NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 6 de Outubro de 2014
TORRES NOVAS: Agenda Cultural

8 de outubro | quarta-feira

Comemoração do Dia do Idoso

Aulas de ginástica e hidroginástica

9h30 | Piscinas Municipais Fernando Cunha | marcação prévia obrigatória | participação gratuita

249 839 170 | geral@turrisespacos.pt

 

Música | Andamentos

Solistas Da Orquestra Gulbenkian e Convidados

19h30 | BMGPL, auditório

Komitas - temas de canções folclóricas da Arménia (arr. S. Aslamazian) | Entrada gratuita

249 810 310 | biblioteca@cm-torresnovas.pt | biblioteca.cm-torresnovas.pt

 

11 de outubro | sábado

Ateliê | Animação

Apalavrar-te, a Leitura pela Arte

(ateliê de histórias, numa viagem pela arte na terra das letras)

11h | BMGPL, Oficina do Conto | dos 4 aos 10 anos | Entrada gratuita | Duração: 30’ a 60’

249 810 310 | biblioteca@cm-torresnovas.pt

 

Teatro

Gata em Telhado de Zinco Quente (Artistas Unidos)

21h30 | Teatro Virgínia | M/16 anos | 2h | 7,5€ (descontos aplicáveis)

249 839 309 | bilheteira@teatrovirginia.com | www.teatrovirginia.com

 

 

12 de outubro | domingo

Caminhada

Rota dos Frutos Secos

Passeio com início nos Moinhos da Pena e passagem pelo trilho «Super Fresco»

08h30 | Local de encontro: Piscinas Municipais Fernando Cunha | 10 km | nível médio/fácil| 4€ com cartão Ar Livre; 6€ sem cartão (inclui seguro e reforço alimentar no marco geodésico da Serra d’Aire)

249 839 170 | geral@turrisespacos.pt

  

17 e 18 de outubro | sexta e sábado

Música | Teatro | Lab Criativo

Peixe Lua (de Carla Galvão e Fernando Mota)

Sexta 14h30 – escolas | Sábado 11h – famílias | Teatro Virgínia | 1.º ciclo | 35´ | 2€ escolas | 3€ famílias | lotação limitada a 50 pessoas

249 839 309 | bilheteira@teatrovirginia.com | www.teatrovirginia.com

 

 

18 de outubro | sábado

Ateliê | Animação

O Feiticeiro das Estórias

(lendas e fábulas remisturadas e recontadas pelo mago dos feitiços e das brincadeiras de bom gosto)

11h | BMGPL, Oficina do Conto | dos 4 aos 10 anos | Entrada gratuita | Duração: 30’ a 60’

249 810 310 | biblioteca@cm-torresnovas.pt

 

Música

Ela Também Canta (com Nuno Vieira de Almeida e Vera Mantero)

21h30 | Teatro Virgínia | M/3 anos | 1h | 7,5€ (descontos aplicáveis)

249 839 309 | bilheteira@teatrovirginia.com | www.teatrovirginia.com

  

19 de outubro | domingo

Passeio de BTT à Reserva Natural do Paul do Boquilobo

08h30 | Ponto de encontro: Piscinas Municipais Fernando Cunha | 30 km| Nível fácil | 5€ (inclui seguro da atividade e reforço alimentar a meio do percurso)

249 839 170 | geral@turrisespacos.pt

 

Um Shot de Arte
Numa sessão que dura entre 15 a 30 minutos, um dos técnicos do museu (ou um convidado) fala de uma peça de arte do acervo do Museu Municipal Carlos Reis
16h30 | Museu Municipal Carlos Reis | 15 a 30m | Todos os públicos
249 812 535 | museu.municipal@cm-torresnovas.pt

 

Exposições

Até 2 de janeiro de 2015

Espólio Particular de Gustavo de Bivar Pinto Lopes

Mostra documental
Átrio do Arquivo Municipal (BMGPL) | Todos os públicos
249 810 312 | arquivo.municipal@cm-torresnovas.pt



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:03
link do post | comentar | favorito

Motorshow Porto 2014

Simpa Racing

Presente no Motorshow

 

A Simpa Racing esteve presente no Motorshow Porto 2014, na componente desportiva de um certame que decorreu na Exponor, juntamente com a Autoclássicos.

O Motorshow atrai todos os anos largas dezenas milhares de espectadores, não só para visitar a Autoclássicos, como igualmente para assistirem às várias corridas que fazem parte do Motorshow, enchendo as bancadas do pavilhão, e não só, que fazem parte do percurso das várias mangas e finais.

Isto além, claro, da presença e exposição de vários carros de competição

Este ano, a Simpa Racing esteve presente através de Joel Silva e do seu Toyota Celica GT4.

No Troféu piloto Motorshow, foram quase quatro dezenas e meia os pilotos participantes, entre eles o veterano Markku Allen, que participou com um Mitsubishi Lancer EVO X, da organização.

Um certame que valeu a pena visitar e que proporcionou muitas visibilidade a pilotos e empresas presentes.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:00
link do post | comentar | favorito

Sessão de esclarecimento DEFENDER VILA CHÃ DE OURIQU

Sessão de esclarecimento DEFENDER VILA CHÃ DE OURIQUE

Próxima quinta-feira, dia 9 de outubro | 21h30

Biblioteca de Vila Chã de Ourique | Aberto a toda a população.

Participe! Para nós, a sua voz conta.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:56
link do post | comentar | favorito

Domingo, 5 de Outubro de 2014
CULTURA AVIEIRA: Coutadas de pesca

 Por. Lurdes Véstia (*)

Continuação da Crónica anterior…

 

Coutadas de pesca

Muitas cartas de coutadas, quintas, rios e ribeiras, revelam que o usufruto do produto originado beneficiava quem as recebia, senhores de menor ou maior condição, clérigos (mosteiros ou ordens) e a permissão podia estender-se a cidadãos, homens e mulheres, a quem o rei fazia mercê, sendo esta, também, uma forma de assegurar o peixe nas suas mesas. Em determinadas zonas, a pesca estava interdita a quem não possuísse uma zona coutada. Estas, além de proporcionarem alguma diversão também forneceriam abundante pescado.

No século XIV Alpiarça (Alpearça) já existia enquanto povoação. O seu povoamento terá começado logo a seguir à Reconquista.

Uma das referências que se conhecem sobre Alpiarça diz respeito ao seu rio Alpiarça ou Vala Real, que no reinado de D. João I era coutada real. Nesta época era muito comum os monarcas gozarem de terrenos próprios para pescar e caçar e todos os outros para o fazerem teriam que obter autorização. Quer D. João I quer o cónego de Viseu, Luís Eanes, tinham coutadas em Alpiarça para o seu “desenfadamento” e obtenção de algum pescado.

Em relação ao rio Alpiarça, sabe-se que em 1436, o povo do concelho de Santarém faz uma petição ao rei D. Duarte, para que naquele rio se pudesse pescar com covões, pois pescar com cana não era rentável. O rei cede ao pedido e autoriza a utilização dos covões em determinadas zonas do rio.

Pelos artigos apresentados nas Cortes de Évora de 1436, entende-se que na coutada real de Alpiarça era possível pescar com cana apesar de ser proibido pescar com outros aparelhos, D. Duarte entendia que não convinha que o “laurador leixar de laurar e pescar a cana e quando mujto tomaua dous bordallos e que seia nossa mercee que husem como sempre husarom no dicto Rio os lauradores”. O conteúdo do documento evidencia que pescando com cana se recolheria menos pescado do que utilizando outras técnicas de captura, e, por outro lado, satisfazia-se o povo que assim teria livre acesso ao rio.

Passados três anos o concelho de Santarém, nas Cortes de 1439, volta a manifestar-se contra a coutada real do rio Alpiarça, alegando que os rios são livres e que todos deveriam ter direito de pescar, o povo manifestava-se contra alguns poderosos que o proibiam de pescar no tempo do sável.

Só o regente D. Pedro irá declarar livre a pesca no rio Tejo (1442), no entanto o rio Alpiarça continua a ser coutada real em algumas zonas. O rio Alpiarça aparece sempre associado à abundância de peixe talvez dai a razão pela qual era considerado coutada real. O padre Cardoso referencia a fertilidade das terras junto às margens do rio Alpiarça, assim como a abundância de peixe, nomeadamente fataças e barbos. O rio Alpiarça mantém-se como coutada real desde o reinado de D. João I até ao século XVIII.

As coutadas revelavam-se assim como uma mais-valia para os seus proprietários, pois constituíam uma fonte de rendimento e garantiam a entrada fresca de pescado, especialmente nas alturas em que o seu consumo era imposto religiosamente.

Receituário medieval de peixe de rio

Não sendo o peixe o alimento preferido na Idade Média, existiam, contudo, espécies mais apreciadas que outras. A pescada, o salmão, o congro, o linguado, a lampreia, o sável e o solho eram dos mais apreciados para levar às mesas dos mais notáveis e abastados, quedando para o povo o pescado mais vulgar, como a sardinha. Pela leitura dos documentos, utilizados para a elaboração deste trabalho, verificou-se que o peixe se servia nas mesas medievais, pelo menos, nos dias em que se proibia religiosamente o uso de carne, que o tornou um sinal de extirpação, purificador das desobediências terrenas. Na mesa dos mais pobres, para além da observância do mandamento cristão, as espécies piscícolas, porque mais acessíveis, desempenhariam um vital papel na alimentação.

Da leitura de Saramago constata-se que a única receita de peixe presente no Livro de cozinha da Infanta D. Maria (1538-1577), composto de 67 receitas distribuídas em quatro cadernos e mais seis receitas avulsas, é a seguinte: “Tomarão a lampreia lavada com água quente, e tirar-lhe-ão a tripa sobre uma tigela nova, porque caia o sangue nela, e enrolá-la-ão dentro naquela tigela e deitar-lhe-ão coentro e salsa e cebola muito miúda, e deitar-lhe-ão ali um pouco de azeite e pô-la-ão coberta com um telhador; e como for muito bem afogada, deitar-lhe-ão muito poucochinha água e vinagre, e deitar-lhe-ão cravo e pimenta e açafrão e um pouco de gengibre” O processo de arranjar e temperar a lampreia está bem detalhado, mas, depois não se especifica o modo de confeção.

Pode-se inferir que o facto deste livro de receitas ser dedicado à confeção de pratos para mesas ricas, explique a presença da lampreia como única receita de peixe, pois, esta espécie era, na realidade, das mais apreciadas. No tempero da lampreia utilizavam-se variadas ervas aromáticas e especiarias, principalmente a partir do século XVI, abundavam na confeção de pratos, bem como se recorria a uma grande variedade de condimentos num só prato. Neste, registam-se quatro, podendo ainda ser utilizadas mais, à semelhança do que acontecia com a preparação de pratos de carne. Nas mesas abastadas as especiarias seriam substituídas por ervas aromáticas, gorduras e frutos, como por exemplo: laranjas azedas, limões, salsa, coentros, cebolas, azeite, manteiga, o sal e o vinagre.

Carta probatória do pagamento de dívidas deixadas pelo bispo de Coimbra, D. Estevão, que Afonso Esteves, despenseiro de D. Pedro I e criado de Estêvão da Guarda, saldou em nome deste último e por ordem do monarca, com a data de 3 de Novembro de 1357, onde se refere o pescado do rio Tejo.

Sabham quantos estes stromentum vyrem e leer ouvyrem que en presença de mim Afonso Dominguiz publico tabellion de Sanctaren e das testemuynhas que adeante som scritas Afonso Steveez, criado de Stevam da Guarda, eychon de nosso senhor el Reyen logo e em nome do dicto Stevan da Guarda, per mandado de nosso senhor en Rey assy como conteúdo enhûasa carta e de Pero Giraldiz alcayde e de Pedre Anes de Pavha e de Vaasco Perez alvaziis de Sanctarem presente Reymonde Anes e Meen Perez testamenteyros de Don Stevam bispo que foi em Coimbra.

(…) Item pagou a Clara Zagala três libras e meio que jurou que lhydevya o dicto bispo per razom de congros secos que dela conpraron quando o dicto bispo chegou passado a Sanctaren. (…) Item pagou a Maria Salgada quinze soldos per três sovaes que disse per juramento que lhi filharon pêra o dicto bispo a cinco soldo o saval.

(…) Das quaes cousas sobredictas o dicto Afonso Steveez pedio a mim Affonsso Dominguiz tabellion de suso dicto que lhy desse huum stromentum de como pagava estes dinheiros per outoridade da carta de d’el Rey que ende mostrava per que os mandava pagar e per mandado dos dictos alcayde e alvaziis assy como Pero Galego porteyro do concelho da docta vila de Sanctaren disse da parte deles.

Fecto foy esto en Sanctaren nas casas que forom do dicto bispo, três dias de Novembro, Era de mil e trezentos e cinquenta e sete anos.

Os que presetes forom: Meen Perez, Reymonde Annes e Pero Galego porteyro e outros. Eu Afonso Dominguiz publico tabellion de Sanctaren a estas cousas presente fuy e a rogo do dicto Afonso Stevveez este stromentum scrivy e en el este meu sinal pugy.»

(*) Mestre em Educação Social

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

TEMAS DE SAÚDE: Defesa e Segurança Nacional

 Por: Antonieta Dias (*)

Uma das maiores preocupações da uma sociedade humanizada é a defesa do Homem no seu todo, logo não pode haver Nação sem estratégias de defesa e segurança pessoal.

É do conhecimento geral que se o homem se sente ameaçado reage para se defender e instintivamente usa toda a sua agressividade sobre o inimigo que faz perigar a sua integridade física e psicológica.

Certo é que o panorama sombrio que estamos a vivenciar atualmente traduz a enorme pobreza na preservação dos critérios essenciais que visam proteger os cidadãos e geram um sentimento de insegurança e de desconforto social.

Nenhum cidadão consegue viver em tranquilidade se não tiver um Estado forte que lhe garanta proteção e que lhe proporcione um clima de paz.

Estes requisitos são indispensáveis para a preservação da espécie e para garantir a liberdade democrática.

Se o agressor tiver conhecimento de que a população se encontra desprotegida em termos singulares e coletivos encontrará um paraíso para a manutenção dos seus crimes.

Investir nas forças de segurança e na defesa da Nação é um dever constitucional e uma garantia de credibilidade do Estado.

Todos temos conhecimento que o comportamento do homem ao longo dos seculos se tem caracterizado por uma agressividade permanente de homens contra homens com o objetivo de garantir o poder de alargar e manter o império, mesmo que seja necessário destruir vidas.

Importa, ainda referir que por vezes o homem tem atitudes menos nobres podendo até roubar, usando os meios que a natureza lhe proporcionou (mãos), ou usando objetos que inventou (armas),na tentativa de conquistar o mundo, utilizando os mais poderosos meios que tem ao seu alcance (ataques nucleares nacionais e intercontinentais) para obter a riqueza e o património desejado mas inatingível se o seu percurso fosse correto e normal.

De fato, nos pós guerra colonial tem sido notório o desinvestido nas forças de segurança e nos vários ramos das forças armadas, ficando o País com um exército menos forte e na minha opinião muito fragilizado e deficitário se tivermos de enfrentar uma guerra.

Por todas estas razões precisamos de construir um Estado, que esteja motivado para fazer um forte investimento militar, equipando-o com tecnologia avançada e especializada que funcione de forma organizada para poder assegurar e garantir a uma proteção e defesa nacional e internacional.

O nível de independência técnica e operacional dos vários ramos das forças armadas e das forças de segurança que permitem intervir e agir perante uma situação de guerra, obriga a manter liberdade de ação, sem pressões ou coações, quer sejam de âmbito politico diplomático, económico ou psicológico.

Cabe aos políticos incentivar a paz civil e militar, tendo a responsabilidade de investir numa força militar onde o conceito de defesa alargada se desenvolva no somatório de todas as parcelas e inclua na sua defesa nacional sistemas de segurança pública e de proteção civil de forma global.

Todavia, nos últimos anos não têm sido implementadas as medidas mais adequadas e necessárias para a manutenção e preservação das forças armadas tendo mesmo sido nalguns setores do exercito abandonadas de forma lenta e progressiva.

Parece até que o estigma da guerra colonial e a passividade com que os cidadãos vivenciam lhes retira a necessidade de manter um corpo militar operacional preparado para agir numa situação de combate à crise se surgir uma guerra inesperada.

Para além disso constatamos que o desinvestimento na segurança nacional tem sido preterido em benefício da segurança politica pessoal.

Este modelo de gestão política caracteriza-se por uma perda da cidadania que a continuar a manter-se irá deixar-nos completamente desprotegidos, abandonados e indefesos perante o inimigo.

Porém, apesar de pertencermos ao grupo de países com menores recursos económicos não podemos transformar o Estado num clube politico privilegiado, reduzido a um núcleo restrito de poderes que protege apenas um setor e não investe de forma suficiente na componente da politica externa, da segurança pública, da proteção civil, mesmo tendo conhecimento que a defesa e a segurança constituem o mais complexo problema nacional e internacional, mas também um dos mais importantes poderes para a manutenção de uma politica seria, competente e responsável.

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:56
link do post | comentar | favorito

Câmara Municipal de Santarém apresenta site do PDM

 Luís Farinha, vereador da Câmara Municipal de Santarém com o pelouro do PDM, Planeamento Estratégico e Ordenamento do Território, apresentou hoje, 03 de outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o site do Plano Diretor Municipal (PDM).


Com este site, a autarquia pretende dar a conhecer o desenvolvimento do trabalho e recolher contributos dos munícipes, no sentido de participarem na revisão do PDM.

Para Luís Farinha,“a criação deste site insere-se num conjunto de medidas que visam a promoção deste plano, nomeadamente, ações que possam envolver todos os munícipes no desenvolvimento do trabalho, de forma a que estes possam obter conhecimento sobre o que está a ser feito e possam, também, reconhecer a importância e respetivas consequências das decisões no âmbito do PDM. “

Para o atual executivo, o PDM é um instrumento fundamental em termos de planeamento e de organização do território e por isso é uma das suas prioridades. “O PDM em vigor é de 1995 e tinha uma validade de 10 anos, mas é com ele que continuamos a orientar a gestão urbanística do território municipal, pelo que o desajuste decorrente deste facto tem evidentes consequências negativas ao nível do desenvolvimento urbano”, segundo o vereador.

A revisão do PDM deverá ser um processo participado, pelo que neste âmbito têm vindo a ser desenvolvidas ações de participação pública, nomeadamente reuniões com as Juntas de Freguesia, empresários, agricultores, parceiros sociais e Entidade de Turismo do Alentejo Ribatejo, para além do período de inquérito público prévio previsto no RJIGT (Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial).

O site hoje apresentado é mais uma das formas de participação, pelo que até ao final do processo todos os munícipes poderão enviar as suas opiniões e sugestões através dele ou do e-mail disponível para o efeito (pdm@cm-santarem.pt ).

O site está acessível através do banner que se encontra na página oficial da autarquia (www.cm-santarem.pt). Este encontra-se dividido em diversas seções onde se podem consultar informações que vão desde o ponto de situação do trabalho efetuado relativamente à revisão do PDM até à ligação ao SIG – WebSig, onde podem localizar o seu terreno e consultar a capacidade construtiva do mesmo, bem como as condicionantes existentes.

Para além desta ferramenta de comunicação, a autarquia tem a funcionar a partir de hoje um balcão de atendimento no edifício do urbanismo, na Praça do Município, às terças e quintas-feiras, das 09h00 às 12h30, mediante prévia marcação através do número 243 304 615 ou e-mail pdm@cm-santarem.pt.

 


 



publicado por Noticias do Ribatejo às 04:11
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 3 de Outubro de 2014
FERREIRA DO ZÊZERE:5º FESTIVAL INTERNACIONAL DO ACORDEON DURANTE DOIS DIAS EM FERREIRA DO ZÊZERE

O Festival Internacional de Acordeon está de regresso ao Centro Cultural de Ferreira do Zêzere, para a sua 5ªEdição, nos dias 11 e 12 de Outubro. O evento, conta este ano com dois dias de espetáculo tendo em conta que o ano passado esgotou, resolvendo a organização este ano aumentar o número de sessões de forma a satisfazer todo o público interessado em assistir.

 

Do programa constam uma vez mais nomes maiores do mundo do acordéon: Julien Gonzalez (França) - Campeão Mundial em várias categorias; Ilda Maria - Acordeonista Consagrada; João Barradas - Campeão Mundial; Rodrigo Maurício - Acordeonista nacional; a par com um leque conhecido de acordeonistas regionais (Bruno Gomes; Márcio Cabral; Júlio Vitorino; Cátia Mendes; Rodrigo Gomes; Beatriz Silva; David Santos e Mariana Cortez) que prometem surpreender toda a assistência.

 

No sábado, dia 11, está prevista uma sessão às 21h30 e no domingo, dia 12, está prevista uma sessão às 16h00. A Acordeonista Ilda Maria irá apenas atuar no domingo, mas a maioria dos restantes acordeonistas atuará nos dois dias, incluindo os campeões do mundo.

 

Bilhetes à venda na Tesouraria da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere (Dias úteis 9h00-13h00/14h00-17h30) ou nas bilheteiras do Centro Cultural duas horas antes dos espetáculos. Compre antes que esgote! Preço 5€.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:50
link do post | comentar | favorito

SANTARÉM: Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana  

sexta-feira

Esta sexta-feira, dia 3 de outubro, às 18h00, tem lugar um Concerto Medidativo para bebés e crianças, na sede da AMA – Associação Movimento Aberto, integrado no Festival das Artes Praticadas na Associação Movimento Aberto, que começa hoje e se decorre até sábado.

Até domingo, o Aeródromo de Santarém é palco do Torneio Wings Of Portugal em Santarém.

A iniciativa conta com o apoio da autarquia Scalabitana e assinala os 60 anos de aeromodelismo de Júlio Isidro, marcado pela data em que construiu o seu primeiro avião.

O Torneio Wings of Portugal, é considerado por muitos, o melhor evento de aeromodelismo do País, e reúne mais de 100  aeromodelistas, alguns campeões do mundo e da europa, vindos de Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido, Holanda, Estados Unidos da América, Canadá e Bulgária.

 Em competição vão estar as modalidades de Voo Circular e Rádio Controlo, desde corridas, velocidade pura, acrobacia e escalas.

O Torneio tem entrada livre e decorre esta sexta-feira até às18 horas e sábado e domingo, das 10 às 18 horas.

Às 21h30, o Fórum Actor Mário Viegas acolhe a peça de teatro “O cultivo das flores de plástico” de Afonso Cruz

Esta peça de teatro mostra o combate ao estigma, a partir do livro «O Cultivo das flores de plástico» que retrata o dia-a-dia de quatro sem-abrigo, permitindo uma reflexão sobre a indiferença com que a sociedade de consumo olha para estas pessoas. Permite-nos ainda questionar sobre o que é mais importante nas nossas vidas.

Afonso Cruz consegue também transpor para a peça algumas das perturbações psicológicas de muitos sem-abrigo, que diariamente lutam pela sobrevivência.

A interpretação da peça está a cargo de António Silva, Eduardo Vieira, Paula Ortiga e Vera Ferreira e encenação de Alda Rosa e Carla Ferreira, do Hospital Distrital de Santarém.

 

Entrada: 2 euros e oferta de bens alimentares a favor da Cáritas Interparoquial de Santarém

Às 21h00, tem lugar uma Aula aberta de Tenchi Tessen, na Sede da AMA, integrado no Festival das Artes Praticadas na Associação Movimento Aberto.

Até domingo, decorre a Festa em Honra de Nossa Senhora das Maravilhas, em Santos.

Esta sexta-feira, às 23h30, atua o Grupo AS Band e a partir das 02h30 tem início o Espaço Outro Café com o DJ Pedro Diaz.

Sábado

 No sábado, dia 4 de outubro, (todos os primeiros sábados de cada mês), decorre, no Largo do Rossio em Pernes, um Mercado de Velharias.

 Das 10h00 às 18h00, decorre o III Mercado Alternativo, no Jardim da República, integrado no Festival das Artes Praticadas na AMA.

 Em simultâneo e em permanência, decorrem, no mesmo espaço, actividades dirigidas a crianças e a adultos, de acordo com um programa que em breve vai ser divulgado, a demonstração das terapias que são disponibilizadas na AMA e a recolha de bens para uma associação de apoio social.

Às 11h30 e 16h00 há Teatro de Fantoches, na Livraria Aqui há Gato. Entrada livre.

Uma história que vai encantar crianças e adultos! Formas animadas que nos trazem a beleza da conjugação das artes plásticas com o teatro e a literatura para a infância. 

Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...

Duração: 30’ Classificação: dos 0 aos 80Às 12h00 e às 16h30 há Oficinas de Arte, na Livraria Aqui há Gato.

Com muita arte e imaginação vamos por as mãos à arte, e sentir que todos nós somos artistas! (Oficinas de Expressão Plástica, ver programa especifico em www.aquihagato.org)

Duração: 60’ Classificação: M / 4 Preço: 6€

 Às 16h00, tem lugar a recriação da Romaria das Festas de Santa Iria, em Honra de Nossa Senhora da Saúde, com concentração às 15h30, na Praça Marquês Sá da Bandeira (Largo do Seminário) e partida às 16h00, pelas ruas do Centro Histórico de Santarém, com o seguinte percurso: Praça Marquês Sá da Bandeira (Largo do Seminário), Rua Capelo Ivens, Canto da Cruz, Rua 1º de Dezembro, Largo de Marvila, Praça Visconde Serra do Pilar, Rua Serpa Pinto, Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário).

A recriação da Romaria das Festas de Santa Iria, em Honra de Nossa Senhora da Saúde, foi adiada para dia 4 de outubro, tendo em conta que na data prevista para a sua realização, se previam condições meteorológicas adversas.

À mesma hora (16h00), o Fórum Actor Mário Viegas acolhe o lançamento do livro “As Púrpuras”, da autoria de Fernanda Narciso, que tem como oradora convidada, Teresa Lopes Moreira. A entrada é livre.

“São contos? Não, são pessoas. As Púrpuras são as mulheres com entranhas de sangue quente que povoaram a minha vida. As reais as que choram com dores ou gritam com o prazer. Mas também há as outras, as de sangue frio, as que acordam comigo apenas com o bater das asas das libelinhas. São as do sono leve, as que vivem nas pregas das cortinas de gaze. Todas elas ao lado dos seus homens deram-me as imagens do seu saber. Tenha ele o tamanho que tiver.” Fernanda Narciso

 Às 21h30, o Teatro Sá da Bandeira acolhe o filme “Omar”, numa organização do Cineclube de Santarém.

 Omar é um jovem palestiniano que, por amor, está disposto a todos os sacrifícios. Para ver Nadia, a namorada, ele trepa o muro de separação que foi construído para demarcar os territórios palestinianos ocupados. Um dia, é preso e espancado por agentes israelitas, por suspeita do homicídio de um deles. Enfrentando a possibilidade de ser sentenciado a 90 anos de prisão, recebe a proposta de, em alternativa, se converter em agente duplo para os serviços secretos de Israel. Determinado a não obedecer a ordens do inimigo, Omar junta-se a Tareq, o irmão militante de Nadia, e começa a sua luta pela conquista da liberdade, para si e para o seu povo. Mas, para que isso seja possível, o rapaz tem de enfrentar as terríveis consequências das escolhas que é obrigado a fazer.

Nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, um filme sobre o amor, a amizade e a lealdade nas suas diversas contradições. Conta com argumento e realização de Hany Abu-Assad ("O Paraíso, Agora!", também nomeado para o Óscar em 2006). Em Cannes, onde foi exibido na secção Un Certain Regard, "Omar" recebeu o Prémio do Júri.

Título original: Omar | De: Hany Abu-Assad | Com: Adam Bakri, Leem Lubany, Iyad Hoorani | Género: Drama, Thriller | Outros dados: Palestina, 2013, Cores

Duração: 96’ Classificação: M/14 Preço: 4€ / 2€ Sócios Cineclube Santarém

Para mais informações consultar: http://cineclubesantarem.wordpress.com

Também este sábado, tem lugar a eleição da IX Miss freguesia de Alcanede, Alqueidão do Rei, seguido de Baile com Rui Saraiva.

 Também este sábado, decorre o 8º Torneio Atlético Clube de Pernes, com jogos a partir das 09h15.

 domingo

 No domingo, dia 5 de outubro, decorre o 8º Torneio Atlético Clube de Pernes, com jogos a partir das 09h15.

  Em permanência

 Durante o mês de outubro, visite a Exposição Bibliográfica “Sidónio Muralha e Poesia Gente”, na Casa Pedro Álvaes Cabral/Casa do Brasil, patente até dia 23 de dezembro.

 Até final do mês, pode visitar a Exposição de pintura e outras artes: “O Brasil em Santarém”, na Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil.

 Na Biblioteca Braamcamp Freire, está patente a Exposição Arquivo Histórico - Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, de segunda a sexta-feira das 09h30 às 18h00, a par duma Mostra Bibliográfica sobre a temática do Dia Mundial da Alimentação, igualmente patente até dia 31 e a Exposição Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, com destaque trimestral para uma obra da autoria de Carlos Botelho, Recantos de Lisboa, serigrafia s/papel datada de 1979.

 Na Sala de Leitura Bernardo Santareno, Vamos Ler Oscar Wilde (1854-1900), de segunda a sexta-feira das 09h30 às 18h00 e aos sábados das 09h30 às 12h30, bem como a Exposição Metal que (se) dobra”.

Aproveite ainda para visitar o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI - Uma experiência a não perder, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Para mais informações, contatar: 243 377 290.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:50
link do post | comentar | favorito

ABRANTES: Doçaria Tradicional invade Abrantes no final do mês em novo local

 Na sua 13ª edição, a Feira Nacional de Doçaria Tradicional promete trazer as iguarias portuguesas que lhe dão o nome, licores, mel, compotas e doces representantes de várias regiões do país nos próximos dias 24, 25 e 26 de Outubro. Este doce certame, já de referência nacional, este ano, será realizado no Mercado Criativo, antigo mercado diário, no Centro Histórico de Abrantes.

Animação musical, workshops, actividades desportivas, exposições e demonstrações culinários são algumas das actividades que vão complementar a maior mostra de doçaria tradicional da região, organizada pela TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior e pelo Município de Abrantes.

 A anteceder e a chamar à atenção para este evento haverá a 4ª edição do Mercado de Doces Tradicionais, na manhã de dia 18 de Outubro, na Praça Barão da Batalha. Os grupos etnográficos “Os Camponeses de Vale das Mós”, “Os Esparteiros das Mouriscas” e da freguesia de Alvega, assim como a ACLAMA - Associação Cultural Os Amigos de Martinchel e os ranchos folclóricos da Casa do Povo de Tramagal, da Quinta das Pinheiras do Centro de Recuperação Infantil de Abrantes e da Casa do Povo de Arreciadas irão trazer ao Centro Histórico para comercialização alguns dos bolos tradicionais que marcam as épocas comemorativas das freguesias da Cidade Florida. A animar esta mostra estará o grupo de Concertinas de Abrantes. 

Em especial para a feira da doçaria, as lojas do comércio tradicional irão vestir as suas montras com artigos decorativos alusivos ao tema, em articulação com a Associação Centro Comercial Ar Livre de Abrantes, vestindo assim o coração da Cidade.

 A organização da 13ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional, uma vez mais, associa-se ao ABT Night Runners, para caminhar ou correr às 21h, de dia 23 de Outubro. 

 O passeio em BTT “Na Rota da Palha de Abrantes” terá a sua 3ª edição na manhã de dia 26 de Outubro, e as inscrições podem ser efectuadas enviando um email para o endereço electrónicobttbranquinhosdopedal@gmail.com, dos Branquinhos do Pedal, parceiros deste trilho em duas rodas, que assinala os locais históricos da doçaria abrantina.

Para obter mais informação sobre a 13ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional, apoiada pelo Programa Nacional de Desenvolvimento Rural (ProDeR), pode consultar o site www.tagus-ri.pt  ou enviar email paratagus@tagus-ri.pt.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:47
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: CÂMARA PROMOVE CONTRATOS DE INSERÇÃO PARA MANUTENÇÃO DE ESPAÇOS PÚBLICOS E EDUCAÇÃO

 

Na sessão da Assembleia Municipal, do dia 30 de setembro, foi deliberado aprovar a proposta que o Presidente da Câmara apresentou, para que a autarquia possa celebrar contratos inserção-emprego ao abrigo do programa do IEFP.

 A Câmara Municipal do Cartaxo pode agora integrar 21 pessoas – que estejam em situação de desemprego –, o que fará ao abrigo da legislação que permite o recurso a estes trabalhadores, para fins socialmente necessários.

 Limpeza e manutenção do espaço urbano é prioridade para a autarquia

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo apresentou a proposta, explicando que os 21 contratos previstos “vêm colmatar necessidades urgentes” em áreas como a recolha de resíduos urbanos, limpeza e manutenção dos espaços públicos, arranjo dos espaços verdes e apoio às escolas do concelho. Estas necessidades, afirma, foram “criadas pela saída de pessoas ao longo dos últimos 5 a 6 anos que nunca foram substituídas”.

 O autarca considera que a Câmara Municipal precisa de recursos nas áreas operacionais “que neste momento não temos possibilidade de recrutar”, razão apontada para que a autarquia tenha de recorrer a este tipo de contrato que “permite a quem se encontra em situação de desemprego, ter uma ocupação diária, sentir que é útil na sua comunidade, mantendo contacto com o mercado de trabalho e melhorando as suas competências sociais e profissionais, enquanto evita o isolamento a que, tantas vezes, se vê entregue quem está desempregado”.

 Pedro Magalhães Ribeiro referiu que a limpeza e a manutenção urbanas que, em mandato anterior, foram entregues a empresas privadas, com contratação de serviços, são agora de administração direta, “quer a gestão dos espaços verdes, quer a recolha e transporte de resíduos sólidos urbanos estão a ser efetuados com os nossos próprios recursos, aumentando a necessidade de assistentes operacionais nestas áreas”.

 A Câmara Municipal comparticipará estes contratos com o pagamento de um valor complementar a cada trabalhador integrado – bolsa complementar ou de ocupação –, subsídio de alimentação e despesas de transporte. O valor complementar varia conforme o tipo de subsídio ou rendimento – de desemprego, social ou de inserção –, de que este já beneficiar.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:55
link do post | comentar | favorito

TORRES NOVAS:Lançamento de livro inédito de Maria Lamas

 O Município de Torres Novas e a editora Caleidoscópio vão lançar, no próximo dia 11 de outubro, sábado, a obra A lenda da borboleta, da autoria de Rosa Silvestre (pseudónimo de Maria Lamas).

A sessão de lançamento terá lugar no auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, pelas 16 horas.

 Não se conhece (até hoje) a data de produção da maquete de A lenda da borboleta, nem as condições ou os objetivos da sua criação. No entanto, segundo o testemunho da proprietária (Maria Leonor Machado de Sousa, neta de Mª Lamas), podemos situar a criação deste trabalho na década de 30 do século XX.

 Esta peça tão especial – do ponto de vista artístico e literário – é, hoje, um documento com valor histórico e patrimonial, representativo do trabalho de Maria Lamas enquanto autora de livros infantis e, simultaneamente, símbolo da relação profissional e de amizade entre Maria Lamas e o artista Roberto Araújo, que ilustrou diversos textos infantis da escritora.

 A maquete original de A lenda da borboleta só esteve patente ao público 2 vezes: a primeira foi na Biblioteca Nacional de Portugal, em 1993, na exposição comemorativa do 100º aniversário do nascimento de Maria Lamas e a segunda na exposição «Sempre mais alto. Maria Lamas – 120 anos do seu nascimento», que decorreu na nossa biblioteca de 6 de outubro a 8 de março de 2014.

 Publica-se agora em livro, através de uma parceria entre o Município de Torres Novas e a editora Caleidoscópio.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:53
link do post | comentar | favorito

AZAMBUJA: Concerto de Comemoração do Mês da Música

 No próximo dia 04 de Outro, pelas 21h30, a Banda Filarmónica do Centro Cultural Azambujense irá subir ao palco da sua colectividade, para apresentar o concerto de comemoração do Mês da Música.  No decorrer deste evento irá ser feita a Imposição da Medalha de Mérito e Honra Musical no Estandarte do Centro Cultural Azambujense.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:50
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014
7ª edição do EMPRE – Empresários na Escola começa a ser implementada no Médio Tejo

O TAGUSVALLEY – Tecnopolo do Vale do Tejo está a entregar aos professores que implementaram no ano lectivo 2013-2014 a metodologia EMPRE – Empresários na Escola um certificado de participação na Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo. Este diploma atribui aos docentes dois créditos para a progressão na carreira.

Inserido no EMPRE, entre Fevereiro e Março de 2014, 24 professores do 2º e 3º Ciclo do Ensino Básico integraram a oficina em Empreendedorismo, atestada pelo Centro de Formação de Associação de Escola, com a duração de 25 horas presenciais. As outras 25 horas de trabalho autónomo, os docentes aplicaram a metodologia EMPRE – Empresários na Escola nas suas turmas.

Os 24 professores estiveram a leccionar no ano lectivo anterior em escolas do Médio Tejo, como Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Sardoal, Sertã, Tomar e Vila de Rei e a aplicação deste projecto que estimula o espírito empreendedor nos jovens alunos do 5º ao 9º ano de escolaridade, foi da responsabilidade do TAGUSVALLEY – Tecnopolo do Vale do Tejo e da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT), no âmbito do projecto “Médio Tejo – Empreendedorismo em Rede”, e financiado pelo Programa Operacional Regional do Centro – Mais Centro, do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN). Em 2013-2014, a metodologia envolveu 394 alunos, 30 docentes e 13 escolas, que criaram 22 projectos.

O TAGUSVALLEY irá brevemente assinar um protocolo de cooperação com o Centro de Formação de Associação de Escolas, no sentido de certificar as formações dos docentes, também, para este ano lectivo (2014-2015).

O projecto EMPRE, ao aplicar a sua metodologia, pretende proporcionar aos estudantes do 2º e 3º ciclo do ensino básico o primeiro contacto com a realidade empresarial, o funcionamento de uma organização trabalhando as competências pessoais e empresariais dos jovens, despoletando o espírito empreendedor e inovador nos estudantes. Tal importância pedagógica mereceu o reconhecimento nacional com a atribuição do Selo +e +i do Programa Estratégico para o Empreendedorismo e a Inovação, do Ministério da Economia e do Emprego, reconhecimento público dado a iniciativas dinamizadas pela sociedade civil.

Como funciona o EMPRE – Empresários na Escola

No início do ano lectivo, os alunos são desafiados a formar equipas e investir dinheiro real numa “empresa” por eles criada. Cada grupo de estudantes aplica os vários processos de uma empresa, desde a criação de uma identidade corporativa, passando pelo estudo de mercado e a definição das gamas dos produtos, trabalhando com fornecedores e clientes, o que culmina com a realização de uma feira, sendo o ponto mais alto do projecto. 23 por cento das receitas obtidas nas várias acções que desenvolvem são doados para causas sociais, escolhidas pelos alunos participantes. 

Directores de agrupamentos, professores e associações de pais que tenham interesse em ver a metodologia EMPRE implementada na escola, podem contactar o TAGUSVALLEY – Tecnopolo do Vale do Tejo, através do telemóvel 937 567 601 ou pelo email geral@empre.org, para obter mais informação sobre projecto pode consultar o sitio na Internetwww.empre.org.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:37
link do post | comentar | favorito

CARTAXO APRESENTA CONTAS COM REDUÇÃO DE DÍVIDA E DE DESPESA

 

A situação financeira e económica da Câmara Municipal do Cartaxo, apresentada e discutida na última reunião do Executivo e na sessão da Assembleia Municipal, que decorreram nos dias 29 e 30 de setembro, respetivamente, apresenta resultados ainda “escassos face aos enormes problemas que temos de resolver, mas que são já consequência do esforço de contenção na despesa e de otimização da receita”, afirmou Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo.

Para o autarca, os indicadores mais encorajadores deste relatório são o cumprimento dos objetivos muito apertados de contenção da despesa – redução da aquisição de bens e serviços e corte nas despesas com pessoal, destacando a redução nos custos com horas extraordinárias –, as alterações na gestão dos equipamentos municipais que permitiram otimização de receita e a redução da dívida a terceiros em cerca de 1 milhão e 200 mil euros.

Reorganização dos serviços contribuiu para redução de despesa

O relatório síntese do 1.º semestre de 2014, mostra um corte de 35% nos custos com horas extraordinárias, que o autarca justifica afirmando que “a reorganização dos serviços que fizemos no início do ano, redistribuindo tarefas e acompanhando diretamente as pessoas em reuniões de coordenação entre técnicos e executivo, permitiu não só a otimização dos tempos de trabalho e das funções, mas também uma resposta mais rápida às dificuldades encontradas”, reconhecendo que “esta redução deve-se em grande parte ao empenho dos trabalhadores, a quem falámos com total transparência sobre as dificuldades que encontrámos, e que responderam do melhor modo possível”.

O relatório mostra que as despesas com recursos humanos apenas aumentaram por ter sido iniciado o processo de pagamento à Caixa Geral de Aposentações (CGA), ADSE e Segurança Social. A dívida à CGA “que impedia os nossos trabalhadores aposentados, de poderem usufruir em pleno dos seus direitos e nos obrigava a continuar a pagar dos cofres da Câmara, os ordenados de quem já não estava no ativo”, explicou Pedro Magalhães Ribeiro para quem “a dívida à CGA, 1 milhão e 406 mil euros, implicou um enorme esforço de negociação e de gestão dos recursos financeiros disponíveis, para conseguirmos pagar, entre novembro de 2013 e junho de 2014, mais de 705 mil euros. Sem este pagamento, os custos com pessoal teriam tido uma enorme redução neste semestre”.

 Cerca de 1 milhão e 200 mil euros pagos de dívida a terceiros no 1.º semestre

Pedro Magalhães Ribeiro evidenciou a redução da dívida municipal afirmando “pela primeira vez em anos, a dívida a terceiros baixou cerca de 1 milhão e 200 mil euros, esta redução é significativa, não para nos congratularmos por o termos feito em pouco tempo, mas como fator de credibilidade. Quando somos obrigados a sentar-nos à mesa de negociações com os nossos credores, em tão grande desvantagem, como o temos feito desde o início do mandato, é importante termos resultados para apresentar”.

O autarca referiu que “para esta redução da dívida a terceiros, contribuíram quer a redução de despesa que libertou fundos, quer a gestão rigorosa desses fundos disponíveis, encaminhando-os para pagamento quer de pequenos e médios fornecedores, quer da grande dívida à CGA”.

 Alguns indicadores financeiros ainda não refletem medidas tomadas

Pedro Magalhães Ribeiro reconhece que “alguns indicadores ainda nos são desfavoráveis, as medidas que estamos a tomar precisam de tempo para se refletirem nos números apresentados” referindo que “o Prazo Médio de Pagamento (PMP) superior a 90 dias, por exemplo, que a DGAL publicou e que mostra o Cartaxo com um PMP de 468 dias no final de junho, um aumento de 75 dias, em relação ao final de marçodecorre de “uma política de contenção de aquisição de bens e serviços muito rigorosa”.

 O modo como a DGAL efetua o cálculo resulta num aumento do PMP “quando há uma redução da aquisição de bens e serviços e redução da dívida de curto prazo a fornecedores, o que no período em causa foi de 17%  e de 1,3%, respetivamente”, afirmou o autarca, de acordo com os números e a fórmula usada pela DGAL

“Parece que hoje demoramos mais a pagar do que em março, o que felizmente não é verdade”, afirmou, acrescentando que “manteremos esta política de redução da despesa, porque mais importante que um índice, são os resultados que queremos consolidar a médio e longo prazo – pela credibilidade enquanto interlocutores e pela sustentabilidade futura das contas do município”.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:33
link do post | comentar | favorito

AZAMBUJA: “Viver na Lezíria” promove ateliê “Porquinho mealheiro”

 

As mentoras do projeto “Viver na Lezíria” vão iniciar mais um ano letivo das suas propostas com um ateliê intitulado “Porquinho mealheiro”. A atividade destina-se a crianças e terá lugar no próximo dia 04 de outubro, pelas 15h00, na antiga escola primária de Virtudes, Freguesia de Aveiras de Baixo, Concelho de Azambuja.

 A iniciativa, além de recreativa, tens objetivos pedagógicos e pretende incentivar os mais pequenos a fazerem poupanças. Construírem o seu próprio mealheiro, poderá facilitar essa tarefa de sensibilização. Por outro lado, o recurso à reciclagem de materiais usados deixa aos participantes uma forte mensagem ambiental.

 Para participar basta fazer a inscrição e aparecer pelas 15h00 na sede da associação. O ateliê é gratuito e será orientado pela monitora Paula Catrinácio. Para inscrições ou esclarecimento de dúvidas, contactar o tel. 966 418 790 ou o e-mail vivernaleziria@gmail.com. O evento tem o apoio da Junta de Freguesia de Aveiras de Baixo e da Câmara Municipal de Azambuja.

 Recorde-se que “Viver na Lezíria” é uma iniciativa de um grupo de artesãs do concelho dinamizado na sede da Associação Recreativa de Casais de Baixo (Freguesia de Azambuja).

O projeto tem duas vertentes que se complementam entre si. Uma delas destina-se a crianças e jovens, em regime de ateliê, e permite aprender técnicas diferenciadas de construção e artes manuais, mas também de reciclagem e aproveitamento de materiais. A outra vertente do projeto visa reunir as diversas faixas etárias da comunidade, em sessões de agradável conversa, sobre profissões e atividades típicas da região. Para falar delas, são convidados profissionais com muita experiência, por exemplo na produção de produtos agrícolas, de mel, ou na pesca no Rio Tejo, entre outras atividades.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:31
link do post | comentar | favorito

António Lobo Xavier esclarece empresas sobre a legitimidade da gestão fiscal e a ilicitude da fraude e evasão

 A partir das 09h30 do dia 08 de outubro, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém faculta às empresas da região do Ribatejo, o seminário "Risco Fiscal - da legitimidade da gestão fiscal à ilicitude da fraude e evasão", que tem como orador o conceituado fiscalista António Lobo Xavier.

O conhecido fiscalista irá abordar questões específicas em torno da temática do risco fiscal, tais como "Retorno e Risco fiscal na fronteira entre planeamento, tax avoidance e abuso" (visão da doutrina nacional e internacional, do TJUE e da OCDE), "Mensuração do risco fiscal" (o planeamento da due diligence: a importância de priorizar; áreas fundamentais da due diligence fiscal; o cálculo das contigências; refletir as contigências nos documentos da transacção; a posição privilegiada do advogado fiscalista), "Inspeção Tributária" (prerrogativas da inspeção e direitos dos contribuintes; as "zonas cinzentas"; e ne bis in idem: utilidade e alcance da vinculatividade do Relatório de Inspecção) e, por fim, a "concretização do risco fiscal: contra-ordenações e crime de fraude fiscal" (a linha de demarcação entre a falta de entrega da prestação tributária e a fraude fiscal; a qualificação da fraude e suas consequências; os casos difíceis; a moldura penal tributária e efeitos na efetividade da pena; e dispensas e atenuações de penas e coimas).

Para além da presença de António Lobo Xavier, sócio e coordenador da equipa fiscal do escritório do Porto da Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva, a sessão conta ainda com a presença, na sessão de abertura, da Presidente da Direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael.

As inscrições neste seminário são gratuitas para associados NERSANT, devendo os interessados realizar a sua inscrição no menú agenda do portal da associação empresarial, em www.nersant.pt. Mais informações e outros esclarecimentos podem ser obtidos junto do Departamento de Associativismo, Marketing e Eventos da NERSANT, através dos contactos dame@nersant.pt ou 249 839 500. A sessão decorre no Santarém Hotel.



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:05
link do post | comentar | favorito

ABRANTES: Campeonato Regional Sul de Agility e Dia da Associação de Defesa dos Animais do Concelho de Abrantes

O Aquapolis Sul, em Abrantes ( margens do rio Tejo, no Rossio ao Sul do Tejo) recebe nos dias 4 e 5 de outubro as 3ª e 4ª provas do Campeonato Regional Sul  de Agility, um desporto competitivo em que o dono dirige o seu cão por uma série de obstáculos. A prova é organizada pelo Clube Cinófilo do Alentejo, com o apoio da Câmara de Abrantes.

Simultaneamente, no dia 5 de outubro, realiza-se no mesmo local o Dia ADACA, organizado pela Associação de Defesa dos Animais do Concelho de Abrantes.

 O programa dos dois eventos é o seguinte:

Sábado, dia 4

14h00, provas do Campeonato Agility (relvado do Aquapolis)

Domingo, dia 5

09h00, provas do Campeonato Agility (relvado do Aquapolis)

DIA ADACA

08h00 às 12h00 – Concurso Pesca Desportiva [Amadores de Pesca de Abrantes]

10h00 – Cicloturismo +- 45 Kms

10h00 – cãosseio pedestre +- 8 kms

11h00 – “VI exposição de cães sem raça”

15h00 – Volteio equestre [Centro Equestre de Abrantes]

15h00 – Demonstração Windsurf

15h00 – Demonstrações: Triatlo [Aventurirequinte], Futebol Feminino, Hóquei Patins [União Desportiva Rossiense] e Ténis de Mesa [Sporting Clube de Abrantes]

15h30 - Sevilhanas, danças de salão, dança oriental, ballet, zumba [Escola Silvina Candeias]

16h30 – Ginástica Desportiva [Clube Náutico de Abrantes]



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:05
link do post | comentar | favorito

AZAMBUJA: Deliberações da Assembleia Municipal de Azambuja

A Assembleia Municipal realizou mais uma sessão ordinária descentralizada, desta vez em Aveiras de Baixo, com o objetivo de aproximar das populações os órgãos autárquicos e os seus eleitos. Nesta sessão de 30 de setembro, foram aprovadas duas propostas de declaração de interesse público municipal com vista aos processos de licenciamento de ocupação de solos e legalização de edificações de duas empresas do concelho. Um dos casos é a PORVALE-Agropecuária, Lda; o outro é o estabelecimento Augusto Mata e Filhos Lda.- Comércio de materiais de construção e terraplanagens. Ambos os processos vinham aprovados pelo Executivo Municipal, com todos os requisitos legais e pareceres favoráveis necessários.

 Da ordem de trabalhos faziam parte o Relatório de Gestão e Demonstrações Financeiras  Consolidadas do Exercício de 2013 do município. Os documentos foram aprovados.

 A Assembleia deliberou, ainda, favoravelmente uma proposta de alteração ao Mapa de Pessoal da autarquia, que extingue o cargo de Diretor de Departamento de Infraestruturas e Obras Municipais e cria um lugar de Direção Intermédia de 3º grau. Esta deliberação dá sequência à alteração à estrutura nuclear do Município de Azambuja – aprovada já neste ano – pela qual o referido departamento deixou de existir.

 Foi decidido emitir parecer favorável ao Projeto de Lei 639/XII relativo à redefinição de limites administrativos das Freguesias de Azambuja e de Vale do Paraíso. Recorde-se que este processo é da competência final da Assembleia da República, através da Comissão do Ambiente, Ordenamento do Território e Poder Local. Assim, seguem agora para o Parlamento, os pareceres favoráveis de todas as autarquias locais, a saber, as Juntas de Freguesia e Assembleias de Freguesia de Azambuja e de Vale do Paraíso, a Câmara Municipal e a Assembleia Municipal. Em causa está a passagem de cerca de 228 hectares de território e aproximadamente 120 habitantes de Azambuja para a jurisdição de Vale do Paraíso, e a medida reúne o consenso geral.

 Por fim, foi aprovada nesta sessão da Assembleia uma recomendação a enviar à Câmara Municipal para a definição e execução de um plano de reposição de passadeiras de peões.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:04
link do post | comentar | favorito

TARIFÁRIO DA ÁGUAS DO RIBATEJO É O MAIS ECONÓMICO DA REGIÃO

 

 

Para assinalar o Dia Nacional da Água, a Deco olhou para os preços praticados pelas autarquias. O estudo da Associação de Defesa do Consumidor mostra a uma “elevada dispersão” que atinge os 221 euros entre os extremos mínimo (Terras do Bouro) e máximo (Trofa e Santo Tirso).

O tarifário praticado pela Águas do Ribatejo continua a ser o mais económico da região, havendo municípios onde a fatura é 126% mais cara. A AR não só tem o preço mais económico na água, como no saneamento. A taxa de resíduos sólidos urbanos, receita das câmaras, incluída na fatura da água é diferente nos sete municípios que integram a empresa, ainda assim mais baixa nos sete concelhos que integram a AR: Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas.

 

 

O consumo de água pode custar 18 euros por ano ou… 239 euros anuais. Segundo os preços apurados pela associação de defesa do consumidor Deco, a diferença está no município onde é efetuado o abastecimento. A média da fatura nos clientes da AR ronda os 120 euros/anuais, metade do valor máximo praticado.

Na celebração do Dia Nacional da Água, no dia 1 de Outubro, a Deco publicou um estudo sobre as diferenças tarifárias, apontando essa variação de 221 euros como exemplo. O mesmo consumo pode custar 18 euros por ano a um cliente de Terras do Bouro ou 239 euros se o cliente morar na Trofa ou em Santo Tirso.

“A elevada dispersão de preços entre municípios mantém-se. Nos 25 municípios com preços de água mais elevados, os consumidores pagam anualmente, considerando um consumo médio mensal de 10 metros cúbicos, entre 161 e 239 euros”, refere a associação.

Para um consumo de 10m3, os clientes da AR pagam 165, 48 euros. Se o consumo for de 5 m3, a fatura custa 94,32 euros por ano, menos 100 euros do que paga um cliente no concelho de Tomar.

Alegando que a análise abrangeu “os tarifários de abastecimento de água, saneamento e resíduos em vigor no mês de setembro de 2014, em 245 municípios, incluindo continente e ilhas”, a Deco condenou a generalidade dos municípios pelo aumento de preços, em alguns casos superior a 10%.

As contas da associação mostram que 143 dos municípios no continente (63 por cento do total analisado) aumentaram o preço de 2012 para 2014. “O tarifário manteve-se em 66 e diminuiu em 19”, complementou o comunicado.

A Deco sustentou que “a acessibilidade económica à água, um bem insubstituível, reconhecido como direito humano pela ONU, pode estar em causa”, sublinhando que, na maioria dos municípios, “não existe uma política de tarifários mais baixos para famílias carenciadas através de um tarifário social”.

A Águas do Ribatejo apresenta um tarifário social para famílias com rendimentos mais baixos e um tarifário para famílias numerosas (com mais de quatro pessoas). No âmbito da responsabilidade social, existem soluções para acordos de pagamento em prestações suaves para famílias com  dificuldades que acumulem débitos devido à redução dos rendimentos.

As críticas da Deco estendem-se ainda à eficiência de toda a cadeia de abastecimento: “o panorama está marcado pelo aumento de tarifas, mas a eficiência das entidades gestoras (concessões, serviços municipalizados ou câmaras municipais) não está garantida”.

A Deco condenou ainda a falta de harmonização nas tarifas para os resíduos sólidos urbanos. “Apesar de não haver correlação direta entre o consumo de água e a produção doméstica de resíduos”, no entender da associação, este continua a ser o método de cálculo “mais comum”.

 

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:56
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014
SALVATERRA DE MAGOS: Nova descida nos impostos para apoio a empresas e famílias do concelho

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos prossegue a sua estratégia de apoio às empresas instaladas no concelho e às famílias, descendo as taxas de impostos locais (IRS, IMI e Derrama) para níveis mínimos, chegando mesmo a taxas de 0%, tornando já Salvaterra de Magos como o concelho com melhores condições nesta matéria, para empresas e famílias entre os concelhos vizinhos.

Apesar dos continuados cortes que se verificam nas transferências oriundas do Orçamento de Estado para a Câmara Municipal, a autarquia continua a promover a criação de melhores condições de subsistência a empresas e famílias no concelho, fixando bastante abaixo dos limites legais os impostos onde tem possibilidade de intervir.

 Derrama

Ao nível da Derrama, imposto que incide sobre o tecido empresarial, a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos acaba de fixar em 0% a taxa de imposto a aplicar a empresas instaladas no concelho, com volume de negócios até 150.000€, sendo de 1% a taxa a aplicar nas empresas com volume de negócio acima deste montante anual. Numa comparação direta com os concelhos vizinhos, estas mesmas taxas (que no concelho de Salvaterra de Magos são de 0% e 1% respetivamente), em Benavente e Coruche são atualmente de 0,5% e 1% para cada um dos escalões, Almeirim aplica as taxas de 1% e 1,5%, enquanto no concelho do Cartaxo é aplicada a taxa de 1,5% em ambos os escalões.

 IRS

Relativamente à participação variável em sede de IRS, um imposto que incide sobre as famílias, a Câmara Municipal continuará no próximo ano a sua política de apoio, fixando 20% abaixo do limite máximo que a lei lhe permite, o valor deste imposto. As famílias residentes no concelho de Salvaterra de Magos terão neste domínio uma taxa de imposto fixada em 4%, quando nos concelhos vizinhos de Benavente, Cartaxo, Alpiarça, Chamusca, Santarém e Almeirim, mencionando apenas municípios da Lezíria do Tejo, este imposto tem estado fixado em 5%.

 IMI

Nos termos do nº 1 do Código do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), este imposto incide sobre o valor patrimonial tributário dos prédios rústicos e urbanos situados no território português, constituindo receita dos Municípios onde os mesmos se localizam, cabendo assim a cada Município, mediante deliberação da Assembleia Municipal, a definição anual da taxa do imposto aplicável sobre os prédios urbanos, cumprindo os limites fixados pelo Governo.

Para 2015, a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos deliberou a aplicação de uma taxa de IMI fixada em 0,35%, quando a lei que rege este imposto lhe permitiria fixar um imposto entre 0,3% e 0,5%. Mais uma vez o concelho de Salvaterra de Magos fixa uma das taxas mais reduzidas da região, quando Almeirim, Benavente e Coruche aplicam taxas de 0,4% e Cartaxo e Santarém 0,5%, neste imposto que tem implicação direta no orçamento das famílias e das empresas.

 Bolsas de Estudo Ensino Superior 2014/2015

 

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos irá atribuir Bolsas de Estudo a alunos que pretendaminiciar ou prosseguir os seus estudos no Ensino Superior, na continuidade do apoio prestado anualmente às famílias e alunos que frequentem o ensino superior.No ano lectivo anterior, a Câmara Municipal concedeu um total de 30 bolsas de estudo.O prazo de apresentação de candidaturas termina a 31 de Outubro, podendo candidatar-se à concessão de Bolsa de Estudo os alunos que reunam os seguintes requisitos:

- Possuam dificuldades económicas para o início ou prosseguimento de estudos no ensino superior público;
- Residam no Concelho de Salvaterra de Magos;
- Façam prova de aproveitamento escolar, devendo obter aprovação em pelo menos metade das disciplinas em que estiveram matriculados no ano anterior;
- Não possuam nível académico equivalente ou superior ao qual se destina a bolsa;
- Procedam à entrega de toda a documentação solicitada (artigo 4º do Regulamento para atribuição de bolsas de estudo a alunos do ensino superior).
 
Os alunos interessados deverão formalizar as respectivas candidaturas dentro do prazo limite, utilizando para o efeito o Boletim Bolsas de Estudo totalmente preenchido, acompanhado da documentação ver Documentos a apresentar:
O Boletim de Candidatura e a respectiva documentação deverão ser entregues, até 31 de Outubro, na Divisão Municipal de Ação Social e Cultural, nas Delegações da Câmara Municipal em Marinhais, Glória do Ribatejo e Foros de Salvaterra, nas Juntas de Freguesia (Granho e Muge) ou no site da Câmara Municipal em www.cm-salvaterrademagos.pt
Veja aqui o Edital


publicado por Noticias do Ribatejo às 17:11
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

TEMAS DE SAÚDE:

Intimidade

Município de Santarém co-...

Câmara Municipal de Salva...

REMODELAÇÃO DA SINALIZAÇÃ...

Análise de investimento r...

Santarém – Prisão prevent...

ENSINO SUPERIOR NO DISTRI...

Entroncamento comemora o ...

CARTAXO REFORÇA APOIO À V...

Conversas com Café… Comun...

Branca de Neve e os Sete ...

Dia Mundial da Alimentaçã...

Concursos Nacionais no CN...

A renovada Sinagoga de To...

Temporada da Música 2019

NERSANT está em Macau a p...

Centro Cultural Azambujen...

Tomar recebe Seminário Na...

Grupo Tradicional "Os Cas...

Município de Azambuja com...

Anselmo Borges em Tomar d...

Arranque do ano letivo 20...

CONSTRANGISMENTOS E EVENT...

Lançamento do Guia Percur...

Município do Cartaxo cele...

Município do Cartaxo cele...

Discoteca Lipp’s reabre p...

FESTA DAS VINDIMAS EM VIL...

Exposição e concerto evoc...

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds