NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018
Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

FÓS.jpg1

 

sexta-feira:

Até dia 17 de novembro, das 10h00 às 18h00, visite a 2ª edição da EXPOSIÇÃO Tecfresh - Feira Tecnológica para Frutas e Hortícolas, no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em Santarém.

Esta é uma feira orientada para um público profissional, cada vez mais informado e exigente, que busca constantemente soluções inovadoras e de maior produtividade.

Representa uma oportunidade para as empresas e demais organizações partilharem com os seus atuais e potenciais clientes os produtos e serviços de que dispõem, informação atualizada e otimizar negócios.

O objetivo é divulgar e mostrar as evoluções tecnológicas que acontecem no sector agrícola, promover o encontro de profissionais e ser uma ponte para estabelecer relações comerciais entre empresas, avaliar a estratégia definida para o futuro e promover parcerias técnico/profissionais.

Mais informações em www.cnema.pt

 

Às 21h00, prossegue o Festival de Órgão de Santarém, na Igreja de São Nicolau, com um Concerto de Órgão e Trompa, com Daniel Nunes, no Órgão e Edgar Barbosa, na Trompa.

Até dia 18 de novembro, Santarém oferece (re)encontros entre o Património que existe na Cidade. Um encontro que o Festival de Órgão de Santarém quer celebrar, pela primeira vez, com seis Concertos, uma Missa e seis Mini-Recitais, em seis órgãos de tubos ibéricos, instalados na cidade de Santarém, que têm lugar na Igreja da Misericórdia, na Catedral de Santarém, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade, na Igreja de S. Nicolau, na Igreja de Nossa Senhora de Marvila e na Igreja de Santa Maria da Alcáçova.


Nesta viagem de seis dias, o Festival de Órgão de Santarém – FÓS pretende divulgar não apenas o singular património organístico de Santarém, mas, simultaneamente, as pessoas que se dedicam à arte da música nesta Cidade. O FÓS conta com a participação de músicos e instituições musicais do Distrito, tais como o Conservatório de Música de Santarém, o Coro do Círculo Cultural Scalabitano e a Schola Cantorum da Catedral de Santarém.

O I Festival de Órgão de Santarém nasce da vontade de três entidades: a Câmara Municipal de Santarém, a Diocese de Santarém e a Santa Casa da Misericórdia de Santarém, com o apoio do Conservatório de Música e Artes do Centro (CMAC), num investimento de 22 mil euros, financiado em 20 mil euros pela Câmara de Santarém

sábado:

Este sábado, dia 17 de novembro, às 08h30, tem início a VISITA GUIADA "Do tejo ao Mar, num só olhar", no Vale da Trave, em Alcanede, promovida pelo CCRS – Centro Cultural Regional de Santarém, em parceria com a Cooperativa Terra Chã, Escola Superior Agrária/IPS e Fórum Ribatejo.

"Do tejo ao Mar, num só olhar", é uma visita guiada à Serra dos Candeeiros. Paisagem e Território, Património Natural e Arqueológico, Aldeias Serranas e as suas Gentes. Entre muitas outras referências e surpresas, visita às pegadas de dinossauros no concelho de Santarém. Num só olhar, reconhecer a diversidade e identidade do Ribatejo e do Oeste (antiga Estremadura). Concurso de Fotografia premiado e posterior exposição em 2019 organizada pelo Núcleo de Fotografia do Centro Cultural Regional de Santarém.

Custo: 7,50 € (sócios cooperadores) | 10 € (não sócios). Número limitado de 12 a 20 inscrições.

Às 10h30, tem lugar “A Magia do Colo”, na Livraria Aqui Há Gato.

“No quentinho da mamã eu vou ficar... embalado no seu colo, eu vou sentir a magia deste amor”.

Vamos permitir à mamã e ao bebé viver momentos de cumplicidade.

(Duração) 30’ (Classificação) bebés de colo s/aquisição de marcha (Preço) 7€ (bebé + adulto)

Às 11h30 há Sábado Teatral - Aqui há Fantoches, na Livraria Aqui Há Gato.

Vamos dar voz às personagens das histórias de encantar. Prometemos diversão e muita alegria! (Duração) 30’ (Classificação) para todos (Entrada Livre)

 Às 11h30 há Hora do Conto, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80! Org.: Aqui Há Gato

 Às 12h00, há Oficinas de Arte – Ninho de Mocho, na Livraria Aqui Há Gato.

Animal misterioso e sábio. O mocho vai acompanhar-nos este mês com o seu olhar atento e perspicaz!!! Está de olho em ti, artista!

Vem fazer as nossas oficinas de sábado e divertir-te com arte!

Uma família de mochos vais criar com as tuas mãos de artista. Vai ser uma família feliz, unida e acolhedora! Sob o luar da lua sentem-se sempre protegidos.

(Duração) 60’ (Classificação) a partir dos 4 anos (Preço) 7€

 

Às 16h00 prossegue o Festival de Órgão de Santarém, com um Passeio musical pelos Órgãos históricos de Santarém. O passeio tem início Igreja de Santa Maria da Alcáçova, às 16h00, com Órgão, por David Paccetti Correia. Às 16h35, há Órgão e Canto, por Daniela Moreira, no Órgão e Hélia Castro, no Canto, na Catedral de Santarém. Pelas 17h10, Concerto de Órgão, com Jesús Gonzalo López, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade.

Às 21h00, tem lugar um Concerto de Órgão e Orquestra, por João Vaz, no Órgão, Orquestra Bomtempo, com direção de Cesário Costa, na Igreja de Nossa Senhora de Marvila.

 

Às 21h30, o Teatro Sá da Bandeira acolhe um Recital de Piano, com a pianista Marta Menezes: Homenagem a Vianna da Motta, no âmbito das comemorações dos 120 anos da Banda Filarmónica Alcanedense, numa organização da Sociedade Filarmónica Alcanedense. Entrada gratuita mediante levantamento de bilhete no local, limitada à lotação da sala.

Vencedora do 1º Prémio no Concurso Beethoven no Royal College of Music (Londres, 2013) e no Concurso Internacional de Piano de Nice Côte D'Azur "Simone Delbert-Février" (2013), Marta Menezes conta ainda com outros prémios em concursos internacionais em Portugal, Espanha e França.

Apresenta-se regularmente em recital, a solo e em música de câmara, tendo atuado em diversos países na Europa, em Cabo Verde e nos Estados Unidos. Das temporadas mais recentes, destacam-se os seus recitais no Centro Cultural de Belém, na Rádio Antena 2, na Chopin Society of Connecticut (EUA) e o concerto de abertura do festival internacional Lisbon Music Fest. Na passada temporada, Marta apresentou-se pela primeira vez na China, numa série de oito concertos em seis diferentes cidades, que terminou com dois concertos de lotação esgotada em Pequim.

Como solista, colaborou com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, com a Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Música de Lisboa, com a Camerata MusArt, com a Camerata Amicis, com a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, com a Orchestre Régional de Cannes e com a Student Orchestra da Jacobs School of Music (Universidade de Indiana), sob a direção dos maestros Pedro Neves, Vasco Azevedo, Gareguin Aratiounian, Carlos Silva, Nikolay Lalov, Nicolas Simon e Louis Lohraseb, respetivamente.

Marta tem um papel ativo na divulgação da música portuguesa em Portugal e no estrangeiro. Fez a estreia de várias obras de compositores portugueses contemporâneos e desenvolveu vários projetos dedicados a este repertório.

Recebeu, em 2014, a "Medalha de Prata de Valor e Distinção" pelo seu percurso enquanto pianista, atribuída pelo Instituto Politécnico de Lisboa.

Em 2015, editou o seu primeiro CD, com o apoio da Fundação GDA, com obras de L. v. Beethoven e F. Lopes-Graça, que recebeu o prémio Global Music Award nos EUA: “Silver Medal - Outstanding Achievement” nas categorias de classical piano e emerging artisa, tendo sido também eleito fan favorite.

Programa:

 

Beethoven (1770-1827)

32 Variações em Dó menor, WoO 80

 

  1. Chopin(1810-1849)

Sonata nº 3 em Si menor, op. 58

  1. Allegro maestoso
  2. Scherzo: Molto vivace

III. Largo

  1. Finale: Presto non tanto

 

  1. Vianna da Motta(1868-1948)

Meditação

Balada op. 16

 

  1. Liszt(1811-1886)

Rapsódia Húngara nº 10

 

(Música) (Duração) 60’ (Classificação) M/06

 

Às 22h00, tem lugar uma Grande Noite de Fados, na Sociedade de Recreio e Educativa da Romeira, no âmbito das comemorações do 86º Aniversário da SRER, com os fadistas, Isabel Vitorino, Rodrigo Palma, Tina Colaço e Tony Ribeiro, David Pereira e Rui Pedro, na Guitarra, Vítor Conde e Aurélio Saiote, na Viola.

(Preço) com jantar: 15 guitarradas | só caldo verde, chouriço assado, pão e vinho: 10 guitarradas

domingo:

 Este domingo, dia 18 de novembro, às 11h00, prossegue o Festival de Órgão de Santarém, com Missa Dominical, na Sé Catedral, com David Paccetti Correia, no Órgão, com o Coro da Schola Cantorum de Santarém, no Canto e Pedro Rollin Rodrigues, na Direção.

Às 16h00, tem lugar um Concerto de Órgão com Jesús Gonzalo López, na Igreja de Nossa Senhora de Marvila.

 

Às 16h00, há Teatro para Crianças “O Sonho do Soneca”, pelo Veto Teatro Oficina, na Sala Polivalente do Teatro Taborda – Círculo Cultural Scalabitano, integrado na “Temporada d’ Outono” do CCS.

Esse projeto visa estimular a mudança de práticas de atitudes e a formação de novos hábitos em relação à utilização dos recursos naturais, favorecendo a reflexão sobre os cuidados a ter com o nosso planeta.

Texto: Eliseu Raimundo |Encenação: Angelina Madeira e Eliseu Raimundo |Cenografia: Angelina Madeira e Francisco Cercas |Luz e Som: José Carlos Jordão|Elenco: António Júlio Santos, Eliseu Raimundo, Mena Caetano, Francisco Selqueira, Mário Marcos, Rafael Raimundo

Classificação: para crianças

Informações: Círculo Cultural Scalabitano | circuloscalabitano@gmail.com | tel. 243 321 150 (14h00-20h00)

 A decorrer:

Até dia 30 de novembro, visite a Mostra Bibliográfica “Dia Mundial do Cinema” – 05 de novembro, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Comemoramos o Dia Mundial do Cinema a 5 novembro. Considerado como um artefacto cultural, o cinema é uma arte poderosa e uma fonte de entretenimento.

Esta arte existe graças à invenção do cinematógrafo inventado pelos irmãos Lumiére nos finais do seculo XIX.

A inovação e desenvolvimento do Cinema, hoje transformado numa indústria cinematográfica a nível mundial, capta e encanta cada vez mais públicos nos seus mais diversos níveis culturais e classes etárias.

Até dia 30 de novembro, visite a Mostra Bibliográfica - Vamos (Re)ler… Júlio Dinis, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, DE segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

Comemoramos os 179 anos do nascimento do grande escritor português e médico que foi Júlio Dinis com uma Mostra Bibliográfica das suas obras.

Nascido a 14 de novembro de 1839 na cidade do Porto, Júlio Dinis foi considerado o criador do romance campesino e as suas personagens eram tiradas de pessoas com quem conviveu. Muitas das suas obras literárias foram representadas em adaptações cinematográficas e televisivas como “As Pupilas do Senhor Reitor”, “Os Fidalgos da Casa Mourisca”, “A Morgadinha dos Canaviais”.

Júlio Dinis marcou a transição entre o romantismo e o realismo. Faleceu no Porto com apenas 31 anos.

Até dia 28 de dezembro, visite o Arquivo Histórico Municipal-Mostra Documental - “Falam documentos de outras eras” - Carta dos Privilégios do contrato do Tabaco, Sabão e Polvora, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

  1. Ma-/ria, por graça de Deus, rainha de/ Portugal (…), Faço saber aos/ que esta carta de privilégios virem, que por/ parte das Caixas Gerais da Companhia, que ar-/rematou o Contrato do Tabaco, Sabão e/ Polvora por tempo de doze anos, aos quaes/ Tiveram principio pelo que toca ao Ta-/baco, no primeiro de maio próximo findo e, referente ao sabão e pólvora, no corrente mês [julho].

Documento que determina a administração do contrato estabelecido com as Caixas Gerais da Companhia Confiança Nacional e, com todos os relacionados com o contrato, para arrematarem e venderem os definidos produtos, funcionários, fiscais e todas a entidades e instituições envolvidas nas transações comerciais e monetárias. E ainda, todas as cláusulas, privilégios, isenções, liberdades e prerrogativas associadas ao contrato. O não cumprimento das condições converter-se-ão em grande prejuízo para quem quebrar sua determinação. Tentando adulterar o produto/tabaco para obtenção de elevados rendimentos económicos, como por exemplo adicionar ervas, plantas aromáticas, ou outros ingredientes. A aplicação da pena podia ir até ao degredo da pessoa infratora. A mercadoria (tabaco, sabão e pólvora) podia circular nos domínios do reino, como nas ilhas e colónias ultramarinas portuguesas, desde que fosse acompanhada de guias de circulação para os portos comerciais.

A rainha manda pelos conselheiros do tribunal do Tesouro Publico, que se registe, aos quatro de julho de 1846. O secretário do tribunal do Tesouro Público, Francisco Simões Margiochi e os conselheiros, José António Maria de Sousa Azevedo, Florido Rodrigues Pereira Ferraz. Registada no livro dos Privilégios da Câmara Municipal de Santarém pelo escrivão da câmara, João Lúcio de Faria Mendes Castro, em 12 de março 1856 e, rubricado pelo presidente da Câmara, Visconde da Fonte Boa. A Carta dos privilégios foi publicada em Diário do Governo, n.º 159, de 9 de julho de 1846

Até dia 31 de dezembro, visite a Exposição “Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 01 de outubro a 31 de dezembro está em destaque trimestral uma obra da autoria de Francisco de Almada: “Casario”, Serigrafia a cores s/ papel, datada de 1983.

 Até dia 06 de janeiro, visite a Exposição “Sá da Bandeira – Filho da Vila. Pai da Cidade”, na Casa do Brasil. Patente das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, de terça-feira a sábado.

No ano em que se comemoram 150 anos da elevação de Santarém a cidade, a Casa do Brasil apresenta a exposição sobre a figura de Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo (1795-1876), 1.º Marquês de Sá da Bandeira, um dos responsáveis pelo novo estatuto jurídico da urbe.

A iniciativa, que conta com a colaboração da Academia Militar, além do apoio da família de Sá da Bandeira, pretende abordar a figura do Marquês, sob o ponto de vista do homem, do militar e do estadista, mas também do antiesclavagista, um dos aspetos porventura menos conhecidos deste multifacetado escababitano.

A exposição apresenta objetos pessoais, bibliografia diversa, artes plásticas (pintura, escultura e gravura), fotografia e numismática. Conta também com uma vertente multimédia, com a exibição de apresentações e filmes ligados ao contexto histórico e à vida e obra de Sá da Bandeira

Em permanência:

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Painel de azulejos que representa um mostruário de relógio com numeração romana e decoração figurativa dos ventos (éolos ou querubins azuis), nos quatro cantos da composição. É emoldurado por cercadura com decoração geometrizante e simétrica a azul, amarelo, verde e manganês e meios óvulos. O espaço interior é preenchido com uma representação do sol com seus raios em branco e amarelo sobre fundo azul, dividindo o círculo em vinte e quatro partes iguais”.

 

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h15 e das 14h00 às 17h15. Contato: tel.- 243 357 288.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scallabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:05
link do post | comentar | favorito

Temporada da Música

image001

image002

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:13
link do post | comentar | favorito

REUNIÃO DESCENTRALIZADA DA CÂMARA MUNICIPAL

image003

A câmara municipal já reuniu em Vila Chã de Ourique, na Lapa, Vale da Pedra, Ereira, Vale da Pinta e Valada. Na próxima semana reunirá no Cartaxo, encerrando o calendário de reuniões descentralizadas de 2018.

O Cartaxo vai receber a próxima reunião descentralizada da Câmara Municipal do Cartaxo. A partir das 21h00 de dia 19 de novembro, segunda-feira, os membros do órgão executivo do município estarão no edifício-sede da União de Freguesias do Cartaxo e Vale da Pinta * para cumprir a ordem de trabalhos, dar conta do trabalho desenvolvido nas diversas áreas de atividade municipal e ouvir a população.

A exemplo do mandato anterior, Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal, voltou a propor ao executivo a descentralização das reuniões enquanto “instrumento de aproximação dos eleitos políticos às pessoas”

O autarca defende que “as reuniões descentralizadas mostram, quer pelas salas cheias, quer pela qualidade e diversidade das intervenções do público, que são um espaço de exercício democrático, com muita gente a partilhar preocupações, a deixar novos pontos de vista e a propor soluções”. Terminadas as reuniões já agendadas nas sedes das juntas de freguesia, “voltarei a propor outro conjunto de reuniões, em diferentes espaços nas nossas localidades”, a exemplo do que já aconteceu no mandato anterior.

Calendário das reuniões desde o início do mandato 2017-2021

Neste mandato, Pontével foi a primeira localidade a receber uma reunião descentralizada – no dia 20 de novembro de 2017. Vila Chã de Ourique e Lapa, receberam as duas primeiras reuniões descentralizadas de 2018, a 15 de janeiro e a 19 de março, respetivamente, no dia 21 de maio a reunião decorreu em Vale da Pedra, no dia 2 de julho na Ereira, em 20 de agosto em Vale da Pinta e em 17 de setembro, em Valada.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:53
link do post | comentar | favorito

Centro de Estudos em Fotografia de Tomar abre terça-feira na Casa dos Cubos

unnamed

O Município de Tomar e o Instituto Politécnico local celebram no próximo dia 20 de novembro, pelas 18 horas, o protocolo de cooperação que cria o Centro de Estudos em Fotografia de Tomar (CEFT), que se instala no edifício da Casa dos Cubos, em Tomar.

Este Centro de Estudos tem como principal objetivo aprofundar a relação antiga destas Instituições com a Cultura Fotográfica, nomeadamente através dos Arquivos Fotográficos Históricos e Contemporâneos, mas também através da formação em Fotografia no ensino superior, que já acontece no Instituto Politécnico de Tomar há mais de 30 anos. O CEFT visa, ainda, preservar, conservar, estudar e divulgar coleções e acervos fotográficos bem como organizar e promover ofertas formativas em conservação, preservação,gestão de coleções fotográficas e processos fotográficos históricos quer através de ações junto das escolas, nos mais diversos níveis de ensino, quer junto do público, em geral, e também vocacionadas para o turismo cultural, de experiências e científico. Do plano de atividades consta, ainda, uma programação consistente de exposições de fotografia, conferências e workshops, em especial nas áreas da Fotografia e Território.

A criação deste Centro de Estudos em Fotografia será marcada pela inauguração da Exposição de Fotografia e Território “Nas Curvas do Espanto: Médio Tejo, que caminhos para uma mudança?”, que é o resultado de uma Residência Fotográfica realizada em Mação, promovida pelo Curso Superior de Fotografia do Instituto Politécnico de Tomar e apoiada pelo Município de Mação e que teve como principal objetivo contribuir para uma melhor perceção dos fenómenos relacionados com a gestão do Território e com a sua ocupação, e que resultam normalmente em transformações na paisagem, passíveis de serem registadas fotograficamente.

Enquadrada nesta iniciativa decorre ainda, na Casa dos Cubos, no dia 21 de novembro, pelas 11.00h, uma palestra com a temática das problemáticas da Gestão do Território, Antropização, Património e Fotografia que se destina ao público em geral, e conta com a participação de vários Especialistas que operam na Região do Médio Tejo. Integrado neste programa, acontece também, um workshop em Fotografia e Território, orientado por Duarte Belo, fotógrafo com larga experiência nesta área e muito trabalho já publicado.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:51
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018
73º Aniversário do Concelho do Entroncamento

cartaz_aniversario

Programa Comemorativo

73º Aniversário do Concelho do Entroncamento

 

No próximo dia 24 de novembro, sábado, comemora-se o 73º aniversário da Elevação do Entroncamento a Concelho. Para assinalar o Aniversário do Concelho a Câmara Municipal promove um programa comemorativo com diversas iniciativas que decorrem de 17 a 25 de novembro.

 

A Câmara Municipal do Entroncamento convida a população a participar nas atividades comemorativas do Aniversário do Concelho

 

Programa:

 

17 NOVEMBRO (SÁBADO)

17h: FESTIVAL ANUAL DE COROS | Centro Cultural | Orfeão do Entroncamento

 

 

23-25 NOVEMBRO(SEXTA A DOMINGO)  SEX-SÁB

10h - 20h | DOM . 10h - 18h

27.º EXPO-AVES |Instalações da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Entroncamento | Clube Ornitófilo Ribatejano

 

 

23 NOVEMBRO (SEXTA)

21h30: ESPETÁCULO MUSICAL MILA FERREIRA “Bonsoir Paris” |Centro Cultural

 

 

 

DIA 24 (SÁBADO) ANIVERSÁRIO DO CONCELHO

 

09h30: HASTEAR DA BANDEIRA | Largo José Duarte Coelho | Orfeão e Ass. Filarmónica e Cultural do Entroncamento

SESSÃO SOLENE - Comemorativa do 73º Aniversário do Concelho | Centro Cultural

 

11h: CONFERÊNCIA | “A Arte de Cottinelli Telmo no Entroncamento” | Oradores: Arq. João Paulo Martins – FAUL, Arq.ª Ana Rita Venda – FAUL

“Bairros Ferroviários” Oradora: Prof.ª Manuela Poitout

Assinatura de Protocolos - Bairro Camões | Centro Cultural

 

INAUGURAÇÃO - Exposição de Pintura “Bairro Camões” de Isabel Fonseca | 24 NOVEMBRO - 8 DEZEMBRO | Galeria Municipal

 

21h30 CIRO CRUZ QUARTET  | III Ciclo de Jazz | Centro Cultural

 

9h-23h

FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL Mod. Danças Latinas Standard | Pavilhão Desportivo Municipal | Academia de Dança

 

MUSEU NACIONAL FERROVIÁRIO: Dia Aberto

 

DIA 25 (DOMINGO)

 

15h30: TEATRO INFANTIL | “A menina que detestava livros” | Centro Cultural



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:46
link do post | comentar | favorito

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTAXO CONVIDA COMERCIANTES PARA REUNIÃO DE TRABALHO

13

 

  • Para encerrar o ciclo de reuniões que decorreram este ano em todas as freguesias, o Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro,  volta a convidar comerciantes para trabalho conjunto.
  • Balanço das oito reuniões, freguesia a freguesias, criação da Associação de Comerciantes do Concelho do Cartaxo e animação de Natal, na ordem de trabalhos da reunião.

 

 

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo convidou os comerciantes de todo o concelho para uma reunião de trabalho a decorrer no Centro Cultural, no dia 20 de novembro, próxima terça-feira, às 21h00.

 

Na ordem de trabalhos estarão a criação de uma associação de comerciantes do concelho, a recolha de propostas para a construção de um programa de animação de Natal que corresponda, quer às expectativas dos comerciantes, quer aos recursos disponíveis para a sua concretização, ficando ainda espaço para o debate de outros assuntos que os comerciantes entendam relevantes.

 

O autarca afirmou que “a criação de uma associação de comerciantes no nosso concelho é um passo que não pode continuar a ser adiado”. Referindo que esta sua convicção “saiu ainda mais reforçada”, ao longo das oito reuniões de trabalho que, “por iniciativa da Câmara Municipal, se realizaram este ano em todas as freguesias do concelho”, para debater este tema e “recolher contributos para a criação de um plano de dinamização do comércio local”.

 

Na reunião agora convocada, para além de fazer o balanço das reuniões que “tivemos, freguesia a freguesia, importa definir ações concretas, que conduzam a um plano de ação que seja claro para todos os intervenientes. Para o sucesso deste trabalho conjunto é muito importante que instituições e comerciantes possam definir o seu papel na dinamização do comércio local”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:44
link do post | comentar | favorito

Embaixador da Moldávia recebido no Salão Nobre dos Paços do Concelho

Receção ao Embaixador da Moldávia (1)

 

 

Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém e Nuno Serra, Vereador da autarquia scalabitana, receberam ontem, dia 13 de novembro, Dumitru Socolan, Embaixador da República da Moldávia, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

 

Este encontro teve como intuito identificar eventuais possibilidades de intensificação da cooperação bilateral moldavo-portuguesa. Neste sentido, foram convidados alguns empresários do concelho de Santarém, entre os quais a Olitrem, a Valsabor, a Inducol/Indutan, a Fravizel para apresentarem as suas empresas e conhecerem as eventuais possibilidades de negócios na Moldávia.

 

Para além dos empresários estiveram também presentes o Instituto Politécnico de Santarém, que descreveu a importância do ensino e a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém que, através da exibição de dois filmes, apresentou o Ribatejo e os negócios existentes nesta região.

 

A República da Moldávia faz fronteira com a Ucrânia e com a Roménia e a sua economia está muito dependente da agricultura, produzindo frutas, produtos hortícolas, tabaco e vinho, sendo este último o produto de maior exportação. O turismo está numa fase de crescimento e maior atração turística são as minas de Cricova cujo complexo subterrâneo de túneis alberga a maior adega do mundo, com mais de 120 km de armazéns de vinho.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:41
link do post | comentar | favorito

REQUALIFICAÇÃO DA URGÊNCIA DE ABRANTES CUSTA 2,1 MILHÕES

 

 

transferir

 

As obras de requalificação, modernização e expansão das Urgências Médico-Cirúrgicas no Hospital de Abrantes, do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), vão custar 2,1 milhões de euros e começam na primavera de 2019.

"A grande empreitada de requalificação das Urgências Médico Cirúrgicas vai começar a partir da primavera do ano que vem, estando orçada em cerca de 2,1 milhões de euros", disse aos jornalistas o presidente do conselho de administração do CHMT, no âmbito de uma visita aos trabalhos de uma nova sala de observação clínica e da abertura do novo Hospital de Dia de Medicina Interna da unidade hospitalar de Abrantes, no distrito de Santarém.

 Questionado sobre as garantias financeiras por parte do Governo para o investimento anunciado, Carlos Andrade afirmou que "todo o trabalho tem sido desenvolvido em consonância com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e com o Ministério da Saúde".

 Sobre o atraso na requalificação das Urgências Médico-Cirúrgicas do Hospital de Abrantes, obras que foram anunciadas em várias ocasiões, Carlos Andrade apontou para "complexidades de ordem técnica" que condicionaram o desenvolvimento do projeto de intervenção, tendo, no entanto, assegurado que os mesmos "estão concluídos e em fase de começar a preparar o caderno de encargos".

 Acompanhado de profissionais de saúde, responsáveis de obra e da presidente da Câmara de Abrantes, o gestor mostrou o trabalho em curso de requalificação de uma sala para acolhimento de doentes e observação clínica em urgência, um investimento de 300 mil euros que deverá estar concluído em 20 de dezembro.

 Já o novo Hospital de Dia de Medicina Interna, a funcionar desde a semana passada, teve um custo de cerca de 70 mil euros.

 Estes dois investimentos inserem-se numa "fase prévia àquilo que é o trabalho de fundo de requalificação das Urgências Médico-Cirúrgicas do CHMT e que servirão de ancoramento à expansão do Serviço de Urgências" deste hospital.

 "A nova sala de observação clínica vai permitir acomodar os doentes com todas as condições de conforto e segurança, a par da observação clínica em urgência", adiantou Carlos Andrade.

 O presidente do centro hospitalar destacou que o investimento a realizar no próximo ano vai permitir "adequar as Urgências Médico-Cirúrgicas às melhores práticas no âmbito do exercício de uma medicina segura, moderna e competente, e com as melhores condições, quer técnicas, para os profissionais de saúde, quer para os doentes".

A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, que também preside à Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, realçou a intervenção anunciada como um "passo decisivo" para "melhorar o acesso à urgência e aos cuidados de saúde hospitalares por parte de toda a comunidade”.

 Constituído pelas unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, separadas geograficamente entre si por cerca de 30 quilómetros, o CHMT funciona em regime de complementaridade de valências, abrangendo uma população na ordem dos 260 mil habitantes de 11 concelhos do Médio Tejo, no distrito de Santarém, Vila de Rei e Castelo Branco, do distrito de Castelo Branco, e ainda dos municípios de Gavião e Ponte de Sor, ambos de Portalegre. «Sapo/Saúde»

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:27
link do post | comentar | favorito

Rede de Municípios para a adaptação local às alterações climáticas - 2º Seminário nacional

 

Realiza-se no próximo dia 15 de Novembro em Ílhavo, o quarto Concelho Geral da adapt.local.

E dia 16 de Novembro no Centro de Artes e Espetáculos da Figueira da Foz, o Seminário de Adaptação Local às Alterações Climáticas.

A adapt.local é uma Rede de Municípios para a Adaptação Local às Alterações Climáticas, que engloba 32 Municípios de Portugal Continental, incluindo Açores e Madeira, para além de outras 11 entidades de cariz público e privado diretamente ligadas a esta temática.

 

Contando com a presença de vários especialistas nacionais e internacionais, e com a partilha de experiências inspiradoras que serão trazidas por estes, será também palco de apresentação de trabalhos e projetos em curso nos vários concelhos do País.

Através de workshops de capacitação técnica em instrumentos e métodos para a adaptação, os participantes no seminário poderão assistir a sessões temáticas tão diversificadas, mas complementares, como as dedicadas às estratégias municipais; à comunicação, educação ambiental e sensibilização para riscos climáticos; à gestão adaptativa de recursos hídricos; à floresta e incêndios florestais; e, ao financiamento e monitorização de ações de adaptação.

Neste mesmo dia, será lançado o seu sitio de Internet www.adapt-local.pt. 

 

O Município de Coruche, um dos 32 Municípios aderentes, estará representado no Workshop de Capacitação Técnica, subordinado ao tema Floresta e Incêndios Florestais, com a oradora Patrícia Moreira, “O Espaço Florestal na Revisão do PDM: Da Regulamentação da Edificabilidade ao ordenamento do território num contexto de adaptação às alterações climáticas”.

Inscrições gratuitas abertas em www.adapt-local.pt/seminario-anual/edicao-anual .

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:16
link do post | comentar | favorito

Chamusca a impulsionar região na campanha de esterilização de animais de companhia  

  

Rações e Chips à AAA

 

 

Autarquia estabeleceu protocolo com Associação dos Amigos dos Animais e do Ambiente para realizar campanha de esterilização para controlo de população de cães e gatos 

 

14 de novembro de 2018 - O concelho da Chamusca está na linha da frente na região da Lezíria do Tejo no âmbito da campanha de apoio à esterilização de cães e gatos como forma de controlo da sua população e de eliminar o recurso à eutanásia, conforme emanado na Lei 27/2016 de 23 de agosto que, desde 23 de setembro de 2018, estabelece a proibição do abate de animais errantes como forma de controlo populacional. A campanha decorre até final de novembro e, até ao momento, já foram esterilizados 233 animais, entre agosto e outubro. 

 

Através de uma candidatura ao apoio financeiro, enquadrado no Despacho 3283/2018 e coordenado pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, a autarquia da Chamusca conseguiu uma verba de 15 mil euros, contratou serviços veterinários e estabeleceu um protocolo para a gestão logística do processo com a Associação dos Amigos dos Animais e do Ambiente da Chamusca que ficou responsável por apoiar na identificação e no reencaminhamento dos animais, priorizando os errantes, e também de os acolher no período temporário de recobro, após o processo cirúrgico de esterilização. O acolhimento está a ser feito em instalações contíguas ao seu Centro de Atendimento Temporário de Animais.  

 

O protocolo com a Associação dos Amigos dos Animais não é financeiro e é concretizado através da cedência dos serviços veterinários contratados pelo Município. O Município entregou também vários sacos de ração para fazer face às despesas com os animais em recobro e forneceu 350 chips eletrónicos para serem colocados nos animais aquando da esterilização e que servem para os identificar como já tendo sido sujeitos a este procedimento. Estes chips permitem ainda fazer a manutenção e controlo das colónias de animais de forma mais facilitada. 

 

O investimento na campanha são cerca de 25 mil euros e, tendo em conta o apoio financeiro, estima-se que a comparticipação do Estado se fixe nos 63%. 

 

Desde a entrada em vigor da lei n.º27 é proibido abater animais errantes como forma de controlo de população. Antes da sua aplicação, os municípios tiveram um período de dois anos para se adaptarem e foram vários os que avançaram com medidas necessárias para cumprimento da lei, como foi o caso da Chamusca. Desde 2003 que é obrigatório os municípios procederem à recolha dos animais em estado de errância. Contudo, nem todos os municípios dispõem de centro de recolha, no entanto, recorreram às associações de proteção animal do município para celebrarem protocolos e, em conjunto, conseguiram suprir as falhas que existiam. Para além da responsabilidade penal, os municípios que não cumpram podem também ser alvo de ações judiciais de âmbito administrativo, nomeadamente ações de condenação na prática do ato devido ou de responsabilidade civil. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:58
link do post | comentar | favorito

Avisan’18 recebe Exposições Internacionais de Cães e Gatos

 

 

A Avisan 2018 – Exposição Nacional de Aves, Animais de Companhia, Equipamentos e Acessórios, certame que decorre entre os dias 30 de novembro e 02 de dezembro, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, vai ser palco de Exposições Internacionais de Cães e Gatos.

 

19ª EXPOSIÇÃO CANINA INTERNACIONAL E 25ª EXPOSIÇÃO CANINA NACIONAL

 

A 25ª Exposição Canina Nacional de Santarém e a 19ª Exposição Canina Internacional de Santarém decorrem a 01 e 02 de dezembro, respetivamente.

Estas iniciativas que contam com a colaboração do Clube Português de Canicultura, têm como objetivo premiar os melhores exemplares que serão divididos em grupos de acordo com as suas raças e são regidas pelos regulamentos da Fédération Cynologique Internationale (FCI) e do Clube Português de Canicultura, abertas aos exemplares de todas as raças e variedades oficialmente reconhecidas, registados em Livros de Origens ou com Registos Iniciais emitidos por organismos reconhecidos pela FCI.

 

Para além do título “Best in Show” vão ainda disputar-se os prémios para “Jovem Promessa Macho”, “Jovem Promessa Fêmea”, “Melhor Par” “Melhor Grupo de Criador” “Melhor Veterano”, “Melhor Reprodutor, “Melhor Bebé”, “Melhor Cachorro” e “Melhor Exemplar das Raças Portuguesas”. Durante a Exposição Canina Internacional será ainda premiado o “Melhor Jovem Apresentador”.

 

8ª EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE GATOS DE SANTARÉM    

 

A 8ª Exposição Internacional de Gatos de Santarém realiza-se a 01 e 02 de dezembro e é organizada pelo Clube Português de Felinicultura, único órgão reconhecido oficialmente em Portugal, detentor do Livro de Origens Português e membro da Federação Internacional Felina – FIFe, maior órgão Felino a nível mundial.

 

Nesta exposição estarão presentes cerca de duas centenas exemplares vindos de diversos países como Portugal, Espanha, França e Itália. O público terá ocasião de apreciar raças de gatos como Persas, Exóticos, Bosques da Noruega, Maine Coon, Sagrados da Birmânia, Europeus, Abissínios, British, Chartreux, Azul Russo, Somali, Bengal, Siameses, Orientais, etc. Estes exemplares serão julgados por juízes internacionais vindos expressamente para esse efeito.

 

RÉPTEIS E ANIMAIS EXÓTICOS

 

Ao longo de três dias os visitantes poderão apreciar várias exibições de répteis que contarão com diversos exemplares como cobras, iguanas, tarântulas, entre outros. Esta exposição tem como objetivo mostrar ao público em geral que estas espécies são autênticos animais de companhia e que ocupam uma posição fulcral no ecossistema.

 

O público também poderá deliciar-se e ver “ao vivo” vários animais exóticos. Com esta mostra, a organização tem como intuito  demonstrar a importância destes seres vivos no meio ambiente e respetivos habitats, além de permitir ao público um maior conhecimento sobre a natureza.

 

EXPOSIÇÃO COMERCIAL

 

A mostra comercial de Equipamentos e Acessórios, as exposições de aves, os animais domésticos e exóticos, os répteis, os peixes, os gatos, os cães e as diversas iniciativas que aqui decorrem permitirão, decerto, atrair os profissionais do sector além do público em geral. Durante três dias, todos estes companheiros de 4 e mais patas, com as suas cores múltiplas ou formas excêntricas, irão deliciar todos aqueles que visitarem o evento.

 

Com a presença de criadores nacionais e internacionais, a Avisan é um ponto de encontro de milhares de visitantes e contará com uma programação diversificada para que este evento seja atrativo e representativo do sector.

 

PROGRAMA DE ATIVIDADES

 

De 30 de novembro a 02 de dezembro, os visitantes poderão apreciar diversas iniciativas como Shows mistos de Araras, Aves de Rapina e Répteis (30 novembro a 02 de dezembro - Org. Aquashow), Shows de Araras (30 novembro 02 de dezembro - Org. FBA), a 8ª ExpoAlcac - 3º Concurso / Exposição de Galinhas de (30 de novembro a 02 de dezembro – Org. Associação Lusa de Criadores de Aves de Capoeira), a 3ª Exposição de Columbicultura/Pombos de Raça (30 novembro a 02 dezembro – Org. Associação Portuguesa de Columbicultura), a 17ª Exposição Nacional do Gloster - (01 e 02 de dezembro - Org. Gloster Clube de Portugal), o 12º Show do Periquito Ondulado (01 e 02 de dezembro -  Org. Sociedade Portuguesa do Ondulado), ou o 51º Concurso Nacional de Porquinhos-da-Índia (01 de dezembro - Org. CAPI – Clube dos Amigos dos Porquinhos da Índia).

 

MOSTRA COMERCIAL

 

No âmbito da Avisan, uma mostra comercial com tudo o que é necessário para animais de estimação com equipamentos e acessórios, permitirá uma escolha variada para quem pretende adquirir este tipo de produtos. São várias as empresas que apostam na Avisan com o intuito de estreitar relações com clientes e público em geral divulgando simultaneamente as suas novidades.

 

HORÁRIOS


Sexta-feira, 30 novembro: 10h00 às 20h00

Sábado, 01 dezembro:       10h00 às 20h00

Domingo, 02 dezembro:   10h00 às 20h00



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:57
link do post | comentar | favorito

OPINIÃO: Política para a Inovação

transferir

Por: Tiago Carrão

Vice-Presidente do PSD de Tomar

 

Realizou-se pela terceira vez em Lisboa a Web Summit, aquela que é considerada por muitos a melhor cimeira de inovação e tecnologia do mundo. O acordo para a permanência em Portugal durante mais 10 anos já está fechado. Um evento que começou a nível local, na Irlanda, e em 8 anos chegou ao mundo inteiro, atraindo dezenas de milhares de participantes, das grandes empresas tecnológicas às pequenas startups da web.

São histórias como esta que nos mostram aquilo em que se baseia a economia moderna: criatividade, conhecimento, inovação, tecnologia, espaço online e redes sociais.

As regras mudaram. Numa só geração, assistimos a revoluções tecnológicas que transformaram a forma como hoje vivemos, estudamos e trabalhamos. O que dantes necessitaria de 1.000 trabalhadores, hoje pode ser feito por apenas 100. Qualquer pequeno negócio tem ao seu alcance vender os seus produtos para todo o mundo a partir de um computador.

Da mesma forma que há 30 anos atrás ninguém adivinhava que a Internet viria a liderar uma revolução económica, hoje não conseguimos prever o que o futuro nos reserva. Mas sabemos que a inovação tecnológica será peça central na evolução dos próximos anos, dos robôs e a inteligência artificial aos carros elétricos e autónomos, da exploração do espaço ao turismo sustentável sem esquecer as moedas digitais descentralizadas e a blockchain.

A única forma de nos prepararmos enquanto coletivo para esse futuro com o qual hoje sonhamos é investir e encorajar a inovação, sermos catalisadores da criatividade e da imaginação. Barack Obama disse uma vez que “sabemos que a nação que apostar tudo na inovação hoje, vencerá na economia global de amanhã”.

O mesmo é verdade quando aplicado à nossa escala local.

Em 2013, foi dado um importante passo com a vinda do CENIT - Centro de Inovação Tecnológica da SoftInsa/IBM, que não só permitiu colocar Tomar em posição de se afirmar como um hub tecnológico como também abriu um leque de oportunidades ao Instituto Politécnico, ao concelho e à região.

Cinco anos depois esse investimento traduziu-se em mais de 350 postos de trabalho criados diretamente.

Assistimos ao regresso de estudantes do Instituto Politécnico que tinham saído de Tomar e a uma perspetiva de emprego que é fator de atratividade para novos estudantes.

Um impacto significativo na economia local ao nível da habitação, da restauração e do comércio local e um importante contributo para a fixação de jovens em Tomar.

Mas a instalação do CENIT da SoftInsa/IBM não era um fim em si mesmo. Tinha na sua génese muito mais ambição.

O aproveitamento do conhecimento, da dinâmica e da tecnologia proporcionados por este Centro aplicados à indústria, ao comércio, aos serviços, ao turismo e ao quotidiano dos tomarenses.

A captação de outras empresas tecnológicas. Veja-se o caso do Fundão, que com a criação do seu Centro de Negócios e Serviços Partilhados atraiu 14 empresas inovadoras que criaram 500 postos de trabalho. A criação de uma incubadora de empresas e de espaços de coworking que potenciassem o surgimento de startups com serviços complementares.

O estreitar da ligação entre o meio académico e o meio empresarial da região. A modernização e otimização dos serviços municipais.

Ambições que ainda hoje estão por cumprir!

Tomar precisa urgentemente de uma política para a inovação e para a construção do futuro. Uma estratégia que nos permita concentrar nos setores onde já nos distinguimos e fazer uma aposta séria nessas áreas onde queremos competir globalmente.

Uma estratégia com três vértices: a gestão pública, a comunidade académica e o tecido empresarial, trabalhando em rede e potenciando resultados. E uma estratégia consciente que as novas tecnologias não conhecem fronteiras, sejam as do concelho ou do país. O sucesso de muitos projetos está intrinsecamente ligado à sua escala internacional.

Não podemos ficar à espera do que o futuro nos traga, vamos unir esforços para sermos nós a construir esse mesmo futuro.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:27
link do post | comentar | favorito

Convento de Cristo recebe exposição retrospetiva do Atelier Aires Mateus

Manuel Aires Mateus

 

 

“AIRES MATEUS – ARQUIVO 1998 – 2018”, a exposição que percorre os últimos 20 anos do Atelier Aires Mateus, inaugura no próximo dia 23 de novembro, às 18H00, no Convento de Cristo, em Tomar. Para esta retrospetiva, os arquitectos Manuel e Francisco Aires Mateus escolheram 54 projetos, apresentados em 91 maquetes, nas salas do Noviciado do Convento da Ordem de Cristo.

Esta exposição de Arquitectura acontece no âmbito da parceria entre a Direção Geral do Património Cultural – Convento de Cristo, a Delegação do Centro da Ordem dos Arquitectos – Secção Regional Sul, que trouxe já ao monumento Património Mundial da Humanidade UNESCO, exposições dos arquitectos Souto de Moura e Carrilho da Graça.

Manuel e Francisco Aires Mateus nasceram em Lisboa em 1963 e 1964. Formaram-se na Faculdade de Arquitectura /U.T.L. em 1986 e 1987 respetivamente. Começaram a colaborar com o arquitecto Gonçalo Byrne a partir de 1983. Em 1988 começaram a desenvolver projetos enquanto autores. O atelier Aires Mateus é fundado nessa altura pelos dois irmãos, embora ocupando ainda um espaço dentro do atelier do arquitecto Gonçalo Byrne. 

A crescente escala de projetos fez com que se estabelecessem num espaço maior e autónomo para responder às solicitações de trabalho. Desde então, a dimensão e quantidade de trabalho tem sido prolífica, resultando em diversos prémios de arquitectura nacionais e internacionais. A visibilidade do seu trabalho originou convites para realizar conferências e lecionar em várias instituições internacionais, como a Graduate School of Design em Harvard, a Accademia de Arquitectura de Mendrisío entre outras em Portugal. Neste momento, a estrutura abrange dois escritórios, ambos em Lisboa, e estabelece diversas parcerias com ateliers locais para o desenvolvimento de projetos internacionais. 

Manuel Aires Mateus foi Prémio Pessoa em 2017.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:25
link do post | comentar | favorito

Concerto da Orquestra da Casa Pia na Chamusca 

1481

 

 No dia 24 de novembro, no cineteatro da Chamusca, às 18h, a Orquestra do Ensino Integrado de Música da Casa Pia apresenta o concerto "Casa Pia no Coração do Ribatejo".  

 

A Casa Pia da Lisboa tem como uma das suas marcas identitárias a oportunidade que proporciona aos seus alunos contacto com a arte e a expressão artística. Desde o ano letivo de 2009/2010 que tem Ensino Integrado de Música no 2.º ciclo do ensino básico nos Centros de Educação e Desenvolvimento de D. Maria Pia e D. Nuno Álvares Pereira. Atualmente continua a desenvolver este tipo de ensino nos 2.º e 3.º ciclos, incluindo uma área vocacional em instrumentos de cordas friccionadas. 

 

Os jovens músicos apresentam-se em classes de conjunto de violino, de violas de arco e de violoncelo, também em orquestra e coro. 

No 6.º ano os alunos começam a trabalhar em contexto de orquestra (orquestra B) e, no 3.º ciclo, integram a orquestra A. As apresentações públicas em concerto fazem parte do seu plano de formação. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:22
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 13 de Novembro de 2018
Município de Azambuja vai alargar protocolo com as Termas de S. Pedro do Sul

sessao_saude_termas_03

 

Munícipes poderão candidatar-se a tratamentos gratuitos

 

O Município de Azambuja vai alargar o protocolo que tem com as Termas de S. Pedro do Sul para proporcionar tratamentos termais mais acessíveis. Com o acordo em vigor, há alguns anos a esta parte, a autarquia possibilitava aos seus funcionários beneficiarem de um desconto em tratamentos. Com o novo protocolo, o Município de Azambuja pretende estender esse benefício, progressivamente, à comunidade do concelho.

 

Mais do que isso, a medida insere-se numa estratégia de ir ao encontro dos munícipes que tenham menores recursos e uma necessidade mais premente desse tipo de cuidados. O objetivo é financiar integralmente os tratamentos termais, durante oito dias, a 25 munícipes que tenham problemas reumatológicos ou respiratórios, devidamente comprovados. O município assegurará o transporte e acompanhamento, cabendo a esses utentes suportar apenas o alojamento e as refeições. O prazo e as condições de candidatura serão definidos e oportunamente divulgados.

 

No âmbito desta parceria, realizou-se, no auditório municipal, uma sessão pública de esclarecimento sobre Saúde e Bem Estar Termal com a participação de uma delegação das Termas de S. Pedro do Sul. O complexo termal e as suas diversas valências foram apresentados na primeira pessoa pela diretora operacional – Dra. Ana Jorge, pelo diretor clínico – Dr. Sousa Gomes, e pelo responsável do serviço de bem estar – o técnico Nuno Campos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:21
link do post | comentar | favorito

CAMPANHA DE RECOLHA DE BRINQUEDOS ATÉ 7 DE DEZEMBRO

recolha de brinquedos 2018

 

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, através do projeto Loja Social, está a dinamizar, pelo segundo ano, uma Campanha de Recolha de Brinquedos.

"Ofereça um brinquedo, ganhe um sorriso" é o slogan da iniciativa que decorre até 7 de dezembro, inserida na Campanha "Natal e o Comércio Local 2018".

O objetivo é a doação de brinquedos que serão distribuídos pelas crianças carenciadas do concelho de Salvaterra de Magos, através da Loja Social, procurando ajudar a proporcionar um Natal mais risonho aos mais pequenos.

Os brinquedos, novos ou usados, podem ser entregues nas delegações da Câmara Municipal em Foros de Salvaterra, Glória do Ribatejo, Marinhais e Muge, no Edifício da Junta de Freguesia do Granho, nas Piscinas Municipais e na Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:19
link do post | comentar | favorito

CORTE NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM PORTO ALTO

CORTE NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA

EM PORTO ALTO, NA QUINTA- FEIRA, 15 DE NOVEMBRO DAS 14H00 ÁS 18H00

 

A ÁGUAS DO RIBATEJO informa que devido a trabalhos inadiáveis no Sistema de Abastecimento de Água de Porto Alto, iremos suspender o serviço numa zona secionada no período entre as 14h00 e as 18h00, no dia 15 de novembro, quinta-feira, nos locais indicados:

 

 

  • Avenida Nações Unidas (EN10), entre a rotunda da BP e o Bairro 1º de Maio

 

  • Constrangimentos no abastecimento na Avenida Mário Mendes Delgado com redução de pressão e eventuais falhas.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:01
link do post | comentar | favorito

CONCERTO PARA OUVIR DE OLHOS VENDADOS EM SAMORA CORREIA

caes_guia

 

CONCERTO PARA OUVIR DE OLHOS VENDADOS EM SAMORA CORREIA

Público coloca a venda antes de entrar na sala 

Imagine entrar num auditório de 300 lugares com os olhos vendados. Procurar o seu lugar apenas usando o tacto e a memória visual de ali ter estado antes. Depois sentar-se no seu lugar sem tirar a venda e começar a ouvir clássicos de Stevie Wondeer, Ray Charles e outros cantores invisuais.

"Vi(r)ver sem ver" é a proposta de um grupo de músicos amigos da Escola de Cães Guia de Mortágua a convite da Associação de Jovens de Samora Correia para a II Gala da AJSC que terá lugar no sábado 17 de novembro, às 21h00, no Centro Cultural de Samora Correia.
 Na segunda parte, já a olho nu, atuam jovens talentos: Catarina Foguete, João Miguel, Alma Ribatejana e grupos de dança.

O apontamento é uma oferta da "universidade" que forma cães guia únicos no mundo como o que utiliza Luís Marta, jovem samorense invisual. Um caso de superação, Luís, 26 anos, é massagista, aficionado, DJ e dirigente da associação. Quando ainda tinha alguma visão montou a cavalo e trajou de campino no coração do Ribatejo. 

Pela primeira vez, na região, o público vai assistir à atuação "às cegas".  Vivendo uma experiência sensorial diferente não só pelo aspeto lúdico, mas também pelo aspeto psicológico. O objetivo é colocar as pessoas a pensar no valor da visão.

Nem todos vão suportar tanto tempo de olhos vendados. Vai sentir-se ansiedade, nervosismo e curiosidade para ver quem está a produzir aqueles sons que tocam o ouvido e a alma.

A Escola de Cães Guia para Cegos de Mortágua abriu portas em 2000 e já entregou mais de 200 animais a cegos de todo o país. 

Nesta altura apoia cidadãos adultos, mas este ano vai entregar o primeiro cão a um jovem. Em 2019, deverá começar a trabalhar também com crianças autistas e idosos

A Associação de Jovens de Samora Correia é uma associação vocacionada para a defesa dos interesses da juventude e para a promoção da solidariedade e da partilha.

A AJSC promove eventos solidários com a comunidade local em áreas como a música, dança, desporto, solidariedade social, saúde e segurança.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:59
link do post | comentar | favorito

MUSEU RURAL E DO VINHO CELEBRA ANIVERSÁRIO

image004

 

ANA COIMBRA EXPÕE PERSPECTIVAS – MINIATURAS E CASAS DE BONECAS

São 33 anos ao serviço da cultura, da promoção das tradições e da preservação do saber. O Museu Rural e do Vinho está de parabéns e preparou uma exposição única para convidar o público a fazer a festa.

 

 

O espaço museológico que é a porta de entrada para quem quer conhecer a tradição vitivinícola do concelho e a vivência rural do território, convidou Ana Coimbra a mostrar as suas miniaturas – são pequenas peças que obrigam o visitante a, literalmente, aproximar o olhar da vida vivida dentro de casa. A recompensa para esta aproximação, é descobrir um mundo de pequeninos objetos e peças de mobiliário que adivinham gente, risos e tragédias, refeições partilhadas, intimidade ou tradições sociais e culturais.

 

Casinhas e objetos pequeninos obrigam a mudar a perspetiva do olhar

Ana Coimbra, natural de Loures e residente há cerca de 20 anos no Cartaxo, começou a construir casinhas de bonecas para brincar com a filha, a brincadeira apanhou-a e nunca mais a deixou parar. A artista reproduz espaços que têm tanto de pequeno na dimensão, quanto de imenso nas possibilidades que abrem à imaginação de quem os observa.

 

A obra de Ana Coimbra celebra o onírico através do que mostra de real, da poesia dos espaços íntimos, da família – onde se ouvem crianças, se afagam animais de estimação –, mas também é testemunho da história, das tradições enraizadas na vida do dia a dia, da hierarquia social e de género.

 

O rigor que Ana Coimbra coloca nos objetos e nas peças de mobiliário, a par do pormenor na disposição de pratos em armários, dos jornais abandonados sobre mesas antigas, do fumo que já enegreceu as paredes da lareira, são testemunhos do tempo que passa, das vidas vividas por pessoas que quase se podem ouvir falar, ou rir, ao fundo das divisões.

 

Há cadeirões de madeira antiga, ostensivos, que nos lembram reis a descansar – talvez chegados de uma caçada na Lezíria. Há espaços que se percebem acolhedores, quentes. Há abóboras espalhas pelo chão, trazidas da horta que cresce ao fundo de um quintal que só se adivinha, há fogões antigos e compotas de outono à espera das noites frias, em família, junto à lareira. Se se observar com muita atenção, e o coração aberto, talvez se ouçam as histórias, talvez se sinta o cheiro que sai das panelas postas ao lume pela avó.

 

Não perca esta exposição, seja qual for a idade, os visitantes vão sentir-se como gigantes num mundo encantado, um mundo que encerra tantas surpresas quanto recordações.

 

 

MUNICÍPIO DO CARTAXO CELEBROU CARTAXENSES QUE COMBATERAM NA FLANDRES

  • Resgatar a memória dos que combateram na I Guerra Mundial, ao resgatar para a história os cartaxenses que integraram o Corpo Expedicionário Português na Flandes, foi a vontade partilhada por Município, historiadoras e comunidade cartaxense. Desta vontade, nasceu um trabalho de investigação que resultou na publicação de um livro e na organização de uma exposição de objetos pessoais e oficiais, que são testemunho da vida e dos feitos de quase duas centenas de homens, naturais ou residentes no Cartaxo.
  • No dia em que se assinalaram os 100 Anos do Armistício da I Guerra Mundial, o Município promoveu uma homenagem a todos os ex-combatentes e apresentou o resultado do trabalho das duas autoras – com a apresentação pública do livro e a inauguração de uma exposição que íntegra objetos e documentos recolhidos ao longo da investigação.
  • A viagem em condições precárias a partir do cais de Alcântara, a vida suspensa nas trincheiras, o frio e a lama dos campos pantanosos, as cozinhas improvisadas, o inimigo a escassas centenas de metros, lêem-se no livro e percebem-se nos objetos expostos, mas também a coragem e o valor militar ganha forma nas condecorações expostas e os soldados ganham nome próprio, na investigação das autoras.

 

Foram muitos os ex-combatentes, autarcas, representantes de forças de segurança do concelho e familiares de cartaxenses que combateram na Flandres, que começaram a tarde chuvosa e fria do último domingo, numa cerimónia que decorreu no Salão Nobre do Município do Cartaxo, passados exatamente 100 anos do armistício que poria fim à I Guerra Mundial – armistício que teve efeitos às 11 horas, do dia 11, do mês 11 de 1918.

 

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, que recebeu “ao lado do presidente da Assembleia Municipal e de presidentes de todas as nossas freguesias, do vice-presidente da Câmara Municipal, Fernando Amorim e dos vereadores Pedro Nobre e Elvira Tristão”, aqueles que “são combatentes para a vida inteira”, referindo-se à presença de muitos ex-combatentes, entre os quais destacou a presença do Presidente do Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes, Sargento-Chefe Carlos Pombo, assim como, os paraquedistas do Concelho do Cartaxo, ou os antigos combatentes da Guerra do Ultramar, que marcaram presença nas Comemorações.

 

Para o autarca, “no dia em que o mundo celebra a paz alcançada, é uma honra estar convosco e cumprirmos juntos o compromisso que assumi desde que fui eleito presidente de Câmara – o de manter vivo o exemplo de dedicação à nossa pátria, de todos os combatentes. Hoje, estamos juntos na especial homenagem aos homens, quase duas centenas de cartaxenses, que lutaram nas trincheiras e nos campos da Flandres e deixamos o nosso humilde contributo para que os seus feitos sejam resgatados do esquecimento e devolvidos à luz do presente, através do conhecimento e da investigação histórica”.

 

O presidente da Câmara destacou o “imenso trabalho” de Ana Carina Azevedo e de Maria Manuel Simão “cuja investigação cumpre, desde logo, dois desígnios de enorme valor”, por um lado, “fazer justiça a quem partiu do Cartaxo em nome da Pátria e foi atirado para um cenário de conflito, em condições dificílimas e aí se mostrou capaz de atos de bravura, de superação e de sacrifício, em nome de Portugal, honrando a nossa Bandeira”. As autoras “devolveram os nomes próprios destes homens e das suas famílias, à história local e nacional”, e por outro lado, “de nos permitir refletir sobre a coragem necessária para a conquista da paz e da liberdade, sobre o caminho que percorremos e sobre as ameaças atuais ao projeto europeu, que foi fundado como um projeto de paz e onde, hoje, vemos nascer e ganhar força, projetos políticos nacionalistas, extremistas, marcados pela intolerância”.

 

Na cerimónia de homenagem que antecedeu a deposição de uma coroa de flores junto ao Monumento aos Combatentes, esteve também presente o Presidente do Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes, Sargento-Chefe Carlos Pombo, para quem “assinalar o centenário da I Grande Guerra e lembrar aqueles que se bateram naquele grande conflito mundial, é o momento certo para evocar a paz”, explicando que “a Liga dos Combatentes, desde a sua fundação, se preocupa com a prática da solidariedade e o apoio mútuo que garanta aos combatentes e às suas famílias, a merecida paz real”, explicando que esta só é possível “se houver dignidade, segurança e qualidade de vida”.

 

Para o Sargento-Chefe Carlos Pombo, a homenagem organizada pelo Município do Cartaxo, cumpre um dos propósitos da Liga – o de “promover a história e a conservação das memórias”, lembrando que o acordo final foi assinado em 1919 e que “infelizmente a Paz apenas duraria 20 anos, já que a Europa voltaria a estar em guerra em 1939”.

 

Investigação lança luz sobre os cartaxenses nas trincheiras da Flandres

Ana Carina Azevedo e Maria Manuel Simão investigaram e a Câmara Municipal do Cartaxo editou o livro que quer “tirar do esquecimento e homenagear quer aqueles que não regressaram, quer os que tendo regressado, são hoje praticamente desconhecidos na terra onde nasceram, ou que adotaram como sua”, referem as autoras nas primeiras páginas de Nas Trincheiras da Flandres. Os cartaxenses do Corpo Expedicionário Português 1917-1919.

 

O livro foi apresentado na Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita pelo Tenente Coronel Fernando Rita, investigador e conhecedor profundo do Corpo Expedicionário Português, que descreveu quer a estrutura, quer a importância para a história local e nacional do trabalho das duas autoras. Para Fernando Rita, a “descrição da forma como foi feita o deslocamento das tropas desde o cais de Alcântara até à Flandres”, ou a preocupação das autoras “em fazer o retrato social destes 191 homens”, a par do enquadramento internacional, traz ao livro uma abrangência e importância que ultrapassam o seu valor para a história local, também este “inegável e de grande relevância”.

 

As autoras reforçaram o objetivo de o livro se constituir como um contributo para “resgatar do esquecimento, da escuridão, por mera justiça, os 191 cartaxenses que um dia saíram do cais de Alcântara, rumo a França e que permaneceram, durante quase dois anos, no cenário de guerra. E deste, a maior parte do tempo, nas trincheiras”, conforme referiu Maria Manuel Simão.

 

Ana Carina Azevedo destacou a importância de o livro ser considerado “um primeiro impulso para uma investigação mais profunda. O que se pretendeu foi redescobrir os nomes e os percursos destes 191 homens, que permaneciam na neblina, acompanhar o seu percurso desde o embarque em Lisboa, até ao seu regresso, ou morte durante a Guerra”.

 

Quer o livro, quer a exposição – que estará patente ao público até ao próximo dia 30 de novembro –, mostram objetos pessoais, como correspondência com familiares, cadernetas militares, condecorações recebidas, ou esquemas das trincheiras desenhados à mão por um dos combatentes.

 

Ana Carina Azevedo, referiu “duas questões se nos colocaram”, uma delas, foi incluir o capítulo do livro que “embora pequeno, dá conta dos que morreram durante a guerra, as causas da morte, onde foram sepultados num primeiro momento, e onde estão hoje sepultados. Foi algo que quisemos dar às famílias”, e outra, “o querermos deixar nota da importância dos objetos que as famílias nos cederam. Estes objetos encerram muito mais do que a sua importância afetiva”, muitos são essenciais à investigação e têm importância para outras investigações em curso no país.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:56
link do post | comentar | favorito

Município do Entroncamento representado no Dia do Armistício em Villiers sur Marne

image002

 

 

Decorreu em Villiers sur Marne, cidade geminada com o Entroncamento, no dia 11 de novembro, a Comemoração do fim da 1ª Guerra Mundial 1914-1918 - Armistício.

 

Em representação do Município do Entroncamento, na Comemoração do Armistício, esteve a Vereadora Ilda Joaquim, que participou no desfile/parada com a bandeira do Município e que fez a deposição de uma Coroa de Flores no Monumento aos Heróis da Guerra.

 

Fizeram ainda parte da comitiva portuguesa Luís Filipe Moita, Presidente da Direção do Núcleo da Liga dos Combatentes – Entroncamento/Vila Nova da Barquinha e Fausto Diabinho, Presidente da Direção da Associação Nacional dos Prisioneiros de Guerra. Participaram também no evento uma comitiva do Município de Friedberg e uma Comitiva de Bishop´s Stortford, com representante do Comité de Geminação e County of Herdfordshire; BSTTA e Royal British Legion.

 

O Armistício foi assinado em 11 de novembro de 1918 entre os Aliados e a Alemanha, com o objetivo de encerrar as hostilidades na frente ocidental da Primeira Guerra Mundial.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:54
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Aproveite o que Santarém ...

Temporada da Música

REUNIÃO DESCENTRALIZADA D...

Centro de Estudos em Foto...

73º Aniversário do Concel...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Embaixador da Moldávia re...

REQUALIFICAÇÃO DA URGÊNCI...

Rede de Municípios para a...

Chamusca a impulsionar re...

Avisan’18 recebe Exposiçõ...

OPINIÃO: Política para a ...

Convento de Cristo recebe...

Concerto da Orquestra da ...

Município de Azambuja vai...

CAMPANHA DE RECOLHA DE BR...

CORTE NO ABASTECIMENTO DE...

CONCERTO PARA OUVIR DE OL...

MUSEU RURAL E DO VINHO CE...

Município do Entroncament...

Ciben 2 e Golf da Madruga...

Município de Azambuja com...

Cadetes de Almeirim inici...

Escritura de constituição...

TRÊS JOVENS APURADOS PARA...

Luís Miguel Ribeiro e Ber...

NERSANT apresenta Vida At...

Dia Mundial da Diabetes

MENDES GONÇALVES CONSIDER...

TEATRO // “Portugal não é...

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds