NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010
SANTAREM- Museu Sem Fronteiras

Museu Sem Fronteiras (MWNF)
Museu Virtual
À Descoberta da Arte Barroca 

 
Depois de cinco anos de preparação, o Museu Virtual À Descoberta da Arte Barroca está on line a partir de 21 de Janeiro de 2010. 
Oito países europeus, incluindo Portugal, participaram na criação deste segundo ciclo temático do Museu Virtual, implementado pelo Museu Sem Fronteiras, dando assim origem ao maior Museu Virtual de todo o mundo.
Segundo os princípios orientadores do Museu Sem Fronteiras, que defendem a contextualização dos artefactos expostos e desvendam tesouros desconhecidos, trazendo-os para a ribalta, o Museu Virtual À Descoberta da Arte Barroca conjuga peças barrocas europeias, desconhecidas do grande público, com obras de arte universalmente conhecidas, relativas ao período compreendido entre o Concílio de Trento (1653) e o Congresso de Viena (1815).
A Colecção Permanente permite usufruir de artefactos provenientes de setenta e oito museus associados e de parceiros, tal como de monumentos e de sítios barrocos de oito países. A base de dados e respectivas funcionalidades (pesquisa simples e pesquisa avançada) foi concebida tendo em vista os interesses específicos de estudantes e visitantes em geral. As descrições estão acessíveis em inglês e, na maior parte dos casos, na língua de cada país parceiro. Aqueles que pretendem utilizar a informação disponível para preparar um circuito cultural, poderão encontrar os contactos actualizados de cada monumento e sítio. A secção dos Museus Parceiros do Museu Virtual permite-nos obter mais informação sobre os museus, as universidades e os organismos do património cultural que contribuíram para a realização desta colecção. O “Meu Museu” permite que os visitantes registados criem a sua própria colecção de artefactos e de monumentos.
Os representantes dos países parceiros reuniram-se seis vezes, desde Fevereiro de 2005, para discutir e definir em conjunto as várias vertentes da colecção barroca: a selecção e o inter-relacionamento dos artefactos e dos monumentos, a actualização da Base de Dados e a acessibilidade dos textos adequados a todas as culturas nacionais envolvidas.
Tal como acontece com os outros países, Portugal participa no Museu Virtual À descoberta da Arte Barroca com cinquenta artefactos, oriundos de vinte e nove museus ou colecções, e trinta e cinco monumentos, (lista anexa) ilustrados por oitocentos e cinquenta imagens. A Casa - Museu Anselmo Braamcamp Freire é o parceiro nacional, em cooperação com sessenta e três entidades e dezoito municípios envolvidos, distribuídos por todo o território, incluindo as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira. Cristina Correia, coordenadora nacional e vice-presidente do Museu Sem Fronteiras, contou com a colaboração de cinquenta e um investigadores, historiadores e curadores das diferentes entidades para a redacção dos textos, bem como com a colaboração directa ou indirecta de cerca de sessenta e um fotógrafos. A presença de Portugal no Museu Virtual foi assegurada pelos patrocínios do Turismo de Portugal e do Grupo Jerónimo Martins, bem como do Instituto Camões, da Contiforme, da Fundação Eugénio de Almeida, do Município de Alcobaça e da Escola Secundária Eça de Queirós de Lisboa.
O Museu Virtual À Descoberta da Arte Barroca foi inteiramente financiado pelo Museu Sem Fronteiras e pelas instituições participantes, aproveitando a plataforma de Internet implementada pelo Museu Sem Fronteiras aquando da criação do primeiro ciclo temático do Museu Virtual MWNF , www.discoverislamicart.org. O acesso é completamente livre.
O Museu Virtual À Descoberta da Arte Barroca pode ser visitado através do portal MWNF www.museumwnf.org ou directamente através de www.discovebaroqueart.org.
Fundado em 1994, em Viena de Áustria, por Eva Schubert, o Museu Sem Fronteiras (MWNF) ganharia dimensão internacional no ano seguinte, sendo hoje uma organização sem fins lucrativos com sede na capital belga, Bruxelas.
O MWNF tem como missão revelar, difundir e promover o património artístico de uma região, de um povo ou de uma cultura, tornando-o acessível à generalidade dos vários públicos, nacionais e internacionais e permitindo o conhecimento de tesouros artísticos que, de outro modo, permaneceriam escondidos ou desconhecidos dos não-especialistas. As exposições que organiza, em formatos e suportes únicos e inovadores, complementadas com as obras que edita, escritas e ilustradas por reputados académicos e fotógrafos consagrados, condensam o ethos da organização, o de propiciar, em todos os casos, o contexto cultural e histórico envolvente e a perspectiva própria do país em causa.
Nos seus projectos, o MWNF tem o privilégio de contar com mais de quinhentas parcerias públicas e privadas dos vinte e dois países que com ele cooperam.
Parceiros Discover Baroque Art
Áustria*         Universidade de Innsbruck, Instituto de História de Arte
Croácia  Museu de Arte e Artesanato, Zagrebe
         Universidade de Zagrebe, Instituto de História de Arte
República Checa          Galeria Moravska, Brno
Alemanha*           Instituto Central de História de Arte, Munique
                             Museu da Cidade, Weilheim
Hungria         Instituto Nacional de Monumentos da Hungria
        Galeria Nacional, Budapeste
        Museu de História de Budapeste
Itália /Bolonha Museus de Arte Antiga da cidade de Bolonha
        Museus da Província de Bolonha
Itália/ Roma    Galeria Borghese, Roma
Portugal        Município de Santarém em representação de uma rede de 63 entidades associadas
Eslovénia       Instituto de História de Arte France Stele do Centro de Pesquisa Científica da Academia Eslovena de Ciências e Artes
* disponível no Outono 20


Para mais informações
Museu  Sem Fronteiras Portugal
Cristina Correia
tel: +351 309911876
telm:+ 351 91 910 4820
Email : msf.ccorreia@gmail.com
        Museum With No Frontiers
Eva Schubert
Telm: + 39 339 7209789
Email: eva.schubert@museumwnf.net
      



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:10
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Eu estou aqui...

O tempo carrega em si a s...

TAGUS promove acções de v...

Câmara de Azambuja aprovo...

Ministro da Educação inau...

Concerto Solidário de ...

Estudo europeu alerta: Po...

Campanha “Calendário Soli...

Apresentação do Livro "O ...

Cinco Dias Seis Artistas/...

arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds