NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 27 de Setembro de 2010
CARTAXO - ANTÓNIO MONTEZ ESTEVE À CONVERSA NO CARTAXO


O actor, natural do Cartaxo, foi o protagonista da primeira edição de “José Raposo Convida” – nova rubrica do CCC
 
Passados 40 anos, António Montez voltou ao Cartaxo para contactar com as suas raízes e reencontrar amigos de infância
 
O actor António Montez esteve no Centro Cultural do Cartaxo (CCC) no dia 26 de Setembro, a convite de José Raposo, que dinamizou no bar deste espaço cultural a primeira de muitas conversas com figuras conhecidas do grande público.
 
“José Raposo Convida” é a nova rubrica do CCC que, num ambiente informal e descontraído, pretende unir os cartaxeiros, e não só, em torno de recordações e de histórias relacionadas com o Cartaxo e com a vida dos protagonistas convidados.
 
José Raposo escolheu António Montez para encetar este programa de conversas, primeiro porque o actor é natural do Cartaxo, depois porque “estamos perante uma pessoa muito importante para mim e para o país. É um marco da cultura portuguesa, que passou por todos os géneros de representação e por quase todos os grupos de teatro do país”, frisou José Raposo.
 
Além do contacto com uma figura pública, este encontro foi essencialmente de reencontro. “Nasci no dia 25 de Maio de 1941 na curva da Rua Dr. Lopes Baptista. Vivi ali até aos 8 anos, depois fui para Lisboa”. Destes oito anos passados no Cartaxo, António Montez recorda-se das ruas, da escola, mas sobretudo das pessoas. Alguns  dos seus amigos de infância foram ao CCC dar-lhe um abraço e completar histórias do passado do Cartaxo.
 
Há cerca de 40 anos que António Montez não vinha ao Cartaxo. A última vez que visitou a sua terra natal foi em 1969, como actor. Representou a peça “A Preguiça”, com Raul Solnado, no Cine-Teatro Ribatejo.
 
As afinidades com o Cartaxo “foram-se desvanecendo” à medida que os anos passavam. “Mas digo em toda a parte que sou do Cartaxo”, assentou António Montez. Uma das pessoas que mais o influenciou na vida foi o seu professor da escola primária. “José António Poeira foi o melhor professor que tive. Era uma pessoa extraordinária, de quem fiquei amigo ao longo da vida. Sempre que passava perto do Cartaxo vinha visitá-lo”.
 
E entre as pessoas de quem guarda mais e melhores recordações está o seu avô, Dr. Júlio Montez, conhecido no Cartaxo como “o pai dos pobres”. “O meu avô foi o único médico do concelho que morreu teso. A minha avó fez também um grande trabalho junto dos mais necessitados, sobretudo na cantina escolar”, recorda o actor, acrescentando que foi também influenciado pelo avô que decidiu entrar para Medicina. Contudo, “entre dois amores tive de escolher um. Escolhi o teatro e até hoje ainda não me arrependi”, referiu.
 
António Montez recordou ainda o dia do funeral do seu avô, “em que todo o comércio fechou e, quando a cabeça do funeral estava a chegar ao cemitério, ainda o largo do centro da vila estava cheio”.
 
O começo da sua carreira de actor foi também motivo de conversa, com António Montez a destacar a sua entrada para o Teatro Experimental do Porto, com 23 anos, logo após a sua decisão de deixar a área da medicina. “Era uma etapa antes do céu, fiquei louco. Fiz 12 peças seguidas, dez das quais como protagonista absoluto. Foi o melhor de todos os conservatórios”.
 
As recordações, o reencontro e a emoção envolveram todo o grupo que ouviu e teve oportunidade de conversar com António Montez. E foram sensações que marcaram também muito o próprio actor. “O facto de me sentir bem aqui convosco quer dizer alguma coisa. Foi um momento que superou grandemente o que eu esperava. Eu estava à espera de encontrar gente conhecida, e encontrei. Estava à espera de me comover, e comovi. Mas não estava à espera de me sentir tão em casa, aí sim surpreendeu-me”, afirmou António Montez.
 
Também José Raposo estava “extremamente satisfeito” com o resultado desta primeira iniciativa. “Foi muito interessante conversarmos todos e, através de uma figura – com uma carreira tão impressionante como António Montez – falarmos e recordarmos muitas outras coisas. Este reencontro das pessoas, em jeito de tertúlia, foi muito agradável”, frisou.
 
A rubrica “José Raposo Convida” vai realizar-se nos últimos domingos de cada mês e no dia 31 de Outubro vai contar com a presença de João Baião.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:45
link do post | comentar | favorito

CARTAXO - “MOTOFONIA” NO CENTRO CULTURAL DO CARTAXO A 2 DE OUTUBRO


Objectos do quotidiano e elementos naturais produzem sinfonias, pela mão do conceituado músico Fernando Mota
 
O conceituado músico Fernando Mota vem ao Cartaxo no dia 2 de Outubro, às 21h30, para apresentar a sua música feita a partir de objectos do quotidiano.
 
“Motofonia” é um espectáculo musical e visual para todas as idades, que utiliza elementos naturais e objectos do dia-a-dia como material de uma partitura sonora e gestual. Estes sons, lançados em harmonia, contam histórias que não precisam de palavras nem de tradução e nos levam a viajar por sítios onde nunca antes estivemos.
 
“Tenho desde sempre um fascínio pela transformação de objectos do quotidiano em instrumentos musicais, objectos sonoros, mecanismos que além de serem fontes geradoras de som funcionem também enquanto engenhos cénicos comunicantes pelo seu lado visual e simbólico”, refere Fernando Mota.
 
A autoria e interpretação deste espectáculo pertencem a Fernando Mota, conceituado músico que tem trabalhado com o Teatro Meridional, entre outros. 
 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:43
link do post | comentar | favorito

Zona Industrial de Muge mal protegida em caso de incêndio
A água que sai das bocas de incêndio localizadas na Zona Industrial de Muge, no concelho de Salvaterra de Magos, não tem pressão suficiente para assegurar um abastecimento e combate eficazes por parte dos bombeiros se um sinistro se declarar na área. A título de exemplo, no final do passado mês de Junho deflagrou um pequeno foco de incêndio no Granho e os bombeiros necessitaram de abastecer as viaturas de combate nas referidas bocas de incêndio da Zona Industrial de Muge, tendo sentido grandes dificuldades em fazê-lo. O atraso no tempo de resposta e em consequência o potencial agravamento das situações verificadas são assim as maiores preocupações. A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, em conjunto com o Gabinete Municipal de Protecção Civil, vai tentar encontrar uma solução para este problema. Ana Militão


publicado por Noticias do Ribatejo às 18:38
link do post | comentar | favorito

Vão ser construídos 23 quartéis de bombeiros com apoio comunitário

O Ministério da Administração Interna (MAI) assinou hoje contratos que permitirão a construção de 23 novos quartéis de bombeiros e a aquisição de oito viaturas de combate a incêndios em zonas protegidas. Numa cerimónia em Lisboa, o MAI assinou 25 contratos com associações de bombeiros, municípios, Autoridade Nacional de Proteção Civil, Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade e Instituto Geográfico. Os 25 contratos correspondem a um investimento superior a 35 milhões de euros na área da Proteção Civil, dos quais 70% são financiamento do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).

O Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) constitui o enquadramento para a aplicação da política comunitária de coesão económica e social em Portugal no período 2007-2013. No final da cerimónia, o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, salientou a importância deste financiamento para a modernização do sistema de Proteção Civil. "É um esforço global de 35 milhões de euros, que permitirão construir 23 novos quartéis de bombeiros e desenvolver dois projectos inovadores, um dos quais diz respeito ao cadastro geográfico que vai ser desenvolvido a partir de uma experiencia piloto no norte e que vai permitir conhecer a natureza do nosso território e programar melhor o trabalho no âmbito da Proteção Civil", disse.

Foi também celebrado um contrato para aquisição de oito viaturas de combate a incêndios em Parques Naturais e Áreas Protegidas. Com a assinatura destes 25 contratos, ascende a 110 milhões de euros o investimento total apoiado pelo MAI no âmbito do QREN, sendo que mais de 60 milhões são investimentos de associações humanitárias de bombeiros voluntários e bombeiros municipais em equipamentos, veículos de combate a incêndios e de socorro, quartéis e outras infraestruturas de Proteção Civil. Para Rui Pereira, o financiamento no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional é uma "janela de oportunidade única e irrepetível", sendo o total disponível de 200 milhões de euros a atribuir a 2013

«Económico com Lusa»



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:22
link do post | comentar | favorito

SANTAREM - Jornadas Europeias do Património

“De Assis a Santarém, na Rota da Arte Franciscana”

O Convento de São Francisco foi palco, domingo, dia 26 de Setembro, da recriação do momento em que o pintor Giotto, no ano de 1280, pintou uma sequência de frescos com cenas da vida de S. Francisco, na Basílica de S. Francisco de Assis, em Itália.

Personagens trajadas à época reconstituíram as várias fases de execução de um fresco, desde a preparação dos muros, das tintas, das argamassas e os repasses dos desenhos.

A explicação da técnica da pintura a fresco e a aplicação das cores ficou a cargo do artista italiano Massimo Esposito, da Associação Pint’Arte.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:51
link do post | comentar | favorito

CARTAXO - MARIA JOÃO VOLTOU A PISAR O PALCO NO CARTAXO


A cantora considera que a dinâmica do Centro Cultural do Cartaxo é um exemplo daquilo que deveria ser feito em todo o país
 
O Cartaxo voltou a aplaudir de pé Maria João, que veio ao Centro Cultural pela segunda vez, na noite de 24 de Setembro, com o projecto “As Aventuras Amorosas das Abelhas”, o qual partilha com os músicos – seus grandes amigos – João Farinha e André Nascimento.
 
“Adoro este projecto, a começar pelo nome – gosto de abelhas, são bonitas, trabalhadoras. E adoro experimentar coisas novas. As novas tecnologias sempre me fascinaram imenso, eu admiro muito esta nova geração de músicos que consegue fazer coisas extraordinárias”, frisou Maria João, a propósito da diversidade de sons que podem ser criados através da electrónica.
 
Jazz, fusão, versatilidade, ritmo e humor deram dimensão a este espectáculo, vibrante e criativo, no qual Maria João voltou a mostrar a sua capacidade de improvisação e as potencialidades do seu aparelho vocal.
 
Maria João elogiou também a dinâmica do Centro Cultural do Cartaxo, frisando que este espaço é um exemplo para todo o país. “O Centro Cultural tem uma política cultural muito boa, devia ser assim pelo país todo. Estes pequenos concertos, realizados neste espaço bestial, são fantásticos. Assim se faz a cultura de um país”, referiu



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:49
link do post | comentar | favorito

ALMEIRIM - ROTA DE PEDRA


publicado por Noticias do Ribatejo às 17:37
link do post | comentar | favorito

CORUCHE - Cerimónia de abertura da Formação Profissional para Bombeiros em Coruche

Secretário de Estado da Protecção Civil em Coruche 

No dia 23 de Setembro realizou-se em Coruche a cerimónia de abertura da Formação Profissional para Bombeiros 2010-2011.

Esta é uma formação promovida pela Associação Nacional de Bombeiros Profissionais – ANBP e a 4 EMes, no âmbito do Programa Novas Oportunidades.

O Presidente da Câmara Municipal de Coruche Dionísio Mendes aproveitou a presença do Secretário de Estado da Protecção Civil, Vasco Franco, para apelar ao financiamento estatal dos Bombeiros Municipais.

“Não faz sentido que uma corporação de Bombeiros Municipais não tenha o mesmo apoio por parte do Estado como tem uma corporação de Bombeiros Voluntários. Prestam o mesmo tipo de socorro, os mesmos serviços às populações e o equipamento é idêntico, mas quando se trata de reconhecer o trabalho dos profissionais, não há compensação por parte do Estado. Esta não é uma situação de agora, mas apelo a que seja encarada de uma vez por todas e que seja resolvida.” O Secretário de Estado, Vasco Franco garantiu que “está a ser feito um esforço para alterar essa situação.”

Após a cerimónia, a turma do Curso EFA de Bombeiros de Coruche realizou algumas simulações em teatro de operações



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:34
link do post | comentar | favorito

Actividade Operacional da GNR

No Distrito de Santarém, zona de acção do Comando Territorial de Santarém, este Comando registou, entre outros, os seguintes dados na actividade operacional, desenvolvida durante o período de 20 a 26 de Setembro de 2010.

 Detenções:

39 Indivíduos detidos pelos seguintes motivos:

Quinze detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

Onze detidos em cumprimento de mandados judiciais;

Oito detidos por condução de veículo automóvel sem habilitação legal;

Um detido por desobediência;

Um detido por tráfico de droga;

Um detido por crime de dano;

Um detido por crime de caça ilegal.

 Abrantes:

Quatro detidos em cumprimento de mandados judiciais;

Dois detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal.

 Coruche:

Dois detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

Dois detidos por condução de veículo automóvel sem habilitação legal;

Um detido por crime de dano.

 Benavente:

Dois detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool.

 Salvaterra de Magos:

Dois detidos em cumprimento de mandados judiciais;

Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

Um detido por condução de veículo automóvel sem habilitação legal;

Um detido por tráfico de droga.

 

 

 Santarém:

Um detido por crime de caça ilegal.

 Almeirim:

Dois detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool.

 Rio Maior:

Quatro detidos por condução de veículo automóvel sem habilitação legal;

Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

Um detido por desobediência.

 Ourém:

Um detido por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool.

 Torres Novas:

Quatro detidos por condução de veículo automóvel sob o efeito do álcool;

Dois detidos em cumprimento de mandados judiciais.

ü Alcanena:

Três detidos em cumprimento de mandados judiciais.

Em 26 de Setembro de 2010, pelas 22H20 horas, Militares do Posto Territorial da GNR de Marinhais, procederam à detenção de um indivíduo de nacionalidade portuguesa de 19 anos de idade, residente no Concelho de Almeirim, por posse de 509 doses de haxixe, posse de arma ilegal, por condução ilegal de veículo automóvel e  condução do mesmo sob o efeito do álcool. Foram-lhe apreendidos 315,42 euros em dinheiro.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Benavente.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:29
link do post | comentar | favorito

BENAVENTE - “A União Faz a Força das Associações”

 

Seminário “Associativismo que Futuro?” destaca preocupações dos dirigentes 

Um sistema fiscal que trata as associações como empresas é uma das principais preocupações dos dirigentes associativos bem vincada no seminário que no sábado, 25 de Setembro, reuniu mais de seis dezenas de dirigentes associativos em Benavente.

O presidente da Confederação das Colectividades de Cultura e Desporto, Augusto Flor anunciou que está para breve o lançamento do pagamento por conta junto das associações, mas o líder da confederação que congrega associações de todo o país pediu aos dirigentes associativos que deêm força à confederação para lutar contra mais uma imposição sem sentido. Na prática, o Ministério das Finanças pretende que tal como as empresas, as associações sem fins lucrativos paguem antecipadamente um valor que será corrigido no ano seguinte após a análise da declaração de rendimentos da associação. Esta medida vai obrigar todas as associações a terem escrita organizada e a adiantarem verbas que muitas vezes não têm, o que representa mais uma despesa e novas preocupações para os dirigentes associativos.

Outra preocupaçao bem vincada no seminário foi o facto dos dirigentes associativos responderem solidariamente, com o seu próprio património, perante todas as eventuais irregularidades e dívidas da associação. “Corremos o risco de prejudicar as nossas famílias, hipotecando o património dos nossos filhos para responder a situações da associação que servivos em regime de voluntariado”, explicou o vice-presidente da Câmara Municipal de Benavente, Carlos Coutinho que criticou a postura de “perseguição” evidenciada pelas Finanças junto de algumas associações do concelho.

Apesar das dificuldades vividas no meio associativo ainda há muitos dirigentes que dão tudo para dignificarem as associações que servem. Ludgero Mendes, organizador do Festival Internacional de Folcore de Santarém contou que este ano sacrificou três semanas de férias para garantir a organização de um dos maiores eventos do folclore nacional. “Não me arrependo, o associativismo dá-me muitas alegrais, muitas compensações. As monetárias não me preocupam, vivo do rendimento da minha profissão. O associativismo é um passatempo”, referiu o dirigente com mais de 30 anos de dedicação a diversas associações.

A Mestre Lucinda Martins falou do papel das mulheres no meio associativo e trouxe ao debate várias experiências que provam que a discriminação de género existe. “Ainda ouvimos dizer que devíamos era estar a cuidar dos filhos e que somos uma associação de saias”, referiu a vice-presidente da ARCAS, associação organizadora de “grandes eventos” em Samora Correia, e que tem uma clara maioria de mulheres a dirigir os seus destinos.

Neste seminário, que contou com a presença do deputado António Filipe (PCP)-o único que respondeu ao convite- ficou bem evidente que “a união faz a força” e foram feitos vários apelos para a criação de confederações municipais e distritais onde as associações se possam unir para ganhar força e poder de reivindicação junto do Governo e da Assembleia da República.

Em aberto ficou a possibilidade de se organizarem novos seminários e acções de formação que permitam abordar com maior profundidade as questões da Fiscalidade, Legislação, Formação e Candidaturas para apoios à dinamização do tecido associativo. 

O presidente da Assembleia Municipal de Benavente, Carlos Pernes garantiu que a comissão organizadora já tem na forja outros projectos e considerou que o debate abriu novos caminhos para o futuro do movimento associativo na região.  
 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:28
link do post | comentar | favorito

ALMEMIRIM - Os números falam por si


publicado por Noticias do Ribatejo às 13:24
link do post | comentar | favorito

ALPIARÇA - REGIÃO DE TURISMO DO RIBATEJO

 

Rosa do Céu, então presidente da Câmara Municipal de Alpiarça e Veiga Maltez, presidente da autarquia da Golegã eram acérrimos críticos quanto à inoperância da Região de Turismo do Ribatejo (RTR) coordenada por Carlos Abreu e Armindo Pinhão cujos responsáveis pouco ou nada faziam pela divulgação do Ribatejo, excepto o Festival de Gastronomia e algumas deslocações ao estrangeiro representando oficialmente o órgão de que faziam parte e pouco mais.

Na altura havia a possibilidade de Rosa do Céu vir assumir a responsabilidade da RTR pelo interesse que demonstrava em divulgar o Ribatejo  contando para o efeito com o apoio, ou a aprovação, de Veiga Maltez e outros autarcas socialistas.

 Por ironia do destino a RTR acabou e em seu lugar surgiu a Entidade de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo (ETLVT) cujo presidente é Rosa do Céu e entidade substituiu para todos os efeitos a RTR.

No espaço intermédio apareceu a conhecida Rota do Vinho e do Touro, cujas placas publicitárias se encontram a cada “esquina” de entroncamentos, cruzamentos e entradas das localidades.

O interesse de divulgar esta “Rota” para se sobrepor à RTR era tão grande que o

então Governador Civil de Santarém. Paulo Fonseca afirmava no jornal regional (jornal ABARCA-2006): «A Rota do Vinho foi criada há alguns anos e pretende fazer a interligação entre as empresas, os produtores de vinho, os restaurantes, que foi criada no distrito de Santarém à semelhança de outras regiões. O Ribatejo, tal como o Douro, o Alentejo ou qualquer outra região do país, tem vinhos de marcas boas e menos boas e têm que ter um lugar no mercado. Um lugar no consciente ou subconsciente do consumidor que quando se senta à mesa de um restaurante, em geral, nunca pede um vinho do Ribatejo. Mas temos que defender o nosso lugar em termos de promoção, divulgação e consumo de alguns dos nossos vinhos. O grupo de trabalho, criado a partir do Governo Civil, tem o objectivo de reflectir sobre a dificuldade de penetrar no mercado e, sobretudo, no subconsciente do consumidor, para garantir um reforço na quota de mercado que actualmente existe»

A ideia não era das piores. Mas uma coisa é certa: A RTR acabou para ser substituída pela ETLVT e a “Rota do Vinho e do Touro” continua a ser desconhecida do «subconsciente do consumidor» para existir apenas as placas que se podem ver nas estradas anunciando algo para continuarmos por saber: o que é, o que faz e onde está e qual a divulgação que têm feito, quer em termos internos como internacionalmente.

Talvez se tenha “esfumado” mesmo que Veiga Maltez tenha criado uma pequena rota, que intitulou de «”rota do cavalo, do touro e do vinho” que se deveria estender-se aos concelhos limítrofes.» A iniciativa não parece ter tido grande adesão.

Se a RTR pouco ou nada divulgava os produtos da região a Rota do Vinho pouco mais faz como a Entidade de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo que apenas tem vindo a apoiar eventos para poucos eventos levar a efeito, porquanto até é difícil encontrar uma pequenas brochura publicitária sobre a ementa regional como dos locais a visitar

Afinal a inoperância que existia na RTR continua na “Rota do Vinho e do Touro” porque pouca ou nenhuma divulgação tem.

A.C.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:18
link do post | comentar | favorito

OURÉM - Artur de Oliveira Santos e a implantação da República

Qualquer artigo que se escreva sobre os 100 anos da implantação da República, visando o concelho, pecará por defeito. É impossível condensar uma história que, ao contrário do que muitos possam imaginar, é riquíssima em pormenores, situações caricatas e actores políticos. Em 1907 fundava-se, na então Vila Nova de Ourém o Centro Repu­blicano. Concorrendo às eleições durante os últimos anos da Monarquia, obteria em 1908, 32 votos e em 1910, 60. Em 25 de Março de 1910 realizou-se um comício em Vila Nova de Ourém em que falaram José Relvas (que proclamaria a instauração da República em Lisboa e seria primeiro-ministro em 1919), João Chagas (primeiro-ministro em 1911) e An­selmo Xavier (Presidente da Câmara Municipal de Benavente). Presidiu Manuel António das Ne­ves (nascido em Alburitel, foi um activo republicano, quer em Ourém quer na cidade onde se fixou, Santarém. Entre outros cargos foi vice-presidente da Câmara Municipal e senador do Congresso da República). Os republicanos do concelho, apesar de pouco numerosos, destacavam-se pelas suas iniciativas, criando uma escola mista gratuita, orientada pela professora Alice da Conceição Mendes e uma Liga Republicana, que organizou um Partido Mé­dico Particular, a cargo do Dr. Raul Ribeiro Abranches. João Chagas no jornal nacional O Mundo, de 28 de Março de 1908, escrevia: «Ao terminar este artigo, eu prati­caria uma grave injustiça se não en­viasse das colunas deste jornal uma calorosa saudação aos republicanos de Ourém, porque - meus amigos:- a República entrou em toda a parte mesmo em Ourém. Mas ser republicano em Ourém, não é ser republicano em toda a parte, em Tomar, por exemplo, onde a Re­pública se proclamou ontem; ser re­publicano ali, é ser a Fé abrazadora na sua pura expressão apostólica, a Fé abrazadora que combate sempre e que não renuncia a vencer nem mes­mo o Dragão. A esses republicanos, a esses verdadeiros apóstolos da Democracia, o meu salvé!» Não cabe aqui (por manifesta falta de espaço) descrever o afã revolucionário de Artur de Oliveira Santos que no dia 2 de Outubro de 1910, de manhã, partia para Lisboa, onde se encontrou com o líder republicano, António José de Al­meida (futuro Presidente da República de 1918 a 1925). Na posse da senha do movimento republicano - «Mandou-me procurar? Passe, cidadão» - foi uma testemunha ocular da revolução do 5 de Outubro, no que descreveria como “um dos momentos mais felizes da vi­da”, confessando que “durante trinta e duas horas não dormi e pouco comi”. Também significativo é o telegrama enviado para Ourém no dia 3, à tarde, dirigido a Álvaro Mendes, dando conta, em código, do inicio da revolução - «o tio entra amanhã no Hospital». Artur de Oliveira Santos só regressará ao concelho no dia 7 de madru­gada, de comboio. Sem descansar e acompanhado por Ál­varo Mendes e demais apaniguados, foi içar a bandeira republicana no castelo da velha Ourém. Concretizava-se assim o seu sonho político, a vitória do ideal republicano.

 José Poças

«http://www.noticiasdefatima.pt»



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:54
link do post | comentar | favorito

OURÉM-Comerciantes de Fátima lançam petição

Os comerciantes de Fátima entregaram uma petição na Câmara Municipal de Ourém e na Junta de Freguesia de Fátima, a solicitar que se encontre uma solução conjunta de forma a permitir a exposição de alguns artigos na via pública. “Todos sabemos que os artigos expostos fora do comércio ajudam a vender”, afirma José Silva, um dos promotores da iniciativa. O comerciante diz não entender porque é que “as individualidades tomaram esta iniciativa de quererem acabar com a exposição dos artigos fora dos estabelecimentos”. Esta prática, afirma, “já se vem arrastando há muitos anos”. Segundo refere, desde pequeno que sempre se lembra de serem colocados alguns artigos fora dos próprios comércios. E, acrescenta, “não se verifica só em Fátima, verifica-se nos outros centros turísticos do país, inclusivamente nos outros santuários do mundo”. José Silva admite que de há alguns anos para cá tem “havido alguns exageros”, por parte de alguns comerciantes. E esclarece que aquilo que pretendem agora é que seja permitida a exposição de algum artigo na via pública, mas de forma ordenada. “O que nós pretendíamos era que a câmara encontrasse uma solução que fosse benéfica para ambas as partes. Era essa a nossa ideia, que chegássemos a um consenso”, afirma. Considera ainda que esta questão, nomeadamente, os exageros, nunca “foi tratada com a eficácia que devia ter sido tratada pelas autoridades”. “Aquilo que nós, os comerciantes de Fátima que neste momento expõem algum artigo, queríamos é que houvesse um estudo por parte das entidades camarárias e conseguissem chegar a um acordo com os comerciantes de forma a podermos colocar qualquer coisa fora dos estabelecimentos e também a acabar com os tais exageros que nós também estamos cientes que têm existido”, afirma. E acrescenta: “ Nós estamos interessados nisso e vamos continuar a lutar até às últimas consequências, até que nos seja concebido esse tal espaço. As entidades sabem das dificuldades do comércio, temos que lutar pelos nossos interesses”. José Silva critica ainda a câmara por escolher os dias 12 de Maio e de Agosto “para vir actuar”. “É uma estupidez, têm doze meses no ano, para retirar os artigos e escolhem sempre o dia 12 de Maio e de Agosto. É nessas alturas que se preocupam mais com os artigos fora das lojas”, afirma, considerando: “Não é assim que se ajuda os comerciantes, com esta agressividade toda, ameaças de coimas, fiscalizações, GNR”.

«http://www.noticiasdefatima.pt»



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:53
link do post | comentar | favorito

Vinho de Alpiarça conquista Medalha de Prata
No âmbito da AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho, estiveram em Itália no Concurso Enológico Internacional “La Selezione del Sindaco”, vinhos Portugueses que concorreram com mais de 1400 vinhos de vários países, tendo Portugal sido o país mais medalhado, para além do país anfitrião, a Itália. O vinho da Quinta da Lagoalva de Cima – Alpiarça conquistou uma medalha de prata, assim como o Município de Alpiarça o diploma da medalha de prata, pelo facto de a Quinta da Lagoalva de Cima se situar no concelho de Alpiarça e ter sido uma das escolhas do Presidente da Câmara a apresentar a concurso. Estes prémios foram entregues na Alpiagra, no dia 19 de Setembro, pelo enólogo da AMPV Sérgio Oliveira. O Presidente da Câmara Municipal de Alpiarça congratulou a Quinta da Lagoalva de Cima pela medalha agora conquistada, e mostrou a sua satisfação pelo prestígio que os vinhos de Alpiarça alcançam, bem como globalmente os vinhos portugueses, a nível Internacional.


publicado por Noticias do Ribatejo às 10:44
link do post | comentar | favorito

Domingo, 26 de Setembro de 2010
CONSTÂNCIA- À atenção da REFER: para quando a reparação e abertura da Ponte de Constância
As estações de caminho de ferro desactivadas nas localidades ribeirinhas vão ser aproveitadas para a criação de centros de interpretação, no âmbito do Polis Tejo, disse este sábado, em Vila Nova da Barquinha, o coordenador do programa. Em declarações à agência Lusa, José Pinto Leite afirmou que o programa Polis do Tejo “vai dar uma vida nova” a toda a região ribeirinha do Vale do Tejo, tendo destacado a sua proximidade com Lisboa, “a maior região turística” do país. “Este tema foi colocado na agenda política e foram alocados meios financeiros importantes para o litoral e para os rios, no sentido de trabalhar melhor todos os recursos hídricos, e apontando como projectos estruturantes e prioritários todos aqueles que estejam ligados ao ambiente e à segurança”, disse. Pinto Leite falava à margem da Festa da Água do Tejo, que juntou em Vila Nova da Barquinha a comunidade científica e as populações ribeirinhas para uma reflexão conjunta sobre a defesa, protecção e valorização da zona. O programa Polis iniciará um programa piloto no Tejo de “implantação de projectos estruturantes de protecção, como diques, margens e açudes, estruturas físicas indispensáveis à segurança” no rio, explicou Pinto Leite. “A partir daí, em conjunto com as autarquias, é fácil fazer outros projectos associados que melhorem o desempenho dessas próprias estruturas, como sejam ciclovias, percursos pedestres, pontes pedonais, circuitos pelos caminhos-de-ferro ou ainda percursos das redes avieiras, ou gastronómicos”, disse. Pinto Leite acrescentou que “a REFER disponibilizou-se para ceder património ao programa Polis do Tejo, nomeadamente as estações desactivadas nas localidades ribeirinhas para eventual requalificação em centros de interpretação” das realidades locais. “Com a criação destes percursos e consequente aumento de atractividade, todo o Vale do Tejo pode ganhar um vida nova, captando, nem que seja, pequenas percentagens dos milhões de visitantes que afluem todos os anos à região de Turismo de Lisboa”, observou. Promovida pelo movimento proTejo, autarquia e Rede de Cidadania por Uma Nova Cultura da Água do Tejo/Tajo, a festa visou “juntar a comunidade científica e as populações ribeirinhas para uma reflexão conjunta” sobre a necessidade de protecção da água do Tejo, em debates, concursos de fotografia, ateliês de pintura, poesia à beira rio e espectáculos musicais. «Musp Santarém»


publicado por Noticias do Ribatejo às 19:19
link do post | comentar | favorito

Cristelos e Alvarenga são das primeiras freguesias aderir à Iniciativa “A Minha Rua”
As freguesias de Cristelos, em Lousada, e Alvarenga, no concelho de Arouca, são as primeiras freguesias a aderir à iniciativa “A Minha Rua”.Um projecto que vai proporcionar aos cidadãos comunicar as diferentes situações relativas a espaços públicos, assim como sugerir melhorias relacionadas com a Administração Local. Para já, fazem parte da iniciativa estas duas fregueias e 37 Câmaras Municipais. No entanto, espera-se que este número continue a crescer. Para aceder a este serviço, os cidadãos apenas têm que entrar no Portal do Cidadão, utilizar “A Minha Rua” e a partir daí assinalar directamente no mapa, as ocorrências que pretendem ver resolvidas. Depois serão informados através de e-mail assim que o problema ficar resolvido. Desde o dia 27 de Maio, para além dos campos “Município” e “Distrito”, também passou a ser obrigatório o preenchimento do campo “Freguesia”, que podem assim participar na iniciativa. Assim a localização das ocorrências passa a estar mais detalhada. As Juntas de Freguesia de Cristelos e Alvarenga juntam-se, então, às Câmaras Municipais de Abrantes, Alcanena, Alenquer, Ansião, Arganil, Batalha, Braga, Lousada, Mondim de Basto, Ovar, Trofa, Vizela, entre outras «Jornal da Lousada»


publicado por Noticias do Ribatejo às 14:54
link do post | comentar | favorito

MARCOS PERESTRELLO, RUI PAULO DE FIGUEIREDO E MIGUEL COELHO – UMA CORRIDA AOS FIGOS DE MARVILA
Por: Anabela Melão

Tudo, a despropósito, quase a imitar Vitorino Nemésio, lembrei-me de que as palavras são como as cerejas. Mas, ontem, pelas 16 h, as palavras foram como figos. Figos de Marvila.
Marcos Perestrello, Rui Paulo de Figueiredo e Miguel Coelho estiveram por lá. Por causa dos figos, estou convencida! Mas como nada é de graça, o povo marvilense impôs uma condição: primeiro, que o Marcos botasse a palavra e se sujeitasse a um inquisitório. Ele - porque adora figos, provavelmente - acedeu.
Conhecemos as ideias do Marcos para a FAUL. Ou seja, para uma Lisboa melhor. Calcorreia meio mundo - fazendo o que nenhum outro candidato o faz. E vai contra marés porque tem a seu lado os melhores marinheiros e até - espero, porque dá maior graça à coisa - alguns piratas! E lá explicou convictamente, o seu projecto. Muito bem, tanto que lhe reservaram imediatamente um pires dos melhores figos. Meio mundo questionou, falou, demandou, inquiriu. E ele "safou-se" muito bem. Intrépido, sereno e com a tranquilidade de quem sabe do que fala, bateu ponto a ponto (figo a figo).
Como sempre, não achei que teria nada de proveito para dizer, até porque também me estavam a apetecer aqueles figos, e fazer mais interpelações era retardar o prazer gustativo.
Mas, este sangue ribatejano é tramado, não resisti à provocação. Não sou amiga do Marcos, como não o sou do Rui ou do Miguel! Não falo de amizades, cumplicidades e de afectos. Falo de PROJECTOS.
Apesar de ser uma mulher de letras, com tiques de auditora, fiz duas colunas de deve e haver. PORQUE NÃO VOTAR EM MARCOS PERESTRELLO? O gajo não faz promessas! E todos esperamos que os politicos prometam alguma coisa - nem que seja uma torradeira ou um frigorifico! PORQUE VOTAR EM MP? Porque o tipo anda a cumprir, linha a linha, tudo o que se propõe fazer! O que o torna um político estranho. E eu gosto de gente "estranha"! PORQUE NÃO VOTAR EM MP? Porque o homem não quer a continuidade. E é sempre tão bom "continuar". Sobretudo continuar a não fazer nada! Ócio criativo, nem sequer, que já obriga a criar! PORQUE VOTAR EM MP? Porque este homem protagoniza o progresso! E só conheço um caminho: o de andar para frente, até porque de marcha à ré já estou farta! PORQUE NÃO VOTAR EM MP? Porque este tipo não protege os interesses instalados. E se os "interesses" já interessam só pelo mero facto de o serem, os "instalados" são ainda muito melhores, porque já lá estão. E porque devem ter dado uma trabalheira a instalar e deitar tanto trabalho fora é um desperdício! PORQUE VOTAR EM MP? Porque o tipo tem a capacidade de criar convergências de interesses, não privados, mas públicos! E isto é obra! E é o que interessa! PORQUE NÃO VOTAR EM MP? Porque o tipo não é consensual. Anda tudo numa briga pegada no qual o único não participante é o próprio! E deveriamos gostar de quem toda a gente gosta, até porque dá muito menos trabalho! PORQUE VOTAR EM MP? Porque promove a união, ou seja, o consenso. E num país de crise e num partido em turbilhão, precisa-se de um unificador assim! PORQUE NÃO VOTAR EM MP? Porque ele não representa o fim, e deve dar-se emprego certo a quem já é mais velho, até porque é mais dificil arranjar emprego nessa idade! PORQUE VOTAR EM MP? Porque ele é o início! De uma nova era! Do futuro! PORQUE VOTAR NOUTRO? Porque já se sabe quem é e o que é! Sabe-se com o que se conta! E que grande vantagem isso é! PORQUE VOTO EM MP? Porque gosto de gente nova. De gente por se revelar! E gosto dos indícios de carácter que vejo!
O que está em causa, para Marvila, para Lisboa, e para Portugal, é que o Governo foi colocado contra a parede - numa espécie de chantagem emocional a lembrar os cônjuges desesperados. Do género: ou me dás o que quero, ou......., e aquelas estúpidas discussões em que tudo conta menos os filhos. E os filhos aqui somos nós!
E que tem a ver a vitória do Marcos na FAUL, que, supostamente, se circunscreve aos interesses de Lisboa, com a hipótese de o noivo desconcertado do PDS insistir numa convenção antenupcial em que o PS assinaria a sua sentença de morte? É que se a chantagem emocional continuar e chegar às consequências últimas, o PSD exporá o País à descredibilização internacional e o custo do dinheiro já aumentou e aumentará ainda mais.
E o que tem Marvila e Lisboa e Portugal em comum? É que urge investir numa nova geração de políticos que ponha o interesse público acima dos jogos partidários e das intrigas palacianas.
Todos sofreremos com o colapso e aí o que está em causa é mesmo A LIBERDADE, porque, como cantava Sérgio Godinho: só há liberdade a sério quando houver....paz, pão, saúde, habitação. Quando pertencer ao povo escolher e decidir. Pois o povo marvilense quer isto. UM PROJECTO CUJO AUTOR É MARCOS PERESTRELLO!
E venham de lá, por fim, os figos de Marvila! Que delícia!


publicado por Noticias do Ribatejo às 11:35
link do post | comentar | favorito

Sábado, 25 de Setembro de 2010
VILA NOVA DA BARQUINHA - Tejo: Programa Polis requalifica estações ferroviárias desativadas em centros de interpretação
As estações de caminho de ferro desativadas nas localidades ribeirinhas vão ser aproveitadas para a criação de centros de interpretação, no âmbito do Polis Tejo, disse hoje, em Vila Nova da Barquinha, o coordenador do programa. Em declarações à agência Lusa, José Pinto Leite afirmou que o programa Polis do Tejo "vai dar uma vida nova" a toda a região ribeirinha do Vale do Tejo, tendo destacado a sua proximidade com Lisboa, "a maior região turística" do país. "Este tema foi colocado na agenda política e foram alocados meios financeiros importantes para o litoral e para os rios, no sentido de trabalhar melhor todos os recursos hídricos, e apontando como projetos estruturantes e prioritários todos aqueles que estejam ligados ao ambiente e à segurança", disse. «lUSA»


publicado por Noticias do Ribatejo às 20:38
link do post | comentar | favorito

SANTAREM - PS corre o risco de se tornar uma monarquia

O presidente da Câmara de Torres Novas diz que o PS a nível distrital “corre o risco de se tornar uma monarquia”. António Rodrigues critica assim o facto de não aparecerem pessoas disponíveis para disputarem a liderança da distrital. Rodrigues chegou a mostrar-se disponível para ir a votos, mas acabou por não avançar com a candidatura porque considera que neste momento a vida pessoal e de autarca não lhe deixa tempo para outros cargos.

Saiba mais em: http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=54&id=40796&idSeccao=423&Action=noticia



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:14
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13


22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Palavras

Ludmilla na primeira edi...

INAUGURAÇÃO DE PARQUE INF...

“Retiro do Torricado” em ...

Candidate-se ao Prémio de...

Festival Street Food e So...

Reabilitação do espaço ex...

Associação Cultural e Rec...

Marinhais – Detido por po...

Linhas de crédito para fi...

Município do Entroncament...

Ofertas de Emprego

WORKSHOP DE NUTRIÇÃO

ARTES & SONS - 20 E 21 DE...

Rancho da Casa do Povo de...

Câmara Municipal do Entro...

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

Tertúlia Festa Brava orga...

Exposição de Rui Algarvio...

REI E RAINHA DAS VINDIMAS...

In. Santarém 2019 | PROGR...

Chamusca no coração do de...

Documentário “Embarquemen...

Santarém recebe “Summer F...

CCDRA apresentou SI à Ino...

Histórias para contar” ex...

Torres Novas – Detido em ...

Casa cheia na Startup Our...

CARTAXO: OBRAS DE REQUALI...

TOIROS: LEIAM E PERCEBAM ...

arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds