NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 15 de Maio de 2018
CARTAXO APRESENTA INSTRUMENTO FINANCEIRO PARA REGENERAÇÃO URBANA

CARTAXO APRESENTA INSTRUMENTO FINANCEIRO PARA REGENERAÇÃO URBANA

  • IFRRU 2O2O – Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbana, esteve em debate em sessão pública organizada pelo município do Cartaxo.
  • IFRRU dispõe de 1 milhão e 400 mil euros para reabilitação integral de edifícios nas ARU (Áreas de Reabilitação Urbana) definidas por cada município.
  • Dina Ferreira, vogal executiva da comissão diretiva da estrutura de gestão do IFRRU, afirmou a importância do município nos processos – “para o financiamento é indispensável o parecer positivo do município” para além de “apenas os imóveis localizados dentro das ARU poderem ser financiados”.
  • Pedro Magalhães Ribeiro destaca a importância de um “instrumento financeiro que dá a indivíduos, instituições e empresas a possibilidade de recuperar os seus imóveis em condições únicas de financiamento”.
  • Autarca informou que nos próximos três anos, o Município do Cartaxo vai investir 5,4 milhões de euros de fundos comunitários, dentro das Áreas de Reabilitação Urbana, para a reabilitação do espaço público.

 

Dina Ferreira, vogal executiva da Comissão Diretiva da Estrutura de Gestão do IFRRU, veio ao Cartaxo, a convite da Câmara Municipal para esclarecer sobre os procedimentos administrativos e a cooperação entre o Município, os particulares, as instituições e as empresas que pretendam candidatar-se ao IFRRU 2O2O, através da realização de operações urbanísticas de reabilitação de edifícios, que estejam inseridos em Áreas de Reabilitação Urbanas (ARU) ou no Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU).

 

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal e Pedro Nobre, vereador com o pelouro da Planeamento e Administração Urbanística, promoveram a sessão pública que decorreu no salão nobre do Município, no dia 9 de maio.

 

A sessão contou com a presença de proprietários e arrendatários de imóveis, assim como, de representantes das entidades bancárias selecionadas pelo IFRRU 2020 – Santander, BPI e Millenium. Na sessão marcaram ainda presença autarcas, arquitetos, técnicos que desenvolvem a sua atividade no concelho do Cartaxo e os trabalhadores municipais da área de Planeamento Urbanístico que acompanham quer os processos, quer a definição das áreas de reabilitação urbana.

 

Município investe na reabilitação do espaço público

O presidente da Câmara Municipal apresentou as quatro ARU definidas pelo Município – “a sua definição e aprovação foram essenciais para que os processos de candidatura dos particulares e das instituições, ao IFRRU, se pudessem iniciar”, afirmando que “definidos os seus primeiros limites, estamos já a trabalhar no sentido de as alargar a mais arruamentos e zonas da cidade”.

 

Para o autarca, “é da maior importância que todos os proprietários de prédios urbanos dentro destas áreas conheçam as oportunidades que o IFRRU proporciona”, considerando este instrumento financeiro “uma oportunidade única de reabilitação da cidade, de atração de novos moradores, tanto quanto de fixação de residentes, para além da dinamização da atividade económica que pode desencadear”.

 

No que respeita ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, que integra as ARU, o presidente da Câmara, destacou “a conquista pelo município de cerca de 5,4 milhões de euros de fundos comunitários para dois programas”, referindo-se ao PARU (Plano de Ação para a Regeneração Urbana) e ao PAMUS (Plano Ação de Mobilidade Urbana Sustentável).

 

Este investimento inclui os trabalhos já concluídos na Rua Mouzinho de Albuquerque, as empreitadas que serão iniciadas ainda este ano – Rua de São Sebastião e Largo do Pelourinho, Rua e Travessa da República –, assim como as que poderão ser lançadas até final do ano para a requalificação da Rua Serpa Pinto e do largo de S. João batista. Em 2019, o autarca prevê que possam ser lançadas as empreitadas para intervenções na Rua Batalhoz (troço com inicio junto ao Pavilhão Municipal de Exposições até à bifurcação com a Rua de Rio Maior) e no Largo do Rocio.

 

Para além da reabilitação do espaço público, o PAMUS prevê ainda investimento em edifícios municipais, “com o qual queremos garantir a reabilitação e requalificação do Mercado Municipal do Cartaxo e do edifício da Torre Sineira”, afirmou Pedro Magalhães Ribeiro, sendo que este último edifício “poderá acolher o Arquivo Histórico Municipal” – ambas as empreitadas estão previstas para 2020.

 

Também para lançar entre 2019 e 2020, a Câmara Municipal já previu “um conjunto de intervenções como a ampliação do Parque de Santana, a recuperação de passeios e zonas pedonais, mais de 90 abrigos para paragens de autocarro em todo o concelho ou o aumento de quase cinco quilómetros de ciclovia”.

 

O presidente da Câmara afirmou que “é muito importante que toda a população e em especial os investidores, entendam que o acesso a estes fundos implica o cumprimento de regras e princípios muito rigorosos”, explicando que a câmara municipal não podia ter “escolhido outras áreas do concelho para este trabalho de requalificação. Este dinheiro não pôde nunca ser usado para recuperar outras ruas ou estradas, são específicas para regeneração urbana no centro da cidade”.

 

As intervenções estão também “condicionadas aos princípios da sustentabilidade energética e da mobilidade sustentável”, com os projetos a terem de garantir “medidas que evitem a circulação automóvel massiva dentro da cidade, promovam a circulação de peões e protejam as pessoas com mobilidade reduzida, quer sejam pessoas com deficiência motora, quer sejam idosos ou crianças”.

 

Tal como para as intervenções já concluídas ou a iniciar, “os projetos serão sempre apresentados previamente aos moradores”, afirmou Pedro Magalhães Ribeiro, garantindo que “todas as propostas serão tidas em conta, desde que possam ser integradas legalmente, sejam consensuais e respeitem as imposições de mobilidade sustentável do programa de financiamento”.

 

 

IFRRU 2020 dispõe de 1 milhão e 400 mil euros para reabilitar os centros urbanos das cidades

No decorrer da sua intervenção, Dina Ferreira esclareceu que o IFRRU 2O2O reúne diversas fontes de financiamento, quer fundos europeus do PORTUGAL 2O2O, quer fundos provenientes de outras entidades como o Banco Europeu de Investimento (BEI) e o Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa (BCE), conjugando-os com fundos da banca comercial – constitui-se como um empréstimo composto por duas partes iguais de recursos públicos e de recursos privados.

 

Sob o lema Cidades com Futuro, o instrumento financeiro apoia o investimento na reabilitação urbana com vista à requalificação das cidades que permita a promoção de nova habitação, a atração de novos residentes e a dinamização da atividade económica.

 

O IFRRU permite acesso a um empréstimo com maturidades que podem ir até aos 20 anos, períodos de carência que acompanham o investimento, até ao máximo de quatro anos, as taxas de juro são muito inferiores às praticadas no mercado, não tem qualquer eestrição quanto ao tipo de entidade a apoiar – sejam empresas ou particulares, entidades públicas ou privadas com ou sem fins lucrativos –, não depende do uso a dar ao imóvel, nem impõe períodos de candidatura pré-definidos.

 

Em cada município o IFRRU tem um interlocutor especialmente dedicado a acompanhar e emitir parecer de enquadramento do projeto, que também apoiará o investidor no processo de licenciamento.

 

Os bancos selecionados, pelo IFRRU 2020, como parceiros financeiros, são o Santander, o BPI e o MIllenium BCP, que prestam esclarecimento e apoio a partir de qualquer dos seus balcões comerciais.

 

Para mais informação, o município do Cartaxo disponibiliza toda a informação no site, no qual consta o contacto direto do interlocutor local do IFRRU:

 

Saiba mais em:

www.cm-cartaxo.pt



publicado por Noticias do Ribatejo às 19:45
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Aproveite o que Santarém ...

"O Ribatejo é uma das reg...

"O TEATRO VAI ÀS FREGUES...

SESSÕES PÚBLICAS PARA DEB...

Município aprova apoio à ...

Plano Anual de Educação d...

Alunos do Programa Erasmu...

Entroncamento comemora o ...

Já se iniciaram as obras ...

FESTA DAS VINDIMAS EM VIL...

CAMINHAR PARA UNIR TERRIT...

Tertúlia Festa Brava vai ...

PALADIN NOMEADA PARA PRÉM...

Tecfresh’18: Cothn promov...

Segundo dia do NERSANT Bu...

FEIRA DE SANTA IRIA: QUE ...

Economia circular em deba...

Workshop sobre Alimentaçã...

Intervenções na reunião d...

MAIS DE MIL CRIANÇAS À DE...

PSD faz balanço do 1º ano...

Novo livro de poesia de M...

ARRANQUE DO ANO LETIVO 20...

REPAVIMENTAÇÃO DE TROÇO D...

X Passeio TT Ourem /Front...

Coletividades de Azambuja...

"Temos empresários com mu...

AMPLIAÇÃO DA REDE DE SANE...

20 de outubro a 1 de nove...

DANÇA // “Doesdicon”

arquivos

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds