NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -

Domingo, 13 de Outubro de 2013
TEMAS DE SAÚDE: “Sr. Dr. Eu não tenho direito a estar doente...”

Por: Antonieta Dias  (*)

 

(Uma realidade a curto prazo se não forem tomadas as devidas providências)


 “Sr. Dr. sou o António, aquele doente que trabalha de sol a sol, como agricultor, que foi reformado aos sessenta e dois anos, por invalidez, que padece de várias doenças crónicas, que tem diabetes, hipertensão, colesterol aumentado, excesso de peso, bronquite crónica, artroses e que reside perto daquela zona turística, onde também tem umas Termas muito conhecidas.

Sabe Sr. Dr. eu estou passando por muitas privações, tenho que cultivar as minhas terras, para me alimentar, e queria vender alguns dos meus produtos hortícolas, mas não é possível, pois, para cultivar um quilo de batatas eu gasto um euro, e quando vou vender pagam-me a 50 cêntimos, tenho muito prejuízo...

Como sou proprietário, tenho que pagar os impostos ao Estado, mas eu entendo, pois os nossos Governantes, têm muitas preocupações,  a dívida de Portugal é muito elevada, cada vez é maior  e  somos nós os mais carentes que temos de a pagar... , e vai ser muito mau para conseguirem gerir divida, por isso é que estão sempre a nomear pessoas para ver se conseguem equilibrar as nossas finanças

Eu sei que estamos a viver um período muito difícil para a Nação, e os jovens têm que emigrar para poder ganhar para viver e os que estão no ativo agora já não vão ter reforma, por isso é que me estão a retirar aos poucos a minha.

É por isso Sr. Dr. agora que eu tenho entregar a minha “reforminha”, para aliviar a divida de Portugal, mas eu entendo é preciso tirar a quem pagou honestamente os seus impostos, a quem descontou com muito sacrifício para poder ter uma pensão de invalidez quando não pudesse trabalhar e agora até isso temos que dar, mas assim Portugal fica na história com um grande País.

Sabe Sr. Dr. eu até estou a passar fome, pois o dinheiro vai todo para o Estado, já não chega para pagar os impostos, a contribuição autárquica que cada vez é mais elevada, e eu acho até que vou ter que vendar as minhas “terrinhas” e a minha “casinha “, para poder ajudar a pagar as despesas que o Pais mantém.

É preciso sustentar a dignidade de quem nos representa e por isso temos que pagar as despesas que fazem desde a segurança pessoal até aos telemóveis e para isso é preciso investir muito dinheiro se não o nosso País fica mal visto.

Não importa que eu fique sem nada, o que é preciso e dar a que nos “governa”, por isso enquanto  houver dinheiro nos bolsos dos portugueses mais pobres é preciso vir busca-lo, pois assim ficamos endividados também e trabalhamos para  ter pobreza e percebe-se melhor a questão da nossa dívida.

Os nossos governantes sofrem muito e têm vergonha da divida do País, assim nós temos de dar tudo até esgotarmos os nossos bens.

 

Veja lá Sr. Dr. que para Portugal não ficar mal visto na Europa, e mostrar que estamos abastados, continuamos a comprar carros e a ter muitas despesas publicas e como não há dinheiro tenho que ajudar com os meus trezentos Euros…

Mas eu também sou um ser humano, que sofre muito, que precisa de se alimentar, pagar a agua e a luz, os impostos e  da ajuda de um médico, mas não o tenho.

O Sr. Dr. foi-se embora, para integrar uma Unidade de Saúde Familiar, foi viver para a cidade e eu fiquei sem médico.

Eu percebo, é  muito melhor estar na cidade e para além disso, ainda teve outros incentivos, foi trabalhar com os colegas que queria, aumentou o seu vencimento com mais 500 Euros, porque é o Coordenador da Unidade e ainda ganham mais por terem internos.

Isso, foi muito bom, pois até pode gerir os seus horários, escolher os doentes, apesar de ter de cumprir os objetivos, os indicadores e atingir as metas.

Eu sei, que esta mudança, foi muito útil, passou a gastar-se mais, mas resulta mesmo...

O Sr. Dr. agora já não faz as viagens até à minha aldeia, e ainda bem, pois se estivesse cá agora ia sofrer muito.

Nós como não tenho dinheiro para pagar a água, só tomo banho três vezes por semana, e como não tenho dinheiro para pagar a luz deito-me muito cedo.

Para além disso, o petrólio está muito caro, não uso os candeeiros, passei a utilizar velas, como antigamente, e depois levanto-me muito cedo para ir trabalhar para o campo...

Eu percebo isto muito bem, pois era um privilégio para os doentes das aldeias terem um médico de família, era bom demais para nós, e então mudaram a organização da prestação dos cuidados de saúde. Não podemos ter tudo...

Agora até pagamos quase tudo nos hospitais para manter o progresso…

Quando o Sr. Dr. foi embora prometeram-me que eu não ficaria abandonado, pois viria outro médico ocupar o seu lugar.

Eu já estou à  espera dele, desde 2006, mas ele ainda não chegou…

Eu sei que quem não vive nas cidades, tem um tratamento médico diferente, e que os que residem nas aldeias para além de terem poucos transportes..., vão ter mesmo que aguardar, não sei bem até quando, talvez até morrer…

Mas, eu até entendo, que tem que se poupar, e eu poupo mesmo muito. Alimento-me com pouca comida, pois o dinheiro não dá para mais.

 

Nas minhas seis doenças eu simplifiquei o tratamento, devido às minhas dificuldades económicas, pois os medicamentos são muito caros e eu não tenho dinheiro que chegue para os comprar.

Assim, trato cada uma das minhas doenças, apenas durante dois meses por ano.

Como são só seis foi muito fácil dividir pelos doze meses do ano.

Eu sou um bom cidadão, porque poupo muito ao Estado, e ainda ajudo os farmacêuticos, pois o Estado não precisa de lhes pagar a comparticipação que eu teria, se comprasse os medicamentos todos, que embora seja pequena, representa muito dinheiro, e assim não aumenta tanto a dívida às farmácias e os farmacêuticos também ficam a ganhar, pois como faturam menos, pagam menos impostos.

Como vê Sr. Dr. ganhamos todos com estas medidas.

Sabe Sr. Dr. eu até já pensei ir viver para a cidade, que fica a trinta quilómetros, do local onde resido, para poder ter assistência no hospital, mas já ouvi dizer que também é difícil ser doente lá, pois fica-se muito tempo à espera e também se paga muito.

Contaram-me que na semana passada, um doente que tinha 51 anos de idade, esteve lá 10 horas à espera, para ser atendido.

Tinha uma pulseira verde, porque estava com dores de estômago, mas afinal, quando foi observado tinha um enfarte, mas como já tinham passado muitas horas, o hospital poupou muito dinheiro, pois já não precisou de fazer aqueles tratamentos muito caros, que são necessários fazer nas primeiras horas, e como o enfarte se complicou, o doente acabou por morrer. Foi uma sorte. Assim até o Estado poupou muito mais, já que não tem que lhe pagar o seu salário...

Sabe Sr. Dr. eu acho que a situação do País é tão grave, que nós temos que ajudar, e não devemos viver tantos anos, pois ainda agravamos mais a economia.

Os jovens, continuam a emigrar e nós já só gastamos, se morrermos mais cedo é uma grande ajuda para Portugal, e eu sou Patriota, consigo perceber isto tudo.

Bom, Sr. Dr. já  falei demais, vou ficar a aguardar, para ver o que acontece.”

 

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 26 de Maio de 2013
TEMAS DE SAÚDE: Desde a pré história que os homens se preocupam com o seu bem estar e com a sua qualidade de vida

 Por: Antonieta Dias (*)


Desde essa data que a matemática, tem acompanhado a medicina, em muitos dos seus procedimentos, tornando-a num precioso complemento da actividade desenvolvida pelos médicos.

Ao longo dos tempos a investigação científica tem tido um papel preponderante na pesquisa  das soluções  dos problemas que afectam a humanidade e que poderão ser resolvidos através do conhecimento obtido  e efectuado com a dedicação de investigadores de elite

Se alguém pensava que a medicina se praticaria sem evidência científica,está  completamente absoleto e desenquadrado da sociedade em que vivemos.

Todavia, a matemática é uma ciência que a medicina não prescinde e sem ela a evolução da pratica médica nao seria viavel, porém, de nenhuma forma, podemos reduzir a medicina apenas e só aos números.

Apesar, de ser absolutamente imprescindível, em vários actos médicos, desde o cálculo das doses até aos actos estatísticos mais sofisticados, o seu papel será sempre complementar.

Não podemos, de forma nenhuma aceitar que os actos médicos, se transformem numa mera aplicação da matemática.

Senão, vejamos o que acontece no dia a dia da prática clínica do médico:

1-Padronização da consulta, 15 minutos

Este tempo aplicado à consulta de um idoso, em que a recolha da história clínica, demora e ultrapassa quase sempre esta média,  não deixando, como é óbvio tempo para a observação clínica, muito menos para o raciocínio clínico, que conduziria ao diagnóstico.

E então, como resolver esta situação?

Interrompemos o doente durante a exposição das suas queixas, omitimos, o exame objectivo, não fazemos o raciocínio clínico, não diagnosticamos a doença?

E o doente o que é lhe acontece?

E a responsabilidade médica?

Fico à espera da resposta matemática.

2-Suponhamos que estamos a realizar uma cirurgia, cujo tempo médio estimado são duas horas, porém, surgem complicações que implicam mais tempo operatório, que fazemos?

Interrompemos a cirurgia para que o horário seja respeitado?

E o doente o que é lhe acontece?

E a responsabilidade médica?

Fico à espera da resposta da matemática.

3-Entro impreterivelmente às 08:00 horas da manhã, que é o meu horário, de entrada, porém, não consigo cumprir as actividades programadas para esse dia devido à complexidade das situações clínicas, decorrentes dos actos médicos previstos para esse dia.

Interrompo as minhas actividades, para cumprir o horário?

E o doente o  que é lhe acontece?

E a responsabilidade médica?

Fico à espera da resposta da matemática.

Apenas com estes três simples exemplos, constatamos, que a profissão do médico, não pode ser usada, através de formulas matemáticas, por mais complexas que elas sejam.

O doente é uma pessoa, que exige de nós tempo, dedicação, respeito, responsabilidade, compreensão, humanidade, sendo a sua expectativa muitíssimo elevada em relação a nossa actuação.

O grau de exigência para um profissional médico é elevadissimo, e o respeito, que o doente nos merece, não pode ficar condicionado aos números.

Os profissionais médicos, dedicam a sua vida à sua profissão, onde o doente é a pedra basilar do acto médico, e só assim se compreende que a assistência ao doente, conduza obrigatóriamente a um sacrifício sobre humano do médico, que  priva a sua família, os seus amigos, e a sua vida, devido à dedicação aos seus doentes.

Só assim se compreende, que trabalhe noite e dia, que não tenha fins de semana, que por vezes não festeje o Natal com a familia, porque os seus deveres profissionais assim o exigem.

Nunca, os médicos tiveram necessidade que lhes orientassem os seus procedimentos, e talvez não seja por acaso que se ouve com muita frequência esta frase dos doentes "o meu médico não devia morrer".

Estas são algumas das razões que nos conduzem à necessidade, de entregar aos médicos a orientação dos destinos dos doentes, quer na gestão, quer no tratamento.

O respeito que a sociedade dedica à profissão dos médicos, tem a ver com a dedicação exclusiva que estes têm aos seus doentes e com os resultados obtidos, no seu trabalho.

É tempo de voltar a dar a César o que é de César.


(*) Doutora em Medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 17 de Março de 2013
TEMAS DE SAÚDE:Violência doméstica

Por: Antonierta Dias (*)

 

Considerando a família a célula, o núcleo afetivo, onde cada um dos intervenientes se refugia em busca da própria felicidade, sendo por si só um direito universal, implica coesão e solidariedade de todos os membros da família, cujo princípio deverá ser entendido como um modelo de participação afetiva em que o pilar deverá congregar valores  como dignidade, igualdade, liberdade, respeito, justiça, optimizando assim os laços familiares, sem barreiras e muito menos fronteiras impeditivas da preservação destes valores.

Transformar este conceito de família é destruir a garantia da proteção do núcleo familiar.

Se este ciclo é quebrado,  a conduta familiar deixa de ser respeitada e passa a manifestar-se por comportamentos violentos (físicos, psicológicos, patrimoniais, morais ou sexuais), atingindo qualquer elemento do agregado familiar, transformando-se a função em disfunção e passamos a ter dois agentes “ o agressor” e a “vítima”, que no caso em apreço, terá sinalizado um  alvo específico a mulher.

A violência doméstica, mesmo que consista apenas numa simples ameaça, pode ser suficientemente perturbadora para a mulher quer seja praticada pelo marido, companheiro, namorado, pai, irmão, cunhado, tio ou por qualquer outro elemento do agregado familiar com quem ela conviva.

Nestas circunstâncias, verifica-se que o equilíbrio social entendido como uma consequência natural entre os grupos sociais, onde cada membro da família será o motor principal da garantia da “ordem pública”, deixará de funcionar.

 Citando,  Kofi Anam-Ex-Secretário-Geral da ONU (1997-2006) “A violência contra as mulheres causa enorme sofrimento, deixa marcas nas famílias, afetando várias gerações, e empobrece as comunidades. Impede que as mulheres realizem as suas potencialidades, limita o crescimento econômico e compromete o desenvolvimento. No que se refere à violência contra as mulheres, não há sociedades civilizadas.

Resta ainda fazer a referência à Declaração Universal dos Direitos do Homem, votada na ONU em 10.12.1948, que assegurou às pessoas humanas o direito de constituir uma família, ao estabelecer no seu art.16.3 que “A família é o núcleo natural e fundamental da sociedade e tem direito à proteção da sociedade e do Estado.” E à OMS (1994), que considera que “o conceito de família não pode ser limitado a laços de sangue, casamento, parceria, ou adopção.”

Neste sentido a violência doméstica, representa um grave problema de saúde pública, de difícil irradicação, tendo a Organização das Nações Unidas, com base nos estudos realizados concluído que “não se poderá erradicar a violência contra a mulher se nos mais altos níveis não existir a vontade política e o compromisso necessários para que essa tarefa tenha carácter prioritário nos níveis local, nacional, regional e internacional.”(ONU. Estudo a fundo sobre todas as formas de violência familiar.2006, p.27).

 

 

  • É  indiscutível que o valor histórico sobre a importância fundamental, que a violência contra a mulher tem desencadeado em todo o mundo e que  tem exercido  um efeito notável no âmbito do direito penal, não só  no que se refere à proteção da vítima com à punição do agressor, veio fortalecer e gerar a criação de organismos  destinados a prestar assistência às vítimas e a punir os agressores.
  • Importa, ainda referir que o problema da violência doméstica exige a necessidade de criar e priorizar mecanismos  de intervenção sistemática de uma política mais célere mais interventiva, mais vocacionada para proteger a vítima e para combater o crime.
  • Em suma, implementar medidas de sensibilização, que visem um atendimento judiciário e social dirigido para a criação de protocolos de cooperação institucional entre organismos estatais e particulares, em que a promoção e a intervenção dos meios de comunicação social estejam envolvidos e vocacionados para promover campanhas de educação e de prevenção da violência doméstica seja uma realidade eficaz no combate e irradicação da violência familiar contra a mulher.
  • Por fim, a assistência à vitíma tem que se basear numa assistência social alargada, dirigida e sinalizada para a proteção à família na sua globalidade, de forma coordenada, interdisciplinar e responsável.
  • Resta ainda acrescentar que o atendimento e resolução desta problemática tem que ser efetuado por uma equipa multidisciplinar, com excelente preparação técnica e humana que a torne exemplar aquando da sua execução.

 (*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 7 de Outubro de 2012
SAÚDE: Doenças infecciosas cuidados a ter no tratamento /responsabilidade pessoal e institucional no isolamento dos doentes

 

Por: Antonieta Dias (*)

 

Existe uma série de doenças infecto-contagiosas, de etiologia complexa e de rápida propagação.

 

Todavia, com os avanços da investigação cada vez mais assertiva dos exames complementares de diagnóstico, e com o aparecimento de novas terapias medicamentosas, consegue-se controlar de forma eficaz a propagação destas doenças.

A OMS define a saúde como “um estado de completo bem estar físico, psíquico e social, e não apenas a simples debilidade ou ausência de doença.

A prestação de cuidados médicos pelos profissionais que ocupam a primeira linha da cadeia epidemiológica, implica a necessidade de uma actualização permanente, dos prestadores de cuidados nos serviços de urgência à população afectada por estas patologias.

Um guia prático onde constem as directrizes mais importantes para poder servir como referência de consulta rápida e de fácil acesso no ambiente de trabalho, é uma pérola para o médico que trabalha no serviço de urgência.

Este processo permite ao profissional obter um esclarecimento em tempo útil sobre as atitudes e recomendações a adoptar, perante um doente que padece de uma doença infecto contagiosa.

Todo o profissional médico, que contacta directamente com este grupo de pacientes, tem de ter planos concretos, baseados em evidências científicas, que lhe permitam agir de forma adequada, no reconhecimento, diagnóstico e tratamento e isolamento das patologias infecciosas mais comuns, sendo que algumas pela sua gravidade, podem ser fatais se não se actuar rapidamente.

A morbilidade, isto é, o estado de saúde e a propensão da população para as doenças infecciosas caracterizam o nível sanitário da população abrangida.

Não podemos menosprezar situações que nos surgem na clínica diária que se manifestam por vezes como erupções aparentemente benignas, mas que podem ser potencialmente fatais.

O rigor científico na colheita exaustiva da história clínica, no exame objectivo pormenorizado e na selecção de exames complementares de diagnóstico, cujo raciocínio clínico nos conduz à necessidade de internamento do doente, pode nalgumas situações ser de difícil resolução pela constatação da supressão de camas disponíveis para internar estes doentes, deixando uma tarefa ingrata ao médico que fica impotente na resolução de uma situação já de si grave que se poderá transformar num drama de risco vital.

São várias as doenças infecciosas que podem afectar as pessoas, das quais salientamos as mais frequentes e que podem exigir internamento hospitalar (pneumonias, encefalites, meningites,tuberculose, endocardite infecciosa, miocardite e pericardite, peritonite, diarreias infecciosas, infecções gastrointestinais associadas ao HIV, sepsis, exantemas associados a vírus, osteomielite e próteses infectadas, tétano, doenças sexualmente transmissíveis, febre do viajante, HIV no serviço de urgência).

Todas as mencionadas exigem tratamento urgente e algumas são de evicação obrigatória.

A Portaria n.º 766/86, de 26 de Dezembro estabelece quais as doenças contagiosas que obrigam os médicos a fazer a notificação às direcções e delegações de saúde(autoridade sanitária), para evitar a propagação das mesmas.

Importa, ainda referir que perante uma situação de sépsis, a antibioterapia empírica deve ser administrada nos primeiros sessenta minutos.

A febre é uma queixa muito frequente nas doenças infecciosas, que origina alguma ansiedade nos doentes e que pode conduzir a situações de desidratação.

Temperaturas extremamente altas (iguais ou superiores a 41.5ºC) podem ser deletérias para o sistema nervoso central (SNS).

Uma pequena nota sobre as doenças sexualmente transmissíveis (DST), que remontam desde a antiguidade.

 Até o século XVI eram designadas por doenças dos indecentes, mais tarde  surgiu o termo doenças venéreas, em homenagem a Vênus, deusa do templo do amor devido ao facto de se pensar que a sua transmissão seria de carácter exclusivamente sexual. Apenas no século XIX, é que se conseguiram identificar os agentes causais e se começaram a tratar estas doenças, que surgiam em faixas etárias jovens, mais especificamente  entre os 20 e os 30 anos.

Foram designadas por doenças venéreas onde se incluíram a sífilis, a gonorreia, o linfogranuloma venéreo a  Nicholas Favre, doenças estas transmitidas exclusivamente por via sexual, e um outro grupo como a balanite, o condiloma, trichomoníase, molusco, gonorreia, herpes, cuja transmissão poderia ser sexual ou não.

Em 1983 passaram a ser designadas por doenças sexualmente transmissíveis (DST), notando-se  no Século XX um aumento da incidência,  fruto de toda uma mudança  comportamental, em que os estilos de vida nalguns casos considerados como uma preversão sexual, onde  preservação  da monogamia passou a ser um comportamento de menor expressão social e os comportamentos de risco (poligamia, homossexualidade, bissexuais, pedofilia, prostituição, promiscuidade sexual, procura do prazer erótico anorectal), contribuíram seriamente para o crescimento  das doenças virais(hepatites B e C, condiloma acuminado, herpes, SIDA, doenças de difícil controlo terapêutico e de fácil disseminação.

É nesta altura que se identifica a infecção pelo vírus  da imunodeficiência humana( HIV )que continua a subir  assustadoramente  em Portugal, e a tuberculose que já quase tinha desaparecido  volta a invadir a sociedade, com uma incidência altamente representativa em termos de infecção populacional.

Estas doenças, devido ao elevado custo para realizar o seu tratamento, disparem as despesas no orçamento do Estado, sendo que algumas destas infecções são resultantes da irresponsabilidade das pessoas, que sabem que os seus comportamentos desviantes (comportamentos de risco), são os veículos da propagação da doença, porque não assumem medidas preventivas para as evitar..

Neste momento, estas doenças deixaram de pertencer aos grupos de indigentes ou de população de parcos recursos económicos, que viviam em situações deploráveis, e passaram a fazer parte de uma sociedade sem diferenciação de classes, mas com um ponto de união comum: o prazer sexual a qualquer custo e a qualquer preço, praticado de forma irresponsável, na maior parte das vezes sem protecção infectando inocentes e destruindo completamente as famílias.

Os prazeres efémeres, praticados de forma sexual animalesca, substituíram a beleza da afectividade e do amor partilhado por duas pessoas, que se  amam, que se respeitam, que se unem e que constroem a felicidade alicerçada pelo carinho e pela descoberta do paraíso do amor sincero puro e duradouro, em faz um casal  caminhar de mão dada, apaixonado pela e vivenciando o  afecto mutuo e verdadeiro leva-os à construção de uma família sólida e feliz.

Relativamente aos cuidadores por vezes alguns deles carecem de conhecimentos aprofundados limitando as recomendações mais adequadas sobre este  assunto,  e temos então profissionais de saúde que não investem o suficiente nas precauções a ter nestes grupos de risco..

Associado a estas precárias recomendações constatamos com os outros aspectos que envolvem sexo sem  o componente do amor, onde a facilidade anticoncepção  que apenas protege de uma eventual gravidez, mas que não previne os riscos da desenfreada propagação das doenças sexualmente transmitidas, decorrentes  de comportamentos de risco não protegidos , acabamos assim por assistir a uma epidemia, que na maior parte das vezes resulta de uma irresponsabilidade pessoal.

Tipificados na lei , o código penal prevê que os doentes que recusem usar máscaras nas unidades de saúde após o diagnóstico de doenças infecto-contagiosas, que se propagam através do contagio directo por  via respiratória(gotículas) “incorrem  no crime de propagação  de doença previsto e punido pelo artigo 283 do Código Penal com uma pena de prisão de um  a oito anos.”

Nos crimes de dano (crimes de resultado de dano) a consumação do crime supõe a lesão ou o sacrifício dum objecto concreto (como exemplos: ofensa à integridade física de uma pessoa (artigos 143º, n.º 1; artigo 148, n.º 1

Nos crimes de propagação de doença (artigo 283º).

O crime de propagação de doença contagiosa é um crime de perigo. Isto é, não é necessário contágio directo de qualquer pessoa para que os factos sejam submetidos à previsão do artigo 283º do Código Penal, cujo conteúdo se transcreve:

Propagação da doença, alteração de análise ou de receituário:

1-Quem:

a) propagar doença contagiosa:

b) como médico ou seu empregado, enfermeiro ou empregado de laboratório, ou pessoa legalmente autorizada a elaborar exame ou registo auxiliar de diagnóstico ou tratamento médico ou cirúrgico, fornecer dados ou resultados inexactos(crime de alteração de análises) ou

c) Como farmacêutico ou empregado de farmácia fornecer substâncias medicinais em desacordo com o prescrito em receita médica (crime de alteração de receituário); e criar deste modo perigo para a vida ou perigo grave contra a integridade física de outrem é punido com pena de prisão de um a oito anos.

2-Se o perigo referido no número anterior for criado por negligência, o agente é punido com pena de prisão até cinco anos.

3-Se a conduta referida no n.º 1 for praticada por negligência, o agente é punido com pena de prisão até três anos ou com pena de multa.

Se deste crime resultar morte ou ofensa à integridade física grave de outra pessoa, o agente é punido com a pena que ao caso caberia, agravada de um terço nos seus limites mínimo e máximo.

Em suma, três elos desta cadeia exigem intervenção activa, cabendo às pessoas infectadas  a responsabilidade de se submeterem ao tratamento e de  protegerem os conviventes; as instituições de saúde  têm o dever de tratar, isolar, e notificar a autoridade de saúde para proceder em conformidade e por  último compete à justiça accionar o processo judicial, quando surja o incumprimento dos deveres que visam evitar e propagar as doenças.

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 9 de Abril de 2012
ALPIARÇA: 3,7 ME de investimento em ALMEIRIM e ALPIARÇA

 

 

 

Águas do Ribatejo lança concurso público e as obras avançam no segundo semestre de 2012

Uma nova Empreitada de Execução de Infraestruturas  de Abastecimento de Água e Saneamento nos concelhos de Almeirim e Alpiarça deve avançar no segundo semestre de 2012. O concurso público internacional será lançado em breve com um valor base de 3.100 000,00 € e com um prazo de execução de 150 dias. Entretanto, foi lançado, a 28 de Março, o concurso para a construção da Estação de Tratamento de Água de Alpiarça com um valor base de 600.000,00 Euros.

 

Trata-se de obras de elevada importância para as populações dos dois municípios e surge na linha do investimento já realizado nos concelhos que partilham uma das mais eficientes Estações de Tratamento de Águas Residuais. A ÁGUAS DO RIBATEJO tem em curso um plano de investimentos de 19 Milhões de Euros em Almeirim e Alpiarça, para concluir em 2013.

 

Esta empreitada, que agora lançamos, irá reforçar o saneamento em Casalinho, Gouxaria, Frade de Cima e Fazendas de Almeirim, ampliando a rede de cobertura e  integrando a totalidade da rede no tratamento da ETAR de Almeirim/Alpiarça.

 

Na área do Abastecimento de Água, em Alpiarça, será construída uma nova conduta adutora/distribuidora  para servir a  Zona Industrial de Alpiarça e ligar ao novo reservatório construído junto à Barragem dos Patudos, onde será também erigida uma moderna Estação de Tratamento de Água (ETA) com um custo de 600.000 Euros.

 

A captação existente na zona industrial, que apresenta vários problemas de funcionamento, será eliminada e desta forma contamos melhorar a qualidade do abastecimento.

 

 

Em Almeirim, iremos realizar um investimento significativo com as seguintes intervenções:

 

Construção de um novo reservatório  

Remodelação da Estação Elevatória

Remodelação de duas captações

Remodelação dos dois reservatório existentes

Construção de uma Estação de Tratamento de Água

Construção de uma adutora para a Tapada

 

 

Em Fazendas de Almeirim Frade de Cima iremos realizar as seguintes obras:

 

Remodelação dos reservatórios

Construção de uma adutora de Frade de Cima para Fazendas

 

Em Benfica do Ribatejo, as intervenções são as seguintes:

 

Construção de um novo reservatório  

Execução de duas Estações Elevatórias

Remodelação de uma captação

Remodelação reservatório de Foros de Benfica

Construção de uma ETA

 

Com estas obras será aumentada a capacidade de armazenamento de água , haverá uma maior qualidade da água distribuída  e serão melhoradas as condições do serviço de abastecimento para uma população de mais de 15 000 pessoas.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:15
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2012
ALEMIRIM - Rodoviária do Tejo ameaça cobrar bilheres a alunos de seis concelhos por dívidas das Câmaras

O presidente da Rodoviária do Tejo advertiu hoje que os alunos dos seis municípios que persistem no incumprimento do pagamento da dívida à empresa vão ter que passar a pagar o título de transporte a partir de 01 de fevereiro.

Rui Silva disse à agência Lusa que os alunos dos municípios de Vila Nova da Barquinha, Cartaxo, Almeirim, Torres Novas, Nazaré e Bombarral correm o risco de ter que pagar o seu título de transporte já a partir de quarta-feira, porque os atrasos nos pagamentos destas autarquias são insustentáveis e os incumprimentos recorrentes.

"Estamos a alertar que a corda vai rebentar. Não é possível continuar a arrastar a situação", afirmou, sublinhando que neste momento a empresa está com "tolerância zero" e que as câmaras foram alertadas para esta situação limite.

«Lusa»



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:12
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 1 de Junho de 2011
CHAMUSCA -LIMPEZA E HIGIENIZAÇÃO DOS RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NO CONCELHOS DA CHAMUSCA

Operação para melhorar qualidade do abastecimento, irá provocar constrangimentos esporádicos

A empresa municipal ÁGUAS DO RIBATEJO promove na semana de 6 a 9 de Junho uma operação de limpeza e higienização de reservatórios no concelho da Chamusca.

As intervenções vão obrigar a alguns constrangimentos no abastecimento de água, com eventualidade de cortes pontuais, em várias localidades como se destaca:

 

MUNICÍPIO DA CHAMUSCA

Vale de Cavalos e Caniceira, dia 6 de Junho das 07h00 às 13h00

Chouto, dia 6 de Junho, das 13h00 às 21h00

Ulme, dia 7 de Junho, das 09h00 às 14h00

Semideiro, dia 7 de Junho das 14h00 às 19h00

Gaviãozinho, dia 8 de Junho das 07h00 às 13h00

Vale de Cavalos e Chamusca dia 8 de Junho das 7h00 às 13h00

Chamusca (centro da vila) dia 8 de Junho das 21h00 às 02h00

Pinheiro Grande, dia 9 de Junho das 07h00 às 18h00 

 

Informamos que os períodos mencionados são dilatados, prevendo a possibilidade de situações imponderáveis. Em circunstâncias normais os constrangimentos serão mínimos e será possível manter o abastecimento, ainda que condicionado das populações.

A ÁGUAS DO RIBATEJO sugere que os consumidores domésticos, comerciais e industriais e as instituições públicas providenciem reservas de água para utilização em caso de necessidade. Contamos com a colaboração das autarquias e dos bombeiros para situações em que seja necessário providenciar abastecimentos alternativos.

 

 A ÁGUAS DO RIBATEJO alerta que a utilização da água imediatamente após a reposição do abastecimento pode causar danos na rede predial e nas máquinas e equipamentos domésticos e industriais, pelos quais não nos responsabilizamos. 

Só  deve consumir depois de retomada a normalidade no abastecimento, quando a água apresentar uma cor transparente.

 
Em caso de necessitar de esclarecimentos, deve contactar os nossos serviços pelos

telefones: 808 20 20 11 ou 927 803 373

 

Esta operação visa melhorar a qualidade do abastecimento de água e garantir a segurança do mesmo. Pedimos desculpa pelo incómodo.

Mais se informa que para cada localidade foi emitido um aviso que foi publicado no sítio da ÁGUAS DO RIBATEJO em www.aguasdoribatejo.com, divulgado na comunicação social e distribuído nos locais, eventualmente, afectados pelos constrangimentos.

 

 

Constrangimentos no abastecimento de água nas localidades de Almeirim e Tapada

 

 

Comunica-se às populações das localidades de Almeirim e Tapada, Município de Almeirim, que devido à necessidade de realizar uma intervenção de limpeza e higienização no reservatório de abastecimento de água haverá constrangimentos, e eventuais cortes, no abastecimento na segunda-feira, 06 de Junho entre as 21h00 e as 02h00, nas localidades de Almeirim e Tapada.

 

Prevemos que a normalidade no abastecimento seja reposta cerca das 02h30 do dia 07 de Junho de 2011.

 

A ÁGUAS DO RIBATEJO alerta que só deve consumir depois de retomada a normalidade no abastecimento, quando a água apresentar uma cor transparente.


Em caso de necessitar de esclarecimentos, deve contactar os nossos serviços pelos telefones:      

 

808 20 20 11 – 263 509 400  ou 927 803 370

 

Pede-se a compreensão da população afectada. Lamentamos o incómodo que possamos causar com esta intervenção que visa melhorar a qualidade do serviço prestado.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:59
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 10 de Março de 2011
SANTAREM - Ponte D. Luís em Santarém reabre ao trânsito no dia 20
A Estradas de Portugal (EP) anunciou hoje que a ponte D. Luís, em Santarém, reabre ao trânsito no dia 20 de Março. A circulação será feita de forma condicionada até à conclusão da obra, prevista para Abril.
A circulação poderá ter de ser feita de forma alternada “sempre que necessário” até à conclusão definitiva da obra, disse a empresa em comunicado.
As obras nesta ponte centenária visam a pavimentação, substituição das juntas de dilatação e colocação de iluminação pública e decorativa.
Desde o início das obras, a 20 de Dezembro, a travessia do Tejo tem sido feita através da ponte Salgueiro Maia, no IC 10. Foi estabelecido um horário para a circulação de tractores nesta via rápida, dado tratar-se de uma região fortemente agrícola.
A proibição total de tráfego na ponte D. Luís gerou a contestação de autarcas das freguesias mais afectadas, que preferiam a circulação condicionada, mas respondeu à preocupação dos agricultores, que manifestaram preferência pelo encerramento no período “mais morto” da campanha agrícola.

«Público»



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:58
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011
FACTURA DA ÁGUAS DO RIBATEJO É A MAIS ECONÓMICA DA REGIÃO

FACTURA DA ÁGUAS DO RIBATEJO É A MAIS ECONÓMICA DA REGIÃO

 

A factura paga pelos clientes da ÁGUAS DO RIBATEJO é claramente a mais económica da região.

A imprensa regional publica um artigo com o levantamento dos tarifários praticados nos municípios de Alenquer, Azambuja, Cartaxo, Salvaterra de Magos e Benavente e conclui que os concelhos de Benavente e Salvaterra, ambos integrados no sistema intermunicipal da ÁGUAS DO RIBATEJO, são os que apresentam um tarifário mais económico.

O tarifário mais reduzido é idêntico nos  municípios de Almeirim, Alpiarça, Chamusca e Coruche que integram também a  ÁGUAS DO RIBATEJO.

Os nossos clientes com consumos até 5m3 pagam em média 5,85 Euros, menos 33,60 % que o valor praticado no segundo sistema mais barato que é de 7,82 Euros. O sistema mais caro do quadro publicado em baixo tem um valor de 13,45 Euros, cerca de 130 % a mais que o valor do tarifário da ÁGUAS DO RIBATEJO. Os tarifários são públicos e estão disponíveis nos respectivos sítios na Internet.

 

 Quem consome 15 m3, paga 15,18 Euros na ÁGUAS DO RIBATEJO, mas com o mesmo consumo paga mais nos restantes concelhos analisados e paga mais do dobro num dos sistemas da região.

Tanto na componente de abastecimento de água, como na área do saneamento, o tarifário praticado pela ÁGUAS DO RIBATEJO é o mais amigo do cliente. A empresa tem como únicos accionistas os seis municípios que a integram. As preocupações de gestão apontam para um sistema sustentável em que as receitas da facturação são aplicadas nos custos de manutenção e exploração dos sistema e no investimento.

Neste momento está garantido o financiamento comunitário para 131 milhões de Euros a investir na área do abastecimento de água e saneamento. Apesar do financiamento da União Europeia ser fundamental, a empresa tem de recorrer à banca para garantir a parte que lhe cabe em cada candidatura.

A empresa ÁGUAS DO RIBATEJO foi criada para encontrar as melhores soluções técnicas e económicas, seguindo a lógica de que “juntos conseguiremos fazer mais, gastando menos.”

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:05
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 16 de Novembro de 2010
PSD critica quebra de 28% no PIDDAC

 

O PSD criticou esta semana a redução de 28,1% (cerca de menos 5 milhões de euros) que o PIDDAC atribui ao distrito no Orçamento de Estado para 2011. O presidente da distrital laranja, Vasco Cunha, considera que “o distrito tem vindo a perder importância ao longo dos anos e há alguém a ganhar em detrimento da nossa região”.
Os sociais-democratas falam em “progressivo e sustentado decréscimo” e acusam o PS de “abandonar Santarém”, que nas contas do PSD; vai receber apenas 2,6% das verbas (cerca de 12,4 milhões de euros) do PIDDAC, sendo o 9º no ranking dos distritos quando é o 7º mais populoso do país. Ainda segundo as contas laranjas, o volume de transferências do PIDDAC será de 27 euros per capita, quando é de 38 euros em 2010.
O PSD destaca ainda que oito municípios da região – Almeirim, Alpiarça, Chamusca, Constância, Coruche, Ferreira de Zêzere, Mação e Sardoal – não vão receber qualquer verba do PIDDAC e que, nos casos de Almeirim e Coruche, esta verba “zero” se verifica de há seis anos para cá. Na análise feita pelos deputados do PSD, salienta-se ainda a afirmação de “falta de transparência e omissões” no PIDDAC, nomeadamente, no que diz respeito às obras públicas, itinerários, estradas, pontes, caminhos-de-ferro, com especial destaque para a ausência de referências a quaisquer obras na ponte de Constância.
O PSD identifica ainda ausência de obras da segurança social, nomeadamente, as do programa PARES e a omissão de eventuais investimentos no Centro Hospitalar do Médio Tejo e no Hospital de Santarém. Ausentes neste documento estão também as contrapartidas da Ota, acrescenta o PSD.

 «O Ribatejo»

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:48
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 31 de Outubro de 2010
Inscrições para a Associação de Regantes

 

Com esta nova Associação teremos ganhos ambientais e económicos. Ambientais por utilizar aguas de superfície, mantendo disponíveis para consumo humanos os nossos aquíferos. Económicos porque segundo outros exemplos os custos associados à utilização da água descem para cerca de 50%. Inscrições até 26 de Novembro.
Por: Miguel Pedro Ribeiro

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:32
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Outubro de 2010
ALMEIRIM-Fundo de Emergência Municipal
Amanhã, sexta-feira, pelas 11,30 a Governadora deslocar-se-á ao gabinete do Secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro, para a assinatura de contratos-programa, no âmbito do Fundo de Emergência Municipal, para Almeirim e Chamusca. «GI/GCS»


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:16
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010
ÁGUAS DO RIBATEJO APOIA PROVA DE ATLETISMO “20 KM DE ALMEIRIM”

 

ÁGUAS DO RIBATEJO APOIA PROVA DE ATLETISMO “20 KM DE ALMEIRIM”

A ÁGUAS DO RIBATEJO é um dos patrocinadores da festa do atletismo que terá lugar no sábado, 23 de Outubro de 2010, a partir das 16h00, na cidade de Almeirim. A XXIV edição dos 20 Km de Almeirim e a mini-corrida de 5 Km irão reunir mais de três mil atletas federados e não federados numa das maiores manifestações desportivas do país.

Os atletas de todas as idades são provenientes de todo o país e haverá ainda uma competição em cadeiras de rodas para atletas portadores de deficiência.
A ÁGUAS DO RIBATEJO resolveu apoiar esta iniciativa, com um modesto contributo, seguindo uma política de responsabilidade social nas áreas da cultura, desporto e tempos livres.
O evento é organizado pela Associação 20 Km de Almeirim (entidade sem fins lucrativos) em parceria com a Câmara Municipal de Almeirim, Federação Portuguesa de Atletismo e Associação de Atletismo de Santarém.
 Lembramos que o consumo de água é essencial para os praticantes de desporto. Que bebam água da torneira e garantimos a sua qualidade nos municípios de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche e Salvaterra de Magos


publicado por Noticias do Ribatejo às 13:31
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010
Águas do Ribatejo quer uma total transparência nos resultados das análises da água que consumimos

 

 Mesmo que os resultados das análises levados a efeito pela Águas do Ribatejo não sejam divulgados nas facturas, por uma questão de espaço, as análises obedecem a dezenas de parâmetros.

Segundo nos informou Águas do Ribatejo é «politica da empresa informar nas facturas se houver não conformidades com valores alterados que possam colocar em causa a segurança de água». Contudo, «todas as análises são divulgadas junto da Entidade Reguladora (ERSAR)» e publicitados no sítio da empresa no item (http://www.aguasdoribatejo.com) “Qualidade”.

Para que os consumidores possam consumir água com confiança, adiantou-nos ainda a empresa que os resultados são «divulgados nos sítios dos municípios e afixados em lugares públicos em cada um dos concelhos»

Sempre que solicitado disponibiliza ainda a Águas do Ribatejo todos os «resultados numa politica de total transparência». Em breve serão disponibilizados os resultados do terceiro trimestre.

Recorde-se que fazem parte da Águas do Ribatejo, os municípios de: Alpiarça, Almeirim, Benavente, Chamusca, Coruche e Salvaterra de Magos

Por: António Centeio (Editor)



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:37
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 12 de Outubro de 2010
Águas do Ribatejo” mesmo não tendo ainda um “Plano de Segurança de Água” garante que consumimos água com qualidade

É inexistente neste empresa qualquer “Plano de Segurança de Água” que possa permitir ao consumidor saber se a água que bebe tem ou não qualidade, embora a Organização Mundial de Saúde recomendar desde 2004 que as «entidades gestoras de sistemas de abastecimento público de água desenvolvam planos de segurança para garantir a qualidade da água.»

 O consumidor tem a obrigação de saber se a água que bebe é potável e se não contêm substâncias prejudiciais à saúde.

 Existem apenas três empresas que tem planos de segurança em vigor, as “Águas do Algarve”, “Águas do Cávado” e “Águas do Douro e Paiva”. A Águas do Ribatejo irá fazer parte, a médio prazo, de uma plataforma criada pelo Instituto Regulador de Águas e Resíduos cujo objectivo é que nos próximos anos seja expectável a introdução do conceito dos planos de segurança e na regulamentação a nível comunitário.

 Curiosamente mesmo com a inexistência de planos de segurança, cerca de 98 por cento da água que é consumida pelos portugueses é de boa qualidade, de acordo com o relatório Qualidade da Água para Consumo Humano em Portugal, divulgado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) a que este jornal teve acesso

 "Noticias do Ribatejo" contactou a Águas do Ribatejo para saber as razões da falta do “Plano de Segurança de Água”. Esclareceu-nos que está a «criar condições para poder avançar para esse plano» mas ainda não tem «uma previsão para a sua implementação. Contudo o controlo de qualidade de água passa por análises feitas diáriamente no seu laboratório e num «laboratório externo certificado de acordo com a lei em vigor».

Acrescenta ainda a Águas do Ribatejo que há «uma motorização permanente da qualidade da água que disponibiliza, que será facilitada com a entrada em funcionamento dos sistemas de telegestão que permitem controlar eventuais incidentes no momento em que acontecem e desencadear mecanismo de correcção de imediato».

Até ao momento a Águas do Ribatejo nunca foi confrontada com «situações graves que pudessem colocar em causa a segurança dos consumidores» porque tem uma «preocupação constante que está reflectida na operação de limpeza e higienização que fez recentemente (noticia já publicada neste jornal) com empresa certificada, em 60 reservatórios de água nos seis município». Com este esclarecimento da Águas do Ribatejo ficamos a saber que podemos consumir água com toda a confiança.

Recorde-se que fazem parte da Águas do Ribatejo, os municpios de: Alpiarça, Almeirim, Benavente, Chamusca, Coruche e Salvaterra de Magos

 

Por: António Centeio/Editor

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:00
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 17 de Julho de 2010
Ricardo Sardinheiro - Um regresso a casa

Ricardo Sardinheiro, que recentemente finalizou o Curso de Nível 2 de Treinador de Futebol na AF Santarém, volta ao Grupo Desportivo Raposense de onde saiu há 4 anos após aceitar o convite do Fazendense liderado então pelo treinador Filipe Rego e onde acabaria por tornar-se campeão distrital nessa época assegurando a consequente subida ao 3º escalão nacional. Pelo meio, antes deste regresso, passou pelo U.Chamusca (também com Filipe Rego), pelos juniores do Fazendense e pelo U.Almeirim. É um regresso a uma casa que já conhece e onde deixou saudade.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:31
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 12 de Julho de 2010
SANTAREM -MANUEL ALEGRE VISITA SANTAREM

No próximo dia 19 de Julho, 2ªfeira, Manuel Alegre desloca-se ao distrito de Santarém. não só para uma reunião de trabalho com os responsáveis operacionais pela campanha eleitoral, mas também para conhecer e contactar com a realidade empresarial da região.

PROGRAMA DA VISITA 2ª FEIRA

– 19 DE Julho 16.00 horas – Visita à empresa J.J.Louro, em Amiais de Cima.

18.00 horas – Reunião com empresários no NERSANT, em Torres Novas. 20.00 horas

– Reunião de trabalho e jantar com os responsáveis operacionais pela campanha – Restaurante “O Toucinho” – Almeirim



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:04
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 15 de Junho de 2010
ALMEIRIM-Visita aos Bombeiros Voluntários de Almeirim
A Governadora Civil de Santarém, Sónia Sanfona, desloca-se à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almeirim, numa visita oficial para conhecer as instalações da corporação e reunir com a direcção e comando Operacional, numa altura em que se inicia a Fase Bravo de combate aos incêndios florestais. A visita decorrerá no próximo dia 16 de Junho pelas 11 horas. A Defesa da Floresta contra Incêndios é um objectivo fundamental no distrito de Santarém, assim como em todo o país. A importância da nossa floresta na sustentabilidade ambiental e na criação de riqueza, obriga a um total empenho de todas as instituições com a responsabilidade no sector florestal. Neste contexto, a coordenação de esforços e de recursos é uma mais – valia que a Governadora Civil de Santarém, Sónia Sanfona, pretende manter e reforçar. GI/GCS


publicado por Noticias do Ribatejo às 22:03
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 18 de Maio de 2010
ALMEIRIM- Candidatura de Fernando Nobre
No próximo dia 20 de Maio terá lugar na Biblioteca Municipal de Almeirim, a partir das 21.00h, a reunião promovida pela Comissão Distrital de apoio à candidatura de Fernando Nobre aberta a todos os que queiram estar presentes e esclarecer dúvidas acerca desta candidatura. Estarão presentes alguns elementos da Comissão Distrital e voluntários do concelho de Almeirim, Alpiarça, Chamusca, Coruche, Benavente e Salvaterra de Magos com o objectivo de estruturar a presença desta candidatura nestes concelhos. Para qualquer esclarecimento adicional. Tlm – 910 730 894, (Carlos Seixas Pires), ou Email : comunicacao@fernandonobre-santarem.org, ou www.fernandonobre-santarem.org


publicado por Noticias do Ribatejo às 16:53
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 5 de Maio de 2010
SANTAREM-Velha guarda do Huambo participa no torneio de Santarém
Huambo - A selecção de velhas guardas do Huambo em futebol tem estado a intensificar os trabalhos técnico e táctico, visando a sua participação na 19ª edição do torneio internacional de Santarém (Portugal), a disputar-se entre os dias 20 a 23 deste mês. Além de Santarém, acolhe a prova a localidade de Almeirim, devendo o torneio albergar dez equipas em representação de Angola, Suécia, França, Cabo Verde e os anfitriões. A duas semanas da competição, a equipa do Huambo cinge os treinos, entre outros, na correcção do posicionamento dos atletas em campo e sua capacidade técnico-individual, sem descurar a vertente física, segundo o seu responsável pela velha guarda, Simão Paiata. Afirmou ser objectivo melhorar a 6ª posição alcançada na edição anterior, na sua primeira participação. "O ano passado a equipa tinha 13 jogadores, desta vez temos 25 e nos preparamos melhor”, disse, adiantando que está em curso todo o processo burocrático para que a equipa possa se deslocar a Portugal dia 17 do corrente mês. Representarão ainda o país no torneio a selecção da Huíla e a equipa da Rádio Nacional de Angola, campeã em título.


publicado por Noticias do Ribatejo às 19:51
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 17 de Abril de 2010
SANTAREM-Correio do Ribatejo apaga 119 velas
A luz das velas do bolo de aniversário do Correio do Ribatejo (C.R.) contribuiu para iluminar os momentos de convívio, após a conferência de Jorge Custódio, na Casa do Brasil. Foram muitos os Amigos do Jornal que presentearam o Correio do Ribatejo, com a sua presença calorosa e fraterna. Antes disso, de manhã, o cemitério dos Capuchos, em Santarém, onde repousam os ex-directores do Jornal, João Arruda, Virgílio Arruda e Bernardo Figueiredo, além de muitos antigos funcionários e colaboradores, foi, como é hábito, alvo de uma romagem de saudade e reconhecimento por todos os que já não pertencem ao mundo dos vivos, mas continuam eternamente a fazer parte da grande Família do Correio do Ribatejo. O dia de aniversário terminou com um jantar, no restaurante O Forno, em Almeirim, onde o sabor da boa gastronomia foi acompanhado por momentos de convívio entre todos os presentes. Juntaram-se à festa os proprietários do restaurante, António e Elisabete Martins, para a fotografia da praxe. http://www.correiodoribatejo.com/


publicado por Noticias do Ribatejo às 18:00
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 22 de Março de 2010
SANTAREM-GUARDA NACIONAL REPUBLICANA
coruche,ComandoTerritorial deSantarém Actividade Operacional No Distrito de Santarém, zona de acção do Comando Territorial de Santarém, este Comando registou, entre outros, os seguintes dados na actividade operacional, desenvolvida durante o período de 15 a 21 de Março de 2010. Detenções: 31 Indivíduos detidos pelos seguintes motivos: Dez detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool; Sete detidos em cumprimento de mandados judiciais; Sete detidos por condução ilegal de veículo automóvel; Três detidos por condução de veículo automóvel sem habilitação legal; Um detido por crime de desobediência; Um detido por ofensas à integridade física de agente da autoridade; Um detido por crime de contrafacção; Um detido por crime de posse de arma proibida. Tendo sido solicitado a este Comando por vários órgãos de comunicação social regionais, passa a ser difundido por concelho a informação julgada útil. Abrantes: Um detido em cumprimento de mandado Judicial. Mação: Um detido por crime de ofensas à integridade física a agente da autoridade. Constância: Um detido por condução ilegal de veículo automóvel. Coruche: Cinco detidos por condução ilegal de veículo automóvel; Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool; Um detido por crime de contrafacção; Um detido por crime de posse de arma proibida. Benavente: Dois detidos em cumprimento de mandados Judiciais; Um detido por condução ilegal de veículo automóvel; Três detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool. Santarém: Dois detidos por condução de veículo automóvel sem habilitação legal; Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool. Rio Maior: Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool. Almeirim: Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool; Dois detidos em cumprimento de mandados Judiciais. Ourém: Dois detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool. Torres Novas: Um detido em cumprimento de mandado Judicial; Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool. Chamusca: Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal; Um detido por crime de desobediência. Vila Nova de Barquinha: Um detido em em cumprimento de mandado Judicial.


publicado por Noticias do Ribatejo às 15:11
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 8 de Março de 2010
Actividade operacional desenvolvida pelo Comando Territorial da GNR de Santarém, no período de 01 a 07 de Março de 2010

 GUARDA NACIONAL REPUBLICANA

ComandoTerritorial deSantarém

Um detido em cumprimento de mandado Judicial;

Um detido por condução ilegal de veículo automóvel.

 Salvaterra de Magos:

Dois detidos em cumprimento de mandados Judiciais;

Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

Um detido por crime de posse e tráfico estupefacientes.

 Santarém:

Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal;

Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool.

 Rio Maior:

Sete detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

Um detido por condução ilegal de veículo automóvel;

Um detido por crime de desobediência qualificada;

Um detido em cumprimento de mandado Judicial.

 Almeirim:

Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal;

 Alpiarça:

Dois detidos em cumprimento de mandados Judiciais;

Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal.

 Ourém:

Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

 Ferreira do Zêzere:

Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal;

Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool.

 Torres Novas:

Um por crime de condução de veículo furtado e posse de arma ilegal;

Um detido em cumprimento de mandado Judicial.

 Alcanena:

Um detido em cumprimento de mandado Judicial.

 Chamusca:

Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal.

 Golegã:

Um detido por condução ilegal de veículo

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:39
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 2 de Março de 2010
SANTAREM-Secretário de Estado Vasco Franco visita Santarém

 
O Secretário de Estado da Protecção Civil, Dr. Vasco Franco, desloca-se ao distrito de Santarém, esta 4ªf dia 03 de Março de 2010, para a realização de uma visita de trabalho, à cidade de Almeirim e de Santarém.  
 

Serão realizada reuniões de trabalho no Centro Distrital de Operações de Socorro de Santarém (CDOSS – Almeirim), visita ao terreno onde será construído o futuro quartel dos Bombeiros Canarinhos em Almeirim e reunião no Governo Civil em Santarém. 
 

É este o programa da visita de trabalho:   
 
 

11h00 – Visita ao CDOSS em Almeirim 
 

12h00 – Reunião/ CDOSS, com a participação da Câmara Municipal de Almeirim, do Presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários de Almeirim, Autoridade Nacional de Protecção Civil, Comandante Operacional do Distrito de Santarém e Governadora Civil de Santarém 
 

12h30 – Visita ao terreno do futuro Quartel da Força Especial de Bombeiros (Canarinhos)  
 

15h – Reunião no Governo Civil com Secretário de Estado e Câmara Municipal de Santarém 
 

16h – Sessão de apresentação do SIGES e outros projectos do Governo Civil 

 

GI/Governo Cicil Santarem



publicado por Noticias do Ribatejo às 04:15
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010
Santarém: chuvas da manhã provocaram inundações em Fazendas de Almeirim
As chuvadas registadas esta manhã em alguns pontos do distrito de Santarém provocaram inundações em habitações nas Fazendas de Almeirim e o condicionamento do trânsito na EN118, junto a Muge, e na EN3, em Abrantes.

Fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro disse à agência Lusa que 15 habitações situadas em Fazendas de Almeirim ficaram inundadas, bem como a principal via de acesso àquela localidade do concelho de Almeirim, que ficou parcialmente condicionada.

As chuvadas provocaram ainda lençóis de água na estrada nacional 118 entre Muge e Benfica do Ribatejo, nos concelhos de Salvaterra de Magos e Almeirim, condicionando a circulação.

Em Abrantes, um aluimento de terras na estrada nacional 3, junto à encosta do castelo obrigou ao corte temporário do trânsito, adiantou a fonte.

O Plano de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo continua em alerta amarelo, decretado na passada segunda-feira pela governadora civil de Santarém, mantendo-se os caudais nos níveis registados desde terça-feira sem previsão de alterações para o dia de hoje.

Assim, a povoação de Reguengo do Alviela, no concelho de Santarém, continua isolada, só sendo possível o acesso a veículos pesados, assegurando os Bombeiros Voluntários de Pernes a assistência e o abastecimento às populações.

Também as zonas junto ao rio em Constância e Tancos (concelho de Vila Nova da Barquinha) continuam submersas, bem como caminhos vicinais junto a linhas de água e várias estradas.

Nesta situação, além das vias que permitem a ligação a Reguengo do Alviela, estão a EN365, entre a Quinta da Broa e a ponte do rio Alviela, no concelho da Golegã, e diversas estradas municipais, como a que liga a Ribeira de Santarém a Vale de Figueira (Santarém), a 1369 entre Alpiarça e Torrinha, dois caminhos municipais no concelho de Coruche, devido à subida do rio Sorraia, e a 1456 entre Benavente e a recta do Cabo (estrada de campo).



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:44
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2010
ALMEIRIM-As Previsões de Jorge Godinho!

 
O actual treinador do Hóquei Clube Tigres de Almeirim conhece quase todos os clubes que irão disputar a Zona Sul do Nacional de Juniores. Eis as suas previsões…
As previsões de Jorge Godinho!
 

 

 

Começou a temporada como treinador dos juniores do Sporting Clube de Tomar, equipa que acabou por se apurar para o Campeonato Nacional, que tem início este fim-de-semana.
Actualmente, treina a equipa do Hóquei Clube Tigres de Almeirim, da 3ª Divisão.
Como neste momento não está directamente ligado a nenhuma das equipas que disputam a prova, Jorge Godinho acedeu ao desafio lançado pelo “Mundo do Hóquei” para divulgar quais as suas expectativas em relação às Séries C e D do Campeonato Nacional de Juniores (Zona Sul).

Para Jorge Godinho, o Benfica e o Sporting são as equipas mais fortes, “mas também temos o Turquel”, avisa o técnico.
No Benfica, Jorge Godinho destaca: “a equipa fica mais forte quando o João Rodrigues joga, juntamente com o Diogo Alves e o João Beja. Tem uma boa base, pois é uma equipa que tem um colectivo forte, porque jogam juntos há muito tempo. Mas têm maiores vantagens quando podem contar com o João Rodrigues!”, avisa.
O Sporting é caracterizado como sendo muito dependente de um jogador: “Gonçalo Alves, quando joga nos juniores, faz a diferença!”.
Jorge Godinho não esquece o Turquel: “é uma equipa forte em casa, onde o Paulo Passos e o João Silva fazem a diferença. Estão muito bem orientados pelo Nelson Lourenço, e acredito que são a equipa mais forte da Série C”.
E deixa uma palavra de apoio ao Sporting de Tomar: “apesar das dificuldades que terá contra os adversários directos na luta para chegar à Final-Four, tem bons jogadores como o Ivo Silva ou o Tiago Barros, que jogam nos juniores e nos seniores”.

Benfica pode chegar ao título
O Óquei de Barcelos é o actual detentor do título nacional de juniores e o Futebol Clube do Porto, apesar de não ter conseguido o apuramento para a fase final no ano passado, surge esta temporada muito forte.
Questionámos Jorge Godinho sobre se as equipas do sul poderão lutar pelo título nacional, ao que Godinho respondeu, sem hesitar: “acredito que o Benfica, se contar com o João Rodrigues na fase final e os restantes jogadores num bom momento de forma, pode trazer o título nacional de juniores de volta para o sul!”

Novas regras ajudam
Por fim, Jorge Godinho quis ainda referir um aspecto que considera importante: “se tivermos em conta as características próprias do escalão, como jogadores a estudar longe de casa e outras condicionantes, então temos de referir as novas regras, que beneficiam os jogadores tecnicamente mais evoluídos. Agora há menos contacto físico, logo há menor probabilidade de haverem lesões, sobretudo em jogadores menos desenvolvidos fisicamente”.

Os campeonatos nacionais de Infantis, Iniciados, Juvenis e Juniores têm início este fim-de-semana.

http://www.mundook.net/



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:12
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010
Defensores do Tejo reuniram-se para assinar a "Carta Ibérica"

 

 
Os movimentos em defesa do Tejo de Portugal e Espanha, reuniram-se em 16-01-2010 em Vila Nova da Barquinha para assinar a Carta Reivindicativa Ibérica em Defesa do Tejo que representa um marco histórico por ser a primeira vez que a cidadania ultrapassa as fronteiras e geográficas definidas pelo homem e promove a acção conjunta de movimentos de cidadãos portugueses e espanhóis, unidos em torno do princípio da unidade da bacia, em defesa do rio e da água de acordo com os princípios filosóficos da nova cultura da água.
Os movimentos estão solidários no entendimento de que as populações ribeirinhas do rio Tejo de ambos os países (Portugal e Espanha) enfrentam problemas e preocupações comuns e de que a criação de redes de informação é o caminho para a colaboração e mobilização no âmbito do Tejo internacional (ibérico), inclusive com o intercâmbio de pessoas, informação, conteúdos, conhecimento técnico-científico e experiências.
Com vista a manter vivos o rio Tejo e seus afluentes, decidem:
1º Exigir o direito à água em quantidade e qualidade na bacia do Tejo, que garanta a conservação dos ecossistemas aquáticos e ribeirinhos, a sobrevivência das actividades económicas e de lazer ligadas ao rio, e a vivência das populações ribeirinhas em comunhão com os seus rios, recuperando os laços culturais que as ligam e que são parte da sua identidade.
2º Recusar a política de transvases em Espanha, incluindo os transvazes existentes e previstos, por considerar que devem implementar-se alternativas aos transvazes baseadas no uso eficiente e na gestão da procura da água nas bacias receptoras, recorrendo preferencialmente a medidas não estruturais, com a finalidade de promover a substituição progressiva e TOTAL dos transvases, e o encerramento definitivo do Transvase Tejo - Segura.
3º Exigir a imediata supressão da reserva de 1.000 hm3 para transvases do Tejo prevista no Convénio de Albufeira visto que não existem estes excedentes na bacia hidrográfica do Tejo e que os transvases dessa dimensão contrariam quer a lei espanhola, quer a Directiva Quadro da Água (DQA).
4º Requerer a revisão do regime de caudais definido no Convénio de Albufeira no âmbito do actual processo de planeamento da gestão da região hidrográfica do Tejo, visto que deverá:
obedecer à normativa comunitária, nomeadamente, à Directiva Quadro da Água (DQA), visto tratar-se de um acordo entre dois Estados Membros;
ser submetido à participação pública activa, a reforçar nos planos de gestão da região hidrográfica do Tejo, de acordo com a DQA, visto ser um elemento estrutural desses planos da bacia;
contemplar a regulação quantitativa do caudal de chegada ao mar e o respectivo impacte na erosão costeira; e,
implementar um sistema de monitorização permanente e online de qualidade e de caudais que permita o acompanhamento público do cumprimento dos objectivos de qualidade e do regime de caudais ao longo de toda a bacia hidrográfica do Tejo.
5º Apresentar uma queixa à Comissão Europeia por considerar que não foi avaliado o Impacto do Transvase Tejo – Segura sobre o estado ecológico do rio Tejo e que a política de transvases do Tejo em Espanha conduz a uma deterioração do bom estado das águas e coloca em risco o cumprimento da legislação comunitária na bacia hidrográfica do Tejo em Portugal e Espanha;
6º Solicitar à Comissão Europeia que promova a realização de um estudo de avaliação do impacte ambiental estratégico da política de transvases em Espanha tendo especialmente em conta o bom estado das águas e, consequentemente, a capacidade de Portugal e Espanha cumprirem os objectivos da DQA em 2015, à semelhança da avaliação que já efectuou sobre o Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroeléctrico do Estado português.
Entre muitos participantes que assistiram ao acto da assinatura da Carta Reivindicativa Ibérica em Defesa do Tejo, estiveram presentes:
- Mário Santiago – Presidente da Assembleia Municipal de Alpiarça
- Carlos Jorge Pereira – Vice-Presidente da Câmara Municipal de Alpiarça
- Celestino Brasileiro – membro da AIDIA e da Assembleia Municipal de Alpiarça

Momento da Intervenção de João Serrano (primeiro a contar da direita), vice-presidente do Conselho Deliberativo do movimento ProTejo e membro da

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:18
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010
Sexagenário encontrado na A13 após saltar de carro em andamento para escapar a carjacking

 

 

Um homem de 65 anos saltou de um carro em andamento após ter sido vítima de roubo por carjacking e sequestro na zona de Benfica do Ribatejo, concelho de Almeirim, na quarta-feira ao início da noite.

Desorientado e sem saber exactamente onde estava, a vítima acabou por fugir na direcção da auto-estrada A13, onde foi encontrado por uma patrulha do Posto de Trânsito da GNR de Salvaterra de Magos que ia a passar no local.

Fonte dos bombeiros voluntários de Salvaterra de Magos disse ao nosso jornal que o sexagenário foi assistido ao quilómetro 70 da A13, sentido sul – norte, entre a área de serviço de Marinhais e o nó de Almeirim.

Tinha um braço partido na zona do cotovelo, vários hematomas, e foi transportado ao Hospital de Santarém, cerca das 20 horas.

Segundo conseguimos apurar, a vítima terá parado para ajudar um homem que fingiu ter uma avaria numa carrinha de mercadorias, na estrada secundária que liga os Foros de Benfica à Estrada Nacional 114 antes da aldeia da Raposa, concelho de Almeirim (próximo do aterro sanitário da Resiurb).

Quando saiu do carro, foi logo ameaçado de morte com uma arma branca e obrigado a entrar na sua própria viatura.

Cerca de quatro quilómetros mais à frente, quando o assaltante reduziu a velocidade para descrever uma curva, o homem saltou para o exterior e correu acidentalmente na direcção da A13, tendo conseguido ainda saltar uma vedação rede antes de ser encontrado pelos militares já na berma da auto-estrada.

Ainda na noite de quarta-feira, a GNR apreendeu a carrinha abandonada pelo agressor no local do crime, e recuperou o carro roubado, um Citroen C4 Picasso, na quinta-feira à tarde, atascado numa zona de mato próxima do local onde a vítima diz ter fugido ao agressor.

http://www.oribatejo.pt/

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:29
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 3 de Janeiro de 2010
SANTARÉM - Desactivado plano de cheias na bacia do Tejo

 

No final do primeiro dia de 2010 foi desactivado o plano de cheias do Tejo, por determinação de Sónia Sanfona, Governadora Civil de Santarém. Na base desta decisão, está a pouca precipitação prevista para as próximas horas e a queda de nível dos caudais em Almourol, Vila Nova da Barquinha e Ómnias, em Santarém.

 

 

Desta forma, o rio Tejo e afluentes vão voltar progressivamente ao seu leito normal podendo, no entanto, haver registo para algumas situações de submersão por dificuldades locais de drenagem. Nesta fase, ainda há ligeira submersão da Estrada Nacional 365, na ponte do Alviela, assim como na Estrada Municipal 1338, na rua dos Alcaides, em São Vicente do Paúl. Já no concelho do Cartaxo, há registo da submersão da Estrada Nacional 114-2, entre Setil/Reguengo, por dificuldades de drenagem. Pelos mesmos motivos, a Estrada Nacional 3-2, entre Reguengo e Valada, também se encontra submersa. A título de curiosidade, refira-se que é necessário recuar até 2000 para dar conta de um Dezembro mais chuvoso do que este último.

http://www.radiohertz.pt/

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:25
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009
A Águas do Ribatejo investiu 20 milhões de euros no ano de 2009 e em 2010 vai investir 45 milhões de euros.

Na construção e manutenção dos sistemas de abastecimento de água e de tratamento das águas residuais. No novo ano de 2010, iremos investir 45 milhões de euros.

 

 A AR é uma empresa em que os únicos accionistas são os seis municípios que integram a sociedade que não tem fins lucrativos. AAR apresenta um tarifário social para famílias com dificuldades económicas e um tarifário familiar para agregados com mais de quatro elementos e pratica o tarifário mais baixo da região e um dos mais baixos do país.

Por outro lado, vamos intensificar o combate à fraude (ligações sem contador ou com contadores bloqueados) e ao desperdício, seguindo o princípio de que se todos pagarem a água, que realmente consomem, o preço pago por cada um será mais justo.

 

As receitas provenientes da facturação do consumo de água e das taxas de saneamento destinam-se a co-financiar as obras previstas para os seis municípios accionistas, no valor de 80 milhões de euros e cuja execução irá decorrer até 2012.

 

No plano de investimentos para 2010 destaca-se as obras no subsistema de abastecimento de água em Benavente, Coutada Velha e Samora Correia no valor de seis milhões de euros e no subsistema de abastecimento de água de Alpiarça, Frade de Cima e Fazendas de Almeirim no valor de 2,8 milhões de euros. Estas intervenções

começam no primeiro trimestre de 2010 e têm um prazo de conclusão de sete meses.

 

No início do novo ano avançam as obras da Etar de Várzea Fresca em Foros de Salvaterra de Magos (850 mil euros) e da rede de saneamento de Foros de Coruche (dois milhões de euros). Ainda no concelho de Coruche, concluídas as obras da Etar e do emissário (mais de dois milhões de euros), seguem-se as estações da Zona Industrial de Monte da Barca, Couço e Branca e a ampliação das respectivas redes de saneamento.


No Granho, Salvaterra de Magos, já está a funcioonar o novo reservatório elevado (250 mil euros) e está a avançar a ETAR, seguindo-se a construção da rede de saneamento numa obra orçada em mais de um milhão de euros.

 

Em Almeirim e Alpiarça estão em análise as propostas para o lançamento da obra das redes de saneamento que avançam no primeiro trimestre de 2010. Na Chamusca vamos adjudicar a construção das redes de saneamento e das estações de tratamento de águas residuais de Salvador/Parreira e Chouto/Gaviãozinho.

 

Recordamos que este ano entraram em funcionamento as estações de tratamento de águas residuais de Esteveira em Samora Correia, Foros de Salvaterra e Glória do Ribatejo. Concluímos também a conduta adutora e reservatório do Eco parque do Relvão (Chamusca) e as redes de saneamento de Paços Negros e Foros de Benfica (Almeirim).

Na área do atendimento melhorámos os nossos serviços na sede e nas unidades de atendimento local num esforço que continuaremos em 2010 com a abertura de instalações próprias em Salvaterra de Magos e da nova loja em Benavente previstas para o primeiro trimestre. Iremos também criar uma loja virtual no sítio da AR em www.aguasdoribatejo.com que está em fase de conclusão.

As obras previstas para 2010 nos seis municípios representam investimentos superiores a 45 milhões de euros e vão permitir criar dezenas de novos postos de trabalho e dar um contributo significativo para o desenvolvimento das economias locais e para a melhoria da qualidade do ambiente.

Com a ajuda de todos. Estamos a construir o futuro!

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:30
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


21

25
26
27
28
29
30


posts recentes

TEMAS DE SAÚDE: “Sr. Dr....

TEMAS DE SAÚDE: Desde a ...

TEMAS DE SAÚDE:Violência ...

SAÚDE: Doenças infecciosa...

ALPIARÇA: 3,7 ME de inves...

ALEMIRIM - Rodoviária do ...

CHAMUSCA -LIMPEZA E HIGIE...

SANTAREM - Ponte D. Luís ...

FACTURA DA ÁGUAS DO RIBAT...

PSD critica quebra de 28%...

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds