NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 27 de Fevereiro de 2011
NO DISTRITO DE SANTARÉM - VAMOS SER MENOS E MAIS VELHOS!

 Por: Renato Campos

 

 É inquestionável que a população constitui a condição natural e biológica para o funcionamento da sociedade e da economia de um território, pelo que a sustentabilidade demográfica deve ser, também, cada vez mais encarada como um dos importantes factores do desenvolvimento sustentável desse mesmo território.

Sabemos, no entanto, que o declínio populacional constitui, actualmente, uma tendência não só em Portugal, como é também transversal a todas as sociedades ocidentais. Ele resulta, fundamentalmente, da conjugação de duas tendências: por um lado a diminuição da natalidade e, por outro, a diminuição dos níveis de mortalidade em todas as fases da vida e do consequente prolongamento da esperança de vida.

Pelo lado da natalidade, a principal responsável pela progressiva diminuição, tem sido a baixa generalizada e acentuada da taxa de fecundidade que se tem vindo a verificar não só em Portugal como na generalidade dos países europeus, na razão directa dos seus níveis de desenvolvimento, originada especialmente por um conjunto de factores de naturezas muito distintas com raízes económicas, sociais e culturais. No que respeita à diminuição dos níveis de mortalidade, é notório que nos últimos trinta anos, com o aumento da esperança média de vida, registaram-se alterações significativas no modelo da mortalidade em Portugal. Para além de uma baixa acentuada do nível geral de mortalidade, registou-se uma importantíssima redução na mortalidade infantil e o aumento de sobrevivência em idades avançadas, fruto de ganhos extraordinários no plano da saúde e do bem estar das populações.

Também no Distrito de Santarém, de acordo com as estimativas do INE, verifica-se que nos últimos oito anos, a população da região foi aumentada em 11.340 novos residentes, ou seja +2,5% que no último recenseamento geral da população (2001). Releva-se que nos 10 anos anteriores, a população tinha apenas crescido 9.647 residentes (+2,1%), ou seja um valor inferior ao dos últimos 8 anos.

 

 

Dinâmica Demográfica recente no Distrito de Santarém

 

2001

2008

2001/ 2008

+-

%

Abrantes

42.235

39.987

-2.248

-5,3

Alcanena

14.600

14.657

+57

+0,4

Almeirim

21.957

22.937

+980

+4,5

Alpiarça

8.024

8.266

+242

+3,0

Benavente

23.257

28.312

+5.055

+21,7

Cartaxo

23.389

25.156

+1.767

+7,6

Chamusca

11.492

10.976

-516

-4,5

Constância

3.815

3.751

-64

-1,7

Coruche

21.332

19.624

-1.708

-8,0

Entroncamento

18.174

21.751

+3.577

+19,7

Ferreira do Zêzere

9.422

9.126

-296

-3,1

Golegã

5.710

5.533

-177

-3,1

Mação

8.442

7.061

-1.381

-16,4

Ourém

46.216

50.890

+4.674

+10,1

Rio Maior

21.110

21.822

+712

+3,4

Salvaterra Magos

20.161

21.491

+1.330

+6,6

Santarém

63.563

63.630

+67

+0,1

Sardoal

4.104

3.808

-296

-7,2

Tomar

43.006

41.951

-1.055

-2,5

Torres Novas

36.908

36.968

+60

+0,2

V. N. Barquinha

7.610

8.170

+560

+7,4

DISTRITO

454.527

465.867

+11.340

+2,5

INE; Censos e Anuário Estatístico

 

 

 

Como é natural, nem todos os concelhos tiveram no período crescimento populacional positivo. Isso só aconteceu em 12 municípios, particularmente em Benavente, Ourém, Entroncamento, Cartaxo e Salvaterra de Magos, sobretudo os três primeiros com taxas superiores a dois dígitos. Por outro lado, com perda de população no mesmo período aparecem 9 municípios, situação que, aliás, já vinha acontecendo desde 1981. Esse decréscimo populacional atinge maior dimensão numérica em Abrantes, Coruche, Mação e Tomar, todos concelhos com perdas superiores a mil habitantes, se bem que em termos relativos as taxas mais negativas tenham lugar em Mação, Coruche e Sardoal.

 

- Nos próximos 20 anos seremos cada vez menos e mais velhos!

Tendo como base os valores e a metodologia de análise do trabalho publicado recentemente pelo INE – “Projecções da População Residente em Portugal, 2008 – 2060”, projectamos para cada um dos concelhos e para o distrito de Santarém em geral, a forma como evoluiria a população até 2030.

 

 

Projecções Demográficas 2010 - 2030

 

 

2001

2010

2020

2030

2001/ 2010

2001/ 2030

+-

%

+-

%

Abrantes

39.987

39.825

38.036

34.941

-162

-0,41

-5.046

-12,62

Alcanena

14.600

14.754

14.670

14.513

+154

+1,05

-87

-0,60

Almeirim

21.957

22.912

22.614

22.055

+955

+4,35

+98

+0,45

Alpiarça

8.024

8.182

8.042

7.961

+158

+1,97

-63

-0,79

Benavente

23.257

28.953

30.014

32.557

+5.696

+24,49

+9.300

+39,99

Cartaxo

23.389

25.571

25.215

24.099

+2.182

+9,33

+710

+3,04

Chamusca

11.492

10.571

9.796

9.080

-921

-8,01

-2.412

-20,99

Constância

3.815

3.786

3.797

3.765

-29

-0,76

-50

-1,31

Coruche

21.332

18.663

16.994

15.538

-2.669

-12,51

-5.794

-27,16

Entroncamento

18.174

22.625

23.499

24.358

+4.451

+24,49

+6.184

+34,03

Ferreira do Zêzere

9.422

8.933

8.322

7.849

-489

-5,19

-1.573

-16,69

Golegã

5.710

5.406

5.139

4.893

-304

-5,32

-817

-14,31

Mação

8.442

6.486

5.623

4.954

-1.956

-23,17

-3.488

-41,32

Ourém

46.216

50.958

50.287

49.006

+4.742

+10,26

+2.790

+6,04

Rio Maior

21.110

21.624

20.901

19.795

+514

+2,43

-1.315

-6,23

Salvaterra Magos

20.161

21.450

21.111

20.792

+1.289

+6,39

+631

+3,13

Santarém

63.563

62.702

60.373

57.413

-861

-1,35

-6.150

-9,68

Sardoal

4.104

3.742

3.485

3.245

-362

-8,82

-859

-20,93

Tomar

43.006

41.197

38.259

35.099

-1.809

-4,21

-7.907

-18,39

Torres Novas

36.908

36.863

35.483

33.653

-45

-0,12

-3.255

-8,82

V. N. Barquinha

7.610

8.134

7.837

7.448

+524

+6,89

-162

-2,13

DISTRITO

452.279

463.337

449.497

433.014

+11.058

+2,44

-19.265

-4,26

INE; Censos e População Projectada

 

 

 

 

Segundo a conjugação dos valores da natalidade, mortalidade, saldos migratórios e considerando para o país um cenário intermédio, ligeiramente optimista, a população do distrito de Santarém crescerá moderadamente até 2010, começando a decrescer a partir daí, sobretudo por défice no seu crescimento natural a que um saldo migratório, também ligeiramente decrescente, não conseguirá compensar. Esta situação, é muito semelhante à projectada para o Continente, onde a partir de 2030 até 2060 a população tenderá a diminuir e a envelhecer.

Se até 2010 existem 10 concelhos que verão crescer, em termos relativos, a população, havendo mesmo 3 com taxas de dois dígitos – Benavente, Entroncamento e Ourém, também com dois dígitos na taxa de crescimento, mas com sinal negativo, encontramos Mação e Coruche. Ou seja, as tendências demográficas verificadas na década de 90, para estes municípios, prolongam-se no primeiro decénio do século XXI. Já no ano de 2030, considerando o cenário de optimismo moderado escolhido para o movimento das populações, existem apenas no distrito 6 concelhos que nesse ano possuem mais residentes do que em 2001. No entanto só em dois – Benavente e Entroncamento – a taxa de crescimento populacional é de dois dígitos.

Em sinal contrário, 15 municípios vêm descer a população residente, particularmente Mação, Coruche, Chamusca, Sardoal, Tomar, Ferreira do Zêzere, Golegã e Abrantes, onde a taxa de variação de dois dígitos é negativa. Por sua vez, apenas Salvaterra de Magos, Cartaxo, Almeirim, Alcanena, Alpiarça, Constância e Vila Nova da Barquinha vêem praticamente estabilizada a sua população no período de trinta anos.

É evidente, nestas projecções, um acentuado envelhecimento da população, não só com perdas substanciais de jovens até aos 14 anos, como também, na faixa em idade activa entre os 15 e os 64 anos. Em contrapartida, o prolongamento da esperança média de vida, estimado para 2030 nos 79 anos para os homens e nos 85 anos para mulheres, leva a um envelhecimento acentuado da população no distrito (o mesmo acontece para o país), inviabilizando a desejável substituição de gerações, com implicações muito importantes na sustentabilidade demográfica e na viabilização financeira do sistema de segurança social.

Esta tendência para o envelhecimento populacional no distrito de Santarém, vem confirmar os dados estatísticos sobre a demografia portuguesa, revelando uma população envelhecida, por via da baixa taxa de natalidade e da queda dos movimentos migratórios, colocando, sérios desafios à sustentabilidade da Segurança Social e do Serviço Nacional de Saúde, para além, claro está, de impactes não negligenciáveis na produtividade da economia distrital.

É inegável que o decréscimo da população em idade escolar e o consequente seu envelhecimento, que progressivamente tem vindo a ocorrer na generalidade dos concelhos do Distrito, com tendência para o seu agravamento nos próximos 20 anos, deveria fundamentar o crescimento nos municípios dos parques escolares e dos apoios sociais aos mais idosos. No entanto, vemos em muitos municípios, vultosos investimentos em Escolas onde a população escolar está drasticamente a diminuir e uma notória falta de investimentos em equipamentos de apoio aos idosos, onde a população está a envelhecer aceleradamente !

http://agenciadeopiniao.blogspot.com/

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:00
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

15
17

21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

TAGUS – candidaturas aber...

Novas exposições nas ‘Gal...

Trail das Famílias 2019 n...

FESTAS EM HONRA DE NOSSA ...

Vem aí a 15ª edição dos “...

In. Santarém 2019 | PROGR...

CA Soluções de Crédito Fa...

Fabíola Cardoso propõe cr...

O tempo

1.ºTorneio Solidário Stre...

O Concelho de Azambuja ac...

NERSANT quer simplificar ...

VALADA ACOLHEU DIA INTERN...

13.ª Edição da Feirinha d...

“Galerias com Arte” receb...

MEIO MILHÃO DE EUROS PARA...

Festival de folclore ‘Rio...

CRÉDITO AGRÍCOLA COM RESU...

Município de Azambuja tem...

“Da Terra à Mesa” é o tem...

ESCAVAÇÕES ARQUEOLÓGICAS ...

Obras de requalificação d...

In Santarém 2019 | PROGRA...

Festa Anual em Honra de S...

Santarém recebe 2ª edição...

“Traços dos Tempos” expos...

Boas Práticas de Controlo...

“Rainha Santa Isabel” e “...

TEMAS DE SAÚDE: Vidas em ...

"Diário de um dia de verã...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds