NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 30 de Outubro de 2015
Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

sexta-feira:

 

Esta sexta-feira, prossegue a 35ª edição do Festival Nacional de Gastronomia, na Casa do Campino. Até domingo, “Descubra Santarém enquanto prova Portugal”. O Festival promove as artes culinárias e os seus produtos em 12 restaurantes de diferentes regiões nacionais, incluindo os Açores e a Madeira

Às 17h00, o Salão Nobre da Casa do Campino acolhe o Seminário “Gastronomia e Turismo”, promovido pela AMPV – Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

Das 20h00 às 22h00, a animação está a cargo do grupo “Camisas Negras”.

A partir das 22h00, há prova de vinhos da Península de Setúbal da AMPV, na Sala de Provas, na Casa do Campino. O recinto do Festival encerra à 01h00.

Esta edição apresenta ainda como novidade um 13.º restaurante temático – “Lucky 13”, que apenas serve jantares por marcação, limitados a 50 pessoas por refeição. Este espaço, entregue a um Chef que não tem estrutura de residente mas que muda diariamente (à exceção do dia de abertura e de encerramento do Festival), vai apresentar uma cozinha que tem como base a matriz tradicional deste Festival sem esquecer os novos valores da gastronomia.

Os interessados devem comprar antecipadamente o ingresso para os jantares, pelo valor de 35 euros, que tem como base um menu de degustação com acompanhamento de vinhos, servido por: Ana Veríssimo, Igor Martinho, Filipe Pina, Rodrigo Castelo, João Correia, Carlos Gonçalves, Hélio Loureiro, João Francisco Duarte, Vítor Sobral, João Simões, Nuno Costa e Manel Lino.

O 13.º restaurante pretende rasgar os dogmas de que o Festival Nacional de Gastronomia é casa exclusiva da cozinha tradicional, tendo em conta que procura renovar a relação da cozinha e os Chefes contemporâneos, em parceria com o CCA - Chefe Cozinheiro do Ano, que se apresenta como novidade.

A Praça do Petisco, que vai poder encontrar no Centro do Claustro da Casa do Campino, é outra das novidades desta edição. De modo a recuperar a tradição do Festival Nacional de Gastronomia, esta Praça do Petisco apresenta cinco tasquinhas que vão servir petiscos de diversas regiões do País. Neste local, o visitante pode ainda degustar os petiscos servidos nas Tasquinhas, bem como alguns dos muitos produtos em exposição nos stands dos Agro-produtos não frescos: pescado seco e conservas, bem como os vinhos - instalados em colaboração com a AMPV - Associação dos Municípios Produtores de Vinho, que transformam este espaço num grande mercado de sabores.

Nesta edição, o artesanato pode ser visitado numa tenda, que faz a ligação entre a zona das bilheteiras e a entrada da Casa do Campino, enquanto a área destinada à Didática e Espaço Infantil, pode ser visitada no 1.º Piso, juntamente com a Doçaria.

A entrada no Festival Nacional de Gastronomia mantém o preço de dois euros/bilhete, enquanto as cadernetas de 10 bilhetes custam 15 euros e vão estar à venda no Complexo Aquático, Posto de Turismo de Santarém e Secretariado do Festival, na Casa do Campino.

O certame funciona de domingo a quinta-feira, das 12h00 às 00h00 e à sexta-feira e sábado, das 12h00 à 01h00.

O Festival Nacional de Gastronomia é organizado pela Viver Santarém, SA e pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, com o apoio da Câmara Municipal de Santarém.

Esta sexta-feira, dia 30 de outubro, há Feira de Outono, organizada pela Santa Casa de Misericórdia de Santarém - SCMS, nos Claustros do edifício da Misericórdia e conta com a presença de diversos artistas convidados.

Esta iniciativa que se prolonga até às 22h00, e que tem entrada livre, pretende envolver técnicos, utentes e comunidade, na promoção de um convívio saudável e na demonstração e venda de produtos de qualidade, próprios desta época.

A Santa Casa da Misericórdia de Santarém está a envidar esforços em torno de uma Causa Maior: a remodelação da Copa do Lar dos Rapazes, e espera que a cidade de Santarém abrace esta missão e usufruía desta iniciativa que oferece boa música, teatro, magia, deliciosas iguarias e bom ambiente.

Após a primeira animação agendada com o grupo “2 Megabites”, com José Joaquim dos Santos e José Emídio Conceição, que abrem a festa com os habituais clássicos da música portuguesa, a música prossegue a partir das 15h30, com a Tocata de Cavaquinhos da UTIS – Universidade da Terceira Idade de Santarém.

Às 16h30, a animação prossegue com ‘Baile das Velhas’, um exercício teatral dos alunos finalistas do Curso de Artes do Espectáculo da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, que nasce do trabalho desenvolvido nas áreas de teatro de rua e caracterização.

A Feira de Outono prossegue pelas 17h00 com a participação do mágico Manuel Barata. Natural de Santarém, passou pelo teatro, mas desde novo que se dedicou ao ilusionismo. É sócio da maior associação portuguesa de ilusionismo, e a sua magia é repleta de humor com finais inesperados…

Às 18h00 decorre a apresentação de ‘Jazz ao Natural’, com Sara Gabriel e Afonso Sousa, que se juntam à causa e cantam os clássicos do jazz acompanhados pela ‘João Madeira Band’.

Pelas 19h30, ‘Amor de Lorca’ é o contributo de Paula Nunes e Francisco Selqueira para a festa, que vão interpretar, através da Poesia e da Dança, alguns dos amores de Federico García Lorca.

Às 20h00, atua o Rancho Folclórico da Portela das Padeiras, com pares entre os 7 e os 75 anos.

A partir das 21h30, começa a atuação da TUFES – Tuna Feminina Scalabitana, fundada a 18 de Dezembro de 2000.

A Feira de Outono da SCMS conta com o apoio da Câmara Municipal de Santarém, W Shopping e Agrupamento de Escolas Dr. Ginestal Machado. A entrada é gratuita.

 

sábado:

 

Este sábado, dia 31 de outubro, a partir das 12h00, é o penúltimo dia que tem para visitar a 35ª edição do Festival Nacional de Gastronomia, na Casa do Campino. Para além das artes culinárias e dos seus produtos, que pode degustar nos 12 restaurantes de diferentes regiões nacionais, incluindo os Açores e a Madeira, das 13h00 às 15h00, animação musical com o grupo “Os Carambolas”.

Das 20h00 às 22h00, a música está a cargo de Carlos Alberto Moniz, que apresenta o seu álbum “O Vinho dos Poetas”.

A partir das 22h00, há Prova de Vinhos do Douro, da AMPV, na Sala de Provas, na Casa do Campino e animação musical com o grupo “Os Carambolas”, nos Claustros da Casa do Campino. O recinto do Festival encerra à 01h00.

Às 11h30 e às 16h00, há Hora do Conto, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

“Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto...”

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80!

Às 12h00 e às 16h00, há Oficinas de Arte – Pintura e Pintores Famosos (respetivamente), na Livraria Aqui Há Gato.

Com muita arte e imaginação, vamos por as mãos à obra e sentir que todos nós somos artistas! (Duração) 60’(Classificação) M/4 (Preço) 6€

Vamos ser artistas: descobrir um pintor e a forma como ele pinta!

(Duração) 60’ (Classificação) M/4 (Preço) 6€

Às 11h30, há Teatro de Fantoches, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Mais uma vez, os Fantoches vão alegrar a nossa manhã de sábado! Garantimos diversão e muitos sorrisos! Venham festejar o final do mês com Teatro!

(Duração) 30’ (Classificação) para todos

Às 15h30, a peça de Teatro “O Mistério da Pedra Encantada”, sobe ao palco do Teatro Taborda - Círculo Cultural Scalabitano.

O Rei Orlando III vivia num castelo com a sua filha, a Princesa Margarida e o Bobo Venceslau.

Estava o Venceslau a conversar com o público quando chegou furiosa, a Bruxa Alexandrina e o quis transformar em sapo…

Depois, ficam todos contentes com a chegada do Príncipe Miguel que vem pedir a mão da Princesa.

O Príncipe traz uma enorme…

Para saber o resto, o melhor mesmo é assistir ao espetáculo”

Ficha Técnica: Era Uma Vez – Teatro de Marionetas (Évora) | Texto de José Carlos Alegria | Bonecos: Vasco Fernando | Cenários: António Canelas | Guarda-Roupa: Ana Meira e Né Meira | Manipulação: José Carlos Alegria e Carlos Miguel Meira Alegria

(Duração) 45’ (Classificação) para todos

Para mais informações, contactar o Círculo Cultural Scalabitano, através do e-amiL.circuloscalabitano@gmail.com ou do telefone - 243 321 150, das 14h00 às 20h00.

Às 21h30, o grupo “Meia de Leite”, sobe ao palco do Teatro Sá da Bandeira.

“Meia de Leite é café com leite, dois jovens lisboetas da alta burguesia, filhos bastardos de Bonga Kwenda e Rod Stewart. Agarrados aos trópicos mais intensos, procuram a verdade mais pura canonizada pelos clássicos greco-portugueses - sempre aplicada na vida do ghetto. A sua música reflete a sociedade que os rodeia, abordando as questões mais existencialistas do coto-indiano português, Meia de Leite regressou de Alcácer-Quibir para animar o povo. Os desenhos são de Nuno Fonseca, a música é de todos.”

(Música) (Duração) 60’ (Classificação) M/06 (Preço) 3€

À mesma hora, a peça de Teatro “Talvez haja espetáculo”, sobe ao palco do Teatro Taborda – Círculo Cultural Scalabitano.

«Um bocadinho disto, mais um bocadinho daquilo e "Talvez" haja espetáculo.

"Talvez" de José Carlos Alegria e de Carlos Miguel Meira Alegria é um espetáculo moralista só para adultos.”

Ficha Técnica: Era Uma Vez - Teatro de Marionetas (Évora) | Texto: José Carlos Alegria e Carlos Miguel Meira Alegria | Manipulação: José Carlos Alegria e Carlos Miguel Meira Alegria

(Duração) 60’ (Classificação) M/18

Para mais informações, contactar o Círculo Cultural Scalabitano, através do e-amiL.circuloscalabitano@gmail.com ou do telefone - 243 321 150, das 14h00 às 20h00.

Das 21h30 às 09h30, há Noite das Bruxas, na Livraria Aqui Há Gato.

“Uma noite muito especial dedicada às bruxas! Vem passar uma noite no Aqui Há Gato e descobrir um mundo de fantasia... Traz o saco-cama! Vamos enfrentar os medos juntos! Vai ser uma noite inesquecível!”

(Duração) das 21h30 do dia 31 de outubro até às 09h30 do dia 01 de novembro (Classificação) M/4 (Preço) 30€(Nota) Inscrições limitadas com marcação prévia.

 

domingo:

 

Este domingo, dia 1 de novembro, a partir das 12hh00, é o último dia que tem para visitar a 35ª edição do Festival Nacional de Gastronomia, na Casa do Campino. Para além das artes culinárias e dos seus produtos, que pode degustar nos 12 restaurantes de diferentes regiões nacionais, incluindo os Açores e a Madeira, das 13h00 às 16h00, há animação musical com os “Carambolas”. O recinto do Festival encerra às 16h00.

Às 16h00, o Teatrinho de Santarém apresenta a peça de Teatro para a Infância “Universo Branco”, no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas. Entrada: 2 euros. Reservas através do e-mail - teatrinho.santarem@gmail.com ou por mensagem para o telemóvel - 914 658 455.

«A viagem de uma nave espacial enviada da Terra com seres humanos, tem como destino um planeta branco, algures num universo longínquo.

O encontro com extraterrestres é amistoso e até divertido, resultando uma aceitação mútua das diferenças de comportamento, numa partilha de saberes que a todos valoriza.

“Universo Branco” é um espectáculo feito por crianças, onde o teatro, a dança e a música, se misturam com ações lúdicas que surpreendem e cativam o público.»

Org. Teatrinho de Santarém e CCRS – Centro Cultural Regional de Santarém

 

Em permanência:

 

Até dia 30 de outubro, visite a Exposição de Pintura “Plumas e Paisagens”, de Rita Saraiva, na Sala de Leitura Bernardo Santareno. A exposição pode ser visitada até às 18h00.

Rita Saraiva, licenciada em Arquitetura de Design de Produto pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa é uma Pintora autodidata cuja limitação motora muscular com origem indefinida nunca a impede de pintar mesmo quando é ato exigente. É com enorme prazer que pinta estas bailarinas as quais chama de “Plumas” pela leveza graciosidade e “Paisagens” procurando em cada composição expressar dinamismo. No seu trabalho regista principalmente a necessidade de desmontar a realidade descodificar os ínfimos detalhes os quais insiste em promover como momentos de importância determinante

Até dia 31 de outubro, visite a Exposição Coletiva “Singularidades da Arte (e) da Vida – Mãos que pintam pela Humanidade”, patente até dia 31 de outubro, nos Claustros do Convento de S. Francisco. Esta Mostra pode ser visitada de terça-feira a domingo, entre as 09h00 e as 12h30 e das 14h00 às 17h30. Em caso de realização de eventos, o Convento encerra para visitas.

“Esta Exposição Coletiva de pintura, integra 78 quadros de 43 artistas plásticos nacionais e estrangeiros e tem Curadoria do Artista Plástico Xicofran, A Exposição insere-se nas comemorações dos 150 anos da Cruz Vermelha Portuguesa e realiza-se com o objetivo de angariar fundos para as causas humanitárias e projetos sociais do Centro Humanitário de Santarém/Cartaxo.

Durante o mês de outubro, os quadros podem ser adquiridos ou licitados acedendo ao websitewww.cvpsantaremcartaxo.pt

A Exposição de Escultura de Rogério Timóteo também pode ser visitada até dia 31 de outubro, no Convento de S. Francisco, de terça-feira a domingo, entre as 09h00 e as 12h30 e das 14h00 às 17h30. Em caso de realização de eventos, o Convento encerra para visitas.

“Rogério Timóteo, escultor português nascido em 1967, em Anços (Sintra), contrasta formas figurativas mescladas com linhas geométricas utilizando materiais tão diversos como o mármore bronze ou resina. Com mais de 25 exposições individuais e mais de 200 exposições coletivas e de grupo, em Portugal e no estrangeiro, este ex. aluno do Mestre Anjos Teixeira (de 1985 a 1989) encontra-se representado em coleções particulares em Portugal, Suíça, França, Alemanha, EUA, Inglaterra, Polónia, Canadá, Espanha, Austrália, Uruguai, Áustria, Escócia, Holanda, Luxemburgo e Irlanda.

Realizou 26 esculturas em espaços públicos, incluindo 8 de grandes dimensões.

Até dia 31 de outubro, visite a Exposição Bibliográfica - Comemorações do Dia Internacional para a erradicação da Pobreza e dos Sem-Abrigo (que se comemora no dia 17 de outubro), patente na Sala de Leitura Bernardo Santareno. A Exposição pode ser visitada, de segunda a sexta-feira das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

“A Pobreza e os Sem-Abrigo são um fenómeno multidimensional, uma realidade crescente que está a marcar profundamente a história da humanidade neste século XXI. Apesar dos diversos planos de Ação levados a cabo por parte, quer dos Chefes do Governo quer dos próprios Governos em geral, numa tomada de medidas para erradicar a pobreza e criar politicas destinadas a evitar ruturas de existência suscetíveis de conduzir as populações a situações ainda mais dramáticas, a sociedade atual vive cada vez mais a emergência da pobreza do tempo, um fenómeno difícil de desaparecer”.

De 1 a 30 de novembro, visite a Exposição de Fotografia Gatografia - ESPECIAL MIA FESTIVAL, na Livraria Aqui Há Gato.

Desafiamos todos os nossos amigos a tirarem fotografias cheias de pose aos seus animais de estimação felinos e trazerem para a Livraria. Vamos fazer uma grande exposição só de gatos!

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 912 578 970. 

“A Torre das Cabaças, ou Cabaceiro – como o vulgo a denomina - é, na realidade, uma Torre Relógio, género arquitetónico introduzido em Portugal desde os primórdios do século XV. A designação popular fixou-se nos finais do século XVIII, derivada das sete ou oito cabaças de barro colocadas na estrutura de ferro que suporta o enorme sino de bronze datado de 1604.

As cabaças – identificadas pelo povo como sendo as cabeças ocas dos vereadores municipais, numa tradição anedótica reportada ao tempo de D. Manuel I – servem de ressonância no tanger das horas, espalhando o som em várias direções.

Do conjunto de cabaças primitivas apenas subsistem quatro, vidradas a amarelo e verde. As restantes quatro são mais recentes, sendo três delas vidradas a castanho e colocadas em 1933, por altura do restauro da DGEMN. A sua forma e configuração são distintas. As mais antigas têm o colo praticamente fechado e os buracos de ressonância mais abertos; as do restauro de 1933 têm o colo aberto e os buracos de ressonância mais espaçados. A abertura inferior servia para as enfiar na estrutura de ferro forjado superior, sobre espigão.”

A Exposição “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral”, na Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil” está patente até dia 30 de abril de 2016.

No ano em que se comemoram os 600 anos da Tomada de Ceuta, génese do projeto expansionista português, a Casa do Brasil | Casa Pedro Álvares Cabral apresenta a exposição “Modos, Medos e Mitos no tempo de Cabral”, que procura enquadrar o protagonista do último grande episódio da gesta ultramarina lusitana. A mostra, que conta com o alto patrocínio do Montepio Geral – Associação Mutualista e do W Shopping, aborda temas fundamentais da história da Humanidade, contemporâneos de Cabral: invenção da imprensa, evolução científica, chegada à Índia e ao Brasil, globalização e miscigenação, viagem das plantas.

Sabia que consome “alimentos deste outro mundo”? Já pensou que a navegação astronómica permitiu precisões incríveis (bem antes do GPS)? Imagina quantos livros se publicaram nesta época? Venha descobrir numa Casa do Brasil perto de si.

A mostra de caráter multissensorial e experiencial ocupa os átrios do piso térreo, as salas de exposição, bar, biblioteca e varanda interior, bem como o auditório e jardim. Apoiada pelo Montepio Geral – Associação Mutualista e pelo W Shopping, tem como objetivo fazer regressar a Casa do Brasil à sua génese, com a programação de iniciativas ligadas à temática Portugal/Brasil.

A organização está a cargo da Câmara Municipal de Santarém, e conta com objetos da reserva municipal, tais como pinturas, esculturas e livros, da Diocese de Santarém, que também cedeu alguns objetos, do espólio museológico municipal, cedências do Museu Diocesano e dos joalheiros Leitão e Irmão (réplica em prata do Nónio). Foram cedidos direitos de reprodução de imagem do Museu Nacional de Arte Antiga, Museu de S. Roque e Santa Casa da Misericórdia do Porto.

Aproveite para visitar o Centro de Interpretação - Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

“Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade que permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem”. Para mais informações, contacte, através do telefone - 243 357 288.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:42
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Município de Santarém apo...

Férias de Natal AAAF – pa...

Livro de Luís Batista “Ca...

Sociedade Ponto Verde e D...

II Festival de Órgão de S...

NERSANT apresenta tendênc...

74º Aniversário do Concel...

Azambuja é o município co...

Mercados de Natal em Deze...

Câmara Municipal de Salva...

É pró menino e prá menina...

CÂMARA MUNICIPAL COM VAGA...

Município de Azambuja ina...

Município do Entroncament...

Premiados Concursos Nacio...

Município do Entroncament...

Continuam os convívios de...

Ribatejo apresenta-se com...

Junta de Freguesia de Alc...

Comemoração do Dia Mundia...

Liga de Amigos da Secção ...

Câmara de Azambuja aprovo...

Município de Azambuja com...

Avisan’19 recebe Exposiçõ...

Município da Chamusca pro...

MUNICÍPIO DO CARTAXO CELE...

Câmara Municipal de Salva...

“Dia do Refeitório Aberto...

“É pró menino e prá menin...

CA Juniores dá asas à ima...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds