NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -

Sexta-feira, 30 de Maio de 2014
OURÉM: Encontro Nacional de Veículos Eléctricos 2014

 

No seguimento do ano passado, vai realizar-se este ano mais um Encontro Nacional de Veículos Eléctricos a realizar-se na cidade de Ourém no próximo dia 14 de Junho, levando em conta os eventos passados e da grande aceitação por parte das referidas Câmaras e população local, e tendo tido um enorme sucesso e divulgação junto dos meios de comunicação social locais.

O Fórum Nova Energia, tem como único objectivo quando desafia as Câmaras a acolherem este evento, o de dar a conhecer às populações locais a Mobilidade Eléctrica, visto ainda nos dias de hoje haver um enorme desconhecimento da existência de Veículos Eléctricos e em como são viáveis para a utilização na vida diária.

Este ano mais uma vez, é dada preferência a um Concelho do interior o País com o intuito de que a Mobilidade Eléctrica não fique somente pelas “grandes cidades”, mas sim para o máximo de portugueses.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 10 de Março de 2014
OURÉM: Museu do Azeite inaugurado no sábado em Fátima

O Museu do Azeite abre no sábado, em Fátima num investimento da Cooperativa de Olivicultores local que quer aproveitar os visitantes que se deslocam à cidade santuário.

«O espaço é para estar aberto todos os dias e para aproveitar os quatro, cinco milhões de turistas que, anualmente, visitam Fátima», disse à agência Lusa Pedro Gil, membro da direção da cooperativa.

Pedro Gil adiantou que o investimento foi na ordem dos 50 mil euros, dado que se aproveitou o primeiro lagar e o espaço original da Cooperativa de Olivicultores de Fátima, criada há cerca de 60 anos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:57
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2014
OURÉM: Sala cheia no concerto de inauguração da Temporada 2014

 

O concerto das Orquestras Sinfónica, de Sopros e Ensembles de Percussão do CMOF – Conservatório de Música de Ourém e Fátima, que aconteceu no sábado passado no Cine Teatro de Ourém, abriu com casa cheia a Temporada 2014.

O espetáculo foi ainda pretexto para o lançamento do novo Boletim do CMOF, um meio que vem reforçar a proximidade da instituição com a comunidade, dando conhecimento trimestralmente das atividades e projetos do Conservatório. A publicação assinala os 15 de existência do CMOF, que atinge hoje 1100 alunos acompanhados por cerca de 60 professores. Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém, esteve presente no evento, e sublinhou a importância desta instituição para a atividade e formação cultural da região.

O CMOF é um dos maiores conservatórios do país. Para além de Ourém e Fátima, chega ainda a Porto de Mós, S. Mamede, S.ta Catarina da Serra, Caranguejeira, Albergaria dos Doze, Torres Novas, Entroncamento, Vila Nova da Barquinha e Leiria.

 

 

Alexandre Rodrigues, diretor do CMOF, referiu que estes 15 anos de atividade “representam uma herança que nos exige, neste momento, intensificar o contributo para a produção cultural nesta região.” Um contributo que se estende, além da Música, ao Teatro, ao Ballet, à Pintura, ao Desenho e à Musicoterapia.

Alexandre Rodrigues dá ainda ênfase ao Fátima Chorus, à Orquestra de Sopros e muito particularmente ao Curso Profissional de Música, que arrancou este ano letivo e que pretende preparar os alunos para o exercício da profissão e acesso ao ensino superior.

Nota ainda para o destaque que o Boletim dá aos professores e respetivas formações. “O rigor e a qualidade dos nossos professores são os alicerces deste Conservatório” é o título de um texto que resume o currículo de alguns dos professores, na sua grande maioria com relevante experiência internacional.

 

Temporada 2014 com mais três concertos

 

 

Frenzy de David Schaffer, Little Star de Mozart foram dois dos temas apresentados, no sábado passado, pelo Ensemble de Percussão e Sopros de Ourém, conduzido por André Rocha. Este grupo trabalha semanalmente repertório com características adaptadas aos elementos que o constituem. Samuel Peruzolo conduziu o Grupo de Percussão de Fátima que apresentou temas como Rondino de Quintopus e When the Saints go Marching in, uma peça tradicional inglesa com arranjo de Samuel Peruzzolo.

A Orquestra Sinfónica do CMOF encerrou o espetáculo. Dirigida por Bruno Martins, a Orquestra apresentou a Marcha do Soldado de Schumann, Gabriel’s Oboe de Ennio Morrocine e o conhecido Jesus Christ SuperStar de Andrew Lloyd Webber.

 

 

Os próximos concertos acontecem nos dias 22 de fevereiro, no Grande Auditório do CMOF às 19H00, pelos alunos adultos do Conservatório; no dia 15 de março às 19H30, no mesmo lugar, pela Orquestra Orff, alunos de flauta e de violino do 1.º Ciclo e ainda pela Orquestra Clássica; e no dia 23 de março, no Auditório da Junta de Freguesia de Arrabal, às 17H00, o concerto está a cargo da Orquestra de Guitarras do CMOF.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:37
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2014
OURÉM: Agenda de eventos do mês de fevereiro e março, do Conservatório de Música de Ourém e Fátima

 

 

15 fev 2014 . 21H00 . Cine Teatro de Ourém . Concerto das Orquestras Sinfónica, de Sopros e Ensembles de Percussão pelo CMOF | Lançamento do Boletim Informativo do CMOF 

 

22 fev 2014 . 19H00 . Grande Auditório do Conservatório de Música de Fátima .Concerto pelos alunos adultos que frequentam o CMOF 

 

3, 4 e 5 mar 2014 . Conservatório de Música de Fátima . Estágio de Violino e Estágios de órgão em Mafra

 

15 mar 2014 . 19H30 . Grande Auditório do Conservatório de Música de Fátima .Concerto da Orquestra Orff, alunos de Flauta e de Violino do 1.º Ciclo e Orquestra Clássica 

 

23 mar 2014 . 11H30 . Convento de Cristo de Tomar . Concerto pelo CMOF na Feira da Laranja Conventual

 

23 mar 2014 . 17H00 . Auditório da Junta de Freguesia do Arrabal . Concerto da Orquestra de Guitarras do CMOF 

 

29 mar 2014 . 19H00 . Grande Auditório do Conservatório de Música de Fátima .Concerto das Orquestras de Guitarras e Música de Câmara



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:30
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 2 de Fevereiro de 2014
OURÉM: Nós na Escola: Profissional de Ourém

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:31
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 30 de Janeiro de 2014
OURÉM: Deposite os óleos alimentares usados no Oleão!


Preserve o meio ambiente e contribua para a melhoria das condições de vida de toda a população!
No espaço exterior do Centro Comunitário de Voluntariado de Ourém está disponível um Oleão para recolha de óleos alimentares usados.

 

 

«cmo»


publicado por Noticias do Ribatejo às 18:34
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2014
OURÉM: Empreendedores aprendem a ser empresários através de formação da NERSANT

O Núcleo NERSANT de Ourém vai avançar no início do próximo mês de fevereiro, com mais uma ação de Formação Inicial para Empreendedores, curso de especialização que permite a aquisição de conhecimentos básicos para a gestão de uma empresa. A formação é gratuita e direcionada especialmente a desempregados com ideias de negócio.

Entre os dias 03 de 28 de fevereiro, o Núcleo NERSANT de Ourém vai levar a efeito mais uma ação de Formação Inicial para Empreendedores, curso de especialização que tem como objetivo munir os que nele participem, com ferramentas essenciais à gestão de qualquer negócio.

A formação, gratuita, é composta por cinco ações de formação certificadas que a NERSANT entendeu ser as mais adequados aos empreendedores e futuros empresários. Os módulos da Formação Inicial para Empreendedores são, assim, ‘Administração das organizações’ (25 horas), ‘Qualidade - instrumentos de gestão’ (25 horas), ‘Técnicas de Marketing’ (25 horas), ‘Sistemas organizacionais e introdução à gestão’ (50 horas) e ‘Noções de economia de empresa’ (50 horas). A todos os formandos que cumpram as 5 ações propostas, para além do certificado de formação profissional que está em conformidade com a legislação, a NERSANT emitirá um certificado de frequência da Formação Inicial para Empreendedores.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:27
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013
OURÉM: Agenda de eventos janeiro 2014 - Município de Ourém




publicado por Noticias do Ribatejo às 20:29
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 9 de Dezembro de 2013
OURÉM: Formação de Formadores em Ourém e Fátima esta semana
 

O Núcleo NERSANT de Ourém ainda tem algumas vagas as ações de formação pedagógica inicial de formadores, que vão arrancar ainda esta semana, em Ourém e Fátima.

Todas os interessados em obter o curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores na zona de Ourém / Fátima, devem contactar o Núcleo NERSANT de Ourém. Este núcleo da Associação Empresarial da Região de Santarém encontra-se a compor as turmas das próximas ações do curso de Formação de Formadores e que deverão iniciar nestas localidades, já no próximo dia 13 de dezembro.

Apesar de as turmas estarem praticamente compostas, ainda há espaço para integrar alguns formandos, pelo que os interessados deverão fazer a sua inscrição o quanto antes junto do Núcleo NERSANT de Ourém, situado no Centro de Negócios desta cidade.

Os candidatos à Formação Pedagógica Inicial de Formadores devem possuir qualificação de nível superior ou experiência profissional comprovada de, no mínimo, 5 anos. A inscrição na formação é considerada definitiva após receção de toda a documentação e pagamento da taxa de inscrição. No final do curso, os formandos que concluírem a ação com aproveitamento passarão a fazer parte da bolsa de formadores da NERSANT, ou seja, farão parte da listagem de formadores que a associação convida para ministrar formações. De referir que mais de 50 por cento dos formandos que fazem este curso na NERSANT, são chamados pela associação para ministrar ações de formação.

O curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores repercute-se em toda a região do Ribatejo, estando já agendadas a realização destas ações nas áreas de abrangência da sede NERSANT, em Torres Novas, bem como dos restantes núcleos da associação, situados em Abrantes, Santarém, Cartaxo e Benavente.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:59
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 27 de Agosto de 2012
Ourém fomenta partilha de SIG

Apesar de já existir há mais de uma década, o Sistema de Informação Geográfica (SIG) da Câmara Municipal de Ourém apenas começou a ficar mais acessível a partir de 2010, depois de a autarquia ter investido na plataforma para a intranet e Internet. A partilha da plataforma com entidades externas é uma mais-valia.

Segundo explicou ao iGOV a Divisão de Planeamento e Ordenamento do Território da Câmara Municipal de Ourém «o serviço prestado pelo Sistema de Informação Geográfica (SIG) da Câmara Municipal de Ourém existe desde 2001 e em 2009 iniciou-se um processo de investimento na plataforma SIG para a intranet e Internet, possibilitando o acesso e interação interna e externa dos diversos utilizadores de informação geográfica».

Este investimento saldou-se na criação de sites internos, que foram desenvolvidos porque a autarquia considerou premente «partilhar e manter a informação actualizada no âmbito da melhoria dos serviços do Município, disponibilizando uma ferramenta de apoio à gestão da sua informação permitindo a manutenção contínua da base de dados central do SIG», acrescenta a divisão municipal de Ourém responsável pelo Planeamento.

Entidades externas também beneficiam



De acordo com a Divisão de Planeamento e Ordenamento do Território da Câmara Municipal de Ourém «o projecto consiste na partilha de informação e interação interna, através de tecnologia websig mediante a utilização de sites geográficos, entre departamentos e empresas municipais e com entidades externas à Câmara Municipal».

Além de ter trazido benefícios a nível interno, esta abertura do SIG de Ourém acabou por ser útil também a entidades externas. Para a Divisão de Planeamento e Ordenamento do Território da CM de Ourém esta partilha do SIG on-line com entidades externas permitiu a «troca de informação através da cooperação em projectos de interesse mútuo».

Estas entidades pertencem aos mais variados sectores, desde a Educação à própria Administração Local, com o apoio das juntas de freguesia. No primeiro caso a divisão de ordenamento do território da autarquia de Ourém adianta que «foram estabelecidos protocolos de colaboração com estabelecimentos de ensino, nomeadamente com a Escola Básica e Secundária de Ourém, para a realização de trabalhos conjuntos que possibilitassem enriquecer os projectos e o conhecimento dos alunos, quer ao nível de uma tecnologia de gestão de informação geográfica, quer ao nível da experiência de poder interagir de forma directa com um serviço público, contactar com o backoffice de um serviço do município».

Para as juntas de freguesia, entidades consideradas pelo município como «parceiros privilegiados no processo de revisão do PDM de Ourém», o SIG foi essencial precisamente neste processo de revisão do PDM, que está a decorrer actualmente, pois ajudou a criar «sites geográficos que permitiram à população, no âmbito do período de participação preventiva, registar a sua participação na sede de freguesia ultrapassando os constrangimentos de uma deslocação à sede do município».

De acordo com a Divisão de Planeamento e Ordenamento do Território da CM de Ourém «este método permitiu o registo de cerca de 30% das participações realizadas durante o referido período, o que se considera “um resultado francamente positivo”, tendo em conta que foi a primeira vez que se realizou uma iniciativa deste âmbito».

Outros sectores beneficiados



Além das escolas e das juntas de freguesia, houve outras áreas que ficaram a ganhar com o investimento da CM de Ourém no SIG da autarquia, nomeadamente «o Serviço de Protecção à Natureza da GNR (SEPNA) em conjunto com a Divisão de Ambiente, [que] beneficiam dos sites geográficos de forma a consultar informação do seu interesse em troca da inserção de outra do interesse do Município, devido a ter-se verificado que ambos os serviços registavam ocorrências do mesmo tipo, como por exemplo, focos de poluição», destaca a divisão.

Para a «Divisão de Planeamento e Ordenamento do Território da Câmara Municipal de Ourém «a criação deste projeto trouxe benefícios e melhorias significativas para o Município, nomeadamente a redução de tempo e de custos na gestão da IG, a rapidez na capacidade de resposta, o aumento do volume de informação e em termos de qualidade de disponibilização da informação geográfica». 



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:41
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 19 de Junho de 2012
Ourém cria novo centro de empresas

Numa parceria entre a ACISO (Associação Empresarial Ourém-Fátima) e a Câmara de Ourém, foi apresentado o novo Centro de Empresas de Ourém (CEO) e em simultâneo o Gabinete de Inserção Profissional (GIP).

Ao CEO vai competir a “promoção e o acompanhamento a novas microempresas que possam resultar da concretização de ideias ou projetos inovadores e com potencial económico”, comentou o presidente da ACISO, Francisco Vieira.

Pretende-se que acolha para já seis novas microempresas. Já o GIP é uma parceria entre o Centro de Emprego de Tomar e a Insignare.

Ambos funcionam no piso 0 do Mercado Municipal de Ourém.

«R.Leiria»



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:21
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 5 de Abril de 2012
OURÉM: PRODER: mais de dois milhões investidos

Recentemente foram investidos no concelho de Ourém 2 103 868€ no âmbito do PRODER – Programa de Desenvolvimento Rural.   

José Manuel Alho, presidente da OUREMVIVA, entidade a quem esteve protocolada a gestão deste programa, apresentou na última reunião de câmara o relatório das acções desenvolvidas neste âmbito, e que incidiram na limpeza das Galerias Ripícolas e nos Mosaicos da Defesa da Floresta contra Incêndios.

“Estas acções foram na sua grande maioria da responsabilidade das Juntas de Freguesia que quiseram aderir e contaram com o apoio da OUREMVIVA, dos serviços da Câmara Municipal de Ourém e da empresa Geoterra”, afirmou, agradecendo o “empenho de todos e a forma como se dedicaram à prossecução dos objectivos propostos na certeza de que a nossa floresta e as nossas linhas de água estão agora mais protegidas”. 

A data para este anúncio também não foi escolhida ao acaso. “No tempo em que por todo o mundo se celebram o Dia Mundial das Florestas (21 de Março) e do Dia Mundial da Água (22 de Março) este é o melhor contributo que podemos oferecer a estes recursos naturais que também são de grande valor económico e social”, lembrou José Manuel Alho.

Aos proprietários e entidades responsáveis, apelou para que “este esforço seja continuado no futuro através das pequenas limpezas de manutenção de modo a evitar o retornar à situação com que iniciamos este processo”.

Paulo Fonseca



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:06
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2012
OURÉM - Câmara cria Brigadas de Intervenção Territorial

Depois do anúncio recente pelo presidente do Município, foi aprovada em reunião de câmara a criação de Brigadas de Intervenção Territorial por todo o concelho.

Com esta medida, Paulo Fonseca garante que “haverá uma maior rentabilização dos recursos humanos e materiais, com a junção das mais-valias do Município e das Juntas de Freguesia”, e “uma maior proximidade aos problemas das populações”. Neste sentido agradeceu a adesão “de todas as Juntas de Freguesia” que “serão os parceiros privilegiados deste projeto”, com os quais serão celebrados protocolos de colaboração para este efeito.

 

Assim, serão constituídas quatro Brigadas de Intervenção Territorial da seguinte forma:

a) Brigada Norte (freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais);

b) Brigada Centro (freguesias de Caxarias, Rio de Couros e Casal dos Bernardos);

c) Brigada Oeste (Olival, Urqueira, Espite, Matas e Cercal);

d) Brigada Sul (N. Sr.ª da Piedade - zona rural, N. Sr.ª das Misericórdias, Alburitel e Seiça);

A Brigada de Intervenção Urbana de Fátima, que já existente, será reforçada e alargada às freguesias de Atouguia e Gondemaria.

Será ainda criada a Brigada de Intervenção Urbana de Ourém (cidade de Ourém).

Cada uma das Brigadas terá como principais funções:

  • Limpeza de valetas;
  • Limpeza de bermas;
  • Limpeza de aquedutos e pequenas linhas de água;
  • Reposição de bermas;
  • Tapamento de pequenas áreas de pavimentos com massas a frio;
  • Reposição e colocação de pequenas áreas de calçada;
  • Colocação de manilhas;
  • Realização de pequenos trabalhos de construção civil;
  • Colocação e reposição de sinalização diversa;
  • Colocação e manutenção de abrigos;
  • Outras pequenas intervenções que possam ser executadas dada a sua natureza.

Cada uma das Brigadas será servida por um mini-estaleiro onde ficarão sedeados todos os recursos afetos ao seu funcionamento, assim como os materiais que permitam a execução das obras e será composta pelos recursos humanos e materiais do Município de Ourém e das Juntas de Freguesia, nomeadamente:

a) Brigada Norte (Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais):

Recursos Humanos: 7 assistentes operacionais do Município e 3 funcionários das Juntas de Freguesia.

b) Brigada Centro (Caxarias, Rio de Couros e Casal dos Bernardos):

Recursos Humanos: 8 assistentes operacionais do Município e 1 funcionário das Juntas de Freguesia.

c) Brigada Oeste (Olival, Urqueira, Espite, Matas e Cercal):

Recursos Humanos: 10 assistentes operacionais do Município

d) Brigada Sul (N. Sr.ª das Misericórdias, N. Sr.ª da Piedade (rural), Alburitel e Seiça):

Recursos Humanos: 6 assistentes operacionais do Município e 3 funcionários das Juntas de Freguesia.

e) BIU de Fátima (Fátima, Atouguia e Gondemaria):

Recursos Humanos: 2 assistentes operacionais do Município, 3 funcionários cedidos à SRU, 4 funcionários da SRU, 1 funcionário das Juntas de Freguesia e 2 funcionários do Município.

f) BIU Ourém (cidade)

Recursos Humanos: 4 assistentes operacionais do Município e um funcionário da Câmara ao serviço da Junta.

O funcionamento de cada Brigada será assegurado pelo seu chefe de equipa que executará o plano de trabalhos estabelecido nas reuniões mensais a realizar entre os Presidentes das Juntas de Freguesia e o Chefe de Divisão de Obras Municipais - o qual ficará com a responsabilidade operacional de todas as estruturas propostas.

Manter-se-ão no Estaleiro Municipal as Brigadas de Pavimentação e Maquinaria Pesada (que mensalmente rodarão pelas 18 freguesias do concelho em estreita parceria com as novas Brigadas), assim como todas as restantes Brigadas: de Calceteiros, de Sinalização e Pintura, de Eficiência Energética, de Carpintaria, de Serralharia, de Pintura, de Diversos e as Oficinas Municipais.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:35
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 7 de Setembro de 2011
Ourém – Presidente da Câmara escreve ao Ministro da Saúde
Autarca teme que o concelho seja prejudicado com os cortes no sector da saúde
 

 Pombal 97 fm / Regional – No decorrer da última reunião da autarquia, Paulo Fonseca fez uma declaração na qual demonstrou a sua preocupação, face às recentes notícias que avançam com cortes no sector da saúde. Para o presidente do Município de Ourém, a verificar-se esta situação, o seu concelho “será amplamente prejudicado, dado que se prevê que cerca de 20 mil utentes fiquem sem médico de família”.
Na sessão, Paulo Fonseca leu ainda uma carta que, entretanto, tinha endereçado ao Ministro da Saúde. Nela, o autarca conta que “Ourém é o segundo concelho do distrito de Santarém, nos diversos factores de avaliação como o número de habitantes, não possui qualquer hospital, contrariamente aos concelhos de Tomar, Abrantes e Torres Novas, e tem Fátima como uma das suas freguesias, visitada por 5 milhões de pessoas por ano, factor relevantíssimo para que o argumento da necessidade das respostas básicas em saúde deva ser considerada”.
 
Na missiva dirigida ao ministro Paulo Macedo, o edil oureense refere que, há dois anos, “havia 14.000 cidadãos sem médico de família, facto que motivou uma proposta ao Ministério da Saúde para que pudesse colmatar este problema com a contratação de empresas privadas, uma vez que não havia profissionais em número suficiente no sistema”.
 
Segundo Paulo Fonseca “o Governo decidiu eliminar 60 % destas contratações no último trimestre de 2011, com indicação para que o corte fosse de 100 % no início de 2012. Por outro lado, alguns profissionais solicitaram já a respectiva aposentação, facto legítimo mas que agravará, ainda mais, a situação em que nos encontramos”.
 
O presidente da Câmara de Ourém dá conta, igualmente, de que “já por diversas vezes solicitámos que nos fossem atribuídas duas viaturas equipadas, que pudessem percorrer as diversas freguesias e, bem assim, garantir o serviço mínimo de apoio na saúde aos cidadãos, projecto semelhante ao que existe em Rio Maior e Coruche, por exemplo, estando a autarquia disponível para participar na respectiva parceria, nos mesmos termos daqueles concelhos. Nunca conseguimos obter a respectiva aprovação ou disponibilidade para estudar o assunto…”.
 
Já na parte final da carta, Paulo Fonseca diz que o seu concelho se encontra numa situação alarmante: “Se tivéssemos um Hospital ou as referidas viaturas, a situação seria colmatada. Mas, perante a inexistência de ambos os equipamentos, ficaremos numa situação dramática, estimando-se que fiquem 20.000 pessoas sem médico de família e demais apoios. É uma realidade alarmante”. E deixa duas questões no final do documento: “Que poderemos dizer aos cidadãos do concelho de Ourém? Que poderemos dizer aos 5 milhões de visitantes de Fátima?”.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:45
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 2 de Agosto de 2011
OURÉM - Município concretiza reforço da “excelência social”

 
Foram assinados esta manhã contratos-programa com o Centro Social de Casal dos Bernardos e com o Centro de Terceira Idade da Gondemaria, para o reforço de respostas sociais nestas duas Instituições Particulares de Solidariedade Social.

O anúncio da comparticipação do Município, que é de 70 por cento, tinha sido feito no passado mês de Abril e para além destas duas IPSS´s, inclui o Centro Social de Matas e a Associação de Bem-Estar de Urqueira.

No Centro Social dos Bernardos, prevê-se a atribuição de 74.025,00€ destinados à implementação da valência de apoio domiciliário. No Centro de Terceira Idade da Gondemaria, o Município irá comparticipar em 252.696,16€ a realização de obras para a concretização da resposta social de lar.

Para Paulo Fonseca,(foto)  presidente da Câmara Municipal de Ourém, este “esforço adicional”, em tempos de “grande atrofio financeiro”, permite “ficarmos um passo à frente no que se refere aos equipamentos de resposta às necessidades sociais do concelho de Ourém”, um dos principais pilares de intervenção deste executivo.

No total o Município irá investir 1.662.496,36 euros.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:22
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 1 de Agosto de 2011
OURÉM - Líder local do PSD acusa Câmara de aumentar custos em "políticas de propaganda"

 

 Líder local do PSD acusa Câmara de aumentar custos em "políticas de propaganda"

 

 

O novo líder da Concelhia do PSD de Ourém, Luís Albuquerque, acusou hoje a maioria socialista que governa a Câmara Municipal local de recorrer a “políticas de propaganda, aumentando os custos com a publicidade em 662 por cento".

Luís Albuquerque, que é vereador da oposição na autarquia, disse à agência Lusa que “as pessoas que estão à frente da Câmara fazem uma política virada para a propaganda e para o marketing”.

Prova disso “são as despesas de publicidade, que aumentaram desde que o PS está à frente da autarquia: foram gastos 8.687 euros em 2009 e um ano depois o valor era de 66.279 euros”, afirmou.

Por seu turno, o presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, rejeitou a acusação, e sublinhou que “esta forma de apresentar contas deturpadas já não é nova”.

O autarca lembrou que aos 8.687 euros “faltam juntar 70 mil euros de uma revista municipal, essa sim, de propaganda, que apenas servia para publicar imagens do presidente da Câmara” e com a qual atual executivo acabou em novembro de 2009.

“Se juntarmos os sete mil euros – que era o que custava a revista por mês – chegamos à conclusão de que de um ano para o outro poupámos 12 mil euros”, acrescentou Paulo Fonseca.

Para o presidente da Câmara, “hoje não há propaganda. A Câmara faz coisas e publicita-as”.

“Tenho é pena que a oposição não ande preocupada em encontrar alternativas para pagar as contas que nos deixaram”, afirmou.

Luís Albuquerque foi eleito na última sexta-feira presidente da Concelhia de Ourém do PSD, obtendo 304 votos contra os 164 do seu adversário, João Moura.

“Tenho de realçar a elevada afluência: 75 por centos dos militantes votaram. Isso dá-nos força para o nosso objetivo quase exclusivo de reconquistar a Câmara, num concelho cuja matriz sempre foi social-democrata”, sustentou.

Técnico Oficial de Contas, de 44 anos, Luís Albuquerque foi durante seis meses vereador da maioria PSD que governou a autarquia de Ourém, após a saída do anterior presidente, David Catarino.

O PS conquistou pela primeira vez a Câmara de Ourém em 2009

Destak/Lusa | destak@destak.pt



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:25
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 9 de Junho de 2011
OURÉM - Seminário Internacional SUST FOREST - Município de Ourém

 

O Município de Ourém recebe no próximo dia 17 de Junho, Dia Mundial do Combate à Desertificação, o seminário internacional SUST FOREST - Multifuncionalidade, conservação e emprego rural no território do sul da Europa através da extracção da resina.

Esta edição portuguesa do debate em torno dos objectivos deste projecto Sust-Forest numa abordagem integrada sobre a actividade resineira, a economia, incêndios florestais e as dinâmicas de desertificação do mundo rural, irá decorrer a partir das 09h30 no auditório dos Paços do Concelho de Ourém e contará com a participação de vários especialistas nacionais e internacionais na área da resinagem.

 

No passado mês de Abril, o Município de Ourém participou no seminário de lançamento deste projecto que se realizou em Soria (Espanha).

José Manuel Alho, vice presidente da Câmara Municipal de Ourém e Gisela Cid Simões, administradora da OurémViva, foram intervenientes no painel sobre a situação da exploração de resina em Portugal, tendo justificado a motivação do Município para participar num projecto com estas características, na medida em que “surge na linha de coerência da intervenção desenvolvida para a promoção do desenvolvimento rural no nosso território, na prevenção de incêndios florestais e no apoio aos pequenos proprietários rurais”.

fOTO: Paulo Fonseca, Presidente da Câmara de Ourém



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:55
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 4 de Junho de 2011
OURÉM - Turismo Leiria/Fátima vai a votos na segunda-feira

Presidente do Município de Ourém indigitado para liderar a direcção

 

 

Tudo indica que Paulo Fonseca, presidente do Município de Ourém, venha a ser eleito, na próxima segunda-feira, como presidente da direcção da entidade de Turismo Leiria/Fátima sucedendo, assim, a David Catarino. 

Na reunião magna, os restantes lugares da referida direcção serão preenchidos pelos presidentes das Câmaras Municipais da Batalha, de Pombal, da Marinha Grande e de Porto de Mós, cabendo a Raul Castro, presidente do Município de Leiria, a presidência da Assembleia Geral.

 

Está, assim, encontrada a fórmula capaz de vir a resolver os problemas financeiros da entidade de Turismo Leiria/Fátima, nomeadamente os inerentes aos cortes nas transferências do Orçamento do Estado.

 

Recorde-se que, há cerca de um mês, Mikael António (Pombal), José Frazão (Batalha) e Francisco Gomes (Marinha Grande) haviam renunciado aos seus cargos na anterior direcção, descontentes com o modelo de gestão de David Catarino.

 

97FM, Rádio Clube Pombal



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:20
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 29 de Abril de 2011
OURÉM - Apenas “Duas Estrelas” para Paulo Fonseca, presidente da distrital do PS

 

«O Presidente da distrital do PS ameaça demitir-se do cargo por discordar da inclusão, novamente, de João Galamba na lista de candidatos a deputados. Paulo Fonseca queixou-se de Sócrates em carta aos militantes, mas este anúncio de demissão a dois meses de distância soa assim a uma espécie de “segurem-me se não eu demito-me» o suficiente para lhe ser atribuído apenas duas estrelas pelo semanário “O Ribatejo”



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:08
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011
OURÉM - Rede de Comunicações de Socorro e Emergência Alternativa

 

 

 

 

Foi assinado recentemente um Protocolo de Cooperação entre o Município de Ourém, a Veolia (Compagnie Générale des Eaux) e a Associação de Radioamadores do Distrito de Leiria (ARAL).

 Um protocolo que terá a vigência de três anos, com o objectivo de criar condições para se estabelecer uma rede de comunicações de socorro e emergência alternativa, em situações de emergência declarada, sempre que a acção for solicitada, ou quando tal se justifique.

Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém, destacou a importância deste protocolo, sublinhando a relevância do trabalho desenvolvido pelos radioamadores, nomeadamente, em matéria de protecção civil.

O presidente da Autarquia lançou ainda o desafio para a “instalação de uma delegação/filial da Associação de Radioamadores em Ourém”. Paulo Mendes, representante da ARAL, aceitou a proposta de Paulo Fonseca e manifestou a disponibilidade da Associação de Radioamadores para realizar sessões demonstrativas sobre radiocomunicação nas escolas do concelho.

Representada pelo Eng. José Santos, a Veolia cede uma parte de um terreno para usufruto da ARAL, para a instalação de um contentor e de aparelhos de telecomunicações que servirão também de apoio às comunicações alternativas do Serviço Municipal de Protecção Civil.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:05
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010
O Ministro da Justiça visita o Tribunal de Ourém
Amanhã, Sexta-feira, pelas 16 horas, o Ministro da Justiça visita o Palácio da Justiça em Ourém. O Governo Civil está devidamente representado


publicado por Noticias do Ribatejo às 11:04
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 5 de Dezembro de 2010
OURÉM - A IDADE DO OURO

 

“A Idade do Ouro da Imprensa do Norte do Distrito de Leiria”, de Margarida Herdade Lucas e Miguel Portela, pode ser vista na Biblioteca Municipal de Ourém de 04 de Dezembro até 07 de Janeiro. Disponível nos dias úteis das 09h00 às 18h00.
Entradas Gratuitas



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:46
link do post | comentar | favorito
|

Deputados do PSD escrevem à ministra da Educação

Os deputados do PSD na Assembleia da República eleitos pelo círculo de Santarém escreveram à ministra da Educação a pedir esclarecimentos sobre a redução de apoios aos colégios de Fátima. Na carta enviada a Isabel Alçada, os deputados social-democratas perguntam “o que motiva os cortes cegos de 30 por cento” a estes colégios “se eles se têm revelado mais vantajosos aos cofres do Estado?”. Perguntam também “porque não é feito um corte de 11 por cento como nas escolas do próprio Ministério?”. Atendendo a que não existe qualquer outra oferta educativa, questionam ainda, “que se propõe o Ministério da Educação fazer?’”. “Que contrato espera o Ministério negociar com estes três estabelecimentos de ensino para que possam continuar a leccionar nos mesmos moldes, atendendo ao bom desempenho obtido até ao momento?”. “Assume o Ministério o encerramento destas três escolas em Fátima com prejuízos gravíssimos daí decorrentes para as famílias, instituições, a cidade e o concelho?”, são outras das questões que colocaram à ministra. Esta carta surge na sequência de uma visita, seguida de reunião, que os deputados efectuaram aos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo de Fátima.

«Noticias de Fátima»



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:44
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010
Ourém apresenta programas educativos ambientais

 Por: Paulo Fonseca *

 

Foram ontem apresentados, no Centro de Interpretação do Agroal/Alto Nabão, vários programas educativos a levar a cabo pelo Município de Ourém, através da AmbiOurém, em parceria com o Núcleo Regional do Ribatejo e Estremadura da Quercus. Este acordo foi assinado aproveitando o programa concelhio “Projecto Plantar Portugal”, uma iniciativa de âmbito nacional, que levou 250 alunos das escolas do primeiro ciclo do concelho de Ourém ao Agroal na segunda e na terça-feira.

Estes programas serão desenvolvidos em 2011, ano em que se comemorará o Ano Internacional das Florestas, sendo um destinado às escolas do concelho de Ourém, designado “Conhecer a Floresta”, na Mata Municipal António Pereira Afonso e outro para as escolas do concelho e mas aberto às escolas de todo o país - “Um dia no Agroal: ver de perto para conhecer melhor”. 

 

Na assinatura do protocolo que formaliza estes programas, José Manuel Alho, vereador da Câmara Municipal de Ourém, agradeceu o envolvimento dos agrupamentos de escolas no “Plantar Portugal”, reforçando o facto de estar também a ser assinalado o Dia da Floresta Autóctone. 

 

Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém, elogiou o protocolo com a Quercus, afirmando que a educação ambiental é um “factor-chave” que desperta nas novas gerações “consciência ambiental”. Sendo estes programas dirigidos sobretudo às escolas, Paulo Fonseca disse contar com os agrupamentos, pois “sem os professores e as suas dinâmicas complementares não seria possível resistir a um conjunto de intempéries da sociedade portuguesa e europeia”. 

 

Carlos Marques, presidente da Junta de Freguesia de Formigais, destacou a “dinâmica diferente” e as “melhorias significativas” que o Centro de Interpretação Ambiental do Agroal teve em 2010. 

 

Deolinda Simões, presidente da Assembleia Municipal, apelou à manutenção do “Agroal selvagem”, preservando a riqueza que ele tem, acrescentando que “como educadora fico muito satisfeita por ver aqui tanta criança com sensibilidade para preservar o ambiente”. 

 

Inscrições abertas  Domingos Patacho, presidente do Núcleo Regional do Ribatejo e Estremadura da Quercus, reforçou o facto da formalização do “apoio à educação ambiental no concelho e fora dele”, se realizar no Dia da Floresta Autóctone, à qual a Quercus aderiu. 

 

Segundo esta associação, neste momento as escolas do concelho de Ourém poderão inscrever-se gratuitamente nestes programas, através do Núcleo Regional do Ribatejo e Estremadura da Quercus, localizado no Centro de Educação Ambiental de Ourém – Mata Municipal. 

 

Para além das de Ourém, as escolas de todo o País também poderão fazer a sua inscrição no programa “Um dia no Agroal”. Partindo do Parque Natureza do Agroal, pretende-se com este programa dinamizar um conjunto de actividades de observação da natureza, nomeadamente a realização dum percurso interpretativo, a identificação da fauna e flora local, a visita à Estação de Tratamento de Águas Residuais do Alto Nabão ou a realização de jogos educativos. 

 

Espaços envolvidos:  1- Parque Natureza do Agroal: Um Espaço de Aprendizagem e Conhecimento  O Parque Natureza do Agroal é um espaço vocacionado para sensibilização ambiental e é gerido pela Empresa do Município de Ourém, Ambiourém. 

 

O Agroal é considerado uma área sensível por integrar o Sítio de Importância Comunitária “Sicó-Alvaiázere” da Rede Natura, possuindo uma das maiores e mais bem conservadas áreas do país de carvalho-português (Quercus faginea subsp. broteroi) e manchas notáveis de azinhais (Quercus rotundifolia) sobre calcários, em bom estado de conservação. 

 

O Agroal é uma área que oferece à população a oportunidade de conhecer de perto muitas das espécies características das florestas mediterrânicas assim como as que ocorrem no ecossistema fluvial. Existe uma imponente floresta ripícola dominada por amieiros e salgueiros, constituindo o Rio Nabão e as ribeiras afluentes habitats essenciais para a conservação de uma grande diversidade de espécies piscícolas, como o Barbo ou Boga-comum e também a Lampreia-de-riacho. 

 

2- Mata Municipal António Pereira Afonso  A Mata Municipal António Pereira Afonso é um espaço com cerca de 3,5 há, localizado em plena cidade de Ourém. 

 

Em Março deste ano, foi apresentada aos oureenses como Mata Municipal António Pereira Afonso, em homenagem a este ilustre oureense. 

 

Neste momento está a ser implementado neste local um Plano de Valorização tendo como principais objectos a criação de condições para recreio; protecção/conservação e educação/sensibilização da população pelas questões ambientais. 

 

3 - O Centro de Educação Ambiental de Ourém  O Centro de Educação Ambiental de Ourém é um centro de recursos, dinamizado pelo Núcleo Regional do Ribatejo e Estremadura da Quercus, que tem vindo a desenvolver anualmente um conjunto de acções com vista à sensibilização da população escolar do Concelho de Ourém e território envolvente para as principais questões ambientais, nomeadamente através da realização de visitas a áreas naturais da região. 

 

* Colaborador deste jornal



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:03
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010
OUREM - Os Deputados eleitos pelo PSD no distrito de Santarém, irão efectuar uma visita, seguida de reunião, aos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo da cidade de Fátima
Hoje sexta-feira, dia 19, Deputados eleitos pelo PSD no distrito de Santarém, irão efectuar uma visita, seguida de reunião, aos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo da cidade de Fátima, concelho de Ourém. A reunião está prevista para as 15 horas no Centro de Estudos de Fátima (CEF), visando debater e recolher informação, sobre as alterações propostas pelo Governo em Conselho de Ministros que veio alterar o Dec - Lei 553/80, estando presentes também representantes do Colégio de São Miguel e Colégio do Sagrado Coração de Maria. Esta nova legislação tem grandes implicações no que respeita às escolas privadas, sendo o caso da cidade de Fátima um dos mais emblemáticos no distrito de Santarém, quanto à falta de alternativas de ensino e pela penalização que os estabelecimentos irão sofrer.


publicado por Noticias do Ribatejo às 11:10
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 17 de Novembro de 2010
...

  Por: Paulo Fonseca

 

 Cerca de 250 alunos das escolas do 1º ciclo de Ourém vão reflorestar o Agroal nos dias 22 e 23 de Novembro, no âmbito do projecto nacional "Plantar Portugal".

 

 No dia 22 esta actividade ficará ao cargo dos alunos da EB1 de Coroados, Seiça, Sandoeira, S.Jorge e Alburitel.

 

 No dia 23 são os alunos de Rio de Couros, Vale Travesso e Freixianda e do Bairro os responsáveis pela plantação das árvores.

 

 

 Para além da reflorestação, as crianças terão a oportunidade de participar em diversas actividades, tais como a visualização de um filme sobre a Fauna e a Flora do Agroal, jogos e um passeio à piscina.

 

 

 Integrado nesta iniciativa será também assinado, no dia 23, pelas 11h30, um protocolo com a Quercus.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:07
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 16 de Novembro de 2010
Secretária de Estado, Idália Moniz, amanhã em Ourém
O Adjunto da Governadora Civil de Santarém, Rui Carreteiro, acompanha, amanhã dia 17, pelas 9H30 a Secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação, Idália Moniz, na cerimónia de abertura do seminário “Inovação Social”, no Centro de Negócios de Ourém


publicado por Noticias do Ribatejo às 20:03
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 13 de Novembro de 2010
Dissertação pessoal sobre a crise que vivemos

Por: Paulo Fonseca  *

 

Todos estamos pelos cabelos de ouvir falar e de sentir a crise. Instalou-se até uma espécie de angústia em cada cidadão acerca dos tempos vindouros….andamos todos a temer o futuro. Vale, pois, a pena, do meu ponto de vista, dissertar sobre o tema, em roda solta….

 

         Em primeiro lugar, esta crise está identificada pela Douta, mas duvidosa sabedoria instituída, como sendo uma decorrência exclusiva do sub prime, essa Americanice que descansou toda a gente, na medida em que, identificado o culpado, todos ficamos muito mais descansados. Nada mais errado porquanto, nem o sub prime tem a culpa exclusiva do problema nem qualquer terráqueo responsável pode descansar à sombra desta redutora “caça às bruxas”.

 

         Em segundo lugar, a crise é financeira mas é também uma crise de paradigma social e decorre, pela primeira vez, num ambiente de «Aldeia Global». Isto é, todos os pressupostos da organização social vigente têm os dias contados e é urgente reformar a organização social da Europa e do Mundo já que, a inexistência de fronteiras dificulta brutalmente qualquer tentativa de controlo da crise. Assim como o formato da nossa organização económica, as excessivas dependências da balanço da transacções, a tendência para se gastar mais do que se ganha ou de comer mais do que se produz, têm de ser corrigidas.

 

         Em terceiro lugar, a crise é fundamentalmente gerada pela falta de confiança. Desde logo no sistema financeiro. Imaginemos que os 1000 homens mais ricos do mundo, por falta de confiança no sistema financeiro, retiram todo o seu dinheiro para fora dele e se sentam em volta de uma mesa sobre a qual o colocam. Suponhamos que cada um leva para essa reunião, cem mil milhões de Euros. E que discutem o que fazer com este dinheiro que todos retiraram ao sistema financeiro. Por exemplo, diz o senhor Li Peng, se comprássemos todo o petróleo do Mundo, actual e futuro, que está a 30 USD/barril e aumentássemos o seu valor para 150 USD/barril ? Boa, responderiam todos os restantes 999 companheiros de mesa. E se fizéssemos o mesmo com o Trigo e outros produtos essenciais ? Boa responderiam todos os companheiros. E assim por diante… A minha convicção é que esta reunião não ocorreu mas a coisa foi muito parecida…Criou-se um fundo financeiro, com biliões de Euros (ou de Dólares, como quisermos) e com esse fundo criou-se a crise. Tudo por falta de confiança no sistema financeiro.

 

         Em quarto lugar, aparecem esses novos artistas da TV (Jornais e demais fóruns), os comentadores pagos a peso de ouro que, do alto da sua cátedra de papelão, debitam certezas indubitáveis a propósito de uma demagógica e deturpada análise : a ideia de que a crise existe em Portugal e, portanto, o governo de Portugal é o alvo a abater por nos ter sujeitado a ela. É absolutamente falsa tal conclusão pois a crise teve dimensão mundial numa primeira fase e está aí para durar no interior da União Europeia, a qual se revela absolutamente incapaz de a combater – desde logo porque ainda não percebeu bem a sua origem nem se revela competente para encontrar a solução; a Europa vive num dramático e sonhador mundo, a leste de toda e qualquer realidade, e em todos os países estão a ser aplicadas medidas muito duras que vão fazendo estrago irreversível, um pouco por todo o lado como o revelam as medidas do próximo orçamento Português mas também as Inglesas, as Espanholas, as Gregas, Irlandesas, Húngaras ou até o clima de «ferro e fogo» que se vive em França.

 

         Em quinto lugar, ao mesmo tempo que a Europa navega desorientada neste mar de incertezas, vivendo um drama económico sem precedente no pós guerra, existem países, desde logo os do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) que crescem em alta velocidade, partilham investimentos de larga espectro económico e espalham esperança nas populações estimuladas pela sua expectativa de futuro. Tal realidade deve-se a um factor muito simples : a transferência incomensurável de fundos financeiros, da Europa para outras paragens, motivadas pelo receio do cutelo fiscal Europeu e pelo acenar sedutor de  países emergentes.

 

         Em sexto lugar, a ingenuidade da Europa que assiste impotente a estas transferências financeiras, num caudal “tsunamico” e continua a perseguir o dinheiro até que o último cêntimo daqui saia. Sem dinheiro não há investimento e sem investimento não há emprego nem desenvolvimento. Público ou Privado. É verdade que existe dinheiro sujo nas off shores mas também é verdade que está lá, cada vez mais, dinheiro limpo. Mas a questão do dinheiro sujo precisa de um sistema judicial eficaz, que seja duro e eficiente, é um caso de Polícia e não um problema fiscal. Quando a UE reduz o crime a um problema fiscal, obviamente os detentores do capital têm medo e colocam o dinheiro ao fresco para fazer germinar progresso onde for bem tratado. Ponto final.

 

         Em sétimo lugar, a Europa não se limita a ser estúpida. Fá-lo com autoridade. Solta uma perseguição alienada sobre os poucos agentes que vão sobrevivendo, na procura imediata de soluções financeiras, promovendo um espírito resignado de abandono do aparelho produtivo e um agravamento indirecto da situação que vivemos. Só falta pagar-se um imposto para se estar vivo, nesta velha e decadente Europa…

 

         Em oitavo lugar, a Europa não se limita a ser ingénua. Publicita-o. Quando se determina como grande solução para a crise, penalizar fiscalmente as off shores, a Europa não percebe que estes paraísos fiscais se situam fora das suas fronteiras, com excepção de umas praças de trocos como a nossa Madeira. Quando se aplica uma taxa elevada de IRS às off shores, a Europa não percebe, pois, que não tem qualquer tutela sobre elas e que está a dar um recado aos cidadãos Europeus que têm dinheiro em paraísos fiscais, no sentido de o deixarem estar sossegadinho; e não percebe que está a dar um recado aos Europeus que têm dinheiro cá para o levarem daqui; e não percebe que, mesmo tendo alguma tutela sobre off shores e penalizando-as fiscalmente por lá existe dinheiro sujo, está a aplicar um imposto a dinheiro ilegítimo mas também a dinheiro legítimo… Se alguém faz um assalto, o que é normal é prendê-lo e não aplicar-lhe um imposto mais elevado que aos outros cidadãos…

 

         Em nono lugar, e na sequência da terceira constatação, inquietamo-nos agora a propósito das razões porque os mercados financeiros nos cobram juros tão elevados e porque estamos tão dependentes deles para garantir a sobrevivência do paradigma social que possuímos…Só há uma razão. Estamos dependentes deles, da forma como eles quiserem, porque o dinheiro que saiu da Europa faz cá muita falta, foi dar uma volta pelas off shores e agora está a financiar a Europa ao preço (taxa de juro) que eles querem. A Europa não percebe que a crise é exclusivamente derivada da falta de dinheiro, porque o dinheiro saiu de cá, e agora estamos a pedir esse mesmo dinheiro emprestado numa quase subserviência humilhante.

 

         Em décimo lugar, e só para contrariar o Medina Carreira, acho que devemos pensar em soluções…Só há duas alternativas, do meu ponto de vista. Ou a Europa emite legislação de confiança pedindo aos Europeus que façam retornar o seu dinheiro ao sistema financeiro normal, sem qualquer penalização fiscal ou a Europa emite dinheiro físico (em papel), alterando as regras da participação monetária, aumentando a liquidez do Euro e permitindo uma resistência mínima. Em ambas os casos há perigos e cuidados a tomar : no primeiro caso já vai ser difícil convencer os detentores do dinheiro de que essa medida seria mesmo assim, isto é, que mereceria a confiança para lhe responder afirmativamente… No segundo caso, é necessário montar uma vigilância rigorosa ao sistema financeiro e agir em caso de infracção, sem apelo nem agravo e, ao mesmo tempo, para ambas as alternativas, a Europa tem de deixar o leito da teoria estudada no século passado e contribuir positivamente para um novo paradigma social. Com solidariedade, com justiça e com ambição estratégica para todos os cidadãos.

 

*Presidente da Câmara Municipal de Ourém e Federação do Ribatejo do Partido Socialista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:40
link do post | comentar | favorito
|

OURÉM - Musica e Dança Indonésia


publicado por Noticias do Ribatejo às 14:38
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 6 de Novembro de 2010
OURÉM - Queda de árvores

Por: Paulo Fonseca

 

 Com a aproximação do Inverno é frequente a queda de árvores. Neste contexto o Município de Ourém lembra o Edital nº 09/2010 que remete para este assunto:

 

1 – É da responsabilidade dos proprietários, usufrutuários ou similares dos prédios confinantes com as vias rodoviárias sob responsabilidade da Câmara Municipal, a procederem às seguintes acções:

 

- Cortar as árvores que ameaçam desabamento para as referidas vias;

 

- Remover árvores que por efeito de queda se encontrem a obstruir a circulação rodoviária;

 

- Cortar os troncos e ramos das árvores que pendem sobre as vias, reduzindo as condições de visibilidade do trânsito e a segurança pública;

 

- Aparar, lateralmente, as sebes, arbustos ou árvores existentes nas estremas ou vedações que confinem com as plataformas das vias, de modo a garantir a visibilidade e circulação do trânsito, assim como a circulação pedonal em segurança.

 

2 – Em caso de incumprimento das acções, serão os Serviços Camarários a procederem à execução desses trabalhos, com custas por conta dos respectivos proprietários/usufrutuários ou detentores de quaisquer direitos sobre terreno.

 

3 – Em caso de queda ou obstrução da via pública, da qual resultem danos pessoais ou materiais, os proprietários/usufrutuários ou detentores de quaisquer outros direitos sobre o terreno ficam sujeitos a responsabilidade civil pelos danos causados e, consequentemente, obrigados ao ressarcimento dos mesmos a título de indemnização.

 

4 – Decorre ainda do n.º 2 do art.º 5.º do Código da Estrada que os obstáculos eventuais sobre a via, que inibam ou prejudiquem o seu livre trânsito, devem ser sinalizados por aquele que lhe der causa, por forma bem visível e a uma distância que permita aos demais utentes da via tomar as precauções necessárias para evitar acidentes.

 

5 – No caso de Sobreiro (Quercus suber L.) e Azinheira (Quercus ilex L.), bem como as árvores de interesse público carecem de autorização prévia da Autoridade Florestal Nacional para a realização de abate ou desramação segundo a legislação específica para o efeito.

 

6 - Realçam-se, os benefícios desta acção através da segurança na circulação rodoviária, agradecendo-se, antecipadamente, a colaboração e o empenho dos proprietários e demais titulares de direitos sobre os prédios confinantes com as vias.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:36
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

18

24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

OURÉM: Encontro Nacional ...

OURÉM: Museu do Azeite in...

OURÉM: Sala cheia no conc...

OURÉM: Agenda de eventos ...

OURÉM: Nós na Escola: Pro...

OURÉM: Deposite os óleos ...

OURÉM: Empreendedores apr...

OURÉM: Agenda de eventos ...

OURÉM: Formação de Formad...

Ourém fomenta partilha de...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds