NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 6 de Maio de 2014
TOMAR: Melhor Território, Mais Competitividade
Congresso da NERSANT pretende desenvolvimento, competitividade e diferenciação positiva do tecido empresarial regional

 

 

Nos dias 15 e 16 de maio, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, leva a efeito, no Hotel dos Templários, em Tomar, o Congresso Empresarial "Melhor Território, Mais Competitividade". O evento é o culminar de um conjunto de reuniões levadas a cabo pela associação junto das empresas, entidades e concelhos do distrito para obter contributos e necessidades empresariais tendo em vista o novo período de fundos estruturais para as empresas - Portugal 2020. Tom Fleming, conhecido especialista internacional em economia criativa, é um dos intervenientes no congresso, que vai contar ainda com a presença de oradores de diversos setores: empresarial, territorial, inovação, competitividade, fundos comunitários.

De forma a preparar a região para o novo quadro comunitário, a NERSANT tem vindo a organizar, desde fevereiro, reuniões com as empresas em todos os concelhos do distrito de Santarém, por forma a perceber as suas necessidades e prioridades até 2020. Este conjunto de reuniões culmina com a realização do Congresso Empresarial, "Melhor Território, Mais Competitividade", nos dias 15 e 16 de maio, no Hotel dos Templários, em Tomar. O evento tem como objetivos promover um debate que permita contribuir, estrategicamente, para o desenvolvimento, competitividade e diferenciação positiva do tecido empresarial regional.

O congresso tem início no dia 15 de maio, pelas 15h00, com o painel "Pilares de Desenvolvimento Empresarial (2014-2020)". No dia 16, o congresso aborda, pelas 9h30, o tema "Inovação e Criatividade" (Painel II), seguindo-se, às 14h30, o terceiro e último painel, dedicado ao tema "Portugal 2020 - Mudanças e Perspetivas". Durante o evento, vários especialistas nacionais e internacionais vão dar o seu contributo para o evento.

No dia 16, pelas 10h00, o II Painel vai ser abrilhantado pelo testemunho de Tom Fleming, especialista em economia criativa, conhecido pela elaboração de estratégias locais e regionais em prol do desenvolvimento das regiões.

As empresas interessadas em marcar presença podem fazer a sua inscrição no portal online da NERSANT, em www.nersant.pt. O Congresso "Melhor Território, Mais Competitividade" é um projeto da NERSANT, cofinanciado pelo Compete, União Europeia, Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. São esperadas mais de 300 empresas neste evento empresarial.

 

 

Empresas vão conhecer os desafios do Portugal 2020

 

Duarte Rodrigues, vogal da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, IP, vai estar no Congresso Empresarial "Melhor Território, Mais Competitividade", que a NERSANT vai realizar dias 15 e 16 de maio em Tomar. O profissional vai falar dia 16 de maio, pelas 14h30, sobre "Os Desafios do Portugal 2020".

A apresentação irá esclarecer o quadro estratégico de programação, um caminho que envolveu a auscultação de um conjunto alargado de stakeholders de âmbito setorial e regional, permitindo a identificação dos principais constrangimentos e desafios e a estabilização das prioridades e domínios de programação, a matriz operacional do Portugal 2020 (nomeadamente em termos de PO e dotações orçamentais), bem como as principais mudanças e desafios do novo ciclo de Fundos Europeus em Portugal.

Duarte Rodrigues é atualmente vogal da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, IP (desde 2013). É também delegado português no Comité de Políticas de Desenvolvimento Territorial da OCDE (desde 2008) e presidente do Grupo de trabalho sobre indicadores territoriais deste Comité (desde 2010).

Do seu percurso profissional realçam-se as seguintes atividades: Coordenador-adjunto do Observatório do QREN (2208-2013); Assessor do Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional (2005-2008); e Chefe do Serviço de Estatísticas Territoriais do Instituto Nacional de Estatística (1998-2005).

Participou em diversos estudos de investigação e consultoria (entre 1996 e 2005) e tem desenvolvido atividades de docência na área da economia regional e urbana e política regional no âmbito licenciaturas e mestrados, tendo ainda apresentado comunicações em diversos fora internacionais sobre política regional.

Licenciado em Economia, em 1996, pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa (ISEG/UTL) e, em 1999, terminou o mestrado em Economia, no ISEG/UTL, com a apresentação pública da tese "A teoria insider-outsider com negociação salarial bilateral e o desemprego nos países da OCDE" (orientação do Prof. Dr. Vítor Constâncio).



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:00
link do post | comentar | favorito

Cartaxo - Lançamento Manual do Dirigente Associativo

Livro dedicado ao associativismo foi apresentado na Festa do Vinho do Cartaxo

 

 

 

No passado dia 4 de maio, o Pavilhão Municipal de Exposições, recebeu o lançamento do livro Manual do Dirigente Associativo – 100 Perguntas 100 Respostas.

 

Da responsabilidade de Maria João Santos e Sérgio Pratas, presentes no lançamento, o Manual pretende responder “à crescente complexidade, especialmente legal e de fiscalização, com a qual as associações e os seus dirigentes se deparam”, explicou Sérgio Pratas que referiu “o movimento associativo desempenha um papel insubstituível na organização da sociedade, Portugal tem hoje 425 mil dirigentes associativos, o Manual agora publicado surgiu da necessidade sentida de compilar num único livro todo o enquadramento legal que permitisse, aos dirigentes, fazer a gestão da sua colectividade em segurança”, explicou Sérgio Pratas.

 

Para o autor, as associações deparam-se “com exigências comparáveis às das empresas privadas, sendo que estas são constituídas por profissionais dos diversos sectores, enquanto o associativismo é sustentado por voluntários que têm profissões em áreas muito diversas e se dedicam, a esta actividade, nos seus tempos livres”.

 

Manual aborda questões úteis desde a fundação até à possível extinção da associação

 

Maria João Santos apresentou os vários temas abordados ao longo dos capítulos do livro, que começam por fazer um enquadramento histórico e social do movimento associativo, passando depois a questões de índole prática como o que fazer para constituir uma associação, quais as competências e funções dos seus órgãos sociais, como se organizam as suas reuniões, passando por questões de contabilidade e fiscalidade ou por uma listagem do que a ASAE – Autoridade de Segurança Alimentar e Económica procurará se fiscalizar as instalações de uma associação, até à possibilidade de extinção da própria associação.

 

O presidente da Federação das Coletividades do Distrito de Santarém, Augusto Figueiredo, esteve também presente no lançamento do livro, tendo referido a importância, do Manual agora editado, no apoio ao desempenho das funções dos dirigentes associativos, assim como a importância de as colectividades se constituírem elas próprias em associações, tendo desafiado os representantes do associativismo local a ”constituírem uma associação concelhia, tendo em conta que são cerca de 70 as colectividades do Cartaxo”. Augusto Figueiredo descreveu algumas das “mais valias de pertencer à Federação” e afirmou já estar iniciada “uma negociação com a Câmara Municipal do Cartaxo, para um pacote de formação em diversas áreas”.

 

Os autores responderam, ainda, a perguntas dos dirigentes e voluntários associativos presentes, ouvindo algumas sugestões e preocupações.

 

O Manual foi editado por Edições Rui Costa Pinto, com o patrocínio da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto, em parceria com o Montepio Geral e a Fundação Calouste Gulbenkian.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:58
link do post | comentar | favorito

TORRES NOVAS: Cuide do seu coração!

 

No dia 18 de maio, domingo, realiza-se o passeio de BTT “Trilhos do Coração”,inserido no programa “Maio, Mês do Coração”. Com início e fim nas Piscinas Municipais Fernando Cunha, em Torres Novas, tem no final do percurso um momento de convívio com churrasco!

 

O percurso, que conta com 35 km e se classifica como fácil/médiotem início às 08h30,nas Piscinas Municipais Fernando Cunha, terminando neste mesmo local. Para participarem, os betetistas devem inscrever-se online (https://docs.google.com/forms/d/1fT9-83q-xI10CIE4-IiG-G-YBatmhNEajXLyyc7NCv0/viewformou junto das entidades organizadoras, tendo a atividade o custo de 5€ (inclui seguro e churrasco). O pagamento da inscrição pode ser efetuado por transferência bancária, para o NIB  0045 5430 40243236605 03 (necessário envio de comprovativo para o e-mail:cabecodaspias@turrisespacos.pt) ou na receção das Piscinas Municipais Fernando Cunha.

 

Esta iniciativa é fruto de uma parceria entre a Turrisespaços, UrbanCorps, GimnoTorres, MultiOpticas e a Unidade de Cuidados na Comunidade e conta com o apoio da NutriSport, Farmácia Lima e EXL. O objetivo é promover junto da comunidade a prática de exercício físico, promovendo o bem-estar e a saúde de cada um. 

 

Relembramos que este domingo, dia 11 de maio, se realiza a “Rota do Coração”,caminhada de 10 km, nível fácil, que começa e termina nas Piscinas Municipais Fernando Cunha, em Torres Novas. No final vai haver momento de convívio com churrasco e as inscrições podem ser feitas online  (https://docs.google.com/forms/d/1vLTfe6hlOaBcDtP2XvKMasFtpxuiN2i7p6di8E12EGo/viewformou nas instalações das entidades organizadoras (Turrisespaços, UrbanCorps e GimnoTorres).

 

Em relação às atividades de sábado, dia 03 de maio, comunicamos que estas foram alteradas para o dia 17 de maio. O programa mantém-se o mesmo de manhã e tarde e, se gostava de ter participado mas não teve oportunidade, anime-se pois ainda vai a tempo! Todas as atividades são gratuitas e pode inscrever-se nas instalações da Turrisespaços, UrbanCorps e GimnoTorres ou online (https://docs.google.com/forms/d/1c27hFC83CrLD6O35fYcF7Fbxf0BjSj9G_Tz6JGiYD7k/viewform?usp=send_form).  



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:55
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 5 de Maio de 2014
SANTARÉM: Autarquia Scalabitana promove Encontro Nacional do Bunho

A autarquia Scalabitana promove o Encontro Nacional do Bunho, na próxima quinta-feira, dia 8 de maio. A iniciativa tem início às 10h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com uma receção de boas vindas pelo Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Ricardo Gonçalves.

 

 

A partir das 10h45, o Encontro, que tem como moderadora Inês Barroso, Vereadora com o pelouro da Proteção Ambiental, conta com a participação de vários intervenientes das seguintes entidades: Câmara de Santarém, IADE-U - Instituto de Arte, Design e Empresa – Universitário, ISCTE-IUL - Instituto Universitário de Lisboa, IEFP-PPART - Instituto do Emprego e Formação Profissional –Promoção dos Ofícios e das Microempresas Artesanais, ACAF Portugal Associação das Comunidades Autofinanciadas, Santa Casa da Misericórdia de Santarém e Confraria Gastronómica “Os Tanheiros”, do Secorio, freguesia da Moçarria.

 

Esta iniciativa, inserida na 5.ª edição do projeto de Desenvolvimento Sustentável “ Ideias do Antigamente promovem o Ambiente” continua às12h00 com a discussão no painel - O Bunho pelos Artesãos, moderado por Tito Damião, Diretor Executivo da ACAF Portugal.

 

O Encontro prossegue, depois do almoço, às 14h30, na Sala da Assembleia Municipal, nas instalações da antiga Escola Prática de Cavalaria, com o painel - A Arte de Trabalhar o Bunho, moderado pela Vereadora Inês Barroso e por Tito Damião.

 

O encerramento do Encontro Nacional do Bunho está previsto para as 16h00.

 

Este projeto, liderado pela Câmara de Santarém em cooperação com o IADE – Creative University e envolve parceiros estratégicos como o IEFP, o ISCTE-IUL, a ACAF Portugal, a Santa Casa da Misericórdia de Santarém e a Confraria Gastronómica “Os Tanheiros”, pretende, com o encontro de artesãos de todo o País, dar o primeiro passo para um projeto que tem como missão ser uma referência em termos de Sustentabilidade.

 

O principal propósito é a aposta na relação entre o estudo deste material e do seu ecossistema, com a inovação em design, com a cultura, a etnografia e a tradição que permitem ver o bunho transformado, pelas mãos de artesãos, a partir dos princípios da economia ecológica - equilíbrio holístico e intergeracional entre sociedade, economia e ambiente.

 

A Câmara de Santarém aposta no empreendedorismo social e sustentável, na potenciação sustentável e autónoma destas comunidades de artesãos, de modo a contribuir para a sua regeneração, para a formação de novos artesãos, de modo a consequentemente, reduzir o desemprego, bem como para a emergência de modos de vida em que a Natureza e o Homem cooperem em harmonia.

 

O projeto pretende ainda demonstrar que o bunho e os mestres artesãos que com ele criam peças de design e artesanato mostram como é possível uma relação simbiótica entre a Natureza e o Homem. Se o bunho só cresce em rios ambientalmente saudáveis, o seu artesão é um exemplo ético de relação com o ambiente e com a sua comunidade.

 

**

 

Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril prosseguem com Filme “Guerra ou Paz”, Exposição de Fotografia e Pintura e com a Caravana "A Poesia está na Rua"

As comemorações dos 40 anos do 25 de Abril prosseguem em Santarém com o Filme “Guerra ou Paz”, com a Exposição de Fotografia e Pintura, da fotógrafa Susana Felgueiras e da artista plástica Rebecca Rason Flor Ferreira e com a Caravana “A Poesia está na Rua”.

 

O filme de Rui Simões, passa no Teatro Sá da Bandeira, no dia 7 de maio (quarta-feira), às 21h30, numa organização do Cineclube de Santarém.

 

“Entre 1961 e 1974, 100,000 jovens portugueses partiram para a guerra nas ex-colónias. No mesmo período, outros 100,000 saíram de Portugal para não fazer essa mesma guerra. Em relação aos que fizeram a guerra, já muito foi dito, escrito, filmado. Em relação aos outros, não existe nada, é uma espécie de assunto tabu na nossa sociedade. Que papéis tiveram esses homens que ‘fugiram à guerra’ na construção do país que somos hoje? Que percursos fizeram? De que forma resistiram?” A sinopse de GUERRA OU PAZ refere assim o filme, que é também um retrato da geração de Rui Simões, que é um dos seus intervenientes juntamente com António Setas, Arlindo Barbeitos, Cláudio Torres, João Freire, José Mena Abrantes, Luís Cília, Manuel dos Santos Lima e Manuela Torres. "Guerra ou Paz" conta ainda com a participação especial de Eduardo Lourenço.

Género: Documentário. Portugal, 2012, Cores.

Para mais informações, consultar: http://cineclubesantarem.wordpress.com 

Duração: 97’ Preço: 4€ | 2€ Sócios Cineclube Santarém

 

A Exposição de Fotografia e Pintura, da fotógrafa Susana Felgueiras e da artista plástica Rebecca Rason Flor Ferreira, é inaugurada na sexta-feira, dia 9, às 18h30, na Associação Internacional Luso-Brasileira de Integração Arte & Cultura, que está patente até dia 23 de maio, na Travessa da Hera, Nº 7.

 

As comemorações prosseguem no sábado, dia 10 de maio, com a Caravana de Música e Poesia "A poesia está na rua!", com ponto de encontro às 09h30, junto ao Mercado Municipal, virados para a Escola Prática de Cavalaria, de onde partiu Salgueiro Maia, rumo a Lisboa.

Todos são convidados a participar e a trazer poemas para dizer, acompanhados de um cravo, amigos e Liberdade.

Esta Caravana é organizada pelos escritores Arlete Piedade Louro e Samuel Pimenta, pela "Literarte - Associação Internacional de Escritores e Artistas" e pela "U.L.L.A - União Lusófona das Letras e das Artes", om o objetivo de comemorar os 40 anos do 25 de Abril, numa organização conjunta da Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril de Santarém, a Câmara Municipal de Santarém e a empresa Viver Santarém.

A Caravana prossegue às 10h00 para o Jardim da Liberdade, junto ao Mural do 25 de Abril e às10h30, em frente ao W Shopping. Às 11h00 a Caravana estará no Largo de Marvila (via Rua João Afonso e Rua Primeiro de Dezembro) e às11h30, no cruzamento da Rua Capelo e Ivens com a Rua Guilherme Azevedo (via Rua Serpa Pinto). Pelas12h00 estará na Rua Capelo e Ivens, frente ao Restaurante Caravana e termina às 12h30 Praça Marquês Sá da Bandeira, vulgo Largo do Seminário.

A organização convidou a estarem presentes: Ana Simão – Poeta, Arlete Piedade Louro – Poeta, Beatriz Correia – Poeta, Carlos Oliveira (Chona) – Actor/Dizedor, Deolinda Saraiva – Poeta, Isaac Pimenta – Músico, Joaquim Ernesto da Fonseca – Poeta, Jorge Vicente – Poeta, Maria Dovigo – Poeta, Maria Judite Ferreira Leitão – Poeta, Pedro Gon – Poeta e Samuel Pimenta – Poeta.

 

 

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:08
link do post | comentar | favorito

TORRES NOVAS: TURRIS ESTÚDIO

No mês de maio, o Turris Estúdio situado nas Piscinas Municipais Fernando Cunha, em Torres Novas, tem para si novidades!

 

 

Nos dias 22, quinta-feira, e 23, sexta-feira, pode usufruir, respetivamente, dos Open Days de Power e U-Bound, ambos às 19h10. Para além de poder vir experimentar sem qualquer custo estas modalidades, nestes dias faz-se ainda lançamento de novas coreografias. Contamos consigo!

 

POWER consiste numa modalidade sem impacto, concebida para dar ao corpo um treino completo, usando barras e pesos, ao som de música estimulante.     

U-BOUND é uma aula de movimentos de execução simples, utilizado um mini-trampolim e que permite um trabalho cardiovascular de forma divertida, melhoria da resistência e aumento da força muscular dos membros inferiores (músculos das pernas) e estabilizadores (abdominal e lombar).

 

Ao nível do horário, as aulas sofreram algumas alterações ao sábado e, durante a semana, vai poder passar a frequentar aulas de Yoga, às quintas-feiras, às 18h15, no estúdio 2. Inscreva-se já!

 

 

LODO E DJ GROUNDZERO

NO CAFÉ CONCERTO

 

No dia 17 de maio, sábado, o Café Concerto do Teatro Virgínia, em Torres Novas, recebe LODO a partir das 23h00. Após a atuação da banda, fique ao som do dj GroundZero.

 

LODO é uma ideia de João Rufino, posta em prática pelo mesmo, por Cotovio, Bernardo Ferreira e Carlos Silva. Este novo desafio teve início em março de 2013, tendo por base influências como Linda Martini, Caspian, Mogwai, If the trees could talk, Russian Circles, Riding Panico, Tool, ou seja um rock progressivo sujo, como o próprio nome da banda indica.Para além destas, e já mais fora da onda, existem outras como Iron Maiden, Machine Head, Metallica (num tom mais metal), BB King, Clapton, Hendrix (blues), Pink Floyd,Radiohead, entre muitas outras. A banda conta com 8 temas, entre eles um cover e uma versão de projetos portugueses, tendo a primeira aparição ocorrido no dia 21 de dezembro de 2013, em Cem Soldos, Tomar, localidade berço deste projeto.

 

Relembramos que este sábado, dia 10 de maio, há noite tripla no Café Concerto com a atuação de Waste Disposal Machine que trazem para o lançamento do seu novo álbum “Debris” convidados como PMDS – trio lisboeta – e o dj Kinetic. 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:05
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: Feira Nacional de Agricultura Promove Produção Nacional

Feira Nacional de Agricultura

Promove a Produção Nacional

 

 

A 51ª Feira Nacional de Agricultura / 61ª Feira do Ribatejo realiza-se de 7 a 15 de junho no Centro Nacional de Exposições, em Santarém,  incidindo na temática da “Produção Nacional”, no sentido de realçar a importância dos produtos genuinamente portugueses no setor agrícola, nomeadamente através da realização de atividades como seminários, colóquios, apresentações de produtos e demonstrações, entre outros.

 

O certame promove assim um dos principais temas da atualidade para o setor, incentivando a aquisição de produtos nacionais como forma de contribuir para o equilíbrio da balança comercial do país e para a recuperação da economia nacional. Neste sentido, a Feira integra um espaço de exposição dedicado à iniciativa “Portugal Sou Eu”, programa do Ministério da Economia e do Emprego que tem como objetivo precisamente valorizar a produção nacional e promover os produtos nacionais.

 

Da mesma forma, os produtos tradicionais premiados nos concursos que decorrem entre dezembro e maio, no Centro de Exposições, estarão ao dispor dos visitantes, contribuindo também para esta valorização da produção nacional, estimulando a qualidade e promovendo os melhores produtos das diferentes regiões do país.

 

Num ano em que apresenta índices record de participação em termos de expositores e empresas participantes, a Feira reforça a sua posição como palco principal do mundo agrícola e local apropriado para discutir os temas atuais e relevantes do setor, nomeadamente através de reuniões, seminários, congressos e workshops, que contam com a participação de vários especialistas nas suas áreas de atuação.

 

Paralelamente, a Feira Nacional de Agricultura contará com a presença de várias personalidades, contribuindo para que o acontecimento seja um marco na agenda política e económica durante nove dias, contribuindo para efetuar um balanço dos programas e das políticas para o setor agrícola. Com um amplo programa de

 

atividades, a feira destina-se não só aos profissionais do ramo, mas também aos consumidores que podem ter acesso a diferentes produtos de grande qualidade, apoiando assim a produção nacional.

 

O certame comemora 20 anos no espaço do Centro de Exposições e integra o “Salão Prazer de Provar” – que agrega o Salão Nacional do Azeite, o Salão Nacional da Alimentação e o Festival Nacional do Vinho – a “Fersant” (Feira Empresarial da Região de Santarém), organizada pelo Nersant, a “Lusoflora de Verão”, promovida pela APPPFN (Associação Portuguesa de Produtores de Plantas e Flores Naturais) e as “Conversas de Agricultura”.

 

Na zona exterior, a exposição de maquinaria e equipamentos agrícolas traz a Santarém as novidades do setor e proporciona às empresas contactos de negócio. Destaca-se, neste âmbito, uma zona de demonstrações na qual se poderão observar algumas inovações presentes na feira, assim como experimentar os novos modelos das principais marcas existentes no mercado. Além da maquinaria agrícola, a 51ª Feira Nacional de Agricultura conta com expositores em diversos setores como comércio, artesanato, gastronomia, produtos e serviços para a agricultura, entre outros, o que reflete a dimensão e a importância do certame.

 

Prazer de Provar

 

O Salão Prazer de Provar agrupa o 8º Salão Nacional do Azeite, o 7º Salão Nacional da Alimentação e o 9º Festival Nacional do Vinho e reúne no mesmo espaço vários produtos de grande qualidade: azeites, queijos, enchidos, méis, compotas, frutas, entre outros bens alimentares.

 

Destaca-se este ano a Padaria da Feira, dinamizada pela empresa “O Quentinho”. Neste espaço o visitante poderá encontrar vários tipos e formato de pão. Três vezes por dia, entre as 12.00 e as 22.30 estará disponível pão quente, acabado de sair do forno.

 

Por outro lado, o evento contará com diversas iniciativas abertas à participação dos visitantes como a “Mercearia da Feira”, local onde será possível adquirir vários produtos dos diversos expositores presentes, “Demonstrações de Cozinha ao Vivo”, mostras e degustações de produtos ou harmonizações entre Vinhos/Azeites e Iguarias, entre outras atividades, para além do espaço dedicado ao programa “Portugal Sou Eu”.

 

Conversas de Agricultura

 

Durante a 51ª Feira Nacional de Agricultura decorrem vários seminários, organizados pela Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), com o objetivo de discutir os principais problemas do setor, nomeadamente a “Reforma da PAC - Decisões Nacionais”, no dia 09 junho, o “IV Seminário – A Importância dos Jovens Agricultores no Futuro da Agricultura Europeia” no dia 11 junho e a “A Contabilidade e a Fiscalidade na Atividade Agrícola II”, no dia 11 junho.

 

Neste âmbito decorrem outros congressos e workshops:

 

  • Mecanização Agrária (Org. ACAP) – 07 junho
  • PI’s (Org. CAP) - 11 junho
  • PERSU 2020 - Desafios e Oportunidades a Nível Local (no âmbito da gestão dos resíduos) - (Org. RESITEJO) - 11 junho
  • PME (Org. CAP) - 11 junho
  • 1º Simpósio do Crédito Agrícola (Org. FENACAM e Caixa Central) -11 junho
  • INTERPERA 2014 (Org. COTHN) - 12 junho
  • Drones na Agricultura de Precisão: Presente ou Futuro? (Org. SKYEYE) - 13 junho

 

O  Mundo Rural em Exposição

 

Diferentes raças autóctones bovinas nacionais e internacionais, dezenas de equinos representando as principais coudelarias nacionais, suínos de raça bísara e raça alentejana, caprinos, ovinos e aves apresentam-se diariamente ao público que visita a feira e fazem parte da maior mostra de gado do país.

 

A 51ª Feira Nacional de Agricultura também terá patente uma grande exposição de galinhas poedeiras. Esta mostra contará com cerca de 500 exemplares e permitirá aos visitantes observar o comportamento destes animais ao ar livre, sendo os ovos oferecidos aos visitantes.

 

Paralelamente, os criadores nacionais têm na Feira uma oportunidade para demonstrarem a excelência dos seus exemplares em competição.

 

Pecuária

 

Equinos

 

  • Camp. Nac. de Equitação do Trabalho - 07 e 08 junho
  • Troféu Dressage Póneis - 4ª Jornada -  08 junho
  • 4º Conc. Nac. Égua Afilhada Raça Lusitana – 08 junho
  • 11º Conc. Nac. Égua Afilhada: Outras Raças - 08 junho
  • 21º Conc. Nac. Oficial Coudelarias Portuguesas - 08 junho
  • A Criança e o Cavalo - 9,11,12 e 13 junho
  • Demonstração Equestre - 09 junho
  • Conc. de Apresentação do Cavalo de Sela - 11 junho
  • Prova Mista Traje à Port. e Equitação Tradicional - 11 junho
  •  Prova Morfo-Funcional Aptidão Toureio - 11 e 12 junho
  • Demons. de Hipoterapia (APPACDM e ESAS) - 12 junho
  • Conc. Nac. Oficial de Modelo e Andamentos do Cavalo da Raça Sorraia - 12  junho
  • Conc. Dressage Nacional - Taça FNA 2014 - 14 e 15 junho
  • Atrelagem - Taça Regional do Centro - 14 junho

 

Bovinos

 

  • Concurso Morfológico Geral de Bovinos de Raça Charolesa - 08 junho

 

Ovinos

 

  • Concurso Geral Jovens Reprodutores Ovinos P3 - 08 junho
  • Concurso Nacional de Jovens Reprodutores Ile-de-France - 08 junho

 

Suínos

 

  • Concurso Morfológico Nacional de Suínos da Raça Bísara
  • Concurso Morfológico Nacional de Suínos da Raça Alentejana

 

Caninos

 

  • Exposição Canina Especializada de Raças Portuguesas Comemorativa do Dia de Portugal - 10 junho
  • Agility - 10 junho
  • Corrida de Galgos - 15 junho

 

Realizam-se ainda diversas competições envolvendo as dezenas de campinos presentes como as Provas de Provas de Perícia, Velocidade, Apartação e Condução de Cabrestos.

 

Gastronomia

 

O certame contará com a participação de restaurantes de carnes de raças autóctones, tasquinhas regionais promovidas por associações e coletividades do concelho e outras com queijos, enchidos, doces tradicionais entre outras iguarias.

 

Fersant

 

Pelo quinto ano consecutivo, numa parceria com o NERSANT, a Feira Nacional de Agricultura conta com a presença da FERSANT – Feira Empresarial da Região de Santarém, iniciativa que pretende representar a economia da zona.

 

Lusoflora de verão

 

Durante a 51ª Feira Nacional de Agricultura, decorre a 2ª edição de verão da Lusoflora – Exposição e Venda de Flores e Plantas de Portugal. Num espaço dedicado à horticultura ornamental, para além de exposição e venda de plantas ornamentais e flor de corte, realce para a presença dos fornecedores de bens e serviços associados a esta atividade agrícola, numa área privilegiada de negócios e contactos.

 

Animação

 

Os visitantes poderão usufruir de espaços dedicados a iniciativas da região como largadas de toiros, desfiles e provas de campinos, atividades equestres, demonstrações de escolas de toureio, treino de forcados, provas de velocidade, perícia e condução de cabrestos, exibições de folclore e música tradicional e popular.

 

No dia de abertura, 7 de junho (sábado), o palco será de Pedro Abrunhosa & Comité Caviar. No dia 9 de junho (segunda-feira), é a vez de David Antunes & The Midnight Band e Amigos (Pacheco, Vanessa, FF, Herman José e Simone de Oliveira). A 13 de junho (sexta-feira) as atenções viram-se para os GNR. No dia 14 de junho (sábado) o realce vai para o concerto de Anselmo Ralph.

 

Além do dia 9, David Antunes & The Midnight Band atuarão nos dias 7 e 14 de junho logo depois dos principais artistas, os Hi-Fi no dia 9 e os Vira-Casaca no dia 13.

 

A animação tradicional e popular será uma constante ao longo do evento. Nos dias 7 e 14 destacam-se as atuações das Sevilhanas. A final do “Concurso A Melhor Voz das Escolas de Santarém” realiza-se no dia 11 de junho. O Encontro de Tunas Académicas  e um Baile à Moda Antiga com Pedro Rodrigues decorre no dia 12. As Danças de Salão de Tremês no dia 13. No dia 14 realiza-se o Concerto “Star Wars on Stage”, promovido pelo Conservatório de Música de Santarém.

 

Na Nave C irá recriar-se um ambiente tradicional, com Ranchos Folclóricos, Grupos de Música Tradicional, Grupos de Música Popular, Grupos de Acordeões, Cantadores ao Desafio, Danças, Sevilhanas, Danças de Salão, entre outros. Aos fins de semana e feriado do dia 10 de junho destacam-se os ranchos folclóricos do concelho de Santarém, com danças e recriação de Mercados Tradicionais. No dia 7 dá-se relevo à Grande Concentração de Concertinas de todo o país.

 

Feira Nacional de Agricultura na “Rede”

 

A 51ª edição da Feira Nacional de Agricultura irá estar em destaque na Internet. Este ano a aposta passa pela criação do site www.feiranacionalagricultura.pt onde se poderá encontrar toda a informação inerente ao evento, assim como alargar a informação existente às redes sociais, nomeadamente Facebook e Instagram. Para além de uma maior promoção da Feira, o objetivo é estar on-line em qualquer lugar e em vários dispositivos.

 

Neste âmbito, surge também a “APP Feira Nacional de Agricultura”, disponível para os sistemas IOS (Iphone e Ipad), Android e Windows Phone, cujo download poderá ser efetuado em www.cnema.pt ewww.feiranacionalagricultura.pt.

 

Durante 9 dias a Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo será o centro das atenções da agricultura nacional, com uma presença alargada de expositores, representando quase todo o setor e apresentando simultaneamente características tradicionais e festivas, que fazem desta feira um acontecimento único no país.

 

CNEMA – 20 Anos

 

Passaram duas décadas desde que o Centro Nacional de Exposições, em Santarém, abriu portas ao público, em 1994, ano em que se realizou a 31ª Feira Nacional de Agricultura / 41ª Feira do Ribatejo. Vinte anos depois, o Centro de Exposições que já foi palco de inúmeros certames, é um espaço de referência a nível nacional, com uma localização central e servido por modernas vias de comunicação e com condições únicas para a prática desportiva, o lazer ou eventos de cariz profissional.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:50
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: NERSANT em Angola de 14 a 18 de maio para representar o Ribatejo na Feira Internacional de Benguela

 

De 14 a 18 de maio, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém vai estar em Angola para representar o Ribatejo e as empresas da região na FIB - Feira Internacional de Benguela.

Seguindo a sua estratégia de apoio às empresas da região do Ribatejo, a NERSANT vai realizar de 14 a 18 de maio, uma missão empresarial a Angola, com a finalidade de participar na FIB. No certame, a associação empresarial vai apresentar as potencialidades económicas da região do Ribatejo.

A FIB, a maior bolsa de negócios do sul de Angola, nasce da vontade do Governo Provincial de Benguela criar na região um espaço que permita reunir os principais agentes económicos e sociais, na partilha de conhecimentos e experiências capazes de fortalecer as relações entre si e, consequentemente, contribuir para o desenvolvimento social e económico da Província de Benguela. O certame tem, assim, como objetivo promover o potencial económico e industrial desta região e atrair investimentos nacionais e internacionais capazes de apoiar o desenvolvimento da mesma.

Esta é a 4.ª edição da Feira Internacional de Benguela, que este ano se realiza sob o mote "Tudo ao seu Alcance". O certame realiza-se no Estádio Nacional d’Ombaka e tem um caráter multissetorial. Para criar a rede de negócios que se pretende com a FIB, estão previstas a realização de diversas atividades complementares ao certame, e que passam pela realização de conferências, debates e workshops.

De referir que a Feira Internacional de Benguela contou na sua última edição com a participação de 242 empresas expositoras e cerca de 40.000 visitantes, assim como a presença das Comitivas Internacionais de Portugal e da África do Sul, conferindo a esta iniciativa um crescimento a nível da sua internacionalização.

A NERSANT acredita que a participação nesta feira pode trazer mais-valias importantes para a região do Ribatejo, motivo pelo qual decidiu avançar com a sua participação institucional no evento. A ação de internacionalização realiza-se no âmbito do projeto ExportRibatejo.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:21
link do post | comentar | favorito

SANTAREM: “Nunca serei velho – um elogio à velhice” apresentado na Sala de Leitura Bernardo Santareno

Ilídio Carreira apresenta o seu livro “Nunca serei velho – um elogio à velhice” dia 9 maio, pelas 18h30, na Sala de Leitura Bernardo Santareno.

 

 

“Nunca serei velho é uma narrativa sobre gerações, trespassada por instantes e momentos do quotidiano da porta ao lado. É a história das pulsões de uma sociedade vítima do seu próprio abandono; é a história das inquietações de um homem que dedica grande parte da sua vida a construir um túnel para unir os Homens; é a história de um renascer circundado por ideais; e, sem dúvida, é a história do amor que não conhece impedimentos físicos e temporais. Para ler de mãos dadas a duas gerações separadas por um comboio de anos, mas tão próximas de vontades.”

 

Excerto do livro:

«Um bocadinho antes de chegares a velho existem determinadas coisas que deves ter em atenção. A essencial: nunca dês os teus sapatos a engraxar a ninguém. Eles são atestados de óbito amovíveis, atacadores do tempo.

Deves lembrar-te de que só quando envolto nas rendas da urna, os vivos, além do teu corpo, conseguem velar-te as solas dos sapatos. E se alguém se preocupou em engraxá-las é porque deixaste de caminhar.

Nos últimos anos da tua vida, convém andares descalço, se possível sempre, nunca se sabe quando alguém decidirá virar os teus sapatos para o céu e, num pedido solar, esborratá-los de negrume. Deste modo nunca morrerás e, o mais importante de tudo, nunca serás velho.»

 

“Nunca serei velho – um elogio à velhice” é o primeiro romance de Ilídio Carreira”. O autor nasceu em Santarém mas adotou Aveiro como cidade. É voluntário na área da solidão nos idosos e embora tenha desenvolvido competências na área da engenharia, a escrita e as suas histórias seguem caminhos paralelos com o seu quotidiano.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:19
link do post | comentar | favorito

TORRES NOVAS: RECOLHA DE SANGUE

 

 A Associação dos Dadores de Sangue de Torres Novas, vai realizar mais uma recolha de sangue no próximo dia 14 de Maio (Quarta-feira), entre as 9,00 e as 13,00 horas, na Associação Torrejana de Ensino Profissional – Escola Profissional de Torres Novas.

A recolha será efectuada por uma Brigada do Centro do Sangue e da Transplantação de Lisboa do Instituto do Português do Sangue e da Transplantação IP.

Na recolha de sangue poderá igualmente efectuar doação de medula óssea. Podem participar todos os cidadãos saudáveis com mais de 18 anos e menos de 65 anos. Antes da recolha será feita uma consulta de rastreio por médico do Instituto.

A Associação agradece desde já a solidariedade e a colaboração de todas as pessoas que participem nesta recolha.

“Dá Sangue Porque Há Sempre uma Vida à Tua Espera – Dar Sangue é Ajudar, é dar Esperança, é Salvar a Vida de Alguém – Haverá Gesto Mais Nobre do Que Salvar Uma Vida?” 



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:18
link do post | comentar | favorito

ENTRONCAMENTO: 2º Torneio Internacional de Futsal Entroncamento 2014/Delta Cafés

 

Decorreu nos dias 30 de Abril e 01 de Maio, no Pavilhão Albano Mateus, o 2º Torneio Internacional de Futsal Entroncamento 2014/Delta Cafés, organizada pelo União Futebol Entroncamento, através da sua secção de Futsal.

 

O torneio contou com a participação de 8 clubes, num total de 12 equipas nos escalões de Traquinas (não competitivo), Infantis Iniciados e Juvenis.

 

Em dois dias de bom Futsal reinou a boa disposição, a alegria e o convívio entre os atletas vindos de várias cidades, naquele que já podemos considerar o melhor Torneio de formação do distrito de Santarém e a subir lugar a nível nacional.

 

s considerar o melhor torneio de futsal de formação do nosso distrito e a subir lugares a nível nacional. Com as bancadas muito bem compostas num grande dia de divulgação da modalidade, foi esta a moldura dos 11 jogos deste torneio, numa organização elogiada por todos.

 

Sport Lisboa e Benfica, Sport Alenquer e Benfica e Peniche Amigos Clube foram as grandes vencedoras nos escalões de Infantis, Iniciados e Juvenis, respetivamente.

 

Classificações

INFANTIS

1º Lugar – SL Benfica

2º Lugar – AD Pebetero

3º Lugar – NS Condeixa/AF

4º Lugar – União FE

 

INICIADOS

1º Lugar – S Alenquer B

2º Lugar – AD Pebetero

3º Lugar – União FE

 

JUVENIS

1º Lugar – Peniche AC

2º Lugar – Ass. Frassati

3º Lugar – União FE

 

Num evento associado ao Plano Nacional de Ética no Desporto, referência ainda para os troféus Fair Play que foram atribuídos às equipas de Infantis do União FE, Iniciados do União FE e Juvenis da Ass. Frassati.

 

Durante o torneio o público e equipas presentes puderam ainda assistir a exibições das atletas da secção de Patinagem Artística do União.

 

Na Cerimónia de Encerramento estiveram representadas a Câmara Municipal do Entroncamento, pelo seu Presidente Dr. Jorge Faria, a Junta de Freguesia de Nossa Senhora de Fátima, pelo Presidente Ezequiel Estrada, a Junta de Freguesia  de São João Baptista, pelo Presidente Rui Maurício, o Regimento de Manutenção, pelo Capitão Machado, a Federação portuguesa de Futebol, pelo Diretor para o Futsal Pedro Dias e a Associação de Futebol de Santarém, pelo Vice Presidente para o Futsal Amadeu Bernardes e pelo Diretor José Florêncio.

 

Depois da Cerimónia de Encerramento decorreu um lanche final onde reinou o convívio e amizade entre os participantes.

 

A organização agradece a todos o apoio prestado ao 2º Torneio Internacional de Futsal Entroncamento 2014/Delta cafés, sem o qual não teria sido possível levar a efeito este evento que movimentou cerca de 140 atletas.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:16
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: TASQUINHAS APRESENTARAM GASTRONOMIA TRADICIONAL

 

Foi nas tasquinhas que a típica gastronomia regional foi servida à mesa, acompanhada por esse néctar precioso, que é o vinho.

 

Foram muitos os voluntários que trabalharam em cada uma das tasquinhas, não só para cozinhar e servir centenas de visitantes, durante os cinco dias da Festa, mas ainda antes de esta começar, preparando e decorando os seus espaços.

 

Como modo de incentivo a este trabalho, são atribuídos prémios à Melhor Tasquinha. Este ano, o espaço da Comissão de Festas de Vale da Pinta foi o mais votado pelos seus pares. O prémio de melhor stand, foi atribuído a uma freguesia, Valada – que apresentou um trabalho de reprodução em miniatura da aldeia da Palhota.

 

Associações e colectividades das 8 localidades do concelho estiveram presentes

Este ano, voltaram a ser oito, as tasquinhas presentes na Festa do Vinho. A representar Pontével esteve a associação Os Quarentões, que aproveitou este certame para angariar receitas para a organização da Festa em Honra de Nossa Senhora do Desterro, no primeiro fim de semana de setembro. Como principais pratos apresentados à mesa - o Bacalhau com Magusto e a Carne à Quarentões. 

 

O Ribatejano Futebol Clube trouxe de Valada os tradicionais pratos de peixe, típicos da zona ribeirinha, como a Açorda de Sável ou as Enguias Fritas, servidas a partir de um espaço decorado com miniaturas alusivas ao trabalho no campo, e do qual fizeram também parte elementos relacionados com o Tejo, a atividade piscatória, a Ponte Rainha Dona Amélia e o desporto. 

 

A representar a freguesia de Vale da Pedra esteve a Associação Cultural e Recreativa, que apostou também em pratos tradicionais de peixe na sua ementa, sobretudo Enguias Fritas e Açorda de Sável, típicos de uma freguesia que tem na sua história uma grande relação com a Vala Real, outrora importante via de comunicação e “ganha-pão” de comunidades de pescadores.

 

A comissão organizadora da Festa de Vale da Pinta foi outra das tasquinhas representadas na Festa do Vinho, a sua participação significou um contributo na angariação de receitas a favor da festa da localidade. Aos visitantes, ofereceu pratos como Entrecosto com Magusto e Ensopado de Borrego e as tão características Caracoletas como petisco. O vinho e a vinha são os principais elementos que decoraram o espaço desta tasquinha.

 

A representar a freguesia de Vila Chã de Ourique esteve o Estrela Futebol Clube Ouriquense, que neste certame mobilizou alguns dos jovens desportistas para outra área que não aquela a que se dedicam no clube. Com a ajuda de mais e menos jovens, apresentaram à mesa especialidades como Entrecosto com Arroz de Feijoca e Cozido à Portuguesa.

 

A Associação Gentes do Cartaxo, que entre outros eventos de interesse cultural, promove anualmente as Festas da Cidade, ocupou também uma das tasquinhas do Pavilhão Municipal de Exposições. Favas com Entrecosto, Ensopado de Borrego e Sopa da Pedra fizeram parte da sua aposta gastronómica, nesta edição da Festa do Vinho.

 

A Ereira esteve representada pela sua Casa do Povo. Nestes dias de Festa do Vinho apresentaram à mesa pratos como Bacalhau com Broa e Cabrito Assado no Forno, tendo como cenário quadros da vida rural e da produção de vinho.

 

Por sua vez, a Associação do Rancho Folclórico da Freguesia da Lapa propôs na ementa especialidades como Massada de Peixe ou Carne de Porco à Alentejana, numa tasquinha que tinha representada uma casa típica de aldeia, um traje antigo e uma pintura ilustrando um carro de bois com uma tina de uvas.

 

 

PROVA ENOGASTRONÓMICA NA FESTA DO VINHO

Adega Cooperativa do Cartaxo propôs dois vinhos para acompanhar a iguaria apresentada pelo chef Igor Martinho

 

A área reservada do pavilhão interior da Festa do Vinho recebeu, na tarde do dia 3 de maio, mais uma prova enogastronómica, desta vez promovida pela Adega Cooperativa do Cartaxo e pelo chef Igor Martinho, proprietário e chef do restaurante Mãe Luísa, situado em Arrouquelas.

 

Igor Martinho confeccionou, no local, a sua proposta gastronómica para esta prova, que consistiu num Magret de Pato, com arroz de legumes e doce de frutos vermelhos. As cerca de duas dezenas de pessoas que participaram na prova tiveram oportunidade de ouvir a descrição do prato, tendo Igor Martinho dado vários conselhos para uma boa confecção da carne e do arroz no ponto certo.

 

“Apesar de não ser consensual, decidi servir pato por ser algo irreverente e para tentar surpreender”, explicou o jovem chef, acrescentando que “a combinação de um prato bem condimentado, com vinhos também de aromas fortes, irá resultar muito bem”.

 

Para combinar com este prato, Pedro Gil, enólogo da Adega Cooperativa do Cartaxo, propôs o tinto Bridão Reserva 2011 e o branco Bridão Reserva 2012, tendo também colocado à apreciação, logo no início da prova, o Plexus Rosé.

 

O enólogo explicou as características técnicas dos dois néctares, frisando que o vinho branco é feito exclusivamente a partir da casta Fernão Pires e que “mantém muita frescura à fruta das casta e a aromas produzidos pela própria levedura. Pelas suas características, é muito exuberante no aroma e na boca, sentimos uma grande frescura, mas também estrutura, proporcionada pela madeira, o que é fundamental para tornar um vinho branco também gastronómico”.

 

Já o tinto reúne quatro castas diferentes, entre as quais Touriga Nacional e Tinta Roriz. Estagiou 10 meses em barrica de carvalho nacional e, na descrição feita por Pedro Gil, “é um vinho extremamente carregado, com um aroma muito intenso à fruta das castas e a frutos vermelhos, com notas de especiarias, caramelo e chocolate”.

 

Pedro Gil defendeu também que “os vinhos não são simplesmente para beber, são muito mais, por isso falamos de combinações gastronómicas, que criam desafios adicionais, tanto para enólogos como para os chefs de cozinha”.

 

Os participantes nesta prova tiveram oportunidade de testar a harmonia dos dois vinhos com o prato, apreciando as combinações de semelhança e contraste, 

identificando diferenças e discutindo gostos.

 

Pedro Gil referiu ainda que a Adega Cooperativa do Cartaxo e o restaurante Mãe Luísa têm uma parceria e que “cada vez mais é importante os enólogos perceberem mais de gastronomia e os chefs saberem mais de vinhos, para podermos tirar melhor partido das combinações”.

 

 

CORO DAS AEC E BIZU COOLECTIVE NA FESTA DO VINHO

Crianças do concelho subiram ao palco na tarde de 3 de maio e à noite atuaram os Bizu Coolective

 

As crianças do concelho estiveram presentes na Festa do Vinho, tendo subido ao palco na tarde de sábado para apresentar um repertório de músicas originais e outras bem conhecidas do público.

 

O concerto foi protagonizado pelas crianças do 1.º ciclo do Agrupamento Marcelino Mesquita, que frequentam as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC).

 

Em palco, tiveram oportunidade de dar a conhecer parte do trabalho desenvolvido na área musical, no âmbito destas atividades. Canções inéditas como “Salada de Frutas” – que apela à aquisição de hábitos saudáveis de alimentação –, ou músicas tão bem conhecidas como “Playback”, de Carlos Paião, “A Minha Casinha” dos Xutos & Pontapés ou “Vem Viver a Vida Amor”, de José Cid, foram entoadas nesta tarde pelos mais pequenos. 

 

Os Bizu Coolective animaram também o espírito festivo deste certame, atuando à noite. Os Bizu nasceram em 2009 como "walking band", tendo a rua lhes dado experiência e a própria identidade para criar um espetáculo diferente e energético.

 

Desde 2012 que se apresentam como banda de palco, focando o seu trabalho na essência das Brass Bandstradicionais, suportada por uma secção rítmica (bateria e baixo), teclas e um DJ, onde dão uma nova roupagem a temas bem (re)conhecidos do mainstream mundial.

 

Estilos como Ska, Funk, Hip Hop, Jazz, Disco-Sound, Balkans ou Afrobeat são mesclados numa partitura, onde a arte de revisitar e o espírito cool falam mais alto.

 

A noite voltou a terminar ao som de música dos anos 80, desta vez com o DJ Fernandinho.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:12
link do post | comentar | favorito

Domingo, 4 de Maio de 2014
CARTAXO RECEBEU DESFILE ETNOGRÁFICO

Iniciativa organizada no âmbito da Festa do Vinho juntou diferentes gerações numa homenagem aos usos e costumes do concelho

 

 

A cidade do Cartaxo recebeu no dia 2 de maio o desfile etnográfico “Da Vinha ao Vinho”, promovido pela Câmara Municipal do Cartaxo, no âmbito da Festa do Vinho.

 

Mais de duas centenas de crianças do Jardim de Infância do Cartaxo e dos Agrupamentos Escolares Marcelino Mesquita e D. Sancho I apresentaram-se com trajes regionais, fazendo lembrar o antigamente, às crianças juntaram-se também perto de meia centena de seniores, da Associação Comunitária de Vila Chã de Ourique, do Centro de Dia de Pontével, do Programa de Atividades Seniores desta freguesia e do Grupo Viver Mais Viver Melhor.

 

Centenas de pessoas juntaram-se na Rua Batalhoz para ver este desfile intergeracional, que representou uma homenagem às tradições e à identidade rural do concelho, tendo como principal objetivo recordar e transmitir aos mais novos os usos e costumes do Cartaxo e das suas freguesias, reforçando a importância da vinha e do vinho, na vivência da população.

 

Pequenos e graúdos vestiram-se a rigor, envergando trajes representativos das figuras do campino, do cavaleiro, das camponesas ou do pescador. Os trajes usados no trabalho foram os mais expressivos – elas de saia rodada e avental, de lenço ou chapéu de palha na cabeça, segurando cestas de flores ou um feixe de vides; eles de boina ou barrete, de colete e camisas de fazenda –, mas houve também quem apresentasse trajes domingueiros ou de passeio.

 

Do Jardim de Infância do Cartaxo veio quase uma centena de figurantes. A professora Ana Rita Nogueira, responsável pelo grupo de vinte crianças dos cinco anos de idade, que participou neste desfile, revelou que os pais também se envolveram nesta iniciativa, recolhendo os trajes para vestir os seus filhos, e que “as crianças se mostraram muito interessadas, porque lhes explicámos antecipadamente o significado dos trajes e aquilo que vínhamos aqui fazer”.

 

Para a professora, este tipo de iniciativas “é muito importante para os mais pequenos, pela experiência que têm ao vestir o traje, porque assim assimilam muito melhor estas tradições associadas à cultura do concelho”.

 

Sara Coelho é professora na EB1 N.º 2 de Vila Chã de Ourique e também ela aceitou desde a primeira hora este convite para participar no desfile. “É nossa função estimular e continuar a dar ênfase às tradições das terras. Eu fiquei muito motivada e penso que consegui motivar também os alunos”, considerou.

 

Do grupo de 10 alunos desta escola que participaram no desfile, esteve a Beatriz, que revelou ter “gostado muito” do desfile, por ser “diferente e recordar os hábitos dos avós”.

 

O João, aluno também desta turma, achou o desfile “divertido” e vestir-se de campino foi “engraçado”, apesar do calor que sentia na cabeça, por causa do barrete.

 

O desfile terminou na Praça 15 de Dezembro, onde os participantes foram recebidos pelo presidente da Câmara Municipal, Pedro Magalhães Ribeiro, tendo depois passado pelo palco para melhor mostrarem os seus trajes regionais. O Jardim de Infância presenteou ainda o público com algumas quadras e com o Fandango do Cartaxo, da autoria de Luís Piçarra - “Não há terra como o Cartaxo, não há, no coração do Ribatejo”.

 

 

SEMINÁRIO REUNIU PROFISSIONAIS DO SETOR VITIVINÍCOLA NO CARTAXO

 

 

O Auditório Municipal da Quinta das Pratas, na cidade do Cartaxo recebeu, na tarde do dia 2 de maio, o seminário “Castas Portuguesas – Fator de Diferenciação no Mercado Internacional do Vinho”, organizado pela Câmara Municipal do Cartaxo e Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), no âmbito do aniversário desta associação e da Festa do Vinho, a decorrer no Pavilhão Municipal de Exposições até dia 4 de maio.

 

O seminário centrou-se na importância da diversidade das castas e a sua seleção como fator fundamental na valorização do vinho português, tendo proporcionado também uma reflexão sobre o contexto do mercado nacional e mundial, a competitividade dos mercados, os fatores de diferenciação dos vinhos e os principais desafios que se colocam ao setor.

 

Produtores e agentes do setor marcaram presença neste encontro, que teve como oradores Antero Martins, do Instituto Superior de Agronomia, António Ventura, presidente da Associação Portuguesa de Enologia, Maria Vicente, da Casa Agrícola Casal do Conde, e Manuel Costa e Oliveira, da AMPV.

 

Pedro Magalhães Ribeiro em defesa da ruralidade enquanto sinónimo de desenvolvimento sustentável

 

A sessão de abertura contou com a presença do presidente da Câmara Municipal do Cartaxo e da AMPV, Pedro Magalhães Ribeiro, e do presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, Frederico Falcão.

 

Pedro Magalhães Ribeiro afirmou que, para a Câmara Municipal, “o sector do vinho é extremamente importante para sua estratégia de desenvolvimento”, acrescentando que “queremos combater o significado que a ruralidade tem no senso comum. Ruralidade não significa subdesenvolvimento, tem de ser sinónimo de desenvolvimento sustentável, que comporta boas práticas de ordenamento do território e equilíbrio ambiental, envolvendo também um património histórico e cultural que convém preservar”.

 

O presidente da Câmara Municipal está consciente de que “um concelho tem de se desenvolver em diferentes vertentes”, contudo, assume como grande prioridade a promoção de “um desenvolvimento que não pode estar desligado da agricultura, do vinho e da vinha”.

 

As potencialidades do mundo rural, da gastronomia ou do Tejo, associadas à localização estratégica do concelho, “devem também ser aproveitadas pelos operadores no terreno”, acrescentou Pedro Magalhães Ribeiro, reforçando que “o enoturismo tem de ser uma grande aposta”.

 

Presidente do IVV demonstrou evolução do setor ao nível da exportação 

 

Frederico Falcão começou por enaltecer “a forma empenhada e apaixonada com que o presidente da Câmara do Cartaxo tem abraçado a causa do vinho”.

 

Entre os números apresentados, o presidente do IVV frisou que “o mercado nacional encontra-se retraído em termos de consumo”, No ano passado verificou-se uma quebra de 5,8%. Como tal, “a saída natural é a exportação”, constatou, demonstrando que “Portugal tem vindo a bater recordes ao nível do vinho exportado”, que se traduziu em 2013 em 725 milhões de euros.

 

“Temos subido sempre em valor, mas tem havido um decréscimo no que diz respeito ao volume, sobretudo devido à diminuição da exportação de vinhos a granel, porque nos engarrafados subimos a quantidade exportada”, especificou.

 

Frederico Falcão referiu-se também à diversidade de castas existentes em Portugal, onde existem 343 autorizadas. “Somos o terceiro país do mundo com maior número de castas, das quais cerca de 200 são autóctones. Em primeiro lugar, estão os italianos e em segundo está a Geórgia, contudo, se considerarmos o índice da dimensão do país, passamos para segundo”, acrescentou.

 

Para o presidente do IVV, “a imagem de Portugal deve estar associada à diversidade de castas existentes no país”, mas defende que “não é possível promovê-las todas. Não é fácil promover Rabo de Ovelha ou Fernão Pires, são nomes difíceis de traduzir. A estratégia nacional tem de passar por destacar algumas delas”.

 

Frederico Falcão alertou ainda os produtores para o novo Sistema de Autorizações, em vigor a partir do início de 2016, e que vai trazer grandes alterações aos direitos de plantação da vinha.

 

Antero Martins destaca importância da preservação das castas autóctones

 

Antero Martins participou neste seminário em representação do Instituto Superior de Agronomia e da Associação Portuguesa para a Diversidade da Videira (PORVID). Durante a sua apresentação, abordou o papel das castas antigas, “que é mais relevante do que o das variedades de outras plantas cultivadas”, uma vez que “as castas são sede de história e tradições e são um fator decisivo na diferenciação e identidade do vinho. Quando falamos de vinho, não é só o líquido que conta, é também o envolvimento cultural”, frisou.

 

Desde o início da década de 80 que se desenvolve em Portugal um trabalho para reconhecimento e identificação de castas autóctones. Contudo, “ainda hoje estamos a descobrir novas castas, elas estavam mesmo debaixo dos nossos olhos sem que nos apercebêssemos delas. Isto é uma novidade que tem cerca de três anos e o que podemos adiantar é que desde essa altura até agora já foram descobertas 15 novas castas”, revelou.

 

Presidente da APE defendeu que Portugal deve afirmar-se como “país com capacidade para produzir vinhos diferentes”

 

O presidente da Associação Portuguesa de Enologia (APE) baseou a sua apresentação na dúvida “se o vinho português será definitivamente um blend”. Antes dessa abordagem falou dos mercados internacionais, em fatores de diferenciação e na evolução da produção mundial e do consumo, apresentado vários números comparativos.

 

Face aos desafios dos mercados, António Ventura considerou o terroir como uma das principais vantagens competitivas, a par da originalidade e da diferenciação.

 

“Temos de nos focar nas nossas próprias castas. Face ao trabalho de investigação que tem vindo a ser feito, sabemos quais são aquelas que vale a pena trabalhar. O vinho português foi sempre um blend, esse blend saía da vinha. O terroir permite fazer dois vinhos diferentes em Palmela e no Cartaxo com a mesma casta. Os blenddão sempre vinhos muito mais complexos, com uma diversidade maior do que um monocasta”, frisou.

 

O presidente da APE defendeu ainda que Portugal tem que se assumir “não como um grande país produtor de vinho, mas como um país com capacidade para produzir vinhos diferentes”.

 

Maria Vicente fala da importância de uma estratégia de comunicação consistente para a afirmação de uma marca

 

A apresentação de Maria Vicente, enóloga da Casa Agrícola Casal do Conde, baseou-se nos “pormenores” a ter em conta no mercado do vinho, nomeadamente nas questões de comunicação e marketing.

 

“Os consumidores querem sentir que a garrafa que têm na mão é especial, querem cada vez mais conhecer os produtores e os enólogos, querem saber cada vez mais e usufruir do maior número de experiências relacionadas com o vinho. Nós temos de ter capacidade de responder a esse desafio”, sublinhou.

 

Identificar fatores de diferenciação, a seleção das castas, a garrafa, o estudo do mercado e da concorrência, a procura de um nicho de mercado que um vinho possa vir a liderar, a importância do rótulo e de toda uma estratégia de comunicação consistente foram temas abordados pela enóloga.

 

Manuel Costa Oliveira defende a importância da promoção de um consumo moderado de vinho por parte do setor

 

Manuel Costa Oliveira, da AMPV, foi convidado a abordar o consumo do vinho de forma moderada, um tema que tem vindo a ser muito discutido pelos agentes do setor. Manuel Costa Oliveira defende que “o setor, coletiva e individualmente, deve assumir a sua posição. Há quem pense que isso vai estragar o negócio, mas esta reflexão tem de ser feita”.

 

As preocupações quanto aos consumos abusivos de álcool, e no que ao vinho diz respeito, foram lançadas no seio da União Europeia, que desafiou o setor da produção e do comércio a promover a moderação e a responsabilidade no consumo.

 

Para Manuel Costa Oliveira, os jovens devem ser a maior preocupação. “Tenho feito esta reflexão com milhares de jovens e constatei que há uma certa ignorância no que respeita a estas matérias. O jovem vai muito pelo desafio, curiosidade, adrenalina e emoção. Compete a nós, setor, levar a informação aos jovens de que o vinho é um bem alimentar e um produto fantástico, mas que não pode ser consumido desmesuradamente”, reforçou.

 

Vasco Cunha presente na sessão de encerramento do seminário

 

O presidente da Comissão Parlamentar da Agricultura e Mar e também vereador na Câmara Municipal do Cartaxo, Vasco Cunha, marcou presença na sessão de encerramento, ao lado do presidente da autarquia e do presidente da Assembleia Municipal do Cartaxo, Gentil Duarte, que também acompanhou o seminário.

 

Vasco Cunha começou por destacar a “teimosia” da Câmara Municipal de, em momentos difíceis como aqueles que se atravessa, “persistir na continuidade da Festa do Vinho, dando ao setor a notoriedade que ele merece junto dos concidadãos”.

 

Entre os vários números apresentados, Vasco Cunha revelou que o vinho corresponde a 40% das nossas exportações no mercado agrícola, o que demonstra “o crescimento que o setor foi tendo ao longo dos anos e a sua implantação”.

 

Na indústria agroalimentar e agroindustrial, “temos quatro grandes sectores com forte dinamismo: o vinho, o azeite, as conservas de peixe e o setor do tomate. São estes os quatro grande emblemas das exportações agroalimentares”, sublinhou, acrescentando que, “no que diz respeito ao azeite, Portugal é autossuficiente”, contudo, “a quantidade de tomate que é produzida dá para quatro vezes mais do aquilo que necessitamos”.

 

Vasco Cunha identificou também as principais dificuldades que se colocam ao setor, destacando a tributação sobre este produto, a existência de uma legislação europeia que é “perniciosa” para com os produtores dos estados europeus e o movimento associativo, “onde há muito ainda para fazer”.

 

Distinção dos melhores vinhos do concelho e da região Tejo

 

A sessão de encerramento do seminário contemplou a entrega dos prémios do Concurso de Vinhos da Campanha 2013/2014 do Melhor Vinho na Produção do Concelho do Cartaxo e da Região Tejo.

 

A Sociedade Agrícola Casal do Conde, situada no concelho do Cartaxo, foi uma das casas que esteve em destaque nestes concursos, alcançando a categoria de melhor vinho tinto e melhor vinho branco no XXX Concurso de Vinhos do Concelho do Cartaxo e ainda o melhor vinho tinto e o 3º melhor vinho branco no XV Concurso de Vinhos do Tejo.

 

O melhor vinho rosé foi produzido pela Casa Agrícola Quinta do Falcão, que venceu o 1º prémio, tanto no concurso de vinhos do concelho, como no da região Tejo.

 

O prémio de melhor vinho branco da região Tejo foi atribuído a David Henriques Vieira.

 

A Adega Cooperativa do Cartaxo também arrecadou vários prémios, entre os quais o 2.º melhor vinho tinto do concelho e da Região Tejo e o 3.º melhor rosé, tanto do concurso de vinhos do concelho, como do concurso de vinhos do Tejo.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:34
link do post | comentar | favorito

TEMAS DE SAÚDE: O desmoronar do SNS/Tentativa da banalização do ato de prescrição médica

 Por: Antonieta Dias (*)

 

Nestes dois últimos anos temos assistido a mudanças significativas na área da saúde que irão com certeza destruir completamente um serviço de saúde que nos orgulhava e que era invejado por muitos Países a nível mundial.

O diagnóstico atual, quando avaliamos os procedimentos e analisamos os objetivos de quem legisla e os pareceres dos teoricamente conhecedores de uma área tão complexa como a da medicina, em que opinam sobre atos que colocam em risco a vida dos nossos doentes, gera uma angústia terrível, não só pela ignorância demonstrada sobre o verdadeiro papel e conteúdo funcional da profissão do médico que é constrangedor e gera violência, no utilizador(doente).

Pensar que qualquer pessoa que tenha uma intervenção na saúde pode ser candidato a um eventual prescritor clinico é de fato um pensamento terrivelmente desumano e desrespeita completamente o ato medico e a assistência ao doente.

Sem prejuízo, da mais valia e da preciosa colaboração que cada um dos técnicos das várias áreas da equipe de saúde têm (enfermeiros, técnicos de cardiopneumologia, técnicos de radiologia, técnicos de fisioterapia, ortodontésicos, podologistas, etc, etc…), que vieram enriqueceram de forma digna o SNS e contribuíram para melhoram a prestação dos serviços saúde, é um fato inquestionável e demonstrável.

Porém, não podemos de forma nenhuma desrespeitar e desqualificar o conteúdo profissional de cada um dos técnicos e muito menos tentar transferir competências de uns para os outros, sejam quais forem os interesses e objetivos pretendidos de quem decide.

Estando em curso o estudo das condições necessárias ao desenvolvimento da rede de serviços de saúde, é conveniente estruturar mas não destruir.

Respeitar os princípios, os níveis de cuidados, os atributos, as formas de coordenação e os objetivos da atividade assistencial, respeitando o doente e cuidando-o no seu todo, não é possível que alguém com responsabilidade possa propor que outros profissionais que não sejam os médicos, façam prescrições terapêuticas aos doentes.

Se neste momento, com tanta mudança estrutural, com tanta poupança, com tanto desinvestimento, com tanta privação de recursos humanos, de meios técnicos, de dificuldade de acesso dos doentes que residem mais no interior e distantes dos urbanos, já por si é uma perda da qualidade nos cuidados de saúde, não é possível que ainda se pretenda propor, que outros profissionais que não os médicos sejam prescritores de qualquer medicamento seja ele qual for e em que circunstâncias ou contexto clinico se enquadre.

Não podemos aceitar se tente encontrar soluções que coloquem em risco a vida dos doentes e se destrua o acesso aos cuidados de acordo com a “legis artis”.

Antes de prescrever qualquer medicamento é preciso conhecer o doente, é necessário diagnosticar a doença, saber farmacologia e ser um “expert” do conhecimento na indicação do efeito e das contraindicações dos fármacos que estamos a prescrever aos doentes.

Se alguém imagina que a prescrição terapêutica é um mero mencionar de um fármaco que o vizinho, o amigo, o colega, a publicidade é suficiente para ter legitimidade para o fazer é destruir completamente a ciência e a investigação médica.

Salvar a vida do doente é um ato nobre que não pode ser desrespeitado e muito menos violado.

É preciso sim, mudar muitas diretrizes no âmbito da prestação dos cuidados de saúde, mas isso implica mudanças estruturais, e neste momento a mais importante é entregar a responsabilidade da decisão a quem tem competência para o exercício dessa atividade, e os decisores políticos deverão procurar outros meios para poupar na saúde que sejam compatíveis com o que de mais sagrado existe que é a vida e a dignidade da prestação dos cuidados de saúde a quem precisa e tem direito a ser assistido com sapiência e com todos os recursos existentes, pelos vários intervenientes envolvidos na área da saúde.

Deixemos o ato de prescrever para quem tem competência para o fazer sendo que este ato é da exclusiva competência dos médicos e aproveitemos os recursos técnicos de cada um dos outros profissionais cuja função é imprescindível para cuidar bem e melhorar a qualidade em saúde.

Não tentemos confundir e muito menos transferir competências para quem não as tem.

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 2 de Maio de 2014
TOMAR: Criatividade e Desenvolvimento Económico ao serviço das empresas

 

Tom Fleming, conhecido especialista internacional em economia criativa, é um dos oradores do Congresso Empresarial "Melhor Território, Mais Competitividade", que a NERSANT vai realizar nos dias 15 e 16 de maio, no Hotel dos Templários em Tomar.

Especialista em economia criativa, o conhecido consultor internacional apoia o setor cultural e indústrias criativas a todos os níveis, onde se encontram a elaboração de estratégias locais e regionais em prol do desenvolvimento das regiões.

A sua abordagem centra-se na relação entre a cultura, criatividade e o desenvolvimento económico. O consultor oferece, assim, conhecimento técnico, pensamento estratégico e as ferramentas necessárias para posicionar a criatividade ao serviço do desenvolvimento das sociedades, tendo em conta as suas especificidades.

Tom Fleming é, desde 2002, Diretor da Tom Fleming Creative Consultancy (TFCC), consultora do Reino Unido especializada em economia criativa e consultoria cultural, tendo comandado equipas multidisciplinares internacionais em diversos programas por todo o mundo. Liderou programas de pesquisa, estratégia e avaliação em mais de 50 países.

UNESCO, Banco Mundial, Comissão Europeia, Conselho Europeu, governos diversos, cidades e regiões de todo o mundo, e instituições como universidades, organizações culturais e empresas privadas, entre outros, são alguns dos clientes da TFCC. Tom Fleming foi ainda Diretor Criativo do evento "Guimarães - Capital Europeia da Cultura 2012" e está atualmente a desenvolver um programa internacional para o desenvolvimento criativo e económico em cidade de menor dimensão. Trabalhou ainda, durante 7 anos, com diversas cidades portuguesas.

Tom Fleming vai marcar presença no Painel II do Congresso Empresarial (Inovação e Criatividade), intervindo sobre o tema "Sistemas Empresariais e Inovação", dia 16 de maio, pelas 10:00h.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:15
link do post | comentar | favorito

VILA FRAANCA DE XIRA: EXPOMOTOR: grandes clássicos com os mais recentes modelos

 

A par de grandes clássicos de marcas emblemáticas como a FerrariJaguar ou Citroen “Boca de Sapo”(entre outras preciosidades), estão os mais recentes modelos ao nível de alternativas energéticas. Até 4 de maio, a EXPOMOTOR, no Pavilhão Multiusos de Vila Franca de Xira, apresenta cerca de meia de veículos que levam o visitante a uma viagem entre o passado e o futuro dos veículos rodoviários.

Automóveis, camiões, motos e motociclos perfilam-se, com exemplares que oferecem uma visão daevolução dos transportes rodoviários no último meio século e as implicações dessa evolução no dia-a-dia de cada um, numa organização da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Ao nível das alternativas energéticas, para além da oportunidade de conhecer um modelo inglês construído na década de 70 do século passado, concebido para se mover a eletricidade, é possível saber quais asalternativas energéticas atuais: veículos movidos a eletricidade, gás natural comprimido e GPL (gás propano liquefeito), viaturas bi-fuel e híbridas, de forma a que haja um contacto direto entre o público e estas tecnologias que contribuem para  um melhor ambiente.

No ano da mobilidade elétrica, esta é também a oportunidade para contactar com novas formas de transporte, que atendem às preocupações ambientais de sustentabilidade dos recursos naturais cada vez mais escassos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:25
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: CANTARES POPULARES, FADO E TAUROMAQUIA

Espetáculo tauromáquico e atuação dos grupos Os Alentejanos do Cartaxo, Os Populares do Cacém e da Escola de Fado Gentes do Cartaxo

 

 

No 1º de Maio, muitos foram os visitantes que fizeram da Festa do Vinho ponto de encontro, de diversão e convívio.

 

 

Além do espaço do Pavilhão Municipal – com as tasquinhas a apresentarem o que de melhor há na gastronomia local e os expositores a promoverem os seus vinhos e artesanato – o programa deste dia contemplou também o espetáculo tauromáquico Variedades Taurinas.

 

O espetáculo foi organizado pela Associação Cultural e Recreativa Gentes do Cartaxo, na Praça de Touros, e foi uma oportunidade para os jovens que se dedicam ao mundo tauromáquico mostrarem as suas potencialidades na arena.

 

Em praça, estiveram os jovens cavaleiros Manuel Oliveira, Francisco Parreira, António Núncio e Bernardo Salvador. A pé estiveram Sérgio Nunes, Ruben Correia e Rui Regateiro e na pega esteve o Grupo de Forcados Amadores do Cartaxo.

 

À noite, ouviu-se cantares alentejanos no palco do Pavilhão Municipal, numa atuação d’Os Alentejanos do Cartaxo, aos quais se associaram também Os Populares do Cacém.

 

As mais promissoras vozes de fado da Escola Gentes do Cartaxo subiram também ao palco nesta noite, dando voz a muitos dos mais conhecidos e populares fados dos mais conceituados fadistas portugueses

 

 

CASTAS PORTUGUESAS EM DEBATE

Seminário reúne no Cartaxo profissionais do setor vitivinícola

 

A assinalar o 7º Aniversário da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), vai decorrer o seminário Castas Portuguesas - Fator de Diferenciação no Mercado Internacional do Vinho, com início as 15h30 do dia 2 de maio, no Auditório Municipal da Quinta das Pratas.

 

O seminário é organizado pela AMPV e Câmara Municipal do Cartaxo no âmbito da Festa do Vinho que o concelho recebe de 30 de abril a 4 de maio. O contributo das castas e a sua seleção como fator fundamental na valorização do vinho português ou a reflexão sobre os mercados vinícolas são alguns dos temas propostos para reflexão e debate.

 

Composto  por 4 painéis o seminário conta com os oradores Antero Martins, do Instituto Superior de Agronomia, António Ventura, presidente da Associação Portuguesa de Enologia, Maria Vicente, da Casa Agrícola Casal do Conde e Manuel Costa e Oliveira da AMPV.

 

Na sessão de encerramento terá lugar a cerimónia de entrega  de prémios do Concurso de Vinhos da Campanha 2013/2014 do Melhor Vinho na Produção do Concelho do Cartaxo e da Região Tejo.

 

 

FESTA DO VINHO RECEBE PROVAS ENOGASTRONÓMICAS

A primeira prova decorreu no dia 1 de maio e foi promovida pela Sociedade Agrícola Casal do Conde e restaurante Copo 3

 

 

No dia 1 de maio, realizou-se na área reservada do pavilhão interior da Festa do Vinho, a primeira Prova Enogastronómica, promovida pela Sociedade Agrícola Casal do Conde e o restaurante Copo 3, situado na cidade do Cartaxo.

 

O espaço reservado à prova foi totalmente preenchido por pessoas interessadas em apreciar a harmonização entre os pratos e os vinhos propostos, o que deixou bastante satisfeitas Maria Vicente, enóloga da Sociedade Agrícola Casal do Conde, e Paula Silva, proprietária e responsável pela cozinha do restaurante Copo 3.

 

Paula Silva começou por apresentar um croquete de bacalhau com molho de alhos e coentros, que foi acompanhado por um Alvarinho Tejo, com 10 anos de engarrafamento. “É um vinho bastante cítrico, o que faz com que haja uma boa harmonização com o croquete”, frisou Maria Vicente, acrescentando às características deste vinho o facto de ter sido feito a partir de “uvas colhidas à noite, para não perderem a humidade”, e de ter “fermentado a baixas temperaturas durante um mês”.

 

Este foi também um vinho que alcançou um grande reconhecimento internacional, com a atribuição de vários prémios, acrescentou Maria Vicente.

 

O segundo prato proposto por Paula Silva foi Carne da Matança, uma especialidade da casa confecionado com febra de porco, fígado e rim e temperado com azeite e vinagre, alho e pimento.

 

O prato foi acompanhado por um tinto DOC Reserva e a enóloga explicou a escolha. “Esta foi uma excelente proposta de Paula Silva, porque é um prato complexo, com muitos condimentos, e que exige um vinho bastante estruturado”, explicou a enóloga, destacando as qualidades do vinho do ponto de vista da “longevidade e capacidade de envelhecimento”.

 

Maria Vicente explicou também que o vinho é feito a partir das castas Touriga Nacional (60%) e Cabernet Sauvignon (40%) e é do ano de 2011 – “um ano vitivinícola bastante difícil, mas que em termos enológicos foi muito bom”, considerou.

 

A última especialidade gastronómica apresentada foi a típica Pera Bêbeda, confecionada em vinho branco e abafado. Foi acompanhada por um licoroso que não foi produzido pela Sociedade Agrícola Casal do Conde, mas que tem a particularidade de ter sido feito a partir de uvas adquiridas à quinta.

 

“Trata-se de uma preciosidade dos Joanicas e nós decidimos apresentá-lo aqui, não com um objetivo comercial, mas para prestarmos uma homenagem a um homem que tantos anos dedicou à atividade, Luís Ramos, também presente aqui na prova. Este licoroso é ímpar, tem cerca de 50 anos e o que pretendemos é proporcionar uma boa experiência a quem tem o privilégio de o provar”, explicou Maria Vicente.

 

Ao longo da prova, Maria Vicente falou um pouco da história da Sociedade Agrícola Casal do Conde, dos vinhos que produz, da importância das castas e da influência do terroir na produção de um bom vinho, das potencialidades enoturísticas e da qualidade dos vinhos do concelho.

 

“O Cartaxo é uma terra de vinhos, com toda a aptidão para o fazer. Se antes se fazia bem, agora fazemos muito melhor. A implementação do sistema de frio nas adegas facilita muito o trabalho dos enólogos e as novas tecnologias fazem com que seja possível obter resultados muito melhores, com reconhecimento internacional”, frisou, acrescentando que “o que se pretendeu com esta prova foi conhecer melhor as nossas castas e os nossos vinhos, para que cada um de nós possa ser um embaixador dos vinhos do Cartaxo”

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:30
link do post | comentar | favorito

Tomar acolhe obra de Fernando de Azevedo nos 10 anos do NAC

 

 

Vai ser inaugurada em Tomar no dia 10 de Maio, pelas 16h30, uma exposição de pintura de Fernando de Azevedo, com a qual o Núcleo de Arte Contemporânea (NAC) retoma o seu ciclo de exposições temporárias. A ocasião, que se integra também nas comemorações do 10º aniversário do NAC, servirá igualmente para a abertura ao público da nova galeria da cidade, situada no edifício da Comissão de Iniciativa e Turismo, na Avenida Cândido Madureira, frente à entrada da Mata dos Sete Montes.

O Núcleo de Arte Contemporânea foi criado em 2004, na sequência da oferta ao Município de Tomar, pelo Professor José-Augusto França, de uma parte significativa da sua colecção resultante de várias décadas de trabalho como crítico e historiador de arte.

Dez anos depois, o NAC tem um papel relevante na divulgação da arte portuguesa do século XX, em particular no interior do país, onde são escassos os espaços deste género. O aniversário será assinalado às 15h30, no local (situado na Rua Gil de Avô, por trás da estação de Correios) com uma visita ao espaço e animação musical por parte da Canto Firme.

Uma hora depois será então inaugurada a nova Galeria de Exposições Temporárias NAC.2, que vem assim retomar a regularidade das mostras de artes plásticas de artistas presentes no Núcleo, precisamente com uma das personalidades que teve um papel importante na sua criação, Fernando de Azevedo, antigo Presidente da Sociedade Nacional de Belas Artes e que acompanhou de perto, nos últimos anos da sua vida, o trabalho que foi feito no espaço museológico tomarense.

 A exposição ficará patente até 31 de Agosto.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:29
link do post | comentar | favorito

MAÇÃO: PRAIA FLUVIAL DE CARVOEIRO DISTINGUIDA COM A BANDEIRA AZUL 2014

Oito anos consecutivos de qualidade comprovada. Este ano, a única no distrito de Santarém com este galardão.

 

 

A Praia Fluvial de Carvoeiro, no Concelho de Mação, foi novamente distinguida com o galardão Bandeira Azul, anunciou esta semana a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). Este é 8.º ano consecutivo que a Praia Fluvial de Carvoeiro recebe esta distinção, sendo em 2014 a única no Distrito de Santarém.
anúncio oficial, feito esta quarta-feira, 30 de Abril, indica a distinção de 298 Praias Costeiras e Fluviais e 17 Portos de Recreio e Marinas galardoadas com a Bandeira Azul 2014.
Refira-se que a Bandeira Azul é atribuída mediante critérios de qualidade da água, de informação e educação ambiental, de gestão ambiental e de equipamentos e segurança. Para a Câmara Municipal de Mação esta distinção é naturalmente um motivo de orgulho e vem provar a qualidade da Praia Fluvial de Carvoeiro que, ano após ano, é mais visitada e destino de férias de muitas centenas de pessoas tendo sido vários os prémios e distinções que esta Praia tem recebido ao longo dos anos. 

 


A Praia Fluvial de Carvoeiro localiza-se na localidade que lhe dá o nome, a cerca de 25 minutos de Mação. Tem sido uma agradável surpresa para todos aqueles que a visitam, não só pelo enquadramento e beleza naturais, mas também pela qualidade e das infraestruturas que a compõem. Dispõe de vários equipamentos que permitem ao visitante passar ali um dia agradável, como balneários, bar, parque de merendas e churrasqueira. Está ainda dividida com zona de banhos para adultos e para crianças.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:12
link do post | comentar | favorito

SAMORA CORREIA: Fim de semana com touros bravos em Samora

 

 

 

Esta sexta-feira às 19h00, há mais uma largada de touros na cidade de Samora Correia. Ontem a largada contou com mais de 1500 aficionados e nem o jogo do Benfica em Turim afastou o público do largo do Calvário. Registou-se uma colhida de um recortador (homens que lidam os touros sem capote, passado na sua frente) que foi assistido no local e não necessitou de transporte ao hospital. 

Os bombeiros já assistiram 13 pessoas desde que a festa se iniciou a 25 de abril. O ferido mais grave, o recortador "Marinho", está internado no Hospital do Barreiro, com lesões numa perna, no tronco e na face, mas está livre de perigo.

A organização estima que tenham passado pela Semana Taurina, nos seus múltiplos eventos, mais de 13500 aficionados, com realce para a participação de alguns turistas de Espanha, França, Açores, China e Estados Unidos que incluíram a festa no seu roteiro. 

A festa brava continua nas ruas de Samora até segunda-feira, 5 de maio, com largadas de touros no sábado (18h00), domingo (10h30) e na segunda-feira (19h00). O programa complementa-se Feira Anual da cidade com exposições da vida económica, social e cultural; artesanato, gastronomia e diversões para todas as idades. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:47
link do post | comentar | favorito

SANTAREM: Marcação CE obrigatória em estruturas metálicas a partir de 01 de julho

 

A partir de 1 de julho de 2014 é obrigatória a marcação CE das estruturas metálicas. Tendo em conta esta nova realidade e a necessária adaptação das empresas, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, vai promover na sua sede em Torres Novas, uma sessão de esclarecimentos sobre este tema. A participação das empresas é gratuita e as inscrições no evento são feitas online.

No próximo dia 07 de maio, a NERSANT realiza na sua sede em Torres Novas, um seminário que irá esclarecer as empresas da região sobre as novas obrigações nas metalomecânicas Portuguesas envolvidas no fabrico de estruturas metálicas, nomeadamente a entrada em vigor, no próximo dia 01 de julho, da obrigatoriedade de marcação CE neste tipo de estruturas.

O Regulamento (UE) Nº 305/2011, JOUE L 88, de 2011-04-04, que estabelece condições harmonizadas para a comercialização dos produtos de construção e a Norma EN 1090, que define os requisitos técnicos e de desempenho a que devem obedecer as estruturas metálicas de Aço e Alumínio, bem como o nível de exigência necessário ao controlo de fabrico interno (CPF) serão as temáticas a abordar nesta sessão de esclarecimento.

A sessão inicia pelas 14h30, com a apresentação do Bureau Veritas, entidade parceira na realização desta sessão. Seguidamente, serão dadas a conhecer as especificidades da EN 1090 (1; 2; e 3), bem como o processo de certificação da EN 1090-1. A sessão destina ainda tempo para a discussão e debate das temáticas apfresentadas, bem como para o esclarecimento de dúvidas.

Esta sessão é gratuita para as empresas devendo os interessados firmar a sua inscrição no portal da NERSANT, em www.nersant.pt. Mais informações podem ser obtidas jundo do Departamento de Associativismo, Marketing e Eventos da NERSANT, através dos contactos 249 839 500 ou dame@nersant.pt.

 

AGRIBUSINESS proporciona negócios diretos superiores a 1 milhão de euros

 

 

A primeira edição do AGRIBUSINESS, Encontro de Negócios do setor agro-alimentar, organizado pelo AgroCluster Ribatejo no CNEMA, em Santarém, trouxe a Portugal mais de 20 importadores estrangeiros de nove países (Alemanha, Reino Unido, Luxemburgo, Dinamarca, Angola, Moçambique, Polónia, República Checa e França) e reuniu 100 empresas nacionais e internacionais no Ribatejo. O evento proporcionou a realização de negócios superiores a 1 milhão de euros. Foram realizadas mais de 250 reuniões de negócios.

Os resultados registados até ao momento deixam os responsáveis do AgroCluster Ribatejo muito satisfeitos: “A primeira edição do AGRIBUSINESS materializou um objetivo que o AgroCluster Ribatejo tem desde a sua criação: organizar um encontro internacional na região que proporcione efetivas oportunidades de negócios e que sente à mesma mesa empresas portuguesas e estrangeiras do setor agro-alimentar, vindas de vários pontos do mundo. Este evento enquadra-se numa das principais missões do cluster, que passa por promover a internacionalização das empresas e dos produtos da região, assim como a sua exportação.”, afirma Carlos Lopes de Sousa, Presidente do AgroCluster Ribatejo, visivelmente satisfeito com o sucesso do AGRIBUSINESS.

O AGRIBUSINESS 2014 teve como objetivos principais a realização de negócios entre os empresários da fileira agro-alimentar da região do Ribatejo e os empresários estrangeiros presentes e promover a internacionalização das empresas e dos produtos da Região, assim como a sua exportação. Entre os produtos mais procurados pelos importadores presentes estão o azeite, vinagres, molhos e condimentos, frutas e vegetais frescos, conservas de vegetais, arroz, vinho, charcutaria e presunto, queijo e doces regionais.

O AGRIBUSINESS 2014, organizado pelo AgroCluster Ribatejo com o apoio da NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, realizou-se no CNEMA, em Santarém. Um projeto co-financiado pelo INALENTEJO, União Europeia, e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Sobre o Agrocluster Ribatejo

O Agrocluster Ribatejo foi criado e constituído em 2009 pela NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém. Conta com 108 empresas associadas (30 das quais são fundadoras), responsáveis por um volume de negócios de 1900 milhões de euros, dos quais 500 milhões em exportações, e emprega 9 mil pessoas. Depois de expandir a sua ação para a região do Oeste, abarca agora 63% da área agrícola de Portugal.

É reconhecido pelo Governo Português como Estratégia de Eficiência Coletiva e foi galardoado pela “European Cluster Managers’ Club” com o selo de bronze, num projeto criado pela Comissão Europeia para a promoção da gestão de excelência nos clusters.

Tem como objetivo promover a colaboração e a cooperação entre as empresas e entidades relacionadas com o setor agroindustrial, encorajando a reestruturação competitiva do setor e assegurando uma ampla participação nos circuitos comerciais, nacionais e internacionais.

 

NERSANT na 2.ª edição da Feira Internacional de Agronegócios de Cabo Verde

 

 

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém vai marcar presença na 2.ª Feira Internacional de Agronegócios de Cabo Verde, que inaugura hoje e decorre até dia 04 de maio, com o objetivo de representar a região do Ribatejo e os seus associados.

A NERSANT, acompanhada por 5 empresas da Região, partiu ontem para Cabo Verde para participar na 2.ª Feira Internacional de Agronegócios deste país, evento ligado aos setores agrícola e pecuário que se realiza na cidade da Praia, ilha de Santiago, até dia 04 de maio, sob o lema “Promovendo a Investigação e a Inovação na Agricultura Familiar”.

Para além da exposição, venda de produtos e atividades paralelas, como workshops e seminários, o evento visa promover o setor da agricultura e o setor pecuário nas suas variadas dimensões, contribuindo assim para a elaboração de uma estratégia que lhes permita desempenhar um novo papel no mercado e um novo circuito comercial e turístico mais profissional e com serviços associados de qualidade.

Na feira, a NERSANT vai representar não só esta região de Portugal, onde o setor agroindustrial assume grande importância, mas também todos os seus associados, para que se iniciem relações comerciais entre estes dois países. Para além da exposição de máquinas agrícolas, equipamentos e serviços ligados ao setor agrícola e venda de produtos, esta 2.ª edição da feira integrará um espaço para a degustação de vinhos, queijos, compotas, frutas entre outros bens alimentares.

A abertura oficial da Feira acontece hoje, pelas 17h00, com a intervenção da Ministra do Desenvolvimento Rural, Eva Ortet e com a intervenção do Primeiro - Ministro, José Maria Neves. No sábado, dia 03, terão lugar diversos seminários paralelos, nomeadamente “Apresentação das Experiências dos países na implementação do programa WAAPP (West Africa Agriculture Productivity Program)”, “Os desafios da investigação e inovação a nível nacional”, “A Agricultura Familiar em Cabo Verde”, “A utilização de Biofertilizantes e Biopesticidas”, “O Empreendedorismo agrícola de base tecnológica” e “A Promoção do emprego juvenil através da Internet”. O evento irá encerrar dia 04 de maio, embora a delegação NERSANT permaneça em Cabo Verde até dia 06, uma vez que as empresas participantes irão realizar várias reuniões previamente agendadas pela NERSANT e de acordo com os seus interesses e objetivos individuais.

De referir que Cabo Verde, apesar da pequena dimensão da sua economia, é um importante parceiro comercial de Portugal, designadamente enquanto destino das nossas exportações, pelo que é urgente exponenciar este potencial. Por este motivo, a deslocação a Cabo Verde é tida pela NERSANT e pelas empresas participantes na missão empresarial, como de grande importância. A delegação regressa a território português no dia 07 de maio.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:39
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13


22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Palavras

Ludmilla na primeira edi...

INAUGURAÇÃO DE PARQUE INF...

“Retiro do Torricado” em ...

Candidate-se ao Prémio de...

Festival Street Food e So...

Reabilitação do espaço ex...

Associação Cultural e Rec...

Marinhais – Detido por po...

Linhas de crédito para fi...

Município do Entroncament...

Ofertas de Emprego

WORKSHOP DE NUTRIÇÃO

ARTES & SONS - 20 E 21 DE...

Rancho da Casa do Povo de...

Câmara Municipal do Entro...

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

Tertúlia Festa Brava orga...

Exposição de Rui Algarvio...

REI E RAINHA DAS VINDIMAS...

In. Santarém 2019 | PROGR...

Chamusca no coração do de...

Documentário “Embarquemen...

Santarém recebe “Summer F...

CCDRA apresentou SI à Ino...

Histórias para contar” ex...

Torres Novas – Detido em ...

Casa cheia na Startup Our...

CARTAXO: OBRAS DE REQUALI...

TOIROS: LEIAM E PERCEBAM ...

arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds