NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 2 de Fevereiro de 2020
“Vidas Íntimas” trouxeram riso e reflexão sobre o amor ao Teatro Sá da Bandeira

VIDAS ÍNTIMAS de Noël Coward_6_melhor.JPG

 

 

Vidas Íntimas, de Noël Coward, subiu hoje, dia 1 de fevereiro, ao palco do Teatro Sá da Bandeira, trazendo riso e reflexão sobre as alegrias e os malefícios do casamento e do divórcio, sobre casais que não são felizes juntos nem separados.

 

Uma comédia clássica, carregada de humor inglês típico do século XX, que nos fala sobre as vicissitudes do casamento e do divórcio e que fez a sala do Teatro Sá da Bandeira encher-se de gargalhadas nos momentos mais foliosos e silenciar-se nos momentos mais tensos vividos pelos casais.

 

Passada na costa francesa na década de 30, a peça segue o reencontro de Amanda e Elyot, divorciados há cinco anos, no hotel da Côte d’Azur, em que ambos celebram as novas uniões com os respetivos cônjuges. Nenhum deles vive as segundas núpcias de modo particularmente apaixonado: Elyot escolheu uma segunda esposa infantil, aborrecida e insegura, Amanda desposou um homem confiável, mas terrivelmente enfadonho.

 

Após um breve noivado, Elyot e Sybil estão em lua-de-mel, embora a curiosidade dela sobre o primeiro casamento dele não ajude ao romantismo. Na suite ao lado, Amanda e Victor estão a começar a sua vida juntos, embora não deixem de pensar na crueldade do primeiro marido de Amanda.

 

Quando o antigo casal se cruza, reacende-se a paixão que julgavam perdida. Num piscar de olhos, decidem abandonar os respetivos companheiros e procurar refúgio num apartamento em Paris.

 

Trazida hoje a palco pela mão do encenador Jorge Silva Melo e dos atores Isabel Muñoz Cardoso (no papel de Louise), Rita Durão (Amanda), Rúben Gomes (Elyot), Tiago Matias (Victor) e Vânia Rodrigues (Sibyl), numa produção de Artistas Unidos, esta peça não deixou o público indiferente que saiu do Teatro com a satisfação de uma noite bem passada.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:03
link do post | comentar | favorito

Ricardo Aparício eleito líder da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Abrantes

RA_.jpg

A nova Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Abrantes foi eleita por unanimidade, numa votação onde participaram cerca de 65% dos militantes Socialistas com capacidade eleitoral. 

Ricardo Aparício encabeçou a equipa que vai conduzir o rumo desta Concelhia nos próximos dois anos, sob o lema “Juntos a Renovar a Confiança”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:00
link do post | comentar | favorito

Conhecer

CATARINA BETES.png

Por: Catarina Betes

 

Conhecer

 

Ontem conversava com um amigo de longa data sobre como a sociedade mudou nos últimos anos. Como se tornou tão simples e ao mesmo tempo tão difícil conhecer realmente alguém. Basta estar online.

Através das redes sociais, criam-se hoje conhecimentos, amizades, negócios e até mesmo relacionamentos. Mas não consigo deixar de pensar em tudo o que se perde.

Porque para se reconhecer empatia é necessário olhar nos olhos do outro. Porque os olhos são o espelho da alma.

Mas como tudo na vida, nem todos procuramos o mesmo. 

Podemos falar com alguém horas a fio à distância, é verdade. No entanto, toda a informação tem tempo de ser refletida e ponderada. 

Mas falar olhando o outro diretamente nos olhos, não deixa grandes margens para reconsiderações.

Mesmo que as palavras ditas  sejam díspares das que os olhos falaram. 

Os pequenos gestos e inquietações, o desassossego interior que a proximidade física produz quando nos sentimos de algum modo cativados, tudo isso se perde à distância de um clik.

Saltam-se etapas. Porque natural mesmo, é olhar-se nos olhos do outro e sentir uma conexão qualquer que não sabemos ilustrar. Um rebuliço interior que nos faz minguar dentro de nós mesmos, mas que nos provoca irremediavelmente, aquela adrenalina que na juventude nos fazia saltar todos os dias da cama. 

Pois é. Apaixonarmo-nos é das coisas mais extraordinárias que foram concebidas, desconfio, para nos tornar mais frágeis (atrofiados) e submissos perante o outro.

No entanto, não há paixão, que, passageira ou duradoura, não nos faça sentir imensamente vivos e invictos. 

Mesmo que depois nos atire pelo precipício do desfecho. Que importância tem isso?

Importantes são todos os momentos em que estamos envoltos nela, naquele nevoeiro insano e meio destrambelhado que nos tolda a visão, mas que nos faz sentir imperiosamente despertos.

E isso, meus amigos, não se encontra nos livros. Nem nas redes sociais.



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

COVID-19: COMUNICADO - C...

CÂMARA MUNICIPAL APELA À ...

Obras de conservação e be...

Aprovado acordo com o Min...

FEIRA NACIONAL DE AGRICUL...

Entroncamento tem 8 entid...

ESCOLAS DO CONCELHO VÃO R...

ENTRONCAMENTO: Linha de A...

CÂMARA MUNICIPAL APELA À ...

Município de Azambuja ini...

Adiada a entrega de prémi...

Município da Chamusca apo...

ÁGUAS DO RIBATEJO APROVA ...

FARMÁCIA? LIGUE 1400

CARTAXO COM CENTRO COVID1...

Humildade

CÂMARA DO CARTAXO DIVULGA...

Município de Azambuja ent...

CNEMA DISPONIBILIZA INSTA...

Creche do Centro Paroquia...

Centro de Convívio do Ent...

PATRULHA DA GNR AGREDIDA ...

PEDRO MAGALHÃES RIBEIRO V...

MERCADO MUNICIPAL DO CART...

Apoio Social de Emergênci...

Ninho de vespa asiática c...

NERSANT APRESENTA PROPOST...

Município de Azambuja cri...

Município do Entroncament...

Câmara de Santarém cede e...

arquivos

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds