NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2019
Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

 

 

Exposição Sá da Bandeira

 

Este sábado, dia 12 de janeiro, às 10h30, há “Arte para Bebés”, na Livraria Aqui há Gato. Sujeito a marcação prévia.

“Porque é desde pequenino que o artista se revela, vamos descobrir cores, tintas, sentimentos, sorrisos, olhares... onde a criatividade, a alegria e a cumplicidade com os materiais e as texturas caminham de mãos dadas!”

(Duração) 60’ (Classificação) a partir dos 7 meses até 3 anos inclusive (Preço) 10€

 

Às 11h30 há Hora do Conto, na Livraria Aqui há Gato. Entrada livre.

“Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...”.

(Duração) 30’ (Classificação)  Para todos

 

Às 12h00 há Oficinas de Arte – Dragão, na Livraria Aqui Há Gato.

“Vamos entrar no novo ano e dedicá-lo às histórias!! Vamos criar personagens e cenários muito divertidos do mundo da fantasia!!

Este será o mês do livro “Uma Princesa do Pior”. Com esta princesa podes esquecer os vestidos bonitos, os casamentos de contos de fadas e os grandes bailes. Com a Princesa Maria só há aventura e amigos estranhos. Ela é mesmo uma princesa do pior!

Um dragão amigo de uma princesa? A sério? Como é possível? Um dragão que te irá defender de amigos de nariz empinado!”

(Duração) 60’ (Classificação) a partir dos 4 anos (Preço) 7€

 

A decorrer:

 

 

Até dia 18 de janeiro, de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 18h30, visite duas Exposições na Biblioteca da Escola Secundária Sá da Bandeira – 2018 em revista:

“130 Anos de Pessoa / 130 Anos de “Os Maias”

No ano em que nasce Fernando Pessoa, Eça de Queirós publica “Os Maias”.

A Biblioteca evoca os dois autores e respetivas obras com uma mostra de reservados e objetos contemporâneos do marketing literário pessoano e queirosiano.

“José Saramago: 20 Anos do Prémio Nobel”

A exposição, cedida pela Fundação José Saramago, evoca os ‘dias do Nobel’ e é composta por 22 painéis com fotografias de Estelle Valente, textos de Ricardo Viel e ilustrações de Gonçalo Viana. Conjuga-se com a mostra de obras de José Saramago, publicações periódicas e outras sobre o Nobel.

 

Até dia 31 de janeiro, visite a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

[Elevação da vila de Santarém à categoria de cidade]. Santarém foi agraciada por Sua Majestade D. Luis I (1838-1888), a 24 de dezembro de 1868 e, confirmada emDiario de Lisboa: Folha Official Do Governo Portuguez. Anno de 1868. Numero 298. Quinta feira 31 de dezembro:

(…) Hei por bem fazer mercê á dita villa de Santarém de a /elevar á categoria de cidade, com a denominação de cida-/de de Santarem, e me praz que nesta qualidade goze de/ todas as prerogativas, liberdades e franquias, que direita-/mente lhe pertencerem, devendo expedir-se á camara mu-/nicipal respectiva carta competente em dois exemplares,/um para titulo d’aquella corporação, outro para ser depo-/sitado no real archivo da torre do tombo.

O presidente do conselho de ministros, e o ministro e/ secretario d’estado dos negócios do reino, assim o tenham/entendido e façam executar. Paço, 24 de dezembro de 1868./ = Rei = Marquez de Sá da Bandeira = Antonio, Bispo/ de Viseu.

A Câmara Municipal de Santarém, em ata de 9 de janeiro de 1869, deliberou que se lance/ na Acta um voto de agradecimento ao Exmo. Pre-/sidente do ministério Marquez de Sá da Bandeira,/ pela elevação d’esta Villa a categoria de cidade,/ pois que a Camara reconhece que só a elle se/ deve tão distinta elevação. Outro sim deliberou/ que o largo que até agora se denominava de Fora/ de Villa, d’hoje em diante se denominará com/ todas as suas pertenças, campo de Sá da Bandeira,./(…) Deliberou que se/ pediSe Licença ao Exmo. Sr. Governador Civil/ para esta nova denominação.

 

Até dia 31 de janeiro, visite a Mostra Bibliográfica “1868 Elevação de Santarém a Cidade: 150º Aniversario”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00

Santarém, capital de distrito e sede do município com uma área de 552,54Km2, comemora a 24 de dezembro de 2018, o seu 150º aniversário na categoria de elevação a cidade, um processo que teve como contributo e papel decisivo a figura do ilustre Marquês de Sá da Bandeira, personalidade natural de Santarém.

A Biblioteca Municipal de Santarém como espaço de conhecimento e unidade de informação, comemora a elevação de Santarém a cidade com uma Mostra Bibliográfica, através da qual pretendemos divulgar o acervo documental existente nos reservados desta Biblioteca com obras que foram editadas no ano de 1868, uma data considerada como um marco importante para Santarém e que implicou uma viragem e modernização do território ao adquirir o estatuto de Cidade.

 

Até dia 31 de janeiro, visite a Mostra Bibliográfica “Vamos ler… Simone de Beauvoir (1908-1986) – Aniversário natalício”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e ao sábado, das 09h30 às 12h30.

Simone de Beauvoir foi, além de escritora, uma ativista política e feminista.

As suas obras são reveladoras da sua vida e do seu tempo. Nelas se denotam críticas à sociedade da época e ao papel das mulheres na sociedade. Só na década de 70, data posterior ao ressurgimento do movimento feminista intitulado “Movimento de Libertação das Mulheres” que a filósofa, como também foi reconhecida, se tornou uma figura ativista no designado movimento de libertação das mulheres francesas.

 

Até dia 19 de março, visite a Exposição “Sá da Bandeira – Filho da Vila. Pai da Cidade”, na Casa do Brasil. A Exposição pode ser visitada de terça-feira a sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

No ano em que se comemoram 150 anos da elevação de Santarém a cidade, a Casa do Brasil apresenta a exposição sobre a figura de Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo (1795-1876), 1.º Marquês de Sá da Bandeira, um dos responsáveis pelo novo estatuto jurídico da urbe.

A iniciativa, que conta com a colaboração da Academia Militar, além do apoio da família de Sá da Bandeira, pretende abordar a figura do Marquês, sob o ponto de vista do homem, do militar e do estadista, mas também do antiesclavagista, um dos aspetos porventura menos conhecidos deste multifacetado Scalabitano.

A exposição apresenta objetos pessoais, bibliografia diversa, artes plásticas (pintura, escultura e gravura), fotografia e numismática. Conta também com uma vertente multimédia, com a exibição de apresentações e filmes ligados ao contexto histórico e à vida e obra de Sá da Bandeira.

 

Até dia 30 de março, visite a Exposição «Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’», na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 02 de janeiro a 30 de março está em destaque trimestral uma obra da autoria de Júlio Pomar: “Burlesco”, Serigrafia a preto e branco s/ papel, datada de 1984.

 

Até dia 5 de abril, integrado nas Comemorações dos 175 anos da Escola Secundária de Sá da Bandeira – Ciclo das Ciências, há exposições e jogos didáticos:

Até dia 31 de janeiro - Exposição “António Gedeão / Rómulo de Carvalho”

Esta mostra inclui livros, fotos e outros objetos que fazem parte do acervo da Escola Sá da Bandeira e que estão associados a Rómulo de Carvalho, enquanto professor de Física. Este também foi poeta, sob o pseudónimo de António Gedeão.

Local: Átrio norte, 1º andar, lado ímpar, Escola Secundária Sá da Bandeira

 

Até dia 5 de abril - Exposição “Meio Aquático: que futuro?”

Nesta exposição são salientadas espécies existentes no museu da Escola, relacionando-se o habitat, os problemas de poluição e a sustentabilidade.

Local: Museu de Biologia, 1º andar, Escola Secundária Sá da Bandeira

Em permanência:

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Painel de azulejos que representa um mostruário de relógio com numeração romana e decoração figurativa dos ventos (éolos ou querubins azuis), nos quatro cantos da composição. É emoldurado por cercadura com decoração geometrizante e simétrica a azul, amarelo, verde e manganês e meios óvulos. O espaço interior é preenchido com uma representação do sol com seus raios em branco e amarelo sobre fundo azul, dividindo o círculo em vinte e quatro partes iguais”.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h15 e das 14h00 às 17h15. Contato: tel.- 243 357 288.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scallabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:58
link do post | comentar | favorito

ÁGUAS DO RIBATEJO PROMOVE A LIMPEZA E DESINFEÇÃO DE DEZENAS DE RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA
   
 

ÁGUAS DO RIBATEJO PROMOVE A LIMPEZA E DESINFEÇÃO DE DEZENAS DE RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Intervenções vão causar constrangimentos e cortes de água pontuais até final de fevereiro 

ÁGUAS DO RIBATEJO está a desenvolver um plano de limpeza, higienização e inspeção de 117 reservatórios de abastecimento de água nos sete concelhos onde assegura a captação, tratamento e distribuição de água em baixa.

A operação inclui 159 células de armazenamento de água nos concelhos de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas.

O plano de intervenções vai prolongar-se até final de fevereiro com intervenções diárias ao longo de dois meses.

Os trabalhos, que exigem um elevado esforço financeiro por parte da empresa, visam manter a qualidade e segurança do abastecimento de água.

Neste momento a AR apresenta uma taxa de 99,55 % de cumprimento dos valores paramétricos analisados por laboratório certificado num universo de cerca de 10 mil análises anuais. Os boletins de análise são auditados pela Entidade Reguladora que classificou a água da AR como de “Boa Qualidade” e atribuiu o selo de água de qualidade exemplar para consumo humano.

As intervenções nos reservatórios irão causar alguns constrangimentos com redução de pressão e corte no abastecimento por períodos não superiores a 4h00. Esta situação irá verificar-se apenas nos locais onde não é possível garantir o abastecimento com sistema alternativo.

Sempre que é possível, a AR, realiza as operações em períodos de menor consumo de modo a minimizar os impactos junto dos consumidores.

A ÁGUAS DO RIBATEJO apela à compreensão dos clientes e consumidores, certa da importância da exigência destas operações para continuar a garantir um abastecimento seguro e de qualidade.

Na próxima semana iremos realizar operações de limpeza nos concelhos de Coruche e Benavente com o seguinte plano:

Dia 14 de Janeiro :

 

  • Reservatório Couço R2 (Elevado) : interrupção no fornecimento de água entre as 14h00 e as 18h00;
  • Toda a localidade do Couço
  • Toda a povoação de Santa Justa

 

 

  • Reservatório dos Lagoiços : constrangimentos e eventuais faltas de água entre as 14h00 e as 18h00

 

  • Toda a localidade de Lagoíços
  • Foros de Lagoíços
  • Catelas

 

 

Dia 15 de Janeiro:

 

  • Escusa : Interrupção no fornecimento de água entre as 08 h 00  e as 12h30;

 

  • Escusa
  • Courelas da Catela
  • Monte da Escusa

 

 

 

Dia 16 de Janeiro:

  • Barrosa : Interrupção no fornecimento de água entre as 21 h 30  e as 01 :00 do dia 17 de Janeiro;

 

Toda a povoação da Barrosa

 

Dia 17 de Janeiro:

  • Reservatório da Esteveira : Interrupção no fornecimento de água entre as 14 h 00  e as 18 :00;

Urbanização do Belo Jardim

Urbanização da Herdade do Pinheiro

Quinta do Belo Jardim

 

 

  • Reservatório Elevado de Vila Nova de S. Estêvão : constrangimentos e abaixamento de pressão 16h00 e as 20h30;

 

Toda a povoação de Vila Nova de Santo Estêvão

 

 

  • Reservatório do Biscainho – Interrupção no fornecimento de água entre as 21 h 30 e as 01h00;

Toda a povoação de Biscainho

 

 

Dia 18 de Janeiro:

  • Reservatório de Foros de Almada : Interrupção no fornecimento de água entre as 21 h 30 e as 01 h 00

 

Toda a povoação de Foros de Almada



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:56
link do post | comentar | favorito

ALCANENA: 15ª Edição Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” 2017/2018

49793808_2229916170381373_944579504435625984_n

49725110_2229916590381331_2297359173198807040_n

 

 

15ª Edição Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” 2017/2018
4 Projetos do Agrupamento de Escolas entre os 100 Finalistas
Projeto “Combate aos Efeitos Nefastos dos Incêndios” Obtém 3º Lugar

Decorreu, no dia 9 de janeiro de 2019, no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, a Cerimónia de Entrega de Prémios da 15ª Edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” 2017/2018.

Dos 7 projetos apresentados pelo Agrupamento de Escolas de Alcanena, 4 ficaram entre os 100 finalistas, tendo o projeto “Combate aos Efeitos Nefastos dos Incêndios”, apresentado por alunos da EB2 Dr. Anastácio Gonçalves (Alcanena), da Professora Conceição Castro, obtido o 3º prémio do 3º escalão (2º ciclo).

Aos restantes projetos foi atribuído diploma de mérito.

Os alunos dos projetos a concurso estiveram presente na sessão de entrega de prémios, acompanhados pelos/as respetivos/as professores/as, pela Diretora do Agrupamento de Escolas de Alcanena, Ana Cláudia Cohen, e pela Vice-Presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Maria João Gomez.

Os projetos apresentados pelo Agrupamento de Escolas de Alcanena contaram com o apoio da autarquia.

A iniciativa contou com as presenças de Ilídio Pinho, do Primeiro-Ministro, António Costa, do Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, do Secretário de Estado da Educação, João Costa, da secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, e do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, entre outras individualidades.

«CMA»



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:44
link do post | comentar | favorito

3ª Edição // Festival do Cogumelo da Parreira 2019

49713966_2291888597764814_8962865842102468608_n

 

3ª Edição // Festival do Cogumelo da Parreira 2019

Dias 1, 2 e 3 de março 2019.

Ficha de inscrição e regulamento em www.ufpc.pt



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:29
link do post | comentar | favorito

ALCANENA: Plano de Contingência Inverno

15

 

Plano de Contingência Inverno
Este Inverno, Proteja-se Contra o Frio
Uma informação do ACES Médio Tejo

O ACES Médio Tejo recomenda que, no período de inverno, em caso de doença aguda não urgente, adote os seguintes procedimentos:

- Ligar para a linha SNS 24 (808 24 24 24);

- Recorrer ao seu próprio médico de família (consulta aberta) – Dias úteis, no horário habitual;

- Recorrer aos locais de atendimento de doença aguda (consulta aberta – alargamento de horário):
- Dias úteis – Centros de Saúde de Abrantes (18:00h – 22:00h), Alcanena (15:00h – 20:00h), Torres Novas (20:000h – 22:00h) e Ourém (20:00h – 22:00h);
- Sábados, domingos e feriados – Centros de Saúde de Ferreira do Zêzere (9:00h – 19:00h), Mação (10:00h – 20:00h) e Ourém (9:00h – 19:00h)



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:50
link do post | comentar | favorito

Relações económicas e comerciais entre Marrocos e Portugal têm aumentado de forma constante

 

Marrocos é um país a que as empresas portuguesas devem estar atentas, no que diz respeito às oportunidades de exportação. Esta é a conclusão a que chega um estudo de mercado elaborado pela NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, ao abrigo do projeto Export Intelligence.

 

“As relações económicas e comerciais entre Marrocos e Portugal têm aumentado de forma constante, e tendem a intensificar-se em muitas outras áreas, devido ao equilíbrio entre a vontade das empresas portuguesas se expandirem para mercados internacionais e a dinâmica económica gerada pelos grandes projetos empreendidos em Marrocos”, começa por divulgar o estudo de mercado elaborado e publicado pela NERSANT, que elenca ainda as principais características socioeconómicas, fiscais e políticas do país, bem como as especificidades que as empresas devem cumprir para alavancar as suas vendas para este país.

O documento foca-se, de facto, nesta tendência de crescimento dos negócios entre os dois países: “no que se refere ao comércio de bens, Marrocos destaca-se enquanto destino das exportações portuguesas, porém, no que respeita às importações, a sua posição é bastante mais modesta. De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o saldo da balança comercial é positivo para Portugal em 161 milhões de euros nos primeiros quatro meses de 2016. As exportações de bens portugueses para Marrocos subiram 14,7% nesse mesmo período, face a igual período do ano de 2015. Em 2015, Marrocos era o 11.º cliente de Portugal e o seu 36.º fornecedor. Por sua vez, em 2014, Lisboa era o 13.º cliente e fornecedor de Rabat. Segundo o INE, ao longo dos últimos anos registou-se um aumento considerável do número de empresas portuguesas envolvidas na exportação de bens para Marrocos. Em 2015 estiveram envolvidas 1239 empresas, mais 34 empresas comparativamente a 2014.”

Para além disso, o relatório dá ainda conta dos produtos mais exportados por Portugal para quele país do norte de África, com destaque para “os combustíveis minerais, que representaram quase um terço (31,5%) do total em 2015, seguido de ferro fundido, ferro e aço (17,6%), das máquinas e aparelhos (7,5%) e dos plásticos e suas obras (4,7%).”

A caracterização completa do mercado de Marrocos, bem como os procedimentos para uma exportação bem-sucedida para aquele país, podem ser consultados no estudo de mercado completo, disponibilizado pela NERSANT em www.exportribatejo.com (área de documentação).

O referido estudo, também disponível para outros mercados, tais como Austrália, Canadá, Chile, Colômbia, Gana, México, Moçambique, Polónia e Turquia, integra o conjunto de atividades do projeto Export Intelligence - Promoção da internacionalização da Região, financiado pelo COMPETE 2020 no âmbito do SIAC, que tem por objetivo o levantamento dos principais procedimentos (e eventuais barreiras) de acesso a mercados, para facilitação do acesso das empresas da região, dando-lhes ferramentas de prévia análise e preparação antes de se abordarem esses novos mercados.

 

Ourém liderou pela primeira vez a criação de empresas na região

Na análise mensal à criação de sociedades, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, verificou que foram criadas no distrito de Santarém, em dezembro, 112 empresas. Pela primeira vez em 2018, Ourém assumiu o primeiro lugar do pódio no que à criação de projetos empresariais diz respeito.

 

Os concelhos de Santarém e Ourém, têm sido, ao longo do ano de 2018, os que mais empresas têm criado. Santarém liderou sempre a tabela, à exceção do mês de março, com Benavente a assumir este lugar, e dos meses de junho e julho, onde este concelho surge empatado com o de Ourém, que em todos os meses do ano assume o segundo lugar da classificação. Em dezembro, e apesar da sua grande importância ao longo do ano na criação de empresas, o concelho de Ourém assume pela primeira vez, isolado, o primeiro lugar da tabela no âmbito do nascimento de empresas.

No último mês de dezembro, que contou, no total, com a criação de 112 empresas, Ourém lidera destacado com a criação de 24 sociedades, seguindo-se, sem surpresas, Santarém, com a criação de 17 sociedades. Em terceiro lugar está Rio Maior, que contribuiu em dezembro com 11 sociedades, seguindo-se os concelhos de Torres Novas e Tomar, com a criação de 9 empresas cada concelho.

Coruche surge na tabela logo de seguida, com a criação de 8 sociedades, seguindo-se Almeirim, com 7, e os concelhos de Benavente e Salvaterra de Magos, com 6 cada território. Os concelhos do Cartaxo, Entroncamento e Alcanena criaram, cada um, 3 empresas em dezembro.

No final da tabela, com a criação de duas sociedades, surgem Abrantes e Ferreira do Zêzere e, logo de seguida, Golegã e Sardoal, que apenas contribuíram, cada concelho, com uma empresa criada. Os concelhos de Alpiarça, Chamusca, Constância, Mação e Vila Nova da Barquinha não apresentaram, no período analisado, criação de empresas.

Relativamente aos setores de atividade, destaque para a criação de empresas relacionadas com a compra e venda de bens imobiliários (8), o comércio a retalho em outros estabelecimentos não especializados, com predominância de produtos alimentares, bebidas ou tabaco (6), restaurantes tipo tradicional (5), Construção de edifícios (residenciais e não residenciais) (4) e Atividades de mediação imobiliária (3).

Em dezembro, predominou a gerência exercida por homens (73,2%), em detrimento da gerência exercida por mulheres (26,8%).



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:11
link do post | comentar | favorito

TAGUS dinamiza laboratórios de turismo equestre e industrial

Santa Bárbara 05 06 Nov2005 339

12

 

A TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior vai receber na sua sede dois Laboratórios de Empreendedorismo Turístico, no próximo dia 29 de Janeiro. A primeira sessão será às 9h30 e é dedicada à fileira das actividades equestres na região. Já a segunda, pelas 14h30, tem como público-alvo agentes interessados no desenvolvimento de iniciativas turísticas relacionadas com a indústria actual e histórica da região.

Estes laboratórios, integrados no projecto "Médio Tejo - Vive o Empreendedorismo", designam-se de “MoovOn”, e têm como objectivo incentivar os agentes locais a empreender na área do turismo, através destas sessões temáticas de debate e reflexão sobre as oportunidades e constrangimentos para o surgimento na região de novas empresas, negócios, parcerias, marcas ou serviços no sector; os desafios de empreender numa actividade económica complexa, mas muito relevante para a economia regional e nacional; a importância do trabalho em rede; entre outras temáticas relevantes à dinamização do turismo na região.

O “moovOn - Laboratórios de Empreendedorismo Turístico do Médio Tejo” é promovido pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) em parceria com os Grupos de Acção Local (GAL) TAGUS, ADIRN e PINHAL MAIOR, e é financiado pelo Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2020), no eixo do SIAC - Sistema de Apoio a Acções Colectivas – Promoção do Espírito Empresarial, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Estas iniciativas que estão a decorrer pela região são conduzidas pela IDTOUR, spin-off da Universidade de Aveiro, especializada no desenvolvimento de soluções inovadoras, técnica e cientificamente sustentadas, para organizações e empresariais do sector do turismo.

A sede da TAGUS localiza-se na Rua D. António Prior do Crato, junto ao IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional de Abrantes.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:08
link do post | comentar | favorito

PEDRO MAGALHÃES RIBEIRO PEDIU AUDIÊNCIA À MINISTRA DA SAÚDE

 

  • Soluções que garantam igualdade de acesso a cuidados de saúde, com reforço da cobertura de médicos de família e com o início de intervenções de manutenção e melhoria nas instalações onde funcionam as unidades de saúde do concelho, são as principais reivindicações que o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, quer levar à Ministra da Saúde.
  • Autarca reforça a necessidade “imperiosa, de que os utentes do concelho possam aceder, em igualdade de circunstâncias, a cuidados de saúde”, num concelho que conta com quase cinco mil utentes sem médico de família.
  • Diferenças de acesso a médico de família “entre as unidades de saúde familiar e a unidade de cuidados de saúde personalizados, criam desigualdades que urge resolver”, tal como a autarquia tem reforçado “quer em visitas de membros do executivo às instalações destas unidades, quer em reuniões de trabalho com o Diretor Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Lezíria”.

 

O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, endereçou um pedido de audiência à Ministra da Saúde, com caráter de urgência, para dar conta das preocupações da autarquia com os cuidados de saúde primários no concelho. O autarca afirma “a nossa firmeza na reivindicação de soluções é tão profunda, quanto a nossa disponibilidade para trabalhar com a administração central”, tal como, “já fizemos no passado, chamando à Câmara Municipal, responsabilidades que cabiam ao Ministério da Saúde para resolver problemas que se arrastavam há demasiado tempo”.

 

No pedido de audiência, o presidente da Câmara lembra que a autarquia assumiu as obras e investiu cerca de 36 mil euros para impedir o encerramento da Extensão de Saúde de Valada, que integra a Unidade de Saúde Familiar (USF) D. Sancho I. A manutenção deste serviço de saúde de proximidade “assume caráter especialmente importante para a população de uma freguesia isolada devido à distância geográfica, à carência de transportes públicos e ao envelhecimento da população, na sua maioria, pessoas com uma situação socioeconómica frágil”.

 

No que se refere à USF D. Sancho I, o autarca destaca a necessidade de intervenções de manutenção e melhoria das infraestruturas, “designadamente, a premência de pinturas gerais, reforço de isolamentos e de reparação de áreas do pavimento”, para que as condições para utentes e profissionais, se possam manter.

 

Já a preocupação da autarquia com a falta de médicos de família, centra-se na UCSP (que partilha as instalações com a USF Cartaxo Terra Viva), já que a USF D. Sancho I, com sede em Pontével e 11 255 utentes, é uma USF de Modelo B, o que permite incentivos de produtividade que “alavancam o seu funcionamento e permitem níveis de resposta que satisfazem a generalidade dos utentes”.

 

No Cartaxo, a USF Cartaxo Terra Viva e a Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), partilham instalações mas apresentam desigualdade no quadro de pessoal médico – enquanto a USF, com 9 258 utentes inscritos, tinha, em 31 de dezembro de 2018, cobertura total de médico de família, já a USCP, apresentava 4 954 utentes sem médico de família, para um total de 4 987 utentes inscritos, sendo que esta unidade conta com três médicos, um dos quais em situação de prestação de serviços e outro em situação de doença prolongada.

 

image001

02

03

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:04
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Março 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17

26
27
28
29
30

31


posts recentes

Dia dos Moinhos Abertos 2...

SUSPENSÃO NO ABASTECIMENT...

A propósito da felicidade...

TEMAS DE SAÚDE: O sigilo ...

Município de Santarém apr...

BOMBEIROS MUNICIPAIS INTE...

Animação Turística no Méd...

DOIS CONCERTOS PARA CELEB...

MINI TRAIL PARA PAIS E ...

Abrantes inicia curso de ...

Câmara Santarém destaca b...

Comemoração do Dia Mundia...

Aproveite o que Santarém ...

CARTAXO PRESENTE NA BOLSA...

Mercados itinerantes de p...

AR FOI À ESCOLA SENSIBILI...

Dia Mundial do Teatro - "...

NERSANT realiza curso fin...

Tomar recebe a partir de ...

Comemorações do Dia Inter...

Mundo Interior, Odeio Est...

ÁVINHO 2019 – com HMB e Q...

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇ...

“Cerca de 80 alunos e pro...

Workshop “8-bit Maze Gard...

Município de Ferreira do ...

22ª CORRIDA DA LIBERDADE

Jornada de reflexão “A Ec...

XI Torneio de 24 Horas de...

Chamusca recebe concerto ...

arquivos

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds