NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 3 de Novembro de 2013
TEMAS DE SAÚDE: Organização e Gestão da consulta de Medicina Geral e Familiar

Por: Antonieta Dias (*)

 

A medicina familiar é uma especialidade relativamente recente e poderá ser definida como um conjunto de conhecimentos sobre os problemas que os médicos de família têm que resolver de acordo com a sua capacidade técnico-científica. A competência do médico de família identifica-se pela sua capacidade de diagnosticar e de tratar todas as situações que lhe surgem.

Foi no ano de 1971, com os Decretos de Lei n.º  413 e 414, que se implementou a grande mudança dos serviços de saúde. Passou-se a partir daí a considerar como prioritárias as atividades de promoção da saúde e prevenção da doença, tendo sido criados programas de vigilância específicos.

Mais tarde com o Decreto Lei n.º 254/82 de 29 de Junho, foram criadas as Administrações Regionais de Saúde, das quais dependem os Centros de Saúde.

O despacho normativo n.º 97/83 de 28 de Fevereiro regulamentou os Centros de Saúde, apesar de ter sido só em 1990 que foram estabelecidas as diretrizes, através do Decreto de Lei n.º 48/90. As principais orientações eram as seguintes:

-Promoção da saúde e prevenção da doença;

-Igualdade no acesso dos cidadãos aos cuidados de saúde, seja qual for a sua condição económica;

-Tomar medidas específicas para grupos sujeitos a maiores riscos, tais como: crianças, adolescentes, grávidas, idosos, deficientes, toxicodependentes e trabalhadores cujas profissões o justifiquem;

-Promoção dos indivíduos e da comunidade organizadora na definição da política de saúde, do planeamento e no controlo do funcionamento dos serviços;

-Incentivo à educação das populações para a saúde, estimulando nos indivíduos e nos grupos sociais à modificação dos comportamentos nocivos à saúde pública ou individual.

Nos últimos anos as políticas de saúde desenvolveram um papel fundamental, nas ações dos centros de saúde, sobretudo com os acontecimentos mundiais, em que se destacam os principais:

Conferência de Alma Ata(1978),

Estratégias e Saúde para todos (OMS, 1985)

Conferência de Otawa (1986)

Todas estas diretrizes criaram a necessidade de gerir a consulta de forma a obter os melhores resultados, sendo que o objetivo principal na organização da consulta é melhorar a qualidade dos cuidados prestados tanto nas áreas preventiva como curativa, providenciar uma boa acessibilidade e proporcionar a continuidade e globalidade dos cuidados assistenciais aos pacientes.

É muito importante ter particular atenção na consulta dos grupos vulneráveis/risco, particularmente em Saúde Infantil, Saúde Materna e nos Idosos, sem contudo esquecer a necessidade de fazer um controlo adequado aos doentes hipertensos, aos doentes diabéticos,  orientar as mulheres em idade fértil e com vida sexual ativa na consulta  de planeamento familiar.

O agendamento da consulta deverá ser efetuado pelo pessoal administrativo na secretaria, sendo que os doentes o poderão fazer pessoalmente ou pelo telefone, podendo a sua marcação ser de forma programada ou no próprio dia de acordo com a preferência e/ou necessidade do utente tendo como exemplo a periodicidade de agendamento da consulta de diabéticos que deverá ser trimestral.

Nas primeiras consultas devem-se registar os motivos da consulta, fazendo a anamnese e história pregressa o mais completa possível, bem como um exame objetivo pormenorizado.

Ao longo da continuidade das consultas deve ser complementado o quadro individual da saúde dos utentes, fazendo a sua caraterização, o enquadramento familiar e socioeconómico.

O registo da informação poderá ser feito segundo o método de Laurence Weed, isto é usando o registo Médico Orientado por problemas (RMOP), constituído essencialmente por 4 componentes fundamentais: base de dados, lista de problemas, notas clínicas progressivas e folhas de resumo.

As notas clinicas de seguimento deverão ser descritas por ordem cronológica na folha de consulta, segundo a anotação SOAP, que consiste em:

S-Subjetivo: motivo da consulta, outras queixas do doente e anamnese;

O-Objetivo: resultado de exames complementares de diagnóstico, exame objetivo, parecer de outros colegas;

A-Avaliação: problemas e diagnósticos identificados, bem como atual fase de resolução.

P-Plano: medicação a efetuar ou renovação, pedido de exames complementares de diagnóstico, recomendações, períodos de incapacidade temporária absoluta (baixas) e data da nova consulta.

Todo o trabalho desempenhado pelo médico deve ser efetuado com consciência, competência e ética exigíveis a um profissional médico a fim de obter uma boa colaboração e responsabilização do utente na resolução dos seus problemas e manter uma boa resolução médico utente.

Sem esquecer que se devem corrigir hábitos, comportamentos e atitudes menos corretas, sempre que o utente vai à consulta, fazendo educação para a saúde, de forma a garantir uma melhor qualidade de vida.

Detetar precocemente e encaminhar situações que possam afetar negativamente a vida dos utentes (crianças, adolescentes e adultos), como: malformações congénitas (luxação congénita da anca, criptoquidia, cardiopatias congénitas), perturbações da visão, linguagem, audição perturbações do desenvolvimento estaturoponderal e psicomotor, alterações neurológicas, perturbações psicoafectivas;

Prevenir, identificar e abordar as doenças comuns nas várias idades, reforçando o papel dos pais e a sua participação na deteção de sinais ou de sintomas de alerta que justifiquem o recurso aos diversos serviços de saúde;

Identificar, referenciar e proporcionar apoio continuado às crianças com doença crónica/deficiência e às suas famílias, bem como promover a eficaz articulação com os vários intervenientes nos cuidados a estas crianças;

Assegurar a realização de aconselhamento genético, sempre que tal esteja indicado;

Identificar, apoiar e orientar as crianças e as famílias vítimas de violência ou de negligência, de qualquer tipo;

Promover a auto-estima dos adolescentes e a sua progressiva responsabilização pelas escolhas comportamentais adotadas;

Apoiar e estimular a função parenteral e promover o bem estar familiar;

Promover a prática regular de exercício físico, vida ao ar livre e em ambientes despoluídos;

Prevenção de consumos nocivos e adoção de medidas de segurança, reduzindo assim o risco de acidentes;

Incentivar para o cumprimento do Plano Nacional de Vacinação, prevenir o aparecimento de doenças ou acidentes, de suplementação mineral e vitamínica, sempre que necessário, fazer a prevenção da cárie dentária, promovendo a higiene oral, e restrição dos alimentos cariogenéticos;

Fazer o diagnóstico precoce das situações que possam perturbar o desenvolvimento normal da criança, no seu aspeto físico, motor, mental, emocional e social.

Detetar precocemente todas as doenças incluindo as metabólicas, malformações congénitas, perturbações do crescimento, do comportamento, da visão, audição e linguagem e fazer a instituição da terapêutica atempadamente.

Em suma, e com base no Decreto Lei n.º 60/2003 de 01 de Abril, com a criação da rede de cuidados de saúde primários determina “A prestação de cuidados de saúde primários, considerada em todos os sistemas e políticas de saúde como a principal via de acesso aos cuidados de saúde em geral, necessita de ser repensada, no nosso país, por forma a atingir o propósito fundamental de prestar aos cidadãos mais e melhores cuidados de saúde, sendo necessário promover as indispensáveis alterações legislativas, consideradas inadiáveis no plano estrutural e funcional, na perspetiva de evolução do atual sistema de organização dos cuidados de saúde primários para um novo modelo, criando uma rede de prestação de cuidados de saúde primários mais próximos dos cidadãos, das suas famílias e comunidades, simultaneamente mais eficiente, socialmente mais justo e solidário.

(*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11



27
28
29
30
31


posts recentes

OUTONO

"Hidro by night" no Compl...

DEPUTADA DE OS VERDES NA ...

Yoga para crianças na Bib...

RUA SERPA PINTO E LARGO S...

NERSANT desenvolve Score ...

SUSPENSÃO NO ABASTECIMENT...

HORA DO CONTO

Projeto "Hora do Conto" ...

CONSTRANGIMENTOS E EVENTU...

Exposição de Pintura “Exp...

Inscrições abertas para a...

Câmara de Santarém aprova...

“Revist’ó Fado na Tasca d...

Suspensão do abastecimen...

Animais Errantes - Progra...

Trail “guiado” e caminhad...

Concerto de Ano Novo com ...

PONTÉVEL VAI RECEBER SEIS...

Angolana Aline Frazão dá ...

Programa Melhor Turismo 2...

Palavras

Cineteatro São João receb...

ENCONTRO DE INSTRUMENTOS ...

Câmara de Azambuja aprovo...

SUSPENSÃO DO ABASTECIMENT...

Arruda vai ter Orçamento ...

SUSPENSÃO DO ABASTECIMENT...

EMPRESA DE CAPITAIS LUSO-...

Centro Hípico Lebreiro de...

arquivos

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds