NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 31 de Março de 2013
TEMAS DE SAÚDE: Epilepsia

 

Por: Antonieta Dias (*)

 

A medicina tem evoluído nestes últimos anos baseada num raciocínio médico completamente dependente da medicina baseada na evidência.

Neste contexto, a complementariedade investigacional, passou a ser uma exigência inquestionável num raciocínio clínico obrigatório para o diagnóstico e decisão terapêutica.

A atuação médica deixou de ser um pensamento resultante de experiências vivenciadas e transmitidas de pessoa a pessoa e transformou – se numa prática médica com padrões pedagógicos fundamentados em estudos exaustivos documentados e comprovados minimizando assim o erro médico.

É com base neste conhecimento que abordaremos o tratamento da epilepsia.

Por definição é uma doença crónica resultante de um distúrbio neurológico, cuja manifestação clinica conduz a uma descarga elétrica neuronal anormal, podendo desencadear crises convulsivas. Caracteriza-se pela presença de crises que se repetem de forma regular e aparentemente espontânea.

O diagnóstico clínico, baseia-se numa história detalhada, num exame objetivo pormenorizado, na confirmação de uma crise epilética, sustentados pelos resultados do exame neurológico e dos exames complementares de diagnósticos necessários para a investigação clínica do caso em apreço.

Os primeiros sinais de doença podem surgir por volta dos 4-8 anos de idade, com episódios curtos de perda ou diminuição da consciência (5 a 30 segundos), designados por “ausências” ou “pequeno mal.”

No eletroencefalograma encontramos a presença de complexos típicos.

De acordo com os critérios clínicos e eletroencefalográficos, classificamos as crises epilépticas em parciais ou focais simples ou complexas e em generalizadas.

Uma crise epiléptica simples desenvolve-se sem alterações do estado de consciência, enquanto que as complexas implicam sempre a existência de alterações da consciência e acompanham-se muitas vezes de automatismos.

As crises generalizadas traduzem-se por descargas neuronais paroxísticas, envolvendo de forma global os hemisférios cerebrais.

A crise epilética é uma situação de urgência que obriga a uma intervenção médica imediata e eficaz com o objectivo de a controlar as crises.

Perante uma situação de crise epilética devemos intervir de imediato com medidas gerais, designadamente manter as vias aéreas permeáveis, posicionar o doente em decúbito lateral, imobiliza-lo para não se lesionar, retirar próteses dentárias e /ou corpos estranhos, aspirar secreções, colocar um tubo de Guedel, ministrar oxigeno, monotorização dos sinais vitais e colocar os acessos venosos para ministração da terapêutica.

Se o paciente se encontra num estado de mal epiléptico com crise convulsiva generalizada e com perda de consciência temos de intervir com terapêutica farmacológica anticonvulsivante imediata intravenosa.

Existem algumas formas de epilepsia (focais), que não respondem ao tratamento médico e que necessitam de intervenção cirúrgica.

Porém, o que mais nos preocupa são as situações que envolvem o estado de mal epiléptico convulsivo e generalizado que provocam uma perda da consciência, com crise convulsiva contínua ou intermitente podendo durar dez minutos ou mais e provocar lesões cerebrais associadas ou não a complicações noutros órgãos e desencadear um episódio fatal.

As crises convulsivas são facilmente identificadas, contudo perante um quadro clínico destes é necessário completar o estudo com alguns exames complementares de diagnóstico, onde se inclui um estudo analítico, nomeadamente hemograma, creatinina, magnésio, cálcio, ionograma e doseamento dos níveis séricos dos medicamentos antiepilépticos.

Como agir perante uma crise convulsiva?

Para além das medidas gerais (via aérea permeável, colocação de tubo de Guedel, avaliação de sinais vitais, colocar o doente deitado em decúbito lateral, retirar próteses dentárias, aspiração de secreções, proteger o paciente imobilizando-o e protecção da cama, para evitar traumatismos, monotorização contínua, ministração de oxigénio suplementar com ventimask, acesso venoso são medidas de suporte imediatas) há que controlar a crise convulsiva, sendo necessário ministrar anticonvulsivantes por via sistémica(fenitoína, fenobarbital, midazolan ou propofol até que o doente pare a crise e recupere a consciência, passando então a ministrar-se os fármacos por via oral(lorazepam, diazepam). É importante a ministração de tiamina por via intramuscular.

Controlada a crise, deve referenciar-se o doente para a especialidade de neurologia, tendo em conta que o seu parecer é essencial na abordagem do diagnóstico e no acompanhamento posterior.

Que conselhos devem ser fornecidos a estes doentes?

Os doentes com epilepsia não devem conduzir, nadar, usar ferramentas perigosas, caminhar em zonas de altitude sem supervisão, devido ao perigo de caírem se desencadearem uma crise convulsiva.

Em Portugal, estima-se que existam entre 40 a 70 mil epilépticos, com uma prevalência de cinco casos por cada mil habitantes, e o aparecimento de 5.000 novos casos todos os anos.

A Europa tem uma prevalência semelhante. Estima-se que nos próximos anos a incidência da doença aumente, devido ao envelhecimento da população, sendo que os idosos, são um dos grupos etários mais atingidos.

No nosso País a prevalência da epilepsia é maior nas mulheres (60%), sendo na faixa etária dos 40-54 anos (30%) e na faixa etária dos 65 anos (22%).

Um quarto dos doentes diagnosticados, tem indicação cirúrgica, porém apenas cerca de 5% é que são operados.

O ano de 2009 para 2010, teve um aumento de 5% na venda dos fármacos antiepilépticos, representando um custo acrescido de cerca de três milhões de euros. 

Em suma, depois de controlados, os doentes devem fazer terapêutica anticonvulsivante preferencialmente em monoterapia e corrigir as eventuais causas que podem despoletar as crises (p.ex.hiponatremia).

A Epilepsia, sendo uma doença grave exige um tratamento atempado e uma vigilância permanente.”



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 29 de Março de 2013
ALPIARÇA: Notícia sobre Xadrez

C.N. Veteranos 2012/2013

Victor Ferreira vence nas Clássicas e Semi-Rápidas, José Bray nas Rápidas
O pódio do C.N. Veteranos 2013: Victor Ferreira (Casa do Xadrez de Alpiarça) sagrou-se o novo campeão nacional com 6,5 pontos em 7 possíveis, seguido do Rodolfo Lavrador (SL Benfica) com 5,5 pontos e José Bray (AX Bombarral) com 5 pontos.
Disputou-se de dia 23 a 28 de Março, nas magnificas  Hotel Lux Fátima, em Fátima, o Campeonato Nacional de Veteranos 2013 em ritmo Rápido, Semi-Rápido e Clássico (partidas lentas). Este ano disputaram-se as 3 provas. 
A 23 de Março foram as Rápidas e as Semi-Rápidas, e depois disputaram-se de 24 a 28 de Março de 2013 as Clássicas.
Findos este Campeonato, temos assim:
Nas Rápidas, ganhou José Bray (AX Bombarral) com 6 pontos em 7 possíveis. Seguiu-se-lhe no pódio João Abrantes (GX São Marcos) com 5 pontos em 7 e Alberto Mendes (GC Odivelas) com 4,5 em 7. Participaram nesta prova 13 jogadores.
Nas Semi-Rápidas, disputadas na parte da tarde por 18 jogadores, foi Victor Ferreira (Casa do Xadrez de Alpiarça) a levar a melhor, com 5,5 pontos em 7, seguido por Júlio Santos (Clube EDP) também com 5,5 pontos e em 3º ficou Carlos Martins (Clube EDP), com 5,0 pontos.
As Clássicas, com 24 jogadores em prova em 7 rondas, realizaram-se de 24 a 28 de Março. Foram realizadas jornada duplas nos dias 25 e 26. Victor Ferreira (Casa do Xadrez de Alpiarça) sagrou-se o novo campeão nacional com 6,5 pontos em 7 possíveis, seguido do Rodolfo Lavrador (SL Benfica) com 5,5 pontos e José Bray (AX Bombarral) com 5 pontos, este que tinha sido o campeão nacional em 2011/2012.
Victor Ferreira (Casa do Xadrez de Alpiarça) soma assim 2 títulos de campeão nacional em 3 campeonatos nacionais de veteranos diferentes.
Por: Miguel Barriga
(p/ Casa do Xadrez de Alpiarça)


publicado por Noticias do Ribatejo às 18:09
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 28 de Março de 2013
CARTAXO:

Aclamada banda de Nova Iorque traz o seu rock experimental e hipnótico às Cartaxo Sessions no dia 5 de Abril.

 

Os Psychic Ills fazem um aguardado regresso a Portugal, integrados na tourneé europeia de promoção ao seu fabuloso novo disco, One Track Mind. O duo formado em 2003, que já é um quarteto desde 2006, já partilhou o palco com nomes como The Warlocks, The Black Angels ou The Dandy Warhols. Passou por Portugal uma vez, em 2007, e terminou recentemente uma torunée pela China.

 

A abrir esta fantástica noite estará o rock ambiental e experimental dos Infuse, uma jovem banda revelação de Santarém, que já está a dar que falar.

 

Psychic Ills: youtube clip 

Infuse: youtube clip

 

Bandas:   Psychic Ills (USA) + Infuse (PT)

Onde:  Centro Cultural do Cartaxo (http://goo.gl/maps/aCWCs)

Quando:  5 de Abril 2013, pelas 23:30

Quanto:  5 euros

Reservas:  243701600 (5ª a Sábado, das 15h às 22h) ou centroculturalcartaxo@gmail.com


Sobre a organização:  Somos uma associação sem fins lucrativos com base na cidade do Cartaxo. Somos um pequeno grupo que inclui promotores, jornalistas, músicos, advogados, entre outros, que partilham uma paixão por boa música underground. O nosso objetivo é trazer artistas internacionais alternativos a Portugal e ao mesmo tempo promover a música alternativa nacional. E podem ter a certeza que o vamos conseguir..



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:56
link do post | comentar | favorito

ABRANTES: Câmara Municipal de Abrantes apoia Timor-Leste na criação de autarquias


Foi assinado no dia 21 de março o protocolo de cooperação entre municípios portugueses e o governo de Timor, no âmbito do processo de instalação dos Municípios em Timor-Leste.

A iniciativa contou com a presença do secretário de estado da Descentralização Administrativa de Timor-Leste, Tomás do Rosário Cabral, da embaixadora de Timor-Leste em Lisboa, Natália Carrascalão, da secretária de estado da Administração Local e da Reforma Administrativa, Ana Rita Gomes Barosa e dos representantes dos municípios portugueses que afirmaram a cooperação, nomeadamente Abrantes, Boticas, Bragança, Campo Maior, Cascais, Castelo Branco, Figueira de Castelo Rodrigo, Figueira da Foz, Funchal, Grândola, Guarda, Ílhavo, Lagoa, Lamego, Lisboa, Melgaço, Murça, Oleiros, Ourém, Paredes, Rio Maior, Tondela, Torres Novas, Vila Franca de Xira, Vila Velha de Ródão e Viseu.

A presidente da câmara municipal de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, e o secretário de estado da Descentralização Administrativa de Timor-Leste, Tomás do Rosário Cabral, assinaram o protocolo de cooperação entre a comissão instaladora do município de Bobonaro e o município de Abrantes,  que será concretizado de acordo com as suas disponibilidades e no essencial através do envio de delegações à República Democrática de Timor-Leste, mas também com a contribuição para a formação dos trabalhadores municipais de Bobonaro; com o fornecimento de meios técnicos e materiais adequados para projetos e programas municipais; em intercâmbios de conhecimentos, experiências e informações entre os serviços municipais; no apoio ou financiamento de projetos de desenvolvimento local, quando se colocar no âmbito da presente cooperação ou quando solicitado pela Comissão Instaladora do Município de Bobonaro.

Na ocasião, o secretário de Estado da Descentralização Administrativa de Timor-Leste anunciou que serão 20 câmaras portuguesas que vão apoiar o processo de implementação do poder local naquele país e que estão a ser estabelecidas “comissões instaladoras nos treze distritos e a preparar a política de descentralização e a legislação e as câmaras portuguesas vão apoiar tecnicamente o processo de descentralização em Timor-Leste, estando também previsto a formação de funcionários timorenses em Portugal".

Ana Rita Gomes Barosa aproveitou a sua intervenção para reforçar que “o governo de Timor ao ter procurado a experiência dos autarcas portugueses como colaboradores nesta construção cria em todos nós um sentimento enorme de satisfação mas também um sentimento de enorme responsabilidade, tendo todos que dar o nosso melhor para este desafio que nos foi proposto”.

No decorrer de todo o processo está prevista a criação de comissões instaladoras nos 13 distritos do país e a aprovação pelo parlamento da lei do poder local, finanças locais e lei eleitoral. No programa do V Governo Constitucional de Timor-Leste, aprovado em setembro passado no parlamento, está prevista a introdução de um "novo nível de governo municipal" com a criação de entre três a cinco municípios. As comissões instaladoras vão avaliar se os 13 distritos timorenses detêm os requisitos necessários para a criação de municípios e instrução dos processos eleitorais.

Bobonaro localiza-se na zona ocidental do país, junto à fronteira com a Indonésia. Com 82.385 habitantes (Censo de 2004) e uma área de 1.368 km², a sua capital é a cidade de Maliana que fica a 149 km para sudoeste de Díli, a capital do país. O distrito de Bobonaro é idêntico ao concelho do mesmo nome do tempo do Timor Português que, na época, tinha capital na Vila Armindo Monteiro, hoje chamada Bobonaro. O distrito inclui os subdistritos de Atabae, Balibó, Bobonaro, Cailaco, Lolotoi e Maliana.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:34
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 27 de Março de 2013
ABRANTES: Corte de trânsito entre a EN118 (Tramagal) e São Miguel do Rio Torto


A estrada municipal entre a EN118 (Tramagal) e São Miguel do Rio Torto, por Chão de Lucas, vai entrar em obras a partir do próximo dia 27 de março.

Para que os trabalhos possam decorrer com uma maior celeridade será necessário proceder ao corte de trânsito em toda a sua extensão, pelo que, no período das obras haverá um desvio de trânsito pela conhecida “estrada do Celão” via cemitério de São Miguel do Rio Torto, conforme poderá ser verificado no esquema que se anexa. 

A obra está a cargo da empresa JJR & Filhos, SA., que irá desenvolver os trabalhos de beneficiação no terreno até ao dia 3 de abril.

Pedimos as nossas desculpas pelos eventuais incómodos que esta obra de reabilitação do piso possa causar. São trabalhos essenciais para a segurança dos senhores automobilistas. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:51
link do post | comentar | favorito

ALCANHÕES: Festa do Vinho encheu as adegas de Alcanhões

A décima Festa do Vinho de Alcanhões realizou-se no passado dia 23 de março, a par do 14º Concurso de Tocadores.

 

A receção aos convidados foi feita na Junta de Freguesia local, na presença de Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Idália Serrão e Nuno Serra, deputados, António Carmo e Maria Teresa Azoia, vereadores da Câmara Municipal, Pedro Mena Esteves, Presidente da Junta de Freguesia de Alcanhões e Ricardo Costa, Presidente da Junta de Freguesia de S. Vicente do Paúl.

 

Esta festa, que conta com uma rota pelas diversas adegas aderentes, “tem como objetivo principal a promoção do vinho de Alcanhões, servindo também para que as pessoas conheçam as adegas e os “rostos” destas”, segundo Pedro Mena Esteves, Presidente da Junta de Freguesia de Alcanhões.

 

Para o Presidente da Câmara de Santarém, “esta é uma festa que tem vindo a melhorar; é uma festa de apego à terra, uma festa representativa do que é uma cultura popular. Alcanhões tem a única adega cooperativa do nosso concelho e esta festa também é representativa dessa idiossincrasia própria com o vinho”.

 

Foram a concurso treze produtores, com vinhos brancos e tintos, analisados por cinco provadores. José Rodrigues, o engenheiro porta-voz dos provadores, deixou alguns concelhos para continuar a dignificar o vinho de Alcanhões, “não abdiquem dos vinhos brancos; são mais difíceis, exigem mais investimento, mais tecnologia, mas existem sinais indicativos de que o seu consumo vai aumentar”. Segundo os provadores, “deverá haver um melhoramento na higiene, principalmente nos vinhos brancos, uma vez que este significa uma melhoria substancial na qualidade aromática, em termos de alguns aromas desagradáveis”. Por outro lado, “o dióxido de enxofre nunca deve ser aplicado durante uma fermentação”. Em relação aos vinhos tintos têm excelentes cores e excelente qualidade. “É uma região que tem uma tipicidade que não deve ser perdida, principalmente nos vinhos tintos; esta é uma mais-valia de Alcanhões”, concluiu José Rodrigues.

 

A visita às adegas, animada pelos tocadores, terminou na Adega Cooperativa de Alcanhões onde foram entregues os prémios para os três melhores vinhos branco e tinto. Na categoria de vinhos brancos, o vencedor foi Marco Durão, ficando Duarte Durão e Adega Cooperativa de Alcanhões em segundo e terceiro lugar, respetivamente. Nos vinhos tintos, a Adega Cooperativa de Alcanhões ficou em primeiro, José Cândido em segundo e Marco Durão em terceiro.

 

A noite terminou com o décimo quarto Encontro de Tocadores com vários grupos de instrumentos tradicionais, na sala de ensaios do Rancho Folclórico de Alcanhões.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:09
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

 

 

Este fim de semana, participe nas diversas actividades organizadas por várias entidades do concelho de Santarém.

 

Hoje, quinta-feira, dia 28 de março, no âmbito das comemorações nacionais do Dia Nacional dos Centros Históricos Portugueses em Santarém, participe no Passeio Cultural que tem início no Convento de São Francisco, às 21h00. Às 21h30, não perca o Concerto pela Banda da PSP e Solistas Convidados, integrado na 3ª edição da Academia Internacional de Artes Performativas, no Teatro Sá da Bandeira.

 

No dia 29 de março, sexta-feira, participe na Procissão do Enterro na Ribeira de Santarém, a partir das 21h00, com início na Igreja de Santa Cruz e final na Igreja de Santa Iria.

Esta cerimónia conta, este ano, com a presença da Imagem medieval do Santo Cristo de Mont’Iraz, uma relíquia importante da cidade, propriedade da paróquia da Ribeira, mas em guarda no Seminário de Santarém.

 

No sábado, dia 30 de março, no âmbito das Comemorações do Dia Mundial do Teatro, o Fórum Mário Viegas acolhe, das 10h00 às 13h00, Expressão Dramática com a professora Berta Pereira

 

“Jogar, brincar, ser. Encontrar o outro e encontrar-se. Sentir, descobrir, criar, construir. Através de jogos teatrais, na partilha com o grupo, encontramos a forma de nos exprimirmos, trazendo à “cena” o nosso eu. A expressão dramática/teatro dá-nos o espaço para essa partilha e para esse encontro de descobertas. Vamos então juntar-nos numa manhã de sábado e partilhar através do teatro momentos de construção e reflexão onde o lúdico se impõe, mas onde o brincar é um caso muito sério.”

Inscrições limitadas: 3 Euros | (teatrinho.santarem@gmail.com - mencionando nome, idade, profissão e contato)

Organização: Teatrinho de Santarém | Apoio: Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Mário Viegas

 

Também no sábado, às 11h30 e às 16h00, há “Hora do Conto”, na Livraria Aqui Há Gato.

“Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar.

Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...”

Horários: 11h30 e 16h00 Duração: 30 minutos Classificação: dos 0 aos 80! - Entrada livre

 

Às 12h00 e 16h30, também na Livraria Aqui Há Gato há “Oficinas de Arte”

“Com muita arte e imaginação vamos por as mãos à arte, e sentir que todos nós somos artistas!” Veja o programa específico em www.aquihagato.org

Duração: 60 minutos Classificação: M / 4 – 6€

 

A partir das 16h30, no âmbito das Comemorações do Dia Mundial do Teatro o Teatrinho de Santarém apresenta a nova produção teatral “Bacalhau à Braz e Arroz de Pato”, no Fórum Mário Viegas.

 

“Bacalhau à Braz e Arroz de Pato” é o título da nova produção teatral para a infância, da autoria do Teatrinho de Santarém. Dois amigos que brincam na rua e que se confrontam com a esperteza de um e a ingenuidade do outro. Dois amigos que, apesar de alguns desentendimentos, fazem da vida um jogo divertido, sobrepondo a tudo a amizade que os une sempre. Um espetáculo representado de maneira infantil, onde o lúdico se mostra com a maturidade de quem vive com alegria. Uma teatralização diferente… talvez ridícula!”

Preço: 3 Euros

Reserva de bilhetes através do e-mail: teatrinho.santarem@gmail.com

Apoios: Centro Cultural Regional de Santarém e Associação Aqui há Gato

 

Ainda no sábado, pelas 22h00,  tem lugar a Celebração da solene Vigília Pascal, na Sé Catedral de Santarém.

 

Até dia 17 de abril, aproveite para visitar a Exposição "Dentro da casa nem sempre há janelas", patente na Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:08
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: WORKSHOP SOBRE O PTI “LEZÍRIA 2020” NO CARTAXO

 

Agentes económicos, sociais e ambientais são convidados a participar na definição da estratégia de desenvolvimento para a Lezíria do Tejo

 

A Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) e a Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) promovem no próximo dia 2 de abril um workshop no Cartaxo sobre o Programa Territorial Integrado (PTI) “Lezíria 2020”.

 

A iniciativa tem lugar no Auditório Municipal da Quinta das Pratas, a partir das 17h30, e tem como objetivo recolher contributos dos diversos atores do território, agentes económicos, sociais e ambientais para a elaboração do Plano Territorial Integrado “Lezíria 2020”, sujo documento define a estratégia de desenvolvimento integrado, equilibrado e sustentável para a Lezíria do Tejo, para o período 2014-2020.

 

A CIMLT é a entidade responsável pela elaboração deste Programa Territorial Integrado, cabendo à Nersant, em cooperação com a CIMLT, realizar workshops locais para abordar a competitividade das PME; as questões da inovação e desenvolvimento do setor empresarial; os eventuais sistemas de incentivos às PME para o período 2014-2020; as questões da eficiência energética nas empresas; as TIC no setor empresarial; e as eventuais ações de formação para trabalhadores, patrões e gestores para o período 2014-2020.

 

 

PÁSCOA DESPORTIVA E CULTURAL NO CARTAXO

Programa de atividades promovido pelo Município ocupa de forma saudável o tempo livre das crianças e jovens do concelho

 

As novas amizades e a descoberta de novas atividades são as principais razões que levam os participantes a gostarem de integrar os programas que a Câmara Municipal do Cartaxo promove tanto nas férias da Páscoa como nas férias de Verão.

 

Um conjunto de atividades desportivas e culturais são colocadas ao dispor das crianças e jovens do concelho do Cartaxo, ocupando de forma saudável os tempos livres durante as férias.

 

Todos os anos, a autarquia valoriza o programa com a introdução de novas atividades. Nestas férias da Páscoa, os mais pequenos tiveram oportunidade de experimentar o BootCamp –experiência de fitness em grupo ao ar livre baseado no conceito militar – ou o Tchoukball – um jogo de equipa que combina vários desportos, entre os quais o voleibol e o andebol.

 

Mais uma vez, o atletismo, o ténis, o badminton, o futebol e as atividades aquáticas fazem parte do programa, continuando estas últimas a ser eleitas por muitos dos participantes como as preferidas.

 

Na vertente cultural, entre outras atividades, os mais pequenos usufruiram de um workshop de expressão musical e foram ao cinema.

 

O programa da Páscoa Desportiva e Cultural decorreu, para o primeiro turno, entre 18 e 21 de março. O segundo turno começou a 25 e termina a 28 de março.

 

Novas amizades e experiências levam os participantes a querer voltar a integrar o programa

 

Mariana, Joana e os irmãos Alexandre e Andreia formaram amizade na Páscoa Desportiva e Cultural deste ano. Como o vento e a chuva insistiam em marcar a tarde da passada terça-feira, dia 26 de março, condicionando as atividades ao ar livre, encontrámos os quatro recém-amigos sentados à volta de uma mesa a jogar ao “Peixinho”, nas instalações do Museu Rural e do Vinho.

 

Os quatro guardam experiências diferentes deste programa promovido pela Câmara Municipal do Cartaxo. A Andreia, de 11 anos, participa desde os 6, pelo que já teve oportunidade de “conhecer muita gente” e de praticar uma grande diversidade de atividades. A experiência que mais a macou foi a canoagem no rio.

 

Na manhã dessa terça-feira, Andreia voltou a poder saborear um pouco da sensação de entrar dentro de uma canoa, no âmbito de um conjunto de atividades realizadas nas Piscinas Municipais.

 

E foram essas mesmas atividades realizadas dentro de água que mais agradaram à Mariana, de 10 anos. É a segunda vez que integra o programa da Câmara Municipal e, se ela pudesse decidir, iria vir todos os anos, porque “aqui fazemos muitas atividades, fazemos novos amigos e muitas coisas novas”.

 

Foi o caso também do workshop de música, no âmbito do qual os mais pequenos puderam tocar vários instrumentos. “Foi muito divertido, toquei claves e também gostei muito dos jogos com canções”, referiu a Mariana.

 

A pequena Joana tem 8 anos e foi a primeira vez que veio à Páscoa Desportiva e Cultural. As primeiras impressões foram tão boas que ela vai pedir à mãe para vir todos os anos. O mau tempo que se tem feito sentir não alteram a sua opinião quanto às atividades. “Ficamos aqui dentro a fazer jogos e já ouvi o professor a dizer que vamos ver um filme. É também divertido”, revelou.

 

Quem também está “a adorar” as atividades do programa deste ano é o Alexandre, de 7 anos. E não preferia ele estar antes em casa, no aconchego do sofá a fazer outras coisas? A resposta é clara e imediata: um “não” bem grande, e justifica. “A televisão e a Playstation podem ficar mais para o final das férias”. A sua simpatia e espontaneidade levam-no a dizer que já fez amizade com “mais de cem” colegas e a piscina continua a estar no topo das suas preferências. 

 

Câmara devolve segurança a moradores no centro do Cartaxo

EDIFÍCIO EM PERIGO DE DERROCADA JÁ ESTÁ A SER DEMOLIDO

 

 

Tiveram hoje início os trabalhos de demolição do prédio urbano que, na Rua das Olarias, no centro da Cidade do Cartaxo, ameaçava ruir, colocando em perigo a segurança de moradores e transeuntes.

 

O processo para o início dos trabalhos foi desencadeado pelos serviços do município e decidido pelo Executivo. Todos os passos para que a intervenção tivesse lugar de modo rápido, seguro e legal, foram desencadeados.

 

Depois de notificação obrigatória ao proprietário do edifício – é propriedade privada -, e de este ter declarado que não teria condições económicas para realizar os trabalhos da sua responsabilidade, o município assumiu a intervenção. Os trabalhos vão decorrer por fases, tendo em conta que o edifício se encontra próximo de outras habitações.

 

Fernando Martins, vereador com a responsabilidade das infraestruturas e obras municipais, afirmou na última reunião da Câmara Municipal, que teve lugar hoje, dia 26 de março, que “a obra custará ao município mais cerca de 14 mil e 500 euros” e que esta foi decidida “tendo em conta a necessidade de proteger a população, já que o dono do edifício não conseguia intervir”, acrescentando que “serão acionados todos os trâmites legais para que o município seja ressarcido desta verba”.

 

Prevê-se que os trabalhos estejam concluídos até final da semana.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:05
link do post | comentar | favorito

ABRANTES: Rastreio Visual e Auditivo

 

O Rotary Clube de Abrantes, no desenvolvimento do seu programa de acção para o ano rotário 2012/2013, realizou, entre os dias 11 e 14 do corrente mês de Março, o rastreio visual e auditivo a todos os alunos do 1º ano do ensino básico em todas as Escolas dos Concelhos de Abrantes, Mação e Sardoal.

Mais uma vez, e como vem sendo habitual, até porque se trata de um dos projectos estruturantes do Rotary Clube de Abrantes com carácter de continuidade iniciado já no ano rotário de 2002/2003 com o rastreio à visão, foi uma acção marcante do nosso Clube junto da comunidade em geral e da comunidade escolar em particular.

Cientes das necessidades dos alunos, e atendendo às preocupações manifestadas pelas Escolas e pelos Professores, iniciamos, também, no ano rotário de 2010/2011, em simultâneo com o rastreio à visão, o rastreio à audição. Na dupla acção realizada foram rastreados 370 alunos, o que representa bem a envolvência e a abrangência da acção que, para além dos alunos directamente abrangidos, envolve também as suas famílias e toda a comunidade escolar.

Para o nosso Clube é  muito gratificante a forma calorosa como somos recebidos nas escolas e as mensagens de apoio que nos são transmitidas pelo trabalho que desenvolvemos. Muitas vezes, é nesta acção que são despistadas e resolvidas situações anómalas no campo da visão e da audição, que podem condicionar a capacidade de aprendizagem dos nossos jovens.

Não se pretende substituir-nos ao sistema educativo, mas assumimo-nos como parte actuante e interessada da nossa comunidade escolar e tudo faremos para que todos os jovens tenham as melhores condições de aprendizagem. Eles são o nosso futuro e o futuro da humanidade e não conseguiremos ter “países desenvolvidos” sem primeiro ter “países educados”.

Uma actividade com esta dimensão e abrangência só é possível com o apoio e contributo de outras entidades, a quem, desde já, endereçamos os nossos agradecimentos:

Ao nível institucional, da DREL - Direcção Regional de Educação de Lisboa, dos Municípios de Abrantes, Mação e Sardoal, dos Agrupamentos de Escolas dos Concelhos de Abrantes, Mação e Sardoal, de todas as Escolas envolvidas e respectivos Professores;

Ao nível técnico, o meritório trabalho realizado pelos técnicos da APPV – Associação Portuguesa de Prevenção Visual no rastreio visual e pelos técnicos da Clínica do Ouvido no rastreio auditivo;

Ao nível financeiro, o apoio prestado pela Caixa Geral de Depósitos, através das suas Agências sediadas nas zonas de intervenção dos rastreios (Abrantes, S. Vicente, Rossio Sul Tejo, Mação e Sardoal);

Na resolução prática de problemas aos alunos mais carenciados e na produção de material gráfico, a colaboração da Óptica Alípios, Lda., da SarClínica, Lda., e da AMS – Publicidade, Lda.

Em Rotary, todo o trabalho é voluntário e tudo o que fazemos é em prol da comunidade. Para isso, muito contribui a dedicação e o empenho de todos os Companheiros do Rotary Clube de Abrantes.

Abrantes, 21 de Março de 2013

Hotel Turismo de Abrantes – Largo de Santo António, 2200-349 Abrantes – Telf – 241 361 271

      Reuniões às terças-feiras às 21h30 – Jantar na última terça-feira do mês às 20h00



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:02
link do post | comentar | favorito

ACTIVIDADES: Federação Distrital PS Santarém

SEGURO APRESENTA MOÇÃO “PORTUGAL TEM FUTURO”

 

O Secretário-Geral do Partido Socialista estará em Alcanena no próximo dia 01 de Abril para apresentar a Moção de Estratégia Global ao XIX Congresso Nacional.

 A sessão é  aberta a todos os militantes socialistas e terá lugar na Sala Olhos d’Água do Hotel Eurosol, pelas 21 horas.

 

 

SECRETÁRIO-GERAL DA JS DEBATE EM FERREIRA DO ZÊZERE

 

POLÍTICAS DE JUVENTUDE

 

 

João Torres, Secretário-Geral da Juventude Socialista, é o principal orador do debate sobre Emprego e Empreendedorismo Jovem, que terá lugar no próximo sábado dia 30 em Ferreira do Zêzere. Hugo Costa, líder distrital da JS é outro dos convidados da sessão de trabalho, que é aberta ao público. A moderação do debate estará a cargo de Vicente Martins, candidato do PS à Câmara de Ferreira do Zêzere.

 

Vicente Martins, independente, está preocupado com os elevados níveis de desemprego entre os jovens do concelho e quer, igualmente ajudar a resolver as barreiras ao empreendedorismo que esses mesmos jovens enfrentam e que, na maior das situações, os impede de criarem o seu próprio emprego.

 

O debate está  marcado para as 17:45, na Sala da Assembleia Municipal, no edifício antigo da Câmara Municipal.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:58
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: JSD Concelhia de Santarém lança outdoor

 

A JSD Concelhia de Santarém vai organizar o II jogo de futebol (futebol 7) solidário no próximo dia 6 de Abril na Freguesia da Póvoa da Isenta.

Este jogo será no Campo Tancredo Matos Pedroso e Filhos, por volta das 15H com o objectivo de angariar artigos de roupa usada para reverter a instituições de cariz social, do nosso concelho. Em simultâneo estaremos também a ajudar a Liga Portuguesa Contra o Cancro, através da equipa 'Cabacinhas' que irá disponibilizar comes e bebes antes, durante e depois do jogo, revertendo a totalidade dos ganhos para a Liga.

Depois do sucesso do primeiro Jogo de Futsal Solidário em Amiais de Baixo que angariou cerca de 50 Kg de produtos alimentares doados ao Lar de Idosos da freguesia, a JSD Concelhia de Santarém não poderia deixar de organizar um segundo Jogo Solidário desta vez na freguesia da Póvoa da Isenta, onde tencionamos angariar roupas usadas para doar a instituições e ao mesmo tempo participar na iniciativa da liga portuguesa contra o cancro “Um dia pela vida em Santarém” ajudando assim a equipa Cabacinhas.” Manuel Lagos Pedroso Presidente da JSD Concelhia de Santarém

JSD Concelhia Santarém



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:54
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 26 de Março de 2013
TOMAR: Faça chuva ou faça sol, Abril será doce em Tomar

Como vem sendo hábito há cinco anos, o mês de Abril, em Tomar, é dedicado à doçaria com a mostra “De Tomar e dos Conventos”. Dez pastelarias, num total de dezasseis estabelecimentos, apresentam durante este mês o melhor da confeitaria local.

 

Conhecida nacional e mesmo internacionalmente pelas fatias de Tomar, a cidade templária não deixa os seus créditos por mãos alheias no que aos doces diz respeito e tem vindo a fazer questão, de há cinco anos para cá, de mostrar isso mesmo numa iniciativa que vem ganhando progressivamente maior adesão das pastelarias tomarenses, organizadoras do evento em parceria com a Câmara Municipal.

“De Tomar e dos Conventos” é a mostra em causa, que decorre de 1 a 30 de Abril em dez pastelarias e respectivas filiais, num total de dezasseis estabelecimentos, a saber: Estrelas de Tomar, Pic-Nic, Pimpinela do Nabão, Tropical, Pepe, Requinte, Padaria Rosa, Templária, Avózinha e Baiska.

Em foco vão estar cerca de três dezenas de doces, com um natural destaque para as fatias de Tomar, bem como para os também inevitáveis beija-me depressa, mas que se estende por uma panóplia de formas e sabores, desde os queijinhos doces aos pastéis de feijão, as rosas de Tomar, as natas de café, as castanhas de ovos, as queijadas de leite, os bolos de cama, as cornucópias, as fatias douradas ou as tigeladas, entre muitos, muitos outros.

Está assim de regresso a mais adocicada das iniciativas que Tomar acolhe ao longo do ano, na qual as pastelarias se esmeram ainda mais na sua oferta habitualmente já bem tentadora para os olhos e para a boca, mostrando o melhor das suas especialidades.

Integrada no Ciclo Gastronómico Concelhio, que começou em Fevereiro com a Mostra da Lampreia e prossegue a 4 de maio com o Congresso da Sopa, a mostra de doçaria “De Tomar e dos Conventos” é a iniciativa mais recente do calendário gastronómico tomarense, tendo surgido como um primeiro passo que pretendeu dar visibilidade às pastelarias e aguçar a curiosidade pelas suas delícias.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:04
link do post | comentar | favorito

AZAMBUJA: Misericórdia promove palestras para as crianças do Centro de Atividades de Tempos Livres

A Santa Casa da Misericórdia de Azambuja está a organizar duas palestras a decorrer no dia 01 de Abril, nas suas instalações.



O primeiro painel terá início pelas 10h00 para debater o tema "Sustentabilidade", com a intervenção da Professora Doutora Susana Lucas da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do Instituto Politécnico de Setúbal. Pelas 14h30 será debatido o tema "A Física e o Ambiente", com a intervenção do Professor Doutor Paulo Manuel Limão-Vieira da Universidade Nova de Lisboa, Departamento de Física.

Esta iniciativa destina-se as crianças do Centro de Atividades de Tempos Livres, da Santa Casa da Misericórdia de Azambuja, com idades compreendidas entre os 8 e os 12 anos.

 

56º aniversário do Rancho Folclórico Ceifeiras e Campinos de Azambuja


O Rancho Folclórico Ceifeiras e Campinos de Azambuja (RFCCA) encerra as comemorações do seu 56º Aniversário, no próximo domingo, dia 31 de março.
A data será assinalada com uma sessão solene, pelas 11h30, no salão nobre da Câmara Municipal de Azambuja.
A partir das 14h30, realiza-se o desfile entre a Avenida do Valverde e a Praça do Município, com o convidado Grupo Folclórico de Ibiza "Sa Colla de Labritja", com o Grupo Infantil de Azambuja "Os Tradicionais Rapazes da Grade e Raparigas da Monda", e com o anfitrião, o Rancho Folclórico Ceifeiras e Campinos de Azambuja. Segue-se as atuações dos grupos, que terão lugar na Praça do Município. O encontro termina com um jantar convívio na sede do Rancho Folclórico, pelas 19h00.

O evento conta com um conjunto de apoios, entre os quais da Junta de Freguesia e Câmara Municipal de Azambuja.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:01
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: 40.ª FESTA DOS FAZENDEIROS EM PONTÉVEL

40.ª FESTA DOS FAZENDEIROS EM PONTÉVEL

A festa evoca as tradições rurais e é considerada um dos eventos mais marcantes desta freguesia do concelho do Cartaxo

 

As tradições etnográficas vão voltar a sair à rua na vila de Pontével, com a realização  da 40.ª Festa dos Fazendeiros. 

 

No próximo dia 7 de abril, Domingo de Pascoela, a vila recebe a exposição de janelas decoradas – numa manifestação espontânea da população – e a partir das 15h30 começa o cortejo de viaturas rurais e de grupos apeados, cujo momento representa o ponto alto deste típico evento da freguesia de Pontével.

 

No dia 12 de abril, volta-se a recordar esta festa, com a Comissão Organizadora a entregar os prémios aos participantes no cortejo e na exposição de janelas decoradas, no Auditório da Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense, a partir das 21h00.

 

No dia 14 de abril, realiza-se mais um almoço em homenagem aos fazendeiros da freguesia, na EB 2,3, a partir das 13h00, numa iniciativa conjunta da Junta de Freguesia de Pontével e da Comissão Organizadora da Festa dos Fazendeiros.

 

A tarde do dia 14 será ainda dinamizada pelo Encontro de Bandas, organizado pela Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:59
link do post | comentar | favorito

Santarém palco das II Olimpíadas Nacionais de Filosofia

Santarém vai ser palco, nos dias 5 e 6 de abril, das II Olimpíadas Nacionais de Filosofia. A iniciativa, promovida pela PROSOFOS – Associação para a promoção da filosofia, que este ano se realiza em parceria com a, anfitriã, Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, em virtude de, na primeira edição destas olimpíadas, ter visto dois dos seus alunos distinguidos: um com a medalha de ouro e outro com a de prata.

 

As II Olimpíadas Nacionais de Filosofia, em que participam cerca de trinta escolas, representadas por sessenta alunos e mais de trinta professores de todo o país, contam com o apoio institucional da Direção Geral da Educação e de entidades como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Sociedade Portuguesa de Filosofia e a Associação de Professores de Filosofia, bem como da Câmara Municipal de Santarém que, desde o primeiro momento, na pessoa da Vereadora da Educação, Luísa Féria, se associou e manifestou todo o apoio a esta iniciativa de âmbito nacional.

 

No primeiro dia, depois da receção e cerimónia de abertura, os alunos vão realizar o ensaio filosófico em língua portuguesa, enquanto os professores vão participar num workshop sobre avaliação e numa palestra proferida pela professora doutora Adriana Veríssimo Serrão, à qual se segue um jantar no Convento de São Francisco para todos os participantes.

 

No segundo dia, enquanto decorrem os trabalhos de avaliação das provas por parte do júri e da comissão científica, os alunos têm oportunidade de visitar a cidade de Santarém e participar em workshops de natureza filosófica, antes de, no final da tarde, serem anunciados os vencedores e selecionados os dois representantes de Portugal nas Olimpíadas Internacionais de Filosofia, que vão decorrer em Odense, na Dinamarca, de 16 a 19 de Maio.

 

Santarém palco das II Olimpíadas Nacionais de Filosofia

 

Santarém vai ser palco, nos dias 5 e 6 de abril, das II Olimpíadas Nacionais de Filosofia. A iniciativa, promovida pela PROSOFOS – Associação para a promoção da filosofia, que este ano se realiza em parceria com a, anfitriã, Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, em virtude de, na primeira edição destas olimpíadas, ter visto dois dos seus alunos distinguidos: um com a medalha de ouro e outro com a de prata.

 

As II Olimpíadas Nacionais de Filosofia, em que participam cerca de trinta escolas, representadas por sessenta alunos e mais de trinta professores de todo o país, contam com o apoio institucional da Direção Geral da Educação e de entidades como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Sociedade Portuguesa de Filosofia e a Associação de Professores de Filosofia, bem como da Câmara Municipal de Santarém que, desde o primeiro momento, na pessoa da Vereadora da Educação, Luísa Féria, se associou e manifestou todo o apoio a esta iniciativa de âmbito nacional.

 

No primeiro dia, depois da receção e cerimónia de abertura, os alunos vão realizar o ensaio filosófico em língua portuguesa, enquanto os professores vão participar num workshop sobre avaliação e numa palestra proferida pela professora doutora Adriana Veríssimo Serrão, à qual se segue um jantar no Convento de São Francisco para todos os participantes.

 

No segundo dia, enquanto decorrem os trabalhos de avaliação das provas por parte do júri e da comissão científica, os alunos têm oportunidade de visitar a cidade de Santarém e participar em workshops de natureza filosófica, antes de, no final da tarde, serem anunciados os vencedores e selecionados os dois representantes de Portugal nas Olimpíadas Internacionais de Filosofia, que vão decorrer em Odense, na Dinamarca, de 16 a 19 de Maio.

 

 

A Escola Fixa de Trânsito de Santarém (EFTS), que fica situada junto às Piscinas Municipais do Sacapeito, foi inaugurada dia 18 de março, pelas 12h30, numa cerimónia onde foi assinado o protocolo de concessão do equipamento, por Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém (CMS), e Carlos Catalão, presidente da Associação de Jovens e Intervenção Cívica do Ribatejo (AJICR).

 

Nesta cerimónia estiveram ainda presentes Luísa Féria e António Valente, vereadores da educação e da proteção civil da CMS, respetivamente, Idália Serrão, deputada na Assembleia da Republica e na Assembleia Municipal, Carlos Marçal, presidente da Junta de Freguesia de Marvila, Francisco Patrício, presidente da Junta de Freguesia da Póvoa da Isenta, Paula Peneda, comandante da PSP de Santarém, Nuno Paulino, Comandante da GNR de Santarém, entre outras entidades ligadas às forças de Segurança e Proteção Civil de Santarém.

 

Ricardo Gonçalves afirmou tratar-se de “um dia muito importante, em termos de sinistralidade rodoviária. Porque esta escola já funcionou durantes alguns anos. Até foi um parente meu, vereador Tanora, o mentor desta Escola Fixa de Trânsito. Ele que tanto pugnou pelas questões do trânsito e tanto lutou pela educação nestas tenras idades, por questões práticas da vida, acabou ele por morrer num acidente estúpido na Tapada”, quando seguia “de bicicleta, no seu lugar correto da estrada”, e foi abalroado por um carro.

 

O presidente da CMS agradeceu a Carlos Catalão por ter tido a iniciativa para relançar este projeto importantíssimo. Ricardo Gonçalves lembrou as preocupações do Município no que aos pontos negros das estradas diz respeito, quer pelos pisos rugosos, quer pela questão da sinalização. Aproveitou para mostrar o empenho da Autarquia em matéria de segurança rodoviária, lembrando o prémio alcançado em 2009 onde Santarém obteve o primeiro lugar na “Prevenção Rodoviária Junto das Escolas”.

 

Ricardo Gonçalves citou Pitágoras, filósofo grego, que dizia “educai as crianças e não será preciso punir os homens”, estabelecendo um paralelismo com a prevenção rodoviária junto das escolas. O líder da CMS considera que “educar as crianças ao nível da prevenção rodoviária, é evitar que eles venham a ser condutores mais descuidados, sensibilizando-os desde pequenos a cumprirem regras e a respeitarem os outros. Muitas vezes verificamos que isso não acontece”. Por isso sublinha a importância da Escola Fixa de Trânsito de Santarém como um espaço onde as crianças, nas primeiras idades, vão aprender brincando. O Autarca aproveitou a ocasião para lançar o desafio aos Agrupamentos de Escolas de colocarem a EFTS nas suas agendas e desta forma fazerem com que os mais pequenos se tornem nos anjos da guarda dos pais, alertando-os “quando estiverem a fazer algo de errado”.

 

Carlos Catalão começou a cerimónia com a exibição de um filme onde está retratada a intervenção nas instalações interiores e exteriores da EFTS. Processo que não foi fácil, devido ao abandono de vários anos, e por essa razão estava muito degradado. O presidente da AJICR destacou a importância das equipas que estiveram a trabalhar na recuperação da Escola, onde figuraram pessoas que estão abrangidas pelo Rendimento de Inserção Social, para além das equipas da CMS dos Espaços Verdes, Ambiente e Resíduos Sólidos.

 

A Escola Fixa de Trânsito é para Carlos Catalão um equipamento de extrema importância para formar mentalidades rumo à redução da sinistralidade rodoviária. “Temos vindo a pugnar para que a sinistralidade seja reduzida ao nível nacional e de cada concelho. Pensamos que é uma forma de desde tenra idade, primeiro ciclo, podermos ir trabalhando para termos cidadãos mais cientes daquilo que é necessário ter, para minimizar essa guerra que temos todos os dias nas nossas estradas, com os condutores, os peões e todos os intervenientes na via pública”.

 

O presidente da AJICR lembrou que o número de mortes na estrada, de feridos graves e feridos ligeiros tem vindo a diminuir, de ano para ano, e para isso contribuem diversos fatores como a “melhoria da qualidade das vias, dos nossos veículos e também de alguma sensibilização que tem sido feita com algumas entidades que hoje aqui estão presentes e que eu agradeço mais uma vez”.

 

Carlos Catalão referiu a importância de ter “pessoas emanadas no mesmo ideal e no mesmo projeto”, como forma de agir para “uma maior consciencialização dos nossos cidadãos, porque se nós tivermos uma atuação forte sobre os nossos jovens, com certeza que os vamos transformar nos anjos da guarda dos pais. Vamos transmitir-lhes algumas ideias, alguns comportamentos, para que eles possam obrigar os seus pais a cumprirem algumas regras mínimas: cinto de segurança, o excesso de velocidade e a ter cuidado com os peões”.

 

Santarém é palco das comemorações nacionais do Dia Nacional dos Centros Históricos Portugueses

 

 

Santarém é palco das comemorações nacionais do Dia Nacional dos Centros Históricos Portugueses, coincidentes com o 203.º aniversário natalício de Alexandre Herculano, que têm lugar na próxima quinta-feira, 28 de março.

 

O programa tem início às 15h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com a conferência “O sentido do Património Cultural”, por José-Augusto França, vencedor do Prémio Nacional “Memória e Identidade”.

 

Na sequência da atribuição do Prémio Nacional “Memória e Identidade”, José Augusto França vai receber o Diploma. A apresentação deste ensaísta, historiador e crítico de arte está a cargo de Maria Emília Pacheco, sua antiga aluna na Universidade Nova de Lisboa.

 

Às 16h10, tem lugar o lançamento do livro “Almeida/Cidade Rodrigo – A fortificação da raia central, da autoria de Fernando Cobos e de João Campos, no âmbito de um projeto cofinanciado pela União Europeia e já distinguido na América.

 

Às 16h45, decorre a Cerimónia de outorga de Louvores Públicos pela Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico, que está a celebrar o seu 25.º aniversário. De entre outras personalidades, são distinguidas Rosalina Melro, Pilar del Río, Maria Emília Pacheco, Diniz Ferreira, Fernando Peralta, João Moreira, Joaquim Martinho da Silva, Vítor Serrão, Pedro Canavarro, Martinho Vicente Rodrigues, Carlos-Antero Ferreira, Jorge Custódio, Baptista Ribeiro e José da Costa Reis.

 

Em 25 anos, é a quarta vez que a APMCH atribui estas distinções que têm como objetivo premiar quem se destaca em termos locais, regionais e nacionais, no estudo, na defesa ou na divulgação do património cultural, sob o signo “Transformar sem destruir, crescer sem devorar as raízes”.

 

A primeira edição dos Louvores da APMCH teve lugar em 2002. Nessa altura, a APMCH contemplou os antigos autarcas de Lisboa, de Santarém e de Sintra. Em 2006, foi laureado Jorge Sampaio, então Presidente da República.

 

No ano anterior a APMCH premiou António Menéres e Jorge Justino.

 

Atualmente, a Direção da APMCH é liderada por Francisco Lopes, presidente de Lamego e a Mesa da Assembleia e o Conselho Fiscal são presididos por Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, e por Amândio Melo, de Belmonte, respetivamente.

 

A par destas iniciativas, a Praça Marquês Sá da Bandeira (Largo do Seminário) acolhe das 10h00 às 18h00, uma Feira de Produtos Biológicos, Visitas guiadas e Feira de Artesanato.

 

Entre as 10h00 e as 18h00, realizam-se Passeios de Charrete no Jardim da República e Jardim Portas do Sol.

 

O Centro Histórico vai ser palco de vários Apontamentos Musicais, que têm lugar, às 11h00h no Posto de Turismo, às 12h00 na Rua Serpa Pinto, às 14h30 na Praça Marquês Sá da Bandeira (Largo do Seminário) e às 17h00, na Rua do Arco de Manços.

 

Às 21h00, tem início uma Marcha Desportiva, com saída do Convento de São Francisco e às 21h30, o Teatro Sá da Bandeira acolhe um Concerto pela Banda da PSP e Solistas Convidados da Academia Internacional de Artes Performativas.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:58
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 25 de Março de 2013
CARTAXO: FRANCISCO NICHOLSON ESTEVE À CONVERSA NO CARTAXO

FRANCISCO NICHOLSON ESTEVE À CONVERSA NO CARTAXO

O ator, argumentista, dramaturgo e encenador foi o convidado de José Raposo para a habitual tertúlia do CCC, realizada no dia 24 de março

 

Francisco Nicholson esteve no Centro Cultural do Cartaxo (CCC) na noite de 24 de março, a convite de José Raposo, na habitual tertúlia “José Raposo Convida”.

 

O ator, argumentista televisivo, dramaturgo e encenador promoveu uma conversa muito bem humorada, recheada de histórias em torno do teatro, sobretudo do teatro feito na altura em que as artes de palco começaram a preencher a sua vida – anos 60 e 70.

 

José Raposo considerou Francisco Nicholson “um formador, um grande professor, porque desde muito novo esteve sempre à frente dos grupos onde esteve inserido”.

 

É o caso do Teatro Nacional de São Carlos, que ajudou a fundar e do qual foi diretor, ou do Teatro Adóque, que fundou e foi o local onde lançou atores como Ana Bola, Helena Isabel, Virgílio Castelo ou Henrique Viana.

 

Desde muito novo que Francisco Nicholson se começou a afirmar como ator e autor, tendo-se estreado profissionalmente a desempenhar essas duas funções na peça infantil “Mistérios Até Mais Não”, no Teatro do Gerifalto.

 

Foi no Teatro ABC que se popularizou com o teatro de revista e foi com o programa televisivo “Riso e Ritmo” (1964) – em que foi autor e ator, contracenando com Armando Cortez – que se deu a conhecer a todos os portugueses.

 

O sucesso que Francisco Nicholson alcançou na sua carreira deve-se talvez à postura que sempre fez questão de manter. “Fui sempre muito irreverente e às vezes influente. Atrevia-me a desafiar os poderes instituídos”, revelou.

 

Francisco Nicholson “apaixonou-se pelo teatro” no Liceu Camões, onde começou a representar. Como os pais não o deixaram seguir a carreira do teatro, teve de esperar até completar 21 anos para decidir ele próprio o caminho a seguir.

 

Juntou o dinheiro que tinha ganho na Marinha e rumou para Paris, “o centro da cultura mundial na altura”, onde frequentou a Academia Charles Dullin. Regressou depois a Portugal, decidido a fazer teatro, mas muitas portas se fecharam.

 

“A primeira função que tive no meio teatral foi o lugar de ponto. Eu aproveitei, mas a peça era muito má, ninguém estava a gostar, e então eu, como fui sempre muito atrevido, disse-lhes que conseguia fazer um texto melhor em 24 horas. Deram-me uma semana para escrever uma nova peça, eu demorei apenas 48 horas, mas não fui à cama. Gostaram muito e escolheram a minha peça para abrir a temporada”.

 

O teatro que nessa altura se fazia, “fazia-se por vocação, porque se gostava verdadeiramente. E os pais faziam tudo para que os filhos não fossem para o teatro, inventava-se imensas histórias. Hoje há mães que quase empurram os filhos para os nossos braços. Há muito talento, mas há também muita gente a quer fazer teatro apenas para ver o seu nome nos cartazes”, considerou.

 

Se há coisas que o ator e encenador gosta de guardar na memória, são histórias que o marcaram por conterem mensagens que foram para si “uma lição de vida”.

 

“O Bikini foi a primeira revista que fiz – no início dos anos 60, no ABC – e foi um estoiro enorme, um grande sucesso, porque era diferente e ninguém estava à espera. Eu era o autor e participava também como ator. No dia seguinte à estreia ia a entrar no Parque Mayer e cruzo-me com um ator consagradíssimo que me diz que adorou a revista, mas deu-me um conselho: não representes, escreve só. Mais à frente encontro um autor muito consagrado, que também tinha achado a revista fantástica, mas cujo conselho era: não escrevas, representa só. Foi uma lição para toda a vida”.

 

Francisco Nicholson não deixou de representar nem de escrever. Depois de ter passado pela Companhia Nacional de Teatro e pelo Teatro Estúdio Lisboa, inaugurou o Teatro  Villaret integrando o elenco da peça “O Inspetor Geral de Nicolau Gogol”. No dia 25 de abril de 1974, o ABC tinha em cena “Tudo a Nu”, de que era autor, encenador e ator.

 

Dirigiu e interpretou variados programas televisivos, escreveu diversas novelas – tendo sido o autor de “Vila Faia”, a primeira telenovela portuguesa –, foi também autor de várias séries para televisão e argumentista no cinema. Recentemente encenou a peça “Isto É Que Me Dói”, com José Raposo e Sara Barradas, em cena no Teatro Villaret até final de março.

 

COMÉDIA SOBE AO PALCO EM VALE DA PINTA

“Há Petróleo no Beato” pretende recordar Raul Solnado e é apresentada em Vale da Pinta nos dias 5 e 6 de abril

 

Nos dias 5 e 6 de abril, às 21h30, a Sociedade Cultural e Recreativa de Vale da Pinta é palco da apresentação da peça de teatro “Há Petróleo no Beato”, trazida ao concelho do Cartaxo pela Companhia Forever Mesmo Teatro.

 

A peça recorda o saudoso Raul Solnado, que nos anos 80 escreveu este texto para teatro, juntamente com Júlio César, Francisco Mata e Gonçalves Preto. O sucesso da peça levou mais tarde a RTP a reproduzi-la em versão televisiva.

 

Trata-se de uma comédia divertida, cuja história gira em torno da descoberta de petróleo no quintal de um motorista de táxi, que mora com a família numa humilde casa no Beato.

 

Encenada por Manuela Passarinho, a peça conta com a participação especial de Eládio Clímaco, que juntamente com Noémia Costa, Paulo Patrício, Fernando Lupach, Joana França, Miguel Santiago, Filipe Salgueiro, João Duarte, Vitória Sousa e Anita Marques prometem momentos de grande divertimento. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:13
link do post | comentar | favorito

Muge 150th: um congresso que juntou estudiosos de todo o mundo

Decorreu nos dias 21 a 23 de Março, no auditório da Escola Profissional de Salvaterra de Magos, o congresso «Muge 150th», dedicado aos 150 anos da descoberta dos concheiros mesolíticos de Muge.


A identificação dos concheiros de Muge remonta a 1863, e deve-se à acção de Carlos Ribeiroque desempenhava o cargo de Director da Comissão Geológica. A descoberta dos concheiros de Muge, constituiu um dos mais importantes achados arqueológicos em Portugal do último quartel do séc. XIX, e que marcou o percurso da arqueologia pré-histórica portuguesa.


 

Desde finais do Séc. XIX até à actualidade, numerosos estudiosos nacionais e internacionais escavaram ou participaram em escavações arqueológicas nos concheiros, publicando inúmeros trabalhos sobre estas estações arqueológicas.


Devido ao seu incalculável valor científico, os Concheiros de Muge são citados em todos os manuais da pré-história da Europa.


O congresso reuniu várias dezenas de especialistas em arqueologia de diferentes universidades estrangeiras e de reconhecido mérito académico, caso da Universidade de Oxford, Edimburgo, York, Cantábria, São Paulo, entre muitas outras.


 

Ao longo do congresso as várias comunicações apresentadas, reafirmaram a importância que os concheiros de Muge têm para a compreensão do mesolítico europeu, foram abordadas temáticas sobre a industria de talhe lítico, os rituais de inumação dos esqueletos encontrados, aspectos relacionados com a arquebotânica e zooarqueologia, ou ainda a comparação com outros concheiros localizados na Europa, África e América.


 

No dia 22 de Março, decorreu uma visita aos Concheiros de Muge: Cabeço da Amoreira eMoita do Sebastião, onde os participantes tiveram a oportunidade de conhecer in situ os concheiros, e conhecer a evolução das últimas escavações arqueológicas, dirigidas pelo Prof. Nuno Bicho da Universidade do Algarve, que deu a conhecer a história das investigações dos concheiros e analisou as recentes escavações que decorreu na primeira semana de Março e que contaram com o apoio da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos.


 

Na sessão de encerramento que decorreu no dia 23 de Março, enalteceu-se o apoio e colaboração que a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos tem vindo a dar ao estudo dos concheiros, e que o congresso tenha contribuído para o conhecimento e a divulgação da importância dos concheiros de Muge.

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos cooperou com a Universidade do Algarve desde a primeira hora, na total disponibilidade e interesse em trazer para o nosso concelho este congresso comemorativo dos 150 anos de descoberta dos Concheiros de Muge, colocando à disposição da organização meios humanos, logísticos e financeiros que tornaram também possivel este congresso. Deste facto e deste empenho municipal, fez referência o Sr. Vice-Presidente da Câmara Municipal, Manuel das Neves, na abertura dos trabalhos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:11
link do post | comentar | favorito

ABRANTES: Acção promocional de enchidos e fumeiro em Abril

Acção promocional de enchidos e fumeiro em Abril

A TAGUS irá dinamizar no próximo dia 5 de Abril um showcooking, especialmente, dirigido para os restaurantes da região e um petisco para o público em geral. Esta acção promocional pretende destacar os enchidos e o fumeiro do Ribatejo Interior.

 

No âmbito da sua estratégia de valorização e promoção dos produtos locais de Abrantes, Constância e Sardoal, a TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior está a preparar uma iniciativa que se irá dividir em dois momentos, um workshop de preparação de entradas para estabelecimentos de restauração a acontecer pelas 16h e um Merendas com Personalidades para as 19h.

Os cozinheiros serão Bruno Martins e Filipe Janeiro, dois abrantinos e alunos finalistas da Escola Superior de Hotelaria do Estoril que irão estar no dia 5 de Abril na Praça dos Sabores, no Mercado Criativo de Abrantes (antigo mercado municipal) a mostrar receitas inovadoras de enchidos e fumeiro.

Os objectivos da Associação de Desenvolvimento do Ribatejo Interior com o workshop são sensibilizar os restaurantes para a importância de utilizar estes produtos locais e despertar a curiosidade destes estabelecimentos para novas formas de aplicação dos enchidos na sua oferta gastronómica.

Consciente do importante papel que a restauração de Abrantes, Constância e Sardoal desempenha na divulgação dos produtos e recursos turísticos da região, a TAGUS desafia–os a participar nesta iniciativa. Se está interessado, basta preencher a ficha de inscrição que se encontra em www.tagus-ri.pt e enviar via endereço electrónico para tagus@tagus-ri.pt.

Para falar sobre a confecção e outras curiosidades dos enchidos e o fumeiro estarão presentes os produtores do Ribatejo Interior, Guilherme Tomé, Margaridos & Margaridos e MF – Salsicharia Artesanal. Para esta Merendas com Personalidade é obrigatório fazer reserva o que poderá ser feito através de email para pracasaboresabrantes@gmail.com ou pelo tlm. 91 055 93 05.

Esta acção promocional de enchidos e fumeiro do Ribatejo Interior conta com o apoio da abordagem LAEDER, do Programa Nacional de Desenvolvimento Rural (ProDeR).



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:09
link do post | comentar | favorito

AZAMBUJA: A EQUIPA DA MUDANÇA!
No passado sábado, a Poisada do Campino foi pequena para acolher todos aqueles que quiseram participar na apresentação pública da candidatura do Dr. António Jorge Lopes à presidência da Câmara de Azambuja.
 
Sobre a sua Equipa de Vereadores, Jorge Lopes foi claro:
 
"Nunca foi apresentada uma lista tão boa, seja de que partido for, nos últimos 25 anos, à Câmara de Azambuja. É uma lista para vencer e composta, maioritariamente, por independentes".
 
 
Esta é a Equipa que vai fazer mais e melhor pelo Concelho de Azambuja:
 
ANTÓNIO JORGE LOPES

43 anos

Licenciado em Direito e Pós Graduado em Direito das Autarquias Locais

Advogado especialista nas áreas do ambiente e do ordenamento do território

Vereador da Câmara Municipal de Azambuja

 

MARIA JOÃO CANILHO

39 anos

Licenciada em Sociologia e Pós Graduada em Orientação e Mediação Familiar

Diretora Técnica do Centro Social e Paroquial de Azambuja

Membro do Núcleo Executivo do Comissão Local de Ação Social

(independente)

 

ISABEL FRANCO

59 anos

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas

Professora na Escola Secundária de Azambuja desde 1974 e formadora

Deputada na Assembleia Municipal de Azambuja

 

JOÃO RAMOS

24 anos

Está a concluir o mestrado na Academia Nacional Superior de Orquestra.

Foi maestro da Banda do Alto Concelho de Azambuja e é actualmente Maestro da Filarmónica Recreativa de Aveiras de Cima

(independente)

 

SUSANA LUCAS

41 anos

Professora Universitária nas áreas da Engenharia Civil e do Ambiente

É uma das mais reconhecidas especialistas nacionais em desenvolvimento sustentável e gestão de água

(independente)

 

NATÁLIA PERES

46 anos

Funcionária Pública

Catequista e Tesoureira da Casa do Povo de Alcoentre

(independente)

 

RICARDO DIAS

24 anos

Assessor da Direção do Instituto para a Promoção e Desenvolvimento da América Latina

Membro da Assembleia de Freguesia de Aveiras de Baixo

 

 

Com os melhores cumprimentos,

 

P'la Direcção Coordenadora

da Coligação PELO FUTURO DA NOSSA TERRA

 

António Godinho



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:07
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: EXPOSIÇÃO DE JAIME RAPOSO NO CARTAXO

 

 

EXPOSIÇÃO DE JAIME RAPOSO NO CARTAXO

Exposição de pintura, desenho e ilustração está patente no Centro Cultural até dia 3 de maio

 

Um conjunto de obras de pintura, desenho e ilustração da autoria de Jaime Raposo podem ser apreciadas no Centro Cultural do Cartaxo (CCC) até dia 3 de maio, no âmbito da exposição “Signal Interrompido”, que retrata o percurso deste jovem artista plástico nos últimos três anos. 

 

Na inauguração desta exposição, a 22 de março, Jaime Raposo explicou que, olhando para a seleção das várias obras que trouxe ao Cartaxo, “nota-se um pouco a transição entre aquilo que eu fazia mais no contexto de arte contemporânea, pintura e outro tipo de media, e depois esta atividade mais relacionada com a ilustração”.

 

A sua estada de cerca de quatro anos em Berlim, logo após se ter formado em Belas Artes, na faculdade de Lisboa, foi importante para definir o seu caminho artístico. “Foi uma experência que me permitiu redefinir aquilo que gostava de fazer, porque estive exposto a uma série de atividades, muito mais alargada do que em Portugal, que me permitiu reencontrar-me em termos artistícos, algo que não tinha acontecido enquanto estava a estudar em Lisboa. Cheguei a Portugal com uma ideia muito mais concreta daquilo que queria fazer”, revelou.

 

E as suas escolhas passam, essencialmente, pela vertente gráfica, relacionada com a ilustração. Entre os trabalhos que Jaime Raposo desenvolveu nestes últimos dois anos, o artista destaca as ilustrações dos cartazes para os concertos das “Cartaxo Sessions”, do CCC, cuja colaboração considera ser “uma boa via para divulgar os eventos e, aos mesmo tempo, o meu trabalho. Tem sido uma espécie de casamento feliz”, classifica.

 

No trabalho artístico de Jaime Raposo não existe um “objetivo unificante” e a encontrar-se um denominador comum no conjunto do seu trabalho, ele será “muito subtil”, considera o artista.

 

“Não trabalho só com um conceito unificador, ou seja, o meu corpo de trabalho é muito inconsistente. Eu acho que a obra pode ser independente e ter um corpo de pensamento diferente da outra que está ao lado, e isso tem também a ver com o meu conceito de liberdade em termos de trabalho criativo”, expressou.

 

 

 

NOVA CAPELA E CASA MORTUÁRIA NOS CASAIS DA AMENDOEIRA

Presidente da Câmara Municipal e população visitaram o novo edifício no dia 24 de março

 

As portas do novo edifício constituído pela capela, casa mortuária e salas de catequese dos Casais da Amendoeira – freguesia de Pontével – foram abertas à comunidade no passado dia 24 de março.

 

A infra-estrutura, que partiu da iniciativa da população, está quase concluída e para o avanço dos trabalhos têm tido um contributo importante a Câmara Municipal do Cartaxo, o tecido empresarial e a comunidade.

 

José Francisco Fernandes, da Comissão para a Construção da Casa Mortuária e Capela dos Casais da Amendoeira, informou que “80% do que está feito deve-se à Câmara Municipal”. Também as empresas têm dado “um apoio fundamental”, cedendo muitos dos materiais e da mão-de-obra necessários.

 

O presidente do Município do Cartaxo, Paulo Varanda, foi convidado a visitar também as instalações e realçou essencialmente a componente humana envolvida nesta obra.

 

“É um orgulho ver que no nosso concelho há muita gente a trabalhar em prol da melhoria da qualidade de vida. Estamos perante um local de culto que é importante para a população, mas também de um espaço que melhora as despedidas desta vida. Acredito que nada disto teria sido possível sem este envolvimento, este espírito de partilha e esta vontade de querer, que fazem toda a diferença”, referiu.

 

Paulo Varanda agradeceu assim o contributo de todos para a concretização da obra, afirmando que “todo o concelho ficará mais rico, quando este novo edifício ficar inteiramente ao serviço da população, é com esta certeza que tudo farei para continuar a contribuir para que estas obras terminem o mais breve possível”.

 

Neste momento, a casa mortuária já se encontra totalmente concluída. No restante edifício, falta colocar portas interiores e luz elétrica e equipar as casas de banho com as respetivas loiças. Na capela, os trabalhos estão um pouco mais atrasados, faltando a colocação do teto, pavimento e altar.

 

A Comissão tem esperança de poder acabar a obra em breve, mas para concretizar esse objetivo, precisa de continuar a contar com a colaboração de todos. “O que falta depende de todos nós, se fizermos um pequeno esforço, conseguiremos terminar um espaço que faz falta a toda a população e que é um património importante para a localidade”, apelou José Francisco Fernandes.

 

Nesta visita às novas instalações, marcaram também presença Fernando Martins, vereador da Câmara Municipal, Fernando Santos, presidente da Assembleia Municipal, José António Sobreira, presidente da Junta de Freguesia de Pontével, entre outros autarcas do concelho.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:33
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

22

25
26
27
28
29

30


posts recentes

Conversas com café… “Vamo...

Quarta edição do “Verão I...

Município da Chamusca: In...

Município da Chamusca: Mu...

Festa da Amizade Etnofolc...

Detida em flagrante por i...

A D. Custódia

PETIT GATÔ em Concerto na...

Segundo fim de semana da ...

CORUCHE INTEGRA O PROJETO...

NERSANT integra seminário...

Câmara de Santarém lança ...

XIV edição do FITIJ ofere...

DIA EUROPEU SEM CARROS CO...

CORTE NO ABASTECIMENTO DE...

UNIÃO CARTAXENSE – JOGO D...

Dia Mundial do Turismo ce...

Aproveite o que Santarém ...

Formação financiada já di...

ARRAIAL DO TORRICADO

Escola Superior de Educaç...

LIMPEZA E HIGIENICAÇÃO DE...

Município da Chamusca rec...

Acordo de Geminação entre...

CARTAXO ELEGEU REI E RAIN...

Câmara de Santarém assina...

Exposição “Sá da Bandeira...

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

Exposição Comemorativa 30...

SEMANA EUROPEIA DA MOBILI...

arquivos

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds