NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 5 de Abril de 2019
APDA APROVOU RELATÓRIO DE ATIVIDADES E CONTAS

1379.jpg

 

Francisco Oliveira (foto) é o Presidente da Assembleia Geral da associação das entidades gestoras

 

As Assembleias Gerais da Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas  (APDA) aprovaram na quinta-feira, 4 de abril, em Lisboa, o Relatório de Atividades e Contas de 2018 e o Parecer do Conselho Fiscal, bem como o Plano de Atividades para 2019. Os documentos apresentados pelo Presidente da Direção da APDA, Engenheiro Rui Godinho, foram aprovados por unanimidade.

A Assembleia Geral da APDA tem como Presidente Francisco Oliveira em representação da ÁGUAS DO RIBATEJO.

O Presidente da AR e da Câmara Municipal de Coruche conduziu os trabalhos que contaram com a participação dos representantes das entidades gestoras associadas da APDA.

Os associados presentes deram luz verde para a elevação a comissões especializadas dos grupos de trabalho de Adaptação às Alterações Climáticas (GTAAC) e da Comunicação e Educação Ambiental.

Assim foram constituídas a Comissão Especializada de Adaptação às Alterações Climáticas (CEAAC) e a Comissão Especializada de Comunicação e Educação Ambiental (CECEA).

A proposta do Conselho Diretivo sobre a atualização das quotas dos membros da APDA também foi aprovada.

A APDA é a principal associação do setor da água e conta já com mais de 20 anos de atividade na defesa dos interesses dos consumidores e ativos do setor.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:04
link do post | comentar | favorito

Assinatura de Protocolo entre o Município do Entroncamento e a Alzheimer Portugal – Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer

 

protocolo_2.jpg

 

Foi assinado, hoje, dia 5 de abril, entre o Município do Entroncamento e a Alzheimer Portugal – Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer, um Protocolo de Colaboração que pretende criar um Gabinete Psicossocial do Núcleo do Ribatejo da Alzheimer Portugal no concelho do Entroncamento.

 

O Gabinete Psicossocial do Núcleo do Ribatejo da Alzheimer Portugal, funcionará no edifício dos Serviços Sociais do Município do Entroncamento, sito na Rua da Junta de Freguesia, um dia por mês e contará com o atendimento nas áreas da psicologia clínica e de serviço social, mediante marcação prévia.

 

Este gabinete surge com o objetivo de criar uma rede de intervenção para pessoas com demência e seus cuidadores, promover a inclusão social da pessoa com demência, informar cuidadores sobre os apoios sociais existentes e divulgar informações sobre Alzheimer e outras demências.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:03
link do post | comentar | favorito

Município do Entroncamento sessão de cinema português

Cinema_RosaAlfama.jpg

 

 

O Município do Entroncamento apresenta no dia 11 abril, quinta-feira, pelas 14h30m, no Centro Cultural da cidade, uma nova sessão de cinema, desta vez o filme é “Rosa de Alfama”.

 

Trata-se de um melodrama que conta a história de Rosa Maria e decorre em Alfama, bairro típico de Lisboa.

 

O filme é dirigido ao público em geral e tem entradas gratuitas.

 

Esta sessão surge na sequência do projeto do Município para a realização de várias sessões de cinema português durante o ano de 2019, e tem como objetivo uma agenda cultural mais eclética, que vá de encontro dos vários tipos de público, trazendo ao Centro Cultural obras marcantes do cinema português.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:00
link do post | comentar | favorito

LANÇAMENTO DO LIVRO O AUTO-RETRATO NA PINTURA PORTUGUESA

image001.jpg

 

Vítor Serrão vai estar na Biblioteca Municipal do Cartaxo para apresentar a última obra de Maria Emília Vaz Pacheco.

 

 

A Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita vai receber a autora do livroO Auto-retrato na Pintura Portuguesa, Maria Emília Vaz Pacheco, para a apresentação daquela que é a sua mais recente obra publicada, na área da história da arte.

 

A sessão terá início às 16h30 de dia 13 de abril, sábado, e conta com a presença do também historiador de arte, Vítor Serrão, que apresentará a obra.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:59
link do post | comentar | favorito

Os Quadros Vivos de Caravaggio um espectáculo a não perder na Catedral de Santarém

os quadros vivos de caravaggio.jpg

 

No dia 13 de abril, pelas 21h30, a Catedral de Santarém vai receber o espectáculo Os Quadros Vivos de Caravaggio da Companhia italiana Ludovica Rambelli, numa proposta do projeto municipal Santarém Cultura.

Um espectáculo construído com a técnica dos quadros vivos, La Conversione di un Cavallo é um trabalho de extrema simplicidade, mas com um grande impacto visual. Sob os olhos dos espectadores são compostas 23 telas de Caravaggio com os corpos dos atores, usando objetos do quotidiano e tecidos drapeados. Um único ponto de luz ilumina a cena criando uma moldura imaginária. A precisão iconográfica, a expressiva força dos corpos e expressões faciais, trazem amplamente a poesia da realidade que constituem e diferenciam o trabalho de Michelangelo Caravaggio. As mudanças de quadros são feitas todas à vista, marcadas ritmicamente pela música de Mozart, Bach, Vivaldi e Sibelius.

Este trabalho nasceu em 2006, graças a um projeto educacional da Faculdade de Arquitetura Luigi Vanvitelli desenvolvido por Ludovica Rambelli. Após a primeira apresentação a sua força cénica foi clara e forte, marcando logo presença no Festival Maggio dei Monumenti do Museo di Capodimonte, em Nápoles, nas edições de 2008, 2009, 2010, 2011, e por toda a Itália em museus, galerias, praças, igrejas, preservando sempre a sua sugestão, a sua magia, perante um público muito mais atento e cúmplice, de um trabalho artesanal simples mas rigoroso.

Hoje a Cia Ludovica Rambelli é residente permanente do Museu Diocesano, na Igreja Donnaregina Nuova, em Nápoles.

Algumas das obras representadas no espetáculo são La Deposizione (1602-1603) Museu do Vaticano, Cidade do Vaticano; Estasi di maddalena o Maddalena Klein (1606) Coleção privada, Morte della Vergine (1604) Museu do Louvre, Paris,  Madonna dei Pellegrini (1604-1606) Sant’Agostino, Roma, Santa Caterina d’Alessandria  (1597) Museu Thyssen-Bornemisza, Madrid,La Maddalena   (1594-1595) Galeria Doria Panphilj, Roma, Bacco   (1596-1597) Galeria Degli Uffizi, Florença, entre outras.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:50
link do post | comentar | favorito

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

Cartaz_Brigada Victor Jara_5 abril 2019.jpg

 

sexta-feira:

 

Esta sexta-feira, dia 5 de abril, às 21h30, há Concerto com a Brigada Victor Jara, no Convento de S. Francisco. Ingressos disponíveis: Comissão das Comemorações do 25 de Abril - Associação Cultural - 963 512 243/ 964 563 460 e na Emoção d'Imagens - 243 323 212 - Rua Dr. Pedro Canavarro (rua do Minipreço) ou antes do Espetáculo, na Portaria do Convento de S. Francisco.

 

Pioneiros na valorização e divulgação da música tradicional há mais de 40 anos, este coletivo coimbrão é uma referência incontornável da música portuguesa pelo seu importante legado patrimonial e memória cultural do nosso cancioneiro.

 

Este espetáculo está integrado nos 90 anos do Nascimento de José Afonso, no 7º Aniversário da criação do Núcleo da AJA - Associação José Afonso de Santarém e nas comemorações do 45º Aniversário do 25 de Abril, organizadas pela Câmara de Santarém e pelas Comemorações do 25 de Abril - Associação Cultural.

 

Ficha artística: Arnaldo Carvalho - percussão; Aurélio Malva - viola, bandolim, gaita de foles, voz solo; Catarina Moura - voz solo; José Tovim - viola baixo; Joaquim Teles (Quiné) – bateria; Luís Garção Nunes - viola, viola beiroa, cavaquinho; Manuel Rocha – violino; Miguel Moita - piano e sintetizador e Rui Curto - acordeão e concertina

sábado

 

Este sábado, dia 6 de abril, às 16h00 tem lugar a abertura dos trabalhos do Encontro “Avieiros: percursos e perspetivas”, na Casa do Brasil. Aurélio Lopes apresenta “Realidade e mito nos avieiros da Borda d´água”, às 16h30. Pelas 16h50, Teresa Serrano apresenta “Enquadramento e situação atual”. Às 17h10, Carla Queirós apresenta “A bateira das Caneiras”. A partir das 17h30 abre o Espaço de debate.

Esta iniciativa é organizada pelo Instituto Politécnico de Santarém, Fórum Ribatejo e Via Educação, com o apoio da Câmara Municipal de Santarém, IELT-UNL e AIESMP.

“O processo de divulgação das práticas vivenciais dos avieiros da borda d´água, que englobou o processo de Candidatura dito da Cultura Avieira a Património Nacional e se expressou, em termos finais, no registo da Bateira Avieira como Património Cultural Imaterial, surge, hoje, como um desafio.


A necessidade de dar a conhecer o desenvolvimento desta candidatura, suas virtualidades e insuficiências, gerou uma iniciativa pública que permitirá mostrar as particularidades do processo, lacunas e mais-valias, expetativas e eventuais desígnios futuros. O Plano de Salvaguarda (a salvaguarda possível, afinal) exige perceber vontades e possibilidades, para que as concretizações previstas não morram por desmotivação e inércia.

Tal carece de uma análise retrospetiva do Projeto de Candidatura (e, afinal, processo englobante), sua componente administrativa e investigativa, evolução e concretização final.

Este facto deu origem a um Encontro a realizar no dia 6 de abril de 2019, na Casa do Brasil, em Santarém, numa organização do IPSantarém (Instituto Politécnico de Santarém), Fórum Ribatejo e Via Educação, com o apoio da Câmara Municipal de Santarém, IELT-UNL e AIESMP”.


Às 16h30 tem lugar o lançamento do Livro “Crime de Abuso Sexual de Crianças – Valoração da Prova”, de Susana Pitta Soares, na Sala de Leitura Bernardo Santareno. A apresentação da obra é proferida pelo Juiz de Direito, João Guilherme Gato Pires da Silva. Esta iniciativa conta com o apoio da Câmara de Santarém.

“O crime de abuso sexual de crianças, previsto e punido no artigo 171.º do Código Penal, é uma realidade que agride a sensibilidade das pessoas, que desperta no cidadão comum sentimentos de revolta, de raiva, de indignação e, tantas vezes, de perplexidade e frustração face às decisões dos Tribunais que perante inconcludência das provas absolvem o alegado abusador. Pela enorme complexidade que reveste a valoração da prova no crime de abuso sexual de crianças, nesta dissertação debruçar-nos-emos na análise do que é a prova, na problemática da sua livre apreciação pelo julgador e, sobretudo, uma vez que é, na maioria das vezes a única prova, no testemunho da criança vítima do abuso e da sua valoração.

Susana Pitta Soares nasceu em Baltar, concelho de Paredes, em 1972. Advogada, professora Doutoranda em Direito na Especialidade de Ciências Jurídico-Políticas na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Mestre em Direito. Pós-Graduada em Direito do Património Cultural. Pós-Graduada em Ciências Jurídico Criminais. Pós-Graduada em Direito da Comunicação. Licenciada em Direito pela Universidade Lusíada de Lisboa. Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade de Coimbra

Lecionou durante vários anos em diversos graus de ensino, foi Vice-Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Diretora do Centro de Emprego de Santarém e Assessora na Secretaria de Estado da Cultura. Trabalhou em comunicação na TSF - Rádio Jornal e colaborou com jornais de âmbito regional”.

 

domingo:

 

Este domingo, dia 7 de abril, às 10h00, Santarém recebe a apresentação do Guia de Percursos Pedestres da Lezíria do Tejo, no Jardim da República, seguido de Caminhada, aberta à população.

 

O Guia é promovido pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo e conta com a colaboração da Câmara Municipal de Santarém e das restantes autarquias da Lezíria do Tejo, a par do ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas. Santarém apresenta o Percurso Pedestre “Do planalto de Santarém à Lezíria do Tejo”, com 6,2 Km, grau de dificuldade médio e duração aproximada de 3 horas.

 

O Guia sugere 11 percursos pedestres que podem preencher uma agradável semana de férias em contacto com a natureza e com o melhor que o Ribatejo tem para oferecer. Cada percurso pode também ser feito de forma individual, à medida disponibilidade de cada pessoa, que tem a oportunidade de descobrir cada região, através de diversos itinerários locais que possibilitam o contacto com áreas ambientalmente interessantes quer pelas paisagens, quer pela fauna emblemática dos ecossistemas mediterrânicos ou pelo rico património edificado.

Para cada percurso existe uma ficha técnica que informa sobre a extensão, duração prevista, um mapa com o traçado do percurso e os elementos mais relevantes no local. Cada percurso permite o acesso a um ficheiro que pode transferir para o equipamento GPS e também a um ficheiro que permite visualizar os mapas dos itinerários propostos na internet.

 

Para informações adicionais sobre atividades culturais, alojamento e restauração, devem ser consultadas em www.visitribatejo.pt .

 

O Percurso Pedestre de Santarém “Do planalto de Santarém à Lezíria do Tejo”, leva à descoberta da milenar relação entre a paisagem e a vida desta cidade histórica que identifica 28 pontos de interesse e tem ligação aos percursos da Grande Rota do Tejo, Caminho de Fátima e Caminho de Santiago.

 

Este percurso tem como objetivo dar a conhecer a singularidade e a riqueza monumental da paisagem do Centro Histórico de Santarém. As caraterísticas naturais do território e a relação milenar estabelecida entre o rio Tejo/lezíria/núcleos ribeirinhos/vales e núcleo planalto, determinaram a estruturação desta paisagem cultural. A passagem nos principais monumentos, classificados como monumento Nacional, troços de muralha, miradouros, calçadas de encosta e seus chafarizes e núcleos ribeirinhos junto ao Tejo, demonstra a riqueza patrimonial e paisagística deste conjunto e seu sistema de vistas.

 

Destaca-se a evolução polinucleada com o planalto sobranceiro ao rio e suas edificações, a 107 metros, dos núcleos ribeirinhos, Ribeira de Santarém e Alfange, desde 9 metros. No extremo nascente do planalto de Santarém desenvolve-se a antiga cidadela da Alcáçova, outrora um planalto isolado. A Porta do Sol, sobranceira ao rio, era uma das entradas da cidadela, que correspondeu ao primitivo reduto defensivo (castro), com um perímetro amuralhado que tinha por entrada principal a Porta de Santiago.

Conforme a época do ano, os vales, o rio Tejo e a Lezíria de grande valor paisagístico, têm diferentes cores e expressões que enriquecem o olhar sobre esta paisagem.

 

As diferentes características naturais originaram distintas unidades de paisagem, como o bairro, que se caracteriza pelas encostas do maciço calcário e o seu olival disperso, e exemplares dos matagais mediterrânicos autóctones, e o campo, unidade referente à planície de solos de aluvião, adjacentes e banhados pelo rio Tejo, a lezíria e seus regadios.

 

Junto à margem do rio, com uma biodiversidade específica deste ecossistema ribeirinho, podem observar-se, nas marachas e galeria ripícola os seguintes exemplares da vegetação: Populus spp. - Choupos, Salix spp. – Salgueiros, Fraxinus spp. – Freixos e Tamarix spp. . Choupo branco e a presença de espécies da fauna, como: a toutinegra-dos-valados, a garça-branca, a cegonha-branca, o pato-real, o milhafre-preto, o bico-de-lacre, os rouxinóis-dos caniços e o guarda-rios.

 

No ponto inicial, localizado no Jardim da República, para além da facilidade de estacionamento e de diversos serviços de cafetaria e restauração, aproveite para visitar o Mercado Municipal e os painéis de azulejos, localizado ao lado do jardim. Visite o Convento de São Francisco e a Igreja de Santa Clara, O percurso leva-o até à Ribeira de Santarém, à Igreja de Santa Cruz, prossegue até à Ponte D. Luís e Alfange. O troço coincide com o ancestral caminho de Santiago, prossegue para o miradouro das Portas do Sol, Igreja de Nossa Senhoras da Graça, segue para o Largo Pedro Álvares Cabral e pela Rua Braamcamp Freire até à Casa--Museu Anselmo Braamcamp Freire. O percurso prossegue pelas escadinhas do Milagre até ao largo, com a Igreja de Santo Estevão, também conhecida por Igreja do Santíssimo Milagre, passa pela Igreja de Nossa Senhora de Marvila, Torre das Cabaças, Igreja de S. João de Alporão, segue pela Rua Passos Manuel, encontra num recanto à esquerda as escadinhas do Carmo, desvio até à Fonte das Figueiras. Chegado/a à Praça Sá da Bandeira, praça maior de Santarém de onde partem as principais artérias comercias do Centro Histórico, e visite a Igreja de Nossa Senhora da Piedade. O Percurso termina no ponto inicial – Jardim da República.

A decorrer:

 

Até dia 8 de abril, visite a Exposição Ornaverunt Lampades: A Arte Cristã na Herança de Luiza Andaluz”, no Museu Diocesano de Santarém.

Até dia 8 de abril de 2019, a exposição “Ornaverunt Lampades: A Arte Cristã na Herança de Luiza Andaluz” pode ser visitada no Museu Diocesano de Santarém.

Uma iniciativa do Museu Diocesano de Santarém, da Comissão Diocesana para os Bens Culturais da Igreja de Santarém em parceria com a Congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima, com o apoio do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja e do Museu Nacional de Arte Antiga, que pretende dar a conhecer Luiza Andaluz, figura marcante no contexto social de Santarém desde finais do século XIX, dedicada aos mais desfavorecidos, sobretudo no âmbito educacional e de apostolado, o seu legado mantém-se vivo através da Congregação que fundou e que ainda hoje desempenha papel ativo em inúmeras comunidades em Portugal e no Mundo.

Da atividade por si desenvolvida e continuada pela Congregação, foi reunido um conjunto patrimonial que merece investigação aprofundada, bem como outro que direta ou indiretamente se encontra associado às suas causas, numa linha cronológica que se estende do século XVI ao presente, onde se destaca um belíssimo relicário de Santa Teresa de Ávila pertencente às coleções do Museu Nacional de Arte Antiga, bem como um conjunto notável de pintura e escultura hoje património da Congregação.

No âmbito desta exposição são organizadas visitas orientadas nos dias 09 fevereiro, 09 de março e 07 de abril, às 15h00 (outras datas através de marcação prévia). Após a visita à exposição no Museu Diocesano de Santarém, o grupo tem oportunidade de seguir até à Casa Madre Andaluz para uma visita à Exposição itinerante “DESCOBRIR LUIZA”.

Inscrições limitadas (25 participantes), através de: telefone 234 304 065 | e-mail geral@museudiocesanodesantarem.pt | presencialmente na receção do Museu.

(Preço) 2€

Horários: segunda a sexta-feira das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 (encerra 3ª feira), | sábados e feriados civis das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 | domingos e Dias Santos das 14h00 às 18h00

 

Até dia 15 de abril, visite a Exposição de “Água, Terra, Ar” – “O Passado, o Presente e o Futuro em Santarém”, no Palácio Landal, por André Sier, Boris Chimp 504, Sonoscopia. Esta exposição que conta com 3 projetos de arte digital e sonora, integra ainda, de forma ativa e passiva, fotografias de autoria de José Freitas, que fez um trabalho de levantamento de imagens dos reservatórios da cidade de Santarém. Esta Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, e ao sábado, das 10h00 às 13h00. Entrada gratuita.

Novos Media/Artes Digitais

Água, Terra, Ar, André Sier, Boris Chimp 504, Sonoscopia

O Passado, o Presente e o Futuro em Santarém

A importância da água no passado; Pensar o presente: O Labor da Terra. O respeito pelo trabalho na terra, o homem na eterna relação com a natureza; Pensar o futuro: o espaço enquanto metáfora para Santarém que sai de si mesma, em busca do futuro. Para dar corpo a estes temas, o Palácio Landal é ocupado por 3 projetos de arte digital e sonora, com peças que gerarão interação direta do público, tornando-o parte da instalação – enquanto performers, ou como membros da comunidade que experiencia um objeto estético, ou que é capaz de gerar pensamento e reflexão sobre as temáticas, construindo um Santarém do futuro.

Serão também André Sier trabalha artisticamente com código e meios interativos nos estúdios s373.net/x, onde combina videojogos, instalações, pintura, escultura, música, matemáticas e computação em objetos e experiências de artes eletrónicas, fundindo mitologia, interfaces, contínuums espácio-temporais generativos.

O Boris Chimp 504 é uma performance audiovisual em tempo real que enfatiza a síntese de áudio e as linguagens gráficas numa estética futurista de ficção científica. É um sistema interativo / reativo em tempo real entre o áudio e a imagem, entre o homem e a máquina.

A Sonoscopia é uma associação para a criação, produção e promoção de projetos artísticos e educacionais centrada nas áreas da música experimental, na pesquisa sonora e nos seus cruzamentos interdisciplinares com a literatura, dança, teatro e artes visuais.

(Classificação) para todos/as

 

Até dia 31 de maio, visite a Exposição SUBWAY LIFE de António Jorge Gonçalves, na Sala de Leitura Bernardo Santareno. Esta exposição integra o ESCALA - Projeto Educativo, Mediação de Públicos e Envolvimento da Comunidade.


Tudo começou em Londres, onde António Jorge Gonçalves exercitou desenhar a pessoa que se sentasse à sua frente no Metro. Ao regressar a Lisboa, decidiu levar o jogo a outras 9 cidades: Lisboa, Berlim, Estocolmo, Nova Iorque, São Paulo, Tóquio, Atenas, Moscovo e Cairo. O resultado do projeto apresentado no site oficial foi premiado no Flash Film Festival pelos milhões de visitas. Apresentamos uma seleção desses desenhos ampliados à escala humana, criando um efeito surpreendente de proximidade com estes desconhecidos, que serão expostos em espaço público.

António Jorge Gonçalves é um autor de banda desenhada, cartoonista, performer visual, ilustrador, cenógrafo e professor português, autor de diversas Novelas Gráficas, e tem colaborado com diversos escritores – Nuno Artur Silva, Rui Zink, Ondjaki ou Mário de Carvalho. Faz semanalmente cartoon político para o Inimigo Público (suplemento do Público) desde 2003. Estes trabalhos foram também publicados no Le Monde e Courrier Internacional, e premiados no World Press Cartoon. Integrou o projecto pedagógico 10x10 da Fundação Calouste Gulbenkian como artista formador.


Desenho/Exposição | Classificação: Etária para todos | Preço gratuito

Em permanência:

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Painel de azulejos que representa um mostruário de relógio com numeração romana e decoração figurativa dos ventos (éolos ou querubins azuis), nos quatro cantos da composição. É emoldurado por cercadura com decoração geometrizante e simétrica a azul, amarelo, verde e manganês e meios óvulos. O espaço interior é preenchido com uma representação do sol com seus raios em branco e amarelo sobre fundo azul, dividindo o círculo em vinte e quatro partes iguais”.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h15 e das 14h00 às 17h15. Contato: tel.- 243 357 288.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scallabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem.



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:51
link do post | comentar | favorito

ÁGUAS DO RIBATEJO CONSOLIDOU CRESCIMENTO SUSTENTADO EM 2018

 

sete presidentes na AR.JPG

 

ÁGUAS DO RIBATEJO terminou o exercício de 2018 com um resultado líquido de 1.676.155,00 €. Os proveitos serão aplicados em investimentos e na melhoria do tarifário para famílias numerosas e carenciadas.

Relatório de Gestão e Contas de 2018 foram aprovados por unanimidade na assembleia geral de 28 de março após apreciação nos sete municípios que integram a AR: Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas.

Pedro Ribeiro, Presidente da Assembleia Geral da AR congratulou-se com os resultados obtidos. “Este relatório mostra que a AR foi uma excelente opção e continua no bom caminho para garantir a sustentabilidade económico-financeira assegurando serviços de qualidade aos clientes, consumidores e utilizadores”, referiu o Presidente da Câmara de Almeirim.   

Ainda assim, a AR regista-se uma quebra de 22% no resultado líquido, em relação ao ano anterior, que teve a ver com a redução do volume de negócios e dos subsídios.

Em 2018, os volumes de água e água residual faturados registaram uma descida de 6,5% e 3,5%, respetivamente.

Os primeiros meses do ano de 2018 registaram níveis de precipitação muito acima do normal, o que se traduziu num decréscimo significativo da água produzida e faturada.

“Se do ponto de vista das disponibilidades hídricas esta situação é favorável, já no que se refere às receitas geradas pela empresa a situação é a inversa. Foi possível ainda assim manter um nível de resultados positivo, consolidando a situação económico-financeira da empresa”, refere o Presidente do Conselho de Administração, Francisco Oliveira, citando o relatório e contas.

No ano de 2018, a AR subiu o número de clientes do serviço de abastecimento e saneamento. Atualmente a AR terminou o exercício com 75630 clientes mais 391 que no ano anterior, contrariando uma tendência para a redução de clientes.

 

A Dívida Líquida Financeira registou uma descida superior a 4%, muito por força da diminuição dos custos dos financiamentos externos obtidos para concretização das empreitadas, que se traduziu no decréscimo do Passivo Não Corrente, em comparação com o período homólogo.

Os níveis de Autonomia Financeira e de Solvabilidade melhoraram quando comparados com os do período homólogo, “significando que a capacidade da empresa para fazer face aos seus compromissos é hoje maior do que no passado”, refere o Presidente Francisco Oliveira.

 

Plano de Investimentos da AR prevê a concretização de 21,5 ME até ao final de 2021

em operações nos sistemas de tratamento de águas residuais e nos sistemas de abastecimento de água.

As intervenções para construção de novos equipamentos e infraestruturas serão financiadas pelo programa europeu POSEUR PORTUGAL 2020, ainda assim, exigem um enorme esforço financeiro da empresa com recurso à banca e a capitais próprios.

Todavia, algumas intervenções de ampliação e requalificação de sistemas serão realizadas apenas com capitais da AR.

 

Na Assembleia Geral ficou vincada a necessidade de sensibilizar os clientes para se ligarem às redes de saneamento de modo a não comprometer o funcionamento das infraestruturas e equipamentos construídos e a garantir a sustentabilidade dos sistemas.

Foi ainda manifestada preocupação em relação à anunciada seca no período de Verão que vai exigir o reforço das campanhas de informação e sensibilização para o uso eficiente da água e combate ao desperdício.

A AR vincou o compromisso de reduzir as perdas de água, que no final de 2018 eram de 32%, valor abaixo da média nacional, mas ainda longe do objetivo dos 20%. 

 

RESUMO DOS Dados Económico-Financeiros

 

 

DEZEMBRO

 

DEZEMBRO

 

Var.

 

 

 

2018

 

2017

 

%

 

Volume de Negócios (1)

 

15.938.844

 

16.461.031

 

-3,17%

 

EBITDA (2)

 

8.525.235

 

9.733.396

 

-12,41%

 

Res. Antes Impostos

 

2.213.130

 

2.862.074

 

-22,67%

 

Resultado Líquido

 

1.676.155

 

2.166.172

 

-22,62%

 

Valores em euros

           

 

             

 

(1) Vendas + Prestação de Serviços

         

(2) Resultado Operacional + Amortizações + Provisões



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:45
link do post | comentar | favorito

DAR CORDA AOS PÉS NO DIA DA LIBERDADE

image002.jpg

 

Dos minis-minis aos avôs e avós, dos 60 metros aos 3000, nas Corridas da Liberdade, há distâncias para todas as idades e para todas as velocidades.

 

 

No próximo dia 25 de abril, a partir das 10h00, as Corridas da Liberdade voltam às pistas do Estádio Municipal do Cartaxo. O evento desportivo, organizado anualmente pela Câmara Municipal, celebra a Revolução dos Cravos numa prova desportiva que dá aos atletas mais novos lugar de destaque. Mas a linha de partida também tem espaço para os pais, mães, avôs e avós – as Corridas da Liberdade são mesmo para a família fazer a festa e competir alegremente por um lugar no pódio.

 

Este ano, para a família e os amigos unirem esforços e conquistarem vitórias no campo da prática desportiva, a organização lançou uma novidade – a Estafeta Tartaruga. Vá até ao Estádio Municipal e descubra se corre melhor sozinho, ou em equipa.

 

As Corridas da Liberdade voltam a contar com a participação do Dojo Amicale Karaté que mostrará o trabalho que desenvolve, enquanto os atletas de todas as gerações se preparam para ocupar as pistas.

 

As inscrições podem ser efetuadas na Casa Municipal da Juventude, até ao dia 22 de abril ou no dia da prova entre 9h00 às 9h30, no Estádio Municipal do Cartaxo.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:08
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

15
17

24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

Rio Maior – Prisão preven...

FESTIVAL MATERIAIS DIVERS...

Tributo a David Bowie no ...

ANGARIAÇÃO DE FUNDOS

ANGARIAÇÃO DE FUNDOS

Nova temporada do Teatro ...

ABRANTES: SL Benfica conq...

AFINAL, HÁ RUAS ENFEITADA...

ALPIARÇA : NOVO CONTINENT...

CARTAXO: TRÂNSITO ENCERRA...

ABRANTES: Intervenções do...

MUNICÍPIO ATRIBUIU HABITA...

18º Festival de Folclore ...

TAGUS – candidaturas aber...

Novas exposições nas ‘Gal...

Trail das Famílias 2019 n...

FESTAS EM HONRA DE NOSSA ...

Vem aí a 15ª edição dos “...

In. Santarém 2019 | PROGR...

CA Soluções de Crédito Fa...

Fabíola Cardoso propõe cr...

O tempo

1.ºTorneio Solidário Stre...

O Concelho de Azambuja ac...

NERSANT quer simplificar ...

VALADA ACOLHEU DIA INTERN...

13.ª Edição da Feirinha d...

“Galerias com Arte” receb...

MEIO MILHÃO DE EUROS PARA...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds