NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 5 de Junho de 2017
Paulo Chora é o nº 2 à Assembleia Municipal na lista de cidadania apoiada pelo BE

unnamed

 

Nascido em Torres Novas em Julho de 1967, reside em Santarém desde 1970.

Pai de um jovem de 19 anos, mantém uma forte proximidade aos seus familiares sendo frequentemente apoio aos seus ascendentes nas pequenas atividades quotidianas que vencem com mais limitações. 

Licenciado em Gestão de Recursos Humanos, com pós graduações em Higiene, Saúde e Segurança no trabalho e em Gestão da Formação. 

Pertence há primeira geração em que o emprego deixou de ser para toda a vida tendo desde 1988 realizado varias experiências profissionais que passaram pelo Jornalismo; Formação Profissional; Seleção e Recrutamento; Tratamento e Gestão Logística; Administração Tributária; Banca; Seguros; promoção e comercialização de produto; Apoio Administrativo Sindical; Assessoria Parlamentar; entre outros.

Na frequência do ensino preparatório e Secundário foi por diversas vezes eleito pelos seus colegas como delegado de turma tendo participado ativamente como representante dos alunos na gestão democrática das escolas tendo integrado nomeadamente o Conselho Diretivo e Pedagógico da Escola Secundária de Marvila (hoje Ginestal Machado) e o Conselho Pedagógico da Extinta Escola Preparatória Sá da Bandeira.

Desde cedo se empenhou na participação cívica, cultural e desportiva sendo associado de várias associações de cariz cultural, desportivo, recreativo e voluntariado. Tendo integrado diversos grupos de trabalho e colaborado em inúmeros projetos. Integrou os corpos sociais de algumas dessas associações estando hoje nos corpos sociais da Cena Aberta Companhia Teatral de Santarém; Terras do Tejo - Associação Juvenil; Grupo de Dadores de Sangue de Pernes e Associação de Ginástica de Santarém.

Foi fundador de Associações de cariz juvenil tendo nessa qualidade tido um papel ativo na fundação da Federação das Associações Juvenis do Distrito de Santarém e integrado o Conselho Consultivo Distrital do FAOJ, integrou a direção da Associação de Estudantes do ISLA - Santarém. 

Foi militante do PCP e da JCP tendo nesta qualidade sido eleito ou cooptado em diferentes organismos de direção local; regional e nacional. Nesta perspetiva integrou listas de Candidatos à Assembleia da República; Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Santarém; tendo sido Eleito da CDU nas Assembleias de Freguesia de Marvila e São Nicolau.

Foi eleito pelo Grupo de Cidadãos Eleitores - Mais Santarém na Assembleia da União de Freguesias da Cidade de Santarém tendo integrado o seu executivo nos primeiros 8 meses de mandato.


publicado por Noticias do Ribatejo às 15:29
link do post | comentar | favorito

José Gomes/Pedro Vaz vencem Rali Vila Medieval de Ourém 2017

unnamed (1)

 

Repetindo a vitória do ano passado desta feita com outra montada(um Peugeot 208 R2), a dupla de Viseu depois de ter vencido três especiais, viu Jorge Carvalho/Filipe Oliveira (Mitsubishi Evo IV) conquistarem a PEC-5 Olival e a PE 6 a segunda passagem pela Super Especial de Ourém e com isso reduzir a diferença para 7.60s. Mas com a correcção do tempo atribuido a Jorge Carvalho na PE 1 em - 0.06 a diferença passou a ser de 1.40s.

A fechar o pódio Gonçalo Figueira/Tiago Amado em Citroen AX GTI a 1.22.00 do vencedor.

A dupla oureense Paulo Ferraz/António Alexandre abandonou a prova, na sequência de problemas com a caixa de velocidades no seu Subaru Imprenza, à entrada do troço do Olival - PEC-3. Lembrando que a equipa da Freixianda venceu a Super Especial de abertura  que decorreu na noite de sábado.Em resultado de um incidente, alheio ao rali, a especial foi suspensa  quando faltava sair o último carro .

 Terminaram a prova 13  concorrentes dos 17 admitidos á partida.

O concorrente nº 12 foi desqualificado ao abrigo do art.10.8 PGA



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:46
link do post | comentar | favorito

EXPOSIÇÃO COMEMORATIVA DA 30.ª ELEIÇÃO DA RAINHA DAS VINDIMAS DO CARTAXO

unnamed

 

HISTÓRIAS DE EMOÇÃO

EXPOSIÇÃO COMEMORATIVA DA 30.ª ELEIÇÃO DA RAINHA DAS VINDIMAS DO CARTAXO

Exposição Comemorativa da 30.ª Eleição da Rainha das Vindimas do Concelho do Cartaxo ou como contar a história da comunidade a partir das Histórias de Emoção vividas pelos seus protagonistas.

  

Quase trinta anos depois da coroação da primeira Rainha das Vindimas do Concelho do Cartaxo, a Câmara Municipal presta homenagem a centenas de jovens e a toda a comunidade que os apoiou para que pudessem subir ao palco e dar corpo a uma tradição que já faz parte da história do concelho.

 

Objetos, fotografias, guarda-roupa e todos os elementos que o Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo conseguiu reunir, vão constituir a Exposição Comemorativa da 30.ª Eleição da Rainha das Vindimas do Concelho do Cartaxo.

 

A Exposição tem inauguração marcada para o próximo dia 10 de junho, feriado, às 18h30 e estará patente ao público até ao dia 16 de setembro de 2017.

 

CÂMARA DO CARTAXO ORGANIZA FÉRIAS DE VERÃO

  • Junho é mês de trocar os livros de estudo e as salas de aula pelos fatos de banho e pelas correrias ao ar livre – são as Férias de Verão que estão aí a chegar.
  • As inscrições começam no dia 12 de junho, decorrem de acordo com a semana que a criança ou jovem pretende frequentar e podem ser reabertas, caso permaneçam vagas por preencher.

 

 

 

A iniciativa Férias de Verão, organizada pela Câmara Municipal do Cartaxo para crianças dos 6 aos 14 anos, vai começar no próximo dia 26 de junho e decorre até dia 21 de julho. As inscrições vão estar disponíveis online em www.cm-cartaxo.pt e presencialmente, na Casa Municipal da Juventude a partir de dia 12 de junho (na casa Municipal da Juventude, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30).

 

Atividades aquáticas, desportivas e de aventura, são algumas das sugestões do município para que as crianças e jovens do concelho possam ocupar os tempos livres que se avizinham. As Férias de Verão vão decorrer em quatro períodos de uma semana, cada um limitado a 50 inscrições, cada inscrição terá o valor de 11,08 euros por semana.

 

 

 

 

 

DURAÇÃO E PERÍODOS DE INSCRIÇÃO

1.ª Semana – de 26 a 30 junho

Inscrições até dia 19 de junho

 

2.ª Semana – de 3 a 7 julho

Inscrições até dia 26 de junho

 

3.ª Semana – de 10 a 14 juLho

Inscrições até dia 3 de julho

 

4.ª Semana – de 17 a 21 juLho

Inscrições até dia 10 de julho

 

 

HORÁRIO DAS ATIVIDADES

Dias úteis das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:42
link do post | comentar | favorito

Domingo, 4 de Junho de 2017
Cartas ao meu filho

FLORBELA

Por: Florbela Gil

 

 

Quantas mães não escreveram já para os seus filhos, versos, poemas?

 
Eu escrevo,, mesmo não sendo poeta, sou mãe, com um coração enorme cheia de orgulho de ter dois filhos lindos, de olhos grandes castanhos claros, amendoados.
 
A todas as mães, peço: "  Não abandoneis os vossos filhos. "
 
A todos os filhos, peço: " Não abandoneis as vossas mães."
 
Adoro-vos meus filhos por todo o carinho que me dão, sem eu pedir. Ouvir sair da vossa boca, ainda pequeninos, um deles: - "mãezinha estás tão bonita.
 
Esta frase do meu mais velho, tinha 4 anos hoje tem 27, ainda me diz o mesmo. O outro, tinha uns 5 anos, hoje tem 13, sai-se com esta conversa. Estava eu sentada no sofá, a chorar, sim porque as mães choram muitas vezes, por muitas razões.
Chega-se ao meu lado, senta-se, e diz-me: Tás a chorar mãezinha? Porquê? 
 
Respondi: - porque tou triste.
 
Diz-me ele: - queres que te conte uma anedota?
 
É claro, que no meio de tanta tristeza tive que me rir.
 
Cada um à sua maneira, que mãe não fica vaidosa quando um filho a elogia?  Que mãe não fica com o coração mais cheio  quando um filho tenta à sua maneira, tirar a tristeza.?
Pois é eu ouvi!
 
Por isso fique eternecida, não só pelas palavras como pelo gesto lindo que as acompanhava, no primeiro, agarrou-se às minhas pernas, o segundo com as duas mãos uma de cada lado na minha cara, me beijou na ponta do nariz, e fez  festas na minha cara, gez para mim uma careta para me rir.... E contou a sua anedota.
 
Obrigada meus filhos lindos, a vossa mãe Adoro-vos.


publicado por Noticias do Ribatejo às 15:14
link do post | comentar | favorito

A linguagem da imaginação

ANA GRACIOSA

 Por: Ana Graciosa

 

 

A linguagem da imaginação.

 

Na solidão de um amplo descampado,  penso em ti e sei que tu também pensas em mim.

Somos a encomenda perfeita um do outro, sem remetente e data para entrega.

És a minha pedra Rubra, gato causador dos meus melhores sorrisos, o meu sonho real, o melhor e o maior antidoto para todos os males. Apesar de geograficamente separados, sei que te tenho sempre a meu lado e a tua presença, acalma a tempestade do meu ser.

Mas… Quando fecho os olhos, sinto o teu feitiço sobre mim… (empezábamos a hablar… momento tan dulce y mágico...enamorados el uno del otro... pero siempre deseándonos y... ) e embriago-me em pensamentos e no instinto que fica à tona.

Somos os actores principais de um filme realizado por ti. Um filme fácil de representar e imaginar, onde a magia do sexto sentido, das palavras e do mundo imaginário, percorrem e excitam nossos corpos sem que seja preciso tocar, as artérias palpitam, o coração acelera e a fonte de calor produzida, tornasse completamente involuntária e comandada somente pela nossa mente. Somos atingidos por intensas e deliciosas explosões de adrenalina de um guião improvisado. Os diversos cenários, não mudam uma vírgula no contexto cinéfilo e nas milhares sensações de prazer acumulado, que nos deixam embriagados, até nos conduzirem ao esquecimento dos nossos actos.

O caminho que se trilha dentro da inventividade criativa, é aquele lugar onde se encontram segredos e histórias, onde se constroem vidas verdadeiras ou fictícias, com esperanças e outras tantas coisas mais, onde se estimula a realidade dos sonhos e da sua concretização na vida real.



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

Cartas ao meu filho

FLORBELA

Por: Florbela Gil

 

 

Quantas mães não escreveram já para os seus filhos, versos, poemas?

 
Eu escrevo,, mesmo não sendo poeta, sou mãe, com um coração enorme cheia de orgulho de ter dois filhos lindos, de olhos grandes castanhos claros, amendoados.
 
A todas as mães, peço: "  Não abandoneis os vossos filhos. "
 
A todos os filhos, peço: " Não abandoneis as vossas mães."
 
Adoro-vos meus filhos por todo o carinho que me dão, sem eu pedir. Ouvir sair da vossa boca, ainda pequeninos, um deles: - "mãezinha estás tão bonita.
 
Esta frase do meu mais velho, tinha 4 anos hoje tem 27, ainda me diz o mesmo. O outro, tinha uns 5 anos, hoje tem 13, sai-se com esta conversa. Estava eu sentada no sofá, a chorar, sim porque as mães choram muitas vezes, por muitas razões.
Chega-se ao meu lado, senta-se, e diz-me: Tás a chorar mãezinha? Porquê? 
 
Respondi: - porque tou triste.
 
Diz-me ele: - queres que te conte uma anedota?
 
É claro, que no meio de tanta tristeza tive que me rir.
 
Cada um à sua maneira, que mãe não fica vaidosa quando um filho a elogia?  Que mãe não fica com o coração mais cheio  quando um filho tenta à sua maneira, tirar a tristeza.?
Pois é eu ouvi!
 
Por isso fique eternecida, não só pelas palavras como pelo gesto lindo que as acompanhava, no primeiro, agarrou-se às minhas pernas, o segundo com as duas mãos uma de cada lado na minha cara, me beijou na ponta do nariz, e fez  festas na minha cara, gez para mim uma careta para me rir.... E contou a sua anedota.
 
Obrigada meus filhos lindos, a vossa mãe Adoro-vos.


publicado por Noticias do Ribatejo às 07:59
link do post | comentar | favorito

Os chinelos de quarto

ANAFONSECA

 

Por: Ana Fonseca da Luz

 

 

Os chinelos de quarto

 

Levanto-me da cama num salto. Levanto-me ainda a dormir, ou talvez não. Cheira-me a torradas e a terra molhada. Enfio os chinelos que, por acaso, são horríveis. Até os meus pés se ressentem de tanta fealdade! Os olhos então!…
Não acendo a luz. Já sei o teu quarto de cor, tal como sei os teus olhos. Numa fracção de segundos, consigo ver se estás bem ou mal-humorado. Basta-me olhar-te nos olhos. Até parece que te conheço! Mas não! Nunca ninguém conhece ninguém.
Olho-me no espelho, porque já entra alguma claridade no quarto, e quase me assusto com o que vejo. Bolas! Aquela sou eu? Eu! Ontem, quando me deitei, estava tão bem! Mas hoje… consigo estar pior que os chinelos! É por isso que não gosto de dormir. Qual sono de beleza qual gaita! Se tivesse coragem, pedia-lhe para tirar dali o espelho. Há dias em que ele me detesta. Hoje é um desses dias. Conserto o cabelo num gesto maquinal e passo as mãos suavemente pela cara, à espera de um milagre. Nada!
O choque da minha imagem reflectida no espelho fez com que acordasse. Estes chinelos são realmente feios! Abro a janela e, tal como o meu nariz me tinha avisado…lá está ela, a chuva. Bolas! Detesto chuva. Mas aquele cheiro consegue ser melhor que o das torradas!…
Saio finalmente do quarto. Na casa de banho, outro espelho ingrato lembra-me que estou quase com cinquenta anos. Passo a escova no cabelo, lavo os dentes e ajeito o pijama azul. Ainda bem que o pijama é teu e, como me está grande, me tapa os chinelos. Não quero que os vejas. Para mal-encarada basto eu! As mulheres deviam acordar sempre maquilhadas e penteadas, como nos filmes e nas telenovelas, em que elas acordam sempre frescas e maravilhosas e eles com aquela barba podre de sexy!… Mas pronto, estou melhorzinha.
O teu cão abana o rabo. Parece que me conhece. Então não é que o raio do cão é giro!… Cheira-me os chinelos, tenta mesmo mordê-los. Está visto que o teu cão, além de ser giro, como tu, aliás, também não gosta dos meus chinelos.
Chego finalmente à cozinha, a puxar por uma perna, porque o malvado do cão não me larga o chinelo. Estás de costas. As torradas estão sobre a mesa, forradinhas com manteiga e o café cheira melhor que a terra molhada lá fora. Despreocupada, a minha roupa repousa nas costas da cadeira, junto com a tua. Viras-te e é nesse momento que compreendo por que é que, sempre que posso, passo a noite contigo.
- Bom-dia! Estás linda! Como é que consegues acordar sempre com esse ar de quem tem apenas quinze anos?!
Esqueço as torradas, o café, o cheiro da terra molhada e até os malvados dos chinelos. Beijamo-nos, como se fôssemos duas estrelas de cinema!… 

«In A Rua das Magnólia»

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:55
link do post | comentar | favorito

BONECA DE TRAPOS

MARINAMALTEZ

Por: Marina Maltez

 

 

BONECA DE TRAPOS

 

Toda a vida lhe deram bonecas de porcelana. Daquelas que tinham vestidos de seda e rede e lindos cabelos louros de caracóis maravilhosos que quase lhe faziam inveja.

Cada boneca parecia uma princesa, pronta para um daqueles bailes de gala em palácios com cortinados de veludo e tapetes que parecem ser feitos de algodão doce.

Tinha talvez sete ou oito bonecas. Mas não podia brincar com elas. Era o que a mãe dizia de cada vez que a via tocar nem que fosse ao de leve numa apenas.

Anos mais tarde viu um filme que lhe fez lembrar exactamente o que sentira nessa sua idade de criança: “Charlie e a Fábrica de Chocolate”. Pobre Charlie… uma dentição perfeita, impecável (regras e mais regras impostas pelo Pai) mas à custa de nunca ter provado sequer um doce, chegar à idade adulta sem saber qual era o sabor do chocolate.

A menina  sentia o mesmo: de que me adianta darem-me estas bonecas se não posso brincar com elas? Mudar as roupas! Trocar os chapéus! Fazer penteados! Iam ficar ainda mais bonitas! Como num desfile de moda, daqueles da televisão. E ela até pensava: “Se não fosse tão magra e tão sem graça talvez um dia aparecesse na televisão com roupas assim coloridas e bonitas, como as das minhas bonecas…”. Mas rapidamente o sonho parava e voltava à realidade. A mãe tinha voltado a discutir com o pai e a culpa era dela. Nunca entendeu a razão pela qual os pais discutiam: o pai saia, a mãe ficava a chorar e ela fechava-se na biblioteca. Tinha 10 anos quando leu Homero e divertiu-se mais que a brincar com as bonecas de pele pálida e gelada.

Sem Título

Aos 11 anos e num Natal daqueles à moda antiga em que fazia frio e chovia e até se ia apanhar o pinheiro de Natal (e depois chegava-se a casa como herói cheio de lama e golpes dos picos dos pinheiros), pensou que lhe iam dar um filme. Daqueles que pareciam um livro de 600 páginas. Talvez o “Indiano Jones” que ela gostava de aventuras e sobretudo de história. Mas quando tirou o laço e rasgou o papel… diante de si um objecto vermelho de letras douradas… “Os Maias”.

Uma semana mais tarde nem deu pelas doze badaladas que anunciavam um novo ano. Estava a terminar de ler “O Monte dos Vendavais”. E quase 30 anos depois…ainda chora quando passa esse filme…

Nunca ninguém lhe perguntou o que realmente gostaria de receber. Pelo que teve bicicleta das quais caia, panos e lençóis para o enxoval quando nem queria casar. E um dia já mãe… e sim a sua princesa tinha nome, mas ela sempre lhe chamou ternamente “Bonequinha de Trapos”, “Minha Bonequinha de Trapos” porque no seu mundo de criança e de adulta não havia nada mais acolhedor, mais terno, mais encantador, mais mágico que uma linda boneca de trapos, daqueles que dá vontade de agarrar e não largar nunca mais…

Hoje a filha é adolescente. Não deve gostar muito desta expressão, mas quando a tristeza bate à porta e nem pede licença para entrar… bem… não há nada como uma sopa quente e ser a bonequinha de trapos da mãe…

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:50
link do post | comentar | favorito

Sábado, 3 de Junho de 2017
10 mil beatas recolhidas em 1 hora em Santarém

unnamed

 

 

Nesta manhã de sábado, dia 3 de junho, Santarém lançou a campanha de sensibilização ambiental be.eco, para a recolha seletiva de beatas de cigarro no Largo do Seminário. Com esta campanha, lançada no mês em que se comemora o Dia Mundial do Ambiente e que conta com o apoio da DELTA CAFÉS, a Câmara Municipal de Santarém implantou no centro histórico da Cidade, seis equipamentos de deposição de beatas de cigarro, designados por ECO|Beatas.

 

Realizou-se uma ação de recolha de beatas de cigarro pelas ruas do centro histórico, que contou com a presença da BriPA - Brigada de Proteção Ambiental da PSP de Santarém, da Guarda Nacional Republicana, do grupo de voluntários da Escola Técnico Profissional do Ribatejo (ETPR), dos clubes de Ambiente dos Agrupamentos de Escolas Dr. Ginestal Machado e Alexandre Herculano, de voluntários da Missão Beatão, de Escuteiros do Agrupamento 52 de Santarém. Contabilizou-se numa hora 10 mil beatas de cigarro recolhidas no Centro Histórico.

 

Durante esta ação, a autarquia Scalabitana assinou um Termo de Parceria com o empreendedor Manuel Nobre, impulsionador da “Missão Beatão”, projeto nacional de cariz inovador que tem como objectivo remover do espaço público as beatas de cigarro e paralelamente encontrar soluções de valorização.

 

Se é fumador pode colaborar nesta missão, levantando, gratuitamente, um “eco.b” - porta-beatas no Posto de Turismo e, posteriormente, fazer a sua descarga num dos seis ECO|Beatas disponíveis no centro histórico da cidade de Santarém (Largo do Seminário, Rua Capelo & Ivens, Jardim Portas do Sol, Largo Cândido dos Reis, Largo Padre Chiquito e Praça Visconde Serra do Pilar) para que, posteriormente, estes resíduos sejam encaminhados para valorização energética.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:26
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 2 de Junho de 2017
Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

unnamed

 

sexta-feira:

 

Esta sexta-feira, dia 2 de junho, às 18h30, a Sala de Leitura Bernardo Santareno acolhe o lançamento do livro “Definir Metas e alcançar objetivos”, da autoria de Fernanda Martins.

 

“Este livro é um amigo, um motivador que o vai impulsionar para o mais alto sucesso. Tem como objetivo motivar os leitores a superarem os seus desafios e alcançar o sucesso que desejam. A sua leitura associada a dinâmicas, contribuem para o desenvolvimento pessoal e empresarial dos leitores. Ao longo deste livro são apresentadas algumas histórias que nos fazem tomar consciência de como o nosso comportamento comanda todo o nosso universo e transmitidas algumas dicas e conceitos, que nos fazem tomar consciência do nosso comportamento”.

 

sábado:

 

Este sábado, dia 3 de junho, às 10h00, Santarém lança a Campanha de sensibilização Ambiental be.eco, para a recolha seletiva de beatas de cigarro, na Praça Marquês Sá da Bandeira (Largo do Seminário).

Nesta campanha, lançada no mês em que se comemora o Dia Mundial do Ambiente e que conta com o apoio da DELTA CAFÉS, a autarquia vai implantar no Centro Histórico da Cidade, seis equipamentos de deposição de beatas de cigarro, designados por ECO Beatas.

 

Perante o cenário comum de abandono de beatas de cigarro em espaço público, que constituí um impacte visual negativo de limpeza urbana e de saúde pública, o Município aposta na campanha be.eco com o mote “Beatas de Cigarro é no ECO|Beatas”.

 

Se é fumador pode colaborar nesta missão, levantando, gratuitamente, um “eco.b” - porta-beatas no Posto de Turismo e, posteriormente, fazer a sua descarga num dos seis ECO|Beatas disponíveis no Centro Histórico de Santarém, para que posteriormente, estes resíduos sejam encaminhados para valorização energética.

 

Durante a manhã do próximo sábado, tem lugar  uma ação de recolha de beatas de cigarro pelas ruas do Centro Histórico, que conta com a presença da BriPA - Brigada de Proteção Ambiental da PSP de Santarém, do grupo de voluntários da Escola Técnico Profissional do Ribatejo (ETPR), dos clubes de Ambiente dos Agrupamentos de Escolas Dr. Ginestal Machado e Alexandre Herculano, de voluntários da Missão Beatão, de Escuteiros do Agrupamento 52 de Santarém e todos os cidadãos que queiram participar. Vamos contabilizar numa hora quantas beatas de cigarro são recolhidas no Centro Histórico. Participe! Dê um novo destino a este resíduo, valorizando-o!

 

Às 10h30, há Sessões para Bebés - Arte para Bebés, na Livraria Aqui Há Gato.

 

Uma sessão dedicada aos bebés entre os 7 meses e os 3 anos. Cada bebé vem acompanhado de um adulto e juntos trabalham as relações, com os materiais, com os adultos e com as outras crianças. Um momento para colorir as sensações!

(Duração) aprox. 60’ (Classificação) 7meses aos 3 anos (Preço) 7€ (Bebé + Adulto)

 

Às 11h30 e às 16h00, há Hora do Conto, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80!

 

Às 12h00 e às 16h30, há Oficinas de Arte – Mês do Tecido - Especial Criança – a tua letra, na Livraria Aqui Há Gato.

Este Mês a nossa base de trabalho é o Tecido. Vamos pintar, recortar, forrar, colar... tudo com tecido!! Letras para pendurar, sacos para ir às compras, e até marcadores de livros para saberes sempre onde vai a tua leitura!

Cada Criança é Especial e o seu nome começa com uma letra Especial.

Hoje a Letra do Teu Nome vai sair desta oficina com uma roupa nova.

Podes depois pendurá-la, na porta do teu quarto, por cima da cama ou onde te apetecer.

Duração: 1h - Classificação: a partir dos 4 anos / inclusive - 7

Para mais informações: 961 229 187/243 094 019

 

Às 16h00, integrado no Ciclo de Conferências “Crescer ao Shabbat”, o Auditório da Casa do Brasil, acolhe a 2ª Palestra “Fenícios no Vale do Tejo: viagens na terra de muitos”, com Ana Arruda.

Nesta Palestra, que integra a programação da Exposição “Santarém, Cidade em Crescente”, patente até dia 7 de fevereiro de 2018, Ana Arruda apresenta “Os trabalhos arqueológicos realizados na Alcáçova de Santarém e no baixo Tejo, entre os anos 80 e a primeira década do Século XXI, que permitiram uma considerável acumulação de dados sobre a ocupação orientalizante do território da antiga bacia do Tejo.

 

A presença fenícia no antigo estuário do Tejo, hoje inquestionável, está demonstrada pelo uso da língua e da escrita e por materiais arqueológicos de clara matriz oriental. A chegada destas comunidades com origem no Próximo Oriente à costa ocidental portuguesa foi também responsável pela adoção de hábitos sociais e culturais exógenos, bem como por um considerável aumento demográfico. Estas e outras questões devem ser devidamente valorizadas na construção do quadro político e cultural do Extremo Ocidente entre os séculos VIII e IV a.n.e. (antes da nossa Era), não esquecendo que as “agendas”, fenícia e local, podem ter sido antagónicas e/ou divergentes nos objetivos, mesmo que os resultados dos distintos processos seja a profunda e inequívoca orientalização do Vale do Tejo”.

 

Ana Margarida Arruda é arqueóloga e professora universitária, pertence ao UNIARQ - Centro de Arqueologia e ao Centro de Estudos Clássicos, da Universidade de Lisboa.

 

Investigadora de carreira, é reconhecida como especialista internacional em arqueologia e história da antiguidade.

 

Em correlação com o tema abordado, destacamos a autoria da obra “Los fenícios en Portugal: Fenícios y mundo indígena en el Centro y sur de Portugal”, entre múltiplos trabalhos em revista nacionais e internacionais e coletâneas.

 

Às 17h00 é inaugurada a Exposição de Pintura e Escultura “Encontros no Tempo II”, de Gil Teixeira Lopes e Matilde Marçal, no Palácio Landal, que prossegue para o Fórum Actor Mário Viegas - Centro Cultural Regional de Santarém.

 

Nome incontornável no panorama artístico nacional e internacional, Gil Teixeira Lopes, é professor jubilado da Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa.

Pintor, escultor e gravador e realizou mais de 80 exposições individuais, no País e no estrangeiro. Já expôs e foi premiado em países de todo o mundo: França, Itália, Espanha, Alemanha, Áustria, Polónia, Bulgária, Inglaterra, Irlanda, Noruega e Suécia, Estados Unidos da América, Brasil e México, Iraque, Índia e Egipto, Japão e China.

O artista mantém-se fiel à grande tradição do figurativo, que expressa quer na pintura quer na escultura, numa estética que privilegia o envolvimento amoroso e o erotismo.

Condecorado com a Ordem do Infante D. Henrique (1998), recebeu variadíssimos prémios nacionais e internacionais. Em 2002, apresentou uma grande exposição no Palácio Galveias, em Lisboa, e em abril de 2004, no Museu do Chiado, em Coimbra.

 

Matilde Marçal, professora na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, é um nome inconfundível da Pintura Contemporânea Portuguesa, com trabalho desenvolvido ao nível da Pintura, Gravura e Desenho.

Já realizou mais de cinquenta exposições individuais, em Portugal, Espanha, França, Polónia, Itália, Jugoslávia, Noruega, Inglaterra, Alemanha, Suíça e Irlanda, e mais de trezentas exposições coletivas, em Portugal e no estrangeiro. Em 1988 foi eleita Membro da Academia Nacional de Belas-Artes.

 

A sua obra pretende revelar-nos um novo universo, entre a poesia e o silêncio, o passado e o presente, o presente e o futuro. Com uma paleta de grande riqueza cromática, apresenta matizes de cores: dos brancos aos castanhos e destes aos violetas.

 

A exposição, organizada pela Câmara Municipal de Santarém e pelo Centro Cultural Regional de Santarém, está patente até dia 30 de junho, e pode ser visitada, no Palácio Landal, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 12h30 e das 15h30 às 17h00 e aos sábados, das 10h00 às 13h00, enquanto que no Centro Cultural Regional de Santarém - Fórum Actor Mário Viegas, as visitas podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 15h30 às 19h00 e aos sábados, das 10h00 às 13h00.

 

Às 18h00, tem lugar a primeira iniciativa do 3º Ciclo de Órgão de Santarém, na Casa de Portugal e de Camões (Ex Presídio Militar), com a Conferência “O Canto gregoriano e a arte organística em Portugal: passado, presente e futuro”, que tem como oradores: Filipa Taipina, João Vaz José Maria Pedrosa Cardoso, Alfredo Teixeira e Padre Pedro Miranda, e moderação de David Paccetti Correia.

 

Às 21h30, o Teatro Sá da Bandeira acolhe a Performance “O Declive e a Inclinação”, com criação e interpretação de Alexandre Pieroni Calado e João Ferro Martins.

 

“O sentido do mito de Sísifo oscila entre a futilidade do castigo a que o herói é submetido e o questionamento reiterado da autoridade. Nesta medida, ele permite desenvolver uma crítica às ideias de completude, finalidade e utilidade que governam a ideologia dominante na nossa cultura ocidental, dita democrática e desenvolvida.

Dado o seu grau de ambivalência e abertura, o mito permite reformulações que respondam às conjunturas particulares de cada época e cultura, pelo que este projeto explora a ideia de absurdo nele inscrita, partindo do reconhecimento de que vivemos um tempo de racionalismo tecnocrático e de geral mobilização para a produtividade, paradoxalmente ou talvez não, sustentado numa crescente infantilização dos indivíduos.

Assim entendido, o mito de Sísifo não é tanto uma oportunidade de afirmar, com Camus, que há uma consciência da agência individual que subsiste à ausência global de sentido da vida humana, mas constitui antes a matéria simbólica que permite defender a necessidade absoluta da actividade artística no enfrentamento das lógicas economicistas que procuram governar. Pois o exame do mito não revela o herói apenas inscrito na repetição de uma tarefa sem sentido mas dá-nos a ver alguém implicado num infindável processo de tentativa e falhanço.

De certo modo, este compromisso com um conjunto de instruções e regras tende para a experiência da exaustão e para o aparecimento de formas singulares da subjetividade, ganhando a dimensão de um potencial libelo à resistência. Trata-se, portanto, de um retrato de dispêndio gratuito e de excesso desnecessário que poderia muito bem ser o do artista enquanto jovem”.

Ficha Técnica: Criação e Interpretação: Alexandre Pieroni Calado, João Ferro Martins | Texto do Programa: José Miranda Justo | Voz Off: Imogen Watson | Música: João Ferro Martins | Arranjos no tema “Poeira”: FIlipe Raposo | Direcção Técnica e Desenho de Luz: André Calado | Produção Executiva e Comunicação: Marta Rema | Desenho de Comunicação: Miguel Pacheco Gomes

(Performance) (Duração) 60’ (Classificação) M/12 (Preço) 5€ (lotação limitada)

 

Em permanência:

 

Até dia 9 de junho, a Sala de Leitura Bernardo Santareno acolhe a Exposição

“A Natureza. Recortes” - técnicas da arte do papel e pintura, da autoria de Natércia de Almeida.

Natércia Bernardino Marques Mendes de Almeida é natural de Santarém (1941). É na sua terra natal que se inspira para as suas criações artísticas onde as cores quentes e os motivos naturalistas das paisagens reinterpretadas de forma criativa através de colagens e pintura mostram o efeito das cores, linhas e formas.

Ao longo do seu percurso artístico os seus trabalhos percorreram inúmeros locais no país com exposições individuais e coletivas. É autora de um livro de Poesia intitulado “Pintar as Palavras” edição do Município de Santarém em 1993, Ilustrou “História de uma mãe conto de Christian Andersen, 2008 e foi agraciada em 2001 com uma Menção Honrosa – Salão de Arte Motivos Ribatejanos – Casa do Ribatejo, Lisboa.

A exposição pode ser visitada, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00, e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

 

Até dia 17 de junho, o Bar-Galeria do Teatro Sá da Bandeira acolhe a Exposição/Instalação/Investigação | Para uma Timeline a Haver - genealogias da dança enquanto prática artística em Portugal, de Ana Bigotte Vieira, João dos Santos Martins. A Exposição pode ser visitada de quarta-feira a sábado, das 16h00 às 19h00. Em noites de espetáculo abre uma hora antes do mesmo.

“Construindo na galeria do Teatro Sá da Bandeira uma cronologia para a dança em Portugal, “Para uma Timeline a Haver” é um exercício coletivo de investigação e de sinalização de marcos relativos ao desenvolvimento e disseminação da dança como prática artística em Portugal nos séculos XX e XXI, com especial incidência na segunda metade do século XX”.

 

O Piano-Bar do Teatro Sá da Bandeira acolhe, até dia 17 de junho, a Exposição Dança do Existir - Retrospetiva em imagens do trabalho coreográfico de Vera Mantero. A Exposição pode ser visitada de quarta-feira a sábado, das 16h00 às 19h00. Em noites de espetáculo abre uma hora antes do mesmo.

“Cerca de 30 fotografias traçando o percurso da coreógrafa, das suas primeiras criações às mais recentes. A exposição integra ainda a consulta de registos videográficos de alguns dos trabalhos da coreógrafa. Fotos de lcino Gonçalves, Dirk Rose, Henrique Delgado, José Fabião, Jorge Gonçalves, João Tuna, Laurent Philippe”.

 

Até dia 30 de junho, visite o Arquivo Histórico Municipal-Mostra Documental

“Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

Pormenor do documento que identifica as receitas realizadas pelas promessas dos cidadãos da Vila de Santarém. De notar que  para a obra de S. Sebastião estas  foram registadas e recebidas pelo tesoureiro da câmara, Capitão, Francisco Gomes Botto.

As doações estão identificadas pelos seus autores e   o  Livro está assinado e rubricado por Francisco Soares de Aragão.

 

Até dia 30 de junho, visite a Exposição - Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, com destaque trimestral para uma obra da autoria da pintora Vieira da Silva: Primavera, serigrafia s/ papel, datada do século XX. A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

 

Até dia 12 de julho, visite a Exposição “Uma andorinha em três actos”, dinamizada pelo Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital Distrital de Santarém, no âmbito do Projeto "INcluir - OficINas para todos e para cada um", projeto cofinanciado pela Fundação EDP, através do programa EDP Solidária- Inclusão Social 2016, patente no Convento de S. Francisco.

A Exposição pode ser visitada de quarta a domingo, das 09h00 às 12h30. e das 14h00 às 17h30. O Convento de S. Francisco Encerra às segundas e terças-feiras e feriados.

 

São três momentos, em três espaços distintos. Como tal, só faria sentido se cada um deles fosse encarado como uma parte de um todo. Esse todo é o projeto “INcluir” em que se reuniu um grupo de pessoas que munidos de tintas, pincéis, lápis e sobretudo de uma tenaz vontade se lançaram sobre o branco da tela e do papel. O fundamento desta iniciativa é precisamente o de fomentar a capacidade da inclusão, entre o grupo e toda e qualquer pessoa que queira participar, eliminando estigmas e preconceitos, mostrando ao mesmo tempo que a tal “Arte” pode ser esse elemento unificador, o tal que quebra barreiras e muda o mundo.

 

Até final de junho, visite a Exposição - Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’- destaque trimestral para uma obra da autoria da pintora Vieira da Silva: Primavera, serigrafia s/ papel, datada do século XX. A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire.

“Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais”.

 

Até dia 30 de junho, visite a Exposição Bibliográfica “Vamos ler… Ana de Castro Osório”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00, e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

O mês de junho é dedicado a Ana Castro Osório, pela comemoração do 145º aniversário de nascimento

Escritora portuguesa especialista na literatura infantil, Ana de Castro Osório nasceu a 18 de junho de 1872 e faleceu a 23 de Março de 1935. Foi considerada a criadora da literatura infantil em Portugal e pioneira na luta pela igualdade de direitos entre homem e mulher.

 

Até dia 30 de junho, visite a Mostra Bibliográfica “150 anos da abolição da Pena de morte em Portugal (1867 - 2017)”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

 

Portugal deu o exemplo à Europa e ao mundo quando em julho de 1867 assumiu uma posição de vanguarda como pioneiro da Abolição da Pena de Morte em Portugal. Esta proposta foi na época avançada pelo Ministro Manuel Baptista tendo sido aprovada durante o reinado de D. Luís.

A consagração da Lei da Abolição da Pena de Morte contribuiu para a promoção dos valores da cidadania com enfoque nos Direitos Humanos e respeito pela Vida Humana. A reforma de 1867 alargou-se a todos os crimes civis tendo sido exceção a justiça militar que só com a implantação da República (1910) foi alargada a todos os crimes inclusive os militares.

Atualmente ainda assistimos em vários países do mundo às mais trágicas e notórias situações humanitárias dos direitos humanos com a prática da pena de morte. Relembramos e comemoramos tão notável efeméride com uma exposição bibliográfica sobre a temática em questão.

 

Até dia 7 de fevereiro de 2018, visite a Exposição “Santarém Cidade em Crescente”, na Casa do Brasil, em Santarém. Esta Mostra, que vai estar patente durante 9 meses, distribui-se por 10 espaços de Exposição, e apresenta 70 Peças, pertencentes ao espólio do Museu Municipal de Santarém, do Museu Etnográfico da Ribeira de Santarém, do Museu Municipal Carlos Reis de Torres Novas, do Museu Nacional de Arte Antiga e do Museu Geológico de Lisboa. Patente de terça-feira a sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

A Exposição apresenta-se como uma proposta de leitura do espírito do lugar (Genius loci), de modo a consubstanciar-se numa logomarca agregadora das estratégias culturais, sociais e económicas, do município.

Esta leitura parte de uma matriz identitária de base geográfica - mediterrâneo oriental – ‘crescente fértil, sublinhando a dimensão da memória da sua paisagem cultural (fertilidade - ‘paisagem da abundância’).

A exposição aborda temáticas diversificadas, muito ligadas com o fundo cultural da região, com destaque para a importância da agricultura: vinho, azeite e cereais, do touro e do cavalo, do rio e da lezíria. Explora, paralelamente, as vertentes simbólico-religiosas, particularmente as ligadas à fertilidade - ‘paisagem da abundância’, e interpreta a importância local, o simbolismo e a religiosidade das águas, presentes no mito de Santa Iria."

“Santarém Cidade em Crescente” combina objetos museológicos: Harpócrates, capitel árabe, pithoi fenícios, lucernas islâmicas, ânforas, talhas, arreios e selas, estelas medievais, etc, com imagens iconográficas e fotográficas e conta com três instalações de arte contemporânea de Carlos Amado, sobre O Sagrado e o Azeite, Fernanda Narciso, sobre o Rio e de João Maria, sobre Mãe Terra. Origem da Terra – Cromlek.

Esta iniciativa aposta fortemente na componente sensorial, experiencial e multimédia, em que se destacam três Projetos Multimédia: dois do Realizador Jorge Sá: “Tons da Terra” – Génese e simbolismos ancestrais da Humanidade e “Não se Es gota”- sobre a Água e o terceiro, “Aqui se ara”, de Diana Amado, que vão estar patentes e podem ser vistos, durante os 9 meses da exposição.

Carlos Amado e Luís Mata, técnicos da Câmara de Santarém, foram os autores deste projeto, a partir da investigação sobre a história de Santarém, realizada por Luís Mata. A coordenação desta exposição está a cargo de Carlos Amado.

À semelhança da exposição anterior – “Modos, Medos e Mitos”, esta exposição tem como objetivos gerais: assinalar o papel histórico das civilizações do mediterrâneo oriental (fenícios, sírios, árabes, judeus) na paisagem e na estrutura urbanística da Cidade; realçar a característica urbana da topografia de Santarém: Cidade de planalto (Móron = monte); sublinhar a importância da agricultura na economia regional, nomeadamente do vinho, do azeite, dos cereais e dos legumes, muitos deles introduzidos pelos povos do levante; acentuar o papel dos conhecimentos tecnológicos e da ação humana dos muçulmanos na criação de uma paisagem aluvionar (a lezíria de Santarém como o resultado de uma transferência tecnológica de uma agricultura característica das civilizações do crescente fértil e sua adaptação às características naturais locais: campos de lezíria antigos e modernos; consolidação dos mouchões, colmatagem contínua das terras sujeitas ao regime de cheias, fixação nos terraços fluviais embutidos desde o Paleolítico Inferior); reproduzir a dimensão cultural e mental do Tejo, com paralelos no mar Mediterrâneo, no Médio Oriente e no Norte de África; assinalar o convívio entre o Homem e o elemento água, num equilíbrio representativo de uma paisagem cultural (tal como Veneza ou o Nilo); a religiosidade e o simbolismo das águas: Santa Iria, fertilidade, etc (tal como o Nilo, o Tejo tem um regime hídrico de cheias regulares – ‘crescidas’ – que vão garantindo a reposição da fertilidade do solo e o consequente sucesso da instalação das populações, bem como destacar a importância cultural e simbólica do cavalo e do touro (cornos=crescente).

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, com destaque para o Relógio Solar da Torre, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Segmento de fuste de coluna com altos-relevos nas duas faces opostas. Numa encontra-se o brasão oitocentista das armas da Vila de Santarém e na outra em quadrante solar, vertical e retangular sem estilete, com orientação a meridional (quadrante meridiano). O relógio de sol encontra-se datado e a numeração das partes do dia (horas) foram insculpidas em capitais romanos, pelo processo de sulco, na sequência das linhas divisórias.

O brasão de Santarém, documentado na sigilografia desde 1246, encontra-se presente em vários testemunhos da arquitetura civil, como a ponte de Alcorce, o Chafariz de Palhais ou das Figueiras, o padrão de Santa Iria ou a Fonte da Junqueira. Testemunhando o domínio da propriedade municipal, a partilha de despesas entre o município e a coroa, a ostentação ou a comemoração dos seus emblemas (o castelo e o rio e escudetes régios), ele constitui uma fonte essencial para a história concelhia e para a identidade das suas populações no tempo e no espaço”.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

“Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

 

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:43
link do post | comentar | favorito

Câmara de Santarém e forças vivas do Concelho voltam a dar as mãos no Verão In. Str... é um espanto

unnamed

 

 

A Câmara de Santarém e as forças vivas do Concelho, voltam a dar as mãos no Verão In. Str... é um espanto!, apresentado ontem, dia 1 de junho, ao final da tarde, em conferência de imprensa na EPVT – Escola Profissional do Vale do Tejo, que contou com a presença de Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, e dos vereadores, Susana Pita Soares, Inês Barroso e Luís Farinha.

 

A apresentação esteve a cargo de Susana Pita Soares e de Nuno Domingos, Técnico Superior da Câmara de Santarém e responsável pelo Projeto “Verão In. Str... é um espanto!”, que tem como objetivos, a afirmação de Santarém como espaço de cultura, a Inclusão da População, dos Agentes Culturais, Sociais, Económicos e Visitantes, o território em que decorre; o Centro Histórico de Santarém que, este ano se estende à Ribeira de Santarém; a aposta no reforço e valorização dos recursos culturais da Cidade, na sua viabilização económica, e no reconhecimento dos seus contributos para a construção da coesão social, e da sustentabilidade do território.

Este projeto é FEITO EM SANTARÉM, através da prática de gestão cultural participada e pretende também, fortalecer a atratividade turística da Cidade, através da valorização de vivências culturais identitárias.

 

O Verão In. Str... é um espanto! vai decorrer de 21 de junho a 23 de setembro, e conta com o patrocínio dos agentes culturais da Cidade, da empresa Municipal Viver Santarém S.A., das Águas de Santarém, parceiro desde a primeira hora, da ERTAR - Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, da União de Freguesias da Cidade de Santarém, da Rodoviária do Tejo e da INATEL.

 

No dia 21 de junho, às 21h30, tem lugar o Espetáculo de Abertura do In.Str, “NERVOS DE PAPEL”, organizado pelo Veto Teatro Oficina, do Círculo Cultural Scalabitano, e que também conta com a participação dos alunos do Cursos de Artes do Espetáculo, da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado. O espetáculo que apresenta como mote "O que aconteceria se todos os pedaços de papel que escrevemos e mandamos fora, sem coragem de os entregar, se unissem?", tem início na Praça marquês Sá da Bandeira (Largo do Seminário), prossegue pela Rua Serpa Pinto, Praça Velha, Av. 5 de outubro e culmina no Auditório do Jardim Portas do Sol.

A Festa prossegue com um Brinde Solsticial a Santarém, ao Verão e à Iniciativa Verão In.Str, com o apoio do Restaurante TEJÁ e Adega Cooperativa de Alcanhões.

 

No âmbito do In.Agenda, o Cineclube de Santarém continua a colaborar e organizar sessões de Cinema, em que o realizador escolhido é Nanni Moretti. Nesta edição, as sessões passam a decorrer no antigo Pátio da Caravana, que vai designar-se de Pátio 102, às quartas feiras. Às terças, há Cinema na Ribeira de Santarém.

 

Nesta edição, a CP volta a ajudar na divulgação e oferece descontos de 30%, nas viagens de ida e volta para Santarém. A ACES – Associação de Comerciantes e Empresários de Santarém, junta-se à iniciativa, de modo a que os comerciantes reforcem a sua participação. O IPDJ – Instituto Português de Desporto e Juventude, a PAULETRÓNICA, que volta a ceder equipamentos essenciais ao desenvolvimento deste projeto e a colaborar na sua divulgação, através do som de rua que vai ser instalado na Cidade, a EDP; que este ano tem um papel muito importante no projeto associado à Fotografia, e a DECATHLON, que também se junta à iniciativa, através da animação desportiva.

 

O Projeto Verão In. Str... é um espanto!, conta como linhas de força na sua programação, o In. Agenda, que se mantém nos palcos tradicionais: Praça Sá da Bandeira, Largo do Padre Chiquito, Largo Visconde Serra do Pilar e os dois auditórios do Jardim Portas do Sol. Nas linhas mestras de programação estão o Teatro, o Cinema, a Música: Erudita, Sacra, POP, Rock, Popular e Jazz, a Dança e a Animação, bem como a aposta de dar lugar e visibilidade aos novos artistas de Santarém.

 

Ao nível do In. Artes, as Lojas/galerias mantêm-se nesta componente do projeto, embora com a novidade de se aumentar a rotatividade dos artistas expostos em cada loja.

João Cutileiro vai apresentar uma exposição de fotografia no Palácio Landal, desde final de julho até final de agosto.

Ao nível da Fotografia, a Loja/galeria In. Focus, volta a ser assegurada por um coletivo de Fotógrafos Amadores de Santarém, que este ano, em colaboração com os Fotógrafos do Ribatejo, vão preparar a exposição “Caminhos das Artes”, em que vão ser apresentadas 60 fotografias, que obedecem ao tema: Ribatejo.

As fotos vão ser ampliadas para grandes dimensões e vão ser expostas nas varandas das Ruas Capelo e Ivens, Guilherme de Azevedo e Serpa Pinto.

 

As caixas de rua da EDP vão ser pintadas por jovens da nossa Cidade, com coordenação da professora Ana da Silva, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém.

 

No âmbito do In.Movimento, vão decorrer Aulas abertas de Movimento, às segundas, quartas e sextas-feiras, no Largo do Padre Chiquito, em colaboração com 6 Ginásios da Cidade: Academia 100%, Visual Fitness, Fitness Club, Ginásio Xls, PowerTone Fitness e Twins fitness Station.

 

A AMA – Associação Movimento Aberto e a Federação Portuguesa de Yoga, organizam e oferecem, todos os sábados de manhã, no Jardim Portas do Sol, aulas de Yoga para toda a Família, e também, Yoga para crianças.

 

A animação desportiva para Crianças, vai estar a cargo da Decathlon, todos os sábados de manhã, no Jardim Portas do Sol.

 

No âmbito do In. Sabor, a par da iniciativa “Pombinhas de Santarém”, que vai decorrer durante todo o Verão, em vários cafés e pastelarias da Cidade, com parceria da Compal e da Nobre, a Cidade volta a receber o Festival de Street Food, no último fim de semana do mês de julho, nos dias 28, 29 e 30, no Jardim Portas do Sol. O festival, que este ano é subordinado ao tema “Comidas do Mundo”, é organizado por Maria João Botas, e conta com carrinhas com comidas dos quatro cantos do Mundo, com o apoio da Estrella Damm, e com o “Sound Set Feast”, que se cruza com este festival, e é organizado por uma nova associação “Em Nome da Rosa”, que conta com pessoas de Santarém, que trabalham e vivem em Santarém.

 

De 4 a 13 de agosto, decorre a Campanha Gastronómica “Tomate Azeite & Alho”, num formato mais concentrado, e que vai estar patente nos restaurantes de Santarém

 

No âmbito do In. Downtown, os estabelecimentos comerciais do Centro Histórico vão estar abertos à noite, todas as quintas feiras, do mês de julho e vão contar com uma apresentação simultânea de espetáculos e ações de animação, em praticamente todo o Centro Histórico do planalto, com iniciativas como: música, circo, magia, dança do ventre, taças tibetanas, arruadas e festa.

 

No In. Tradição, graças à parceria com o INATEL, para além de outras ações, vai haver animação no Centro Histórico, todos os sábados de manhã, com a vinda do campo à cidade, que nos traz Jogos tradicionais, música, recriações etnográficas, gastronomia tradicional, a par do “Popular INATEL na Rua”, que nos vai oferecer produções culturais de várias artes performativas.

 

Em termos de In. After hours, o projeto volta a contar com a participação mais alargada dos Bares, a possibilidade de promoções, a par duma programação musical, já organizada por estes espaços.

 

No In. Cidade, voltam as Visitas Guiadas temáticas, mensais, aos sábados de manhã, desenvolvidas pela Guia-Intérprete Vera Duarte, a par do “Viva Santarém”, com visitas guiadas à Cidade, sempre à terça-feira e uma visita mensal ao Museu Diocesano, bem como à Casa do Brasil.

 

Graças à parceria e apoio da rodoviária do Tejo, o Mini Bus volta a circular no Centro Histórico, de 5 de julho até final do mês de agosto, com visitas comentadas à Cidade.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:21
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 1 de Junho de 2017
Almoço CDU em Mação

unnamed (2)

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:45
link do post | comentar | favorito

Dia Nacional das Colectividades

unnamed (1)

 

No dia 31 de Maio a LASBF esteve presente na Assembleia da República nas cerimonias do Dia Nacional das Coletividades e 93º Aniversário da CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLECTIVIDADES DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO. Por proposta da nossa associação a União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais foi uma das distinguidas com o prémio " Associativismo na Informação Autárquica 2017" pelo trabalho desenvolvido pelo Jornal Ribeira Verde.
O primeiro momento foi dedicado à Legislação Associativa, onde contámos com a presença do Senhor Presidente da AR – Dr. Ferro Rodrigues e dos Senhores Deputados dos Partidos com representação parlamentar.
Depois de um momento dedicado à entrega de Galardões e Distinções pela Confederação a entidades e personalidades, destacamos também a entrega do Galardão Instrução e Arte à Assembleia da República .Houve ainda oportunidade de apreciar um breve momento cultural .
A Liga de Amigos esteve representada pelo seu Presidente da Direcção Jorge Santos e pelo Presidente da Assembleia Geral Carlos Marques. A União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais esteve representada pelo seu secretário Abílio Rodrigues .



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:44
link do post | comentar | favorito

Contagem decrescente para a edição 2017 do Rali Vila Medieval de Ourém

unnamed

 

A edição de 2017 do Rally Vila Medieval de Ourém  vai para a estrada já este fim-de-semana de 3 e 4 de Junho e é pontuável para o Campeonato Regional Centro Jorge Amorim. A prova conta com algumas novidades face ao ano anterior: a dupla passagem pela nova especial designada 'Agroal' com uma distância de aproximadamente 12 quilómetros com inicio junto ao apeadeiro de Seiça e final junto á Madeca na EN 356 em Pisões - Caxarias. Outra das novidades será o facto de a Super Especial na zona do mercado em Ourém ser feita duas vezes. A especial Olival/Óbidos não vai sofrer qualquer alteração em relação á edição de 2016. O centro Operacional do Rali, o inicio e o final serão no Centro de Negócios de Ourém. A prova está há vários meses a ser delineada e promovida pelo Olival Motorizado com o intuito de se tornar um sucesso para todos aqueles que a vão integrar mas também para o muito público que é esperado.

Como aliciante a presença de Rui Madeira pilotando um dos veículos de segurança e de Elizabete Jacinto no Padock do rali.

Dia 3 Sábado:
21h00 – Super Especial 1 – (Ourém - Zona do Parque Linear/Mercado)

Dia 4 Domingo
10h00 – Agroal 1
10h45 – Olival 1
14h00 – Agroal 2
14h45 – Olival 2
16h00- Super Especial 2 – (Ourém - Zona do Parque Linear/Mercado)



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:42
link do post | comentar | favorito

Assembleia Geral da NERSANT aprovou contas da associação

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, convocou todos os seus associados para a sua Assembleia Geral, que se realizou na sede da associação, em Torres Novas, no dia 29 de maio, pelas 17h00. Na reunião, foi aprovado o Relatório e Contas de 2016, bem como a proposta da direção para a aplicação de resultados.

Na reunião da Assembleia Geral, a Presidente da Direção da NERSANT iniciou a reunião dando a conhecer aos associados presentes a extensa atividade da associação no ano de 2016, com especial destaque para o empreendedorismo, com a inauguração da Startup Santarém e a continuidade do trabalho de apoio aos empreendedores que pretendem constituir empresas na região do Ribatejo, e para o trabalho de apoio à internacionalização das empresas, com enfoque nas missões empresariais, que levaram dezenas de empresas a mercados identificados como pertinentes pelos sócios da NERSANT, e ainda no NERSANT Business – Encontro Internacional de Negócios do Ribatejo que contou na edição de 2016, com a participação de 26 delegações estrangeiras.

Em destaque esteve também o reforço da capacidade associativa da NERSANT, que integrou no ano transato mais 122 empresas na sua massa associativa, num total de cerca de 2500 sócios no final de 2016, bem como realizou reuniões com 1039 empresas. Quanto às candidaturas submetidas pela NERSANT, a Presidente da Direção da associação informou os presentes que foram aprovados até ao final do ano passado, 14 projetos.

Após a resenha da atividade da NERSANT ao longo de 2016, e respeitando a ordem de trabalhos da convocatória da Assembleia Geral, o Relatório e Contas referente ao ano de 2016 foi aprovado por unanimidade, assim como foi também aprovada a proposta da direção para a aplicação de resultados, cujo valor ronda os 133 mil euros.

No âmbito do terceiro ponto da ordem de trabalhos, “Proceder à apreciação geral da Direção e fiscalização da associação”, um dos associados presentes enalteceu o excelente trabalho levado a cabo por esta Direção em 2016, tendo proposto um voto de louvor à mesma, que ficou aprovado por unanimidade.

 

Médio Tejo já pode candidatar-se ao SI2E

Depois da região da Lezíria do Tejo ter visto abertas candidaturas ao SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego, é agora a vez do Médio Tejo beneficiar deste apoio. Com o objetivo de apresentar o incentivo às empresas desta localização, a NERSANT vai realizar sessões de esclarecimento em Torres Novas, Abrantes e Ourém. As inscrições são gratuitas

O SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego já tem candidaturas abertas para a região do Médio. A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, à semelhança do que aconteceu aquando da abertura de candidaturas para a Lezíria do Tejo, vai agora realizar sessões de esclarecimento em relação ao mesmo, para que as empresas possam desde já começar a preparar os seus investimentos.

O referido sistema de incentivos pretende estimular o surgimento de iniciativas empresariais e a criação de emprego em territórios de baixa densidade e por essa via promover o desenvolvimento e a coesão económica e social do país. Apoia, assim, a criação de micro e pequenas empresas ou a expansão ou modernização das mesmas.

Não se aplicando exclusivamente aos territórios de baixa densidade, o SI2E favorece através de majorações específicas os investimentos neles realizados e sobretudo cria condições para uma maior dinâmica empresarial ao ajustar tipologias de projetos às condições reais das micro e pequenas empresas do interior.

O SI2E apoia investimentos até 235 m€ (100 m€ nos DLBC - Desenvolvimento Local de Base Comunitária), para a criação líquida de postos de trabalho e investimentos em máquinas e equipamentos, informática, marcas, planos de marketing e pequenas obras de remodelação.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:39
link do post | comentar | favorito

Jogos com Freguesias

unnamed

 

A Viver Santarém E.M S.A, em parceria com a Câmara Municipal de Santarém vai levar a cabo no Parque Aquático Municipal de Santarém, nos dias 09, 23 e 30 de junho, os “Jogos com Freguesias”, jogos criados à imagem dos “Jogos sem Fronteiras”.

 

Para a realização deste desafio, a entidade organizadora ,conta com a participação de 8 equipas representativas das Freguesias/União de Freguesias ou Associações do Concelho de Santarém.

Os jogos terão inicio às 09h30.

No dia 9 de Junho, inicia-se o desafio, com eliminatórias nos dias 09 e 23 de Junho, e a final no dia 30 de Junho.

Os “ Jogos com Freguesias” têm como principais objetivos promover um grande convívio desportivo no Parque Aquático, onde o desporto e a diversão vão andar de mãos dadas.

A diversão está garantida!



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:19
link do post | comentar | favorito

Azambuja entrega bolsas de estudo e de mérito

 

O Município de Azambuja vai realizar, no próximo dia 02 de junho, no Auditório Municipal, a cerimónia de entrega de Bolsas de Estudo e Bolsas de Mérito. A sessão está marcada para as 18h15 e conta com a presença do Presidente da Câmara Municipal – Luís de Sousa, e do administrador da empresa CLC – José Sepodes.

 

Este programa tem vindo a ser praticado ao longo dos últimos anos com os objetivos gerais de reconhecer o desempenho dos alunos com melhores resultados, por um lado, e incentivar e apoiar estudantes pertencentes a agregados familiares com insuficiência económica, por outro. O município pretende, com este instrumento, promover a formação académica e o aproveitamento escolar dos jovens, contribuir para o incremento de quadros superiores no Concelho de Azambuja, procurar esbater a desigualdade no acesso a boas condições de ensino e, ainda, premiar o desempenho dos que alcançam a excelência com o seu trabalho.

 

De acordo com as normas deste programa municipal de incentivo, nos âmbitos da Educação e da Juventude, a bolsa de estudo destina-se a ajudar jovens de agregados familiares de menores recursos, enquanto as de mérito visam premiar os que obtenham uma classificação média igual ou superior a 15 valores. Foram contemplados pela frequência ou ingresso no ensino superior 13 alunos mais 2 a frequentar o mestrado, cada um deles com a bolsa de estudo no valor de 600,00 euros, um investimento assumido pela autarquia como forma de apoio a estudantes de agregados familiares com rendimento per capita inferior a 400,00 euros e que tiveram aproveitamento escolar no ano anterior.

Na vertente Mérito – patrocinada pela empresa CLC, Companhia Logística de Combustíveis, através de protocolo com o município – serão contemplados quinze estudantes, cada um com uma bolsa de 1.000,00 euros.

A cerimónia terá um momento de animação com a participação do Coro da UTICA (Universidade da Terceira Idade do Concelho de Azambuja).



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:17
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

SUSPENSÃO DO ABASTECIMENT...

Município e Associação de...

Plano de formação da NERS...

Planos regressa a Tomar c...

Parada de Natal abrilhant...

Inaugurado o primeiro Fes...

CARTAXO TERRA DE NATAL

“Natal Aqui!” em Azambuja...

Já cheira a Natal. Está q...

CRÉDITO AGRÍCOLA COM RESU...

Empreendedores preparam-s...

Eventos socioculturais di...

Exposição de Presépios da...

Chamusca recebe ator bras...

Torres Novas – prisão pre...

Startup Santarém dá a con...

Musical Infantil “O Capuc...

Avisan recebeu 20.000 vis...

Ação "Capacitação para o ...

PROGRAMA COMÉRCIO DIGITAL...

6º Passeio Solidário da B...

CAMINHO ENCANTADO ACOLHE ...

Mercado de Natal na Chamu...

Co:Lateral de Né Barros e...

Ourém - Pulseira eletróni...

Escola Municipal de Nataç...

Município da Chamusca dis...

LANTERNA ENCANTADA ILUMIN...

Município de Tomar entreg...

CONSTRANGIMENTOS E EVENTU...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds