NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
Dia Municipal para a Igualdade comemorado em Santarém

image002

 

 

 

A Câmara de Santarém assinala amanhã, dia 24 de outubro, a comemoração do Dia Municipal para a Igualdade, com a realização da ação de rua “Poesia é Igualdade”, promovida por alunos duma turma de Educação Social e Animação com Crianças e Jovens, com supervisão e coordenação de Ana da Silva, docente da ESES -  Escola Superior de Educação de Santarém do IPS – Instituto Politécnico de Santarém vão ler vários poemas de autores portugueses e dois poemas brasileiros e dois poemas da sua autoria, em diversos espaços da Cidade. A iniciativa que se realiza em formato de roteiro, decorre entre as 11h00 e as 13h00 e as 14h30 e as 16h00.

 

O roteiro tem início na ESES, e divide-se depois em 5 grupos: o Grupo A promove a ação nas pastelarias Panóplia de Sonhos (Avenida Madre Andaluz, Santarém), Panitejo Andaluz (Av. Madre Andaluz, Santarém), Bijou – Av. Madre Andaluz – Santarém e Santa Clara 2 (Rua Fróis Pereira Gomes, 5 – Santarém), Loja do Cidadão (Rua Pedro de Santarém) e pastelaria Panitejo Afonso Henriques (Av. D. Afonso Henriques – Santarém); o Grupo B, na Sala Leitura Bernardo Santareno (Av. Sá da Bandeira), em frente ao Posto de Turismo (Rua Capelo Ivens), pastelaria Bijou (Rua Capelo Ivens), pastelaria Santa Clara 3 (Rua Serpa Pinto),  GNR (Rua Tenente Valadim), o Grupo C, na pastelaria Panitejo (Rua Pedro Santarém – Santarém), PSP (Av. Brasil), pastelaria Ribatejana (Av. do Brasil (Rodoviária do Tejo), pastelaria Bijou (Av. António José de Almeida, 3), Câmara de Santarém/Bar (edifício do DPU – Divisão de Planeamento e Urbanismo), e o Grupo D, no Jornal Correio do Ribatejo (Rua Serpa Pinto, 98), Jornal O Mirante (Rua 31 de Janeiro, 22), Bombeiros Voluntários de Santarém (Av. Professor Doutor Veríssimo Serrão), Hall Hospital de Santarém (Av. Bernardo Santareno),  pastelaria Panitejo (Av. Bernardo Santareno, 29),  pastelaria Santa Clara 4 (Rua Cidade Lisboa, 10 – R/C). A iniciativa passa ainda pela Praça Sá da Bandeira e pela Rua Capelo e Ivens (frente ao Posto de Turismo).

 

Esta iniciativa tem como base o tema nacional "Igualdade, Inclusão, Participação - Junt@s seremos + Igualdade e Desenvolvimento", e tem como objetivo sensibilizar a comunidade para valores que combatam os estereótipos de género e promovam uma cultura de sociabilidades paritárias, conta com a parceria dos alunos duma turma de Educação Social e Animação com Crianças e Jovens, com supervisão e coordenação de Ana da Silva, docente da ESES, e com a colaboração de entidades públicas e privadas, tais como: Hospital Distrital de Santarém, PSP, GNR, Bombeiros Voluntários de Santarém, Jornal “O Mirante”, Jornal “Correio do Ribatejo”, e das pastelarias Panóplia de Sonhos, Panitejo, Bijou, Santa Clara e Ribatejana. A Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local – ANIMAR, também apoia esta iniciativa.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:37
link do post | comentar | favorito

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVATERRA DE MAGOS CEDE ESPAÇOS ESCOLARES DE FOROS DE SALVATERRA QUE FICARAM DESATIVADOS

banner escolas foros

 


 

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, à semelhança do que havia feito em Marinhais e em Salvaterra de Magos, vai ceder alguns espaços escolares, que ficaram desativados com a abertura do Centro Escolar de Foros de Salvaterra de Magos e Várzea Fresca, a uma IPSS e a associações daquela freguesia.

As duas salas da antiga Escola das Cancelas serão cedidas à Associação Etnográfica de Foros de Salvaterra e ao Rancho Típico de Foros de Salvaterra.

O espaço do antigo jardim-de-infância do Estanqueiro será atribuído ao Centro de Bem Estar Social de Foros de Salvaterra, para que este possa afetá-lo a uma das suas valências (crianças ou idosos).

A antiga cantina da escola do Estanqueiro passará a ser utilizada pelo grupo motard de Foros de Salvaterra Slick & Piton.

As três salas da antiga Escola do Estanqueiro ficarão para usufruto da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Salvaterra de Magos e Foros de Salvaterra, na expetativa de poderem ser utilizadas como espaços ligados à realização de eventos ou a exposições.

“Queremos utilizar a Escola do Estanqueiro como edifício dedicado à cultura, face à excelente localização e porque não existe espaço cultural em Foros de Salvaterra”, explicou o Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Manuel Esménio.

É ainda intenção da Câmara Municipal, acordada com a Junta de Freguesia, que a Escola de Santa Maria seja destinada à criação de um Pólo do Gabinete de Apoio ao Empreendedorismo. “A expetativa é, quando tivermos capacidade porque o local necessita de intervenção, termos ali uma incubadora de empresas que possibilite aos empreendedores, que estejam a querer iniciar o seu negócio, utilizar o espaço como primeira sede, sala de reuniões, de formação, entre outros”, acrescentou o Presidente da Câmara.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:33
link do post | comentar | favorito

Dia de Azambuja no Festival Nacional de Gastronomia

Azambuja_torricado_gastronomia

 

 

 Dia de Azambuja no Festival Nacional de Gastronomia

Degustações enogastronómicas e promoção turística do concelho

 

Domingo, 28 de outubro de 2018, será o dia dedicado ao Concelho de Azambuja na 38ª edição do Festival Nacional de Gastronomia. O evento, que volta a reunir todo o país à mesa, na Casa do Campino, em Santarém, decorre entre os dias 26 de outubro e 04 de novembro, e tem este ano como grande protagonista o azeite. O Município de Azambuja estará presente com um programa de dinamização do stand institucional e do espaço Praça do Petisco, com uma forte divulgação da variada oferta turística existente no concelho.

 

Dando eco à campanha de lançamento da marca “Azambuja Terra do Torricado”, o prato-rei do concelho vai proporcionar vários momentos de degustação ao longo do dia (entre as 12h00 e as 22h00). Na Praça do Petisco, destaque para duas sessões de showcooking combinado com os vinhos vencedores do 36º concurso organizado pelo Município de Azambuja. Ambas as propostas sairão da mão da Chef Madalena Dias, a partir das 14h30 prova de “reizinhos, chícharos e cagarrinhas” acompanhados pelo melhor tinto 2018 – Casa Batoréu, de Aveiras de Cima, e às 20h30 degustação de “lapardana com bacalhau assado” regados pelo melhor branco 2018 – Quinta da Lapa, de Manique do Intendente.

 

Mas há muito mais para provar e para conhecer, no espaço do stand. Vários agentes turísticos vão divulgar as suas atividades: às 13h00, o Parque Rural Tambor (Aveiras de Cima); às 15h00, a Herdade da Hera (Manique do Intendente); às 16h00, a Quinta da Lapa (M.Intendente); às 18h00, a Coudelaria Henrique Abecasis (Aveiras de Baixo); e às 20h00, a Casa do Alfaro e a Quinta da Texuga (ambas de Azambuja). Quanto a provas, a partir do meio-dia, haverá bolo de chouriço, “escarpiada”, bolo de casamento e queijadinhas de Azambuja, acompanhados por néctares de “Aveiras de Cima – Vila Museu do Vinho”, Vicapão e Vinhos da Amarelas. Às 4 da tarde, hão-de vir à mesa o pão de trigo Barbela com queijo de cabra da Granja dos Moinhos, refrescados pelos vinhos da Quinta da Lapa. Pelas 20h00, a proposta será pão caseiro tradicional de Aveiras de Cima enriquecido com azeite e mel Casal da Fonte, de Vale do Paraíso, casa-mãe do vinho Abaladiço, a servir na mesma ocasião.

 

Referência, ainda, para um momento de animação em que as tradições de Azambuja, ligadas ao tema deste Festival Nacional de Gastronomia, serão recriadas e homenageadas pelo Grupo Tradicional Os Casaleiros, de Casais dos Britos, que apresentará um quadro etnográfico alusivo ao ciclo desse precioso ingrediente, indispensável na cozinha ribatejana e cada vez mais valorizado na dieta mediterrânica – o azeite.

 

Com este conjunto de sugestões, o Município de Azambuja sugere, a todos, uma visita ao Festival Nacional de Gastronomia em Santarém, domingo 28 de outubro – Dia de Azambuja.

 

 

Plano de Ação de Regeneração Urbana de Azambuja tem a primeira obra concluída

Projeto cofinanciado pela União Europeia

 

edificio_DU_fachada_pronta_01

 

A obra de reabilitação da cobertura e da fachada do edifício da Divisão de Urbanismo e da Unidade de Atendimento ao Público do Município de Azambuja encontra-se concluída. O projeto, com um custo global de 191.005,33 euros, foi comparticipado pela União Europeia em 85%, através do FEDER-Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, no valor de 162.354,53 euros.

 

O apoio dos fundos comunitários a esta operação foi aprovado ao abrigo do eixo “Ambiente e Sustentabilidade”, que tem como objetivos melhorar o ambiente urbano, promover a eficiência energética, reduzir o ruído e a poluição do ar, e revitalizar as cidades.

 

Esta intervenção trará um impacto muito significativo a vários níveis. Representa, desde logo, uma mais-valia no centro histórico da Vila de Azambuja pela valorização deste importante elemento do património edificado. Por outro lado, criará melhores condições ao funcionamento dos serviços municipais que ali serão reinstalados, proporcionando maior centralidade e melhor qualidade de atendimento e comodidade ao público a servir. Neste sentido, em complemento da reabilitação da fachada e da cobertura, a autarquia está já a desenvolver os procedimentos para a empreitada de remodelação de todo o espaço interior.

 

O município assumiu a recuperação deste edifício como uma prioridade, visto tratar-se de um importante imóvel de arquitetura senhorial que começou por ser, em 1701, o Palácio do Provedor das Lezírias, seu proprietário, e onde viria a funcionar o antigo Grémio da Lavoura do Concelho. A sua localização estratégica, em pleno coração da sede do município, confere-lhe enorme relevância em termos urbanísticos e o grau de degradação que apresentava exigia os trabalhos agora realizados.

 

Recorde-se que, este cofinanciamento do Programa Operacional Regional “Alentejo 2020”, contemplou toda a candidatura do Município de Azambuja ao PARU-Plano de Ação de Regeneração Urbana / Centros Urbanos Complementares (com um valor global na ordem dos 600 mil euros), onde se incluem igualmente outros dois projetos cujas obras estão em curso, a Casa da Juventude e a Criação de um Posto de Apoio ao Visitante.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:29
link do post | comentar | favorito

Seniores da Chamusca aprendem a ser felizes na “Idade do Ouro”

SerFeliz_2  (2)

 

Seniores da Chamusca aprendem a ser felizes na “Idade do Ouro” 

Workshop de motivação juntou dezenas de seniores do concelho numa tarde muito divertida e entusiasmante 

 

23 de outubro de 2018 - Dezenas de seniores oriundos de vários pontos do concelho da Chamusca participaram no workshop “Ser Feliz na Idade do Ouro”, promovido pelo Município da Chamusca em conjunto com o Clube do Otimismo, e que decorreu no dia 11 de outubro, no cineteatro da Chamusca.  

Nesta atividade participaram sobretudo os idosos das Universidades e Academias Seniores, dos Centros de Dia e das IPSS do concelho. Os dinamizadores do evento foram os psicólogos clínicos Manuel Oliveira e Maria do Carmo Oliveira.  

Num formato muito informal e direto, os dois psicólogos falaram da importância de sermos mais otimistas e positivos e de como os cientistas têm vindo a estudar e comprovar que ao estarmos mais tempo em grupo, ao darmos mais valor às pequenas conquistas do dia-a-dia e ao rirmos e darmos as mãos, estamos a contribuir para a nossa felicidade e para a dos outros que nos rodeiam, uma postura que ajuda também a atenuar as maleitas e doenças.  

"Estamos sempre a adiar a felicidade para quando somos mais velhos. Para sermos felizes não chega estarmos em casa a ver TV. Podem passar bons momentos, mas não vão ser felizes”, afirmou Maria do Carmo Oliveira. Os dois monitores do workshop convidaram a plateia a dar as mãos e a sorrirem uns para outros. “Temos de abraçar mais, conviver mais e viver mais”, salientaram os psicólogos.  

Os seniores foram ainda desafiados a contar pequenas histórias de quando eram jovens e dizer algo de que se orgulhavam nas suas vidas. 

Participaram neste workshop o Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado, e a vice-presidente, Cláudia Moreira. O Presidente da autarquia salientou a aposta do município em proporcionar atividades para que os seniores se sintam integrados, felizes, esqueçam os problemas e não fiquem isolados.  Salientou ainda a disponibilidade do município para continuar a apoiar as IPSS do concelho que proporcionam este acompanhamento próximo aos seniores do concelho.



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:32
link do post | comentar | favorito

Conversas com Café sobre “Igualdade, Género e Cidadania”

Conversas com Café

 

Integrado nas comemorações do Dia Municipal para a Igualdade irá realizar-se no próximo dia 26 de outubro, pelas 18h30, a Biblioteca Municipal a tertúlia Conversas com Café subordinada ao tema “Igualdade, Género e Cidadania”.

 

O painel de oradores desta edição é constituído por Bruna Tapada, coordenadora de Projetos na Associação Igualdade.PT, e Arnaldo Anastácio, Comandante da Esquadra de Policia de Segurança Pública do Entroncamento, que irão apresentar o testemunho da sua experiencia em questões sobre Igualdade, com o objetivo de apelar para a importância de uma vida par, igualitária entre homens e mulheres e para a promoção de uma cultura na comunidade, através da participação cívica dos cidadãos e das instituições.

 

Este evento contará com a participação de Elsa Ribeiro, licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social e que trás a esta conversa o seu testemunho de “Como as crenças limitam o potencial feminino”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:47
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018
Conselho Municipal de Segurança da Chamusca já trabalha para definir prioridades de atuaçã

Segurança-2

 

 

 O Conselho Municipal de Segurança da Chamusca, que tomou posse no dia 28 de setembro de 2018, em Assembleia Municipal, realizou a sua primeira reunião de trabalho com os novos membros no dia 15 de outubro. Nesta reunião, foram debatidos alguns temas relacionados com a segurança que preocupam a comunidade da Chamusca e que foram trazidos pelos elementos deste conselho.  

Um dos problemas tem a ver alguma sensação de insegurança relatada pela população de Carregueira face a episódios de roubos e de desacatos. A Câmara, a Junta de Freguesia de Carregueira e o Posto Territorial da GNR da Chamusca têm estado a acompanhar a situação e a GNR informa que foram já desenvolvidas algumas diligências no terreno, nomeadamente, com avisos pessoais a indivíduos suspeitos de terem causado os distúrbios. 

O comandante do destacamento da GNR, o sargento-ajudante Paulo Petinga, informou que em Dezembro vai haver um reforço do número de efetivos no destacamento.  

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Chamusca, Rui Saramago, revelou a disponibilidade para articular as ferramentas de trabalho com todas as entidades que compõem o conselho municipal. 

Foi ainda dado conhecimento ao Conselho que o Município da Chamusca tomou e vai continuar a desenvolver medidas de acompanhamento da limpeza das florestas, assim como está a ser atualizado o Plano de Emergência Municipal, sobretudo ao nível do transporte de substâncias perigosas.  

Ao nível do Plano de Segurança Rodoviária, também abordado nesta reunião, foram referenciados alguns dos principais pontos negros de sinistralidade, onde já aconteceram vários acidentes com feridos e vítimas mortais, como o cruzamento da zona do Areal, que dá ligação à estrada de Campo, ou ainda a zona de acesso à Ponte da Chamusca e ainda um outro local na freguesia de Carregueira, junto do Centro de Dia, uma situação entretanto já resolvida.  

Nesta reunião foi dada posse à nova secretária do Conselho Municipal de Segurança, a professora Maria Manuela Luz Marques, que está em representação da CDU entre os elementos da Assembleia Municipal que compõem este conselho. Foi também apresentada a proposta de regulamento para o Conselho, que agora vai ser analisada pelos vários membros deste órgão, para depois ser colocada à votação na Assembleia Municipal.   

Foi ainda dado conhecimento dos últimos dados emanados pela Comissão de Acompanhamento do Eco Parque do Relvão e foi pedido que sejam identificadas e referenciadas as situações de vulnerabilidade ao nível da saúde, educação, violência doméstica e ação social, a ser analisadas também por este Conselho Municipal.  

No dia 5 de novembro, o Município em articulação com as forças de proteção civil e a comunidade escolar, irão participar no simulacro de sismo a nível nacional, às 11h05m, podendo todos os cidadãos participar a título individual, bastando para isso fazer o registo no site do exercício “a Terra Treme” (www.aterratreme.pt).  

A próxima reunião do Conselho Municipal de Segurança está marcada para 14 de janeiro de 2019. 

 

 

Teatro musical “O Feiticeiro de Oz” para famílias na Chamusca 

 

O espetáculo do Feiticeiro de Oz já tem nova data marcada para o dia 01 de novembro, às 16h00, no cineteatro da Chamusca 

 

22 de outubro de 2018 -A fantástica aventura da pequena Dorothy e do seu cachorro Totó no mágico mundo de Oz vai encantar as crianças e famílias da Chamusca. Dorothy e o Totó são levados para Oz e, durante a procura do caminho para casa, vivem aventuras repletas de personagens fantásticas, numa jornada de magia e beleza. O espetáculo é uma adaptação do grupo Cri’Art para teatro musical do célebre conto infantil “O Feiticeiro de Oz”, de Lyman Frank Baum. Para ver no dia 01 de novembro, às 16 horas, no palco do cineteatro da Chamusca. Bilhetes à venda em ticketline.pt e na bilheteira do cineteatro, no próprio dia do espetáculo. 

O espetáculo dura 60 minutos e é destinada a crianças maiores de 6 anos. Organização da Câmara Municipal da Chamusca. 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:12
link do post | comentar | favorito

Rui Rio visita Distrito de Santarém

O Presidente do Partido Social Democrata, Rio Rio, visita, na próxima quarta-feira, dia 24 de Outubro, o Distrito de Santarém.

11H15 – Visita a Somos Ambiente, ACE (Centro Integrado de Valorização Energética, Reciclagem e Tratamento de Resíduos Hospitalares, Industriais e Animais), no Eco Parque do Relvão – Carregueira, Chamusca.

 

11H45 – Visita a SISAV - CIRVER (Sistema Integrado de Tratamento e Eliminação de Resíduos), no Eco Parque do Relvão – Carregueira, Chamusca.

 

15H00 – Reunião da Comissão Política Nacional (Santarém Hotel, Avenida Madre Andaluz, Santarém)

 

18H30 – Reunião com militantes do Distrito de Santarém (Santarém Hotel, Av. Madre Andaluz, Santarém).



publicado por Noticias do Ribatejo às 15:39
link do post | comentar | favorito

Linhaceira Vintage dias 10 e 11 de Novembro para celebrar centenário da escola

O centenário da abertura da primeira escola na aldeia vai ser comemorado dias 10 e 11 de Novembro com o Linhaceira Vintage. A iniciativa contará com uma recriação histórica, no sábado, enquanto no domingo acolherá a Feirinha de S. Martinho.

O primeiro edifício escolar da localidade começou a funcionar em 1918, depois de ter sido construído pela população local e oferecido ao Município para esse fim. Dia 10, pelas 15 horas, será descerrada uma lápide evocativa nesse edifício, onde actualmente funciona a extensão de saúde.

Será o instante inaugural da recriação histórica que, centrada no segundo edifício escolar (actual ATL) e zona envolvente, mostrará ao vivo momentos de uma aula de há cem anos e aspectos da vida de então na aldeia. A iniciativa, que conta com o apoio dos dois ranchos folclóricos da freguesia (Linhaceira e “As Lavadeiras” de Asseiceira), inclui comeres e beberes tradicionais e, à noite, um bailarico à antiga. Haverá também jogos populares com a colaboração do CALMA.

A população local e todos os visitantes que o desejarem são convidados a integrar-se no espírito da época, envergando roupas alusivas, provando ou relembrando os sabores da comida das nossas avós, dançando e participando activamente na festa. 

No domingo decorrerá a também já tradicional Feirinha de S. Martinho, momento de comunhão entre a escola e a comunidade, da responsabilidade da Associação de Pais (APAEL), este ano com o espírito do centenário bem presente, mas igualmente com o artesanato, os petiscos e o magusto. Haverá jogos e animação com a colaboração dos Escuteiros, insufláveis e perna de porco no espeto logo a partir do almoço, às 12 horas.

Linhaceira Vintage é o culminar das comemorações do Centenário das Escolas na Linhaceira, iniciativa conjunta da APAEL, Associação Cultural e Recreativa, Junta de Freguesia de Asseiceira e Município de Tomar.

Pode conhecer toda a programação do evento e a razão de ser do mesmo em https://bibliotecalinhaceira.blogspot.com .

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:06
link do post | comentar | favorito

Triatlo e Duatlo Cross de Penafiel, Golegã em destaque

podio cadetes masculinos duatlo penafiel

 

Decorreu este fim-de-semana em Penafiel, uma jornada dupla, com mais uma etapa do Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo Cross, que era também Campeonato Nacional de Cadetes no sábado e, no domingo, uma etapa do Campeonato Nacional de Duatlo Cross. 
Mais uma vez o NSCP da Golegã esteve em grande destaque: 
Beatriz Ferreira venceu a prova de triatlo e sagrou-se Campeã Nacional de Cadetes, Filipa Gonçalves foi 3º na geral e 2ª no escalão e Ana Margarida Vintém 4ª na geral e 1ª no seu escalão etário.
Por equipas ficaram em 1º lugar, garantindo deste modo, o título nacional de clubes em Triatlo Cross. 
Em masculinos o Carlos Matos na sua estreia na distância (ainda com idade de juvenil), conseguiu um brilhante 2º lugar em cadetes, que lhe valeu o título de Vice-Campeão Nacional de Triatlo Cross em Cadetes. Ricardo Rosado fez 9º à geral e 3º no escalão, Diogo Rosa fez 21º à geral e 3º no escalão e Júlio Triguinho 29º na geral e 6º no respetivo escalão. 
Coletivamente a equipa masculina conseguiu um brilhante 5º lugar. 
Ja no domingo, na prova de Duatlo, a Filipa Gonçalves venceu a geral feminina, Beatriz Ferreira ficou em 3º lugar na geral e 1ª cadete e Ana Margarida Vintém fez 5º lugar na geral e 2º no escalão. Coletivamente voltaram a vencer a prova. 
Carlos Matos fez de novo 2º entre os cadetes. 

 

14

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:04
link do post | comentar | favorito

2ª edição do Trail das Famílias da Chamusca foi um sucesso

Trail das Famílias 03

 

A 2ª edição do Trail das Famílias contou com a presença de mais de 400 atletas, distribuídos pela Caminhada 
por duas provas de trail, com 12 km e 25 Km 

 

A segunda edição do Trail das Famílias, organizado pelo Município da Chamusca, juntou mais de 400 atletas numa manhã que, apesar de chuva prevista decorreu sem problemas e em ambiente de muita animação. Este evento realiza-se no âmbito do projeto Chamusca Comvida e foi de novo muito procurado por participantes de todas as idades, proporcionado três distâncias diferentes: uma caminhada de 6 km’s, um trail de 12km’s e ainda o trail de 25 km’s. 

Trail dos 25 Km’s foi a primeira prova a começar, por volta das 10h da manhã, no Largo da Igreja, no Ulme, com a participação de 42 atletas, que percorreram um trajeto que passou por três localidades do concelho, Parreira, Chouto e Ulme. Omar Garcia foi o vencedor desta distância, com uma vantagem de quase 8 minutos em relação ao segundo classificado. O atleta esteve na liderança durante toda a corrida, cortando a meta com o tempo de 1h53m56s, seguido de Tiago Henoch e Joel Simões. No setor feminino, a vencedora foi Sara Rocha com o tempo de 2h44m35s, seguida das atletas Lina Mateus e Cláudia Ribeiro.  

 

No Trail dos 12 Km’s, a luta pelo primeiro lugar foi bastante renhida, com apenas 3 segundos de diferença entre o primeiro e o segundo classificado. O vencedor deste Trail foi João Lopes, seguido de Alexandre Silva e Antoine Godinho. No setor feminino, a vencedora foi a Mariana Carvalho com o tempo de 59m35s, seguida de Cátia Fonseca e Maria Guerra.  

 

 

Município da Chamusca abre candidaturas  
para bolsas de estudo e mérito 

 

 

A Câmara Municipal da Chamusca, atenta às dificuldades socioeconómicas que muitas vezes impedem o acesso e frequência do ensino superior, vai abrir candidaturas para atribuição de bolsas de estudo e mérito de apoio aos estudantes do concelho que frequentam o ensino superior. Estas bolsas são atribuídas no âmbito do projeto Acredita.Vive, dinamizado pelo Município, e que visa a promoção das competências académicas e profissionais dos seus munícipes, de forma a promover o desenvolvimento do Concelho. 

O prazo para a apresentação das candidaturas decorre entre 2 e 30 de novembro. Para se poderem candidatar, os estudantes precisam de ter nacionalidade portuguesa (ou autorização de residência em Portugal), ter o seu agregado familiar com residência no concelho da Chamusca (no mínimo por 2 anos), ter frequentado e completado os três anos do Ensino Secundário no Agrupamento de Escolas da Chamusca, ter tido aproveitamento escolar no ano letivo anterior ao da candidatura, e não ser ainda titular de qualquer curso superior. 

 

Os documentos a apresentar são:  

  •  atestado de residência (emitido pela Junta de Freguesia da área de residência onde conste a composição do agregado familiar e o tempo de residência no concelho);  

  • documento que comprove que completou o curso do ensino secundário e que indique a respetiva classificação (a média); certificado de matrícula no ensino superior, com especificação do curso;  

  • declaração do estabelecimento de ensino que frequentou no ano letivo anterior ao da candidatura, com respetivo comprovativo do aproveitamento escolar e certificado de matrícula com especificação do curso e do ano, quando se tratar de estudantes já integrados no ensino superior;  

  • Documento comprovativo da classificação final das provas de avaliação para frequência do ensino superior dos “Maiores de 23 anos”, quando for o caso. 

A apresentação da candidatura deve ser feita através do Matriz 21 – Gabinete para a Juventude do Município da Chamusca, entre as 11h00 e as 18h00 (gab.juventude@cm-chamusca.pt / 96 891 21 21), ou ainda no Balcão Único do Município ou através de Formulário disponível no site do Município. Para mais informações e dúvidas pode consultar o regulamento disponível em www.chamusca.pt, ou contatar o Matriz 21. Pode ainda participar em sessões de esclarecimento temáticas sobre este assunto que realizam às 6ªs feiras no horário de funcionamento do Gabinete para a Juventude.

 

 

 

Chamusca recebe III Encontro de Bibliotecas Itinerantes e Festival de Street Food 

 

O tema deste ano é a “Identidade” e o programa inclui atividades de teatro, oficinas, contos, exposições, música, mercadinho do livro e artesanato 

 

22 de outubro de 2018 - De 25 a 27 de outubro, a Chamusca recebe a terceira edição do Encontro de Bibliotecas Itinerantes, este ano com o tema Identidade. Integrado neste Encontro, realiza-se também o Festival de Street Food, com espaços de restauração móveis, o Mercadinho da Vila, dedicado aos livros e à arte. 

O Encontro de Bibliotecas Itinerantes tem um programa vasto de apresentações dos vários projetos de bibliotecas e oficinas que vêm à Chamusca oriundas de várias zonas do País. As apresentações decorrem no cineteatro, mas há também muitas atividades paralelas a decorrer no Jardim Joaquim Maria Cabeça, próximo do cineteatro. 

O desafio deste ano é de partir à descoberta da identidade das comunidades, propondo-se um “movimento perpétuo entre o mundo interior e o mundo exterior que nos vamos construindo”. Os participantes vão poder partilhar “enxovais de histórias, conversas, emoções, lembranças”.  

A abertura do Encontro está marcada para dia 25 de outubro, pelas 10h30, com as boas-vindas dadas pelo Presidente da Câmara Municipal, Paulo Queimado, e apresentação do projeto de biblioteca itinerante da Chamusca, a Biblioteca do Ruy, uma homenagem e referência à figura de Ruy Gomes da Silva, que dá nome à Biblioteca Municipal da Chamusca. Seguem-se intervenções de representantes da DGLAB - Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecasda RBE – Rede de Bibliotecas Escolares e ainda de La Asociación de Profesionales de Bibliotecas Móviles (ACLEBIM), uma rede de bibliotecários espanhola, com sede em León 

Após o almoço livre, no Festival de Street Food, sucedem-se várias apresentações da parte da tarde: Álbum de família pela Câmara Municipal de Palmela; Casa da Memória de Guimarães; Pés de Lã - Oficina de dança; “Fazer uma pausa para filtrar os meus pensamentos”; Powered by Ignite - Cabines de Leitura da Junta Jovem | Junta de Freguesia da Carregueira; projeto Matriz 21 - Gabinete para a Juventude do Município da Chamusca; BIR - Biblioteca Itinerante do Redondo; Coruja do Saber - Biblioteca Itinerante e Biblioteca Escolar de Coruche.  

A partir das 17h00, realizam-se algumas oficinas dirigidas a professores e educadores, com inscrições limitadas a 25 pessoas: Oficina de Literacia Digital por Benita Prieto; Oficina de ilustração por Margarida Botelho; e Oficina de dança por Mercedes Prieto. Às 21h00 começa um serão de contos com Rodolfo Castro e Carlos Marques no Jardim Joaquim Maria Cabeça. 

No dia 26 de outubro, a partir das 10h00, é apresentada a Unidade Móvel de Atendimento da Câmara Municipal de Anadia; projeto De ColumBus - Bibliotheek van Zeeland (da Holanda); “Café é sempre uma boa ideia”; o Projeto ENCONTROS da coleção Poka Pokani 

A partir das 14h00, começa a atividade “Segue-me à capela - A música tradicional portuguesa construída a partir da voz”. Seguem-se “Contos d’Avó: uma invasão oral” por Patrícia Amaral; “Contar para escutar” por António Fontinha; “A vida precisa de pausas” e apresentação do projeto “Há festa na aldeia” da ATA – Associação do Turismo de Aldeia. Às 19h há teatro de rua e formas animadas, no Jardim Joaquim Maria Cabeças, pelo grupo Boca de Cão – Ristorante, e às 21h00 há de novo Serão de Contos com Bru Junça e Buba Espinho, no Edifício do Lagar. A partir das 21h30 começa também animação com o DJ Galinha, no Jardim. 

No dia 27 de outubro, a partir das 11h00 e até às 19h, decorrem vários espetáculos de artes performativas em diversos espaços da vila, desde o Largo Vasco da Gama (junto à biblioteca municipal), Jardim Joaquim Maria Cabeça e Largo 25 de Abril (ver programa detalhado em baixo)  

 

Street Food no Parque Municipal da Chamusca 

Durante estes três dias, de 25 a 27 de outubro, o cheiro dos livros junta-se aos odores da chamada “comida de rua”, em mais uma edição do festival de Street Food da Chamusca, que decorre no Jardim Joaquim Maria Cabeça. Durante estes três dias vai poder experimentar novos conceitos de comida de rua, desde os cachorros, pão com chouriço, hambúrgueres, petiscos típicos, comida saudável e ainda deliciosas sobremesas e bebidas.  

 

Mercadinho da Vila com livros e arte urbana 

No Largo 25 de Abril, em frente ao cineteatro e à Câmara Municipal, está a decorrer o Mercadinho da Vila, com a participação de livrarias, editoras, artesãos e ilustradores. Neste espaço vão estar presentes os contadores de histórias permanentes Carlos Marques, Bru Junça, Rodolfo Castro. O mercadinho funciona entre as 9h30 às 21h00. 

 

PROGRAMA do II Encontro de Bibliotecas Itinerantes  

25 de outubro 

9h30 às 21h00 - Mercadinho da Vila – Largo 25 de Abril 

10h00 - Receção aos participantes | Secretariado 

10h30 - Apresentação da Biblioteca do Ruy   

Paulo Queimado | Presidente da Câmara Municipal da Chamusca  

12h00 - Representante da DGLAB 

             - Representante da RBE 

             - Representante de La Asociación de Profesionales de Bibliotecas Móviles (ACLEBIM) 

11h30 às 24h00 - Street Food – Jardim Joaquim Maria Cabeça 

Almoço livre | Festival de Street Food | Jardim Joaquim Maria Cabeça 

14h30 – Álbum de família – Câmara Municipal de Palmela | Alexandre Freitas, Ângela Camolas e Teresa Sampaio 

15h00 – Casa da Memória de Guimarães | Catarina Pereira 

15h30 – Pés de Lã – Oficina de dança | Mercedes Prieto  e Monste Rivera 

16h15 – “Fazer uma pausa para filtrar os meus pensamentos” 

16h30 – Powered by Ignite  

- Cabine de Leitura - Junta Jovem | Junta de Freguesia da Carregueira 

- Matriz 21 – Gabinete para a Juventude do Município da Chamusca | Nuno Santos 

- BIR – Biblioteca Itinerante do Redondo | Município do Redondo | Bento Ramires  

Couruja do Saber – Biblioteca Itinerante e Escolar de Coruche | Município de Coruche |Norberto Esperança e Marta Ramalho  

17h00 – “Modos de ler no sec. XXI” -  Oficina de Literacia Digital | Benita Prieto* 

17h00 – “Viagens de ida e volta” - Oficina de ilustração| Margarida Botelho*  

17h00 – “Dança na matemática” - Oficina de dança| Mercedes Prieto *[dirigida a professores e educadores] 

 *inscrições limitadas a 25 pessoas por oficina  

21h00 – Serão de contos com Rodolfo Castro e Carlos Marques | Jardim Joaquim Maria Cabeça 

 

26 de outubro 

9h30 às 21h00 - Mercadinho da Vila |Largo 25 de Abril 

10h00 – Unidade Móvel de Atendimento |Câmara Municipal de Anadia| Sónia Almeida 

10h30 – De ColumBus |Bibliotheek van Zeeland (Holanda) | Antoinette van Zanten 

11h00 – “Café é sempre uma boa ideia”  

11h30 – Projeto ENCONTROS, coleção Poka Pokani | Margarida Botelho 

11h30 às 24h00 - Street Food| Jardim Joaquim Maria Cabeça 

Almoço livre | Festival de Street Food | Jardim Joaquim Maria Cabeça 

14h00 - Segue-me à capela  A música tradicional portuguesa construída a partir da voz 

15h00 - Contos d'Avó: uma invasão oral |Patrícia Amaral 

15h30 - Contar para escutar | António Fontinha 

16h00 – “A vida precisa de pausas” 

16h30 - Há festa na aldeia: apresentação de projeto | ATA – Associação do Turismo de Aldeia 

19h00 - Boca de Cão – Ristorante [Teatro de rua e formas animadas] Jardim Joaquim Maria Cabeça 

21h00 – Serão de contos com Bru Junça e Buba Espinho | Edifício do Lagar  

21h30 – DJ Pedro Galinha | Jardim Joaquim Maria Cabeça 

 

27 de outubro 

9h30 às 21h00 - Mercadinho da Vila no Largo 25 de Abril 

11h30 às 24h00 - Street Food | Jardim Joaquim Maria Cabeça 

Música ambiente 

11h00 - Artes performativas na Vila: 

Um pássaro e uma cabeça - Rebento - Companhia de teatro Cepa Torta |Junto ao Polidesportivo do Bairro 

Teatro de Robertos - Trulé | Largo Vasco da Gama  

Agostinho e Felicidade -  Boca de Cão - Teatro de Rua e Formas animadas| Jardim Joaquim Maria Cabeça  

15h00 – Um pássaro e uma cabeça - Rebento – Companhia de teatro Cepa Torta | Largo 25 de Abril 

 

 

 

Município da Chamusca mantém vigilância atenta à limpeza de terrenos florestais e beneficiação de estradas rurais 

 

Limpeza e beneficiação de estradas e terrenos rurais e florestais

 

Os terrenos e zonas florestais que não foram alvo de limpeza vão ter agora uma avaliação de risco e o Município vai substituir-se aos proprietários, em articulação com as forças de segurança e proteção civil.  

 

 O Município da Chamusca continua diligente na notificação e limpeza de terrenos e estradas florestais, conforme foi planeado e definido no PIMDFCI - Plano InterMunicipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, dos municípios de Almeirim, Alpiarça e Chamusca, para 2018.  

Após o fim do período crítico de incêndios (durante o qual era proibido fazer qualquer intervenção na floresta), que terminou a 15 de outubro passado, e em articulação com as entidades parceiras no processo - GNR/GTFI/Proteção Civil -, o município vai iniciar a limpeza nas situações de maior risco, que não foram regularizadas pelos proprietários, de acordo com os autos levantados pela GNR após notificação municipal. 

No âmbito da Operação Floresta Protegida, após a fiscalização conjunta entre a autarquia, GNR/GTFI/Proteção Civil e reclamações entregues no Município, foram enviadas 108 notificações a proprietários. Ainda não foram verificados todos os locais, mas podemos afirmar que 90% dos casos foram resolvidos voluntariamente pelos proprietários. Nos restantes a GNR levantou os respetivos autos e a Câmara Municipal irá avaliar a prioridade e risco de cada caso, para se substituir aos proprietários. 

Questionado sobre o assunto, em reunião de Câmara Municipal, pela vereadora Gisela Matias (CDU), o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Queimado, fez um balanço positivo do período crítico de incêndios, classificando como “um ano calmo”, tendo em conta que o concelho da Chamusca estava identificado como um dos territórios de maior risco. 

No âmbito do PIMDFCI, e da parte do Município, foi cumprida a realização de ceifas planeada, em cerca de 260 km lineares. Esta ceifa incluiu o abate de algumas árvores na estrada de Vale Carros e Vale da Lama da Atela. A Junta de Freguesia da Carregueira realizou a ceifa nas estradas municipais da freguesia, conforme contrato interadministrativo (CI). Em algumas estradas executou a ceifa por duas vezes. O mesmo se passou com a União de Freguesias da Parreira e Chouto, que já repetiu a ceifa em algumas estradas e o Município realizou nas restantes que não estavam incluídas no contrato. A Junta de freguesia de Ulme realizou a ceifa na EM574 no troço Ulme–Semideiro por dificuldades técnicas. O restante troço, bem como as restantes estradas incluídas no CI, ficou a cargo do Município.   

De acordo com informação recolhida junto da GNR, foram levantados 13 autos de contraordenação, sendo que em dois dos casos o proprietário realizou a limpeza após levantamento do auto e dentro dos prazos estipulados por lei.   

O Município iniciou as desmatações em 9 hectares dos seus terrenos na vila da Chamusca, com meios próprios, e de acordo com a disponibilidade dos mesmos. Na Freguesia da Carregueira, realizou a limpeza em dois terrenos do Município e sinalizados no âmbito da fiscalização conjunta com a GNR, num total de 0,32 hectares. A Zona de Atividades Económicas de Ulme tem um projeto de desmatação acompanhado pelo Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), visto ser uma zona de bastante erosão, e cujo processo terá de ser feito de forma faseada. No Pinheiro Grande o município realizou a limpeza de um terreno do Estado Central, que solicitou esse apoio, num total de 2000 metros quadrados.  

 
Caminhos e estradas rurais em processo de beneficiação 

Além da intervenção em terrenos e estradas florestais, o Município tem feito também a beneficiação de estradas e caminhos rurais, um processo que começou no início do ano. Ao nível das estradas em terra batida, o maior número de quilómetros intervencionados foram nas estradas do campo para apoio aos agricultores.  

O ICNF realizou uma candidatura a nível nacional, para beneficiação de caminhos rurais e o concelho da Chamusca foi abrangido com a reparação de caminhos florestais em cerca de 50 Km’s. A beneficiação contratada consiste no nivelamento da estrada/caminho para trânsito de viaturas, com largura mínima de 5 metros, com preparação de drenagem lateral e desobstrução dos aquedutos existentes, a executar com movimentação de terras.  



publicado por Noticias do Ribatejo às 13:00
link do post | comentar | favorito

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVATERRA DE MAGOS ASSINALA DIA MUNICIPAL PARA A IGUALDADE 2018

 

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, em parceria com EAPN Portugal, Núcleo Distrital de Santarém, vai assinalar o Dia Municipal para a Igualdade, que se comemora a 24 de outubro, com a realização de um conjunto de atividades desportivas intergeracionais.

Com base no tema nacional "Igualdade, Inclusão, Participação - Junt@s seremos + Igualdade e Desenvolvimento", as iniciativas irão decorrer de 23 a 26 de outubro com passagem por vários locais do Concelho.

O objetivo é juntar participantes de várias idades numa ação que pretende sensibilizar para a construção de uma consciência cívica e social relacionada com a temática da Igualdade.

Assim, as atividades irão decorrer nos seguintes dias e locais, conforme cartaz em anexo:

23 de outubro | 14h30 | Centro Escolar de Foros de Salvaterra e Várzea Fresca

24 outubro | 10h30 | Ringue Desportivo de Glória do Ribatejo (envolvendo a comunidade de Glória do Ribatejo e do Granho)

24 de outubro | 10h30 | Largo da República (junto ao Mercado de Cultura) em Marinhais

25 de outubro | 10h30 | Ringue Desportivo (junto ao parque infantil) em Salvaterra de Magos

26 de outubro | 14h30 | Ringue Desportivo de Muge

Na ocasião, os participantes serão também convidados a deixar um registo escrito ou em desenho alusivo ao tema “Para mim Igualdade é …”. Este mural ficará exposto nos dias seguintes em local a definir nas várias localidades.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:56
link do post | comentar | favorito

Domingo, 21 de Outubro de 2018
TEMAS DE SAÚDE: Ser bom é fácil. O difícil é ser justo

ANTONIETA

Por: Antonieta Dias (*)

 

 

“Vitor Hugo-ser bom é fácil. O difícil é ser justo”

“Óscar Wilde não é justo que alguns homens sejam mais felizes do que outros.

Justo quem age seguindo as normas da moral.”

 

Na Grécia Antiga a respeito da justiça utilizava-se a expressão Dkaiosyne para representar a personificação de uma integridade moral relacionada ao Estado e aos governos.

Aristóteles defendia um conceito de justiça que levou muitos autores a refletir sobre ele, designadamente os autores de Filosofia do Direito, nomeadamente Michel Villey, em que para este autor, “o direito” seria a correta tradução do grego todikaion. Aristóteles acrescenta às condições objetivas do justo e do injusto algumas condições subjetivas referentes aquela que sobre a Acão.

Com base nestes conceitos não será difícil reconhecer que o pilar da Justiça é essencial para a estabilização da Paz inerente ao compromisso de uma doutrina humanitária onde o respeito e a estabilidade social se alicerçam no sentido de aperfeiçoar as operações das missões verdadeiramente indispensáveis ao cumprimento do Direito Nacional e Internacional cuja diretiva é exclusivamente desenvolvida por pessoas que acreditam na dignificação da pessoa humana.

Justiça significa exatidão, imparcialidade, integridade, legítimo, merecido, transparência, honestidade, é dar a cada um o que tem direito, o que merece, o que é legítimo que se esta a agir de acordo com as normas da razão.

Se Justiça for considerado um conceito abstrato, não deixa de incluir direito, filosofia, ética, moral e religião que contemplam o respeito pelo direito de terceiros o que implica dar aos outros o que lhes é devido.

Na Grécia a Justiça era representada por uma deusa, Thémis, e mais tarde Dike, que era representada de olhos abertos. Na Roma antiga, a Justiça era representada por uma estátua, com olhos vendados “todos são iguais perante a lei” e todos tem direitos iguais, sendo que a Justiça deve buscar igualdade entre os cidadãos.

Em suma, é imprescindível voltar a colocar o Pilar da Justiça em funcionamento e cumprir todas as regras fundamentais para que os Homens sejam justos, independentemente da sua condição social, politica, religiosa ou “poderosa”, sem esquecer que não existe Cidadania ou Nação, sem que este Pilar seja assegurado e aplicado a todos.

(*) Médica



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

Quando penso em ti

CATARINABETES

Por: Catarina Betes

 

 Quando penso em ti

 

Quando penso em ti, penso num outro tempo, numa das muitas vidas que entre tanto e tão pouco, vivi.

Um tempo em que os dias não corriam, mas caminhavam a passo lento, sem pressas, alardes, certezas ou vaidades.

Quando penso em ti, recordo um sonho perdido, outrora encontrado, por acaso, sem dia ou encontro marcado.

Quando penso em ti, revejo o olhar grave que me consagravas, como se tudo o que eu dissesse, contasse.

A forma singular, como os teus olhos se fundiam nos meus, numa simbiose perfeita, sendo por momentos, olhos de um só.

Duas almas perdidas, que por instantes apenas, neste cosmo infindo, se reconheciam, completavam e ardiam.

Quando penso em ti, sinto as tuas mãos, a forma suave como envolviam as minhas.

Esse gesto teimoso que te pertencia, a posse que sem perceber, nesses instantes, eu te concedia.

Quando penso em ti, revivo as palavras que trocávamos sem falar, as promessas e as juras que ficavam no ar, que nos detinham e aprisionavam, no liame simples, de um olhar.

Quando penso em ti, penso no teu sorriso.

O sorriso infantil num rosto maduro, o sorriso de quem teme já não saber como sorrir, o sorriso de quem sente, por entre os dedos das mãos, a vida fugir.

Quando penso em ti, relembro aquela que fui e já não sou. A que desdenhava as certezas do caminho a seguir, que ousava encetar cada novo dia, um novo trilho, regado a sonhos e livres arbítrios, sem jamais perder o brilho.

Quando penso em ti, recordo esse brilho, a chama de um espírito errante e ardente, numa fogueira de sonhos.

Quando penso em ti, penso o que pensarias tu, se hoje visses quem sou.

Porque quem conheceste, partiu, sem aviso prévio, sorriso ou despedida. Pereceu, de sonhos vazios, em vida.

Eu sou…, o que restou.

 

Pensei durante anos, que tudo o que passa, fica para trás. Não deixa marcas.

Que somos o resultado simpático das escolhas que realizamos ao longo deste percurso a que recorrentemente chamamos Vida.

Precisei de viver o suficiente para compreender. Sim, porque nem todos nascemos a conseguir ver mais do que aquilo que está à frente dos nossos olhos.

Sempre considerei ser uma pessoa do tipo que só acredita no que vê, no que pode explicar. Talvez por isso tenha optado pela medicina.

Mas hoje, anos passados nesta profissão que aos poucos me tem arrancado o coração, continua a surpreender-me a volatilidade do espírito humano e o frágil conhecimento de quem somos.

Muitas vezes recorro à indiferença que aprendi a reservar em local seguro, para as circunstâncias em que a emoção me impede de discernir o que é ou não, necessário realizar.

E tanto a tenho empregado, que por vezes já me questiono se a insensibilidade é disfarçada ou se já me terei realmente tornado numa pessoa fria e sem alma.

Relembro os primeiros tempos do curso, em que sentia emergir em mim um milhão de possibilidades de realizar algo maior que o mundo reducionista e oco do qual sempre fugi.

Mas a realidade tornou-se avassalante e denominadora e a necessidade de fabricar um refúgio tornou-se essencial.

Presentemente, examino cada caso clínico singular e afincadamente, e, encerro em cada um, todas as minhas reservas de força e perseverança.

Clarifico diagnósticos e procedimentos, mas recuso-me a entrar. Situo-me junto à porta, onde, naturalmente, deixo uma fresta.

Se hoje me observasses, não me reconhecerias.

Perguntarias pela outra, a que preservava a todo o momento, a lavareda da Vida.

Na verdade, perdi-a.

Talvez tenha acontecido na circunstância confusa em que decidimos seguir caminhos diferentes. A frieza com que o determinámos, extinguiu para sempre qualquer coisa dentro de mim, que não tornou a atear.

Deixou um rasto marcado, num andar por si só já resvaladio.

Sempre possuí um espírito desordenado e obstinado, mas os anos em que nos quisemos, permitiram-me sentir uma espécie de existência autêntica, que, na solidão que se seguiu, me fez compreender a sensação teimosa de morte, de quem está vivo.

É possível voltar à vida, depois da morte?

Como mulher das ciências, não possuo deliberação.

Mas continuo a pensar em ti.

Se ainda serás tu, se te reconheceria, ou se, como eu, és apenas uma sombra de ti mesmo.

Quando penso em ti, penso no pouco que conheci do amor.

E no quanto esse pouco resistiu, completando cada canto vazio da minha alma, cada ângulo do meu corpo.

Hoje?

Não sei quem sou.

Sou o que restou.



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:55
link do post | comentar | favorito

A Conchita

ANAFONSECA

Por: Ana Fonseca da Luz

 

 

A Conchita 

 

Conchita era muy guapa e caliente. 

Cresceu pelas ruas de Badajoz, num bairro pobre e sem graça e foi Maria-rapaz até os primeiros raios de feminilidade começarem a romper-lhe no corpo. 

A sua mãe, Dolores de seu nome, criou a filha com desvelo e carinho, apesar do desapego da filha, que a única coisa que gostava era de pesetas para gastar. 

O pai era um pobre diabo que toda a sua santa vida tinha vivido às custas do trabalho da mulher, que era uma verdadeira escrava das limpezas que fazia em casa de senhoras “muy ricas, muy hermosas, pero sin córazon. 

Quando Conchita, lá para os seus dezassete anos, descobriu o efeito que causava nos homens, compreendeu que o mundo seria dela, se soubesse tirar  proveito do melhor que Deus lhe tinha oferecido, que era a sua beleza. 

Foi o que fez. 

O primeiro patego que enganou e de quem se aproveitou deixando-o quase na miséria, foi de D. Feliciano, com idade de ser seu pai, com algo de seu, e estúpido que nem uma galinha. 

D. Feliciano foi o homem mais feliz do mundo enquanto a Conchita o tratou por “ Mi amor”, mas este tratamento carinhoso só durou, enquanto as pesetas de D. Feliciano não se acabaram. Conchita era mulher cara. 

Vestidos de muitos folhos e rendas, sapatos altos, peles e viagens eram a sua perdição. 

D. Feliciano foi abrindo os cordões à bolsa, enquanto pode, porque se havia coisa que ele gostava era que o vissem de braço dado con su Conchita” pela Plaza Alta, nos fins de tarde soalheiros.  

Mas, a fonte que dava por nome de D. Feliciano, secou, e Conchita, agora já habituada a tudo o que era bom, teve de procurar uma nova fonte de rendimentos, que é como quem diz, um novo palerma que a sustentasse a si e aos seus caros caprichos. 

A seguir a D. Feliciano, seguiu-se D. Joaquin, igualmente rico, mas mais esperto que D. Feliciano, que vendo como ela delapidava a sua fortuna, que tanto lhe tinha custado a juntar, a pôr à maresia, deixando-a praticamente com uma mão à frente e outra atrás. 

Foi nessa altura que resolveu vir experimentar os homens portugueses. Uma amiga tinha-lhe dito que o homem português era muito macho e que não resistia a uma espanholita com muito salero.  

Se melhor o pensou, melhor o fez. 

Uma noite, e sabendo onde a mãe guardava as economias, roubou-lhe quase tudo e rumou para Portugal, com a certeza que rapidamente encontraria um macho português que a sustentasse e a tirasse daquela penúria. 

Foi aí, que conheceu o Alfredo da Custódia, o vizinho do primeiro andar que nada devia à beleza, mas que servia muito bem, porque ela também não queria casar com ele, não senhora, queria era que ele a enchesse de coisas boas e bonitas. 

E o Alfcomo ela carinhosamente lhe chamava, além de não ser nenhum Adónis, também não devia nada à inteligência e rapidamente caiu nas malhas de Conchita, largando a mulher numa Noite de Natal, para se entregar de alma e coração à sua espanhola, oferecendo-lhe, claro está e de mão beijada, todas as suas economias, que não eram assim tão poucas como isso. 

Já em Espanha e enquanto houve dinheiro, a Conchita só teve olhos para o seu Alf e o Alf para a sua Conchita, mas como não há nada que dure para sempre, a fortuna do Alf acabou-se e ele, um dia, já farto das suas espanholices e sem quase dinheiro nenhum, encheu-se de saudades da sua Custódia, disse à Conchita que ia comprar caramelos e voltou para Portugal com a rabinho entre as pernas. 

A Conchita? A Conchita quase morreu de desgosto quando o seu Alf não lhe apareceu em casa nem nessa noite nem na seguinte. 

Depois, chorou dois dias ou três e ao fim daquele tão prolongado luto, fez-se à vida e arranjou quem a sustentasse, porque dos fracos não reza a história. 

Há quem diga, que a Conchita diz lá por Espanha à boca cheia, que o único homem que amou na vida foi o Alfredo da Custódia... 



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:30
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018
Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

 

image002

 

quinta-feira:

 

 

Esta quinta-feira, dia 18 de outubro, às 18h00, assista ao Workshop “Plantas medicinais tropicais e a sua utilização”, a cargo da escritora Fernanda Botelho, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, numa organização da Clínica de Acupuntura Dr. Faustino Santos e colaboração do Município de Santarém.

“Venha descobrir que a lantana ou a robínia tão comuns e amaldiçoadas no nosso país, afinal são usadas como plantas medicinais. Vamos falar de jacarandás, erva-príncipe, aipim, pau d’arco, centelha asiática, cocos, papaias e açaí e muitas outras plantas que fazem parte do nosso quotidiano ou das nossas memórias tropicais. Vamos provar, cheirar e levar para casa sementes e estacas para começarmos o nosso jardim medicinal”.

 

sexta-feira:

 

Esta sexta-feira, dia 19 de outubro, às 21h30, há Cesta D’Artes com o Grupo “Meia Dúzia”, no Fórum Actor Mário Viegas - Centro Cultural Regional de Santarém.

 

sábado

 

Este sábado, dia 20 de outubro, a partir das 09h00 há Torneio Regional de Jovens Jogadores – Master - Circuito Regional de Ténis Juvenil da ATLei, nos Campos de Ténis do Clube Ténis de Santarém. Mais informações: https://minispin.webnode.pt/

O Circuito MINISPIN tem por objetivo proporcionar aos clubes da ATLei um Circuito Regional competitivo e lúdico, direcionado principalmente para jovens atletas, dos 6 aos 12 anos, numa fase inicial de desenvolvimento da modalidade.

Pretende-se que este Circuito seja uma introdução à competição e aproximação ao circuito smash Tour e aos torneios federados sub12.

Com a participação de todos os Clubes da Associação de Ténis de Leiria esta é mais uma festa do ténis.

 

Às 11h00 tem lugar a apresentação do Livro “Pais brilhantes, filhos fascinantes”, de Ana Rita Farinha, na Sala de Leitura Bernardo Santareno.

“Hoje em dia muitos procuram ajuda, tentam saber mais sobre educação, mais precisamente como educar um filho. Apesar da dificuldade, educar um filho é algo que traz felicidade e ao longo da vida é uma coisa que lhes vai dar saída para um futuro melhor. A educação começa em casa, não é na escola que se aprendem boas maneiras, na escola só se adquire conhecimento. Educação é uma palavra com grande significado nos dias de hoje, é algo que nos define, é parte de nós.

Este livro tem como objetivo despertar a atenção para a importância do papel dos pais na educação dos seus filhos. Não é uma critica, mas sim uma tomada de consciência dos perigos que podem resultar de uma infância e adolescência conturbada.

Ana Rita Veríssimo farinha lança o seu primeiro livro aos 17 anos. Frequenta o curso de Ciências e Tecnologias, na escola Dr. Ginestal Machado, em Santarém. Apesar de a sua área estar relacionada com as ciências, tem uma grande paixão pela escrita e pela leitura desde pequena”

 

Às 11h30 há Sábado Teatral - Aqui há Fantoches, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Vamos dar voz às personagens das Histórias de encantar. Prometemos diversão e muita alegria! (Duração) 30’ (Classificação) para todos

 

Às 12h00 há Oficinas de Arte – Ouriço Penteado, na Livraria Aqui Há Gato.

“Este mês vamos dedicar a nossa atenção ao Ouriço, um animal com olhar meigo mas que nunca recebe uma festa! Vamos por isso mostrar-lhe com a nossa arte que gostamos muito dele!

Vem fazer as nossas oficinas de sábado e divertir-te com arte!

Também o ouriço gosta de estar penteado e arrumado. No fim podes fazer-lhe festas, ele não vai picar!!!”

(Duração) 60’ (Classificação) a partir dos 4 anos inclusive (Preço) 7€

 

A decorrer:

 

Até dia 31 de outubro, visite a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Rateficação do Aforamento de humpe/daço de chão chamado dascazaS daTray/ção da freguezia do SantiSimo Mila/gre desta Villa de cujo chão e prazo heEm/phyteuta Bento velozo deSequeira mon/teiro mor desta Comarca em foro de 160 reis. Santarem, 2 de setembro 1746.

Os contratos de aforamentos eram caraterizados pelos procedimentos de ratificação no limite temporal de cada contrato (anualmente). Razão que justificava a presença do escrivão, da provedoria da Comarca, Francisco Alves da Costa acompanhado pelo Doutor António Martins dos Reis desembargador de El Rey nosso Senhor e seu provedor com alçada na vila de Santarém e sua Comarca. Na presença de uma parte, Custodio Pinto de Castro, administrador das terças da mesma comarca e procurador bastante do contratador das mesmas terças desta província. Da outra parte, Bento Veloso de Sequeira, monteiro mor desta comarca e enfiteuta do mesmo pedaço de chão, junto ao postigo de Santo Estevão. Prazo foreiro ao Senado da Câmara.

 

Até dia 31 de outubro, visite a Mostra Bibliográfica “Dia Nacional dos Castelos”, (que se comemora no dia 7 de outubro), na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire. A Mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

O Dia Nacional dos Castelos, celebrado a 07 de outubro, visa divulgar e promover os castelos com toda a sua história, riqueza arquitetónica, cultural e simbólica do que cada um representa como edificações emblemáticas, verdadeiros testemunhos da memória coletiva de um povo.

 

Até dia 31 de outubro, visite a Mostra Bibliográfica “Vamos ler… Agustina Bessa Luís”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno. A Mostra pode ser vista, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

Homenageamos a escritora Agustina Bessa Luís pelo seu 96º aniversário (nascida a 15 outubro 1922) com uma mostra bibliográfica.

Agustina estreou-se como romancista em 1949 com uma publicação da novela intitulada “Mundo Fechado”, mas foi com o romance “A Sibila” que a escritora obteve o imediato reconhecimento geral, romance esse que atingiu a 25ª edição.

 

Até dia 31 de dezembro, visite a Exposição “Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 01 de outubro a 31 de dezembro está em destaque trimestral uma obra da autoria de Francisco de Almada: “Casario”, Serigrafia a cores s/ papel, datada de 1983.

 

Até dia 06 de janeiro, visite a Exposição “Sá da Bandeira – Filho da Vila. Pai da Cidade”, na Casa do Brasil. Patente das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, de terça-feira a sábado.

No ano em que se comemoram 150 anos da elevação de Santarém a cidade, a Casa do Brasil apresenta a exposição sobre a figura de Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo (1795-1876), 1.º Marquês de Sá da Bandeira, um dos responsáveis pelo novo estatuto jurídico da urbe.

A iniciativa, que conta com a colaboração da Academia Militar, além do apoio da família de Sá da Bandeira, pretende abordar a figura do Marquês, sob o ponto de vista do homem, do militar e do estadista, mas também do antiesclavagista, um dos aspetos porventura menos conhecidos deste multifacetado escababitano.

A exposição apresenta objetos pessoais, bibliografia diversa, artes plásticas (pintura, escultura e gravura), fotografia e numismática. Conta também com uma vertente multimédia, com a exibição de apresentações e filmes ligados ao contexto histórico e à vida e obra de Sá da Bandeira.

 

Em permanência:

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Painel de azulejos que representa um mostruário de relógio com numeração romana e decoração figurativa dos ventos (éolos ou querubins azuis), nos quatro cantos da composição. É emoldurado por cercadura com decoração geometrizante e simétrica a azul, amarelo, verde e manganês e meios óvulos. O espaço interior é preenchido com uma representação do sol com seus raios em branco e amarelo sobre fundo azul, dividindo o círculo em vinte e quatro partes iguais”.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h15 e das 14h00 às 17h15. Contato: tel.- 243 357 288.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scallabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:02
link do post | comentar | favorito

"O Ribatejo é uma das regiões que maior taxa de crescimento tem no país em matéria de absorção de fundos comunitários", Nelson de Souza, Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão

"O Ribatejo é uma das regiões que maior taxa de crescimento tem no país em matéria de absorção de fundos comunitários", Nelson de Souza, Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão

O Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, presidiu à sessão de encerramento do NERSANT Business 2018, que este ano juntou 200 empresários e delegações de 38 países, vindas de todo o mundo. No total foram realizadas 1026 reuniões de negócios. O governante reconheceu a importância da Associação Empresarial da Região de Santarém para o apoio aos empresários e ao desenvolvimento da região do Ribatejo. Por seu turno, Salomé Rafael, Presidente da NERSANT, destacou que o NERSANT Business é uma aposta ganha, sublinhou a necessidade de medidas do Governo para que as empresas portuguesas possam ser mais fortes e competitivas para enfrentarem os atuais desafios e manifestou a disponibilidade da NERSANT para participar em todas as medidas e projetos que visem apoiar as empresas e contribuir para o desenvolvimento regional. O forum internacional de negócios, organizado pela Associação Empresarial da Região de Santarém, já vai na sua 7ª edição e é uma das maiores mostras de networkig em Portugal.

 

O Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão começou por afirmar que "já lá vão os tempos em que podíamos confinar os nossos desafios às nossas regiões. Agora as empresas disputam em mercados abertos". O governante prosseguiu fazendo um elogio à região do Ribatejo pela capacidade de absorver fundos comunitários, salientando que "o Ribatejo é uma das regiões que maior taxa de crescimento tem no país em matéria de absorção de fundos comunitários. Até 30 de junho, no âmbito do Portugal 2020, esta região foi capaz de absorver 500 milhões de euros. O que representa uma quantia sem qualquer tipo de precedente nos anteriores quadros comunitários. Destes 500 milhões, metade deste investimento é investimento empresarial de natureza privada". Nelson de Souza destacou ainda a atividade da NERSANT, que "continua com a mesma pujança, dinamismo e com maior presença porque os tempos são mais dificeis e mais complexos", e o evento NERSANT Business. "Tantos empresários de tantos sítios aqui para criar parcerias e detetar oportunidades de negócio é, de facto, a atitude que nos é pedida para que possamos ser competitivos", rematou.

Salomé Rafael referiu que "a evolução, quantitativa e qualitativa que o NERSANT Business tem registado, mostra que esta foi uma aposta ganha. Mas o grande mérito deve ser dado às empresas ribatejanas, produtoras de bens e serviços inovadores e de grande qualidade, que suscitam o interesse de novos clientes, em mercados internacionais". A Presidente da NERSANT aproveitou ainda a presença do governante para transmitir algumas considerações ao Governo: "Consideramos que a reprogramação do atual Quadro Comunitário foi bem conseguida e reconhecemos o esforço de Vossa Excelência. Existiu a preocupação de reforçar financeiramente algumas áreas, como os incentivos às empresas. O reforço de outras áreas como os SIAC, formação profissional, formação para as empresas é também por nós sinalizado como muito positivo. Relativamente ao Financiamento, aguardamos que as medidas incluídas no Programa Capitalizar sejam efetivamente implementadas. O financiamento através de fundos para a recapitalização das empresas e a adoção de medidas que favoreçam o investimento são medidas que também temos vindo a propor. Relativamente ao próximo Quadro Comunitário de Apoio, esperamos que o governo olhe para as empresas como os verdadeiros motores do desenvolvimento económico e não só como uma fonte de receita fácil." Para finalizar, a responsável manifestou a disponiblidade da NERSANT para "trabalhar em parceria com todos os agentes locais, com os municípios, com as CIM`S, instituições de ensino superior, comunidade científica, em todas as medidas e projetos que visem apoiar as empresas e contribuir para o desenvolvimento regional".

Estiveram presentes delegações estrangeiras de 38 países: Alemanha, África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Bósnia, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Colômbia, Emiratos Árabes Unidos, Equador, Estados Unidos da América, Finlândia, França, Holanda, Hong Kong, Hungria, Índia, Irão, Lituânia, Marrocos, México, Moçambique, Namíbia, Paraguai, Peru, Polónia, Qatar, Reino Unido, República Checa, Roménia, São Tomé e Príncipe, Senegal, Sérvia e Tunísia.

Foram muitos os setores de atividade representados, com destaque para a agroindústria, comércio de produtos agroalimentares e bebidas, construção civil e obras públicas, materiais de construção, energias renováveis/alternativas, metalomecânica, transportes e logística, tecnologias da informação e da comunicação (TIC), entre outros.

O NERSANT Business permite que cada um dos empresários portugueses que participam no evento possa reunir no mesmo espaço com empresários estrangeiros, com o objetivo de apresentar a sua empresa, o seu negocio, produto ou serviço e daí obter mais-valias comerciais. Há um trabalho prévio por parte da NERSANT no sentido de elaborar um calendário de reuniões B2B para cada um dos participantes e de acordo com os seus objetivos específicos. Depois de realizadas mais de 1000 reuniões nos dois primeiros dias do encontro, o terceiro e último é dedicado a visitas às empresas portuguesas participantes.

O NERSANT Business tem como objetivos proporcionar a realização de negócios entre os empresários ribatejanos e de todo o país com os empresários estrangeiros, promover a internacionalização das empresas e dar a conhecer aos investidores presentes as potencialidades do Ribatejo, nomeadamente as infraestruturas de acolhimento existentes, entre as quais se incluem Centros Tecnológicos, cinco novos Parques de Negócios e escolas profissionais que trabalham em cooperação com empresas e instituições de ensino superior.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:01
link do post | comentar | favorito

"O TEATRO VAI ÀS FREGUESIAS"

teatro vai a freguesia 21 out web

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:00
link do post | comentar | favorito

SESSÕES PÚBLICAS PARA DEBATER TRÂNSITO E REQUALIFICAÇÃO DO CONCELHO DO CARTAXO

Painel Camara Cartaxo 1536

 

Na sequência das intervenções previstas pelo Plano de Ação para a Requalificação do Concelho do Cartaxo, que também integra ações em arruamentos da cidade, o presidente da Câmara Municipal vai convocar reuniões de trabalho com moradores e comerciantes da Urbanização do Valverde e Quinta das Correias.

 

 

A Comissão Municipal de Trânsito vai reunir no dia 26 de outubro para deliberar sobre a circulação rodoviária e a organização do espaço urbano em alguns arruamentos da cidade. O Município tem, em fase de preparação, o Plano de Ação para a Requalificação do Concelho do Cartaxo, cujas intervenções também terão influência na organização do espaço urbano na cidade.

 

Com o objetivo de esclarecer os residentes e comerciantes, assim como, para recolher os seus contributos e principais preocupações, o presidente da Câmara Municipal, Pedro Magalhães Ribeiro, vai convocar duas sessões de trabalho – no dia 25 de outubro, quinta-feira, com os moradores e comerciantes da Urbanização do Valverde, nomeadamente da Rua Capitão Salgueiro Maia; e no dia 22 de novembro, também quinta-feira, com os residentes da Quinta das Correias.

 

A reunião de dia 25 de outubro realizar-se-á pelas 19h30, no Centro Cultural do Cartaxo e terá, também, como principal objetivo “ouvir as pessoas e recolher informação junto dos residentes, para que a Comissão Municipal de Trânsito possa deliberar com conhecimento dos factos e das preocupações dos residentes”, afirmou Pedro Magalhães Ribeiro que apela à participação “dos cidadãos. E muito importante estarem presentes e participarem, dando contributos para a requalificação urbana das principais zonas residenciais do Cartaxo”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:04
link do post | comentar | favorito

Município aprova apoio à Loja Social e valores de utilização de equipamentos desportivos

Município aprova apoio à Loja Social e valores de utilização de equipamentos desportivos

Deliberações da reunião de 16 de outubro de 2018

 

O Executivo Municipal de Azambuja realizou mais uma reunião descentralizada, desta vez na União de Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de S. Pedro e Maçussa. A sessão ordinária, de 16 de outubro, teve lugar no salão da sede da junta em Manique do Intendente e produziu uma dezena e meia de deliberações.

 

Uma das propostas aprovadas foi o reforço do apoio ao funcionamento da Loja Social do Concelho de Azambuja, assumindo o encargo da renda das instalações, no valor de 4.800,00 euros anuais. Recorde-se que a Loja Social é gerida pela Cerci-Flor da Vida, IPSS com a qual o município protocolou a criação desta estrutura no ano 2010. Este aditamento ao protocolo redefine as competências das duas entidades, cabendo à Cerci assegurar a coordenação da loja, elaborar os critérios de admissão dos beneficiários, organizar os processos dos indivíduos ou famílias admitidos e disponibilizar os recursos humanos e técnicos para o funcionamento do espaço. Por seu lado, o município irá transferir trimestralmente 1.200,00 euros para pagamento da renda do imóvel, irá estimular a colaboração de outras instituições de âmbito social da área do concelho, e continuará a prestar apoio logístico no armazenamento e transporte de bens. Recorde-se que a Loja Social do Concelho de Azambuja é fornecida por doações voluntárias de particulares, empresas e comerciantes e recebe artigos como vestuário, calçado, acessórios, mobiliário, brinquedos, equipamento doméstico e eletrodomésticos. Todos os bens passam por uma triagem e organização ficando apenas disponíveis os que se encontram em bom estado de utilização, que serão cedidos a indivíduos e famílias de comprovada vulnerabilidade económica e social. A Loja Social funciona no nº120 da Rua Engº Moniz da Maia, em Azambuja.

 

Foi aprovada uma proposta que define os valores a pagar pela utilização de vários espaços desportivos municipais. Da proposta fazem parte tabelas específicas com as condições de aluguer e montantes para cada um dos quatro equipamentos: o Ginásio do Complexo de Piscinas de Azambuja; a utilização das próprias Piscinas; o Ginásio do Pavilhão Municipal de Azambuja; e o Estádio Municipal de Azambuja.

 

No âmbito do contrato de concessão relativo à exploração e gestão dos serviços públicos de distribuição de água e de drenagem de águas residuais do Concelho de Azambuja foi aprovada uma proposta de alteração aos respetivos contratos financeiros. A alteração consiste no alargamento do período de utilização dos fundos, a pedido da própria concessionária – Águas da Azambuja, S.A. – que justifica o atraso nas obras previstas no Plano de Investimentos para as vias EN3 e EN366 com as dificuldades no processo de licenciamento junto da Infraestruturas de Portugal, S.A. Este novo aditamento aos contratos financeiros será agora submetido à apreciação da Assembleia Municipal.

 

Na área da educação, foi deliberado apoiar os três agrupamentos de escolas do concelho no desenvolvimento de atividades para as quais não dispõem de recursos financeiros. Assim, os agrupamentos de Azambuja e de Vale-Aveiras irão receber, cada um, uma verba de 2.100,00 euros para custear um pacote anual de 33 aulas de hipismo, na componente de Desporto Escolar. O município facultará, ainda, uma vez por semana, o transporte de ida e volta dos alunos para essas aulas. Por sua vez, o Agrupamento de Escolas do Alto de Azambuja optou por promover a descoberta do Ecossistema e da Bio e Geodiversidade do Paúl de Manique do Intendente, sendo-lhe atribuídos uma máquina fotográfica com uma objetiva de grande alcance e dois binóculos especialmente adequados à observação da flora e da fauna. Este conjunto de apoios representa um investimento municipal na ordem dos 6.100,00 euros.

 

Outro apoio financeiro decidido pela vereação irá contemplar a realização da prova “Trilho dos Arneiros”, organizado conjuntamente pela União de Desporto e Recreio de Vila Nova da Rainha e pela Junta de Freguesia local. Esta iniciativa conta já com mais de 300 atletas inscritos e oferece três modalidades de participação: um trail de 21 kms, um mini-trail de 12 kms e uma caminhada de 8 kms. O município atribuiu 1.550,00 euros a este evento que vem promover a bela paisagem natural do Concelho de Azambuja e o seu potencial para o desporto-aventura.

 

Da ordem de trabalhos desta reunião, foi, igualmente, aprovado o acordo de adesão do Município de Azambuja à Rede Europeia de Cidades Sabor Sur. O projeto tem por base a promoção e divulgação da dieta mediterrânica e de uma alimentação mais saudável e sustentável, e pretende envolver autarquias de Portugal, Espanha, Itália, França, Grécia e Marrocos. A criação desta rede é financiada pela União Europeia sendo o consórcio fundador constituído por uma dezena de entidades entre as quais os centros de investigação em alimentação das universidades de Évora, do Algarve e de Trás-os-Montes. Com o recente reforço da aposta na valorização de pratos locais como o torricado, a manja ou a lapardana, onde o pão e o azeite assumem grande relevo, o Município de Azambuja entende fazer todo o sentido integrar a Rede Europeia de Cidades Sabor Sur.

 

Relativamente a apoios logísticos, foram autorizados o empréstimo de 100 cadeiras ao Município do Cartaxo destinadas a um evento musical, o empréstimo de 120 grades metálicas ao Município de Almeirim a utilizar num evento desportivo, e a cedência de um palco e cadeiras à Associação Tagarelas Inspiradores (da Comissão de Festas de Vale do Brejo) para a realização da 2ª Festa dos Jovens com mais de 70 anos.

 

Foi aprovado um conjunto de propostas de cedência de transportes isentos do pagamento das respetivas taxas de utilização. A deliberação contemplou os pedidos do Agrupamento de Escolas de Azambuja, para participação de alunos e professores no Concurso Mundial de Ciência, em Barcelona (Espanha); do Agrupamento de Escolas do Alto de Azambuja, para deslocação de alunos e professores ao Festival Literário e de Cinema de Alcobaça; da Junta de Freguesia de Azambuja, para deslocação dos munícipes à Corrida Sempre Mulher da Associação de Apoio à Mulher com Cancro da Mama, em Lisboa; à Junta da União de Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de S. Pedro e Maçussa, para participação de um grupo de habitantes num programa televisivo, em Lisboa; e o pedido do Aveiras de Cima Sport Club para empréstimo de uma cisterna destinada à rega do campo relvado na realização de um torneio de futebol juvenil.

 

Por fim, foi aprovado o protocolo a estabelecer com a Escola Secundária Gago Coutinho de Alverca com vista a acolher no Município de Azambuja, num estágio de formação em contexto de trabalho de 400 horas, um aluno do Curso Profissional de Técnicos de Desporto.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:03
link do post | comentar | favorito

Plano Anual de Educação da Chamusca

imagem%20%20site%20educação

 

 
Plano Anual de Educação da Chamusca  
assinala 50 anos da chegada do Homem à Lua 

 

O objetivo principal é dotar os alunos de ferramentas que lhes permitam projetar o futuro e definir objetivos para sua vida 

 

18 de outubro de 2018 - O Município da Chamusca definiu o Plano Anual de Atividades para a Educação, em vigor para o ano letivo de 2018/2019, que apresenta os principais projetos e as iniciativas a realizar nas escolas do concelho e cujo fio condutor é o tema “Pequenos GrandEsPaços”, assinalando desta forma várias efemérides: os 50 anos da chegada do Homem à Lua, os 100 anos da Existência da União Astronómica Internacional e ainda os 100 anos das observações que vieram comprovar a Teoria da Relatividade Geral de Albert Einstein.  

Em 2019 assinalam-se os 50 anos da chegada do Homem à Lua, que aconteceu em julho de 1969. Este acontecimento é o mote para o Município propor uma reflexão sobre a importância do espírito de aventura e da busca pelo conhecimento que moveu sempre a Humanidade em direção às grandes descobertas. Sem receios de ambicionar mais do que a realidade imediata mostrava e permitia.  

Com o objetivo de dar ferramentas aos alunos para projetarem o seu futuro e traçarem objetivos de vida, o plano anual de atividades vai ao encontro do novo enquadramento legislativo que define metas de acordo com “O Perfil do Aluno à saída da escolaridade obrigatória”. Isto significa na prática que se procura privilegiar a educação global do aluno, a sua cultura científica e artística com uma base humanista e de participação cívica na sociedade.  

O plano anual de educação está também de acordo com o projeto do Agrupamento de Escolas da Chamusca para o triénio de 2018-2021 e que assenta em três conceitos: “Consistência, Colaboração e Inovação” 

Queremos que os nossos alunos tenham a capacidade de elaborar o desejo, queremos que a educação seja a forma de descobrir, valorizar e reforçar o desenvolvimento pessoal. A educação serve para podermos sonhar o futuro”, refere a Vice-Presidente da Câmara Municipal da Chamusca e Vereadora com o Pelouro da Educação, Cláudia Moreira, no texto que assina no prefácio do documento do Plano Anual de Atividades. Acrescenta ainda que “somos feitos do que lemos, do que vivemos, do que imaginamos” e que “a educação transforma as pessoas em cidadãos participativos e responsáveis” 

O projeto visa ainda ajudar a combater as múltiplas iliteracias - da leitura e da escrita - mas também a numeracia. Procura ainda incrementar a utilização das novas tecnologias da informação e da comunicação, alinhando as iniciativas a realizar com os Objetivos da Agenda 2030 e das suas 169 metas para transformar o Mundo.  

Relacionando o contributo das várias ciências para a melhoria da qualidade de vida, o projeto não esquece a importância da História de Portugal e de como os portugueses conseguiram partir à aventura do desconhecido nos Descobrimentos. Por isso, as atividades propostas para as disciplinas de História e de Português vão entrecruzar obras, poemas e textos que remetem para o sonho, para o mar e para a busca pelo impossível.  

 

Observatório da Educação vai avaliar medidas 

Para o Município da Chamusca, a educação é uma área prioritária para o desenvolvimento global do concelho, e o objetivo central é de garantir aos alunos a igualdade no acesso a uma educação de excelência, desde o pré-escolar ao ensino secundário. Para garantir que a informação chega a todos foi criado o Observatório da Educação do Município da Chamusca, designado como o OBe2140. Este observatório vai reunir a informação que existe sobre o trabalho desenvolvido nas escolas e é um espaço aberto aos contributos da comunidade educativa, desencadeando processos participativos. 

Na Chamusca encontra-se em atividade a equipa multidisciplinar de intervenção comunitária, ao abrigo do Plano Integrado Inovador de Combate ao Insucesso Escolar da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, um projeto financiado pelo Fundo Social Europeu, enquadrado no Alentejo 2020. Esta equipa desenvolve na Chamusca um Programa de Mentoria, uma Academia Móvel de Inteligência Emocional e o Programa de Educação Parental Positiva 

A partir do mês de outubro, às terças e sextas-feiras, realiza-se uma Oficina de Artes para jovens dos 11 aos 21 anos (com dança, canto, música e expressão dramática). Para conhecer as principais atividades da área da educação consulte a Agenda dos Serviços Educativos, com o original nome de Quantos Queres, numa alusão ao conhecido jogo de papel dobrado. 

Destaque ainda para a Academia Faz Acontecer, um projeto de educação não-formal, que pretende desenvolver as soft skills dos jovens estudantes do ensino secundário e profissional, sobretudo as que estão relacionadas com o empreendedorismo e desenvolvimento de negócios. Neste âmbito, acontece no dia 14 de novembro um conjunto de palestras e há bootcamps nos dias 23, 24 e 25 de novembro.  

Ao longo de todo o ano letivo estão programadas várias iniciativas que podem ser consultadas na brochura que segue em anexo e que está disponível também no site do Município, no portal dedicado à educação em www.cm-chamusca.pt/educacao 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:01
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

19
20

24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Dia Municipal para a Igua...

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

Dia de Azambuja no Festi...

Seniores da Chamusca apre...

Conversas com Café sobre ...

Conselho Municipal de Seg...

Rui Rio visita Distrito d...

Linhaceira Vintage dias 1...

Triatlo e Duatlo Cross d...

2ª edição do Trail das Fa...

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

TEMAS DE SAÚDE: Ser bom é...

Quando penso em ti

A Conchita

Aproveite o que Santarém ...

"O Ribatejo é uma das reg...

"O TEATRO VAI ÀS FREGUES...

SESSÕES PÚBLICAS PARA DEB...

Município aprova apoio à ...

Plano Anual de Educação d...

Alunos do Programa Erasmu...

Entroncamento comemora o ...

Já se iniciaram as obras ...

FESTA DAS VINDIMAS EM VIL...

CAMINHAR PARA UNIR TERRIT...

Tertúlia Festa Brava vai ...

PALADIN NOMEADA PARA PRÉM...

Tecfresh’18: Cothn promov...

Segundo dia do NERSANT Bu...

FEIRA DE SANTA IRIA: QUE ...

arquivos

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds