NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020
PISCINAS MUNICIPAIS DO CARTAXO COM ENTRADA GRATUITA NO DIA INTERNACIONAL DA JUVENTUDE

piscinas-dia-juventude.jpeg

 

No dia 12 de agosto, quarta-feira, as Piscinas Municipais Descobertas do Cartaxo, oferecem entrada gratuita a banhistas de todas as idades.

 

As Piscinas Municipais Descobertas do Cartaxo assumem-se como espaço de lazer e convívio nos dias quentes de verão. Apesar das limitações impostas pela pandemia da doença Covid-19 e das novas regras, as Piscinas continuam a ser um lugar de diversão para banhistas de todas as idades.

 

Se no dia 12 de agosto, próxima quarta-feira, estiver de férias ou de folga, se gosta de nadar ou se tem em casa pequenos candidatos a saltos para a água, saiba que as entradas vão ser por conta do Dia Internacional da Juventude.

 

A si só se pede que se mantenha atento, que seja cuidadoso e usufrua deste espaço em segurança. Pela sua saúde, pela saúde de todos, consulte previamente o Plano de Contingência que a Câmara Municipal do Cartaxo definiu para as Piscinas Municipais Descobertas – dê especial atenção aos procedimentos e às medidas gerais e específicas que deve cumprir.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:27
link do post | comentar | favorito

Comemorações do Dia Internacional da Juventude no Entroncamento

CartazA3_DiaJuventude2020_II-01.jpg

 

 

 

A cidade do Entroncamento, associa-se mais uma vez às comemorações do Dia Internacional da Juventude, que se realiza no próximo dia 12 de agosto, quarta-feira.

 

Neste dia, a entrada será gratuita, nos equipamentos desportivos municipais, Piscinas Municipais, Pavilhão Desportivo Municipal, Campos Sintéticos de Futebol e Campos de Ténis, para os jovens entre os 12 e os 29 anos de idade, mediante apresentação de documento de identificação.

 

A Câmara Municipal assinala esta data dedicada à juventude, procurando incentivar a prática desportiva, dos jovens, sem qualquer custo para os mesmos.

 

A utilização do Pavilhão Desportivo Municipal, dos Campos Sintéticos de Futebol de 5 e 11 e dos Campos de Ténis está sujeita a disponibilidade e ao procedimento de marcação habitual.

 

Habitualmente também os TURE, Transportes Urbanos do Entroncamento são gratuitos nesta data, mas este ano, excecionalmente, relembramos que os mesmos são gratuitos para todos os utilizadores, até ao final do mês de agosto.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:25
link do post | comentar | favorito

Feiras virtuais NERSANT reúnem 5006 visitas

Elevada procura leva associação a prolongar certames até 31 de agosto

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém tem a decorrer em simultâneo quatro feiras setoriais virtuais, com o objetivo de proporcionar às suas empresas associadas um espaço virtual gratuito onde possam mostrar os seus produtos e serviços. No total, os certames atingiram já as 5006 visitas, o que levou a associação a prolongar as mostras até ao dia 31 de agosto. Neste momento estão em curso a 1.ª Feira Digital dos Equipamentos Anti-Covid do Ribatejo, 1.ª Mostra Digital do Turismo do Ribatejo, 1.ª Feira Digital dos Produtos Alimentares do Ribatejo e a 1.ª Feira do Empreendedorismo, com a participação de 157 empresas e um total de 972 artigos.

 

Com o objetivo de responder à necessidade de confinamento e distanciamento social imposta pela pandemia Covid-19, a NERSANT tem vindo a reinventar-se, dinamizando novas formas de promoção das suas empresas associadas. Umas destas atividades foi a criação do portal www.feiras.nersant.pt, para a dinamização de feiras digitais, que têm como objetivo proporcionar às empresas um espaço virtual gratuito onde possam mostrar os seus produtos e serviços.

Com um total de 157 empresas e 972 artigos, estão a decorrer no momento a 1.ª Feira Digital dos Equipamentos Anti-Covid do Ribatejo, que apresenta as melhores soluções de empresas da região para combate à pandemia, a 1.ª Mostra Digital do Turismo do Ribatejo, dedicada à promoção do destino turístico do Ribatejo, a 1.ª Feira Digital dos Produtos Alimentares do Ribatejo, que reúne a oferta regional de produtos alimentares de qualidade e a 1.ª Feira do Empreendedorismo, com pretende dar visibilidade aos novos negócios da região.

No total, os quatro certames apresentam, até ao momento, 5006 visitas. A procura elevada surpreendeu a NERSANT, que decidiu, por este motivo, prolongar os certames até 31 de agosto. Das 5006 visitas efetuadas aos certames, destaca-se a 1ª Feira dos Equipamentos Anti-Covid do Ribatejo, que reuniu até ao momento o maior número de visitantes. O segundo certame mais visitado é a 1.ª Feira do Empreendedorismo, seguindo-se a 1.ª Mostra do Turismo do Ribatejo, e, por fim, a 1.ª Feira dos Produtos Alimentares do Ribatejo.

Os interessados em visitar os produtos e serviços em destaque em qualquer dos certames digitais NERSANT, podem fazê-lo até ao final do mês de agosto em www.feiras.nersant.pt. De referir que estes certames têm uma participação de base gratuita para as empresas associadas, constituindo uma boa oportunidade de mostrar uma gama maior de produtos ou serviços e chegar a novos potenciais clientes que de forma presencial seria impossível.

XXXI FERSANT 2020 - 1.ª Feira Digital Empresarial da Região de Santarém em setembro

Ainda no âmbito da realização de feiras digitais, a NERSANT vai realizar de 1 a 30 de setembro, a XXXI FERSANT 2020 - 1.ª Feira Digital Empresarial da Região de Santarém, certame bem conhecido das empresas da região e que tem decorrido nos últimos anos em conjunto com a Feira Nacional da Agricultura.

A impossibilidade de realizar a mostra presencial este ano, levou assim a associação a passá-la para o digital, onde as empresas da região vão poder mostrar os seus produtos e serviços. À semelhança do que acontecia com a realização física da feira, o certame virtual pretende assumir-se como um importante espaço de trocas comerciais e conhecimento entre as empresas da região, quer seja pelo número de visitantes, quer pelo número de empresas e entidades interessadas em mostrar os seus serviços ou produtos neste espaço.

As empresas interessadas em colocar produtos e serviços em exposição na XXXI FERSANT 2020 - 1.ª Feira Digital Empresarial da Região de Santarém ainda o podem fazer, devendo para o efeito manifestar interesse no portal dos certames em https://feiras.nersant.pt/feira/xxxi-fersant-2020.

 

NERSANT disponibiliza formação gratuita 100% online

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém adaptou a sua oferta formativa, tradicionalmente realizada em sala, para a nova realidade motivada pela pandemia Covid-19. A Formação Modular Certificada, que reúne um conjunto de ações financiadas em diversas áreas do saber, surge agora com uma nova modalidade de ensino à distância. As inscrições estão abertas para empresas e entidades da economia social.

 

Ainda agosto, e no âmbito desta iniciativa, a associação prevê realizar as ações de formação online “Estratégias de Marketing”, a iniciar dia 18, “Folha de cálculo - funcionalidades avançadas”, dia 25 e “Criatividade em comunicação”, com início marcado a 27 de agosto.

Estas ações de formação destinam-se a ativos empregados e desempregados Não Longa Duração, isto é, nesta condição há menos de 12 meses. Além do certificado de qualificações, esta formação oferece subsídio de alimentação de 4,77 euros/dia, seguro de acidentes pessoais para desempregados, e não tem quaisquer custos, uma vez que é 100% financiada. É necessário possuir computador / smartphone ou tablet e ligação à internet, para poder assistir às aulas.

Os interessados em consultar o cronograma completo de ações de formação em agenda, devem consultar a área de formação do portal da NERSANT, em www.nersant.pt. As inscrições são, também, realizadas online.

De referir que esta nova modalidade de formação à distância tem sido muito bem recebida pelas empresas e entidades da região, que se têm mostrado muito favoráveis ao novo conceito. O plano de formação online concretizou o seu início ainda em junho, com o arranque da formação online em "Liderança e Motivação de Equipas".

 

 


publicado por Noticias do Ribatejo às 12:21
link do post | comentar | favorito

Violência no Século XXI

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define violência como " o uso intencional de força física ou poder, ameaçados ou reais contra si mesmo, contra outra pessoa ou contra um grupo ou comunidade, que resultem ou tenham grande probabilidade de resultar em ferimento, morte, dano psicológico, mau desenvolvimento ou privação".

Existe a possibilidade de evitar algumas formas de violência.

Sabemos que há possibiliddae de alterar alguns fatores modificáveis, nos quais se inclui a pobreza concentrada, a desigualdade de recursos sociais, o uso de álcool, a disfunção / instabilidade intra-familiar.

A distribuição de afeto entre pais e filhos se é uma Familia nuclear ou entre todos os conviventes quando a Familia é alargada será um dos investimentos mais fortes para conseguir aumentar a resistência e energia de suporte.

O elo forte da Familia baseia-se em vários fatores que não dependem de recursos económicos mas sim do Amor, da Compreensão, da Tolerância e do Respeito entre todos.

Sem dúvida que a pobreza poderá representar um enorme fator desistabilizador no seio familiar e social, todavia não é real pensar-se que a violência se desencadeia nas Famílias mais pobres, poderemos sim pensar que ela existe com maior incidência nas pessoas pobres de espírito, sem valores e com ânsia do Poder e Destruição Social, não olhando a meios para atingir os fins.

Tem sido esta a violência maior que assistimos no Seculo XXI, onde as projeções das ambições destroem a Humanidade, com o objetivo de atingir um Poder Económico e Social e que se poderá transformar em Escravidão para os mais vulneráveis.

Estamos a viver momentos terríficos nesta "Guerra" que destroi a Humanidade, retira a Paz, alimenta o Terror e a Solidão.

O alvo a atingir está bem definido e muitos de nós já perceberam onde está o ponto de partida.

Todavia nesta altura a etiologia continua indestrutivel porque ainda não conseguimos o antidoto para acabar com o fator desencadeador deste flagelo social.

A violência que estamos a viver é física, psicologia, emocional, e é infligida por um desconhecido batizado com um nome que nos está a destruir e para o qual ainda não conseguimos obter proteção nem combater.

Não existe categorização cientifica segura para poder intervir.

Muito se fala sobre ele, mas na realidade pouco se sabe de concreto.

Estamos todos à espera de sair ilesos desta guerra, mas ainda não temos armas adequadas para a combater.

Será que vamos conseguir obter Luz, suficientemente forte para descobrirmos a forma mágica para sairmos vitoriosos e para não sermos destruidos?

Esta questão ainda não tem resposta, esperemos encontrá-la curto prazo.

Esta é a nossa Esperanca e a nossa Fé.

Importa ainda referir que não temos ainda condições para classificar esta violência de forma clara e muito menos com evidência científica.

Não sabemos se é instrumental ou reativa, o que sabemos é que é uma violência autodirigida, interpessoal e coletiva.

O que temos a certeza é que nalguns casos tem sido fatal para algumas pessoas, que causa depressões, transtornos de stresse pós-traumático, infecções mais ou menos graves, isolamento social e que terá altos custos sociais e económicos.

Quando termina é uma incógnita

«Por: Antonieta Dias»



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:44
link do post | comentar | favorito

Domingo, 9 de Agosto de 2020
O humor é fundamental para entender a vida

21802563_E0yaz.png

Por: Catarina Betes

 

O humor é fundamental para entender a vida.
Dá-nos uma perspetivado diferente do mundo, ajuda-nos a lidar melhor com as incongruências, a reagir a situações inesperadas que nos puxam e enredam, na teia dos nossos dias.
O meu pai foi uma pessoa de poucas palavras, mas com um sentido de humor excecional. 
Um dia, chegou a minha casa e encontrou-me sentada no chão, em frente à entrada do quarto da minha filha mais velha. Eu tinha tinta por todo lado, roupa, mãos, cara. Tentava desesperadamente salvar a porta, depois de lhe ter aplicado uma tinta que, achava eu, lhe ia dar um toque rústico e original, mas que apenas a estragou. Ele olhou para mim com os olhos semicerrados e perguntou:
- O que é que estás a fazer?
Respondi-lhe com ar de quem queria aparentar uma calma que não sentia:
- Estava aqui a tentar pintar esta porta…não ficou como eu queria. Mas, entretanto, vou lixá-la e fica bem.
Resposta do meu pai:
- Para quê?? 
Eu olhei-o sem perceber. E ele arrematou:
- Lixada já ela está!
E pronto. Rimos os dois.
Anos mais tarde, no último mês da sua vida, eu visitava-o praticamente todos os dias no hospital, entre a correria da hora de almoço. Achava graça ao facto de todas as enfermeiras gostarem dele. Mimavam-no conforme podiam, não tivesse ele sido toda a vida um sedutor. Com os outros. Com a família, principalmente no fim, mantinha sempre o distanciamento necessário para nos poupar e assim evitar drama e sofrimento, no seu entender, desnecessários. 
Num desses dias, ao chegar perto dele, encontrei-o de olhos fechados, com o seu ar frágil e fiz-lhe umas festinhas no rosto. Então, ele abriu um sorriso encantador e carinhoso que me provocou um solavanco bem no centro do peito. 
Entretanto abriu os olhos, mudou imediatamente de feição e disse:
- Ah, és tu!
Foi então que percebi que ele fez aquele ar doce, porque pensou eu que era uma enfermeira.
E a verdade é que no meio daquela dor, por dentro, tive que rir. E enfiar a viola no saco.
A vida apresenta-nos momentos tão inesperados, que, se não tivermos dentro de nós uma pequena reserva de humor que nos salve, somos irremediavelmente atirados ao chão. 
Quem me conhece bem, sabe que, só vivo parcialmente neste mundo. 
Sou imensamente atenta e aplicada em tudo o que me interessa e apaixona. Mas tudo o que não entra em nenhuma dessas categorias, passa-me completamente ao lado.
Há uns anos, numa missa antes do domingo pascal, não sei onde estava com a cabeça (para variar), quando acordo do meu estado de transe e reparo que o padre vem na minha direção com uma bacia, e diz qualquer coisa sobre a lavagem dos pés. 
Eu olho para a minha amiga Natália, abro a boca em sinal de pânico, e pergunto-lhe:
- O quê??? Ele vai lavar-nos os pés? Caraças, e eu com uma meias velhas. Vou ter que me descalçar?
Ela deu em rir e só então percebi que ia acontecer apenas uma lavagem das mãos, simbólica do momento em que Jesus lavou os pés aos discípulos. 
E pronto. Rimos o resto da missa. 
E continuo a rir, mesmo agora, passados tantos anos.
Rir de nós mesmos é fundamental. Aceitarmo-nos como somos. 
Sou distraída, é verdade. Mas não é isso que me define. 
 
A vida não é tão simples como gostaríamos. A maior parte do tempo é complexa.
Exige de nós uma capacidade de adaptação constante, a situações para as quais nunca estaremos preparados.
A forma como nos adaptamos ou não, é imprevisível. Mas uma coisa aprendi. Tudo passa. 
Rimos, sofremos, vivemos momentos inesquecíveis e outros extremamente difíceis. Mas nenhum deles é estanque. Tudo é temporário.
Cabe a cada um de nós escolher como quer viver e sentir cada momento, por mais simples ou melindroso que seja.
Uma coisa é certa: 
Há tempo para todo o propósito, debaixo do céu.


publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

Sábado, 8 de Agosto de 2020
CARTAXO:PROJETO CAMPO SEGURO: UMA APOSTA NA PREVENÇÃO PARA REFORÇAR A SEGURANÇA NAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS DO CONCELHO

image003.jpg

 

Campo Seguro é um projeto da Câmara Municipal do Cartaxo que visa o aumento de segurança nas explorações agrícolas do concelho e prevê a interdição da circulação viária no período noturno, entre as 19h00 e as 7h00, a veículos não autorizados e devidamente identificados. 

 

Lançado em 2019 (por proposta do PSD), e com maior incidência nas freguesias de Valada e Vila Chã de Ourique, o projeto Campo Seguro tem, até à data, oito caminhos municipais identificados para os quais se prevê a restrição da circulação noturna e o reforço do patrulhamento pelas Forças de Segurança, de forma a reduzir o número de furtos que anualmente se verificam nas explorações agrícolas.

 

Em 2018 e 2019, de modo a proceder à implementação do projeto, a Câmara Municipal do Cartaxo realizou diversas reuniões com os agricultores do concelho, entidades e associações do setor. Apesar de todos os esforços encetados pela autarquia na divulgação do projeto junto de todos os agricultores, prestadores de serviços e moradores das áreas identificadas, até à data apenas foram entregues sete requerimentos para obtenção do dístico de veículo autorizado.

 

Para Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, “a fraca adesão por parte dos agricultores e demais interessados, condiciona e inviabiliza a efetivação e implementação do projeto no terreno”, considerando que todos os interessados deverão solicitar o seu dístico de acesso na Câmara Municipal ou nas respetivas juntas de freguesia, “pois só desta forma poderemos dar os passos necessários para reforçar a segurança das nossas explorações agrícolas e, com esta medida preventiva, contribuir ativamente para a redução do número de furtos”, acrescenta.

 

Os caminhos municipais contemplados no projeto Campo Seguro podem ser consultados no site da Câmara Municipal do Cartaxo e o dístico de acesso a veículos autorizados pode ser solicitado junto da Câmara Municipal do Cartaxo e Juntas de Freguesia de Valada e Vila Chã de Ourique.

 

Consulte aqui os caminhos que integram o projeto

Faça aqui o download do requerimento para obtenção do dístico de veículo autorizado  



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:41
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 7 de Agosto de 2020
ENTRONCAMENTO APOSTA FORTE NA RECOLHA SELECTIVA

Recolha_seletiva.jpg

 

 

Eu separo, tu separas, nós separamos.

Todos ganhamos.

 

No próximo dia 10 de agosto, o Entroncamento inicia o PROJECTO PILOTO DE RECOLHA SELETIVA PORTA A PORTA. O objetivo é simples – aumentar a recolha seletiva e a reciclagem.

 

O projecto foca-se nos comportamentos individuais de cada um de nós e privilegia o contacto pelos profissionais da RESITEJO (RSTJ), devidamente credenciados, que prestam informação personificada e de qualidade aos moradores, durante um período de dois meses.

 

A adesão é voluntária e os outros meios de recolha já existentes vão manter-se em funcionamento.

 

A primeira fase desenrola-se na Freguesia Nª Sr.ª de Fátima, nas zonas habitacionais de vivendas, prosseguindo a partir de Outubro, para a Freguesia de São João Baptista.  Pode consultar o calendário das ações de sensibilização aqui.

 

E porquê este projeto piloto focado no cidadão individualmente?

 

Para se ter uma ideia da situação, em 2025 os Estados-membros da União Europeia devem chegar a uma taxa de 55% na reciclagem efetiva. Neste momento Portugal chegou aos 24%. O cumprimento destas metas depende muito da separação em meio doméstico.

 

Acreditamos estar no bom caminho, na medida em que Portugal tem conseguido aumentar a quantidade de recolhas seletivas por habitante. Em 2019, a previsão era de 47 quilos por cidadão, e o país conseguiu chegar aos 48 quilos.

 

No Entroncamento, a recolha seletiva entre 2018 e 2019, aumentou 8,9%. Foi pouco, mas demonstra o crescimento da consciencialização ambiental da população.

 

São pequenos passos que decorrem de pequenos gestos de cada um de nós.

 

Contamos com a sua adesão à recolha seletiva, em defesa do meio ambiente e da nossa sobrevivência.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:19
link do post | comentar | favorito

Inauguração Espaço “Chamusca Abraça CLDS 4G”

Inauguração - Apresentação CLDS4G_novas-72.jpg

Inauguração - Apresentação CLDS4G_novas-41.jpg

 

O Município da Chamusca e a Santa Casa da Misericórdia da Chamusca inauguraram oficialmente o espaço-sede onde vai estar instalado o projeto “Chamusca Abraça CLDS 4G”. Trata-se de um projeto de intervenção comunitária que vai desenvolver a sua ação prioritária na promoção do envelhecimento ativo e no apoio à população idosa.

 

O projeto representa um investimento global superior a 380 mil euros, distribuídos por três anos, e foi financiado por uma candidatura ao Fundo Social Europeu. A Entidade Local Executora da Ação (ELEA) é o Município da Chamusca, que convidou a Santa Casa da Misericórdia da Chamusca (SCMC) para ser a Entidade Coordenadora Local da Parceria (ECLP). O projeto vai desenvolver-se sob a tutela da Segurança Social, com a colaboração dos parceiros da Rede Social (Juntas de Freguesia, Instituições Particulares de Solidariedade Social, entre outros).

 

Na inauguração estiveram o Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado, a Vice-Presidente, Cláudia Moreira, o Vereador em Permanência, Rui Ferreira, o Diretor do Centro Distrital de Segurança Social, Renato Bento, o Provedor da SCMC, Nuno Castelão, a equipa técnica do CLDS 4G e ainda vários convidados e entidades parceiras do projeto.

 

Conforme salientou o Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado, a implementação de um CLDS – Contrato Local de Desenvolvimento Social era já uma antiga aspiração do Município.

 

Estruturámos muitos dos projetos que temos vindo a desenvolver, já há vários anos, tanto para os seniores como para as crianças e jovens, sempre na perspetiva de que o CLDS pudesse ser o elo de ligação entre todos eles”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal.

 

O autarca faz ainda uma breve caraterização demográfica do concelho, salientando que, sendo um concelho com cerca de 10 mil habitantes, existem cerca de 150 idosos por cada jovem. Além disso, sendo um território com cerca de 746 km quadrados, é um concelho com elevada dispersão demográfica o que obriga a que as respostas sociais vão ao encontro das populações, em cada lugar e freguesia. 

 

Não é só chamar as pessoas até nós, até à sede que estará sempre de portas abertas para receber quem precise de ajuda. É preciso ir até às freguesias, junto das pessoas, mostrar-lhe as mais valias do projeto e envolvê-las”, sublinhou Paulo Queimado, referindo que a equipa técnica do CLDS 4G dispõe também de uma viatura para se deslocar pelo concelho, uma necessidade ainda mais evidente, sobretudo neste tempo de pandemia, em que será preciso quase trabalhar caso a caso, diretamente com cada pessoa e agregado familiar e não tanto numa lógica de grupos, devido às restrições.

 

O Município da Chamusca é também uma das autarquias com maior investimento social per capita do País. São vários os projetos de empreendedorismo social que o Município está a desenvolver, no âmbito de diversas candidaturas às Parcerias para o Impacto. “Faltava esta parte, de ligar o empreendedorismo social com o impacto no território. Tenho a certeza de que este projeto vai reforçar muito o nosso território e vai valorizar as pessoas”, conclui o Presidente da Câmara Municipal da Chamusca.

 

Por seu turno, o Diretor do Centro Distrital de Segurança Social de Santarém, Renato Bento, frisou que os projetos CLDS 4G pretendem ser “impactantes e transformadores para os territórios”. “É uma ideia que pretende criar impacto e estou convencido que, nesta parceria, seguramente vamos conseguir transformar as vidas das pessoas”. O dirigente da Segurança Social destacou também a relevância do trabalho em rede para “garantir articulação, para que não haja sobreposição de ações e que estas ações sejam realmente direcionadas para a vida das pessoas”.

 

Nuno Castelão, Provedor da SCMC, falou do projeto como uma oportunidade para valorizar a vida dos seniores e das famílias, puxando pela sua autoestima. “A Câmara Municipal tem tido um papel extremamente importante no trabalho que faz na área social, porque está a conseguir unir as freguesias e catapultar a Chamusca para outros níveis. Tem merecido o nosso aplauso”, afirmou Nuno Castelão.

O projeto “Chamusca Abraça CLDS 4G” tem como objetivo estratégico promover a inclusão social de grupos populacionais que revelem maiores níveis de fragilidade social.

 

O projeto irá desenvolver as suas ações em dois eixos, nomeadamente: Eixo 2 - Intervenção familiar e parental preventiva da pobreza infantil; Eixo 3 - Promoção do envelhecimento ativo e apoio à população idosa.

 

No domínio do eixo 2, o projeto propõe fazer a inclusão e integração de famílias que estão integradas em processos de multiassistência, criando iniciativas de inclusão social e de promoção de competências pessoais, parentais e sociais.

 

No eixo 3, o objetivo principal é desenvolvimento de medidas de envelhecimento ativo e que melhorem a qualidade de vida da população idosa e das pessoas com dependência do concelho da Chamusca, assegurando os seus direitos básicos, sociais e de cidadania.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:17
link do post | comentar | favorito

Inauguração do Espaço Jackson na Glória do Ribatejo

foto.png

O Município de Salvaterra de Magos tinha aprazado para o passado dia 25 de abril, a inauguração das obras de Requalificação, Adaptação e Ampliação do Espaço Jackson na Glória do Ribatejo a Pátio das Coletividades, Sala Multiusos, Biblioteca e Átrio de Exposições.

Esta cerimónia foi cancelada por causa dos estados de Emergência e de Calamidade motivados pela pandemia do coronavírus e vai ser substituída por uma visita àquelas instalações pela população e associações Glorianas, marcada para as 21 horas do dia 15 de agosto (sábado), com um concerto no final que decorrerá no Parque Infantil e Ringue da Glória do Ribatejo, garantindo as normas da DGS, em particular o uso de máscara e o distanciamento físico entre cadeiras neste improvisado recinto ao ar livre.

Esta obra de regeneração urbana incluiu ainda, numa parceria com a Junta de Freguesia local, os arranjos urbanísticos do Parque Infantil, do Largo 1º de Maio (Poço da Roda) e da Rua 25 de Abril, num investimento total que ultrapassou 1,5 milhões de euros que contou com o apoio da UE (Portugal 2020) em 900 mil €.

A este propósito referiu o Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Eng. Hélder Manuel Esménio: “Esta obra é um dos mais importantes investimentos culturais e de apoio ao movimento associativo feito no concelho, permitiu qualificar um pedaço de território da Vila da Glória do Ribatejo e vai seguramente contribuir para a divulgação dos seus usos, costumes e tradições numa altura em que foi apresentada candidatura pelo Município para classificar como Património Imaterial Nacional os bordados típicos desta comunidade local”.

A biblioteca Municipal  ali localizada abrirá as suas portas ao público na próxima segunda-feira, dia 17 de agosto e é expectável que cada uma das 6 associações que ali têm espaços de trabalho – Escuteiros, Teatro Paulo Claro, Febre Amarela, Marionetes Subúrbio, “Os Cabras” (grupo motard) e a Comissão de Festas em Honra de Nossa Senhora da Glória – possam retomar as suas atividades, função, naturalmente, da evolução da situação epidemiológica no concelho e no País.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:04
link do post | comentar | favorito

Concluídas as intervenções de reparação e conservação da rede viária nas freguesias de Alcoentre e Aveiras de Baixo

Arruamentos_Alcoentre_17.jpg

 

 

O Município de Azambuja concluiu mais uma intervenção na rede viária das freguesias de Alcoentre e de Aveiras de Baixo, onde o piso de algumas artérias degradadas foram alvo de beneficiação.

 

Os trabalhos de reparação e alcatroamento, decorreram na Estrada da Achada, em Vale Carril, na Travessa Jogo da Bola e Travessa Alto da Ladeira, em Alcoentre e na Estrada do Vale Gerardo, em Aveiras de Baixo.

 

Esta empreitada representou um investimento municipal de € 154.678,17.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:03
link do post | comentar | favorito

Município de Abrantes reforça aposta no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIR)

Câmara Municipal de Abrantes inaugura novas insta

 

 

Novas instalações do Serviço Municipal de Proteção Civil, implementação de Faixas de Gestão de Combustível e 125 mil euros de investimento em Kits de primeira intervenção contra incêndios são algumas das medidas inseridas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) do concelho de Abrantes.

                                                                                                                                       

A Câmara Municipal de Abrantes, no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR), apresentado em maio desde ano, reforça a aposta na prevenção e no planeamento ao combate dos incêndios florestais, com a inauguração das novas instalações do Serviço Municipal de Proteção Civil do concelho - localizadas no rés-do-chão do Edifício Milho, na Praça Raimundo Soares.

 

Para o autarca “a importância em proporcionar boas condições de trabalho à equipa técnica que trabalha no Serviço Municipal de Proteção Civil, que inclui a área de planeamento e operações, o gabinete técnico florestal e o apoio administrativo, é fundamental para que possam realizar o seu trabalho da forma mais eficiente e eficaz. Ficamos muito felizes por poder contribuir para um melhor trabalho destas equipas e consequente defesa das nossas florestas. O nosso dever é apoiar o DECIR em todas as suas vertentes. O dever de todos é evitar comportamentos de risco e denunciar situações suspeitas”.

 

O Município através do SMPC / GTF implementou, em todo o concelho, as Faixas de Gestão de Combustível da sua responsabilidade, numa faixa lateral de terreno confinante numa largura não inferior a 10 m da Rede Viária Municipal, respeitando assim o Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de Junho, em que nos espaços florestais previamente definidos nos PMDFCI é obrigatório que, a entidade responsável pela rede viária, providencie a gestão do combustível, abrangendo um total de 201.08ha.

 

Recorde-se que, ainda dentro do DECIR 2020, há a destacar o reforço das equipas de primeira intervenção e de vigilância, quer dos Kits das Juntas de Freguesia, auxiliados por mais uma equipa gerida pela Junta de Freguesia de Tramagal, mas também no âmbito dos sapadores florestais (Associação de Agricultores e CIMT).

 

A Câmara Municipal de Abrantes fez um investimento de 125.000,00€ para a operacionalização destes Kits de primeira intervenção contra incêndios, geridos por sete Juntas de Freguesia: Abrantes e Alferrarede, Aldeia do Mato e Souto, Bemposta, S. Facundo e Vale das Mós, Rio de Moinhos, Mouriscas e Tramagal.

 

As carrinhas ligeiras das juntas de freguesia integram igualmente o DECIR, no âmbito municipal, para responder de forma mais rápida e eficaz no ataque aos incêndios, na sua fase inicial, até que cheguem os reforços ao local do incêndio, sendo uma mais-valia pela sua proximidade e rapidez.

 

As viaturas estão equipadas com maquinaria, mangueira e tanque com capacidade de 500 litros de água, estando também apetrechadas com rádios de comunicação. Nos períodos de alerta laranja e vermelho, estarão pré posicionadas em Locais Estratégicos de Estacionamento (LEE), dentro do limite da respetiva freguesia, locais esses definidos previamente pelo Comandante dos Bombeiros Voluntários de Abrantes.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:02
link do post | comentar | favorito

Gana, Costa do Marfim e Vietname são os próximos mercados a abordar pela NERSANT


Missões empresariais virtuais permitem fazer negócios sem sair do escritório

As restrições à circulação de pessoas causadas pela pandemia Covid-19 têm registado fortes impactos na economia mundial. Neste sentido, e com o objetivo de dar continuidade aos processos de internacionalização das empresas, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, está a organizar diversas missões empresariais virtuais. Gana, Costa de Marfim e Vietname são os próximos mercados a abordar, com apoio de 50% das despesas elegíveis.

 

A pandemia Covid-19 surpreendeu as economias mundiais, pelo que as empresas têm sentido necessidade de inovar e de se reinventar para sobreviver aos constrangimentos causados pelo vírus. Um dos constrangimentos associados à pandemia foi o fecho de fronteiras e as restrições à circulação de pessoas, numa altura em que, mais do que nunca, as exportações têm de estar no topo das prioridades das empresas.

Com o objetivo de apoiar as empresas da região a dar continuidade ou até iniciar processos de internacionalização nos diversos mercados externos, também a NERSANT se reinventou, passando para um novo modelo “virtual” as missões empresariais calendarizadas para o segundo semestre de 2020.

Com esta nova modalidade de missão empresarial, a NERSANT pretende criar oportunidades de negócio e parceria para as empresas, com custos mais reduzidos e sem a necessidade de, pelo menos numa primeira fase, realizar uma deslocação física aos mercados.

Neste sentido, as tradicionais reuniões presenciais passam a ser online, a partir dos escritórios das empresas ou das instalações da NERSANT, permitindo às empresas reunir com compradores, importadores e distribuidores, sem sair do seu próprio escritório. Os serviços a prestar pela NERSANT visam proceder ao correto agendamento de reuniões online, fazendo coincidir os interesses dos diversos intervenientes.

Na presente data, estão já calendarizadas três missões empresariais virtuais. Uma primeira ao mercado do Gana, entre os dias 21 e 25 de setembro, outra à Costa do Marfim, de 19 a 23 de outubro e uma terceira ao Vietname, de 16 a 20 de novembro, todas elas financiadas a 50%.

Até ao final do ano, está ainda calendarizado o NERSANT Business, evento que tem trazido centenas de empresários de diversos mercados à região. Este ano, também o Encontro de Negócios vai ser realizado de forma virtual, estando agendado entre os dias 02 e 06 de novembro.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:00
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 6 de Agosto de 2020
CARTAXO: PEDRO MAGALHÃES RIBEIRO REUNIU COM OS DEPUTADOS HUGO COSTA E MARA LAGRIMINHA NA FLEXIMOL

IMG_7244.jpg

 

 

·        A reunião foi solicitada pelos deputados da Assembleia da República Hugo Costa e Mara Lagriminha, eleitos pelo Partido Socialista no distrito de Santarém, onde estiveram presentes, além do Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, os representantes da administração da Fleximol, o administrador da insolvência e o advogado da empresa.

·        Os dois deputados manifestaram a sua preocupação pela situação da empresa, que, no passado mês de julho entrou em processo de insolvência, e destacaram o papel ativo que a Câmara Municipal tem tido no apoio e acompanhamento desta situação.

·        “Estamos a trabalhar em conjunto para recuperar uma empresa essencial para a nossa economia local, para a nossa população, mas temos de ter em mente todos os desfechos possíveis, e por isso estamos a preparar um plano de ação para apoiar a empresa e os 96 trabalhadores que fazem parte desta casa”, afirma Pedro Magalhães Ribeiro.

 

Trabalhar para viabilizar o Plano de Recuperação da Fleximol, empresa do Cartaxo que se encontra em processo de insolvência, continua a ser o principal objetivo de Pedro Magalhães Ribeiro.

 

Depois de na passada semana ter reunido com representantes dos trabalhadores e com o administrador de insolvência da empresa, esta manhã o autarca promoveu uma reunião de trabalho nas instalações da empresa com os deputados Hugo Costa e Mara Lagriminha. Uma reunião solicitada pelos dois deputados, que contou também com representantes da administração da empresa, com o administrador da insolvência, com o advogado da empresa e com os serviços municipais de empreendedorismo.

 

A deputada Mara Lagriminha, que integra a Comissão Parlamentar de Trabalho e Segurança Social, e o deputado Hugo Costa, que integra a Comissão Parlamentar de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, manifestaram a sua preocupação com as consequências que um possível encerramento desta empresa acarretariam para a região.

 

Os dois deputados da Assembleia da República destacaram a enorme importância desta empresa para o concelho do Cartaxo e para a região, quer do ponto de vista económico, quer do ponto de vista do emprego, sublinhando o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela Câmara Municipal do Cartaxo no acompanhamento de toda a situação e nas medidas de apoio que está a desenvolver.

 

“O objetivo de todos os presentes é o mesmo: ver a Fleximol recuperada, trabalhar para a sua viabilização, e, por essa via, proteger os trabalhadores que a empresa tem”, explicou o presidente da Câmara Municipal no final da reunião, acrescentando que “estamos todos focados na viabilização do plano de recuperação que permita à empresa continuar a laborar, a manter postos de trabalho e a criar riqueza para a nossa terra”.

 

Nesta sessão de trabalho, e numa reunião que decorreu a 24 de julho com a administração da empresa, Pedro Magalhães Ribeiro inteirou-se sobre “as dificuldades concretas que a empresa enfrenta, sobre as questões inerentes ao processo de insolvência e sobre a situação dos trabalhadores, uma das nossas maiores preocupações”.

 

“Na Câmara Municipal estamos todos mobilizados para ajudar a empresa e, de igual modo, estamos a trabalhar no plano de ação que antecipe respostas sociais para, em caso de necessidade, dar apoio aos trabalhadores e às suas famílias”. Para esse efeito, o Presidente da Câmara Municipal irá, em breve, reunir com a Segurança Social, com o Instituto do Emprego e Formação Profissional e com os representantes legais dos trabalhadores.

 

A Fleximol, com sede na Zona Industrial do Cartaxo, em Vila Chã de Ourique, abriu portas em 1991. Produz suspensões de folha de mola e braçadeiras para veículos comerciais e fornece os fabricantes de camiões mais reputados na Europa, sendo ainda fornecedor exclusivo para as linhas de montagem em Portugal da Mitsubishi e Toyota.

 

 

APRODER PROMOVE SESSÃO DE ESCLARECIMENTO SOBRE PROGRAMA +CO3SO EMPREGO

 

A Associação para a Promoção do Desenvolvimento Rural do Ribatejo (APRODER) promove, no dia 7 de agosto, às 14h30, via Skype, uma sessão de esclarecimento sobre o Programa +CO3SO Emprego, Sistema de Apoio ao Emprego e Empreendedorismo.

 

Este programa tem como principais objetivos apoiar a criação de emprego e o empreendedorismo, incluindo o empreendedorismo social, e é operacionalizado nas seguintes modalidades:

» + CO3SO Emprego Interior;

» + CO3SO Emprego Urbano;

» + CO3SO Emprego Empreendedorismo Social.

 

As candidaturas para o programa encontram-se abertas, pelo que esta sessão será útil para esclarecimento de dúvidas e para ajudar potenciais interessados.

 

As inscrições são gratuitas, mas limitadas e estarão disponíveis até às 17h00 de dia 6 de agosto. Para efetuar a inscrição, pode preencher o formulário online que se encontra disponível aqui



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:20
link do post | comentar | favorito

Município do Entroncamento cria mais uma ferramenta no combate à violência doméstica e de género

Espaço M entroncamento-6 (1).jpg

 

 

O “Espaço M - Entroncamento” é uma nova estrutura de apoio e atendimento às vítimas de violência doméstica e de género disponibilizada pelo Município do Entroncamento. A sua implementação foi realizada no âmbito do Projeto Maria – Estratégia Integrada de Intervenção na área da Violência Doméstica e de Género no Médio Tejo, que visa uma resposta intermunicipal e integrada para a problemática da violência doméstica e de género abrangendo os 13 municípios da região.

Este serviço presta apoio psicológico, social e jurídico às vítimas de violência doméstica e de género, em estreita coordenação com a Polícia de Segurança Pública e demais entidades que operam no âmbito social.

A criação deste espaço quer promover a articulação necessária a um eficaz atendimento, apoio, encaminhamento e acompanhamento de vítimas de violência doméstica e de género, contribuindo para a consolidação das respostas municipais e intermunicipais no combate a este flagelo social, o reforço da sensibilização e da informação e ao aumento do número de casos existentes que são reportados no nosso território, principais objetivos do Projeto Maria.

 

ESPAÇO M - Entroncamento

Serviço de Apoio Social e Psicológico da Câmara Municipal do Entroncamento

Rua da Junta de Freguesia, n.º 1, 1º Andar

2330-114 Entroncamento

Tlf: 249 720 410

 

Horários: Segunda a Sexta (exceto feriados) durante o período de funcionamento dos Serviços Municipais

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:18
link do post | comentar | favorito

      Câmara  Municipal de Abrantes/reunião de 4 de  Agosto de 2020

 

      Câmara  Municipal de Abrantes/reunião de 4 de  Agosto de 2020

 

Período Antes Ordem Dia

 

 

01-Manutenção do Pavilhão Municipal de Tramagal

 

Desde meados do mês de março que o Pavilhão Municipal de Tramagal se encontra encerrado ao público.

Pergunto se este período foi aproveitado para fazer a necessária manutenção ou se será executada antes do inicio do novo ano letivo?

 

02-Manutenção da Escola Básica de Alvega

 

A Escola Básica de Alvega, antes do inicio do ano letivo 2018-2019  apresentava um deficiente estado de conservação bem patente quer ao nivel dos diferentes espaços de apoios, quer ao nivel das diversas infraestruturas associadas. De dezanove indicadores, treze apresentavam uma classificação  de deficiente. E existem mesmo infraestruturas que não existem tais como um recreio coberto o que no Inverno será uma situação nada agradável para as crianças pois não podem brincar fora do edificio.

Havia a promessa do executivo de não mudar alunos para esta escola sem a mesma ser requalificada o que não aconteceu. Face ao exposto pergunto:

 

1.Quais as benfeitorias que foram realizadas até ao presente?

 

2.O projeto de requalificação já foi concluído e a candidatura submetida a fundos comunitários?

 

3.Está garantido a total segurança e conforto para alunos/as, professores/as, auxiliares e pais?

 

03.Vigilância da escada passa-peixes do açude de Abrantes

 

-Considerando que ficaram por responder diversas perguntas na anterior de Câmara;

-Considerando que foi dada a informação que um automatismo tinha sido vandalizado e que o problema já teria largos meses pois o cabo de alimentação há muito já tinha desaparecido, pergunto o seguinte:

 

1.Qual a Unidade Orgânica responsável pela vigilância da escada passa-peixes?

 

2.Qual a frequência estabelecida para essa vigilância?

 

3.O ou os funcionários receberam formação para desempenharem as funções para as quais foram incumbidos?

 

4.Quais eram especificamente as suas funções?

 

5.Alguma vez, antes deste último acontecimento, foi reportado ao superior hierárquico alguma anomalia no automatismo vandalizado?

 

04.Politica Fiscal Municipal 2019-Derrama

 

Um munícipe residente no Concelho de Abrantes que tem uma empresa informou o Vereador do BE que tinha pago derrama referente a 2019 quando o volume de negócios não excedeu os 150 mil euros.

Estranhei pois a politica fiscal do Municipio de Abrantes isenta as empresas  cujo o volume de negócios não excede os 150 mil euros.

Ora o oficio Circulado da Autoridade Tributária e Aduaneiro, referente a 2019, informa que o Municipio de Abrantes não isenta empresas e todas pagam 1,50% de derrama seja qual for o seu volume de negócios.

Face ao exposto pergunto a seguinte:

 

1.Existe alguma má interpretação tanto do Vereador do BE como como do detentor da empresa ou existiu algum erro de comunicação entre os serviços competentes do Municipio de Abrantes e a Autoridade Tributária e Aduaneira que levasse a esta discrepância?

 

05.Construção de WC no exterior do cemitério de Vale de Zebrinho

 

A frente externa do cemitério de Vale de Zebrinho, a um metro do portão foi o local escolhido para a construção de um WC no âmbito do Orçamento Participativo 2017.  Na perspetiva do Vereador do BE, salvaguardando a decisão técnica, é uma opção estéticamente inadequada e incompreensível quando existe espaço em frente ao cemitério.

Face ao exposto pergunto:

 

1.Será que não haveria outro local senão a um metro do portão no muro da frente do cemitério?

 

2.Não existe mais terreno público no largo em frente ao cemitério?

 

3.Quem escolheu a localização do WC?

 

Face ao exposto, proponho a suspensão das obras e que seja escolhido um local mais condizente para o WC e para a frente do cemitério. Custa muito elaborar um projeto para o largo e enquadrar o WC com o espaço envolvente?

 

Ordem do Dia

 

GAP Nº1-Cedência de sala no edificio do antigo Gabinete de Apoio Técnico de Abrantes a titulo gratuito pelo período de 200 dias ao Instituto de Emprego e Formação Profissional do Médio Tejo

 

O empréstimo   da  sala no edificio do antigo Gabinete de Apoio Técnico de Abrantes ao Instituto de Emprego e Formação Profissional do Médio Tejo vai ser por um período de 200 dias o que é imenso tempo ao qual, possivelmente se somará mais com a possível derrapagem.

Perguntamos se o executivo  colocou em “cima da mesa”, algumas contrapartidas tendo até em conta que esta instituição é financiada diretamente pelo Orçamento de Estado?

 

DGP Nº 1-Assunção de despesas por parte do Municipio de abrantes para a celebração de Contratos Emprego e Inserção. Declaração de voto-Contra

 

Somos favoráveis a que a Câmara Municipal apoie as freguesias mas já quanto a este apoio consideramos errado o uso que se está a fazer dos Contratos Emprego e Inserção. Trabalhadores que ocupam lugares onde o trabalho não é sazonal, deveriam ser integrados nos quadros das instituições e não continuarmos a assistir a uma rotatividade de trabalhadores desempregados sem os inserir promovendo a precariedade laboral até porque criámos o PREVPAP para integrar os precários da administração central, regional e local.

São as próprias instituições públicas a promover a precariedade laboral e a perverter os instrumentos que foram criados para inserir os trabalhadores desempregados.

Face ao exposto votamos contra.

 

DF Nº 4-Aquisição de Licenças Microsoft por 3 anos no valor aproximado de 327 mil euros mais  IVA. Declaração de voto-Contra

 

Em 2018 foram 300 mil euros mais IVA agora são aproximadamente 327 mil euros mais IVA e assim sucessivamente numa despesa sempre a somar em software de marca que não permite qualquer adaptação. Uma péssima escolha do executivo que criou as condições para se tornar “prisioneiro” da Microsft quando existe no mercado  software livre e outro a preços modestos e com permissão de uso sem estar condicionado à compra periódica de direitos.

Face ao exposto votamos contra.

 

DOP Nº 1-Aprovação do Projeto Base do Projeto de Restauro, Reabilitação, Remodelação e Ampliação do edificio do CineTeatro São Pedro em Abrantes. Declaração de voto-Contra

 

O BE é favorável à reabilitação do CineTeatro São Pedro em Abrantes e lamentamos profundamente que o executivo liderado pela Sra ex-Presidente da Câmara tenha conduzido de forma altamente lesiva para a cultura abrantina e não só, um processo que deveria ter sido tratado com a devida antecedência.Tal situação levou a que o CineTeatro São Pedro já esteja encerrado à dois anos e meio e não se sabe quando reabrirá.

Dito isto, tal não valida que sejam ultrapassadas etapas e este processo envolveu um grupo considerável de cidadãos uns eleitos outros não,  nas listas do BE, mas que dão igualmente o seu contributo  politico e tecnico em diversas áreas.

Era expectável que a importância de deliberação de hoje fosse precedida de uma análise cuidada das diversas peças processuais e que essas peças fossem disponibilizadas na plataforma interna para consulta mas o único documento disponibilizado foi uma folha com duas páginas a informar o que se iria aprovar.

Consideramos que tal situação é uma falha que influi diretamente no sentido de voto e no direito de informação atempada que o vereador do BE deve ter por direito próprio, por dever e responsabilidade perante os cidadãos e cidadãs. O que é que o vereador do BE responde se algum municipe perguntar em que consistem as obras no CineTeatro São Pedro? Nada, porque não sabe e ainda que nesta reunião de Câmara seja fornecida alguma informação ela não será alvo de análise com o grupo com o qual o vereador do BE trabalha.

Ontem ainda enviei um mail a solicitar alguma documentação mas nem resposta obtive.

Face ao exposto, o sentido de voto é a abstenção pois simplesmente desconheço os pormenores do que vai ser proposto a votação e não estou em condições de dar outro sentido ao voto.

 

 

Abrantes, 4  de Agosto de 2020

 

Armindo Silveira, Vereador do BE na Câmara Municipal de Abrantes



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:16
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 5 de Agosto de 2020
Utilização do TURE continua a ser gratuita até 31 de agosto

TURE.jpg

 

 

O Município do Entroncamento irá manter a gratuitidade da utilização dos Transportes Urbanos do Entroncamento (TURE) até 31 de agosto.

 

Num momento em que é crucial de contenção da pandemia, continua a ser pertinente manter um conjunto de comportamentos adequados, garantindo a segurança de todos na utilização do transporte público que é, para muitos cidadãos, a única forma que têm para se deslocar ao trabalho ou noutras necessidades da sua vida quotidiana.

 

O objetivo é evitar o manuseamento de dinheiro e o contacto com o motorista, diminuindo a exposição a eventual contágio dos utilizadores e dos trabalhadores.

 

Relembramos ainda que se mantêm as condições de utilização definidas anteriormente, nomeadamente, a entrada nas viaturas efetua-se pela porta de trás, a lotação é limitada de forma a garantir o distanciamento social, assim como a obrigatoriedade do uso de máscara.

 

 

Cemitério Municipal volta a estar aberto ao público aos domingos

 

O Cemitério Municipal do Entroncamento conta, a partir de hoje, dia 4 de agosto, com um novo horário e estará também aberto aos domingos.

 

A instalação municipal passa a estar aberta ao público entre as 8h30 e as 13h00, de segunda a domingo.

 

A Câmara Municipal do Entroncamento informa ainda que, tendo em conta o esforço que nos é devido na contenção da evolução da Covid-19, os condicionamentos anteriormente definidos irão continuar em vigor.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:02
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Agosto de 2020
CONSTRANGIMENTOS E EVENTUAIS CORTES NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM SANTO ESTÊVÃO

obras AR.JPG

 

DIA 5 DE AGOSTO, QUARTA-FEIRA

NO PERÍODO ENTRE AS 09H00 E AS 14H00

 

A ÁGUAS DO RIBATEJO informa que devido a intervenções inadiáveis para reparação de bomba do furo de captação junto ao depósito elevado de Santo Estêvão, no concelho de Benavente, prevemos constrangimentos e eventuais suspensões no abastecimento de água no dia 5 de agosto, quarta-feira, no período entre as 09h00 e as 14h00.

Zonas com possibilidade de serem afetadas:

 

Toda a povoação, com maior probabilidade nas zonas mais elevadas e nos prédios com mais de dois pisos



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:55
link do post | comentar | favorito

Município de Azambuja já apoiou as IPSS do concelho com 107 mil euros desde o início do ano

 

 

A Câmara Municipal de Azambuja já atribuiu, desde o início do ano 2020, cerca de 107.000,00 euros às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do Concelho de Azambuja, dos quais 50.544,00 euros como apoio extraordinário no âmbito da Covid-19.

O Município de Azambuja aplicou, nomeadamente e como medida de carácter excecional, a duplicação dos subsídios anuais às IPSS com sede no município, para fazerem face à emergência social provocada pela situação epidemiológica que enfrentamos.

 

Os apoios anuais para o ano de 2020 estavam definidos com o valor base de 2.500,00€ por instituição (mais 500,00€ do que em 2019), acrescidos de 12,00€ por cada utente das várias valências em funcionamento, com o valor mínimo garantido de 1.000,00€. Atendendo ao impacto muito negativo da pandemia na economia e no emprego e, também, ao importante papel destas instituições na coesão social e no apoio a muitos cidadãos em situação vulnerável, a autarquia decidiu duplicar a título excecional esse apoio regular, totalizando o montante de 88.888,00€. Foram distribuídos os seguintes valores: ao Centro Social e Paroquial de Alcoentre – 7.000,00€; ao Centro Social e Paroquial de Aveiras de Baixo – 7.000,00€; ao Centro Social e Paroquial de Aveiras de Cima – 14.576,00€; ao Centro Social e Paroquial de Azambuja – 17.072,00€; à Casa Pombal “A Mãe” – 7.000,00€; à Associação Nossa Senhora do Paraíso – 7.000,00€; à Cerci Flor da Vida – 7.544,00€; à Casa do Povo de Manique do Intendente – 7.000,00€; e à Santa Casa da Misericórdia de Azambuja – 14.696,00€.

 

Além destas reforçadas transferências financeiras, a Câmara Municipal, sempre com os objetivos de contenção da pandemia e de combate às suas consequências, aprovou mais um conjunto de medidas de apoio, de carácter excecional e transitório, no âmbito da atividade das instituições de solidariedade social. Uma delas foi a possibilidade de implementar, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa e a UCSP Azambuja, uma pré-avaliação de Covid-19, através do sistema “Triagem Smart”, criado pela empresa Biosurfit, junto dos trabalhadores e utentes das IPSS (das valências ERPI - Estruturas Residenciais para Idosos e Serviços de Apoio Domiciliário).

A autarquia forneceu, ainda, as IPSS e ERPI, com equipamentos de autoproteção e materiais necessários para o controlo da situação epidemiológica. Receberam diverso material descartável como fatos, aventais e toucas, batas e proteções para pés, caixas de luvas, máscaras cirúrgicas e máscaras FFP2. Foram, também, distribuídos óculos de proteção, viseiras com elásticos reutilizáveis, recipientes descartáveis para comida, bem como garrafões de desinfetante de mãos e de superfícies.

Outra medida foi isentar as instituições do pagamento da tarifa de disponibilidade (fixa) e da tarifa variável de gestão de Resíduos Sólidos Urbanos, entre os meses de abril e setembro de 2020.

 

Foi, igualmente, deliberado atribuir, durante os meses de abril a agosto, às IPSS com as valências de creche e pré-escolar, o montante de 50,00€ por mês, por cada criança, cujo agregado familiar tenha comprovado a perda de rendimentos igual ou superior a 30%, ou que algum membro do agregado familiar se encontre abrangido pelo regime do lay-off, com igual redução da mensalidade a pagar pela família. Foram contemplados com idêntico subsídio os utentes do Centro de Atividades Ocupacionais de Azambuja da Cerci Flor da Vida, respeitando o mesmo critério. No âmbito desta medida, já foram entregues: à Santa Casa da Misericórdia de Azambuja o montante de 3.050,00€; ao Centro Social e Paroquial de Azambuja o montante de 1.050,00€; ao Centro Social e Paroquial de Aveiras de Cima o montante de 1.050,00€; e ao Centro Social e Paroquial de Aveiras de Baixo o montante de 950,00€. 

 

Aos apoios acima referidos, junta-se igualmente uma verba de 12.000,00 euros atribuída ao Centro Social e Paroquial de Aveiras de Cima destinada às obras de reabilitação e melhorias no edifício do Jardim de Infância. Essa intervenção, da responsabilidade da instituição, é cofinanciada pelo programa Portugal 2020 e a comparticipação da autarquia cumpre integralmente o Regulamento de Apoio às IPSS do concelho.

 

A Câmara Municipal de Azambuja continuará a apoiar as Instituições Particulares de Solidariedade Social, com a atribuição dos subsídios anuais e apoios extraordinários, sempre que possível e necessário para o seu normal funcionamento. Numa fase tão complexa da vida mundial provocada pelo novo coronavírus, de enorme exigência e novos desafios para todas as instituições, a autarquia não poderia deixar de apoiar e discriminar positivamente as entidades e os profissionais que apoiam as famílias, as crianças, os jovens e os idosos, em toda a área do Concelho de Azambuja.

 

Município de Azambuja conclui obra de alargamento da rua para maior segurança rodoviária em Aveiras de Cima

Investimento de 48 mil euros.

 

 

O Município de Azambuja concluiu a intervenção, em Aveiras de Cima, com o objetivo de melhorar a segurança rodoviária numa das principais entradas e saídas desta vila.

 

Os trabalhos consistiram na construção de um novo muro de suporte de terras, que permitiu alargar o troço inicial da Rua de Almarges, onde esta via entronca com a EN366 junto à Igreja Paroquial de Aveiras de Cima. A obra contemplou, igualmente, a reconstrução do respetivo passeio pedonal.

 

Tratando-se da combinação de um entroncamento com uma curva, e sendo uma zona de tráfego muito intenso, esta intervenção melhorou consideravelmente as condições de segurança para a circulação de veículos e de peões.

 

Refira-se a colaboração da paróquia de Aveiras de Cima, que cedeu a faixa de terreno para o alargamento da curva, numa obra desejada pela população local e há muito reivindicada pela Junta de Freguesia de Aveiras de Cima.

 

Esta empreitada representa um investimento de 48 mil euros.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:52
link do post | comentar | favorito

Ensino Superior em Arruda dos Vinhos

IMG_2525.png

 

Em outubro arrancam dois Cursos Técnicos Superiores Profissionais

 

Em outubro arrancam, em Arruda dos Vinhos, os Cursos Técnicos Superiores Profissionais de “Viticultura e Enologia” e “Restauração e Segurança Alimentar”, em parceria com a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém.

 

Este é um primeiro passo que o concelho de Arruda dos Vinhos dá ao nível do ensino superior. A aposta na Educação e na qualidade de Ensino tem sido estratégica e absolutamente prioritária na afirmação do concelho no contexto da região e do país.

 

Inserido no projeto mais vasto designado ArrudaLab, este importantíssimo passo insere-se numa estratégia de valorização, qualificação e fortalecimento do território, nomeadamente dos seus recursos humanos, tecido económico, social e empresarial.

 

Com um conjunto vasto de parcerias locais e regionais de renome, nomeadamente Externato João Alberto Faria, Escola Profissional Gustave Eiffel, Adega Cooperativa de Arruda dos Vinhos, Casa Agrícola das Mimosas, Lda, Casa Agrícola Ribeiro Corrêa, Casa Santos Lima, Condado Portucalense Vinhos, Mário Silva Gonzaga Ribeiro, Quinta da Chapinheira, Sociedade de Agricultura Grupo, Lda., Quinta de S. Sebastião, Sociedade Agrícola Quinta da Conceição, Sociedade Agrícola Quinta da Marinheira, Lda., Sociedade Agrícola da Quinta da Mornalha, Lda, Sociedade Vitivinícola do Formigal, Lda, Vilaroucha, Produção e Comercialização de Vinhos, Lda. e um corpo docente de excelência, estes TEsP de Viticultura e Enologia e Restauração e Segurança Alimentar serão, certamente, uma oportunidade importante para poder aumentar as suas qualificações e competências.

 

Candidaturas abertas até 11 de setembro (1.ª fase) para titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente; estudantes que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, e titulares de diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional.

 

Saiba mais informações em https://ensinosuperiorarruda.pt/



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:37
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: CORTE TEMPORÁRIO DE VIA:RUA DO QUINTINO, CARTAXO

 

 

 

A Câmara Municipal do Cartaxo informa que, devido a trabalhos de reposição do pavimento betuminoso, a Rua do Quintino, no Cartaxo, será temporariamente encerrada ao trânsito a partir do entroncamento com a travessa do Quintino.

 

A via estará encerrada nos dias 4, 5 e 8 de agosto entre as 09h00 e as 16h00.

 

A Câmara Municipal lamenta os incómodos causados pelo encerramento e apela pela à compreensão de todos os munícipes.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:38
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Agosto 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

PISCINAS MUNICIPAIS DO CA...

Comemorações do Dia Inter...

Feiras virtuais NERSANT r...

Violência no Século XXI

O humor é fundamental par...

CARTAXO:PROJETO CAMPO SEG...

ENTRONCAMENTO APOSTA FORT...

Inauguração Espaço “Chamu...

Inauguração do Espaço Jac...

Concluídas as intervençõe...

Município de Abrantes ref...

Gana, Costa do Marfim e V...

CARTAXO: PEDRO MAGALHÃES ...

Município do Entroncament...

      Câmara  Municipal d...

Utilização do TURE contin...

CONSTRANGIMENTOS E EVENTU...

Município de Azambuja já ...

Ensino Superior em Arruda...

CARTAXO: CORTE TEMPORÁRIO...

Município de Santarém gar...

Executivo Municipal de Az...

CORTES NO ABASTECIMENTO D...

Município de Azambuja ini...

Sessão online faz o Retra...

ENTRONCAMENTO: Intervençã...

CARTAXO: PISCINAS MUNICIP...

TAGUS dinamiza sessão de ...

ENTRONCAMENTO: “Retratos ...

Projeto CDLS 4G avança na...

tags

todas as tags

arquivos

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Contactos
Rua do Jardim, 2090-078 Alpiarça Telemóvel: 933 088 759
subscrever feeds