NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2018
Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

image002

 

sexta-feira:

 

 

Esta sexta-feira, dia 9 de novembro, a partir das 17h00, tem lugar a 2ª edição da Feira de Outono – São Martinho, na EB1/JI de Amiais de Baixo.

Esta feira consiste na venda de produtos oferecidos pelos encarregados de educação (bolos, broas, marmelada, enchidos, frutos secos, entre outros). Também vai haver tasquinhas da APAB com comes e bebes. O objetivo desta feira é angariar fundos para a visita de estudo dos alunos da escola no Natal.

Durante a feira, vão atuar as crianças do Jardim de Infância, do 1º Ciclo e da Robustuna Afonsina de Casais Robustos.

 

Às 21h00, tem início o FÓS - I Festival de Órgão de Santarém com um Concerto de Órgão e Canto, com Margarida Oliveira, no Órgão e Bruno Nogueira, no Canto, na Igreja da Misericórdia.

De 09 a 18 de novembro, Santarém oferece seis dias de (re)encontros entre o Património que existe na Cidade. Um encontro que o Festival de Órgão de Santarém quer celebrar, pela primeira vez, com seis Concertos, uma Missa e seis Mini-Recitais, em seis órgãos de tubos ibéricos, instalados na cidade de Santarém, que têm lugar na Igreja da Misericórdia, na Catedral de Santarém, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade, na Igreja de S. Nicolau, na Igreja de Nossa Senhora de Marvila e na Igreja de Santa Maria da Alcáçova.


Nesta viagem de seis dias, o Festival de Órgão de Santarém – FÓS pretende divulgar não apenas o singular património organístico de Santarém, mas, simultaneamente, as pessoas que se dedicam à arte da música nesta Cidade. O FÓS conta com a participação de músicos e instituições musicais do Distrito, tais como o Conservatório de Música de Santarém, o Coro do Círculo Cultural Scalabitano e a Schola Cantorum da Catedral de Santarém.

 

O I Festival de Órgão de Santarém nasce da vontade de três entidades: a Câmara Municipal de Santarém, a Diocese de Santarém e a Santa Casa da Misericórdia de Santarém, com o apoio do Conservatório de Música e Artes do Centro (CMAC), num investimento de 22 mil euros, financiado em 20 mil euros pela Câmara de Santarém com o objetivo de criar uma vivência de aproximação e abertura deste património à Cidade e às suas gentes.


Às 21h30, tem lugar a Sessão de Apresentação da Carta Arqueológica, na Junta de Freguesia de Abitureiras.

Por forma a fomentar o diálogo com a população, despertar consciências sobre a memória coletiva e identidade local, formar e sensibilizar para a preservação e salvaguarda patrimonial, o município de Santarém apresenta, à comunidade de Abitureiras, a sua Carta Arqueológica.

 

sábado:

 

Este sábado, dia 10 de novembro, às 16h00, a Igreja de Nossa Senhora de Marvila acolhe o Concerto de Órgão, que conta com a participação do Conservatório de Música de Santarém. FÓS - I Festival de Órgão de Santarém

Até dia 18 de novembro, Santarém oferece seis dias de (re)encontros entre o Património que existe na Cidade. Um encontro que o Festival de Órgão de Santarém quer celebrar, pela primeira vez, com seis Concertos, uma Missa e seis Mini-Recitais, em seis órgãos de tubos ibéricos, instalados na cidade de Santarém, que têm lugar na Igreja da Misericórdia, na Catedral de Santarém, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade, na Igreja de S. Nicolau, na Igreja de Nossa Senhora de Marvila e na Igreja de Santa Maria da Alcáçova.


Nesta viagem de seis dias, o Festival de Órgão de Santarém – FÓS pretende divulgar não apenas o singular património organístico de Santarém, mas, simultaneamente, as pessoas que se dedicam à arte da música nesta Cidade. O FÓS conta com a participação de músicos e instituições musicais do Distrito, tais como o Conservatório de Música de Santarém, o Coro do Círculo Cultural Scalabitano e a Schola Cantorum da Catedral de Santarém.

 

O I Festival de Órgão de Santarém nasce da vontade de três entidades: a Câmara Municipal de Santarém, a Diocese de Santarém e a Santa Casa da Misericórdia de Santarém, com o apoio do Conservatório de Música e Artes do Centro (CMAC), num investimento de 22 mil euros, financiado em 20 mil euros pela Câmara de Santarém com o objetivo de criar uma vivência de aproximação e abertura deste património à Cidade e às suas gentes.

 

Às 16h35, tem início o Passeio musical pelos Órgãos Históricos de Santarém, com um Concerto de Órgão, com a Escola Superior de Música de Lisboa, na Igreja da Misericórdia.

Até dia 18 de novembro, Santarém oferece seis dias de (re)encontros entre o Património que existe na Cidade. Um encontro que o Festival de Órgão de Santarém quer celebrar, pela primeira vez, com seis Concertos, uma Missa e seis Mini-Recitais, em seis órgãos de tubos ibéricos, instalados na cidade de Santarém, que têm lugar na Igreja da Misericórdia, na Catedral de Santarém, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade, na Igreja de S. Nicolau, na Igreja de Nossa Senhora de Marvila e na Igreja de Santa Maria da Alcáçova.


Nesta viagem de seis dias, o Festival de Órgão de Santarém – FÓS pretende divulgar não apenas o singular património organístico de Santarém, mas, simultaneamente, as pessoas que se dedicam à arte da música nesta Cidade. O FÓS conta com a participação de músicos e instituições musicais do Distrito, tais como o Conservatório de Música de Santarém, o Coro do Círculo Cultural Scalabitano e a Schola Cantorum da Catedral de Santarém.

 

O I Festival de Órgão de Santarém nasce da vontade de três entidades: a Câmara Municipal de Santarém, a Diocese de Santarém e a Santa Casa da Misericórdia de Santarém, com o apoio do Conservatório de Música e Artes do Centro (CMAC), num investimento de 22 mil euros, financiado em 20 mil euros pela Câmara de Santarém com o objetivo de criar uma vivência de aproximação e abertura deste património à Cidade e às suas gentes.

 

Às 17h10, tem lugar o Concerto de Órgão e Coro, com Inês Machado, no Órgão, e com o Coro do Círculo Cultural Scalabitano, sob direção de António Matias, na Igreja de S. Nicolau.

Às 21h00, tem início o Concerto de Órgão e Orquestra, com André Ferreira, no Órgão,

Orquestra Bomtempo e Cesário Costa, na direção, na Igreja de Nossa Senhora de Marvila.

 

Às 16h00, tem lugar a Cerimónia de Entrega do Prémio Nacional de Poesia 2018 – Actor Mário Viegas, no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas. Nesta 4ª edição, o Prémio é atribuído a Nuno Figueiredo, poeta e escritor. A sessão conta ainda com leitura de poemas do vencedor e momento musical.

No mesmo dia é inaugurada a Exposição “O Sonho ao Poder”, que revisita a vida e obra do Actor Mário Viegas. Entrada livre

A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das15h30 às 18h30 e ao sábado, das 10h00 às 13h00.

 

Às 22h00 tem início a XV edição do Rock da Velha, na Música Velha, em Pernes, organizado pela Sociedade Recreativa Filarmónica Pernense, com a participação das bandas Wako e Purusha.

(Preço) 5 velhas

 

Às 22h00 têm início as comemorações do 86º Aniversário da Sociedade de Recreio e Educativa da Romeira, com o Concerto com a Banda Índice, de Viseu, na Sede da Sociedade de Recreio e Educativa da Romeira. Entrada gratuita.

 

domingo:

 

Este domingo, dia 11 de novembro, às 16h00, há Concerto de Órgão e Coro, com Tiago Ferreira, no Órgão, Coro Polifónico da Lapa, e Filipe Veríssimo, na direção, na Catedral de Santarém.

Até dia 18 de novembro, Santarém oferece seis dias de (re)encontros entre o Património que existe na Cidade. Um encontro que o Festival de Órgão de Santarém quer celebrar, pela primeira vez, com seis Concertos, uma Missa e seis Mini-Recitais, em seis órgãos de tubos ibéricos, instalados na cidade de Santarém, que têm lugar na Igreja da Misericórdia, na Catedral de Santarém, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade, na Igreja de S. Nicolau, na Igreja de Nossa Senhora de Marvila e na Igreja de Santa Maria da Alcáçova.


Nesta viagem de seis dias, o Festival de Órgão de Santarém – FÓS pretende divulgar não apenas o singular património organístico de Santarém, mas, simultaneamente, as pessoas que se dedicam à arte da música nesta Cidade. O FÓS conta com a participação de músicos e instituições musicais do Distrito, tais como o Conservatório de Música de Santarém, o Coro do Círculo Cultural Scalabitano e a Schola Cantorum da Catedral de Santarém.

 

O I Festival de Órgão de Santarém nasce da vontade de três entidades: a Câmara Municipal de Santarém, a Diocese de Santarém e a Santa Casa da Misericórdia de Santarém, com o apoio do Conservatório de Música e Artes do Centro (CMAC), num investimento de 22 mil euros, financiado em 20 mil euros pela Câmara de Santarém com o objetivo de criar uma vivência de aproximação e abertura deste património à Cidade e às suas gentes.

 

À mesma hora, a Peça de Teatro O Sonho do Soneca – Para crianças”, pelo Veto Teatro Oficina, sobe ao palco do Teatro Taborda – Círculo Cultural Scalabitano - CCS, integrada na Temporada de Outono do CCS.

Esse projeto visa estimular a mudança de práticas de atitudes e a formação de novos hábitos em relação à utilização dos recursos naturais, favorecendo a reflexão sobre os cuidados a ter com o nosso planeta.

Texto: Eliseu Raimundo | Encenação: Angelina Madeira e Eliseu Raimundo | Cenografia: Angelina Madeira e Francisco Cercas | Luz e Som: José Carlos Jordão | Elenco: António Júlio Santos, Eliseu Raimundo, Mena Caetano, Francisco Selqueira, Mário Marcos, Rafael Raimundo

  

A decorrer:

 

Até dia 30 de novembro, visite a Mostra Bibliográfica “Dia Mundial do Cinema” – 05 de novembro, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Comemoramos o Dia Mundial do Cinema a 5 novembro. Considerado como um artefacto cultural, o cinema é uma arte poderosa e uma fonte de entretenimento.

Esta arte existe graças à invenção do cinematógrafo inventado pelos irmãos Lumiére nos finais do seculo XIX.

A inovação e desenvolvimento do Cinema, hoje transformado numa indústria cinematográfica a nível mundial, capta e encanta cada vez mais públicos nos seus mais diversos níveis culturais e classes etárias.

 

Até dia 30 de novembro, visite a Mostra Bibliográfica - Vamos (Re)ler… Júlio Dinis, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, DE segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

Comemoramos os 179 anos do nascimento do grande escritor português e médico que foi Júlio Dinis com uma Mostra Bibliográfica das suas obras.

Nascido a 14 de novembro de 1839 na cidade do Porto, Júlio Dinis foi considerado o criador do romance campesino e as suas personagens eram tiradas de pessoas com quem conviveu. Muitas das suas obras literárias foram representadas em adaptações cinematográficas e televisivas como “As Pupilas do Senhor Reitor”, “Os Fidalgos da Casa Mourisca”, “A Morgadinha dos Canaviais”.

Júlio Dinis marcou a transição entre o romantismo e o realismo. Faleceu no Porto com apenas 31 anos.

 

Até dia 28 de dezembro, visite o Arquivo Histórico Municipal-Mostra Documental - “Falam documentos de outras eras” - Carta dos Privilégios do contrato do Tabaco, Sabão e Polvora, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

  1. Ma-/ria, por graça de Deus, rainha de/ Portugal (…), Faço saber aos/ que esta carta de privilégios virem, que por/ parte das Caixas Gerais da Companhia, que ar-/rematou o Contrato do Tabaco, Sabão e/ Polvora por tempo de doze anos, aos quaes/ Tiveram principio pelo que toca ao Ta-/baco, no primeiro de maio próximo findo e, referente ao sabão e pólvora, no corrente mês [julho].

 

Documento que determina a administração do contrato estabelecido com as Caixas Gerais da Companhia Confiança Nacional e, com todos os relacionados com o contrato, para arrematarem e venderem os definidos produtos, funcionários, fiscais e todas a entidades e instituições envolvidas nas transações comerciais e monetárias. E ainda, todas as cláusulas, privilégios, isenções, liberdades e prerrogativas associadas ao contrato. O não cumprimento das condições converter-se-ão em grande prejuízo para quem quebrar sua determinação. Tentando adulterar o produto/tabaco para obtenção de elevados rendimentos económicos, como por exemplo adicionar ervas, plantas aromáticas, ou outros ingredientes. A aplicação da pena podia ir até ao degredo da pessoa infratora. A mercadoria (tabaco, sabão e pólvora) podia circular nos domínios do reino, como nas ilhas e colónias ultramarinas portuguesas, desde que fosse acompanhada de guias de circulação para os portos comerciais.

A rainha manda pelos conselheiros do tribunal do Tesouro Publico, que se registe, aos quatro de julho de 1846. O secretário do tribunal do Tesouro Público, Francisco Simões Margiochi e os conselheiros, José António Maria de Sousa Azevedo, Florido Rodrigues Pereira Ferraz. Registada no livro dos Privilégios da Câmara Municipal de Santarém pelo escrivão da câmara, João Lúcio de Faria Mendes Castro, em 12 de março 1856 e, rubricado pelo presidente da Câmara, Visconde da Fonte Boa. A Carta dos privilégios foi publicada em Diário do Governo, n.º 159, de 9 de julho de 1846.

 

Até dia 31 de dezembro, visite a Exposição “Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’”, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 01 de outubro a 31 de dezembro está em destaque trimestral uma obra da autoria de Francisco de Almada: “Casario”, Serigrafia a cores s/ papel, datada de 1983.

 

Até dia 06 de janeiro, visite a Exposição “Sá da Bandeira – Filho da Vila. Pai da Cidade”, na Casa do Brasil. Patente das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, de terça-feira a sábado.

No ano em que se comemoram 150 anos da elevação de Santarém a cidade, a Casa do Brasil apresenta a exposição sobre a figura de Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo (1795-1876), 1.º Marquês de Sá da Bandeira, um dos responsáveis pelo novo estatuto jurídico da urbe.

A iniciativa, que conta com a colaboração da Academia Militar, além do apoio da família de Sá da Bandeira, pretende abordar a figura do Marquês, sob o ponto de vista do homem, do militar e do estadista, mas também do antiesclavagista, um dos aspetos porventura menos conhecidos deste multifacetado escababitano.

A exposição apresenta objetos pessoais, bibliografia diversa, artes plásticas (pintura, escultura e gravura), fotografia e numismática. Conta também com uma vertente multimédia, com a exibição de apresentações e filmes ligados ao contexto histórico e à vida e obra de Sá da Bandeira.

 

Em permanência:

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Painel de azulejos que representa um mostruário de relógio com numeração romana e decoração figurativa dos ventos (éolos ou querubins azuis), nos quatro cantos da composição. É emoldurado por cercadura com decoração geometrizante e simétrica a azul, amarelo, verde e manganês e meios óvulos. O espaço interior é preenchido com uma representação do sol com seus raios em branco e amarelo sobre fundo azul, dividindo o círculo em vinte e quatro partes iguais”.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h15 e das 14h00 às 17h15. Contato: tel.- 243 357 288.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scallabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem.



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:01
link do post | comentar | favorito

BENAVENTE: Temporada da Música 2018

image001

image002

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:59
link do post | comentar | favorito

Concelho de Azambuja com intenso fim de semana sociocultural

Concelho de Azambuja com intenso fim de semana sociocultural

Convívios comemorativos do S. Martinho

O Centro de Cultura e Desporto dos funcionários do Município de Azambuja convida todos para um arraial, nesta 6ªfeira dia 09, a partir das 17h30, no Jardim Urbano de Azambuja, onde haverá castanhas assadas, água-pé e muita animação. Também dia 09, mas com início às 18h30, o Agrupamento de Escolas do Alto de Azambuja organiza o seu S. Martinho na escola básica de Manique do Intendente onde, para além de muito convívio, terá lugar a entrega de diplomas de mérito relativos ao ano letivo 2017/2018. A Junta de Freguesia de Aveiras de Cima, por seu lado, vai abrir as portas do Mercado Diário, no sábado dia 10, às 21h30, para a sua já tradicional Festa de S. Martinho aberta à população.

 

Encontro de antigos Bombeiros Voluntários, em Azambuja

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Azambuja vai realizar no próximo sábado, dia 10, um encontro de antigos bombeiros com um dia preenchido de atividades e convívio. Às 09h00, será a sessão de boas-vindas e uma homenagem aos soldados da paz já falecidos. Pelas 10h30, no espaço do Páteo do Valverde, haverá uma demonstração de atividades operacionais e um simulacro. Depois de um almoço convívio, no quartel da corporação, o momento mais alto do evento decorrerá no auditório do Centro Social Paroquial de Azambuja, com a realização da sessão comemorativa do encontro, marcada para as 15h30.

 

Exporainha 2018 – Exposição Columbófila, em Aveiras de Cima

Este fim de semana, o pavilhão da Casa do Povo de Aveiras de Cima volta a abrir as portas ao público com a exposição de columbofilia – Exporainha. A iniciativa é do Grupo Columbófilo Vilanovense e da Casa do Povo de Aveiras de Cima, e a sua 16ª edição promete continuar a apresentar o que de melhor existe a nível mundial para a prática desta modalidade. A inauguração está anunciada para as 10h00 de sábado, dia 10.

 

Manhã de sábado dedicada aos mais pequenos nas bibliotecas de Azambuja e Aveiras de Cima

A Biblioteca Municipal de Azambuja organiza mais uma sessão Mimar a Ler para bebés dos 3 aos 36 meses. O atelier intitula-se “Onde dormem as girafas”, começa às 10h30 e será dinamizado por Ana Mourato, explorando não só as palavras mas também a música e a expressão corporal. À mesma hora, a Biblioteca Grandella, em Aveiras de Cima, abre as portas da sua Oficina dos Afetos às crianças a partir dos 4 anos. A sessão vai girar à volta do projeto educativo “As Irmãs” e será dinamizada por Inês Blanc, uma contadora de histórias conhecida pelos tapetes narrativos que cria para animar as suas atividades.

 

“Aeronáutica Militar em Vila Nova da Rainha”, exposição de desenho em Azambuja

Na galeria da Biblioteca Municipal de Azambuja, vai inaugurar, às 16h00 de sábado, uma exposição de desenho intitulada “Aeronáutica Militar em Vila Nova da Rainha – do sonho à realidade”. A mostra traz a Azambuja 25 trabalhos da vasta obra de António Six (mais de meio milhar de quadros com aviões). O artista, com 70 anos de idade, tem no seu currículo pessoal e profissional a Força Aérea Portuguesa e a empresa TAP, vivências que lhe juntaram ao gosto pelo desenho uma enorme paixão pelo universo da aeronáutica. A exposição fica patente até 11 de dezembro e, com ela, o município volta a prestar homenagem ao berço da aviação militar portuguesa – a freguesia de Vila Nova da Rainha – e aos bravos pioneiros dessa aventura que também marca a história do Concelho de Azambuja.

 

Freguesia de Azambuja elege a sua Rainha das Vindimas 2018

Uma a uma, as freguesias do município vão dinamizando esta iniciativa, escolhendo as suas representantes para a Gala 2019 da Eleição Rainha das Vindimas do Concelho de Azambuja, a realizar no mês de junho. A próxima é Junta de Freguesia de Azambuja, que escolheu o Centro Cultural e Recreativo de Casais dos Britos para palco do evento. O espetáculo está marcado para as 21h00 e, além dos desfiles das jovens candidatas, haverá momentos de animação

 

Centro Cultural Azambujense exibe revista à portuguesa

O Centro Cultural Azambujense vai acolher no seu salão-sede mais um espetáculo de teatro a que já vem habituando o seu público – a revista à portuguesa. Neste sábado, 10 de novembro, sobe ao palco o Grupo Gente Gira, do Cadaval, com o espetáculo “P’rá frente que atrás vem gente gira!” Os bilhetes estão à venda na secretaria e no bar da coletividade.

 

“Terras de Pão (Maçussa)”, mais uma caminhada PAFT

O PAFT-Programa Atividade Física para Todos propõe, para a manhã de domingo, 11 de novembro, mais uma caminhada pela bonita paisagem do alto concelho. “Terras de Pão” é a designação deste percurso de 12 kms, de dificuldade média/alta, que leva os caminheiros a descobrir a simpática aldeia da Maçussa. Na organização, o Município de Azambuja tem a parceria da União de Freguesias Manique do Intendente, Vila Nova de S. Pedro e Maçussa. A concentração tem lugar pelas 09h00, na Associação Recreativa Desportiva e Cultural da Maçussa, e as inscrições são gratuitas e feitas no local. O PAFT leva já uma dúzia de anos de atividade consecutiva e é mais um projeto integrado na política da autarquia AZAMBUJA – MUNICÍPIO SAUDÁVEL.

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:58
link do post | comentar | favorito

Chamusca no centro do debate sobre economia circular

Economia Circular 01

 

 

CCDR Lisboa e Vale do Tejo escolhe concelho da Chamusca para debater a economia circular, um pilar do desenvolvimento da região, e coloca em destaque a centralidade do Eco Parque do Relvão como plataforma de simbioses industriais e de criação de comunidades de energia

A CCDR de Lisboa e Vale do Tejo, em parceria com o Município da Chamusca, promoveu um seminário sobre “Economia Circular para a Região de Lisboa e Vale do Tejo”, no passado dia 29 de outubro, nas instalações do antigo Centro Regional de Artesanato.

Na abertura do seminário, o Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado, salientou a importância deste tema para a estratégia de desenvolvimento do concelho e agradeceu a escolha do concelho como ponto de partida para o debate sobre este tema, que está a ser dinamizado pela CCDR na região de Lisboa e Vale do Tejo. Paulo Queimado disse ainda que o Eco Parque do Relvão está a dar um contributo para a criação de uma grande comunidade energética regional e que o grande cluster da indústria ambiental aqui instalado dispõe de ferramentas e conhecimento para apoiar o desenvolvimento da grande região de Lisboa e Vale do Tejo.

“O Município da Chamusca tem um projeto de desenvolvimento económico que dá grande ênfase à economia circular. No próximo mês de dezembro vai acontecer a reinauguração do Centro de Empresas com valências de apoio ao empreendedor, à investigação e ao desenvolvimento de novos produtos, muito voltados para as questões ambientais", frisou o Presidente da Câmara Municipal da Chamusca.

O Presidente da CCDR-LVT, João Teixeira, frisou a ideia de que o Eco Parque do Relvão pode beneficiar com a afirmação de Lisboa como grande plataforma atlântica e que a Economia Circular é um tema prioritário transversal a vários pilares prioritários da região. Por isso também a escolha da Chamusca para dar início ao grande debate em torno desta temática que envolve tópicos mais específicos como reciclagem e reutilização, resíduos, mercados locais e reusos, novos materiais e design de produto, recursos locais e transformados, ciclos e produção industrial, energia, transportes e logística.

O Presidente da CDDR informou ainda que, em breve, o organismo que representa vai publicar quatro estudos sobre a Economia Circular e as suas aplicações, com indicação de práticas para as autarquias. Estes estudos abrangem, por exemplo, a questão da economia circular em setores como o vitivinícola e o da construção civil (ciclo dos materiais e possibilidade de reutilização dos edifícios para novos usos, prevendo essa possibilidade logo na construção). Segundo João Teixeira, a temática da Economia Circular é um dos pilares da Estratégia de Desenvolvimento 2030 da RLVT.

Eco Parque na linha da frente da valorização de resíduos

Um dos oradores convidados, o Presidente do Agrocluster, Carlos Lopes de Sousa, deixou a informação de que a região num raio de 150 km em torno de Santarém gera mais de 250 mil toneladas de resíduos agroindustriais e que o Eco Parque poderia dar uma resposta ao tratamento destes resíduos, enfrentando a resolução do problema de uma forma centralizada e com escala, associando a isso a integração de vários resíduos com o objetivo de produção de energia. O empresário defende a criação de uma instalação-piloto no Eco Parque, que possa servir para validar esta possibilidade e que consiga trabalhar numa pequena escala para testar a capacidade. Por outro lado, sublinhou a importância de fazer uma melhor gestão dos agroquímicos e dos resíduos associados à atividade agrícola, assim como defendeu o regresso a antigos processos de conservação (cura, fermentação) dos alimentos, como forma de reduzir a produção de resíduos. Está também em cima da mesa a possibilidade de criação de novos produtos com base em produtos agrícolas degradados, algo que já está a ser feito por algumas agroindústrias da região. Os resíduos orgânicos e inorgânicos, que sejam devidamente tratados, podem também ser reutilizados como corretivos para terrenos menos produtivos. Outra possibilidade em aberto é que as ETARS domésticas e industriais possam avançar para o reforço do tratamento terciário e que a água resultante do processo de tratamento possa ser usada em regas de jardins, lavagens de rua e para a agricultura.

Neste seminário falou-se ainda da aposta da CCDR no projeto Liswater, que envolve o Instituto Superior Técnico, e que pretende atrair para Portugal os quadros de topo de grandes empresas da área ambiental para aqui fazerem formações avançadas sobre gestão de águas, saneamento e resíduos sólidos. No topo das prioridades da CCDR está também o Projeto Tejo, que prevê o aproveitamento hidráulico do rio Tejo e que a CCDR quer agarrar porque, segundo o presidente João Teixeira, "se não houver entidades que o coloquem no mapa, o projeto vai deslizando e atrasa-se como hoje se diz do Alqueva".

Abordou-se também a importância de desenvolver as simbioses industriais, como forma de aproximar os vários setores da atividade económica e de reinventar o ciclo produtivo. Nem sempre são necessárias grandes alterações, há soluções simples que surgem da interação entre os agentes do mesmo território ou do mesmo setor.

 

 

Chamusca representada na Carta Gastronómica do Ribatejo  

 

 A Carta Gastronómica do Ribatejo foi apresentada no dia 1 de novembro, pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo/Ribatejo, e inclui diversas receitas tradicionais da Chamusca, disponibilidades por utentes do Lar da Santa Casa da Misericórdia, Universidade Sénior da União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande e da Casulme – Centro de Apoio Social de Ulme. 

O guia reúne cerca de 600 receitas comuns do dia-a-dia dos nossos avós, das tradições dos 11 concelhos que integram a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, e que foram recolhidas pela Confraria Gastronómica do Ribatejo, num projeto liderado pela Entidade de Turismo. A obra é composta por dois volumes e reflete também sobre os aspetos históricos da alimentação do Ribatejo, nomeadamente, da importância dos produtos da terra, como a carne de toiro bravo.    

No lançamento da Carta, os municípios representados no livro apresentaram uma mesa com alguns das receitas e produtos contidos no guia.  



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:27
link do post | comentar | favorito

DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO FUNDAMENTA 8.ª ALTERAÇÃO AO PDM

IMG_0172_1

 

  • Promover o desenvolvimento económico, permitindo a criação de novas empresas e negócios, neste caso ligados à atividade turística, é o principal objetivo da alteração proposta pelo Município.
  • A proposta de alteração já obteve parecer positivo da CCDR-LVT  – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo.
  • Aviso publicado em Diário da República no final de outubro, determina que período de discussão pública decorre durante trinta dias, terminando a 17 de dezembro.

 

 

O Município do Cartaxo deu início ao período de discussão pública da 8.ª Alteração ao Plano Diretor Municipal (PDMC), cujo Relatório de Fundamentação e Parecer da CCDR-LVT pode ser consultado junto dos serviços municipais ou no site do Município.

O relatório de Fundamentação, indica que a alteração que propõe foi suscitada, por um lado, “pela existência de dinâmicas económicas empreendedoras locais que traduzem a vontade de se instalar em áreas estruturadas e apresentando características para o efeito, e pela incapacidade do PDMC vigente (publicado e ratificado em 1998 e em processo de revisão desde 2002) em permitir desenvolver a sua implantação e reestruturação”.

Conduzida pela Divisão de Planeamento e Administração Urbanística do Município (DPAU), a proposta de alteração prevê a adaptação da figura do Plano Diretor Municipal a “esta nova realidade, tendo em vista acolher e potenciar uma oportunidade de desenvolvimento e de criação de novas dinâmicas. A solução proposta não implica uma reclassificação do solo, mas permitirá enquadrar no PDMC, a curto prazo, um conjunto de unidades empresariais que serão, certamente, uma mais valia para o território, pretendendo-se que aquela solução se alicerce no que se encontra já previsto em sede de revisão do plano”.

Entre os objetivos estratégicos, o Relatório elenca o facto de permitir o enquadramento urbanístico de um conjunto de atividades económicas, ao nível do turismo; modernizar e tornar mais competitivo o tecido empresarial local; promover e apoiar a dinâmica empresarial e a criação de emprego à escala local; e indica como mais valia, o facto dos empreendimentos, essencialmente ligados ao turismo, pretenderem implantar-se em edifícios já existentes, que se encontram em avançado estado de degradação, pelo que esta alteração “irá permitir a  sua reabilitação, contribuindo assim para uma melhoria da paisagem dos locais onde estes empreendimentos se irão localizar”.

O período de discussão pública iniciou-se a 6 de novembro e decorre até 17 de dezembro de 2018. Os documentos que integram a alteração podem ser consultados em www.cm-cartaxo.pt, ou junto dos serviços municipais, na DPAU.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:25
link do post | comentar | favorito

Entroncamento recebeu atividade inserida no Programa Intermunicipal de Promoção do Sucesso Escolar

Foto 4

 

 

160 crianças do 3º ano assistiram ao espetáculo “A Lenda de S. Martinho”

 

No âmbito da época festiva do S. Martinho, decorreu, ontem dia 7 de novembro, no Centro Cultural o espetáculo – A Lenda de S. Martinho, representado pela Companhia de Teatro Infantil Além Sonho, uma atividade cofinanciada pelo Portugal 2020, nomeadamente do Programa Intermunicipal de Promoção do Sucesso Escolar, com o apoio da CIMT (Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo).


Foi com grande alegria e entusiasmo que as crianças assistiram à bela história do soldado Martinho, que mais tarde se torna em São Martinho, num espetáculo que transmitiu de uma forma descontraída e animada uma mensagem de solidariedade subjacente à lenda.


Assistiram a este espetáculo cerca de 160 crianças do 3º ano do 1º ciclo EB da Escola Básica do Bonito, da Escola Básica António Gedeão e da Escola Básica da Zona Verde, divididas por duas sessões.

 

CLASE - Conselho Local de Ação Social do Entroncamento reuniu nos Paços do Concelho

 

A reunião de plenário - CLASE - Conselho Local de Ação Social do Entroncamento, decorreu na tarde de dia 6 de novembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, que contou com a presença de vários representantes das entidades parceiras.

 

O CLASE é uma estrutura concelhia do Programa Rede Social que tem o objetivo de planear e garantir a implementação de iniciativas de desenvolvimento social local, como forma de racionalizar eficazmente meios de erradicar a pobreza e a exclusão social.

 

O Presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, fez a abertura da reunião, de seguida a coordenadora do CLDS- 3G, Joana Ribeiro, apresentou a proposta de alteração ao plano de ação da operação CLDS-3G, que foi aprovada por unanimidade pelos parceiros da rede social. Ponto integrante da ordem de trabalhos foi também a apresentação dos resultados referentes ao quinto semestre desta mesma operação.

 

Esta reunião serviu também para debater e efetuar o ponto de situação do Projeto 10 Mil Vidas, um projeto em que o Município do Entroncamento disponibiliza aos idosos do Concelho, que vivem em situação de isolamento social, um sistema de teleassistência à distância que permite ser ativado em situações de emergência ou alerta.

 

De referir que os parceiros presentes analisaram a execução e eficácia do Plano de Ação Social do Município.

 

Nesta reunião esteve presente o Diretor do Centro Distrital da Segurança Social, Renato Bento, que deu o seu parecer em relação aos projetos sociais implementados no concelho do Entroncamento.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:22
link do post | comentar | favorito

Ganha forma a parceria entre a NERSANT e o Município Oureense

Ganha forma a parceria entre a NERSANT e o Município Oureense 
Celebrado contrato de empreitada para a Startup Ourém

A Câmara Municipal de Ourém celebrou na manhã do dia 7 de novembro, o contrato de empreitada de obras públicas referente ao início dos trabalhos para a criação da Startup Ourém, parceria entre a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, e o Município.

 

A NERSANT e o Município de Ourém assinaram no dia 20 de junho um protocolo de colaboração para a criação da Startup Ourém, estrutura de apoio ao empreendedorismo que terá como objetivo atrair e instalar neste concelho, novos projetos empresariais.

No dia 7 de novembro, a parceria ganhou novo fôlego, com o Município a assinar o contrato de empreitada que marca o avanço das obras de adaptação ao primeiro andar do edifício que foi sede do CRIO - Centro de Recuperação Infantil Oureense, onde ficará situada a infraestrutura.

A Startup Ourém pretende acompanhar e apoiar o crescimento do tecido empresarial da região, oferecendo um espaço com boas condições a todos os empreendedores que necessitem. A infraestrutura terá a capacidade para cerca de 30 empresas que, para além de usufruírem do espaço cedido pela Câmara Municipal de Ourém, poderão receber apoio por parte das equipas técnicas de apoio ao empreendedorismo da NERSANT.

No local, ficará ainda sediado o Núcleo NERSANT de Ourém, atualmente localizado no Centro de Negócios desta cidade. Espera-se que a Startup Ourém esteja ao serviço do tecido empresarial oureense em breve.

 

 

 

NERSANT com formação financiada para empresas 
Pretende financiar a formação dos seus trabalhadores?

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, tem à disposição das empresas a Formação Modular Certificada, que permite às entidades empregadoras facultar a formação profissional exigida anualmente por lei, sem qualquer custo.

 

Já está disponível para os colaboradores das empresas da região do Ribatejo, o projeto de formação financiada da NERSANT, a Formação Modular Certificada. Financiada pelo Fundo Social Europeu e Estado Português, este projeto de formação visa potenciar a empregabilidade da população ativa.

Sendo financiada, a formação é inteiramente gratuita, pelo que as empresas da região que pretendam cumprir a obrigação legal de facultar 35 horas de formação anual a cada um dos seus colaboradores, podem desde já efetuar a inscrição dos mesmos. A participação na formação pode conferir a cada formando o pagamento de um subsídio de alimentação no valor de 4,77 € / dia.

No plano de formação financiada da NERSANT, estão disponíveis cursos nas áreas comportamental; Línguas; Comércio; Marketing; Logística; Contabilidade e fiscalidade; Gestão; Secretariado; Qualidade; Direito; Informática; Indústrias alimentares; Saúde; Segurança e saúde no trabalho; Serviço de apoio a crianças e jovens e Trabalho social e orientação.

Há ainda a possibilidade de realizar formação para uma única empresa/entidade, desde que reúna um mínimo de 15 formandos por cada ação que pretenda realizar.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:29
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Comitiva Internacional re...

Mais de cem pessoas assis...

TAGUS e Municípios de Con...

NERSANT apresenta Viver o...

JÁ ESTÁ AO SERVIÇO DA POP...

Inovação e novos negócios...

Tem horta ou jardim? Faça...

Azambuja promove Férias A...

Ourém sensibiliza para a ...

“CONTABILIDADE DE GESTÃO...

Aproveite o que Santarém ...

Temporada da Música

REUNIÃO DESCENTRALIZADA D...

Centro de Estudos em Foto...

73º Aniversário do Concel...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Embaixador da Moldávia re...

REQUALIFICAÇÃO DA URGÊNCI...

Rede de Municípios para a...

Chamusca a impulsionar re...

Avisan’18 recebe Exposiçõ...

OPINIÃO: Política para a ...

Convento de Cristo recebe...

Concerto da Orquestra da ...

Município de Azambuja vai...

CAMPANHA DE RECOLHA DE BR...

CORTE NO ABASTECIMENTO DE...

CONCERTO PARA OUVIR DE OL...

MUSEU RURAL E DO VINHO CE...

Município do Entroncament...

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds