NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
Municipio de Ferreira do Zêzere organizou Webinar’s sobre Programas e Apoios dirigidos a empresários e empreendedores do concelho

webinar FZZ apresentação 2.jpg

No passado dia 23 de fevereiro, decorreu pelas 21h00, um Webinar para empresários do concelho, organizado pelo município de Ferreira do Zêzere em colaboração com a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, dedicado à abertura do Programa de Apoio à Produção Nacional.

 

Esta ação de esclarecimento on-line, contou com a presença do Secretário-geral da CIMT, Dr. Miguel Pombeiro e Dra. Sónia Santos, especialista em fundos comunitários, que fizeram a apresentação do programa. A autarquia de Ferreira do Zêzere esteve representada pelo Vice-Presidente Eng. Paulo Neves e Vereador Hélio Antunes que fizeram a moderação da sessão.

 

A presença, com grande expressão de empresários do concelho, que rondou os 40 inscritos, foi uma nota bastante positiva que o Secretário-geral da CIMT realçou e enalteceu. Este programa tem como objetivo apoiar diretamente o investimento empresarial, com enfoque no setor industrial e no sector do turismo, para empresas já existentes. O programa é dirigido a micro e pequenas empresas do território da CIM do Médio Tejo, onde se insere o concelho de Ferreira do Zêzere. São elegíveis, as operações inseridas na CAE REV 3:

-Indústrias extrativas (CAE 05 a 09); Indústrias transformadoras (CAE 10 a 33); Turismo: Estabelecimentos hoteleiros (CAE 551); Turismo no espaço rural (CAE 55202); Parques de campismo e de caravanismo (55300); Restauração (561); e Organização de atividades de animação turística (93293).

Trata-se de um apoio que no nosso território (Ferreira do Zêzere) vai desde os 40% de fundo perdido até 60%. As empresas devem assumir o compromisso de manter os postos de trabalho, não havendo a exigência da criação de novos postos. No mínimo, a empresa terá de ter um funcionário afeto aos quadros da empresa. São consideradas candidaturas com uma despesa elegível entre os 20 mil e os 235 mil euros.

A sessão de esclarecimentos realizada, especificamente para as empresas de Ferreira do Zêzere, teve como objetivo, numa primeira parte, a explicação do aviso de concurso, dos vários pontos a ter em consideração e numa segunda parte, contou com um momento para colocação de dúvidas/questões.

Na tarde desse dia, pelas 15h00, decorreu também uma sessão, dedicada à criação de Lojas on-line. Esta ação, fruto de parceria entre o município de Ferreira do Zêzere e os CTT, conta com condições muito vantajosas e visa apoiar os produtores e os comerciantes da região na rápida adoção de novos canais de comércio eletrónico e no acelerar da digitalização dos seus negócios, aproximando os mesmos dos respetivos clientes, possibilitando ao mesmo tempo alcançar novos mercados, o que em tempo de pandemia, pode fazer toda a diferença.

O município de Ferreira do Zêzere encontra-se disponível para eventuais esclarecimentos acerca dos programas referidos, bastando para o efeito enviar pedido de informação para empreededorismo@cm-ferreiradozezere.pt .

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:08
link do post | comentar | favorito

Rede viária do Concelho de Azambuja beneficiada com novas pavimentações

12.jpg

11.jpg

 

Rede viária do Concelho de Azambuja beneficiada com novas pavimentações

Empreitada no valor de 330 mil euros

 

Várias artérias na Vila de Aveiras de Cima acabam de ser requalificadas com um novo pavimento betuminoso. A intervenção teve lugar na Rua de Almargens (acesso ao Centro Social Paroquial de Aveiras de Cima), na Rua José António Teles Luís Ramos, na Travessa 1º de Abril e na rua sem nome junto à empresa Intertráfego, e faz parte de uma empreitada lançada pelo Município de Azambuja para conservação e beneficiação de várias estradas na área do concelho.

Estas pavimentações tiveram início na União de Freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de S. Pedro e Maçussa, com a renovação de grande parte dos arruamentos da aldeia de Arrifana, que apresentavam essa necessidade mais urgente, bem como da Rua 25 de Abril na ligação de Vila Nova de S. Pedro ao lugar do Carrascal.

A empreitada contempla, ainda, a repavimentação da Rua das Rosas, em Casais de Baixo – Freguesia de Azambuja.

Refira-se que os trabalhos se desenvolvem em três etapas. Primeiro é feita uma fresagem do pavimento danificado para encaixes de soleiras, lancis ou outros elementos existentes; segue-se a aplicação de uma primeira camada, chamada de regularização; e, por fim, é aplicada a camada de acabamento de misturas betuminosas a quente.

Esta intervenção para a conservação e beneficiação de estradas no concelho representa um investimento municipal de cerca de 330 mil euros.

 

Município de Azambuja duplica subsídios anuais às IPSS no contexto da pandemia Covid-19 (98 mil euros)

Deliberações da Reunião de Câmara de 23 de fevereiro de 2021.

Reunindo em sessão ordinária, por videoconferência, no dia 23 de fevereiro, o Executivo Municipal de Azambuja aprovou um conjunto de propostas onde se destaca a duplicação dos subsídios anuais às IPSS para 2021, num total próximo dos 98 mil euros, no contexto da atual situação epidemiológica, provocada pela Covid-19.

Esta medida enquadra-se no Regulamento de Apoio às IPSS do Concelho de Azambuja, ao abrigo do qual o município definiu um valor base de 3.000,00 € por instituição (subida de 500,00 € face a 2020) mais 12,00 € por cada utente das várias valências em funcionamento, garantindo neste critério o valor mínimo de 1.000,00 €.

À semelhança de idêntica medida tomada no ano anterior, e como reforço da resposta à crise pandémica, a autarquia decidiu duplicar o valor do subsídio anual apurado. Esta atribuição às 9 Instituições Particulares de Solidariedade Social existentes no concelho totaliza a verba exata de 97.888,00 €, com os seguintes montantes:

Centro Social e Paroquial de Azambuja – 18.648,00€

Centro Social e Paroquial de Aveiras de Cima – 15.000,00€

Centro Social e Paroquial de Alcoentre – 8.000,00€

Centro Social e Paroquial de Aveiras de Baixo – 8.000,00€

Santa Casa da Misericórdia de Azambuja – 15.696,00€

Cerci Flor da Vida – 8.544,00€

Casa Pombal “A Mãe” – 8.000,00€

Casa do Povo de Manique do Intendente – 8.000,00€

Associação Nossa Senhora do Paraíso – 8.000,00€

 

Ainda, no âmbito dos apoios financeiros, foram tomadas quatro deliberações.

À Fábrica da Igreja Paroquial de Nª Sª da Purificação de Alcoentre – Capela da Maçussa, é atribuído o montante de 925,00€ (novecentos e vinte e cinco euros), para apoiar a aquisição de um relógio de torre computorizado e reparação do restante equipamento.

À Associação Nossa Senhora do Paraíso, é atribuído o apoio financeiro de 1.785,00€ (mil, setecentos e oitenta e cinco euros), correspondentes a 85% do orçamento apresentado para a aquisição de um fogão.

Ao Aveiras Sport Club Aveiras de Cima é atribuído o valor de 1.500,00€ (mil e quinhentos euros), para aquisição de material e montagem de instalação elétrica no campo de futebol.

A Casa do Povo de Manique do Intendente irá receber, como apoio financeiro anual às atividades socioculturais, o valor de 1.462,50 € (mil, quatrocentos e sessenta e dois euros e cinquenta cêntimos).

 

Da ordem de trabalhos constava o acordo de transferência de domínio de uma rodovia, a celebrar entre o Município de Azambuja e a IP - Infraestruturas de Portugal.

Por acordo entre as duas partes, o troço de ligação à EN3-1, na extensão de 0,780km, e o troço da EN3-1 entre o km 0,123 e o km 2,206, na extensão de 2,080km, que até aqui estavam sob a responsabilidade da empresa Infraestruturas de Portugal, passam a integrar o domínio publico rodoviário municipal.

Nesta reunião, foi, igualmente, aprovado o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil de Azambuja. Assim, cumpridas todas as fases do respetivo processo de revisão, incluindo a consulta pública e o parecer favorável da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o plano municipal segue, agora, para apreciação pela Assembleia Municipal.

Foi deliberado abrir um procedimento com vista à alteração do regulamento e tabela de taxas, licenças e preços do Município de Azambuja. O processo será aberto à participação dos cidadãos, que poderão apresentar os seus contributos de acordo com os requisitos do edital a publicar brevemente.

Na área da Educação, foi aprovado o protocolo de colaboração entre o Município de Azambuja e a empresa EDP, no âmbito da iniciativa “Partilha com Energia”. Trata-se de um projeto educativo que fomenta o desenvolvimento social, económico e cultural, tendo como objetivo estimular nos participantes competências como o empreendedorismo, a cidadania ativa e a responsabilidade cívica.

Nesta sessão, o Executivo Municipal aprovou a doação de 77 livros para incorporar o espólio das Bibliotecas Escolares dos três Agrupamentos de Escolas do Concelho de Azambuja, no âmbito do projeto “Ler por Prazer”.

Foi aprovado aceitar o auto de transferência de material da CIMLT, no valor de 5.451,11 €, no âmbito da candidatura “BiblioTICs” do PADES – Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Serviços de Bibliotecas Públicas, promovido pela Direção-Geral, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB).

No ano 2020, a Rede de Bibliotecas do Município de Azambuja foi contemplada, no âmbito desta candidatura, com um par de óculos de realidade virtual, uma impressora 3D, quatro conjuntos de computadores completos (monitor, desktop, rato, teclado), quatro computadores portáteis e dez tablets, assim como, algumas obras literárias. É de referir que no âmbito do projeto “BiblioTICs”, a DGLAB irá disponibilizar a formação necessária para a capacitação dos técnicos das Bibliotecas Municipais da Lezíria do Tejo na utilização dos novos equipamentos.

Por fim, e no âmbito do projeto “Crescer a Ler” no ano letivo 2020/2021, foi deliberado ofertar um exemplar do livro “O coelho que sabia ouvir” – de Cori Doerrfeld, a várias IPSS e escolas com ensino pré-escolar, nomeadamente ao Centro Social e Paroquial de Azambuja, à Santa Casa da Misericórdia de Azambuja, ao Centro Escolar Boavida Canada, ao Jardim de Infância de Vila Nova da Rainha, ao J.I de Aveiras de Cima, ao J.I de Vale do Paraíso, ao Centro Social e Paroquial de Aveiras de Baixo, ao Centro Social e Paroquial de Aveiras de Cima, ao Jardim de Infância de Manique do Intendente e ao Centro Escolar de Alcoentre.

Refira-se que o projeto “Crescer a Ler” é uma atividade de dinamização da leitura, promovida pela Rede de Bibliotecas do Município de Azambuja, dirigida ao público pré-escolar, público e privado (IPSS) do Concelho de Azambuja, abrangendo cerca de 560 crianças. O projeto consiste na visita das turmas às bibliotecas, onde participam ativamente na dinamização da história escolhida, com recurso a jogos dinâmicos e músicas alusivas ao tema abordado. No final de cada ano letivo, os participantes realizam trabalhos alusivos à história contada, promovendo-se uma exposição e dando oportunidade a que as crianças regressem novamente às bibliotecas.

No intuito de contribuir para o enriquecimento da coleção bibliográfica de cada uma das instituições participantes, a Autarquia oferta um exemplo do livro selecionado, para que seja trabalhado em sala de aula/aulas online.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:27
link do post | comentar | favorito

O POVO DO CONCELHO MERECE MAIS E MELHOR QUE UM IMPASSE

unnamed.png

 

Estes últimos 4 anos de mandato autárquico demonstraram à exaustão que o projeto político do Partido Socialista está esgotado e traduziu-se na prática numa gestão municipal errática, vazia de ideias, obras ou ações, sem qualquer planeamento estratégico e definição de prioridades e principalmente muito aquém das necessidades das populações.

Veja-se, a título de exemplo, a flagrante incapacidade de passar para a obra o chamado “Mapa de Intervenções Urgentes em Estradas Municipais” de 2017. Até o que era considerado pelo PS como “muito prioritário” continua por resolver, como a reparação da Estrada Municipal 513 (Azambuja / Casais das Amarelas), da Estrada Dona Francisca (Casais do Alfaro / Casais dos Britos) e da Rua da Murta (Casais dos Britos), entre muitas outras. E não é por falta de verbas que estas promessas não saem do papel, pois entre 2016 e 2020 os contribuintes entregaram à Câmara de Azambuja quase 8 milhões de euros de Imposto Único de Circulação! Estas promessas não saem do papel apenas por incapacidade de planear bem e fazer rápido!

De facto, o concelho de Azambuja é hoje um território abandonado por todos os poderes socialistas.

Também do Governo as decisões tardam e as obras apenas continuam no papel. É por isso que a Estrada Nacional 3 continua a ser das mais perigosas da região apesar de todas as promessas de uma requalificação rápida feitas pelo Ministério das Obras Públicas. É também por isso que a Escola Secundária de Azambuja continua à espera de uma intervenção estrutural de fundo que resolva problemas como a chuva dentro de salas de aula e da biblioteca ou a falta de um pavilhão gimnodesportivo tão necessário a todo o agrupamento, apesar das muitas promessas do Ministério da Educação. Outro exemplo é a incapacidade de concretizar uma solução para a passagem de peões junto à rotunda de acesso à A1 em Aveiras de Cima.

Por outro lado, nestes último 4 anos, o único vereador da CDU, comportou-se como um “jogador suplente” e nunca apresentou quaisquer propostas ou soluções alternativas, resignando-se a validar sem grande discussão, as opções tomadas pelo PS, comportando-se na Câmara Municipal como a oposição à oposição do PSD.

Neste quadro político local, a CDU é a mesma coisa que o PS, deixou de se alternativa.
Uma câmara fechada sobre si própria perde o contacto com a realidade e por isso o Concelho de Azambuja perdeu dinamismo e capacidade de resposta para enfrentar e vencer os desafios da competitividade territorial e da recuperação económica e social.

Uma câmara cujos dirigentes socialistas atuam fechados na manutenção do seu poder e por isso perdeu a capacidade de antecipar situações e só corre atrás dos problemas, como sucede no caso da pandemia do COVID 19. O empobrecimento estrutural das famílias acentua-se. Não há quaisquer apoios aos pequenos comerciantes e empresários, que assim estão condenados à falência e praticamente não se cria valor. Nos vários sectores da intervenção municipal há regressão e recuos – e, nessa medida, o concelho de Azambuja hoje está mais atrasado, porque perdeu o que tinha e não ganhou o que outras comunidades já conquistaram.

Por estas e outras razões, as Comissões Políticas Concelhias do PSD e do CDS – PP, decidiram iniciar contactos formais para a construção de uma plataforma política alternativa ao atual impasse autárquico. Com uma conjugação de esforços e ideias, aberta a cidadãos independentes e, eventualmente, a outras forças partidárias, tendo em vista uma ação autárquica concreta focada nas pessoas e para as pessoas e na determinação quotidiana para construir um futuro melhor para as populações do concelho de Azambuja em particular nas áreas da Educação, Habitação, Saúde, Trabalho e Ambiente.


Azambuja, 20 de Fevereiro de 2021
 
O Presidente da Comissão Política do PSD/Azambuja
Rui Corça
O Presidente da Comissão Política do CDS-PP/Azambuja
Vasco Lima



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:24
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

17

23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Entrega de Prémios do Con...

Biblioteca de Tomar ofere...

Tomar inaugura Eco-Trilho...

NERSANT inicia Programa d...

Agrupamento de Escolas Te...

Executivo Municipal de Az...

Câmara Municipal de Abran...

Entroncamento recebe VOLv...

A AR-ÁGUAS DO RIBATEJO EI...

Festival Políticas à Part...

SANTARÉM

Carta Arqueológica lança ...

Mês da Cultura Tauromáqui...

Município de Santarém fin...

CARTAXO REABRE SKATE PARK...

Abrantes – Identificado p...

TEMAS DE SAUDE COVID -19...

Amigo falso e traidor

NERSANT promove potencial...

O município de Benavente ...

3 Alunos do Concelho de A...

Município de Santarém par...

Município de Santarém ass...

Presidente Executivo da A...

NERSANT apresenta oferta ...

SUSPENSÃO DO ABASTECIMENT...

Município do Entroncament...

Mercado Municipal da Cham...

Câmara Municipal do Carta...

Município de Santarém ins...

tags

todas as tags

arquivos

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

DIRECTOR/rRESPONSÁVEL: António Centeio
Rua do Jardim, 2090-078 Alpiarça Telemóvel: 933 088 759
subscrever feeds