NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sábado, 17 de Abril de 2010
O “PARQUE DO CARRIL” PODE SER RENTABILIZADO
ARTIGO DE OPINIÃO O investimento é neste momento o factor mais preponderante de uma economia que se requer competitiva e socialmente mais justa, assim em termos mais conceptuais podemos ou melhor posso afirmar que o investimento significa a aplicação de capital em diversos meios de produção, apontando o aumento da capacidade produtiva instalações, máquinas, transportes, infra-estruturas, ou seja, em bens de capital. O investimento produtivo realiza-se quando o lucro sobre o capital é maior ou pelo menos igual à taxa de juros. Podemos ainda diferenciar dentro do investimento “duas famílias” de investimento, que são, o investimento bruto e o investimento líquido, sendo que no 1.º temos de ter em atenção todos os gastos efectuados com bens de capital e formação de stocks e no 2.º temos de ter em conta que o mesmo excluí as despesas com as depreciações, ou seja é um investimento que mede com maior exactidão o crescimento da economia, seja ela nacional, local ou até mesmo de escala. Os investimentos são, Dependentes/independentes; Convencionais/não convencionais; Grandes/pequenos; Inovação/substituição/estratégicos/expansionistas. Depois desta pequena e breve introdução e definição de investimento, podemos pensar um bocadinho todos juntos e analisarmos a situação do Concelho de Alpiarça e chegamos a uma triste conclusão: À excepção da Monliz e da Triplanta, não temos mais investimentos propriamente estruturados, capazes de dinamizar a economia local, ou seja as alternativas de crescimento sustentado tardam em aparecer e com essas alternativas a afirmação do município enquanto pólo de desenvolvimento e de captação de novos habitantes. Se verificarmos com alguma racionalidade o concelho, verificamos que o mesmo não necessita apenas de investimento industrial, o concelho neste momento também necessita de investimentos ambientais, estratégicos, sociais, inovação e de expansão. É do meu ponto de vista extremamente necessário que Alpiarça se comece a desenvolver, começando desde logo pelo 2.º sector mais estratégico para o concelho, o turismo, falo neste momento em 2.º sector, pois depreendo que o sector mais importante seja a agricultura, mas como já referi esse sector, mal ou bem vai beneficiando de alguns investimento privados, o que é de facto extremamente positivo. Mas agora voltando ao turismo, este tem de ser mais apoiado e deverá ser dada continuidade ao que vinha a fazer o anterior executivo, ou seja consolidação da Casa Museu dos Patudos e da albufeira dos Patudos, sendo que no caso desta ultima o investimento passe pela possível construção de por exemplo unidade hoteleira ou então pela reconversão do actual parque de campismo, que bem necessita de ser dinamizado, pois com a actual conjuntura económica, o campismo é visto novamente como uma actividade com muito potencial, pois como todos sabemos é muito mais barato fazer campismo do que alugar uma habitação, aliás o parque de campismo de Alpiarça tem todas as condições para ser mais que um mero parque de campismo, ou seja poderá também ser utilizado como um parque de lazer com diversas actividades radicais. Podemos também partir para um melhor aproveitamento de todo o parque do Carril, sendo que neste ponto seja muito mais complicado fazer um investimento com capacidade de retorno, no entanto não é de todo impossível, pois ideias não faltam, sendo que neste momento o mais complicado é sempre a poluição da vala, no entanto com firmeza e vontade, esse não será de certeza um impeditivo. Outro factor de desenvolvimento que também é neste momento crucial é a expansão da malha urbana da localidade, ou seja, se de facto a mesma está de facto apresentável a sul, o mesmo não se passa com a entrada norte, onde é de facto necessário potenciar a construção. Não falo neste caso em construção em altura, mas sim construção em área, ou seja construção não apenas de habitações mas também de serviços, capazes de dinamizar o interior da vila, pois nunca entendi muito bem qual a lógica de crescimento sempre para sul, pois vejamos, não seria de todo interessante construir por exemplo o novo quartel da GNR na zona norte da Vila? Relembro que um dos meus primeiros posts foi direccionado para os PDM e para a urgente revisão do mesmo, que teima em não surgir. Porque será? Não nos podemos esquecer nunca de uma coisa, o planeamento tem de ser encarado como um investimento, sendo neste caso um investimento induzido, capaz de gerar um aumento de circulação de verbas e o consequente investimento por parte dos particulares. http://www.jornalalpiarcense.blogspot.com/


publicado por Noticias do Ribatejo às 09:51
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

21

24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Abrantes: Eleitos para os...

42º Aniversário da Associ...

PAFT Azambuja organiza “F...

Abrantes assinala dia mun...

Estrela Michelin David Co...

APRESENTAÇÃO DO LIVRO TOQ...

NERSANT BUSINESS: «Nesta ...

Doçaria portuguesa reunid...

TEMAS DE SAÚDE: O médico ...

A tempo de não cair no c...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds