NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 30 de Abril de 2017
Breve noção: Amor ou Apego!?

ANA GRACIOSA.jpg

 Por: Ana Graciosa

 

Nem todos amam da mesma maneira, assim como, nem todos os vínculos conjugais têm a mesma característica.
Existe uma enorme diferença entre o amor e o apego, e posso dizer que são raras as pessoas que amam, e por isso mesmo “sofrem”, porque não sabem amar e nem tão pouco sabem o que é o amor.
Na realidade, a maioria das pessoas, só sentem apego e quanto mais se agarram e apegam a algo ou alguém, mais medo têm de perder e com isso vem o sofrimento. 
As pessoas que amam genuinamente, em todas as situações, geralmente pensam, sentem e dizem: eu amo e por isso quero que outrem seja feliz, se isso me incluir, ótimo, se assim não for, paciência, porque o mais importante, e o que mais desejo, é a felicidade dessa pessoa, quer seja comigo ou não.

Com amor, nós aprendemos a exercitar a paciência, paralelamente com a tolerância, até porque às vezes, quando um se cansa, o outro, espera. Quando um está a pensar em “desistir” de alguma coisa, o outro procura ajudar, acalmar, apaziguar e tentasse resolver  tudo de alguma forma,  para que o outro fique tranquilo e em paz. Demonstrasse que o mais interessante e importante de uma caminhada, é fazê-la em conjunto, não com o objetivo eterno ou de posse, mas sim, como se tratasse de visualizar a paisagem circundante um dia de cada vez, e aprender que o que se vai descobrindo enquanto juntos, é em partilha e união, com base no completar o bem estar um do outro.

O amor é apaixonado, desinteressado, libertador…

Quando o caso é de apego, o sentimento já é diferente, há um misto de sentimentos de conquista e medo de perder tão forte, que acaba por atrapalhar a visão do futuro de um relacionamento, ficando num perfeito estado de alerta, o que acaba por gastar toda a energia psíquica em torno de toda a questão emocional.

Algumas pessoas pensam e interiorizam: eu amo e por isso quero que outrem me faça feliz. Esse é um sentimento egoísta e de posse, tipo agarrar e não largar, e daí o sofrimento, e o tal medo de perder, porque pensam que quanto mais se agarram a algo ou alguém, demonstrando o quanto se importam e querem, isso significa amor, mas não… isso é apego.

O apego é apático, possessivo, egocêntrico…

Quando se consegue “matar” o sentimento de apego, nasce a liberdade saudável e emocional.
As pessoas deveriam sentir-se preenchidas com elas próprias, mesmo estando sozinhas, ou não, sentirem-se em paz, serenas e tranquilas, deixarem fluir sem sufocar, em que o sentimento em relação aos outros, fosse somente e simplesmente, o de se completarem e não o de posse, e nunca esperarem que seja outrem o feitor de certos “milagres”… a maioria das pessoas sofre de amor porque não amam… nem a elas próprias…

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:45
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

15
17

20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Vem aí a 15ª edição dos “...

In. Santarém 2019 | PROGR...

CA Soluções de Crédito Fa...

Fabíola Cardoso propõe cr...

O tempo

1.ºTorneio Solidário Stre...

O Concelho de Azambuja ac...

NERSANT quer simplificar ...

VALADA ACOLHEU DIA INTERN...

13.ª Edição da Feirinha d...

“Galerias com Arte” receb...

MEIO MILHÃO DE EUROS PARA...

Festival de folclore ‘Rio...

CRÉDITO AGRÍCOLA COM RESU...

Município de Azambuja tem...

“Da Terra à Mesa” é o tem...

ESCAVAÇÕES ARQUEOLÓGICAS ...

Obras de requalificação d...

In Santarém 2019 | PROGRA...

Festa Anual em Honra de S...

Santarém recebe 2ª edição...

“Traços dos Tempos” expos...

Boas Práticas de Controlo...

“Rainha Santa Isabel” e “...

TEMAS DE SAÚDE: Vidas em ...

"Diário de um dia de verã...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Projeto de Regulamento do...

4.º Street Food Entroncam...

CARTAXO APROVA PLANO DE T...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds