NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 4 de Junho de 2012
CARTAXO: MAFALDA ARNAUTH NA COMEMORAÇÃO DO 7.º ANIVERSÁRIO DO CENTRO CULTURAL DO CARTAXO

destaque.jpg

Espetáculo comemorativo realiza-se no dia 9 de junho e conta com uma das mais belas vozes portuguesas do fado


 

O Centro Cultural do Cartaxo (CCC) está a completar mais um ano de atividade, afirmando-se ano após ano como espaço polivalente de descoberta e divulgação das mais diferentes áreas artísticas. 

 

Para o espetáculo comemorativo do 7.º aniversário, com lugar no dia 9 de junho, às 22h00, o CCC convidou uma das grandes vozes nacionais do fado – Mafalda Arnauth, que vem ao Cartaxo apresentar o seu disco “Fadas”, lançado em 2010 e que se traduz numa homenagem aos mais belos clássicos do fado.

 

Mafalda Arnauth nasceu a 4 de outubro de 1974, em Lisboa. A sua paixão pela música fez-se sentir desde pequena, mas não aspirava ser artista. Contudo, o mundo do espetáculo acaba por conquistá-la ainda na faculdade, no 5.º ano de Veterinária.

 

Transportada para o mundo dos palcos, dos ensaios e das casas de fado, onde se deixa crescer artisticamente com as palmas, a apreciação do público e a auto-descoberta através do canto, Mafalda Arnauth cativou primeiro pela espontaneidade e pelas memórias despertas com as suas reinterpretações de sucessos antigos.

 

Logo depois, fez crescer a chama e passou a emprestar ao fado a sua própria natureza, personalidade e composições originais, revelando-se de uma forma mais caracterizada e verdadeira.

 

Mafalda Arnauth tem tido uma presença regular em vários teatros e festivais do país e do mundo. O seu percurso inclui seis álbuns e diversas participações em projetos estrangeiros e portugueses.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:34
link do post | comentar | favorito

ALMEIRIM: II Encontro de Triatlo adaptado promovido pelo Cria





publicado por Noticias do Ribatejo às 12:31
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: "A culpa é do mordomo!?"

"A culpa é do mordomo!?"


Por: Anabela Melão
Duas coisinhas que me suscitam algumas considerações. Uma diria que me "inquieta" e outra diria que me "aquieta"!
As afirmações do arcebispo de Granada que veio afirmar, em plena missa dominical, que o estupro é válido em mulheres que já fizeram aborto, com a argumentação de que “matar uma criança dá ao homem a licença absoluta, sem limites, de abusar do corpo desta mulher, porque ela trouxe a tragédia para a própria vida“. A criatura não tem a noção de coisa nenhuma e nem vale a pena explicar a atrocidade das suas afirmações, para além de me escusar a adivinhar o que estas podem desencadear em gente de índole criminosa! Como se posicionaria a igreja relativamente a estes estupros? Têm a sua benção!?
E as afirmações de Bento XVI, referindo-se ao assunto polémico dos divorciados que voltam a casar, e que, na visão atual da igreja (embora se conheçam casos de padres que "fecham os olhos", caso daqueles com quem tenho o privilégio de poder contar), por terem quebrado a promessa inviolável contraída no sacramento do matrimónio, estão proibidos de participar na comunhão eucarística. Alguns movimentos cristãos exigem que os divorciados que voltam a casar sejam readmitidos na vida da igreja. O que, ao que parece para o Papa, ainda está fora de hipótese. Aos fiéis que "ficaram marcados pela experiência dolorosa do fracasso e da separação, o papa e a Igreja apoia a vossa dor", disse Bento XVI. E acrescentou: "Encorajo-vos manterem-se unidos à vossas comunidades, desejando que as dioceses tomem a iniciativa de vos acolher, com a proximidade adequada". O que me dá alguma esperança de que os padres mais progressistas consigam esta "aproximação". 
Coisas que nos inquietam e que nos aquietam. A primeira que nos leva à pergunta: justifica a fé (cega) a insanidade mental? A segunda que nos leva à pergunta: cabe a cada padre na sua diocese julgar em casa própria? 
Em assuntos destes não deviam os órgãos próprios da Igreja Apostólica Romana pronunciar-se de forma consentânea? Ou andam todos preocupados com assuntos mais importantes, como, por exemplo, ainda em demanda com aquela velha questão: "a culpa é do mordomo!?"


publicado por Noticias do Ribatejo às 11:32
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: Arrancam em Junho sessões de apresentação do projecto de consultoria e formação para empresários da NERSANT

 

 

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, vai levar a efeito, na sede da associação em Torres Novas e na área de abrangência dos seus núcleos, sessões de apresentação do seu projecto de consultoria e formação para empresários. Neste momento, mais de 140 empresários e gestores de empresas estão a participar neste projecto.

 

 

O projecto de Consultoria e Formação para Empresários e Gestores de Empresas que a NERSANT está a dinamizar por toda a região do Ribatejo, está a ter grande aceitação por parte das empresas, que têm demonstrado grande receptividade ao programa.

 

Com o objectivo de levar as mais-valias deste projecto ao maior número de empresários possível, a NERSANT agendou diversas sessões de apresentação projecto, que conta com já com a participação de mais de 140 empresários e gestores da região.

 

Em Torres Novas, a sessão de apresentação das vantagens do projecto de consultoria e formação vai decorrer no dia 18 de Junho, realizando-se dois dias depois, a 20 de Junho, nas instalações do Núcleo NERSANT de Abrantes. Dia 21 de Junho, a sessão realiza-se em Ourém, dia 25 em Benavente, dia 26 no Cartaxo e dia 28 de Junho, em Santarém.

 

O projecto de consultoria e formação para empresários e gestores de empresas da NERSANT – Move PME – está a ter grande adesão por parte das empresas da região, por esta ser uma iniciativa bastante vantajosa para a empresa. Os empresários participantes contam com o acompanhamento personalizado na empresa por parte de um consultor sénior, que tem como função ajudar e orientar na condução de cada negócio em particular. Ao mesmo tempo, possuem formação em sala sobre matérias bastante específicas ao mundo dos negócios, a custo zero.

 

De referir que a NERSANT concluiu recentemente duas acções deste projecto de consultoria, em Torres Novas e em Benavente, encontrando-se as empresas muito melhor preparadas ao nível do diagnóstico, definição e implementação de um plano estratégico de curto, médio e longo prazo.

 

Os interessados em estar presentes nestas acções de divulgação, ou em inscrever-se no projecto, devem contactar o Departamento de Formação e Qualificação da NERSANT através do e-mail dfq@nersant.pt.

 

O Move PME é direccionado exclusivamente para empresários, gestores e quadros e trabalhadores de PME’s, podendo ser frequentado nas áreas de “Gestão Estratégica” e “Qualidade, Ambiente e Segurança”, conforme os objectivos de cada empresa.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:44
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: Formação de Formadores com inscrições abertas na NERSANT

A NERSANT tem inscrições abertas para a acção de formação inicial pedagógica de formadores, que tem como objectivo habilitar os formandos de técnicas e métodos pedagógicos que lhes permita ministrar acções de formação de qualidade. Esta acção de formação vai realizar-se um pouco por todo o distrito, estando já agendado o início do curso em Torres Novas, no dia 18 de Junho e em Alferrarede – Abrantes, no dia 19 do mesmo mês. Dia 03 Setembro, a acção de formação vai arranca em Benavente, iniciando ainda nos dias 10, 20 e 24 do mesmo mês, nas localidades de Cartaxo, Ourém e Santarém, respectivamente. Em Outubro, a formação inicial pedagógica de formadores da NERSANT vai iniciar dia 08, em Tomar. De referir que os formandos que frequentarem este curso na NERSANT têm ainda uma vantagem acrescida, que passa pela integração, após a conclusão do mesmo, na Bolsa de Formadores da associação, local onde esta entidade recorre sempre que necessita contratar um formador. Para mais informações sobre estas acções de formação, os interessados devem consultar o site da NERSANT em www.nersant.pt, onde podem obter alguns esclarecimentos sobre o preço das acções e descontos, programa, horários, requisitos e documentação obrigatória para a inscrição. De referir que as inscrições são realizadas presencialmente na sede da NERSANT em Torres Novas, para os cursos desta região, e nos diferentes núcleos da associação, de acordo com o local de realização dos mesmos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:42
link do post | comentar | favorito

ALMEIRIM: Conversa/debate - hoje, 4 de junho pelas 21.30h no Salão Nobre da CM Almeirim

Eficiência Energética e Sistemas Eletrónicos “Verdes”

Iniciativa integrada nas Comemorações do Dia Mundial do Ambiente

Segunda-feira, 4 de junho de 2012, às 21:30h., no Salão Nobre da CM de Almeirim



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:39
link do post | comentar | favorito

Domingo, 3 de Junho de 2012
SANTARÉM: Serviço Nacional de Saúde (SNS). Um bem inalienável

Por: Antonieta Dias *

 

SNS. “A propósito do Comunicado da Federação Nacional dos Médicos. O Governo prepara-se para desencadear a integral destruição do SNS: Estamos perante o mais violento ataque com vista à integral destruição do SNS, e direito constitucional à saúde que alguma vez um governo ousou desencadear.

A forma agora encontrada por este Governo foi a de publicar no DR de 14.05.2012, II Série, um chamado procedimento de concurso público com o n.º1921/2012 para colocar em autêntico leilão a contratação de médicos para as instituições do SNS, por via de empresas privadas prestadoras de serviços.”

É do conhecimento comum, que o Serviço Nacional de Saúde está assumido como um direito fundamental, constitucional, que até ao momento se mantém em vigor, sendo que se torna, absolutamente imprescindível, preservar este modelo, de proteção dos portugueses no acesso aos cuidados de saúde.

A qualidade do serviço médico, deve ser uma prioridade, de quem está interessado em economizar na saúde.

É indiscutível que a precaridade económica, a que a maioria dos portugueses se encontra vinculado, não é compatível com uma incapacidade funcional na prestação pública do acesso à prevenção e ao tratamento da doença, cuja responsabilidade é até à data uma obrigatoriedade e uma competência do Estado.

Se o Estado tentar, desobrigar-se desta responsabilidade, é um Estado que não está a respeitar a Constituição Portuguesa.

É muito fácil destruir um modelo de organização assistencial idealizado, que levou décadas a ser aperfeiçoado.

Se assim procedermos, estaremos a contribuir para o desastre institucional de um investimento qualitativo na saúde que atingiu o patamar de um serviço de excelência, à custa de profissionais integrados no SNS, que executam o seu trabalho de acordo com a legis artes.

Assim, se não tivermos a preocupação de contratar profissionais competentes, e de equiparmos os serviços com tecnologia moderna, não conseguiremos de forma nenhuma rentabilizar os serviços de saúde.

Uma faixa muito elevada de utentes e de doentes, com salários, muito próximos dos seiscentos euros, não tem qualquer possibilidade de ser tratada, dignamente, se lhe for coartado o acesso ao SNS e como tal, não irá resistir à adversidade das soluções que se estão a implementar.

A  saúde e a doença têm de ser entendidas como uma marca de qualidade e de prestígio de um País que se intitula de europeísta, ficando impedido de socorrer-se de medidas inadequadas, que poderão tornar-se em eventos avulso, puramente economicistas, e como tal, incorrer num grave  erro e ilusão política.

Se optarmos por um modelo organizacional deste género, acabaremos por duplicar, triplicar ou quadriplicar atos médicos que poderiam ser únicos, e se  irão transformar em  procuras sistemáticas por parte dos doentes, na tentativa falhada,  da resolução dos seus problemas de saúde que jamais serão  solucionados.

Esta situação dramática irá ocorrer, nos grupos populacionais, mais fragilizados, e sobretudo nos mais carenciados, se o Estado não estiver atento, a todos os detalhes, que visem implementar medidas, que não invistam numa política de saúde humanizada e tecnicamente científica, que é uma exigência do seculo em que vivemos.

A prestação de um serviço diferenciado, é uma obrigatoriedade dirigida para evitar o sofrimento dos doentes e para os tratar adequadamente.

Se isto não for cumprido pode conduzir a uma catástrofe social, devido à inoperância e à ignorância na implementação de modelos de investimento organizacional na saúde, teoricamente aceitáveis como recuperadores económicos a curto prazo, mas que ao fim de pouco tempo passarão a desencadear uma cascata de situações incontroláveis, que concerteza irão resultar na ineficácia de um projeto revolucionário de medidas verdadeiramente inconsistentes.

Os portugueses, têm direito a viver com dignidade e exigem critérios padronizados de assistência na saúde que não coloquem em risco a sua segurança e a sua vida.

Um governo que não se preocupa com estas questões e que não invista, na prevenção da doença é obviamente, um obstáculo às determinações emanadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Sendo que, o facto de pertencer à comunidade europeia, implica não só o cumprimento das diretivas necessárias à recuperação económica do nosso País, mas também e necessariamente ao cumprimento das guidelines preconizadas na prestação rigorosa dos cuidados assistenciais.

Se deixarmos de prevenir, de vacinar, de tratar, de providenciar cuidados antecipatórios destinados a evitar de forma precoce as complicações decorrentes do que é essencial no tratamento da doença, estaremos naturalmente a desviarmo-nos dos objetivos que nos fazem pertencer e integrar  uma comunidade de países desenvolvidos, levando a sérias repercussões  na manutenção  assistencial digna de um povo pobre, mas honrado, que ficará à deriva, abandonando,  morrendo isolado e não tratado.

Há urgência em mudar os padrões de intervenção na política da saúde, de forma a não penalizar os mais carenciados, que como pessoas humanas que são, merecem o nosso respeito e a nossa intervenção social, de forma a permitir e garantir a igualdade de acesso aos cuidados de saúde, designadamente a quem se encontra impossibilitado de pagar um seguro de saúde.

 

*doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

Sábado, 2 de Junho de 2012
O PS vai ser penalizado nas próximas eleições autárquicas



Pela suas políticas da "cunha", pelo compadrio com a direita reaccionária,pela responsabilidade e apoio ás políticas que colocaram o país entregue ao Capitalismo internacional,o aumento todos os dias a pobreza, a fome, a miséria, cortes na saúde que atingem os mais carenciados,na educação, no ataque desenfreado ás leis laborais contra os trabalhadores,na cultura, na desigualdade de ordenados e reformas, no não desenvolvimento da economia, a permissão da corrupção nos governos de Sócrates, que permitiu grandes fortunas em troca da miséria de muitos cidadãos, como também uma elevada taxa de desemprego, especialmente de jovens licenciados.

Obviamente que estas questões também iram ser pagas nas próximas eleições autárquicas, com o voto contra da nossa população aos que se alimentam e promoveram estas políticas desde o 25 de Abril de 1974.

 


 


 


 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:08
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: Parcerias Público-Privadas – Locupletamento em tempo de desgosto e de desespero!
Jules Renard disse “Não despertes o desgosto adormecido”. Em tempos de crise, segundo o nosso Primeiro, geram-se grandes oportunidades. Diria que se geram, também, grandes oportunistas.

A latere das contas públicas , que resvalam – lembre-se que a Unidade Técnica de Apoio Orçamental detetou uma “incorreção” nas contas que resulta na diminuição das receitas com os impostos indiretos de quase o dobro da indicada pelo Governo – mas sempre com reflexos diretos nestas, o Tribunal de Contas surge como principal protagonista da novela das Parcerias Público-Privadas, dizendo-se enganado. De entre os juízes conselheiros que se apoquentaram com a correção dos negócios sujeitos a visto, nos anos em que fui auditora no TC, só Carlos Moreno se insurgiu na matéria. Foi uma voz inoportuna. Como tinha sido “inoportuno” quando foi Inspetor-Geral de Finanças. Nem na IGF nem no TC lhe fizeram a vida fácil e foi sempre visto e tratado como um outsider o que fez com que, pessoalmente, tivesse acerca dele a melhor das impressões. O futuro confirmaria quem se preocupava com o quê, porquê e quanto! De nada vale virem os restantes armarem-se em virgens ofendidas quando nunca tiveram com ele nem voz nem postura solidária. Se há um herói, um paladino, no caso, é mesmo só Carlos Moreno. A sua formação pessoal e a sua preparação profissional assim o ditaram! Fosse ele o Presidente do TC que quanto incomodaria o status quo vigente e as madonas regaladas no conforto das suas chaises-longues! Podia ser um dia alguém como ele o Presidente? Muito teria este País de mudar! Muito teríamos nós de mudar! Mudarem os critérios de escolha e de nomeação, desde logo!

Sobre isto muito haveria a dizer, mas do pouco que importa, aqui e agora, dizer, saliento o seguinte. O Tribunal de Contas, de quando em vez, vem a lume, ora denunciar ora criticar esta ou aquela área da res publica, sem que nada nem ninguém lhe dê ouvidos. Desde o fenómeno da proliferação desmesurada das empresas públicas e municipais, em que não teve mão, até ao mais recente quadro censurado das SCUT. Um ano depois da introdução das primeiras portagens é possível concluir que a renegociação das PPP para o efeito só serviu interesses dos concessionários e dos bancos, revertendo o ónus, por inteiro, para o utilizador-pagador. "Que diabo se faz no Tribunal de Contas? – perguntou Carlos. – Joga-se? Cavaqueia-se?” e Taveira responde ” - Faz-se um bocado de tudo, para matar tempo… Até contas!” (‘Os Maias’, Eça de Queiroz, 1888, passagem do diálogo entre Taveira e Carlos Maia).

Quem nomeia o Presidente do Tribunal de Contas? Um “tribunal” independente? Sê-lo-á no texto da lei! Como o são outros organismos e serviços que dizem sê-lo mas cujos dirigentes máximos dependem do fator “confiança política” para a sua nomeação. E não se trata de um comentário visando este ou aquele presidente ou dirigente, trata-se de uma constatação genérica! Querendo pegar em quem manda em quem ou em quem influencia quem, que se chame os bois pelos nomes!

O “desespero é desperdiçar as oportunidades”, dizia Richard Bach, autor de “Fernão Capelo Gaivota”, talvez tenha chegado a hora de percebermos que o desespero atual pode mesmo ser uma enorme (e não desperdiçada) oportunidade. Começando por nos perguntarmos onde está A Falha? O que Falha? Quem elabora as leis que regem o funcionamento das instituições de supervisão e de controlo das contas públicas? Quem as elabora quer mesmo que o sistema vigente se altere?

O “desgosto adormecido” é aqui irmão do desespero, mas bem eu poderia ser o pai da oportunidade. Não do oportunismo. Mas da oportunidade. Tempo de irmos ao fundo da coisas, à raiz do mal, ao cerne do problema.

Porque não foram os famosos anexos/contratos adicionais sujeitos à fiscalização prévia do TC? Porque a lei permitia que não o fosses. A permissividade do Código dos Contratos Públicos, redigido pelos maiores escritórios de advogados que se abonam em proveito próprio como consultores e litigantes dos interesses dos concessionários que se alimentam das tais receitas, como vampiros que nos sugam o pouco sangue que nos resta em tempos de pobreza, a isso levou. Porque foi o Estado permissivo a legislar, confuso a disciplinar, dúbio a regular? Porque os interesses de poucos se insurgiram ante o interesse de todos. É que poucos arrecadam as fabulosas receitas provindas dos desastrosos contratos que políticos menos preparados e conscientes assinaram de cruz (ou talvez fosse até uma atitude ponderada mas não no interesse público) mas todos pagamos o elevado custo da fatura. E, a circunstâncias atuais, pagamos do que já não temos.

Foi já acordado o desgosto adormecido! O desespero instala-se! As aves de rapina alongam as suas asas oportunistas! E o que sobra somos este povo desanimado, desalentado e de braços caídos. Quando é o Tempo de acordar? Amanhã, estou convicta, “Não haverá mais tempo.” (Apocalipse X-VI).

Por:

Anabela Melão



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:05
link do post | comentar | favorito

Torres Novas: notícias de encerramento de serviços no Hospital dão vontade de rir a António Rodrigues

 

O Ministério da Saúde não comenta as notícias que dão conta do encerramento de serviços em 26 hospitais entre os quais Torres Novas mas, António Rodrigues, presidente da autarquia torrejana já o fez e disse à RR que são notícias negativas mas que ainda assim lhe dão vontade de rir.
No centro hospitalar do Médio Tejo (CHMT), o estudo pedido pelo Governo à ERS defende que basta apenas um serviço de pediatria, que deve ficar localizado no hospital de Abrantes, até porque tem maternidade. O Hospital de Torres Novas perde os internamentos de pediatria e de cirurgia geral, mas o presidente da Câmara torrejana, António Rodrigues, diz não perceber esta solução.

“Não consigo perceber como é que se investiu tanto dinheiro em Torres Novas para acolher a pediatria, está toda concentrada em Torres Novas e vai uma parte para Abrantes porquê? Porquê? O que é que há em Abrantes que não há em Torres Novas?”, questiona o autarca.

“Quando me dizem que o internamento vai de Torres Novas para Abrantes, então aí dá vontade de rir…quer dizer, não dá nenhuma vontade mas apetece rir, porque o Hospital de Torres Novas está pleno de internamentos de cirurgia interna”, refere.

 

 

http://radio.cidadetomar.pt/noticia.php?id=13213



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:52
link do post | comentar | favorito

TORRES NOVAS: Hospital poderá ver encerradas algumas das suas especialidades

 



Segundo o estudo levado a efeito pela Entidade Reguladora de Saúde (ERS) e  pedido pelo Governo poderão vir a ser   encerradas  as especialidades de medicina interna, cirurgia geral, pediatria ou infecciologia no Hospital Rainha Santa Isabel em Torres Novas. 


Saliente-se que do estudo realizado pela ERS  Hospital da Póvoa de Varzim será o mais afectado, deixando de internar doentes na área de cirurgia geral e de pediatria, podendo perder também os partos.


Já os hospitais de São João da Madeira, Ovar, Chaves, Mirandela, Águeda, Castelo Branco, Guarda e Barreiro, deixarão de assegurar duas especialidades, enquanto as restantes unidades hospitalares encerrarão apenas um serviço.


No entanto as propostas da ERS serão alvo de discussão pública, havendo o receio de protestos populares.


Protestos estes que são de esperar porquanto a população fica assim privada dos seus direitos e onde as Câmaras poderão ter algum papel determinante para inverter o pretendido com a colaboração da população.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:01
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 1 de Junho de 2012
CHAMUSCA: Dia Mundial do Ambiente - Carregueira, dia 5 de Junho, pelas 21h


publicado por Noticias do Ribatejo às 21:48
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: João Sardinha na 44.ª Conversa na Taberna

Conversas Taberna Joao Sardinha 027.jpg

Qualidade no copo, arte na adega

 

À mesa da típica taberna do Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo sentou-se no dia 30 de maio João Sardinha. Foi uma conversa à volta dos vinhos e da música – duas áreas que preenchem a sua vida.

 

Frutados, envelhecidos, aveludados, macios, encorpados, secos, equilibrados ou frescos. Há-os hoje para todos os gostos e adaptados ao tamanho de cada carteira, arrumados criteriosamente nas prateleiras de qualquer grande superfície comercial ou da mais refinada enoteca.

 

Mas dantes era diferente. O comércio desconhecia a segmentação de mercado, a tecnologia era rudimentar e consumia-se sobretudo o que se produzia localmente. Vendia-se a granel nas adegas e servia-se a copo ao balcão das tabernas. Chegava a casa na garrafa que se levava a encher na tasca mais próxima.

 

Quando o mundo da vitivinicultura entrou na vida de João Sardinha – um dos mais conceituados enólogos da região –, os vinhos davam os primeiros passos rumo a novos horizontes.

 

Natural da Lourinhã, João Sardinha, de 58 anos, veio viver para o Cartaxo – terra natal da mãe – com quatro anos e meio de idade. O pai, tesoureiro de profissão, veio exercer nessa altura funções para a Câmara Municipal da Capital do Vinho.

 

Frequentou a Escola do Centro, o Colégio Marcelino Mesquita e ingressou depois na Escola de Regentes Agrícolas de Santarém, influenciado pelo irmão mais velho, que também tinha seguido esse percurso.

 

Na sua passagem pela Escola de Regentes Agrícolas, deixou também marcas numa outra vertente totalmente distinta – a música. Estava-se na “época áurea do pop rock” e João Sardinha, que tocava viola, decidiu integrar o grupo Os Charruas.

 

“Ensaiávamos no lagar de azeite que o diretor da escola nos emprestava para os ensaios e depois íamos atuar nos bailes dos liceus e em muitos outros sítios. Também fomos dos que mais participaram, de forma gratuita, nas festas de angariação de fundos para o Jardim de Infância do Cartaxo”. Após uma interrupção em 1971, os membros da primeira e da segunda geração do grupo voltaram a juntar-se em 1993 e ainda hoje continuam a tocar.

 

Repartindo o tempo entre a música e os estudos, João Sardinha chegou ao final do curso e ainda pensou em ser veterinário, mas, mais uma vez, optou por seguir as pisadas do irmão e entrou para a Força Aérea, começando a cumprir o serviço militar em setembro de 1972 e terminando em 1976.

 

Em 1977 começou a trabalhar na área dos vinhos e, à semelhança do seu irmão, foi à descoberta da enologia. Esteve um ano na Adega Cooperativa da Chamusca e depois foi trabalhar com “uma das figuras mais importantes da região e até de Portugal – José Ribeiro”. A Casa Agrícola Francisco Ribeiro, em Vila Chã de Ourique, foi para si “uma verdadeira escola”, ao serviço da qual esteve nove anos.

 

“Nessa altura, poucas adegas tinham um enólogo a tempo inteiro, tinham um adegueiro, que cumpria as funções de um enólogo. Nesse aspeto, fui um privilegiado”.

 

Por outro lado, o conceito de enólogo foi igualmente evoluindo ao longo do tempo. “Nessa época, a função do enólogo era muito secreta. As pessoas tinham algum receio de perder as empresas para as quais trabalhavam. Tudo era secreto, não se dizia o que se colocava no vinho – e tratava-se de produtos autorizados, como por exemplo o ácido cítrico ou as enzimas. Hoje isso é completamente impensável”.

 

Também não havia um curso exclusivamente dedicado ao estudo da enologia. “Era-se enólogo porque se tinha afinidade com alguém que trabalhava na enologia, e desempenhava-se essa função de uma forma empírica, ou porque se era engenheiro agrónomo ou regente agrícola. De qualquer forma, os cursos das Escolas Agrícolas ou do Instituto de Agronomia eram muito abrangentes, tanto se podia ir para a área

da zootecnia, como para as culturas arvenses, a viticultura ou a enologia”.

 

Quando Portugal abriu as portas à Europa, os ventos foram de mudança para a área dos vinhos. “As pessoas começaram a descobrir outras coisas e a encontrar produtos diferentes. O perfil dos vinhos não era muito exigente, porque as pessoas tinham poucos conhecimentos do que era o vinho, havia poucos engarrafadores e era difícil encontrar revistas e livros especializados sobre vinho. A maioria do vinho era vendido a granel e não havia a preocupação de criar um determinado perfil que enchesse as medidas às pessoas. Elas eram confrontadas com aquilo que havia”.

 

E se existiam produtores a fazer “vinho a martelo” – substituindo as uvas por palha de trigo, por exemplo –, João Sardinha não conheceu nenhum. “O que a maioria dos produtores fazia há uns anos atrás era aumentar o grau do vinho, porque este, por tradição, tinha que ter 14 graus. Mas pôr açúcar, se não for em excesso nem para aumentar a quantidade em detrimento da qualidade, não é prejudicial”.  

 

De qualquer forma, havia algumas casas agrícolas da região que se distinguiam pela inovação e empreendedorismo. Por exemplo, “a Casa Francisco Ribeiro foi uma das pioneiras na produção de vinhos leves do país” e a primeira máquina de vindimar que veio para Portugal foi trazida pelo dono dessa mesma casa. 

 

O percurso de João Sardinha ficou ainda marcado pelos 25 anos em que trabalhou na Quinta do Casal Monteiro, em Almeirim, antiga Casa Agrícola Herdeiros de Dom Luís de Margaride. De todas as memórias que guarda desse quarto de século, recorda um vinho que foi uma referência no princípio dos anos 80.

 

“A Casa Dom Luís de Margaride foi, na zona do Ribatejo, aquela que mais se destacou, a seguir à Casa Francisco Ribeiro, porque apareceu na década de 80 com vinhos engarrafados com grande qualidade. Recordo por exemplo o Dom Hermano, em especial o branco, que era um vinho seco, frutado, quase floral, que teve um grande impacto”.

 

A partir dos anos 80, “as pessoas abriram-se ao mundo e o mundo abriu-se a nós”. “Deixou-se de tratar os vinhos empiricamente. Hoje já não há maus vinhos como antigamente. Há vinhos de que se gosta mais e vinhos de que se gosta menos”.

 

O mundo dos vinhos está em constante mudança. Ao longo do tempo, outros fatores foram transformando este setor considerado fortemente estratégico para a região e para o país. “Muitas quintas que eram geridas por pessoas de alguma idade não tiveram seguidores. Outras tiveram azar na época em que surgiram, porque lançaram-se com projetos que não se enquadraram bem no contexto sócio-económico da época”.

 

João Sardinha faz também parte da Câmara de Provadores da Comissão Vitivinícola da Região do Tejo, sendo presença habitual em muitas das provas que elegem os melhores vinhos da região e do país.

 

Saber avaliar e classificar um vinho é algo que se aprende, contudo há quem nasça com uma maior sensibilidade para os sabores e os aromas. “Há uns que têm os sentidos excecionalmente desenvolvidos. Há outros que têm de treinar muito, todos os dias. Eu sou daqueles que tem aprendido com a prática e aprendido com aqueles que sabem mais do que eu”.

 

O saber que adquiriu ao longo da vida transmite agora a outros em início de carreira, para que estes um dia se tornem igualmente enólogos de referência e possam, também eles, fazer parte desta rede dinâmica de troca de conhecimentos e experiências.

 

Eis a primeira regra: “a enologia não tem segredos. Está tudo nos livros. Basta estudá-los. Depois de os aprendermos, vamos ser artistas, cada um à sua maneira e com a sua sensibilidade. O objetivo é criar sempre um produto agradável, a pensar no gosto dos outros”.   



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:46
link do post | comentar | favorito

SALVATERRA DE MAGOS: Constrangimentos no abastecimento de água em Glória do Ribatejo


Comunica-se à população de Glória do Ribatejo que devido à necessidade de realizar uma intervenção nas redes do sistema de abastecimento de água, haverá constrangimentos, e eventuais cortes, no abastecimento de água no dia 04 de junho (segunda-feira), entre as 09h00 e a 13h00, nos seguintes locais:

 

 

Travessa da Fonte

Rua da Fonte Velha

Rua dos Rebelos

Travessa Margarida Rosa Cassola

Rua Santa Maria da Glória

 

Prevemos que a normalidade no abastecimento seja reposta cerca das 13h30.

 

A ÁGUAS DO RIBATEJO alerta que só deve consumir quando a água apresentar uma cor transparente.


Em caso de necessitar de esclarecimentos, deve solicitar os nossos serviços pelos telefones:      

 

 263 509 400  e 808 20 20 11

 

Pede-se a compreensão da população afetada. Lamentamos o incómodo que possamos causar com esta intervenção que visa melhorar as condições de abastecimento de água.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:44
link do post | comentar | favorito

TOMAR: Veja o jogo e ganhe livros com a Selecção na Feira do Livro de Tomar

Por vezes, os livros também rimam com futebol. E este sábado a Feira do Livro de Tomar vai estar em sintonia com a Selecção Nacional.

Ao longo do dia, todos os visitantes do certame poderão tentar acertar no resultado do Portugal-Turquia, sempre que fizerem uma compra.

Às 19h45 o jogo pode ser acompanhado em directo na televisão no recinto da Feira.

E quantos mais golos Portugal marcar, mais livros ganhará o vencedor do sorteio a realizar no final do jogo entre todos os cupões que tenham acertado no resultado.

A Feira do Livro de Tomar começou hoje prolongando-se até 7 de junho. Abre todos os dias às 10 horas da manhã e fecha às 22 (nos dias 3, 4, 5 e 7) ou às 23 (hoje, amanhã e quarta-feira).

Organizada conjuntamente pela Câmara Municipal de Tomar e pelas livrarias Nova e Ao Pé das Letras, a iniciativa dá acesso a milhares de livros das melhores editoras nacionais a preços bem convidativos.

Do programa constam diversas actividades de animação ao longo da semana, com a participação, entre outros, de vários grupos ligados às escolas do concelho, para além de sessões de contos para crianças e sessões de autógrafos.

Entre os diversos autores que irão passar pela Feira destacam-se as presenças do actor Ruy de Carvalho e do nutricionista Alexandre Fernandes, no domingo, dia 3 de junho, pelas 15 horas, enquanto no dia seguinte, segunda-feira, 4 de junho, pelas 21 horas, será a vez da Feira receber Marcelo Rebelo de Sousa e Júlio Magalhães.

 

PROGRAMA COMPLETO DA FEIRA

 

sexta-feira, 1 de junho – 10H00 às 23H00 -  Dia Mundial da Criança

 

sábado, 2 de junho – 10H00 às 23H00

11h00 - Histórias para manter o mundo verde – por O Contador de Histórias

À tarde (hora a confirmar)  - actuação da Banda dos Gualdins (EB 2,3 Gualdim Pais)

19h45 – Veja o Portugal-Turquia em directo na Feira do Livro

 

domingo, 3 de junho – 10H00 às 22H00

11h00-13h00 e 15h00-18h00 - Os pais também brincam

15h00 – Presença dos autores Ruy de Carvalho e Alexandre Fernandes

16h00 - Coro da EB1 Infante D. Henrique

 

segunda-feira, 4 de junho – 10H00 às 22H00

21h00 - Clube de Contadores de Histórias (EB 2, 3 Gualdim Pais)

seguido de sessão com Marcelo Rebelo de Sousa e Júlio Magalhães

 

terça-feira, 5 de junho – 10H00 às 22H00 - Dia Mundial do Ambiente

14h30 – Actuação do Grupo de Teatro do CIRE

 

quarta-feira, 6 de junho – 10H00 às 23H00

14h30 – canções e dramatização de alunos da EB 2, 3 Nuno Álvares Pereira

18h00 – actuação do Coro da Universidade Sénior de Tomar

21h00 – actuação do Programa Escolhas – CIRE

 

quinta-feira, 7 de junho – 10H00 às 22H00

11h00 –  Actuação do Grupo Sons e Palavras (EB 2, 3 Santa Iria)

Histórias com bicho – por O Contador de Histórias

17h00 – Homenagem a Amélia Pinto Pais - Recital “Ao longe os barcos de flores” - por O Contador de Histórias

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:42
link do post | comentar | favorito

Abrantes: Bombeiros Municipais recebem Viatura Urbana de Combate a Incêndios

2012-05-28 17.49.00.jpg
Desde o dia 28 de Maio que os Bombeiros Municipais de Abrantes viram reforçada a sua frota de viaturas com a aquisição, pela Câmara Municipal, de uma Viatura Urbana de Combate a Incêndios, constituindo mais um esforço para o seu apetrechamento.

Destinado prioritariamente à intervenção nos incêndios em edificações, o veículo está também preparado para intervir em operações de desencarceramento. A viatura tem ainda a particularidade de estar dotada de equipamento de corte de estruturas pesadas em betão, sendo única no Distrito.

A aquisição do veículo vem superar uma lacuna atual nos equipamentos de suporte à ação do Corpo de Bombeiros, reforçando-os com mais um meio para combate a incêndios, adequado às necessidades múltiplas e crescentes da resposta aos riscos de incêndio a que as populações estão sujeitas.

 

Tratou-se de um investimento de €235.668,00, financiado em 80%.pelo programa POVT - Programa Operacional Valorização do Território -, no âmbito do “Mais Centro”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:40
link do post | comentar | favorito

AZAMBUJA: Perturbações na circulação automóvel até 27 de junho

Rua da Indústria, na zona industrial de Azambuja, em reparação
Perturbações na circulação automóvel até 27 de junho

 


O Município de Azambuja informa que irão ocorrer constrangimentos à circulação automóvel na Rua da Indústria, na zona industrial de Azambuja, até ao dia 27 de Junho.
Esta situação deve-se à realização  de obras de reparação daquela via, nomeadamente, com a beneficiação do leito de pavimento e da sua própria estrutura. A intervenção é da responsabilidade do Grupo Jerónimo Martins, em articulação com a Câmara Municipal de Azambuja.

Refira-se que a artéria em causa se encontrava fechada à circulação, situação que será revertida logo que terminem os trabalhos.

Apela-se ao respeito pela sinalização e à compreensão de todos pelos incómodos causados.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:59
link do post | comentar | favorito

ALMEIRIM: Agenda Desportiva

 

 DIA 02 | SÁB - 07h30 -  Pavilhão Desportivo Municipal A . B. Calado - Almeirim

VI TAÇA KARATÉ CIDADE DE ALMEIRIM

 Centro Amador Desporto e Cultura de Almeirim

  DIA 02 | SÁB - 15h00 -  Pavilhão Desportivo Municipal Escola Secundária Marquesa Alorna

  ASSOCIAÇÃO 20 KMS ALMEIRIM vs 3 A – ASSOCIAÇÃO ANDEBOL ALMEIRIM

 Iniciados Masculinos 

 DIA 03 | DOM - 18h00 -  Pavilhão Desportivo Municipal Escola Secundária Marquesa Alorn

 3 A – ASSOCIAÇÃO ANDEBOL ALMEIRIM vs AED FUAS ROUPINHO 

 Infantis Femininos

  DIA 03 | DOM - 17h00 -  Pavilhão Desportivo Municipal A . B. Calado - Almeirim

  HÓQUEI CLUBE “OS TIGRES” vs ASSOCIAÇÃO C. R. GULPILHARES

  Seniores Masculinos

  DIA 03 | DOM - 20h00 -  Pavilhão Desportivo Municipal A . B. Calado - Almeirim

  HÓQUEI CLUBE “OS TIGRES” vs JUVENTUDE OURIENSE

  Iniciados Masculinos

 DIA 02 | SÁB - 13h30 -  Court’s Ténis – Parque Urbano Zona Norte de Almeirim

  TORNEIO SUB- 14 E SUB- 18

 Masculinos/ femininos

 DIA 03 | DOM - 11h30 -  Court’s Ténis – Parque Urbano Zona Norte de Almeirim 

 TORNEIO SUB- 14 E SUB- 18

 Masculinos/ Femininos

 DIA 02 | SÁB - 11h00 – Parque Desportivo Municipal Almeirim – Campo Sintético Futebol 7

 FOOTKART – ESCOLA FUTEBOL E K. ASSOCIAÇÃO vs SABACHEIRA

 Sub- 11 Masculinos

 DIA 02 | SÁB - 15h00 – Parque Desportivo Municipal Almeirim – Campo Sintético Futebol 7 

 PAIS vs ATLETAS – ENCERRAMENTO ÉPOCA DESPORTIVA INICIADOS

 União Futebol Clube de Almeirim

 DIA 02 | SÁB - 10h00 – Campo Futebol Associação Desp. Cult. Rec. Paço dos Negros

 FOOTKART – ESCOLA FUTEBOL E K. ASSOCIAÇÃO vs BENAVENTE

 SUB- 9 Masculinos – Torneio Quadrangular

 DIA 02 | SÁB - 10h00 – Campo Futebol Associação Desp. Cult. Rec. Paço dos Negros 

 SALVATERRENSE vs RIO MAIOR

 SUB- 9 Masculinos – Torneio Quadrangular

 DIA 02 | SÁB - 10h20 – Campo Futebol Associação Desp. Cult. Rec. Paço dos Negros

 BENAVENTE vs FOOTKART – ESCOLA FUTEBOL E K. ASSOCIAÇÃO

 SUB- 9 Masculinos – Torneio Quadrangular

 DIA 02 | SÁB - 10h20 – Campo Futebol Associação Desp. Cult. Rec. Paço dos Negros

 RIO MAIOR vs SALVATERRENSE

 SUB- 9 Masculinos – Torneio Quadrangular

 DIA 02 | SÁB - 10h45 – Campo Futebol Associação Desp. Cult. Rec. Paço dos Negros

 FOOTKART – ESCOLA FUTEBOL E K. ASSOCIAÇÃO vs RIO MAIOR

 SUB- 9 Masculinos – Torneio Quadrangular 

 DIA 02 | SÁB - 10h45 – Campo Futebol Associação Desp. Cult. Rec. Paço dos Negros

 SALVATERRENSE vs BENAVENTE 

 SUB- 9 Masculinos – Torneio Quadrangular

  DIA 02 | SÁB - 11h05 – Campo Futebol Associação Desp. Cult. Rec. Paço dos Negros

 RIO MAIOR vs FOOTKART – ESCOLA FUTEBOL E K. ASSOCIAÇÃO



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:15
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Traga as suas plantas par...

Município do Entroncament...

ExpoAlcanede dá a conhece...

Casa cheia em Benavente p...

Município da Chamusca ala...

Inscrições para a Univers...

Município do Entroncament...

JORNADAS DE CULTURA ATÉ 2...

Festival de música Cartax...

Tertúlia Festa Brava orga...

“Quando ela… é ele!” teat...

Professores dos 3 Agrupam...

CARTAXO VOLTA A APRESENTA...

Jovens atores da Chamusca...

Tomar dá o corpo ao manif...

Programa de Educação Pare...

“Chamusca das Três Graças...

ERROS GROSSEIROS NA ELABO...

Festival de música Cartax...

Há apoios do Portugal 202...

‘Santarém em Cena’ reúne ...

Teatro Sá da Bandeira ini...

Ceyceyra Medieval a 21 e ...

TEMAS DE SAÚDE: Doente on...

"O medo tem alguma utilid...

Município de Azambuja ass...

Ano letivo 2019-2020 arra...

Tomar – Prisão preventiva...

Arroz é rei em novo event...

PSD visita operação de li...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds