NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010
A Psicologia da Mentira: Seja você mesmo um detector de mentiras (políticas)!

Artigo de Opinião
Por: Anabela Melão


"Quem tiver olhos para ver e ouvidos atentos pode convencer-se de que nenhum mortal é capaz de manter segredo. Se os lábios estiverem silenciosos, a pessoa ficará batendo os dedos na mesa e trairá a si mesma, suando por cada um dos seus poros!" (Sigmund Freud)
Estamos em plena campanha eleitoral e assistimos a uma troca de galhardetes entre os dois partidos que bipolarizam a cena política nacional, como nunca antes se viu. Ora, zaragateiam, ora avançam timidamente para o namoro, ora descaradamente pedem-se em casamento e comportam-se como noivos, ora já parecem um casal e discutem a toda a hora, ora têm atitudes de divorciados em pleno litigio judicial. Quando tudo isto começou, vivia-se um clima de convenção ante-nupcial (aquele documento que os precavidos assinam antes de casar para evitar matarem-se um ao outro em caso de divórcio), alternavam as atitudes de cedo eu e cedes tu, cedemos os dois. Agora já diz o PSD que sem ele o PS não pode continuar a governar, como que a dizer: eu valho mais que tu, quantos ministros nomeias deste lado, quantos directores-gerais e afins saem dos quadros laranjas, senão…não há casório.
Ora, em casamentos como este, em que tudo é feito numa base de calculismo e em que não há lugar para romantismos, o jogo de cintura vai-se refinando, e a insinuação, a sedução, e outras armas idênticas, levam a que um dos nubentes, eventualmente, os dois, pura e simplesmente, mintam. Entram numa fase em que vale tudo até arrancar olhos!
O pobre do eleitor, pouco dado a estes exercícios maquiavélicos, ou reage indiferente, ou entra em pânico, temendo ser injusto com um dos noivos, e cai numa crise de nervos que pode mesmo conduzir à depressão “politica”. Como calculam, o fenómeno não é novo, a mentira política nasce no mesmíssimo momento em que nasce a política, e muitos têm sido os psicólogos a debruçarem-se sobre o tema, na procura de pistas, de sinais, de indícios, dessas inverdades ou menores verdades.
O que vos deixo é o resultado de anos de estudos na área do comportamento humano do Dr. David J. Lieberman, Ph.D. em Psicologia, e autor do livro "Never be lied again".
Conseguiu apurar com precisão os 30 sinais de uma mentira. E, na maior parte dos casos, a linguagem gestual revela a verdade. Numa apresentação perante um grupo de pessoas, 55% do impacto são determinadas pela linguagem corporal - postura, gestos e contacto visual -, 38% pelo tom de voz e apenas 7% pelo conteúdo da apresentação. Ou seja, não é o que dizemos, mas a forma como o dizemos, que faz a diferença.
Observemos.
1.O mentiroso contacta pouco ou nada com os olhos; 2.A sua expressão física é mínima - poucos movimentos dos braços e das mãos. Se os mexe, fá-lo de forma rígida e mecânica. As mãos, os braços e as pernas ficam retraídos contra o corpo e a pessoa reduz-se a um espaço menos; 3.Uma ou ambas as mãos podem ser levadas ao rosto ou á boca, indicando que ela não acredita - ou está insegura - no que diz. É improvável que toque o peito a mão aberta; 4.Para parecer mais tranquila, pode encolher-se ligeiramente; 5.Não há sincronismo entre gestos e palavras; 6.A cabeça move-se de modo mecânico; 7.Mantém a distância perante quem o interroga, e pode mesmo posicionar-se em direcção à saída; 8.Quem mente tem relutância em enfrentar o interpelador e pode virar a cabeça ou posicionar o corpo para o lado oposto; 9.O corpo fica encolhido. É improvável que permaneça direito; 10.Haverá pouco ou nenhum contacto físico, sobretudo visual, perante quem o tenta convencer que está errado; 11.Não aponta o dedo para quem tenta persuadir; 12.Observe para onde os olhos se movem na hora da resposta à sua pergunta. Se olhar para cima e à direita, e for destra, está a mentir. 13.Meça o tempo de demora da resposta. A hesitação evidencia que está a pensar numa desculpa. Verifique se a resposta é coerente ou não. Quem mente não consegue responder automaticamente, de forma directa e imediata, à pergunta. 14.Quem mente ganha uma expressão corporal mais relaxada quando o “incómodo” muda de assunto. 15.Se a pessoa ficar tranquila enquanto é acusado, desconfie. Dificilmente as pessoas ficam tranquilas enquanto são acusadas por algo que são inocentes. “Quem não se sente não é filho de boa gente!”. Quem mente fica quieta, evitando falar de mais detalhes sobre a acusação; 16.Quem mente utilizará as palavras de quem o ouve para afirmar seu ponto de vista; 17.A pessoa que mente continuará acrescentará informações (desconhecidas) até se certificar que o convenceu; 18.Ocasionalmente, pode ficar de costas para a parede, dando a impressão que está pronta para se defender; 19.Em relação à mentira, o mentiroso, geralmente, deixa de mencionar os aspectos negativos e desvia-se descortinando consequências positivas (que mais ninguém consegue ver); 20.Um mentiroso pode estar pronto para responder às perguntas, mas nunca coloca nenhuma questão; 21.Quem mente pode utilizar frases típicas, para ganhar tempo, até pensar na resposta “certa” ou de mudar de assunto: "Para dizer a verdade...", "Para ser franco...", “Poderia repetir a pergunta?", "Este não é o lugar próprio para discutir isso, mas mais tarde terei todo o gosto el lhe responder"; 22.Evita responder, pedindo para repetir a pergunta, ou então responde com outra pergunta; 23.Utiliza o humor e o sarcasmo para aliviar a atenção dos ouvintes e do interlocutor; 24.Quem mente, pode corar, transpirar e respirar com dificuldade; 25.O corpo pode ficar trémulo, sobretudo as mãos e os olhos. Pode esconder para disfarçar o tremor incontrolável. 26.A voz pode falhar e parecerá titubeante, meio perdida e até incoerente; 27.A voz pode mudar de tom: as cordas vocais, como qualquer outro músculo, tendem a ficar enrijecidos quando a pessoa está sob pressão. Sobe de tom; 28.Começa a engolir em seco; 29.Tossir. Devido à ansiedade, o muco forma-se na garganta, e, porque fica mais nervosa, pode tossir para limpar a garganta antes de começar a falar. 30.Já reparou que quando estamos convictos do que dizemos, as mãos e os braços gesticulam, reforçam o nosso ponto de vista e demonstram convicção? Quem mente não consegue fazer isso. Esteja atento.
Afinal, “mais depressa se apanha um mentiroso….”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 09:23
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Câmara Municipal de Salva...

REMODELAÇÃO DA SINALIZAÇÃ...

Análise de investimento r...

Santarém – Prisão prevent...

ENSINO SUPERIOR NO DISTRI...

Entroncamento comemora o ...

CARTAXO REFORÇA APOIO À V...

Conversas com Café… Comun...

Branca de Neve e os Sete ...

Dia Mundial da Alimentaçã...

Concursos Nacionais no CN...

A renovada Sinagoga de To...

Temporada da Música 2019

NERSANT está em Macau a p...

Centro Cultural Azambujen...

Tomar recebe Seminário Na...

Grupo Tradicional "Os Cas...

Município de Azambuja com...

Anselmo Borges em Tomar d...

Arranque do ano letivo 20...

CONSTRANGISMENTOS E EVENT...

Lançamento do Guia Percur...

Município do Cartaxo cele...

Município do Cartaxo cele...

Discoteca Lipp’s reabre p...

FESTA DAS VINDIMAS EM VIL...

Exposição e concerto evoc...

Mudança

Quarta edição do CTX META...

Núcleo Interpretativo da ...

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds