NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 28 de Janeiro de 2020
ETAR DE TORRES NOVAS TRANSFORMA ESGOTO EM ÁGUA E LAMAS DE QUALIDADE

 

 

ALUNOS DA SECUNDÁRIA MARIA LAMAS FORAM CONHECER

O TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUAIS

AR0_4254.JPG

 

“Para onde irá a água suja que descarregamos nas nossas casas e na escola?”, esta foi uma das muitas questões colocadas pelos alunos da Escola Secundária Maria Lamas que na manhã de terça-feira visitaram a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Torres Novas.

Os estudantes do 11º ano da turma B do curso científico-humanístico Ciências e Tecnologias ficaram surpreendidos com a dimensão da “Fábrica da Água” e com a simplicidade do processo de transformação de “esgoto” em água limpa devolvida à bacia do Almonda.

“A água sai mesmo transparente”, confessa surpreendida, uma das alunas junto da boca de descarga onde a água tratada na ETAR segue para um ribeiro a caminho da enorme Bacia Hidrográfica do Almonda que depois desagua no Tejo.

Outro caminho levam as lamas retiradas do esgoto que depois de secas, são encaminhadas em camiões para centro de valorização. As lamas deixaram de ser um problema e hoje são um recurso aproveitado para fortalecer as terras que irão dar hortícolas, milho, batatas, cereais e fruta.

Na ETAR de Torres Novas, “o sistema de tratamento consiste num processo de lamas ativadas por arejamento prolongado numa vala de oxidação. A montante da vala o efluente é sujeito a um pré-tratamento, a uma estabilização e homogeneização. As lamas em excesso geradas no processo biológico, são sujeitas a desidratação com recurso a centrifuga”, explica Pedro Mourão responsável pelo equipamento.

A fábrica da água está equipada com um sistema de telegestão que permite o seu funcionamento sem a presença humana. “Sempre que há anomalias, são emitidos alertas para os colegas de prevenção”, adianta o técnico.

A ETAR de Torres Novas, emissário, estações elevatórias e redes de saneamento custaram mais de quatro milhões de euros. Com a entrada em funcionamento do equipamento foi dado um valioso contributo para a melhoria da qualidade da água da bacia do Rio Almonda e para o reforço da biodiversidade do Paul do Boquilobo, que integra a Rede Mundial de Reservas da Biosfera da UNESCO.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:00
link do post | comentar | favorito

Chamusca prestou homenagem coletiva a José Cid

Gala José Cid 2020-7.jpg

 

 

O Município da Chamusca associou-se e apoiou a grande homenagem coletiva que a Chamusca prestou a José Cid, e que se realizou no dia 26 de janeiro, no Cineteatro da vila.

 

Com casa totalmente cheia, mais de 300 pessoas aplaudiram os talentos que passaram pelo palco do cineteatro numa recriação de várias canções e momentos da vida artística de José Cid, o “menino prodígio” da Chamusca. O espetáculo teve produção e organização da Companhia de Teatro do Ribatejo e apoio logístico e envolvimento de perto do Município da Chamusca. Esta foi a comemoração coletiva da carreira de êxito de José Cid, sublinhada, em 2019, com a atribuição do Grammy Latino de Excelência Musical ao cantor chamusquense.

 

No final do espetáculo, José Cid anunciou, em primeira mão, que foi convidado pelo Município da Chamusca a realizar o concerto de abertura da Semana da Ascensão 2020, e convidou todo o elenco jovem, que integrou esta gala de homenagem, para participar também na interpretação de alguns temas durante o concerto da Ascensão.

 

O Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado, enalteceu a “justa e digna homenagem” a José Cid, concretizada nesta gala, e destacou o “enorme sentimento de orgulho e felicidade de sabermos que José Cid tem a Chamusca, a sua terra-mãe, no coração, todos os dias”.

“José Cid pode ter a certeza de uma coisa, é que está também no nosso coração e nós estamos sempre com ele, porque a Chamusca tem um grande orgulho no seu trabalho”, frisou o autarca, deixando, em nome do Município, “uma grande vénia ao José Cid porque ele é o rei da música Latina”.

 

“Diverti-me mais neste espetáculo do que na cerimónia dos Grammys”, afirmou o cantor, revelando a sua felicidade por esta homenagem e pela presença de tantos amigos e pessoas que o quiseram homenagear nesta noite especial. “É um espetáculo que merecia novas sessões pelas salas de todo o Ribatejo”, foi o desafio lançado por José Cid para que este espetáculo se repita.

 

Numa mensagem de vídeo, enviada por Sua Excelência o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou que José Cid foi sempre “um patriota, alguém que gosta da história de Portugal, das nossas tradições, mas também da história de Portugal projetado no futuro, alguém aberto ao mundo e capaz de dizer muito à alma dos portugueses”. “A minha solidariedade total para com a vossa justíssima homenagem”, frisou ainda o Presidente da República.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:41
link do post | comentar | favorito

CARTAXO: CINCO PERSONAGENS REVISITADAS PELO BALLET DO ATENEU ARTÍSTICO CARTAXENSE

image006.jpg

 

MUSICAIS V

Cinco personagens incontornáveis do nosso imaginário vão cruzar-se no palco do Centro Cultural do Cartaxo. O encontro está marcado para o dia 8 de fevereiro, sábado, às 21h00.

 

 

AladdinThe WizHairHércules e Mary Poppins fizeram sucesso na Broadway e em Hollywood. Em palco ou no grande écran, as personagens destes musicais contaram histórias que inspiraram muitas gerações em todo o mundo, entoaram canções intemporais e habitam até hoje o imaginário comum da cultura ocidental.

 

O Ballet do Ateneu Artístico Cartaxense escolheu estes cinco musicais para levar ao Centro Cultural do Cartaxo cinco histórias memoráveis, contadas em passos de dança.

 

MATERIAIS DIVERSOS MARCA PRESENÇA NO CARTAXO AO LONGO DE TODO O ANO

 

A antestreia de Rite of Decay, de Joana Castro, no passado sábado, dia 25 de janeiro, no Centro Cultural do Cartaxo, assinalou o início da programação da Associação Materiais Diversos no Cartaxo em 2020.

 

Esta presença, que até ao ano passado se justificava com a realização do festival Materiais Diversos, com uma programação repartida entre Alcanena e o Cartaxo, terá este ano um caráter permanente.

 

Ao longo de todo o ano, a Materiais Diversos desenvolverá aqui uma programação regular, com espetáculos, residências artísticas, oficinas e ações de formação para diversos públicos – infantil, jovem, sénior e para grupos específicos, como professores e alunos de dança.

 

No final da antestreia, entre um e outro copo de vinho regional e uma paragem para degustar um cartaxinho ou uma caspiada, Elisabete Paiva, diretora da Associação, apresentou a programação para o primeiro trimestre do ano.

 

A residência de Joana de Castro no Centro Cultural do Cartaxo, a desenvolver o projeto de dança Rite of Decay, entre os dias 21 e 29 de janeiro, foi a primeira atividade da Materiais Diversos na cidade neste novo formato.

 

Antes de se estrear no Festival Guidance, em Guimarães, Rite of Decay foi apresentado perante uma plateia intimista que teve oportunidade de conversar com Joana Castro, mas também com a responsável pela banda sonora interpretada ao vivo, Diana Combo, com a responsável pelo desenho de luz, Mariana Figueroa e com a responsável pelo aconselhamento artístico, Maurícia Neves.

 

Juntos, público e artistas, mergulharam nos detalhes deste espetáculo que explora as fragilidades e a decadência do corpo, como uma metáfora entre o fim do mundo e a nossa própria morte, partilhando as sensações que os diferentes momentos da peça lhes provocaram e ouvindo, das intérpretes, as suas intenções e motivações.

 

Esta residência, este espetáculo, integra uma das vertentes da Materiais Diversos, “o apoio direto aos criadores” que, tal como explicou Elisabete Paiva, “só parceiros como este Município e este Centro Cultural permitem, na medida em que proporcionam momentos de calma, num espaço bem equipado, que possibilita aos artistas fazerem a sua pesquisa e criar”.

 

Outra vertente do trabalho da Materiais Diversos passa “pelo desenvolvimento de públicos, e por isso, para março, programámos um espetáculo para crianças do pré-escolar e do primeiro ciclo, entre os 3 e os 7 anos, intitulado Os Livros do Rei de Raimundo Cosme / Plataforma 285”.

 

O livro que inspira o espetáculo, Os Livros do Rei, escrito por David Machado e ilustrado por Gonçalo Viana, conta a história de um príncipe que sobe ao trono depois da morte do pai, num terramoto que destruiu a sua cidade, e que vai imaginar e projetar a reconstrução desta.

 

O espetáculo, que será apresentado no Centro Cultural do Cartaxo nos dias 20 e 21 de março, aborda a destruição e a reconstrução, a possibilidade de sonhar o impossível, a arquitetura, as inúmeras possibilidades da arte e sobre o papel desta na construção do futuro.

 

Em abril, entre os dias 6 e 9, na Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita, haverá uma oficina de teatro e dança para jovens, de Joana Pupo. “Uma atividade gira para os filhos, os sobrinhos e os amigos que, para além de ter imensa qualidade, permitirá mantê-los ocupados durante quatro dias das férias da Páscoa”, explica Elisabete Paiva.

 

Esta Oficina de Técnicas Radicais de Teatro e Dança para Jovens, que nasceu a partir da pesquisa para o espetáculo Uma Peça Feliz e Direta Sobre a Tristeza, combina várias técnicas de teatro e dança, propondo olhar os sentimentos de isolamento e tristeza e os estados de depressão de frente, como parte integrante da vida, o que inclui ativar o corpo, a memória, a imaginação, o humor e uma maior escuta do outro.

 

Elvira Tristão, vereadora com o pelouro da Cultura, marcou presença nesta antestreia, que considerou “bela, intensa e perturbadora”. Sobre a presença da Materiais Diversos no Cartaxo em 2020, a vereadora destacou “a possibilidade que esta Associação oferece, a todos os membros da nossa comunidade, de vivenciarem, como parte integrante ou enquanto público, experiências artísticas enriquecedoras, de forma gratuita ou a baixo custo”.  

 

Uma experiência que se prolongará ao longo de todo o ano, através de residências artísticas, apresentações públicas de projetos em fase de criação, espetáculos ou oficinas, fruto de diversas parcerias locais, que contribuem para o envolvimento de toda a comunidade.

 

 

 

5ª Festa do Arroz Doce e Coscorão em Vila Chã de Ourique

image006.jpg

 

Vila Chã de Ourique volta a celebrar o arroz doce e o coscorão dedicando-lhe uma festa, que vai já na sua 5ª edição, no dia 8 de fevereiro, no Pavilhão de Festas.

 

A organização é da responsabilidade dos Cinquentões de Vila Chã de Ourique que prometem uma festa doce e animada.

 

A partir das 17h00, poderá encontrar o bar e o restaurante abertos para deliciar-se com estas ou outras iguarias enquanto aguarda pela animação musical, que será assegurada por um Dj e pela Tintus Brass Band.

 

Se ficou com água na boca só de ouvir falar destes dois doces tradicionais, saiba que não tem de esperar pelo início da festa para começar a degustação. Pode encomendar o prato comemorativo desta edição, recheado de arroz doce e com três coscorões, para ser entregue em sua casa ou para levantar no Pavilhão de Festas nos dias 6, 7 e 8.

 

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:38
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


23
24
25
26
27
28
29


posts recentes

Iniciativas no âmbito do ...

RUAS DO CARTAXO INVADIDAS...

Desfiles de Carnaval no E...

O Pátio das Cantigas – No...

Aniversário do Crédito Ag...

Município de Azambuja for...

EXECUTIVO MUNICIPAL EM VI...

Central Elétrica de Tomar...

Seminário sobre as novida...

Assinatura do Contrato Pa...

Festividades de Carnaval ...

SECRETARIADO DO PS CARTAX...

I Duatlo do Entroncamento

O MUNICIPIO DE AZAMBUJA C...

OFICINA DE TÉCNICAS RADIC...

24ª Edição do Mês da Engu...

Conversas com Café… “Adel...

Page 1 GAL DA REGIÃO CENT...

Executivo Municipal de Az...

Alunos e Município unidos...

SUSPENSÃO DO ABASTECIMENT...

CARTAXO: DESFILE DE CARNA...

ÓRGÃOS DO PS/CARTAXO TOMA...

Última semana – XIII Conc...

Suspensão no abasteciment...

DESFILE DE CARNAVAL NO CA...

Programa das Comemorações...

Azambuja Terras do Torric...

Festival do Cogumelo da P...

Benavente – Militar resga...

arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds