NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014
ABRANTES: Prometeu em cena no Cine Teatro S. Pedro

“Prometeu” é um espetáculo de sombras e multimédia para maiores de 6 anos que irá estar em cena no Cine Teatro de S. Pedro em Abrantes, no próximo dia 08 de Março, a partir das 10h00. 

A peça, vencedora do prémio de melhor espetáculo para a infância na edição de 2012 da Feria de Teatro de Castilla y Léon (Espanha), é baseada na trágica história da mitologia Grega, em que o seu protagonista sofre uma sequência de tragédias depois de roubar aos deuses o fogo para o dar aos homens. O teatro, a música e a expressão audiovisual ‘fundem-se em cena, criando uma única linguagem performativa’. Segundo a mitologia grega, depois de Zeus ter criado os seres vivos, coube a Prometeu e seu irmão Epimeteu a tarefa de atribuir a cada animal variados dons e aptidões naturais; alguns receberam asas, outros patas velozes, garras afiadas, carapaças de proteção, etc. Quando chegou a vez do homem, que deveria ser superior a todos os animais,Epimeteu esgotara já todos os recursos. Recorre então a seu irmão Prometeu, que rouba o fogo dos deuses, assegurando desta feita a superioridade dos homens sobre os outros animais. Como punição a PrometeuZeus ordena a Hefestos que o acorrente para sempre ao cume do Monte Cáucaso, onde todos os dias uma águia devorava o seu fígado que se regenerava sempre. Os homens também castigam Zeus, criando a mortal Pandora e enviando-a como noiva a Epimeteu. Juntamente com Pandora manda uma caixa fechada contendo um segredo que nunca deveria ser desvendado. Movida por uma imensa curiosidade, Pandora abre a caixa, libertando para todo o sempre os males da humanidade. O herói Heracles liberta enfim Prometeu do seu sofrimento. Zeus, o nume supremo, acaba por aceitar a irreverência dos Titãs, permitindo que vivam junto dos mortais.

"Prometeu" tem encenação e interpretação de Marcelo LaFontana, dramaturgia de José Coutinhas e música original de José Alberto Gomes. A sua produção é de Lafontana Produções Artísticas e a organização é da Câmara Municipal de Abrantes e Artemrede. Os bilhetes estão à venda no Posto de Turismo (telefone 241 362 555) pelo valor de 1€ (um euro).



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:22
link do post | comentar | favorito

Ourém nomeada “melhor autarquia” por revista prestigiada de turismo

 

A Câmara de Ourém está nomeada na categoria de “melhor autarquia” nos Publituris Portugal Trade Awards, distinções que a revista Publituris (revista especializada da área do Turismo Português) vai entregar, no próximo dia 12 de Março, à margem da Bolsa de Turismo de Lisboa.

“Município que acolhe Fátima, local que atrai 4 milhões de turistas por ano, tem dado o seu contributo para o desenvolvimento do Turismo Religioso, de que é exemplo a assinatura de um acordo de geminação com a cidade de Lourdes. A cooperação poderá beneficiar de apoios financeiros da União Europeia que permitam criar uma plataforma comum de promoção internacional em mercados estratégicos”, pode ler-se na publicação online.

Para Paulo Fonseca, presidente do Município de Ourém, este é um “sinal de reconhecimento, prestígio e valorização de Ourém e a prova de que o trabalho realizado na promoção do turismo religioso tem dado valiosos frutos”.

Nas 13 categorias a concurso, o Município de Ourém aparece a disputar a categoria de «Melhor autarquia» ao lado de Braga, Grândola, Lisboa, Loulé, Porto e Vila Real de Santo António.

As categorias a concurso são: Melhor Empresa de Cruzeiros, Melhor GSA Aviação, Melhor PCO – Professional Organizer Congress, Melhor Espaço para Eventos, Melhor Espaço para Congressos, Melhor Empresa de Animação Turística, Melhor Agência Corporate, Melhor Site Operador, Melhor Porto Recreio/Marina, Melhor Hotel Independente, Melhor Site de Cadeia Hoteleira, Melhor Turismo em Espaço Rural, Melhor Autarquia e Personalidade do Ano (atribuído pela equipa Publituris).

Vote em Ourém

Os nomeados para as 13 categorias a concurso foram escolhidos pela redacção da revista, mas os vencedores resultam de uma média ponderada entre os votos dos assinantes da newsletter do Publituris (40%) e dos votos do Júri (60%). A votação irá decorrer entre 28 de Fevereiro e 7 de Março.

Para votar deverá aceder ao site da publicação: www.publituris.pt a partir do dia 28 de fevereiro, clicar na notícia sobre os prémios e será reencaminhado para o site da votação. Depois basta inserir o email no qual recebe a newsletter da Publituris.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:17
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2014
OPINIÃO: Um fim de semana com um copo cheio de coisa nenhuma e uma mão vazia de coisa alguma


Por: Anabela Melão


As conclusões (!?) do Congresso laranja, a aliança de Fernando Costa (PSD) com a CDU em Loures e a confessada "esperança de que um dia (Bernardino Soares) deixe de ser comunista" e o anúncio da escolha de Assis para encabeçar a lista para as europeias, fazem-me lembrar a frase escrita por Scott Fitzgerald numa época ainda mais obscura do que a nossa (1936): “One should be able to see that things are hopeless and yet be determined to make them otherwise.” Já não somos um País de utópicos, vão-se os cérebros, mas eis-nos cheios de cabeçudos. Estamos governados! 

Ainda sobre o Congresso do PSD. Quem menospreza a inteligência verbal do Marcelo não entende nada de política. Os congressistas já se preparavam para ir jantar quando ouviram anunciar que Marcelo era o próximo orador e voltaram para ouvir o momento mais emotivo e divertido do congresso. “Estou velho para isto”, começou Marcelo, encantado com a energia de Paulo Rangel – “este homem é excepcional!” - que tinha sido apresentado como cabeça de lista às europeias. Falando num tom entre o emotivo e o irónico, Marcelo distribuiu farpas e elogios. Entre aplausos e gargalhadas, os congressistas ouviram-no dizer de Passos Coelho, que a sua frieza e racionalidade “é muito irritante” e que é “irritantemente longo” e tem pouca apetência por dar boas notícias ao país.

Paulo Portas foi caricaturado por esperar que o dia a seguir ao fim da intervenção da troika seja um novo 1640. “No dia 18 de Maio os portugueses não abrem a janela a dizer ‘isto é um país novo’”.  

“Vim aqui por uma razão afectiva”, repetiu e disse: “Isto vai ser mal interpretado, parece que te estás a fazer a qualquer coisa”. Mais risos.

Não se ficou pelo registo emotivo. “Já que vim queria dizer três ou quatro coisas racionais”. Uma delas é que o PSD “continua a ser um partido livre”. “Eu sou a maior prova disso, quando falo todos os domingos”, ironizou.  “Já todos levámos pancada. Queixam-se muito do Pacheco Pereira, que é inteligente, eu já levei pancada dele e também já dei pancada nele”.

A democracia interna é uma das forças do PSD, sublinhou. Uma democracia que possibilita que quem saia do partido – como Rui Machete, sentado na primeira fila, que o professor apontou como exemplo dessa tolerância – possa voltar.

Marcelo passou para um registo sério apelando ao entendimentos a seguir às europeias, “entre Junho de 2014 e a Primavera de 2015”. Deixar passar este período levará a “improvisar consensos” com custos para o país.

Criticou as “hesitações de Seguro” e o erro de não ter percebido mais cedo que teria que negociar. “Foi o erro de António José Seguro. Se tivesse delimitado zonas de consenso não tinha de ser António Costa a vir dizer que são precisos consensos”. Marcelo diz que Seguro tem ainda “uma nova oportunidade”. “Não há razões eleitorais que impeçam de se sentar à mesa. Tem de sentar”.

Há falta de humor nos discursos políticos nacionais, cimentando a sensaboria politiqueira nacional. Por insegurança (parente próxima da arrogância), os políticos portugueses levam-se demasiado a sério, não sabem lidar com a ironia, tementes que essa desmascare a sua insegurança e impreparação. Este sinal de inteligência foi o sopro de ar fresco do Congresso. Definitivamente, Marcelo dá dez-a-zero ao melhor especialista em marketing político. Goste-se ou não, marcou pontos. Oratória impecável. Humor britânico impecável a denunciar a educação recebida e a cultura acumulada. Fair-play a mostrar que não se limita a "andar por aí" e que ainda vai a mergulhos ao Tejo, que o Guincho habituou ao frio das águas e à rebentação das ondas. Não se sabe para onde vai e é isso que ainda o faz um sobrevivente da massa crítica interna do PSD. E ao apelar à democracia e à "generosidade" interna mata todos os coelhos de uma só cajadada, como que a dizer: se me expulsam provam que não a têm. Avisos internos feitos de sopetão, com ironia cortante, a dar ânimo ao cinzentismo  da política nacional. E assim se lançou um novo mito na iconografia laranja: depois de Aníbal Cavaco Silva a rodar o Citroën no congresso de 1985, eis o candidato presidencial Marcelo a descobrir a estrada de Damasco capaz de conduzi-lo a Belém, via Coliseu dos Recreios, enquanto seguia de táxi na Segunda Circular... Brilhante! Estratégico e táctico, como só ele! Goste-se ou não se goste! 


publicado por Noticias do Ribatejo às 18:55
link do post | comentar | favorito

Parceria Tajo/Tejo Vivo dinamiza festival gastronómico ibérico durante todo o mês de Março

 

No dia 1 de Março inicia um festival gastronómico ibérico em mais de 50 restaurantes dos territórios situados nas margens do Tejo. Promover a gastronomia e os produtos associados ao rio, envolvendo os estabelecimentos de restauração, produtores de vinho, azeite, enchidos e fumeiro locais é um dos objectivos deste evento português e espanhol que se prolongará por todo o mês de Março.

 

A actividade surge no âmbito do Tajo/Tejo Vivo e pretende a valorização e promoção, não só da gastronomia associada ao rio, como também a típica das regiões junto ao Tejo e os seus produtos, incentivando o consumo dos mesmos. E por outro lado, estimular o trabalho em rede a nível Ibérico dos restaurantes, produtores e das Associações de Desenvolvimento Local parceiras neste projecto de cooperação.

O Tajo/Tejo Vivo abrange municípios desde Castilla (Espanha) ao Ribatejo (Portugal) e neste 1º Festival Gastronómico decorrerá, nomeadamente, em 57 restaurantes localizados em Talavera, Sierra de San Vicente y la Jara, Castilla la Mancha (Espanha), Raia Centro Sul, Pinhal Interior, Sôr e Ribatejo (Portugal).

Pimientos de piquillo rellenos de boletos com crema de morcilla, ensalada de hiros, revuelto de morcilla conpiñones, solomillo, presa ibérica são alguns dos pratos castelhanos. Já no território nacional, a restauração terá maranhos, bucho, cabrito assado, ensopado de borrego, sopa de peixe do rio, pratos de sável, fataça, achigã, enguias, lúcio, lampreia e pratos de caça. A que também se juntam açordas, migas e cozinha fervida.

Neste festival desafiam-se também os produtores de vinho, azeite e enchidos que durante o mês da acção poderão realizar provas dos seus produtos, visitas guiadas a instalações, vinhas e olivais.   

O Tajo/Tejo Vivo é um projecto de cooperação ibérica, apoiado pela abordagem LEADER, do Programa de Desenvolvimento Rural (ProDeR) e assenta numa estratégia comum, inovadora e sustentável, de forma a contribuir para o aumento da competitividade e desenvolvimento social, económico e ambiental desses locais, e os afirme, como um destino turístico consolidado.

A TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior é a chefe de fila portuguesa, onde integram as Associações de Desenvolvimento Local ADIRN – Ribatejo Norte, ADRACES – Raia Centro-Sul, APRODER – Ribatejo, LEADER SÔR e Pinhal Maior. Já do lado de Espanha, os parceiros são a ADAC -Alcarria y la Campiña, ADC – Tierras de Talavera, Sierra San Vicente y la Jara,  ADECOR – Oropesa, ADESVAL - Valle Alagón, ADISGATA – Sierra de Gata, Castillos del Medio Tajo, FADETA – Tajuña, Montes de Toledo, Valle del Jerte, TAGUS – Tajo, Salor, Almonte, coordenados pela ARACOVE - Aranjuez Comarca de Las Vegas.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:38
link do post | comentar | favorito

AZAMBUJA: “Conversa com gente da nossa terra”, trabalhar a corda e a madeira

O projeto “Viver na Lezíria” vai organizar, no próximo sábado 01 de março, mais uma “Conversa com gente da nossa terra”, desta vez dedicada às artes de trabalhar a corda e a madeira. O evento terá lugar na Associação Recreativa de Casais de Baixo, Freguesia de Azambuja, a partir das 15h00. O evento tem o apoio do Município de Azambuja.

 

O artesão convidado a partilhar os seus conhecimentos e a sua experiência de vida é António Luís Sequeira, que começou a trabalhar como pastor, aos 14 anos. Foi aí que aprendeu com o seu mestre a arte de  revestir objetos com corda e as suas mãos  tornaram-se, também elas, com o passar dos anos, mestres. A madeira foi outra arte que abraçou mais tarde e embora tenha tido, ao longo do tempo, diferentes ocupações profissionais (todas elas ligadas à nossa região) as suas mãos hábeis mantiveram-se sempre entretidas, após cada jornada de trabalho diário. Hoje, reformado, dedica-se a estas duas paixões e quem o quer ver feliz encontra-o na sua pequena oficina, onde, com recurso a ferramentas simples, esculpe a madeira e reveste objetos de vidro com corda.

 

À semelhança do que é hábito, a participação na atividade é gratuita. Os interessados deverão, apenas, inscrever-se pelo telefone 966 418 790 ou pelo e-mail vivernaleziria@gmail.com

 

Recorde-se que “Viver na Lezíria” é uma iniciativa de um grupo de artesãs do concelho dinamizado na sede da Associação Recreativa de Casais de Baixo (Freguesia de Azambuja).

O projeto tem duas vertentes que se complementam entre si. Uma delas destina-se a crianças e jovens, em regime de ateliê, e permite aprender técnicas diferenciadas de construção e artes manuais, mas também de reciclagem e aproveitamento de materiais. A outra vertente do projeto visa reunir as diversas faixas etárias da comunidade, em sessões de agradável conversa, sobre profissões e atividades típicas da região. Para falar delas, são convidados profissionais com muita experiência, por exemplo na produção de produtos agrícolas, de mel, ou na pesca no Rio Tejo, entre muitas outras atividades.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:36
link do post | comentar | favorito

TOMAR: Programação completa do Dia de Tomar

Dia de Tomar

Sessão solene da Assembleia Municipal, aniversário dos Bombeiros e muita animação

 

 

Comemoram-se no próximo dia 1 de Março os 854 anos da fundação do Castelo Templário por D. Gualdim Pais. As cerimónias evocativas da data terão este ano algumas novidades com a recepção às entidades convidadas a ocorrer às 8h30 da manhã, no salão nobre do Palácio de D. Manuel, a que se seguirá o hastear das bandeiras às 8h45. Após a tradicional deposição de coroas de flores na estátua do fundador e o desfile das forças em parada, seguir-se à uma sessão solene da Assembleia Municipal.

Um dos pontos altos desta sessão, comemorativa da data, será uma homenagem do Município de Tomar ao Professor Doutor José-Augusto França. A sessão solene contará ainda com a intervenção dos diversos grupos políticos municipais, bem como com uma intervenção alusiva ao aniversário pelo Dr. José Medeiros.

Na manhã de dia 1 haverá ainda uma missa católica na igreja de S. João Baptista, ao meio-dia.

 

Livro e exposição a anteceder o dia

 

Mas as actividades comemorativas começam já, na quinta-feira, 27 de Fevereiro, com a apresentação, às 18 horas, na Casa da Comissão de Iniciativa e Turismo (na Av. Cândido Madureira), do livro “Maria de Lourdes de Mello e Castro – A pintura no feminino”, de Luís Saldanha. Uma importante abordagem sobre um dos nomes mais significativos das artes tomarenses no século XX.

Na sexta-feira, dia 28, será inaugurada pelas 16h00, na Biblioteca Municipal, a exposição “Tomar 854 anos: Uma viagem pela História”. Às 21h30, no Cine-Teatro Paraíso, haverá um concerto pela Banda da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais.

 

Muito desporto, cultura e animação

 

Regressando a sábado, 1 de Março, que é feriado municipal, começa logo pela manhã um conjunto de actividades desportivas e culturais, com o Campeonato Cidade Templária de Trampolins, no pavilhão Municipal Cidade de Tomar a partir das 9 horas.

Uma hora depois inicia-se a competição do Off the Road Terras Templárias, uma organização do Motor Clube de Tomar que inclui provas de motos , moto 4, jipes e BTT, neste último caso com uma homenagem ao Beto, figura carismática do ciclismo em Tomar, recentemente desaparecido.

À tarde, a partir das 14 horas, começam na zona desportiva, no Mouchão e ainda na Ponte da Vala, as actividades culturais e desportivas para a infância e juventude, que incluem prova de captação de jovens de pesca desportiva de rio (às 14h00, na Vala da Fábrica de Fiação), concerto da banda juvenil da Sociedade Nabantina (às 15h00), teatro pelo Espaço Zero (15h45) e ainda canoagem no rio (CCD/Grupo Desportivo da Nabância), basquetebol (Núcleo Sportinguista), ténis (Ténis Clube de Tomar), jogos tradicionais (CALMA), nautimodelismo (Pantanal Club), pinturas faciais e modelagem de balões (Projecto Sobre Rodas), insufláveis e circuito de psicomotricidade; torre de escalada (Exército Português) e actividades dinamizadas pelas associações juvenis.

Registo ainda para a leitura do Foral de 1160 de D. Gualdim Pais, que será efectuada pela Oficina de Teatro Canto Firme, seguida de concerto pela Orquestra de Sopros Canto Firme, no Cine-Teatro Paraíso, a partir das 18h00.

 

92 anos dos Bombeiros Municipais

 

A partir das 15h15 dar-se-á início à comemoração do aniversário dos Bombeiros Municipais de Tomar, no respectivo quartel, seguido de desfile pela cidade. O programa consta de receção às entidades convidadas, com honras em formatura, às 15h15, dando-se início, um quarto de hora depois, às cerimónias, que contarão com condecorações de assiduidade e mérito e promoção dos estagiários a bombeiros de 3.ª classe. Às 16h30 terão lugar as intervenções dos convidados de honra, a que se seguirá a bênção das novas viaturas ao serviço (VSAT e ambulâncias).

Finalmente, a partir das 18 horas, haverá desfile do corpo de bombeiros pela cidade.

 

Toda a gente a mexer no domingo

 

Finalmente, no domingo, dia 2 de Março, e como já é tradição, realiza-se a prova de atletismo 3 Léguas do Nabão, organizada pelo CALMA e dividida em diversos segmentos. Assim, a prova principal, 3 Léguas, tem início às 10h30, na Avenida Norton de Matos e consta de um percurso de 15 mil metros, destinado a atletas com mais de 20 anos, com carácter competitivo e classificativo.

A Dupla Légua tem partida também às 10h30, coincidente com as 3 Léguas, mas o seu percurso é de apenas 10 mil metros, destinando-se a atletas juniores, também com carácter competitivo.

Decorrerá ainda a Mini Légua, uma prova urbana, com partida do mesmo local às 10h32 e uma extensão de 1000 metros, para atletas de ambos os sexos nascidos entre 1999 e 2004 e sem carácter classificativo.

Além disso, a partir das 9h30 e num percurso de 10 mil metros, terá lugar uma caminhada, também com partida da Avenida Norton de Matos. Todas as provas terminam na Praça da República.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:35
link do post | comentar | favorito

CHAMUSCA: Tradições de Carnaval - Jogo do Quartão
 Na próxima 4.ª feira de Cinzas, dia 5 de Março assinala-se mais um ano de tradição na Vila de Chamusca. O dia será dedicado ao Jogo do Quartão uma tradição vem do tempo em que o costume de ir à fonte era um hábito diário e o mesmo era feito com um Cântaro de barro, o Chamado Quartão. 

Nestes tempos o abastecimento era feito muitas vezes em fontes naturais, com as mulheres a transportarem à cabeça o Quartão em Barro que servia para consumo. Esta tarefa diária criava naturalmente muitos acidentes no transporte o que fazia com que durante o ano se fossem acumulando nos quintais os velhos quartões.

O hábito diário deu lugar à tradição, e todos os anos os rapazes encontram uma forma de diversão e percorrem a Vila com carros para pedir todos os Quartões acidentados e transporta-los para o centro da Vila para junto de Tabernas onde começava o Jogo.

Jogo simples mas de enorme diversão em que o cântaro circula de mão em mão, voando em jogos de surpresa, até que algum mais descuidado o deixe cair e o transforme em cacos. Nesta situação a alegria é geral com o distraído a dirigir-se à taberna mais próxima para pagar “uma rodada” de vinho a todos os participantes.

O jogo assume aqui o seu lado mais lúdico, mas acima de tudo a aproximação dos rapazes e homens para uma festa transgressora onde o vinho se espalha em gargantas roucas e gritos de diversão.

Hoje a tradição mantém-se, adaptada a novos tempos, mas com a mesma vontade de manter viva a herança dos nossos antepassados e fazendo desta tradição uma das mais genuínas que se conhecem. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:33
link do post | comentar | favorito

TORRES NOVAS: Procura-se Rei e Rainha para Feira Medieval de Torres Novas

 

Realiza-se na cidade de Torres Novas mais uma edição da tão aguardada Feira Medieval. Este ano organizada pela Turrisespaços, tem como tema “Na Senda de Gil Paes” e realiza-se de 05 a 08 de junho. Nesta sequência, a organização procura pessoas para personificar, respetivamente, D. Fernando e Leonor Teles. Gostava de ser Rei ou Rainha? Então esta é a sua oportunidade!

 

Os requisitos que tem de ter para ser o rei D. Fernando são: idade entre os 25 e os 35 anos, ter cabelo comprido e, barba e bigode aparados. Para ser a rainha Leonor Teles, deve ter entre 20 e 30 anos, ter cabelo claro e comprido e, estatura alta. Se tem o perfil indicado para incorporar estas personalidades e vontade de agarrar este desafio,inscreva-se até ao dia 13 de março!

 

Para participar no Casting necessita apenas de enviar a sua candidatura com fotos de rosto e corpo inteiro para carlos.ferreira@turrisespacos.pt e incluir no corpo de email o seu nome, morada, data de nascimento, contatos e referir se já participou em alguma iniciativa deste género. A organização entrará posteriormente em contato com os selecionados. De salvaguardar que os selecionados têm de ter disponibilidade total nos dias do evento e antecedentes para posteriores formações ou ensaios.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:32
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: VISITA ÀS NOVAS VALÊNCIAS DA APPACDM NO CARTAXO

Presidente da Câmara Municipal e diretor do Centro Distrital da Segurança Social visitaram a Casa João Manuel no dia 24 de fevereiro

 

 

O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro visitou, no passado dia 24 de fevereiro, a Casa João Manuel – Lar Residencial e Residência Autónoma da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental (APPACDM) de Santarém, erguida na Rua S. Francisco, junto ao Jardim de Infância do Cartaxo.

 

Nesta visita, proporcionada por Luís Amaral, presidente da direção da APPACDM, marcaram também presença o diretor do Centro Distrital da Segurança Social de Santarém, Tiago Leite, o Chefe de Gabinete do presidente da Câmara, Vasco Casimiro, o vice-presidente e o tesoureiro da APPACDM, António Souto e Mário Casal, respetivamente, a coordenadora das estruturas residenciais, Filipa Dias, e a coordenadora pedagógica, Maria Nogueira.

 

A visita teve como objetivo conhecer as novas valências da APPACDM, bem como a abrangência da sua atividade e as dificuldades e necessidades enfrentadas pela instituição.

 

Desde fins de outubro do ano passado que a valência do Cartaxo começou a acolher utentes, contando neste momento com a permanência de 12 pessoas no Lar Residencial e 5 na Residência Autónoma. A Segurança Social mantém acordos de cooperação com a APPACDM relativamente a todos os utentes, à exceção de um.

 

Pedro Magalhães Ribeiro enalteceu a qualidade e conforto das novas valências da APPACDM, afirmando que “esta instituição presta um serviço inestimável à comunidade, sendo especialmente um importante suporte para as famílias com pessoas portadoras de deficiência. É complexo lidar com a diferença e ainda existem muitas barreiras e preconceitos que a sociedade tem de ultrapassar”, constatou, acrescentando que “cabe-nos a nós lutar, dentro do que estiver ao nosso alcance, pelas melhores condições de conforto e integração destes jovens e adultos, que necessitam de um maior apoio e acompanhamento”.

 

O funcionamento da Casa João Manuel é assegurado por 15 funcionários – alguns com horários parciais – e, dos 17 utentes que a frequentam, dois trabalham e os restantes frequentam durante o dia o Centro de Atividades Ocupacionais, situado noutra valência da instituição, no Vale de Santarém.

 

Considerando toda a logística necessária que envolve o transporte diário dos utentes do Cartaxo para Vale de Santarém, a instituição ambiciona construir junto ao Lar Residencial e Residência Autónoma do Cartaxo, um espaço para as Atividades Ocupacionais destes utentes.

 

A nova estrutura construída no Cartaxo será oficialmente inaugurada em março, mês em que a instituição comemora mais um aniversário.

 

 

CARTAXO REFORÇA APOIO AO SETOR VITIVINÍCOLA

Pedro Magalhães Ribeiro visita casas agrícolas do concelho

 

No passado dia 21 de fevereiro, o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo iniciou um conjunto de visitas que pretende fazer às casas agrícolas do concelho, que dedicam a sua atividade à vitivinicultura.

 

Na primeira destas visitas, o autarca que foi recebido pela enóloga Maria Vicente, da Sociedade Agrícola Casal do Conde, em Porto de Muge, explicou que “tenho a convicção que os eleitos políticos têm uma necessidade enorme de ouvir as pessoas, de conhecerem os lugares onde trabalham, de se depararem com as dificuldades que enfrentam e de perceberem que motivações e expectativas as movem. A potencialidade de cada setor de atividade está nas pessoas, os eleitos não podem viver fechados nos gabinetes, por mais meritório que o seu trabalho seja, ou correm o risco de tomar decisões que nada têm a ver com o mundo real”.

 

Para além desta vontade de conhecer e estar em “permanente contacto com a realidade do concelho”, Pedro Magalhães Ribeiro afirmou que “a autarquia tem de refazer laços com os agentes económicos que trabalham o vinho, em especial, com aqueles que o produzem”, referindo que “o vinho e a vinha terão sempre um papel central na criação de um projeto de desenvolvimento turístico e económico para o Cartaxo, quer seja nas atividades a curto prazo que queremos desenvolver, quer seja numa política de longo prazo”.

 

Nesta visita à Sociedade Agrícola Casal do Conde, o autarca ficou a conhecer os projetos desenvolvidos nos últimos anos, assim como o trabalho que ali se desenvolve para garantir a sustentabilidade da marca no futuro. A qualidade, aliada a um esforço de internacionalização que garanta novos mercados, são os traços distintivos da casa agrícola, cuja atividade se iniciou no princípio do séc. XX e tem hoje presença em mercados como o Brasil e Angola, a par de outros países europeus. Do trabalho desenvolvido para garantir a qualidade dos vinhos produzidos, são prova a obtenção de inúmeros prémios em concursos nacionais e internacionais.

 

Nesta visita, o presidente da Câmara deixou também nota do empenho pessoal que vai colocar na organização da Festa do Vinho, à qual “gostaria muito de ver regressar as nossas casas produtoras, de modo a que a qualidade que o certame já teve possa voltar a ser uma realidade”, reconhecendo que “a Câmara tratou mal os produtores, a Festa deixou de ser um lugar de negócio e os nossos agentes económicos afastaram-se dela”, o autarca diz-se “empenhado pessoalmente em conquistar a sua confiança”.

 

Sociedade Agrícola Casal do Conde tem a sua origem no início do séc. XX em Vila Chã de Ourique

Com raiz familiar, esta Sociedade fundada pelo vinicultor Manuel Henriques, foi sempre caracterizada por um crescimento dinâmico que lhe permitiu chegar ao início do século XXI como uma das maiores produtoras vinícolas do Ribatejo.


A sua estratégia de aquisição de algumas das melhores quintas e vinhas da região como a Quinta d’ Arrancosa e as vinhas da Correchana, foram acrescentando capacidade produtiva, e permitiram seguir uma filosofia de produção de vinhos de qualidade, devidamente reconhecidos com a atribuição de inúmeros prémios em concursos nacionais e internacionais.


Em 2009, a Sociedade Agrícola Casal do Conde foi adquirida por um grupo de investidores de capitais luso-angolanos que veio modernizar os seus processos de gestão, a sua estratégia de marketing e o seu posicionamento comercial, dotando-a de uma forte capacidade de investimento. Esta nova realidade veio acelerar o processo continuado de evolução da sua estrutura produtiva, e encarar o futuro numa perspetiva de expansão da sua oferta e a presença da marca em novos mercados.


Atualmente, a Sociedade Agrícola Casal do Conde dispõem de 160 ha das melhores terras do Vale do Tejo, das quais 75 ha estão afetos à vinha. Estas foram reestruturadas nos últimos anos, juntando, em talhões separados, castas tradicionais portuguesas às castas nobres internacionais, selecionadas pelo seu potencial nas características intrínsecas do terroir.


A sua adega localizada junto à povoação de Porto de Muge, tem acompanhado a evolução tecnológica do sector, apostando nos mais avançados processos de vinificação e engarrafamento, espelhando a tradição vinícola da empresa, num contexto de modernidade e confiança no futuro da região vinícola do Tejo como uma referência na produção de vinhos de qualidade em Portugal.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:29
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: W-Shopping recebe lançamento do livro “A Menina dos Ossos de Cristal”

 

O lançamento do livro «A Menina dos Ossos de Cristal» realiza-se dia 1 de março, às 16h00, no espaço de restauração do W-Shopping (piso 2), em Santarém, com apresentação da jornalista e escritora Laurinda Alves.

 

Os ossos de Ana Simão partem-se sozinhos. Frágeis como vidro, escondem a garra e determinação de quem não se deixa vencer pelas contrariedades da vida. Ana Simão é a autora de «A Menina dos Ossos de Cristal», livro do Clube do Livro SIC.

 

Um testemunho real e apaixonante de uma menina que venceu todo o sofrimento e se fez mulher numa história de luta e persistência. Em «A Menina dos Ossos de Cristal», Ana Simão conta a vida de Inês, a menina que foi um dia, que nasceu com uma doença rara tatuada no código genético: Osteogénese Imperfeita (OI). Nome feio para uma doença, como se houvesse nomes bonitos para as doenças.

 

“Todos te ficaram a conhecer pela enfermeira, não por teres essa patologia, mas sim porque havia muito tempo não nascia ali no hospital um bebé tão bonito, rechonchudo e com uns olhos tão azuis. Sim, olhos azuis, de mar e de céu quando o sol brilha. Mal sabiam eles que os teus olhos azuis, ou melhor, as escleróticas dos teus olhos azuis eram uma das características da tua doença. Nos teus olhos, havíamos sempre de ver o mar”.

 

Vulgarmente conhecida como a doença dos ossos de vidro, a Osteogénese Imperfeita é uma doença congénita, rara, que se caracteriza por fracturas espontâneas e frequentes dos ossos. Segundo a Associação Portuguesa de Osteogénese Imperfeita (APOI), esta doença tem uma incidência estimada em uma em cada dez ou quinze mil pessoas. Números escassos, dos quais também fazem parte a autora de «A Menina dos Ossos de Cristal».

 

«A Menina dos Ossos de Cristal» é muito mais do que um livro sobre a experiência desta doença. É um livro sobre a vontade de viver uma vida plena, cheia de amor, superando as mais injustas e feias adversidades. Um grande livro de Ana Simão.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:25
link do post | comentar | favorito

TORRES NOVAS: Atletas Ana Antunes, David Rosa e José Silva associam-se à Travessia Solidária de BTT

 

A Turrisespaços em parceria com a Associação Portuguesa de Doentes de Parkinson, a Nova Bikes e a Aventur, organiza a Travessia Solidária de BTT, evento de angariação de fundos para uma causa social integrada na comemoração do Dia Mundial da Doença de Parkinson (11 de Abril). A esta causa cujo objetivo é angariar fundos a favor da Associação Portuguesa de Doentes de Parkinson, vão associar-se Ana Antunes, David Rosa e José Silva, atletas reconhecidas da modalidade de BTT.

 

Ana Isabel Lourenço Antunes natural do Cartaxo é atleta de alta competição e participar em provas de XCO e estrada. Dedicada à competição desde 2010, a sua iniciação no BTT aconteceu por acaso. Comprou uma bicicleta e começou a dar umas voltas, juntou-se a um grupo de amigos que já participava em provas de BTT, federou-se como individual e começou também a correr, ganhando amor pela modalidade. O que mais gosta, sobretudo, a adrenalina que o BTT lhe proporciona, o contacto com a natureza, a paz e a competitividade. Até à data foi Campeão Nacional 2011; venceu o 1º Lugar Taça de Portugal 2011; e o 2º Lugar na Taça de Portugal 2012. Em 2013 começou a correr pela equipa grega “Team Protek”.

 

David Rosa, natural de Fátima, desde cedo se dedicou a várias modalidades desportivas mas pedalar destacou-se pela liberdade que lhe proporciona. Enveredando pela alta-competição de BTT, David Rosa participou em inúmeras provas nacionais assim como internacionais tendo sido, em Portugal, Campeão Nacional XCO em 2009, 2010 e 2011; Campeão Nacional Rampa 2009 e 2010; vencedor do troféu BTT Objetivo 2012; vencedor da Taça de Portugal de XCO 2013; entre outras. A nível internacional, representou Portugal nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012 tendo ficado em 23º lugar; venceu a Copa Catalã em Vall de Lord; e participou no Campeonato da Europa de XCO 2013 tendo ficado em 24º lugar.

 

José António Carvalho da Silva, natural de Coruche, insere-se no círculo das estrelas nacionais da modalidade de BTT. No BTT nacional, o seu nome é conhecido e foi múltiplo campeão em 2010: nas maratonas, a sua especialidade, no XCO (cross-country olímpico), na rampa e ainda na estrada. O seu principal objetivo para 2013 era ir à Titan Desert, a corrida de BTT por etapas no deserto, na qual foi conquistando posições de etapa para etapa, terminando na 5ª posição da geral. Apesar de ser um apaixonado pela atividade física, o ciclismo é um hobby, uma paixão, privilegiando assim a sua profissão como bombeiro profissional.

 

Em relação à Travessia Solidária de BTT, pretende-se que o valor monetário dos donativos seja convertido em quilómetros (5€ =1 km) a fim de ser chegar aos 120 km, para que os atletas convidados percorram todo o percurso previsto que vai desde o Cabeço das Pias até ao Cabo Carvoeiro. Para fazer parte desta causa e contribuir para o sucesso desta iniciativa, deve fazer o seu donativo através de transferência bancária para o NIB da Associação Portuguesa de Doentes de Parkinson- BES 0007 0030 00052800018 37. Posteriormente tem de enviar o comprovativo para o email secretariadoparkinson@gmail.com, com a indicação no assunto “Donativo para Travessia Solidária” e com os seus dados para que lhe seja enviado o recibo comprovativo e para que possamos gerir melhor a receção dos donativos.

 

Esta travessia solidária realiza-se no dia 13 de abril, domingo, a partir das 07h30 sendo que esta data está relacionada com o Dia Mundial da Doença de Parkinson que se comemora a 11 de Abril.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:00
link do post | comentar | favorito

Lidl alarga horário de funcionamento

A partir de 1 de março todas as lojas Lidl abrem trinta minutos mais cedo

 

 

A partir de 1 de março todas as 238 lojas Lidl antecipam a sua abertura em trinta minutos. Ou seja, as que abriam as 9h passarão a abrir às 8 horas e 30 minutos e as 14 lojas que abriam as 8h30 passarão a abrir as 8h00. O horário de encerramento mantém-se às 21 horas.

Esta decisão reforça o compromisso de proximidade da cadeia com os seus clientes, e procurar consolidar a promessa “Mais para si” que o Lidl tem vindo a assumir com o consumidor português e que já lhe mereceu reconhecimento como Superbrand Portugal em 2013.

A preocupação com um melhor serviço e bem-estar dos clientes tem sido uma constante ao longo do último ano, tendo-se traduzido numa maior oferta de produtos e valências como a padaria a forte aposta na qualidade e frescura, em investimentos de modernização e ampliação das lojas e na construção de uma nova sede. O novo horário complementa e justifica este investimento que, só em 2013, ultrapassou 45 milhões de euros.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:16
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: Órgãos Históricos de Santarém | Temporada de Música 2013-2014

Recital de órgão por David Paccetti Correia

 

 

 

A igreja de Marvila em Santarém recebe, no âmbito da Temporada de Música 2013-2014 dos Órgãos Históricos de Santarém, mais um Recital de Órgão no próximo dia 8 de Março, pelas 17h30, pelo organista David Paccetti Correia.

 

Neste recital David Paccetti Correia vai interpretar Sonatas de Carlos Seixas. O estilo de composição de Carlos Seixas é herdeiro da tradição portuguesa, já italianizada, recebida provavelmente diretamente do pai, embora a forma “sonata” tenha sido assimilada pelo contacto em Lisboa com Domenico Scarlatti (1685-1757), mestre da capela real. A maior parte das sonatas para tecla de Carlos Seixas destinaram-se ao cravo e ao clavicórdio, talvez até ao piano-forte, mas a sua atual aplicação em órgão português é uma possibilidade que enriquece o percurso histórico deste repertório autóctone.

 

David Paccetti Correia, organista titular da Igreja Catedral de Santarém e da Igreja da Piedade. Desde 2010, é gestor dos Órgãos Históricos de Santarém e diretor artístico do Ciclo de Órgão de Santarém. Em 2012, assume a função de diretor artístico e professor de Órgão e organista titular da Schola Cantorum da Catedral de Santarém. 

 

Licenciado em Música pela Universidade de Évora (2008), sob orientação de João Vaz, é diplomado em Órgão pelo Conservatório Superior de Saragoça (1999), como aluno de José Luis González Uriol. Recebeu o prémio da Juventude Musical Portuguesa na disciplina de Órgão (1995). Foi aluno do Instituto Gregoriano de Lisboa e professor de Órgão na Academia de Música de Santa Cecília entre 2005 e 2011. 

Como organista atuou em Portugal, Espanha e Áustria. Destaca-se a sua participação no Ciclo de Concertos a 6 Órgãos de Mafra (edições de 2011, 2012 e 2013 e 2014).



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:13
link do post | comentar | favorito

ABRANTES: Feira de São Matias anima a região até 9 de março

 

 

A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, inaugurou no dia 21 de fevereiro, a edição de 2014 da Feira de São Matias que decorre até 9 de março no espaço do Tecnopolo do Vale do Tejo, em Alferrarede.

Com um modelo mais reduzido devido à realização de obras naquele espaço, foi ainda assim possível libertar um espaço exterior, nomeadamente para instalação de divertimentos (carroceis e pista e carros de choque), bares, roulottes de farturas, pipocas e algodão doce, que constituem algumas das atrações do secular certame que anima a região durante três semanas. Já o espaço do pavilhão coberto está ocupado pelos stands de venda de quinquilharia e outros. O certame é complementado com uma mostra de produtos regionais, com a participação de produtores de mel, enchidos, compotas, doces e outras iguarias.

Para preencher as tardes de sábados e domingos, a partir das 16h00, haverá animação cultural. Assim, no dia 1 de março haverá dança contemporânea com o Espaço “Idança”. Já no dia 2, o Rancho Folclórico de Casais de Revelhos apresentará modinhas, jogos e brincadeiras. E, pelas 16h45, aturá a escolinha do Rancho Folclórico da Casa do Povo do Pego. Dia 8 de março haverá Hip-Hop pela academia “Bi-Dom” E, finalmente, no dia 9, atuarão o grupo de cantares “O Rouxinol” da Sociedade Artística Tramagalense e a Tuna Amizade da universidade da 3ª idade de Abrantes

A Feira está aberta ao público no seguinte horário:

Segunda a sexta-feira: das 13:00 às 24:00 horas;

Sábados e Domingos: das 10:00 às 24:00 horas.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:50
link do post | comentar | favorito

OURÉM: Conservatório de Música de Ourém e Fátima: Casting no dia 1 de março para concerto "The Show Must Go On"

Conservatório de Música de Ourém e Fátima procura novas vozes

Casting no dia 1 de março

para concerto “The Show Must Go On”

 

O Conservatório de Música de Ourém e Fátima procura novas vozes para integrar o grande concerto que vai acontecer no próximo dia 31 de maio e que encerrará o ano letivo 2013/2014. Para isso realiza um casting no dia 1 de março, às 17H00, no Grande Auditório do Conservatório de Música em Fátima. O casting é aberto a todos quantos queriam participar no concerto “The Show Must Go On.”

Um agrupamento musical, a Orquestra Sinfónica e os Coros do Conservatório sobem ao palco, no dia 31 de maio, onde se juntam professores e alunos, para interpretar temas dos Beatles e Queen. A produção do evento conta ainda com apoio técnico de luzes e som. A proposta aliciante pretende abrir o Conservatório a cantores que não frequentem a instituição, criando elos que produzam frutos para a região.

            A grande produção do espetáculo “The Show Must Go On” tem ainda o propósito de dar a conhecer à nova geração de músicos estes dois grandes vultos da música. Os interessados devem consultar o site do conservatório ou pedir mais informações para as secretarias de Ourém e Fátima.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:47
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014
ABASTECIMENTO DE ÁGUA REPOSTO EM ALPIARÇA

 

A ÁGUAS DO RIBATEJO informa que foi reposto o Abastecimento de água à vila de Alpiarça cerca das 14h00, após a conclusão da reparação de rotura grave iniciámos as descargas para limpeza da rede. Durante o decurso dos trabalhos registaram-se constrangimentos e, falhas no abastecimento em toda a localidade de Alpiarça, pelos quais pedimos desculpa.

O Abastecimento foi reposto às 11h00 na parte baixa da vila, permanecendo constrangimentos nas zonas altas até às 14h00.

Os bombeiros  asseguraram o abastecimento alternativo com auto tanques nos locais mais críticos, junto de instituições públicas, de modo a garantir o seu funcionamento.

Agradecemos a colaboração dos bombeiros e do Município de Alpiarça.

Pedimos desculpa pelo incómodo causado. Qualquer esclarecimento pode ser solicitado pelo tel.  263509400.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:56
link do post | comentar | favorito

TOMAR: Oferta turística estruturada é futuro do concelho de Tomar

No dia 18 de fevereiro, a NERSANT esteve em Tomar, com o objetivo de recolher os contributos dos empresários deste concelho no âmbito da elaboração do seu “Plano estratégico de inovação e competitividade para a Região de Santarém 2014-2020”. A aposta no turismo, associada à criação uma marca em torno dos templários, assumiu destaque durante o debate. 

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém está a desenvolver, com o apoio do COMPETE, o projeto INOVRibatejo, no qual está inserido a realização de um "Estudo estratégico de inovação e competitividade para a Região de Santarém e a definição de ações de apoio às empresas no período 2014-2020". Neste sentido, a NERSANT já se encontra a percorrer todos os concelhos do distrito de Santarém, com o objetivo de adequar o seu plano estratégico 2014-2020 às reais expetativas e necessidades das empresas.

No concelho de Tomar, a sessão decorreu no Hotel dos Templários, com a presença de largas dezenas de empresários. A sessão de abertura esteve ao cargo da Presidente da Direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael, que explicou aos presentes a importância da realização deste plano estratégico. “A NERSANT encontra-se a percorrer todos os concelhos da região, a fim de recolher os contributos das empresas, transformando-os depois em ações concretas de apoio ao tecido empresarial do Ribatejo”, referiu a dirigente associativa.

Uma vez aberto o debate, a recolha de contributos apontou essencialmente para a necessidade de uma aposta séria e estruturada no turismo em Tomar, e que se centra na criação de uma marca em torno dos templários. Os empresários presentes afirmaram que querem um turismo mais desenvolvido e integrado na região. Mas outros contributos foram recebidos, como a necessidade de potenciar o setor agrícola e de encontrar num rumo para o comércio local, cada vez mais escasso, e a necessidade de baixar os elevados custos de licenciamentos bem como o preço das acessibilidades, por forma a atrair mais negócio para o concelho, cuja zona industrial está a desaparecer.

No dia 25 de fevereiro, realizam-se sessões em Salvaterra de Magos e Benavente, às 16h30 e 19h30, respetivamente. Em março, a NERSANT vai ouvir as empresas no Sardoal, Abrantes, Golegã, Chamusca, Alcanena, e Ourém. No mês de abril, a NERSANT vai ainda repercutir estas sessões em Rio Maior, Cartaxo, Ferreira do Zêzere, Entroncamento, Coruche, Santarém e Torres Novas.

Mais informações sobre as sessões podem ser obtidas junto do Departamento de Associativismo, Marketing e Eventos da NERSANT, através do e-mail dame@nersant.pt ou 249 839 500. No menu agenda do portal da NERSANT (www.nersant.pt), está disponível toda a calendarização das sessões. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas online



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:40
link do post | comentar | favorito

Azambuja - Concursos literário e de fotografia na última semana

O Município de Azambuja está a promover a sétima edição do “Concurso Literário do Concelho” e, em parceria com a Associação Vila Museu do Vinho, o 2º Concurso de Fotografia “VINHARTE”. Ambas as iniciativas entram, assim, na última semana para a entrega de trabalhos cujo prazo termina no dia 28 de fevereiro.

 

Concurso Literário destina-se a todos os trabalhadores, residentes e/ou naturais do concelho, com destaque para os alunos dos Agrupamentos de Escolas de Azambuja, de Vale-Aveiras e do Alto Concelho. Os participantes têm quatro géneros à escolha - banda desenhada, poesia, conto e crónica - e serão organizados em três escalões, dos 10 aos 14 anos (1º), dos 15 aos 18 (2º) e dos 19 em diante (3º). A melhor obra de cada categoria será premiada com 75,00 euros no primeiro escalão, 150,00 no segundo e 200,00 no terceiro. Todos os prémios consistem em cheques-oferta, e a cerimónia de entrega será oportunamente divulgada.

 

A organização é da responsabilidade da autarquia, através da Rede de Bibliotecas Municipais em parceria com os Agrupamentos de Escolas do Concelho. Para mais informações, os interessados deverão consultar as normas do concurso em www.cm-azambuja.pt ou em http://biblio.cm-azambuja.pt/

 

Concurso de Fotografia “Vinharte”, sob o tema “Vinho e Vitivinicultura”, tem como motivo todo o património relacionado com a cultura da vinha e o vinho, no Concelho de Azambuja, e é aberto a todos os cidadãos nacionais e estrangeiros, que devem apresentar até ao limite máximo de 3 fotografias inéditas, a cores ou em preto e branco. Esta iniciativa contempla prémios para os 3 primeiros classificados. Na segunda fase, de 01 a 31 de março, os trabalhos estarão publicados na página ‘AVINHO’ do facebook onde o público poderá votar (clicando em ‘gosto’) nos trabalhos preferidos. Em abril, todas as fotografias concorrentes serão expostos ao público na Casa da Câmara (Largo da República, em Aveiras de Cima).

 

O culminar do concurso acontecerá no dia 13, domingo, com a entrega dos prémios, em cerimónia integrada no último dia da edição 2014 da “AVINHO – Festa do Vinho e das Adegas”, entre 11 e 13 de abril, em Aveiras de Cima. Os interessados poderão solicitar mais informações no Posto de Turismo (Páteo Valverde, Azambuja), pelo tel. 263 400 476 ou para turismo@cm-azambuja.pt

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:39
link do post | comentar | favorito

CARTAXO DEBATE POLÍTICA CULTURAL

 

  • ·        Presidente da Câmara convidou agentes culturais para conversa informal e apresentação de contributos.
  • ·         A definição de uma verdadeira política cultural para o município e o envolvimento de todos os agentes na comemoração de datas históricas para o concelho, foram temas abordados numa sessão muito participada.

 

O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, convidou os agentes culturais do concelho a discutir a política cultural do município, nas suas mais diversas vertentes, num encontro que teve lugar no passado dia 20 de fevereiro, no Centro Cultural do Cartaxo e que o autarca disse ser “um início de conversa”.

 

Pedro Magalhães Ribeiro sublinhou que “as opiniões e sugestões das pessoas, a quem reconhecemos trabalho nas mais diferentes áreas da cultura, são muito importantes para delinearmos aquilo que deve ser a nossa ação nesta área”, acrescentando que “a cultura e a educação devem caminhar de braço dado, quero contribuir para que os conselhos gerais dos agrupamentos escolares, estejam cada vez mais envolvidos nos projetos culturais do concelho”.

 

Pedro Magalhães Ribeiro propôs, à discussão, três eventos aos quais a Câmara Municipal quer dar visibilidade e dimensão: as Comemorações da Batalha de Ourique, os 200 anos de elevação do Cartaxo a concelho (2015) e os 160 anos do nascimento de Marcelino Mesquita (1856-2016), deixando total abertura para que os agentes presentes pudessem chamar à discussão outros temas que considerassem relevantes, assim como, para darem a conhecer aos presentes, os projetos nos quais eles próprios se encontram envolvidos.

 

Historiadores, investigadores, professores, representantes dos agrupamentos de escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo e D. Sancho I e respetivas associações de pais e encarregados de educação, dirigentes associativos e pessoas da comunidade que, voluntariamente ou profissionalmente, desenvolvem projetos de cariz histórico e cultural, apresentaram as suas opiniões e contributos, num encontro bastante participado e onde marcaram também presença o presidente da União de Freguesias do Cartaxo e Vale da Pinta, Délio Pereira, o Chefe de Gabinete do Presidente, Vasco Casimiro, e a técnica da Câmara responsável pela área da Cultura, Ana Ribeiro.

 

 

Câmara Municipal pretende que as comemorações da Batalha de Ourique sejam um dos acontecimentos mais marcantes do concelho

 

Sobre as comemorações promovidas há cinco anos pelo Centro Social Ouriquense, como forma de assinalar a Batalha de Ourique, Pedro Magalhães Ribeiro afirmou que “a Câmara Municipal deve estar mais envolvida na promoção deste evento, deve contribuir para que ele se torne ainda mais marcante no concelho e na região”.

 

O autarca explicou que “as comemorações da Batalha de Ourique são fruto da ação voluntária de homens e mulheres da freguesia, que conseguiram que este evento tenha crescido, nos últimos anos, de forma muito significativa, conquistando um enorme potencial turístico e envolvendo cada vez mais gente”, e defendeu que Câmara deve ajudar a organização no sentido de que “esta festa possa crescer, tornando-se uma festa de todo o concelho, um evento que agregue a participação da população, das associações e coletividades, da comunidade escolar e até empresarial”, acrescentando que “esta é uma Festa de Vila Chã de Ourique e da sua população e assim deve continuar, mas para crescer e se tornar um evento marcante no concelho, precisa da participação de cada um de nós, é a esta participação que apelo”.

 

Independentemente das diferentes convicções dos historiadores acerca do local onde se realizou a Batalha que levou à coroação de D. Afonso Henriques como Rei de Portugal, Pedro Magalhães Ribeiro defende que “o importante é a memória coletiva das pessoas e as vivências que se desenvolvem a partir da história, do património e das tradições. Faz todo o sentido que este evento respire para além das fronteiras da freguesia e até do concelho”, acrescentou.

 

A opinião foi partilhada pelos agentes culturais que intervieram no encontro, tendo Pedro Magalhães Ribeiro e a organização – Centro Social Ouriquense, com a colaboração da Ordem da Cavalaria do Sagrado Portugal – registado com agrado os contributos e desafiado as associações, escolas e comunidade de todas as freguesias do concelho a participarem no evento.

 

Cartaxo assinala 200 anos de elevação a concelho em 2015

O Cartaxo assinala no próximo ano os 200 anos de elevação a concelho. Para comemorar a data, a Câmara Municipal pretende promover um vasto conjunto de atividades e iniciativas que pretendem, essencialmente, reforçar a identidade e preservar a memória histórica e cultural do concelho.

 

Neste encontro, muitas foram as propostas apresentadas – muitas delas surgiram na sequência de projetos já existentes no concelho, fruto do envolvimento a título voluntário das pessoas – e que podem ser integradas no programa das comemorações.

 

Entre inúmeras sugestões apresentadas, e projetos já em execução, constam a realização de colóquios sobre temas como as Invasões Francesas, o Fontismo no Cartaxo, ou a República e a Maçonaria; exposição de fotografia ou edição de álbum fotográfico – na sequência do projeto já existente de recolha e identificação de fotografias antigas – Memórias Fotográficas do Cartaxo; recolha da memória oral dos mais velhos para produção de um documentário; inauguração do novo Arquivo Histórico Municipal – cujos documentos que se salvaram do incêndio que destruiu o antigo edifício da Câmara e que estão a ser recuperados; edição de livro com as crónicas publicadas pelo historiador Rogério Coito na revista “Dada”; ou a atribuição de placas toponímicas com nomes de pessoas que tiveram um papel relevante no concelho.

 

Comemorações dos 160 anos do nascimento de Marcelino Mesquita

Em 2016, assinala-se os 160 anos do nascimento do ilustre cartaxeiro Marcelino Mesquita, que deixou uma vasta obra dramatúrgica. A Câmara Municipal pretende marcar também esta data e começou já a recolher contributos e a unir esforços para criar um programa alargado de iniciativas.

 

Ideias não faltam e a vontade de colaborar nestas comemorações também foi demonstrada neste encontro. Para já, em cima da mesa, está a encenação de peças de Marcelino Mesquita, que o encenador Frederico Corado já fazia intenção de levar à cena e que agora mais se irá justificar, com a criação de um programa mais consolidado para as comemorações.

 

O futuro da Feira dos Santos vai ser abordado num novo encontro marcado para o mês de março

A Festa do Vinho e a Feira dos Santos foram outros dois eventos abordados nesta reunião. Tal como defende o presidente da Câmara Municipal, também os agentes culturais entenderam, de forma unânime, que é necessário repensar estes dois eventos, fazendo com que “voltem às suas origens”.

 

Para a preparação da Festa do Vinho já foi constituída uma Comissão, sendo que uma das principais preocupações de Pedro Magalhães Ribeiro é a “sensibilização dos mais jovens para o consumo de álcool de forma moderada”, e “o regresso das adegas, das casas agrícolas e dos produtores, para que a Festa possa também ser um espaço de negócio e divulgação dos empresários do setor vitivinícola”. O autarca reconheceu ”a grande dificuldade de fazer regressar os produtores à Festa do Vinho, depois de terem sido votados ao abandono pela Câmara, durante muitos anos”, mas declarou que se empenhará pessoalmente neste objetivo, tendo já agendadas visitas às adegas e casas vitivinícolas do concelho.

 

Relativamente à Feira dos Santos, também irá ser formada uma Comissão Organizadora, contudo, o presidente da autarquia pretende alargar a discussão sobre o futuro do evento, estando já marcada para o mês de março uma nova reunião com os agentes culturais do concelho.

 

A marca Cartaxo – Capital do Vinho, a preservação do património edificado, as comemorações do Feriado Municipal e do Foral ou as potencialidades turísticas da zona ribeirinha de Valada foram outros temas também apresentados pelos agentes culturais, que se declararam disponíveis para contribuir, com os conhecimentos próprios de cada um, para que a política cultural do concelho venha a ter um definição a curto prazo, que garanta a sustentabilidade dos projetos a desenvolver.

 

 

JOSÉ LOUZA ESTEVE À CONVERSA NO CCC

A crise académica de 1962 e o Maio de 1968 são para o ceramista e ecologista José Louza “dois dos momentos mais marcantes” da sua vida  

 

 

A habitual tertúlia “José Raposo Convida”, que teve lugar no dia 23 de fevereiro, teve desta vez como convidado José Louza – ceramista, ecologista, dinamizador cultural e mentor da associação Eco-Cartaxo.

 

José Louza nasceu em Murça (Trás-os-Montes) em 1942, mas foi viver para o Alentejo aos três meses de idade. Contudo, é na capital portuguesa e em Paris que decorrem os acontecimentos que mais marcaram a sua vida – a crise académica de 1962 e o Maio de 1968.

 

“Foram dois momentos de rotura que marcaram a minha vida. O que sou hoje deve-se a estes dois acontecimentos”, afirmou. Instalado em Lisboa, José Louza foi dirigente estudantil no início dos anos 60, passando pela direção do Cine Clube Universitário, Associação do Instituto Superior Técnico e organismos federativos ligados à propaganda das associações de estudantes.

 

José Louza recordou vários episódios do seu envolvimento nos acontecimentos que levaram à crise académica de 1962, assim como da sua fuga para Paris, em 1966, que foi uma grande aventura, repleta de peripécias.

 

“Há um mito que diz que os que desertavam eram cobardes, mas eu vi mais cobardia naqueles que ficavam”, afirmou, revelando também que “na altura era desertor do coração, agora sou desertor de todos os tipos de guerras”.

 

Em Paris, vive intensamente o Maio de 1968, na fábrica de Billancourt da Renault, onde trabalhava como técnico de informática, e onde se manteve até ao seu regresso a Portugal, em 1979.

 

“O Maio de 68 foi outro ponto de rotura, mas mais complexo. As pessoas interrogam-se por que é que aconteceu, mas as condições objetivas não existem. Não foi um movimento estudantil, foi um movimento operário, mas um trabalhador que ganhava duas vezes mais o salário mínimo nacional não fazia greve por melhores condições de trabalho, a vida é que era preciso mudar, porque ninguém sabia para onde se estava a caminhar”, referiu José Louza.

 

Falar destas mudanças levou também a refletir sobre o presente. José Louza defende que “estamos a viver um momento de rotura, a nível da sociedade há uma revolução em curso, o capital está a fazer a sua revolução”, considerou, lembrando que “a única classe verdadeiramente revolucionária é a burguesia, porque é capaz de fazer tudo para manter o poder do lucro”.

 

Em finais dos anos 60, José Louza adere ao ideário ecologista que dava os seus primeiros passos nessa época e adquire experiência e conhecimentos em agricultura biológica, tendo sido um dos fundadores do Movimento Ecologista Português, em maio de 1974.

 

Depois de regressar de Paris, José Louza instalou-se primeiro no concelho de Lagos, passando a residir no concelho do Cartaxo a partir de 1987.

 

Enquanto agricultor biológico, foi um dos fundadores da Agrobio, mas é enquanto ceramista que desenvolve grande atividade associativa. Foi um dos fundadores da Associação de Artesãos do Algarve, da Mester – Associação de Profissionais de Artesanato Criativo, da APR – Artesãos de Portugal Reunidos e da Federação de Artes e Ofícios.

 

No concelho do Cartaxo, deixa a sua marca em associações como a Pulsar, Eco-Cartaxo, Rancho Folclórico da Freguesia da Lapa e Grupo Desportivo da Lapa.

 

A nível político, é um dos fundadores da Plataforma da Esquerda, da Política XXI e do Bloco de Esquerda.

 

 

ESPETÁCULO “EM BUSCA DA PAZ” SUBIU AO PALCO DO CCC

  • ·        Teatro musical interpretado por alunos do 1.º ciclo foi desenvolvido no âmbito das Atividades de Enriquecimento Curricular

 

  • ·        Câmara Municipal sensibiliza a comunidade para a importância da alimentação saudável das crianças e jovens

 

Os alunos da Escola EB1 N.º 1 José Tagarro, que frequentam as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), subiram ao palco do Centro Cultual do Cartaxo (CCC) no dia 22 de fevereiro, para apresentar o teatro musical “Em Busca da Paz”. 

 

O espetáculo, estreado a 15 de dezembro no âmbito do Concerto de Solidariedade das AEC, contou com a participação de mais de 80 alunos e esgotou a sala do CCC. A  sua apresentação, agora numa grande sala, resultou da vontade manifestada pela Câmara Municipal, pais e encarregados de educação em voltar a ver os alunos a interpretarem a peça.

 

Com orientação do professor Rolando Ferreira, o espetáculo centra-se na procura da paz, simbolizada pela imagem do coração. “Num mundo onde só há fome, brigas e guerra, eu quero a paz, eu tenho que a encontrar, para o mundo poder salvar”, foi uma das principais mensagens transmitidas.

 

Depois de muito procurarem, as crianças concluíram que a paz, a alegria e o amor estão dentro de cada um de nós, basta “escutar a voz do coração, que ele indica a direção”.

 

No final do espetáculo, o professor Rolando Ferreira referiu que “foi necessário trabalhar e ensaiar bastante para conseguirmos estar aqui”, até porque no espetáculo inicial, que tinha apenas 20 minutos, foram introduzidas novas canções, que os mais pequenos tiveram de preparar ao longo das últimas semanas.

 

O professor agradeceu ainda o apoio da Câmara Municipal e a colaboração dos professores na realização deste espetáculo, caracterizando as AEC como “não sendo propriamente aulas de tempos livres”, mas sim um espaço “onde se aprende muito e trabalha bastante e aqui está uma mostra dos projetos que se podem fazer, e que muito orgulho nos dão”, reforçou.

 

Pedro Magalhães Ribeiro enalteceu a importância da mensagem transmitida pelos mais pequenos neste espetáculo

O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, o presidente da Assembleia Municipal, Gentil Duarte, e o diretor do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo, Jorge Tavares, marcaram também presença no espetáculo.

 

Pedro Magalhães Ribeiro reconheceu o trabalho de todos os professores e coordenadores das AEC e lamentou que “profissionais com esta qualidade trabalhem com contrato precário, é pena porque eles mereciam muito mais”, afirmou.

 

Relativamente ao teatro musical, o presidente da autarquia referiu que “nos tempos difíceis em que vivemos, este espetáculo deu-nos ânimo e esperança. Vermos esta pureza em palco, a transmitir-nos esta mensagem de amor e esperança, faz-nos sair daqui com o coração cheio e confiantes de que teremos aqui uma geração melhor do que a nossa”, afirmou, apelando a todos para “ajudar estas crianças a crescer aqui e a construírem na sua terra o seu projeto de vida”.

 

Também Jorge Tavares enalteceu o trabalho desenvolvido no âmbito das AEC, assim como a coordenadora Virgínia Teófilo, que reforçou que “temos no concelho excelentes professores, que têm desenvolvido um trabalho maravilhoso”, em diferentes áreas como a música, formação cívica, expressão ou atividade física.

 

Câmara Municipal sensibiliza a comunidade para a importância da alimentação saudável das crianças

Antes de os alunos subirem ao palco, a Câmara Municipal promoveu um espaço de sensibilização para aquele que é considerado um dos problemas mais dramáticos que afeta as crianças dos dias de hoje – a obesidade infantil.

 

Uma apresentação multimédia, baseada nos dados e estatísticas da Associação Portuguesa contra a Obesidade Infantil, demonstrou um cenário muito preocupante – em Portugal uma em cada três crianças tem excesso de peso ou obesidade infantil; mais de 90% das crianças portuguesas come fast-food, doces e bebe refrigerantes pelo menos quatro vezes por semana; menos de 1% das crianças bebe água todos os dias e só 2% consome fruta fresca diariamente.

 

Pedro Magalhães Ribeiro sublinhou que “precisamos de encarar o problema da obesidade infantil muito a sério e para inverter as estatísticas, precisamos da ajuda de todos vós. Vamos juntos cuidar melhor daqueles que serão o nosso futuro amanhã”, apelou.

 

Considerando que a obesidade infantil está associada ao desenvolvimento de outras doenças graves, nomeadamente doenças cardiovasculares, hipertensão ou diabetes, bem como problemas sociais e psicológicos e quebra do rendimento escolar, todos os presentes foram incentivados a incutir nas crianças hábitos de alimentação saudável e a prática de atividade física.

 

A Câmara Municipal tem a sua ação centrada na promoção de estilos de vida saudável, encarando o desporto como um fator indispensável para o bom desenvolvimento físico. Entre as atividades promovidas nesse âmbito, destaque para o Cartaxo Aventura, Projeto Mais Lezíria, Férias Desportivas e Culturais e Corridas da Liberdade.

 

Em parceria com os Agrupamentos Escolares, a autarquia melhorou as ementas servidas nas escolas e implementou programas para incentivo do consumo de fruta. A EB 1 Nº3 do Cartaxo está a participar, inclusive, no projeto “Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável”.

 

 

Corta-Mato Olímpico Jovem e Regional de Corta-Mato Curto foram disputados no passado dia 23 de fevereiro

 

A cidade do Cartaxo recebeu, no passado dia 23 de fevereiro, o Corta-Mato Olímpico Jovem Distrital e o Campeonato Regional de Corta-Mato Curto, organizados pela Associação Escola de Atletismo Rui Silva.

 

As provas decorreram na Quinta das Correias e contaram com a presença de 15 clubes filiados na Associação de Atletismo de Santarém, totalizando 214 atletas, dos diferentes escalões (benjamins, infantis, iniciados, juvenis, juniores, sub23, seniores e veteranos, tanto masculinos como femininos).

 

O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, o presidente da Assembleia Municipal, Gentil Duarte, e o presidente da União de Freguesias do Cartaxo e Vale da Pinta, Délio Pereira, marcaram presença neste evento desportivo, tendo sido convidados para entregar os prémios aos melhores classificados das provas.

 

Rui Silva, da Associação Escola de Atletismo Rui Silva, agradeceu a todas as entidades e pessoas que colaboraram na realização das provas. “Esperamos no próximo ano ter um novo corta-mato no Cartaxo ou outro tipo de provas, e continuar assim a promover o desporto através da organização deste tipo de eventos”, referiu.

 

Eduardo Gonçalves, presidente da Associação de Atletismo de Santarém, afirmou que “temos cerca de 740 atletas filiados, mas ambicionamos sempre ter cada vez mais”, contudo, considera que “o atletismo no distrito está de boa saúde”.

 

Todos os anos, na época de inverno, realizam-se estas duas iniciativas conjuntas – o Olímpico Jovem, para escolas de formação – e o Campeonato Regional de Corta-Mato Curto, que visa atribuir o título de campeão regional. O objetivo da Associação é fazer com que estas provas percorram os vários concelhos do distrito.

 

Na prova principal, que apurou os campeões regionais de Corta-Mato Curto, Sofia Marmelo e João Valente, ambos do Clube de Atletismo de Ferreira do Zêzere, foram os vencedores, em femininos e masculinos, respetivamente.

 

A prova contou com o apoio da Câmara Municipal do Cartaxo, da Associação de Atletismo de Santarém e da União de Freguesias do Cartaxo e Vale da Pinta, assim como de diversas empresas locais e regionais.

 

OS TRÊS MELHORES CLASSIFICADOS DE CADA ESCALÃO

 

Benjamins – A (Femininos)

1º Patrícia Duarte (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

2º Catarina João (Clube Lazer Aventura e Competição)

3º Margarida Pereira (União  Fut. Com. Tomar)

 

Benjamins – A (Masculinos)

1º Rodrigo Silva (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

2º Tomás Santos (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

3º Miguel Oliveira (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

 

Benjamins – B (Femininos)

1º Inês Mendes (Clube de Natação de Rio Maior)

2º Carlota Franco (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

3º Rita Paciência (C.D Águias de Alpiarça)

 

Benjamins – B (Masculinos)

1º Tomás Cerveira (Clube de Natação de Rio Maior)

2º Rodrigo Barreiros (União Desp. Zona Alta)

3º Leandro Matos (Clube A. Riachense)

 

Infantis (Femininos)

1º Nádia Carvalho (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

2º Carolina Oliveira (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

3º Hirondina Casal (Clube de Natação de Rio Maior)

 

Infantis (Masculinos)

1º Francisco Cerveira (Clube de Natação de Rio Maior)

2º Pedro Carvalho (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

3º Rui Serrão (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

 

Iniciados (Femininos)

1º Patrícia Silva (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

2º Fabiana Sousa (União Desp. Zona Alta)

3º Inês Cunha (Clube de Natação de Rio Maior)

 

Iniciados (Masculinos)

1º Pedro Santos (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

2º Rúdi Venâncio (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

3º Paulo Martinho (Sporting Clube de Abrantes)

 

Juvenis (Femininos)

1º Sara Fragata (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

2º Ana Filipa Teófilo (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

3º Tatiana Santos (União Fut. Com. Tomar)

 

Juvenis (Masculinos)

1º César Soares (C.D Águias de Alpiarça)

2º Filipe Vitorino (Clube de Natação de Rio Maior)

3º Duarte Santos (Ass. Esc. Atletismo Rui Silva)

 

Corta-Mato 4.000 m – Femininos (Juniores, Sub23, Seniores e Veteranos)

1º Sofia Marmelo (C. Atletismo Ferreira do Zêzere)

2º Ana Filipa Roberto (União Desp. Zona Alta)

3º Vera Marqueiro (Juventude Desp. Almansor)

 

Corta-Mato 4.000 m – Masculinos (Juniores, Sub23, Seniores e Veteranos)

1º João Valente (C. Atletismo Ferreira do Zêzere)

2º Joel Martins (C. U. A. Benaventense)

3º Bruno Batista (Clube de Natação de Rio Maior)

 

 

 

CARTAXO RECEBEU 5.º ENCONTRO DE INTERVENÇÃO SOCIAL

Iniciativa teve lugar no dia 21 de fevereiro e abordou os principais problemas que afetam os idosos e soluções para a sua proteção

 

No passado dia 21 de fevereiro, realizou-se o 5.º Encontro de Intervenção Social do Concelho do Cartaxo, centrado na temática dos sistemas de proteção aos idosos.

 

O encontro teve lugar no Centro Cultural do Cartaxo e teve como oradores Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Tiago Leite, diretor do Centro Distrital da Segurança Social de Santarém, Cíntia Silva, vereadora da Ação Social da Câmara Municipal da Batalha, e o juiz António Gaspar.

 

Na plateia estiveram presentes técnicos das áreas da ação social e saúde, representantes de associações e instituições sociais, forças de segurança e autarcas.

 

A iniciativa foi organizada pela Rede Social do Concelho do Cartaxo, com o apoio da Câmara Municipal, Santa Casa da Misericórdia do Cartaxo e Instituto da Segurança Social, e enquadrou-se no conjunto de debates que a Plataforma Supraconcelhia da Lezíria do Tejo promove mensalmente.

 

As respostas sociais aos idosos são, neste momento, uma das principais preocupações da Câmara Municipal do Cartaxo que, juntamente com as entidades locais que constituem a Rede Social, está empenhada na criação de um grupo de trabalho com o objetivo de criar respostas mais eficazes e melhorar a qualidade dos serviços prestados à terceira idade.

 

“As políticas públicas têm que ter os idosos no centro das suas ações. É preciso fomentar as relações de vizinhança, o gosto pela nossa rua, porque a solidão é uma das grandes problemáticas dos dias de hoje e combater essa realidade será uma tarefa muito mais fácil se em cada cidadão houver um vigilante”, defendeu Pedro Magalhães Ribeiro.

 

O presidente da Câmara Municipal deu como um bom exemplo de valorização da qualidade de vida dos idosos o Programa Viver Mais Viver Melhor da autarquia, que nasceu depois do diagnóstico revelar que muitas das pessoas mais idosas do concelho viviam isoladas e sós. “Os resultados têm sido muito positivos, porque foi um projeto que serviu de ponto de encontro entre as pessoas e que ajudou até a quebrar preconceitos e barreiras sociais”, frisou.

 

Pedro Magalhães Ribeiro enalteceu ainda “o excelente trabalho” que tem vindo a ser desenvolvido pela Rede Social do concelho e considerou que “este tipo de encontros são muito ricos, porque neles se partilham experiências e desafios e alertam-nos, deixando-nos mais despertos para este tipo de problemas sociais. Eu costumo dizer que o conhecimento é o único ativo que quanto mais se gasta, mais cresce e, se não podemos mudar o mundo sozinhos, o somatório dos contributos de todos nós irá certamente provocar alguma mudança”, acrescentou.

 

Diretor do Centro Distrital da Segurança Social foi um dos oradores do encontro

Tiago Leite começou por referir que “todos somos poucos para esta luta que é a segurança social”.

 

No caso concreto dos idosos, defendeu que deve haver a consciência da diferença entre “ser velho e estar velho” e alertou para a complexidade que envolve a criação de uma Comissão de Proteção de Idosos, à semelhança das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, sobretudo porque “é difícil definir a partir de que idade começamos a perder as nossas capacidades”.

 

Perante as dificuldades económico-financeiras de muitas famílias, e que afetam de forma significativa os mais velhos, o diretor do Centro Distrital fez referência à ação das Cantinas Sociais, que fornecem pelo menos duas refeições condignas aos mais carenciados. “Neste momento estão protocoladas com as instituições do distrito 4.300 refeições diárias, mas a procura é apenas de 3.000 refeições”, informou.

 

Tiago Leite afirmou ainda que “é preciso conhecer a realidade e aprender com a experiência para decidir melhor” e considerou que este programa de debates tem sido “muito enriquecedor”, pelo que o modelo irá manter-se, com encontros a realizarem-se mensalmente, ao longo do ano, nos diferentes concelhos da Plataforma Supraconcelhia.

 

Juiz António Gaspar abordou a Tutela da Pessoa Idosa e os mecanismos existentes na lei para a proteção dos idosos

O juiz António Gaspar apresentou neste encontro um trabalho sobre a Tutela da Pessoa Idosa, que elaborou no âmbito da Associação Forense de Santarém, da qual é presidente.

 

Violência doméstica e tipologia de maus tratos, bloqueios de atuação mais comuns, principais fatores de risco, as características do agressor, sinais de alerta, o papel das instituições e do Ministério Público e os principais obstáculos ao Plano Penal foram temas abordados pelo juiz António Gaspar.

 

Segundo informou, “o abuso financeiro dos idosos é um dos casos que mais tem aumentado. Mas por outro lado, tem havido uma clara diminuição de casos de maus tratos nas instituições de prestação de serviços aos idosos”.

 

Considerando que “o Tribunal é o ponto terminal da linha” o juiz defendeu que devia haver um instrumento de proteção ao idoso, porque os idosos são faixas marginais da população que estão muito desprotegidas”.

 

Câmara da Batalha criou uma comissão de apoio ao idoso

Cíntia Silva, vereadora da Ação Social da Câmara Municipal da Batalha, participou também neste encontro, apresentando a COMAI – Comissão Municipal de Apoio ao Idoso, criada em 2011, com o objetivo de “diagnosticar e prevenir situações de exclusão ou de maus tratos”.

 

“Constatámos que existia cada vez mais idosos no concelho e que eram uma camada da população desprotegida, sendo que um dos principais problemas é o isolamento. Perante essa realidade, é necessário alterar os paradigmas de intervenção”, explicou.

 

“Aproveitando a energia das instituições públicas e privadas e a ação voluntária, temos conseguido minimizar as situações que desvalorizam a qualidade de vida dos idosos. Um dos bons resultados que temos a nível do combate ao isolamento, são as visitas regulares aos idosos que estão nessa situação, asseguradas por um banco de voluntariado”, explicou a vereadora Cíntia Silva.

 

Antes do debate, a Orquestra Sénior do Concelho – composta por utentes dos Centros Paroquiais da Ereira e Vale da Pinta, do Centro de Dia de Pontével e da Santa Casa da Misericórdia do Cartaxo – fez uma pequena atuação, na qual o público foi também convidado a participar. 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:34
link do post | comentar | favorito

ENCONTRO DE AGRICULTORES 2014


Como vem sendo já tradição, vai a AGROMAIS PLUS, S.A. realizar na próxima quinta-feira, 27 de  Fevereiro, pelas 18:00, nas suas instalações da Golegã, mais um ENCONTRO DE AGRICULTORES,  celebrando, simultaneamente, o seu 15º Aniversário.


Neste encontro de agricultores, um evento marcante do nosso calendário de atividades,  esperamos a presença de mais de 300 agricultores e a abordagem de assuntos que, pela sua  pertinência e atualidade, influenciam decisivamente, o futuro das explorações agrícolas.

Constituída em 1999, a Agromais Plus destaca-se, presentemente, como uma das maiores  empresas de comercialização de fatores de produção para a agricultura a nível nacional.




publicado por Noticias do Ribatejo às 18:31
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11



29
30
31


posts recentes

ETAR DE TORRES NOVAS TRAN...

Chamusca prestou homenage...

CARTAXO: CINCO PERSONAGEN...

BAILANDO COM SOPHIA

"Vidas Íntimas" de Noël C...

Aline Frazão apresentou D...

NERSANT apresenta projeto...

OUTONO

"Hidro by night" no Compl...

DEPUTADA DE OS VERDES NA ...

Yoga para crianças na Bib...

RUA SERPA PINTO E LARGO S...

NERSANT desenvolve Score ...

SUSPENSÃO NO ABASTECIMENT...

HORA DO CONTO

Projeto "Hora do Conto" ...

CONSTRANGIMENTOS E EVENTU...

Exposição de Pintura “Exp...

Inscrições abertas para a...

Câmara de Santarém aprova...

“Revist’ó Fado na Tasca d...

Suspensão do abastecimen...

Animais Errantes - Progra...

Trail “guiado” e caminhad...

Concerto de Ano Novo com ...

PONTÉVEL VAI RECEBER SEIS...

Angolana Aline Frazão dá ...

Programa Melhor Turismo 2...

Palavras

Cineteatro São João receb...

arquivos

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds