o Concelho de Vila Franca de Xira nas décadas de 40 e 50 do séc. XX.

Com esta exposição, denominada “Molduras de um Concelho: Vila Franca de Xira - anos 40 a 50 do séc. XX”, é possível consolidar o conhecimento da história e cultura locais, o que contribuirá para fomentar uma relação de maior proximidade dos munícipes para com o território – uma das funções primordiais do Museu Municipal.

A relação com o Rio tejo, a construção da Ponte Marechal Carmona, a agricultura e a pesca da época bem como as festividades religiosas e pagãs são alguns dos temas patentes.

No âmbito da vivência quotidiana, vai ser possível passear por estalagens e restaurantes, pelos cafés e talhos, pelos salões de cabeleireira e correios, por casamentos e bailes ou por provas desportivas, onde as pessoas lhes deram vida e cor.

A exposição tem por base o espólio fotográfico do acervo do Museu Municipal, da autoria do fotógrafo Carlos Tomé, dando continuidade ao ciclo de projetos em que a história local está em destaque.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:42
link do post | comentar | favorito
|

Peça de teatro Arte em Torres Novas

0cdd20e6-ed00-44ff-9ff9-d5b6a6b78ba5.jpg

Em 1998 e 2003, 180.000 espectadores tornaram Arte, com António Feio, José Pedro Gomes e Miguel Guilherme, num sucesso sem precedentes. Em 2016, Arte está de regresso ao palco com novo elenco (Adriano Luz, João Lagarto e Vítor Norte) e nova encenação e passa pelo Teatro Virgínia, em Torres Novas, já no dia 7 de maio, sábado.
A compra de uma «tela branca com riscas brancas, transversais», assinada pelo famoso pintor Antrios, não é consensual para 3 amigos de longa data. Conhecem-se bem mas têm gostos diferentes. Discutem-nos até à exaustão. Até se zangarem. Até dizerem tudo o que queriam e não queriam.

 Assinado por Yasmina Reza, Arte é um texto belíssimo e sempre atual sobre a amizade, seus limites e valor. Mas, no fim, a questão permanece: Deverá dizer-se a um amigo querido que o quadro que comprou, e tanto aprecia, de nada vale?



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:39
link do post | comentar | favorito
|

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

d486f8e9-bc18-4945-b642-fab1764f0159.jpg

sexta-feira:

Esta sexta-feira, dia 29 de abril, das 19h00 às 24h00, a Casa do Povo de Amiais de Baixo, acolhe o 3º Festival da Carne de Capado, numa organização conjunta da Junta de Freguesia de Amiais de Baixo, Casa do Povo de Amiais de Baixo, Clube Desportivo Amiense e Associação de Pais (APAB), que conta com o apoio da Câmara de Santarém.

Os visitantes podem apreciar este tipo de carne bastante característico desta vila, acompanhado com muita animação. À sua disposição têm capado grelhado, panado, guisado, fígado de capado grelhado, fressura de capado e molhinhos.

Às 19h00, no âmbito da Comemoração do Dia Internacional do Jazz, o Conservatório de Música de Santarém, na qualidade de Escola Associada da UNESCO, vai associar-se, com grande entusiasmo e paixão, às comemorações do 5º Dia Internacional do Jazz, numa iniciativa que conta com a participação dos alunos e professor da Classe de Saxofone que, de forma empolgada, vão fazer ressoar os sons jazzísticos nos seus instrumentos. Entrada Livre

Às 21h30, tem início na Igreja de São Nicolau, a Procissão “Estrada da Misericórdia”. A Procissão prossegue para a Igreja da Misericórdia e, depois para a Igreja de Marvila. Esta iniciativa conta com a participação da catequese de São Nicolau, São Domingos e Jardim de Cima, e é organizada pelas Paróquias de Santarém.

A partir das 23h00, tem in 10ª edição do FITUIPS - Festival Internacional de Tunas do Instituto Politécnico de Santarém, com um espetáculo de Serenatas na Praça Marquês Sá da Bandeira (Largo do Seminário).

Aproveite para visitar a Exposição de trabalhos realizados por crianças e jovens do concelho de Santarém, alusivos à campanha "Laço Azul", integrada no Mês da Prevenção dos Maus-Tratos, na Sede da CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Santarém (Av. 5 de Outubro nº1).

sábado:

Este sábado, dia 30 de abril, das 09h00 às 19h00, decorre a VI ScalabiBaby, no Complexo Aquático Municipal. Esta atividade destina-se a bebés, entre os 6 e os 36 meses, gestantes da EMNS – Escola Municipal de Natação de Santarém, e é aberta ao público em geral, mediante inscrição. Conjunto de atividades para bebés realizada em dois dias, sendo que no sábado à tarde é direcionada para workshops para pais de bebés e no domingo workshops para gestantes durante a manhã, atividades na piscina, ioga, massagens e concerto para bebés.

Às 11h30 e às 16h00, há Histórias “Abril em Miúdos”, na Livraria Aqui Há Gato, integrado no Programa das Comemorações Populares do 25 de Abril. Entrada livre.

Vamos dedicar uns momentos da nossa Hora do Conto para dar a conhecer os textos, sejam eles histórias, poemas ou reflexões, que os mais novos escreveram acerca do 25 de Abril.

Da parte da tarde mantemos, como é habitual, a Hora do Conto com a magia dos livros a ganhar viva voz.

(Duração) aprox. 15’ (Classificação) dos 0 aos 80!

Às 11h30m há Teatro de Fantoches, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Uma história que vai encantar crianças e adultos! Formas animadas que nos trazem a beleza da conjugação das artes plásticas com o teatro e a literatura para a infância.

(Duração) 30’ (Classificação) para todos

Às 11h45, no âmbito da iniciativa “ABRIL CONVIDA...”, a Livraria Aqui Há Gato recebe Anabela Ferro (costureira), para contar aos mais novos situações diversas, vividas, antes e depois do 25 de Abril. Entrada livre.

Na segunda parte da Hora do Conto, chamamos várias personalidades para nos contarem a sua experiência em assuntos relacionados com o 25 de Abril.

(Duração) aprox. 15’ (Classificação) dos 0 aos 80!

Às 12h00 e às 16h30, há OFICINAS DE EXPRESSÃO PLÁSTICA.

Este mês o material eleito é o tecido, um material com muitas aplicações! Vamos pôr a nossa imaginação a trabalhar e criar trabalhos muito diversos. O artista que recebemos no dia 30 de Abril é a Anabela Ferro (costureira) que nos vai falar das modas que se usavam e as que não se podiam usar antes do 25 de Abril. Vamos fazer o atelier com ela e criar algo inesperado! Ver programa específico em www.aquihagato.org

(Duração) 60’ (Classificação) a partir dos 4 anos inclusive (Preço) 6€

O 3º Festival da Carne de Capado prossegue, na Casa do Povo de Amiais de Baixo, das 12h00 às 24h00, numa organização conjunta da Junta de Freguesia de Amiais de Baixo, Casa do Povo de Amiais de Baixo, Clube Desportivo Amiense e Associação de Pais (APAB), que conta com o apoio da Câmara de Santarém.

Os visitantes podem apreciar este tipo de carne bastante característico desta vila, acompanhado com muita animação. À sua disposição têm capado grelhado, panado, guisado, fígado de capado grelhado, fressura de capado e molhinhos.

Às 15h00, o Complexo Aquático Municipal acolhe o XI Torneio Interno e VIII Torneio Júnior.

Torneio Interno - Prova de natação pura para os alunos da EMNS dos escalões de 6-9 nível I e II, 10-15 nível I, II e III, recreação aquática e natação sincronizada com aulas lecionadas na piscina desportiva com idades compreendidas entre os 6 aos 16 anos.

Torneio Júnior – Atividade realizada no tanque de aprendizagem para alunos da EMNS com idades compreendias entre os 4 e os 9 anos. Atividade lúdica e demonstrativa das técnicas de nado.

Este sábado, têm início as Comemorações do 118.º Aniversário da SFA – Sociedade Filarmónica Alcanedense. Às 15h00, há romagem ao cemitério, em memória dos músicos, sócios, maestros e amigos da SFA.

Às 18h00, há Espetáculo Comemorativo do Dia Mundial da Dança, no Grande Auditório do CNEMA- Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, organizado pelo Conservatório de Música de Santarém.

Espetáculo de Dança Contemporânea e Ballet pelos alunos da Classe de Dança do Conservatório de Música de Santarém. A Dança bailada e vivida num testemunho da beleza que a Arte nos oferece.

Informações e reservas: Conservatório de Música de Santarém, através do telefone: 243 327 070.

Às 21h30, o Teatro Sá da Bandeira acolhe o espetáculo EURODANCE.

“EURODANCE é uma hecatombe geopolítica e tecno-emocional, um counting down a 190 beats-per-minute em direção ao Fim do Mundo, uma bad trip a bordo de um rave’ião Hamburgo/Ibiza com escala elíptica no pará e aterragem de emergência para combustível em Luanda, uma droga psicotrópica também conhecida por Azeitegeist™. EURODANCE é um documentário pós-apocalíptico produzido pelo Departamento de Escatologia Vintage do Centro de Estudos Pré-Humanos do Novo Mundo e estuda a última década do Antigo Regime, quando o Mundo ainda se escrevia com letra grande, não existia qualquer diferença epistemológica entre Arte e Desporto, e os artistas eram todos backup dancers de uma banda cósmica universal. EURODANCE dança em Europeu™, mas traz legendas em Novilíngua™.

Rouba lyrics às profecias xamânicas de Slavoj Žižek e à filosofia alter-dogmática de Dr. Phil, os primeiros cyborgs da História; rouba beats à ética pré-apocalíptica do movimento mashup e à moral anti-social do tecnobrega; e rouba artworks à estética proto-post-pop dos Jogos sem Fronteiras e à ética re-re-realista da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim. EURODANCE é tecnotrónico, é clubístico, é pastilhado, é megalo-colonialista, é etno-musical, é bubblegum pop, é happy hardcore, é chipmunk, é autotune, é playback, é rave’ioli em lata, é vengaboys, é bota gel, é pisang ambon, é electropimba, é technochunga, é carrinhos de choque-em-cadeia, é aeróbica trance-génica, é fitness progressivo, é body pump-up the jam, é macarena, é di-rirá-rá-rá, é contemporary rococó. EURODANCE regressa a todos os pesadelos fin-de-siècle, porque ambiciona uma correção retroativa da Realidade: o Mundo acabou MESMO na noite de 31 de Dezembro de 1999, quando os computadores deixaram de reconhecer a linguagem binária e o mundo (em letra pequena) colapsou. EURODANCE é por isso uma festa meteórica, em homenagem a todos os que (ainda) não morreram. Uma viagem de volta aos anos 90; uma viagem de volta ao Presente™.

EURODANCE é o estudo coreográfico para um espetáculo de teatro musical chamado €TRASH. Cinco bailarinos são o grupo de “backup dancers” de uma banda techno invisível, trazendo para a linha da frente aquilo que por norma é apenas decorativo, paisagístico, subsidiário. O corpo de baile é agora o protagonista. Ou sobre a tensão/confusão dialética entre Arte e Desporto.

Ficha técnica/artística: Direção, Coreografia, Texto: Rogério Nuno Costa | Bailarinos: Dinis Machado, Flávio Leihan, Luiz Antunes, Mariana Tengner Barros, Susana Otero | Assistência de Direção: Joclécio Azevedo | Desenho de Luz: Diogo Mendes | Figurinos: Jordann Santos | Vídeo: António MV | Fotografia de Cena: Xana Novais | Cartaz: Diogo Mendes | Assistência de Figurinos: Cristiana Fonseca | Som: Jonny Kadaver | Produção Executiva: Inês Nogueira | Produção: BCN

Agradecimentos: Teatro Municipal do Porto - Rivoli, Sonoscopia, mala voadora, A22, Miguel Loff Barreto, Álvaro Campos, ESMAE, TeCA.

Um espetáculo Ballet Contemporâneo do Norte originalmente criado para o programa “Outros Formatos” (2014). Elenco inicial: André Mendes, Bruno Senune, Camila Neves, Flávio Rodrigues, Susana Otero.

Ballet Contemporâneo do Norte é uma estrutura financiada pelo Governo de Portugal/Secretaria de Estado da Cultura (Direção-Geral das Artes) e apoiada pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira.

(Duração) 40’ (Classificação) M/06 (Preço) 5€ - Desconto estudante e/ou M/65 - 3,5€

Às 21h30, prossegue a 10ª edição do FITUIPS - Festival Internacional de Tunas do Instituto Politécnico de Santarém, no Convento de S. Francisco, que conta com as seguintes tunas convidadas: anTUNiA - Tuna de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, EUC - Estudantina Universitária de Coimbra, Luz&Tuna - Tuna da Universidade Lusíada de Lisboa e TUA - Tuna Universitária de Aveiro, numa organização da Scalabituna - Tuna do Instituto Politécnico de Santarém.

Às 21h30, há Concerto com a Banda “TEMPOEMODO”, no Teatro Taborda- Círculo Cultural Scalabitano, integrado no programa das comemorações do 42º aniversário do 25 de abril.

Fundada nos anos 80, editou o vinil Um Mundo a Construir. Regressa com um reportório de fusão jazz/rock, juntando clássicos do Jazz e da música popular portuguesa.

Às 21h30, decorre o 1º Encontro de Coros, na Igreja Matriz de Alcanede, que conta com a participação do Coro Infantil da Academia de Música da SFA, A CCAPPELA ESSEMBLE, Spell Choir e Grupo Coral Vozes do Castelo

domingo:

Este domingo, dia 1 de maio, das 09h00 às 14h00, prossegue a VI ScalabiBaby, no Complexo Aquático Municipal. Esta atividade destina-se a bebés, entre os 6 e os 36 meses, gestantes da EMNS – Escola Municipal de Natação de Santarém, e é aberta ao público em geral, mediante inscrição. Conjunto de atividades para bebés realizada em dois dias, sendo que no sábado à tarde é direcionada para workshops para pais de bebés e no domingo workshops para gestantes durante a manhã, atividades na piscina, ioga, massagens e concerto para bebés.

Das 11h30 às 13h00, há Especial Dia da Mãe, na Livraria Aqui Há Gato. Sujeito a marcação prévia.

De mãos dadas, mãe e filho/a vão descobrir que partilham um sentimento único! Com histórias dedicadas à mãe e uma oficina de arte onde os dois são artistas, vão ser momentos de grande cumplicidade que vão ficar para sempre na memória.

(Duração) 90’ (Classificação) dos 3 até aos 12 anos (Preço) 10€ (criança + adulto)

Este domingo, a partir das 16h00, tem lugar o ponto alto da comemoração do 118.º Aniversário da SFA – Sociedade Filarmónica Alcanedense, com um concerto realizado na ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Alcanede, que conta com a participação especial da Banda Filarmónica do Troviscal, de Aveiro.

Às 16h00, integrado na TEMPORADA DA PRIMAVERA, sobe ao palco a peça de Teatro para Crianças “Túu! Túu!”, no Teatro Taborda – Círculo Cultural Scalabitano.

Um espetáculo de manipulação de objetos e música (sonoridades ao vivo).

…Um pano que dança. Música que voa no campo, as borboletas, um flautista num dia de Primavera. Sons do quotidiano que despertam os sentidos e a serenidade. Uma suave brisa do campo que sussurra perto do teu ouvido. Escutas?

Agora Teatro | Criação e interpretação: Bruno Cintra

(dos 3 meses aos 4 anos) Duração 30’ | Lotação 30 pessoas

Em permanência:

A Exposição “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral”, na Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil” está patente até dia 30 de abril, e pode ser visitada esta sexta-feira e sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

No ano em que se comemoram os 600 anos da Tomada de Ceuta, génese do projeto expansionista português, a Casa do Brasil | Casa Pedro Álvares Cabral apresenta a exposição “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral”, que procura enquadrar o protagonista do último grande episódio da gesta ultramarina lusitana. A mostra, que conta com o alto patrocínio do Montepio Geral – Associação Mutualista e do W Shopping, aborda temas fundamentais da história da Humanidade, contemporâneos de Cabral: invenção da imprensa, evolução científica, chegada à Índia e ao Brasil, globalização e miscigenação, viagem das plantas.

Sabia que consome “alimentos deste outro mundo”? Já pensou que a navegação astronómica permitiu precisões incríveis (bem antes do GPS)? Imagina quantos livros se publicaram nesta época? Venha descobrir numa Casa do Brasil perto de si.

A mostra de caráter multissensorial e experiencial ocupa os átrios do piso térreo, as salas de exposição, bar, biblioteca e varanda interior, bem como o auditório e jardim. Apoiada pelo Montepio Geral – Associação Mutualista e pelo W Shopping, tem como objetivo fazer regressar a Casa do Brasil à sua génese, com a programação de iniciativas ligadas à temática Portugal/Brasil.

A organização está a cargo da Câmara Municipal de Santarém, e conta com objetos da reserva municipal, tais como pinturas, esculturas e livros, da Diocese de Santarém, que também cedeu alguns objetos, do espólio museológico municipal, cedências do Museu Diocesano e dos joalheiros Leitão e Irmão (réplica em prata do Nónio). Foram cedidos direitos de reprodução de imagem do Museu Nacional de Arte Antiga, Museu de S. Roque e Santa Casa da Misericórdia do Porto.

Até dia 30 de abril, visite a Exposição Bibliográfica “Vamos Ler… Teolinda Gersão”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. Esta Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

«Teolinda Gersão (1940 -) natural de Coimbra, é uma escritora portuguesa cujas obras publicadas, na sua maioria romances, retratam aspetos da sociedade contemporânea, como a opressão, liberdade, identidade, amor e morte.

Dedicou-se exclusivamente à literatura a partir de 1995. Anteriormente foi assistente na Faculdade de Letras de Lisboa e mais tarde depois de provas académicas foi professora catedrática da Universidade Nova de Lisboa como docente de Literatura Alemã e Literatura Comparada.

Viveu três anos na Alemanha onde foi leitora na Universidade Técnica de Berlim e dois anos em São Paulo (Brasil).

No mês de Abril damos destaque às obras desta escritora que vai estar presente em Santarém no dia 23 de Abril – Dia Mundial do Livro, no Teatro Sá da Bandeira, pelas 17h00, integrado no evento “Viagem Literária“.»

Até dia 30 de abril, visite a Exposição “XXIV Destaque da coleção de arte contemporânea Manuela de Azevedo”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. Horário: segunda a sexta-feira das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

“Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico de Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 1 de abril até ao final de junho estará em destaque trimestral uma obra da autoria de Emília Nadal:Embalagens, serigrafia a cores s/ papel, datada de 1977”.

Até dia 30 de abril, visite a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras” | Foros Municipais dos anos 1910-1939”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

“Livro de fichas de identificação dos prédios e proprietários para cobrança do foro, imposto aplicado pela Câmara Municipal a propriedades rústicas e urbanas”.

Até dia 7 de maio. Visite a Exposição “Maratona da Palavra”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno.Patente, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

“Exposição de fotos e ilustrações do trabalho “Maratona da Palavra” - Atividade colaborativa das Bibliotecas Escolares do Concelho de Santarém que envolveram as seguintes escolas: EB Alexandre Herculano; EB S. Domingos; EB D. João II; EB Mem Ramires; EB D. Manuel I – Pernes; EB de Alcanede; ES Dr. Ginestal Machado; Colégio Infante Santo; ES Sá da Bandeira; Centro Escolar Salgueiro Maia.”

Até dia 30 de junho, visite a Exposição “XXIV Destaque da coleção de arte contemporânea Manuela de Azevedo”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico de Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

Até ao final de junho está em destaque trimestral uma obra da autoria de Emília Nadal: Embalagens, serigrafia a cores s/ papel, datada de 1977.

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, com destaque para o Relógio Solar da Torre, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 912 578 970.

«A invenção do relógio mecânico, no terceiro quartel do século XIII (c. 1271), exerceu um papel essencial na transformação da consciência do tempo e das mentalidades medievais, sobretudo a partir dos séculos XIV e XV.  O novo invento teve por base o escape e um motor regular, tendo sido posteriormente associado ao toque de sinos. A sua utilização difundiu-se nas urbes da Baixa Idade média, como em Lisboa, com o relógio da Sé, ou Santarém, onde o Cabaceiro fez a sua aparição ainda em Quatrocentos.

No século XVI, em pleno Renascimento, inventa-se o relógio de molas, mais eficaz, a que nobres, bispos e reis vão ter acesso através dos contributos dados por ferreiros, serralheiros, astrónomos e matemáticos. Porém os relógios de base astronómica não desapareceram, como o atesta o quadrante solar da Torre das Cabaças, datado de 1596. A sua existência era fundamental em face da relativa precisão das engrenagens, onde as discrepâncias temporais eram frequentes.

O relógio solar da Torre é um objecto horizontal, semiesférico, de periferia gomeada e sem estilete. O mostrador mostra três círculos concêntricos: os dois primeiros delimitam os traços das meias horas e o último regista os algarismos das horas.

A tipologia deste quadrante encontra paralelos em Portugal, como no caso da ‘pedra de horas’ da Quinta da Torre de S. João de Ver, em Santa Maria da Feira. A sua função era acertar os mecanismos horários mais complexos, de base mecânica, os pioneiros da horologia de engrenagens.»

Aproveite para visitar o Centro de Interpretação - Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Para mais informações, contacte o telefone: 243 357 288.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação. A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:38
link do post | comentar | favorito
|

Missão Empresarial ao Gana está a ser um sucesso

unnamed.jpg

Pela primeira vez na história da NERSANT, esta associação empresarial está a liderar uma missão empresarial ao Gana. A delegação de empresários foi já recebida em Accra, capital do país, pelo Diretor do Centro de Promoção do Investimento no Gana, Richard Adjei e pelo CEO da Câmara de Comércio deste país, Mark Badu-Aboagye.

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, partiu na terça-feira para o Gana com um conjunto de empresas da região, convicta de que este país seria uma boa aposta para os negócios do Ribatejo. A associação estava certa e a missão empresarial, a primeira realizada pela NERSANT a este país, está a ser um sucesso.

A associação empresarial e as empresas participantes foram recebidas no primeiro dia de trabalhos pelo Diretor do Centro de Promoção do Investimento no Gana, Richard Adjei e pelo CEO da Câmara de Comércio deste país, Mark Badu-Aboagye, encontros onde as empresas ficaram a conhecer o potencial do Gana, país em franca expansão e com oportunidades de negócio para as empresas portuguesas, e a abertura deste país à realização de negócios com empresas da região.

Após os encontros institucionais, os empresários iniciaram o cumprimento do plano de reuniões com empresas do Gana, previamente agendadas pela NERSANT. Os empresários presentes encontram-se bastante agradados com o potencial do país e com a missão, estando as reuniões B2B a mostrar-se frutíferas para as empresas da região. Neste momento, existem reais oportunidades de negócios entre os dois países.

Integram a missão empresarial ao Gana empresas do Ribatejo de diversas áreas de negócio, como os cereais (moagem e equipamentos), massas alimentícias, vinho, metalomecânica e produção de reboques.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:37
link do post | comentar | favorito
|

“Feira de Magos”

“Feira de Magos” decorrerá entre os dias 06 e 15 de Maio

Neste conceito, a Câmara Municipal irá agregar os divertimentos e comércio de feira, com as vertentes equestre, taurina e agrícola, fazendo da feira um ícone da nossa identidade concelhia.

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:35
link do post | comentar | favorito
|

Piquenique da Quinta-Feira de Espiga

unnamed.jpg

No próximo dia 5 de maio - Feriado Municipal no Cartaxo - a Quinta-Feira da Espiga volta às margens do Tejo.

A Câmara Municipal do Cartaxo e a Comissão das Comemorações dos 200 Anos de Elevação do Cartaxo a Concelho convidam as associações e a população a recriar as romarias ao campo para a apanha da espiga.

Venha fazer renascer a tradição.

Junte os amigos às papoilas e aos malmequeres, à espiga e ao ramo de oliveira.

Venha passar o dia ao Parque de Merendas de Valada.

Traga o almoço, as crianças, as conversas demoradas e a família.

Faça um piquenique e fique para assistir às surpresas que sobem ao palco a partir das 15h00.

Dia 5 de maio a tradição volta a ser o que era.

A Quinta-Feira da Espiga conta consigo para voltar às margens do Tejo.

Não falte!



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:40
link do post | comentar | favorito
|

RECRIAÇÃO DE UMA ROMARIA NO DIA 8 DE MAIO EM TOMAR

95ae6e57-c382-455c-bfe2-0575a5d2b50f.jpg

O Conselho Técnico da Região dos Templários da Federação do Folclore Português e o Município de Tomar levam a efeito a recriação de uma romaria do princípio do século XX, no domingo 8 de maio em Tomar.

O evento inicia-se pelas 9h45 com a saída dos romeiros de várias ruas da cidade para o local da romaria, o Jardim do Mouchão, onde estarão disponíveis produtos tradicionais. De seguida os romeiros deslocam-se para a Igreja de São João Baptista, onde terá lugar a missa às 10h30. A procissão tem início por volta das 12h00 com o seguinte percurso: Praça da República, Rua Serpa Pinto, Avenida Marquês de Tomar, Jardim do Mouchão, Avenida Marquês de Tomar, Rua Silva Magalhães e Praça da República. As fogaças são aí benzidas e depois são acompanhadas pela Banda Republicana Marcial Nabantina até ao Jardim do Mouchão, onde durante a tarde haverá leilão de fogaças, tocadores de instrumentos tradicionais, cantadores ao desafio, jogos tradicionais (com a colaboração do Calma - Clube de Actividades de Lazer e Manutenção) e bailarico até às 17h30.

Participam nesta recriação os ranchos folclóricos do concelho de Tomar e da região dos Templários, o Grupo de Gaiteiros dos Brasões, bem como a Banda Republicana Marcial Nabantina.

O evento tem o apoio da Federação do Folclore Português, do Município de Tomar, da Paróquia de São João Baptista e da União de Freguesias de São João Baptista e Santa Maria dos Olivais.

Pede-se aos moradores das ruas do percurso da procissão que coloquem colchas nas janelas.

A organização convida a população a estar presente para assistir a esta recriação de uma romaria no domingo 8 de maio e relembrar as vivências do passado.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:38
link do post | comentar | favorito
|

Operação Ignição Zero - Balanço

879d1f43-4ca5-4dc8-8e42-2490477b35d0.png 

O Comando Territorial do Santarém através do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA) e do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), no âmbito da Operação Ignição Zero”, desenvolveu durante os meses de março e abril,  diversas ações de sensibilização junto da população, no que se refere à prevenção de incêndios.

Estas ações tiveram como objetivo alertar para a importância de procedimentos preventivos a adotar, nomeadamente sobre o uso do fogo, limpeza e remoção de matos e manutenção das faixas de gestão de combustível, consciencializando, assim, para a problemática da defesa da floresta contra incêndios, e de incentivo às boas práticas e ao respeito pela natureza, salvaguardando também aí a sustentabilidade e o futuro da nossa floresta.

Também, complementarmente à sensibilização, os militares desenvolveram  ações de identificação de situações de incumprimento relativo à gestão de combustíveis, com o intuito de reduzir o número de ocorrências e minimizar o risco de incêndio florestal, procedendo, numa fase posterior, a ações de fiscalização.

As fiscalizações, decorreram nos concelhos de Alcanena, Ourém, Rio Maior, Santarém, Tomar e Torres Novas, abrangendo um total de 69 freguesias, tendo sido detetadas 1108 infrações, em 292 571 parcelas de terreno.

As infrações detetadas pelos militares vão agora ser transmitidas ao Gabinete Técnico Florestal que notificará os proprietários para efetuarem a limpeza dos terrenos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:35
link do post | comentar | favorito
|

Formalidades às Condições de Trabalho em análise no Cartaxo

transferir.png

 O apoio às empresas da região do Ribatejo tem sido uma constante da NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, que organiza sistematicamente seminários e sessões de esclarecimento sobre temas diversos. Desta vez a associação convidou a ACT para falar sobre as "formalidades às condições de trabalho", no Cartaxo.

O seminário vai realizar-se no dia 19 de maio, pelas 17h00, no Hotel Quinta das Pratas, com inscrição gratuita para todas as empresas que queiram participar. Com este evento, a NERSANT pretende sensibilizar os trabalhadores, empregadores e restante comunidade para a problemática da segurança e saúde no trabalho.

Por este motivo, as obrigações em matéria laboral e de segurança e higiene no trabalho serão o tema a aprofundar no seminário, que conta com as intervenções técnicas dos inspetores do trabalho Ana Cristina Cardoso e João Caneira.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:57
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Abril de 2016
Mira Amaral e Augusto Medina no Ribatejo para debater "Política Industrial para o Século XXI"

unnamed.jpg

No dia 01 de junho, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém e a CIP - Confederação Empresarial de Portugal, realizam em Torres Novas uma sessão sobre a "Política Industrial para o Século XXI". O objetivo é debater com os empresários o papel da indústria no crescimento económico e do emprego em Portugal.

O evento insere-se no Ciclo de Debates CIP 2016, e vai decorrer na sede da NERSANT, em Torres Novas, no dia 01 de junho pelas 17h00. A sessão conta com a presença da Presidente da Direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael e ainda com as intervenções de Luís Mira Amaral e Augusto Medina, que irão falar, respetivamente, sobre a reindustrialização para o século XXI e indústria 4.0 e a aplicação e ponto de situação do Portugal 2020 às empresas portuguesas.

Segue-se a realização de um debate onde se pretende a intervenção dos empresários da região do Ribatejo. De referir que o Ciclo de Debates CIP 2016 levará este tema a cinco cidades portuguesas e com o qual se pretende juntar as forças vivas de cada região para debater, com os empresários, o papel da indústria no crescimento económico e do emprego em Portugal.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:36
link do post | comentar | favorito
|

Touros levam milhares a Samora Correia

Feira Anual e XI Semana Taurina até 8 de maio

6595b1d9-048d-4450-b1b3-8480640aa3cf.jpg

A cidade de Samora Correia assume-se como a capital do Touro Bravo até 8 de maio. Arranca esta quinta-feira, às sete da tarde a Feira Anual que será seguida da XI Semana Taurina.
Uma maratona de 11 dias com largadas de touros, novilhos, vacas e bezerros promove a festa brava. O programa inclui eventos dedicados às crianças, jovens e mulheres no intuito de alargar a captação de novos aficionados.
A Junta de Freguesia decorou a cidade a preceito para receber milhares de aficionados.
Este ano a ganadaria selecionada foi José Dias, que apresenta um conjunto de touros puros e em pontas (sem proteção nos cornos), aumentando a expectativa de recortadores e aficionados.
O Largo do Calvário apresenta um conjunto de artefactos que facilitam a vida aos recortadores e transformam o recinto num espaço de diversão permanente.

Estão em Samora Correia os melhores recortadores vindos de várias regiões do país, inclusive dos Açores. Jovens que desafiam os touros em passes acrobáticos sendo verdadeiros toureiros sem capote. Este ano repete-se a largada de vacas e bezerros para mulheres e crianças e uma demonstração de toureio pela Escola José Falcão e Escola de Toureio de Azambuja num incentivo ao gosto pela festa brava e ao aparecimento de novos toureiros.

A Junta de Freguesia de Samora Correia vai evocar a memória do aficionado samorense Sérgio Perilhão atribuindo pela primeira vez o prémio com o seu nome.
A organização aposta num programa diversificado como foi apanágio dos anos anteriores com animação ibérica com fado no Pátio da Junta e música de Portugal e Espanha. O Centro Cultural de Samora acolhe o tradicional encontro de bandas taurinas num concerto exclusivo de passodoble e a Gala Taurina da Iris FM produzida por Maurício do Vale.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:34
link do post | comentar | favorito
|

Município de Azambuja aprovou 22.450 euros de apoios às IPSS

O Executivo Municipal de Azambuja aprovou, na sua última reunião ordinária, uma verba global de 22.450,00 euros para apoio a um conjunto de nove Instituições Particulares de Solidariedade Social que atuam no concelho ao nível da infância, da terceira idade e da pessoa portadora de deficiência. A medida dá expressão ao reconhecimento da autarquia pelo meritório papel desempenhado no dia-a-dia por estas entidades em prol do bem estar das populações.

O critério de atribuição contempla o valor de 10,00 euros por cada utente, sendo garantido o subsídio mínimo de 1.000,00 euros às instituições de menor dimensão. Serão beneficiadas com estes apoios o Centro Social Paroquial de Azambuja (5.570,00€); o CSP de Aveiras de Cima (4.100,00€); o CSP de Aveiras de baixo (1.000,00€); o CSP de Alcoentre (1.000,00€); a Santa Casa da Misericórdia de Azambuja (4.100,00€); a Casa do Pombal “A Mãe” (1.000,00€); a Associação Nossa Sra. do Paraíso (1.000,00€), a Casa do Povo de Manique do Intendente (1.000,00€); e a CERCI-Flor da Vida (3.680,00€).

 

Nesta sessão, realizada na Freguesia de Alcoentre, dando continuidade ao plano de reuniões descentralizadas por todo o concelho, foram ratificados os despachos do presidente referentes ao contrato de subarrendamento do imóvel onde a Câmara Municipal instalou recentemente o “Espaço Sénior”, na vila de Azambuja, bem como à aquisição do serviço de televisão por cabo para as referidas instalações. Recorde-se que se trata de um espaço destinado ao convívio, aberto ao público, e situado no Largo do Rossio, bem no centro da sede de concelho.

 

Foi, igualmente, deliberado acolher no município vários estudantes para a realização dos respetivos estágios. Um aluno da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar será integrado no Posto de Turismo, enquanto 7 formandos de cursos profissionais da Escola Secundária de Azambuja farão a sua experiência em “contexto de trabalho” junto dos serviços de Proteção Civil, Urbanismo e Obras Municipais.

 

Por fim, foi aprovada uma proposta de retificação às peças do procedimento do concurso público para aquisição de refeições escolares realizado pela Central de Compras Eletrónica da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:32
link do post | comentar | favorito
|

CARTAXO CELEBROU DIA DA LIBERDADE

 

  • Presidente da Câmara convidou todas as forças políticas que apresentaram projetos às últimas eleições autárquicas, a intervir na Sessão.
  • Pedro Magalhães Ribeiro, destacou poder local como “uma das maiores conquistas da Revolução” e o “respeito pela democracia, pela vontade do povo expressa em votos, como um valor inalienável de Abril”.

 

A Praça 15 de Dezembro, no Cartaxo, recebeu as Comemorações do 25 de Abril de 1974 numa Sessão Solene que contou com intervenções do presidente da Câmara Municipal, Pedro Magalhães Ribeiro e do presidente da Assembleia Municipal, Gentil Duarte, assim como de representantes das forças políticas que apresentaram projetos políticos no Cartaxo, nas últimas eleições autárquicas.

 

A anteceder as intervenções, decorreu o habitual desfile das viaturas dos Bombeiros Municipais do Cartaxo, e a homenagem da Câmara Municipal aos Combatentes da Guerra Colonial – com a colocação de uma coroa de flores junto ao Monumento aos Combatentes.

 

A Sessão Solene encerrou com a atuação da Classe de Ballet do Ateneu Artístico Cartaxense, à qual se seguiu a Largada de Pombos e a abertura da exposição Cartazes do 25 de Abril, que apresenta uma retrospetiva de cartazes de cariz político e que se mantém no átrio do edifício sede da Câmara, numa iniciativa da Área de Serviço – Projeto de Criação Teatral.

 

Programa das Comemorações incluiu iniciativa do Conselho Municipal da Juventude

As Comemorações aliaram, à componente institucional, manifestações de caráter desportivo e cultural, num programa que se iniciou no dia 23 de abril com a apresentação do livro Abril Depois de Abril, na Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita, e vai encerrar no próximo dia 29 de abril, com a projeção do filme As Ondas de Abril, de Lionel Baier – dois jornalistas da Rádio Suíça são apanhados de surpresa pela Revolução dos Cravos e registam, em direto e ao vivo, o espírito da revolução.

 

O Programa das Comemorações incluiu ainda uma iniciativa do Conselho Municipal da Juventude, que decorreu no dia 24 de abril – o 1.º Quiz CMJ –, organizado pelas associações e juventudes partidárias representadas naquele conselho. A iniciativa levou ao Mercado Municipal mais de três dezenas de pessoas, na sua maioria jovens, para assistirem ao desempenho das cinco equipas que responderam a 45 perguntas sobre a Revolução dos Cravos.

 

No dia 25 de Abril, para além da Sessão Solene, decorreram ainda outras iniciativas – no Estádio Municipal, crianças, jovens e famílias, participavam nas Corridas da Liberdade e o centro da cidade recebeu, durante a tarde, o desfile Taurino que culminou na Praça de Touros com o Festival Taurino.

 

Presidente da Câmara apontou Poder Local como uma conquista de Abril que “a todos cabe cumprir”

Pedro Magalhães Ribeiro encerrou as intervenções na Sessão Solene de Comemoração do 25 de Abril, sublinhando o poder local como “uma das maiores conquistas de Abril”, destacando a importância de “hoje termos aqui presentes as seis forças políticas que apresentaram projetos políticos para o Cartaxo, nas últimas eleições autárquicas”.

 

Para o autarca, “o facto de conseguirmos hoje, estar aqui unidos no mesmo propósito, que é celebrar a democracia – para além das nossas diferenças de pensamento político ou de visão para o Cartaxo que queremos construir hoje e legar para o futuro –, é o mais elevado contributo que podemos dar para honrar os que em 25 de Abril de 1974, conquistaram, para nós, a liberdade, a igualdade de oportunidades, a eleição pelo voto popular e universal. Estar aqui é respeitar o sentido desse mesmo voto, é estamos dispostos a partilhar com elevação e dignidade, com humildade, o espaço político que a vontade popular, que a democracia, nos concedeu”.

 

Para Pedro Magalhães Ribeiro, “a mensagem que aqui deixamos aos nossos concidadãos é a de que para além de tudo o que nos possa separar enquanto cidadãos ou cidadãs livres, existe um compromisso com a democracia e com a liberdade, que nos une”.

 

“Temos que nos unir no essencial”, afirmou o presidente da Câmara, apelando “ao entendimento por parte de todas as forças políticas de que “podemos e devemos ter ideias diferentes, conceções distintas de como resolver o que é urgente no concelho”, mas “o essencial é trabalhar, todos os dias, para que as gerações vindouras tenham futuro na terra que os viu nascer, ou que escolheram para realizar os seus projetos de vida, sejam pessoais, sejam profissionais”.

 

A promoção do poder local como espaço de decisão partilhada “foi assumido, por este Executivo, como um compromisso diário”, referindo-se quer ao convite a todas as forças políticas para intervir “nestas sessões públicas”, mas também para apresentarem propostas e contributos para “questões e desafios que se colocam hoje, mas cujas soluções, terão relevância para as gerações futuras”.

 

Também a construção “de espaços de participação pública”, abertos a todos os cidadãos, foram referidos pelo autarca, “quer a Câmara Municipal, quer a Assembleia Municipal, descentralizaram reuniões e sessões em todas as freguesias do concelho, para que possamos ouvir as pessoas e ter em conta as suas ambições, problemas e propostas”. Este é também um modo de “na ação diária, cumprir Abril, cumprir a democracia”, e responder “aos sinais preocupantes de desagrado que são crescentes na relação entre os cidadãos e os seus representantes: abstenção nos atos eleitorais, indiferença cívica, descrença nas instituições, desconfiança em relação à política e à justiça, distanciamento dos partidos”.

 

Tal como em intervenções anteriores, Pedro Magalhães Ribeiro continua a colocar a tónica no envolvimento, como “palavra-chave na construção do nosso futuro coletivo”, afirmando que “ninguém é dispensável” e “em democracia, há que respeitar a soberana decisão dos cidadãos”.

 

As “graves dificuldades que o Cartaxo, tal como o país, enfrenta, vão ser ultrapassadas”, mas este é um “caminho que exige sentido de responsabilidade e consciência do muito que temos de fazer para que a nossa terra volte a ser uma referência de qualidade de vida, na nossa região”, assumindo “uma vontade positiva de mudança, alicerçada no envolvimento de todos, para construirmos os compromissos necessários, os acordos duradouros e os consensos sólidos que a gravidade desta hora exige”.

 

Para que esta nova atitude seja real “a verdade e a transparência são essenciais à criação de confiança e à mobilização das pessoas”. O facto do município do Cartaxo ter obtido a melhor classificação no índice de transparência municipal, desde sempre, “subindo 175 lugares, num ranking independente, em 2 anos”, é um sinal positivo de que as premissas da democracia também aqui estão a ser cumpridas.

 

A aposta na educação, na cultura e na identidade diferenciadora do Cartaxo, como fatores de desenvolvimento, foram também referidas pelo autarca – “a educação deve ser tida como uma responsabilidade coletiva”, afirmou, lembrando que “cerca de 40% da nossa população não tem mais do que o 1.º ciclo do ensino básico, são 10 mil pessoas. Há que inverter estes números e contribuir de todos os modos ao nosso alcance, para a promoção da formação qualificada dos nossos concidadãos”, porque “não há igualdade de oportunidades, quando o acesso à educação falha”.

 

A encerrar a sua intervenção, Pedro Magalhães Ribeiro repetiu “este é um tempo que nos convoca a todos. A esperança num tempo melhor tem sempre de existir em cada um de nós. Nesta praça que o povo invadiu, em alegria e festa, há 42 anos, evoco hoje a liberdade, inseparável da responsabilidade, da justiça, mas ainda mais da solidariedade entre gerações entre géneros, entre instituições”.

 

Homenagem e elogio aos militares de Abril esteve presente nas intervenções de todas as forças políticas

Presidente da Assembleia Municipal e forças políticas que intervieram na sessão, foram unânimes no elogio aos militares de Abril, com destaque para a importância de Salgueiro Maias, quer na conquista da liberdade, quer como exemplo de respeito pelos valores democráticos.

 

Gentil Duarte, presidente da Assembleia Municipal, afirmou que “neste ano, em que procuramos lembrar também aqueles que antes e depois de 10 de dezembro de 1815, contribuíram para construção da nossa comunidade e do município”, gostaria de valorizar a “importância de dar testemunho” – referindo-se ao testemunho que os que viveram a Revolução, devem dar aos mais jovens – “é imperativo darmos testemunho de que esse tempo, era um tempo sem esperança, em que o futuro dos jovens, era o da pobreza, da emigração ou o da mobilização para uma guerra colonial, onde em nome duma causa injusta, os jovens tinham como destino uma morte ou uma invalidez antecipadas, ou para muitos, que ainda hoje carregam uma vida com os traumas e tristezas que as guerras sempre provocam”.

 

Para o presidente da Assembleia Municipal, dar testemunho do 25 de Abril é “sobretudo encarnar o seu espírito, transmitindo e praticando os valores da democracia, da liberdade, do respeito pela diferença e do desenvolvimento económico e social. Dar testemunho é dar exemplo e apelar e chamar os mais jovens para a participação cívica, isoladamente ou nas associações, na vida pública e nos órgãos representativos definidos pela nossa Constituição da República”.

 

Gentil Duarte referiu o concelho do Cartaxo, afirmando que dar testemunho “também passa por, de uma forma determinada, resolver e procurar as soluções mais adequadas para os inúmeros problemas de que o nosso concelho ainda padece”. Considerando que “o caminho não é fácil, não será isento de erros, e não será rápido”, mas “progressivamente estamos a seguir um caminho justo, equilibrado, participado e capaz de trazer novamente o Cartaxo para o lugar de progresso e de justiça social”.

 

Da parte da Assembleia Municipal, “órgão fiscalizador da atividade do executivo e representativo das diversas posições políticas concelhias”, Gentil Duarte deixou o compromisso de que a Câmara “terá sempre o contributo, a colaboração e a opinião crítica mas construtiva, absolutamente necessária à construção dos caminhos mais eficazes para a solução dos problemas da nossa terra, e para a persecução de políticas eficazes que contribuam para a melhoria da qualidade de vida dos nossos concidadãos e para o desenvolvimento do nosso concelho”.

 

Para o CDS, representado na sessão Solene por Ana Paula Inglês, “abre-se, cada vez mais, uma nova dimensão do 25 de Abril”, porque “a liberdade não pode ser mais a memória da conquista, tem antes de ser o presente que se constrói”.

 

“Urge agora refletir se o caminho que tomámos durante estes 42 anos e que mereceu a intervenção externa do FMI e demais instituições financeiras internacionais, por três vezes, nesta jovem democracia, não é cerceador, castrador e um espartilho da liberdade e soberania que devíamos ter consolidado a partir da Revolução”, questionou Ana Paula Inglês.

 

Numa leitura que afirmou como “de cidadania, apartidária, serena e já com alguma distância desde a última intervenção externa em Portugal”, explicou que “desperdiçámos muito do nosso tempo, do nosso esforço – dos da minha geração e das gerações anteriores – a contornar, a corrigir, a pagar os erros de governantes. Faltou sempre responsabilização”.

 

A necessidade de refletir e evocar estes factos “num dia como o de hoje”, prende-se com o entendimento de que é “justamente, em cerimónias desta natureza e, na data-mãe da democracia para Portugal, que devemos dar valor ao que conseguimos e atentar no que perdemos”. Para Ana Paula Inglês, este não é o dia para “discutir políticas ou partidos”, mas sim “para olharmos para este período como um todo e percebermos que temos de fazer muito melhor do que fizemos”.

 

Para a representante do CDS, o ensino e a justiça, são dois desafios que Portugal tem pela frente. Evocando os resultados ao nível da alfabetização, do alargamento da rede de escolas, do incremento da escolaridade obrigatória e dos excelentes resultados ao nível do ensino superior, afirmou que “Ensino é qualificação, ensino é formação, ensino é educação para a cidadania. E é também preparação para um mercado competitivo. As universidades têm de dar muito mais e as empresas têm de saber corresponder”. Quanto à justiça, reconheceu a sua “evolução significativa”, mas afirma ser necessário que esta seja “mais célere, mais rigorosa, mais justa”.

 

Ana Paula Inglês terminou a sua intervenção explicado a escolha da educação e da justiça como os principais desafios “é que onde há conhecimento, onde há justiça, onde há responsabilidade e respeito, haverá sempre liberdade”.

 

Francisco Colaço, em representação do Bloco de Esquerda afirmou que o 25 de Abril valeu a pena, mas “não podemos descansar à sombra dos heróis de Abril”, destacando a necessidade de preservar “o espírito de Abril” para que se lhe possa dar continuidade e não perder a sua memória – defendendo, também, a necessidade de divulgar Abril às novas gerações, para que possam com a sua rebeldia, contribuir para combater “a corrupção, o compadrio, a destruição nacional, a pobreza, a usurpação do interesse público “.

 

O Cartaxo e o país foram referidos na intervenção de Francisco Colaço, defendendo que “o Cartaxo tem de ter soluções, coragem, dinâmica”, enquanto o próprio país deve voltar aos “caminhos de Abril, da responsabilidade, da justiça social, da transparência, da verdade, do emprego e do desenvolvimento”.

 

Délio Modesto Pereira, interveio na Sessão Solene em representação da CDU – Coligação Democrática Unitária, destacando a importância da “Constituição da República”, que considerou “uma das mais avançadas, senão a mais progressista da europa e que necessita que os portugueses a defendam com todas as suas forças”.

 

Para a CDU “dos 3 Ds que faziam parte do programa do MFA, apenas um foi inteiramente concretizado – a descolonização”, defendendo que muito há a fazer no que respeita à democratização e ao desenvolvimento.

 

As dificuldades enfrentadas pelo país e pelo concelho nos últimos anos, foram apontadas por Délio Modesto Pereira, referindo as dificuldades vividas pelos trabalhadores e empresas – “como o encerramento da Impormol e o futuro incerto, de mais de cento e oitenta trabalhadores” –, sendo necessário “que nos deixem pôr a economia a funcionar, o país a produzir para criar mais postos de trabalho, acreditando na capacidade criativa e humana dos portugueses”.

 

Em representação do PSD, Gonçalo Gaspar lembrou o papel determinante e exemplar de Salgueiro Maia que “como vencedor, cumpriu Abril, em nome do povo” e que apontou como “referência da liberdade, da consciência cívica, do humanismo e dos direitos humanos”.

 

Gonçalo Gaspar afirmou, ainda que “nunca nos podemos esquecer que devemos aos jovens militares esse legado”, referindo-se à transformação “inegavelmente para melhor” que o 25 de Abril de 1974, permitiu ao país – “o nosso povo evoluiu social, económico e culturalmente”.

 

Relevando a importância da liberdade adquirida, afirmou haver quem “ainda hoje afirme que a Liberdade pertence a um grupo de pessoas ou mesmo a um espectro político e ideológico, que enchem a boca com a palavra democracia como se fossem os paladinos da mesma, estão muito longe de saber o que significa a palavra Liberdade e nunca saberão o seu efeito prático”.

 

A realidade do concelho fez também parte da intervenção do PSD que lembrou que o Cartaxo “nunca conheceu outra força política a liderar os destinos do nosso concelho do que o Partido Socialista”, declarando “também é verdade que sempre foi através de uma escolha livre e democrática concedida pelos cartaxeiros”. Na sua intervenção o PSD destacou que “respeitamos sempre o voto popular”, e terminou a sua intervenção apelando à população do Cartaxo para que “façam com coragem, cumprir Abril nas próximas eleições quando forem chamados a eleger os titulares do poder autárquico do concelho do Cartaxo”.

 

Ana Catarina Vieira, que interveio em representação do movimento independente PV-MPC – Paulo Varanda – Movimento pelo Cartaxo, destacou a importância de “no aniversário dessa que foi a Revolução determinante na viragem do panorama político do nosso país”, comemorar também “a Constituição da República Portuguesa de 1976. Essa que foi a primeira Constituição aprovada por uma Assembleia Constituinte eleita por sufrágio Universal”.

 

Ana Catarina Vieira, afirmou que a sua geração, que pela “tenra idade” não pôde ser participante ativa na Revolução tem responsabilidade acrescida. Como “herdeiros de Abril, (temos) o dever moral de perpetuar a memória e o ideário de Abril de 1974. Como herdeiros, devemos ser os atuais impulsionadores e revolucionários de Abril para as gerações vindouras. Uma revolução que se impõe seja de mudança e encontro de mentalidades, atitudes e valores”.

 

Para o PV-MPC, “cumpre-nos falar, participar, colaborar na defesa de direitos e procura ativa de soluções para um futuro melhor. Para que as nossas crianças e os nossos jovens possam vir a recordar-se de nós com o orgulho e gratidão com que nós nos recordamos dos nossos antepassados e do que por nós fizeram”. Também o tempo de “descrença, descrédito e desconfiança das pessoas, das instituições e da justiça”, leva ao afastamento cada vez maior dos jovens e dos cidadãos em geral, com elevadas taxas de abstenção no “exercício de um direito, que constituiu uma das mais importantes heranças da Revolução de Abril e da Constituição de 1976, o direito ao voto”.

 

Ana Catarina Vieira apelou a que todos continuem a “acreditar que é possível, acreditar que somos capazes de avançar”, deixando “conjeturas e ataques pessoais” retirando ensinamentos do passado “saibamos ser um exemplo. Sejamos um exemplo”.

 

Pedro Nobre, em representação do PS, destacou o que “a revolução nos deu”, elencando o poder local democrático, a liberdade de expressão, opinião e manifestação, o princípio da igualdade perante a Lei, a igualdade de género, de oportunidades, o direito à educação, à saúde, à cultura, ao trabalho e à segurança social, ou ao trabalho e à segurança social.

 

Lembrando os “momentos particularmente difíceis” que Portugal e a Europa enfrentam, afirmou haver “falta de uma ideia e rumo para a Europa, quer ao nível de um modelo de desenvolvimento, quer ao nível do seu posicionamento geo-estratégico”, com a Europa “refém de uma gestão política puramente economicista, completamente à mercê dos mercados financeiros e especulativos”.

 

Afirmando que “a política tem no seu objetivo primeiro, defender a causa pública e o bem comum no melhor interesse de todos, por via da implementação de medidas que permitam um crescimento sustentado com mais e melhor distribuição da riqueza”, atribuiu ao poder local “com as suas políticas de proximidade à população” a capacidade de “ajudar a ultrapassar as dificuldades e os desafios que se nos deparam”.

 

No pano concelhio, defendeu que “apenas conseguiremos atrair investimento e despertar interesse no nosso concelho se conseguirmos valorizar as nossas características e o que temos para oferecer, numa lógica de desenvolvimento regional, em parceria com os concelhos vizinhos com base na sua diferenciação”.

 

O PS apelou ainda à participação dos jovens e dos cidadãos “todos temos o dever de ser capazes de fazer mais e melhor. Ao invés de apenas reclamarmos pelos nosso direitos perdidos e de exigirmos que as coisas mudem, todos temos o dever de trabalhar e contribuir para uma realidade melhor, pois se não formos nós a fazê-lo ninguém o fará por nós certamente”.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:43
link do post | comentar | favorito
|

Comunicado do PSD Cartaxo

Na última Assembleia Municipal do Cartaxo, o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo voltou a faltar à verdade!

Socorrendo-se da forma de discursar de um treinador de futebol conhecido, o Dr. Pedro Ribeiro, afirmou que o PSD Cartaxo não contribuiu com nenhuma proposta para o Orçamento de 2016. “Partido Social Democrata, bola!” – disse ele.

Esta não foi a primeira vez que o presidente da Câmara do Cartaxo menorizou o contributo político do PSD Cartaxo, nomeadamente no que toca a dossiers como sejam Orçamento e o Fundo de Apoio Municipal. Para o PSD Cartaxo, é muito fácil desmentir o Sr. Presidente de Câmara, bastando para tal lembrar as intervenções dos eleitos do PSD Cartaxo, nomeadamente na Câmara Municipal e na Assembleia Municipal.

Para o caso concreto, bastará atentar na ata que foi feita, pelos serviços camarários, após a reunião entre os representantes do PSD e a Câmara Municipal representada pelo Presidente e Vice-Presidente da Câmara. A reunião decorreu no dia 22 de Setembro de 2015, teve como ordem de trabalhos a recolha de contributos para a elaboração do orçamento municipal. A ata que aqui nos permitimos anexar reflete de forma sumária, mas para o efeito esclarecedora, a discussão de propostas que o presidente do PSD Cartaxo, José Augusto de Jesus, levou ao presidente da Câmara do Cartaxo.

E para estas propostas, O PSD Cartaxo teve oportunidade de destacar as dificuldades da Câmara do Cartaxo como condicionante das mesmas. Saudou a iniciativa do orçamento participativo, e apresentou as suas duas principais preocupações para o orçamento de 2016: a recuperação da rede viária, sobretudo na cidade do Cartaxo, bem como a beneficiação dos espaços verdes e de lazer.

Além destas propostas, o PSD apresentou outras que se encontram no documento anexo. Como se diz no documento, o Sr. Presidente da Câmara, “agradeceu as propostas apresentadas”.

Repetir, como tem feito o presidente da Câmara, afirmações que não correspondem à verdade, não as tornarão em factos verdadeiros!

 

O PSD Cartaxo lamenta esta postura do Sr. Presidente da Câmara. Em vez de tentar criar factos políticos falsos, o presidente do nosso município deveria estar preocupado em cumprir as suas promessas!

E desde logo, cumprir o que a ata anexa expressa: “repavimentar alguns troços da rede viária e intervir na Quinta das Correias”, por exemplo.

 

 

A propósito da Prestação de Contas de 2015

 

O PSD Cartaxo aproveita para reforçar o que os seus eleitos expressaram nas últimas sessões da reunião de Câmara e da Assembleia Municipal. A câmara continua a assegurar as suas funções essenciais, os salários e o serviço da dívida são pagos, tudo graças ao PAEL, ao ATU, ao IMI e outros impostos com taxas máximas.

Se não fossem estes empréstimos a Câmara Municipal do Cartaxo já teria fechado portas!

 

É preciso salientar, registando e acompanhando as reservas e ênfases do Revisor Oficial de Contas:

  • a existência de fundos próprios negativos em €. 19.250.310,00, um passivo que aumentou de 2014 para 2015 em €. 1.164.034,01! Trata-se de um grave desequilibro financeiro com condicionalismos para a gestão orçamental presente e, sobretudo, para exercícios futuros.
  • O resultado líquido negativo do exercício de 2015 no montante de €. 89.583,00.
  • Para o Balanço final de 2015, é registada na coluna dos “Outros devedores” do ativo €. 13.210.075,00 e nos “Proveitos diferidos” do passivo €. 17.966.667,00. Para tal contribui a questão da Cartágua, onde é referida a análise do ERSAR que refere que a retribuição a pagar pela Cartágua, no seguimento da revisão do contrato em 2013 passa de 23 milhões para 14 milhões. São menos 9 milhões! A indefinição do quadro contratual entre o Município do Cartaxo e a Cartágua gera dúvidas quanto à justeza dos valores.
  • O incumprimento face à lei dos compromissos.
  • A fraca execução orçamental, sobretudo devida à rúbrica de "outras receitas correntes" em que o orçamentado foi de €. 20.353.329,00 e o realizado foi somente €. 78.532,00 (0,39%).
  • O incumprimento da regra do equilíbrio orçamental.

 

 

A Câmara do Cartaxo precisa de olhar também para a economia, precisa de ter verdadeiras políticas autárquicas de sustentabilidade e desenvolvimento.

Não basta ao “treinador” Pedro Ribeiro passar os “90 minutos” deste mandato a insistir que a culpa dos maus resultados é dos “treinadores anteriores”, sem fazer as “alterações tácticas” que o “jogo” lhe exige!

É preciso, por exemplo, dinamizar as zonas industriais do concelho, nomeadamente o “Casal Branco” e o “Valleypark”; retirar rendimentos do estacionamento do Parque Central; rever a Tabela de Taxas e Licenças do município; entre outras medidas.

 

Só com políticas autárquicas de sustentabilidade e desenvolvimento, o Município poderá ultrapassar a crise que os sucessivos executivos do Partido Socialista lhe impuseram, criando emprego, arrecadando receita para investir na qualidade de vida dos nossos concidadãos.

 

A Comissão Política do PSD Cartaxo



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:40
link do post | comentar | favorito
|

NERSANT reúne entidades parceiras do seu ecossistema empreendedor

unnamed.jpg

 Líder no apoio ao empreendedorismo na região do Ribatejo desde 1998, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, dinamizou recentemente a criação de uma rede regional de parceiros com quem está a trabalhar para o desenvolvimento de mais e melhores empresas no Ribatejo. A associação convidou a rede para uma reunião, onde apresentou o plano de ação para o empreendedorismo para os anos 2016-2017.

"O apoio ao desenvolvimento do empreendedorismo tem de ser dinamizado em rede pelas entidades que constituem o Ecossistema Empreendedor da Região do Ribatejo, e que, através das suas distintas valências e competências, podem contribuir para desenvolver um trabalho integrado de apoio à geração de ideias inovadoras, à capacitação e qualificação dos empreendedores e dos seus projetos, e à criação de novas empresas", começou por referir a Presidente da Direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael, justificando o convite da associação para a reunião de apresentação do plano de ação para o empreendedorismo 2016 / 2017.

No encontro, a NERSANT começou por fazer um diagnóstico regional do empreendedorismo praticado no Ribatejo, destacando como pontos fortes a existência não só de entidades com competências, valências diversas e experiência no desenvolvimento do apoio ao empreendedorismo, mas também a existência de diversas infra-estruturas de instalação e incubação, concluindo que estão criadas todas as condições para um reforço das ferramentas de fomento ao empreendedorismo e apoio aos empreendedores no Ribatejo.

Neste sentido, a associação empresarial apresentou de seguida as atividades que irá desenvolver no âmbito do apoio ao empreendedorismo em 2016 e 2017. Do plano de ação fazem parte ações de fomento, capacitação, instalação, financiamento e aceleração de empresas, etapas onde todos os parceiros poderão ter "um papel a desempenhar". Por este motivo, todas as entidades foram convidadas a integrar, participar, contribuir e beneficiar desta estratégia, que pretende, em última instância, incrementar a competitividade da economia regional.

De referir que esta rede de parceiros foi criada no âmbito do Sítio do Empreendedor, programa de apoio ao empreendedorismo e criação de novas empresas da NERSANT, e que tem como missão desenvolver um trabalho integrado de apoio à geração de ideias inovadoras, à capacitação e qualificação dos empreendedores e dos seus projetos, e à criação de novas empresas. Nesta reunião estiveram presentes diversas entidades parceiras da NERSANT no âmbito do apoio ao empreendedorismo, nomeadamente IAPMEI, IEFP, CIMLT, CIMT, Instituto Politécnico de Santarém e Instituto Politécnico de Tomar, Garval, Clube de Business Angels de Santarém, AgroCluster Ribatejo, TagusValley, CTIC, Tagus, União das Misericórdias, União das IPSS’s, CGD, Caixa de Crédito Agrícola, Millennium BCP, Montepio Geral e Novo Banco.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:38
link do post | comentar | favorito
|

TOMAR: Biblioteca Municipal recebe Fase Distrital do Concurso Nacional de Leitura

A Biblioteca Municipal de Tomar vai acolher amanhã, dia 29 de abril, a final distrital do Concurso Nacional de Leitura (CNL), que é hoje a principal iniciativa do Plano Nacional de Leitura realizada pelas  bibliotecas públicas municipais.

Este Concurso, de âmbito nacional, desenvolve-se em três fases distintas. Durante a 1ª. fase, os concorrentes do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Secundário candidatam-se através das respetivas escolas. No início do 2º. trimestre, cada escola designa os três alunos vencedores de cada Ciclo e são esses os candidatos às Provas Distritais.

São estes candidatos (108 alunos, 75 do 3º Ciclo e 33 do Ensino Secundário) que a Biblioteca de Tomar vai acolher, juntamente com 27 professores das escolas concorrentes do distrito de Santarém.

Esta 2ª fase traduz-se na realização de provas, uma escrita e outra oral, esta última com uma forte componente de espetáculo, que integra um apresentador, prestações em palco por parte dos jovens concorrentes, um momento artístico oferecido por associações culturais do concelho, um lanche convívio e a distribuição de prémios e diplomas de participação.

Nesta prova, serão selecionados dois vencedores por distrito, um em cada nível de ensino, que competirão na Final Nacional com os vencedores dos restantes distritos e regiões autónomas.

O CNL tem como objetivo prioritário o desenvolvimento de competências de leitura, numa perspetiva lúdica e de satisfação pessoal. Esta iniciativa constitui o maior evento de promoção da leitura dirigido aos adolescentes envolvendo escolas e bibliotecas públicas municipais de todo o país.

A presença da Direção Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB) na Prova Distrital, bem como a da RTP (que, na qualidade de parceira do PNL, realiza uma reportagem por cada Biblioteca), asseguram a promoção deste Concurso.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:07
link do post | comentar | favorito
|

NERSANT e Millenium BCP celebram acordo de cooperação pelo empreendedorismo

unnamed.jpg

 Está já em vigor o protocolo de cooperação celebrado entre a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém e o Millenium BCP. O objetivo é criar um canal facilitador entre os projetos de empreendedorismo e auto-emprego apoiados pela associação empresarial e o acesso à banca.

Considerando a necessidade de se criarem as condições favoráveis para uma mais ativa participação do Millenium BCP nas preocupações e estratégias das políticas num futuro próximo, que deverão passar pelo reforço das parcerias com os setores da juventude, educação, emprego e economia, o banco criou o Millenium BCP Microcrédito, tendo sido com este organismo, na pessoa do seu representante João Fezas Vital, que a NERSANT, representada pela sua Presidente da Direção, Maria Salomé Rafael, assinou um acordo de cooperação pelo empreendedorismo.

Este protocolo, assinado na passada semana, tem como objetivo estabelecer a cooperação das duas entidades, que devem garantir, através das suas atividades, a identificação, estímulo e apoio à capacidade de iniciativa e a vocação empreendedora, com vista à criação de micro-empresas ou auto-emprego.

Da parte da NERSANT este trabalho já é realizado há largos anos pelo Sítio do Empreendedor, programa de apoio ao empreendedorismo e à criação de empresas na região do Ribatejo que para além do acompanhamento na fase de lançamento e consolidação da ideia de negócio, presta ainda apoio técnico à formalização das candidaturas ao financiamento, encaminhando posteriormente os projetos que acompanha para as diversas instituições bancárias que possam apoiar o projeto. Com este protocolo, o Millenium BCP passa a ser mais um dos bancos com quem a NERSANT trabalho no âmbito do apoio ao empreendedorismo, cabendo a esta instituição bancária a análise das candidaturas, informando os promotores dos projetos da recusa ou aprovação do mesmo no prazo máximo de 30 dias úteis, e a concessão de crédito aquando da aprovação do projeto, com um montante máximo de crédito por empreendedor de 25.000 euros. De acordo com o protocolo, o banco tem ainda como missão a promoção de ações de sensibilização junto de potenciais promotores de projetos de criação de micro-empresas ou auto-emprego.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:06
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Abril de 2016
VILA FRANCA DE XIRA: Parceria entre Escola e Família para o sucesso educativo debatida em Seminário

unnamed.jpg

 Esta quinta-feira, 28 de abril, no auditório da Escola Básica e Secundária Professor Reynaldo dos Santos, em Vila Franca de Xira, tem lugar o seminário: “Educação: um bem comum. Construindo trilhos para uma efetiva parceria entre a escola e a família”, numa organização da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e do Conselho Municipal de Educação.

O Encontro tem por objetivo refletir, com toda a comunidade educativa e interessados no tema, sobre a promoção da motivação para o ensino e para a aprendizagem; o impacto do envolvimento das famílias na escolarização dos seus filhos e a relevância da promoção da proximidade entre a escola e as famílias.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:35
link do post | comentar | favorito
|

Continuam a crescer as parcerias para os associados da Liga de Amigos da Secção de Bombeiros da Freixianda

0a46ce7d-6aca-4936-97f8-06e7fa9d1ec0.jpg

Campanha de Novos Associados da Liga de Amigos da Secção de Bombeiros de Freixianda 2016

Em 2016 a LASBF continua coma sua campanha de angariação de novos associados Ao fazer a sua inscrição terá as vantagens de sócio abaixo descritas :

Inscreva-se  como sócio e comece já a ter beneficios.

- Poupe 7 cêntimos/litro em todos os combustíveis e ao abastecer nos postos Alves Bandeira estará também a contribuir com um cêntimo/litro a favor da LASBF!

- TRANSPORTES EM AMBULÂNCIA NÃO URGENTE - DESCONTO
Transportes de Ambulância 20% (Marido e Mulher)

Nutrition and Wellness- Centro de Nutrição e Bem Estar - Caxarias 

SERVIÇOS PREÇO Bombeiros/sócios 
Consulta de Nutrição - 1º vez 18€ 16€ 
Consulta de Nutrição - Seguintes 12€ 10€ 
Consulta de Psicologia 25€ 17,50€ 
Consulta de Terapia da Fala 25€ 20€ 
Consulta de Podologia 35€ 30€ (1º consulta) 25€ (seguintes) 
Tratamento Antitabágico (Garantia 6 meses) 60€ 45€ 
Teste de Intolerância Alimentar 75€ 65€ 
Gel sobre a unha natural 12,5€ 11€ 
Gel com extensão 15€ 13€ 
Verniz gel 8€ 7€ 
Manicure simples 5€ 4€ 
Pedicure 7€ 6€ 
Tratmento de emagrecimento (eletroterapia) 20€ 12,50€

CONDÒTICA - Ourem , Fátima e Tomar

Descontos P/Asssociados
Consulta de optometria grátis
Armações 20 %
Lentes 20 %
Lentes de contacto 15 %
Produtos de manutenção 15 %
Óculos de sol 15 %

Aliança Médica - Caxarias

Descontos em dezenas de serviços e produtos
Oferta de Seguro dentário

 

Tudo isto por uma quota anual 12.00 Euros.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:40
link do post | comentar | favorito
|

ALTERAÇÕES AO TRÂNSITO NO CENTRO HISTÓRICO

A Câmara Municipal de Santarém informa que, devido à execução de obras inadiáveis na fachada e na cobertura do edifício com os n.os 20-40 na Rua 1.º de Dezembro, em Santarém, o trânsito vai estar sujeito, entre os dias 2 e 31 de maio de 2016, aos seguintes condicionamentos:

§  Suspensão da circulação rodoviária na Rua 1.º de Dezembro;

§  Suspensão da circulação rodoviária na Rua João Afonso para veículos com comprimento superior a quatro metros, permitindo-se apenas a circulação dos restantes veículos que se destinem à Rua Miguel Bombarda;

§  Alteração do sentido de circulação na Travessa dos Pasteleiros;

§  Alteração do sentido de circulação na Rua Vila de Belmonte, Calçada da Graça, Travessa das Borras, Largo Pedro Álvares Cabral, Rua Braamcamp Freire, troço da Rua Miguel Bombarda, Travessa de S. Brás e Travessa dos Capuchos, a fim de salvaguardar a acessibilidade rodoviária ao Centro Histórico da cidade.

Mais se informa que todas as alterações acimas referidas vão estar devidamente sinalizadas.

A Câmara Municipal de Santarém solicita a colaboração de todos os munícipes e pede compreensão para todos os incómodos que os condicionamentos possam causar.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:28
link do post | comentar | favorito
|

ALPIARÇA: CAMPEONATO NACIONAL DE CLUBES DE DUATLO EM ALPIARÇA

5 (1).jpg

EQUIPA DA CASA EM 3º LUGAR

No dia 25 de Abril, dia da Liberdade, Alpiarça foi palco da última etapa do Campeonato Nacional de Clubes de Duatlo, uma Prova Aberta e uma prova do Circuito Regional Jovem, organizado pelo Clube Desportivo “Os Águias de Alpiarça” e Federação de Triatlo de Portugal, com o apoio da Câmara Municipal de Alpiarça. As provas realizaram-se na estrada e à volta da barragem dos Patudos, num ambiente paisagístico que faz deste um dos melhores locais para estas provas.

A competição principal do dia, a etapa do CN de Clubes de Duatlo reuniu alguns dos melhores atletas nacionais. Disputada no formato sprint, (5,2km de corrida + 20,7km de ciclismo +  2,6km de corrida final), com o ciclismo em circuito pela Vila e as corrida à volta da barragem de Alpiarça. A vitória coube ao Rio Maior Triatlo, em femininos, seguida do Clube Olímpico de Oeiras e do Águias de Alpiarça, clube “da casa”. Nos homens o Sport Lisboa e Benfica suplantou toda a concorrência e angariou mais uma vitória no Campeonato Nacional de Clubes. Clube Olímpico de Oeiras e Núcleo Sportinguista da Golegã alcançaram o segundo e o terceiro lugar respetivamente.

Em termos individuais, o primeiro atleta a terminar foi Pedro Laginha Palma. O internacional do Sport Lisboa e Benfica arrancou mais uma vitória após a excelente prestação que obteve da Taça da Europa de Triatlo realizada em Quarteira. Terminou a prova isolado a mais de um minuto do segundo classificado. João Ferreira Pereira e Sérgio Manuel Silva, colegas de equipa pelo Clube Olímpico de Oeiras, completaram o pódio.

A competição feminina foi vencida por Andreia Ferrum (ex-Aguias de Alpiarça) que conseguiu distanciar-se da sua colega de equipa, o Rio Maior Triatlo, Ana Filipa Santos (também ex-Aguias). Luísa Condeço, do Águias de Alpiarça, fechou o pódio no terceiro lugar da classificação geral, regressando assim da melhor forma à competição, depois de uma paragem prolongada para recuperação de uma lesão.

 

A competição do Campeonato Nacional de Clubes foi antecedida por provas pontuáveis para o Circuito Regional Jovem e por uma Prova Aberta. Desta feita o Sport Lisboa e Benfica alcançou mais uma vitória nesta temporada em provas de escalões de formação tendo sido a melhor entre as equipas do Circuito Regional Jovem. O Águias de Alpiarça, clube da casa, classificou-se em 6º lugar.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:15
link do post | comentar | favorito
|

Banda da Força Aérea dá concertos pedagógicos em Azambuja Comemoração do Centenário da Aviação Militar Portuguesa

No âmbito da comemoração “Centenário da Aviação Militar Portuguesa”, amanhã dia 28 de abril, irão realizar-se em Azambujatrês concertos musicais pedagógicos, pela Banda da Força Aérea Portuguesa. A ação é dirigida às diversas turmas do pré-escolar e do 1º ciclo do Agrupamento de Escolas de Azambuja, e o local das atuações – às 10h00, 11h00 e 14h00 – será o auditório do Centro Social e Paroquial de Azambuja.

 

Portugal está, assim, a comemorar o “Centenário da Aviação Militar” e o Concelho de Azambuja está a ser palco de um leque de atividades agendadas, concretamente, para Vila Nova da Rainha, localidade considerada como “berço da Aviação Militar Portuguesa”. Efetivamente, foi ali que nasceu a pioneira Escola de Aeronáutica instituída pela Lei 162, de 14 de maio de 1914, promulgada pelo Presidente da República de então, Manuel de Arriaga.

 

Refira-se que o programa de celebrações terá maior relevo no próximo mês de julho, com destaque para o dia 17 de julho, data em que se assinalarão os 100 anos do voo militar inaugural, da autoria do tenente Santos Leite, em Vila Nova da Rainha.Entretanto, no passado dia 07 de abril, cerca de uma centena de alunos do 1º ciclo tiveram oportunidade de visitar a Base Aérea nº 1 e o Museu do Ar, localizados em Sintra.

 

Mais informações sobre o “Centenário da Aviação Militar”, em http://www.emfa.pt/www/po/unidades/artigo-100CAM-007.001

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:15
link do post | comentar | favorito
|

Tomar - Uma panóplia de sabores e muita animação no Congresso da Sopa

São 29 os participantes na 23ª edição do Congresso da Sopa, que vai decorrer no dia 7 de Maio no Mouchão Parque, em Tomar, a partir das 12h30. Pioneira na consagração da sopa como destino gastronómico, a iniicativa regressa com o mesmo vigor com que nos anos noventa do século passado haveria de revolucionar o mundo das festividades gastronómicas em Portugal, pela mão de Manuel Guimarães, estudioso da História e das tradições tomarenses e também critico de gastronomia. Com um título irreverente, hoje devidamente registado, o Congresso tomarense atreveu-se a fazer da sopa a vedeta, juntando ao apelo dos sabores a consciencialização da necessidade de uma alimentação saudável.

Agora, ele aí está de novo, com meia centena de sopas, entre as quais boa parte das mais apreciadas pelo país inteiro, como a sopa de peixe ou a sopa da pedra, mas também tentadoras experiências que se tornarão com certeza inesquecíveis. É o caso do caldo de enguias ou da sopa de lampreia; da sopa ou canja de leitão; da sopa de cilercas ou do creme de cogumelos selvagens. Do sabor atlântico da sopa do Espírito Santo. Ou do sabor mediterrânico da crema di pomodoro. Ou ainda do toque tropical do creme de mandioquinha. E que tal uma sopa de corno?

Isto sem esquecer a sopa medieval, a abrir já o apetite para a Festa Templária que este ano vai animar a cidade de Tomar entre os dias 7 a 10 de Julho.

Mas este ano haverá também algumas novidades a complementar o Congresso da Sopa, que terá animação musical, animação infantil e bancas de artesanato e doces típicos.

Participam os seguintes restaurantes e afins: Almourol, Açúcar ao Quadrado, ADIRN, Associação dos Forcados Amadores de Tomar, Associação Cultural e Recreativa da Serra, Cafetaria do Castelo e do Convento, Bistrôt - Doces e Licores, Casa da Vera, Cervejaria Noite e Sol, CIRE, CIRE - Associação de Pais e Encarregados de Educação, Convento do Leitão, Ginjinha, Escola Profissional de Tomar, Estalagem de Santa Iria, Instituto Politécnico de Tomar, O Invejado, La Bella, Legenda Medieval, Lodge, A Lúria, Manjar dos Templários, Marisqueira de Tomar, Mister Grill, Nabão, Ninho do Falcão, Picadeiro, Pica-Pau Amarelo, Tabuleiro.

Estarão igualmente presentes, com os seus deliciosos néctares a acompanharem as sopas, os produtores de vinho do concelho: Adega Casal Martins, Casa Agrícola Solar dos Loendros, Encosta do Sobral, Quinta Casal das Freiras e Herdades dos Templários.

Como habitualmente, as receitas revertem para o CIRE. Os bilhetes gerais custam 5 €, sendo de 2 € para crianças dos 6 aos 12 anos e de 12 € para famílias (2 adultos e 2 crianças). Quem necessitar de kit (copo, tigela, colher e guardanapo) pagará mais 3 € - mas pode poupar este valor se os trouxer de casa. Os bilhetes já estão à venda no Posto Municipal de Turismo e no CIRE.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:14
link do post | comentar | favorito
|

Teatro Sá da Bandeira acolhe II Ciclo Criação e Linguagem

1.jpg

 

De 7 a 14 de maio, o Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, apresenta a segunda edição do Ciclo Criação e Linguagem.

 

Idealizado por Rui Lopes e Pedro Barreiro, este ciclo de encontros tem na sua origem uma intenção muito clara: criar uma plataforma que reúna artistas e pensadores e que proporcione um cruzamento entre as mais diversas áreas da criação artística.

 

Para esta segunda edição, convidámos Sónia Baptista (performer/coreógrafa/encenadora), Carla Oliveira (editora/Orfeu Negro),João dos Santos Martins (bailarino/coreógrafo), Valter Vinagre (fotógrafo),Maria Sequeira Mendes (professora/ESTC) eJorge Bruto (músico/vocalista).

 

Cada um destes convidados, por sua vez, foi desafiado a convidar alguém com quem gostasse de conversar, debater, discutir ou travar um duelo. Desta proposta, resultaram seis conversas: no dia 7,às 16h00, Sónia Baptista conversará com Paula Sá Nogueira (Teatro Cão Solteiro) sobre linguagem poética e linguagem performativa; no mesmo dia, às 17h30, a editora Carla Oliveira falará com o ilustrador André Letria e o escritor de livros para crianças Ricardo Henriques e ainda com todas as crianças que a eles se queiram juntar, numa conversa sobre como se publica, escreve e desenha um livro para crianças;;  no dia 8, às 16h00, João dos Santos Martins e João Fiadeiro (bailarino/coreógrafo) conversarão sobre os desafios do discurso coreográfico; para o mesmo dia, às 17h30, Valter Vinagre convidou Filipe Raposo(músico/pianista/compositor) para uma conversa-espetáculo intitulada «Quatro Sentidos»; no dia 14, às 16h00, Jorge Bruto irá conversar sobre rock’n’roll com Nuno Calado (locutor/Antena 3); encerrando o ciclo, às 17h30, Maria Sequeira Mendes apresentará o cineasta André Godinho.

 

Quisemos ainda acrescentar uma outra dimensão a este ciclo, pedindo a cada um dos convidados uma proposta para a agenda cultural da semana, como extensão das conversas. Deste segundo desafio resultou a seguinte programação: no dia 7, às 21h30, Sónia Baptista apresentará o espectáculo in the fall the fox, e na queda raposar (performance); no dia 8, às 21h30, João dos Santos Martins apresenta Dança da crise ou talvez ele pudesse pensar primeiro e dançar depois ou como fazer coisas sem dança ou oldschool#40 (conferência-performance-exposição); no dia 11, às 21h30,em parceria com o Cineclube de Santarém, serão apresentados três filmes de André Godinho (La Chambre Jaune, Ponto Morto e Fim da Fita); no dia 14, às 21h30, encerraremos o ciclo com a apresentação de um Workshop de Irreverência, por Jorge Bruto

 

Ao longo da semana, estará patente ao público uma exposição de ilustrações de Catarina Sobral (Cachimbos e Cartas de Amor), concretizando a proposta de Carla Oliveira.

 

Haverá também uma Feira do Livro nos dias 7, 8 e 14, com a presença de várias editoras direccionadas para o público infanto-juvenil como KALANDRAKA, PLANETA TANGERINA, BRUAÁ, MARGARIDA BOTELHO, ORFEU MINI e PATO LÓGICO.

 

Estão também disponíveis alguns títulos da ANTÍGONA e da colecção de ensaios da ORFEU NEGRO.

 

Até ao final de maio, ficará ainda no Teatro Sá da Bandeira uma exposição de desenhos de Jorge Feijão, proposta por Valter Vinagre.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:12
link do post | comentar | favorito
|

PAFT-Programa Atividade Física para Todos organiza caminhada em Vila Nova de S. Pedro, Azambuja

A localidade de Vila Nova de S. Pedro, no designado "Alto Concelho" de Azambuja, é o palco para mais uma atividade do PAFT-Programa Atividade Física para Todos, que decorre quinzenalmente, aos fins de semana. No dia 01 de maio, realiza-se mais uma caminhada – a “Rota do Castro”, onde serão percorridos alguns dos trilhos mais bonitos deste município. Esta iniciativa é uma organização  da Câmara Municipal de Azambuja em parceria com a União de Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de S. Pedro e Maçussa.

 

O percurso tem cerca de 9 Kms, de dificuldade média, e terá início junto à União Cultural e Desportiva Vilanovense. A concentração está marcada para as 09h00.

Aconselha-se os participantes a levarem roupa e calçado adequado à prática do pedestrianismo e às condições climatéricas previstas, bem como água e reforço alimentar.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:26
link do post | comentar | favorito
|

VILA FRANCA DE XIRA: Município implementa sistema inovador de atendimento e acompanhamento social integrado

Esta quarta-feira, 27 de abril, pelas 11h00, é assinado o Protocolo para a implementação do Sistema de Atendimento e Acompanhamento Social Integrado no Concelho de Vila Franca de Xira., no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Com este sistema, Câmara Municipal, Segurança Social, Juntas de Freguesia e Instituições que compõem a Rede Social do Concelho - num total de 28 entidades -, vão além do trabalho de parceria já existente, passando a funcionar com uma nova metodologia para a inclusão social.

O objetivo é potenciar a criação de respostas mais adequadas aos problemas sociais, rentabilizando os recursos existentes, eliminando sobreposições de atuação e permitindo um melhor planeamento dos Serviços. Todas as entidades vão ter acesso a um sistema de informações mais completo, partilhado entre todas, permitindo uma maior eficácia na resposta às situações de maior vulnerabilidade social.

Vila Franca de Xira passará a ser o 18.º concelho do País a proporcionar este tipo de atendimento, visando uma resposta mais justa e rápida às situações de maior necessidade, em prol de um Concelho de maior coesão social.



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:51
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 26 de Abril de 2016
XVII Festa das Tasquinhas de Alcoentre (Azambuja)

b0806373-41e8-4b2e-9e8a-4ea6a322c972.jpg

 A tradicional Festa das Tasquinhas de Alcoentre, freguesia do Concelho de Azambuja, está de volta com a sua décima sétima edição. O evento, denominado “AlcoPrimaFest”, decorre nos próximos dias 29, 30 de abril e 1 de maio, no espaço envolvente ao quartel dos bombeiros locais. A entrada no recinto é livre.

 

A abertura da festa será no dia 29 de abril, sexta-feira, pelas 18h30, com a inauguração das tasquinhas ao som da bandinha “Ruido à Portuguesa” . Às 21h00, a animação faz-se com a dança dos “Double D” e “ManiDance”, da A.C.R de Casais das Boiças, e também a Casa do Povo de Manique do Intendente. Duas horas mais tarde, o grupo musical “CHAPARRAL BAND”, assume o palco pelo resto da noite.

 

No fim de semana, as tasquinhas abrem sempre às 11h00 da manhã e fecham nos três dias pelas 04h00 da madrugada. A tarde de 30 de abril, sábado, será animada pela Escola de Karaté da A.C.R.S. Salvador e Espinheira, às 16h30, e em seguida pelo grupo do Rancho Folclórico “Os Traquinas” da A.R.C. de Quebradas e o Grupo de Cantares da A.D. Cultural de Tagarro. A partir das 18h00, toca a bandinha “Amigos da Música”, às 22h00 o grupo “SAUND”, e uma hora depois o conjunto “NOVA ONDA”.

 

No terceiro e último dia da iniciativa, atua o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Alcoentre, quando forem quatro da tarde, seguindo-se a bandinha “Alkuentrus” e a Banda Filarmónica dos Bombeiros Voluntários de Alcoentre. Às 18h00 o arraial ficará ao som da “Banda Kente”, que animará o recinto do “AlcoPrimaFest 2016” até ao encerramento.

 

As tasquinhas apresentarão a gastronomia típica local, e estarão a cargo das associações culturais e recreativas da freguesia.

A XVII Festa das Tasquinhas é organizada pela Junta de Freguesia de Alcoentre e tem o apoio da Câmara Municipal de Azambuja.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:47
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

ATLETISMO DE PONTÉVEL REC...

FADO SOLIDÁRIO COM A CRUZ...

XXVIII TRAVESSIA DOS TEMP...

Quinta do Bill comemora 3...

Inscrições para a Univers...

CARTAXO ELEGEU REI E RAIN...

Festival Bike: A grande f...

CM e SMAS de Vila Franca ...

AEPR vê projeto apoiado p...

QUARTO LIVRO INFANTIL DED...

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds