NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020
RUAS DO CARTAXO INVADIDAS POR FOLIÕES DE TODAS AS IDADES

 

  • O Desfile de Carnaval, organizado pela Câmara Municipal do Cartaxo em parceria com empresas, instituições públicas e privadas e agrupamentos de escolas, saiu hoje à rua para honrar a tradição de abrir a festa aos foliões.

 

  • O sol ajudou e deu ainda mais cor aos fatos que nasceram da imaginação de crianças e adultos, pais e educadores, cuidadores e profissionais de escolas e instituições privadas de solidariedade social.

 

  • As técnicas da área de Educação e Juventude do Município, responsáveis pelo desfile, vestiram – literalmente – a camisola do Cartaxo Youth Summit e trouxeram o brilho do futuro ao Desfile de Carnaval.

 

 

O centro do Cartaxo acordou bem cedo para receber milhares de pessoas de todas as idades que quiseram ver passar dezenas de Lolipops vestidos pelas sete cores do arco-íris, conquistadores e princesas destemidas, capitães gancho, alegres fadas Sininho de mãos dadas com Peter Pans, todos muito verdinhos, ou uma claque entusiasmada, que apoiou a seleção nacional com os seus pompons brilhantes.

 

Em grande destaque chegaram muito mais do que 101 Dálmatas de fatinhos às pintinhas pretas, desfilaram pela mão, neste caso, amiga, de elegantes Cruellas de Vils, que os conduziram pelas ruas do Cartaxo. Mas nem só dos filmes e dos livros saíram as personagens que deram corpo e alegria ao desfile, dos campos do Ribatejo vieram campinos e cavaleiros, veio até uma nazarena de sete saias que apregoou em alto e bom som os seus rooms, chambres e zimmers que estavam a muito bom preço, diga-se de passagem.

 

E a conduzir todas estas personagens fantásticas, esteve um grupo muito especial – umas meninas vindas do futuro nos seus fatos intergalácticos, que vieram anunciar ao desfile, o Cartaxo Youth Summit – evento que vai decorrer nos dias 6 e 7 de março, no Pavilhão Municipal de Exposições e é todo dedicado ao futuro dos mais jovens.

 

Diversão e festa no final do desfile de Carnaval

Percorridas as ruas do Cartaxo e recebidos os aplausos de milhares de pessoas que ocuparam cada espacinho livre do percurso, foi tempo poetas e pintores, campinos e princesas, super-homens e polícias, rainhas e vampiros, se misturarem e tomarem conta dos insufláveis para continuarem a divertir-se juntos.

 

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, que acompanha anualmente o desfile, destacou “a participação de todas as gerações. Jovens e crianças desfilam ao lado dos seus avós, mostrando como não há idade nem limite, para nos encontrarmos enquanto comunidade”. O autarca explicou que este desfile é organizado pela área de Educação e Juventude do Município com um objetivo essencial, “ser um espaço de inclusão. Poderia ser só um Desfile de Carnaval, seria igualmente importante e divertido, mas é mais do que isso, é um modo de nos encontrarmos enquanto comunidade, de termos famílias e amigos juntos, a divertir-se lado a lado”.

 

Para além dos desfiles que decorreram hoje nas freguesias do concelho, a Associação de Estudantes da Escola Secundária do Cartaxo, em parceria com o Município do Cartaxo, promove, no dia 22 de fevereiro, sábado, no Mercado Municipal do Cartaxo, uma grande festa de Carnaval. O Ateneu Artístico Cartaxense organiza a sua já tradicional matiné dançante, no dia 25 de fevereiro, terça-feira, a partir das 15 horas, o Centro Social Ouriquense, abre o baile de Carnaval, no dia 22 de fevereiro, sábado, às 21h30 e um pouco por todo o concelho, outras associações se juntam para celebrar a época de folia.

 

 

ESTABELECIMENTOS DE ENSINO E IPSS PRESENTES NO DESFILE

JIC - Jardim de Infância do Cartaxo

Programa de Ocupação de Tempos Livres da Câmara Municipal do Cartaxo VIVER MAIS VIVER MELHOR

O Tejo – Centro de Dia e ATL de Valada

Residencial Lar da Minha Mãe

Escola Básica José Tagarro

Centro Social e Paroquial Vale da Pinta

Escola Básica Nº2

Escola Básica Nº3

APPACDM - Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental

ACAS – Associação Comunitária de Assistência Social de Vila Chã de Ourique

Santa Casa da Misericórdia do Cartaxo

Colégio O Pergaminho Mágico

Universidade Sénior do Cartaxo

Centro Social e Paroquial da Ereira

Escola Básica 2,3 Marcelino Mesquita

Escola Secundária do Cartaxo



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:00
link do post | comentar | favorito

Desfiles de Carnaval no Entroncamento

image002.jpg

 

Crianças e idosos espalham cor e alegria

 

Decorreram hoje, dia 21 de fevereiro, os desfiles de carnaval das escolas e das instituições de terceira idade do concelho do Entroncamento (Programa Reviver).

 

Num misto de alegria e muita cor, cerca de 1200 alunos das escolas do concelho, desfilaram na Rua Luís Falcão de Sommer até ao Largo José Duarte Coelho, onde brincaram e dançaram ao som da música de Carnaval e da animação das professoras Catarina Gonçalves e Sara Silva.

 

O Presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, bem como a Vice-Presidente, Ilda Joaquim e os Vereadores Tília Nunes e Carlos Amaro, receberam os foliões no Largo José Duarte Coelho, onde se concentraram também muitos familiares dos mais pequenos que os acompanharam num dia de alegria para todos.

 

Neste desfile de Carnaval, onde imperou a cor e a alegria dos mais pequenos e onde os contos de fadas foram o tema de muitas escolas, participaram a Escola Básica da Zona Verde; a Escola Básica António Gedeão; a Escola Básica Bonito; o Jardim de Infância Sophia de Mello Breyner Andresen, o Jardim Escola João de Deus, o Centro Social Paroquial e Escola Rumo ao Futuro e o Infantário da Encoprof.

 

Já no início da tarde, os idosos do Centro de Convívio da Terceira Idade, do Lar dos Ferroviários e dos Lares da Santa Casa da Misericórdia, exibiram os seus trajes, na frente da Câmara Municipal.

 

No Centro Cultural decorreu o desfile de Carnaval das instituições bem como um baile para os seniores, tendo sido distribuídas ofertas do Município às Instituições participantes.

 

Os desfiles foram organizados pela Câmara Municipal em parceria com o Agrupamento de Escolas Cidade do Entroncamento, escolas do concelho e com o Programa REVIVER e contaram com a colaboração da PSP e CERE.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:58
link do post | comentar | favorito

O Pátio das Cantigas – Nova versão 2015”

 

Cinema_Patio das Cantigas_screen.jpg

 

 

O Município do Entroncamento pretende, durante o ano de 2020, dar continuidade ao projeto de sessões de cinema português, gratuitas, destinado ao público em geral.

 

A primeira sessão, deste ano, será no próximo dia 27 de fevereiro, quinta-feira, pelas 14h30m, no Centro Cultural, com o filme “O Pátio das Cantigas-Nova Versão de 2015”

 

O Pátio das Cantigas é um filme português do género comédia, realizado e produzido por Leonel Vieira e escrito por Pedro Varela, sendo uma adaptação do filme homónimo de 1942 realizado por Ribeirinho.

Nesta versão, mais de 70 anos depois do filme original, participam Miguel Guilherme, César Mourão, Dânia Neto, Sara Matos, Anabela Moreira e Cristóvão Campos.

Esta sessão surge na sequência do projeto do Município para apresentação de várias sessões de cinema português durante o ano de 2019, e tem como objetivo promover o combate ao isolamento e à solidão, aumentar a interação social, contribuindo desta forma para hábitos de vida saudável.

 

As sessões de cinema em português, destinam-se à população em geral e têm entrada livre.

 

Próximas sessões agendadas:

25 março 2020 – 4ª feira – O Leão da Estrela (nova versão)

28 abril 2020 – 3.ª feira – A canção de Lisboa (nova versão)



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:39
link do post | comentar | favorito

Aniversário do Crédito Agrícola celebra-se ao ritmo da sustentabilidade

 

 

O Crédito Agrícola volta a assinalar mais um aniversário com o sorteio de um automóvel eléctrico. Até 13 de Março, todos os clientes, particulares ou empresariais, que abram uma conta de depósitos à ordem, activem o serviço On-Line e/ou subscrevam ou reforcem produtos e serviços financeiros do Grupo, de acordo com o regulamento do concurso, ficam automaticamente habilitados a ganhar um Smart EQ Forfour, com Wallbox Smart.

 

O sorteio do vencedor será realizado no dia 5 de Maio, nas instalações da Caixa Central, na presença de um Representante das Forças de Segurança na dependência do Ministério da Administração Interna e por este será fiscalizado.

 

À imagem do que tem acontecido nos últimos anos, o Crédito Agrícola volta a celebrar o seu aniversário com uma aposta numa oferta sustentável, num contexto de elevada preocupação ambiental.



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:40
link do post | comentar | favorito

Município de Azambuja formalizou adesão ao movimento Cidade dos Afetos

IMG_4815.JPG

 

Dia 20 de fevereiro de 2020, nos Paços do Concelho.

O Município de Azambuja formalizou, neste dia 20 de fevereiro,  a sua adesão ao movimento Cidade dos Afetos constituindo o 19º município a associar-se a esta causa.

O protocolo de adesão foi assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Azambuja – Luís de Sousa, pela diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Estuário do Tejo – Dra. Sofia Theriaga, e pelo coordenador da respetiva Unidade de Saúde Pública – Dr. João Pedro Machado. Pela parte do grupo fundador do movimento, atestaram esta adesão da Câmara Municipal de Azambuja o Dr. Mário Durval – Delegado Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, e o Dr. Jorge Nunes – Delegado Coordenador do ACES Oeste Norte. A sessão contou, ainda, com a presença da Vereadora Sílvia Vitor, responsável pelos pelouros da Educação, Saúde e Ação Social.

 

As várias intervenções ouvidas na cerimónia foram unânimes numa ideia, a melhor forma de combater a violência e de reduzir a conflitualidade no mundo complexo em que vivemos é trabalhar pela positiva, promovendo o respeito e o afeto.

Os organismos aderentes ao movimento Cidade dos Afetos – criado em 2014 – comprometem-se, nomeadamente, a apoiar as iniciativas da comunidade que possam desenvolver a afetividade entre os cidadãos e entre as instituições, a tentar captar mais parceiros para o movimento e a promover anualmente a designada semana dos afetos.

Refira-se que o Município de Azambuja já teve uma primeira iniciativa, por ocasião do Dia Mundial dos Afetos – 11 de fevereiro. Neste dia, foi distribuído por todos os serviços municipais e pelas escolas mil postais intitulados “O Abraço”, postal esse que cada pessoa pode personalizar e enviar a quem quiser dirigir a sua mensagem de afeto.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:49
link do post | comentar | favorito

EXECUTIVO MUNICIPAL EM VILA CHÃ DE OURIQUE

 

 

  • Visitas e sessões de trabalho em associações, coletividades, empresas e instituições públicas e privadas estão a decorrer desde o início do mês e vão continuar até ao dia 27 de fevereiro.
  • Semear Futuro ­- plantação de árvores com a participação de alunos do Jardim de Infância é a ação simbólica que encerrará a Presidência Aberta em Vila Chã de Ourique.
  • Pontével é a próxima freguesia a receber os trabalhos descentralizados da iniciativa promovida pelo do Presidente da Câmara Municipal.

 

No dia 24 de fevereiro, segunda-feira, a primeira reunião de trabalho a decorrer em Vila Chã de Ourique está agendada para as 11h00 – durante a manhã, a sede da Junta de Freguesia vai receber o Briefing da Proteção Civil.

 

A partir das 16h00, no mesmo local, reunirá o Conselho Cinegético Municipal e às 16h30, a Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios. O final de tarde será dedicado ao Programa CED – Saúde Pública e Bem-Estar Animal, numa reunião marcada para as 19h00, também na sede da Junta de Freguesia.

 

Duas visitas de trabalho estão agendadas para este dia – a primeira, às 21h00, com o Grupo de Dadores de Sangue de Vila Chã de Ourique e a segunda, com início às 22h00, com o Rancho Folclórico “Os Campinos” de Vila Chã de Ourique. Ambas decorrerão no Centro Social Ouriquense, onde as associações se encontram sediadas.

 

No dia 27 de fevereiro, a Presidência Aberta em Vila Chã de Ourique, encerra os trabalhos com duas ações dedicadas à comunidade educativa. A Escola Básica do 1.º Ciclo recebe uma visita de trabalho agendada para as 11h00 e, às 14h30, será o Jardim de Infância a receber a Presidência Aberta.

 

Às 15h30, os alunos e alunas do Jardim de Infância vão protagonizar a ação Semear o Futuro. Esta ação é um gesto simbólico, uma forma de alertar para a importância de cuidar do meio ambiente e um manifesto de esperança no futuro - o presidente da Câmara Municipal e os alunos plantarão algumas árvores no Parque de Lazer, em frente à Associação Comunitária de Assistência Social.

 

Todas as iniciativas, reuniões e visitas de trabalho, são abertas ao público, tendo o presidente da Câmara Municipal, Pedro Magalhães Ribeiro, endereçado convites a todos os autarcas eleitos – vereadores da Câmara Municipal, membros da Assembleia Municipal, presidentes de junta e de assembleia de freguesia, para estarem presentes em todo o programa.

 

Consulte o programa completo.

https://www.cm-cartaxo.pt/Info/Noticias/Paginas/0038presidenciaaberta.aspx

 

 

HÁ RITMOS PARA DANÇAR NAS HISTÓRIAS DE SOFIA ALMEIDA

  • Licenciada em dança, com larga experiência de trabalho com bebés e crianças, Sofia Almeida conduz a nova atividade que a Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita oferece às famílias – Histórias Dançadas.
  • Sofia Almeida pensa a história, escolhe a música e desenha movimentos que criam um espaço de magia e evasão para crianças e adultos.
  • Histórias Dançadas é um lugar de reforço da relação física e emotiva entre as crianças e os seus familiares adultos, que permite à criança descobrir o seu corpo, fortalecer a atenção aos sons da música e das palavras e desenvolver competências sociais.
  • A próxima sessão de Histórias Dançadas decorrerá no dia 21 de março.

 

 

Ainda não eram 11 horas da manhã e já o Salão das Artes da Biblioteca Municipal Marcelino Mesquita (BMM) recebia os primeiros bebés que chegavam acompanhados pelos seus familiares – pais, mães, tias ou avós –, com quem viriam a partilhar espanto, alegria ou curiosidade, ternura e entusiasmo – sempre com a ajuda de um ratinho muito especial.

 

Feito de tecido aos quadradinhos e longos bigodes atrevidos, o ratinho que Sofia Almeida levou à BMM, no Cartaxo, no último sábado, dia 15 de fevereiro, acordou da sua condição de fantoche de pano, pela ação mágica dos olhos espantados dos meninos e meninas que o acolheram com passos e gestos de dança.

 

O pequeno e ternurento aventureiro, levou miúdos e graúdos numa viagem pelas andanças que vive ao longo do seu dia – sempre com a música e as canções a marcarem o ritmo das reviravoltas, das palmas e dos sorrisos nos rostos de todos os que aceitaram o desafio das Histórias Dançadas.

 

Sofia Almeida explicou que “este projeto nasceu do amor pela música, pelo canto, pelo movimento, pelas histórias, pelas palavras”, porque “acredito na magia das artes e porque tenho esta vontade de partilhar esses momentos de magia e de contribuir, da forma que sei e em que acredito, para a formação de crianças mais felizes, mais despertas para o mundo que as rodeia e para os outros”.

 

As Histórias Dançadas, regressam a cada terceiro sábado de cada mês ao salão das Artes da BMM, sempre com uma nova história, contada por novas personagens, com música também nova para descobrir e sempre com a ternura e energia positiva que Sofia Almeida coloca neste mundo mágico que cria a cada sessão.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:48
link do post | comentar | favorito

Central Elétrica de Tomar vai abrir ao público a partir de 1 de março

 

 

Localizado no Complexo Cultural da Levada, o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar vai abrir as portas ao público no Dia da Cidade, após a inauguração oficial que decorrerá na véspera.

 

Integrado nos Dias de Thomar (evento comemorativo das duas efemérides mais importantes do concelho: a elevação a cidade em 1844 e a fundação do castelo em 1160), o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar será aberto ao público no domingo, dia 1 de março, a partir das 10 horas da manhã, depois de ser oficialmente inaugurado na véspera.

Com este projeto museológico da responsabilidade do Município de Tomar, desenvolvido na continuação das ações de reabilitação e requalificação daquele espaço, a Central torna-se a primeira unidade industrial do Complexo Cultural da Levada de Tomar a abrir as portas ao público, dando formalmente início ao seu novo uso cultural.

Dotado nesta primeira fase de uma exposição de longa duração, que apresenta e reflete a memória daquele equipamento industrial nas suas diferentes dimensões materiais e imateriais, o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar pretende proporcionar a apresentação e interpretação de diferentes equipamentos de produção de energia elétrica, assim como a história da eletrificação em Tomar.

Este equipamento recordará que a Central Elétrica de Tomar, inaugurada a 1 de julho de 1901, surgiu com o propósito de fornecer eletricidade às 100 lâmpadas de 16 velas para a cidade, e que Tomar foi uma das primeiras cidades do país, depois de Elvas e Vila Real, a dispor de iluminação pública elétrica.

Promovendo a preservação e potenciando a valorização do património cultural, o Município de Tomar devolve, assim, um legado industrial e testemunho da história do desenvolvimento local à fruição pública.

O Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar vai estar aberto de terça-feira a domingo, durante o período de inverno – de outubro a março, das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00, e durante o período de verão – de abril a setembro, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:46
link do post | comentar | favorito

Seminário sobre as novidades nos impostos em 2020 teve casa cheia na Startup Santarém

 

As alterações fiscais trazidas pelo Orçamento de Estado de 2020 foram o tema do seminário promovido pela NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, em parceria com a PWC - Price Waterhouse Coopers, esta quarta-feira na Startup Santarém.Com a participação dos especialistas da PWC, este seminário permitiu dar a conhecer as principais alterações legislativas com incidência nos diversos impostos – IRC, IRS, IVA, IS, IMI, IMT – e contou com a participação de cinco dezenas de empresários, administradores, diretores, responsáveis financeiros/fiscais das empresas da região que lotaram a sala da Startup Santarém.

 

Novidades no IRS
O seminário começou pelas alterações ao IRS. O técnico da PWC, Luís Filipe Sousa refere que as taxas gerais do imposto sofreram uma atualização de 0,3%, mantendo-se os escalões entre os 14,5% e os 48%, apenas com uma atualização mínima entre os escalões, praticamente sem impacto. Atualizações dos escalões deste imposto só no próximo ano, anunciou o 1.º ministro. Registam-se alterações às deduções dos dependentes, com um aumento de 600 para 900 euros da dedução se houver mais do que um dependente, desde que um dos dependentes tenha menos de 3 anos de idade.

Nas deduções de despesas de saúde, passam a estar incluídas (15% até 1000 euros) das despesas com atividades veterinárias e os serviços para animais de companhia sem cuidados de saúde, como tosquias, banhos, treinos, etc. E também é dedutível (15% até 250 euros) o IVA das despesas com aquisição de medicamentos veterinários, mediante a exigência de fatura.

Ainda no IRS, é alterado o regime de isenção parcial para o trabalho dependente para jovens dos 18 aos 26 anos, com nível de estudos superiores ao secundário e com rendimentos inferiores a 29.2179 euros por ano. A isenção é de 30 % no 1.º ano, 20% no 2.º e 10% no 3.º, e pode ser solicitada até 15 de fevereiro do ano seguinte ao 1.º ano em que obteve rendimentos.
Outra das alterações no IRS diz respeito à dispensa de retenção na fonte para os rendimentos da categoria B, passando o atual limite de 10 mil euros para 11 mil euros em 2020 e para 12.500 euros em 2021.

Também o regime dos residentes não habituais sofre alterações, deixa de haver isenção de IRS e passa a ser aplicada uma taxa única de 10% sobre as pensões, rendimentos de fundos de pensão e benefícios pré-reforma de fonte estrangeira.

Regista-se ainda um agravamento de 0,35 para 0,50 do coeficiente aplicado a rendimentos de exploração de estabelecimentos de alojamento local nas área de contenção definidas para Lisboa e Porto.

Segundo este especialista, o Governo está autorizado a criar este ano um regime de benefícios fiscais no âmbito de planos de poupança florestal. O Governo tem também autorização do Parlamento para aplicar deduções ambientais sobre despesas com bombas de calor de classe energética A ou superior para uso pessoal e unidades de produção renovável para autoconsumo.

IRC e benefícios fiscais

Sobre alterações ao IRC e benefícios fiscais, a especialista da PWC, Catarina Gonçalves começou  por referir a alteração ao IRC para as PME, sendo que o primeiro escalão ao qual se aplica a taxa reduzida é alargada, passando de 15 para 25 mil euros.

Referiu que a tributação autónoma para despesas de aquisição de viaturas ligeiras de passageiros, ligeiros de mercadorias e motos e motociclos, que passa de 25 mil para 27.500 euros no 1.º escalão.

São majoradas as bonificações para os gastos com a aquisição de passes sociais de transportes em benefício do pessoal da empresa e seus familiares.

Além das patentes, desenhos e modelos industriais, também os direitos de autor sobre programas de computador e direitos de exploração de software passam a ter benefícios fiscais. 

Os benefícios fiscais são alargados aos lucros retidos e reinvestidos, como incentivo à não distribuição de lucros das PME. O limite máximo destes lucros aplicados na própria empresa passa a 12 milhões de euros, o prazo é ampliado a 4 anos e o leque de ativos abrangido é alargado a direitos de patentes, licenças e know-how. O Governo tem autorização legislativa para incluir nestes benefícios a aquisição de participações sociais em empresas.

No âmbito do SIFIDE, é alargado até 2025 o regime de incentivos à I&D - investigação e desenvolvimento.

O Governo tem ainda autorização legislativa do Parlamento para a aplicação do programa de valorização do interior, para apoiar a criação de postos de trabalho em territórios do interior, assim como os incentivos à internacionalização das empresas.

Mudanças no IVA e impostos indiretos
Sobre mudanças no IVA e outros impostos indirectos, a técnica da PWC, Filipa Raquel Simões referiu a aplicação da taxa reduzida de 6% de IVA para entradas em exposições e outros eventos culturais, enquanto as entradas nas touradas passam a pagar a taxa normal.

Os créditos de cobrança duvidosa e incobráveis passam a ter um prazo de mora de 12 meses em lugar dos atuais 24, e o período de apreciação do pedido de autorização prévia pela Autoridade Tributária passa de 8 para 4 meses, o que permitirá reduzir, assim, de 32 para 18 meses o período para uma empresa recuperar o imposto pago por créditos que não conseguiu cobrar. Por outro lado, o pedido de recuperação de imposto passa a poder ser feito por contabilista certificado e não apenas por revisores oficiais de contas.

Pode ser deduzida a despesa com a eletricidade usada pelos veículos elétricos ou híbridos plugin. Agora é também dedutível 50% do IVA na aquisição de gasolina, dedução até aqui só aplicada ao diesel.

Passa a haver isenções de IVA para os encargos com serviços de psicólogos e de interpretes de língua gestual.

O Governo tem autorização legislativa para criar escalões de consumo de eletricidade e gás natural, e aplicar a taxa reduzida de IVA.

Quanto aos inúmeros impostos indiretos, mantêm-se os impostos especiais de consumo de tabaco, álcool, bebidas açucaradas, contribuições para o audiovisual, sector bancário, indústria farmacêutica e setor energético, entre outros. O Governo tem autorização para criar uma nova contribuição sobre as embalagens de uso único (embalagens descartáveis usadas no take-away, por exemplo), e uma contribuição especial para a conservação dos recursos florestais.

IMI, IMT e imposto de selo
Quanto às alterações ao IMI, IMT e imposto de selo, a especialista fiscal da PWC, Catarina Pereira Gomes salientou o agravamento da taxa de IMI para prédios em ruínas e terrenos para construção habitacional em zonas de pressão urbanística.

Os prédios em ruínas e devolutos há mais de dois anos em zonas de pressão urbanística sofrem um aumento do IMI para o sêxtuplo podendo ser ainda agravadas em 10% nos anos seguintes.

Já os monumentos e prédios classificados mantém a isenção de IMI, o que beneficia também os prédios dos centros históricos classificados de Évora e do Porto, por exemplo. A isenção de IMI é alargada aos prédios de reduzido valor patrimonial (até 66 mil euros), de sujeitos passivos com baixos rendimentos (abaixo de 15 mil euros).

De salientar a nova taxa de IMT para valores superiores a 1 milhão de euros sofre um aumento de 25%. É, assim, introduzida uma nova taxa de IMT de 7,5%, aplicável à aquisição de prédios urbanos destinados a habitação, cuja base tributável seja superior a1.000.000.

Atualmente, está prevista uma taxa máxima de 6% para aquisições de prédios urbanos destinados a habitação, cuja base tributável seja superior a € 574.323 (no caso de habitação própria e permanente) ou a € 550.836 (no caso de prédios habitacionais não destinados a habitação própria e permanente).

Passam a estar isentos de IRS e IRC os rendimentos prediais auferidos no âmbito dos Programas Municipais de oferta para arrendamento habitacional a custos acessíveis, desde que tenham por objeto contratos de arrendamento e subarrendamento habitacional por um prazo mínimo de arrendamento não inferior a cinco anos e cujas rendas não excedam os limites definidos na Portaria n.º 176/2019, de 6 de junho.

Outra novidade é a figura do direito real de habitação duradoura, que funciona como um arrendamento vitalício de que se pode beneficiar pagando uma caução inicial de 10 a 20% do valor do imóvel.

Quanto ao imposto de selo, as principais alterações dizem respeito ao agravamento em 50% deste imposto aplicado aos créditos ao consumo. Já as operações de reestruturação de créditos passam a estar isentas, assim como os empréstimos destinados a suprir carências de tesouraria.

 

NERSANT qualifica as empresas da região na área de Literacia Financeira

Sensibilizar as empresas para a avaliação da sua própria situação financeira, relativamente a um conjunto de indicadores e às médias dos principais setores de atividade, foi um dos objetivos que levaram a NERSANT a desenvolver um conjunto de estudos na área de Literacia Financeira.

 

A NERSANT desenvolveu um conjunto de estudos na área de Literacia Financeira, entre os quais:

Custos financeiros nas empresas da região e comparação com médias dos principais setores
O tecido empresarial do Ribatejo é constituído sobretudo por PMEs (micro e pequenas empresas) para as quais, tanto os sobrecustos financeiros como planos de amortização de capital excessivamente ambicioso podem por em causa, a prazo, a sua própria viabilidade. Este estudo sobre os custos financeiros nas empresas da região e a comparação com médias dos principais setores de atividade, permite às próprias PMEs uma avaliação da sua situação atual, através de Key Performance Indicator (KPI) na área financeira, identificando nesse exercício de análise, as variáveis nas quais o seu desempenho deve ser revisto. 

Caracterização das práticas de gestão financeira da região
Procedeu-se ao levantamento das práticas de gestão financeira que a maioria das PMEs dos setores representativos da região aplicam no seu dia-a-dia. Em paralelo, foi possível identificar as principais lacunas o que permitiu estruturar uma intervenção futura mais adequada, em termos de capacitação dos empresários e dos quadros técnicos que têm responsabilidades nesta área. 

Boas práticas de gestão financeira e de relação com a banca
Identificar e dar a conhecer um conjunto de boas práticas de gestão financeira aos empresários, foi o que se pretendeu com a realização deste trabalho. Foi ainda produzido um handbook que se constituiu como uma ferramenta de informação e qualificação, incluindo a questão sempre complexa da relação com a Banca.

Principais formas de interação com a banca
Esta atividade permitiu identificar, recolher, compilar e dar a conhecer aos empresários um conjunto de informação sobre a interação com a Banca na região, nomeadamente, quais os bancos mais relevantes, as tipologias de produtos disponíveis e mais contratados para diversos tipos de necessidade financeiras (tesouraria, investimento, etc.), tipologia de informação trocada, frequência e modos de interação. 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:42
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Agosto 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Astronomia e versos de Ca...

Município de Azambuja ass...

PISCINAS MUNICIPAIS DO CA...

Comemorações do Dia Inter...

Feiras virtuais NERSANT r...

Violência no Século XXI

O humor é fundamental par...

CARTAXO:PROJETO CAMPO SEG...

ENTRONCAMENTO APOSTA FORT...

Inauguração Espaço “Chamu...

Inauguração do Espaço Jac...

Concluídas as intervençõe...

Município de Abrantes ref...

Gana, Costa do Marfim e V...

CARTAXO: PEDRO MAGALHÃES ...

Município do Entroncament...

      Câmara  Municipal d...

Utilização do TURE contin...

CONSTRANGIMENTOS E EVENTU...

Município de Azambuja já ...

Ensino Superior em Arruda...

CARTAXO: CORTE TEMPORÁRIO...

Município de Santarém gar...

Executivo Municipal de Az...

CORTES NO ABASTECIMENTO D...

Município de Azambuja ini...

Sessão online faz o Retra...

ENTRONCAMENTO: Intervençã...

CARTAXO: PISCINAS MUNICIP...

TAGUS dinamiza sessão de ...

tags

todas as tags

arquivos

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Contactos
Rua do Jardim, 2090-078 Alpiarça Telemóvel: 933 088 759
subscrever feeds