NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 13 de Agosto de 2019
MEIO MILHÃO DE EUROS PARA DIQUES DE VALADA

IMG_4683.jpg

 

  • Auto de consignação da empreitada de reabilitação do sistema de diques de Valada já foi assinado e obra começa nos próximos dias.
  • Prazo de execução dos trabalhos é de 90 dias. O investimento total é superior a 530 mil euros, financiado em 75% pelo POSEUR-Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.
  • Cerimónia de assinatura decorreu no Parque de Merendas de Valada e contou com a presença do Secretário de Estado do Ambiente, João Ataíde e do vice-presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, Pimenta Machado.
  • Autarca congratulou-se com quatro decisões do governo – avançar com o estudo de viabilidade do Projeto “Alqueva do Tejo”, pelo Ministério da Agricultura; garantir investimento para tornar o Tejo navegável para o transporte de mercadorias, conforme assumiu recentemente a Ministra do Mar; investir 74 milhões de euros, até 2020, na requalificação de Estações de Tratamento de Águas Residuais, como medida para melhorar a qualidade da água do rio, e executar obras de reabilitação do sistema dos diques de Valada que reforçam a segurança dos três aglomerados urbanos da freguesia, a par de protegerem 700 hectares de campos agrícolas.
  • Na cerimónia de assinatura, o presidente da Câmara do Cartaxo apelou à ação da administração central em quatro pontos que considera fundamentais: requalificação da Ponte Rainha Dona Amélia, investimento no Viaduto de Santana, reforço do policiamento no Rio Tejo e decisão sobre Plano Diretor Municipal (PDM), que permita o desenvolvimento da Freguesia de Valada.
  • Secretário de Estado destacou a importância do trabalho colaborativo entre Agência Portuguesa do Ambiente e os municípios na definição dos trabalhos a realizar e destacou a importância de pensar e agir estrategicamente no que respeita aos recursos escassos, como a água.
  • João Ataíde contextualizou a importância do sistema de Diques de Valada no tema mais abrangente das alterações climáticas, numa realidade cada vez mais complexa com períodos de seca e de cheias imprevisíveis.

 

 

A assinatura do auto de consignação da empreitada de reabilitação do sistema de diques de Valada decorreu no parque de merendas desta freguesia do concelho do Cartaxo, no dia 12 de agosto. A obra vai reabilitar o sistema de diques que se estende por 24,5 Km e por três concelhos – Azambuja, Cartaxo e Santarém–, protegendo três aglomerados populacionais da freguesia de Valada – Reguengo, Valada e Porto de Muge –, e 700 hectares de terrenos agrícolas de elevada produção ao longo de todo o ano.

 

A obra foi adjudicada pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) à empresa Tâmega Engineering, S.A, por 530.463,95 euros e tem o prazo de execução de 90 dias a partir da assinatura do auto de consignação, sendo que na segunda quinzena de setembro decorrerão os trabalhos de maior expressão no terreno. Os trabalhos a realizar preveem o reperfilamento e reparação do corpo dos diques, o preenchimento de cavidades, refechamento das juntas e reparação e substituição das portas de água, conforme foi explicado pelo vice-presidente da APA, Pimenta Machado.

 

Empreitada responde a reivindicação de autarcas e população

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, recebeu em Valada o secretário de Estado do Ambiente, João Ataíde e o vice-presidente da APA, Pimenta Machado da Silva, para a cerimónia de assinatura que contou com a presença de Margarida Abade, presidente da junta de freguesia, de José Guedes, Presidente do POSEUR, de representantes da empresa que venceu o concurso, assim como, de António Torres, diretor executivo da CIMLT, autarcas, forças de segurança, dirigentes do Ministério do Ambiente e da APA, e população.

 

O presidente da Câmara Municipal destacou a importância da obra por ser “investimento na segurança de pessoas e bens, mas também pela sua relevância para as empresas que desenvolvem a sua atividade nas terras férteis de Valada”. Lembrando que este ano “se assinalam 40 anos sobre a cheia de 1979, catástrofe que tanta perda trouxe ao nosso território e às nossas gentes. Congratulo-me que possamos associar esta data a um investimento superior a meio milhão de euros, cujo objetivo é reforçar a segurança de quem aqui vive, aqui trabalha e aqui investe”.

 

Para o autarca, a segurança da população, dos seus bens e dos seus investimentos, “é a primeira missão que cabe a quem decide, quer seja na administração local, quer seja no governo”, afirmando que a segurança é também “fator de desenvolvimento económico e condição para o crescimento, num território com fortes potencialidades quer agrícolas, quer turísticas – como é o caso da freguesia de Valada”.

 

Apelando ao secretário de estado e aos representantes de instituições presentes, para que “possamos garantir também a urgente intervenção na Ponte Rainha Dona Amélia e no Viaduto de Santana, cujas limitações penalizam o crescimento da atividade económica. Neste território, a riqueza natural e o trabalho árduo dos nossos agricultores e empresários, não têm a resposta adequada nas infraestruturas que os deveriam servir”.

 

O presidente da Câmara Municipal deixou ainda um apelo ao governo para que Valada possa contar com um Plano Diretor Municipal (PDM) que contribua para inverter o recuo demográfico e permita a projetos que, “respeitando o ambiente, se possam aqui desenvolver e criar riqueza”.

 

“Nos censos de 1981, a população de Valada era superior a 2 mil pessoas, hoje, é pouco mais de 700 pessoas”, afirmou, garantindo que “sou dos autarcas que defendem uma gestão territorial responsável. Defendo que a REN deve ter gestão nacional, porque é património nacional. Para Valada, o equilíbrio ambiental e a preservação da biodiversidade, são essenciais, também por isso, o PDM proposto pelo município e em apreciação pelas entidades responsáveis, prevê pequenas alterações, que não porão em causa os equilíbrios que nos diferenciam, mas que permitem ao território ser atrativo, quer para o investimento empresarial, quer para a fixação de população, sem os quais, será um território amordaçado”.

 

Compromissos recentes do governo valorizam o Rio Tejo

Para além das reivindicações e medidas que Pedro Magalhães Ribeiro considera urgentes para a valorização da freguesia de Valada “e cujas soluções terão repercussões regionais e nacionais”, o autarca destacou também “as decisões do governo que estão de acordo com a minha convicção de que o Tejo é o elemento mais estruturante da nossa região e é essencial para o desenvolvimento económico nacional”.

 

Avançar com o estudo de viabilidade do Projeto “Alqueva do Tejo”, pelo Ministério da Agricultura, “é uma decisão que coloca no centro da discussão pública, um rio que tem estado afastado das decisões estratégicas para o país e abre portas à possibilidade de regar 300 mil hectares de terrenos agrícolas no Ribatejo, no Oeste e em Setúbal, num investimento superior a 4,5 mil milhões de euros”.

 

A garantia da Ministra do Mar de que a navegabilidade do Tejo é um projeto estratégico para o país, sendo que “até 2020, o Tejo será navegável para o transporte de mercadorias, numa primeira fase até à plataforma Logística da Castanheira do Ribatejo”, é um outro “passo para a valorização do Tejo”, que o autarca aplaude.

 

“Investir 74 milhões de euros, até 2020, na requalificação de Estações de Tratamento de Águas Residuais, como medida para melhorar a qualidade da água do rio e reduzir focos de poluição”, é outra das ações que o presidente da câmara apontou como essencial para a valorização e preservação do Rio Tejo enquanto património ambiental e de riqueza para as populações.



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:37
link do post | comentar | favorito

Festival de folclore ‘Rio Tejo’ na Ribeira de Santarém

  

Cartaz_2019 Festival de folclore na Ribeira de San

 

O Largo da Portagem, na Ribeira de Santarém, vai receber o XXXIII Festival de Folclore ‘Rio Tejo’ 2019, na noite de sábado, 17 de agosto, a partir das 21h45.

 

Participam seis grupos etnográficos vindo de vários pontos do país, numa organização do Rancho Folclórico da Ribeira de Santarém.

 

O evento começa às 17h30 com a chegada e concentração dos grupos convidados e uma visita guiada ao Museu Etnográfico da Ribeira de Santarém, junto do local onde se vai realizar o festival.

 

Para além da atuação do grupo anfitrião, em nome da região do Ribatejo, esta 33.ª edição do Festival ‘Rio Tejo’, inclui prestações do Rancho Folclórico ‘Flores Verde Pinho’, vindo de Coimbrão, distrito de Leiria, em representação da Alta Estremadura; do Rancho Folclórico de Passos de Silgueiros, da Beira Alta, da região de Viseu Dão-Lafões; do Rancho Regional de Danças e Cantares do Mondego, de Coimbra, Beira Litoral Gândara, Bairrada e Mondego; do Rancho das Lavradeira da Trofa, Douro Litoral Norte e, por último, do Grupo Folclórico da Corredoura, originário de Guimarães, da região do Baixo Minho e Ave.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:26
link do post | comentar | favorito

CRÉDITO AGRÍCOLA COM RESULTADO POSITIVO DE 74,4 MILHÕES DE EUROS EM JUNHO DE 2019

 

 

PRINCIPAIS DESTAQUES

  • No primeiro semestre de 2019, o Grupo Crédito Agrícola apresentou um resultado líquido consolidado de 74,4 milhões de euros (+15,9% face ao período homólogo), para o qual o negócio bancário contribuiu com 63,2 milhões de euros.
  • Em 30 de Junho de 2019, a carteira de crédito (bruto) a clientes do Grupo Crédito Agrícola ascendeu a 10,3 mil milhões de euros, uma variação positiva de 7,0% nos últimos 12 meses que contrasta com a variação homóloga negativa de 1,5% registada pelo conjunto das instituições financeiras em Portugal com referência a Mai.2019. A evolução positiva nas variáveis-chave de actividade bancária esteve associada a uma dinâmica muito positiva do Crédito Agrícola na globalidade das áreas de negócio.
  • Com referência a 30 de Junho de 2019 e de acordo com as regras CRD IV/CRR a que se encontra sujeito, o Grupo Crédito Agrícola apresenta um confortável nível de solvabilidade consubstanciado pelo rácio common equity tier 1 (CET1) de 14,6%, valor francamente superior aos níveis mínimos recomendados.

 

DESEMPENHO DO GRUPO CRÉDITO AGRÍCOLA NO 1º SEMESTRE DE 2019

  • No primeiro semestre de 2019, o Grupo Crédito Agrícola apresentou um resultado líquido consolidado de 74,4 milhões de euros (+15,9% face ao período homólogo) para o qual o negócio bancário contribuiu com 63,2 milhões de euros (+8,2% face ao período homólogo).
  • Em 30 de Junho de 2019, a carteira de crédito (bruto) a clientes do Grupo Crédito Agrícola ascendeu a 10,3 mil milhões de euros, uma variação positiva de 7,0% nos últimos 12 meses que contrasta com a variação homóloga negativa de 1,5% registada pelo conjunto das instituições financeiras em Portugal para o mesmo período.
  • Este facto terá contribuído para o reforço de quota de mercado de crédito do Grupo Crédito Agrícola (5,6%), num movimento que se verifica nos últimos 7 anos consecutivos.
  • Em Junho de 2019, os recursos de clientes sob a forma de depósitos bancários totalizaram 14,3 mil milhões de euros, evidenciando um crescimento, em termos homólogos, de 9,4% correspondente a 1.226 milhões de euros. O aumento do crédito concedido em maior proporção que o aumento de recursos captados contribuiu para o aumento do rácio de transformação que, no final do período, ascendia a 68,8%.
  • A evolução positiva nas variáveis-chave de actividade bancária esteve associada a uma dinâmica muito positiva do Crédito Agrícola na globalidade das áreas de negócio.
  • Em termos de qualidade da carteira de crédito do Grupo Crédito Agrícola, o rácio bruto de Non Performing Loans (NPL) em Junho de 2019 situou-se nos 9,7%, valor que compara com os 10,4% registados em Dez.2018 e os 13,4% registados em Jun.2018.
  • O Grupo tem vindo a dar continuidade a uma gestão sã e prudente, reflectida em imparidades de crédito acumuladas a Junho de 2019 de 454 milhões de euros, valor que confere um nível de cobertura de NPL por imparidades de 44,7%.
  • Em termos de composição do produto bancário, a margem financeira diminuiu 10,8 milhões de euros em termos homólogos (-6,3%), bem como as comissões líquidas que registaram uma variação de -3,5 milhões de euros (-6,8%) face ao homólogo. No sentido contrário, a margem técnica do negócio segurador registou uma variação homóloga de +6,8 milhões de euros (+29,6%), os resultados das operações financeiras aumentaram 10,1 milhões de euros (+52,1%) e os outros resultados de exploração 13,7 milhões de euros (+94,5%) face ao homólogo.
  • A rentabilidade alcançada pelo Grupo Crédito Agrícola a Junho de 2019 (ROE de 9,2%) espelha os resultados positivos conseguidos na globalidade das áreas de negócio do Grupo, sendo de assinalar os contributos positivos de 4,9 milhões de euros da CA Vida e de 2,8 milhões de euros da CA Seguros.
  • Nos primeiros 6 meses de 2019, os resultados registados nos veículos de desinvestimento imobiliário (nomeadamente via desvalorização de unidades de participação) penalizaram os resultados consolidados em 7,6 milhões de euros.
  • Com referência a 30 de Junho de 2019 e de acordo com as regras CRD IV/CRR a que se encontra sujeito, o Grupo Crédito Agrícola apresenta um confortável nível de solvabilidade consubstanciado pelo rácio common equity tier 1 (CET1) de 14,6%, valor bem acima dos níveis mínimos recomendados.

 

OUTROS ASPECTOS RELEVANTES DA ACTIVIDADE

  • O Crédito Agrícola, único banco a operar em Portugal filiado no sector bancário cooperativo europeu (que integra alguns dos maiores bancos mundiais), é um Grupo de referência no sistema bancário português, com capitais exclusivamente nacionais, do qual fazem parte um conjunto de empresas financeiras, entre as quais as seguradoras CA Vida e CA Seguros, e que apresenta uma oferta universal de produtos e serviços financeiros e de protecção.
  • O Grupo CA, através da implementação de uma estratégia coordenada entre a Caixa Central e os 80 bancos regionais que o compõem, prossegue empenhado em dinamizar a economia das cidades e vilas e em contribuir para a coesão social e territorial de Portugal.
  • Fruto da sua missão de desenvolvimento regional e da sua vocação de banco de proximidade, o Grupo CA apresenta a maior rede bancária em Portugal com 654 agências (Jun.2019) tendo, em termos líquidos, reduzido apenas 5 agências nos últimos 12 meses.

 

RECONHECIMENTO EXTERNO

  • Neste 1º semestre, o Crédito Agrícola apresentou-se como o primeiro Banco a disponibilizar a consulta automática da situação profissional de clientes à Segurança Social e/ou Caixa Geral de Aposentações através de serviço disponibilizado pela Agência para a Modernização Administrativa (AMA), através do serviço de abertura de Cliente e conta “CA Express”.
  • Mais recentemente, o Crédito Agrícola apresentou-se como o primeiro Banco Português a disponibilizar o serviço Apple Pay, uma aposta na inovação tecnológica na área dos meios de pagamento. O serviço está associado a um cartão de débito ou de crédito virtual e a sua adesão está disponível para os Clientes aderentes do CA Mobile e titulares de dispositivos móveis Apple.
  • Em termos de distinções, o Crédito Agrícola foi galardoado, pelo quinto ano consecutivo, com o Prémio Cinco Estrelas na categoria “Banca - Atendimento ao Cliente” e eleito pela revista Global Banking and Finance Review como o “Melhor Banco para o Desenvolvimento Agrícola em Portugal – 2018”.
  • O Crédito Agrícola foi ainda eleito pela “Escolha do Consumidor 2019” como melhor Banco, na Categoria Pequenos e Médios Bancos. A Instituição Financeira conquistou a preferência dos consumidores portugueses e obteve uma nota global de avaliação de 71,5% que teve em conta critérios como confiança e credibilidade, eficiência na resolução de problemas, transparência, facilidade das operações bancárias, apoio e atendimento ao cliente, segurança e informação clara sobre serviços e produtos.

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:27
link do post | comentar | favorito

Município de Azambuja tem projeto para Requalificação da Avenida Gago Coutinho em Vila Nova da Rainha

Projeto_Avenida_Gago_Coutinho_V.N.Rainha (1).jpg

 

 

O Município de Azambuja está a desenvolver o projeto para a requalificação da Avenida Gago Coutinho, na freguesia de Vila Nova da Rainha. Trata-se de uma artéria de grande importância, uma vez que faz a ligação entre a localidade e o apeadeiro da linha de comboio.

No trabalho desenvolvido, foram analisados os principais problemas e barreiras existentes nesta avenida, de forma a projetar soluções confortáveis para os moradores e para os utilizadores da linha férrea, de acordo com as melhores práticas em termos de Planeamento Urbano Sustentável.

Na concretização do projeto, prevê-se que a ligação à Estrada Nacional 3 mantenha todas as suas características, tanto de acesso automóvel como pedonal. Pretende-se, no entanto, valorizar o acesso por ciclovia do lado Sul, que coincide com a entrada da maioria dos peregrinos provenientes desse lado. Nesse sentido, será retirado todo o passeio em calçada e será criada uma via pedonal e clicável, nivelada com a via automóvel, com cerca de 3 metros de largura e as devidas marcações de separação para peões e veículos não motorizados. A artéria central, destinada à circulação automóvel, continuará a ter dois sentidos, com uma largura total de 5.5 metros.

Na berma do lado Norte, ficará a bacia de retenção de águas pluviais que será manilhada e enterrada, permitindo a criação de lugares de estacionamento numa faixa com cerca de 3 metros de largura.

Com este projeto, o Município de Azambuja vem dar resposta aos anseios da população de Vila Nova da Rainha, melhorando as condições de segurança e mobilidade da Avenida Gago Coutinho, reconhecidamente uma via de grande utilidade pública.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:24
link do post | comentar | favorito

“Da Terra à Mesa” é o tema do Cortejo Histórico e Etnográfico de Coruche 2019

 

DSC_4752.JPG

 

 

O Cortejo Histórico e Etnográfico de Coruche é organizado pelo Município de Coruche, todos os anos, no dia 17 de agosto - feriado municipal, contando com cerca de mil participantes, provenientes de todas as freguesias e associações do concelho, que irão retratar os costumes, usos e tradições associadas às suas terras e às suas gentes.

 

Em 2019, o tema do cortejo é "Da Terra à Mesa", com o qual se pretende fazer uma reflexão sobre a importância da alimentação, a evolução dos fatores de produção e o valor gastronómico que cada geração conseguiu manter até aos dias de hoje, na defesa de usos e costumes ligados ao mundo rural. Nesta edição do cortejo será feita alusão às Jornadas de Gastronomia do Concelho de Coruche, criadas em 1989, e que este ano irão decorrer de 1 a 3 de novembro, sendo o evento mais antigo do concelho de Coruche.

 

As representações serão feitas de forma apeada ou nos cerca de 50 "tratores" devidamente criados para representar o quadro etnográfico pretendido, envolvendo muitos meses de recolha e produção destes quadros. Nestas representações, as gentes do concelho, irão apresentar quadros que bem caracterizam as vivências e as culturas do início e meados do séc. XX, cujo solo fértil e abundância de água influenciaram a alimentação e a gastronomia tradicional.

 

O gastrónomo coruchense José Labaredas, em 1999, editou a monografia “Coruche à mesa e outros manjares”, contribuindo de forma inequívoca para a salvaguarda da cultura gastronómica coruchense e através do Cortejo serão partilhadas todas estas receitas tradicionais, de forma a perpetuar e salvaguardar o nosso património gastronómico.

 

O Cortejo Histórico e Etnográfico de Coruche finaliza como é tradição coruchense, desde a segunda metade da década de 40, com o almoço do Campino, onde se juntam os cerca de 1000 participantes e entidades convidadas num repasto tradicional, onde não faltarão os produtos da terra!

 

 

 

Coruche é o primeiro de onze Municípios a receber óculos de realidade virtual

Coruche é o primeiro município da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo a receber o projeto de visitação, através de realidade virtual em óculos 360º, de todos os concelhos da região, integrado no stand do Município, no âmbito das Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo que inauguram no próximo dia 14 de agosto, pelas 18h, no Parque do Sorraia. 

 

Este projeto de realidade virtual em óculos 360º, promovido pela CIMLT, visa proporcionar uma experiência virtual através de uma visita a cada um dos onze concelhos que integram esta comunidade, tendo sido apresentado na Feira Nacional de Agricultura deste ano.



publicado por Noticias do Ribatejo às 16:04
link do post | comentar | favorito

ESCAVAÇÕES ARQUEOLÓGICAS CONTINUAM NO CONCHEIRO DO CABEÇO DA AMOREIRA EM MUGE

Escavações Arqueológicas no Cabeço da Amoreira

Uma equipa do Centro Interdisciplinar de Arqueologia e Evolução do Comportamento Humano (ICArEHB) da Universidade do Algarve, que integra os arqueólogos Célia Gonçalves, João Cascalheira, Lino André e Nuno Bicho, encontra-se a efetuar escavações no concheiro do Cabeço da Amoreira, localizado em terrenos da Casa Cadaval, em Muge.

As escavações incidem na área central e na zona circundante ao Concheiro e têm como principal objetivo a obtenção de dados novos e mais pormenorizados sobre os modos de vida daquelas que foram as últimas comunidades de caçadores-recoletores do Centro de Portugal, há cerca de 8 000 anos.

Contam com o apoio de um grupo de voluntários norte americanos, inseridos num programa do Earthwatch Institute, uma organização sem fins lucrativos que tem como missão envolver os cidadãos de todo o mundo em pesquisas científicas de campo.

A equipa, que ao longo dos últimos anos se tem mantido em atividade naquele local, em particular nos meses de verão, contou sempre com o apoio da Câmara Municipal e da Casa Cadaval, a nível logístico e de alojamento, arrancou com os trabalhos no início do mês de agosto, sendo que já foram encontrados inúmeros artefactos em osso, pedra e adornos feitos em concha.

Os Concheiros de Muge foram descobertos em 1863 pelo geólogo Carlos Ribeiro e constituem o maior complexo mesolítico da Europa. Correspondem a “colinas artificiais” onde se estabeleceram sazonalmente comunidades de caçadores-recoletores que faziam da apanha de moluscos uma das suas principais atividades de subsistência.

Escavações Arqueológicas no Cabeço da Amoreira

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:42
link do post | comentar | favorito

Obras de requalificação do Mercado Municipal começam hoje

IMG_8445.JPG

 

A empreitada de requalificação do Mercado Municipal de Santarém, foi consignada ontem e as obras iniciaram logo pela manha desta terça-feira.

 

A empreitada, com o valor previsto de € 1.950.000,00, tem como objetivo a requalificação do espaço do Mercado Diário, um espaço emblemático para Santarém, que vai ganhar uma nova dinâmica.

 

A obra tem um prazo de execução de cerca de um ano.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:39
link do post | comentar | favorito

In Santarém 2019 | PROGRAMAÇÃO da Semana

 

 

Para além de várias exposições patentes em diferentes espaços do centro histórico, ficam as sugestões para os próximos dias do projeto municipal Santarém Cultura/ In Santarém 2019 - Festival de Artes e Cultura.

Tradição com o Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontaínhas

A tradição e a etnografia voltam a invadir o centro histórico da cidade na manhã de

sábado, 17 de agosto, entre as 10h00 e as 13h00, desta vez com o Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontaínhas como convidado do Percurso/Tradição, em parceria com o INATEL. Como acontece semanalmente, o grupo vai desfilar pelo centro da cidade dando a conhecer danças e cantares vindos de outros tempos.

 

Animação desportiva  e Yoga para todos nas Portas do Sol

 

A ‘Animação Desportiva’ regressa ao Jardim Portas do Sol na manhã de sábado, 17 de agosto, entre as 10h30 e as 12h00, onde decorrem diferentes atividades para famílias, com o apoio DECATHLON.

Ainda no mesmo local, entre as 11h00 e as 12h00, vai realizar-se uma nova sessão de ‘Yoga para todos’, sob a orientação dos monitores da AMA (Associação Movimento Aberto).

 

Cartografia Sentimental, uma nova interpretação de imagens antigas de Santarém

 

No Palácio Landal, no Largo Padre Chiquito, pode ser visitado a instalação Quercus faginea Lam., da autoria de Carla Cabanas. Desenvolvido para fazer parte da exposição Cartografia Sentimental, trata-se de um projeto composto por imagens de épocas distintas, vindas do arquivo do site Eu Gosto De Santarém. Retratam os habitantes locais e as suas atividades quotidianas, que aqui assumem o formato das folhas da árvore Quercus faginea/Carvalho-português, espécie nativa da região. A artista pretende invocar a queda sazonal das folhas, relacionando-as com as várias gerações de pessoas que viveram ou visitaram Santarém. A exposição pode ser visitada até 21 de setembro, de segunda a sexta-feira, de manhã,  das 9h30 às 12h30, e durante a tarde das 14h00 às 17h30 e, aos sábados, entre as 10h00 e as 13h00.

 

Menu História com Arte… Pombinhas de Santarém

 

Está a decorrer em cerca de 30 cafés e pastelarias da cidade a campanha ‘Menu História com Arte… Pombinhas de Santarém’, uma parceria entre o Município de Santarém, as carnes Nobre e a Compal/Sumol. Associada ao culto do Espírito Santo, as Pombinhas de Santarém são um misto de pão e bolo tradicional feito de massa de farinha de trigo levemente adocicada, cuja criação está ligada ao "bodo" distribuído aos pobres no dia de Pentecostes, que se comemora 50 dias após a Páscoa.

 

20 Lojas, 20 Fotografias

Em algumas travessas do centro histórico de Santarém, encontram-se expostas várias imagens com comerciantes locais. ‘20 Lojas, 20 Fotografias’, é um projeto concebido por Augusto Brázio e Nelson D´Aires, onde as imagens foram impressas em grande formato e colocadas nas travessas das ruas principais. Este trabalho, feito junto da comunidade comercial, recupera e dá protagonismos aos dinamizadores do centro histórico da cidade de Santarém.

 

ScalaBus In.Santarém, visitas turísticas gratuitas

 

Já se encontra em circulação no planalto scalabitano, o ScalaBus In Santarém, que oferece a possibilidade de se viajar gratuitamente com visitas orientadas, de quarta-feira a domingo, entre 23 de julho e 8 de setembro. As partidas acontecem sempre junto da Sala de Leitura Bernardo Santareno, no Jardim da Liberdade, entre as 10h00 e as 11h00. Uma parceria com a Rodoviária do Tejo para redescobrir o centro histórico sob diferentes perspetivas.

 

Exposição de fotografias ‘Portas e janelas da minha cidade’

 

Em permanência, pode ser visitada a exposição de fotografia ‘Portas e janelas da minha cidade’, patente ao longo da rua Serpa Pinto e na Praça Visconde Serra do Pilar, onde se encontram afixadas em varandas dos edifícios 50 imagens de Paulo Semblante Mendes e Nelson Monteiro Magalhães.

 

Galerias com arte no centro histórico

 

No centro histórico duas antigas lojas devolutas foram convertidas em ‘Galerias com arte’ e passaram a acolher duas exposições de obras de artistas da região. ‘Contos para te contar’ é o nome da mostra que junta no mesmo espaço trabalhos dos artistas plásticos Fernanda Narciso e Mário Rodrigues, recentemente desaparecido. A exposição pode ser visitada no edifício do antigo Hotel Abidis, n.º 91, na Rua Serpa Pinto.

A escassos metros, ainda na mesma rua, no n.º 60, está patente a exposição ‘Memórias’, projeto que reúne pinturas de Cremilda Salvador, Noémia Tomás e António Cordeiro, artistas que, individualmente, ou em conjunto já participaram em várias têm exposições, tanto em Portugal, como em Espanha. As exposições podem ser visitadas até ao dia 11 de agosto, de segunda a sexta-feira, de manhã entre as 10h00 e as 13h00, e de tarde, entre as 15h00 e as 18h00. Aos sábados, funcionam entre as

10h00 e as 13h00.

 

Pintura de Salgueiro Maia na antiga EPC

 

Na fachada principal da antiga Escola Prática de Cavalaria pode agora ser contemplada uma pintura mural da autoria de João Samina. O artista recriou a figura do malogrado Capitão de Abril, Fernando Salgueiro Maia, que daqui saiu rumo a Lisboa na madrugada de 25 de Abril de 1974.

 

Urbanidade - 150 anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018)

Até 24 de dezembro, continuam os festejos com a exposição ‘Urbanidade -150 Anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018)’. A mostra pode ser vista em diferentes pontos do planalto, onde várias telas apresentam a evolução da terra através de imagens acompanhadas por pequenos textos explicativos. A exposição divide-se em duas partes, a segunda encontra-se na Casa do Brasil - Casa Pedro Álvares Cabral, onde a cerca de 300 fotos se juntam objetos e filmes que mostram as principais conquistas da jovem cidade, desde a cultura e do desporto, educação e saúde, ao abastecimento e saneamento público, dos transportes e comunicações, até ao urbanismo, dos espaços verdes ou aos quarteis militares.

Exceto onde indicado, todos os espetáculos são de acesso gratuito.



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:53
link do post | comentar | favorito

Festa Anual em Honra de S. Pedro volta a animar Manique do Intendente (concelho Azambuja)

Banner_Festas_ManiqueIntendente.png

 

A vila de Manique do Intendente, pertencente à União de Freguesias, Concelho de Azambuja, prepara o recinto e a animação para a festa anual em honra de São Pedro. O evento vai decorrer entre os dias 15 e 19 de agosto e é organizado pela Comissão de Festas de Manique do Intendente, composta por todos os habitantes que ao longo do ano completem 35 anos e se voluntariam para o efeito.

No dia 15 de agosto, o destaque vai para o “Circuito de Ciclismo João Marcelino”, já na sua 48º edição. Para as 11h00, está marcada, em Arrifana, a inauguração do monumento em homenagem a João Marcelino, campeão nacional de fundo em bicicleta, na época de 1957/58. Quanto à prova, ela terá início às 17h00 e conta com prémios de 200,00€ para o primeiro classificado, 150,00€ para o segundo e 100€ para o terceiro. Haverá, ainda, prémios até ao décimo classificado e por categorias, bem como para a volta mais rápida, maior número de voltas em 1º lugar e para o prémio da montanha.

O arranque musical será, às 22h30, com artista Hugo Sampaio, antecedendo o grande concerto da primeira noite, com a estrela pop nacional Bárbara Bandeira. A fechar o programa do dia – e de todos os dias da festa – abre-se o espaço de música eletrónica, com o DJ Thiago Riko, a passar os melhores sons do verão.

No segundo dia dos festejos, sexta-feira, 16 de agosto, a animação começa pelas 22h00 com o tradicional baile popular com o “Grupo Charme”, seguindo-se uma festa anos 90 com o projeto “Smells Like 90’s Spirit”.

No sábado, dia 17 de agosto, os festejos iniciam-se pelas 10h30, com um Rali de Carrinhos de Rolamentos, na descida entre a Quinta da Lapa e Póvoa de Manique. No recinto da festa, a animação começa pelas 18h00 com demonstrações de Karaté e de Dança. Depois de jantar, o baile começa com a “Banda Fora de Série”, seguindo-se o concerto do grupo “Project Bug”.

Domingo, 18, será o dia dedicado às celebrações religiosas. Durante a manhã, irá decorrer o habitual peditório pelas ruas da vila acompanhado pela Banda Filarmónica de Vale do Paraíso. Quando forem 15h00 terá lugar a designada “recolha dos juízes de 2019”, a que se seguem a celebração da missa e a saída da procissão em honra do padroeiro, São Pedro. Para as 19h00 está marcada a entrega da bandeira aos juízes de 2020. A noite de domingo vai contar com a atuação do “Grupo MJ”, pelas 22h00, e de um momento de fogo de artificio que iluminará os céus de Manique do Intendente, pela 01h00.

No último dia das festas, 19 de agosto, segunda-feira, está programado o clássico almoço-convívio de cozido à portuguesa aberto à população – mediante reserva, até ao dia 18 de agosto. Pelas 15h00, decorrerá um torneio de sueca, com inscrições no próprio dia e local. A noite de despedida será animada com a atuação do artista popular Augusto Canário, que encerrará em grande os festejos 2019 em Manique do Intendente.

Todas as atividades e espetáculos tem entrada livre. A Festa em Honra de S. Pedro é da responsabilidade da Comissão de Festas de Manique do Intendente 2019, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Azambuja e da União de Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de S. Pedro e Maçussa.



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:51
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

"O medo tem alguma utilid...

Município de Azambuja ass...

Ano letivo 2019-2020 arra...

Tomar – Prisão preventiva...

Arroz é rei em novo event...

PSD visita operação de li...

Fórum Cultural em Arruda ...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Santarém retoma liderança...

União de Tertúlias de Aza...

Mercado de Outono e ofici...

ATIVIDADES PRIMEIRO FIM D...

ELA É UMA MÚSICA OCUPA VA...

Espaço Cidadão em Aveiras...

Politécnico de Santarém a...

Centro Cultural recebe se...

X Maratona BTT NO TRILHO...

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A...

CÂMARA ENTREGOU FICHAS ES...

"Love Conquers All", no J...

Rock na Aldeia 2019

Município de Azambuja ass...

Parabéns Cátia Mateus!......

O Movimento Juntos pelo R...

Joana Bagulho toca Carlos...

NERSANT Business soma já ...

TEMAS DE SAÚDE: Sequelas ...

Não nascemos para sermos ...

‘Os homens e as mulheres ...

Sessões de Yoga para cria...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds