NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 29 de Novembro de 2011
SANTAREM - Empresários da região debateram “Constrangimentos e Perspectivas de Futuro para a Economia Portuguesa”

O Secretário de Estado Adjunto do Primeiro Ministro, Carlos Moedas, esteve no Hotel dos Templários em Tomar, no passado dia 24 de Novembro, para ouvir as preocupações dos empresários da região face à conjuntura económica que o país atravessa. A Presidente da Direcção da NERSANT, Salomé Rafael, foi a voz do empresariado da região do Ribatejo, dando a conhecer algumas preocupações da classe que representa e propondo algumas soluções que complementam as medidas do governo mediante o acordo com a troika.  

 

 A NERSANT promoveu, no dia 24 de Novembro, um debate sobre “Constrangimentos e Perspectivas de Futuro para a Economia Portuguesa”, onde estiveram presentes cerca de uma centena e meia de empresários da região. A sessão foi iniciada pela Presidente da Direcção da NERSANT, Salomé Rafael, que, após as boas-vindas a todos os empresários e entidades presentes, afirmou que “fora do memorando assinado com a troika – que se baseia em três pilares fundamentais, o saneamento das finanças públicas, a estabilização do sistema financeiro e o ajustamento estrutural da economia – ficaram os apoios à actividade económica”. Por este motivo, acrescentou a Presidente da Direcção da NERSANT, “as empresas vivem hoje momentos dramáticos, com enormes dificuldades de tesouraria e sem acesso ao financiamento bancário”, sendo por isso urgente “encontrar uma solução a curto prazo”, sob pena, adverte Salomé Rafael, de surgirem “mais insolvências e mais falências de empresas”.  Convicta de que “criar condições para o crescimento e sustentabilidade das empresas deve ser a prioridade de todos os governos” e de que “sem crescimento económico, todos os esforços e medidas de austeridade exigidas aos portugueses não terão qualquer efeito”, a dirigente associativa divulgou aos presentes algumas propostas que poderão complementar o memorando assinado com a troika. A falta de financiamento bancário às empresas, a flexibilização e simplificação das regras de candidaturas ao QREN, o incremento da competitividade das empresas – através dos pagamentos do Estado às autarquias, que desta forma poderão pagar atempadamente aos seus fornecedores, e as alterações no pagamento ao IVA, que deverá ser feito após o recebimento - , apoios à internacionalização de empresas e por fim, o avanço com as reformas estruturais da justiça, administração central e legislação laboral, são apontados pela Presidente da Direcção da NERSANT, como o caminho a percorrer para o crescimento económico. Para além disso, Salomé Rafael, considera que se deve ainda alterar o paradigma da educação, através do fomento de “uma cultura de exigência e mérito” e de uma relação mais aproximada entre as escolas e as empresas, que juntas devem “promover um ensino focado nas prioridades do país”. Ouvidas as preocupações da NERSANT, o Secretário de Estado Adjunto do Primeiro Ministro, Carlos Moedas, admitiu que o país “precisa de reformas estruturais”, com o objectivo de “voltarmos a ter crescimento”. Assim, continua o Secretário de Estado, as medidas implementadas pelo governo e que advêm do memorando assinado com a troika, “não são medidas de ilusão, mas sim medidas de crescimento”. Em resposta às medidas proposta pela NERSANT, Carlos Moedas afirmou que as reformas estruturais irão resultar em crescimento económico, exemplificando com a nova lei da concorrência e a reabilitação urbana e arrendamento, como algumas das oportunidades que irão fortalecer a economia nacional. “Estamos a criar economia. Estamos a criar algo que pode realmente mudar o país”, acrescentou Carlos Moedas. Para as empresas, o Secretário de Estado Adjunto do Primeiro Ministro, deixou ainda alguns conselhos, que passam por aplicar estratégias de inovação do processo. “É neste tipo de inovação que os empresários devem apostar. Devem fazer inovação que nada tem a ver com tecnologia. Inovar no processo é a parte mais importante” e não exige um investimento elevado, afirmou. Para tal, acrescentou Carlos Moedas, as empresas portuguesas devem aguçar a sua capacidade criativa, para que, com pequenas mudanças, se tornem mais competitivas. “Vejo nos portugueses uma capacidade de criatividade que nunca vi nos países por onde passei”, concluiu o Secretário de Estado. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:23
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

20

27
28
29

30


posts recentes

OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO U...

João Paulo Sacadura é o p...

CORUCHE NA MAIOR FEIRA DE...

Eventos em Santarém

Cortejo dos Rapazes é o g...

Novas ferramentas de inte...

Município da Chamusca e T...

ENCERRAMENTO DO ANO LETIV...

Ferreira do Zêzere promov...

Feira de São Pedro e do C...

13 detidos por furtos e r...

Rancho Folclórico Casa do...

FESTAS DA VILA DA FREIXIA...

NERSANT incentiva PME a i...

Vila Nova da Rainha em Fe...

Festa da Amizade – Sardin...

Quer saber tudo sobre can...

TEMAS DE SAÚDE: Não destr...

A saudade tem nome?

FEIRA MEDIEVAL

Azambuja ao ‘rubro’ com M...

Torres Novas – Identifica...

NERSANT e Município inaug...

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESC...

Acordo de Geminação entre...

AQUApaper convida a desco...

Festa da Amizade – Sardin...

ESTÁDIO MUNICIPAL DO CART...

Projetos da Chamusca em d...

Município do Entroncament...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds