NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 11 de Outubro de 2009
VILA FRANCA DE XIRA-À procura dos avieiros

 

Em defesa da cultura avieira do Tejo, realiza-se no sábado um ‘cruzeiro' entre Lisboa e Valada (Cartaxo), para alertar para os perigos que correm as várias aldeias que ainda resistem.

 

‘VOGAR CONTRA A INDIFERENÇA'

PROGRAMA

Cruzeiro

09h30

Recepção na marina do Parque das Nações, junto ao restaurante ‘Imperial da Marina'

10h00

Embarque no bote-de--fragata ‘Baía do Seixal'

10h30

Largada para o passeio

11h40 Póvoa de St.ª Iria

12h20 Alhandra

12h45 Lezirão (Azambuja)

14h40 Palhota (Cartaxo)

14h50 Escaroupim (Salvaterra de Magos)

15h00

Chegada a Valada (Cartaxo)

15h10

Transporte para Caneiras (Santarém)

15h40

Refeição/convívio

15h40

Leitura do Manifesto

Descida de canoa

09h00

Concentração em Patacão (Alpiarça)

09h30

Início da descida

12h00

Troca de tripulações em Porto da Quarela (Almeirim)

14h30

Chegada a Caneiras (Santarém)

15h40

Refeição/convívio

15h40

Leitura do Manifesto

‘CIGANOS DO TEJO'

Alves Redol chamou-lhes ‘Ciganos do Tejo': escolheram o Tejo (e também o Sado) para ganhar a vida no Inverno, deixando o mar de Vieira de Leiria, de onde eram oriundos

CULTURA AVIEIRA: CASA DE PALAFITA

As casas foram sendo construídas nas margens do rio, desde Abrantes a Vila Franca de Xira. As edificações palafíticas, de madeira e assentes em estacas, permitiam aos avieiros ficar a salvo das habituais cheias de Inverno. Ainda hoje há várias aldeias com casas de palafita. Só na aldeia das Caneiras, em Santarém, residem 220 pessoas, mais do que em 1980

BARCO VARINO OU BOTE-DE-FRAGATA

Durante décadas, subiram e desceram o Tejo para transportar todo o tipo de mercadorias: sal, areias, vinho, carvão. Hoje já são apenas peças de museu e vão fazer-se ao rio de novo no próximo fim-de-semana. Estima-se que ainda haja 18 famílias de avieiros a viver directa e indirectamente da pesca no rio Tejo. Uma forma de vida que pode estar em risco com a poluição e a pesca ilegal da enguia-bebé, por exemplo.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:16
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

EM DEFESA DA SAÚDE NO DIS...

Nadadores Almeirinenses e...

Município de Azambuja atr...

20.500 visitantes na Avis...

No concelho há 2530 famíl...

Apresentação pública da “...

Grupo de Ajuda Mútua reún...

Nadadores da Viver Santar...

EXPORAINHA 2016 – 14ª Exp...

Santarém disponível para ...

arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

VISITANTES ONLINE (Colocado em 10-11-2015

contador de visitas para blog
subscrever feeds