NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 5 de Junho de 2018
CARTAXO ASSINALOU DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

NA CIDADE DAS CRIANÇAS A IMAGINAÇÃO É QUEM MAIS ORDENA

  • A Câmara Municipal em parceria com empresas, associações, comerciantes e coletividades, fez fazer nascer uma cidade no centro do Cartaxo.

 

  • Dar largas à imaginação, rir e dançar, correr atrás de bolas, desenhar sonhos, fazer cara de herói ou de leãozinho feroz, andar no ar em cordas fininhas, acertar em alvos difíceis ou falar com gigantes de pernas de pau, foram apenas algumas das muitas obrigações que os pequenos e jovens habitantes cumpriram com o máximo rigor.

 

No Cartaxo, o Dia Mundial da Criança foi celebrado com uma cidade feita para gente pequenina, mas que acabou por receber largas e largas centenas de visitantes de todas as idades. Como é normal em qualquer cidade, a agitação começou bem cedo e, apesar de ser sábado, não houve descanso para ninguém, nem para os pequenos habitantes que trouxeram pais, tios, avós e amigos pela mão, nem para os construtores da cidade – músicos de todos os géneros, agentes de segurança, chefs de cozinha, professores de equitação, profissionais de saúde, locutores de rádio, artistas, jornalistas, arquitetos, ourives fazedoras de joias ou farmacêuticas, cientistas, educadores de infância, criadores de cavalos ou professores de equitação, associações de defesa dos animais e do ambiente.

 

Assim foi o dia 2 de junho no Cartaxo – mais de quatro centenas de voluntários de empresas, associações e coletividades, todos ao serviço de uma cidade para a infância e mais de duas mil crianças e jovens a celebrar a alegria de poderem ser tudo o que quisessem.

 

Nada faltou no dia agitado da cidade – o trânsito estava caótico na pista de bicicletas e os patinadores andavam muitos velozes, a fila na “repartição” de passaportes era muito pequena e todos eram muito simpáticos, mas uma criança nunca gosta de esperar. Por isso, havia muito por onde libertar o stress – uma grande torre de onde saltar, fogos para apagar, bombeiros preparados para lançar meninos (em segurança!) ao ar, livros para descontrair, para ler e para levar para casa, milhares e milhares de peças Lego para construir devagarinho e abraços para ganhar da Minnie, do Pato Donald, do Coelhinho Mágico e do Pafi.

 

O espaço central da cidade, a zona do coreto, recebeu quase duas dezenas de pequenos e fantásticos espetáculos culturais e desportivos. Desde a abertura da cidade que, este ano foi protagonizada pela Banda da Sociedade Filarmónica Cartaxense, a animação nunca mais parou, na verdade, já o sol começava a dar sinais de querer encerrar o dia e ainda o público aplaudia as últimas apresentações – houve bandas filarmónicas, karatecas, folclore, acordeões, cantores, dançarinas e dançarinos de muitos estilos, houve zumba e até houve uma tuna universitária. Foi um não parar de eventos culturais e desportivos, sempre com casa cheia pronta para apreciar e aplaudir.

 

Entre um e outro espetáculo, muitos saltos no castelo, no caracol ou no dálmata – três insufláveis sempre a abarrotar de risotas e alegria –, alguém tinha de ir trabalhar, mais que não fosse para mostrar aos pais que todas as crianças são merecedoras de um baldinho de pipocas, ou de uma nuvem de algodão doce.

 

E para dar trabalho aos mais pequenos, lá estavam muitos profissionais credenciados e preparados para criar postos de trabalho – era só escolher se se queria tomar conta de bebés, arrancar dentes, fazer remédios e cremes de beleza, entrevistar gente famosa na rádio, ser cantor de sucesso, cientista, modelo de passerelle, costureira, polícia, guarda ou bombeira, artista plástico, atleta, ciclista, cavaleiro ou futebolista. Uau, que trabalhar tanto cansa.

 

Cansa e dá fome, por isso a cidade ofereceu ainda bolachinhas deliciosas, sumos e panquecas saudáveis e muitos lanches em saquinhos especiais foram oferecidos ao longo de todo o dia – mais de mil pãezinhos com fiambre ou queijo, mais de mil peras ou maçãs, muita água com e sem sabores, para matar a sede e dar energia para um dia que acabou com uma passagem de modelos. Um tapete vermelho foi estendido para dar passagem a tecidos de todas as cores, crianças muito profissionais e uma causa solidária – foi tudo o que foi preciso para mostrar o trabalho voluntário das costureiras que passaram o dia à volta das agulhas e das linhas. Agora, é só enviar as roupinhas para meninas e meninos a quem fazem muita falta.

 

Mas como as cidades à séria nunca dormem, ainda houve um tempinho para dar um salto ao Centro Cultural do Cartaxo e assistir a um último espetáculo musical – meninos e meninas cantaram e tocaram para uma sala cheiinha de público. Que belo modo de relaxar da agitação da cidade. E assim, com música na imaginação, regressaram os pequenos e jovens habitantes ao mundo dos adultos – felicidades e até para o ano!



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:12
link do post | comentar | favorito

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA “CONJUGAÇÕES” DE LUÍS FILIPE

Exposicao de fotografia

 

A Praceta da Alegria, no Parque Verde do Bonito do Entroncamento recebe no dia 10 de junho, domingo, entre as 9h00 e as 19h00, a exposição de fotografia de Luís Filipe.

 

Esta exposição será composta por 24 fotografias, captadas em vários locais do país, retratando alguns eventos e festividades, umas participantes em alguns concursos fotográficos e outras apenas pelo gosto de fotografar e guardar momentos.

 

Algumas destas fotografias já obtiveram prémios em concursos fotográficos em várias localidades, onde Luís Filipe participa desde 1982. Em 1983 obteve a primeira distinção, no Centro Cultural Regional de Santarém, com a Foto “O Fogueteiro”, classificada em 2º lugar.

 

Para ornamentar estas fotos com molduras de um modo simples, barato e artístico, optou por fazer, molduras artesanais, todas diferentes e com materiais recolhidos em sucata de ferro, a maioria deles sem préstimo, mas que no final acabam por dar às fotos um toque de requinte, que na sua opinião pessoal resulta e combina muito bem.

 

A entrada na exposição é livre, e irá contar com uma atividade lúdica, um “FOTOPAPER”- limitado a 20 participações. Consistirá na distribuição de um questionário que os interessados preencherão com os dados que vão recolhendo junto de cada foto ao longo da visita. Cada participante que preencha corretamente o questionário, receberá um simbólico brinde surpresa.

 

A Câmara Municipal apoio esta iniciativa levando deste modo a arte a outros pontos da cidade.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:10
link do post | comentar | favorito

CENTENAS DE ALUNOS COMEMORAM DIA DO AMBIENTE COM AR E DECO

DSC_2108

 

 

Mais de seiscentos alunos de todas as idades participaram no DIA ABERTO promovido pela ÁGUAS DO RIBATEJO em parceria com a DECO, com os municípios e escolas que integram os sistemas de abastecimento de água e saneamento.

A iniciativa integrada nas comemorações do DIA MUNDIAL DO AMBIENTE, que se assinala nesta terça-feira, 5 de junho, começou logo pela manhã com visitas dos alunos do 1º ciclo, ensino profissional e universidade sénior aos equipamentos de tratamento de água e de águas residuais.

Na Estação de Tratamento de Água ETA de Salvaterra de Magos vários foram os alunos que se mostraram surpreendidos com a dimensão da estação e as funções dos equipamentos que tratam a água após a captação. É a partir da ETA que a água entra na conduta distribuidora que a leva às casas e escolas dos alunos. “Já com quase 80 anos, estou a saber agora como tratam a água. Desconhecia estes processos. Agora estou mais informada e acredito mais na qualidade da água que bebo”, explica uma das alunas da Universidade Sénior do Município de Salvaterra de Magos.

Ao lado Nuno e Joana brincam com os balões que receberam depois de uma visita a um reservatório gigante. “Esta água dava para milhares de pessoas em todo o mundo”, atira Nuno, apontando para um dos reservatórios que abastece Salvaterra de Magos e Foros.

 

Em Coruche, os alunos do pré-escolar e jardins de infância aprenderam o ciclo da água de uma forma didática e divertida. As ações promovidas pela DECO e AR, no âmbito da iniciativa Escola em Festa, sensibilizaram para a importância da água e para a necessidade de a usarmos com moderação.

Suzana Pestana da DECO realçou a importância de formar consumidores responsáveis a partir das escolas porque as crianças são a forma mais simples e direta de chegar às famílias.

Ali bem perto, alunos da Escola Profissional de Coruche visitaram a Estação de Tratamento de Águas Residuais de Coruche. A ETAR foi a primeira de um conjunto de 10 construídas no concelho de Coruche nos últimos 10 anos. Margarida Sousa, responsável pelo gabinete de qualidade da AR, destacou a eficiência do tratamento evidenciada nos indicadores das análises da qualidade da água após tratamento.

Durante a tarde, o auditório da Escola Profissional de Salvaterra de Magos encheu para debater boas práticas no consumo de água. Alunos e professores foram alertados para a necessidade de preservar um bem precioso. “O valor da água está acima do ouro e do petróleo porque sem água não vivemos e podemos viver sem ouro e sem petróleo” revelou Miguel Carrinho, Diretor Financeiro da Águas do Ribatejo. 

Osvaldo Nunes, economista e professor na EPSM defendeu que a água em Portugal é barata se compararmos com o preço de outros bens de consumo. “Achamos que a água é cara, mas todos pagamos muito mais pela fatura da internet. E o que é mais importante? Sem água não vivemos”, disse o docente que defende que deverá haver uma sensibilização reforçada nas escolas para aprendermos a valorizar a água não pelo seu preço, mas pelo valor fundamental e imprescindível para a vida.

 

“A água está em toda a nossa vida. Quando comemos um tomate 95% do seu volume é água, quando compramos umas calças ignoramos que foram gastos milhares de litros de água para as produzir, concluiu.

 

Em jeito de conclusão, Suzana Pestana da DECO alertou que é o momento de revermos os hábitos de consumo e a nossa pegada hídrica optando por soluções que reduzam o consumo da água de modo a garantir a sustentabilidade e o equilíbrio do Ciclo Urbano da Água.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:08
link do post | comentar | favorito

Feira Nacional de Agricultura debate o sector com ampla participação internacional

Feira Nacional de Agricultura debate o sector

com ampla participação internacional

 

 

55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo, evento que decorre até ao próximo dia 10 de junho, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, e que tem como temática central o “Olival e Azeite”, foi hoje palco de nove debates que registaram uma adesão assinalável e que contaram com participações internacionais.

 

Uma grande moldura humana esteve hoje presente no Auditório do Centro Nacional de Exposições para assistir à conferência “A Contabilidade e Gestão na Atividade Agrícola”, uma organização da CAP e da OCC. Durante o debate discutiram-se matérias relacionadas com a contabilidade, a fiscalidade e a agricultura como os benefícios fiscais ou o novo Regime Contributivo dos Trabalhadores Independentes que contou com a participação da Secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Sampaio.

 

Nesta área de debate realce também para a Sessão de Esclarecimento promovida pela CAP “PME e as novas Regras Contabilísticas” que pretendeu elucidar os interessados sobre os “Pedidos de Reembolso”, a “Organização dos Dossiers” ou o “Registo Contabilístico”.

 

Fazer o balanço da campanha da cortiça de 2017 e perspetivar o ano de 2018 foi o mote para a realização do Seminário Anual da Fileira da Cortiça - "Mercado da Cortiça", organizado pela UNAC durante o qual também se discutiu a evolução e a tendência dos mercados mundiais da rolha de cortiça.

 

O Workshop “Galinhas Portuguesas na Agricultura Sustentável”, organizado pelo INIAV e AMIBA, contou com bastante adesão e teve o intuito de divulgar as Raças Autóctones Portuguesas - Amarela, Branca, Pedrês Portuguesa e Preta Lusitânica -, e simultaneamente abordar os sistemas de produção e as regras para a comercialização dos produtos.

 

A Evolução e a História das Lãs Portuguesas, os desafios para o mundo rural e o impacto no mercado estiveram em debate no seminário “O Futuro das Lãs Portuguesas”. No colóquio organizado pela CAP e pela DGAV, além do debate, uma mostra de vários tipos de lãs esteve em exposição para os interessados na temática.

O objectivo do seminário “Impacto do Regime de Pagamento Base (RPB) foi debater a aplicação deste instrumento nos vários estados membros com alguns países da União Europeia e traçar caminhos para o futuro. A discussão contou com a participação de Pierre Bascou, Diretor Geral da Comissão Europeia, que trouxe até Santarém as mais recentes informações da Política Agrícola Comum. Neste colóquio estiveram também presentes dirigentes associativos vindos de vários países como Alemanha, Espanha, França, Grécia e Itália.

 

Os efeitos e consequências da mais recente lei da “Sáude Animal” foi o mote do debate realizado hoje pela CAP e DGAV e que teve como tema “Nova Lei da Saúde Animal. Impactos na Exploração Pecuária”.  Este diploma pretende reforçar as normas de saúde e segurança para toda a cadeia agro-alimentar e irá ter impacto nas explorações em casos como a identificação, o registo ou a circulação animal.

 

O Impacto da Sustentabilidade Agrícola no novo Ciclo de Reforma da Política Agrícola Comum esteve em destaque na “Apresentação dos Projetos Good Growth Plan” (Org. Syngenta e CAP), uma iniciativa que pretende trazer maior segurança alimentar de uma forma ambientalmente sustentável a um mundo com uma população crescente.

 

Ainda nesta área decorreu também o “1º Encontro do Conselho Científico do Clube de Produtores Continente: Produção e Consumo Responsáveis” com incidência no “Direito Humano à Alimentação Adequada”, o “Valor Real da Alimentação” ou a “Qualidade de Alimentos”.

 

Prazer de Provar

 

Na Nave A destacou-se hoje a ação “Prazer de Provar….Premiados”, iniciativa que visa dar visibilidade aos premiados dos Concursos Nacionais que estão em exposição.

Estas competições foram realizadas em prova cega e tiveram como objetivo estimular a produção de qualidade, dar a conhecer os melhores produtos nas diferentes regiões do país, incentivar o seu consumo e promover o encontro de produtores, empresas, técnicos e apreciadores.

 

Visitas Oficiais

 

A Feira Nacional de Agricultura marca sempre a agenda politica. Hoje a Feira Nacional de Agricultura contou com a presença da Comissão de Agricultura e Mar, do Secretário Regional da Madeira, Humberto Vasconcelos,  e do Presidente do CES, Correia de Campos, que estiveram em contacto com muitos dos expositores presentes.

 

06 de junho, quarta-feira

 

Amanhã, Dia do Município da Chamusca”, o ciclo de Conferências “Conversas de Agricultura” volta a estar na ordem do dia com a realização de vários seminários e colóquios.  Na Nave A, no Salão Prazer de Provar, destacam-se as ações de Cozinha ao Vivo enquanto no exterior os Treinos de Forcados e a Animação Tradicional complementam o programa.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:07
link do post | comentar | favorito

Galeria Municipal acolhe a exposição de fotografia “Desporto y Arte”

Exposicao artes visuais 11º ano

 

 

Alunos do 11º ano do Curso Profissional de Técnico de Desporto divulgam o lado estético do desporto

 

A Galeria Municipal do Entroncamento, acolhe entre os dias 9 e 14 de junho, a exposição de fotografia “Desporto y Arte” dos alunos do 11º ano do Curso Profissional de Técnico de Desporto da Escola Secundária do Entroncamento.

 

Sob a objetiva atenta de Filipe Estriga e Rita Vivas e com o apoio dos representantes dos encarregados de educação e do Município do Entroncamento, os alunos apresentam nesta exposição, um projeto de imagem, no qual o desporto surge como uma evidência que suscita registos de grande beleza, promove espaço para a criatividade, estimula a harmonia do corpo com o esforço, visando a perfeição de execução, educa a estética disciplinando os movimentos e fortalece a mente, através da técnica colocada na execução.

 

Assim, esta exposição dá a oportunidade a quem a visita de poder alimentar a ideia de que o desporto é arte, através da elevada estética dos trabalhos apresentados, que permitem observar uma perspetiva diferente do desporto através de novos olhares e novas sensações.

 

A exposição tem entrada livre e estará patente de terça-feira a domingo entre as 15h00 e as 19h00.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:47
link do post | comentar | favorito

Rancho da Casa do Povo de Aveiras de Cima promove festival de folclore

 

 

O Rancho Folclórico da Casa do Povo de Aveiras de Cima realiza, no próximo dia 09 de junho, a edição 2018 do seu festival anual de folclore. O evento intitula-se “Um dia de Tradições” e animará a tarde e noite de sábado no espaço do parque de estacionamento anexo à Escola Básica e à Junta de Freguesia.

 

A iniciativa vai arrancar pelas 15h30, com vários jogos tradicionais e atividades ilustrativas de outras épocas. No recinto, não faltarão bons petiscos, que vão dos couratos, caracóis e moelas até ao porco no espeto. A partir das 21h30, será a vez do folclore proporcionar a todos uma mão cheia de demonstrações das danças e cantigas típicas de várias regiões de Portugal. Oportunidade para apreciar, por exemplo, as tradições açorianas trazidas pelo Rancho Folclórico e Etnográfico de Castelo Branco, da Ilha do Faial; mas também do Algarve, representado pelo Grupo Etnográfico Amendoeiras em Flor, de Castro Marim; da Beira Litoral, com a atuação do Rancho Folclórico Cabeça de Veado, de Porto de Mós; e do quase vizinho Rancho Folclórico da Casa do Povo da Glória do Ribatejo. A apresentação final ficará a cargo do grupo adulto da coletividade anfitriã, o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Aveiras de Cima. Depois do folclore, lá pela meia-noite e meia, anuncia-se um baile para encerramento da festa.

 

O evento conta com vários apoios, nomeadamente, da Junta de Freguesia de Aveiras de Cima e da Câmara Municipal de Azambuja.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:46
link do post | comentar | favorito

CONSTRANGIMENTOS NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA CHAMUSCA, VALE CAVALOS E ULME

CONSTRANGIMENTOS NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA

NA CHAMUSCA, VALE CAVALOS E ULME

 NA QUINTA- FEIRA, 07 DE JUNHO DE 2018

DAS 09H00  ÀS 13H00

 

A ÁGUAS DO RIBATEJO informa que devido a trabalhos inadiáveis no Posto de Transformação da rede de energia que abastece a Estação de Tratamento de Água (ETA) da Chamusca não haverá produção de energia no período entre as 09h00 e as 13h00 na quinta-feira, 7 de junho de 2018.

Embora os reservatórios estejam na sua capacidade máxima, podem surgir constrangimentos no abastecimento de água em alguns locais nas localidades da Chamusca, Vale Cavalos e Ulme, abastecidos pelos seguintes reservatórios:

  • Cabeça Alta,
  • Bonfim, Chamusca,
  • Bairro, Chamusca
  • Mirante, Chamusca,
  • Vale Cavalos,
  • Ulme e
  • Caniceira


publicado por Noticias do Ribatejo às 16:44
link do post | comentar | favorito

QUARTETO MIGA

QUARTETO MIGA

Jardim das Letras recebe concerto de jazz.

 

Na noite de dia 8 de junho, sexta-feira, a Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita vai abrir o seu jardim a um concerto de jazz. Marcado para as 21h30, o concerto traz ao Cartaxo um quarteto formado por alunos e ex-alunos da Escola de Jazz Luiz Villas-Boas - Hot Club de Portugal e da Escola Superior de Música de Lisboa.

 

Bernardo Tinoco, no saxofone, Dinis Costa, no piano, Pablo Patiño Moledo, no contrabaixo e Miguel Fernandéz, na bateria, vão apresentar um repertório que alterna entre standards da autoria dos mais conceituados intérpretes da história do jazz e temas originais dos membros do grupo.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:43
link do post | comentar | favorito

JAZZ EM DIA DE FESTA

 

  • Big Band Júnior celebra o aniversário do Centro Cultural.
  • A orquestra-escola do Hot Clube de Portugal vem ao Cartaxo para um concerto que apresenta a música de Bernardo Sasseti.

 

O Centro Cultural do Cartaxo assinala 13 anos de vida. Para celebrar o aniversário, convidou a Big Band Júnior (BBJ) a trazer ao palco o seu mais recente projeto – um repertório 100% português, constituído essencialmente por temas de Bernardo Sassetti, arranjados para big band por músicos portugueses e complementado por composições e arranjos de outros músicos portugueses.

 

O concerto está marcado para as 21h30 de dia 9 de junho, próximo sábado.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:13
link do post | comentar | favorito

Feira Nacional de Agricultura recebe milhares de visitantes

Em dia de Entrada Livre

Feira Nacional de Agricultura recebe milhares de visitantes

 

Em dia de entrada livre e com uma afluência assinalável na 55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo, evento que decorre até ao próximo dia 10 de junho, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, e que tem como temática central o “Olival e Azeite”, destacaram-se os milhares de visitantes que marcaram presença no certame.

 

Hoje foi dia de Entrada Livre, ocasião ideal para uma visita à Feira Nacional de Agricultura e poupar o valor de aquisição do bilhete. O evento contou com uma adesão assinalável ao longo do dia e milhares de pessoas aproveitaram a oportunidade para tomar conhecimento com as últimas novidades do sector agrícola, além de degustaram produtos de qualidade reconhecida.

 

O debate e a discussão de temas relacionados com a actividade agrícola são parte integrante do certame e o realce do dia foi o seminário “Oportunidades para o Desenvolvimento do Turismo em Espaço Rural”, organizado pela CAP, no qual se falou das potencialidades do turismo em espaço rural e se deu a conhecer alguns dos exemplos de sucesso desta temática.

A “Estratégia para a Afirmação do Turismo e o Turismo como Motor de Desenvolvimento para as Zonas Rurais” foram temas em foco. Recorde-se que devido às grandes transformações que o sector agrícola tem vindo a sofrer ao longo dos tempos e à a redução das receitas oriundas da agricultura tradicional, é fundamental desenvolver a concertação e estabelecer o equilíbrio entre o desenvolvimento turístico e o desenvolvimento rural.

 

Discutir, debater e dar a conhecer as perspetivas legislativas que foram conhecidas no dia 1 de junho e traçar as directrizes da PAC  depois de 2020 foi o objetivo do colóquio “Política Agrícola Comum, PAC Pós – 2020” organizado pela CNA – Confederação Nacional de Agricultura.

 

No âmbito da 5ª edição do Prémio Empreendorismo e Inovação Crédito Agrícola realizou-se o encontro “Novas Aplicações para a Agricultura” durante o qual se apresentaram projectos de inovação com novas aplicações nas áreas Agrícola, Agro-industrial e da Floresta.

 

Durante dia destacou-se também a “Ação de Formação para Criadores de Limousine” (Org. ACL Limousine), uma forma de proporcionar novas aprendizagens a quem trabalha na área e ainda o “Balanço da Campanha” (Org. CAP).

 

Sector pecuário premeia os melhores

 

As Atividades Equestres voltaram a estar no centro das atenções com a realização do 8º Concurso Nacional da Égua Afilhada da Raça Lusitana e o 25º Concurso Nacional Oficial das Coudelarias Portuguesas, o Concurso de Traje à Portuguesa, além do Concurso de Apresentação do Cavalo de Sela. O dia também ficou marcado pela realização do Concurso Morfológico do Porco de Raça Alentejana no Pavilhão da Suinicultura.

 

Uma vez mais demonstra-se que a Feira Nacional de Agricultura é o palco de excelência para que os criadores possam mostrar a excelência dos exemplares em prova, uma forma de valorização e reconhecimento com impacto comercial.

 

Visitas Oficiais

 

A Feira Nacional de Agricultura marca a agenda politica e o Dia Livre não podia ser exceção. Eurico Brilhante Dias, Secretário de Estado da Internacionalização e Miguel Freitas, Secretário de Estado das Florestas visitaram o evento e tomaram contacto com a realidade de muitos expositores.

 

05 de junho, terça-feira

 

Amanhã, Dia do Município de Coruche”, o ciclo de Conferências “Conversas de Agricultura” volta a estar na ordem do dia com a realização de vários seminários e colóquios como “Contabilidade e gestão na Atividade Agrícola” (Org. CAP/OCC), o Seminário Anual da Fileira da Cortiça (Org. UNAC), O Impacto do Regime de Pagamento Base na Política Agrícola Comum (Org. CAP) ou as “PME e as novas Regras Contabilísticas” (Org. CAP), entre outros.

 

HORÁRIOS
02 a 09 de Junho
Nave A “Prazer de Provar”: 12h00 - 22h30
Nave B: 10h00 - 22h30
Nave C: 10h00 - 00h00
Zona Exterior: 10h00 - 22h30
Actividades Lúdicas:10h00 - 03h00
Nota: A entrada no recinto é efectuada até à 01h00

Domingo, 10 de Junho
Nave A “Prazer de Provar”: 12h00 - 20h00
Nave B: 10h00 - 20h00
Nave C: 10h00 - 20h00
Zona Exterior: 10h00 - 20h00
Actividades Lúdicas:10h00 - 20h00
Nota: A entrada no recinto é efectuada até às 19h00



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:25
link do post | comentar | favorito

CAFÉCOP INSTALA-SE NO VALLEYPARK

CAFÉCOP INSTALA-SE NO VALLEYPARK

  • Cafécop atua na área de Vending, nasceu em 2002 e cresceu de modo sustentado – cerca de 20% ao ano. Em 2018, tem como objetivo crescer um pouco acima dos 30%, valor que se confirma no volume de negócios já consolidado no primeiro trimestre.

 

  • Frederic Alcaraz fundador da Cafécop, gere a empresa com o apoio da família, dá emprego a 64 pessoas e prevê criar mais 36 postos de trabalho diretos no concelho do Cartaxo, ou seja, vai chegar ao final de 2018 com cerca de 100 trabalhadores. Em resultado do investimento de cerca de 1 milhão de euros no Valleypark, vai poder expandir o negócio.

 

  • Instalada no Cartaxo, com um segundo armazém no Fundão, a empresa vai transferir, em janeiro de 2019, a sede social de Lisboa para o Cartaxo para beneficiar da “possibilidade de estando no Cartaxo, poder aceder a fundos comunitários, o que com sede em Lisboa estaria fora de questão”.

 

  • As obras vão ter início no segundo trimestre de 2019 e a empresa quer estar instalada no Valleypark antes do final do ano – a transferência da sede social para o Cartaxo vai estar concluída em janeiro de 2019.

 

  • Instalação no Valleypark responde a duas fases de crescimento – expansão da distribuição, numa primeira fase, e início de transformação e embalamento de produtos, numa segunda fase.

 

  • Localização de excelência permite responder aos desafios de crescimento da empresa:

 

  • O   acesso a financiamento comunitário para projetos de expansão, por o Cartaxo estar integrado na NUTS II - Alentejo e ser considerado região de convergência, permite à empresa usufruir de benefícios únicos;

 

  • A   proximidade à área metropolitana de Lisboa – onde se localizam 80% dos clientes e na qual quer ganhar quota de mercado –, permite ganhos na gestão de clientes e controlo de processos de logística;

 

  • A   localização geográfica central, junto ao Nó de Acesso à A1 e ligação à A23 – a empresa tem uma delegação no Fundão que dá resposta a clientes desde a Guarda até Abrantes –, permite proximidade da sede à área de residência dos trabalhadores, maioritariamente residentes no concelho do Cartaxo.

 

 

Cafécop, Lda. – empresa de Vending instalada no Cartaxo, mas com sede fiscal em Lisboa – escolheu o Valleypark – Parque de Negócios do Cartaxo para executar o seu projeto de expansão de negócio – novas instalações e mudança de sede fiscal para o concelho, estarão concluídas em 2019. 

 

O contrato-promessa de compra e venda, que conclui o processo de decisão que levou Frederic Alcaraz, fundador e proprietário da Cafécop, a optar pela instalação no Valleypark, foi assinado na tarde de hoje, dia 4 de junho, em sessão pública que decorreu na Câmara Municipal do Cartaxo.

 

O empresário apontou a localização do Parque de Negócios, como a principal razão para a decisão que tomou – “o Valleypark oferece condições de enorme importância para a gestão do nosso negócio, tanto quanto para o crescimento e expansão da empresa” –, referindo-se quer à proximidade à área metropolitana de Lisboa, quer ao Nó de Acesso à A1 e ligação à A23, quer ao facto de o Cartaxo, do ponto de vista de classificação regional para acesso a fundos comunitários,  estar integrado na NUTS II Alentejo, “estar no Valleypark permite concorrer a fundos comunitários, apresentando projetos de investimento para expansão do negócio, que em Lisboa estariam fora de questão”, afirmou Frederic Alcaraz.

 

Para a Cafécop “a proximidade à zona metropolitana de Lisboa é essencial para a gestão do negócio que desenvolvemos”, explicou o empresário. “A empresa nasceu no Cartaxo, temos 64 trabalhadores que aqui residem, que iniciam o seu trabalho cerca das quatro da manhã, saem do nosso armazém para 21 rotas de distribuição e 80% dos nossos clientes estão em Lisboa”, pelo que – “ter a sede da empresa no Cartaxo, a 30 ou 40 minutos dos nossos clientes, permite-nos manter todos os postos de trabalho que temos no Cartaxo, porque os trabalhadores têm de residir perto da sede”, para além “dos ganhos de eficácia e eficiência em termos de gestão de clientes, de recursos humanos e de logística”, o que é uma necessidade ainda mais premente “pelo crescimento que temos como objetivo, já para 2018”, afirma o empresário que refere –“até final do ano deveremos crescer um pouco acima dos 30% de faturação e criar mais 36 postos de trabalho diretos”.

 

A localização geográfica traz ainda à empresa “a vantagem de estar mesmo ao lado do Nó de acesso à A1”, o que facilita o acesso a todo o país – “a partir do armazém no Cartaxo damos hoje resposta a uma área que vai de Abrantes até Setúbal”, enquanto a segunda delegação da empresa, um armazém no Fundão, “responde aos clientes localizados de Abrantes, até à Guarda. A proximidade à A23, também é essencial para consolidarmos a nossa carteira de clientes naquela região”.

 

Na assinatura do contrato para a instalação da empresa, que foi firmado entre Frederic Alcaraz, José Eduardo Carvalho e Pedro Magalhães Ribeiro, o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo afirmou a convicção de que “o dia 31 de maio de 2017 assinalou um marco que tevea maior relevância no futuro do concelho e da região”.

 

Para o autarca, a possibilidade de “se poder iniciar a comercialização da Área de Localização Empresarial, foi talvez a notícia mais importante para o Cartaxo nos últimos 20 ou 30 anos. Foi um dos dias mais importantes do mandato anterior, que terá repercussões estruturais no desenvolvimento do concelho”, referindo-se ao dia em que foram apresentadas as condições de comercialização de lotes.

 

A instalação da Cafécop, com a assinatura do contrato-promessa “um ano depois, mostra que a solução para os problemas foi difícil, mas era essencial e urgente para o desenvolvimento económico concelho e da região, tanto quanto para as empresas que aqui vão encontrar uma localização privilegiada”.

 

Empresa familiar com crescimento sustentado tem projeção nacional

A Cafécop foi fundada em 2002 por Frederic Alcaraz. Sozinho, com apenas uma máquina de distribuição, o empresário de origem francesa, residente na Ribeira do Cartaxo, fez nascer a empresa familiar que hoje gere com o apoio da família e para cuja administração conta com o contributo do filho Benoit Alcaraz.

 

Da primeira e única máquina de vending com a qual iniciou o negócio, às mil e duzentas unidades que hoje detém numa área geográfica que vai da Guarda a Setúbal, passando pelas 27 carrinhas que dão resposta a 21 rotas de distribuição, asseguradas por 64 trabalhadores – há uma história de sucesso, alicerçada em 16 anos de muito trabalho e esforço partilhado com a família e com as colaboradoras e colaboradores da Cafécop. 

 

Frederic Alcaraz ainda encontra alguma dificuldade em expressar-se em português, mas o sotaque francês que mantém, nada diz sobre o orgulho visível de viver e trabalhar no Cartaxo, de a Cafécop ter nascido no Cartaxo, de grande maioria dos seus trabalhadores aqui residirem e de querer manter e fazer crescer os postos de trabalho no concelho. As contas da Cafécop mostram um crescimento contínuo e sustentado ao longo dos anos – como exemplo, Frederic Alcaraz dá conta dos resultados de faturação dos últimos três anos, que sabe de cor, porque conhece o negócio como a palma da sua mão. O negócio que fez nascer e quer ver crescer e expandir-se, faturou, em 2015, 1 milhão e 500 mil euros, em 2016, 2 milhões e 35 mil euros, em 2017, 2 milhões e 700 mil euros.

 

O empresário continua a trabalhar para que em 2018, o crescimento da Cafécop seja ainda mais claro – prevê 3 milhões e 600 mil euros de faturação e mostra-se seguro de que o objetivo vai ser alcançado, pelo menos assim lhe mostram os resultados obtidos até à data, que lhe permitem prever que “talvez cheguemos um pouco mais longe”.

 

A decisão de investir no Parque de Negócios do Cartaxo foi tomada depois de avaliadas outras opções, incluindo a deslocalização para Lisboa, onde a Cafécop tem 80% dos seus clientes, mas Frederic  Alcaraz entendeu que a localização quer geográfica, quer para efeitos de acesso a fundos comunitários, seria fator essencial para que a empresa pudesse crescer e expandir-se, como ambiciona.  

 

No final de 2018, o empresário espera poder contar com quase quatro dezenas de novos trabalhadores.  Instalado no Valleypark e concluídas com sucesso as duas fases de expansão que prevê executar no prazo de dois anos, o número de postos de trabalho diretos será ainda maior. Nesta primeira fase, com as obras a iniciarem-se no próximo mês de abril ou maio, está seguro de que até ao final de 2019, vai ter escritórios e distribuição a funcionar no Parque de Negócios do Cartaxo. 

 

Quanto à expansão para a transformação e embalamento, Frederic Alcaraz mostra-se cauteloso, já que esta será a segunda fase de crescimento que tem prevista e sobre a qual ainda não quer adiantar muito, além da certeza de que vai acontecer daqui a cerca de dois anos. Mas o facto de ter preparado a Cafécop para estar pronta quer para a legislação de fiscalização que está ainda para ser aprovada em Portugal, antecipando-a, quer para poder apresentar-se a qualquer concurso público, garantindo que já possui a certificação máxima disponível para o setor, ou que a inovação no serviço ao cliente, quer em métodos inovadores de pagamento, quer no que respeita à qualidade dos produtos disponibilizados, é uma preocupação constante na empresa, mostram que a Cafécop quer continuar a crescer, a conquistar mercado e reputação, apresentando-se como uma empresa inovadora no seu setor e capaz de diversificar a sua atividade.

 

Estas são algumas das características que a Cafécop exibe e lhe garantem, atualmente, uma carteira de clientes invejável, que vai do setor privado, ao setor público – no qual conta com a maioria dos hospitais centrais de Lisboa e mais de 24 estabelecimentos de ensino universitário.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:25
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Aproveite o que Santarém ...

"O Ribatejo é uma das reg...

"O TEATRO VAI ÀS FREGUES...

SESSÕES PÚBLICAS PARA DEB...

Município aprova apoio à ...

Plano Anual de Educação d...

Alunos do Programa Erasmu...

Entroncamento comemora o ...

Já se iniciaram as obras ...

FESTA DAS VINDIMAS EM VIL...

CAMINHAR PARA UNIR TERRIT...

Tertúlia Festa Brava vai ...

PALADIN NOMEADA PARA PRÉM...

Tecfresh’18: Cothn promov...

Segundo dia do NERSANT Bu...

FEIRA DE SANTA IRIA: QUE ...

Economia circular em deba...

Workshop sobre Alimentaçã...

Intervenções na reunião d...

MAIS DE MIL CRIANÇAS À DE...

PSD faz balanço do 1º ano...

Novo livro de poesia de M...

ARRANQUE DO ANO LETIVO 20...

REPAVIMENTAÇÃO DE TROÇO D...

X Passeio TT Ourem /Front...

Coletividades de Azambuja...

"Temos empresários com mu...

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANE...

20 de outubro a 1 de nove...

DANÇA // “Doesdicon”

arquivos

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds