NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 3 de Outubro de 2016
OGMA ofereceu mais de 500 estágios a alunos de escola de Alverca

5.jpg

 

Mais de 500 estágios do Curso Profissional de Técnico de Manutenção de Aeronaves da Escola Secundária de Gago Coutinho, de Alverca, foram realizados nos últimos 10 anos, com apoio pedagógico da  OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, S.A. .  Este é um dos marcos que atesta o sucesso da parceria, iniciada em 2006, com o objetivo de formar técnicos qualificados para trabalhar na indústria aeronáutica.

 

O curso profissional, que concede aos alunos o 12.º ano de escolaridade, iniciou-se no ano letivo 2006/2007, fruto de um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, a Escola Secundária de Gago Coutinho e a OGMA. Através deste acordo, os alunos têm oportunidade de obter conhecimentos teóricos e práticos junto da empresa pioneira da aeronáutica em Portugal, preparando-os para entrarem num mercado profissional dinâmico, competitivo e altamente especializado, como é a indústria aeronáutica.

 

Para Rodrigo Rosa, presidente e CEO da OGMA, “a criação de oportunidades para formar técnicos especializados é essencial nesta indústria. Apenas com conhecimentos sólidos alicerçados numa experiência prática devidamente sustentada é possível criar massa crítica para responder aos diferentes desafios que a indústria aeronáutica coloca diariamente, não só em Portugal como no mercado global”, sustenta.

 

“Para a OGMA esta parceria surgiu de forma natural e teve o nosso apoio desde a primeira hora. Para além da necessidade de obter técnicos para a nossa atividade, encaramos esta parceria como um prolongamento do nosso relacionamento com a comunidade. Alverca está intimamente ligada aos aviões e é importante criar condições para que essa tradição se mantenha. O curso da Escola Gago Coutinho é um desses caminhos”, acrescenta Ana Guimarães, diretora de Recursos Humanos da OGMA.

 

A Escola Secundária de Gago Coutinho traça também um balanço positivo do relacionamento mantido com a OGMA. “A parceria da Gago Coutinho com a OGMA afigura-se exemplar e gratificante conquanto os formandos reúnem, no final da sua formação, requisitos favoráveis ao mercado de trabalho, ocasionando uma mais valia quer para a escola quer para a empresa”, afirma Sérgio Amorim, diretor da Escola.

 

O plano de estudos do Curso Profissional de Técnico de Manutenção de Aeronaves prevê uma componente de formação sociocultural e de formação científica base, onde se incluem as disciplinas de Português, Língua Estrangeira, Matemática e Física e Química, entre outras, bem como uma componente de formação técnica. Neste domínio os alunos obtém conhecimentos em Tecnologia e Processos, Organização Industrial, Desenho Técnico e Práticas Oficinais. A formação em contexto de trabalho tem uma duração de 600 horas.

 

Enquanto entidade parceira, a OGMA disponibiliza formadores para 19 módulos do curso. Um conjunto de colaboradores da empresa, devidamente formados e preparados, vai até à escola, partilhando a sua experiência e o conhecimento técnico com os alunos. O curso prevê ainda que os alunos do 10.º, 11.º e 12.º anos realizem um estágio curricular em cada ano, com duração aproximada de 4 semanas, período durante o qual passam pelas diferentes áreas operacionais da OGMA. Desde o início do curso a empresa já recebeu 206 alunos do 10.º ano, 165 do 11.º ano e 141 alunos do 12.º ano.

 

Na reta final do curso, os alunos do 12.º ano desenvolvem na OGMA as Provas de Aptidão Profissional, que consistem na realização de tarefas de manutenção nas áreas de estágio. Estas provas são avaliadas por um júri, composto por diferentes entidades, nomeadamente o diretor da Escola e do Curso, um representante externo, ligado à Força Aérea Portuguesa e representantes da OGMA.

 

A conclusão deste curso pode ser a porta de entrada no mercado de trabalho, com a obtenção de certificado profissional nível 4 da União Europeia, ou o primeiro passo para consolidar conhecimentos em aeronáutica dado que este curso dá acesso ao Ensino Superior. 

 

Sobre a OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, S.A.

Criada em 1918, a OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, S.A. assenta a sua atividade em duas áreas de negócio – Manutenção, Reparação e Revisão Geral de Aeronaves e de Motores e Componentes de Aviação Comercial, Executiva e de Defesa, e Fabrico de Aeroestruturas para aeronaves civis e militares.

 

Com uma localização privilegiada, junto a Lisboa, a OGMA conta com uma área superior a 400 mil metros quadrados, que inclui 10 hangares de manutenção, áreas de fabricação, uma área de manutenção de motores de grande dimensão devidamente equipada, múltiplas oficinas de apoio e uma pista de aterragem e descolagem com 3 mil metros de extensão. A experiência da OGMA é atestada pelas diferentes entidades e fabricantes aeronáuticos, nomeadamente a EMBRAER, Rolls-Royce e a Lockheed Martin.

 

Em fevereiro de 1994 a empresa tornou-se uma Sociedade Anónima (S.A.) e mudou a denominação, passando de as O.G.M.A. – Oficinas Gerais de Material Aeronáutico para a OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, S.A.

 

Desde a privatização, concretizada em 2005, a OGMA é detida em 65% pela Airholding SGPS (100% EMBRAER) e em 35% pela Empordef (100% Estado Português). A empresa conta com 1692 trabalhadores e registou em 2015 um volume de negócios de 188,682 milhões de euros.

6.jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:20
link do post | comentar | favorito

Câmara Municipal inaugura obras de melhoria de instalações do Centro de Recolha Oficial

unnamed (1).png

 

Esta terça-feira, 4 de outubro, pelas 11h00, a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira inaugura as obras de requalificação e ampliação realizadas no Centro de Recolha Oficial (CRO) do Serviço Médico-Veterinário Municipal.

Assinala-se desta forma o Dia Mundial do Animal e o Dia do Médico Veterinário, num investimento de cerca de 135.000,00€ (centro e trinta e cinco mil euros), que se traduzirá num aumento do bem-estar dos animais acolhidos pela Autarquia e das condições de trabalho dos seus funcionários. A iniciativa terá oapadrinhamento do jornalista da SIC, João Moleira.

Este investimento reflete a preocupação da Câmara Municipal em seguir as boas práticas médicas, quer no âmbito da saúde animal, quer no âmbito da saúde pública da população, trabalhando na melhoria contínua dos procedimentos.

No âmbito da sua política de não abate de animais o CRO tem apostado na promoção da adoção responsável, com vista à redução do abandono de animais e dos problemas de insalubridade. Neste enquadramento, destacam-se ainda os protocolos recentemente estabelecidos com a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Lusófona de Lisboa e com a Associação “Animais de Rua”, quer ao nível de determinados tratamentos cirúrgicos de animais do CRO, quer ao nível da esterilização e desparatização de animais que vivem na via pública



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:18
link do post | comentar | favorito

Câmara Municipal de Torres Novas reduz dívida de curto prazo em 90%

A Câmara Municipal de Torres Novas apresentou uma redução da dívida de curto prazo de 90%, que se traduz numa diminuição superior a 16 milhões de euros, contas que dizem respeito ao período entre 2012 e agosto de 2016. O endividamento a curto prazo caiu de 19.011,771€ em 2012 para se situar agora nos 2.170,089€, atingindo o nível mais baixo dos últimos quatro anos.

 

Para o Presidente da Câmara Municipal, Pedro Ferreira, “estes resultados refletem o rigor que temos vindo a aplicar na gestão pública municipal e são bons indicadores para o futuro. São excelentes notícias para Torres Novas e para os torrejanos, ainda mais quando conseguimos aliar a redução da dívida ao investimento no município”.

 

Da dívida de curto prazo faz parte, para além das dívidas a fornecedores, de menor expressão (cerca de 150.000€ em agosto), a dívida referente ao plano de amortização de empréstimos do ano em curso, mais de 50% do valor. Estão aqui também incluídos valores referentes a subsídios, que em agosto deste ano tem um peso significativo (380.000€) relativo à aquisição do terreno para a ampliação do Quartel dos Bombeiros.

 

A situação económico-financeira da autarquia regista uma evolução positiva dos principais indicadores, reduzimos a dívida global mantendo o investimento no desenvolvimento do concelho. As contas consolidadas são o primeiro passo para colocarmos em marcha uma estratégia para os próximos anos que prevê reformas estruturantes, potenciando a centralidade da região, e um maior foco no empreendedorismo que tornará Torres Novas um Município ainda mais dinâmico e atrativo, para empresas e empreendedores”, afirma o autarca.

 

Também ao nível do endividamento global as contas da Câmara Municipal têm um resultado positivo, com a dívida total a cair 40,73%, o que se traduz numa diminuição de 14 milhões de euros, passando de 34.904,917€ em 2012 para 20.687,238 no ano corrente.

 

Após a realização dos contratos de financiamento para a restruturação da dívida, também a dívida de médio e longo prazo sofreu uma redução de 18,4% entre 2013 e 2016, passando de 22.692.197€ para os atuais 18.517.239€, em conformidade com o previsto no Plano de Saneamento Financeiro (PSF). Esta redução poderia ser mais expressiva, mas no decurso deste período o Município foi obrigado a adquirir participação no FAM - Fundo de Apoio Municipal – o que originou uma dívida de 1.014.244,89€, com um plano de pagamentos de 7 anos.


Quanto ao prazo médio de pagamentos, quatro dias, voltou a ser indicador da capacidade do Município de cumprimento dos compromissos assumidos com os fornecedores. O Município passou a ser cliente preferencial para alguns setores económicos, anulando qualquer acréscimo de despesa proveniente de juros de mora e proporcionando economias nos processos através da capacidade de negociação de preço e de descontos de pronto pagamento.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:16
link do post | comentar | favorito

Vila Nova da Barquinha - Três armas de fogo apreendidas

unnamed.png

 Militares do Posto Territorial de Vila Nova da Barquinha apreenderam, no dia 29 de setembro, três armas de fogo, em Vila Nova da Barquinha.

No âmbito da investigação pelo crime de burla qualificada, foi realizada uma busca domiciliária onde foram apreendidos:

· Três caçadeiras;

· Uma réplica de arma de fogo;

· 24 munições de diversos calibres;

· Uma guitarra elétrica.

O suspeito de 31 anos foi identificado.

Esta ação contou com a colaboração do Núcleo de Investigação Criminal de Torres Novas e com Destacamento de Intervenção de Santarém.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:03
link do post | comentar | favorito

NERSANT recebe reunião de Consórcio Europeu

O AgroCluster Ribatejo acolheu na NERSANT em Torres Novas uma reunião de trabalho dos parceiros do projeto europeu NATUREEF, do qual faz parte. No encontro estiveram representados clusters de países como a Alemanha, França, Bulgária, Áustria, Polónia, Hungria, Republica Checa, Dinamarca e Espanha.

A reunião, realizada no dia 29 de setembro, teve como objetivo fazer um balanço dos trabalhos no âmbito deste consórcio europeu, que se desenvolve em torno da eficiência na gestão dos recursos naturais. Para além do AgroCluster Ribatejo, representado pelo seu Presidente, Carlos Lopes de Sousa, estiveram ainda presentes na reunião os parceiros de 8 países europeus, especificamente do FEMAC (Espanha), do INNOSKART ICT Cluster (Hungria), do CREA Hydro&Energy (República Checa), do VEGEPOLYS (França), do Green Synergy Cluster (Bulgária), do BIOMASTEC/ Euraconsultant (Alemanha), do Cluster Association-Green Chemistry (Polónia), e do INBIOM (Dinamarca).

O NATUREEF é um consórcio que pretende promover "um novo modelo de negócios", projetando e implementando uma estratégia conjunta de promoção da cooperação intersetorial, facilitando a divulgação e orientando as pequenas e médias empresas no que se refere a tecnologias inovadoras e à internacionalização do novo conceito "Recurso Natural Eficiente", que contribuirá para os desafios da sociedade da União Europeia e para uma maior eficiência dos recursos naturais.

A integração do AgroCluster Ribatejo neste consórcio possibilita, assim, a este cluster, estar envolvido no desenvolvimento das mais recentes tecnologias na área dos recursos naturais, podendo transferir para as empresas do Ribatejo, especificamente aquelas que são suas associadas, este tipo de conhecimentos tecnológicos.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:50
link do post | comentar | favorito

Torres Novas – Recuperação de objetos furtados

unnamed.jpg

Militares do Núcleo de Investigação Criminal de Torres Novas apreenderam no dia 28 de Setembro, em Torres Novas, diversos artigos furtados do interior de uma residência daquele concelho.

Na sequência de diligências de investigação pelo crime de furto em interior de residência, foram identificados dois suspeitos, uma mulher com 26 anos e um homem com 25. Foram realizadas duas buscas domiciliárias onde foram apreendidos:

· Cinco esquentadores;

· Quatro bombas de água;

· Duas talhas antigas em barro;

· Uma caldeira a gás.

Esta ação contou com a colaboração do Destacamento de Intervenção de Santarém



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:46
link do post | comentar | favorito

Domingo, 2 de Outubro de 2016
Somos bons, mas não somos santos

CATARINABETES.png

Por: Catarina Betes

 

Ontem fui com uma amiga ao teatro. Sentei-me naquela cadeira como quem se estira numa espreguiçadeira, numa tarde solarenga. Porque cada um elege o seu “sol” e o que lhe dá mais contentamento.

E então, após me reclinar e compor para a invasão de sons, luzes e imagens que quem é sonhador como eu, compreende a emoção, eis que me tocam no ombro direito.

Viro-me e identifico a fisionomia de uma antiga colega de trabalho, que já há alguns anos não via. Fico contente por reencontrar um rosto que me transporta a um espaço onde fui feliz e cumprimento-a com afeto. A minha saudação arrecada como resposta:

- Estás mais gordinha!!!

E pronto. A magia do momento perde-se. É extraordinária a facilidade com que as pessoas exibem o que carregam dentro de si próprias. Aparentemente, algumas carregam apenas quilos (dos outros!) não só de peso, mas de futilidade e estupidez. Como se cada um de nós não tivesse em casa um espelho e vivêssemos envoltos num véu sombrio, à espera que alguém atravesse o nosso caminho e nos elucide.

Obviamente que poderia ter recorrido a um “intenso” e imenso leque de respostas adequadas:

“- Pois estamos!”

“- Ainda assim, devo pesar menos 10 kg que tu”;

“- Cala-te estúpida, que ninguém te perguntou nada”;

ou então, parafraseando uma querida amiga:

“- Pois estou, mas ser gorda tem remédio, ser feia, não!”

Pois, mas como cada um é como é e eu sou incapaz de magoar intencionalmente alguém. Até porque tenho a intrigante e cansativa caraterística de olhar e ver mais do que a aparência, não me ficando muito pelo que está à vista.

E então sorri. Respondi qualquer coisa do género:

“- Sim, um bocadinho”.

Despedi-me e virei-me para a frente.

Realmente fora um momento daqueles que eu pedira a Deus, quando me sentei naquela cadeira e fechei os olhos, apreciando o momento! Mas nada nesta vida nada é perfeito e a mesma encarrega-se de nos lembrar disso frequentemente, para que lhe saibamos dar valor.

Ainda assim e porque até sou do género de procurar o melhor de cada um, porque todos temos um lado néscio, fiquei irritada.

Podia-lhe ter dito que quando trabalhei com ela, tinha acabado de perder a minha mãe e estava a acompanhar a luta dos últimos dias do meu pai, nos cuidados paliativos.

Por isso pouco comia, porque a tristeza me consumia. É claro que não o proclamava, mas quando olhamos para os outros com olhos de ver, percebemos um pouco além da superfície. Estava magríssima, é verdade. Mas porque enfrentava os dias mais penosos da minha vida, até então. Estava magra, efetivamente. E profundamente triste.

Por esse motivo, apeteceu-me responder que sim, tenho mais uns quilos, mas estou desmedidamente feliz. Não só porque a vida me corre bem, mas particularmente, porque superei a dor da perda e recuperei a alegria de estar viva. Porque adoro sentar-me descontraidamente à mesa com amigos ou família e conversar, comer e beber. Porque não?

Muito provavelmente, quem não viveu momentos realmente difíceis, ainda vive na ilusão de que as aparências vêm à frente, qual andor, na procissão. Eu não, certamente.

No entanto, continuo a deparar-me com gente que supostamente não aprende nada, não aproveita nenhuma das oportunidades de crescimento, que a vida oferece.

Isso sim, entristece-me.

Porque creio intensamente, que as dificuldades que vivenciamos, ajudam-nos a evoluir, fortalecem-nos enquanto seres humanos. Tornam-nos mais atentos às dificuldades dos outros, a reconhecer e eleger o que nos faz realmente felizes, a relativizar o que não tem peso ou relevância, a seguir por um caminho mais autêntico e mais sábio.

Mas nem sempre assim é.

Quanto a mim, prossigo com as minhas imperfeições, mas admito que palmilho um caminho, os meus pés não estão quedos. Engano-me numa ou outra encruzilhada, troco as voltas, tropeço, mas continuo a levantar-me. Enquanto puder, com um mínimo de alegria e sempre e

imprescindivelmente, com sentido de humor.

Com mais ou menos peso, o meu apetite pela vida mantém-se. E como o que me apetece! E faço exercício, ao contrário de muita gente magra que não se mexe, porque se o fizesse, desmaiava.

Aprendam, por favor! Se ninguém vos perguntou nada, se não têm nada de bom para dizer, fiquem calados. O mundo agradece. E sobretudo, sejam felizes, sem chatear os outros.

Podia pedir desculpa pelo acesso de mau feitio, mas é a vida!

Somos bons, mas não somos santos.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

Será que me podes limpar as lágrimas?

ANAFONSECA.jpeg

Por: Ana Fonseca da Luz

 

Será que me podes limpar as lágrimas? 
Eu tentei. Juro que tentei, mas não consegui secar estas lágrimas, que hoje amanheceram nos meus olhos. 
Acho que choro de saudade, ou então, de um sentimento tão sublime, que ainda nenhum mortal, lhe conseguiu dar nome. 
Mas para quê dar nomes aos sentimentos? 
Para quê rotular sentires ou dores? 
Para quê quer dar a conhecer, aos outros, aquilo que nos inunda, certos dias? 
Melhor ficarmos assim, cheios de nada e de coisa nenhuma, mas cheios de nós. 
Provavelmente, não me percebes… 
Provavelmente, nunca me perceberás! 
E também, não sei se quero que me percebas. 
Não me olhes assim! 
Não me peças impossíveis! 
Não queiras saber de mim! 
Esquece-me! 
É melhor assim… 
Que te posso eu dar nos dias em que nada tenho? 
Que podes tu querer duma mulher que constantemente está insatisfeita? 
Que constantemente não sabe quem é… 
Depois esse teu silêncio… 
Esse teu querer, nada querendo… 
Essa sombra, (ou será luz?), que sempre paira entre nós… 
Não me peças explicações! 
Aceita-me como sou. 
Cheia de defeitos, incompleta e inteiramente tua… 
Agora deixei-te mudo! 
Mas afinal de que tens tu medo? 
De mim? 
Da verdade? 
Ou da verdade que sempre há em mim, quando desnudo a minha alma, diante de ti? 
Não baixes os olhos! 
Sabes como gosto de tos olhar! 
Ou será que não percebes que são os teus olhos que secam os meus? 
Tanta interrogação. Eu sei… 
Mas também sei, que a resposta para todas as minhas interrogações, está nesse sorriso, comprometido, que deixas no ar, quando partes… 
Pronto! 
Já sorrio! 
Continuo insatisfeita, inacabada, com esta áurea de mistério, que eu sei que te agrada. 
Resumindo… 
Continuo igual a mim e não pretendo mudar nada… 
Bom dia!
Obrigada por me limpres as lágrimas…



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:55
link do post | comentar | favorito

TEMAS DE SAÚDE: A ciência médica

ANTONIETA.jpg

 Por: Antonieta Dias (*)

 

A ciência médica desenvolve-se por pilares de inteligência, sem contudo excluir a emoção, a intuição e a vontade.

Não existem mistérios, nem símbolos abstratos, mas sim a verdade, que significa ordem, pureza, certeza, conhecimento, bondade, eficácia, humanidade.

Não é através da matemática que excluímos os critérios fundamentais, como a moral, o dever, a defesa da vida, a integridade onde os Mestres iluminam e tornam perfeita a simbiose do corpo e da alma.

Não se pode impedir o cumprimento da missão que foi incumbida ao médico, muito menos inibir a mestria através da especulação fraudulenta onde a expressão “vale tudo”, vicia, finge, oculta, expõe entre as nevoas, as ordens de uma realidade material, que sucumbe no símbolo perverso de uma verdade que é mentira.

Do mesmo modo, não existem rituais, nem analogias ou graus, cujo alicerce está desprovido de ciência de humanidade e de verdade.

Não faz sentido que o círculo da fraternidade se divida entre o senso que permite a sustentabilidade do ser e o ignóbil sentido de destruir.

O nosso inseparável desígnio que determina o caminho que irá salvar a vida e que nos distingue como uma profissão de permanente sucesso, não irá ser destruído por um espetáculo de necessidades e de formas controladoras da arte e da ciência médica, mas sim a tela do corpo unido à alma cuja ligação é a fonte do conhecimento que tornará inabalável a fronteira entre a defesa da vida e a tentativa da morte.

Existe uma interpretação filosófica, cujo esquema e iniciação se eleva para a alquimia, onde o mágico se fundamenta na lógica, o Homem se regista como o ser composto de corpo, alma e espirito, em que cuidar é criar esquemas de tratamento focalizadas no universo do rigor contruído no Templo da Fé, da esperança, da união de uma doutrina pura, silenciosa, mas interativa, cuja essência liberta o saber, o ser, o sorriso, como se de uma orquestra se tratasse.

É através da perfeição e da beleza da arte de bem servir, que o mundo da ciência médica se transforma numa obra literária, que tem tanto de divina, como de humana, cuja essência se baseia numa comunicação e atuação inteligente em que a crença é apenas o Saber.

Quem sabe, até, se a exatidão da alma e da vida quando comandadas pelo mundo numérico, perdem a convergência logica e racional de uma teoria que não é abstrata, muito menos comandada por uma consciência desprovida da verdade.

Se o grau de iniciação teórica se maximiza por níveis e fenómenos numéricos, a prestação de cuidados deixa de ser humana.

Do mesmo modo se extinguiria a natureza e a necessidade de “servir”, onde o progresso não passaria de uma ilusão.

Em suma, não podemos apagar a necessidade de realizar um exame minucioso, nem de utilizar todas as formas de investigação onde o Mestre terá sempre a seu cargo a função de ensinar.

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:50
link do post | comentar | favorito

POESIA: UM SONETO AO AMANHO DA TERRA

ALEXANDRA.jpg

Por: Maria da Encarnação Alexandre

 

UM SONETO AO AMANHO DA TERRA

Fiz da caneta, enxada, escavei terra
Enegrecida e dura, ainda quente
Deste Verão escaldante que ela encerra
Até que a fresca chuva nela assente

Crepitam ervas secas, numa guerra
Que executo sobre elas, persistente
E vejo a terra limpa, que descerra
Fecunda, concedendo-se ao presente

Sem Título.png

Amolento torrões endurecidos
Em tantos movimentos repetidos
Até que fique cama, lisa e fofa

Aconchego-a de grãos cheio de vida
Aguardo impaciente essa saída
Que encherá de sabores minha alcofa

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:46
link do post | comentar | favorito

Sábado, 1 de Outubro de 2016
Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social de Santarém tem início dia 10 de outubro

unnamed.jpg

 

O SAAS - Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social de Santarém, tem início no dia 10 de outubro, com o objetivo de assegurar o atendimento e acompanhamento de pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade e exclusão social, bem como de emergência social.


A apresentação pública do SAAS teve lugar esta manhã, dia 1 de outubro, na Casa do Campino, numa apresentação pública da RLISS - Rede Local de Intervenção Social de Santarém, inserida no programa das comemorações do Dia Internacional da Pessoa Idosa, promovidas pelo Município de Santarém e pelo CLASS - Conselho Local de Ação Social de Santarém, que decorrem ao longo do dia de hoje, e contou com a participação de Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, Susana Pita Soares, Vereadora da Câmara de Santarém, António Conceição, Diretor do Centro Humanitário Santarém/Cartaxo da Cruz Vermelha Portuguesa, Tiago Leite, Diretor do Instituto da Segurança Social, I. P., do Centro Distrital de Santarém, Manuel João Maia Frazão, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Pernes, de Mónica Peralta e Patrícia Almeida, Coordenadoras da RLIS, a que se associaram, Luís Farinha, Vereador da Câmara de Santarém, Mário Rebelo, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, as forças de segurança da Cidade, autarcas das junta de freguesia, entre outras entidades religiosas e civis.


A RLIS, que assenta numa lógica de intervenção articulada e na integração de entidades com responsabilidades no desenvolvimento da ação social, para além de potenciar uma articulação planeada dos diversos organismos para garantir o interesse público e de promover a implementação de novos mecanismos de atuação e diferentes estratégias de ação em resposta às necessidades sociais, coordena o SAAS, que vai promover o atendimento Social: Atendimento de primeira linha, personalizado, que responde às situações de crise ou de emergência sociais, a par do Acompanhamento Social, de modo a assegurar apoio técnico, tendo em vista a prevenção e resolução de problemas sociais, de pessoas e famílias em situação de pobreza e de exclusão social, incluindo situações de crise e emergência social, residentes no concelho de Santarém.

 

As equipas técnicas da RLIS para este domínio de intervenção são compostas pela Cruz Vermelha Portuguesa – Santarém / Cartaxo e pela Santa Casa da Misericórdia de Perne. O SAAS da Cruz Vermelha Portuguesa Santarém/ Cartaxo está sedeado na unidade territorial de S. Salvador, que integra a União de Freguesias de Santarém, no edifício da Ex- Escola Prática de Cavalaria, no Largo Infante Santo, em Santarém, enquanto a SAAS da Santa Casa da Misericórdia de Pernes, está sedeada no Edifício Lucrécia Sequeira, na Rua Carlos Theriaga Junior;Unidade Móvel para Atendimento.

 

As freguesias abrangidas pela RLIS da Cruz Vermelha Portuguesa Santarém/ Cartaxo são a UF Santarém – Sede, a UF Santarém - Santa Iria da Ribeira, a UF Santarém - S. Nicolau - Bairro de S. Domingos, Almoster, Vale de Santarém e Póvoa da Isenta, enquanto a RLIS da Santa Casa da Misericórdia de Pernes abrange as freguesias: Abitureiras; Abrã; Alcanede;Alcanhões; Amiais de Baixo;Arneiro das Milhariças;Gançaria;Moçarria;Pernes;União de Freguesias de Achete, Azoia de Baixo e Póvoa de Santarém;União de Freguesias de Azoia de Cima e Tremês;União de Freguesias de Casével e Vaqueiros;União de Freguesias de Romeira e Várzea e União de Freguesias de São Vicente do Paúl e Vale de Figueira.


O SAAS da Cruz Vermelha Portuguesa Santarém/ Cartaxo vai estar sedeado na unidade territorial de S. Salvador, que integra a União de Freguesias de Santarém, no edifício da Ex- Escola Prática de Cavalaria, no Largo Infante Santo, e vai funcionar de segunda a quinta-feira, das 09h00 às 19h00, e à sexta-feira, das 09h30 às 12h30.

Na freguesia de Vale de Santarém, funciona à segunda-feira, das 09h30 às 12h30, em S. Nicolau, à terça-feira, entre as 09h30 e as 12h30, na Póvoa da Isenta, à quarta-feira, das 09h30 às 12h30, em Santa Iria da Ribeira de Santarém, à quinta-feira, das 09h30 às 12h30 e em Almoster, à sexta-feira, das 09h30 às 12h30.

O SAAS da Santa Casa da Misericórdia de Pernes - Sede, vai funcionar no Edifício Lucrécia Sequeira, na Rua Carlos Theriaga Junior, para além da Unidade Móvel para Atendimento. Nas Abitureiras o atendimento tem lugar à segunda-feira, em Abrã, à terça-dfeira, em Alcanede, à quarta-feira, em Amiais de Baixo, à terça-feira, no Arneiro das Milhariças e na Gançaria, à quarta-feira e na Moçarria, à segunda-feira, na União de Freguesias de Achete, Azóia de Baixo e Póvoa de Santarém, à quinta-feira, na União de Freguesias de Azóia de Cima e Tremês, à sexta-feira, na União de Freguesias de Casével e Vaqueiros, à terça-feira, na União de Freguesias da Romeira e Várzea, à segunda-feira, na União de Freguesias de S. Vicente do Paúl e Vale de Figueira, à quinta-feira, e em Pernes, de segunda-feira a sábado, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00.

Para qualquer esclarecimento adicional, a RLIS pode ser contatada, através do E-mail:chsc.rlis@cruzvermelha.org.pt ou do Telemóvel: 914516813, e do E-mail: geral.scmpernes@rlis.pt


O Conservatório de Música de Santarém, parceiro da Câmara de Santarém, associou-se às comemorações do Dia Internacional da Pessoa Idosa iniciativa, com um apontamento musical, no dia em que também se comemora o Dia Mundial da Música.



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:59
link do post | comentar | favorito

Mercado de Outono com produtos de época anima ed. Millenium

unnamed.jpg

 

PROVE – Promover e Vender
Mercado de Outono com produtos de época anima ed. Millenium

 

Abóboras, uvas, courgettes, acelgas, brócolos, batatas, limões e as primeiras romãs vão compor as bancas no edifício Millenium, em Abrantes, na manhã do próximo dia 15 de Outubro. O Mercado de Outono, organizado pela TAGUS, conta com as ervas aromáticas, frutas e legumes dos Produtores PROVE do Ribatejo Interior, e também com hortofrutícolas biológicos produzidos em Abrantes, Constância e Sardoal.

Entre as 9h30 e as 13h, a TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, os dois Núcleos PROVE do Ribatejo Interior e os produtores biológicos convidam a população virem comprar hortofrutícolas da época. Esta iniciativa pretende promover a comercialização de artigos do produtor directamente para o consumidor.

Durante o mercado haverá, ainda, o sorteio de um cabaz de hortofrutícolas, pelas pessoas que preencherem os talões do concurso com os seus dados. O vencedor, desta oferta dos produtores, será conhecido pelas 12h30.

O Mercado de Outono é uma actividade desenvolvida, no âmbito do projecto social de inserção Bairro ConVida, liderado pelo Município de Abrantes e que envolve vários parceiros territoriais, como a TAGUS e os núcleos PROVE do Ribatejo Interior.

unnamed (1).jpg

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:27
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

20

27
28
29

30


posts recentes

OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO U...

João Paulo Sacadura é o p...

CORUCHE NA MAIOR FEIRA DE...

Eventos em Santarém

Cortejo dos Rapazes é o g...

Novas ferramentas de inte...

Município da Chamusca e T...

ENCERRAMENTO DO ANO LETIV...

Ferreira do Zêzere promov...

Feira de São Pedro e do C...

13 detidos por furtos e r...

Rancho Folclórico Casa do...

FESTAS DA VILA DA FREIXIA...

NERSANT incentiva PME a i...

Vila Nova da Rainha em Fe...

Festa da Amizade – Sardin...

Quer saber tudo sobre can...

TEMAS DE SAÚDE: Não destr...

A saudade tem nome?

FEIRA MEDIEVAL

Azambuja ao ‘rubro’ com M...

Torres Novas – Identifica...

NERSANT e Município inaug...

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESC...

Acordo de Geminação entre...

AQUApaper convida a desco...

Festa da Amizade – Sardin...

ESTÁDIO MUNICIPAL DO CART...

Projetos da Chamusca em d...

Município do Entroncament...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds