NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 11 de Abril de 2017
Queijo Terrincho da Quinta da Veiguinha vence Concurso Nacional de Queijos Tradicionais Portugueses

O “Queijo Terrincho”, produzido pela Quinta da Veiguinha, Queijaria Artesanal, Lda, de Alfândega da Fé,  obteve a distinção Melhor dos Melhores  e arrebatou a Medalha de Ouro na Categoria Queijo Terrincho no  7º Concurso Nacional de Queijos Tradicionais Portugueses que o CNEMA realizou em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal – que assumiu a respectiva Direcção – nos dias 30 e 31 de março.

Recorde-se que o objectivo principal do Concurso é premiar, promover, valorizar e divulgar os genuínos queijos tradicionais Portugueses, alguns deles já com Nomes Qualificados.

Este Concurso enquadra-se no âmbito de um conjunto de iniciativas promovidas pelo CNEMA, onde se incluem também outros Concursos Nacionais  de Produtos Tradicionais Portugueses, bem como os Concursos Nacionais de Mel e de Azeite Virgem Extra e o Salão Prazer de Provar integrados na Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:18
link do post | comentar | favorito
|

Município de Santarém associa-se à Rede Solidária do Medicamento

 

O Executivo Municipal aprovou ontem, dia 10 de abril, por unanimidade, em reunião de Câmara, a celebração de um protocolo com a Associação Dignitude, entidade responsável pelo desenvolvimento, operacionalização e gestão do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento, com o objetivo de garantir o acesso ao medicamento em ambulatório a qualquer cidadão que se encontre numa situação de carência económica, que o impossibilite de adquirir os medicamentos comparticipados que lhe sejam prescritos por receita médica.

 

Os destinatários deste programa são, em geral, beneficiários de prestações sociais de solidariedade e todos os que se deparam com uma situação inesperada de carência económica, decorrente de desemprego involuntário ou de doença incapacitante, entre outras situações de carência.

 

O Município de Santarém vai colaborar na implementação de estratégias de mobilização da sociedade civil, para os objetivos de filantropia e de solidariedade subjacentes ao Programa abem – Rede Solidária do Medicamento,nomeadamente, através da disponibilização da sua capacidade agregadora, de envolvimento e de dinamização da sociedade civil e do tecido empresarial para prossecução de objetivos específicos, bem como através da sua promoção, divulgação e comunicação, a par dum contributo financeiro para a respetiva implementação, estipulado em 100 Euros de comparticipação solidária, por cada beneficiário identificado, registado e validado pelo Programa abem, através das suas competências e experiência na referenciação de indivíduos socialmente vulneráveis.

 

Este programa é o primeiro projeto de impacto nacional dinamizado pela Associação Dignitude, da qual a Cáritas Portuguesa é cofundadora e que tem como missão acabar com a discriminação no acesso ao medicamento.

 

Este é mais um reforço para o sucesso de um programa que vem responder a uma das mais evidentes dificuldades das famílias portuguesas, o acesso ao medicamento. É uma realidade sustentada nos números que nos dizem que 22,8% dos portugueses não compram os medicamentos que lhes são prescritos, por dificuldades económicas.

 

O projeto, ainda em fase-piloto, agrega os esforços dos sectores da saúde e social e deve estar presente em todos os distritos do País, até final de 2017.

 

Comemorações do 25 Abril prosseguem com 5ª edição do Concerto “Novo Abril”

 

 

 

As comemorações do 25 de Abril, prosseguem dia 14 de abril, às 21h30, com a 5ª edição do Concerto “Novo Abril”, no Fórum Actor Mário Viegas – Centro Cultural Regional de Santarém, com bandas de jovens músicos: Sr. Doutor, Nooj, Surreal Prisma, Cicuta. Entrada: 3 Rocks.

 

Dia 21 de abril, às 21h30, o Teatro Sá da Bandeira acolhe a Peça de Teatro “O Punho”, última peça do dramaturgo Scalabitano, Bernardo Santareno, pelo Centro Dramático Bernardo Santareno.

 

O Punho, a última peça teatral de Bernardo Santareno, datada de 1980, ano do seu falecimento, é uma obra cuja representação é praticamente inédita nos palcos nacionais. Drama marcadamente politizado, balizado num tempo muito particular, o da Reforma Agrária nos campos do Alentejo, temática polémica, que não oferece consensos, aliás, características a que sempre nos habituou Santareno na sua obra dramatúrgica. As liberdades de Abril permitiam então o acirrar das lutas sociais e políticas entre os latifundiários e as gentes sem terra.

 

O conflito teatral agudiza-se focado em duas figuras centrais, a senhora rica dona de quase tudo e a criada pobre, resignada ao que a vida lhe deu, nada. A lealdade mútua que as personifica custa a romper, mas os tempos novos extremam as posições que se radicalizam, até à violência.

 

São factos reais de uma história recente que inspiram a criatividade do autor, observador que assume na sua escrita a consciência e a voz do povo (o coro), pois o seu teatro, foi sempre um teatro do povo. Mais do que os propósitos políticos ou panfletários, o nosso objetivo é trazer Santareno e a sua escrita ao palco e ao público.

 

Ficha técnica: Adaptação do texto/Encenação – José Manuel Rodrigues | Produção – Centro Dramático Bernardo Santareno | Produção apoiada pelo Programa de Apoio ao Associativismo e Agentes Culturais do Concelho de Santarém

Duração: 90’ | Classificação M/12 | Preço: 5€

Bilheteira (Teatro Sá da Bandeira): 243 309 460 / tsbgeral@gmail.com

 

No dia 22 de abril, às 16h30, há Teatro para crianças – “Histórias de Sonho!”, pela Associação Aqui Há Gato, no Fórum Actor Mário Viegas - Centro Cultural Regional de Santarém.

“1 história? 2 histórias? 3 histórias? Queremos mais! Pois muito bem... Muitas histórias iremos contar e os teus sonhos embalar... curiosos.. humm.. Aqui há Gato! Ouvir histórias é permitir o sonho, é ter imaginação disponível para receber um mundo mágico e deixar-se estimular pelas personagens que habitam nos livros infantis (sessão onde serão apresentadas várias histórias, umas contadas com o apoio de técnicas de leitura encenada, outras com o apoio de marionetas). Duração: 45M

 

Dia 24 de abril, às 21h00, a organização oferece o Espetáculo Evocativo da Madrugada do 25 de Abril - “Esta é a Madrugada que eu esperava”, na Escola Prática de Cavalaria de Santarém, com texto do Coronel Correia Bernardo.

Pede-se ao público para se concentrar no Largo Infante Santo, em frente à antiga Escola Prática de Cavalaria. O espetáculo prossegue depois na Parada Chaimite.

 

Na noite de 24 de abril, Santarém vai evocar a noite em que Salgueiro Maia mobilizou os militares para a revolução de Abril, com o Espetáculo Evocativo da Madrugada do 25 de Abril - “Esta é a Madrugada que eu esperava”, na ex Escola Prática de Cavalaria de Santarém, com texto do Coronel Correia Bernardo, na altura capitão, envolvido em toda a movimentação que aconteceu na EPC, antes da saída do Salgueiro Maia.

A história é contada na primeira pessoa e, a partir do texto, encenou-se. O espetáculo tem 2 momentos. O público é recebido na fachada da Escola Prática de Cavalaria (Largo Infante Santo), às 21h00, num breve momento, e depois é convidado a entrar pela Porta D’Armas que os leva para a Parada Chaimite, no interior da EPC – Escola Prática de Cavalaria, onde a história continua a ser contada.

Correia Bernardo escreveu, para esta evocação, um texto “contando as suas memórias do que se passou naquela noite e que são reveladoras da rebelião, do nervosismo de quem ia participar naquele movimento”.

A Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril de Santarém recebeu o texto do Coronel Correia Bernardo há três anos, e só agora há condições para o apresentar.

 

“O autor do texto quis partilhar connosco as suas memórias, num texto contado da forma mais fiel possível”, disse Berta Pereira na conferência de imprensa de apresentação do programa das comemorações do 25 de Abril deste ano, que revelou ainda que o Coronel Correia Bernardo é “nosso assistente de encenação”.

 

O Coronel Correia Bernardo, autor do texto deste espetáculo evocativo, explicou que lhe foi proposto pela Comissão 25 de Abril, escrever algo sobre a madrugada de 24 de Abril, “em que Santarém teve um papel importante, não só porque iniciou o processo do Movimento dos Capitães em 1973, como também era a unidade escolhida para marcar o pénalti , e teve que haver uma convicção de que o pénalti seria marcado na noite de 24 de Abril, uma vez que íamos fazer uma coisa que nunca tínhamos feito”. O Capitão de Abril explicou que “a unidade escolhida é a unidade que despoleta o movimento e atrai as outras unidades. Mas a unidade de Santarém era a que estava mais preparada e a própria Cidade estava preparada para que, se alguma coisa não corresse bem, se utilizasse defesa forte e consistente”, acrescentando que “a Cidade de Santarém tinha essa força”.

 

Correia Bernardo afirmou ainda que a Comissão do 25 de Abril propôs-lhe “marcar os primeiros momentos decisivos do 25 de Abril – a prisão do Comandante e a saída da Coluna Militar de Salgueiro Maia, que tinha 30 anos e que, apesar de ser um jovem, consegue falar e concretizar” a Revolução dos Cravos.

 

“Saber transformar as palavras em gestos é o que está a ser feito”, de modo a apresentar o espetáculo na noite de 24 de abril, refere Correia Bernardo que acrescentou que “é possível porque tem 2 pomperes: Berta Pereira e Carlos Oliveira, mais conhecido por Chona, coadjuvados por Tiago Fernandes, que vão dando força ao que está escrito, para empolgar as pessoas”.

 

No dia 25 de Abril – Dia da Liberdade, das 10h00 às 12h30, há Pintura para crianças, no Jardim da Liberdade.

Às 11h00, há Cravos para Salgueiro Maia, no Jardim dos Cravos. Esta cerimónia evocativa do 25 de Abril,conta com a presença de familiares, amigos, entidades públicas e oficiais, e com a participação da Banda da Sociedade Filarmónica Instrução e Cultura Musical da Gançaria.

 

Às 12h30, o antigo Refeitório da Escola Prática de Cavalaria é palco do Almoço/convívio do 25 de Abril.Reservas no Posto de Turismo de Santarém, Emoção D’Imagens e Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril.

 

Às 17h30, a Igreja de Nossa Senhora da Graça acolhe o Tradicional Encontro de Coros, que conta com a participação do Coral de Gulpilhares, Coro Legatto de Mira, Orfeão de Arouca e Coro do Círculo Cultural Scalabitano.

 

No dia 27 abril, às 21h30, é apresentado o Livro “No Limite da Dor” e tertúlia sobre Abril, com testemunhos, ao vivo, por ex-presos políticos, com a presença de Irene Pimentel e dos autores do livro, Ana Aranha, Carlos Ademar, no Fórum Actor Mário Viegas – Centro Cultural Regional de Santarém.

 

Dia 29 de abril, às 18h00, há Colóquio Abril – Presente e Futuro”, com o Professor António Sampaio da Nóvoa, no Fórum Actor Mário Viegas – Centro Cultural Regional de Santarém.

 

O programa das comemorações do 43º aniversário do 25 de Abril é organizado pela Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril de Santarém, com o apoio da Câmara Municipal de Santarém, e conta com a parceria da Associação Aqui Há Gato, AJA - Associação José Afonso, Centro Cultural Regional de Santarém, Círculo Cultural Scalabitano, FITIJ – Festival Internacional de Teatro e Artes para a Infância e Juventude, para além da colaboração da NERSANT e do CIES - Centro Inovação Empresarial de Santarém.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:15
link do post | comentar | favorito
|

Santarém vai evocar noite em que Salgueiro Maia mobilizou militares para a revolução de Abri

l

 Na noite de 24 de abril, Santarém vai evocar a noite em que Salgueiro Maia mobilizou os militares para a revolução de Abril, com o Espetáculo Evocativo da Madrugada do 25 de Abril - “Esta é a Madrugada que eu esperava”, na ex Escola Prática de Cavalaria de Santarém, com texto do Coronel Correia Bernardo, na altura capitão, envolvido em toda a movimentação que aconteceu na EPC, antes da saída do Salgueiro Maia.

A história é contada na primeira pessoa e, a partir do texto, encenou-se. O espetáculo tem 2 momentos. O público é recebido na fachada da Escola Prática de Cavalaria (Largo Infante Santo), às 21h00, num breve momento, e depois é convidado a entrar pela Porta D’Armas que os leva para a Parada Chaimite, no interior da EPC – Escola Prática de Cavalaria, onde a história continua a ser contada.

Correia Bernardo, que há dois anos lançou o livro “Santarém uma Cidade que faz História – 25 de Abril de 1974”, escreveu, para esta evocação, um texto “contando as suas memórias do que se passou naquela noite e que são reveladoras da rebelião, do nervosismo de quem ia participar naquele movimento”.

A Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril de Santarém recebeu o texto do Coronel Correia Bernardo há três anos, e só agora há condições para o apresentar.

 

“O autor do texto quis partilhar connosco as suas memórias, num texto contado da forma mais fiel possível”, disse Berta Pereira na conferência de imprensa de apresentação do programa das comemorações do 25 de Abril deste ano, que revelou ainda que o Coronel Correia Bernardo é “nosso assistente de encenação”.

 

O Coronel Correia Bernardo, autor do texto deste espetáculo evocativo, explicou que lhe foi proposto pela Comissão 25 de Abril, escrever algo sobre a madrugada de 24 de Abril, “em que Santarém teve um papel importante, não só porque iniciou o processo do Movimento dos Capitães em 1973, como também era a unidade escolhida para marcar o pénalti , e teve que haver uma convicção de que o pénalti seria marcado na noite de 24 de Abril, uma vez que íamos fazer uma coisa que nunca tínhamos feito”. O Capitão de Abril explicou que “a unidade escolhida é a unidade que despoleta o movimento e atrai as outras unidades. Mas a unidade de Santarém era a que estava mais preparada e a própria Cidade estava preparada para que, se alguma coisa não corresse bem, se utilizasse defesa forte e consistente”, acrescentando que “a Cidade de Santarém tinha essa força”.

 

Correia Bernardo afirmou ainda que a Comissão do 25 de Abril propôs-lhe “marcar os primeiros momentos decisivos do 25 de Abril – a prisão do Comandante e a saída da Coluna Militar de Salgueiro Maia, que tinha 30 anos e que, apesar de ser um jovem, consegue falar e concretizar” a Revolução dos Cravos.

 

“Saber transformar as palavras em gestos é o que está a ser feito”, de modo a apresentar o espetáculo na noite de 24 de abril, refere Correia Bernardo que acrescentou que “é possível porque tem 2 pomperes: Berta Pereira e Carlos Oliveira, mais conhecido por Chona, coadjuvados por Tiago Fernandes, que vão dando força ao que está escrito, para empolgar as pessoas”.

 

No dia 25 de Abril – Dia da Liberdade, das 10h00 às 12h30, há Pintura para crianças, no Jardim da Liberdade.

Às 11h00, há Cravos para Salgueiro Maia, no Jardim dos Cravos. Esta cerimónia evocativa do 25 de Abril, conta com a presença de familiares, amigos, entidades públicas e oficiais, e com a participação da Banda da Sociedade Filarmónica Instrução e Cultura Musical da Gançaria.

 

Às 12h30, o antigo Refeitório da Escola Prática de Cavalaria é palco do Almoço/convívio do 25 de Abril. Reservas no Posto de Turismo de Santarém, Emoção D’Imagens e Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril.

 

Às 17h30, a Igreja de Nossa Senhora da Graça acolhe o Tradicional Encontro de Coros, que conta com a participação do Coral de Gulpilhares, Coro Legatto de Mira, Orfeão de Arouca e Coro do Círculo Cultural Scalabitano.

 

No dia 27 abril, às 21h30, é apresentado o Livro “No Limite da Dor” e tertúlia sobre Abril, com testemunhos, ao vivo, por ex-presos políticos, com a presença de Irene Pimentel e dos autores do livro, Ana Aranha, Carlos Ademar, no Fórum Actor Mário Viegas – Centro Cultural Regional de Santarém.

 

Dia 29 de abril, às 18h00, há Colóquio Abril – Presente e Futuro”, com o Professor António Sampaio da Nóvoa, no Fórum Actor Mário Viegas – Centro Cultural Regional de Santarém.

 

O programa das comemorações do 43º aniversário do 25 de Abril é organizado pela Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril de Santarém, com o apoio da Câmara Municipal de Santarém, e conta com a parceria da Associação Aqui Há Gato, AJA - Associação José Afonso, Centro Cultural Regional de Santarém, Círculo Cultural Scalabitano, FITIJ – Festival Internacional de Teatro e Artes para a Infância e Juventude, para além da colaboração da NERSANT e do CIES - Centro Inovação Empresarial de Santarém.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:31
link do post | comentar | favorito
|

Nadadora Almeirinense é Vice-Campeã da Zona Sul

Nos dois últimos fim-de-semanas, quatro nadadores da Associação Vinte Quilómetros de Almeirim estiveram envolvidos na disputa de Competições Nacionais: O Campeonato Nacional de Juvenis que se disputou entre os dias 30 de Março e 2 de Abril e o Torneio Zonal de Infantis disputado no fim-de-semana de 7 a 8 de Abril.

O Torneio Zonal de Infantis decorreu nas Piscinas Municipais de Sines e a Secção de Natação da Associação Vinte Quilómetros de Almeirim fez-se representar por dois nadadores numa competição que contou com a presença de 358 nadadores (174 masculinos e 184 femininos) em representação de 67 Clubes das Associações de Santarém, Leiria, Lisboa, Alentejo, Interior Centro, Algarve, Açores e Madeira.

Os nadadores da Secção de Natação da Associação 20 Km de Almeirim, Beatriz Bento e Gonçalo Cristóvão, tiveram uma excelente prestação que se traduziu na brilhante conquista de uma Medalha de Prata, 4 lugares Top-Ten e na melhoria de seis recordes pessoais.

A nadadora Beatriz Bento conquistou o Título de Vice-Campeã Zonal na prova de 200 Livres melhorando a sua marca pessoal com o magnífico tempo de 2:18,88. Esta nadadora também disputou mais quatro provas, classificando-se no Top Ten em duas delas. Obteve um excelente 4º lugar na prova de 100 Livres com o tempo de 1:04,10 e a 7ª posição na prova de 200 Estilos melhorando a sua marca pessoal com o tempo de 2:40,19. Na prova de 100 Mariposa, Beatriz Bento classificou-se na 16ª posição, melhorando também a sua marca pessoal com o tempo de 1:15,66 e na prova de 400 Mts Estilos conquistou o 17º lugar com o tempo de 5:46,18.

Nas três provas que disputou, Gonçalo Cristóvão conseguiu melhorar as suas anteriores marcas pessoais. Na prova de 100 Livres obteve uma excelente classificação no Top Ten do Torneio conquistando o 10º Lugar com o tempo de 59,94. Na prova de 400 Livres, classificou-se em 15º Lugar com o tempo de 4:42,60 e na prova de 100 Mariposa, conseguiu o 12º Lugar com o tempo de 1:09,67.

O Campeonato Nacional de Natação nas categorias de Juvenis, Juniores e Absolutos foi disputado no Centro Olímpico de Piscinas Municipais em Coimbra e teve a participação de 1986 Nadadores em representação de 110 Clubes.

A Secção de Natação da Associação Vinte Quilómetros de Almeirim também se fez representar por 2 Nadadores que tiveram uma boa prestação que se traduziu na melhoria de dois recordes pessoais.

O Nadador Diogo Martins participou na prova de 400 Livres classificando-se no 26º lugar com o tempo de 4:38,45

João Marques melhorou o seu record pessoal nos 100 Livres ao nadar a prova em 57,70 segundos conseguindo assim classificar-se em 16º lugar. Este nadador melhorou também a sua marca pessoal na prova de 100 Costas ao classificar-se na 27ª posição com o tempo de 1:07,80.



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:25
link do post | comentar | favorito
|

Startup Santarém inicia novo programa de aceleração de ideias de negócio a 27 de abril
No âmbito da sua estratégia de apoio ao empreendedorismo e criação de novas empresas, a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, tem já inscrições abertas para o 3.º Programa de Aceleração de Ideias de Negócio, depois de duas edições terminadas com sucesso em Santarém e Torres Novas.

O novo Programa de Aceleração de Ideias de Negócio vai realizar-se na Startup Santarém e arranca já no final do mês de abril. A iniciativa consiste num programa inovador e condensado no tempo que, em apenas 8 semanas (2 vezes por semana, à quinta e sexta-feira), procura apoiar os empreendedores na aceleração dos seus projetos - da ideia ao negócio - e no encontro de financiamento, visando uma mais rápida operacionalização e entrada do projeto empresarial no mercado.

O programa terá inicio a 27 de abril e decorrerá até 29 de junho, compreendendo a realização de 8 workshops de capacitação, acompanhamento com consultoria especializada e dedicada, um conjunto de visitas a empresas e centros tecnológicos, mentoria, networking e ainda a preparação de pitchs para apresentação a potenciais parceiros e/ou financiadores.

A componente de consultoria assume especial destaque, uma vez que cada um dos empreendedores pode trabalhar a sua ideia de negócio com o apoio de um consultor que fará um acompanhamento personalizado ao mesmo. Este trabalho é feito não só presencialmente (nos 2 dias da semana em que decorre o programa) mas também à distância (durante as 8 semanas) com recurso a uma plataforma especialmente criada para o efeito, onde cada uma das ideias de negócio é trabalhada por etapas.

Esta é já a 3.ª edição do Programa de Aceleração de Ideias que a NERSANT leva a cabo, sendo a participação limitada a 15 projetos. As inscrições são gratuitas e estão já abertas em sitiodoempreendedor@nersant.pt. Cada inscrição é alvo de um processo de validação tendo em conta a disponibilidade efetiva dos promotores para a participação neste programa, bem como o grau de diferenciação do projeto que pretendem desenvolver.

De referir que até ao momento a NERSANT já levou a efeito duas edição do Programa de Aceleração de Ideias, tendo a primeira sido realizada de igual forma na Startup Santarém, e a segunda, em Torres Novas. Esta última terminou no passado dia 7 de abril, com a apresentação dos pitchs dos empreendedores aos mentores, empresários e potenciais investidores.



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:22
link do post | comentar | favorito
|

I Jornadas de Negócios Internacionais

No passado dia 5 iniciaram-se as I Jornadas de Negócios Internacionais, uma das licenciaturas da Escola Superior de Gestão e Tecnologia (ESGTS) do Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarém), organizadas como um ciclo de palestras, seminários e workshops repartidos pelos meses de abril e maio.

 

A primeira sessão recebeu como protagonistas Pedro Ribeiro, presidente da comunidade intermunicipal da Lezíria do Tejo e da câmara municipal de Almeirim, e Paulo Franco, vereador do município de Alenquer. O tema em discussão foi: “A atuação do poder local na dinamização de processos de internacionalização”.

 

Perante um auditório repleto com a presença de estudantes de Negócios Internacionais e de cursos técnicos superiores profissionais, os oradores sublinharam a necessidade de criação de condições de qualidade de vida para os seus munícipes, designadamente ao nível dos equipamentos municipais de educação e desporto, atraindo famílias, procurando deste modo a fixação de recursos qualificados. Ao nível do capital humano, o autarca de Almeirim destacou a importância da capacitação dos jovens com formação académica de nível superior, ferramenta essencial para reduzir o risco de exclusão social, sabendo-se que o desemprego de longa duração e os salários baixos afetam principalmente quem possui menos habilitações literárias.

 

Pedro Ribeiro ilustrou o argumento, referindo-se à necessidade muitas vezes comunicada ao município, no momento de decisão de novos investimentos, de que “a contratação dos profissionais devidamente qualificados necessários para os projetos possa fazer-se no interior dos concelhos”, razão pela qual a resposta dos poderes públicos, em particular no domínio das respostas sociais, deve orientar-se para a atração e a fixação das pessoas.

Da intervenção de Pedro Ribeiro merece, ainda, especial destaque a importância da intervenção do poder local ao nível da redução dos custos administrativos e da responsabilização dos decisores perante os eleitorados num contexto de proximidade. Nesse sentido, sublinhou a importância da regionalização como forma de agilizar os processos de licenciamento de projetos com forte componente exportadora (designadamente ao nível do setor agroalimentar), indutores do desenvolvimento endógeno, que muitas vezes se confrontam com regulamentação desadequada.

 

Por seu turno, Paulo Franco fez a caracterização do concelho de Alenquer, com particular enfase para a sua dimensão económica, vindo a destacar a assinatura de um protocolo com a ATEC-Associação de Formação para a Indústria, ao abrigo do qual foi possível arrancar com o primeiro curso de mecatrónica a funcionar no Centro de Formação Profissional do Carregado. Aquele responsável apresentou a medida como um exemplo do papel a desempenhar pelos municípios na criação de respostas face à necessidade de pessoal qualificado por parte do ‘cluster’ automóvel, com forte vocação para a exportação.

 

Terminando a sua intervenção, deu ainda exemplos das iniciativas de cooperação internacional desenvolvidas e, por fim, enquadrou os desafios que estão colocados perante sectores tradicionais de atividade como a vitivinicultura, expostos à competição global.

 

Uma nota que os estudantes presentes retiveram da intervenção dos oradores refere-se ao domínio de línguas estrangeiras como competência determinante para que as empresas nacionais se possam posicionar com sucesso nos mercados internacionais. A encerrar esta primeira sessão assistiu-se a um momento simbólico protagonizado pela Tages – tuna da ESGTS.

 

A próxima sessão, agendada para o próximo dia 19 de Abril, no auditório da ESGTS, terá como orador Joaquim Guerra, coordenador geral da caixa de crédito agrícola de Alcanhões, que dissertará sobre: “A rede das caixas de crédito agrícola como parceira na internacionalização das PME portuguesas”. A participação no evento é gratuita e aberta ao público em geral, todavia requer inscrição prévia na página internet da escola (http://si.esgt.ipsantarem.pt).



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:21
link do post | comentar | favorito
|

Almoço do 25 de Abril

unnamed.jpg

 

No próximo dia 25 de Abril a Coligação Democrática Unitária - CDU irá realizar o almoço comemorativo dos 43 anos da Revolução de Abril, pelas 12:30h no restaurante Castiço nas Mouriscas.

Serão apresentados os candidatos à Câmara Municipal e à Assembleia Municipal de Abrantes.



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:15
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13


23
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Mais de 500 reuniões de n...

ESCOLA SECUNDÁRIA DO ENTR...

Espaço AZB - Pavilhão de ...

Mercado Oitocentista 2017...

“Toponímia no Feminino em...

54ª Feira Nacional de Agr...

FESTAS DE ABRANTES - FEST...

A VERDADE SOBRE AS DROGAS

Mies van der Rohe e Victo...

Secretário de Estado do A...

arquivos

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds