NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 13 de Maio de 2014
BENAVENTE: Organização Mundial de Saúde promove estudo de riscos no Sistema de Saneamento de Benavente para melhorar a proteção do ambiente e da saúde

 

 

Equipa multidisciplinar avalia tratamento de esgotos e propõe soluções para minimizar impactos ambientais, sociais e na saúde dos trabalhadores e das populações. Benavente é o único caso de estudo Europeu num projeto que envolve nove países.

Cerca de três dezenas de técnicos das mais variadas áreas participaram numa reunião liderada pelo Presidente da Câmara Municipal de Benavente com o objetivo de caracterizar o sistema em estudo e estabelecer métodos de avaliação de riscos, segundo as orientações da OMS.  As conclusões do projeto serão apresentadas no final de Junho em Benavente.  

 

Reuniu, no dia 5 de maio, na sede da Águas do Ribatejo, em Salvaterra de Magos, o grupo de trabalho, com cerca de 30 técnicos, para acompanhamento do Projeto Piloto de demonstração sobre a implementação de Planos de Segurança de Saneamento.

O objetivo do plano é promover a segurança dos trabalhadores e dos consumidores/utilizadores e aumentar a proteção do meio ambiente. O ponto de partida será em Benavente, mas a AR pretende alargar posteriormente o âmbito a todos os sistemas de saneamento sob sua gestão nos sete municípios que integram a empresa, nomeadamente Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas com um universo de 145 mil utilizadores.

No final do projeto espera-se também integrar os resultados com os pressupostos do Plano de Segurança da Água, prevendo-se uma gestão mais segura de todo o ciclo urbano da água, em prol da beneficiação do serviço prestado.

O projeto, desenvolvido em parceria pela AR – Águas do Ribatejo, EM, SA e pela Acquawise Consulting, visa contribuir para a elaboração de um manual de desenvolvimento e implementação de Planos de Segurança de Saneamento (PSS), objetivo a que a Organização Mundial de Saúde (OMS) se propôs através da reunião de experiências piloto a decorrer em Portugal e em mais oito países: Índia, Vietname, Filipinas, Perú, Malásia, Uganda, Tanzânia e Gana.

A experiência portuguesa, a decorrer no sistema de saneamento de Benavente, cuja gestão e operação é assegurada pela Águas do Ribatejo, visa desenvolver um PSS para o sistema de saneamento da Vila de Benavente, procurando salvaguardar a saúde humana e aumentar a proteção do meio ambiente, e assim validar a metodologia de implementação proposta pela OMS e contribuir com sugestões de melhoria a incorporar no manual.

Para avaliar e discutir os avanços obtidos até à data, reuniu-se o grupo de trabalho constituído não só pelos promotores do projeto mas também por diversas entidades com intervenção na matéria, nomeadamente o Município de Benavente, a Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR), a Direção-Geral da Saúde (DGS), o Agrupamento de Centros de Saúde do Estuário do Tejo (ACES-Estuário do Tejo) - Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados Benavente, a Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (IGAMAOT), a Administração de Região Hidrográfica Tejo Oeste (APA-ARH Tejo Oeste), a Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR), a Direção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo (DRAP-LVT), a Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Água (APDA), a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT), bem como elementos da comunidade científica portuguesa, nomeadamente o Prof.º José Saldanha Matos, professor catedrático do Instituto Superior Técnico e a Prof.ª Helena Marecos, professora coordenadora do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa.

Nesta segunda reunião de acompanhamento, além do enquadramento e caracterização do sistema de saneamento da Vila de Benavente, centralizou-se a discussão no método de avaliação dos riscos identificados no sistema de saneamento e sua envolvente, bem como sobre o potencial de reutilização de águas residuais tratadas e de lamas de depuração que a área envolvente ao sistema de saneamento apresenta. Este, refira-se, é também um dos objetivos do projeto, com vista à proteção do meio ambiente e sustentabilidade da operação e gestão do sistema.

Atendendo ao curto prazo de execução deste projeto piloto espera-se conseguir testar toda a metodologia proposta pela OMS e contribuir com melhorias para a mesma até final de Junho, altura em que o projeto será finalizado. Posteriormente, à Águas do Ribatejo competirá a implementação e validação do Plano de Segurança de Saneamento desenhado, esperando-se assim alcançar uma gestão mais sustentável do sistema.

 

Breve nota sobre entidades envolvidas:

 

Sobre o Município de Benavente

O Município de Benavente situa-se no coração do Ribatejo, a 35 km da Capital, sendo o Pulmão da Grande Área Metropolitana de Lisboa com mais de 20 mil hectares de lezíria e charneca. Tem cerca de 30 mil pessoas, distribuídas por quatro freguesias. A sede do concelho, a vila de Benavente tem  9200 moradores. É um concelho com uma acentuada responsabilidade social e ambiental vincada também na participação neste projeto piloto. Benavente é um dos sete acionistas da Empresa Municipal Águas do Ribatejo que já investiu mais de 10 ME na melhoria do saneamento e abastecimento de água no concelho.   

 

Sobre a Águas do Ribatejo

 

A AR – Águas do Ribatejo E.M. S.A., é uma empresa municipal. O seu capital é 100% público, e é detido pelos Municípios de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas. Foi criada em Dezembro de 2007 e é a entidade gestora dos serviços de abastecimento e distribuição de água para consumo humano e de saneamento de águas residuais urbanas dos cerca de 145 mil habitantes dos sete Municípios que integram a empresa.

 

Sobre a Organização Mundial de Saúde

 

A Organização Mundial da Saúde é a autoridade em saúde das Nações Unidas. Tem por objetivo desenvolver ao máximo possível o nível de saúde de todos os povos. A saúde sendo definida como um “estado de completo bem-estar físico, mental e social e não consistindo somente da ausência de uma doença ou enfermidade”. É responsável por liderar as questões de saúde globais, definindo e coordenando trabalhos nesta matéria, nomeadamente a agenda de investigação, estabelecendo normas e políticas, e providenciando apoio técnico aos países e monitorizando e avaliando as tendências de saúde.

 

Sobre a Acquawise

 

A Acquawise Consulting é uma empresa sedeada no Parque Tecnológico de Óbidos especializada na gestão, operação e segurança dos sistemas de abastecimento de água e águas residuais. O seu objetivo principal é apoiar as empresas públicas e privadas responsáveis pela distribuição de água e drenagem e tratamento água residual a implementar práticas mais eficientes, reduzindo custos e garantindo a segurança e qualidade da água.



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:54
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

18

25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

83 novas empresas no dist...

Mercado Oitocentista de A...

Benavente - Detenção por ...

Marinhais – Apreensão de ...

Equipa Comunitária de Sup...

LER O PATRIMÓNIO EM EXPOS...

Daniel Bessa vem à Startu...

Agrocluster Ribatejo este...

Hamlet e Comemoração Dia ...

Assinatura de Protocolo p...

Visita do ministro da Def...

POLITÉCNICO DE SANTARÉM P...

“Dê troco a quem precisa”...

Vêm aí as Férias Ativas V...

Ministro Vieira da Silva ...

Semana da Ascensão na Cha...

Entroncamento celebra o D...

LEVANTA-TE E RI EM DIRETO...

Juntos a construir o futu...

Feira Nacional de Agric...

Couro Azul é o grande ven...

NERSANT levou empresário ...

INFORMAÇÃO SOBRE EUROPEIA...

Festival da Biodiversidad...

Mercados itinerantes com ...

CONTAS DA ADMINISTRAÇÃO L...

Coruche - Prisão preventi...

Feira de Maio de Azambuja...

ALCANENA: Desenvolvimento...

Festival de Sopas – Covão...

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds