NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Jardim Social na Semana da Ascensão

Jardim Social na Semana da Ascensão

Ver, sentir e partilhar

 

A Semana da Ascensão acolhe em 2019 um espaço muito especial.

“#Jardim Social – Ver, Sentir e Partilhar” é o espaço da partilha intergerações que vai acolher e promover as nossas instituições sociais, com atividades destinadas às crianças, aos jovens e aos seniores. 

No coração do Ribatejo, bem no coração da Vila, no principal momento da nossa vida coletiva, em plena Semana da Ascensão, o Jardim Social é o pulsar do coração das nossas gentes mais genuínas, com orgulho no que aprenderam no seu passado e com os olhos postos no futuro, no nosso futuro e das nossas crianças e jovens.

 

É um jardim de emoções, de afetos e de valorização das nossas tradições. Aqui pode viver experiências transformadoras pela arte e pelo contato com o que de melhor e mais autêntico sabemos fazer e temos para mostrar ao mundo.

O modelo do Jardim Social foi concebido de forma participada pelos vários parceiros que integram o projeto. Por isso, a própria decoração dos espaços vai estar a cargo das instituições e de acordo com a sua criatividade e com a especificidade dos objetivos da sua participação na feira.

Jardim do Coreto é o nosso Jardim Social e é aqui que vai poder encontrar a exposição dos saberes das nossas gentes, através do trabalho colaborativo e em rede feito pelas nossas universidades seniores e pelas nossas IPSS, que vão partilhar entre si os espaços de exposição e desenvolverem atividades conjuntas a pensar em quem nos visita durante a Semana das Ascensão.

 

No Jardim Social vai encontrar também uma área mais dedicada aos jovens, com a dinamização a cargo do Matriz 21 - Gabinete para a Juventude do Município da Chamusca, e ainda uma zona com atividades dedicadas às nossas crianças, promovidas pelos serviços de Educação do Município.

O Jardim Social dá ainda continuidade ao trabalho iniciado em 2018, pelo projeto Nylons & Popelinas, este ano associado ao novo projeto Hivework Social, um dos quatro projetos integrados nas Parcerias para o Impacto, promovido pela Associação Tempos Brilhantes, ao qual o Município da Chamusca se associou como investidor social.

 

Em 2018, o Nylons & Popelinas desafiou as IPSS do concelho a desenvolverem produtos e novas marcas, com base nos saberes tradicionais dos seniores do concelho da Chamusca. Este projeto esteve em destaque na Feira Social de 2018, que decorreu também neste espaço, durante a Semana da Ascensão.

Este ano, o projeto evoluiu para o Hivework Social, que dá um passo em frente e traz uma nova dimensão da partilha intergeracional, juntando seniores e mais jovens em parcerias de empreendedorismo e de criação de produtos com valor distintivo.

O Jardim Social vai ter também dias temáticos, com atividades específicas que assinalam diversas dimensões da vida em comunidade: O calendário de temas é o seguinte:

 

Dia da Partilha – 25 de maio

Dia do Elogio - 26 de maio

Dia da Amizade –27 de maio

Dia Mundial do Brincar "World Play Day" – 28 de maio

Dia da Juventude –29 de maio

Dia da Tradição –30 de maio

Dia dos Irmãos –31 de maio

Dia da Criança – 1 de junho

Dia do Bem-Estar –2 de junho

 

Há também um programa de animação próprio no Jardim Social, com música tradicional e popular, momentos de dança que incluem uma maratona de dança, demonstrações, animação infantil, jogos tradicionais, peddypaper, entre outras atividades.

 

“Pelo direito a brincar”

Na programação temática do Jardim Social, há um dia muito especial, o Dia Mundial do Brincar, que se assinala a 28 de maio em 40 países de todo o mundo. É uma data instituída pela International Toy Library Association (ITLA), que pretende sensibilizar toda a comunidade para o direito ao brincar, conforme está reconhecido no artigo 31 da Convenção dos Direitos das Crianças das Nações Unidades. Neste dia, as várias instituições presentes no Jardim Social são convidadas a desenvolverem jogos tradicionais.

 

Jogo do Pião vai ser dinamizado pela Universidade Sénior da Carregueira, o Jogo da Macaca chega pela Santa Casa da Misericórdia da Chamusca, a Cabra Cega pela Universidade Sénior de Vale de Cavalos, o Jogo da Malha pela Universidade Sénior da União de Freguesias de Chamusca e Pinheiro Grande, a Corrida de Sacas pelo Centro de Apoio Social da Carregueira, o Saltar à Corda pelo Centro de Apoio Social do Chouto, Jogo do Elástico pelo Aconchego – Centro de Apoio Social, o Jogo do Peixinho pela Casulme, Jogo das Lataspela Universidade Sénior de Ulme, Jogo do Anel pelo Centro de Apoio Social da Parreira, “Ski Rural” pela Universidade Sénior da Parreira e Chouto, Corrida de Caricas pela CPCJ Chamusca e Macaquinho do Chinês pela Ludoteca da Chamusca.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:45
link do post | comentar | favorito

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO JÁ ANDA NAS ESCOLAS DO CONCELHO

2018-d.sanchoI.jpg

 

Depois do sucesso do projeto piloto em 2017, e da fantástica edição de 2018, o Orçamento Participativo Escolar volta a convocar as alunas e os alunos dos dois agrupamentos de escolas do concelho, para debater ideias e propor soluções, para criar os seus próprios projetos e para os apresentar a crianças e jovens de outras escolas.

 

 

Desde dia 30 de abril, o Orçamento Participativo Escolar (OPE), organizado pela Câmara Municipal do Cartaxo, anda nas escolas do concelho. Centenas de alunos estão a preparar-se para decidir sobre o que consideram prioritário para a sua própria escola, estão a criar planos e a desenhar projetos, debatem ideias e ensaiam apresentações criativas.

 

Tudo isto para garantirem o apoio dos colegas quando, no dia 13 de junho, nas Assembleias Participativas, subirem ao palco do Centro Cultural do Cartaxo ou do Auditório da Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense para apresentarem as suas ideias.

 

As assembleias participativas vão decorrer durante a manhã no Cartaxo e durante a tarde em Pontével – conforme o estabelecimento de ensino pertença ao Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo ou ao Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével, respetivamente.

Toda a comunidade escolar está convidada a ver do que as pequenas e pequenos decisores são capazes e, já agora, fica a saber em primeira mão que estabelecimentos de ensino e que projetos vaão conquistar os 10 mil euros de investimento que a Câmara Municipal do Cartaxo atribuiu ao orçamento Participativo Escolar em 2019.

 

Orçamento Participativo Escolar envolve toda a comunidade educativa

A Câmara Municipal do Cartaxo, em parceria com os agrupamentos de escolas e associações de pais, organiza o Orçamento Participativo Escolar que decorre de 30 de abril a 13 de junho em todas as escolas do 1.º ciclo do concelho.

 

As crianças dos 6 aos 9 anos vão poder participar no projeto municipal que atribuirá 10 mil euros a dois projetos vencedores – 55 mil euros a cada agrupamento.

 

Durante os meses de maio e junho os alunos vão partir à descoberta do que faz falta na sua escola, vão debater ideias e propor um projeto final que estará sujeito à votação dos colegas em duas assembleias participativas - uma em cada agrupamento.

 

Os alunos podem propor projetos em áreas como a educação, cultura, solidariedade, ambiente ou desporto. Cada escola apresentará a votação um único projeto em cuja construção todos vão participar. Cada escola nomeará cinco alunos e oito apoiantes para defender o projeto da sua escola junto dos outros colegas. A votação dos projetos é feita por voto secreto, em urna fechada, com boletins de voto a que apenas as crianças acedem. Nenhuma criança poderá votar no seu próprio projeto – este não constará no boletim que recebe.

 

Projetos vencedores em anos anteriores

2017 – A Câmara Municipal atribuiu 2 mil e 500 euros a cada agrupamento:

  • Sala Digital foi o projeto apresentado pelos alunos da Escola Básica N.º 2 do Cartaxo ao qual os alunos do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo atribuíram 45 dos 156 votos possíveis, tornando-o o projeto vencedor.
  • O projeto Reabilitação do Parque Infantil e da vedação rústica dos espaços ajardinados, dos alunos da Escola Básica de Vale da Pinta venceu no Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével, ao conquistar 21 dos 89 votos possíveis.

 

2018 – A Câmara Municipal decidiu reforçar o OPE e atribuiu 5 mil euros a cada agrupamento:

  • Os alunos da Escola Básica N.º 1 de Pontével, venceram na assembleia participativa do Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével, ao conquistar 35 votos aos 96 pequenos eleitores, com o projeto OPErAr-te​.
  • Na escola conforto e bem-estar não pode faltar foi o projeto apresentado pelos alunos da Escola Básica N.º 3 do Cartaxo que conquistou 69 votos aos 240 pequenos eleitores do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo.

ABRIRAM AS INSCRIÇÕES PARA AS FÉRIAS DE VERÃO

Quando o verão assoma ao calendário, são as férias grandes que chamam para o merecido descanso. É tempo de esquecer as salas fechadas e as roupas de ir à escola. O que se quer mesmo é trocar os sapatos pelos pés descalços na areia e pelos mergulhos na piscina. Não é que as crianças e jovens fiquem livres de aprender muitas matérias novas, os temas é que vão ser apresentados em modo diversão com os amigos.

 

 

Calor e aulas são palavras que não combinam muito bem. Com calor combina a água fresca, as braçadas e as risotas na piscina, as ondinhas brancas na areia da praia, os lanches em modo piquenique. Com o calor combina dar grandes saltos e rodopiar nas aulas de dança ou pintar a cara toda de vermelho para ser um cowboy que só existe no teatro da imaginação, com o calor e as tardes longas combinam raquetes e bolas de ténis aos montes a voar por cima da rede, combinam corridas na pista e combina a azáfama de umas dezenas de mini-chefs a amassar comida da boa ou a lambuzar as mãos de farinha e de frutas frescas.

 

Sim. Calor e férias é que combinam mesmo bem. E as inscrições para entrar nestas férias, abrem no dia 6 de junho.

 

 

ORGANIZAÇÃO

Município do Cartaxo

 

MONITORES

Técnicos da Divisão de Desenvolvimento Económico e Social do Município

 

INSCRIÇÕES

De 6 a 12 de junho 2019

Online em www.cm-cartaxo.pt e presencialmente na Casa Municipal da Juventude

Inscrições sujeitas a um limite de 50 crianças/jovens por semana

Valor da inscrição 12,70 €

As inscrições podem ser reabertas caso permaneçam vagas por preencher

Registo 266/DRLVT

 

ATIVIDADES

Praia – Piscina – Dança – Jogos pré-desportivos – Teatro – Ténis – Dinâmicas de Grupo – Mini-Chef

 

PERÍODOS DAS ATIVIDADES

1ª semana – 24 a 28 junho

2ª semana – 1 a 5 julho

3ª semana – 8 a 12 julho

4ª semana – 15 a 19 julho

 

HORÁRIO DAS ATIVIDADES

Dias úteis das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30

 

PARA INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES PRESENCIAIS

Casa Municipal da Juventude | Av. 25 de Abril – Complexo Desportivo e Cultural Quinta das Pratas Tel. (+351)243 701 250 • das 9h00 às 12h30  e das 14h00 às 17h30



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:41
link do post | comentar | favorito

Município aprovou a abertura do concurso para requalificação da Escola Básica de Vila Nova da Rainha

Município aprovou a abertura do concurso para requalificação da Escola Básica de Vila Nova da Rainha

Deliberações da reunião ordinária de 21 de maio de 2019

 

O Executivo Municipal de Azambuja aprovou, na reunião ordinária do passado dia 21 de maio, a abertura do concurso público para a “Requalificação e Funcionalização da Escola Básica, Jardim de Infância e Espaços Exteriores de Vila Nova da Rainha”. O atual edifício da escola e o espaço exterior envolvente carecem de uma intervenção profunda, atendendo ao seu estado de degradação e à necessidade de construção de um novo espaço destinado ao Jardim de Infância, atualmente a funcionar num contentor. O valor global estimado para o contrato a celebrar é de 850.000,00 euros (oitocentos e cinquenta mil euros), acrescidos de IVA. O contrato terá um prazo de execução de 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias.

 

A autarquia, aprovou, igualmente, a abertura de um procedimento concursal com vista à celebração de acordo quadro para a aquisição de prestação de serviços de esterilização de animais errantes (cães e gatos) e eutanásia. A aquisição deste serviço é fundamental para o município, assumindo-se como uma necessidade permanente. A deliberação estabelece que Azambuja será representada pela Central de Compras Eletrónicas da CIMLT-Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, nos procedimentos do respetivo concurso público. Refira-se que a adesão à referida central intermunicipal tem permitido gerar poupanças para o município em diversas áreas, dados os efeitos de economia de escala.

 

Foi deliberado, o recrutamento de um trabalhador da carreira/categoria de Assistente Operacional, para a atividade de Sapador Florestal, para preenchimento de uma vaga existente no quadro de pessoal. Trata-se de uma necessidade urgente, fundamental para o bom funcionamento do Serviço Municipal de Proteção Civil, e que será colmatada com recurso à reserva de recrutamento interna resultante do procedimento concursal realizado no final de 2018.

 

O Executivo Municipal, aprovou, o terceiro aditamento ao Protocolo de Criação de um Grupo de Intervenção Permanente (GIP) celebrado, no ano 2010, entre o Município de Azambuja e os Bombeiros Voluntários de Azambuja. Este aditamento visa redefinir algumas cláusulas do protocolo, na sequência da criação, nesta associação, da Equipa de Intervenção Permanente (EIP) aprovada pela Autoridade Nacional de Proteção Civil. Assim o Município de Azambuja compromete-se a transferir para os Bombeiros Voluntários de Azambuja a verba anual de 122.220,00 euros (cento e vinte e dois mil e duzentos e vinte euros), repartida em 12 mensalidades, para apoiar o normal funcionamento do GIP, que é constituído por sete elementos em regime de permanência vinculados àquela associação humanitária por contrato de trabalho. A autarquia assumirá, ainda, os encargos relativos ao seguro de acidentes de trabalho dos elementos do GIP, até ao montante máximo de 2.000,00 euros. O aditamento produz efeitos a partir de 1 de abril de 2019, data da entrada em funcionamento da referida EIP.

 

Foi deliberado celebrar um contrato de comodato entre o Município e a empresa LS – Gestão Empresarial e Imobiliária, SA, proprietária de quatro prédios, dois de natureza rustica e dois lotes de terreno para construções, junto à Estrada Nacional 3. O Município de Azambuja tem interesse em utilizar os referidos prédios, atendendo à sua localização e à proximidade com os recintos onde decorrerão diversas atividades inseridas na feira. A empresa manifestou disponibilidade para ceder ao Município, a título gratuito e para aquele fim, o uso e fruição dos referidos prédios.

Nesta reunião ordinária, foi ratificada a atribuição de três prémios de mérito, financiados pela CLC – Companhia Logística de Combustíveis, S.A, no valor pecuniário, respetivamente, de 5.000,00 euros (cinco mil euros), 2.500,00 euros (dois mil e quinhentos euros) e 1.500,00 euros (mil e quinhentos euros). Refira-se que os prémios destinaram-se aos estudantes do ensino superior do concelho e a cerimónia de entrega decorreu no passado dia 11 de maio de 2019.

 

Da ordem de trabalhos desta sessão, o executivo aprovou o financiamento ao Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART), bem como a comparticipação mínima a cargo do Município de Azambuja. No âmbito deste acordo, essa comparticipação será de 2.291,48 euros (dois mil, duzentos e noventa e um euros e quarenta e oito cêntimos) no ano 2019; 12.221,10 euros (doze mil, duzentos e vinte e um euros e dez cêntimos) no ano 2020; e 24.442,20 euros (vinte e quatro mil, quatrocentos e quarenta e dois euros e vinte cêntimos) no ano 2021.

 

A autarquia aprovou o protocolo com a Luso Formatar, S.A, EPAD – Escola Profissional de Artes, Tecnologia e Desporto, para um estágio curricular de formação em contexto de trabalho, num total de 400 horas. O formando em causa realizará o seu estágio integrado no Complexo de Piscinas de Azambuja.

 

Foi aprovada uma alteração ao anexo IV - “Planta do Recinto” - da proposta referente ao procedimento para atribuição dos espaços para as atividades de venda a retalho, restauração ou bebidas e equipamentos de diversão na Feira de Maio 2019. A zona indicada na planta como “Área de Exposições” destinava-se, inicialmente, a ser utilizada pela Câmara Municipal de Azambuja, mas atualmente encontra-se desocupada por motivos relacionados com a própria organização do evento, mostrando-se conveniente a sua ocupação com a exposição e mostra de viaturas por parte de operadores económicos privados, de modo a dar utilidade ao espaço e a dinamizar as atividades económicas do concelho.

 

No âmbito dos apoios financeiros, foram aprovadas quatro propostas.

À Poisada do Campino é atribuído o montante de 8.610,00 euros (oito mil seiscentos e dez euros), no âmbito da organização, acompanhamento e coordenação de diversas atividades taurinas, campinagem e largadas de toiros, durante a Feira de Maio 2019.

À Associação Desportiva e Cultural de Casais da Lagoa, é atribuído o montante de 1.500,00 euros (mil e quinhentos euros), no âmbito da organização das Marchas Populares.

Ao GDA – Grupo Desportivo de Azambuja, é atribuído o montante de 5.000,00 euros (cinco mil euros) para apoio na aquisição de uma viatura de 9 lugares, destinada às deslocações dos seus atletas.

À Casa do Povo de Aveiras de Baixo, é atribuído o montante de 200,00 euros (duzentos euros), no âmbito da organização das comemorações do seu 85º aniversário.

 

Foi, igualmente, deliberado um conjunto de apoios logísticos a diversas entidades.

Ao Rancho Folclórico Ceifeiras e Campinos de Azambuja, a cedência de um palco, duas barracas de madeira, seis mesas, duzentas cadeiras, instalação de luz e viatura para transporte de gado, no âmbito da realização do Festival de Folclore, que realizará no dia 08 de junho.

À Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Aveiras de Cima, foi ratificada a cedência de diverso material utilizado para apoio aos peregrinos, no âmbito da operação Fátima 2019, realizada entre os dias 7 e 11 de maio, em Casais da Lagoa. À União Desporto e Recreio de Vila Nova da Rainha, deliberação de apoio com idêntica finalidade.

À Filarmónica Recreativa de Aveiras de Cima, a cedência de barraquinhas de madeira, uma tenda, mesas, bancos e um palco, no âmbito da realização da Festa Anual de Aveiras de Cima, a ter lugar de 7 a 10 de junho, no Largo da República, em Aveiras de Cima.

Ao Rancho Folclórico da Casa do Povo de Aveiras de Cima e à Casa do Benfica de Aveiras de Cima, foi ratificada a cedência de diverso material, para apoio à realização de eventos respetivamente nos dias 11 e 18 de maio, em Aveiras de Cima.

 

Por fim, foi deliberado uma proposta para aceitar a doação de livros, revistas e dvd’s, para incorporarem o espólio da Rede de Bibliotecas Municipais de Azambuja, de modo a serem colocados à disposição de toda a população. Esta doação decorre do apelo do Município à sociedade civil, para que sejam doados livros e material didático às bibliotecas, uma vez que, devido às restrições orçamentais, se tem tornado impossível responder a todas as solicitações da população para aquisição de novos livros.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:39
link do post | comentar | favorito

Décima edição da feira de recriação história de Torres Novas

FETN-1 (Mobile).jpg

 

 

Com o tema «Tempos Sombrios - D. Pedro de Lencastre, inquisidor-geral do reino», Torres Novas volta a recuar no tempo com a sua décima edição da feira de época que este ano tem lugar de 29 de maio a 2 de junho. No ano passado o evento registou mais de 80 mil entradas ao longo dos 5 dias.

 

Nesta edição, a ação tem lugar na década de 70 do século XVII. A Inquisição e os Tribunais do Santo Ofício são instituições que representam o poder e através das quais ele se manifesta. Dona de um controlo social feroz, a Inquisição, leva a cabo perseguições, encarceramentos, torturas e autos de fé. A par de outras perseguições, condenações e de proibições várias, a intolerância e a vigilância dos comportamentos dos cristãos-novos e de suas famílias têm ainda nesta época um cariz muito violento, onde a denúncia e o medo marcam os comportamentos do dia-a-dia.As mulheres são socialmente, também, bastante controladas, situação que se perpetua e que não é nova. Regista-se o grande número de mulheres que são enviadas para conventos como forma de penitência. Os desvios à norma eram feitos em segredo e em refúgios. Se alguma confidência se deixava escapar, ao pecador a confissão era arrancada pela tortura, física e psicológica. Sempre em nome de Deus e da remissão dos pecados, com forte componente, quer cénica, quer pedagógica, tanto no castigo como na absolvição. Reina em Portugal D. Pedro II, irmão do malogrado Afonso VI. Vivem-se tempos sombrios.

 

É este o cenário que a edição de 2019 desta feira de época pretende desenhar através de momentos de recriação histórica, atividades lúdicas, performances musicais e teatrais que criam o ambiente certo para uma viagem única. No recinto da feira, o visitante encontra inúmeros cenários e personagens. Percorrer a mouraria, universo de cores e de cheiros ímpares; empunhar espadas na praça d’armas; entrar no submundo dos enfermos e desvalidos no Postigo da Traição; conhecer outras histórias no Paço dos Robertos ou provar iguarias numa das muitas bodegas da feira são apenas algumas das vivências que este evento tem para oferecer.

 

As pulseiras livre-trânsito para os cinco dias têm o custo de 7€ e a pulseira diária 5€. Desconto de família nas pulseiras diárias: 1 filho/a (13 a 17 anos) acompanhado/a pelo pai e/ou mãe 20% de desconto sobre o valor total; 2 filhos/as ou mais (13 a 17 anos) acompanhados/as pelo pai e/ou mãe 30% de desconto sobre o valor total. Entrada gratuita para crianças até aos 12 anos, inclusive.

 

Mais informações em www.memoriasdahistoria.pt.

 

 

 

PEDRO DE LENCASTRE . 1608 - 1673

Inquisidor-geral do reino no período que se compreendeu entre outubro de 1671 a abril de 1673.

 

Exerceu o cargo durante um período de intensa atividade inquisitorial aliado a um ciclo de instabilidade política e económica que acompanhou o início da regência de D. Pedro II, por renúncia ao trono do rei Afonso VI, incapaz por doença.

 

Os Lencastre receberam esta denominação no século XIV através da rainha D. Filipa de Lencastre, nome que herdara de seu pai, o príncipe John of Gaunt, duque de Lancaster.


Mais tarde, D. João II usou-o na legitimação do seu filho natural – D. Jorge de Lencastre, fruto da sua relação com D. Ana de Mendonça. 

Os Lencastre e a Casa de Aveiro estiveram  fortemente ligados a Torres Novas desde que D. João de Lencastre (1501 — 22 de Agosto de 1571), neto de D. João II,  foi nomeado primeiro Marquês de Torres Novas, titulo concedido pelo rei D. Manuel I.


Desta linhagem nobiliárquica, que teve nomes ilustres sempre em estreita relação com a Coroa, e quase um século depois, foi D. Pedro de Lencastre 5.º Duque de Aveiro e 5º Marquês de Torres Novas, nomeado como Inquisidor-Geral em 1671.


Como homem dedicado sempre à Igreja não teve filhos.


Frequentou a Universidade de Coimbra, após o que foi nomeado bispo da Guarda por D. João IV. Teve entre outras funções, cargos como o de Conselheiro de Estado e Arcebispo de Évora, e Presidente da Mesa do Desembargo do Paço em 1651, entre outros. Pedro de Lencastre já era titular da Casa de Aveiro, aquando desta prestigiante nomeação.


A Inquisição teve mão forte durante o governo de D. Pedro de Lencastre. A sua ação inquisitorial apostou em fazer cumprir ferozmente as medidas previstas mormente contra a comunidade de cristãos-novos. A curta passagem de dezoito meses pelo lugar maior dentro da hierarquia nacional daquele Tribunal teve por isso grande impacto por notório excesso de zelo no cumprimento e execução de medidas de punição por suspeita de desvios. Viveram-se tempos sombrios. Desta época, importa referir a ação de resistentes como é o conhecido caso do seu contemporâneo, o padre António Vieira.

 

Há uma dissertação de mestrado relevante para a compreensão da personagem e do tema, importante alicerce das nossas opções para o tema deste ano, da autoria de Marta Ribas, cuja referência aqui deixamos. RIBAS, Marta Silveira Martins - O Governo do Tribunal do Santo Ofício no Tempo de D. Pedro de Lencastre (1671 ‑1673) – Garantir a fé em tempos conturbados. Boletim do Arquivo da Universidade de Coimbra. Vol. 27 (2014).

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:35
link do post | comentar | favorito

Entroncamento promove o concelho durante 9 dias de festa

IMG_9433.jpg

 

Festas de S. João e da Cidade de 21 a 29 de junho

 

Entroncamento promove o concelho durante 9 dias de festa

 

O Presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria, apresentou hoje no Centro Cultural, as Festas de São João e da Cidade, que se realizam de 21 a 29 de junho, um evento que dinamiza o Entroncamento, e que marca a agenda cultural da região, com um programa diversificado.

 

O evento conta com várias iniciativas culturais e lúdicas, nomeadamente concertos, mostra de artesanato, exposições, música, dança, espaço criança, desporto, animação de rua, DJ’s, tasquinhas e muitas diversões, um programa que pretende ir ao encontro de diferentes públicos, com uma dinâmica de espetáculos entre o palco do Largo José Duarte Coelho e o palco da Praça Salgueiro Maia.

 

O Entroncamento celebra a sua festa maior, numa união entre a comunidade local, particulares, instituições e associações que durante nove dias promovem o que de melhor se faz no concelho, é a festa em que as gentes do Entroncamento abraçam quem os visita porque esta é “uma cidade para as pessoas”.

 

Dia Mundial da Criança celebrado com atividades gratuitas no Museu Nacional Ferroviário

 

O Município do Entroncamento em parceria com o Museu Nacional Ferroviário promovem diversas atividades dirigidas às crianças no próximo dia 1 de junho, Dia Mundial da Criança.

 

Estão agendadas as seguintes atividades:

10h30 – 11h30 – Conta um conto, História da Cegonha Maquinista

11h30 – 12h30 – Yoga para crianças

15h00 – 15h45 – Teatro de Fantoches “O Pirata mãos de Árvore e a Fada Lambreta”

16h00 – 16h30- Dança para Crianças

15h00- 17h00 – Caça ao Tesouro

 

Durante o dia entre as 10h00 e as 18h00 haverá também em permanência o mini comboio, quadriciclos, circuito de carrinhos, escada panorâmica, street food kids, pipocas, algodão doce, mural de pintura e insufláveis.

 

As atividades realizam-se com o apoio das Juntas de Freguesia de Nossa Senhora de Fátima e de São João Baptista.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:32
link do post | comentar | favorito

83 novas empresas no distrito de Santarém em abril

 

A criação de novas empresas em abril abrandou face aos meses anteriores. No quarto mês do ano, foram criadas no distrito de Santarém 83 novas empresas, substancialmente menos que as 120 criadas no mês anterior.

 

Na análise mensal às empresas criadas no distrito de Santarém, a NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, verificou que foram criadas em abril 83 empresas, menos 37 do que no mês anterior e menos 17 do que em igual período do ano passado.

Quanto aos concelhos que mais empresas criaram em abril, mantêm-se os lugares cimeiros da tabela para Santarém, com a criação de 14 sociedades, e para Ourém, com a criação de 11. Abrantes surge em 3.º lugar, com 9 empresas criadas. Curiosamente, o pódio de abril de 2019 é igual ao de abril de 2018: o ano passado também Santarém foi o campeão quanto à criação de empresas (18 empresas), seguindo-se Ourém (13) e Abrantes (9).

Os concelhos de Benavente e Cartaxo criaram 6 empresas em cada território, sendo que Rio Maior, Tomar e Entroncamento criaram 5 empresas em cada um dos concelhos. Com 3 empresas criadas em cada concelho, seguem-se Alcanena, Almeirim, Salvaterra de Magos e Torres Novas. Alpiarça, Coruche, Chamusca e Golegã criaram em abril, duas sociedades em cada concelho. Em Ferreira do Zêzere e Vila Nova da Barquinha nasceu apenas uma empresa em cada território, no período analisado. Constância, Mação e Sardoal não apresentaram criação de empresas em abril.

Das 83 sociedades criadas em abril no distrito, destaque para o Comércio a retalho (8), Agricultura e produção animal combinadas (5), Comércio por grosso de materiais de construção (5), Construção de edifícios (5), Atividades de medicina (4), Outras atividades de consultoria para os negócios e a gestão (4), Atividades de consultoria em informática (3) e Compra e venda de bens imobiliários (3).

Quanto ao sexo dos promotores dos investimentos, continua a predominar o sexo masculino. Os homens criaram, em abril, 55 empresas (66%) e as mulheres, 28 (34%).



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:17
link do post | comentar | favorito

Mercado Oitocentista de Arruda dos Vinhos


Nos dias 31 de maio, 1 e 2 de junho Arruda dos Vinhos recebe a 6.ª edição do Mercado Oitocentista, um evento de recriação histórica com mostra de costumes, artes, ofícios e gastronomia, com venda acessória de produtos, recriando um mercado do séc. XIX

O Mercado Oitocentista é a recriação de um mercado rural e da vida quotidiana numa pequena vila rural, abordando histórias, temas e personagens, habitualmente presentes nestes mercados do séc. XIX. A edição de 2019 do Mercado Oitocentista propõe fazer uma viagem no tempo, ao ano de 1819, para comemorar os 30 anos de construção do monumental Chafariz que se impõe no centro da vila de Arruda (data de construção de 1979) e alertar para a importância e preservação da água, rios e nascentes.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:16
link do post | comentar | favorito

Benavente - Detenção por roubo a idoso

 

 

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo de Investigação Criminal de Coruche, no dia 20 de maio, deteve um homem de 39 anos de idade, pela prática de um crime de roubo, na localidade de Benavente.

A ação policial foi desencadeada na sequência de um inquérito de âmbito criminal que decorria há cerca de 6 meses e que investigava o referido roubo, cometido na via pública, na localidade de Coruche, onde a vítima, um homem de 67 anos, foi gravemente agredido durante a consumação do ilícito.

No decorrer da investigação foi possível apurar o seu autor, com antecedentes criminais pela prática do crime de condução sem habilitação legal e pelo crime de furto, tendo sido emitido um mandado de detenção, que após o seu cumprimento culminou na detenção do suspeito, tendo sido presente ao Tribunal Judicial de Santarém, onde lhe foi aplicada a medida de coação de apresentações bissemanais no Posto Policial da sua área de residência.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:14
link do post | comentar | favorito

Marinhais – Apreensão de estupefacientes em autocarro de transporte escolar

 

O Comando Territorial de Santarém, através do Destacamento Territorial de Coruche, ontem, dia 22 de maio, identificou dois jovens de 17 e 19 anos, pela posse de estupefacientes no interior de um autocarro, na localidade de Marinhais.

Na sequência de uma denúncia de que alunos transportavam produtos estupefacientes num autocarro, a GNR efetuou uma operação de fiscalização de rodoviária, que permitiu identificar os dois adolescentes, os quais tinham na sua posse 12 doses de haxixe.

Com o desenvolver deste tipo de ações, a GNR pretende fortalecer o sentimento de segurança de todos os cidadãos.

Nesta ação estiveram empenhados militares do Posto Territorial de Marinhais, do Núcleo de Investigação Criminal de Coruche e da Secção Cinotécnica do Destacamento de Intervenção de Santarém.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:14
link do post | comentar | favorito

Equipa Comunitária de Suporte em Cuidados Paliativos do ACES Lezíria completa primeiro aniversário

 

equipa.png

 

Equipa Comunitária de Suporte em Cuidados Paliativos do Agrupamento de Centros Saúde da Lezíria completou o seu primeiro ano de atividade, que comemorou no  passado dia 14 de maio de 2019.

 

Num período em que tanto se questiona a garantia dos cuidados de saúde pelo SNS, a constituição de uma nova equipa  e portanto de mais cuidados, constitui naturalmente um motivo de regozijo. Esta equipa integrada no ACES Lezíria,  ao  completar um ano de existência, faz uma avaliação do trabalho que tem desenvolvido até aqui e apresenta-se à comunidade de Santarém.

 

A  constituição desta Unidade pelo ACES Lezíria, veio  dar resposta ao Plano Estratégico para o Desenvolvimento dos Cuidados Paliativos  2017-2018 (PEDCP),  seguindo as diretrizes da Lei de Bases dos Cuidados Paliativos,  sendo uma, de um conjunto ainda muito limitado de unidades, ao nível da ARSLVT.

 

Esta equipe tem por Missão prestar cuidados de Saúde, rigorosos e humanizados, aos doentes com necessidades de cuidados paliativos e acompanhar os seus cuidadores no processo de adaptação à doença e  no luto, integrando  a Rede Nacional dos Cuidados Paliativos .

 

É constituída por profissionais de diferentes áreas de especialidade, nomeadamente médicos, enfermeiros, assistente social,  psicólogo  e apoio administrativo, tendo ao seu serviço uma viatura, com a qual assegura as visitas domiciliárias.

 

A unidade está sediada no edifício do CDP (Centro de Diagnóstico Pneumológico), mas a especificidade da sua intervenção faz do domicilio dos seus utentes, o seu principal local de atividade, assegurando diariamente os cuidados.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:12
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

20

27
28
29

30


posts recentes

OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO U...

João Paulo Sacadura é o p...

CORUCHE NA MAIOR FEIRA DE...

Eventos em Santarém

Cortejo dos Rapazes é o g...

Novas ferramentas de inte...

Município da Chamusca e T...

ENCERRAMENTO DO ANO LETIV...

Ferreira do Zêzere promov...

Feira de São Pedro e do C...

13 detidos por furtos e r...

Rancho Folclórico Casa do...

FESTAS DA VILA DA FREIXIA...

NERSANT incentiva PME a i...

Vila Nova da Rainha em Fe...

Festa da Amizade – Sardin...

Quer saber tudo sobre can...

TEMAS DE SAÚDE: Não destr...

A saudade tem nome?

FEIRA MEDIEVAL

Azambuja ao ‘rubro’ com M...

Torres Novas – Identifica...

NERSANT e Município inaug...

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESC...

Acordo de Geminação entre...

AQUApaper convida a desco...

Festa da Amizade – Sardin...

ESTÁDIO MUNICIPAL DO CART...

Projetos da Chamusca em d...

Município do Entroncament...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds