NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 18 de Maio de 2018
Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

image004 (2)

 

sexta-feira:

 

 

Esta sexta-feira, dia 18 de maio, às 17h30, a Sala de Leitura Bernardo Santareno vai ser palco da Apresentação pública de uma App intitulada “Patronos dos Agrupamentos das Escolas de Santarém”.

Esta App envolve os Agrupamentos Escolares Alexandre Herculano, D. Afonso Henriques, Dr. Ginestal Machado e Sá da Bandeira, uma iniciativa dos professores bibliotecários dos Agrupamentos Escolares, em colaboração com a Rede Concelhia das Bibliotecas Escolares, o Município de Santarém ( Biblioteca Municipal de Santarém ) e o Centro de Competência TIC do IPSantarém (Escola Superior de Educação) entidade responsável pela concepção e apresentação da referida App.

Em simultâneo vão estar expostos os trabalhos realizados pelos alunos dos vários agrupamentos, dedicados ao “Patrono” das suas escolas.

 

Às 18h30, tem lugar a apresentação da 4ª edição do Vitória Futsal Cup Masters, no Piso 2, do W Shopping – maior torneio do País. O Vitória Futsal Cup Masters organiza, nos próximos dias 8, 9 e 10 de Junho, aquele que se assume como o maior e mais abrangente torneio de futsal de formação nacional. A apresentação oficial do certame junta todo o País “do Futebol”. Os recém-sagrados campeões europeus Tunha e Bebé são as novidades no luxuoso lote de padrinhos do evento.

Depois do estrondoso sucesso registado em 2015, 2016 e 2017, Santarém volta a assumir-se como a capital nacional do futsal jovem, e acolhe este torneio  de enorme dimensão que movimenta 7 escalões de formação e envolve mais de 600 atletas e 150 técnicos, distribuídos por 38 equipas representativas de todos os 22 distritos de Portugal Continental e Ilhas, naquele que representa um recorde absoluto de movimentação nacional em torno da modalidade no plano da formação.

 

Às 21h30, prossegue a Monstra - Festival de Cinema de Animação de Lisboa.

CONTAGEM DECRESCENTE / Dead Reckoning
Paul Wenninger, Susan Young | Áustria | 2017 | 3’ 
Uma viagem em redor da avenida Ringstrasse de Viena e de lá para entrar na cidade, cair, comer e acabar finalmente na casa de banho.

DEIXAR IR / Letting Go
Ülo Pikkov | Estónia | 2017 | 11’
Letting Go é uma terapia animada com uma jovem de orfanato que quer soltar as sombras que assombram o seu passado.

AVÔ MORSA / Grandpa Walrus
Lucrèce Andreae | França | 2017 | 15’
Na ventosa e nublada praia, a Avó reza, a Mãe grita, as irmãs não ligam, Lucas está sozinho. O avô era um tipo estranho, agora está morto.

AREIA / Sand
Arjan Brentjes | Países Baixos | 2017 | 5’
Acorda cedo, come vitaminas, faz algum exercício e limpa a areia da tua cara.

O KING / The King
Goga Mason | Itália | 2017 | 6’
Um remake do popular filme ‘King Kong’. Na nossa versão, passada em Trieste, atribuímos um merecido final feliz ao King Kong.

OLÁ DESAPARECIDO / Hi Stranger
Kirsten Lepore | EUA | 2016 | 3’
Olá Desaparecido, há quanto tempo…

NOVAMENTE NA MODA / Back in Fashion
Belinda Bonan | Espanha | 2017 | 8’
Pascal Benard, um dos melhores designers de todos os tempos, retornou ao mundo da moda após a sua retirada repentina.

MING
Danski Tang | EUA | 2017 | 3’
Curta de origem americana realizada e animada por Danski Tang que aborda a experiência de uma modelo Chinesa no estrangeiro.

O CICLO DA LUZ / The Cycle of Ligth
Aili Allas, Liisi Grünberg, Anne Mirjam Kraav | Estónia | 2017 | 6’
Curta-metragem sobre o ciclo de vida de um animal peculiar, que habita num mundo escuro, onde a luz é, ao mesmo tempo, um recurso e um indivíduo.

FERMENTO / Leaven
Artur Hanaj | Polónia | 2016 | 5’
Se queres que a massa cresça, mistura farinha com fermento e leite. Põe a massa ao calor para que suba.
Tem cuidado, ou a massa irá baixar.

A PESTANA DO LOBO / The Wolf Eyelash
Starikova Elizaveta | Rússia | 2016 | 6’
As raízes do conflito interno da história retrocedem à infância do personagem principal; o seu desejo de voltar a esses dias.

A HISTÓRIA COMPLETA / The Full Story
Daisy Jacobs, Christopher Wilder | Reino Unido | 2017 | 8’
Toby está a vender a sua casa de infância. Andando pelos quartos vazios, é assaltado por memórias de felicidade e o desamparo e raiva de se ser criança.

Duração 
78’ | Classificação M/12 | Preço 4€
Descontos: 2,5 - Sócios Cineclube de Santarém, estudante; <25 anos; >65 anos; desempregados | 1 - Crianças até aos 12 anos.

Apoio: Cineclube de Santarém
Informações e reservas: 
243 309 460 ou teatrosabandeira@cm-santarem.pt

 

Às 21h30, tem início o IX TAGEANO - Festival de Tunas Mistas da Cidade de Santarém, com Noite de Serenatas, organizado pela Tuna Académica de Gestão de Santarém (TAGES), com o tema “Música pelo Mundo”, no Convento de S. Francisco.

Informações e reservas: 91 835 87 72 | facebook.com/tunatages

Preços: Convento de S. Francisco – Entrada livre

 

O 27º Torneio Internacional de Futebol Veterano – Santeirim, prossegue até domingo, dia 20 de maio, nos concelhos de Almeirim e Santarém, e conta com a participação de 14 equipas de seis países.

Mais de duas centenas de atletas disputam o troféu nos estádios da Associação Desportiva Fazendense, Municipal de Almeirim, campo da Ribeira de Santarém, Chã das Padeiras, em Santarém e no campo da Escola Superior Agrária de Santarém. A final está marcada para domingo, 20 de Maio, às 10h30, no Estádio D. Manuel de Mello em Almeirim.

 

 

 

sábado:

 

 

Este sábado, dia 19 de maio, tem lugar o Percurso Ambiental TEJOAlive III – Percurso de 12,5 Km, com concentração às 8h00, no Jardim da República – transporte de autocarro de Santarém para Vale de Figueira – percurso até Vale de Figueira - Porto Pereiras. Grau dificuldade: Médio.

Às 09h00, tem início o percurso, em Vale Figueira – Quinta da Boavista. O fim do percurso está previsto para as 13h30, no Porto Pereiras.Esta Caminhada Ambiental é organizada pela Câmara Municipal de Santarém, em colaboração com União de Freguesias de S. Vicente do Paúl e Vale de Figueira

 

A 3ª edição do percurso ambiental é realizada entre Vale de Figueira e Porto Pereiras, com uma duração aproximada de 4 horas, incluindo a paragem em três pontos de observação dos valores ambientais únicos associados ao rio Tejo. É um despertar para a observação de aves aquáticas no seu meio natural, uma reflexão sobre as marachas do Tejo e a aquisição de conhecimentos sobre a ictiofauna e a flora que dão vida ao maior rio de Portugal, que ao longo do seu percurso, desenha uma paisagem única identitária da região do Ribatejo.

Este projeto conta com a cooperação de entidades científicas, representadas por César Garcia do Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUNHAC), Rui Félix e Abano Soares do Centro de Conservação das Borboletas de Portugal (Tagis), João Gago da Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS), que constituem o suporte substantivo para abrir perspetivas sobre uma nova abordagem para o rio Tejo em Santarém.

 

Biodiversidade

As marachas do Tejo, são galerias ripícolas identitárias da região formadas por salgueiros, criando um habitat único, constituindo um fator-chave para travar a perda de biodiversidade. As aves atribuem um valor ímpar à Lezíria, avistando-se com frequência: Águia-Pesqueira (Pandion haliaetus), Águia-de-asa-redonda (Buteo búteo), Milhafre (Milvus migrans), Cotovia (Alaudidae), Garça-Real (Ardea cinérea), Corvo-marinho-de-faces-brancas (Phalacrocorax carbo), Bufo-Real (Bubo), Coruja das Torres (Tito alba), Abelharuco (Merops apiaster), Guarda-rios (Alcedo atthis). 

Os peixes, além de constituírem um elemento essencial do equilíbrio do ecossistema fluvial, exibem inegável importância para as populações, constituindo um património de competitividade para o território, nomeadamente as seguintes espécies nativas do rio Tejo: Enguia (Anguilla), Tainha (Mugil cephalus), Sável (Alosa), Saboga (Alosa fallax) e Barbo (Barbus bocagei).

 

A margem direita do rio Tejo oferece ao concelho de Santarém um sítio riquíssimo em valores ambientais, de fauna e flora, que representa uma importância crucial para a conservação de diferentes espécies, em particular, de aves e peixes.

A construção de uma nova abordagem de desenvolvimento territorial focado nos recursos hídricos e, em particular no rio Tejo, tem vindo a ser dinamizada pela Câmara Municipal de Santarém, que assume uma visão de valoração integrada dos serviços dos ecossistemas assente nas três dimensões da sustentabilidade a nível local. A estratégica municipal tem como objetivos reduzir as pressões sobre a biodiversidade, reabilitar e restaurar os ecossistemas, promover a utilização sustentável dos recursos biológicos e aproximar os cidadãos dos rios e ribeiras, aumentando a felicidade das populações que habitam e trabalham neste território.

 

 

Às 16h00, o Teatro Taborda – Círculo Cultural Scalabitano, acolhe a Peça de Teatro - “Não aceito este silêncio”, integrado na Temporada das Primavera do CCS – Círculo Cultural Scalabitano. Dois clubes de teatro do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano e da Escola Secundária de Mira D’aire (Porto de Mós) apresentam: quatro quadros da vida real; quatro olhares sobre a problemática do Bullying em contexto escolar, num retrato de um dos mais preocupantes temas da atualidade. Uma visão crua e violenta, alimentada por um muro de silêncio a que o medo obriga.

(Encenação) Professoras Graça Gonçalves e Fátima Oliveira (Atores) Alunos dos Clubes de Teatro de ambas as Escolas

Às 20h00, há Visita guiada à Torre das Cabaças e apreciação de vista noturna sobre a Cidade, integrada nas comemorações do Dia Internacional dos Museus, organizado pela Câmara Municipal de Santarém e pela Direção Geral do Património Cultural. Entrada gratuita.

ÀS 21h30, tem lugar o Concerto para Surdos com o Coro do Círculo Cultural Scalabitano, na Igreja de Santa Maria da Graça, integrado nas comemorações. Entrada livre.

A música é tão preciosa ao ser humano que usa múltiplas formas de se fazer ouvir. É com base nesta premissa que o Coro do Círculo Cultural Scalabitano realiza um concerto a pensar em todos aqueles que ouvem os sons de forma diferente. Coadjuvado por intérpretes de língua gestual, o Coro pretende, por um lado, sensibilizar a comunidade para a importância de uma sociedade mais igualitária, onde todos devem ser respeitados na sua diferença e, por outro, explorar a sua própria capacidade de transmissão musical perante um público não habituado a concertos.

Santa Maria da Graça é o último grande monumento gótico monacal que Santarém atualmente conserva. A sua construção ficou a dever-se à iniciativa dos Agostinhos de Lisboa, instalados na cidade a partir de 1376, que conseguiram o patrocínio de nomes importantes da nobreza escalabitana, como os primeiros Condes de Ourém, D. João Afonso Telo de Meneses e sua mulher, D. Guiomar de Vilalobos. A cabeceira tripartida, o transepto e as naves obedecem às conceções do gótico mendicante tão caraterístico da generalidade dos conventos baixo-medievais de Santarém que chegaram aos nossos dias. A fachada principal, com o seu portal cenográfico e a enorme rosácea que ocupa o segundo registo, pelo contrário, está na dependência do Gótico flamejante que, durante a primeira metade do século XV, triunfou no emblemático monumento de Santa Maria da Vitória, na Batalha.

Entre outras, estão presentes neste local as sepulturas da família Meneses, que aproveitaram a igreja para seu panteão, e do navegador Pedro Álvares Cabral.

(inserido nas Comemorações do Dia Internacional dos Museus)

 

Às 21h30, tem lugar a apresentação do livro “Contos da Pós Verdade” de Luis Bárbara, no Teatro Taborda – Círculo Cultural Scalabitano.

A utilização da expressão “pós-verdade” é, de alguma forma, pejorativa, pelo menos como os políticos se sentem inclinados a utilizá-la.

Os contos, todos eles, são pós-verdade porque, tendo acontecido, estão agora distorcidos, para que a identificação do contexto real onde ocorreram, não seja identificável.

“Os verdadeiros heróis desta jornada são os relatores dos acontecimentos, que eu, mero escrevente passei a letra de forma”.

 

domingo:

 

 

Este domingo, dia 20 de maio, às 09h00, tem início o Campeonato Nacional MX – Motocross, na Pista da Carneira – Moçarria. As corridas têm lugar às 14h00.

O Campeonato Nacional de Motocross é um evento nacional organizado pela Moçarria Aventura Clube a contar para as classes, MX Elite, MX 1, MX 2, MX 2 Júnior, MX 2 2T e MX Infantis A, totalizando mais de 150 participantes. Também inserido neste evento, vai decorrer, pela primeira vez, o Troféu Regional MAC, um troféu a realizar por pilotos que só têm licença federativa regional.

 

Às 10h00, tem início a Corrida da Família - atividade inserida no projeto MAIS Lezíria que pretende assinalar o Dia Internacional da Família.

Esta Corrida arranca em simultâneo nos municípios da Lezíria do Tejo, com um agradável convívio desportivo entre familiares e amigos, com muita diversão.

A família mais numerosa, o participante mais novo e o participante mais velho vão receber lembranças.

 

Às 10h30, disputa-se a final do 27º Torneio Internacional de Futebol Veterano – Santeirim, no Estádio D. Manuel de Mello em Almeirim.

 

Às 16h00, estreia o Espetáculo para Crianças “As Novas Aventuras do Pantufa e do Augusto”, integrado na Temporada da Primavera do Círculo Cultural Scalabitano.

O Pantufa e o Augusto voltam a juntar-se para brincar com os meninos e vai ser uma alegria. O Pantufa lá vai fazendo das dele e com muita animação os dois vivem mais uma grande aventura.

(Direção e representação) António Júlio Santos e Nuno Domingos (Técnico) José Carlos Jordão

 

Às 16h00, integrado na Temporada da Primavera do Círculo Cultural Scalabitano – Teatro Taborda, há Teatro de Marionetas - “O Urso Dorminhoco”, no Teatro Taborda - Círculo Cultural Scalabitano.

O espetáculo é antecedido de uma visita ao teatro Taborda

A magia está presente no cenário construído e no jogo entre o que se mostra e o que se esconde. A história apresenta-nos um urso mandrião que após a intervenção das abelhas se torna um elemento útil, assim como os seus amigos do jardim.

(Direção) Angelina Madeira (Manipuladores) Angelina Madeira, Ana Cláudia Rosa, Carolina Alves, Mena Caetano, Francisco Maurício, Francisco Selqueira e Mário Marcos (Técnico) José Carlos Jordão

 

Em permanência:

 

 

Até dia 30 de maio, visite a Mostra Bibliográfica Dia Internacional dos Museus” – 18 de maio, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire. A Mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

A Biblioteca Municipal comemora o Dia Internacional dos Museus (18 de maio), com uma mostra bibliográfica sobre o tema. Numa era onde cada vez mais os museus se dão a conhecer através dos meios tecnológicos (visitas virtuais), permanece ainda o esforço por parte destes em atrair e receber a sociedade em geral e as comunidades locais, com a missão de divulgarem a riqueza dos seus espólios/coleções através das exposições permanentes ou temporárias como verdadeiros embaixadores da nossa história e identidade.

 

Até dia 30 de maio, visite a Mostra Bibliográfica “Vamos ler… Júlio Dantas”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

Referenciado como um dos mais conhecidos intelectuais portugueses das primeiras décadas do seculo XX, Júlio Dantas, natural de Lagos, foi escritor, médico (área da psiquiatria), político e diplomata.

Na área literária, dedicou-se a vários géneros literários como a poesia, o teatro, o romance, o conto, a crónica e o ensaio. As suas obras situam-se entre o romantismo e o parnasianismo.

 

Até dia 2 de junho, visite a Exposição Artes Plásticas “Espírito da Terra”, no Palácio Landal e no Fórum Actor Mário Viegas – Centro Cultural Regional de Santarém, no âmbito das Comemorações dos “130 Anos do Ensino Agrário em Santarém”, que têm o Alto Patrocínio da Presidência da República. entre outros apoios. A Exposição pode ser visitada, no Fórum Actor Mário Viegas – CCRS, de segunda a sexta-feira, das 15h00 às 18h30 e aos sábados, das 10h00 às 13h00. No Palácio Landal, a exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

O Centro Cultural Regional de Santarém (CCRS) organizou em parceria com a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém (ESAS), a presente exposição que conta com a participação de 20 Artistas Plásticos, de diversas gerações que apresentam na cidade de Santarém a suas abordagem e criatividade.

 

Até dia 30 de junho, visite a Exposição Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire. A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 2 de Abril até ao final de junho está em destaque trimestral uma obra da autoria de Cruzeiro Seixas: “Sem Título”, Serigrafia a preto e branco s/ papel, datada de 1980.

 

Até dia 30 de junho, Arquivo Histórico Municipal – Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire. A Mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira das 09h30 às 18h00

Auctos de Conciliação/ das partes neste Juizo de Paz com res[pei]to as Fre/guesias do SSantissimo Milagre, S: [Juliao] S: Louren/ço, desta villa de Santarem.

Livro de registo dos autos de conciliações das partes neste juízo da Paz. Encontra-se numerado, rubricado, com termo de abertura e encerramento, conforme determina o artigo 52. §. 2. Confirmado pelo Decreto de 16 de Maio de 1833. §. 3.º. Santarém 16 de Janeiro de 1835. Assinado pelo Juiz da Paz Sebastião Antonio Schiappa.

O Juízo da Paz, foram (e voltaram na atualidade) instituições com a função de mediarem conflitos, com o objetivo de reduzir o número de processos a seguirem para julgamento nos tribunais de primeira instância. Cada Conciliação custava na época 2$000 réis, assim como cada Declaração de não conciliação, 1$500 réis. O Juiz da Paz era um oficial que nos Concelhos competia encaminhar os processos das conciliações entre as partes e, por delegação do Juiz de Direito da Comarca, as ações por ele confiadas.

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

É um dos elementos arquitetónicos mais conhecido e emblemático de Santarém, tendo sido, em tempos, a Torre do Relógio do Senado da Câmara.

A Torre das Cabaças, ou Cabaceiro, como o vulgo a denomina, é na realidade uma Torre Relógio, de que se conhece a introdução em Portugal desde os primórdios do século XV. A designação popular fixou-se nos finais do século XVIII, derivada das sete ou oito cabaças de barro colocadas na estrutura de ferro que suporta o enorme sino de bronze datado do 1604. A Torre Relógio de Santarém, construída em meados do século XV, ergueu-se sobre uma estrutura pré-existente: uma torre do recinto muralhado da Vila medieval ligada à Porta de Alpram ou Alporão.

A sua forma prismática, de um paralelepípedo, com uma base de 9,76 por 7,20 m e altura de 26 m (31,40 m com a estrutura de suporte do sino) foi crescendo por sucessivos acrescentos ao longo do tempo, sempre através do mesmo processo construtivo, de aparelho de alvenaria de pedra calcária irregular e revestida a argamassa de cal e areia.

O seu volume áspero e monolítico eleva-se praticamente isento de fenestração até próximo do cimo. Aí, apresenta oito grandes ventanas, duas em cada face, com as vergas em semi-arco, deixando antever uma pequena parte da calote esférica que cobre o seu último piso, suportando, por sua vez, a estrutura de ferro forjado, de forma trapezoidal, que sustenta o enorme sino de bronze e oito peças cerâmicas em forma de cabaças, cuja função é provocar a ressonância do som do sino ao bater as horas.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo das 09h10 às 12h15 e das 14h00 às 17h15.

O Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitos desconhecem.

A Alcáçova de Santarém, atualmente ocupada pelo Jardim Portas do Sol, ostenta os mais antigos e mais importantes vestígios da ocupação humana de Santarém, constituindo, por essa razão, o local privilegiado para a instalação de um núcleo museológico que materialize a génese e evolução histórico-urbanística da cidade.

O Núcleo da Alcáçova integra em primeiro lugar, um “Centro Interpretativo”. A sala de exposições foi alvo de um projeto de design global, resultado de uma combinação das tradicionais vitrinas com uma componente multimédia, mediante as quais os visitantes recebem explicações prévias sobre o conhecimento existente de cada um dos períodos cronológicos abordados. Os nossos visitantes podem assim iniciar a sua “viagem” pela cidade, explorando os equipamentos existentes no Centro de Interpretação, seguindo depois caminho para as Ruínas Romanas – onde podem encontrar uma montra interactiva com algumas explicações.



publicado por Noticias do Ribatejo às 17:46
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Aproveite o que Santarém ...

Temporada da Música

REUNIÃO DESCENTRALIZADA D...

Centro de Estudos em Foto...

73º Aniversário do Concel...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Embaixador da Moldávia re...

REQUALIFICAÇÃO DA URGÊNCI...

Rede de Municípios para a...

Chamusca a impulsionar re...

Avisan’18 recebe Exposiçõ...

OPINIÃO: Política para a ...

Convento de Cristo recebe...

Concerto da Orquestra da ...

Município de Azambuja vai...

CAMPANHA DE RECOLHA DE BR...

CORTE NO ABASTECIMENTO DE...

CONCERTO PARA OUVIR DE OL...

MUSEU RURAL E DO VINHO CE...

Município do Entroncament...

Ciben 2 e Golf da Madruga...

Município de Azambuja com...

Cadetes de Almeirim inici...

Escritura de constituição...

TRÊS JOVENS APURADOS PARA...

Luís Miguel Ribeiro e Ber...

NERSANT apresenta Vida At...

Dia Mundial da Diabetes

MENDES GONÇALVES CONSIDER...

TEATRO // “Portugal não é...

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds