NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009
ALMEIRIM- CDU reclama por falta de médicos

CDU reclama Hospital a Sul do Tejo

A CDU promoveu no final da tarde de 22 de Setembro, uma acção simbólica sobre a falta de médicos de família no distrito de Santarém. A iniciativa que decorreu em frente ao Centro de Saúde de Almeirim, local onde funciona a actual sede do Agrupamento dos Centros de Saúde da Lezíria do Tejo, juntou candidatos às Legislativas e às Autárquicas para uma manifestação pública da preocupação da Coligação em matéria de saúde no que ao distrito de Santarém diz respeito. Presentes, para além de António Filipe e Francisco Madeira Lopes, ambos deputados na Assembleia da República e actuais candidatos, estiveram presentes António Ganhão, presidente e actual candidato à Câmara Municipal de Benavente, Sérgio Carrinho, presidente e actual candidato à Autarquia da Chamusca, professor Mário Pereira, candidato à presidência da Câmara de Alpiarça e Aranha Figueiredo, candidato da CDU à Câmara de Almeirim. Em nome do grupo, ao qual se associaram militantes, simpatizantes e outros candidatos no sul do distrito, António Filipe não se fez rogado e teceu críticas ao Governo e à sua actuação ou falta dela nesta matéria.

Fonte: O Almeirinense



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:30
link do post | comentar | favorito

Domingo, 20 de Setembro de 2009
Taça do Ribatejo

       

Já se realizou o sorteio para a edição 2009/2010 da Taça do Ribatejo.

Na primeira jornada, no dia 4 de Outubro, o Cartaxo vai a casa do Samora Correia e o Salvaterrense recebe o Porto Alto.

No dia 18 de Outubro joga-se a segunda jornada, com o Cartaxo – Salvaterrense e o Porto Alto – Samora Correia.

Na terceira e última jornada, a 1 de Novembro, Porto Alto – Cartaxo e Salvaterrense – Samora Correia.

Na outra série, o Pontével vai a casa do Empregados do Comércio de Santarém, na primeira jornada, e o Rio Maior recebe o Estrela Ouriquense.

Na segunda jornada, o Pontével recebe o Rio Maior e o Estrela recebe os Empregados do Comércio.

Na última jornada, jogam-se Pontével – Estrela, e Rio Maior – Empregados do Comércio.

Recorde-se que o primeiro classificado de cada uma das séries que fazem parte desta fase de grupos passa à fase de eliminatórias.

 
Pontével começa campeonato em casa      

Teve lugar esta quinta-feira o sorteio da Divisão Secundária da Associação de Futebol de Santarém, dividido em 3 séries.

O Pontével está na série A, e na primeira jornada, a 26 de Setembro, recebe o Barrosense.

Os outros jogos são:
Salvaterrense – Porto Alto
Benavente – Coruchense
Samora Correia – Glória

Folga o Marinhais.

Na série B jogam-se:

Entroncamento – Atalaiense
Rio Maior – Moçarriense
Goleganense – Empregados do Comércio
Pernes – Chamusca

Folga o Meiaviense.

Na série C:

Lagartos do Sardoal – Caxarias
Mindense – Linhaceira
Ouriense – Cercal
Assentiz – Tramagal
Mouriscas – Ferreira do Zêzere

Fonte: rádio cartaxo



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:36
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009
Junta fecha para férias mas Presidente garante que eleições não são prejudicadas

A única funcionária e o Presidente da Junta de Freguesia de Vila Moreira, Alcanena, entraram de férias na altura em que decorrem prazos para entrega de candidaturas.

 

O Presidente da Junta de Freguesia de Vila Moreira, concelho de Alcanena, Onildo Pinheiro Rosa, garante que o facto da única funcionária da autarquia e ele próprio estarem de férias não irá causar qualquer prejuízo aos processos relativos às eleições autárquicas e legislativas.

O Coordenador autárquico do Bloco de Esquerda para o Distrito de Santarém, Carlos Matias, tinha contactado hoje a Comissão Nacional de Eleições dizendo que devido a tal facto não estavam a ser emitidas as certidões de eleitor necessárias à elaboração das listas autárquicas, nem poderiam ser supridas dentro dos prazos legais eventuais irregularidades que viessem a ser detectadas pelo tribunal da comarca, nos processos de candidatura.

Onildo Pinheiro Rosa acha “lamentável” tal denúncia e acusa o coordenador de má-fé. “A Junta de Freguesia só tem uma funcionária a quem foram concedidas férias nesta altura para poder gozá-las em conjunto com o marido. Na Quinta e na Sexta-feira estive na Junta. Depois entrei de férias mas deixei um aviso dizendo que estava contactável e disponível para resolver qualquer assunto”, disse a O MIRANTE.

O autarca acrescenta que o aviso era do conhecimento do BE e que o responsável daquele partido em Vila Moreira, o contactou esta manhã às 10h00, tendo-se ele disponibilizado para lhe fornecer a documentação necessária uma hora e quarenta e cinco minutos mais tarde, o que aconteceu.

“Vou continuar disponível para tratar de qualquer assunto. Não sou nenhum irresponsável. Se tivesse duas funcionárias isto não acontecia mas só tenho uma e acho que ela tem direito a gozar férias. Estou a uma hora e quarenta e cinco minutos da sede da freguesia. Não será por causa da Junta que o processo eleitoral vai sofrer prejuízos”, afirmou quando interrogado por O MIRANTE sobre o facto de estar a decorrer, até dia 24, o prazo para a verificação dos cadernos eleitorais relativos às eleições legislativas e o prazo para verificação de candidaturas às autárquicas e resolução de irregularidades.

Hoje é o último dia para apresentação nos Tribunais, das listas de candidatos às eleições autárquicas de 11 de Outubro.

 

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:50
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 13 de Agosto de 2009
Lentidão de tractores e máquinas agrícolas desespera condutores

 

Quem espera desespera e o desespero dos condutores que são obrigados a circular a passo de caracol atrás dos tractores leva muitos a ultrapassagens suicidas. As entidades responsáveis pelo trânsito dizem que nada podem fazer.

 

Todos os dias, João Paiva demora cerca de uma hora e dez minutos para fazer a viagem entre Porto Alto, concelho de Benavente, e a zona industrial de Santarém. São cerca de 50 quilómetros, seguindo pela EN 118, e em condições normais, o mecânico garante que não demorava mais de 45 minutos mas a circulação de tractores e máquinas agrícolas fazem-no desesperar. “Numa destas manhãs contei que ultrapassei 18 tractores e quatro máquinas agrícolas. Num dos casos andei mais de cinco minutos a 20 km hora porque não havia condições para fazer a ultrapassagem”, explica.

 

O tormento vai manter-se. A Estradas de Portugal e o Governo Civil do Distrito de Santarém não têm previstas quaisquer medidas restritivas à circulação daqueles veículos.

«O Mirante»



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:03
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009
Tiago Leite já tem seguidores na candidatura às C.M.Santarém

O Dr. Jorge Costa Rosa ex – líder da Bancada do PSD na Assembleia Municipal de Santarém é o número dois na lista de Tiago Leite, candidato à Câmara Municipal de Santarém pelao CDS/PP.
Saliente-se que Tiago Leite é o presidente da Concelhia de Alpiarça do CDS/PP, que conseguiu pela primeira vez e após imensas negociações com a concelhia de Alpiarça do PSD, constituir a "Coligação PSD/CDS" em Alpiarça, cuja candidata à autarquia alpiarcense é a Dra. América Cravo.

«Jornal Alpiarcense»



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:43
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009
Vamos ver se alguém está a prometer o que não deve ou se andamos a ser enganados

 Assunto: Acordo anunciado entre o Governo e a candidata do PS à Câmara Municipal de Alpiarça

Destinatário: Ministério da Saúde 
Ex.mo Sr. Presidente da Assembleia da República

 
O jornal “O Mirante” do passado dia 1 de Agosto noticiou que a candidata do PS à Câmara Municipal de Alpiarça anunciou a contratação de médicos para reforçar o centro de saúde local, resultado de contactos estabelecidos entre a própria e o Governo.

Segundo esse jornal a deputada terá referido que o reforço de profissionais, por ora em número incerto, resulta de contactos estabelecidos com o Governo, responsável pela efectiva contratação dos médicos.

E cita palavras da própria: "Foi um acordo estabelecido com o poder central, o Governo, para colmatar falhas na região a nível da carência de profissionais do sector da saúde".

Mais se refere que a candidatura da deputada à autarquia local enviou à comunicação social um comunicado onde é dito que o anunciado reforço de médicos em Alpiarça é um dos compromissos que a candidata assumirá com a população de Alpiarça.

Esta notícia é tanto mais estranha, porquanto, perante a Pergunta ao Governo n.º 934/X(4.ª) apresentada pelo Deputado Bernardino Soares em 14 de Janeiro de 2009, precisamente sobre a falta de médicos no Centro de Saúde de Alpiarça, o Governo respondeu em 18 de Março, não dando qualquer garantia de resolução do problema a curto prazo.

Se o Governo encontrou forma de colmatar o problema de uma forma estável e duradoura, tal como a população tem vindo insistentemente a exigir, com o apoio do PCP, isso é seguramente motivo de congratulação.

Porém, a ser verdade que o Governo estabeleceu um acordo com a candidata do PS à Câmara Municipal de Alpiarça, tal configura uma violação grosseira dos deveres de neutralidade e imparcialidade das entidades públicas estabelecido no artigo 41.º da Lei Eleitoral para os Órgãos das Autarquias Locais, segundo o qual, “os órgãos do Estado não podem intervir directa ou indirectamente na campanha eleitoral, nem praticar actos que de algum modo favoreçam ou prejudiquem uma candidatura em detrimento ou vantagem de outra”.

Tal procedimento constitui inclusivamente um ilícito criminal, punível, nos termos do artigo 172.º da citada lei, com pena de prisão até 2 anos ou pena de multa até 240 dias.

Nestes termos, ao abrigo da alínea d) do artigo 156º da Constituição e da alínea d) do n.º 1 do artigo 4º do Regimento da Assembleia da República pergunto ao Ministério da Saúde, se foi estabelecido algum acordo entre o Governo e a candidata do PS à Câmara Municipal de Alpiarça destinado a colmatar a carência de profissionais de saúde naquele município.

       

Palácio de São Bento, 3 de Agosto de 2009 
 

                  Deputado 
                   

                  António Filipe



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:15
link do post | comentar | favorito

Projecto quer requalificar aldeia avieira do Cartaxo

O Projecto Palhota Viva – uma associação de defesa do ambiente criada em 1987 – pretende requalificar e promover a aldeia avieira da Palhota, uma povoação quase deserta no concelho do Cartaxo, mas lamenta a falta de apoios.
A Palhota chegou a ter cerca de 50 pessoas – pescadores de Vieira de Leiria e de Aveiro –, mas agora tem "cinco pessoas e 127 cães", ironiza Humberto Vasconcelos, do Projecto Palhota Viva. "A Câmara não tem a noção que tem aqui um pólo de desenvolvimento de que podia tirar muito partido. A maior parte das pessoas do Cartaxo não conhece a Palhota", lamenta.

Pedro Santos, outro membro do projecto, explica que a associação organiza passeios de barco, a pé e de bicicleta para grupos, sobretudo escolares, exposições fotográficas da cultura avieira e sessões de cinema.

«CM»



publicado por Noticias do Ribatejo às 14:29
link do post | comentar | favorito

Sábado, 1 de Agosto de 2009
Sumol+Compal vai abrir fábrica em Angola



 

A Sumol+Compal, empresa com unidade industrial em Almeirim, vai abrir em Angola uma nova fábrica destinada à produção e enchimento das bebidas da marca e de marcas próprias da Sumol+Compal Angola, uma sociedade de direito angolano que será constituída.

 

A Sumol+Compal Angola, anunciou a empresa portuguesa à CMVM, "irá dedicar-se à gestão de marcas de bebidas não alcoólicas, no mercado angolano, incluindo a sua produção, engarrafamento e comercialização".

 

A produção e enchimento de bebidas da marca Sumol+Compal será feita "sob licença", especificou a empresa.

 

O capital social da Sumol+Compal Angola será detido a 50,1 por cento pela Sumol+Compal e a 49,9 por cento pela Genius - Gestão de Participações, tal como consta de um memorando de entendimento assinado hoje pelas duas entidades.

 

Os contratos de execução do memorando de entendimento (contrato de sociedade da Sumol+Compal Angola, acordo parassocial relativo à mesma sociedade e contrato de licença de uso de marcas) deverão ser formalizados no segundo semestre deste ano, acrescenta a nota enviada à CMVM.

 

A Sumol+Compal ressalva no entanto que "a prossecução de projectos concretos fica dependente da realização de estudos técnicos e económicos que demonstrem a sua viabilidade" e que venham a ser seleccionados pelas duas entidades.

 

Em Março, o presidente da comissão executiva do grupo Sumol+Compal afirmou que Angola seria um dos mercados prioritários para este ano no âmbito da estratégia de internacionalização. A Sumol+Compal já faz distribuição em Angola.

«O Mirante»

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:46
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 27 de Julho de 2009
Convento de São Francisco abre ao público para ser “um espaço da alta cultura europeia”

 
 
O Convento de São Francisco, abriu as portas ao público no dia 24 de Julho, cerca das 21h30, na presença do secretário-geral da Presidência da República, Arnaldo Pereira Coutinho, do Bispo da Diocese de Santarém, D. Manuel Pelino Domingues e de Moita Flores, presidente da Câmara de Santarém, além de largas centenas de populares, que não quiseram deixar passar o momento histórico da reabertura da sala de visitas da cidade, encerrada há mais de 100 anos. Classificado como Monumento Nacional desde 1917, o Convento de São Francisco data do século XIII, sendo a mais importante obra gótica da cidade.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:40
link do post | comentar | favorito

Domingo, 19 de Julho de 2009
Mais uma iniciativa da CDU que foi um sucesso
A iniciativa da CDU deste sábado, 19 de Julho, superou todas as expectativas com uma afluência de uma centena de pessoas à Colectividade do Frade de Baixo, um registo inédito em iniciativas promovidas por qualquer força política de Alpiarça no Frade de Baixo.

Entre os muitos residentes do Frade de Baixo que participaram neste convívio que culminou com uma excelente Sopa da Pedra, estiveram ainda presentes vários candidatos da CDU, nomeadamente os actuais Vereadores Mário Fernando e Mário Peixinho, além de Joana Serrano e Mário Santiago, cabeças de lista à Assembleia de Freguesia e Assembleia Municipal, respectivamente.

No âmbito deste convívio, várias ideias e propostas foram recolhidas, com vista à elaboração do Programa Eleitoral da CDU, no sentido de melhorar as condições de vida e assegurar um desenvolvimento sustentável do Frade de Baixo, cuja importância no concelho não pode ser mais ignorada, tal como tem vindo a acontecer pelo Executivo do PS.

Com um sucesso desta ordem de grandeza, a CDU reforça a sua confiança, sendo que é visível cada vez mais junto da população que a CDU é de forma inequívoca a única solução para recuperar do marasmo em que o nosso concelho se encontra.


publicado por Noticias do Ribatejo às 11:30
link do post | comentar | favorito

Sábado, 18 de Julho de 2009
Câmara do Cartaxo lança concurso para construção da nova esquadra da PSP

A Câmara do Cartaxo aprovou na última reunião do executivo a abertura do concurso público para a construção da nova esquadra da PSP da cidade. Representando um investimento de 1,5 milhões de euros, o custo da nova esquadra será suportado em 90 por cento pelo Ministério da Administração Interna (MAI) e em 10 por cento pela autarquia. Prevê-se que o início da construção tenha lugar dentro de dois meses.

A Câmara do Cartaxo assume-se como dona da obra e irá responsabilizar-se pela execução e fiscalização dos trabalhos, cedendo também o terreno para a sua construção, situado junto à rotunda do parque de pesados, nas imediações do campo da feira.

Recorde-se que o processo da esquadra do Cartaxo motivou críticas por parte do PSD que, na última assembleia municipal, apresentou uma moção a exigir que o MAI e a câmara explicassem o motivo do atraso no arranque das obras. Documento que foi aprovado por unanimidade por aquele órgão.

Para o presidente da Câmara do Cartaxo a nova esquadra irá permitir melhores condições de trabalho aos agentes da PSP e responder a novas preocupações e necessidades, decorrentes do crescimento e do progresso do concelho. Paulo Caldas (PS) lembra ainda que o concelho já tinha conseguido uma dupla conquista, a manutenção das duas forças de segurança – GNR nas freguesias e PSP na cidade.

“Por vezes, vale a pena esperar mais algum tempo pela concretização de determinados projectos. A esquadra já deveria ter sido construída há mais tempo, mas esta demora acabou por enriquecer o projecto. Ele foi valorizado em termos de estacionamento, espaço envolvente e mesmo ao nível das próprias estruturas de apoio aos polícias, no seu trabalho e vivência diária. Tivemos benefícios acrescidos”, assegura Paulo Caldas

«O Mirante»

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:44
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 14 de Julho de 2009
Biografias dos candidatos da CDU pelo distrito de Santarém

António Filipe Gaião Rodrigues

Membro do PCP

46 anos.

Licenciado em Direito.

Vice-Presidente da Assembleia da República e Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PCP.

Membro do Comité Central do PCP 
 

João Luís Madeira Lopes

Membro da Intervenção Democrática

65 anos.

Advogado

Vice-Presidente da Associação Intervenção Democrática. 
 

Liliana Catarina Barroso de Sousa

Membro do PCP

29 Anos. 
Licenciada em Ensino Básico – 1º Ciclo.

Presidente da Assembleia de Freguesia do Couço.

Integra a Comissão de Freguesia do Couço e a Comissão Concelhia de Coruche do PCP 
 

Inês da Nóbrega Guilherme Pimenta d’Aguiar

Membro do PCP

32 Anos

Técnica Superior da Administração Pública

É eleita da Assembleia Municipal de Alpiarça 
 

Valdemar Rodrigues Henriques

Membro do PCP

58 Anos

Técnico fabril

Coordenador da Direcção da União dos Sindicatos de Santarém.

Integra a Comissão Concelhia de Alcanena do PCP 
 

Anabela Botelho Amaro Almeida

Membro do PEV

50 Anos

Professora do ensino secundário, licenciada em Geografia.

È membro do Conselho Nacional do Partido Ecologista “Os Verdes”  
 

Manuel Sousa Ligeiro

Membro do PCP

60 anos

Administrador Hospitalar

Licenciado m Finanças

Integra a Comissão Concelhia de Torres Novas do PCP 
 

Maria Leonor Carapinha Rodrigues Parracho Domingos

Membro do PCP

50 anos

Empregada de escritório

É Presidente da Junta de Freguesia de Benavente desde 2001.

Integra a Comissão Concelhia de Benavente do PCP 
 

Maria Manuela Luz Marques

Independente

55 anos

Licenciada em Farmácia pela Universidade de Farmácia de Lisboa

Vereadora da Educação, Acção Social e Saúde na Câmara Municipal da Chamusca. 
 

Augusto Manuel Gonçalves Figueiredo

Membro do PCP

51 Anos;

Professor do ensino secundário;

É Presidente da Junta de Freguesia da Asseiceira, no concelho de Rio Maior e da Federação das Colectividades do distrito de Santarém.

Integra a Comissão Concelhia de Rio Maior e a DORSA do PCP 
 

Ana Sofia Pereira Maia Mendes

Membro do PCP

24 anos  
Licenciada em Educação de Infância em 2007

Educadora de Infância no Centro Social do Pego – Abrantes

Integra a Comissão Concelhia de Abrantes do PCP 

Maria Manuela de Oliveira Arsénio

Independente

38 anos

Professora

Mestre em Museologia

É presidente da Junta de Freguesia de Santa Margarida da Coutada, concelho de Constância. 
 

Rui Miguel Friezas Aldeano

Membro do PCP

26 Anos,

Electricista;

É eleito na Assembleia Municipal de Coruche;

Membro do Comité  Central do PCP. 
 

Sónia Isabel Campos da Silva Colaço

Membro do PEV

31 anos

Licenciada em Biologia, pela Universidade de Aveiro

Membro do Colectivo Regional de Santarém de “Os Verdes”

Dirigente da Ecolojovem – “Os Verdes” 
 

José  David da Silva Ribeiro

Membro do PCP

57 anos

Especialista em Transportes Ferroviários

É membro da Comissão Central de Reformados Ferroviários, Presidente do Núcleo Sportinguista no Entroncamento.

É eleito na Freguesia de Nossa Senhora de Fátima.

Integra a Comissão Concelhia do Entroncamento e a DORSA do PCP



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:27
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 1 de Julho de 2009
Militar da GNR condenado por corrupção

O Tribunal Judicial de Ourém condenou esta quarta-feira um militar da GNR, de 51 anos, a dois anos de prisão com pena suspensa, pela prática de corrupção passiva para acto ilícito.

 

O arguido, Joaquim da Fonseca Coelho, recebeu cem euros de uma condutora a fim de não proceder à elaboração de um auto de contra-ordenação resultante de uma infracção rodoviária na cidade de Ourém.

A presidente do colectivo de juízes, Cristina Sousa, disse ao arguido, na leitura do acórdão, que “era seu dever elaborar o auto de contra-ordenação” e acrescentou que o Tribunal considera que “a condutora passou mesmo a luz vermelha do semáforo”.

 

A favor do arguido, que exerce a profissão há 34 anos, o Tribunal valorizou o facto de ter confessado a maior parte dos factos, o “arrependimento” e a “vergonha”.

 

Joaquim da Fonseca Coelho foi ainda condenado, como pena acessória, à proibição do exercício das suas funções por dois anos.

«CM»

 

Saiba tudo sobre o Ribatejo.

Basta visitar:

http://jornalribatejano.blogspot.com



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:02
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 30 de Junho de 2009
Maior ponte militar montada em Portugal abre hoje ao trânsito
A maior ponte militar alguma vez montada em Portugal abre hoje ao trânsito na vila de Coruche e vai permitir que os habitantes daquele concelho continuem a fazer a travessia entre as duas margens do rio Sorraia.
Devido às obras de manutenção nas várias pontes do concelho de Coruche, o Exército Português, a Câmara Municipal daquela vila ribatejana e o Instituto Estradas de Portugal - através da Direcção de Estradas de Santarém - celebraram um protocolo de cooperação para a construção de uma ponte metálica de 51 metros sobre o rio Sorraia, instalada num desvio provisório do trânsito da Estrada Nacional 114.

"As outras estão em manutenção e portanto encerradas ao trânsito e a alternativa foi montar uma ponte militar para permitir que o trânsito normal entre as duas margens", afirmou à agência Lusa o porta-voz do Exército, tenente-coronel Hélder Perdigão, a propósito desta infra-estrutura construída pela Escola Prática de Engenharia (EPE) e que irá ser utilizada nos próximos dois meses.

O militar referiu que os trabalhos em prol das populações são uma actividade habitual no Exército, mas salientou que nesta ponte há uma inovação: "É a ponte com maior vão, tem uma distância de 51 metros entre os seus dois pés, e portanto é a maior ponte metálica" feita em Portugal, disse o tenente-coronel.

Segundo o Exército, este tipo de pontes são montadas por vários blocos, quase como uma construção em 'LEGO', sendo que no caso da ponte de Coruche, que decorreu entre 08 e 19 de Junho, foram utilizados "232 painéis metálicos, ligados entre si por 45 vigas metálicas - totalizando um peso de 103 toneladas - e estiveram envolvidos cerca de 40 militares e 10 viaturas".

Desde há cerca de 30 anos que a Engenharia Militar, no âmbito do denominado Plano de Actividade Operacional Civil, desenvolve trabalhos em prol das populações, destacando-se "a abertura e beneficiação de mais de 43 000 quilómetros de estradas e caminhos, obras pioneiras e marcantes como as construções dos aeródromos do Pico, do Corvo e de Mogadouro, e o apoio a mais de 670 entidades".

São principais unidades executantes a Escola Prática de Engenharia (em Tancos), o Regimento de Engenharia Nº1 (em Lisboa) e o Regimento de Espinho Nº3 (em Espinho), cobrindo desta forma todo o território continental.

Leia outras noticias do Ribatejo em

http://jornalribatejano.blogspot.com/



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:17
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 29 de Junho de 2009
Mação lança programa de apoio à recuperação de habitações degradadas
A Câmara de Mação vai apoiar parte das obras realizadas em casas degradadas no concelho, no âmbito da entrada em vigor do regulamento municipal para a conservação, reparação ou beneficiação de habitações que necessitam de intervenção.

Com este regime, válido para os próximos dois anos, a autarquia pretende incentivar e auxiliar os munícipes a repararem e conservarem as habitações degradadas, estando prevista uma comparticipação financeira, por agregado familiar, de "até 50 por cento" do custo total da obra.

Vasco Estrela, vice-presidente da autarquia, disse à Lusa que o programa de apoio "é válido para o centro histórico de Mação mas estende-se também a todas as freguesias do concelho", cujo parque habitacional esteja carenciado de beneficiações.

O autarca estimou em "cerca de 200 habitações" as que reúnem o perfil para uma candidatura ao programa de apoio, adiantando que, "se fossem recuperadas entre 100 a 120 casas em dois anos, seria muito bom".

O município aprovou ainda a distribuição de até 30 quilos de cal por agregado familiar para a pintura de fachadas, reduzir as taxas e licenças municipais em 95 por cento e ceder gratuitamente a maquinaria e equipamento da autarquia para a retirada de entulhos e demolições tidas como necessárias.

O autarca acrescentou que o objectivo da Câmara de Mação é "não só apoiar a recuperação do parque habitacional concelhio degradado, mas também incentivar a economia local, nomeadamente os pequenos empreiteiros, carpinteiros, pedreiros e comércio de materiais de construção, que se envolverão neste processo".
«Lusa»


publicado por Noticias do Ribatejo às 14:57
link do post | comentar | favorito

Concurso de Bandas

Concurso de Bandas da região de Santarém com vista ao apuramento para
o Concurso Nacional para Palco Novos Valores da Festa do Avante! 2009

3 de Julho, Sexta, 22h, em Alpiarça


À semelhança dos anos passados, a Juventude Comunista Portuguesa está
a realizar o seu Concurso Nacional de Bandas para o Palco Novos
Valores da Festa do Avante!

Esta iniciativa, que permite às bandas vencedoras actuar na Festa do
Avante! 2009, é mais do que um mero conjunto de concertos pelo país.
Na realidade, este concurso é a expressão do projecto
político-cultural da JCP e do PCP (de que a prática das autarquias CDU
é exemplo assinalável), um projecto de democratização do acesso e
fruição culturais – só possível a quem, como a JCP, leva as suas
reivindicações às massas juvenis e, com elas, constrói as condições
para a luta pela efectivação dos seus direitos, dos direitos de todos.
A cultura é instrumento emancipador dos povos e da juventude, em
particular. São inúmeros os espaços que os jovens portugueses formam
com vista à criação cultural, com particular destaque para as jovens
“bandas de garagem”. Estes grupos são espaços de criatividade,
intervenção, fraternidade, é expressão de liberdade.
Perante a vontade de criação de uma banda, as dificuldades que os
jovens encontram são inúmeras: desde o preço dos instrumentos, à falta
de formação nesta área em escolas públicas, à falta de espaços de
ensaio e experimentação, à falta de possibilidades de gravação, ou
mesmo as dificuldades de mostrar o seu trabalho, em espectáculos, fora
de um circuito comercial, vedado à maioria destes projectos,
dificultando a profissionalização nesta área.
O Palco Novos Valores é, portanto, uma oportunidade única que, para
além de  envolver milhares de jovens em todo o país, abre as portas a
diversas bandas para o mundo da música.

O concurso da região de Santarém, o Ribavante, realizar-se-á dia 3
de Julho, Sexta, em Alpiarça, no “Pavilhão do Partido”, com início
pelas 22h e nele actuarão 5 bandas do nosso distrito: Kwantta
(Abrantes), Os Outros (Torres Novas), Strap 58 (Cartaxo), TNB (Torres
Novas), Xtigma (Entroncamento)

A banda vencedora do Ribavante actuará na Finalíssima Sul
(eliminatória para as bandas vencedoras dos concursos dos distritos do
Sul do país) que, no dia 11 de Julho, no distrito de Évora


 

Leia outras noticias do Ribatejo em

http://jornalribatejano.blogspot.com/

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:42
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 21 de Abril de 2009
Salvaterra de Magos entre os 50 melhores municípios

 

 

Salvaterra de Magos é o único dos 21 concelhos do distrito de Santarém que figura entre os 50 melhores municípios do país em termos de eficiência financeira, no ranking global do último Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses (AFMP), onde são analisadas as contas referentes a 2007.


 
 
 
 
Esta seriação dos municípios com melhor desempenho a nível global é uma das principais novidades deste anuário, e foi construída com base em 10 critérios como a liquidez, o endividamento líquido, o peso das despesas com pessoal no cômputo das despesas globais, na arrecadação de impostos e taxas ou no grau de execução do POCAL, entre outros.
Contudo, o AFMP não apresenta uma listagem dos 50 piores, pelo que não é possível perceber quais os municípios onde a gestão financeira tem sido menos criteriosa.
Pode aferir-se apenas que nenhum outro dos concelhos ribatejanos figura sequer entre os 20 melhores municípios de média (de 20 a 100 mil habitantes) ou de pequena dimensão (menos de 20 mil habitantes).
Nos rankings onde são analisados itens mais específicos, Salvaterra de Magos volta a aparecer como a melhor Câmara do distrito nos municípios com menor passivo exigível (dívidas). Está em 34º lugar a nível nacional, com cerca de 2,9 milhões de euros por cobrar.
Na situação oposta, aparece a Câmara Municipal de Santarém, com 60,3 milhões de euros, o que a coloca entre no lote das 20 piores do país, no conjunto dos 308 municípios. Santarém volta a destacar-se pela negativa entre os municípios com menor liquidez, sendo o 10º pior a nível nacional.
Do distrito, aparecem ainda as Câmara de Torres Novas, no 15º lugar, e Ourém, sendo a 19º concelho do país com falta de liquidez. Neste item, a melhor Câmara do distrito é o Cartaxo, com 7,7 milhões de euros, e entre as 20 melhores a nível do país.
Nos primeiros 30 municípios do país com maiores resultados económicos, não aparece nenhum do distrito, mas Almeirim (com -3,26 milhões de euros) surge como o 17º pior a nível dos 308 concelhos portugueses, seguido por Ourém (-2,7 milhões de euros), em 23º lugar, e Santarém (-2,6 milhões de euros), no 24º posto.
A capital de distrito é ainda o 8º município do país com maior índice de dívida a fornecedores (116,1%), seguido pelo Cartaxo, em 14º lugar, e Torres Novas, o 31º pior pagador. No pólo oposto, está a Câmara de Constância, com apenas 1,8%, sendo o 6º concelho do país que menos deve a fornecedores e prestadores de serviços.


«João Nuno Pepino»

tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 18:34
link do post | comentar | favorito

Soeiro Pereira Gomes

 

 
Militante da luta e da escrita

Assinalou-se anteontem o centenário do nascimento de Soeiro Pereira Gomes, militante e dirigente comunista e talentoso escritor, pioneiro do neo-realismo em Portugal, duas facetas inseparáveis da sua personalidade. A sua vida e a sua obra foram demasiado curtas, interrompidas pela morte prematura, aos 40 anos, provocada pela doença e pela falta de assistência médica, devido à sua condição de funcionário clandestino do Partido. O seu percurso de vida e a obra que deixou escrita testemunham um firme compromisso com os explorados e oprimidos e com a sua luta e ajudam-nos, ainda hoje, a enfrentar a dureza dos combates que diariamente travamos pela democracia e pelo socialismo. Cem anos do nascimento de personalidades de reconhecido talento ou importância dão, normalmente, o mote para homenagens e evocações. O que está já a acontecer com o escritor Soeiro Pereira Gomes, cujo centenário se assinalou anteontem, dia 14 de Abril. E são bem merecidas estas homenagens e evocações àquele que é considerado o pioneiro do neo-realismo em Portugal, com a publicação, em 1941, do seu primeiro e mais famoso romance Esteiros, e um dos mais talentosos e significativos autores desta corrente. Mas lembrar Soeiro Pereira Gomes, escritor, não diz tudo. Talvez nem diga o essencial. Não diz, por exemplo, que Soeiro Pereira Gomes era militante comunista e que a sensibilidade que o levou a repudiar as injustiças e a envolver-se de corpo e alma na luta antifascista foi a mesma que revelava nos seus artigos, contos e romances. Nem diz que foi do seu envolvimento na luta clandestina que nasceram os Contos Vermelhos e do seu trabalho na fábrica a Engrenagem. Tão pouco refere que a doença que o vitimou com apenas 40 anos poderia, quem sabe, ter sido debelada caso tivesse sido devidamente acompanhado por um especialista – mas ser visto por um médico era tarefa difícil, porque o fascismo o perseguia ferozmente por ser funcionário clandestino do Partido Comunista Português.Soeiro Pereira Gomes foi um escritor comunista. Mas foi mais do que isso. Foi, sobretudo, um dedicado militante e dirigente comunista que se tornou num notável escritor. Os primeiros anosA história de Joaquim Soeiro Pereira Gomes inicia-se 14 de Abril de 1909 na aldeia de Gestaçô, no concelho nortenho de Baião. Filho de uma família de pequenos agricultores, faz a instrução primária em Espinho, tal como os seus irmãos, rumando depois a Coimbra, para frequentar a Escola Agrícola.Aos 21 anos, termina o curso e, já formado como regente agrícola, aceita uma proposta da Companhia da Catumbela e vai trabalhar para Angola. Por lá fica um ano, regressando a Portugal mais cedo do que o esperado devido ao clima rigoroso e às duras condições de trabalho.Em 1931, já casado, Soeiro Pereira Gomes entra para os escritórios da fábrica Cimento Tejo, em Alhandra, onde fixa residência. Estava então longe de suspeitar como esta decisão mudaria por completo a sua vida… Com apenas 22 anos, tinha já um apreciável percurso de vida – a infância passada no Douro, a adolescência em Coimbra, o primeiro emprego em Angola. Em Alhandra, onde convive diariamente com a exploração e com as injustiças, por um lado, e com a forte contestação operária, por outro, solidifica a sua consciência social e política e cimenta as suas convicções.Estava-se na década de 30 do século passado e o fascismo parecia ser imparável, em Portugal e por toda a Europa. Em Itália, o poder de Mussolini parecia não parar de aumentar e, em 1933, Hitler assume o cargo de chanceler da Alemanha. Em Espanha, os fascistas punham em perigo a jovem República. Por cá, era criado o partido único fascista, a União Nacional, a Polícia de Vigilância e Defesa do Estado (PVDE), a Legião e a Mocidade portuguesas. Os sindicatos eram encerrados e «substituídos» por Sindicatos Nacionais e, em 1936, abria o Campo de Concentração do Tarrafal.Os trabalhadores tentam organizar-se e reagir à escalada fascista. Um pouco por todo o País, estalam greves e manifestações. Em Janeiro de 1934, na Marinha Grande, os operários, com o PCP à frente, chegam a tomar o poder na vila, mas apenas por algumas horas. Dois anos e meio depois, os marinheiros do Dão, Bartolomeu Dias e Afonso de Albuquerque revoltam-se. Num e noutro caso, a repressão foi violenta.A decisão de uma vida e EsteirosObservador atento da vida na fábrica, onde os operários trabalhavam sob nuvens poluentes do pó do cimento a troco de quase nada, e na vila de Alhandra, Soeiro Pereira Gomes torna-se militante comunista na segunda metade dos anos 30, ingressando de imediato na célula do Partido na fábrica Cimento Tejo. Pouco depois, integra o Comité Local de Alhandra.No início dos anos 40, empenha-se a fundo na reorganização do Partido e passa a fazer parte do Comité Regional do Ribatejo. Com ele nesse organismo estão António Dias Lourenço e Carlos Pato, irmão mais velho de outro histórico dirigente comunista, Octávio Pato.Em articulação com a luta clandestina do Partido, Soeiro Pereira Gomes desenvolve uma intensa acção legal, participando abnegadamente na actividade cultural impulsionada pelo PCP em todo o Baixo Ribatejo. Ao mesmo tempo, colabora com vários jornais e revistas, designadamente com O Diabo.Em Novembro de 1941, publica o seu primeiro romance, Esteiros, uma das mais belas obras da literatura portuguesa, pioneiro no movimento neo-realista. A capa e as ilustrações são de Álvaro Cunhal, que conhecera na actividade partidária clandestina.Por esta altura, na sua casa de Alhandra, juntam-se com frequência vários intelectuais antifascistas: Alexandre Cabral, Sidónio Muralha e Alves Redol. Mas a sua actividade não se ficava pelos círculos restritos e Soeiro Pereira Gomes empenhou-se na criação de bibliotecas populares nas sociedades recreativas da região, na organização de cursos de ginástica para os operários da Cimento Tejo e na construção de uma piscina para o povo de Alhandra – a Charca, onde se formou, mais tarde, o grande nadador português Baptista Pereira, o «Gineto» de Esteiros.Paralelamente, organizava, juntamente com Alves Redol e António Dias Lourenço, os passeios de fragata no Tejo, que mais não eram do que formas de encontro de intelectuais progressistas e de contactos políticos fora do alcance dos olhares e dos ouvidos dos bufos do fascismo…As greves de Maio de 1944 e a clandestinidadeA sua dedicação e empenho nas actividades partidárias levam a que lhe sejam confiadas crescentes responsabilidades. Nas grandes greves de 8 e 9 de Maio de 1944, que envolveram milhares de operários e camponeses da região de Lisboa e Baixo Ribatejo, Soeiro Pereira Gomes assume um destacado papal, integrando o Comité Regional da Greve no Baixo Ribatejo. No Avante! da primeira quinzena de Maio, informa-se que «Dezenas de milhares de operários e camponeses lutam pelo pão». Em dezenas de localidades os operários entram em greve e os camponeses páram o trabalho. Em Vila Franca e Sacavém realizam-se poderosas manifestações com milhares de trabalhadores. O Avante! realça que «os dias 8 e 9 de Maio ficarão gravados na memória dos trabalhadores dos arredores de Lisboa como a data da unidade de combate de operários e camponeses. Esta unidade ganha em 8 e 9 de Maio, ficará como um grande exemplo para lutas futuras contra o fascismo».A PIDE, que tivera conhecimento prévio do movimento grevista, apercebe-se do papel desempenhado pelo autor de Esteiros e monta-lhe o cerco com o intuito de o capturar. Dois dias depois da greve, na tarde do dia 11 de Maio, mergulha na clandestinidade e torna-se revolucionário profissional como funcionário clandestino do Partido.Nesta sua nova vida, é-lhe confiada a responsabilidade da Direcção Regional do Alto Ribatejo. O trabalho que desenvolve é notável e o Partido cresce, em número de organizações e em aumento de actividade e influência. Entre 1945 e 1946, cria ou acompanha os comités locais de Santarém, Vale Figueira, Alpiarça, Rio Maior, São João da Ribeira, além de núcleos mais pequenos. Dirigente comunista e a morte prematuraEm Julho de 1946, Soeiro Pereira Gomes está entre os participantes no IV Congresso do Partido, realizado na Lousã. E apercebe-se da enorme expansão do Partido, para a qual também muito contribuiu: em menos de três anos, desde o III Congresso, o número de militantes aumentou seis vezes e o número de organizações locais cinco. Em muitas empresas foram criadas células partidárias e a tiragem do Avante! quadruplicou.O IV Congresso aponta o levantamento da nação portuguesa contra a ditadura fascista como a via para o derrubamento do fascismo. É reafirmada a política de unidade nacional antifascista e definidos os princípios orgânicos do centralismo democrático. Soeiro Pereira Gomes é eleito para o Comité Central.Nesse mesmo ano, escreve Praça de Jorna e é destacado para Lisboa. Aí torna-se membro da Comissão Executiva do Movimento de Unidade Nacional Antifascista (MUNAF), clandestino, ao mesmo tempo que acompanha a actividade dos comunistas no legal Movimento de Unidade Democrática (MUD).Enquanto elemento de ligação entre a direcção do Partido e o MUNAF, participa nas primeiras acções da campanha eleitoral do General Norton de Matos. A doença que entretanto o afligira agrava-se mas Soeiro Pereira Gomes desempenha as tarefas partidárias até ao limite das suas forças. Gravemente doente, implacavelmente perseguido pela PIDE e impedido de se tratar, acaba por falecer a 5 de Dezembro de 1949. Tinha 40 anos e uma promissora vida de dirigente partidário e escritor à sua frente.A caminho de Espinho, onde seria sepultado por vontade da família, o carro funerário é desviado para Alhandra por pressão popular. Milhares de pessoas enchem as ruas despedindo-se de Soeiro Pereira Gomes e acusando o fascismo pela sua morte. A mensagem lida na ocasião, fala por todos: «Do povo de Alhandra, ao nosso querido e inesquecível amigo Joaquim Soeiro Pereira Gomes, lhe rendemos neste momento, em nome de todo o povo honrado e trabalhador de Alhandra, a última e derradeira homenagem, aquele que soube, perto ou longe de nós, contribuir para a liberdade do povo de Portugal. Nós te juramos, querido e saudoso camarada, que sejam quais forem os obstáculos que os responsáveis pela tua morte nos levantem, levantaremos sempre bem alto, mesmo enfrentando a morte, a bandeira da democracia, pela qual sempre honradamente soubeste lutar e morrer. Nós te juramos, saudoso amigo, pelo amor dos nossos filhos.»O Avante! noticiou o que outros tentaram calarA morte de Soeiro Pereira Gomes foi divulgada pelo Avante! da segunda quinzena de Dezembro de 1949, através da seguinte notícia:«No passado dia 5 de Dezembro faleceu o membro do Comité Central do Partido Comunista e conhecido escritor revolucionário, Joaquim Soeiro Pereira Gomes, que nas fileiras do Partido usou os pseudónimos Serrano, Silva e Vaz. Soeiro Pereira Gomes além de escritor de vanguarda e autor dos romances “Esteiros” e “Companheiros”, o primeiro contando já 3 edições, e o segundo ainda inédito, foi um militante destacado do Partido desde a reorganização de 1942, e ingressou nos seus quadros ilegais em 1944, após as greves de 8 e 9 de Maio, no Ribatejo, em que teve uma participação activa como quadro do Partido e como empregado da C.ª de Cimento Tejo.O nosso querido camarada Soeiro Pereira Gomes morreu vitimado por uma doença grave, que não pôde ser tratada a tempo, devido à vida clandestina e à perseguição feroz de que era alvo por parte da PIDE, que tinha mandado para as autoridades de todas as localidades do Ribatejo o seu retrato e aí o procurava activamente. Sentindo bem os sofrimentos e a exploração de que é vítima a classe camponesa ribatejana, Pereira Gomes realizou junto do campesinato ribatejano um intenso trabalho de organização e mobilização, que o destacaram como quadro do Partido e o tornaram querido das massas camponesas. Pereira Gomes foi também um defensor extremo da unidade antifascista, e um dos obreiros das grandes jornadas de luta do nosso povo quando do movimento da candidatura do Sr. General Norton de Matos. Com a morte prematura do nosso querido camarada VAZ, o Partido perdeu um dos seus quadros de direcção central, a classe operária um combatente de vanguarda, o povo português um seu defensor activo e abnegado, e a intelectualidade progressiva portuguesa, um dos seus valores mais representativos. O nosso querido camarada Pereira Gomes foi um companheiro de luta que bem cedo tombou no caminho, sem ter conseguido ver realizada a sua grande ambição: o raiar sobre a terra portuguesa da alvorada da Paz, da Liberdade e da Democracia, por que tanto lutou. Outros seguirão os seus passos e prosseguirão na luta até à vitória final, prestando desta forma a mais justa e mais sentida homenagem ao seu grande coração e ao seu grande amor ao nosso povo.»
 

tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 18:33
link do post | comentar | favorito

Drinkin tem até 15 de Maio para mostrar que é recuperável21 de Abril de 2009

A administração da Drinkin, liderada pelo empresário Jorge Armindo, tem de apresentar o plano de recuperação da cervejeira de Santarém até 15 de Maio, data aprovada hoje em assembleia de credores, reunida no Tribunal de Santarém.


O relatório e a proposta do administrador de insolvência, Jorge Seiça Caldeta, foram aprovados sem qualquer voto contra. Caso o plano não seja apresentado no prazo agora concedido, a empresa será encerrada e colocada à venda.

O administrador de insolvência apresentou como causa para a situação de falência, sobretudo após a aquisição de 100% da Drinkin pela Lusochance, do empresário Jorge Armindo, em 2006, a insuficiência de receita face aos custos, apesar dos esforços de recuperação então encetados.

Afirmando que, quando foi adquirida, a Drinkin apresentava já graves problemas, o administrador de insolvência referiu as várias tentativas de recuperação, feitas sempre com o apoio da banca, nomeadamente do Millennium BCP (principal credor), CGD, Banif e Montepio Geral.

Jorge Caldeta referiu o esforço desenvolvido para reactivar a marca e prestar serviços a outros operadores do mercado de cerveja nacional, mesmo sim insuficiente para fazer frente aos custos, contando a empresa actualmente apenas com o apoio do BCP para manter a actividade.
«LUSA»

 

Leia outras da região em: www.jornalalpiarcense.com


tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 15:25
link do post | comentar | favorito

Câmara de Santarém avança para a compra do ex-presídio militar

 

A Câmara Municipal de Santarém aprovou, segunda-feira, o contrato promessa de compra e venda de bens futuros com a Estamo - Participações Imobiliárias, que prevê a aquisição do antigo Presídio Militar por 4,6 milhões de euros. A votação da proposta apresentada pelo presidente da autarquia, Francisco Moita Flores (PSD), no âmbito das contrapartidas negociadas com o Governo pela não construção do aeroporto na Ota, mereceu a unanimidade do executivo.

 

Moita Flores reafirmou a intenção de celebrar parcerias com diversas entidades, como o Instituto de Turismo de Portugal, Escola de Hotelaria e Turismo, Associação de Restauração e Similares de Portugal (ARESP), associações de confrarias e, eventualmente, privados, para que aquele edifício da arquitectura do ferro possa tornar-se num pólo central de desenvolvimento do turismo.

 

O autarca afirmou que esta é uma forma de "transformar Santarém numa cidade de grande potenciação do turismo", permitindo que o público possa visitar um edifício classificado, "uma obra de arte que não pode ser adulterada". O edifício, implantado numa área de três hectares, irá acolher, nomeadamente, a sede da Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo, a Escola de Hotelaria e Turismo de Santarém e sede de diversas associações ligadas ao sector, disse.

 

Um dos edifícios adjacente ao edificado principal vai ser "autonomizado", de forma a que a autarquia possa encontrar um parceiro privado que lhe permita "não gastar um tostão" no negócio, que prevê o pagamento a pronto ou em prestações, disse Moita Flores.

 

O vereador socialista Rui Barreiro justificou o voto favorável dos quatro eleitos do PS com o "preço razoável" proposto pela Estamo (empresa estatal), com o facto de o imóvel "merecer preservação" e de haver a declaração de que, "no pacote negocial, a câmara não será onerada".

 

O antigo Presídio Militar, construído em 1890, num projecto dos engenheiros Adolfo Loureiro, Alexandre da Conceição e José Cecílio da Costa, correspondeu à nova filosofia do sistema prisional, depois da abolição da pena de morte em Portugal (1867). Está classificado como imóvel de interesse público.

 

Além do edifício do antigo Presídio Militar, a Câmara de Santarém vai igualmente adquirir ao Estado o edifício da antiga Escola Prática de Cavalaria e o quartel das Donas (antigo Convento), junto à PSP, no âmbito das contrapartidas negociadas com o Governo.

«O Mirante».

Leia outras noticias da região em: www.jornalalpiarcense.com


tags:

publicado por Noticias do Ribatejo às 15:08
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

CULTURA AVIEIRA: O Projet...

ALMEIRIM: “Águas do Ribat...

ALMEIRIM - Algumas pequen...

ALMEIRIM - UMA CENTENA DE...

ALPIARÇA -"Carta Aberta" ...

ALPIARÇA - INVESTIMENTO D...

ALPIARÇA - ÁGUAS DO RIBAT...

RIO MAIOR - Fundo de Emer...

SANTAREM - Assunção Crist...

ALMEIRIM - “JSD Almeirim ...

A Associação de Regantes ...

Águas do Ribatejo quer um...

ÁGUAS DO RIBATEJO REALIZA...

ALPIARÇA - REGIÃO DE TUR...

ALMEIRIM - ARMAZÉM CENTRA...

O Escolhido

CARTAXO -Vale D’algares n...

SANTAREM-Jerónimo de Sous...

ALMEIRIM- Candidatura de ...

SANTAREM-II Encontro Vesp...

ALMEIRIM-Secretário de Es...

...

ALPIARÇA-Demonstração de ...

Chamusca-Vale de Cavalos:...

ÁGUAS DO RIBATEJO PATROCI...

TOMAR - Convento de Crist...

A CONCELHIA DO PARTIDO SO...

Actividade operacional d...

ALPIARÇA-Selecção Distrit...

"A dor da gentre não sai ...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds