NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 21 de Abril de 2017
1500 crianças e idosos passam “UM DIA NO CAMPO…”

unnamed.jpg

 

O Município de Azambuja vai reeditar a atividade “UM DIA NO CAMPO…”, no próximo dia 28 de abril. A iniciativa decorrerá nos antigos viveiros do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), na Estrada Nacional 366, junto a Aveiras de Baixo, entre as 10h00 e as 15h00.

 

O evento contará com cerca de 1500 participantes, entre crianças do ensino pré-escolar, do 1º ciclo e de vários centros ATL, bem como dos utentes da Cerci-Flor da Vida e de idosos de diversas Instituições Particulares de Solidariedade Social. Na organização da atividade, os serviços municipais contam com a colaboração de várias entidades que apresentarão ateliês com informação e experiências relativas à proteção da Natureza. Os grandes objetivos integram-se na política de educação ambiental do município. Pretende-se, com a ação, contribuir para a defesa e valorização das florestas, da agricultura e do meio ambiente; bem como motivar os cidadãos, sobretudo os mais jovens, para o uso racional dos recursos naturais.

 

A Câmara Municipal de Azambuja vai ter vários setores a participar. A Ação Social com os temas “Viagem do Sentir” e “Arca Mágica”; a Cultura apresentará a oficina “Cana Rachada” e a equipa das bibliotecas municipais convida para “Contos no campo”. Haverá, ainda, actividade física, Atividades de Enriquecimento Curricular, uma discoteca “Disco Kids”, e estarão presentes a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens com a proposta “A brincar e a sorrir vamos proteger”, a Juventude com o ateliê “Brincar com origami”, o Ambiente com o ateliê “Ciência ou Magia”, o Gabinete de Inserção Profissional com o tema “À Descoberta das Profissões”, e a Universidade da Terceira Idade com “Artes recicladas”.

 

A iniciativa conta com um grande conjunto de entidades parceiras, com áreas de atividade ligadas ao Ambiente, e que as apresentarão nos seus ateliês:

  • Bombeiros Voluntários de Alcoentre e de Azambuja – “Os Soldados da Floresta”
  • Guarda Nacional Republicana – Sessões demonstrativas com cães e cavalos
  • N.P.A. e S.P.E. da G.N.R – “Os protetores da Natureza”
  • Cruz Vermelha de Aveiras de Cima – “Saúde e bem-estar”
  • Sapadores Florestais e APAS – “ Os ajudantes da Natureza”
  • Coudelaria Henrique Abecasis – “A passo, a trote e a galope…”
  • EcoAmbiente – “Separar para ajudar o ambiente”
  • Suma/Triaza – “Eco Spot”
  • Auchan/Jumbo – as mascotes “RIK & ROK ”
  • Agrupamento de Centros de Saúde, Estuário do Tejo – “Primavera/Verão com mais saúde”
  • Yoga – Meditação de Marta Cóias – “Viagem ao Centro do Universo”
  • Centro Social Paroquial de Aveiras de Cima – “Alimentação Saudável”
  • Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas Vale-Aveiras
  • Cerci – Flor da Vida de Azambuja – passeios de burro “Fanny and friends” e “Fun Foto”
  • Hugo Sampaio (artista) – “Missão Hugo” música entre gerações
  • Herdade da Hera – “Aventuras no Campo”
  • Gertal, refeitórios escolares – Distribuição de Fruta
  • CRASM – “Atelier de construção de ninhos”
  • Corpo Nacional de Escutas, Agrupamento 1382 de Azambuja – “Bolas em Movimento”
  • Águas de Azambuja – “Águas de Azambuja naturalmente para si”
  • Centro Hípico de Azambuja – “A passo, a trote e a galope…”
  • ABAE, Associação Bandeira Azul / Programa Eco-Escolas – Ateliers e Jogos Ambientais Eco-Escolas


publicado por Noticias do Ribatejo às 21:17
link do post | comentar | favorito
|

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

unnamed.jpg

 

sexta-feira:

 

Esta sexta-feira, dia 21 de abril, às 18h00, a Sala de Leitura Bernardo Santareno é palco da Palestra “A geopolítica europeia e a formação de Portugal (Séculos XII-XIII)”, a cargo de Raúl Moreira Rato, licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Mestre em Relações Internacionais pelo ISCSP- Instituto Superior de Ciências Sociais e Política, Doutorando em Relações Internacionais pelo ISCSP e Pós-graduado em Ciências Políticas, pela Universidade de Brasília.

 

A conjuntura política, económica e social da Europa nos séculos XII-XIII. As Cruzadas e o seu impacto na sociedade europeia. A reforma da Igreja: São Bernardo. A Cruzada do Ocidente e a formação dos Reinos peninsulares. A importância geopolítica do ocidente peninsular. As origens de Portugal: os particularismos regionais. A Casa de Borgonha na política peninsular. D. Afonso Henriques e a sua ação militar e diplomática. A política externa do chanceler Julião: as alianças à distância. D. Sancho I e a consolidação da independência nacional, são as temáticas abordadas.

 

À mesma hora é inaugurada a Exposição de Pintura e Escultura de Mário Gastão (Martins da Costa), no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas, numa homenagem ao artista Scalabitano. A Exposição está patente até dia 4 de maio, de segunda a sexta-feira, das 15h30 às 18h30 e aos sábados das 10h00 às 13h00.

Nasceu em santarém em 1940. Frequentou a escola primária de S. Bento e o Liceu Sá da Bandeira (1951-58) acompanhando uma geração que ainda o recorda (foi amigo estreito do José Beja).

Entre 1958 e 62 fez serviço militar nas Caldas da Rainha e foi mobilizado para Moçambique por 2 anos. Por um curto período trabalhou na Câmara Municipal do Seixal rumando para a Europa, atraído pelo mundo das artes.

Fez ilustrações, desenhos animados e curtas-metragens para a TV belga, em 1979 cursou Pintura e Escultura na Academie de Beaux arts de Bruxelles.

Em 1986 casou com Juliane Brodesser (jornalista alemã) e a partir daí dedicou-se exclusivamente à sua carreira artística.

Em 1993 herdou e recuperou a sua casa de família no centro histórico de Santarém, com uma vista magnífica sobre o Tejo e a lezíria, onde continuou a desenhar, pintar e esculpir até que em agosto de 2016...partiu para sempre.

 

Às 21h30, a peça de Teatro “O Punho”, última peça teatral de Bernardo Santareno, sobe ao palco do Teatro Sá da Bandeira.

Esta iniciativa integra a programação das comemorações do 25 de Abril.

A última peça teatral de Bernardo Santareno, datada de 1980, ano do seu falecimento, é uma obra cuja representação é praticamente inédita nos palcos nacionais. Drama marcadamente politizado, balizado num tempo muito particular, o da Reforma Agrária nos campos do Alentejo, temática polémica, que não oferece consensos, aliás, características a que sempre nos habituou Santareno na sua obra dramatúrgica. As liberdades de Abril permitiam então o acirrar das lutas sociais e políticas entre os latifundiários e as gentes sem terra.

O conflito teatral agudiza-se focado em duas figuras centrais, a senhora rica dona de quase tudo e a criada pobre, resignada ao que a vida lhe deu, nada. A lealdade mútua que as personifica custa a romper, mas os tempos novos extremam as posições que se radicalizam, até à violência.

São factos reais de uma história recente que inspiram a criatividade do autor, observador que assume na sua escrita a consciência e a voz do povo (o coro), pois o seu teatro, foi sempre um teatro do povo. Mais do que os propósitos políticos ou panfletários, o nosso objetivo é trazer Santareno e a sua escrita ao palco e ao público.

 

(Teatro) (Duração) 90’ (Classificação) M/12 (Preço) 5€

Ficha técnica: Adaptação do texto/Encenação – José Manuel Rodrigues | Produção – Centro Dramático Bernardo Santareno | Produção apoiada pelo Programa de Apoio ao Associativismo e Agentes Culturais do Concelho de Santarém

Reservas: jose.v.rodrigues@sapo.pt

 

À mesma hora, há Café Com Conversa com o escritor Tiago Salazar, no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas.

 

Tiago Salazar nasceu em lisboa, em 1972. Formou-se em Relações Internacionais e estudou Guionismo e Dramaturgia em Londres. É Doutorado em Turismo no Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, estando a prepara uma tese sobre "A Volta ao Mundo", de Ferreira de Castro. Trabalha como jornalista desde 1991, atualmente como freelancer. Venceu o prémio Jovem Repórter do Centro Nacional de Cultura em 1995. 

É formador de Escrita e Literatura de Viagens. Idealizou, escreveu e apresentou o programa "Endereço Desconhecido" da RTP2. Foi Bolseiro da fundação Luso-Americana em Washington, em 2010. Publicou cinco livros de viagens: Viagens Sentimentais" (2007), "A Casa do Mundo" (2008), "As Rotas do Sonho" (2010), "Endereço Desconhecido" (2011) e "Crónica da Selva" (2014), sendo ainda autor do diário íntimo "Hei-de Amar-te Mais", da ficção "O Baú contador de Histórias" (2014) e de "Quo Vadis, Salazar?, " Escritos do Exílio"(2015), uma compilação de crónicas e contos. "A Escada de Istambul" é a sua recente estreia no romance.

 

 

sábado:

 

 

Este sábado, dia 22 de abril, das 10h00 às 13h00, o Centro Cultural Regional de Santarém organiza Passeios com Ciência “À descoberta das orquídeas espontâneas” - passeio, com Luís Filipe Ferreira, da ESAS - Escola Superior Agrária de Santarém, no Vale de Santarém, para ver, aprender e descobrir as orquídeas que nascem espontaneamente nos campos do Ribatejo!

 

Das 10h00 às 18h00, decorre o IV Festival das Sopas, na sede da Associação Cruz de Cristo Futebol Clube, na Portela das Padeiras, organizado pelo Grupo Etnográfico da Portela das Padeiras.

 

Das 10h00 às 18h00, há Feira da Saúde & Bem-Estar, nas instalações da Associação Popular de Alcanhões, com rastreios, expositores, demonstrações, recolha de medula Óssea.

 

Às 10h30, há Oficina de Dança, com a Professora Sofia de Almeida. na Livraria Aqui Há Gato. Sujeito a marcação prévia.

Descobrir o meu corpo, a minha relação com o outro, explorar o espaço, os objectos...entre danças de roda, ou até mesmo individualmente. Tudo isto entrando no mundo da nossa imaginação que é absolutamente mágica!!! Porque é assim que gostamos... Aprendendo, brincando."

Duração: aprox. 30Min. Classificação: 3 aos 5 anos – 7€ - MARCAÇÃO PRÉVIA 961229187 / 243 094 019.

 

Às 11h30 e às 16h00, há Hora do Conto, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Neste que é o mês especial do livro, vamos ouvir ainda mais histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80!

 

Às 12h00 e às 16h30 há Girafa Concertina, na Livraria Aqui Há Gato.

Rolos de papel... de cozinha, higiénico, de fita cola, rolos de cartão e afins... com este material podem fazer-se infindáveis obras de arte. Hoje vamos fazer uma girafa!! Sim é possível e com pernas de concertina... estranho? Vem ver como!!

Duração: 1h - Classificação: a partir dos 4 anos / inclusive - 7€

Mais informações: 961229187 / 243 094 019

 

A 5ª edição da Scalabis Night Race espera receber cerca de 4.200 pessoas para percorrer o Centro Histórico de Santarém.

São 10 km, com início às 21h00, com partida e chegada ao Jardim da Liberdade em vésperas do 25 de Abril. A juntar à corrida uma caminhada; a Mini Race, que acontece às 19h00, com cerca de 5 km. Para os mais jovens, a partir das 15h00, existe um conjunto de provas, que formam a corrida Kids Race. Esta iniciativa conta com o apoio da Câmara de Santarém,

 

O padrinho da prova será o antigo campeão mundial e medalhado olímpico, Rui Silva.

Uma corrida com várias particularidades, que vão para além da competição, os participantes vão ter cerca de uma dúzia de grupos musicais a atuar em vários pontos da cidade, por onde as camisolas amarelas flurescentes - que fazem reviver o espírito dos treinos desta associação - irão desfrutar da presença de campinos, de um fandango e ainda, provar os pampilhos (um bolo característico de Santarém), a bifana e vinho tinto, na Taberna do Quinzena.

No fim da W Shopping Scalabis Night Race, às 22h30, vai haver fogo de artifício e um grande concerto dos JIMDUNGO! Vai haver festa e rock no Jardim da Liberdade!

 

Das 15h00 às 18h00, a Catedral de Santarém é palco do Polifonias 2017 - Monumentos e Sítios com Música - iniciativa da Fundação INATEL, que decorre entre 22 de abril e 20 de maio e procura promover o encontro entre o património edificado e o património musical português, com o objetivo de divulgar o trabalho desenvolvido pelos Centros Cultura e Desporto associados da Fundação INATEL, na área da música e do canto, e dar a conhecer o património cultural edificado, o público é convidado a visitar monumentos a pretexto da música.

 

O Polifonias associa-se, deste modo, à comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, em parceria com o Museu Diocesano de Santarém.

Na prossecução da sua missão, a Fundação INATEL promove a iniciativa Polifonias, entre os dias 22 de abril e 20 de maio. Em Santarém, a Igreja da Piedade acolhe, às 15h00, o Coro do Círculo Cultural Scalabitano e às 16h30, o Coro da Sociedade Cultural e Recreativa de Vale da Pinta. No Museu Diocesano, às 15h30, atua o Coro da Sociedade Cultural e Recreativa de Vale da Pinta e às 17h00, o Coro Misto Canto Firme. Na Catedral de Santarém, às 16h00, atua o Coro Misto Canto Firme e às 17h30, o organista, David Paccetti Correia.

 

Depois do sucesso da primeira edição no Mosteiro da Batalha, este encontro entre o património edificado e o património musical português chega este ano também a Abrantes, Alcobaça, Santarém e Tomar.

 

Em cada local, o público poderá visitar vários espaços e em cada um assistir a um momento musical diferente. Participam nesta iniciativa dezanove grupos corais e de música polifónica dos distritos de Leiria, Santarém, Portalegre e Aveiro.

 

Com o objetivo de divulgar o trabalho desenvolvido pelos Centros Cultura e Desporto associados da Fundação INATEL, na área da música e do canto, e dar a conhecer o património cultural edificado, o público é convidado a visitar monumentos a pretexto da música.

 

O Polifonias associa-se, deste modo, à comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, promovida pela Direção Geral do Património Cultural.

 

Às 16h30, há Histórias de Sonho, pela Associação Aqui Há Gato, no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas, integrado nas comemorações do 25 de Abril.

 

Às 21h30, há Noite no País das Maravilhas, na Livraria Aqui Há Gato. Inscrições limitadas.

De vez em quando, quando menos se espera, o Aqui Há Gato recebe uma noite especial, a Noite no País das Maravilhas, esta é uma noite que nos leva numa viagem ao mundo da fantasia. Nesta noite o mistério anda no ar, "nada é o que parece e o que parece não é!"... e depois vamos todos dormir nas nossas casas... é que esta, é uma noite cheia de emoções demasiado fortes para ficar longe de casa!

(Duração) 90’ (Classificação) M/4 (Preço) 30€

E-mail: livraria.aquihagato@gmail.com

 

domingo:

 

Este domingo, dia 23, tem lugar a Magna Procissão do Santíssimo Milagre, que percorre algumas das principais artérias do Centro Histórico de Santarém que se vão vestir a rigor para o evento religioso.

Além das ruas cobertas de flores e ramagens, as varandas vão estar também enfeitadas com colchas de seda. A procissão é o ponto alto das tradicionais festas que assinalaram os 770 anos do Santíssimo Milagre.

 

Em permanência:

 

A Sala de Leitura Bernardo Santareno acolhe, até dia 30 de abril, a Exposição Comemorativa “Correio do Ribatejo – 125 anos”. A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

“O Jornal Correio do Ribatejo festeja, a 9 de abril de 2016, os 125 anos de publicações ininterruptas. O Jornal foi fundado a 9 de Abril de 1891 pelo ribeirense João Arruda (1868-1934) sob o nome de Correio da Extremadura, mas com o olhar na criação de uma nova região, o Ribatejo. Ao longo de décadas, o Jornal passou por revoltas, mudanças políticas e movimentos sociais, defendendo sempre os interesses da sua região e do seu distrito.

A exposição comemorativa do 125.º aniversário é composta por 5 Roll Up e aborda a história do Jornal desde a sua fundação até à atualidade. O primeiro Roll Up descreve o percurso do jornal entre 1891 e 1934, ano da morte do seu diretor João Arruda. O segundo Roll Up está balizado entre 1934 e 1945, ano em que o Jornal se passou a chamar Correio do Ribatejo. Durante este período, o semanário passou a ser dirigido pelo advogado Virgílio Arruda (1905-1989). O terceiro Roll Up retrata a vida do Jornal e da sua tipografia nas décadas de 50 e 60 do século XX. Os anos da democracia e a direção do jornalista Bernardo Figueiredo Duarte (1928-2001), a partir de 1989, são descritos no quarto Roll Up. No último Roll Up apresenta-se os desafios no futuro de um centenário Jornal em papel com ligações às novas aplicações informáticas.

 

Até dia 30 de abril, visite a Exposição bibliográfica “Vamos ler… Almada Negreiros”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. A Mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

“Almada Negreiros natural de Trindade (S. Tomé e Príncipe), onde nasceu a 7 de Abril do ano 1893, ficou conhecido como um artista português multidisciplinar, tendo-se dedicado ao desenho, à pintura e à escrita – poesia, romance, ensaio e dramaturgia.

Trata-se de uma figura impar, essencialmente um autodidata, dado que não frequentou qualquer escola do ensino artístico, mas alcançou notoriedade e diferenciou-se como um dos notáveis com uma vasta obra que marcou o primeiro quartel do seculo XX e que se prolongou por varias décadas sobrepondo-se à segunda e terceira geração de modernistas.

O início da sua carreira foi no campo da escrita interventiva com uma intervenção ativa na dinâmica do grupo ligado à Revista Orpheu.

Da sua vasta obra, quer no campo da escrita quer no das artes, Almada Negreiros afirmou-se como um caso impar de energia criativa. Veio a falecer em Lisboa, com 77 anos, no ano de 1970.

Neste mês de Abril homenageamos e relembramos Almada Negreiros na passagem do seu 124º Aniversario Natalício com uma exposição documental patente ao público na Biblioteca Municipal de Santarém”.

 

Até dia 30 de abril, visite o Arquivo Histórico Municipal-Mostra Documental “Falam documentos de outras eras” - Registo da Ley do Selo, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. A Mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

“Eu a Rainha faço Faço saber aos/ que este Alvará comforça de Lei virem/ Quetendo considerando edezejando promover amilhor fortuna dos me/us vasalos esendo para estefimne/cesario suprimir as Rendas do Es/tado par adefesa dos meus Reinos. Registada na vila de Santarém aos vinte de julho de 1797. Assina o escrivão, António Furtado de Mendonça Montalvo.

A Rainha D. Maria I, ou seja, o príncipe regente (D. João VI) despacha em nome de sua mãe. Recorre a uma medida que já havia sido utilizada em séculos anteriores, a receita do papel selado, para reforçar as despesas militares e de guerras. O uso do papel selado era obrigatório em todos os atos oficiais”.

 

Até dia 6 de maio, visite a Exposição de cartoons digitais - Cromos DuNando, no Palácio Landal. A Exposição fica patente até dia 6 de maio, e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h00, e aos sábados, das10h00 às 13h00.

 

«A exposição Cromos DuNando é um conjunto de cartoons digitais divulgados nas redes sociais. São, por assim dizer, sínteses das personagens que, por uma ou outra razão, se cruzaram com o autor. Alguns destes cromos são fruto da interação – ou da sugestão - dos amigos “facebookianos” a quem o autor convidou para redigir a legenda. Os amigos envolvidos, foram “selecionados” tendo em conta a “proximidade” com cada uma das personalidades».

 

Até dia 17 de junho, o Bar-Galeria do Teatro Sá da Bandeira acolhe a Exposição/Instalação/Investigação | Para uma Timeline a Haver - genealogias da dança enquanto prática artística em Portugal, de Ana Bigotte Vieira, João dos Santos Martins. A Exposição pode ser visitada de quarta-feira a sábado, das 16h00 às 19h00. Em noites de espetáculo abre uma hora antes do mesmo.

“Construindo na galeria do Teatro Sá da Bandeira uma cronologia para a dança em Portugal, “Para uma Timeline a Haver” é um exercício coletivo de investigação e de sinalização de marcos relativos ao desenvolvimento e disseminação da dança como prática artística em Portugal nos séculos XX e XXI, com especial incidência na segunda metade do século XX”.

 

O Piano-Bar do Teatro Sá da Bandeira acolhe, até dia 17 de junho, a Exposição Dança do Existir - Retrospetiva em imagens do trabalho coreográfico de Vera Mantero. A Exposição pode ser visitada de quarta-feira a sábado, das 16h00 às 19h00. Em noites de espetáculo abre uma hora antes do mesmo.

“Cerca de 30 fotografias traçando o percurso da coreógrafa, das suas primeiras criações às mais recentes. A exposição integra ainda a consulta de registos videográficos de alguns dos trabalhos da coreógrafa. Fotos de lcino Gonçalves, Dirk Rose, Henrique Delgado, José Fabião, Jorge Gonçalves, João Tuna, Laurent Philippe”.

 

Até final de junho, visite a Exposição - Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’- destaque trimestral para uma obra da autoria da pintora Vieira da Silva: Primavera, serigrafia s/ papel, datada do século XX. A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire.

“Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais”.

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, com destaque para o Relógio Solar da Torre, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Segmento de fuste de coluna com altos-relevos nas duas faces opostas. Numa encontra-se o brasão oitocentista das armas da Vila de Santarém e na outra em quadrante solar, vertical e retangular sem estilete, com orientação a meridional (quadrante meridiano). O relógio de sol encontra-se datado e a numeração das partes do dia (horas) foram insculpidas em capitais romanos, pelo processo de sulco, na sequência das linhas divisórias.

O brasão de Santarém, documentado na sigilografia desde 1246, encontra-se presente em vários testemunhos da arquitetura civil, como a ponte de Alcorce, o Chafariz de Palhais ou das Figueiras, o padrão de Santa Iria ou a Fonte da Junqueira. Testemunhando o domínio da propriedade municipal, a partilha de despesas entre o município e a coroa, a ostentação ou a comemoração dos seus emblemas (o castelo e o rio e escudetes régios), ele constitui uma fonte essencial para a história concelhia e para a identidade das suas populações no tempo e no espaço”.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

“Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:41
link do post | comentar | favorito
|

Inauguração do Espaço Nasci na Azinhaga

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:27
link do post | comentar | favorito
|

Biblioteca Municipal promove projeto de arte urbana

unnamed.jpg

 

O Município de Torres Novas, através do SABE – Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares, da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, está a promover um projeto de arte urbana intitulado «Pensar Torres Novas – Viver a cidade».

 

Nesse sentido, foram desafiados os alunos que frequentam o curso de artes do 12º ano da Escola Secundária Maria Lamas do Agrupamento de Escolas Gil Paes, parceira no projeto, a apropriarem-se da cidade, permitindo que projetem a pintura de um mural e de outros trabalhos que deverão ser implementados e desenvolvidos de acordo com as temáticas propostas: a memória da cidade, a memória do lugar e os 80 anos da fundação da Biblioteca-Museu.

 

A pintura do mural será acompanhada pela artista urbana Tamara Alves que já se encontra a ministrar formação aos alunos na área da arte urbana, orientar os trabalhos e a execução do mural. A pintura do mural está agendada para os dias 3, 4 e 5 de maio, numa parede exterior à biblioteca.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:34
link do post | comentar | favorito
|

620 participantes em roadshow distrital sobre projetos financiados para as empresas
Terminou no dia 19 de abril o roadshow distrital levado a cabo pela NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém que percorreu durante os meses de março e abril todos os concelhos do distrito de Santarém para explicar os projetos financiados para as empresas em vigor atualmente.

No total, foram cerca de 620 os participantes nestas sessões, que ficaram informados quanto aos projetos financiados em vigor. Em todos os encontros concelhios, a NERSANT apresentou o SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego, que visa apoiar a criação ou expansão/modernização de micro e pequenas empresas, com apoio a fundo perdido até 60%, o PPEC Ribatejo - Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica, projeto financiado a 80% que tem como objetivo promover a Eficiência Energética nas empresas do Ribatejo, bem como dois projetos de formação e consultoria financiados a 90%, o Move PME, direcionado para empresas de qualquer setor de atividade, e o Melhor Turismo 2020, direcionado exclusivamente para empresas deste setor de atividade.

Para que a informação fosse transmitida de forma célere às empresas, a NERSANT organizou equipas de trabalho diferenciadas, que, em simultâneo, estiveram em vários concelhos no mesmo dia.

De referir que estas sessões, de presença inteiramente gratuita, foram realizadas em parceria com os Municípios.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:33
link do post | comentar | favorito
|

Festa da leitura comemora dez anos no Cineteatro de S. Pedro

 

No próximo dia 26 de abril realiza-se no Cineteatro S. Pedro, entre as 10h00 e as 12h30, a iniciativa “Abrantes a ler:10 anos” organizada pela Câmara Municipal de Abrantes.

Esta é uma festa da leitura que resulta da participação das escolas EB S. Miguel, EB Chainça, EB António Torrado, EB de Rio de Moinhos, EB do Tramagal, Escola Dr. Manuel Fernandes, EB de Bemposta e JI Mouriscas, que aceitaram o convite da Câmara e vão neste dia apresentar as suas atividades preparadas para o efeito. Na iniciativa será possível assistir a uma mostra de vídeos sobre testemunhos e experiências de alunos que participaram nas anteriores edições, a exibição de performances sobre livros e leitura, a encenação de histórias, declamação de poesia, apresentação de livros, visualização de filmes e a dramatização de fábulas. A entrada é gratuita e aberta à comunidade em geral.

“Abrantes a ler” ocorre no presente ano em substituição do “Abrantes a ler: concurso concelhio de leitura” e por forma a assinalar os seus dez anos de existência.

A iniciativa “Abrantes a Ler: Concurso Concelhio de Leitura” tem vindo a ser organizada desde o ano de 2007, com o objetivo de promover a prática da leitura entre os alunos da escolaridade obrigatória e cuja final concelhia ocorre nas proximidades do Dia Mundial do Livro.

Inserido no projeto de promoção da leitura para públicos infantojuvenis, o “Abrantes a ler” tem como princípio orientador o prazer de ler e pretende formar leitores, estimulando nos concorrentes o gosto pela leitura e o contacto com os livros, contribuindo para a elevação dos índices de leitura nas crianças e jovens abrantinos, estimular a sua autoestima e promover a formação da cidadania a partir da relação com o livro.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:16
link do post | comentar | favorito
|

“Café Cultural” - Entre o Sabor e a Arte

unnamed (1).jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:54
link do post | comentar | favorito
|

SALVATERRA DE MAGOS RECEBE FASE REGIONAL DO CONCURSO NACIONAL DE LEITURA

unnamed.jpg

 

A Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos foi escolhida para organizar a 2ª fase da 11ª edição do Concurso Nacional de Leitura, da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, que decorre no dia 27 de abril, pelas 16horas, no Edifício do Cais da Vala.

A segunda fase regional vai envolver 40 alunos dos concelhos de Azambuja, Benavente, Cartaxo, Coruche, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém em provas escritas (de carácter eliminatório) e orais (de apuramento para a Fase Final do Concurso Nacional de Leitura).

A prova escrita terá a duração de 45 minutos e a prova oral (de 5 minutos) consiste na declamação de um poema e na resposta a uma questão sobre o conteúdo das obras selecionadas para o Concurso.

As obras selecionadas foram A Terra do Anjo Azul de António Mota e Quando Hitler roubou o coelho cor de rosa de Judith Kerr para o 3º ciclo; e A Sala Magenta de Mário de Carvalho e O Menino de Cabul de Khaled Hosseini para o ensino secundário.

O júri, composto pela técnica superior da Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos, Marta Marques, pelo músico David Antunes e pela escritora Maria João Lopo de Carvalho, irá avaliar a intensidade, o ritmo, a expressividade, o discurso lógico e a capacidade de análise de síntese na resposta à questão sobre o conteúdo das obras.

Após a prova oral são considerados vencedores dois alunos do 3º ciclo e dois alunos do Secundário, sendo ainda selecionado um suplente em ambos os escalões. Estes quatro estarão presentes na Fase Final do Concurso Nacional de Leitura, a realizar em junho/ julho, em representação da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo.

O Concurso Nacional de Leitura tem como objetivo estimular a prática da leitura entre os alunos do 3ºciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e é organizado pelo Plano Nacional de Leitura, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares, a Direção-Geral do Livro, dosARQUIVOS e das Bibliotecas, o Camões IP, a Direção-Geral da Administração Escolar e a RTP1.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:52
link do post | comentar | favorito
|

Falecimento de Hélder Francisco Ferreira Travado

transferir.jpg

 

É com sentido pesar que se comunica o falecimento de Hélder Francisco Ferreira Travado, que entre 1974 e 1976 foi Presidente da Comissão Administrativa do Concelho do Cartaxo e que entre 1989 e 1996 exerceu as funções de Vereador da Câmara Municipal do Cartaxo eleito pela CDU.

Mais se informa que o corpo estará em câmara ardente na sede do Município, a partir das 11h00 de amanhã, dia 21 de abril, sexta-feira, de onde seguirá, no dia 22 de abril, sábado, às 13h00,  em cortejo fúnebre para o Cemitério da Póvoa de Santa Iria.

A saída do corpo será precedida de um momento solene de homenagem, que contará com intervenções de seu filho e do Presidente da Câmara Municipal, Pedro Magalhães Ribeiro.

O Presidente da Câmara Municipal, decretou três dias de Luto Municipal, em homenagem à memória de Hélder Francisco Ferreira Travado.

  

Hélder Francisco Ferreira Travado

Natural do Cartaxo, nasceu a 20 de setembro de 1929.

Cumpriu o serviço militar em Mafra e em Lisboa e foi na capital que começou a cimentar uma consciência cívica das realidades e contrastes da sociedade em que vivia. Em maio de 1954 partiu para Moçambique como militar, adquirindo nos dois anos seguintes a formação de topógrafo. Regressou a Lisboa em 1968, licenciou-se em Geografia e abraçou a carreira de docente.

Militante do Partido Comunista Português entre 1974 e 1976 assumiu a presidência da Comissão Administrativa do Concelho do Cartaxo. Depois de algumas incursões por terras de África, onde também lecionou, regressou à vida política como vereador da Câmara do Cartaxo, de 1989 e 1996



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:53
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

XXVIII TRAVESSIA DOS TEMP...

Quinta do Bill comemora 3...

Inscrições para a Univers...

CARTAXO ELEGEU REI E RAIN...

Festival Bike: A grande f...

CM e SMAS de Vila Franca ...

AEPR vê projeto apoiado p...

QUARTO LIVRO INFANTIL DED...

REVISTA MAGOS DEDICADA AO...

22º Festival de Folclore ...

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds