NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010
Velhos, Jovens e Novos Políticos - Precisam-se!

 Por: Anabela Melão

 

O problema da política, sabemo-lo, é estar cheia de políticos!

Desde a criação da Democracia, na Grécia Antiga, ser político não é profissão, é um serviço público. Ora, a próxima competição eleitoral vai constituir uma espécie de “laboratório político”. O politólogo Carlos Jalali no livro "Partidos e Democracia em Portugal – 1974/2005" discorda do politólogo Pedro Magalhães que diz que os portugueses são democratas, descontentes e desafectos.

Porquê?
Os pensamentos extrapolados por ambos não chegam para afastar a ideia de que há três tipos de políticos: Os eminentes políticos; Os eminentes técnicos; E os traíras (sinónimo de Judas).

São os últimos que detém o maior poder. Explico porquê. Os primeiros, traiem acordos, porque se julgam eminentes políticos; os segundos, traem a razão, porque pensam que a "preparação" e a experiência" lhes chega para resolver os problemas dos seus liderados; Sobram os traíras, que se mantém no equilíbrio precário acordo/conveniência. Traiem para não serem devorados pelos dois primeiros, nem engolido pelo político nem escorraçado pelo técnico.

Compreende-se porque Mega Ferreira disse: "Se queres ser político faz-te de morto".

Alguns dos jornais internacionais afirmam ironicamente que as "Qualidades essenciais para presidir à Comissão Europeia estarão asseguradas", porque Durão Barroso continua a ser o político mais irrelevante e inofensivo da Europa.

Consta que existe uma condição para ser político. E que é inerente aos que têm a capacidade de defender qualquer ideia, tal como o seu contrário com a mesma convicção.

Há vidas atrás, acalentei a ideia, e, na altura era quase um sonho, de "seguir" a política. Trabalhei com um homem maravilhoso, Luis Madureira, primeiro como sua assessora, enquanto Secretário de Estado da Administração Interna, e depois como sua adjunta, enquanto Secretário-Geral da Assembleia da República. Digo-o sem bajular, porque infelizmente, Deus chamou-o para si, e digo-o com a certeza possível porque era um homem que acreditava na sua existência e dignificava a espécie humana. Tinha, pois, o espírito de missão, do serviço público.

Trabalhei em várias instituições e jamais, a não ser muito recentemente, voltei a ver a mostra (genuína, claro!) de um homem como este! Vi homens-ratos, homens-toupeiras, homens-sabugos, homens-rãs! Mas não voltei a ver, senão há pouco, um homem com o carácter de missionário. E tive pena! Os poucos homens que vi que, pelo menos, pareciam sérios, eram ingénuos, diletantes, posicionavam-se como semi-deuses nas suas organizações, nada sabendo, nada governando, deixaram-se "governamentalizar"! São sérios, mas ineficientes, porque os homens-sabugos lhes sonegam o poder e lhes esvaziam as funções! Depois, para me maravilhar, conheci homens que revelavam o "golpe de asa" que, quando acresce ao tal espírito de missão, transforma alguém num animal político. Infelizmente, aquele homem com quem trabalhei, confesso e reconheço, não o tinha. Limitava-se a ser obediente, ordeiro, um homem do sistema, para o sistema, pelo sistema. Mas competente, na medida em que o deixavam ser!

Tenho pena que a política, ou melhor, a elite política estrangule quem tem rasgo, golpe de asa, mas compreendo que o faça. É pura sobrevivência! Que pena!! Que grandes políticos teriam estes homens conseguido ser! E, contudo, nunca o quiseram ser, ou nunca deixaram que o fizessem, afastam-nos do Poder Maior, obrigam-nos a ficar por posições intermediárias e menores, mantêm-nas em resguardo, acobertam-nos à sombra. Dão-lhes guarida na patamar da insignificância! Continuo a ter pena! Há gente com uma capacidade interiorizada de estar na política e há outros que acumulam com uma capacidade exterior de estar nela! Existem homens que seguiria até ao fim do mundo! Pena é que se tenham deixado perder pela forçada "deslocação" pela dita elite política, que tanto luta para manter o status quo da mediocridade, que se alimenta das manobras populistas, e, convenientemente servis, oportunistas dos seus pares! Preservam-se!

Uma ou outra esperança, ao fundo do túnel, mantém-me viva a ideia de que tudo é possível, de que a Democracia tem de ser possível, e de que outros novos grandes homens se hão-de revelar. Porventura, precisam de espaço, de alguém que lhes dê a mão, de uma equipa em que confiem a sua alma, e em que os ventos rumem a seu favor. Tenho esta como uma missão, talvez até uma aventura: saibamo-los descobrir, criar, potenciar, agigantar, criar trampolins de motivação, lançá-los na nossa salvação, envolvê-los na nossa demanda! Sejam esses novos homens velhos por revelar, jovens a incentivar, crianças por nascer! Porque urge a Esperança! Porque o País precisa desesperadamente deles!

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 20:23
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

CNEMA promove Concurso Na...

DANÇA // “Um Solo para a ...

Jesús Gonzalo López encer...

“Conversas com Café” vão ...

TEMAS DE SAÚDE: Virtude

D. Edmundo 

Comitiva Internacional re...

Mais de cem pessoas assis...

TAGUS e Municípios de Con...

NERSANT apresenta Viver o...

JÁ ESTÁ AO SERVIÇO DA POP...

Inovação e novos negócios...

Tem horta ou jardim? Faça...

Azambuja promove Férias A...

Ourém sensibiliza para a ...

“CONTABILIDADE DE GESTÃO...

Aproveite o que Santarém ...

Temporada da Música

REUNIÃO DESCENTRALIZADA D...

Centro de Estudos em Foto...

73º Aniversário do Concel...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Embaixador da Moldávia re...

REQUALIFICAÇÃO DA URGÊNCI...

Rede de Municípios para a...

Chamusca a impulsionar re...

Avisan’18 recebe Exposiçõ...

OPINIÃO: Política para a ...

Convento de Cristo recebe...

Concerto da Orquestra da ...

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds