NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 2 de Maio de 2016
"Rio Maior Cidade Florida"

13133399_1708710496044382_2749530105482216836_n.jp

A iniciativa "Rio Maior Cidade Florida" tem hoje início com com a Conferência "Por um Rio Maior de Flores", de Tó Romano, da Evadream Florir Portugal, às 16h30, no Auditório dos Paços do Concelho.
Segue-se uma semana com um vasto programa em que a flor vai ser rainha, com um mercado de arte floral, palestras, workshop's, cozinha ao vivo, e a apresentação do livro de Fernanda Botelho, "Uma mão cheia de plantas que curam.

«MRM»



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:52
link do post | comentar | favorito

1500 crianças e idosos passam “Um dia no campo…”, em Azambuja

3f73ee93-636e-4271-a5b5-67b47a08febd.jpg

O Município de Azambuja vai reeditar a atividade “Um dia no campo…”, na próxima 4ªfeira, 04 de maio.  A iniciativa decorrerá nos antigos viveiros do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), na Estrada Nacional 366 Guarita/Aveiras de Baixo, desde as 10h00 até às 15h00.

O evento contará com cerca de 1500 participantes, entre crianças do ensino pré-escolar, do 1º ciclo e de vários centros ATL, bem como dos utentes da Cerci-Flor da Vida e de idosos de diversas Instituições Particulares de Solidariedade Social. Na organização da atividade, os serviços municipais contam com a colaboração de várias entidades que apresentarão ateliês com informação e experiências relativas à proteção da Natureza. Os grandes objetivos integram-se na política de educação ambiental do município. Pretende-se, com a ação, contribuir para a defesa e valorização das florestas, da agricultura e do meio ambiente; bem como motivar os cidadãos, sobretudo os mais jovens, para o uso racional dos recursos naturais.

A Câmara Municipal de Azambuja vai ter vários setores a participar. A Ação Social com os temas “Viagem do Sentir” e “Arca Mágica”; a Cultura apresentará a peça de teatro “SOCAS, o engenhocas”; e a equipa das bibliotecas municipais convida a “Ler e ouvir histórias ao ar livre”. Haverá, ainda, corridas de sacos e tiro com arco, pelo serviço de Desporto, o Programa Atividade Física para Todos, Atividades de Enriquecimento Curricular e a presença da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens com a proposta “Proteger com arte”.

A iniciativa conta com um grande conjunto de entidades parceiras, com áreas de atividade ligadas ao Ambiente, e que as apresentarão nos seus ateliês:

  • Bombeiros Voluntários de Alcoentre e de Azambuja – “Os Soldados da Floresta”;
  • SEPNA da G.N.R – “Os protetores da Natureza”;
  • Cruz Vermelha de Aveiras de Cima – “Saúde e bem-estar”;
  • Sapadores Florestais e APAS – “ Os ajudantes da Natureza”;
  • Coudelaria Henrique ABECASIS – “A passo, a trote e a galope…”;
  • Instituto de Conservação da Natureza e Florestas – “Da semente à árvore” e “O mel e a Natureza”;
  • Escola profissional de Abrantes – peça de teatro “História do Azeite”;
  • EcoAmbiente – “De contentor em contentor, se enche o camião”;
  • Suma/Triaza – “Lixoteca”;
  • Auchan – as mascotes “RIK & ROK ”;
  • Agrupamento de Centros de Saúde, Estuário do Tejo – “Brincar e aprender no cantinho da saúde”;
  • Instituições Particulares de Solidariedade Social (3ª idade) – “Recicl…Arte”;
  • Associação de Pais e Encarregados de Educação de Vale de Aveiras;
  • Club Azambujense – dança, zumba e sevilhanas;
  • Alunos de Apolo Azambuja – ateliê de danças;
  • Cerci – Flor da Vida de Azambuja, passeio de burro “Fanny and friends”, “Caça aos alimentos”, aula de zumba.

2.jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:44
link do post | comentar | favorito

Domingo, em Tomar - Recriação de uma romaria do início do século XX

Tomar vai receber mais uma vez a recriação de uma romaria do princípio do século XX, no próximo domingo, dia 8 de Maio, numa iniciativa conjunta do Conselho Técnico da Região dos Templários da Federação do Folclore Português e do Município de Tomar.

O evento inicia-se pelas 9h45 com a saída dos romeiros de várias ruas da cidade para o local da romaria, o Jardim do Mouchão, onde estarão disponíveis produtos tradicionais. De seguida, os romeiros deslocam-se para a igreja de S. João Baptista, onde terá lugar a missa às 10h30. A procissão tem início por volta das 12h00 com o seguinte percurso: Praça da República, Rua Serpa Pinto, Avenida Marquês de Tomar, Jardim do Mouchão, Avenida Marquês de Tomar, Rua Silva Magalhães e Praça da República. As fogaças são aí benzidas e depois acompanhadas pela Banda Republicana Marcial Nabantina até ao Jardim do Mouchão, onde durante a tarde haverá leilão de fogaças, tocadores de instrumentos tradicionais, cantadores ao desafio, jogos tradicionais (com a colaboração do Calma - Clube de Actividades de Lazer e Manutenção) e bailarico até às 17h30.

Participam nesta recriação os ranchos folclóricos do concelho de Tomar e da região dos Templários, o Grupo de Gaiteiros dos Brasões, bem como a Banda Nabantina. O evento conta ainda com o apoio da Federação do Folclore Português, da Paróquia de S. João Baptista e da Junta Urbana.

A organização convida a população a estar presente para assistir a esta recriação e pede aos moradores das ruas do percurso da procissão que coloquem colchas nas janelas.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:42
link do post | comentar | favorito

Ludgero Mendes apresenta “Joaquim Gonçalves Isabelinha - Médico e Filantropo – Fazer Bem como Lema de Vida!” na 74ª Assembleia de Investigadores do CIJVS

Ludgero Mendes apresenta a comunicação “Dr. Joaquim Gonçalves Isabelinha /Médico e Filantropo – Fazer Bem como Lema de Vida!”, na 74ª “Assembleia de Investigadores do CIJVS, que tem lugar no dia 12 de maio, às 18h30, no CIJVS – Centro de Investigação Joaquim Veríssimo Serrão, na Casa de Portugal e de Camões.

 

“O Dr. Joaquim Gonçalves Duarte Isabelinha (5-12-1908 / 24-11-2009) foi uma figura notável, cuja trajetória de vida deve ser justamente exaltada tanto pelo merecimento próprio de um cidadão de irrepreensível retidão e honradez, como pelo propósito de assinalar os excelsos valores humanos, intelectuais e morais que constituíram a sua memorável personalidade, expressa no sentimento de quantos tiveram o grato privilégio de partilhar algum do seu convívio, que recordamos com imensa saudade, e na acção filantrópica de ajudar quem carecia de atenção e de apoio e para quem o Dr. Isabelinha tinha sempre uma palavra de conforto e um gesto de colaboração.”

O médio oftalmologista “destacou-se como praticante de futebol, integrando o plantel da Briosa Académica de Coimbra, após uma breve passagem pelos “Leões” de Santarém, e como médico oftalmologista distinguiu-se, igualmente, pela competência profissional que sempre evidenciou e também pelo espírito de generosidade que tanto o caracterizou, tendo sido, por isso, conhecido como o “Médico dos Pobres”.

“Falar do Dr. Isabelinha é definir a essência de um Homem de bem, generoso e altruísta, simples e culto, trabalhador inveterado e competente, e sempre atencioso para todos quantos o rodeavam. O Dr. Joaquim Gonçalves Isabelinha viveu para servir a causa da benemerência esforçando-se até à exaustão para poder partilhar o bem, pois só assim a vida lhe fazia sentido. Por isso, se libertou da lei da morte e do esquecimento, porque viverá eternamente na nossa memória e no nosso coração.”

Ludgero António de Jesus Mendes, é natural de Santarém, onde nasceu em 1957. Para além de reformado da Banca, em que foi gerente, é dirigente Associativo e Diretor do Festival Internacional de Folclore “Celestino Graça”. Colabora com diversos jornais e estações de rádio. Licenciado em Antropologia pela FCSH – UNL - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa, é mestrando em Antropologia – Cultura Material e Consumos, pela FCSH – UNL.

A Sessão tem a duração de 01h30 e a entrada é livre.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:11
link do post | comentar | favorito

1 de 3 Imprimir todos Nova janela Porta Grande - Exposição de Fotografia no Centro Cultural de Samora Correia

Exposição de fotografia de homens e mulheres do Município de Benavente que dedicaram e dedicam a vida ao mundo da tauromaquia.

Inauguração dia 03 de Maio, Terça-feira, às 21.00 horas, no Centro Cultural de Samora Correia

unnamed.jpg

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:09
link do post | comentar | favorito

DESPORTO: Basquetebol

6.jpg

Minibasquete – Convívio de Sub-12 em Pombal

Os nossos Sub-12 participaram no passado sábado, com grande alegria e motivação no convívio organizado pelo Núcleo de Desporto Amador de Pombal, que se realizou no Pavilhão da Expocentro. Fizeram cinco jogos, três de manhã e dois de tarde, com as equipas do Maia Basket, Olivais de Coimbra, Escola Alberta Menéres do Algueirão, Stella Maris de Peniche e Albicastrense de Castelo Branco. Nestas partidas não havia contagem de pontos, disputando-se os jogos por pura diversão, sem a pressão de ter de haver um vencedor e um vencido. Além disso, as equipas ainda participaram nas eliminatórias do jogo do Tchau, sendo que Miguel Centeio e Sérgio Rodrigues foram os representantes do CDTN/OAB.

A organização ofereceu o almoço a todas as equipas participantes e distribuiu água durante as actividades. Os intervalos entre jogos, eram aproveitados pela pequenada para se divertirem competindo no castelo insuflável existente no recinto de jogos.

Esta actividade realiza-se todos os anos no mesmo local, e envolve toda a comunidade desportiva do clube organizador, pais, atletas mais velhos e dirigentes, e conta com o apoio da Junta de Freguesia e Câmara Municipal local, e também, com o patrocínio de algumas empresas da região. O pavilhão da Expocentro faz-nos lembrar o pavilhão da Nersan e faz-nos sonhar com a possibilidade de realizarmos um evento desta natureza em Torres Novas, estamos certos, que bem planeado, também seria acarinhado pelos órgãos autárquicos da nossa cidade e pelo comércio torrejano. Vamos deitar mãos à obra!

Torneios do Futuro – Sub-13 e Sub-15 Masculinos

Já começaram estes torneios que visam a preparação das equipas para a próxima época. Curiosamente, estreamo-nos em ambos os torneios com o Santarém Basket.

CD Torres Novas/OAB, 86 – Santarém Basket Clube, 22

Os Sub-13, jogaram em casa, no Palácio dos Desportos de Torres Novas, num jogo que se previa poder ser equilibrado e que chegou ao intervalo com um resultado de 55-05 a favor do CDTNOAB, obrigando o técnico João Sousa, regressado neste final de temporada ao nosso clube, a apostar nos nossos atletas mais novos e menos rodados durante toda a segunda etapa da partida, de modo a não se alcançar um resultado demasiado desnivelado, tal a diferença de andamentos entre os dois conjuntos. Foi bom para os nossos atletas de 2004, mas originou que os mais velhos de 2003, só tenham jogado na primeira metade do encontro.

Não nos cabe a nós questionar o facto do Santarém Basket Clube se apresentar neste encontro com um reduzido número de atletas de 2003; mas face ao que se passou neste jogo, somos forçados a repudiar a autorização concedida pela Associação de Basquetebol de Santarém, precisamente a pedido do clube escalabitano, para jogarem com atletas de 2003 em Sub-15. Assim para nada serve fazermos estes torneios, é andarmos a tapar o sol com uma peneira e custa-nos, que tal se faça com a complacência de quem deveria pugnar pelo desenvolvimento do basquetebol distrital!

Santarém Basket Clube, 64 – CD Torres Novas/OAB, 62

Os Sub-15, foram à Nave Desportiva de Santarém perder com a equipa local por dois pontos, num jogo onde chegaram a estar à frente do marcador e onde deram excelentes indicações, especialmente se atendermos, a que têm apenas uma semana de treinos, com o seu novo treinador, Ricardo Martinho, a quem damos as boas vindas e desejamos as maiores felicidades no nosso clube. Nesta partida, o infortúnio bateu à porta do nosso atleta Francisco Freitas, a quem manifestamos votos de um rápido restabelecimento, e que volte célere ao nosso convívio, aos treinos, e à prática da nossa modalidade.

Campeonato Regional de Sub-16 Masculinos

Afinal, parece que a Associação de Basquetebol de Castelo Branco sempre irá realizar a final do Campeonato Regional de Sub-16 Masculinos, uma final disputada em duas mãos, com o primeiro jogo na Covilhã e o segundo em Torres Novas. Diz o povo que mais vale tarde que nunca, mas que já não é a mesma coisa, também é verdade!

5.jpg

«De: Carlos Ventura Marques»

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:17
link do post | comentar | favorito

Domingo, 1 de Maio de 2016
Concursos de vinho - Festa do Vinho do Cartaxo

O Concurso de Vinhos do Concelho do Cartaxo e o Concurso de Vinhos do Tejo, que decorrem há 32 e há 17 anos, respetivamente, contaram com mais de 48 produtores da região, 11 dos quais se apresentaram a concurso pela primeira vez.

 

O Auditório da Quinta das Pratas recebeu, no passado dia 29 de abril, a cerimónia de entrega dos prémios dos dois concursos de vinho que o município organiza no âmbito da Festa do Vinho, e nos quais avalia O Melhor Vinho na Produção. As provas decorreram no Centro de Promoção Vitivinícola do Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo, tendo sido avaliadas 97 amostras de vinho – 48 de tinto, 36 de branco e 13 de rosé –, o maior número de sempre.

 

No Concurso do concelho do Cartaxo, a Adega Cooperativa do Cartaxo viu o seu vinho branco receber o primeiro prémio, enquanto a casa agrícola Encostas do Avô ocupou o primeiro lugar com o seu vinho tinto e a Pitada Verde viu reconhecido o seu vinho rosé, recebendo o primeiro prémio desta categoria.

 

No concurso de Vinhos do Tejo, o vinho branco da Sociedade Agrícola Encostas do Sobral, recebeu o primeiro prémio, assim como, o vinho tinto da Sociedade Agrícola Cova da Caldeira e, na categoria rosé, foi a Pitada Verde a ser distinguida com o primeiro prémio.

 

XXXII Concurso de Vinhos do Concelho do Cartaxo

Colheita 2015/2016

 

  Vinho Tinto

Classificação

Nome

Menção Honrosa

ADEGA COOPERATIVA DO CARTAXO

Menção Honrosa

ANTÓNIO MANUEL B. GOMES FAIA

3º Prémio

SOC. AGRÍCOLA CASAL DO CONDE, SA

2º Prémio

CASA AGRÍCOLA DA QUINTA DO FALCÃO, LDA

1º Prémio

ENCOSTAS DO AVÔ - MARCO SILVESTRE

 

Vinho Branco

Classificação

Nome

Menção Honrosa

CASA AGRÍCOLA FAIA E FILHO, LDA

 

Menção Honrosa

HELENA MARIA PEREIRA SÁ CARVALHO

3º Prémio

CASA AGRÍCOLA DA QUINTA DO FALCÃO, LDA

2º Prémio

PITADA VERDE-PRODUÇÃO AGRICOLA, LDA

1º Prémio

ADEGA COOPERATIVA DO CARTAXO

 

Vinho Rosé

Classificação

Nome

3º Prémio

ADEGA COOPERATIVA DO CARTAXO

2º Prémio

CASA AGRÍCOLA DA QUINTA DO FALCÃO, LDA

1º Prémio

PITADA VERDE- PRODUÇÃO AGRÍCOLA, LDA

 

 

XVII Concurso de Vinhos do Tejo

Colheita 2015/2016

 

Vinho Tinto

Classificação

Nome

Menção Honrosa

SOCIEDADE AGRÍCOLA CASAL DO CONDE, SA

Menção Honrosa

ANTÓNIO MANUEL B. GOMES FAIA

Menção Honrosa

ESTABELECIMENTO PRISIONAL DE ALCOENTRE

Menção Honrosa

ENCOSTAS DO AVÔ – MARCO SILVESTRE

Menção Honrosa

CASA AGRÍCOLA QUINTA DO FALCÃO

Menção Honrosa

AGROVIA, SA

Menção Honrosa

SOLAR DOS LOENDROS

3º Prémio

AGRO- BATORÉUS

2º Prémio

DAVID HENRIQUES VIEIRA

1º Prémio

SOCIEDADE AGRÍCOLA COVA DA CALDEIRA

 

Vinho Branco

Classificação

Nome

Menção Honrosa

ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE SANTARÉM

Menção Honrosa

ENOPORT

Menção Honrosa

ESTABELECIMENTO PRISIONAL DE ALCOENTRE

Menção Honrosa

PITADA VERDE – PRODUÇÃO AGRÍCOLA, LDA

Menção Honrosa

ADEGA COOPERATIVA DO CARTAXO

Menção Honrosa

SOC. AGRÍCOLA QUINTA DA RIBEIRINHA

3º Prémio

ADEGA COOPERATIVA DE ALMEIRIM

2º Prémio

SOC. AGRÍCOLA DA QUINTA DA LAGOALVA DE CIMA, SA

1º Prémio

ENCOSTA DO SOBRAL, SA

 

Vinho Rosé

Classificação

Nome

Menção Honrosa

ADEGA COOPERATIVA DO CARTAXO

Menção Honrosa

CASA AGRÍCOLA DA QUINTA DO FALCÃO, LDA

3º Prémio

SOC. AGRÍCOLA QUINTA DA LAGOALVA DE CIMA, SA

2º Prémio

SOC. AGRÍCOLA QUINTA DA RIBEIRINHA

1º Prémio

PITADA VERDE – PRODUÇÃO AGRÍCOLA, LDA



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:45
link do post | comentar | favorito

CONTO DA SEMANA: Todos nós temos ou tivemos Mãe

CATARINABETES.png

Por: Catarina Betes

 

Todos nós temos ou tivemos Mãe. Nunca será demais repetir que ela foi o que Deus nos deu de mais belo na terra. Ser Mãe é ser tanto que o próprio Deus quis ser homem para ter, também Ele, a sua mãe. A mãe é uma jóia de altíssimo valor que a gente vê a cada instante, quando a tem, mas só quando a perde, sabe quanto vale. A mãe é a continuação de Deus na natureza. Quando Deus pensou em Si, pensou no amor e, pensando no Amor, criou a Mãe.”

Todos nascemos de alguém, fomos criados, acarinhados, protegidos, amados por alguém. Nem sempre a mãe é quem dá à luz. Muitas vezes a mãe é uma avó, uma tia, uma vizinha, alguém que acolhe no seu colo, que alimenta e ama, como qualquer mãe que tenha parido. Por vezes ama até mais. Porque parir nem sempre é sinónimo de amar.

 Mães de verdade, são todas as mulheres que protegem, que zelam pela integridade física e emocional de uma criança.

Ao longo dos anos, como profissional de ensino, tenho conhecido diferentes tipos de mãe. A mãe que carregou no seu ventre o filho que mais tarde,  por algum motivo, deixou para trás, a mãe que pariu o próprio filho e o protege e ama incondicionalmente, a tia que é mãe e que ama e cuida como se tivesse parido, a mãe que é uma vizinha que de repente passou a ser “tia” e cria com esforço, alma e dedicação. A mãe que é a avó, que entre o peso e as complicações da idade, encontra espaço nos seus difíceis dias, para ir buscar os registos escolares da neta.

 E outras tantas.

Confesso que ao longo dos anos, continuo a surpreender-me. Nem sempre pelos melhores motivos. Mas continuo a conhecer pessoas surpreendentes, que me fazem emocionar e admirar a maravilhosa capacidade do ser humano, de amar.

02eff78f-3567-4643-ab52-f7c3eb38c837.jpg

Ser mãe é estar presente. É emocionar-se e viver, não só, mas também, através dos filhos. É cuidar todos os dias, pela segurança de alguém. E para isso não é preciso parir, basta amar.

Gente que cria os filhos com determinação, que enfrenta dificuldades que relativiza e simplifica, pelo bem maior de educar, gente que se multiplica em trabalhos e chega diariamente tarde a casa, mas ainda assim, não se senta à mesa, sem antes beijar os filhos.

Porque para se ser mãe deveria ser obrigatório saber amar o “outro”. Sempre achei estranhas as pessoas que só acham graça aos seus. Pessoas que se cruzam com os filhos dos outros, muitas vezes diariamente, e agem como se nem os vissem.

Para se ser mãe, deveria ser obrigatória a educação das sensibilidades. Todas as crianças merecem um olhar mais atento, porque são os seres mais espetaculares do mundo, são especiais e carregam o futuro nas mãos. E esse futuro, é determinado pela influência que cada um de nós vai deixando em cada uma delas. Uma criança que é ensinada a não “ver” o outro, mas olhar apenas para si própria, está condenada a um crescimento superficial, longe da educação das emoções.

Com a aproximação do dia da mãe, recordo sempre as mães com quem cresci. A minha mãe, que foi uma mulher fora do tempo em que nasceu. Uma mulher destemida, que me deixou a vontade de traçar o meu próprio caminho, não sem medos, mas com determinação suficiente para aceitar não só as vitórias,  como  as derrotas em igual medida, consciente da sua inevitabilidade.

As minhas avós, que viveram num tempo em que não havia tempo para “mimar” os filhos, mas tempo suficiente para que cada um crescesse a saber o valor de ter uma mãe. Tempo suficiente para aprender a não abandonar os seus na velhice, mas a cuidar, com o mesmo amor, que um dia se recebeu.

Parir é simples. Ser mãe também. Exige um único requisito: Saber Amar.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:01
link do post | comentar | favorito

Voltei a escrever Deus com letra grande

Ana Fonseca da Luz.jpg

Por: Ana Fonseca da Luz (*)

 

Voltei a escrever Deus com letra grande


Hoje, não sou eu que te escrevo, porque as minhas mãos não me obedecem.
Quem te escreve é o meu coração, que hoje acordou sereno, como há muito não o sentia.
Finalmente e ao fim de quase três anos após a tua morte, sinto que te deixei ir. Que te deixei fazer essa travessia que se te impunha, mas que eu, egoísta, não te deixava completar.
Espero que me perdoes, filho, mas é que perder-te assim, de um dia para o outro, foi o maior castigo que Deus me deu.
E ainda dizem que Deus não castiga, que Deus é amor. No dia em que te perdi, achei que Deus nem sequer existia, que Deus era mau, traiçoeiro e que simplesmente não gostava de mim. Passei até a escrever o seu nome com letra pequena…
Cortei relações com Ele. Nunca mais a minha boca pronunciou o seu nome e cheguei mesmo a convencer-me, de que Ele não me fazia falta nenhuma.
Nenhuma mãe deveria ver um filho morre-lhe nos braços. Mas eu vi!
Brincavas no jardim da tua avó, e o ar cheirava a lilases e a rosas. Coisas da Primavera!
Eu olhava-te orgulhosa e a tua avó, mulher que a vida sempre tinha tratado com sofrimento, parecia agora serena. Parecia mesmo feliz!
Grande mãe, a minha!
Olhávamos-te, enquanto na tua bicicleta, pedalavas à volta dos canteiros onde as roseiras, os jarros e as alfazemas, viviam em perfeita sintonia.
Tudo era perfeito. Parecia-me estar num quadro, de um pintor qualquer, que ninguém conhece, mas que desenha na perfeição tudo o que vê, não porque quer ser famoso, mas porque pinta com o coração. Pinta a vida!
-Mãe, avó, olhem para mim… sem as mãos no guiador!
Quando te olhámos, já estavas no chão. As rodas da tua bicicleta, continuavam a rodar no vazio e também os teus olhos, abertos, olhavam o vazio. A tua cabeça, jazia sobre o canteiro e as rosas, outrora amarelas, estavam matizadas do encarnado do teu sangue.
Em vão te agarrámos, te sacudimos e chamámos pelo teu nome. Tudo inútil. Já ali não estavas. Restava-nos o teu corpo, quente e desarticulado, que embalámos nos nossos colos de mães sofredoras, enquanto o teu pai chamava por socorro.
Cantei na missa do teu funeral, não para aquele Deus ingrato, que me olhava pregado na cruz, mas para ti. Para ver se me ouvias e esperançada que me dissesses ao ouvido, que eu cantava bem. A tua avó, foi a minha tábua de salvação. O teu pai o pilar da minha vida. Os teus irmãos, bocadinhos
soltos de ti, que me lambiam com beijos, que cheiravam a ti, mas que não eram teus.
Durante 3 anos, amarrei-te a mim.
Não sei se para me castigar a mim, por te deixar andar de bicicleta, sem capacete, se a ti, por me castigares com a tua ausência física.
Continuei de costas voltadas para Deus e de mão dada contigo.
Estou sentada na mesma cadeira, onde estava quando caíste. A tua avó está ao meu lado, mas ausente. Quando lê, entrega-se à leitura, passando a viver nas folhas do livro. Ora sorri, ora entristece. Minha querida mãe!
Afago a minha barriga ainda pequenina, mas onde eu sei
que tu, voltaste a entrar. Podes até nem ser tu, mas é um bocadinho de ti que lá vem, para os meus braços.
Não te substituí. Ninguém nunca, te substituirá. Apenas achei que era tempo de te deixar partir. Guardo-te aqui!
Na margem esquerda do meu peito!
Para sempre e voltei a escrever Deus com letra grande.

(*)



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito (1)

POESIA: "O CÉU NÃO É SÓ AZUL"

ALEXANDRA.jpg

Por: Maria da Encarnação Alexandre

 

O CÉU NÃO É SÓ AZUL

Há um arco-íris no céu do Ribatejo
Esparso em aguarelas sobre o rio Tejo

 

Veleja pelo céu em cores de meia cor
adindo às suas, as cores das pétalas de flor
Impelidas pela brisa num sopro de amor
voam pelos ares para longe do brejo
fazendo poesias de cores e desejo

 

Sem Título.png

 

Quisera recitar-lhe em madrigais de azul
Quisera mesclar seus tons com os do paul
lá, nas searas de dourados trigais, mais ao sul
Quisera essas cores transformar em arpejo
ou dar-lhes a eternidade num luzente lampejo


Azul quieto do céu com pinceladas de cores

(Foto: Carlos Marecos)



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:45
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

15
17

23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

ANGARIAÇÃO DE FUNDOS

ANGARIAÇÃO DE FUNDOS

Nova temporada do Teatro ...

ABRANTES: SL Benfica conq...

AFINAL, HÁ RUAS ENFEITADA...

ALPIARÇA : NOVO CONTINENT...

CARTAXO: TRÂNSITO ENCERRA...

ABRANTES: Intervenções do...

MUNICÍPIO ATRIBUIU HABITA...

18º Festival de Folclore ...

TAGUS – candidaturas aber...

Novas exposições nas ‘Gal...

Trail das Famílias 2019 n...

FESTAS EM HONRA DE NOSSA ...

Vem aí a 15ª edição dos “...

In. Santarém 2019 | PROGR...

CA Soluções de Crédito Fa...

Fabíola Cardoso propõe cr...

O tempo

1.ºTorneio Solidário Stre...

O Concelho de Azambuja ac...

NERSANT quer simplificar ...

VALADA ACOLHEU DIA INTERN...

13.ª Edição da Feirinha d...

“Galerias com Arte” receb...

MEIO MILHÃO DE EUROS PARA...

Festival de folclore ‘Rio...

CRÉDITO AGRÍCOLA COM RESU...

Município de Azambuja tem...

“Da Terra à Mesa” é o tem...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds