NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 31 de Agosto de 2010
Este querido mês de Agosto…

o fim da estação tonta?

será mesmo o fim, ou aproxima-se o inicio de uma estação bem mais ridícula? ou será que esta afinal nunca acabou? há duvidas que nos cercam a alma nestes dias que antecedem os tempos que aí vêm e que definham a estação que nos precedeu. o Agosto para mim é um pouco a “passagem de ano”. explico. é este por excelência o meu tempo de reflexão. de balanço do ano. do profissional ao emocional. é aqui que se riscam expectativas, que se alinham esperanças, que se traçam os planos para o que aí vem. já assim era no tempo de escola. era a minha passagem de ano.

 

hoje isso faz cada vez mais sentido.

 

mas o Agosto teve muito de tonto. sussurra-se o encerramento de 8 extensões de saúde no concelho de Tomar. como se estas decisões pudessem ser tomadas assim, ao de leve. não há médicos, já sabemos. mas também não há condições económicas, não há transportes, não há acessibilidades que permitam tratar urgências. as urgências hoje em dia não se medem em quilómetros, medem-se em tempo. e o tempo de deslocação das pessoas é urgente. e ninguém parece pensar nisso.

 

também se fecham pontes no Verão! e quem quiser que dê a volta..e que volta…em Constância anda-se assim. e anda-se anda-se e anda-se, primeiro que se consiga passar para a outra margem…será possível isto acontecer? as pontes não são sapatos que se deixam romper até se comprar uns novos. uma homenagem à pouca vergonha, é o que é. agora em Constância há a margem norte e a margem sul, onde as coisas acontecem em separado..já em tempos houve um ministro que teceu piadas sobre as margens, pena que o seu sucessor se mantenha mudo a estas coisas.

 

tudo isto tem muito em comum com o encerramento das escolas. qualquer dia aqui não há quem viva. não há escolas, não há médicos, não há correios, não há supermercados, as mulheres têm que parir em ambulâncias (quando estas chegam)…há mato, e silvas e terras ao abandono que já ninguém as amanha. e sempre no querido mês de Agosto vemos um país a ser carbonizado como se isso já fizesse parte da tontice que reina nestes dias, na loucura das terras que ficaram por tratar, nos caminhos que ficaram por arranjar, para os parcos habitantes de um território que parece ser de ninguém. um ministro ameaça expropriar terras a quem não as cuide! vá, pode ser que isso chegue também ao Estado, e à sua incúria de não cuidar também o que lhe pertence, querendo moralizar seara alheia quando em casa própria é o que se vê..

 

e em Agosto matamo-nos para ir de férias. literalmente. que nem tordos caímos por aí nas estradas e auto-estradas de Portugal, que dizem são feitas em nome e a bem da segurança rodoviária. aquelas que pagamos e aquelas que o vão deixar de ser. and yeat, permitimo-nos a ter estradinhas novas, que mal abriram e voltam a fechar. dizem que é o IC9…mas ainda poucos lhe viram as formas.

 

aqueles que as zelavam eram brigadas de trânsito. agora encapotaram-lhes o nome e as funções. e já quase ninguém os vê. e é pena.

 

este é também os mês dos reencontros. dos emigrantes. quando era miúda era o mês dos casamentos…agora já quase ninguém se casa, e muito menos em Agosto. mas continua a ser o mês dos emigrantes. foi neste Agosto que revi os amigos de faculdade que partiram para Angola, para Espanha, Inglaterra, Moçambique e Brasil. são os novos imigrantes, e em todos os aspectos, jovens talentosos que partiram em busca de um país que lhes desse o que o nosso não consegue…e tanto que o nosso tem para fazer, que falta cá fazem…é preciso gente para construir um país. aqui nascem poucos, cada vez menos e os activos tendem a sair, aos magotes. tive muita família imigrante nos anos 60 e 70. volvido todo este tempo os números da imigração devem estar ao mesmo nível, agora com a família do coração a espelhar esta realidade. a dizerem-me que não gostam de ensinar aos filhos uma língua que não lhes diz nada.

 

e cada vez se ouve mais o lamento daqueles tempos a preto e branco, vozes de lamentos longínquos que se supunham ultrapassados pelo bem estar que hoje os tempos nos deveriam dar. parece que perdemos a memoria desses tempos, mas que a precisamos bem lúcida, liberta de ilusionismos mediáticos. Almodôvar não teria feito melhor.

 

como as estações se invertem para mim, aqui ficam não 12 passas, mas 21, uma por cada concelho do distrito, se quiserem acompanhem com champanhe fresquinho, sabe melhor agora nos tempos quentes que em final de Dezembro com a chuva e o frio a bater na janela…mas com os desejos de que a estação que aí venha, seja ela qual for, que seja melhor que a que nos antecedeu. So be it! 

 

Por: Carina Oliveira

Deputada do PSD pelo Círculo de Santarém e Colaboradora deste jornal



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:16
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Município de Santarém apo...

Férias de Natal AAAF – pa...

Livro de Luís Batista “Ca...

Sociedade Ponto Verde e D...

II Festival de Órgão de S...

NERSANT apresenta tendênc...

74º Aniversário do Concel...

Azambuja é o município co...

Mercados de Natal em Deze...

Câmara Municipal de Salva...

É pró menino e prá menina...

CÂMARA MUNICIPAL COM VAGA...

Município de Azambuja ina...

Município do Entroncament...

Premiados Concursos Nacio...

Município do Entroncament...

Continuam os convívios de...

Ribatejo apresenta-se com...

Junta de Freguesia de Alc...

Comemoração do Dia Mundia...

Liga de Amigos da Secção ...

Câmara de Azambuja aprovo...

Município de Azambuja com...

Avisan’19 recebe Exposiçõ...

Município da Chamusca pro...

MUNICÍPIO DO CARTAXO CELE...

Câmara Municipal de Salva...

“Dia do Refeitório Aberto...

“É pró menino e prá menin...

CA Juniores dá asas à ima...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds