NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 30 de Abril de 2013
CARTAXO: I JORNADAS DE VINHO BIOLÓGICO NO CARTAXO

 

Os desafios que se colocam à produção de vinho biológico foram abordados neste encontro, que decorreu no dia 29 de abril

 

O Cartaxo recebeu no dia 29 de abril as I Jornadas do Vinho Biológico, integradas na Festa do Vinho 2013, numa organização conjunta da Associação Portuguesa de Horticultura (APH), do Colégio de Engenharia Agronómica da Ordem dos Engenheiros (OE) e da Câmara Municipal do Cartaxo, com a colaboração do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV).

 

A recente legislação sobre a produção de vinho biológico esteve no centro desta iniciativa, uma vez que os agentes e entidades do setor acreditam que está aberto o caminho para um maior desenvolvimento e incremento no mercado dos vinhos produzidos segundo os métodos biológicos.

 

Pedro Gil, vereador da Câmara Municipal do Cartaxo, deu as boas-vindas aos oradores e participantes neste encontro, afirmando que, tratando-se de “uma temática tão importante, que pode vir a ser muito mais explorada pelos vitivinicultores do nosso país”, é fundamental refletir sobre os novos desafios e partilhar experiências sobre o que tem vindo a ser feito nesta área.

 

Na sessão de abertura, Pedro Castro Rego, na qualidade de representante do Colégio de Engenharia Agronómica da OE, defendeu a necessidade de se fazer uma reflexão o mais abrangente possível sobre o projeto do vinho biológico. “Já havia uma experiência da uva em produção biológica, mas neste momento é altura para pensarmos em conjunto se o projeto atual é o que nos interessa para o futuro”, referiu, acrescentando que “vai ser um projeto longo no tempo, por isso seria importante que ele crescesse o mais direito possível”.

 

O diretor-geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Pedro Teixeira, presidiu à sessão de encerramento do encontro e considerou que, ainda que a produção biológica seja pequena, ela é “muito dinâmica”, sendo “sinónimo de segurança, sustentabilidade, e rastreabilidade”.

 

Pedro Teixeira identificou como principais desafios à produção de vinho biológico aumentar a concentração da oferta, criar mais escala e aumentar o número de produtores.

 

“Os custos elevados ou o nível de qualificação ainda insuficiente podem representar limitações, mas existe um avanço à partida, porque a produção está organizada, os circuitos de exportação já existem, há experiência e prémios já ganhos”, constatou, afirmando que “a Direção Geral está empenhada na credibilização do regime de produção biológica, reforçando o seu reconhecimento e promoção no mercado”.

 

Entidades e agentes do setor acreditam que há condições para o aumento da produção de vinho biológico em Portugal

 

As Jornadas contemplaram várias comunicações, entre as quais a apresentação de dois casos práticos – um trazido pela empresa Fonseca Guimarães, Vinhos S.A., que tem desenvolvido um trabalho de mais de 20 anos na produção de vinhos em modo biológico, na região demarcada do Douro; e um outro da Sociedade Agrícola do Vale Godinho, na região Tejo, que expôs as principais dificuldades de comercialização e as exigências técnicas relacionadas com a produção de vinhos biológicos.

 

Cristina Hagatong, da Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, e Anabela Alves, do IVV, esclareceram sobre o enquadramento regulamentar da vinificação biológica, que surge 20 anos depois da legislação da produção biológica, bem como as regras obrigatórias aplicáveis à marca e rotulagem.

 

João Vaz-Freire, da Certis – Controlo e Certificação, fez uma abordagem dos organismos de certificação e controlo, de como funcionam e das ferramentas que têm ao seu dispor, tendo reconhecido a independência, imparcialidade, eficácia e competência como os quatro principais princípios do trabalho de certificação de um produto.

 

A partir da década de 90, a produção biológica passou a ter um peso cada vez mais significativo na economia portuguesa. Em 1994, havia 7 mil hectares de área cultivada sob os métodos biológicos e 234 produtores. Em 2011, a área cultivada passou para os 219 mil hectares e o número de produtores atingiu os 3500.

  

As I Jornadas do Vinho Biológico envolveram ainda, no período da tarde, uma visita ao Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo e provas comentadas de vinhos biológicos e de vinhos candidatos à mesma designação.



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:43
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Artigo de Opinião: A Hipo...

NATAL

TEMAS DE SAÚDE: Sustentab...

Mãe Com Açúcar 

Aprovada candidatura que ...

Aproveite o que Santarém ...

Mercado de Natal na Chamu...

Plano Estratégico de Valo...

MERCADINHO DE NATAL NO CA...

Circule no Comboio de Nat...

DESFILE DA PAZ ASSINALA É...

Mercados de financiamento...

Ampliação do Centro de In...

Centro Cultural recebe es...

 Distrital do PSD de Sant...

Assembleia Municipal de A...

Coruche – Detidos em flag...

Bombeiros Municipais de S...

Santarém disponibiliza Pi...

Mais de 4000 passageiros ...

Município de Coruche ap...

Coruche promove programa ...

Município da Chamusca dis...

Município de Tomar preten...

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

Mercado de Natal dinamiza...

Exposição de Presépios em...

CINCO SENTIDOS PARA AS FÉ...

Município de Azambuja ref...

Tomada de Posse da Distri...

arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds