NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 3 de Novembro de 2015
ABRANTES: Exposição evoca o Centenário da Sociedade Instrução Musical Rossiense

6.jpg

A Sociedade Instrução Musical Rossiense (SIMR) assinala dia 10 de novembro o centenário da sua fundação.

A Câmara Municipal de Abrantes associa-se à efeméride com a apresentação da exposição “ Sociedade Instrução Musical Rossiense – 100 Anos a Dar Música” que vai estar patente ao público na Biblioteca Municipal António Botto, entre 7 de novembro e 31 de dezembro*.

A inauguração está marcada para sábado, dia 7 de novembro, pelas 11h00, sendo antecedida por uma arruada no Centro Histórico pela Banda da SIMR (10h00).

Fundada em 10 de novembro de 1915 por Manuel Martins, João Carlos Lourenço e Fausto dos Santos e Silva, a SIMR teve a sua 1ª sede no Largo Paralva, na freguesia do Rossio ao Sul do Tejo. Segundo texto assinado pelo Rossiense Manuel Ruivo no livro comemorativo dos 150 anos da freguesia, “O industrial João José Soares Mendes oferece-lhe o primeiro instrumental, tendo também auxiliado na construção do coreto, ainda hoje existente na freguesia, no Largo D. Joana Soares Mendes”. Segundo a mesma publicação, ao longo do século XX, a SIMR destacou-se pela criação de uma tuna (1926), um orfeão (1932), um grupo de teatro (1932-1973) e várias orquestras como a "Monumental", "Rossiense", "Tejo Melody Band" e "Diabos do Ritmo".

Atualmente ao serviço do ensino e divulgação da música, a banda da coletividade centenária é uma referência cultural que leva o nome de Abrantes a todo o país. O Maestro é Francisco Lamarosa sendo a equipa diretiva presidida por Diogo Lamaroso.

*Horário: 2ª feira 14 -20h:00// de 3ª a 6ª 09-20h00//Sábado 9h:30-13h:00

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:14
link do post | comentar | favorito

ABRANTES: Falecimento do primeiro presidente democraticamente eleito da Câmara Municipal de Abrantes

 

5.jpg

É com profundo pesar que a Câmara Municipal de Abrantes comunica o falecimento esta manhã do Engenheiro José dos Santos de Jesus (Bioucas), primeiro presidente da Câmara Municipal de Abrantes democraticamente eleito.

José dos Santos de Jesus nasceu a 24 de março de 1928, em S. Vicente, Abrantes.

Eng.º Técnico de profissão, para além da sua participação na Comissão Administrativa do Município, primeiro enquanto vogal e depois como vice-presidente e presidente da Comissão, foi o primeiro presidente eleito após o 25 de Abril de 74, nas eleições realizadas em 12 de dezembro de 1976. Exerceu as funções de Presidente da Câmara Municipal de Abrantes durante 4 mandatos até ao dia 3 de janeiro de 1990.

José Bioucas permanecerá na história como um cidadão de referência no concelho de Abrantes na segunda metade do século XX. Enquanto autarca, deixando um legado de enorme convicção e determinação ao serviço da sua população, reconhecido por toda a comunidade. Mas também enquanto industrial, na qualidade de professor na Escola Industrial e Comercial de Abrantes e no papel que desempenhou nas causas sociais, nomeadamente no Centro de Recuperação e Integração de Abrantes (CRIA).

A Presidente da Câmara Municipal, Maria do Céu Albuquerque, em nome do Executivo e da comunidade que representa apresenta à família do Engenheiro Bioucas as mais sentidas condolências.

Informa ainda que decidiu decretar luto municipal durante três dias.

O corpo encontra-se a ser velado na Capela de Sant'Ana, a partir das 18h00 de hoje, dia 2.

As exéquias religiosas realizam-se na quarta-feira, dia 4, pelas 11h00 na Igreja de S. Vicente, seguidas do funeral para o cemitério do Cabacinho.



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:12
link do post | comentar | favorito

"SARA COSTA CANDIDATA-SE À LIDERANÇA DA JS TOMAR

unnamed.jpg

No passado sábado dia 31 de Outubro, Sara Marques Costa apresentou formalmente a sua candidatura “Valorizar o Passado, Construir o Futuro”, no Café Claustro, na corredoura. A candidatura contou com casa cheia e com o apoio unânime dos militantes e ex-militantes da Juventude Socialista de Tomar, ressalvando a presença do coordenador agora cessante Nuno Ferreira; Hugo Costa, Presidente do PS Tomar e o vereador Hugo Cristovão, que fizeram questão de darem o seu apoio a esta candidatura.

A JS Tomar, ao longos dos anos já deu provas mais que justas do seu valor dentro e fora da estrutura partidária, conquistado o respeito de todos. Atualmente, a Js Tomar é uma referência sólida e reconhecida, sendo a 2ª concelhia com mais peso na Federação de Santarém e com uma representação expressiva, tanto na Comissão Política Distrital (Presidente da mesa da CPF) como no secretariado distrital. No último congresso a Js Tomar conquistou 2 lugares na Comissão Nacional da Juventude Socialista, sendo a lista do distrito encabeçada pela Sara M. Costa.

Nuno Ferreira, agora coordenador cessante, atual deputado municipal, iniciou o “Projeto Mudar de Rumo por Tomar” há 4 anos. Recordemos que este projeto trouxe inúmeros frutos para o concelho conquistando um número de acentos significativos na Comissão Política de Concelhia do Ps Tomar, conseguiu a execução do Concelho Municipal da Juventude primordialmente defendida pelo Hugo Costa e apadrinhada pelo Nuno Ferreira, integrou mais de 50 jovens na súmula das listas nas últimas autárquicas, assim como, a luta pela defesa e implementação do Orçamento Participativo que constitui uma mais valia para todo o concelho e munícipes.

Sara Marques Costa, já não é uma cara desconhecida nestas andanças, para além de ser atualmente a vice-presidente da JS Tomar, e de ser militante há mais de 6 anos, sempre trabalhou ao lado do Nuno Ferreira neste projeto desde o primeiro dia. Por considerar que ainda existe muito a fazer e que este projeto ainda não está acabado, adicionando as “bandeiras da sua candidatura”, faz questão de dar continuidade a este ciclo de mudança que tem vindo a dar frutos com o empenho de todos.

Nas últimas autárquicas de 2013, Sara Costa integrou a lista de vereação do Partido Socialista, o secretariado distrital da JS Federação de Santarém, e em 2014 foi cabeça de lista pela federação da JS Santarém à Comissão Nacional, ocupando os primeiros lugares da nacional.

Sara, tem 26 anos, é licenciada em Direito pela Universidade Lusíada de Lisboa, onde também recentemente completou o mestrado em Ciências Jurídico Criminais, atualmente trabalha como advogada estagiária.

Esta candidatura assume o slogan “Valorizar o passado, construir o Futuro” e é justamente neste âmbito que se propõe trabalhar, “não podemos nos olvidar dos bons quadros que já passaram pela Js Tomar, os quais tenho como inspiração, tanto o Hugo Costa como o Nuno Ferreira que sempre foram os «meus mentores», e é neste sentido que eu e a minha equipa se propõe trabalhar, estando por isso, imperativamente na linha da frente em prol dos jovens tomarenses. Pois achamos que numa altura em que atravessamos uma enorme precariedade que tanto afeta os jovens, assumimos a responsabilidade de estar ao lado deles nesta batalha, fazendo das suas vozes a nossa própria voz, tornando-a mais audível. Somos todos jovens, somos jovens socialistas, pelo que não nos resignaremos enquanto não nos devolverem o que este Governo PSD/CDS nos retirou, a capacidade de sonhar, o sonho de fazer vida em Portugal, sonho com um futuro, a esperança!” e é neste espirito que termina a sua moção de candidatura citando uma frase de António José Seguro, «podemos não conseguir mudar o mundo, mas podemos contribuir para mudar parte dele».

Sara M. Costa, apresenta assim uma moção de candidatura ambiciosa, tendo consigo uma equipa renovada que pretende continuar a lutar e a defender os mais altos os interesses dos jovens tomarenses por um futuro melhor."



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:31
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 2 de Novembro de 2015
Próximas reuniões do Grupo de Mútua Ajuda realizam-se nos dias 12 e 26 de novembro

unnamed (6).jpg

 As próximas reuniões do Grupo de Mútua Ajuda (GAM) realizam-se nos dias 12 e 26 de novembro, regressando ao horário inicial das 21h00 às 22h30, na ex-Escola Prática de Cavalaria. 

Estas reuniões são um espaço de partilha de experiência de vida, informação e de opiniões, cujo objetivo é apoiar pais, mães, avós, avôs, filhos (adultos) e outros familiares vítimas do conflito parental, de alienação parental ou mesmo de desigualdade parental. 

A criação deste grupo resulta do protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal de Santarém e a Associação Portuguesa para a Igualdade Parental e Direitos dos Filhos.

Para mais informações, poderá contactar através do número 243 304 411 e/ou do email gab.psicologia@cm-santarem.pt.



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:34
link do post | comentar | favorito

Rui Tavares, Celso Martins, Rui Catalão, João Pedro George, Joana Sousa e Fernando Brito convidam figuras públicas para 1º Ciclo Criação & Linguagem

unnamed (5).jpg

 

 Rui Tavares, Celso Martins, Rui Catalão, João Pedro George, Joana Sousa e Fernando Brito convidam várias figuras públicas a participar no 1º Ciclo Criação & Linguagem que decorre no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, de 7 a 14 de novembro.

Rui Tavares, historiador e cronista do Público, Celso Martins, crítico de arte do Expresso e professor, Rui Catalão, autor e dramaturgo, João Pedro George, sociólogo e autor, Joana Sousa, cineasta e performer, e Fernando Brito, artista plástico e professor, são os convidados desta iniciativa que, por sua vez, foram desafiados a convidar alguém com quem gostassem de conversar, debater, discutir ou travar um duelo. Da proposta, resultaram seis conversas com figuras conhecidas do panorama nacional:

Dia 7 de novembro (sábado), as Conversas decorrem das 15h00 às 19h00. A abertura das Conversas tem lugaràs 15h00, com Rui Catalão que convida Carlos Oliveira. “Quando o Carlos Oliveira-filho me falou do trabalho de teatro amador que Carlos Oliveira-pai havia desenvolvido com diversas companhias ao longo de décadas, e muito em particular com “O Teatrinho de Santarém”, a minha curiosidade jornalística voltou a despertar. Sempre tive uma profunda admiração, e inveja também, por quem, depois de passar um dia a trabalhar, ainda consegue reunir um grupo de colegas nas horas e dias livres, criando espaço para o encontro, para a reunião - o sonho coletivo tornado acontecimento. A minha proposta de encontro com Carlos Oliveira não pretende ser um exercício de nostalgia. Implicará certamente história, memória, viagem ao passado. Mas o que eu pretendo mesmo é ouvir, aprender, e tentar perceber se ainda é possível resgatar o tempo que vivemos para grandes e pequenos projetos coletivos, onde a individualidade não é adiada. Tentar perceber, enfim, se o teatro, para além do laboratório de egos em que se transformou, pode também ser um laboratório de “ethos”.

Às 15h00, Celso Martins convida Luís Miguel Oliveira. “A crítica de arte e a crítica de cinema aproximam-se de objetos diferentes, mas será que as suas linguagens se cruzam? Dois críticos, um de cada uma destas áreas, confrontam ideias e convicções sobre o assunto em regime de roleta russa”.

Pelas 16h00, Rui Tavares convida Ricardo Araújo Pereira. “Humor trágico. Nos cem anos da Iª Guerra Mundial, Rui Tavares conversa com Ricardo Araújo Pereira a propósito de uma das obras-primas da literatura cómica, escrita em cima dos acontecimentos do grande conflito europeu, O Bom Soldado Švejk, do escritor checo — ou checoslovaco — Jaroslav Hašek. Contra a insensatez dos poderosos, as armas dos fracos: a preguiça, a tagarelice, a ronha e a confusão”. 

No âmbito deste Ciclo, o Bar/Galeria do Teatro Sá da Bandeira acolhe a Exposição “Ilustrações originais de Josef Lada”, (por sugestão de Rui Tavares e Ricardo Araújo Pereira), a partir da edição recente da obra em português, com tradução de Lumir Nahodil, edição da Tinta-da-China, numa coleção coordenada por Ricardo Araújo. A entrada é livre.

Ainda no dia 7 de novembro, às 21h30, a peça de Teatro “Sobre Trabalho Precário”- ato cénico de Rui Catalão, sobe ao palco do Teatro Sá da Bandeira. "Trabalho precário" é o último título que dei a um livro que venho escrevendo desde os 18 anos, e que nunca consegui acabar, já que corresponde ao caderno de exercícios com que aprendi a escrever, tendo-me desde então dedicado mais a corrigi-lo, a editá-lo e, acima de tudo, a cortá-lo, do que propriamente a fazer acrescentos. "Trabalho precário" recolhe algumas das histórias que envolveram a sua escrita. Durante muitos anos pensei que o seu maior problema devia-se a questões formais, ou de estilo. Mais recentemente pareceu-me antes enfrentar um problema de clareza de linguagem. Decidi usar o livro como matéria teatral a partir do momento que se me tornou claro que era apenas um documento para fazer um testemunho. Hesito em chamar-lhe uma peça, ou até mesmo uma performance. Talvez seja apenas um acto cénico.”

Dia 8 de novembro (domingo), as Conversas têm lugar das 15h00 às 19h00. A primeira Conversa está a cargo de João Pedro George que convida Luísa Costa Gomes, às 15h00. “Uma conversa em torno da escrita humorística e da natureza simultaneamente mutável e constante, relativa e universal do humor, ou seja, sobre um assunto demasiado sério para ser discutido por humoristas (parafraseando Georges Minois)”.

Às 16h00, Joana Sousa convida Leonardo Mouramateus e Miguel Ribeiro. “O cinema silencioso e ambíguo cria complexidades dentro de quem o vê. Como se de um jogo de Tetris se tratasse, um filme é concebido ao longo do tempo pelas lacunas que se criam e que se preenchem. Uma conversa informal sobre meias-palavras”.

A partir das 17h00, Fernando Brito conversa com Manuel João Vieira “acerca de como se concebe uma obra de arte em termos do que se quer que ela venha a fazer, ou seja, em termos do que se pensa, do que se lhe pode pedir”.

O preço para assistir a cada uma das conversas, tem o valor de um euro.

No dia 11 de novembro, às 21h30, numa parceria com o Cineclube de Santarém, e por sugestão de Luísa Costa Gomes e João Pedro George, o Teatro Sá da Bandeira passa o filme “O Rei da Comédia” (título original: “The King of Comedy”, de Martin Scorcese. “Jerry Langford (Jerry Lewis) é um consagrado apresentador de Televisão. Um dia, ao ir para o trabalho, é sequestrado pelo aspirante a comediante Rupert Pumpkin (Robert De Niro) e pela sua amiga Masha (Sandra Bernhard). Para escapar à situação, Jerry concede a Rupert espaço no seu programa de TV, de forma a poder apresentar o seu número.” 

No dia 12 de novembro, às 21h30, tem lugar uma Performance de Leitura, de Manuel João Vieira e Fernando Brito, que lêem um texto escrito para duas personagens.

No dia 13 de novembro, às 21h30, por sugestão de Luísa Costa Gomes e João Pedro George, regressa o Cinema, em parceria com o Cineclube de Santarém, com o filme “Sayat Nova”, de Sergei Parajanov (título original: The Color of Pomegranates "Sayat Nova”).

«A Cor da Romã conta as etapas da vida do maior poeta arménio do século XVIII. Em vez de apresentar uma narração linear, Parajanov, cineasta estruturalista e tradicionalista, opta por uma série de quadros representando momentos chave da vida do poeta. Parajanov declara: "Pareceu-me que uma imagem estática, no cinema, pode ter a profundeza de uma miniatura, um sentido plástico e uma dinâmica interna". O filme é recusado pelas autoridades de Moscovo que o acham demasiado hermético, incoerente e acusam Parajanov de não ter representado corretamente o espírito transcaucasiano que deveria ter celebrado. Sergei Yutkevich deve alterar a montagem e os intertítulos. Inclusivamente, o nome do poeta é eliminado do título que se torna "A Cor da Romã".»

Dia 14, o filme “Lição de Esqui”, curta metragem de Leonardo Mouramateus, passa às 16h00, numa sugestão de Joana Sousa e Leonardo Mouramateus. “Neve é água. Água é água.”

Às 21h30, por sugestão de Joana Sousa e Leonardo Mouramateus, passa o filme “O Completo Estranho”, curta metragem de Leonardo Mouramateus e guião de Leonardo Mouramateus. “O coração de Dani endurece e goza”.

Ao longo da semana, vai estar patente ao público uma exposição com as ilustrações do livro O Bom Soldado Schveik, concretizando a proposta de Rui Tavares e Ricardo Araújo Pereira.

No dia 14, tem lugar uma conversa com o público, em tom de balanço. Os bilhetes para os espectáculos têm um preço de 5 euros. A entrada para as sessões de cinema e para a conversa do dia 14 é livre.

O 1º Ciclo Criação & Linguagem foi idealizado por Pedro Barreiro e Rui Lopes, que tem na sua origem a intenção muito clara de criar uma plataforma que reúna artistas e pensadores e que proporcione um cruzamento entre as mais diversas áreas da criação artística.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:31
link do post | comentar | favorito

Nadadores da Viver Santarém no TORREGUI I

unnamed (4).jpg

As Piscinas Municipais cobertas de Mação, piscina de 25m acolheram no passado dia 31 de outubro, a primeira prova da Época do Torneio do Circuito de Cadetes - O TORREGI I.

O TORREGI I é uma prova organizada pela ANDS (Associação de Natação do Distrito de Santarém) e que contou com a participação de 120 nadadores (66 masculinos e 54 femininos), em representação de 10 clubes desta associação.

A natação da Viver Santarém marcou presença nesta competição com nove jovens nadadores, quatro Masculinos (Artur Aleksyeyev, Gonçalo Mendonça, José Cabral e Miguel Ferreira) e cinco Femininos (Carolina Guia, Constança Sousa, Maria Margarido, Marta Bucha e Rita Madeira), que estiveram em bom plano sendo que para alguns foi a primeira prova oficial em que participaram.

Para além de esta prova ter constituído um excelente momento de aprendizagem e diversão para os nossos Cadetes, assume maior importância pelo facto dos pontos obtidos por estes nadadores no “casamento” de duas provas individuais realizadas por cada um (100 Mariposa /Costas , ou dos 100 Bruços/Crol) que contará para o Ranking de onde serão escolhidos os 12 nadadores Masculinos e Femininos  mais pontoados que terão acesso ao estágio da ANDS.

Para terminar um reforço positivo a todos os nadadores Cadetes por todo o empenho e dedicação demonstrado à nossa natação durante este Torneio e em especial aos estreantes da Viver Santarém

  • Artur Aleksyeyev;
  • Miguel Ferreira;
  • Rita Madeira;
  • Maria Margarido;
  • Carolina Guia;


publicado por Noticias do Ribatejo às 22:30
link do post | comentar | favorito

Centro Cultural Azambujense organiza “Masterclass de Metais”

O Centro Cultural Azambujense vai realizar uma “masterclass” de metais no fim de semana 7 e 8 de  novembro. O evento está aberto a músicos praticantes, sócios da coletividade ou não, mas também se pode inscrever quem quiser assistir como mero ouvinte.

Para trabalhar cada instrumento desta “família” – metais – foi convidado um especialista com provas dadas. As aulas de trompete e de trompa estarão a cargo de dois professores da Escola de Música do Conservatório Nacional, respetivamente Hugo Santos e Ângelo Caleira. O módulo de bombardino será ministrado por Gonçalo Marques, docente na Escola Profissional da Orquestra Metropolitana; e o de tuba por Gil Gonçalves, professor nos Conservatórios de Palmela e Loures. Por fim,  o músico profissional da Banda da Armada Portuguesa, Sérgio Duarte, será o professor de trombone. 

Quer no sábado quer no domingo, os trabalhos começam pelas 08h30 e prolongam-se até ao fim da tarde. A inscrição nas atividades musicais poderá ir dos 3,5 aos 19,00 euros. Para os participantes interessados, e com um pagamento extra, a organização disponibiliza os almoços e até a dormida.



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:29
link do post | comentar | favorito

Vila Franca de Xira: Projeto de requalificação ribeirinha da zona sul do concelho ganhou prémio internacional de arquitetura

unnamed (3).jpg

O projeto do Parque Linear Ribeirinho do Estuário do Tejo, integrado na requalificação ribeirinha da zona sul do Concelho de Vila Franca de Xira, da autoria da “Topiaris – Arquitetura Paisagista” foi vencedor, na categoria de “Paisagem e Espaços Públicos”, do Prémio Internacional de Arquitetura “Archmarathon Awards”. A iniciativa teve lugar no mês de outubro, em Beirute, e o projeto foi selecionado entre um conjunto de 6 nomeados dos países do Mediterrâneo e Árabes.

O Parque foi inaugurado a 20 de julho de 2013, integrando essencialmente dois tipos de espaços: Trilhos que percorrem zonas naturais, urbanas e industriais, a norte; e um espaço multifuncional, que incorpora valências diversificadas nas áreas do recreio e desporto informal, bem como um Centro Interpretativo do Ambiente e da Paisagem, a sul.

O espaço multifuncional está preparado para acolher um conjunto diversificado de atividades, numa estreita relação com o rio, funcionando em complementaridade com o Parque Urbano da Póvoa, localizado a sul. Pela estreita relação com o rio, na qual se destaca a pesca como atividade de referência a manter e incentivar, foi-lhe atribuída a designação de "Praia dos Pescadores". Área para pesca, zona de merendas, campos de vólei de praia, estrados solário e uma cafetaria são algumas das suas valências.



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:27
link do post | comentar | favorito

Abrantes: Briefing de balanço da época de incêndios florestais 2015

unnamed (1).jpg

A Presidente da Câmara Municipal, enquanto autoridade municipal Proteção Civil, presidiu no dia 29 de outubro ao briefing de balanço da época de incêndios florestais 2015 no concelho, o qual também contou com a presença do Comandante Operacional Distrital da Autoridade Nacional da Proteção Civil, Mário Silvestre.

Na reunião realizada no quartel dos Bombeiros de Abrantes, estiveram presente as diversas entidades*  diretamente envolvidas  no sistema de Defesa da Floresta Contra Incêndios, tendo cada uma apresentado o seu balanço à forma como decorreu a reposta do dispositivo à época de incêndios.

No período de 1 de janeiro a 30 de setembro de 2015 registaram-se no concelho de Abrantes 80 incêndios, tendo ardido uma área de 204.88 hectares. A freguesia urbana, Abrantes e Alferrarede é a que apresenta maior nº de incêndios ocorridos, seguida de Mouriscas, Martinchel e Alvega e Concavada.

A freguesia de Martinchel  foi a que registou maior área ardida , por força da ocorrência do incendio que começou no concelho de Tomar (em julho) tendo atingido  territórios dos concelhos da Barquinha, Constância e Abrantes. Seguem-se as freguesias de São Facundo e Vale das Mós, Alvega e Concavada e Abrantes e Alferrarede.

No comparativo com os períodos homólogos de 2013 e 2014, conclui-se ter havido um aumento significativo do nº de incêndios e de área ardida. Verificou-se também o aumento de ocorrências por ignições. O aumento do nº de incêndios e de área ardida está em linha com os números verificados ao nível do Distrito de Santarém.

Foi também feito um balanço à época mais crítica (vulgarmente conhecida por fase “Charlie”), tendo-se concluído que se verificou ter havido uma boa resposta dos meios (internos e externos) disponíveis no terreno e tendo sido salientada a importância dos grupos de primeira intervenção no ataque ao incêndio e a redução do tempo de chegada dos meios ao teatro de operações.

A Presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque, anunciou que Abrantes está a trabalhar numa candidatura a submeter a financiamento comunitário relativamente a medidas de estabilização de emergência na área percorrida pelo grande incendio que atingiu a freguesia de Martinchel em julho passado. Dessas medidas, constam trabalhos de recuperação em caminhos, taludes e linhas de água das áreas mais afetadas por esse incêndio.

Informou também que foi apresentada em novembro de 2014 uma candidatura ao PRODER, agora encaminhada para o novo Plano de Desenvolvimento Rural (PDR), para a realização de ações de defesa da floresta e criação de faixas de proteção contra incêndios. Também está a ser preparado um projeto para intervenção em terrenos abandonados, no âmbito do Plano de Urbanização de Abrantes.

 

Presidente da Câmara Municipal de Abrantes

 Comandante CODIS

Comandante Operacional Municipal

Serviço Municipal de Proteção Civil

  Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Abrantes

  Polícia de Segurança Publica de Abrantes

  Guarda Nacional Republicana

  Associação de Agricultores de Abrantes, Constância, Sardoal e Mação – Sapadores Florestais

  Regimento de Apoio Militar de Emergência

  AFOCELCA - Portucel

  Gestiverde (ZIF de Aldeia do Mato)

  Presidentes das Juntas de Freguesia

 

Marta Tomé apresenta espetáculo de dança “Sombra da Minha Sombra”

unnamed (2).jpg

O Cineteatro São Pedro, em Abrantes, recebe dia 6 de novembro, pelas 21h30, um espetáculo de dança coreografado pela professora de dança e coreografa Riachense Marta Tomé.

“Sombra da Minha Sombra” será interpretado pelos alunos do estúdio de dança “O Corpo da Dança”.

Os bilhetes custam 5 euros e estão à venda no Welcome Center (loja de turismo), no Largo 1º de Maio ou no ticketline.



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:22
link do post | comentar | favorito

NERSANT auxilia empresas na elaboração de candidatura ao Cheque-Formação

NERSANT.jpg

 O Departamento de Formação e Qualificação da NERSANT encontra-se a auxiliar as empresas do Ribatejo a submeter a sua candidatura ao Cheque-Formação. Esta medida dispõe de dotação orçamental limitada, pelo que as empresas interessadas em beneficiar do incentivo financeiro, devem candidatar-se o quanto antes.

A medida Cheque-Formação, criada pela Portaria n.º 229/2015, de 3 de agosto, constitui uma modalidade de financiamento direto da formação a atribuir aos utentes inscritos na rede de Centros de emprego e de Centros de emprego e formação profissional do Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P. (IEFP, I.P.), nomeadamente entidades empregadoras, ativos empregados e desempregados.

Esta medida tem assim como objetivo principal o incentivo à formação profissional, constituindo-se como um instrumento potenciador da criação e da manutenção do emprego e do reforço da qualificação e empregabilidade.

O apoio a atribuir pela medida Cheque-Formação considera o limite de 50 horas de formação, a cada dois anos, até um montante máximo de 175,00€ por colaborador, sendo o financiamento máximo de 90% do valor total da ação de formação. Sendo a formação profissional obrigatória em todas as empresas, esta medida pode servir para financiamento das 35 horas de formação anuais obrigatórias, devendo as empresas começar desde já a pensar o seu plano de formação para o ano de 2016.

Para além disso, tal como todos os projetos financiados, a medida Cheque-Formação tem uma dotação orçamental estipulada que se esgotará logo que seja atingido o limite das mesmas, o que significa que as empresas interessadas em beneficiar da mesma deverão efectuar a sua candidatura o quanto antes, sob  pena de ficarem de fora do incentivo.

Na sua lógica de apoio às empresas, para além de todo o trabalho de divulgação levado a cabo pela NERSANT junto das empresas, o Departamento de Formação e Qualificação da associação empresarial está agora disponível para auxiliar as empresas da região do Ribatejo que se pretendam candidatar.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:09
link do post | comentar | favorito

Idosos do concelho animam W Shopping com exposição “Em Retrospetiva: Momento de Animação”

unnamed.jpg

 

 No âmbito do plano de atividades de animação desenvolvido anualmente pelo GIAIS – Grupo Interinstitucional de Apoio a Idosos do Concelho de Santarém, é inaugurada a exposição “Em Retrospetiva: Momento de Animação”, no próximo dia 4 de novembro, pelas 15h00, no 2.º piso do W Shopping, onde alguns idosos vão desfilar com trajes exibidos nas fotografias.

Esta exposição, que vai estar patente de 4 a 16 de novembro no 1º piso deste espaço comercial, consiste na apresentação de fotografias de algumas das atividades promovidas pelo grupo e na exposição de alguns trajes e acessórios usados nestas atividades. Durante este período, algumas instituições vão dinamizar a zona de restauração no piso 2 do W Shopping, com a realização de trabalhos ao vivo, onde o público é convidado a participar.

No dia 6 de novembro, pelas 10h30, a Santa Casa da Misericórdia de Pernes organiza a oficina “terapia pela arte” enquanto que, à tarde, o Centro Social e Interparoquial de Santarém proporciona a oficina “bonecas de pano e rendas”. Para o dia 9, a Santa Casa da Misericórdia de Santarém e o Centro Social e Paroquial de Santa Marta de Alcanhões recriam jogos de mesa. Por fim, o dia 12 de novembro é dedicado às rendas e aos bordados, estando as oficinas a cargo do Centro Social Nossa Senhora da Luz, durante o período da manhã, e, à tarde, a cargo do Centro de Bem Estar Social de Vale de Figueira.

O GIAIS é reflexo da tomada de consciência da importância da animação sociocultural nas instituições, enquanto determinante da qualidade de vida dos seus utentes, devendo ser encarada ao nível dos outros serviços prestados.

Este Grupo é constituído pelo Município de Santarém e pelas 17 organizações de economia social com valência de apoio a idosos do concelho, envolvendo a participação regular de 250 idosos nas atividades interinstitucionais.

O Grupo tem como objetivo trabalhar, em conjunto, um plano anual de atividades de animação sociocultural, com vista ao convívio interinstitucional, fomentando a participação, a partilha de experiências, a promoção do bem-estar e a qualidade de vida dos idosos. Pretende ainda ser um espaço de divulgação, reflexão e partilha de informações, dúvidas, necessidades, interesses e boas práticas ligadas à anciania.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:07
link do post | comentar | favorito

Domingo, 1 de Novembro de 2015
TEMAS DE SAÚDE: Conflitos armados

Cerca de 800 mil portugueses estiveram a combater na Guerra Colonial Portuguesa.

ANTONIETA.jpg

 Por: Antonieta Dias (*)

 

Cerca de 150 mil desses antigos combatentes ingerem fármacos por sofrerem de stress pós-traumático de guerra (PTSD)?

O Stress Pós Traumático de Guerra (PTSD) consiste numa perturbação psíquica que surge após a vivência de uma situação ameaçadora para o próprio combatente ou apenas como agressão testemunhal da mesma?

O PTSD pela sua gravidade representa uma ameaça permanente à estabilidade psicológica, que perturba o sentimento de segurança e de autoestima, gerando conflitos intra-familiares e sociais e conduzindo na sua grande maioria à desintegração da família.

Não há nenhum tratamento que cure o PTSD por completo. No entanto, consegue-se controlar esta doença, através de terapêutica medicamentosa intensiva e diária. Esta terapêutica é altamente lesiva do fígado, condicionando muitas vezes a função do mesmo como órgão desintoxicante do organismo, podendo originar intolerâncias medicamentosas nestes doentes.

Sempre que existe guerra desenvolvem-se disputas entre pelo menos dois ou mais grupos, teoricamente organizados para defenderem interesses cujo objetivo é derrotar o adversário.

Se os confrontos são internos resultam de defesa de políticas oriundas do mesmo País, cujos associados podem ser mais ou menos aguerridos, mas são sempre rivais, cujas oposições podem ser isoladas ou em conjunto.

Os fatores que desencadeiam a guerra podem ser devidos a interesses económicos, psicológicos, sociais, religiosos, territoriais, de posse, de vingança ou de caráter ideológico. 

Nem sempre uma guerra é despoletada por uma única causa, na maioria dos casos resultam de vários interesses que desencadeiam um conjunto de causas.

As guerras podem ser totais, limitadas, intermitentes ou crónicas, diplomáticas ou de guerrilha.

Clausewitz dividia o estudo da guerra em dois níveis a guerra total e a regional, ou de limitação de fronteiras, de acordo com a abrangência do conflito (guerra civil, guerra subversiva/espionagem, guerra preservativa, guerra fria, guerra psicológica, guerra revolucionária, guerra politico- ideológica, guerra étnica, guerra religiosa, guerra de libertação nacional ou independência, guerra de vingança, guerra nuclear, guerra biológica, guerra química, etc.).

Apesar de as guerras têm origem em várias causas há sempre uma que é a principal, que pode ser poder, estratégia, etnia e religião, imposição de ideias, conflito social.

A Primeira Guerra Mundial matou 10 milhões de pessoas. A Segunda Guerra, mais 50 milhões. A Guerra Fria, outros 20 milhões.

Entre 1946 e 1989 existiram 718 conflitos intra-estatais, na Guerra Fria 207 conflitos armados.

Será que vale a pena manter os conflitos socias complexos, destruindo vidas, património, princípios e valores?

A guerra desgasta, mata pessoas, destrói a humanidade, a economia, as fronteiras, gera insegurança, cria refugiados, descoloniza, consome recursos (exércitos, armamento nuclear, mísseis, bombas).

É um dever de cidadania investir na Paz Mundial, criando novas Missões de Paz, incentivando as existentes para apelarem a todos os Países para não gerarem conflitos entre Estados.

Os conflitos armados entre Estados ou intraestatais, intra-estatais, no mundo atual, são o maior gerador de mortes, sendo que na era atual, os interesses dos Estados estão mais vocacionados para o desenvolvimento tecnológico, em que as forças dos Países, já não estão vinculadas ao território, ao poder, a soberania ou a política.

A “globalização do mundo” tornou-se um dos pilares mais importantes, que apesar de tentarem evitar os conflitos violentos, as possíveis guerras, através de todos os esforços desenvolvidos entre a cooperação dos Estados não o tem conseguido.

Contudo, muitos destes conflitos interestatais vão sendo resolvidos através das várias organizações internacionais (Nações Unidas, União Europeia, Organização pela Segurança e Cooperação na Europa, Comunidade, Económica e Monetária Central, Organização dos Estados Americanos, Comunidade Económica dos Estados do Ocidente), com negociações destinadas a impedir os conflitos e as Guerras ente Estados, porém nem sempre são debelados.

Apesar do desenvolvimento tecnológico mundial continuar a crescer, a intensificação da violência continua a crescer, sendo que a luta pelo poder em que as sociedades e os países menos desenvolvidos são as que apresentam conflitos mais violentos, com conflitos políticos gerados muitas vezes por crises étnicas.

A intervenção médica tem tido um papel determinante na assistência, no acompanhamento das vítimas, durante e nos pós – guerra, sem contudo esquecer o apoio medico – legal na investigação e identificação dos cadáveres.

Em suma, a valência e a participação medica em todos os setores sociais, tem sido ao longo dos seculos uma mais-valia pela sua permanente dedicação na defesa da Humanidade.

(*) Doutorada em medicina

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:01
link do post | comentar | favorito

CONTO DA SEMANA: "Contemplação"

CATARINABETES.png

 Por: Catarina Betes

 

Continuo sem compreender porque se vive neste mundo de olhos fechados, na escuridão, se a luz está tão perto e ao alcance de todos.

Olho os rostos que passam e cruzam atarefados a rua que passa mesmo por baixo da janela do meu quarto e reparo que quase todos caminham de olhos pregados no chão, como se olhar em frente, ou mesmo para o céu, exija forças que não possuem. Vivo voluntariamente presa neste quarto.

O quarto onde durmo há cinquenta longos anos.

Habituei-me a olhar para as pessoas e a ver mais do que se percebe à primeira vista.

Aprendi-o nas horas invisíveis que hoje em dia me sobejam. Chamo-lhes tempo de contemplação.

Até porque, pouco mais resta a alguém da minha idade, se não souber viver (também) através dos outros.

Aprendi, além de ver, a observar…e compreender.

Há muito que percebi que as mesmas pessoas, fazem quase sempre as mesmas coisas, nos mesmos dias, às mesmas horas. Somos, indiscutivelmente, animais de hábitos.

Observo a mãe jovem, que todas as manhãs, percorre a rua acelerada, com duas crianças pequenas pela mão, mais arrastadas, que conduzidas, provavelmente, a caminho do colégio.

A florista, do quiosque em frente, a quem noto, a cada dia que passa, o semblante mais carregado, sinal dos tempos difíceis que se vivem.

Recordo, não sem alguma nostalgia, o tempo em que criei os meus filhos.

Vivia-se pobremente, mas as dificuldades eram aceites como inevitabilidades naturais.

Cada dificuldade, uma prova a ultrapassar e esse era o primeiro passo de superação. Não sobrava tempo para queixume ou desânimo.

Quantas vezes os meus filhos foram para a escola com os dedos dos pés de fora, os sapatos rotos à frente, os dedos pedindo misericórdia.

A espera que o fim do mês chegasse, e, com ele, o cheque da fábrica do azeite, onde trabalhei durante mais de metade da minha vida.

No Natal, com alguma sorte, lá lhes comprava umas botas, que esperava, do fundo do coração, durassem até à Páscoa.

Sem Título.png

 

Reparo hoje, que os meus netos têm sapatos, roupas e brinquedos a triplicar. É inexplicável como, subitamente, o mundo mudou, como “as coisas” passaram a ser o centro da vida das pessoas. São estas que movem o mundo.

Lamento pelos meus netos e pelos filhos e netos de quem, como eu, viveu uma vida de sacrifício e determinação, tendo como pano de fundo a sobrevivência e ainda assim, de gratidão.

Preocupam-me as dificuldades que experimentarão, quando perceberem que o sentido da vida passa completamente ao lado dos bens materiais.

Que o que pesa verdadeiramente nesta passagem, são os afetos. Receio que percebam tarde demais, o vazio a que os excessos podem conduzir. O vazio do espírito, a pobreza da alma.

O tempo corre, a vida flui, a aprendizagem concretiza-se ou não.

Lamento sobretudo pelos que vivem de olhos vendados, desatentos ao que realmente merece a nossa atenção, que não sentem no peito a exaltação de um coração enamorado, pelos outros, pela música, por um poema, pela Vida…Enfim!

 

“No fim, tu hás- de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento.”

Mário Quintana

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

20

25
26
27
28
29

30


posts recentes

TEMAS DE SAÚDE: Não destr...

A saudade tem nome?

FEIRA MEDIEVAL

Azambuja ao ‘rubro’ com M...

Torres Novas – Identifica...

NERSANT e Município inaug...

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESC...

Acordo de Geminação entre...

AQUApaper convida a desco...

Festa da Amizade – Sardin...

ESTÁDIO MUNICIPAL DO CART...

Projetos da Chamusca em d...

Município do Entroncament...

Criarei Apenas o que Não ...

Câmara de Santarém aprova...

Sea, David Fonseca, Tito ...

NERSANT realiza workshop ...

Novo livro condensa “Toma...

Agrocluster Ribatejo most...

Vamos eleger a Rainha das...

Entroncamento recebe o me...

SUSPENSÃO NO ABASTECIMENT...

Torres Novas – 4 detidos ...

PERCURSO PEDESTRE DA MATA...

Concerto de Cordis & Vito...

SUSPENSÃO NO ABASTECIMENT...

TEMAS DE SAÚDE: Serviço N...

56ª Feira Nacional de Agr...

Ser presente é uma escolh...

Ministro da Agricultura m...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds